-->
O NOVO BLOG GERAÇÃO BENFICA é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.

Translate

Eleições da Liga de Clubes. Votaria em:

quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Qual destes vai ser o próximo treinador do Glorioso?

A esta hora Manchester está em pé de guerra e Van Gaal com a cabeça na guilhotina. Depois de 200 milhões de libras gastas, a equipa do United encontra-se à sexta jornada já a oito pontos do primeiro, com apenas duas vitórias.

Do outro lado de Manchester, Pellegrini, o campeão do ano passado, é insultado nos cafés e nos blogues “Blues”. O clube que mais gasta no mundo, vai já a 5 do Chelsea, e com um ponto somado na Liga dos Campeões em dois jogos disputados, a juntar ao quarto lugar na fase de grupos na Champions do ano passado!

Em Liverpool, Brendan Rogers, teve a casa incendiada por uma das claques dos Red Devils. Depois de quase 150 milhões de libras investidas, o Liverpool vai em décimo quarto lugar a 9 pontos do primeiro. Na champions, aí estão eles, regressados a casa depois de uma humilhante derrota em Basileia.

Em Paris, Laurent Blanc do clube multi milionário PSG, ameaça ser atirado da Torre Eiffel esta semana, 8 jornadas na Liga Francesa e já consegue ir destacado em quarto lugar a 5 pontos do Marselha!

Em Madrid, Ancelloti tem a vida negra também, oito jornadas disputadas e um brilhante quarto lugar a quatro pontos do primeiro. E na champions, foram precisos dois penalties inventados, para que o Real saísse de Ludogoretz com uma suadíssima e injusta vitória, com mão dos homens do apito.

Em Londres, os adeptos do Arsenal fazem uma coleta para construir uma estátua em ouro a Arsene Wenger, para celebrar a catrefada de títulos conquistados, uma Taça de Inglaterra nos últimos dez anos!

A esta hora, alguns já espumam da boca, lá vem o Redmoon com comparações ridículas, que servem apenas para desculpar o indesculpável! ENGANO! Não faço este tipo de comparações para desculpar seja o que for.

Odeio aqueles que, se amanhã o Benfica perder por 5-0 contra alguém, virão, com o Ah e tal, vê lá tu que até o Manchester United, depois de gastar 200 milhões em reforços, encaixou 5 golos do Leicester!

Não! Quando usamos este tipo de comparações, só faz sentido se nos comparamos também pelo lado bom! Dizer algo como, sim, apanhámos 5 como o Manchester, mas também ganhámos tanto como o Manchester nos últimos 5 anos, isso sim faz sentido! Comparar apenas os lados maus, é desvirtuar a realidade.

Mas então se é assim, para quê vires agora com esses exemplos Lua Vermelha?! Para relativizar as questões, apenas isso!

Porque a não ser que os treinadores desses clubes acima não sejam já a casta dos treinadores a nível mundial, a não ser que já não sejam eles aqueles que mais gastam a nível mundial, a não ser que não sejam já eles aqueles que treinam os melhores jogadores do planeta, há algo de muito errado neste inconsciente (e fácil) apontar de dedo aos treinadores, sempre que tem de se justificar um mau resultado!

Pelos argumentos com que alguns apontam o dedo a Jorge Jesus, porque o Benfica perdeu na Alemanha, contra um clube com o qual até saiu vencedor nos últimos dois embates, não há, na realidade, treinador que sirva, nem para o Benfica, nem para nenhum clube no mundo!

Das duas uma: ou são os adeptos dos outros clubes que são inteligentes e que reconhecem que o treinador é apenas uma peça na engrenagem e não o responsável por tudo o que de bom ou mau acontece nos seus clubes; ou então é aqui, em Portugal que estão os inteligentes: quando o clube do seu coração perde, a culpa é óbvia e não pode morrer solteira, é desancar no treinador e despedi-lo!

E substitui-lo por quem? Bem, se calhar por um Brendan Rogers, este sim, promete mas, espera lá... Como é que este serve se também perde com o Basileia?! Se calhar o melhor é ir buscar o Paulo Sousa ao Basileia que bateu o Brendan Rogers! O traidor sim, mostrou como se povoa um meio campo, e como se anula um Markovic!

Isto para dizer o quê?! Acusar o treinador é sempre o caminho mais fácil! Ai dos dirigentes se em momentos como este, depois de derrotas pesadas e humilhantes, analisassem os contornos dos problemas pela cabeça de certos adeptos.

O Benfica perdeu por diversas razões! Não foi apenas por Jorge Jesus! E isto não é desculpar Jorge Jesus, é atribuir-lhe a ele apenas a parte da responsabilidade que lhe cabe.

Temos obrigação de fazer mais na Liga dos Campeões? Evidentemente que sim! Estou confiante? Sinceramente não! Nunca estive!

Porque os sinais não foram dados ontem. Os sinais vêm de trás! Vêm da oferta do Garay aos russos, vêm na não aposta num guarda redes de qualidade a tempo e horas, vem da venda de Rodrigo, vem da perda do Markovic, vem daqueles que nunca puderam com Cardozo e agora desesperam pelos seus golos.

Vêm daqueles que viram Fejsa e Rúben Amorim lesionar-se, daqueles que obrigaram Enzo a ficar contrariado, daqueles outros que ao verem a debandada da pré-época também ambicionaram sair e ficaram!

Os sinais vêm dos reforços no último dia de mercado, que chegam a jogos desta importância em regime de pré-época e sem quaisquer rotinas de jogo.

E vêm, também, de um treinador que assume que a prioridade, em função disto tudo, é o campeonato porque tem consciência que se o Benfica quiser muito desta época arrisca-se a não ganhar nada.

Ontem não era jogo para Cristante?! Se calhar não era! Mas se não houve pré-época, lança-se o miúdo quando? Na Liga portuguesa, o objetivo prioritário, aquele que não podemos de facto perder?!


Estou pois aqui a desculpabilizar mais uma vez a responsabilidade de Jorge Jesus? De maneira nenhuma! O que acho é que resumir a hecatombe a Jorge Jesus, é uma forma muito caricata de olhar o problema.

A ambição desapareceu?


O jogo de ontem não precisa de grandes descrições. A exibição do Benfica foi má demais. O resultado, para o que o Benfica fez em campo, até será lisonjeiro, infelizmente. 

Quando fiz o post de lançamento do jogo ontem, deixei de forma clara as minhas preocupações face à performance defensiva da equipa. Também as opções de Jorge Jesus e a sua dificuldade em enfrentar adversários organizados e preparados foram alvo da minha preocupação.

Alguns dos comentários a essa minha antecipação do jogo não foram nada que não esperasse. Mas a realidade, infelizmente para todos os que gostam do Benfica como eu, deu-me razão.

O Bayer foi mais uma equipa a perceber que Jorge Jesus não muda as suas ideias, não importa com quem jogue. Não tem qualquer poder de adaptação e não entende o que todos andamos a ver desde o fim da primeira temporada. Basta povoar o meio campo para abafar os dois elementos fixos com que JJ joga. Colocar 3 ou 4 elementos no miolo sufoca qualquer jogo atacante do Benfica.
Uma coisa é jogar assim na Luz, outra é jogar assim fora de casa e numa Champions.

Daí não ter sido surpreendente que o Benfica tenha rematado praticamente apenas quando marcou o golo. 

Mas também as opções iniciais de JJ revelaram a sua falta de dimensão e visão de jogo para a "Liga dos Crescidos".

Talisca, que em vez de ser protegido neste jogos para os quais não tem ainda qualquer maturidade para enfrentar, foi um jogador a menos.
Colocar Cristante, que não é um 6, a jogar ontem em vez de apostar no jogador que melhor desempenhou o papel de 6 esta temporada, o André Almeida, foi ridículo. 
É assim que se queimam jogadores.

A ausência de um trinco na equipa foi um dos problemas para lidar com a organização do Bayer. 

Outra foi a insistência em jogos desta exigência em Jardel ou Eliseu. 
Especialmente o defesa adaptado estava sempre ou deslocado para o meio deixando o seu lado desprotegido ou estava adiantado não recuperando e deixando um corredor para os adversários. O primeiro golo do Bayer é o reflexo de uma equipa sem reacção. O Júlio César podia ter feito melhor? Se calhar tentando encaixar a bola contra o peito mas a mesma vem enrolada e não é fácil segurar um lance assim. Como é que o jogador do Bayer aparece primeiro que qualquer defesa?

É um mistério porque Lisandro não tem oportunidades quando deixou a imagem que deixou na temporada passada tendo sido até escolhido para a lista do 30 na Argentina, e porque quem fez uma tão boa pré-temporada como Benito continua sem jogar. Porquê?

Hoje de manhã tive oportunidade de ver a flash interview do treinador do Benfica à SPTV. As suas palavras deixaram bem explícito que o treinador não só não tem qualquer ambição de lutar pela qualificação na Champions, como disse com todas as letras que prefere lutar na Liga Europa pela final que pela ida aos quartos de final da Champions.

Os senhores da Emirates devem ter gostado muito de ouvir estas declarações. Pobre Benfica em que é o treinador que define as prioridades e objectivos.

Enquanto o Benfica fazia aquela pobre exibição, um Mónaco que desinvestiu drasticamente foi ao Zenit ganhar um ponto. Afinal o papão só o é contra o Benfica?

A conversa de que o bi-campeonato é que é só revela que a ambição está a desaparecer da mente de alguns adeptos.
Felizmente em 1994 o Benfica não se atemorizou quando foi ao mesmo Bayer fazer um dos melhores jogos que já vi frente a uns alemães nessa altura bem fortes.

Como não vi o Benfica atemorizar-se com a diferença de orçamentos quando defrontou o Milan de Van Basten, Gullit ou Rijkaard. 

A principal diferença está sim na mentalidade do treinador, demasiado pequena para as ambições do Benfica. 

Quando olham para Jorge Jesus e para os jogadores o que observam? A vossa família, os vossos amigos ou os vossos filhos a quem têm de desculpar tudo porque são o que são? 

Ou será que observam profissionais muito bem pagos que falham demasiadas vezes para aquilo que auferem? Onde andam a exigência e a responsabilidade?
Onde anda agora aquela ilusão do 5º lugar no Ranking da UEFA? Quem é que andava a enganar quem?

Sabem o que mais odeio? Ver o Benfica perder. Lamento que para alguns benfiquistas seja mais importante encontrar desculpas que razões para o insucesso.

Nota: Invocar o árbitro para justificar o jogo de ontem é ser como ele o foi ontem em alguns lances: desonesto. 




quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Bayer 3 - Benfica 1


O que acharam do jogo?

Pura classe...

Aconteceu há pouco, na Alemanha, e tem um nome: Renato Sanches...

Talvez seja injusto para o Baldé, para o Kevin e para o João Carvalho, mas o Renato brilhou muito muito alto!

Uma noite europeia "à Benfica"!!



É o que todos queremos esta noite com o Bayer. 

A campanha 2014/2015 na Champions não podia ter começado pior, e portanto o resultado deste jogo é vital para as aspirações legítimas de prosseguirmos para os Oitavos de Final.

As minhas reservas quanto ao futebol praticado pelo Benfica continuam, em especial quanto à organização defensiva e à dificuldade habitual de Jorge Jesus em preparar a equipa contra adversários mais organizados. 

O jogo com o Estoril foi mais um exemplo.

Por isso, e a não ser que hajam surpresas de última hora, nem Lisandro entrará na equipa, nem André Almeida assumirá o lugar 6 ou sequer Lima passará a ter ao lado uma espécie de Rodrigo.

Mesmo assim, acredito que o Benfica vai entrar para ganhar e que os erros dos últimos jogos foram analisados e resolvidos. 

Quer financeiramente, quer para o prestígio do Benfica vencer em Leverkusen é vital. 

Certamente que iremos reviver o mesmo que em 1994 quando o antigo estádio dos alemães parecia um Estádio da Luz. Os emigrantes e todos os que viajam de Portugal irão puxar pelo Glorioso.

Queremos uma noite europeia...à Benfica! É pedir muito?


terça-feira, 30 de Setembro de 2014

FCPorto reclama uma torre nos seus jogos!


O FLOPetegui já manifestou ao Papa a dificuldade de ver os jogos do banco. Ele em Espanha via os jogos "dos crescidos" na bancada, nos treinos vê os jogos de cima de uma torre... Depois chega aos jogos e obrigam o homem a ver os jogos junto à relva e ele nem sabe onde põe o Jackson e depois quando se consegue contar os 11 em campo e vê que ele não está, o jogo já vai quase no fim e quase que perde os jogos.

A UEFA está a boicotar o FLOPetegui! Venha a torre para o meio dos campos onde jogar o FCPorto...

O FIM dos Fundos em 2017/18! E agora!?


Ao que tudo indica a FIFA poderá anunciar brevemente um periodo de transição para o fim da titularidade de passes ou partes de passes de jogadores por fundos de investimento, alinhando-se com o que já acontece em Inglaterra, França e Polónia. Ao que tudo indica esse período será de 3 anos e poderá iniciar-se já na próxima temporada.

Vejamos quem mais perde:
(informação retirada dos ultimos R&C)

FCPorto: A 31 de Março de 2014, o clube do Norte só tem 100% dos passes de Jackson, Danilo, Alex Sandro, Quiñones e Maicon.

SportingCP: Em Junho de 2014, o Sporting só tem 100% dos passes de Montero, Heldon, Slimani, Tanaka, Oriol, Cissé e Shikabala.

SLBenfica: Tem 100% dos passes de Airton, Luisão, André Almeida, Salvio, Enzo Perez, Djuricic, Gaitan, Rojas, Lima, Lisandro, Fejsa, Maxi, Sulejmani, Amorim, Rui Victoria, Julio Cesar, Bruno Varela, Eliseu, Benito, Cesar, Samaris, Cristante, Talisca, Bebé, Derley e Jonas.

Parece-me, salvo alguma incorrecção de grande proporção, o SLBenfica é claramente o clube mais bem preparado para responder a dois desígnios da UEFA e da FIFA, respectivamente:

- Fair Play Financeiro - várias épocas consecutivas com resultados favoráveis, ao contrário dos rivais.

- Fim dos Fundos de Investimento - Os principais jogadores do plantel e a grande maioria do mesmo, são detidos já a 100% pelo Clube.

Em matéria de gestão desportiva esta Direcção pode até ter defeitos e carências que são incompreensíveis de ainda se verificarem ao cabo de tantos anos de trabalho, contudo, ao nível da gestão empresarial e preparação antecipada para lidar com os principais desafios de gestão empresarial, parece-me obrigatória a vénia à boa gestão de Domingos Soares Oliveira, que creio ser o principal pilar desta vertente do SLBenfica, mas em geral a toda a Adminstração liderada por Luis Filipe Vieira.

Nos próximos três anos, a confirmar-se o prazo que tem sido notícia, o Sporting e o FCPorto terão um desafio gigantesco, pois têm que recuperar das contas negativas para cumprir o fair play financeiro e ainda terão que "montar" um plantel que não seja detido por quem tem escondido as gestões danosas e o enriquecimento ilícito de muitos dirigentes.

Vem aí, quer queiram, quer não, uma forte aposta Mundial na formação. "Não há volta a dar" como disse há uns meses Luis Filipe Vieira...

Preocupação por Julio César...

O brasileiro não está, nem esteve nos últimos anos "pós-Mourinho" no Inter, nas minhas preferências como um guarda-redes que fizesse a diferença na baliza do Benfica.

Quando foi contratado, passou obviamente a ser "o meu" guarda redes, ainda que penso que numa situação dessas a "recuperação" de Artur Moraes talvez tivesse melhores resultados. Seja como for, veio e não vale agora a pena estar a olhar para o que não aconteceu.

No entanto, há uma preocupação que tinha e que se tem verificado: o impacto de tanto tempo sem competição regular (sim porque foi ao Mundial "apenas" por embirração do Scolari) e além disso, o impacto de tanto tempo (basicamente pouco depois de sair do Inter) em que tem estado sem competição de alto nível - andou proscrito no QPR e perdido no Canadá.

Infelizmente, sendo dos guarda-redes mais bem pagos que o Benfica tem, se calhar desde sempre, preocupa-me que já esteja na 2ª lesao em tão pouco tempo, e sempre lesões que mais parecem "mazelas" de trabalho - traumatismos ou problemas musculares.

Dado que a escolha foi esta e mais nenhuma, oxalá que tudo isto se ultrapasse depressa porque o jogador tem 35 anos e ou rende já e justifica o elevado salário e todo o seu contexto de passado... Ou arrisca-se a ter vindo passar férias bem pagas.

segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

O clube da mentira e da corrupção fez anos. .


Campa do verdadeiro fundador do FC Porto
Atribuída Utilidade Pública em 1928.
Lá está a data de fundação!
Revista "Dragões" nº 10 / Setembro de 1986. Direcção do FCP vista campa de Monteiro da Costa 
Papel timbrado do FCP, assinado por Pinto da Costa, com data de fundação do FCP.
Jornal "A Bola" - 3 de Agosto de 1950
Jornal "Record" - 4 de Agosto de 1956
Existem vários artigos publicados pelo grande blogue EDDB. Um deles é o do qual retirei estas imagens.

Curioso como os jornais e até alguns canais de TV deram a notícia ontem e hoje como se desconhecessem a origem da mentira. São os mesmos que fazem propaganda a alguns nomes do futebol português. 

São os mesmos que se negaram a publicar uma linha que fosse sobre as escutas do Apito Dourado e que ainda hoje fingem que nunca existiram.

Mas para seu azar, há quem não durma em serviço e exponha a mentira que é o futebol português, e em especial o "sucesso" do FC Porto. Este é mais um exemplo de que com um clube que mente até na data da sua fundação, não há acordos de cavalheiros, de cooperação ou sequer entendimentos.

O Sport Lisboa e Benfica e os seus pergaminhos exigem que o FCP Mentiroso de Pinto da Costa seja visto como um inimigo da verdade desportiva e não um parceiro.

domingo, 28 de Setembro de 2014

GRANEL: Talisca foi desmascarado...


Com Talisca até faz... Faísca!

artigos recentes