-->
O NOVO BLOG GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Rui Fonte já merecia ter tido uma oportunidade na equipa principal?

sábado, 22 de Novembro de 2014

Dia de São Golaço

Bruuuuutal!
Brilhante!
Foooooooooooonix!

... Mas que golos!
Que show!!!

CARREGA BENFICA!!!!

O tempo tem destas coisas, não engana!

Ora vamos lá ver se eu percebo os últimos factos, eu que sou mau benfiquista por ter criticado a Santa Aliança com o Pinto da Costa, a tal aliança que até capas de jornais faz agora.

Vamos por partes:

A minha posição tem sido simples: juntou-se a ambição de poder no futebol português (Luis Filipe Vieira) com a necessidade de controlo total do futebol e das receitas dos clubes sem ameaças (Pinto da Costa e Oliveira).

Juntos, os segundos através de dois peões (o Presidente do Guimarães e do Estoril) influenciaram Luis Filipe Vieira a ser o actor principal no futuro do futebol português: "oh Luis pah tu é que vais ser a solução para isto, o Benfica tem que liderar o futebol e o Porto tem que acompanhar senão o futebol morre" - estou mesmo a ver o filme.

O plano é simples e já foi repetido várias vezes no passado como são exemplos os casos de Damásio na Liga - em que achava que mandava mas era um tonto - como aconteceu com os apoios ao falso zangado com Pinto da Costa para a Liga e depois para a FPF.

Com isto chegou lá o Duque, pau mandado do Oliveira que o Vieira acredita que vai controlar. Pobre ambição que nos cega... Na verdade o Duque, na sua comissão de serviço por 6 meses, o que vai é reforçar o poder da FPF e do Oliveira, garantido que em 2017 avança a centralização dos direitos televisivos, quando os contratos de FCPorto e Sporting acabarem... Levando depois o Benfica a manter-se alinhado com este "bem maior" para o futebol português.

Tudo falso isto! Para a maioria, o Pinto da Costa e o Oliveira que cá andam há mais de 30 anos a dominar por completo o futebol nacional, são agora frágeis personagens aos pés do visionário Luis Filipe Vieira, essa é que é a verdade que muitos rezam todas as noites para acreditar.

E visionário porque neste seu posicionamento estratégico, segundo a generalidade dos benfiquistas, Luis Filipe Vieira terá... Viabilizado o projecto da BenficaTV! Fico tão emocionado que esta expressão de salvação me da arrepios.

Ao que parece, agora o Benfica não pode ter na BTV conteúdos de outros clubes, dizem alguns porque a lei não é clara a esse nível dizendo sim que não pode deter é posições nos ditos clubes, mas que nessa teoria no futuro teríamos mais jogos na BenficaTV - ora quem será o mandatado para mudar a lei? É que estou ansioso por ver o Pinto da Costa e o Bruno de Carvalho a permitirem jogos do Sporting e do Porto na BenficaTV.

Ah não são esses? Ah ok... Então nesse caso a minha ansiedade passa para a tremenda audiência de um qualquer Setúbal x Académica que imagino que viessemos a ter.

E reparem e até aqui só o Benfica é que ganha. Tem os seus direitos, tem outros, tem poder na Liga, faz negociação de patrocínios. ESPETÁCULO! Mais de 30 anos de poder e assim que houve ali uma brecha a convite de gente seria como o Tiago Ribeiro do Estoril e o outro tipo do Guimarães... A BenficaTV fica viabilizada.

Pelo caminho também isto viabiliza a Sporttv porque a centralização dos direitos faz com que deixem de perder dinheiro, ainda que tenham que pelos vistos abdicar de muita coisa para... Viabilizar também a BenficaTV.

Bolas, ainda bem que me explicaram isto tudo ao longo das últimas semanas... Senão não teria percebido alguns factos recentes como:

- Não percebia o que quis dizer o Presidente da NOS, accionista da Sporttv com Oliveira, quando diz que a empresa perde dinheiro e nem pode legalmente favorecer a NOS nos conteúdos, que tem que vender em pé de igualdade a todos.

Então querem lá ver que o homem anda a ver se alguém lhe pega na empresa, sendo que legalmente sabe que ser dono daquilo não lhe dá vantagem competitiva nenhuma?

- Nao percebia também o sucesso da BenficaTV, o crescimento de grande escala e o potencial de continuar a crescer imenso que refere o Domigos Soares Oliveira, como está no tópico anterior.

Então mas o acordo não é para viabilizar o futuro da BenficaTV? Bom, ou o Domingos já está a contar com isso na avaliação futura que faz - é o chamado bruxo - ou então querem lá ver que a BenficaTV não precisa de negociatas com o Oliveira para nada, o que precisa é de manter a sua grelha e já no próximo ano fazer uma grande proposta pelos direitos da Liga Espanhola e depois no ano seguinte pela manutenção da Liga Inglesa? Com os jogos do Benfica, Liga Inglesa e Liga Espanhola o Oliveira e o Pinto da Costa podem fazer acordo com quem quiserem que a BenficaTV será o conteúdo de referência desportiva em Portugal. Depois é apontar à F1, NBA e MotoGP nos anos seguintes.

- Não percebia também a visita recente do Pinto da Costa a Angola para a sua a constatação e demonstração pública da relação privilegiada com o verdadeiro DDT dos capitais angolanos que estão na NOS (onde o Oliveira é accionista) e na Controlinvest (onde o Oliveira é accionista) e no Benfica (onde o Oliveira é accionista)... José Eduardo dos Santos.

Que curiosidade, a ligação do Oliveira a todos estes vectores. Ele que, segundo as teorias, está fraco e sem poder porque tem menos acções na Controlinvest e porque os contratos com os clubes são agora de três anos apenas. Curioso também que quem garante o dinheiro para a filha andar a tomar conta de Portugal, mostra um "clubismo comovente" para com o FCPorto é uma relação privilegiada com Pinto da Costa e Oliveira. 

Bom, o que vale é que o Benfica é que vai dominar tudo.... Ufa!

- É que não percebia ainda essa ideia do Luis Duque já não avançar com os processos da Liga contra o Oliveira. Então mas os contratos não eram ilegais? Ah deixaram de ser porque reduziram a duração (mas mantiveram as cláusulas monopolistas), ou seja, podes ser ilegal desde que seja menos tempo de cada vez. 

Então a Liga, que segundo as teorias não vem para defender o Oliveira, desiste das queixas contra este... Mas seguramente que não é motivo de preocupação, porque o Vieira controla o Luis Duque e vai viabilizar a BenficaTV numa negociação a dois com eixo enfraquecido Porto/Oliveira. Que alívio.

- Não ia perceber se a Liga, agora sob controlo do Oliveira, perdão do Duque, voltasse a ter apoios do eixo político de influência do Oliveira, o PSD.

Então a Santa Casa tem Santana Lopes, ex líder do Sporting no "projecto Roquette" que pressupunha a aliança ao Porto (onde é que eu já vi isto e só de me lembrar do que aconteceu ao Sporting por causa dessa aliança....) vai voltar a patrocinar a Liga?  Que milagre dos pães é que aconteceu além de o ter um Presidente que agora diz que já não vai processar a Olivedesportos? Coincidências...

- Para terminar, não ia perceber o acordo feito com a NOS para a Liga de Clubes, para ser novo patrocinador. 

Então, novamente, que milagre dos pães é que aconteceu além de o ter um Presidente que agora diz que já não vai processar a Olivedesportos, já agora, que é accionista da NOS. Lá está são coincidências...

Ainda bem que não há Santa Aliança e que não é uma questão de ilusão de poder como já tiveram no passado Roquette e Damásio numa situação exactamente igual a esta - há gente que não aprende - nem se trata da continuidade do processo de trafulhice que começou com o apoio ao triste e isolado Fernando Gomes para a Liga e depois para a FPF. Não! A nossa sorte é que isto vai viabilizar a BenficaTV que, como os resultados mostram, precisa muito.

Nota final: só para que fique claro, eu acho muito e muito bem que o Presidente queira e tenha a ambição de ele é o Benfica liderar o futebol português, aliás o desporto nacional. Esta não é a crítica! Onde estou em TOTAL DESACORDO é que isso se faça com acordo, alianças, negociacoes (o que lhe quiserem chamar) com gente corrupta e que jamais será honesta e honrosa de compromissos, como o Presidente do Benfica é e espera que outros o sejam.

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Finanças: Receitas da Benfica TV podem "crescer significativamente" esta época

Administrador financeiro da SAD do Benfica garante que o canal de televisão está atento "às oportunidades que possam existir no mercado", como adicionar novas ligas de futebol à grelha de programação.

Um ano depois de passar a ser um canal fechado, a Benfica TV continua em crescimento. Com 300 mil assinantes e com uma receita de 28,1 milhões de euros na época anterior, o clube espera um aumento das receitas esta temporada.

"O valor da receita da Benfica TV vai crescer significativamente", prevê o administrador financeiro da SAD benfiquista num encontro com jornalistas esta sexta-feira, 21 de Novembro.

No espaço de um ano, a "barreira dos 300 mil assinantes foi significativamente ultrapassada", afirma Domingos Soares de Oliveira, mas o gestor faz questão de sublinhar que o clube esteve sempre muito perto dos primeiros lugares, o que ajudou a aumentar as adesões.

"O que nós não experimentámos até agora no canal foi o impacto de uma situação de não liderança de campeonato. Se a tendência for a mesma do ano passado, não há absolutamente dúvidas nenhumas que as receitas terão um aumento interessante", estima.

Questionado sobre se o Benfica apresentou uma proposta para os jogos da Liga dos Campeões, o administrador não abriu o jogo. "Mesmo que tivéssemos apresentado, estando neste momento a decorrer um processo negocial, nunca poderia confirmar isso. Tanto quanto percebo o free to air [concurso para canais de sinal aberto] já foi fechado. E o sinal fechado ainda está em aberto".

Sobre a possibilidade de acrescentar novas ligas de futebol à grelha de programação, Soares de Oliveira garante que a Benfica TV está atenta. "Nunca deixaremos de olhar para as oportunidades que possam existir no mercado".

"Se amanhã uma outra liga, ou um conteúdo de selecções, estiver disponível no mercado, nós não deixaremos de olhar para ele e 'bidaremos' em função do que seja a nossa capacidade e em função do que pudermos entender do impacto dessa operação", assegura.

O canal começou a transmitir este ano um conteúdo fora do universo de futebol, a liga UFC (Ultimate Fighting Championship) de artes marciais, e a meta é começar a ter conteúdos cada vez mais diversos no canal. 

"É a primeira vez que saltamos do universo puro de futebol para preparar um conteúdo com bom impacto do ponto de vista de audiência, mas que não é futebol. Os resultados que temos são positivos, As pessoas procuram efectivamente um conteúdo desportivo que não é obrigatoriamente um conteúdo só do Benfica", afirma.
 


Excelentes noticias por parte do Director Financeiro da Benfica SAD, que vêm ao encontro do que tenho divulgado neste Blog.
 
Na minha óptica, como já venho escrevendo, a BTV pode passar de 28M€/Ano para 35M€ a 40M€/Ano, na presente época.
 
Também é um bom sinal o facto de a BTV estar atenta a novas oportunidades ao nível de conteúdos de futebol e do Desporto em Geral.



ADENDA (Proposta Antiga da Olivedesportos):

"Ao que o PÚBLICO apurou, na prática os 111 milhões do novo contrato seriam pagos em sete épocas: em 2011-12, a empresa de Joaquim Oliveira acrescentaria outros 7,5 milhões ao valor que estava previsto no anterior contrato (somando ao todo 15 milhões), em 2012-13, acrescentaria 8,5 milhões (total de 16 milhões) e em 2013-14 pagaria 17 milhões, aumentando depois um milhão de euros por ano até 2018. Neste caso, os 17 milhões de resultado líquido da Benfica TV no primeiro ano da sua nova operação é exactamente igual ao valor que a Olivedesportos teria pago em 2013-2014." in Público

Na prática Joaquim Oliveira propunha os seguintes valores:
2011/2012 - 7,5M€ + 7,5M€ (15M€)
2012/2013 - 7,5M€ + 8,5M€ (16M€)
2013/2014 - 17M€
2014/2015 - 18M€
2015/2016 - 19M€
2016/2017 - 20M€
2017/2018 - 21M€
TOTAL: 111M€ (Acréscimo em 2 épocas + 5 novas épocas)

A BTV já está a ser mais rentável do que os valores que o Benfica receberia por parte da Olivedesportos.

Espero mais um desmentido sobre a Santa Aliança.





O esclarecimento vem de cima.


"O presidente executivo da NOS, Miguel Almeida, afirmou esta quinta-feira que a Sport TV vai ter de se tornar rentável, escusando-se a avançar mais detalhes. Miguel Almeida falava aos jornalistas à margem do 24.º congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), que terminou hoje em Lisboa. 
"A Sport TV vai ter de se tornar rentável", disse o gestor. Instado a pormenorizar a situação, Miguel Almeida acrescentou apenas que "normalmente uma empresa não é rentável quando os custos são superiores às receitas". 
Sobre o que a NOS pretende fazer depois da Autoridade da Concorrência (AdC) ter rejeitado as soluções apresentadas para a partilha em conjunto da Sport TV entre a PT, Controlinveste e NOS, Miguel Almeida escusou-se a fazer comentários.

"Não vou dizer o que estamos a pensar fazer ou a fazer em relação à Sport TV", concluiu. Em dezembro de 2012, a PT e a NOS (na altura apenas Zon) anunciaram um acordo em que ambas as empresas passariam a deter 25% cada da Sport TV, ficando os restantes 50% nas mãos da Sportinveste, de Joaquim Oliveira. Anteriormente, a Sport TV era detida em 50% pela Zon (que entretanto se fundiu com a Optimus) e na outra metade pela Sportinveste." Record.

Quem é que ainda acha que o que está em causa na Liga de Clubes é ajudar os clubes pequenos? O recado dado pelo presidente da NOS está dado.

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Vamos fazer cartazes em alemão sobre este tema também?


"Se algum dia contrair um empréstimo de 346 milhões de euros, a 25 anos e pretender saldar a dívida ao banco menos de uma década depois, ligue para Karl-Heinz Rummenigge.

O director-executivo do Bayern Munique anunciou, esta quinta-feira, que o estádio Allianz Arena está pago. E 16 anos antes do termo do contrato de empréstimo avultado registado junto da banca.

"Em 2005, contratualizámos um empréstimo de 346 milhões de euros para ser pago em 25 anos, que deveria prolongar-se até 2030. Agora, nove anos e meio depois, o estádio está totalmente pago", explicou o dirigente.

De resto, as contas dos bávaros respiram saúde por todos os poros. As receitas, que serão anunciadas dentro em breve, deverão rondar os 500 milhões de euros." - RR.

Já perdi a conta aos anúncios sobre a data em que o Estádio da Luz iria ficar pago. Tenho a certeza de que sobre este tema, assim como sobre tantos outros, não teremos cartazes em alemão por parte da direcção do Sport Lisboa e Benfica.

Ainda o tema dos direitos da Champions e a RTP.


Não deixa de ser um sinal destes tempos menos democráticos e mais "austeros" que assim que alguém levanta perguntas sobre temas mais incómodos aparecem logo alguns a apelidarem questões de teorias da conspiração.

No caso dos direitos da Champions, o tema levantado ontem pela suposta oferta da RTP muito acima do valor de mercado levanta as questões do costume quanto à actuação da RTP e sobre a verdadeira intenção dos seus responsáveis, caso se confirmem estes valores.

Nada me move contra a RTP, até porque foi dela que vieram a esmagadora maioria dos grandes profissionais de TV que Portugal conheceu e conhece. 
(O problema, caro amigo Jaime Amores, não são os trabalhadores da RTP mas sim os seus decisores.E já agora, o JAC é tudo menos um menino do coro).

Para quem tem memória e recorda o que se passou aquando da passagem dos direitos detidos pela RTP para a mão da Olivedesportos, estes episódios levantam questões legítimas.

Num post de 07/09/2012, relembrei para os mais esquecidos que ao contrário do que julgam os ingénuos, os dirigentes no sector público não são colocados nos lugares de gestão que têm pelos seus lindos olhos. 

Basta recordar as palavras do então secretário de estado da Comunicação Social, hoje vice-presidente da ERC(Entidade Reguladora para a Comunicação Social), que citei nesse post:

"ARONS de Carvalho, secretário de Estado da Comunicação Social, quer que a RTP evite negociar directamente com o Santa Clara os direitos sobre os jogos que, na próxima temporada, o clube açoriano vai disputar, em casa, frente aos três grandes. ”Para não afrontar a Olivedesportos”, justifica Arons de Carvalho.

Poderia ser prejudicial que a RTP se metesse com a Olivedesportos. O que ganharia no negócio com o Santa Clara poderia perder em muitas outras coisas”, frisou, embora sublinhasse que ”é possível” a negociação directa entre vendedor (Santa Clara) e comprador (RTP). ”Mas acho difícil que possa haver uma declaração de guerra da RTP à Olivedesportos. Provavelmente era o que os canais concorrentes gostariam que houvesse”.

Depois, o governante lembrou que a ”Olivedesportos já tomou conta do negócio”. ”Tem os direitos de todos os clubes, com a excepção do Benfica e Alverca; tem uma participação na Sport TV; tem a publicidade estática; tem acordos com a FPF sobre os jogos da própria Federação. A RTP tem os jogos da selecção porque está de boas relações com a Olivedesportos”, acrescentou.

Record sabe que a RTP está interessada em transmitir os jogos que o Santa Clara efectue frente ao FC Porto, Benfica e Sporting, conforme confirmou quinta-feira o editor de desporto da televisão pública, Miguel Prates. A RTP, todavia, não contactou o clube açoriano. A Olivedesportos já apresentou uma proposta aos dirigentes da equipa treinada por Manuel Fernandes." - Record, 04/06/1999.

Um rápido exercício de pesquisa indicará onde estão hoje alguns dos nomes que naquela altura tomavam as decisões. Ou quem foi o director da RTP que negociou a passagem dos direitos de transmissão do futebol para a Olivedesportos.

Dizia Rui Cartaxana em 14/09/2008, numa citação encontrada aqui

"Está à vista de toda a gente, embora toda a gente (bem, quase toda a gente) finja que não vê. E que é evidente. Num dos extremos do negócio, os clubes, legalmente os seus detentores, estão todos falidos. 
No outro extremo, as TV privadas lá se vão safando, mas a RTP (José Eduardo Moniz), enquanto os comprou ao sr. Oliveira, só agravou o seu défice crónico (que chegou aos mil milhões). No meio, o sr. Joaquim Oliveira - cujos méritos devem ser assombrosos - diria, em síntese, que passou de homem pobre a homem rico, através do mais gigantesco transvase de dinheiros que conheço no futebol europeu."

Isto são tudo menos teorias da conspiração. São factos.

Apresentamo-vos: Gonçalo Guedes, o Fenómeno da Luz

Em Inglaterra, o Arsenal. O Milan em Itália. O Bayern na Alemanha. O PSG por França. O Real Madrid aqui ao lado, em Espanha, mas também o Valência de Peter Lim, depois de ter levado no saco André Gomes, João Cancelo e Rodrigo. As notícias sucedem-se, um pouco por todo o lado. As pesquisas no Google também, com o motor de busca a devolver páginas e páginas sem fim. Gonçalo Guedes é dos nomes mais falados no mercado, a mês e meio, mais coisa menos coisa, da sua abertura. 65 minutos na Covilhã, dos 25 aos 90 e picos, bastaram para chamar para si as atenções dos gigantes do continente e recolher heranças pesadas, também por questões de timing. Mas já lá vamos.

No próximo sábado, o Benfica receberá o Moreirense para a Taça de Portugal e, a meio da semana seguinte, terá a visita à Rússia para defrontar o Zenit S. Petersburgo, em partida decisiva da Liga dos Campeões. Jorge Jesus, como fez na Covilhã, terá de pensar novamente na gestão de esforços e o nome do jovem poderá vir à baila nas contas e acabar mesmo por somar minutos. O treinador já disse e repetiu que, para ele, «Gonçalo está dois anos à frente da idade». E elogiar jovens não é assim tão comum no Jota-Jota.

O salto para a fama

O novo Cristiano Ronaldo. É assim que lhe chamam do lado de lá do Canal da Mancha, sobretudo em Londres, onde Arsène Wenger ainda hoje se arrepende de não ter pago em 2003 os 15 milhões pedidos pelo Sporting pelo original – o Fenómeno brasileiro não entra neste filme –, perdido para o Manchester United, e agora, a caminho dos 30 anos, jefe do Real Madrid e já considerado um dos melhores de sempre. Na Alemanha, porque o francês Franck Ribéry já leva 31, é nesse legado que pensam para o miúdo nascido em Benavente. Ou seja, em terras germânicas e gaulesas, também já é o novo Ribéry.

«Não gosto de comparações. O que posso dizer é que se tivesse continuado no Benfica, o Gonçalo e o Renato Sanches seriam jogadores em que iria apostar no ano passado. O Gonçalo é um jogador muitíssimo bom, tem um potencial enorme. Dribla bem, faz receções de forma orientada. Tem força, velocidade, remate, com o pé esquerdo, com o pé direito, de cabeça... Não tem medo de assumir o risco e o um-para-um. Revela uma maturidade, que já na altura era visível», contou à MFTOTAL o treinador Luís Norton de Matos, que recebeu o jovem nos primeiros treinos no Benfica B e orientou em alguns jogos, à porta fechada, no Seixal.

O técnico acredita que a afirmação surgirá a curto prazo: «Dentro de algum tempo, pouco tempo, irá afirmar-se. Tanto o Gonçalo como o Renato Sanches, de quem se fala menos, são dos melhores do mundo na sua idade nas posições que ocupam. Quando se tem qualidade e personalidade, isso acaba por acontecer. Se está dois anos à frente da sua idade? Não sei se dois ou três, para mim a questão da idade não é relevante. Basta ver a idade de alguns jogadores titulares em equipas da Premier League. O Shaw, o Januzaj... Se há qualidade e personalidade, quanto melhor o contexto e o ambiente que os rodeiam melhores se tornam. O Gonçalo tem tudo para se impor no Benfica e estar no top mundial. Tive a oportunidade de treinar dois jogadores de top, como o André Gomes e o João Cancelo. Quando o João se tiver disciplinado no jogo e ganhado experiência será acima da média, e o André está a provar grande qualidade numa equipa como o Valência. Mas em potencial... Vejo grandes jogadores a serem formados no Benfica, mas estes dois são para mim dos melhores nas respetivas posições.»

Não há quem não diga que é muito cedo, porque o é. Contudo, a verdade é que o título deste artigo é redutor. Não foram só 65 minutos de peito feito, assim que Ola John disse que não podia mais, há toda uma campanha cheia de coisas boas na Youth League, que o colocaram no onze ideal da competição, até à final perdida com o Barcelona, um golo de pontapé de bicicleta que correu mundo na competição de juniores da UEFA, o crescimento desta época na equipa B e a simbologia de se ter sentado no banco na Liga dos Campeões, no Mónaco. Um ano antes, na mesma competição, já tinha sido inscrito por Jorge Jesus com 16 anos. O Benfica parece ter bem noção do diamante que tem em mãos, protegendo-o de forma semelhante ao que fez com Nélson Oliveira desde tenra idade até à sua estreia na equipa principal.

«É positivo sempre que um clube aproveita um jogador da sua formação em que vê qualidade. Nélson Oliveira, numa competição mundial, foi considerado dos melhores. Havendo ordem natural na progressão da carreira esse valor demonstrado teria seguimento. Mas o enquadramento também é importante. Ou se abre um espaço para que prove o seu valor no imediato ou então corre-se o risco de estagnação. O Nélson foi emprestado, mudou de contexto e não conseguiu o rendimento que se esperava dele. O Gonçalo é mais completo, tem mais qualidade. O Nélson é mais ponta de lança, mais jogador de área, já o Gonçalo é mais completo em mais zonas do campo. Remata bem com os dois pés, tem golo, é bom no último passe, marca e dá a marcar. E tem um enquadramento mais favorável para se afirmar no Benfica do que na altura tinha o Nélson. Há uma forte aposta nele, com toda a justiça, tal como o FC Porto fez com Rúben Neves», explicou Norton de Matos.

O golo de pontapé de bicicleta ao PSG:


Falta, obviamente, um oceano inteiro a ultrapassar chamado continuidade e isso é algo que merece ser sublinhado. Mas o que mais impressiona no miúdo de 17 anos, praticamente 18, é a forma como aceita naturalmente os desafios. Como esquece quem está à frente e parte para cima, não tendo medo de perder a bola e sentir o peso dos acenares de desacordo nas suas costas. Vertical. Objetivo. Remata forte e bem, e apresenta uma técnica sobre a qual construir e melhorar ainda mais o seu jogo. Com trabalho. Nisso, é, com as devidas distâncias, muito semelhante ao 7 do Real Madrid.

50 milhões de blindagem

Os 65 minutos e mais o que se acrescentou depois – somados também à vontade de Luís Filipe Vieira em aproveitar a formação para a equipa principal, presente em várias das suas promessas desde o primeiro mandato, incluindo a célebre «espinha dorsal da Seleção» – garantiram-lhe contrato até 2019, com cláusula de rescisão de 50 milhões de euros, de acordo com o que confidenciou o seu empresário em entrevista recente a um site italiano. Antes, o número era 45, e chegou a ser mais de 80, em algumas notícias provenientes de Inglaterra, ao mesmo tempo que se veiculava o piscar de olhos dos gunners.

Norton de Matos não encontra grandes imperfeições no projeto de jogador que teve à sua frente. «O Gonçalo vai poder melhorar pelo treino, e está num clube muito exigente. Vai precisar de manter forte a parte mental, e de jogar, sobretudo nas competições mais exigentes. A equipa B está a ser muito importante, porque é um patamar acima em relação à sua idade. Vai ganhar naturalmente tudo o resto, se mantiver esta mentalidade de querer ir sempre mais longe. É um rapaz forte, com bom enquadramento familiar, falta jogar mais.»

Por enquanto, Paulo Rodrigues aproveita a onda de entusiasmo com o seu pupilo, uma das poucas pérolas que não foi apanhada cedo pelo mega-empresário Jorge Mendes, e até chegou a deixar no ar que poderá chegar mais longe que Cristiano. «Fala-se muito nele, é verdade. Mas eu, o jogador e o clube pretendemos que ele continue a jogar no Benfica. O sonho dele é afirmar-se na Luz», atirou.

Ainda com pouco golo O Benfica já terá corrido alguns riscos com Gonçalo, que terá andado perto de assinar a custo zero com o Bayern Munique no final da época passada, numa altura de indecisão do clube sobre a aposta em si, em detrimento de outros. Os encarnados ainda terão ido, no entanto, a tempo de emendar a mão. Pouco depois, o avançado tinha deixado de vez o anonimato e já não eram só os alemães que vinham atrás.

Para já, os 318 minutos que leva a marcar um golo – três em 12 encontros na II Liga – é um registo naturalmente muito distante do melhor do mundo, mas há ainda a sublinhar as cinco assistências já conseguidas num escalão que é exigente para os jovens e que Gonçalo experimenta pela primeira vez de forma consistente. Está ainda na Seleção sub-19, depois de ter andado pelos sub-20, e ainda esta segunda-feira assinou mais um grande golo, de livre direto, na vitória sobre a Dinamarca por 2-1, que garantiu a Portugal o primeiro lugar na ronda de elite de acesso ao Europeu da categoria. Mas, se quisermos insistir na comparação, Cristiano Ronaldo já era um goleador no ano de estreia no Sporting? CR7 fez cinco golos em 33 jogos, 16 como titular, em todas competições. Tinha 18 anos no final dessa época.

A Taça de novo no caminho

Vem aí a Taça e Gonçalo Guedes volta a poder ser chamado por Jesus. Tem crescido, entre os treinos com a equipa principal, os jogos na Honra, aquelas dezenas de minutos intensos na Covilhã e o banco no Mónaco. Mais tempo de jogo significará novo degrau subido na longa escadaria, onde outros, como André Gomes e Bernardo Silva (e também Nélson Oliveira, de quem já falamos antes), não conseguiram a afirmação total. Na Luz, espera-se obviamente que cumpra as expetativas, cada vez maiores.

Um miúdo com vontade de aprender. É assim que Gonçalo se sente, depois das chamadas à frente do seu tempo e dos elogios de Jesus. «Tem sido uma grande aventura», assumiu recentemente. Muitos passos foram dados desde os nove anos, altura em que começou a jogar no clube. Luisão ainda recuou recentemente mais no tempo, puxando pela memória mais um par de anos, e recordou o momento em que entrou em campo na Luz ao lado de um miúdo que hoje se veste de vez em quando ao seu lado no balneário. Olhando para o seu potencial, a boa notícia é que a aventura parece muito longe de estar acabado. Estejam os deuses do futebol de acordo.

Golos e Assistências:


Uma entrevista à Benfica TV, ainda nos juniores:

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

RTP em acção.

"A decisão ainda não foi comunicada oficialmente, mas a TVI já dá por adquirido que será a RTP a deter os direitos de transmissão da Champions em canal aberto no próximo triénio 2015-2018.

Em declarações ao Expresso, Helena Forjaz, directora de Comunicação Institucional da Media Capital, afirma que "a TVI ainda não recebeu qualquer comunicação oficial da UEFA, mas os valores propostos pela RTP, a serem verdadeiros, estão 40% acima do que nós oferecemos e do que estaríamos dispostos a oferecer". Helena Forjaz acrescenta que "a oferta da RTP distorce em absoluto o mercado porque não é rentável para nenhum operador de televisão". "Surpreende-nos que seja o canal público a fazê-lo, já que deve regular e não desregular o mercado", conclui.

Também em declarações ao Expresso, o diretor de Informação da TVI, José Alberto Carvalho, afirma que "não deixa de ser extraordinário que a RTP não tenha tido qualquer interesse em concorrer à transmissão de um jogo por semana da Primeira Liga nacional - deixando o concurso vazio - e que consiga destruir o mercado com uma oferta desta natureza, 40% acima do praticado". "Além disso, não se percebe como é que a RTP pode rentabilizar uma compra destas quando os seus espaços comerciais são, por lei, metade dos praticados nos operadores privados. Ou seja, 6 minutos por hora, contra 12 minutos nos privados".  Expresso.

A RTP,  dependente do poder político, começa a fazer a sua parte. Nada pode ficar fora da esfera das pessoas do costume.

Goncalo Guedes: alguém viu?

Alguém viu o golo dele pelos sub19 ?

Numa palavra: FENÓMENO!

artigos recentes