-->
O NOVO BLOG GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Apoiar Duque em cooperação com o FCP foi:

sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Prometo que não pergunto por mais nenhum jogador...


Prometo que já não volto a perguntar pelas recuperações demoradas de jogadores que levantam baldes de gelo mas não podem treinar futebol quase 6 meses. Não quero correr o risco de acordar alguém e lidar com a coincidência de convocarem o rapaz. 

Guarda-redes: Artur e Júlio César; 
Defesas: Luisão, Maxi Pereira, Lisandro López, César, André Almeida e Benito; 
Médios: Pizzi, Enzo Pérez, Nico Gaitán, Salvio, Samaris, Talisca e Sulejmani; 
Avançados: Derley, Jara, Lima e Jonas.

Continuo sem entender algumas escolhas: Jara continua na vaga de Nelson Oliveira, mas finalmente Bebé ocupa a vaga correspondente à sua qualidade. Porém, temos um banco só com uma alternativa para as alas (que já não jogava há 6 meses) e que só joga na direita, ficando o Gonçalo Guedes (a alternativa mais forte neste momento) ou o Ola John de fora... mas por outro lado para as posições de 6 e 8 temos André Almeida e Samaris e ainda temos Enzo e Pizz (e Talisca) para a posição 8.

Ai Jesus, Jesus...

quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

O dia em que percebemos que já nada faz sentido...


Então ontem li aqui no blog uma opinião que só faltava dizer que o Benfica "não serve para o Jesus"?

Coitado do treinador do Benfica que, do alto de toda a sua altivez, afinal é vítima de um Benfica que não aguenta os melhores jogadores muitos anos e com isso os adeptos estão sempre a cobrar-lhe o que ele não pode dar, por isso deveria ter saído o ano passado e dado lugar a sangue novo.

Eu ainda tentei dizer que o "problema" do Jesus é não ter liderança que o suporte... mas não, houve logo quem me explicasse que o Jesus não carece de liderança pois, imagine-se, é o topo da pirâmide.

Quando temos um clube que é vítima do passado e uns dirigentes e profissionais que são... vitimas do clube, acho que já não me falta ver mais nada para perceber que a mentalidade dos benfiquistas mudou mais do que eu sou capaz de aguentar.

Porém, não deixam de ser curiosas as contradições: Jesus "sofre" com as flutuações no plantel, mas tirando um ano em cinco... fez sempre pontuações que em condições normais poderiam ser de topo de tabela. Mau... pelos vistos o homem tem tido ano após ano matéria prima para fazer boa figura e até tem jeito para tal.

Ora bolas, lá se vai a teoria que o homem não é penalizado pelas flutuações do plantel... Então mas se assim é, porque é que o Jesus continua a ter um factor tão crescente de cobrança pelos benfiquistas e continua a ser vencedor de maratonas (campeonatos), sem conseguir brilhar em provas curtas (jogos contra as melhores equipas)?

Precisamente pelo que tentei explicar ontem: FALTA LIDERANÇA AO FUTEBOL DO SLBENFICA!

Dei ontem aqui o exemplo de que Jesus está para o contexto de grande treinador como Matic estava para o Benfica:

Quando aqui chegou Matic já seria bom jogador, caso contrário não teria sido contratado pelo Chelsea, mesmo que não estivesse a render. Porém, nunca tinha tido um treinador com capacidade ou conhecimentos e vontade de lhe corrigir os erros, potenciando a qualidade que já tinha e transformando-o quase num jogador novo.

O que Jesus precisa é de um líder na SAD, um líder de Jorge Jesus e da sua equipa. Alguém que conheça o futebol, o Mundo do futebol e seja um gestor de pessoas, de activos. Claro que se coloca uma questão importante: Tem Jesus a humildade de ter um líder que lhe imponha as regras de acção e lhe restrinja a área de actuação ás quatro linhas do campo de treinos e de jogo?

Na falta de competência de gestão desportiva, o SLBenfica apoiou-se 100% em Jorge Jesus que passou a ser o treinador, o director desportivo, o manager... Uma liderança à inglesa que se alargou pela equipa B, colocando um treinador-dummy. Demasiado poder, para alguém com tão pouca capacidade de ser líder.

Jesus acaba assim vítima da sua própria ambição e será, aqui sim concordo com as opiniões, a única vítima em tudo isto. Se tudo correr como penso que poderá acontecer, Jesus não saiu campeão no ano passado, mas possivelmente sairá campeão este ano.

O Benfica irá buscar Rui Vitória, José Peseiro, Frank de Boer (estou só a "mandar nomes pró ar"), que passarão pelo calvário da comparação com Jorge Jesus a cada momento. Passarão pelo mesmo problema de Jesus de terem falta de liderança de topo na gestão desportiva e porventura aguentarão menos tempo saindo ao cabo de um titulo e um falhanço.

Tudo isto porque o Presidente continua a pensar que o melhor é ser ele, que não percebe patavina de futebol nem de gestão desportiva, o homem-forte do futebol. Depois, como não é capaz nem sabe, espera que o treinador resolva tudo... O Jesus resolveu muito, mas não resolve tudo e o desgaste faz com que resolva cada vez menos até ao desastre final.

Eu estou totalmente à vontade para falar sobre isto porque há mais de tres ou quatro ano que digo que o maior problema da falta de hegemonia desportiva do SLBenfica é precisamente... a falta de liderança desportiva.

No dia que o SLBenfica tiver um lider do futebol como Galliani foi no AC Milan (e ainda é, mas agora tem que se limitar a gerir o futebol de um clube que tem um presidente sem influencia e sem capacidade financeira de outros tempos), possivelmente qualquer treinador de qualidade será capaz de criar um período de hegemonia no futebol português... sim, claro, ajudará se o Presidente depois não "entregar os pontos" e andar a fazer "Santas Alianças".

Desmentir ou Demitir (parte II)

Moon Alert: O JJ tem que se aguentar.



Vamos lá conversar, Redmoon!  :)

Conforme tenho demonstrado, eu não critico o JJ só quando perde. 
Enganou-me no primeiro ano, como o fez com toda a gente, mas depois rapidamente me lembrei do JJ dos tempos antes do Benfica,, esse sim o verdadeiro. Não acho o JJ treinador com capacidade e mérito para estar no banco de treinador do Benfica. Fui claro? :)

1. - Jorge Jesus é sem dúvida um bom treinador de futebol.

2. - Jorge Jesus nunca foi nem será um dos melhores treinadores do mundo. 

3. - O Benfica, com os 4M+prémios que paga a Jorge Jesus, tem uma lista enorme de treinadores estrangeiros com provas dadas e que apenas necessitariam de um "Álvaro Magalhães" que lhes desse um acompanhamento mais específico quanto ao futebol aqui do burgo.
Nomes portugueses: tínhamos o Marco Silva que chegou a ser contactado por Vieira ou Rui Vitória embora eu não aprecie muito o seu estilo. De resto, treinadores portugueses da velha guarda não porque vêm cheios de vícios antigos que nem interessa estar agora a escalpelizar.

4. - Jorge Jesus tem um discurso completamente desadequado ao seu currículo e história como treinador de futebol e, o que critico mais, coloca-se sempre acima do próprio clube. Ele é que trouxe "isto e aquilo" ao Benfica, o Benfica antes dele não era nada...coisas do género. 
O SL Benfica tem mais de 100 anos de história e não foi certamente Jorge Jesus que trouxe ao clube o prestígio e brilho que o fez um dos maiores clubes do mundo.

5. - Jorge Jesus tem um mau registo de resultados contra grandes equipas ou em jogos de decisão final. É um facto. Ou equipas de qualidade média/superior que sejam organizadas como se tem vistos nos vários anos de Champions.

Será lógico ser só agora, no seu sexto ano de Benfica, que se vai pedir explicações ao Jorge Jesus sobre o ponto 5, Redmoon? As explicações têm sido dadas pelo próprio nos jogos. 
Más decisões, inadequação do esquema táctico ao adversário, previsibilidade das escolhas e substituições, tudo junto resultando que até um Sevilha com apenas um Rakitic conseguiu bloquear o Benfica. 

Comparar registos de segundo lugar com os melhores Benficas da história é lírico, Redmoon. Não leves a mal mas é! 
Para já, porque durante muito tempo a vitória valia 2 e não 3 pontos. 
Além disso, de que interessa fazer 100 pontos se houver uma equipa que faz 101? Assinalar efemérides relativas a segundos lugares é mais para o outro lado da Segunda Circular, meu caro!

Comparar o que fez Trap no Benfica com o que JJ faria com o plantel da altura faz todo o sentido no momento atual. Ou será que só comparações que enalteçam Jorge Jesus são aceitáveis?

Trap tem um currículo invejável que poucos no mundo conseguirão igualar. Faz algum sentido querer sequer igualar Jorge Jesus a Trap? Claro que não. 
O facto de Trap ter sido campeão nacional 10 vezes em 4 países diferentes e ter vencido 6 troféus europeus dá-lhe o benefício da dúvida não achas? :)

O investimento da era Jorge Jesus veio do endividamento, como o crescimento do passivo bancário deixa evidente. Faz as contas e perceberás que quaisquer mais valias, depois de comissões e vendas a fundos mal dão para os juros. O prório Vieira disse quanto o Benfica tem pago de juros. Por isso não tens visto o passivo descer apesar das vendas milionárias.
Vês o Benfica precisar de vender tudo o que conseguir, como o verás agora em Janeiro.

E foi só na era JJ que se fizeram bons negócios? Faz lá as contas e encontrarás mais números que te contradizem. O que aumentou foi a possibilidade de contratares mais jogadores de qualidade pois o que investes aumentou várias vezes. 
Se JJ é assim um Midas da potenciação, porque antes do Benfica nenhum dos seus clubes fez negócios de milhões? Onde andava o potenciador nessa altura? 
Então o que mudou? Foi a sua entrada no Benfica. É o Benfica e as condições que dá aos seus colaboradores que permite brilharem e não o contrário. Não foi por acaso que JJ andou a apanhar bonés tanto tempo em clubes fracos.

A vida de um treinador de futebol é mesmo isso, Redmoon. Perder jogadores e ganhar outros. Será que só o coitadinho do Jorge Jesus é que vê venderem-lhe jogadores nucleares da equipa? É o dia a dia dos treinadores. São pagos para lidarem com isso.

Nesta altura, Jorge Jesus é o treinador do Benfica e espero que acabe de cumprir o seu contrato com sucesso até ao final da temporada. E que depois siga para outro lado.

Mas enquanto estiver no Benfica, e foi a isso que me referi no meu post, ele não tem que se armar em novo-rico. Tem que ser humilde e aceitar trabalhar com TODOS os que tem ao seu dispôr. 
Fazer birrinhas porque não gosta deste ou daquele é falhar na sua missão de liderar um grupo de quase 30 pessoas. 

Como treinador, não o aprecio. Como treinador do Benfica, é nele que concentro as minhas expectativas para que esta temporada signifique mais que o bi-campeonato. 

Mas não te esqueças: os cemitérios estão cheios de gente que era insubstituível. Deixaram a sua marca mas partiram e o mundo prosseguiu. 
O Benfica continuou com sucesso depois de Coluna e Eusébio, depois de Borges Coutinho ou Maurício Vieira de Brito. 

quarta-feira, 29 de Outubro de 2014

Red Alert: Ponto da Situação

É o repetir mais uma vez de dezenas de coisas já escritas em posts anteriores. Ideias que há muito defendo, que não são mais certas nem mais erradas que as ideias de outros, mas que têm uma vantagem: não andam ao sabor dos resultados.

É muito fácil para alguns, na hora dos maus resultados (ainda que a equipa continue em primeiro lugar) vir lembrar o Redmoon e o seu fetiche pelo treinador Jorge Jesus.

Para esses, direi aquilo que sempre disse, sempre achei e continuo a achar:

1            1. Jorge Jesus é um excelente treinador de futebol:
2            2. Jorge Jesus não é o melhor treinador do mundo;
3            3. Não sei se o Benfica tem ao seu alcance treinadores melhores que Jorge Jesus, e se tem, gostaria que me elucidassem sobre quem são;
4            4. Jorge Jesus é fanfarrão e tem um discurso que por vezes me horroriza;
5            5. Jorge Jesus tem um mau registo de resultados contra as grandes equipas, mesmo as melhores do campeonato Nacional, exceção feita ao Sporting.

O ponto 5 é uma evidência que Jorge Jesus deveria explicar. Mas também é verdade que de nada serve ser um ás a jogar contra o Porto e o Braga, se depois for mediano a jogar contra os Aroucas.

O que importa, pelo menos em termos de campeonato nacional, é o registo ao longo de 30 jornadas, e nesse ponto, sem contar com o segundo ano de Jorge Jesus, o Benfica foi sempre em termos pontuais (independentemente de ter servido para ser campeão ou não) semelhante aos melhores Benficas da história. Ponto. Facto. E vai em bold que é para que desmintam.

E por isso acho de um descrédito total virem comparar o Benfica de Jorge Jesus com o de Trapatoni. E aqui não está em causa o valor de Trapatoni. Trapatoni foi um EXCELENTE treinador de futebol, com nome feito na história do futebol mundial, mas seguramente não à conta daquilo que fez no Benfica!

Mas comparar os 65 pontos de Trapatoni em 34 jornadas (102 pontos possíveis) com os 77 de Jorge Jesus em 30 jornadas (90 pontos possíveis), só é possível na cabeça de alguns lunáticos! Os 65 pontos de Trapatoni em alguns dos recentes campeonatos não chegavam para ficar em terceiro (e isto já a dar ao Trapatoni 4 jornadas extra de campeonato)!

Seria possível a Trapattoni fazer com o Benfica de hoje melhor que Jorge Jesus? Evidentemente que sim. Trapattoni tem estatuto para o ter conseguido fazer. Mas também podia não ter conseguido, e o que quero realçar aqui é o descabimento da comparação, que nunca pode dar azo a uma discussão séria.

Virem com o argumento dos investimentos milionários de Jorge Jesus é outro argumento completamente deturpado e usado sempre num contexto fabricado na medida da imagem que se quer passar. Eu gostava que alguém me explicasse de onde veio o dinheiro investido nos últimos 5 anos... LFV descobriu petróleo na Luz?!

Ignorar que JJ tem sido pedra chave na gestão do clube nos últimos 5 anos (sim, do clube, e não apenas da equipa de futebol), é próprio daqueles com campo de visão demasiado curto, incapazes sequer de ponderar um cenário alternativo demasiado provável: onde estaria o Benfica como clube (ou até mesmo LFV) nos dias de hoje, não tivesse havido a sorte deste feliz casamento entre Benfica e Jesus há 5 anos atrás? De onde tem vindo o dinheiro para os tão avultados investimentos, se não, na realidade, das vendas da própria equipa de futebol?

Onde está a lata para ignorar um facto tão claro como este: o facto de com Jorge Jesus se ter invertido uma tendência desastrosa em termos de gestão da pasta do futebol: vendas quase nulas em cada final de época, e zero dinheiro gerado para continuar a investir nas épocas seguintes? Investir para gerar receitas, uma regra básica em qualquer empresa, desde claro, que os investimentos tenham retorno, como tem, na generalidade acontecido no Benfica.

É melhor gastar 10 e gerar 2; ou gastar 30 e gerar 60?! Quem serve melhor os interesses do Benfica num todo, principalmente se juntando a isto, os resultados desportivos, ainda que longe de perfeitos, tenham melhorado a olhos vistos em relação a um passado não muito distante?!

Perdoem-me a modéstia, mas eu acho que tenho uma vantagem em relação a outros: Não tenho agendas. Vejo o bom e vejo o mau, as virtudes e os defeitos, não digo sempre que sim nem sempre que não.

Eu, que continuarei a defender que Jorge Jesus é um excelente treinador de futebol, fui dos que questionei a sua renovação do contrato o ano passado. E o Benfica ganhou tudo, ou quase, e poderão dizer, ainda bem que Jorge Jesus ficou, e ainda bem que eu me enganei!

Não retiro uma vírgula ao que escrevi há 15 meses atrás. Jorge Jesus, animicamente, iniciou a época passada de rastos, não só ele como toda a equipa, um casamento com tudo para acabar mal. O Benfica até Dezembro, com um plantel de luxo, não jogou patavina, e se não marca aqueles dois milagrosos golos nos descontos em casa com o Gil Vicente, tenho sérias dúvidas de que Jorge Jesus estaria na Luz nesta altura.

O Benfica que eu vi o ano passado até Dezembro fez-me prever o descalabro, e acho que Jorge Jesus colheu frutos importantes de um acontecimento trágico como foi a morte de Eusébio! A partir desse momento, a equipa libertou-se dos traumas evidentes, e ter acontecido em vésperas de um jogo na Luz contra o Porto foi uma feliz coincidência! O Benfica ganhou, e partir daí o Benfica foi outro, capaz de colocar em campo tudo aquilo de que era capaz.

E como já aqui escrevi dezenas de vezes, não sei se é este ano, no próximo ou no seguinte, mas Jorge Jesus vai acabar mal no Benfica. Vai acabar mal porque um treinador tem de saber sair na hora certa e Jorge Jesus falhou todos esses timings!

E nenhum treinador de futebol, por muito bom que seja, sobrevive a autênticas razias de plantel todos os anos, e gere com sucesso esse facto conciliando tudo isso  com o aumento da exigência por parte dos adeptos. Essa é uma fórmula que não resulta, nem no Benfica nem em clube nenhum!

Jorge Jesus é um excelente treinador? Para mim é e vai continuar a ser. Este Benfica vai melhorar? Estou seguro que sim. Vai ser campeão este ano? Para mim o FCP tem muito mais argumentos para o ser. Mas estamos em primeiro, e é importante não ignorar esse pequeníssimo facto, de que continuamos bem lançados para que JJ volte a ser o Rei da festa no Marquês no mês de Maio, afinal o grande objetivo da época.



PS1. Das contratações das últimas duas épocas, para mim apenas realce para dois nomes: Markovic e Talisca. É pouco, e alguém devia assumir a responsabilidade por esta realidade indiscutível.

PS2. Jorge Jesus chega sempre ao fim das épocas na “luta”, mas tem um saldo muito desfavorável nos jogos realmente importantes. Seria também importante que fosse capaz de explicar isso.




Jorge Jesus tem que acabar com a "birra".



É óbvio aos olhos de quem assista aos jogos do Benfica e analise as listas de convocados e substituições de que Jorge Jesus não conta com uma série de jogadores do plantel. Aliás, se formos ser mais exactos, contará com 14 ou 15 e os outros só se houver alguma lesão.

O que me pergunto é como é que Jorge Jesus está nesta posição de insatisfação face ao seu plantel quando foi ele que o escolheu quase a 100%? 
Nem Rui Costa nem Shéu nem mesmo Vieira. Jorge Jesus escolheu os reforços e é quem decide quem fica ou quem parte. O próprio já o afirmou diversas vezes desde Maio.

Já nem vou pelo caminho de quem ainda há semanas afirmava que o plantel não tinha perdido qualidade e que nós eramos maus benfiquistas por andar a dizer que uma equipa campeã estava a ser desmantelada.
Hoje já convém a TODOS dizerem que o plantel afinal está mais fraquinho.

Pena é esquecerem que os mais de 30M de euros gastos contradizem isso, em teoria. 
Revelam sim vários erros de casting que continuam a ter preferência face aos miúdos da formação. 
Bebé ou o Jara, só para citar dois, nem no Belém tinham lugar. Revelam erros na gestão de alguns jogadores como Samaris ou Cristante.

A questão é que se o Benfica teve capacidade para realizar o maior investimento desde a chegada de Jorge Jesus ao Benfica, o treinador não pode agora vir fazer birras e dizer que não faz substituições porque não tem soluções no banco.

Procure-as na formação
Adapte o seu esquema táctico, como hoje já se diz que pode fazer. Dê confiança aos que colocou de lado. Tenha a humildade de trabalhar com o grupo que tem e tentar fazer dele, como um todo, um grupo vencedor, sem excluídos ou preferidos. 
É que como em qualquer organização, um "chefe" que tem preferidos e que tem "ovelhas negras" só porque não gosta delas ou porque não foi ele que as colocou lá, é um mau chefe que nunca vai ter o respeito do grupo.

Ou será que Jorge Jesus vinha habituado a ter grandes craques ou plantéis recheados antes de chegar ao Benfica? 
É que antes de cá chegar, e tirando os 2 anos no Belém e o no no Braga onde encontrou mais qualidade, JJ tinha que se safar pois nunca passou de clubes medianos e com resultados também eles medianos. 

Trabalhe com o que tem e valorize isso, Jorge Jesus. Seja grato ao Benfica por tudo o que lhe tem dado e que nenhum outro clube no mundo alguma vez lhe voltará a dar, como o Jorge bem sabe.

Ponha os olhos no grande Trapp que foi campeão com aquele plantel representado no início do post.
Ou será que com aquele plantel o Jorge Jesus ía-se embora? 


terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Onde está o Wally, versão Sulejmani!


O homem que se lesionou num ombro em Maio e em Setembro ainda era dado como inapto (deve ter batido o record de tempo de recuperação). Pelo caminho já levantava baldes de água fria no "Ice Bucket Challenge"do Ola John (salvo erro), mas continuava a ser dado como inapto... Porém depois de recuperado, continua a haver vaga para quem o Jesus não considera solução e este desde Maio que não dá um pontapé numa bola.

Onde está o Miralem?

BTV avançará para a concorrência à Sporttv na UEFA?

Antes da "Santa Aliança ser conhecida, o CM dizia o seguinte:

Benfica TV está atenta aos concursos da UEFA para a venda dos direitos de transmissão dos jogos da Liga Europa e da Liga dos Campeões, que atualmente são um exclusivo da Sport TV para canais em sinal fechado.

Questionado pelo CM, fonte oficial dos encarnados adianta que a "BTV está sempre interessada em conteúdos que enriqueçam e diversifiquem a grelha dos seus canais". E, desse ponto de vista, a Liga dos Campeões e a Liga Europa são "conteúdos que cumprem esses objetivos". "Vamos analisar as oportunidades que podem surgir. Vamos estar atentos", diz a mesma fonte.

A UEFA está a negociar os direitos televisivos das duas provas para três épocas, de 2015 a 2018. A Sport TV, sabe o CM, vai apresentar propostas nas duas competições e parte na frente da corrida, até porque tem uma relação de muitos anos com o organismo.


Mas se vai existir disputa pelos jogos em sinal fechado, o mesmo se vai passar pelas partidas emitidas nos canais generalistas. 

Como o CM já revelou, a SIC quer ‘roubar’ a Liga dos Campeões à TVI e "está disposta a investir forte para isso", garante fonte do canal. Mas a TVI "tudo fará" para manter a prova. Já a Liga Europa, emitida atualmente na SIC, deverá ficar no canal que não transmitir a Liga dos Campeões. 

A RTP apenas deverá ir a jogo pelas partidas do Europeu 2016, em França. Contudo, o canal público, que detém os direitos de transmissão das partidas de qualificação da Seleção para a prova, poderá apresentar uma proposta em conjunto com a SIC e a TVI. 
in Correio da Manhã

Eu posso discordar que dêem mais poder do que se deveria para o Domingos Soares Oliveira intervir nas questões relacionadas com o futebol, contudo, no que diz respeito a gestão e inovação ele é claramente dos melhores gestores que temos no desporto nacional. Deram-lhe é espaço a mais e quando se sai de onde se domina... dá asneira.

A BenficaTV e o plano futuro, caso se confirme que vamos à luta para fazer uma proposta pelos direitos de transmissão da Liga Europa e Champions é claramente um exemplo de grande gestão e ascensão de um novo canal temático desportivo em Portugal, a BTV.

O Benfica não precisava de nenhuma "Santa Aliança" para viabilizar o futebol nacional... Aliás, ontem o Dr. Rogério Alves, adepto do Sporting, disse e muito bem que esta Santa Aliança está condenada no curto prazo e mesmo o pivot do Dia Seguinte dizia em jeito de provocação que era uma aliança que divertia um dos lados (o FCPorto) pelo embaraço que causava no outro lado (o Benfica).

Ora, o Dr. Rogério Alves referia-se ao facto de o SLBenfica e FCPorto rapidamente se separarem quando se começarem a estabelecer os nomes da Direcção da Liga e restantes orgãos, ou (porque isso já deva estar alinhado) quando se começarem a discutir os estatutos que o Duque quer rever.

Eu acrescento que tendo esta "Santa Aliança" servido para proteger o legado e futuro do Joaquim Oliveira, via o seu novo "trojen" Luis Duque, outra via de conflito será quando (e se) o SLBenfica decidir realmente concorrer a estes conteudos, algo que na minha perspectiva não dará qualquer sentido se optarmos por não avançar.

PS- Quem é o primeiro que quer vier aos comentários defender a "Santa Aliança" dizendo que o Benfica apoiará o Oliveira na centralização dos direitos e em troca o Oliveira cede os direitos da Liga Europa e da Champions? O primeiro a ter coragem de dizer esta barbaridade sem se rir ganha 1 ano grátis a escrever para o NGB.

Só é enganado novamente quem quiser. Ou gostar.






"Toda a gente sabe que há uns anos eu era um homem de confiança de Pinto da Costa..." - Luis Filipe Vieira.

Ambiente hostil em Braga?


Tomada de posse de Luis Duque
Não se preocupem que esse ambiente hostil é só para alguns. Para os que pagam bilhete e insistem em ver o clube ao vivo. Como aconteceu também em Barcelos.

Mas o que interessa que tenha sido o Salvador a tornar o Braga num reduto anti-Benfica? Nada, como a foto comprova. Como também ontem se viu na pedreira.

Os benfiquistas que se safem porque se depender de Vieira podem continuar a não poder ir ao campo de Braga em segurança. O homem não marca golos e também não é polícia.

artigos recentes