-->
O NOVO BLOG GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Luis Duque é a escolha acertada?

quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Será a Champions mais que uma forma de fazer dinheiro?


Olhemos aos ultimos seis anos do legado Jesus onde, indiscutivelmente, tivemos jogadores e treinador para ter "equipas ambiciosas". Agora, será que no contexto nacional, que Jesus já explicou vezes sem conta, vale a pena sequer estabelecer objectivos para esta competição?



Entre os treinadores com melhor legado na Champions ou Liga dos Campeões, e com mais que 20 jogos (dois terços dos de Jesus), só Bela Guttmann e Eriksson tiveram mais vitórias que derrotas ou empates.

Porém, Guttmann é incomparável porque não faz qualquer sentido comparar a decada de 60 com a actualidade. Sobra Eriksson... porque o resto ninguém efectivamente foi capaz de ter um saldo positivo.

Dito isto, na vossa opinião qual deveria ser o contexto do Benfica nesta competição, sendo que previsivelmente teremos que a disputar todos os anos na qualidade de campeão e, de vez em quando, na de vice campeão nacional?

Na minha opinião, entendo que Jorge Jesus talvez esteja este ano a abordar a Champions da melhor maneira. Joga-a de forma séria e honesta, dedicada... mas sem correr riscos e sem extenuar os jogadores importantes para outros objectivos mais fundamentais como o Campeonato e mesmo a Taça de Portugal.

Porém, a gestão deve ser feita de forma a manter a equipa num lugar, no minimo elegível para uma um lugar na Liga Europa onde, nos últimos anos com Jorge Jesus o cenário mudou totalmente: com percursos muitíssimo relevantes da competição nos últimos três anos.


Será a Liga Europa a única competição que realmente interessa ao SLBenfica porque permite desportivamente ir mais longe? Ou será que esta via não deve ser privilegiada porque chegar aos 1/8 da Champions (mesmo que fiquemos aí!) é mais rentável financeiramente ao SLBenfica e aos patrocinadores do que do um percurso até à meia final da Liga Europa, mesmo saindo da Champions?

Desenganem-se os que pensam que esta decisão é fácil ou sequer que seja ela qual for os adeptos vão todos perceber e apoiar...

Haverá sempre os que pensam pelo lado financeiro (talvez mais racionais: Europa para ganhar dinheiro e campeonato para ganhar titulos); os que pensam pelo lado desportivo (os que entendem que podemos todos os anos ganhar a Liga Europa, mas também os que acreditam que bem planeado podemos ganhar a Champions); os que pensam que podemos ganhar sempre tudo em qualquer competição, mesmo a Champions. etc.

E vocês, o que pensam?

Imagens que falam por 1000 palavras


Exemplo de incoerência...

Estádio da Luz vence votação do L'Équipe.


Votação L’Équipe: Estádio da Luz é o mais bonito da Europa

"O Estádio da Luz, único recinto português a escrutínio, foi o grande vencedor, com 48%, da votação promovida pelo jornal francês L’Équipe que terminou às 12h00 locais desta quarta-feira.

Numa lista de 20 estádios, esteve em competição com palcos como o Wembley, Emirates, Camp Nou, Santiago Bernabéu ou Allianz Arena, a Catedral ficou à frente, com grande vantagem, do Parc des Princes, com 17%, e do Stade de France, com 9%." - SL Benfica.

Já que nem o Benfica agradece aos verdadeiros vencedores desta votação, agradeço eu a todos os benfiquistas que massivamente votaram no Estádio da Luz. Somos os verdadeiros vencedores.

E já agora, obrigado aos blogues benfiquistas que divulgaram a votação, pois antes de os blogues "se meterem" no assunto, o Parque dos Príncipes ía à frente.

quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

A caminho da eliminação...

Quem não ganha a um Mónaco tão limitado não pode ambicionar sequer uma Liga Europa. Ou será que hoje este Mónaco foi uma super equipa?

E já agora,  onde andam hoje os que ontem gozaram com a arbitragem do jogo do Sporting? Não entender que as arbitragens na Europa afectam todos é ser de umas vistas curtas típicas de saloios.

A Champions não é para Jorge Jesus.

----------------------------------------------

Atualização: Parece que Jorge Jesus está de acordo com o que escrevi ontem no post "Em caso de dúvida, encava o clube português." Só mesmo os saloios é que não percebem isto.

"«O árbitro condicionou muito a equipa do Benfica, nos primeiros 20 minutos penalizou-nos com dois amarelos. O facto de Portugal estar à frente de Itália e França no ranking da UEFA… Na Alemanha fizeram a mesma coisa ao Sporting. Carregam as equipas portuguesas com amarelos e depois é mais fácil expulsar. É um assunto político, que temos de combater em campo», afirmou." - A Bola.

Só não vê quem não quer...


Numa foto onde em cinco só há um honesto... está-se mesmo a ver quem vai ser o "entalado", com muita pena minha e com grande penalização do SLBenfica. O Presidente acredita que no meio deles vai conseguir levar a dele avante, mas a união de poderes é histórica, dramática e corrupta.
Perde o Benfica!

Simplesmente... CAPITÃO

Finanças: Liga, Benfica TV, SportTV. O que está em causa?

Nos últimos tempos assistiu-se a diversas movimentações ao nível das eleições da Liga, e todas essas movimentações tiveram como pano de fundo o controlo dos direitos televisivos, na medida em que a Liga já não controla a disciplina, nem a arbitragem, nem a justiça do futebol português. Essas competências pertencem desde há cerca de 2 anos à FPF.
 
Perante este aparente acordo entre as duas "facções" mais poderosas do futebol português, o que é que está em causa em termos práticos?
 
- A Benfica TV vai poder continuar a gerir os seus direitos televisivos, evitando a centralização (da transmissão) de direitos televisivos na Liga, o que colocaria em risco a viabilidade do canal do clube.
 
- A SportTV (próxima do FCPorto) evita males maiores, atendendo às queixas da Liga junto da Autoridade da Concorrência, que têm colocado em causa o seu quase monopólio. Mas para evitar males maiores a SportTV teve de apresentar nos últimos dias a iniciativa de alterar algumas clausulas dos actuais contratos com os clubes, removendo clausulas abusivas e anti-concorrenciais.
 
Para quem andou desatento:
 

Dona da Sport TV obrigada a mudar contratos com clubes (20 de Outubro de 2014)



Queixa da Liga na Autoridade da Concorrência (AdC) leva Olivedesportos a propor soluções para corrigir alegados abusos. AdC vai analisar e prorroga prazo do inquérito até 15 de janeiro. Presidente da Liga lamenta atraso e diz que "a regulação em Portugal não funciona".
A Olivedesportos, detida por Joaquim Oliveira e dona de 50% da Sport TV, manifestou à Autoridade da Concorrência (AdC) abertura para alterar alguns dos mecanismos contratuais que tem atualmente em vigor com os clubes portugueses para a exploração dos direitos de emissão dos seus jogos.  
 
(...)
 
O prazo para a conclusão do inquérito suscitado pela queixa da Liga terminava na segunda-feira. Mas nesse dia a AdC notificou a Olivedesportos sobre o início de "um período de análise da proposta de compromissos entretanto apresentada" pela dona da Sport TV, para "aferir da adequação dos mesmos às suas preocupações jusconcorrenciais", resumiu ao Expresso fonte do regulador, sem especificar as propostas da Olivedesportos. O novo prazo para a conclusão do inquérito passou para 15 de janeiro de 2015.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/dona-da-sport-tv-obrigada-a-mudar-contratos-com-clubes=f894247#ixzz3GrO6wB9H
 

 
Com este acordo, tanto a Benfica TV como a SportTV poderão continuar a sua "actividade" tal como tem vindo a acontecer e nenhum canal será inviabilizado, sendo que a SportTV ficará com menor poder de "controlo" junto dos clubes portugueses, e o mercado ditará normalmente qual a preferência e as receitas de cada canal desportivo em Portugal.
 
Na minha óptica, considero que se tratam de notícias positivas para o Benfica, podendo continuar a ampliar as suas receitas ao nível de uma das principais fontes de proveitos (Benfica TV/Direitos Televisivos), além do facto de as cláusulas abusivas da Controlinveste/SportTV junto dos clubes ficarem sem efeito, cláusulas essas que chegavam a obrigar contratualmente os clubes a votar nas eleições para os órgãos do futebol em candidatos apoiados pela Controlinveste, e a dar preferência negocial à Controlinveste ao nível de novos contratos de direitos televisivos.
 
 
Porque é que este "acordo" pouco teve a ver com o Sporting, e teve de envolver necessariamente Benfica e Porto?
 
Porque o Sporting neste momento não tem qualquer controlo ou influência ao nível dos direitos televisivos, na medida em que já os vendeu à SportTV, e os grandes influenciadores do mercado são neste momento o Benfica (Benfica TV) e o Porto (via parceria de influência com Joaquim Oliveira - Controlinveste - SportTV).

Devido ao enorme "ruído" e algumas "teorias apocalípticas" que têm existido nos últimos tempos, espero que estas explicações ajudem algumas pessoas a perceber melhor o que esteve e o que está em causa, relativamente a este assunto.
 
 
PS: Para quem anda desatento, ontem a Porto SAD apresentou mais de 40M€ de prejuízos relativos à época de 2013/2014 (link CMVM), tal como já tinha avisado há meses que aconteceria. Devido a essa "fragilidade" financeira, que se estende também à Controlinveste, o "lobby" FC Porto & Controlinveste estava mais pressionado a chegar a acordo e a ceder em alguns aspectos importantes ao nível dos direitos televisivos e à liga portuguesa de futebol.

E agora? Que futuro pode ainda ter Vieira no Benfica?



A imagem acima, tirada do programa da SIC Notícias "Tempo Extra" ilustra na perfeição o esquema de poder que se restabelece no futebol português com a escolha de Luis Duque.

O antigo dirigente do Sporting não é nada mais que um "SEARA 2.0". Alguém que tem as ligações necessárias ao aparelho político, que é bom a seguir ordens e que tem suficientes fragilidades para ser controlado por Joaquim Oliveira e por Pinto da Costa. 

Conforme bem descreveu o GB no post "A unanimidade da "Santa Aliança"", o ego de Vieira significou mais que o interesse do Benfica e do futebol português.

Para quem ainda está em negação, veja as imagens de Tiago Ribeiro a declarar expressamente que Luis Duque foi indicado aos outros clubes por Benfica e FC Porto. 

Pelo caminho Vieira sacrificou todos os valores que construiram o Sport Lisboa e Benfica.
E neste momento, os mesmos que comentaram tantas vezes nos últimos dias que Vieira tinha passado estes anos a lutar contra o poder do FC Porto e contra a corrupção, hoje assobiam para o lado ou arranjam desculpas para esta trágica decisão de Vieira.

O Benfica capitulou. 
Ninguém honesto pode afirmar que o Benfica corre hoje contra os corruptos ou que luta pela regeneração do futebol português.

Entre um caminho de construção de uma alternativa, o Benfica de Vieira preferiu juntar-se aos que tanto mal fizeram ao clube e ao futebol português.

O núcleo duro de Vieira foram o condenado por corrupção José Eduardo Simões, o cabeça da corrupção Pinto da Costa, o Salvador que incita a violência contra o Benfica, o Tiago "não vi agressões" Ribeiro e todos os peões que se reuniam em bombas de gasolina.

Nem Vieira nem o Benfica enquanto Vieira lá estiver poderão voltar a criticar o sistema ou o favorecimento do FC Porto. Perderam qualquer legitimidade ou moralidade para isso.

Agora o resto do plano de Joaquim Oliveira continuará a rolar. 
A preparação de legislação nos próximos meses continuará com a benção de XXXX XXXX do CDS e de XXXXX XXXXXX do PSD, para que também a lei possa proteger Joaquim Oliveira e os interesses que serve.

Desde 2013 que escrevíamos no NGB a denunciar que tudo iria terminar assim. Em mais um peão do sistema. 
Nunca esperei foi que o Benfica na pessoa do seu presidente fosse o carrasco da verdade desportiva e fosse o facilitador do total controlo do futebol português por parte do sistema.

E agora? Que futuro pode ainda ter Vieira no Benfica? 

A unanimidade da "Santa Aliança"

Dizia hoje um jornalista em OFF que a unanimidade foi futebol português é uma pirâmide que Pinto da Costa gere com mestria. Sozinho não consegue nada, precisa sempre de outro grande e vai rodando de um para o outro conforme o parceiro se cansa da sombra. Depois ele junta uns aliados, o outro grande junta mais dois ou três... É o resto do rebanho vem atras.

Foi o Benfica de Damásio, depois o Sporting de Roquette, Santana, Bettencourt, Soares Franco, Godinho Lopes e agora o Benfica de Vieira. Pelo caminho, os períodos mais complicados para ganhar títulos: Dias da Cunha, que lhe tirou o tapete, e agora novamente Bruno de Carvalho.

Vieira foi traído pela sua própria ganância de protagonismo. O Presidente do Benfica deslumbrou-se com a vontade de ser ele a chave da solução, de ter os clubes a intentivarem-nos a fazer parte da solução, que seria ele o responsável pela mudança no futebol português e que o Presidente o FCPorto iria "baixar a crista" para ele... Pinto da Costa é mestre nesta arte de usar os seus peões e criar ilusões.

O que outrora, na boca do Presidente do Benfica, era um inimigo, um criminoso com quem jamais seria possível sequer falar, hoje é um parceiro.

Percebemos que os valores, a moral é a dimensão do clube bateu no fundo, quando o culto do líder passou a ser mais importante e hoje se torna mais relevante defender a posição do Presidente nesta "golpada " do que realmente lhe cobrar o passado e tudo o que sempre disse sobre Pinto da Costa,

Podem dizer o que quiserem, mas o Presidente do Benfica tem hoje uma relação "profissional" comq quem tudo sempre fez para prejudicar o Benfica, não para nós vencer... Para nós destruir e nos prejudicar.

O Benfica caiu! Arrastado pela sede de protagonismo do Presidente, o Benfica caiu... Todos os que encheram blogs a denunciar o Presidente do FCPorto na sua cruzada contra o Benfica, procuram hoje desculpas para suportar este movimento.

Vieira? Esse nem se preocupa em dar uma justificação aos sócios por esta mudança que agora justifica almoços, decisões, estratégias conjuntas e apertos de mão com um criminoso.

O Benfica caiu... O poder foi mais forte!

E desenganem-se os que acham que o título deste ano do SLBenfica provará o contrário. Não prova, o título deste ano está para esta "golpada" de Pinto da Costa como o título de Toni em 93/94, a cenoura do burro... E todos sabemos para quem está reservado o papel de burro que na primeira série foi desempenhado por Damásio.

Seguem-se a recuperação do poder e a protecção do "amigo" Joaquim Oliveira, segue-se a entrada em cena de outro criminoso provado pela justiça e absolvido na secretaria - Luis Duque.

Quem o pós lá não foi eu, nem todos os que criticam está golpada. Quem o pôs lá não quis Herminio Loureiro, que teve coragem de desafiar Pinto da Costa com o Ricardo Costa na Liga, quem o pôs lá preferiu voltar aos esquemas, influências e à destruição lenta do futebol português.

Depois das tristes palavras do Bernardo, depois da foto do Ruben, depois de tudo isto... O que será que falta? O próximo equipamento ser azul e branco?

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

"Em caso de dúvida, encava o clube português."


Fonte: UEFA

Aposto que são as instruções dadas por Platini aos árbitros.

É que convém que Portugal desça no ranking da UEFA porque há campeonatos que clamam por mais clubes nas competições europeias.

Além disso, o patrocínio da Gazprom signifca um prémio de gestão muito grande para o Comité Executivo da UEFA.

O que pergunto é onde anda o "Special Advisor" de Platini na defesa do futebol português nas competições europeias? É que hoje foi o Sporting, mas quantas vezes já não foi o Benfica? O que esperar amanhã da equipa de arbitragem?

Os clubes portugueses, tão solicitos que são em reclamar dos árbitros em Portugal, será que exigem a Fernando Gomes uma intervenção energica junto de Platini? Ou será que Fernando Gomes está mais preocupado em garantir o seu futuro na UEFA?

Já que os clubes andam tão unidos e tão "preocupados" com o futuro do futebol português, é uma excelente oportunidade de demonstrarem essa união.

artigos recentes