O NOVO BLOG GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Se Jorge Jesus sair do SL Benfica, quem escolheria?

quinta-feira, 28 de maio de 2015

A venda de Cancelo: Começou a Propaganda!

Amadeo Salvo em 21 de Agosto de 2014: «Cancelo é propriedade da Meriton e passará a ser do Valência» in Maisfutebol

«É um futebolista jovem, que vem cedido pelo Benfica, mas é propriedade da Meriton, e como Rodrigo e André Gomes no momento da compra do clube passará a ser jogador do Valência. Praticamente podemos dizer que é um jogador do Valência».


Amadeo Salvo em 28 de Maio de 2015: «Valencia só conseguiu negociar a forma de pagamento de Cancelo»  in Record (via Marca)

«A compra foi demorada porque tentámos obter outro tipo de condições. Mas no fim apenas conseguimos negociar a forma de pagamento de maneira a que não nos fosse tão prejudicial. Isto durou dois ou três meses. Foi uma decisão da administração»

Em que ficamos Amadeo Salvo? Memória curta? Mentiras? Propaganda?

Para finalizar por hoje...

O discurso de que só Jorge Jesus pode levar o Benfica aos triunfos é ridículo.

Jorge Jesus antes do Benfica, durante 20 anos de carreira, não ganhou nada. Andou por clubes secundários e não valorizou nenhum jogador em milhões de contos ou euros.

A realidade é que qualquer outro treinador com algum currículo hoje tem oportunidades lá fora para trabalhar e crescer. Jorge Jesus teve o Mónaco e pouco mais. O resto não passaram de sondagens ou pouco mais que isso. Nem o Milan, que é tão invocado como tendo oferecido uma fortuna a Jorge Jesus, nunca passou de pouco mais que uma sondagem. E quando viram o que o treinador do Benfica queria receber por mês, a coisa morreu.

As limitações de Jorge Jesus são claras. Não é uma crítica ao treinador. É uma constatação.

O Sport Lisboa e Benfica tem que continuar a evoluir. Não pode ficar refém de um treinador de 61 anos sem qualquer margem de evolução.

Vir apregoar “grandes vitórias” quando se fala em Jorge Jesus é querer fazer o mesmo que ele nas suas entrevistas de auto-contemplação: passar a mensagem de que é o melhor treinador do mundo, quando está bem longe de o ser.

Comecemos por este campeonato que agora termina.Fomos campeões e foi atingido um objectivo que não era cumprido há muito tempo: o bi-campeonato. Mas há coragem para olhar para o que realmente se passou?

A equipa andou em esquema de pré-época até perto do fim de Janeiro. Inaceitável numa equipa de topo. Mas é o normal com Jorge Jesus.

Jorge Jesus a fim de salvar a sua pele sacrificou as competições europeias. É um facto e que custou muitos milhões de euros ao clube. Como custaram milhões de euros as sucessivas eliminações precoces da Champions. Costumam fazer estas contas?  

Em Dezembro já estávamos fora de cumprir 50% dos objectivos: competições europeias e Taça de Portugal.Só com o conforto mental de não ter mais jogos dessas competições para planear e gerir é que Jorge Jesus foi capaz de ir pouco a pouco melhorando algumas exibições da equipa.
Ainda assim, as exibições fora de casa quase sempre foram fracas, com a excepção de Barcelos.

Mas o ponto mais importante passa pelo que se passou nos jogos decisivos do campeonato: os últimos. Esses é que decidiram o que aconteceu.

Quando recebeu o FC Porto, o SL Benfica demonstrou uma incapacidade brutal para matar o campeonato.Ficou à mercê de um golo à Kelvin. Foi humilhante chegar ao final da primeira parte sem praticamente 1 remate à baliza. Isto perante o FC Porto do Lopatego, um medíocre basco que se julga uma espécie de Mourinho.

Depois no jogo de Guimarães, mesmo com as oportunidades falhadas, o resultado final foi 0-0. Se dependesse do seu resultado, o Benfica não teria ido para a última jornada campeão nacional.

Esta é a realidade. Seja com o Braga, o Sporting ou o FC Porto, o SL Benfica de Jesus é isto. Tudo à rasca e sempre com inúmeras desculpas para os erros. Egos cheios de vitórias na Taça da Liga? É uma competição que deve ser sempre um complemento de uma temporada e não a justificação de uma época.

Ontem foquei o resultado do Sevilha e a “bi-Liga Europa” porque é disto que a história falará. E quando um Dnipro ou um Braga chegam à final da Liga Europa…querem mesmo comparar com a Champions?
A renovação de Jorge Jesus só fará sentido numa perspectiva de continuidade e por um custo inferior.

Um novo paradigma é necessário no Sport Lisboa e Benfica: menos investimento, menos custos e mais eficiência. E rentabilização das oportunidades sucessivas na Champions League, coisa que com Jorge Jesus está provado que é impossível.

Quem não entender isto e vier com as contas de merceeiro das “vendas”, omitindo as aquisições, os vencimentos, os custos de manutenção, os juros gigantescos pagos todos os anos e toda a restante árvore de custos deve ser bom é para jogar Monopólio.

Por mais desculpas que queiram dar...

...Traffic no centro do escândalo de corrupção que envolve a FIFA.

A mesma empresa que manda no Estoril. A empresa que manda no mais recente amigo de Pinto da Costa chamado Tiago Ribeiro.

O tal que foi porta voz dos clubes da Liga. O tal que convenientemente não viu as agressões ao presidente da AF Lisboa.
O tal que tem sido visita regular a certa marisqueira.

Serão decerto mais teorias da conspiração. É tudo gente séria.

Muito se falou no Manto... este é LINDOOOOO!


quarta-feira, 27 de maio de 2015

Quanto ganha Unay Emery?

43 anos e já com 2 Ligas Europa ganhas.

Tanto pânico por um treinador de futebol. Há milhares deles. Querem ver que só um é que serve?

E mais: os colaboradores do clube estão lá para servir o clube ou para servir os seus interesses?

Fosse um jogador que apregoasse todos os finais de temporada que ambicionava ir para outros clubes e seria enxovalhado.

Tenham noção da realidade. Quantos treinadores do Benfica puderam estar 3 temporadas seguidas no lugar sem serem campeões nos últimos 20 anos?

Quantos tiveram ano após ano melhores jogadores e investimento?

O futebol não foi inventado em 2009.

Se Jorge Jesus se moldar ao que o Benfica precisa, que fique. Se não for assim, o Benfica não pára. Desde 1904.

Jorge Jesus: A questão que se coloca não é a permanência


A questão mais relevante a ter em consideração neste processo em torno de Jorge Jesus é:

- O que leva um Presidente a "cortar ao meio" o salário de um treinador bi-campeão e que, mais que isso, venceu 3 em 6 campeonatos, uma média que já não se via desde o final da década de 80, portanto há 30 anos?

Se em conseguirem responder a esta pergunta eu talvez consiga entender melhor este processo!

MAIS: O que justifica o risco de deixar de ganhar, o que queimará totalmente o treinador que se seguir (até pode ser o Mourinho) quando ao manter este treinador, mesmo que não ganhe, haverá uma muito maior tolerância dos adeptos (e votantes nas próximas eleições)?

A política dos 225 milhões de lucro que está a arruinar o Benfica

Top 10 Transferências Últimas 6 Épocas
Eu fico a aguardar sinceramente pelo génio das contas que me vai explicar como deve de ser, como é que um clube que nos últimos 6 anos regista um saldo positivo entre compras e vendas de 160 milhões de libras (225 milhões de euros ao câmbio atual!!), (*fonte transfermarkt )pode vir dizer coisas como “o clube não vai poder continuar a investir ao nível dos últimos anos”, e a politica seguida pelo clube obriga à venda de jogadores!

Que a politica obrigue à venda de jogadores, eu entendo perfeitamente! O que eu não entendo é como é que um clube que faz 225 milhões de euros brutos de lucro em 6 anos com a sua politica de transferências, arrasa com essa politica, invocando que o clube não mais tem condições para a manter!

Ou sou eu que sou tolinho e não entendo nada disto ou então anda aí muita gente autenticamente a “empranhar” pelos ouvidos. É isso mesmo, não há outra palavra! Porque na verdade, o que eu constato é que maioria da malta vai na cantiga, e chega mesmo a acreditar na propaganda que lhes querem vender!

Anda aí muita malta a acreditar que a Direção do clube tem sabido inventar muito dinheiro para reforçar o plantel todos os anos, e que tudo isto tem sido um grande esforço e réu teu teu pardais ao ninho! Mas isso é um engano completo. Isso só seria verdade se durante estes cinco anos tivéssemos assistido à manutenção de todos ou quase todos os craques que temos, e a direção puxasse de ainda mais 25 milhões para melhorar o que de bom já tínhamos!

MAS NÃO FOI ISSO QUE ACONTECEU, e é bom que de uma vez por todas os benfiquistas se consciencializem disso. Nos últimos 6 anos em média, o Benfica gasta 30 milhões e vende 68 (!!), ou seja não investe porra nenhuma, bem pelo contrário. Encaixa sim 38 milhões de lucro brutos todos os anos que são gastos no Universo Benfica, pelo que me custa realmente a perceber, como é que a propaganda passa por nos vender a imagem que esta politica tem acarretado muitos custos ao clube e nos faz caminhar para a ruína!

A não ser claro, que a uma politica que tem funcionado excelentemente como o provam os números, tenha  sido ainda descoberto um upgrade perfeito:

No Benfica descobriu-se a fórmula de nos próximos 6 anos se conseguir, não 225 milhões de lucro mas 325 (!!), e pasme-se, sem investimentos de vulto. Os 325 milhões vão ser conseguidos só com as pérolas que vêm da formação e com os Hassans que vêm quase de borla do Rio Ave!

Pelos vistos, a ideia que nos querem vender é que comprar por 10 e vender por 30 é errado e uma politica que o clube não mais pode suportar. O futuro é pois vender por 30 aqueles que criámos desde pequeninos. Se assim for, encantado da vida. O problema é que eu não acredito que isso seja possível!

Feito o desabafo, se me disserem que não mais o clube pode suportar a massa salarial que tem neste momento, aí até vou concordar. Mas isso não tem nada a ver com política de transferências que tem vindo a ser seguida, nem com os dois ou três jogadores que se compram por bom dinheiro todos os anos e que saem pelo triplo dois anos depois.

Isso tem a ver sim com os outros 20 que se contratam todos os anos, que custam muitíssimo dinheiro em ordenados e nunca entram nas contas da equipa. Para esse sim, é que as camadas jovens do clube deveriam ser a alternativa, e aí sim, muitíssimo mais barata.

Porque isto do campeonato dos euros é tudo muito bonito. Até eu, embriagado pela máquina propagandista, dou por mim a ficar triste com a  notícia da lesão do Sálvio, porque coitados de nós, já não vai ser vendido!

Mas espera lá! Eu devia era estar feliz! Eu devia estar feliz porque o Sálvio vai ficar e eu vibro é com os bons jogadores e não com o campeonato dos euros! Mas não. Até eu por vezes vou no engodo, como se isto do campeonato dos euros seja uma competição a ganhar tal como é o campeonato nacional!

Claro que tudo isto é especulativo, e cá estaremos para ver nos próximos meses que politica vai de facto ser seguida. Mas dou por mim a verificar que anda aí muita gente a acreditar que o Benfica pode vender as duas últimas pérolas que lhe restam, pode prescindir do treinador do BI para poupar um milhão de euros (!!), e basta virem 2 ou 3 do Rio Ave e 4 ou 5 das camadas jovens, para que no Benfica tudo se mantenha como está e continuemos a somar taças para o museu.

Pois a esses, desculpem desiludir e o facto de eu poder estar a ser o mensageiro da desgraça, mas é que se for esse o caso, nada se vai manter como dantes. Se Jorge Jesus sair como acho que vai sair (e já que anda por aqui tanta gente a tentar adivinhar, também eu vou adivinhar que no próximo fim de semana Jorge Jesus irá ser anunciado como treinador do Real Madrid), o próximo treinador não pode entrar num contexto tão fragilizado como esse.

O próximo treinador do Benfica, e para mais se for um técnico barato, sem projeção nem força mediática, vai herdar uma perigosíssima herança. As comparações com Jorge Jesus serão inevitáveis, e esse é um contexto, em que mais do que nunca, o novo treinador precisará de um Benfica forte e que lhe dê os meios para vencer a dificílima batalha que terá pela frente!

Em jeito de conclusão, e repetindo aqui que este é um exercício meramente especulativo e aqui estaremos para verificar o que de facto o futuro nos traz, como já aqui disse várias vezes, tudo isto é muito bonito no papel e o ah e tal e vamos emagrecer os custos e cortar salários a quem desempenha as suas funções acima das melhores expectativas, mas...

...E se o Porto não tiver de emagrecer?! E se o Porto continuar a investir?!

Será que a malta acredita realmente que com menos meios do que a concorrência vamos continuar a ganhar e que milagres como o deste ano acontecem vários anos seguidos?

Qual é pois a prioridade do Benfica? Emagrecer os custos ou ser competitivo? O que me diz a minha consciência é que tem sempre de ser a segunda. Emagrecer os custos terá o aplauso dos benfiquistas desde, claro, que o Benfica  continue a ganhar. Sem vitórias nada feito!

No dia em que os Benfiquistas perceberem que se afinal o Porto não precisa de emagrecer (ou que pelo menos foi capaz de emagrecer em aspetos que não afetam a competitividade da equipa), ou no dia em que perceberem que o Porto em Dezembro já vai com 7 pontos de avanço na Liga, eu sei o que irá acontecer!

Os Benfiquistas irão questionar como é que o clube que mais fatura em Portugal tem de emagrecer e os outros não têm, porque é que o que fatura mais joga na Liga Europa e o que fatura menos joga na Liga dos Campeões, e que raio de coisa era aquela de se vir invocar que uma politica de transferências que em 6 anos dá 225 milhões de euros de lucro bruto não mais pode ser seguida porque nos fazia caminhar para a ruína!

Eu assumo a minha incredulidade por uma afirmação tão estapafúrdia, mas tenho a certeza que há alguém neste blogue que me vai explicar tudo muito direitinho.



O ajuste fundamental.

As palavras de DSO, como o Benfica by GB destacou no post anterior, não deixam margem para dúvidas.
O futuro do Benfica passa por fazer mais...com menos. É um caminho a que os clubes portugueses não podem escapar.

Daí que o sinal que será dado pelos valores de uma eventual renovação do contrato de Jorge Jesus seja fundamental.

Como escrevi ontem, defendo que se possa renovar o contrato a Jorge Jesus desde que o seu vencimento seja reduzido e que os prémios de vitória no campeonato sejam indexados à performance nas competições europeias.

É fácil mandar números ao ar com os valores das vendas dos últimos anos. Mas e que dizer dos custos com aquisições e salários?
Têm contabilizado os milhões que o Benfica perdeu durante estes anos que não se qualificou para os oitavos de final da Champions?

O que espera um patrocinador como a Emirates? Visibilidade. É o campeonato nacional que a dá? Claro que não. São as competições europeias. Em especial a Champions.

É desnecessário o discurso dos coitadinhos de que não podemos competir com outros clubes mais ricos. A história dos clubes portugueses sempre foi a inferioridade de meios mas qualidade, humildade e crença superiores.

Quem estiver disposto a trabalhar com o que o Benfica pode dar, será o próximo treinador.

terça-feira, 26 de maio de 2015

DSO: O que quer dizer "Investimento menor" e "apostar nos jovens"

Fez algum furor hoje a afirmação de Domingos Soares Oliveira sobre o investimento no plantel na próxima época: "Temos uma formação que nos permite apostar nos jovens, o que permite investir menos em ativos."

E sobre a velha conversa de que o Benfica precisa ou não de vender jogadores ao que parece DSO teve uma saida à Sporting tipo "pro ano é que é": "No modelo que temos hoje sim. Este modelo implicou até agora um grande investimento, a ultima década foi a de maior investimento por parte do Benfica. Daqui para a frente, teremos um modelo diferente".

Ora, a leitura daqui decorrente é clara e o futuro treinador terá que atacar as competições com o seguinte modelo:

1) dominar o mercado nacional de jogadores,
2) apostar em parcerias futuras para trazer jogadores de potencial (os nomes de Zivkovic e Jovic são os mais falados)
3) integração de e potenciação de jovens da formação do SLBenfica

No primeiro ponto está à vista da todos; Dálcio, Marçal, Ederson, Hassan e Diego Lopes são nomes que se destacaram no campeonato nacional e que, mesmo que não venham a jogar pelo SLBenfica, estarão "sob controlo".

No segundo vector desenganem-se os que pensam que o SLBenfica vai pagar 20, 30 ou 40M por estes jogadores. O objectivo destas contratações será chegarem como "ponte" de adaptação para clubes de maior dimensão à semelhança do que aconteceu com Ramires e Markovic. O Benfica investirá pouco, mas obviamente que terá direito a apenas uma parte da receita da futura venda. Fair enough!

Por fim na formação o SLBenfica tem a próxima época com valores seguros para integrar no plantel como "reserva" dos titulares, como são os casos de Teixeira, Guedes, Lindelof, Semedo e Nuno Santos - mais que isto parece-me excessivo e "apenas para a fotografia", mas a boa notícia é que para a época seguinte já vemos despontar João Carvalho, o astro Renato Sanches, Gonçalo Rodrigues, João Nunes... enfim. O SLBenfica pode efectivamente considerar que o "viveiro" tem qualidade para (com moderação) ser um fornecedor de qualidade todos os anos.


De resto, temos um plantel de base sólida com Julio Cesar, Luisão, Maxi, Jardel, Eliseu, Samaris, Salvio, Pizzi e Jonas, aos quais temos que juntar Fejsa, André Almeida, Talisca e Amorim, mas também jogadores de qualidade que ainda "não apareceram" como Cristante, Mukthar e Jonathan. 

É esta base sólida que vai fazer permitir que este modelo resulte.


Duvido que as receitas desta temporada vão além de Gaitan e, eventualmente, Lima (noutra dimensão financeira), porém Artur, Ola John, Benito, Sulejmani, César, Lisandro, Derley confirmando-se a saída serão também um alívio financeiro.

Porém, esta "mudança de modelo" creio que irá afectar também o treinador, pelo que confio pouco na viabilidade de estar a implementar um modelo destes e manter 4M€/ano brutos ao treinador. Não está aqui em causa se eu concordo ou não que não se renove pelo mesmo valor, o que está em causa é que duvido que neste contexto de modelo de gestão isso aconteça.

Porém isso não quer dizer necessariamente a saída de Jesus. Quais serão as opções?

....

....

....

Pois, essas mesmas... não há! O Jesus vai para onde? Para o Sporting ganhar 4M€ pagos pelo accionista de referência, mas depois sem matéria prima para ganhar e sem um presidente com miolos com quem vai passar o tempo a embirrar? Pois..:

Vai para o FCPorto? Sim, até porque eles estão cheios de dinheiro para lhe pagar 4M€ e ainda a rescisão do Flopetegui, deve ser dinheiro dos titulos que ganharam nos últimos dois anos...

Além disso estas duas soluções têm um tremendo risco (mesmo asssumindo que lhe pagariam os 4M€); O de ter que enfrentar o repúdio dos benfiquistas, sim todo os que aqui desejam a sua continuidade e o passariam a odiar como odiaram João Vieira Pinto. E ainda o risco maior de... não ganhar.

É que aqui no SLBenfica pelo menos sabe que, mesmo com menos no bolso, pode ir buscar mais em prémios porque tem matéria prima (se calhar não a que ele pede) para lutar por títulos e tem uma estrutura sólida.

No estrangeiro sobra o quê? Espanha? Quem? O Getafe, não? E em Inglaterra? o Man Utd? Com o feitio dele e sem dizer uma palavra de castelhano e inglês, "faziam-lhe a folha" em num piscar de olhos... Nem Mourinho resistiu.


Dito isto, estou optimista para o trabalho que nos está a ser preparado para a próxima temporada, penso que é notório o elevado conhecimento e experiência que a estrutura do SLBenfica tem e está em claro crescimento, anulando por completo aquilo que em tempos se identificava como diferença para a "super estrutura" do FCPorto.

Se eu tivesse que apostar diria que virão aí duas ou três contratações de grande potencial, serão integrados cerca de quatro jogadores da formação e talvez um ou dois oriundo do mercado nacional... e que Jorge Jesus acabará por aceitar ficar no SLBenfica com novas condições.

Proposta de renovação a Jesus "com as mesmas condições" (Luís Filipe Vieira)

A comunicação social portuguesa anda com falta de memória. Como tal importa lembrar uma declaração de Luís Filipe Vieira, à Benfica TV, em Agosto de 2014.



 
Ver o vídeo a partir do minuto 2 e 52 segundos


"(Sobre a Renovação de contrato) Neste momento, a  opção é dele. Nós dissemos claramente qual era a nossa vontade. Ele (Jorge Jesus) é que sabe... com as mesmas condições", avisou Vieira, em entrevista à Benfica TV. (14 de Agosto de 2014)
Fonte: Rádio Renascença


Mas na entrevista à Benfica TV ainda adiantou mais:

"Pergunta da Benfica TV: O que tem a dizer quando tantas vezes se fala do ordenado de Jorge Jesus?"
Resposta de Luís Filipe Vieira: "Para quem trabalha como ele trabalha, e foi um contrato que o Benfica fez com ele, foi de livre vontade que fizemos esse contrato, respeitamos e estamos satisfeitos com o trabalho dele, e acho que qualquer Benfiquista está satisfeito com o trabalho dele", avisou Vieira, em entrevista à Benfica TV. (14 de Agosto de 2014)
 

 
Como o Presidente do Sport Lisboa e Benfica não é mentiroso nem aldrabão, irá manter a proposta de renovação a Jorge Jesus, mantendo o salário actual do Treinador "Bi-Campeão Nacional".
 
 

Oficial BTV: Taça do Rei e Supertaça Espanha

A BTV vai transmitir a final deste ano da Taça do Rei e a Supertaça de Espanha no início da próxima época.

Chuuuupa Oliveira!!!

artigos recentes