O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 19 de março de 2011

A Liga da Mentira

 ●  10 comentários  ● 
Se alguma vez tiverem que aturar adeptos Corruptos a chatear-vos o juízo usem isto:
Na minha opinião está algo exagerado mas está aqui muita munição para essas discussões.



Um momento historico para o futebol portugues

 ●  4 comentários  ● 
Apesar dos arrufos entre o GB e o SouBenfica o facto e que hoje vai acontecer um momento histórico no futebol português: os novos estatutos da FPF vão ser aprovados após a AF Braga admitir que vai aprovar os estatutos contrariada.

A aprovação destes estatutos são um passo fundamental para o restabelecer de um novo equilíbrio no futebol português que não garanta a hegemonia absurda de um só clube, baseada não no que mostrava no campo mas pelo controlo dos gabinetes, aliciamentos e pressões sobre árbitros e o estabelecimento de clubes-satélite entre outros meios.
Os estatutos actuais da FPF foram aprovados em 1993 com o apoio do pior Presidente da Historia encarnada - Manuel Damásio - que entregou numa bandeja de prata o controlo total do futebol português a um individuo sinistro e sem escrúpulos que dominou por completo o futebol português desde então com a ajuda de vários figuras não menos duvidosas como Lourenço Pinto, Valentim e João Loureiro, Guilherme Aguiar, etc, etc, etc.
Incrível como os danos causados por Damásio se prolongaram ate ao ano de 2011. Nunca no futebol português se viu um clube dominar de forma tão esmagadora durante 18 anos em que ganhou 13 campeonatos (a caminho dos 14). Se isto não servir para muita gente abrir os olhos e nunca mais confiar nos Mafiosos então não sei o que servira.

Eu tenho uma opinião um pouco diferente da de GB e do Soubenfica: a aprovação dos estatutos é uma derrota clara para os indivíduos do Norte. O seu poder fica efectivamente diluído e tenho serias duvidas que tenham conseguido montar uma candidatura viável para a Presidencia da FPF. Gilberto Madail esta completamente fora de prazo e sem a possiblidade de vetarem votacoes, muitas associacoes nao terao problemas em votar num candidato nao cooptado pelo Sistema.
A aprovação dos estatutos será feita não porque foi obtido um consenso sinistro de controlo das novas estruturas do futebol mas por uma razão muito simples: Porto e Braga (tal como o Benfica) tem hipóteses de ganhar a Liga Europa e não querem perder essa oportunidade por causa de guerras de secretaria.
Irónico que as vitorias obtidas no relvado pelas equipas corruptas acabem por ser impeditivas do uso das estratégias sujas nos gabinetes que lhes garantem o domínio absoluto do futebol português.

Ao contrario de GB, considero que a candidatura de Fernando Seara tem toda a viabilidade: foi apoiada por todos os clubes da região de Lisboa, e se Godinho Lopes for eleito Presidente do Sporting (apesar de considerar isso um acontecimento improvável) terá o apoio de Luís Duque. O Sporting será sempre independente do Benfica e nunca se ira aliar ao seu maior rival, mas se tiver alguém que perceba que tem que ter a mesma atitude face ao Porto...

Após a aprovação dos estatutos, será necessário que quem queira lutar pela regeneração do futebol português perceba umas coisas: esta vitoria será apenas a vitoria numa batalha e não na guerra pela restauração da credibilidade do futebol.
Não pode haver negociações com Corruptos nem se permitir que Conselho de Arbitragem e de Justiça sejam controlados por gente com ligação a esses indivíduos agora que esses órgãos vão estar sediados longe da sua esfera de influencia
O momento para provocar uma mudança e agora em que muitas associações finalmente se viram livres da ditadura dos Mafiosos e em que o poder destes foi efetivamente abalado. Gilberto Madail será o cavalo de corrida deles, tem que haver uma candidatura alternativa e que se assuma como a candidatura da mudança numa altura em que os ventos de mudança sopram forte no nosso Pais e em muitas partes do Globo.

E já esta: novos estatutos finalmente aprovados!Agora só resta ter esperança que não tenham havido sacrifícios para esta aprovação.

Hoje é dia de Responsabilidade... Para o SLBenfica

 ●  1 comentário  ● 
Com o receio dos "patrões" em ficar sem o dinheiro das competições europeias e já com algumas movimentações de bastidores realizadas para garantir o controlo possível da arbitragem e a recandidatura de Madaíl (que afasta alguns possíveis candidatos), serão hoje finalmente APROVADOS OS NOVOS ESTATUTOS DA FPF.

Inicia-se o que considerei há dias ser um momento de elevadíssima responsabilidade para o SLBenfica no futuro do futebol português e na defesa da verdade desportiva.

Como disse no tópico As (nossas) Diferenças: "Luis Filipe Vieira tem a oportunidade de erguer uma obra, que não é o betão que ele tanto gosta e que o trouxe para o SLBenfica, mas sim a obra do futebol português. Os benfiquistas não perdoarão que não o faça e será Luis Filipe Vieira que vai decidir por que porta quer sair do Estádio da Luz... e quando!"

sexta-feira, 18 de março de 2011

Benfica-PSV

 ●  19 comentários  ● 
Com os Corruptos e os Corruptos B no Leste europeu, respectivamente Spartak Moscovo e Dínamo Kiev.

Jogos a 7 de Abril na Luz e 14 de Abril em Eindhoven. O caminho para a final, vencendo o PSV será SCBraga ou Dinamo Kiev. O que acham do Sorteio?

No sorteio da Liga Europa...

 ●  2 comentários  ● 
... E ao contrário de Jorge Jesus, só quero que nos saia o Porto, ou como consolação o Braga.
Dois jogos contra os Corruptos com árbitros estrangeiros e sob a égide da UEFA, logo onde não poderiam jogar golfe em vez de futebol para demonstrar de uma vez por todas á Europa do futebol a mentira que é o Campeonato Português!

Seria possível?

 ●  4 comentários  ● 
Lá estou eu a teimar em deixar de lado as vitórias ou as ambições europeias, para voltar a insistir naqueles temas que parece que não interessam a ninguém: A FPF e o futuro do futebol português livre de corrupção (ou pelo menos lutando contra ela).

Amanhã há AG da FPF pelos Estatutos. Antecipo que ainda não será desta que os estatutos passam, mas acabarão por passar até final da época, especialmente se a UEFA fizer o que o Laurentino não tem coragem para fazer. Por outro lado, a UEFA é tão intransigente com o envolvimento da justiça civil e dos Governos no futebol, quando toca aos clubes se defenderem, pelo que cabe-lhes manter essa intransigência e actuarem de forma inapelável.

Para bem do futebol nacional, o meu desejo é que o estatutos não passem sem que a UEFA antes penalize fortemente o futebol nacional, dando inicio a uma onda ódio e desprezo do povo pelos poderes sujos e corruptos que mandam neste futebol, nem que para isso tenhamos que vender quatro ou cinco jogadores por não contar com as receitas das competições europeias... Mas acreditem que será ainda pior para o FCPorto e para o SportingCP.

Volto a "bater na tecla" que o tempo que a AFPorto, Braga e Coimbra estão a tentar ganhar para posicionar/negociar com o Madaíl os seus futuros poderes na futura estrutura, com a consequente candidatura do Madaíl, deveria ser o mesmo tempo que o SLBenfica deveria usar para estruturar uma candidatura forte "Anti-Regime" unindo especialmente os clubes que querem ver este futebol corrupto desaparecer para dar espaço a um futebol português com credibilidade.

Há um eixo de poder em Portugal, que sufoca os clubes pequenos e os jogadores portugueses que tem que acabar: Empresários. Ou melhor, não tem que acabar, o que deve é acabar a sua fortíssima influencia no futebol nacional, ditando as regras através de jogos de poder, influencias e comissões. Nao podemos continuar a comportar-nos como um país de terceiro mundo, subjugados aos poderes do dinheiro de meia dúzia de patrões.

Uma nova candidatura à FPF impõe-se assim para trazer impacto directo onde mais doi a essa gente, impondo regras para a contratação de estrangeiros, como tem a Liga Inglesa, por exemplo, ou mesmo a Italiana. Um país com parcos recursos financeiros, com clubes endividados, tem que estimular a formação de atletas nacionais, impondo limites ao número de jogadores estrangeiros nos planteis através de regras qualitativas (internacionalizações, por exemplo) e quantitativas (número máximo por plantel senior e claríssimas barreiras à entrada para para os planteis de formação.

Há que acabar com o império desses empresários que "matam" as ambições dos nossos jovens para dar lugar a brasileiros, argentinos, africanos, etc que aparecem para os clubes sem que acrescentem nada ou sequer que potenciem qualquer receita, antes pelo contrario, têm ordenados mais elevados e ainda implicam a circulação de comissões avultadas.

Importante também a criação de estruturas de avaliação das arbitragens. Com recurso ao Video para despenalizar jogadores de decisões erradas de arbitragens e para penalizar os árbitros por decisões grosseiras. Esta comissão deveria ser composta por elementos representantes da Liga, dos árbitros, da disciplina e DOS CLUBES. Não deveria admitir recursos ou sequer pedidos de avaliação solciitada pelos clubes, funcionando como uma estrutura eleita por votos e não por nomeações.

Uma terceira medida poderia ser, mais uma vez eleita e não nomeada, uma Comissão de Ética e Combate à Corrupção que colaborasse directamente com as instâncias judiciais no sentido de uma vigilância apertada às contas e comportamentos dos Clubes. Novamente, uma entidade com representantes independentes, eleitos em sede de AG e com representantes também do Ministério Publico.

São apenas algumas medidas avulsas que gostaria de partilhar convosco em véspera de AG da FPF.

Corruptos B

 ●  1 comentário  ● 
Não, não e o Braga. Não e oficial que os dirigentes do Braga sejam corruptos, apenas arruaceiros.
Mas numa decisão peregrina o Presidente da Académica de Coimbra (Porto C ou D dependendo se considerarmos o Sporting uma filial corrupta) foi condenado a quatro anos e sete meses, em cúmulo jurídico, por um crime continuado de corrupção para acto ilícito e um crime de abuso de poder. A pena de prisão fica suspensa.

A Académica passou a ser oficialmente um clube dirigido por um corrupto. Uma mancha verdadeiramente negra para um clube que sempre se destacou por ser diferente de todos os clubes portugueses.

Esta condenação serve também como indicador de como a Justiça no Porto não existe e que as instituições que deviam zelar pela Lei na cidade do Porto estão corrompidas por dentro pelos corruptos.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Estamos nos Quartos-Final da Liga Europa

 ●  2 comentários  ● 
Parabéns a todos os que lutaram em campo por esta vitória com muito sofrimento como previa Jorge Jesus. Não foi um bom jogo, não foi um bom Benfica, mas foi acima de tudo o que se pede nestes jogos: Um Benfica mentalista e que passou, ponto final!

Foi, no entanto um jogo onde deu para ver que temos muitos jogadores que já não têm intensidade, explosão e resistência, ou seja, frescura. Precisamos recuperar muito, se calhar jogar de outra forma, se queremos na próxima eliminatória ter sucesso. Com um adversário mais competente teríamos tido muita dificuldade em passar.

Entretanto, mais uma aposta na formação ahahah! A sério não acho mal estas contratações, antes pelo contrário, estava a brincar.

Uma dúvida?

 ●  Sem comentários  ● 
O nosso companheiro e amigo Joaquim Oliveira foi mais uma vez «à pendura» para o estrangeiro à conta do Benfica ou desta vez optou por ir ver o segundo clube dele, já que o primeiro é o Sporting a jogar contra o CSKA?

Quanto à troca de palavras com o GB, realmente ele pode ter muitas sugestões (muitos sonhos), mas eu como 90% dos benfiquistas queremos é bola na rede, com Oliveira, Salvador ou a puta que pariu a todos... se calhar por isso é que nos deixamos ir na conversa do Vieira e acreditamos sempre no que ele promete e acreditamos sempre mais uma vez que é desta não que ele acaba com o Sistema ou o Oliveira, mas sim que nos traz o que queremos: O título de campeão. O resto é conversa.

Por isso te digo GB, deixa-te dessas conversinhas porque ele em 2012 ganha outra vez com o discurso do coitadinho e dos malandros.

LOGO À NOITE EM PARIS NÃO HÁ DESCULPAS: Jogamos em casa, com quase todos os titulares com uma semana de descanso, por isso é para ganhar e sem espinhas nem calafrios.

quarta-feira, 16 de março de 2011

As (nossas) Diferenças

 ●  12 comentários  ● 
Caro SouBenfica (sim, podes encarar isto como uma carta aberta),

Podes chamar-me a mim ou ao que escrevo de palhaçadas, podes até dizer que são assuntos sérios relacionados com o SLBenfica que o são. Faz o que entenderes, o que me distingue de ti e da maioria das pessoas como tu é uma palavra: SOLUÇÕES!

Boas, más, discutíveis, sensatas, sonhadoras, chama-lhes o que tu quiseres, porque na verdade são tudo isso... Neste blog continuarei enquanto tiver tempo, vontade e paciência a escrever até que me doam os dedos sobre o que considero mais relevante para a vida e o futuro do meu clube de sempre e para sempre. Não passarão de simples opiniões, votadas (desejo) à importância que realmente têm e podem ter na vida de uma Instituição com mais de 100 anos como o SLBenfica, ou seja, nenhuma. Era o que mais faltava que um qualquer blog tivesse qualquer tipo de influencia numa instituição ou sequer nos seus sócios e adeptos...

Não escrevo, nem nunca escrevi, para ser lido ou ouvido. Escrevo porque gosto de pensar o SLBenfica e gosto de partilhar as minhas ideias e opiniões - que nunca passarão disso! Quem não gosta não lê, é sempre uma solução ao dispor de quem escolhe clicar no link dos favoritos ou dar-se ao trabalho de escrever http://geracaobenfica.blogspot.com/.

O que nos distingue, como te digo, é que posso até ser sonhador, mas tenho uma ideia clara (limitada obviamente ao meu conhecimento dos factos e à minha inteligência) do que poderiam ser abordagens efectivas num conjunto de matérias. Se me perguntares quem é que o SLBenfica deveria ir buscar para defesa esquerdo eu não te sei responder, mas se me pedires três ou quatro ideias para a Organização e Estruturação do Clube, se calhar digo umas quantas que é capaz de se tirar de lá qualquer coisa útil.

Uma coisa é certa: Eu vou sempre acreditar, até ao último dia, até ao momento de um novo voto, que o actual Presidente, a actual Administração da SAD, a actual Direcção do Clube um dia vão ter a coragem para enfrentar estes poderes corruptos - pelo bem do SLBenfica. Não sei se acredito porque sou palhaço, se acredito porque sou apenas benfiquista, mas acredito e olha que não é seguramente por acreditar no Benfiquismo de quem tem que tomar essas decisões.

As minhas preocupações, tenho-as deixado bem expressas em tópicos como Sinais de preocupação ou 2012 - O Fim do Mundo ou um Novo Começo? se são sonhos ou palhaçadas, o tempo o dirá e acho que posso gabar-me de não ter falhado muito nas análises que tenho feito a questões de de temática Organizacional ou Estrutural do Clube e da SAD, como aliás reconheceste quando afirmaste que há muito que disse que o FCPorto está à sombra a espera do que o SLBenfica vai fazer com os direitos televisivos.

Se Luis Filipe Vieira, FIZER pelo SLBenfica até final do mandato (meados de 2012) o que desde 2002 não teve ainda coragem para fazer conforme tenho vindo a enunciar e conforme tu apontaste de forma despropositada (na minha opinião) no teu tópico A Palhaçada do GB, então se o fizer Luis Filipe Vieira será possivelmente um dos mais importantes presidentes do SLBenfica, de sempre e quem sabe se para sempre.

Se Luis Filipe Vieira, NÃO FIZER pelo SLBenfica até final do mandato (meados de 2012) o que entendo que ser fundamental para acabar com os campeonatos de 5 em 5 anos, com as vergonhas de roubalheiras, etc., nesse caso não terá seguramente o meu voto no acto eleitoral de 2012 - que o peça aos amigos Joaquim Oliveira, Fernando Gomes, António Salvador, Domingos Soares Oliveira, etc - e arrisco dizer que depois de sair do SLBenfica, será recordado na exacta mesma medida que o foram os responsáveis por (ainda mais) lastimáveis presidências anteriores, como Damásio ou mesmo Vale Azevedo.

Não serão alterações dos estatutos feitas de forma a blindar candidaturas que o possam desafiar, não serão Estádios, Centros de Estágio, uniformização da imagem das Casas do Benfica, Kit Sócio, Museus, nomear quem teve capacidade para reerguer as Modalidades, ou dois ou três titulos de campeão, etc que o colocarão nalgum pedestal. Jamais... essas leva-as o tempo.

Luis Filipe Vieira pode fazer tudo isso, mas quando sair voltará possivelmente a não entrar na Luz como pouco tinha entrado antes de ser Presidente, voltará a não estar presente nos pavilhões, nem quando "cheira a título ou a fotografia" como acontece hoje em dia. Mesmo isso, tudo se perdoa com títulos de campeão e obra feita no futebol nacional, pelo SLBenfica.

O SLBenfica é o Povo, e o Povo tem memória, os jovens estão dispostos a lutar pelas suas convicções como a recente Manif da "Geração à Rasca" o demonstrou. Luis Filipe Vieira se quer continuar numa posição que, como diria Vale e Azevedo é quase mais prestigiante que a de Presidente da República, colhendo daí todos os dividendos pessoais e profissionais que o cargo contempla (e que eu nem critico), vai ter que aprender a seleccionar as amizades no mundo do Desporto ou pelo menos a saber separar essas amizades dos interesses do SLBenfica.

Luis Filipe Vieira tem a oportunidade de erguer uma obra, que não é o betão que ele tanto gosta e que o trouxe para o SLBenfica, mas sim a obra do futebol português. Os benfiquistas não perdoarão que não o faça e será Luis Filipe Vieira que vai decidir por que porta quer sair do Estádio da Luz... e quando!

Faz lá birra GB

 ●  5 comentários  ● 
A palhaçada que referi antes não era «do GB» mas sim «o que» o GB estava a dar atenção e importância. Ou seja, eu não disse que o GB faz palhaçadas, mas sim que ele quer que o Benfica trate de forma séria assuntos sérios, mas que «Ele» (tipo o Deus do benfiquismo) limita-se a converter em palhaçadas.

Nem de propósito e honra seja feita ao GB porque ele já tinha dito isto mesmo, o «correio da manhã» já tinha dito uma vez e hoje é «a Bola» que confirma e até aumenta a dimensão da vergonha quando vem dizer que está definido no contrato do Porto com o Oliveirinha que os 17,5 milhões que passam a receber de 2013 a 2017 pelo contrato dos direitos multimédia, que quando o Benfica renegociar o seu acordo com a Olivedesportos ou até outro, o contrato dos corruptos é automaticamente actualizado para até 80% do valor anual do Benfica.

Ele é que sabe escolher os amigos. Onde posso ser também amigo do Oliveirinha? Há algum formulário online?

terça-feira, 15 de março de 2011

A Palhaçada do GB

 ●  13 comentários  ● 
O GB anda para aqui entretido com esta palhaçada da presidência da FPF, do Joaquim Oliveira, da liga, dos jogadores portugueses, de deixar de comprar jogadores de merda. Sinceramente já começo a estar farto de deste tipo de tópicos.

Se ainda não percebeste que nada vai mudar e que o Benfica que tu queres desapareceu na década de 90 com o último presidente benfiquista, o Jorge de Brito, lamento muito por ti e tenho que te chamar ingénuo.

Ele nunca vai afrontar o gajo da liga porque isso era afrontar o financeiro e isso era afrontrar o banco que o pôs lá, mesmo sabendo todos do seu sportinguismo.

Ele anda de braço dado com o tipo da sporttv e foi mesmo o GB que há pouco tempo dizia que eram amigos, li hoje num blog que até foi no avião fretado pelo Benfica para convidados irem a Estugarda, senta a peida na mesa presidencial da Gala do Benfica junto com o gajo da liga e ainda passeia o cu no camarote presidencial da luz.

Ele nunca vai afrontar o homem com quem celebrava as vitórias do clube azul nos tempos de Alverca e vai apenas preocupar-se em manter este tipo de guerrinhas que entretêm o rebanho benfiquista, tipo brigas de marido e mulher ofendida.

Ele jamais se rende ao mundo do futebol, aos empresários amigos das comissões e tudo mais que impingem gato por lebre a troco de outras jogadas de bastidores.

Não me perguntes o que lhe impede de dar cabo disto tudo aos corruptos, mas a verdade é que sempre que tem oportunidade ele recua e acaba a dar cabo é do Benfica.

Razão tinha o outro palhaço ontem que dizia que o Benfica é pior que o 29 de Fevereiro, esse pelo menos aparece de 4 em 4 anos e o Benfica é de 5 em 5.

GB já estou farto de te ouvir falar dessas merdas, desculpa o desabafo.

Até que a voz me doa

 ●  5 comentários  ● 
Eu vou continuar a "pregar aos peixes" a independência do SLBenfica do Sistema corrupto, a começar por terem um papel activo na FPF, excluindo de lá as "toupeiras azuis" que controlam tudo e a acabar no fim do "reinado" do Joaquim Oliveira no SLBenfica.

Têm sido mais que muitos os meus tópicos sobres estes dois assuntos, podia pô-los todos aqui, mas tenho a certeza que a maioria só os lia se eu os mascarasse com o título "Benfica contrata...".

Um clube como o SLBenfica NÃO PODE (é inaceitável) ser campeão num ano e no ano seguinte ficar a 13 ou mais pontos do líder crónico do futebol corrupto português.

Já sei que me vão falar dos pontos roubados, mas querem ver que o ano passado os árbitros eram outros? Até o gajo que os nomeava era o mesmo! Piorou com os que lá estão agora APOIADOS PELO PRESIDENTE, mas não justificam tudo.

Os problemas, da péssima preparação das temporadas à (contínua) incapacidade de enfrentar o Sistema são problemas crónicos que nos impedem de ganhar com regularidade.

Até que a voz me doa...

segunda-feira, 14 de março de 2011

Sinais de preocupação

 ●  12 comentários  ● 
Calma! Obviamente que não vos vou falar do resultado de ontem onde jogámos literalmente com a equipa B, alguns deles nulidades evidentes que na minha opinião não têm lugar sequer no plantel de juniores do SLBenfica.

O que, mais uma vez, venho lançar o alerta é para temas mais estruturantes, no seguimento do meu tópico 2012 - O Fim do Mundo ou um Novo Começo? que, modéstia aparte, recomendo vivamente a leitura aos mais distraídos ou preocupados com questões mais "da bola".

No topo da lista das minhas preocupações para o futuro do SLBenfica estão claramente os três Paradigmas 2012 que identifiquei no tópico acima referido: O Futuro da FPF (e Liga); Os Direitos Televisivos; O aproveitamento da Formação.

Contudo, é fundamental juntar a estes mais três, sendo dois deles relacionados entre si: 1. As Finanças do SLBenfica; 2. A situação "Nuno Gomes"; 3. Os gastos imensos com jogadores de qualidade muito questionável.

Infelizmente, e como sabem habitualmente não tenho receio de assumir a minha desconfiança, não identifico que a Administração da SAD (infelizmente, a Direcção do Clube não é tida nem achada) está pouco preparada para qualquer um destes temas e arrisco dizer (espero enganar-me) que perderá mais uma vez o comboio. Será que irremediavelmente?

Lembram-se do tópico Hoje, como em 1994?? Nessa altura o SLBenfica, como demonstrei no tópico, perdeu uma oportunidade de ouro de travar a investida corrupta que se iniciara em meados da década de 80 com a dupla Pinto da Costa/Pedroto.

Não responder a estes desafios de forma afirmativa e irrepreensível terá um impacto, desta feita, ainda maior. À primeira todos erram (especialmente se forem incompetentes e burros como foi Damásio), à segunda só erra quem quer... ou quem tem uma agenda própria.

Relativamente à FPF parece-me claro que o SLBenfica (e o seu canditado Fernando Seara), não passa de um espectador atento, quando deveriam ser um actor com um papel activo. Fernando Seara não é um bom candidato e muito menos nasce do que é necessário para o futebol nacional: O consenso a Sul entre Benfica, Sporting e Belenenses, pelo menos. Juntando depois outros emblemas relevantes e que estejam interessados na justiça do futebol nacional.

Convenhamos, porém que Seara é um nome "demasiado benfiquista", como Dias Ferreira seria "demasiado sportinguista". Temos que encontrar um meio termo, que pode nem ser benfiquista, mas que seja garante do fim da nomeação de pessoas corruptas e azuis para cargos relevantes como a Disciplina ou Arbitragem. Esse trabalho já deveria ter sido iniciado, deveria fazer parte de negociações com Godinho Lopes, Dias Ferreira e Bruno de Carvalho (um deles será presidente), assim como o Presidente do Belenenses.

O que está feito, com Seara inclusivamente a dizer que não avança contra Madaíl, é exactamente o mesmo que está a ser feito com o tema dos Direitos Televisivos, ou seja, lançar-se um conjunto de boas intenções para a imprensa, mas que no final do dia não passarão de dissimulados contributos para que fique tudo na mesma, com o poder entregue aos mesmos e as amizades preservadas.

Um clube que continua a dar "honras de estado" a Joaquim Oliveira jamais irá fazer qualquer movimentação no sentido de lhe "tirar o tapete". Joaquim Oliveira não precisava de ser considerado "persona non grata" na Luz, mas também nada justifica que recolha honras de convidado VIP para tudo o que acontece - desde deslocações ao estrangeiro, galas, etc.

Tenho para mim que o SLBenfica, num momento favorável, anunciará a renovação do acordo com Joaquim Oliveira, tentando evidenciar o incremento de 7,5M€/ano para 20 ou 22M€/ano como algo muitíssimo relevante e nunca antes conseguido, num enquadramento económico muito complicado e com alguém que sempre ajudou o SLBenfica nos momentos mais duros e que não podemos esquecer, blá blá blá... e passado uma semana está tudo calmo, preferencialmente anunciando-se uma venda ou uma contratação e não se passa nada!!!!

Infelizmente, como na questão da FPF, como em 1994, vai perder-se uma oportunidade de enxotar do futebol português os "patrões mafiosos" do nosso futebol, contribuindo para um alastrar deste Sistema Corrupto onde, com o passar dos anos, vai-se juntando Luis Filipe Vieira ao não o "matar", mas sem declaradamente nunca o incorporar.

Se juntarmos a isto as notícias muitíssimo preocupantes que deixam a SAD numa situação financeira complicadíssima perante a crise económica e os juros galopantes, obrigando a SAD a realizar anualmente vendas de elevadíssimos montantes para fazer face a legados de investimentos sem critério em jogadores sem qualidade - aos quais tiveram que juntar esforços para contratar jogadores de efectiva qualidade.

Reportando-me ao jogo de ontem, não podemos continuar a gastar 1,5M€ em jogadores como Menezes, 1M€ em Luis Filipe e Cesar Peixoto, 1,5M€ em jogadores que precisam de um ano para jogar um jogo como Fernandez e fica evidente que o farão em baixos níveis de qualidade, 3,8M€ em Eder Luis que já está emprestado, 2,5M€ em Kardec que acumula oportunidades sem marcar golos, quase 4M€ em jogadores como Patric e Shaffer que nem jogaram pelo Benfica, etc. etc. etc. já nem falando em Balboa, Zoro ou Makukula onde ficaram mais de 10M€ entre salários e custos de aquisição. É muitíssimo dinheiro mal gasto, num clube e numa conjuntura nacional que declaramente não o permite.

No sentido oposto, jovens que (no mínimo) fariam igual continuam à margem do plantel e de oportunidades para jogarem no clube que sentem como seu e onde cresceram, assim como outros "jovens" como Nuno Gomes que passam uma carreira a demonstrar qualidade, uma temporada a demonstrar importância e simplesmente é votado ao esquecimento ou a estatutos de terceiro plano. Alguém me explica os 1,5M€ gastos em Urreta? Para andar emprestado no Uruguai quando faltam alas na Luz e logo um jogador que faz os dois corredores?

É fundamental, para a recuperação financeira e desportiva, que se apostem em valores seguros, em jogadores preferencialmente nacionais e da nossa formação para ocupar vagas de segundo plano e que possam desenvolver competências para crescer e ganhar espaço na equipa.

Os benfiquistas podem ainda não ter percebido, mas estamos no limiar de novos Paradigmas para o futebol nacional e, consequentemente, para o futuro de médio e longo prazo do SLBenfica. Infelizmente, as perspectivas não são as melhores nem a título financeiro (outrora bastião da direcção e que agora se revela que foi construído à custa de sucessivos empréstimos que são cada vez mais difíceis de suportar), nem a título desportivo (com a necessidade de vender cerca de 3 jogadores do núcleo duro este ano e receitas de mais de 60M€).

Isto não é uma questão de nomes ou de pessoas, mas da necessidade de fazer o que é preciso pelo futuro do SLBenfica. Fazer... ou deixar que alguém faça.

PS- O meu abraço de solidariedade a Nuno Gomes que, depois de mais uma demonstração de enorme qualidade, foi o CAPITÃO que conhecemos e a humildade em pessoa a comentar a sua situação: Se calhar o Presidente podia aprender com este Benfiquismo de Nuno Gomes.

domingo, 13 de março de 2011

Empatar com o Ultimonense do Azelha?

 ●  12 comentários  ● 
Há jogadores como o Menezes ou o Luis Filipe que deviam recusar, por respeito, vestir a camisola do Benfica. A culpa não é deles, é de quem os põe lá.

O GB quer que apostemos nos jovens da formação? E a solução é por quase um ano um puto fora dos convocados e depois metê-lo a titular com um defesa ao lado oscilante e a jogar pela terceira ou quarta vez pelo Benfica? Mais vale dizer que não querem jovens da formação.

Mais uma exibição sofrível do Peixoto e do Kardec, não tão má como a dos dois cromos que já referi, mas por amor de Deus, o Nuno Gomes lá mostrou ao Kardec que precisa de 10x menos tempo que o brazuca para fazer 10x mais.

O Fernandez voltou a não calçar e o Jardel não me parece que venha a ser melhor alguma vez do que Sidnei. Valia mesmo a pena? O puto Carole pouco ou nada mostrou, nem água na boca ainda deixou.

Ainda a agressão a Rui Gomes da Silva

 ●  3 comentários  ● 
Andei por aí a ler por essa blogosfera Benfiquista fora e era só indignação e apelos á vingança, e que nós devíamos fazer o mesmo, e que vão fazer isto e aquilo e coisa e tal e blá blá blá e tal.

OS ADEPTOS DO BENFICA NÃO VÃO FAZER NADA!!!!

Sempre foi assim e sempre será!!! Muita parra e pouca uva!!! Eles nem as prometem, fazem e pronto!!!

Quero alertar para não estarem a preparar nada para a recepção aos corruptos na Luz, não acredito que façam alguma coisa mas mais vale prevenir que remediar, porque não se esqueçam que estamos num campeonato viciado e algum coisa estúpida pode-nos valer alguma interdição do estádio e ainda temos uma meia-final na Luz contra essas bestas.

O peidoso corre o país de Norte a Sul e goza com o Benfica e com os Benfiquistas de Norte a Sul mas ninguém lhe mete um dedo na cara porque os Benfiquistas são assim, falam muito e fazem pouco.

Aquele gajos que costumam estar no estádio de tronco nú todos "rambos" a mandarem petardos para o relvado para o Benfica ser multado só não têm habilidade para pôr o dedo na cara de alguém do staff dos corruptos. Há tempos até houveram uns adeptos que conseguiram estar cara a cara com o corrupto e o que fizeram? Fugiram!!!! Querem melhor prova que nada se irá passar? Somos milhões mas somos frouxos!!!!

2012 - O Fim do Mundo ou um Novo Começo?

 ●  3 comentários  ● 
Todos sabem a profecia Maia que é vulgarmente confundida com o fim do Mundo, quando na prática o que os Maias quiseram dizer é que o Inverno de 2012 iria marcar uma nova era, "it's the end of the world as you know it" já dizia a música dos REM.

O futebol português, como o Mundo e até como a sociedade e a economia em geral, pode estar a chegar perto de um novo paradigma onde, tal como no Mundo e na Economia, temos que saber tomar antecipadamente as medidas necessárias para esse novo paradigma e sabermos se quem conduz os destinos está preparado para fazer o que é necessário para que não seja "the end of the world" mas apenas "as you know it".

Se do lado da sociedade, da economia e do Mundo, se assistem a revoluções socio-políticas, catastrofes naturais, "crashes" financeiros ao sabor desse papão, "os mercados", etc. por outro lado no futebol assistimos ao crescente desencanto dos adeptos com uma modalidade outrora de paixões agora rendida essencialmente a interesses financeiros (dos dirigentes aos próprios jogadores), mas também interesses políticos, jogos de poder e influência que alastra a corrupção a 80% dos campeonatos organizados nas ligas mais mediáticas onde, aparenta, continuar imune a Liga Inglesa - onde nasceu o futebol.

Deixemo-nos de generalidades e de visões globais. Vamos a Portugal e ao SLBenfica. Ninguém tem dúvidas que há nos próximos dois anos alguns paradigmas que podem ditar o tal "Fim do Mundo" para os patrões corruptos deste futebol luso, ou "um Novo Começo" para todos os que ainda alimentam a paixão pelo futebol e querem voltar a ter gosto em ir ao futebol... São esses os Paradigmas 2012:

1. Novos Estatutos na FPF
Peca por tardia a inevitável rendição dos actuais patrões do futebol nacional à necessidade de perderem poder na tomada de decisões em sede de Assembleia Geral da FPF. Na minha opinião impunham-se medidas efectivas por parte do Governo sobre e FPF para a mudança dos estatutos de acordo com o Novo Regime Jurídico das Federações Desportivas (link).

Até agora, liderava a FPF a união entre as Associações de Futebol, que detinham 55% do poder na AG e, por consequência, nos corredores da FPF e no posicionamento de quem lhes interessava para orgãos como o Conselho de Justiça. Entre as Associações, lideravam as que mais clubes tinham nos escalões profissionais. Como todos sabem, o "esquema" em vigor visa exactamente popular nesses escalões o máximo de clubes do Norte para assim conferir ao eixo Porto-Braga-Coimbra-Leiria o máximo de Poder.

Agora tudo muda! O poder das Associações desce para 35%, minoritário portanto, necessitando agora dos restantes 35% atribuidos aos clubes (dos quais 25% para o futebol profissional e 10% para o não profissional) ou dos restantes 30% para árbitros, atletas e treinadores.

O poder dilui-se e a figura do Presidente da FPF ganha mais poder na nomeação, por exemplo, dos orgãos que lideram e gerem a Arbitragem e Disciplina, um dos pilares que garante a execução do que se decide nos bastidores.

Portanto, torna-se absolutamente vital o SLBenfica perceber o que quer fazer em dois domínios:
a) Garantir uma candidatura "anti-Sistema" que tenha como principal preocupação unir os agentes desportivos que lutem pela isenção e verdade desportiva. Isto não implica colocar benfiquistas no poder apenas, mas sim todos aqueles que (não sendo portistas ou indirectamente interessados) pretendam ter uma acção isenta para bem do futebol.

b) Exercer uma acção de vigilância apertada às políticas comercias e de patrocínio que se irão desenvolver na Liga, sobe a responsabilidade do portista Fernando Gomes.

2. Direitos Televisivos
O irmão de Joaquim Oliveira chamou à "obra" que criou em conjunto com este, a Olivedesportos, o FMI do futebol português, alegando que conseguiram criar uma forma de "engessar" todos os clubes, numa teia financeira que garante a Joaquim Oliveira a exclusividade de todos os conteúdos multimédia a troco de significativas injecções de dinheiro anuais, perto de 10M€ entre os grandes.

À boa maneira lusa, as sucessivas gestões amadoras e devastadoras da capacidade dos clubes nacionais, juntamente com a ambição desmesurada de protagonismo por parte dos dirigentes, implicou que os clubes fossem "vendendo os dedos e os aneis" a Joaquim Oliveira, a troco dos milhões adiantados para fazer face a estas políticas egocêntricas dos dirigentes.

Nos grandes, Oliveira é detentor de percentagens das SAD, accionista estratégico das empresas Multimédia (49%) e ainda detém contratos de exclusividade de longa duração para todos os conteúdos multimédia (videos, sites, compras on-line, transmissões televisivas, imagens, etc.).

Este negócio rende-lhe, em média, cerca de 200M€/ano de receita com a revenda destes direitos e publicidade, para um investimento que fica perto dos 50M€/ano + custos de transmissão de alguns jogos, mas que na mesma medida lhe garante um incremento de receitas publicitárias e uma receita ainda de cerca de 18€/assinante da Sporttv (o remanescente é lucro dos operadores) que tem cerca de 600.000 assinantes, ou seja, cerca de 130M€/ano.

Ora, se a TVI pagou 10M€/ano para transmitir 15 jogos dos três grandes, sem que nenhum seja entre os grandes (que são os que têm mais audiência) e se o SLBenfica é, comprovadamente, o clube que mais share de audiência tem nos jogos (aprox. 40%), portanto a TVI paga 10M€/ano para ter um jogo do SLBenfica de três em três semanas, sendo que o share dos demais jogos é cerca de 10% inferior, será justo dizer que o SLBenfica representa cerca de 45% desse valor, ou seja, 4,5M€/ano por cinco jogos. (ver estudo sobre a época passsada).

Numa conta simples, e considerando apenas o cenário de um contrato a dois anos, como tem a TVI, o SLBenfica deveria ter então um contrato de 13,5M€/ano apenas considerando a transmissão de 15 jogos em sinal aberto, o que não acontece porque 2/3 dos jogos do SLBenfica são transmitidos em canal fechado (portanto implica maiores receitas para o detentor dos direitos) e além disso há ainda todo o exclusivo das componentes multimédia (website, etc).

Portanto, como já defendi inúmeras vezes, cabe ao SLBenfica efectuar uma análise em dois domínios:
a) Faz ou não sentido assumir a propriedade dos direitos televisivos, passando a transmitir os jogos na BenficaTV, em parceria com a MEO (ou outra entidade) que tenha competências na angariação de publicidade? Isto pode implicar o estudo de vários modelos de operação, como por exemplo o "pay per view" apenas dos conteúdos dos jogos - 3€/jogo ou 5€ de subscrição mensal - ficando os restantes conteúdos em regime de canal aberto, como hoje.

b) Necessidade de resolução definitiva desta questão em 2012, desenvolvendo todos os esforços para NÃO renovar o respectivo acordo com Joaquim Oliveira, sabendo-se da importância deste no panorama actual de liderança do futebol português. Contudo, dada a mudança de paradigma de poder enunciada anteriormente, admito a renovação com Joaquim Oliveira até um limite de 2015/16, por valores na ordem dos 20/22M€ por ano, excluindo integralmente todas as vertentes que vão além das transmissões dos jogos e respectiva publicidade estática, inclusivamente com um plano de aquisição de todas as posições accionistas deste no Universo SLBenfica.

3. Paradigma UEFA Fair Play Financeiro
A UEFA pretende apertar o controlo orçamental dos clubes introduzindo a lei do "fair play" financeiro, que entra em vigor em 2013-2014, mas cujas regras terão de começar a ser aplicadas pelos clubes já na próxima época. Os clubes não poderão ter despesas superiores às receitas e que, numa fase inicial, apenas podem apresentar prejuízos de 45 milhões de euros em duas ou três temporadas.

Esta é talvez a medida que mais e melhor irá fazer pelo futebol de formação. O segredo para responder a este desafio da UEFA é apostar na formação e prospecção de talentos, onde o SLBenfica tem um trabalho interessante conseguido em Portugal e onde dispomos de excelentes condições e recursos para o tornar cada vez mais produtivo, eficaz e com menor margem de erro.

Ontem dava conta da notícia de implementação do modelo de jogo comum a todas as equipas e escalões do SLBenfica, partido daí para a potenciação e prospecção dos jovens valores e não o contrário. É preciso depois não orientar isto em função do treinador da equipa principal, mas sim o contrário, este ser escolhido em função deste enquadramento.

O passo seguinte é a coragem para a arriscar e "mudança de mentalidades". Hoje em dia se o SLBenfica anunciar David Simão e Nelson Oliveira como reforços para 2011/12 pouco entusiasma os sócios e menos ainda o faz se anunciar Leandro Pimenta ou Yartey, porque pelo menos os primeiros lá se vão destacando no Paços. Os sócios do SLBenfica entusiasmam-se mais facilmente pelo Fernandez que nunca viram jogar, pelo Patric que era o novo Maicon, pelo Shaffer que era melhor que Alvaro Pereira, etc.

É preciso inverter esta mentalidade, porque os sócios e o baixo apoio ou incentivo à aposta na formação é um dos principais factores que leva os dirigentes a irem ao mercado, investirem/gastarem dinheiro em jogadores que tardam em confirmar qualidades que não seriam encontradas em jovens da formação.

É preciso ter a coragem de apostar nos jovens da formação por defeito e essa aposta ser complementada por jogadores de qualidade inquestionável e potencial de valorização financeira. O plantel do SLBenfica a médio prazo deverá ser constituído por uma maioria de jogadores portugueses, com uma parte significativa a sair das equipas de formação. Os restantes 40% do plantel deverão ser jogadores de aposta externa, preferencialmente jovens que se valorizem no SLBenfica e sejam vendidos para mercados com maiores capacidades financeiras.

*******
Que não haja dúvidas: Se o SLBenfica se adaptar e agir em conformidade com estes três Paradigmas 2012, não só o futebol português será totalmente diferente para melhor, como o SLBenfica voltará, fruto do seu mérito e competência (apenas) a ter uma maior regularidade de conquista de títulos.

ranking