-->
O NOVO BLOG GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Samaris e Cristante são a solução para o meio-campo?

terça-feira, 23 de Setembro de 2014

A entrada violenta de Maicon e o condicionamento aos árbitros.



Num país desportivo em que a integridade dos jogadores fosse protegida, Maicon levaria pelo menos 4 ou 5 jogos. O ponto onde acerta com os pitons, com toda a intenção, era suficiente para poder causar uma lesão grave ao jogador do Boavista.

Não se trata de ser jogador do clube A ou B. Quem tem uma entrada destas não respeita os colegas de profissão e provavelmente julgará que goza da mesma impunidade a que assistimos no tempo de Bruno Alves, Fernando Couto, Aloísio ou Paulinho Santos.

Parabéns ao árbitro que teve a coragem de expulsar Maicon no Dragão. 
Provavelmente fará parte do pequeno grupo de árbitros que regularmente recorda aos dirigentes da arbitragem nacional de onde veio Fernando Gomes. É que se a maioria prefere ignorar quem estava no FC Porto no tempo do Apito Dourado, há quem tenha memória e coragem. Poucos mas existem.

Já se propagandeia em força nas redes sociais e na "opinião escrita" de que o Benfica anda a ser beneficiado e que o FC Porto está a ser prejudicado. 
O embate com o Sporting é já sexta-feira e novo falhanço do FC Porto lançará o "Espanhol de Palermo" numa crise demasiado cedo na temporada. E Jorge Mendes, Pinto da Costa, o amigo Pini e o camarada Luciano empataram demasiado dinheiro esta época para a coisa começar logo a aziar.

Não digo que seja preciso o Benfica vir já comentar publicamente esta questão. Mas deverá estar muito atento às movimentações nos bastidores, que passarão também pela Liga de Clubes e pelo nome que se segue. 

Atentos, muito atentos meus caros. O Duo-Dinâmico da Alexandre Herculano anda numa roda viva e os comentadores que estão subjugados, quer da TV quer da "opinião escrita", não se poupam a esforços para ter um nome favorável na sexta-feira em Alvalade e por condicionarem a actuação do árbitro. É que isto de ter o SL Benfica à frente e o Sporting à perna é algo a que o FC Porto não só não está habituado como não tem capacidade para enfrentar. 

segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Jorge Mendes investigado?


O jornal inglês "The Guardian" publica hoje um artigo extenso sobre Jorge Mendes e o seu envolvimento com Peter Kenyon e vários fundos de investimento, alguns deles completamente obscuros.

Aconselho a leitura integral do artigo que explica muito bem o "jogo" de influências que faz circular dinheiro por mãos de muita gente, mas que delapida os clubes. Sim, é o que eu acho.

Terá Platini uma conta na Suíça?

(Obrigado ao NunoMaf)

Mea culpas: os que fazem e os que não fazem sentido



Depois de anos a discutir-se o tema “formação”, há quem ainda não tenha percebido a génesis do problema:

As pessoas opinam, não baseadas no conhecimento que julgam ter mas precisamente no reconhecimento de que não o têm, e porque partem do principio fundamental (e óbvio) que não sabem mais do que o treinador, ou seja lá quem for que decide estas questões.

Isto é bem diferente de quem opina no campo oposto, no campo de quem julga saber sempre mais do que o treinador, que encontra sempre razões extra futebol para justificar quando as ideias dele e as do treinador se desencontram, e que depois não tem sequer um exemplo por mais pequeno que seja para dar, de um jogador que tenha de facto confirmado com outra camisola as mirabolantes teses e as qualidades que se reclamaram durante anos.

Quando Jorge Jesus decidiu ir buscar André Gomes aos B e decidiu por exemplo mandar o Luís Martins porta fora, os adeptos não estavam em condições de avaliar nenhuma das decisões. O que os adeptos fizeram foi confiar no treinador Jorge Jesus, tão simples como isto, e ao confiarem no treinador acreditaram que Luís Martins não tinha valor para estar no Benfica, aliás, como se tem confirmado.

Eu posso ter uma opinião sobre o jogador Cardozo depois de o ter visto jogar com a camisola do Benfica mais de 100 vezes. Mas como posso eu ser fundamentalista ao avaliar um jogador como Cancelo, se embora já o tenha visto jogar noutros escalões, nunca o vi jogar com regularidade numa primeira divisão?! Que base tenho eu para sugerir um erro de avaliação da parte de quem trabalha diariamente com ele e que o conhece bem melhor que eu? 

O que eu acho verdadeiramente hilariante é assumir-se agora um mea culpa, mea culpa esse que serve para dizer o quê? No fundo para dizer que sempre se esteve certo e o treinador pensava como ele! A ironia deste mea culpa é ser precisamente o oposto do mea culpa!

Mea culpa seria ter dito que se esteve errado o ano passado, quando se escreveu dezenas de vezes que a chamada de Cavaleiro aos A foi uma obrigação resultado de uma evidência à qual Jorge Jesus não mais poderia fugir, tal era a qualidade que ali estava. Um ano depois parece que já se chama a Cavaleiro um “dano colateral”, e um jogador assim-assim, e que de facto Jorge Jesus tem bem melhor!

No outro lado da barricada está o mea culpa que se exige agora aos outros, esse sim um verdadeiro mea culpa, que as pessoas assumam que erraram nos juízos que fizeram em relação a certos jogadores. Mas que juízos?! Mas alguém dúvida neste momento do valor do Gonçalo Guedes por exemplo?! O que as pessoas podem discutir aqui não é o valor, é o projeto de carreira e poder achar-se que um empréstimo para jogar mais possa ser melhor em certa altura, como o fazem dezenas de clubes!

Pois da minha parte, e pelas razões acima descritas, não há evidentemente mea culpa nenhum para assumir. Porque entendo que não há mea culpa para assumir por quem afinal sempre defendeu que o treinador estava certo quando decidiu como decidiu diversas questões.

O verdadeiro mea culpa tem é de ser feito por quem durante anos e anos opinou em relação aos Mários Ruis, aos Luis Martins, aos Davids Simões, aos Rosas, aos Moreiras, aos Oliveiras, e quem insinuou sempre razões extra futebol para a não aposta nestes jogadores.

Porque agora, e se o que foi escrito no post anterior é realmente verdade, este é um documento importante que tem forçosamente de ficar registado para memória futura.

Não mais se poderá dizer que o JJ não aposta em certo jogador só porque é português ou vindo dos escalões de formação. Terá forçosamente de se passar a dizer que não se aposta por razões físicas, técnicas, táticas ou psicológicas, em suma pelos critérios com que se avalia todo e qualquer jogador!

E ao assumir-se isso, tem também de se assumir que se esteve errado em relação ao valor vislumbrado em dezenas de outros jogadores, estrelas emergentes que nunca passaram da cepa torta.

Depois do que foi dito, o que não faz sentido nenhum é acreditar-se que o GB reconhece agora que o Jorge Jesus afinal esteve sempre certo... mas apenas em relação ao Bernardo!


Aproveitamento da Formação: E se a culpa não for do Jesus...?

Pois é, mais um braço a torcer aqui pelo GB...  Mas infelizmente não será só para mim, mas também para todos os que acham que o Jesus não aposta na formação porque não têm qualidade.

Eu sintetizaria tudo numa frase: "Um verão onde o "todo o poderoso" ditou o que deveria ser o Benfica".
Tanto quanto foi possível com quem conhece bem o esquema do "Todo Poderoso", foi ele que decidiu fazer a cabeça dos jogadores contra o que estava no plano de Jesus para esta temporada, que integrava João Cancelo e Bernardo Silva, contudo era um plano que o empresário dos jogadores entendeu que não defendia os seus interesses - tremenda estupidez! - e encontrou uma solução para a saída destes através do fundo Meriton.

Ivan Cavaleiro foi um dano colateral que Jesus, compreensivelmente, não se preocupou por não se tratar de um jogador difícil de substituir, porém útil e poderia ficar na Luz.

Já Gonçalo Guedes está desde o início da temporada identificado para ser chamado à equipa principal quando completar 18 anos - neste aspecto o SLBenfica irá defender os seus interesses pelo facto de ainda só ter 17 anos, ao contrario do que fez o Sporting com o Bruma, por exemplo.

Ou seja, o "todo poderoso" entendeu meter na cabeça dos miúdos que poderiam ganhar mais dinheiro se aceitassem sair do Benfica e que, principalmente, poderiam jogar com mais regularidade. No SLBenfica, Jesus iria ter mantê-los na "sombra" de Maxi, Enzo, Salvio e Gaitan, mas sabia que iria chegar o momento deles, até porque estes "craques" não iam durar sempre e os jovens estavam no primeiro ano no plantel principal do Benfica.

Porém, o "todo poderoso" teve uma acção fundamental e com isso levou esses três jogadores da Luz, sobrando o Gonçalo Guedes (que não lhe pertence) e que já está a trabalhar integrado com regularidade para poder estar pronto para "ir jogando" quando fizer 18 anos.

Quanto a Nelson Oliveira, o "problema" não é - como muitos advogam - a falta de trabalho ou o vedetismo. O "problema" é a concepção de jogo do jogador ser muito diferente daquela que tem o treinador. O dito "problema" já eu aqui também o referi muitas vezes que é a forma individualista de o. Nelson Oliveira ver o futebol. O Nelson só será jogador de futebol se acontecerem uma de duas coisas: 1) Se não continuar a pensar como o Ibrahimovic... Só que o Ibra é um fenómeno, ele não é; 2) Se tiver um treinador que acredite nele e o mude como Jesus mudou o DiMaria que também parecia que jogava futebol sozinho e se tornava inconsequente.

Seja como for, o Nelson Oliveira será, se nada mudar, a próxima iniciativa de afastamento de um jovem da formação do Benfica. O "todo poderoso" irá procurar levá-lo ao que tudo indica para o Zenit quanto estes tiverem uma vaga de estrangeiros.

O SLBenfica tem imensos jogadores de qualidade a despontar na formação. Nuno Santos, Renato Sanches, Romário Baldé, Guga, Kevin, João Nunes, Fábio Cardoso, Nelson Semedo, etc. Entre estes estarão seguramente jogadores que poderão integrar futuros planteis do Benfica... Desde que o "todo poderoso" não lhes meta na cabeça que não devem esperar (e ganhar menos) durante um ou dois anos, irem jogando até ao momento em que se tornam definitivos.

Portanto, a opção correcta era a opção 15... E isto vai obrigar a dois tipos de "mea culpa":

1. O meu!
Que não acreditei quando Jesus publicamente afirmou - e bem - que os jogadores saíram para irem jogar com mais regularidade do que o Benfica lhes poderia proporcionar este ano, tapados pelo Maxi, Gaitan, Enzo e Salvio. Jesus foi claro quando disse que os empresários fizeram com que eles não permanecessem na Luz.

Se o plano de Jesus seria lançar esses jogadores ao longo do ano, gradualmente e conforme fosse possível rodar a equipa, aos quais ia juntar o Guedes quando completar os 18 anos e ficar "blindado" dos interesses externos... Então o Benfica by GB tem mais é que valorizar esse plano porque era o tal plano que sempre foi pedido e defendido por mim... E que afinal era o que estava na cabeça do treinador, o tal que NÃO ESTAVA a aligeirar responsabilidades quando publicamente assumiu os motivos da saída dos jogadores.

Jesus esteve bem e foi honesto! O Benfica by GB duvidou... e mal.

2. O vosso!
Porém... Sempre que aqui defendi a integração destes jogadores no plantel (Cancelo, Ivan, Bernardo) muitos foram os que defendiam que não, porque não tinham qualidade. Muitos defenderam a saída dos jogadores, não pelos verdadeiros motivos, mas porque não tinham qualidade.

Pelos vistos estavam errados! O treinador contava com eles porque tinham qualidade, agora obviamente não poderiam era ser opção na frente dos quatro titulares, experientes de grande qualidade.

Eu fui capaz de fazer o meu "mea culpa". Veremos quem é capaz de fazer o seu...

E esta hein, como vão agora os nossos criticos da aposta na formação "descalçar esta bota" de que afinal o Jesus até concorda com muito do que aqui tem sido escrito, porém injustamente apostado ao treinador como ele não valorizando???

É Impressionante

É impressionante a quantidade de pessoas que vêm aqui dizer mal de quem escreve e não do que se escreve…
Os Bloggers são pessoas como outras quaisquer, com as suas opiniões e suas ideias e por isso escrevem em blogs. Há varias formas de defender uma opinião ou contrapor uma politica e cada um tem de a fazer da forma como melhor se sente.
Um blogger tem de tentar forçar a sua opinião para que se crie discussão (debate de ideias). O Objectivo não é ter clicks pois não entra um euro que seja na conta do NGB nem que seja para a cerveja (eu não bebo bebidas alcoólicas mas ficaria contente por esses gajos que gostam). O objectivo é que as pessoas discutam o Benfica e a sua forma de estar nas mais diversas áreas.
Hoje posso dizer que conheço pessoalmente muitos dos que aqui (e outros blogs) escrevem. Fico satisfeito porque são pessoas com alguma formação (como seres humanos, quero la saber se têm cursos ou não) e são boas pessoas. Todos adoram o Benfica e todos gostariam que o Benfica estivesse melhor. Nem todos da mesma forma, nem todos optimistas, nem todos com a mesma opinião, mas todos com a mesma paixão !

Eu não sou melhor do que ninguém nem devo impedir as pessoas de comentarem o que querem e como querem mas ofensas a quem escreve é que não. Quero la saber se são os gajos do contra ou os ditos policias do LFV. Acho que as ideias são para se discutirem com veemência mas o objectivo é dizer bem ou mal delas e não das pessoas que as escrevem.
Sou dos que são contra os anónimos porque já vamos conhecendo os nicks e, sendo anonimo, é mais fácil o insulto! Não gosto porque noto que se insultam mais entre benfiquistas do que com portistas ou sportinguistas. Esses são adversários (não inimigos), neste fórum (fora infiltrados) somos todos benfiquistas e posso dizer que os mais acérrimos críticos (escribas que conheço) são todos sócios com quotas pagas e Redpass activo. Ninguém tem razão em tudo nem é assim que se pretende que seja, até porque são vários escribas (quem não se lembra das picardias entre o RED e o GB?) mas dão-se bem porque sabem do amor que o outro nutre pelo clube.
Eu não concordo com tudo o que diz o Shadows (o nosso sombras) mas é meu amigo e sei que não é tao radical como mostra ser. O que ele gosta mesmo é de ir para as roulottes beber umas cervejas com os sócios e curtir o ambiente frenético de um dia de jogo.

Chateio-me com frequência (basicamente todos os dias J) com GB porque o gajo só vê putos (ou mostra só ver) e não! ele não quer uma equipa só de formação, pois sabe que não seriamos competitivos, mas quer um ou dois e isso todos queremos, só que insistirá até termos e não lhe podemos levar a mal, quem não quiser que não leia. Agora sei de fonte segura que os putos adoram-no e há quem o defenda dentro da estrutura…
Também vamos tendo surpresas e vamos percebendo que nem sempre a culpa é de quem pensamos, do alvo mais fácil. As vezes existem coisas no “negocio” futebol que nos ultrapassam. Nada podemos fazer, não podemos falar demais porque não sabemos o que provoca certas atitudes por parte de quem está no topo da estrutura. Por falar nisso GB, quando vais falar sobre http://geracaobenfica.blogspot.pt/2014/09/quem-acredita.html??
Conheço muitos bloggers e users e gostaria de conhecer mais pois só assim se aprende: Curiosamente não conheço o meu vizinho e o companheiro do Cabelo do Aimar, Vitto, apesar de vivermos estupidamente perto um do outro.
Um abraço a todos, sem excepção (até os anónimos que duplicam comentários para mostrar a força de uma ideia). E como se diz na minha terra.

E somos o primeiro caralho!!! (como todas as letras…)

Até o Talisca já sabe...

Nem tudo são rosas


É bom estarmos em primeiro, mas que isto não mascare os erros repetidos quer pelo treinador, quer pela equipa.

É tão evidente como preocupante a facilidade com que qualquer treinador com as ideias organizadas pode chegar frente ao Benfica e bloquear a por demais conhecida táctica de sempre. Não há lugar a inovações ou trocas de jogadores, porque a "ideia da equipa" do "mestre da táctica" será sempre suficiente para vencer qualquer jogo. ERRADO!

Um treinador desconhecido com uma equipa recém-promovida esteve a vencer e a bloquear o jogo do Benfica. Apenas o lance da expulsão(justa) desmontou a organização do Moreirense e depois Eliseu lá se refez do erro de marcação com um golo fantástico.

Já que foi algo tão invocado nos últimos dias devido a outro tema, a diferença de qualidade dos plantéis e de orçamentos entre Benfica e Moreirense exigiam outra coisa. Ou será que essa exigência só serve para justificar os banhos de bola na Champions?

Não entendo também como Samaris, que será sem dúvida um grande jogador, é colocado a titular quando demonstrou estar tão fora do esquema do resto da equipa. Com o Zenit até gostei de partes do seu jogo. Mas o que anda Jorge Jesus a fazer nos treinos para não entender isto? Assumiu ele o erro na conferência de imprensa como "assume" quando um suplente entra e faz golos? Não. Afinal tinha um "plano B" que já estava previsto.

Qual a razão de o melhor trinco do momento do Benfica, André Almeida, não ser neste momento o dono do lugar, em resultado das lesões do Fejsa e do Amorim? Um jogador que como se viu frente ao Sporting tem capacidade para o lugar? Querem que acredite que Jorge Jesus não tem algo contra os jovens jogadores portugueses?

O golo do Moreirense demonstrou o conhecimento da fragilidade desta defesa. Bastou Luisão sair um pouco da sua zona para logo aparecer um jogador sozinho, nas tais diagonais que o amigo de Jorge Jesus, André Vilas Boas, tão bem explorou na passada terça-feira.

E porque sai da convocatória o Lisandro para entrar o César? Será porque muitos pedem que o Lisandro seja aposta em vez do Jardel?

E depois Enzo e Gaitan. Dois dos melhores do plantel que andam com um semblante e uma falta de alegria enormes. É o que dá as notícias sobre eles não serem desmentidas nas alturas próprias. Ou será que não havia nada para desmentir? Seja como for, a vossa realidade é o Benfica neste momento meus caros, como dizia ontem alguém. E é essa realidade que tem que vos encher a cabeça pra que o futuro vos traga o que querem.

Para rematar, as declarações de Jorge Jesus. 
Diz que o Benfica jogou à campeão na segunda parte e que a gerir vai fazê-lo na Champions. Ou seja, estamos ainda em Setembro e já estamos a gerir a equipa.
Uma falta de ambição tremenda e uma palavra de desconfiança brutal ao plantel.
Jorge Jesus conta com 14 ou 15 jogadores. E serão esses que vai gerir. O resto até pode fazer o pino nos treinos (que ninguém pode observar) que não contam. Foi essa a mensagem passada ainda no mês de Setembro aos adeptos e ao plantel.

Perante isto, e apesar do primeiro lugar, há razões para optimismos? Não me parece. A exigência perdeu-se? Do meu lado nem pensar.
Jogo a jogo veremos o que vai surgindo.

P.S.: O Bernardo e o Miguel Rosa continuam a enviar cumprimentos a quem lhes meteu os patins.

domingo, 21 de Setembro de 2014

Ups... Chamem o Bate Borisov!

Ouvir os meus amigos tripeiros na 4a feira à noite era um regalo... Aquilo era distribuir golos pelo Benfica, pelo Sporting e ainda sobrava para eles golearem!

Aquilo eram 3 golos para o Benfica vencer o Zenit e mais um para o Sporting vencer o Maribor e ainda dava para ganharem 2-0 ao Bate Borisov...

Aquilo é gente tão generosa, que nos deram tantos golos que nem sequer guardaram nenhum para vencer a uma equipa que precisou de ajuda na secretaria para subir da II Divisão B até à I Divisão, porque não estavam sequer a conseguir.

E com isto, adivinhem quem está em primeiro na Liga e ainda só passaram 5 jornadas?


Agora reparem na curiosidade de o "aliados" andarem todos de meio da tabela para cima... Guimarães, Rio Ave, Belenenses, Braga, Arouca... todos ali em cima.

Vale a pena fazer parte do Sistema...

Paella aos quadrados... azeda.

É o que se retira das palavras do senhor Manuel Queiroz na TVI 24. A arbitragem pouco mansa incomoda os portistas? 

É já agora... como este senhor consegue estar agora a comentar o que se passou no jogo do Benfica quando ao mesmo tempo estava a comentar para a Antena 1 o Gil Vicente-Sporting?

Não é, nem nunca será, como começa...

O SLBenfica tem TODO o mérito da persistência e resistência física neste jogo. Nos dias em que somos menos felizes, os heróis fazem-se pela determinação mental e física... Hoje aqui foi assim.

Mais uma vitoria rumo ao 34!

PS- O Rukka foi quem ficou mais perto de acertar nas apostas! Disse 3-0

Nasceu mais uma vez o nosso menino...


Estreia a titular pelo Mónaco, 90 minutos completos e mais um jogo com pormenores de pura classe em cada vez que toca na bola. Velocidade, qualidade de passe e controlo, dinâmica e entrega... E claro, como é marca dele, três ou quatro apontamentos de fintas que "mataram" os defesas e médios do Guingamp.
Durante a semana eu avisei o Lucas Ocampos que ia sentar-se no banco... e sentou!

A continuar assim não se vai aguentar no Mónaco muito tempo, o topo da Europa é o destino!

artigos recentes