O blog NovoGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Campeonato Nacional de 2015/2016: quem é o favorito?

quarta-feira, 29 de julho de 2015

...e como no Benfica não há gente burra...

Se olharmos para as grandes vendas do Benfica nos passados seis anos, de Di Maria, a Witsel, a Javi, a Rodrigo, a Matic, a Coentrão, David Luíz, Markovic, Ramirez, e mais as duas que se poderiam efetuar já este ano (Gaitan e Sálvio), há uma conclusão que se pode tirar desde logo:

Todos eles custaram ao Benfica mais de 5 milhões de euros, excetuando David Luís e Coentrão mas, também aqui, e em abono da verdade, esses jogadores já eram do Benfica quando Jorge Jesus chegou ao clube.

E esta evidência leva-me pois para aquilo que ainda não consegui perceber, os porquês da Direção do Benfica ter vindo este ano dizer que não mais o Benfica terá condições para recrutar jogadores de 5 ou 6 milhões, quando claramente foram os jogadores contratados por esses valores os responsáveis pelos mais de 200 milhões em lucro bruto obtido pelo Benfica na sua politica de transferências nos últimos seis anos.

Se há coisa que os números mostram, é que o barato é que saiu quase sempre demasiado caro.

A Norte, acima do Douro, parece que todos percebem isso claramente, que comprar qualidade (mesmo que a preço elevado) traz (ou coloca mais perto) mais valias desportivas e mais valias financeiras posteriores. Mesmo o Sporting parece esforçar-se por conseguir chegar a um patamar que lhe permita seguir essa política.

Mas na Luz, depois de seis anos em que essa política deu cartas e tempo mais do que suficiente para perceber claramente essa evidência, rompeu-se com essa política para se regressar aos tempos das pechinchas e dos sacos de caramelos, e das contratações que não valem títulos nem dinheiro nem entusiasmo, e que custam muitas cabeças de treinador.

E como eu não acredito que no Benfica há gente burra, resta em mim a profunda convicção que depois de tanto milhão, há no atual Benfica muitíssima coisa mal explicada


Déjà vu?

«Há muitos jornalistas que dizem que eu quero sair do Benfica e eu não quero sair do Benfica. Se tiver que ir é porque o presidente e eu estamos de acordo em sair, não porque eu queira ir. Estou muito contente em Lisboa. Antes de vir renovei por mais dois anos, se quisesse sair não tinha renovado. Estou mais que feliz em Portugal. A minha filha nasceu em Portugal, é portuguesa» - Enzo Perez em Julho de 2014.

-------------------------------------------
"A minha cabeça está no Benfica. Ninguém pode garantir que se fica ou não. Hoje estamos aqui e amanhã podemos não estar", adianta o argentino, acrescentando: "Há cinco anos que estou fora do Benfica"...

"Se pudesse escolher? Estou muito cómodo no Benfica. Por isso acho que a pergunta que fez é um pouco difícil de responder. Estou muito bem no Benfica. Como disse no futebol, um dia estamos cá e no outro não se sabe", completou."
- Nico Gaitan em Julho de 2015.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Vieira e o seu pecado capital: A SOBERBA

Em 15 anos no SLBenfica Vieira continua a acumular insucessos estratégicos derivado sempre do mesmo erro: A SOBERBA de acreditar que tem a mania que é altamente influente, altamente poderoso, altamente dominador sobre si e os outros.

Invariavelmente... VIEIRA FALHA nestes contextos.

A forma como ficou isolado, "agarrado" a Luis Duque foi uma manobra - mais uma - de Pinto da Costa para se posicionar no poder do futebol português.

Seguramente lembram-se de aqui falarmos da pretensão de Fernando Gomes avançar para sucessor de Platini quando este avançar para a FIFA, algo que estará por pouco tempo... e daí avançará Proença para FPF para liderar o futebol, a arbitragem e a disciplina, em suma o poder.

Fernando Gomes faz parte do Sistema. Proença foi a personagem do Sistema escolhida para o suceder. Duque foi o joguete de Oliveira e Pinto da Costa para "torpedear" Luis Filipe Vieira e lhe dar - mais uma vez - a ilusão de que tem poder, de quem tem influência, que tem uma palavra a dizer... quando na verdade NÃO TINHA!

Vieira foi (mais uma vez) enganado, utilizando as armas do próprio Vieira para o derrotar... mais uma vez Vieira foi um principiante no meio de "gurus" da mentira e da falsidade.

Pedro Proença é o novo presidente da Liga.


Afinal, quem foi atrás de quem na eleição anterior?

Pois é. Estão sempre a dar os outros como mortos mas afinal quem não tem peso junto dos outros clubes é o Benfica.  

Os amigos do Benfica.


O esperado está a acontecer. 

O clube de fãs de pessoas(não os confundam com os verdadeiros fãs do clube), andam já muito preocupado em queimar a imagem de Rui Vitória. 

São os mesmos que no consulado anterior consideravam normais as derrotas ou goleadas sofridas na pré-temporada.

Rui Vitória está a conhecer os jogadores, a fazer passar a sua mensagem e isso leva tempo. Está a fazer as suas escolhas e para isso tem que experimentar. Não se pode pedir a um treinador acabado de chegar que faça milagres de um dia para o outro. O treinador do Benfica merece tempo para mostrar o seu trabalho.

Além disso, Rui Vitória está a lutar contra o principal inimigo da estabilidade do plantel do Benfica: os vendilhões de serviço.

Daí que qualquer jogador sabe que se acenar com alguns milhões terá no presidente e na sua corte ouvidos bem atentos e prontos a ceder.

Não se pode ter jogadores contrariados, dizem alguns. Que eu saiba, ninguém os obrigou a assinar contrato com uma pistola apontada à cabeça. 
Por isso é que o discurso de Luis Filipe Vieira sobre os tais 90% que ainda cá estão começou a ruir logo a seguir com a saída de Lima.

O brasileiro fez o seu papel. Mas a direcção não está lá para ceder. Está lá para defender o interesse desportivo e financeiro do clube.
Ora, um clube com tão pujante saúde financeira não podia abdicar de 7M€? Um clube que espatifou quase 12M€ no Pizzi ou 8M€ no Roberto? Ou 3M€ no cepo do Bebé? E a lista podia continuar...

O Benfica é de facto um negócio fantástico para os comissionista e para todos os que andam à procuram do enriquecimento rápido.

O exemplo de Ola John é outro. O blogue "O Artista do Dia" publica hoje um trabalho sobre o real custo de Ola John e em como também a Doyen está ao nível de Joaquim Oliveira na amizade que os une ao Benfica.

O interesse desportivo? É para quando der jeito. O que interessa são as negociatas. São títulos desses que muitos gostam de ir festejar para o Marquês.

Já vi muitos benfiquistas defenderem Joaquim Oliveira. Certamente aparecerão os defensores da Doyen.

Paga benfiquista, que esta gente precisa de viver.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

O sistema está longe de estar morto.



As declarações de Luis Duque, fazendo referência à questão da centralização dos direitos televisivos, é um recado claro do homem de mão de Joaquim Oliveira ao universo votante da Liga de Clubes.

Aliás, assistiremos nos próximos tempos a uma “luta” interessante sobre quem conseguirá “passar por” representante de Joaquim Oliveira.

Como já escrevi no passado aqui no NGB, sou contra qualquer modelo de centralização que envolva a atual safra de dirigentes, em especial os do FC Porto.

O Sport Lisboa e Benfica representa a grande fatia do mercado televisivo desportivo português. É inquestionável. 
Daí que recuso qualquer cedência do devido valor da Marca Benfica para alimentar um sistema corrupto que passou os últimos 20 anos a financiar a corrupção corporizada no FC Porto de Pinto da Costa.

Não esqueço que a Olivedesportos andou 10 anos a pagar uma miséria ao SL Benfica pelos seus direitos televisivos enquanto sobrevalorizava o que pagava ao FC Porto, permitindo até que o clube condenado por corrupção desportiva colocasse uma clausula no seu contrato de que receberia sempre um mínimo de 80% do valor pago ao Sport Lisboa e Benfica.

Por isso nunca entendi a “gratidão” que o presidente do Benfica sempre ecoou no que respeita a Joaquim Oliveira.

Um dos argumentos usados para defender a centralização é que permitirá distribuir mais dinheiro por todos e não apenas pelos mesmos, permitindo assim dar mais liquidez a todos os intervenientes no futebol português.

Ora, se é Joaquim Oliveira que tem vindo a marcar posição contratual junto da esmagadora maioria dos clubes, o que mudará num cenário de centralização?

O que fez Joaquim Oliveira pelo futebol português  desde que a Olivedesportos ficou com os direitos da primeira Liga senão explorar os clubes, criando uma situação de dependência doentia? Que preocupação pela sustentabilidade do futebol português demonstrou Joaquim Oliveira até hoje?

Na realidade, o que muda no cenário de centralização de direitos televisivos face à situação atual? Não é verdade de que todos os direitos das equipas da Primeira Liga, à excepção do Benfica, já estão com Joaquim Oliveira?

Se hoje Joaquim Oliveira tem uma operação deficitária, então como estará em condições de pagar mais aos clubes? Recebendo de volta os direitos do Benfica, a galinha dos ovos de ouro do futebol português.

E para pagar mais aos outros, terá de retirar do valor a pagar a quem origina receitas, ou seja,  audiências: Benfica como grande campeão de audiências e Sporting numa escala menor.

Tudo para alimentar clubes subservientes ao FC Porto e o próprio clube de Pinto da Costa.

Esta forma de condicionamento por parte dos “actores” do futebol português impede, de certa forma, que outros grupos media como a Cofina possam tentar entrar num jogo já à partida decidido.

Luis Filipe Vieira e Domingos Soares de Oliveira já tinham deixado no ar o recado. Agora o homem de mão, Luis Duque, quer demonstrar perante todos de que é o homem de Joaquim Oliveira.

Aceitará o benfiquista que o Sport Lisboa e Benfica fique de novo debaixo do jugo da Olivedesportos e de Joaquim Oliveira?

Aceitará o benfiquista que, após o sucesso e apoio que tem sido dado pela massa benfiquista ao projecto da Benfica TV, se deite fora o trabalho realizado para voltar a alimentar o sistema à custa do valor da marca Benfica?

Acredita mesmo que Joaquim Oliveira ou o sistema que ele representa estão interessados em potenciar o futebol português?

ALARME! CAOS! PÂNICO NO SLBENFICA!!!!!


O SLBenfica fez três jogos e perdeu... três jogos na pré-temporada. Jogámos com o Atlético, com o Duisburgo e com o Ajax de Cape Town... 

Ah espera, não! Era o PSG, a Fiorentina e NY Red Bull... Uma das equipas com mais recursos financeiros do Mundo, uma equipa ficou em quarto na Serie A e uma equipa que está em pleno decurso da temporada da MLS... Hummm ok!

Os mais cépticos já ouviram a expressão "Hard Training, Easy Game"? Pois é...

Curiosamente não vi tanto cepticismo nas (várias) derrotas de pré-temporada de Jorge Jesus... Mas como agora já não é o "Rei Midas" já é motivo para alarme.

Continuo muito empenhado em vos recomendar este link para dedicarem mais tempo a preocuparem-se com o futuro, a admirarem a realidade que vos entusiasma e, porventura, a deixarem o SLBenfica no seu canto, a vencer títulos como tem acontecido, apesar de termos esse problema grave de não vencer o campeonato da pré-temporada vai para 10 anos.

... tal como aconteceu na revisão dos estatutos, tal como aconteceu na primeira versão da Santa Aliança, nas eleições sucessivas de Fernando Gomes para a Liga e depois FPF... vocês ficam todos entretidos a falar disso, enquanto todas as minhas previsões de, aqui sim, caus, alarme e pânico se vão confirmando no que toca a erros crassos de Luis Filipe Vieira neste contexto. Preocupem-se com o que é preocupante...

Revelação evidente. Para quem não tem palas



A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) tem um grupo de trabalho a tratar da questão da centralização dos direitos televisivos e Luís Duque considera que Joaquim Oliveira será "um parceiro decisivo" para concretizar esse dossiê.


"Temos em Portugal um grande parceiro, que há muitos anos trabalha com os clubes neste domínio, que é o grupo de Joaquim Oliveira, que será com certeza um parceiro decisivo no esquema da centralização dos direitos televisivos. Já o conhecemos e trabalha bem connosco", disse o atual presidente da Liga, em entrevista à Agência Lusa, embora admita que "poderão surgir outros interessados".


De resto, Luís Duque remeteu para o recente acordo com a Olivedesportos, que culminou com a concretização dos direitos de televisão aos clubes da II Liga, um "acordo fácil e a contento de todos", como um exemplo de que "é possível trabalhar sem guerras, sem beligerância e sem gastos em processos em tribunais, que custam mais do que se paga a diretores-gerais".


Pré-Época: 3 Jogos, 3 "Derrotas"

A continuar assim a época 2015/2016 vai ser "penosa".

3º Jogo, 3ª Derrota (sendo que num dos jogos, a derrota aconteceu nos penalties).

Eis a pergunta que se impõe:

Onde anda a "Superestrutura" que tem garantido os títulos nos últimos anos?

sábado, 25 de julho de 2015

Reforços: Quais seriam as vossas escolhas?

Perante os nomes que têm sido apontados pela comunicação social, como potenciais reforços do Benfica, quais seriam os 5 reforços que escolheriam?

DD: Elabdellaoui (NOR A), Mayke (BRA) ou Rafael (BRA A) 
DE: Grimaldo (ESP s20), Raphael Guerreiro (POR A) ou Coentrão (Emp.) (POR A)
MC: Marcelo Melli (ARG) ou Ramires (Emp.) (BRA A)
MADE: Zivkovic (SER A), Franco Cervi (ARG), Óscar Benitez (ARG) ou Markovic (Emp.) (SER A)
PLC: Chicharito (MEX A), Mitroglou (GRE A), Pablo Osvaldo (ARG A), Abel Hernandéz (URU A), Raul Jimenez (MEX A) ou Calleri (ARG)

sexta-feira, 24 de julho de 2015

9 "Eusébios" já sairam, o 10º "Eusébio" está a caminho ...


Benfica - Porto (12 de Janeiro de 2014) Homenagem a Eusébio
 
Antes de mais desejo a maior sorte e os maiores sucessos ao Lima. Honrou a camisola do clube enquanto representou o Benfica.
 
Do 11 titular dos "Eusébios" no mítico "Benfica-Porto", de Janeiro de 2014, que acabou com uma vitória de 2-0 por parte do Benfica ... só resta Gaitan que está prestes a ser vendido, e Luisão.
 
Em apenas 18 meses o Benfica já viu sair 9 titulares da equipa A (Oblak, Maxi Pereira, Garay, Siqueira, Matic, Enzo Perez, Markovic, Rodrigo, Lima) além da saída de Cardozo... e também viu sair os 4 titulares mais promissores que na altura estavam na equipa B (João Cancelo, André Gomes, Bernardo Silva, Ivan Cavaleiro), que no total já renderam 200M€.
 
O que era o 11 titular da altura e o que é agora?!?!?!?
 
Não reforces o 11 titular, Luís Filipe Vieira, com 4 ou 5 titulares ... que não precisas!
 
Pelo menos... será necessário contratar um DD, DE, MAE e PLC , todos de nível internacional.
 
... Depois não te "queixes" .... "Quem avisa amigo é"!

artigos recentes