O blogue NOVO GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 25 de junho de 2016

Avatar

E quando Fernando Santos aposta nos melhores...

 ●   ●  28 comentários  ● 

...Portugal passa frente a uma grande selecção.

Parabéns!!

Avatar

Portugal - Croácia.

 ●   ●  4 comentários  ● 

 Rui Patrício; Cédric, Pepe, Fonte e Guerreiro; William, João Mário, Adrien e André Gomes; Nani e Ronaldo.

Avatar

Por falar em Sporting...

 ●   ●  23 comentários  ● 

Por falar em Sporting, a história recente de dirigentes e colaboradores do Benfica que fazem “uma perninha” em situações ligadas ao clube de Alvalade não deixam de surpreender.

É comum nesta era de Luis Filipe Vieira ter adeptos de outros clubes no Benfica. Mas a trabalharem ou fazerem negócios em ambos os lados da barricada é que é uma inovação.

Há o senhor que afirmou que o FC Porto era para ele uma religião e a quem se pode agradecer muitos craques terem sido desviados do Benfica para o FC Porto.

Há o anjo que agora vai sair que enquanto estava remunerado no Benfica também alimentava a TVI.

Tivemos ainda recentemente Luis Lemos, o da BTV e que veio para o Benfica pelas mãos de Vale e Azevedo, a trabalhar na campanha de José Couceiro como candidato à presidência do Sporting. Isto enquanto continuava a falar de “benfiquismo” na BTV.

Mas se puxarmos mais atrás, encontramos o vice-presidente do Benfica Alcino António a participar juntamente com José Veiga, como “amigos” segundo o próprio, no negócio que levou João Pinto para o Sporting, conforme ilustrado na foto. E todos sabemos como esse negócio correu bem…

É o novo-benfiquismo de hoje, que até permitiu que o actual presidente do Benfica fosse sócio do FC Porto até 2009.

O novo-benfiquismo que exige aos sócios mais de 25 anos de sócio de clube para poder ter 50 votos mas entrega os mesmos 50 votos a quem só precisa de ter UM ANO de sócio desde que seja presidente de uma Casa do Benfica.

O novo-benfiquismo que só vê virtudes no seu lado e defeitos nos outros. Como no passado era comum apontar aos adeptos do FC Porto.

Viva o novo-benfiquismo!

Avatar

O Sporting está de parabéns! Está mesmo...

 ●   ●  10 comentários  ● 
Não, não tem a ver nem com os 5 milhões que tem que pagar ao William por terem entrado diretamente na Champions, nem tem a ver com a destruição da moral e motivação do melhor avançado que têm...

... estão de parabéns porque ontem terá feito 93 anos que conquistaram o seu primeiro "Campeonato de Portugal", trata-se de uma competição que para todos os clubes portugueses é a origem da Taça de Portugal, mas para o Sporting é muito mais que isso... é a origem da Taça de Portugal, mas também do Campeonato Nacional e por isso mesmo... vale por dois. Reparem na lista de titulos publicada por aqueles meninos:


Não só consideram essa competição, como a voltam a considerar no somatório dos campeonatos conquistados. É brilhante!

Eu nem sei se lhes hei-de dar os parabéns pelos 93 anos desta conquista ou se pela aldrabice com quem brindam oficialmente os seus acéfalos adeptos. Como referem os nossos amigos do BnRB, que partilharam esta foto, possivelmente deveremos dar-lhes os parabéns por outro elementos ainda: Por serem o clube mais estúpido do mundo.

Fica ao vosso critério, mas eu acho que talvez seja mesmo melhor dar-lhes o título pela estupidez na medida em que depois desta divulgação do BnRB, os tipos lá correram para a página oficial ontem têm o palmarés de títulos e foram corrigir esta vergonha... mas nem assim o fizeram bem feito, porque para provarem a tal teoria do "Tetra do Bruno em 5 minutos", apagaram a competição "Campeonato de Portugal" e deixaram a nota que incluem esses quatro títulos no Camponato Nacional. São tão ridículos!

Aproveito então a oportunidade para lhes dar uma sugestão: Porque não optar por algo do género:

Campeonato Nacional (38): 1923 1934 1936 1938 1941 1944 1947 1948 1949 1951 1952 1953 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1980 1982 2000 2002 *inclui 4 Campeonatos de Portugal e 16 Taças de Portugal.

É que desta forma não só ficava mais coerente, porque se consideram a competição que dá origem à Taça de Portugal como um Campeonato Nacional, então também podem considerar a respetiva Taça da mesma forma... mas também passavam a atingir a brilhante marca de clube com mais Campeonatos Nacionais (38). Ficava qualquer coisa deste género que faria do nosso potencial 36 uma brincadeira de crianças:

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Avatar

"Brexit"- uma boa oportunidade para o futebol.

 ●   ●  24 comentários  ● 

Ontem à noite quando as tv’s se precipitaram com uma sondagem à boca de urna a dar a vitória ao “remain” não deixei de me lembrar de que nos últimos anos tudo o que é sondagem apelidada de “credível” erra sempre. Mesmo no Reino Unido nas últimas eleições davam a vitória à tangente aos trabalhistas e afinal os conservadores tiveram maioria absoluta. E desta vez também não fugiu à regra.

Quem compra estudos ou sondagens ainda não consegue comprar votos suficientes em papel. Por isso é que sou contra votos electrónicos. Há quem não consiga evitar “produzir” resultados e não há nada mais fácil que controlar um sistema de votação electrónico.

Achei até curioso alguém da campanha do “remain” que por volta das 2h já tinha uma listagem enorme com a garantia que as coisas estavam a correr bem. Não correu.

No que diz respeito ao futebol, ninguém pode ainda adivinhar o que vai acontecer. O processo e o tempo em que se processará o “brexit” é uma incógnita. Se até lá mais países procurarem seguir o mesmo caminho do Reino Unido como já se fala na Holanda, Suécia e outros então a incógnita será ainda maior.

Numa perspectiva simplista, penso que é uma excelente oportunidade para o futebol britânico e uma machadada enorme nos especuladores/empresários que têm canibalizado o futebol em seu proveito.

Sempre fui contra a rebaldaria que a lei “Bosman” criou no futebol europeu. Destruiu ou reduziu à insignificância países e clubes com grande história no futebol em troco de rios de dinheiro e da promoção dos clubes do costume como se fossem só eles que eram o futebol.

Se antes “escravizar” um jogador era errado, hoje o jogador não respeita contratos e sai quando lhe apetece porque senão faz birra.

O futebol britânico antes da lei “Bosman” aproveitava o seu estatuto e promovia os jogadores escoceses, galeses e irlandeses. Assim como outros promoviam jogadores das suas ex-colónias. Tudo isso terminou com a abertura das fronteiras e com a lei “Bosman”.

O “brexit” traz consigo oportunidades para o futebol europeu repensar as suas regras. Mesmo que não o façam, o futebol britânico terá a oportunidade de abrir espaço aos seus jovens jogadores em vez de importar jovens sul-americanos. É algo que os jogadores britânicos reclamavam e que o “brexit” possibilita.

Os clubes ingleses devido ao mais recente contrato de direitos televisivos continuarão abastados para se poderem reforçar. O período de transição certamente não será reduzido. Mas se há sector que sai a ganhar com o “brexit” será o futebol britânico.

Avatar

Falemos de modalidades...

 ●   ●  26 comentários  ● 

Sim, bem sei que para muitos foi uma época de falhanço, pois Volei, Futsal, Andebol e Basquete perderam as respetivas finais para os adversários, salvando-se o Hoquei entre as modalidades de pavilhão.

Mas sem me alongar muito em dissertações sobre o tema, gostava só de chamar a atenção para um detalhe: O SLBenfica consegue ser O ÚNICO CLUBE que consegue ter um investimento sustentado e competitivo em TODAS AS MODALIDADES de pavilhão, integrando desta forma os momentos de decisão em TODAS AS MODALIDADES, ou seja, o SLBenfica foi esta temporada - penso que pela primeira vez - a única equipa capaz de discutir o título em TODAS AS MODALIDADES.



No Volei forçou a negra com um clube que vive para a modalidade e tem um orçamento quase do tamanho do nosso e jogadores de grande qualidade. 

No Futsal, não houve qualquer humilhação ou queda aos pés do Sporting que tinha, indiscutivelmente a melhor equipa (e investimento) em Portugal este ano. 



No Andebol, pela primeira vez estivemos na decisão FINAL da Challenge (a Champions da modalidade) eliminando "apenas" FCPorto (7x campeão nacional) no caminho para essa competição e para a final do campeonato onde, tal como no volei, levámos à negra um clube que vive e respira para a modalidade, com mais titulos que o Benfica e com orçamento próximo do nosso.

E no Basquete, à semelhança do Futsal, apanhámos o FCPorto claramente como a melhor equipa em Portugal esta temporada e ainda assim discutimos o título até ao fim, sendo que esta é, porventura, a única modalidade onde penso que talvez comece a fazer sentido olhar para a visão estratégica de construção da equipa e, por isso, talvez Carlos Lisboa deva ser apenas diretor e não treinador.

No Hoquei, bom o que dizer destes bravos! Limparam tudo... num fim de semana de sonho, com 65.000 na Luz foram bi-campeões nacionais e venceram a Champions do Hoquei. Brilhante!

Dizer que foi uma temporada de falhanço quando um clube chega à decisão em todas as modalidades sem excepção, demonstrando ser CLARAMENTE O CLUBE MAIS ECLÉTICO DE PORTUGAL, é porventura uma tremenda injustiça.

PS- Bem sei que o povo gosta é de épocas atamancadas e com nomes nas capas de jornais todos os dias, mas lamento desiludir-vos sobre isso... parece que o plantel estará completo, salvo alguma saída que o Benfica não consiga evitar entre os jogadores fundamentais - onde não estou a incluir Salvio e Talisca. Aumenta a expectativa para saber quem são os jogadores que Rui Vitória fará questão de integrar da equipa B e, porventura, dos juniores e/ou emprestados.

Ter treinadores que não se alimentam de transferências dá jeito nestas alturas!!!
Avatar

Homenagem.

 ●   ●  4 comentários  ● 

Jornalista Joaquim Costa Martins.

Daqueles à antiga que tanta falta fazem hoje.
Um abraço à família e amigos.

Avatar

A bênção chamada Euro2016.

 ●   ●  27 comentários  ● 

O Euro2016 está a ser uma bênção para a direcção do Sport Lisboa e Benfica.

Não há quase especulação com compras de jogadores, nas vendas também não se fala de muita coisa e mesmo quanto aos falhanços das modalidades não se discute muito.

A época está quase a começar(dia 28) e até lá as coisas deverão continuar assim, calminhas.

Por isso espero que a direcção aproveite para até lá reforçar o plantel com reais mais valias, em especial quanto aos lugares de defesa esquerdo, central e meio campo.

Veremos se este ano teremos mais um episódio triste de ver Luis Filipe Vieira em digressão pelo mundo a tentar vender jogadores com a equipa já em estágio. Espero que não e que as últimas épocas tenham servido de lição.

Para já, pelo menos quanto ao estágio de pré-época não se vai obrigar o plantel a viagens enormes e desgastantes.

Quanto às modalidades, é importante perceber porque apesar do grande investimento muitas falharam nos momentos chave.

A nota menos positiva é a marcação da Eusébio Cup para uma quarta-feira. Sendo um troféu organizado pelo nosso clube, mandava o bem senso e a intenção de encher o estádio, como bem disse Alberto Miguéns, que se marcasse para um fim de semana. Mas também como no caso das AG’s, a intenção não deve ser facilitar a vida aos benfiquistas.

Bem, deixemos correr o “defeso” e logo veremos em que condições é que Rui Vitória vai arrancar os trabalhos com a equipa. Se vai ter reforços significativos ou se mais uma vez lá terá que procurar soluções nos “putos”.

Mas até lá de certeza que a maioria da blogoesfera benfiquista vai acordar se aparecer mais um “vídeo motivacional” a autocontemplar o nosso tão belo umbigo. Os “vídeos motivacionais” fartam-se de marcar golos… 

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Avatar

Mais Mercado: Guillermo Celis e Ádám Nagy no Benfica

 ●   ●  36 comentários  ● 
Depois da contratação de André Horta (20 Anos, Internacional Sub-20), que pode jogar a "8", o Benfica no mesmo dia praticamente assegurou a contratação de mais 2 médios centro:

- Guillermo Celis (23 Anos, Internacional A da Colômbia) 
- Ádám Nagy (21 Anos, Internacional A da Hungria).

Estes jovens tanto podem jogar a 6 como a 8, e representam investimentos de 2,5M€ / Cada.

O Colombiano esteve em destaque na Copa América e o Húngaro tem estado em destaque no Euro 2016.
Se nada de extraordinário acontecer, os 2 jogadores estão praticamente garantidos para a próxima época. O acordo com os clubes está fechado.

Os 2 jogadores estavam a ser negociados com o Sp. Braga, e agora foram negociados com o Benfica. Resta saber se algum dos jogadores poderá entrar nalguma troca de jogadores com o Sp. Braga.
Avatar

A Croácia não é a Hungria.

 ●   ●  27 comentários  ● 

Ao contrário do que Fernando Santos quis fazer passar, o clima no final do jogo com a Hungria não era de alegria na comitiva da selecção, em especial junto dos jogadores. Era de alívio no máximo.

Foi incompreensível para quem estava em campo a instrução de Fernando Santos de segurar o empate.As justificações dadas pelo seleccionador na sala de imprensa não só foram insuficientes como reveladoras de um treinador medroso e com limitações na forma de ver o jogo.

Mas o pior do encontro de ontem foi mesmo a forma de abordar o jogo por parte de Fernando Santos.

Depois de 2 jogos iniciais em que as escolhas de Fernando Santos falharam, só mesmo um treinador limitado é que iria insistir no mesmo. Pois FS não mudou.

É claro para todos que João Moutinho não está em forma. É evidente que Vieirinha pode ser muito esforçado mas a defender é fraco. Na minha opinião,Pepe é outro ponto fraco da defesa pois não joga concentrado no jogo.

Só por motivos extra-futebol é que se percebe que FS não escolha Cédric, Fonte e Renato ou Adrien.

A vontade de promover Moutinho, de não abrir o precedente para que Pepe perca também o seu lugar na defesa do Real Madrid e o fetiche por Vieirinha só podem explicar as escolhas.

No primeiro jogo, a entrada de Renato mudou tudo. Ontem a entrada de Renato tornou a mudar tudo. A disposição das peças, com Renato em campo, solta os criativos. A permanência de Moutinho em campo prende o jogo e até atrapalha William Carvalho pois Moutinho não sabe jogar com um trinco fixo atrás de si.

O próximo adversário de Portugal, a Croácia, é tudo menos um adversário acessível. Só o melhor Portugal será capaz de seguir em frente.

No miolo dispõem de 2 criativos de topo: Modric e Rakitic, sustentados numa equipa forte fisicamente e com jogadores competentes em todas as posições.

Um meio campo com a nulidade Moutinho será um paraíso para estes jogadores.

Daí que se Portugal quer mesmo passar a eliminatória, o onze não poderá fugir de algo assim:

Rui Patrício, Cédric, José Fonte, Ricardo Carvalho, Raphael Guerreiro, William Carvalho, Adrien, Renato Sanches, João Mário, Nani e Ronaldo.

Defesa: refrescar com mais competência como no caso de Cédric, dar a Ricardo Carvalho um parceiro concentrado e de qualidade como tem provado no campeonato inglês, devolver a titularidade a quem esteve bem nos primeiros 2 jogos como Guerreiro.

Meio campo: dar a Portugal um meio campo combativo face à criatividade alheia e ao mesmo tempo soltar João Mário para poder apoiar o ataque como tão bem o fez na segunda parte do jogo com a Hungria. William é o melhor para jogar a trinco, Adrien está fresco, tem qualidade e faz muito bem a ligação com o ataque e Renato Sanches pelo seu posicionamento e qualidade desconstrói  qualquer esquema mais rígido que encontremos do outro lado. Tanto ajuda na recuperação como se integra muito bem no jogo ofensivo do grupo.

Com este esquema tanto Nani como Ronaldo estarão soltos para poder fazer estragos em vez de estarem presos a um esquema fraco e sem resultados.

Continuo com dúvidas que, mesmo apesar do que se viu nos 3 primeiros jogos, Fernando Santos faça o que é preciso para dotar o 11 inicial com os melhores.

Estou certo de que se não mudar, domingo os jogadores estarão a aterrar em Portugal. 

P.S.: Só mesmo de gente facciosa ou culambista é que pode vir a teoria de que Renato é boicotado pelos colegas na selecção. Esta doença que é o clubismo faccioso é que devia ser irradiada do futebol.

Avatar

Os benefícios de termos um Engenheiro como treinador

 ●   ●  14 comentários  ● 
Vocês repararam como ontem se jogou com tudo controlado para evitarmos até à Final equipas como Alemanha, Espanha, França e Itália? Brilhante Sr. Eng!

Mais a sério, há gente entre os portugueses - se calhar mal habituados com a ambição dos clubes como o Benfica, mas também Sporting e FCPorto - que quer mesmo ganhar jogos, gente que quer mesmo que joguem os melhores, os que querem ganhar e os que querem entrar em campo para deixar lá a pele pela seleção.

É bem verdade que há vários jogadores que chegam ao Euro com largas dezenas de jogos nas pernas, massacrados por lesões e menores momentos de forma... mas isso só quer dizer uma coisa: se não estiverem em condições melhores que outros, simplesmente não devem jogar - e nem vou entrar em nomes para não ferir susceptibilidades.

Não sei se os mais apaixonados pela causa da seleção já perceberam, mas até à pouco tempo o Euro neste formato alargado era mau para equipas com ambição de vitória final... essa questão ganhou ainda mais expressão quando "nos calha" o grupo mais fraco da 1ª fase e que levou muitos a dizer que era mau para a competitividade do Euro e dos objetivos da seleção para quando apanhassem os "tubarões".

Curiosamente, Portugal só não está a chegar agora à Portela precisamente porque o Euro foi alargado para dar espaço e oportunidade de ascensão a equipas mais fracas que o habitual.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Avatar

Hungria - Portugal.

 ●   ●  48 comentários  ● 


Quando vi o 11 inicial, ficou claro para mim que seria mais um jogo de sofrimento. E foi.

Fernando Santos é um treinador fraco, sem ideias para além daquele seu esquemazinho do costume. É medroso porque prefere a fraqueza das suas ideias do que arriscar e apostar na mudança.

Daí que a primeira parte tenha sido o sofrimento do costume.

Rui Patrício – Fez o que podia. Defender bolas que ressaltam é quase impossível. Continua com nota alta no Euro 2016.

Vieirinha – Nem serve para defender nem para atacar. Passes ou centros de qualidade: zero. Injustificável a sua permanência no 11.

Pepe – Continua desconcentrado, inquieto e é mais um factor de desestabilização da defesa. José Fonte deve estar com uma azia enorme. Eu estaria.

Ricardo Carvalho – Continua assim como Patrício a ser um bom elemento da defesa. Não tem é parceiros à altura na equipa titular de Fernando Santos.

Eliseu – Não é por ser a selecção que vou mudar de ideias. Eliseu perdeu quase todos os duelos directos que teve com jogadores da Hungria. Sempre atrasado face à bola, ficou a anos luz das prestações de Raphael Guerreiro.

William – Claramente prejudicado pela falta de posicionamento e ajuda por parte de Moutinho, revelou algumas dificuldades quando ficava sozinho frente a 2 ou 3 hungaros. Ainda assim dá fluidez ao jogo e é claramente superior a Danilo.

Moutinho – Ora chuta para o lado, ora falha passe, ora foge da bola. Não acrescenta nada e pelo contrário rouba velocidade e espírito ofensivo à equipa.

André Gomes – Foi o pior jogo dos 3 que fez. Ainda assim é claramente um bom elemento que procura levar o jogo para a frente e com qualidade. No entanto visto que temos no ataque jogadores que em jogo corrido não defendem acaba por se prejudicar.

João Mário – Assim que ficou solto, foi o João Mário que se viu no campeonato. Distribui jogo e com bastante mobilidade. Custa tanto a Fernando Santos perceber isto?

Nani – Tem sido uma boa surpresa no Euro. Não é o fução dos últimos tempos e até parece estar a fazer um esforço para descomplicar aquilo em que costuma falhar. Merece o golo assim como merece a titularidade.

Ronaldo – Na primeira parte foi o egoísta do costume. Um exemplo de como desperdiçar talento em nome de um ego gigante. Na segunda parte foi o grande jogador que podia até ser mais vezes na selecção. Quando deixa o seu egoísmo de lado e procura servir a equipa as coisas mudam logo.

Renato Sanches – Só o burro que treina a equipa é que ainda não tinha querido perceber a diferença. Mas mais uma vez quando precisou lá lançou o puto. Mexeu com a equipa e deu aquele empurrão tão importante.

Quaresma – Entrou e mexeu. Talvez seja o ideal para que tenha mais efeito na equipa.

Danilo – Não tem a culpa de ter entrado. Só faltou tirar o Ronaldo para meter mais um trinco.

Fernando Santos é um treinador ridículo. Com o historial do jogo, manda um recado para jogar para o empate correndo o risco de levar o 4 em vez de procurar matar o jogo e indo para o lado mais difícil do torneio em que apanharia os piores!

Em vez de utilizar os jogadores em melhor forma insiste nos jogadores de Jorge Mendes até não dar mais. É um palhaço que hoje teve uma sorte enorme. Desculpem a linguagem mas não dá para aturar estes teóricos sem sal.

O terceiro lugar é uma vergonha num grupo com algumas das selecções mais fracas. Hoje Fernando Santos pode falar de “galo” mas a favor de si.

Mais um 11 inicial destes e com a Croácia será limpinho, para eles.

Avatar

Só quando a permanência está em risco...

 ●   ●  60 comentários  ● 

...é que alguma coisa mudou.

Renato em campo, João Mário a jogar solto, até Ronaldo a passar a bola aos colegas.

Mas Fernando Santos não deixa de ser um medroso, um fraco que quase sacrificou Portugal no Euro só para manter as suas ideias.

E que tal o recado para jogarem para o empate?

Ridículo.

Avatar

11 inicial. Como tem corrido bem até agora...

 ●   ●  30 comentários  ● 

... fica tudo na mesma.

Patrício, Vieirinha, Pepe, R Carvalho, Eliseu, William, João Mário, Moutinho, Gomes, Nani e Ronaldo.

Avatar

Vergonhoso é estar-se num Europeu e andarem a ver se matam o homem

 ●   ●  32 comentários  ● 
Insinuarem que o homem é gay está bem...

Anunciarem o facto dele estar à espera de um segundo filho e nada, também está bem...

Anunciarem que o namoro acabou porque Irina se recusou a comparecer à festa da mãe de Ronaldo também está certo...

Acusarem-no de assediar uma americana menor de 16 anos também está bem e é uma acusação menor...

O Ronaldo ter em tribunal vários processos contra o Correio da Manhã por difamação também não pesa nada nesta questão...

Ronaldo já ter recusado numa conferência de imprensa responder a perguntas do Correio da Manhã e ter tornado claro que não fala para esse jornal também não pesa nada...

O crime MAIOR nesta relação "atravessada" entre jogador e Correio da Manhã que já vem de trás, é afinal o microfone ter voado para o lago e do mau exemplo que isso é para as criancinhas...

Hipocrisias...

Quem não se sente não é filho de boa gente, e ao contrário do que diz a Bíblia, o bom exemplo não é levar uma chapada e dar a outra face a seguir...

Tivesse sido o Ibrahimovic, voava o microfone e voava o repórter a seguir...


Mas aí sim, já estaria aqui a malta a aplaudir o Bad Boy, porque esse sim tem-nos no sítio e com ele não fazem farinha!  
Avatar

Memória curta ou selectiva.

 ●   ●  28 comentários  ● 

"Coitado do Ronaldo! Tem sido tão maltratado pela CMTV! "

Gostava de ter lido ou ouvido as mesmas pessoas que atacam o critério do CM para defender mais este acto de criança mimada quando Ronaldo fez o abaixo ilustrado pela imagem.
O "crime" foi ter sido assobiado por muitos que até o idolatram.

Coitadinho é um exemplo.

artigos recentes