O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 19 de novembro de 2016

Gonçalo Guedes: A oportunidade que soube agarrar

Avatar
 ●  35 comentários  ● 
Bem, escusado dizer que tenho uma fé enooooorrmeeee em Rafa, um jogador que queria no Benfica há muito, e um jogador que, ainda antes de chegar ao Benfica já aqui reclamava para ele um lugar na seleção nacional. Disse-o em altura de Europeu e reafirmo agora, que se Rafa jogasse num Grande português, a sua não utilização na seleção seria considerado crime nacional.

Sempre achei que ele seria o substituto natural de Jonas que o Benfica nunca teve para o 4-4-2, um verdadeiro jogador de Champions e para os grandes jogos entre portas quando o Benfica joga em contra ataque, em suma o jogador que pode elevar o jogo do Benfica para outros patamares...

Numa altura em que Jonas está de fora e pelos vistos sem regresso para breve, esta contratação ganha ainda maior importância...

Mas...

É justo dizer, Gonçalo Guedes soube aproveitar este período em que foi salva vidas e bóia de salvação e merece a titularidade na sua posição, em que pode finalmente jogar...

Está outro jogador sem dúvida alguma...

Lutador, rematador mas sobretudo muitíssimo mais confiante... Sempre dentro do jogo, sempre a pedir a bola no pé, já quase sem medo de errar...

Com falhas no momento de decisão? Inconstante ainda? Sim! Mas isso faz parte da idade! É um jogador com potencial tremendo, com uma capacidade de remate fora de série e que não está ao alcance de muitos... No dia em que ele próprio perceber o seu potencial, em que a sua confiança for à prova de bala e a sua evolução seguir o seu percurso natural, o Benfica terá em Gonçalo Guedes um jogador fantástico... Ai de LFV se o vender em Janeiro! Jorge Jesus já não servirá de desculpa!

Se aqui há um ou dois meses diria que Rafa seria titular neste Benfica sem Jonas de caras, hoje tenho de dizer que Guedes tem de ser o titular e Rafa terá de fazer pela vida...

Mas também podem jogar os dois juntos e fazer estragos como já vimos este ano...

Como diz Rui Vitória, o azar de uns é a sorte de outros...

Os Benfiquistas agradecem!


Curtas.

Avatar
 ●  31 comentários  ● 
- Ou se aplica aquela máxima de que os clubes pequenos contra o Benfica agigantam-se ou então a "bomba" não funcionou em Chaves. Seja como for, penso que tudo se resumirá a que a fórmula de Pinto da Costa continua a falhar.

Apesar da pressão do novo director desportivo do FCP ao árbitro, antes e durante o jogo, apesar de João Pinto já ter estado a intimidar os jogadores do FCP como fazia nos tempos em que jogava, afinal aquela equipa que dominou o jogo no Dragão frente ao Benfica...regressou à sua forma. 

Provavelmente os jogadores não perceberam os gatafunhos do NES.

- Ver na BTV Luis Lemos falar de ética com Fernando Seara é o mesmo que ver Sócrates a dar aulas de boa governação.

Onde andou o sentido ético de Luis Lemos quando foi dirigir a campanha de candidatura de José Couceiro à presidência do Sporting enquanto trabalhava no Benfica?

Onde andou o sentido ético de Fernando Seara quando foi festejar com Judite Sousa, Pinto da Costa e Joaquim Oliveira para o Gambrinus uma derrota do Benfica em casa com o FC Porto, que deu mais um título aos corruptos, manchado pela arbitragem de Proença?

- Veremos quanto tempo é que a FPF e a Liga andarão a engonhar para decidirem o caso do túnel de Alvalade. Será que Proença vai pressionar os decisores para que não castiguem o seu amigo do peito Bruno de Carvalho? Será que os azeiteiros do Arouca vão mais uma vez passar ao lado de um castigo exemplar? Afinal o Meirim cheio de moral fora da FPF é igual aos outros?

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Verdades e mentiras ou "Tempo dos mais novos".

Avatar
 ●  16 comentários  ● 
Curiosidade deste decreto: FC Porto fundado em...1906!

De vez em quando vamos relembrando alguns episódios do futebol português que visam, acima de tudo, dar a conhecer aos mais novos verdades e mentiras que hoje a propaganda dos clubes quer esconder.

Por exemplo, dia 13 de Março de 1928. Escrevia em 2011 o grande Alberto Miguéns no post "FC Porto fascista porco":

"Passam hoje, 13 de Março de 2011, 83 anos sobre uma data vergonhosa – 13 de Março de 1928 - que assinala a estreia do aproveitamento institucional de um clube desportivo e da cobertura que lhe foi dada pelo aparelho político que iria desembocar no “Fascismo Português”.

O FC Porto foi elevado a Instituição de Utilidade Pública passando a usufruir de todos os benefícios daí inerentes (ver imagem do Decreto-Lei do Ministério da Instrução Pública publicado no Diário do Governo).

Recordemos que o Benfica, apenas em 6 de Setembro de 1960, e integrado num lote de cinco clubes (ver imagem do Decreto n.º 43 153) atingiu tal distinção e proveitos. Ou seja, haviam passado... 32 anos e seis meses após a estreia portista como “Clube do Fascismo”!

Esta data, há 83 anos, marca no futebol português o modo, inédito até aí, como um clube se aproveitou, para proveito próprio, da promiscuidade entre o exercício de cargos directivos e a participação no aparelho repressivo do Estado Novo.

Se bem que o FC Porto se aproveitasse muito bem desta promiscuidade, até 25 de Abril de 1974, a sua existência provinciana e regional, num regime centralista, permitiu que fosse o Sporting CP aquele que mais beneficiou com a situação."

Da esquerda para a direita. Ângelo César (presidente do
FC Porto entre 1938 e 1939), Oliveira Salazar (1889/1970),
Óscar Carmona (1869/1951) e Urgel Horta (presidente do FC Porto
em 1928/29 e de 1951 a 1953)
A lição de hoje sobre o FC Porto é que os que andam com a expressão "FC Porto é o nosso rival" devem achar que um clube que passou a maior parte do tempo a viver de tráfico de influências, favores e corrupção está ao nível do Sport Lisboa e Benfica, um clube que abrange toda a sociedade e que cresceu fruto do seu mérito.

----------------------------------------


João Rocha foi o presidente do Sporting que mais defendeu o seu clube e que era apologista de um bloco Benfica/Sporting que defendesse o futebol português das tentativas de o desvirtuar. Foi um dos presidentes que apoiou a decisão de Benfica, Sporting e Belenenses bloquearem que qualquer portista fosse alguma vez presidente da FPF por saberem bem o que se poderia esperar.

Este excerto de uma entrevista de 2006 é um abre olhos para os lagartos(os sportinguistas não precisam) que hoje vivem obcecados com o Sport Lisboa e Benfica. Coloquem os olhos num verdadeiro sportinguista como João Rocha e atentem nas suas posições e declarações. Talvez possam assim perceber que o caminho não é atacar o Benfica para garantir o poder a alguém, mas sim combater a corrupção e quem colocou de joelhos o Sporting e corrompeu todo o nosso futebol.


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Tenham juízo e preocupem-se é com o Benfica!

Avatar
 ●  91 comentários  ● 
O BenficabyGB veio discordar do brilhante post escrito pelo Redmoon hoje só porque entendeu que o rapaz meteu(entendeu o BbyGB) os presidentes de Benfica e Sporting no mesmo saco.

Não concordou com o facto de o Redmoon se ter insurgido com o facto de que parece que os "benfiquistas" ligados à direcção de Luis Filipe Vieira passam a vida a falar...do Sporting. 

Pois ou Vieira foi sincero no que disse mas ninguém no Benfica lhe liga nenhuma ou então Vieira disse por dizer mas continua a dar instruções para continuarem obcecados com o Sporting!

Isto porque o execrável do Guerra é "só" o director de conteúdos da BTV. Não é um comentador qualquer e é uma vergonha para qualquer benfiquista de gema! É um clone do Serrão ou do Barroso mas pior. Vive obcecado em falar do Sporting.

O André Ventura foi um dos 2 promotores da recandidatura de Vieira. Passa a vida com historietas do Sporting.

O amestrado do Gil passa a vida a sonhar com o Sporting. É um fantoche do Guerra.

Depois sobram alguns moderados como o Calado ou o Gobern, mas que não deixaram de aparecer na tal refeição de coordenação de comunicação. Ou seja, somos "diferentes" mas fazemos o mesmo que os outros: ataques coordenados.

Ora, o BenficabyGB diz que quer um Sporting forte porque isso exige mais de nós, obriga-nos a ser mais fortes. É o que escrevo no NGB há muito tempo e mantenho. Assim como não me importaria de ver o FCP forte desde que limpo da escumalha que atacou e roubou o Benfica durante 30 anos!

Só que desejar um Sporting forte para valorizar as nossas conquistas e o nosso campeonato não faz com que nos passemos a envolver na escolha de presidentes do Sporting ou de qualquer outro clube.
Não gostamos quando os outros o tentam fazer mas depois vamos replicar o seu péssimo exemplo?

Se é Bruno de Carvalho, Godinho Lopes ou o fantasma do Stromp que lidera o Sporting, isso diz respeito...aos sportinguistas! São eles que escolhem por isso que sejam eles que lidem com as consequências.

O que pergunto é:

- Onde andou a indignação dos Guerras e outros quando o Sporting passou anos a ser um capacho do FC Porto na estratégia de humilhação e ataque permanentes ao Sport Lisboa e Benfica? 

- Onde estavam os propagandistas quando era necessário uma campanha pública brutal para combater o arquivamento do Apito Dourado? 

- Onde estavam estes indignados e obcecados com o Sporting quando Soares Franco vendia ao preço da uva mijona grande parte do complexo Alvalade XXI? Então não estão hoje tão preocupados que o Índio de Carvalho possa levar aquilo à falência?

- Onde andavam "os tão preocupados benfiquistas com o bem-estar do Sporting" quando o Godinho Lopes espatifou quase 100M numa temporada?

- Onde andavam estes "tão grandes benfiquistas" quando o Benfica era roubado semana após semana pelo sistema que alimentava o FC Porto?

- Onde andavam estes ataques coordenados ao Oliveira quando passou 10 anos a pagar uma miséria ao Benfica enquanto triplicava o valor ao FC Porto?

Não percebo porque só agora é que se preocupam que o Sporting possa ser um "rival forte"! Onde andaram estes anos todos?!

O ridículo disto tudo é que os únicos que se devem realmente preocupar com o Sporting passam a  vida calados!! E quem são eles? Os líderes do FC Porto!

É que este Sporting não faz mossa ao Benfica mas como se tem visto, sem sequer serem campeões, arruínam o FC Porto! 

Daí que estes "benfiquistas" do comentário que passam a vida a falar sobre o Sporting...estão a fazer o jogo do FC Porto!! Alguém vê os comentadores do FC Porto fazerem o arraial que quase todos os do Benfica fazem? Ninguém! E eles são os principais interessados em que o Sporting se afunde e lhes deixe novamente o caminho livre.

O Redmoon escreveu...à Benfica! Estamos atentos aos outros mas o que nos realmente interessa..é o Benfica!

Larguem os outros e pensem é o Sport Lisboa e Benfica!

Quando falar de ti não te faz ganhar... ilude-te!

Avatar
 ●  23 comentários  ● 

Eu percebo o Redmoon. O rapaz vê isto tudo à distância pela lupa dos jornais! Na verdade ele sabe o que querem que ele saiba... Aposto que o Redmoon só sabe que Portugal foi a economia da UE que mais cresceu no último mês porque é um tipo inteligente, se fosse pelas notícias que de forma ardilosa não quiseram dar eco a isso... ele continuaria a criticar a "geringonça" pelos resultados económicos.

No caso do futebol tuga é a exata e mesma coisa. Colocar "no mesmo saco" o presidente do Sporting e o do Presidente do Benfica é de uma ofensa tremenda.

O Redmon ainda não percebeu que não é o Benfica que fala do "Tolinho das Aldrabices"... são os benfiquistas. Na verdade o título do tópico do Redmoon devia ser: Quando as únicas pessoas que falam de ti são os adeptos, jornais e comentadores, e és ignorado pelos teus pares, nunca vais ganhar.



Dizer que os benfiquistas têm vontade que o "Tolinho" saia é tão verdade quanto dizer que há adeptos que desejam derrotas só para poder trocar de treinador, porque não gostam dele. Pois eu achava Jesus asqueroso e há quatro anos a mais no Benfica, mas sempre quis ver um labrego campeão!

O "Tolinho" está para os benfiquistas como os chatos para os tomates. Na verdade não fazem mal, não aleijam, não nos impedem de fazer o que queremos fazer e cumprir com as nossas obrigações... mas chamam-nos a atenção porque se torna... chato estar sempre a coçar!

Mas há uma coisa que o Redmoon acerta: Eu sou dos que quer o gajo fora do Sporting. Quero porque o Sporting, como rival do Benfica, faz de nós mais fortes, exige mais de nós quando temos um rival à altura.

O "Tolinho" vai acabar com o Sporting. Não é preciso perceber muito de gestão para ver o que ali se está a passar. Não é preciso perceber muito daquilo para ver que é uma questão de tempo até "cair a máscara".

Basta ouvir os sportinguistas que sempre o defenderam e que começam hoje em dia a perceber algumas decisões, a questionar alguns resultados (e não falo dos desportivos) e a sentir-se humilhado por vários comportamentos. É a chamada formula do fracasso: Podes enganar alguns algumas vezes, mas não enganas todos todas as vezes.

Se ele me garantir que o Sporting dentro de três anos não vai parecer o Belenenses, por mim ele pode por lá ficar. O Benfica pode continuar a ganhar 3 em 3 como os anos de presidencia que ele já leva. As respostas a este tipo de gente devem continuar a ser dadas pelas pessoas certas: pelos adeptos nas redes sociais e blogs. pelos comentadores... enfim pelos "bitaites". 


Futebol português sem rumo.

Avatar
 ●  53 comentários  ● 

Parece que não há mais nada para discutir no futebol português senão o grande dilema do cuspo/fumo/vapor.

Chegamos tão baixo que um dos melhores jogadores da história do futebol português, Paulo Futre, prestou-se ao papel ridículo de tentar replicar na televisão o episódio. Ridículo. Triste.

Como já escrevi, seja cuspo, fumo ou até fogo, o gesto de Bruno de Carvalho é repugnante, indigno seja de quem for. Mas parece ser uma espécie de assinatura de carácter do presidente do Sporting. Um gajo rasteiro, não confiável, com a mania que é o Estaline. Lamento que o Sporting esteja nas mãos de um tipo destes. BdC e JJ são almas gémeas. Escroques.

O Benfica Eagle deu a conhecer também mais um post do Arouca onde o clube é utilizado para os azeiteiros que o dirigem poderem branquear a porcaria que são. 
Quer o presidente do Arouca quer o seu filho são os típicos bimbos da terrinha habituados a que todos lhes façam vénias à passagem. Daí perderem a cabeça quando encontram quem não o faça como no caso que envolveu Rui Costa.

Quer Bruno de Carvalho quer os dirigentes do Arouca, em especial o seu presidente, merecem um castigo exemplar. 

Todos os que agirem como rufias, que escolherem a arruaça ou a gritaria em vez de exigirem a quem tem o poder que tome decisões. 

Estão insatisfeitos? Exijam ao presidente da FPF e da Liga que sejam líderes a sério e que publicamente marquem a agenda com condenações sobre quem dá um péssimo exemplo.

Exijam a quem dirige a Disciplina que tome decisões céleres e não arraste processos durante meses.

Exijam aos dirigentes dos clubes que sejam responsáveis e que parem de querer agir para marcar uma agenda mediática que lhes interesse.

Qual é o problema? É que não há um dirigente no futebol português que se reveja em ser diferente e por isso é que Fernando Gomes e Pedro Proença estão tão confortáveis.

Quando a única coisa que fazem é falar de ti, mesmo que pelas piores razões, já estás a ganhar!

Avatar
 ●  70 comentários  ● 
Eu ainda sou do tempo em que ser bom Benfiquista era gostar do Benfica acima de tudo, nas tardes ou noites em que as nossas equipas subiam ao relvado para disputar mais um jogo de uma competição qualquer. O clubismo resumia-se em grande parte a isso, obviamente sem dispensar as inevitáveis tricas entre amigos às segundas feiras, com cada um a defender as suas cores.

Esses tempos mudaram. Hoje fica a ideia de que o jogo da bola é quase a parte menos importante disto tudo. Se o futebol sempre serviu como um escape para o quotidiano da vida das pessoas, parece que aquilo em que a vida da grande maioria das pessoas se tornou, fruto também daquilo em que a sociedade infelizmente se transformou, precisava de um “escape” bem maior do que uns simples 90 minutos de futebol aos Domingos.

Hoje não! Nos dias de hoje, para se ser bom benfiquista não basta já ir aos Estádios torcer pelo Benfica a cada Domingo nem “baldar-me” às aulas para ir ver os treinos da equipa principal aos relvados secundários da Luz, tirar fotos com os jogadores e recolher autógrafos que chegava a casa e guardava religiosamente...

Não, para ser ser Bom Benfiquista nos dias de hoje tem de se ser do Benfica em dia de jogo, do Gobern ao Domingo à noite, do Pedro Guerra e do Rui Gomes da Silva às Segundas-Feiras, do não sei quantos que aparece às Terças-Feiras, do outro que aparece às Quartas, do fulano que sobe ao palco às Sextas, do Hugo Gil de todos os dias, da malta dos blogues onde me incluo, e por aí fora...

O caminho que o futebol tem tomado, especialmente em Portugal nos últimos anos, é assustador... E já nem falo do receio de uma tragédia que acabará por acontecer mais cedo ou mais tarde... O que falo mesmo é da paixão pelo jogo, do jogo pelo jogo, das pessoas gostarem e torcerem pelos seus clubes ainda pelas razões certas!

Essa paixão vai desaparecendo, tem forçosamente de ir desaparecendo, pelo menos nas pessoas mais saudáveis... Pelo menos naquelas que não precisam desse tal “escape” permanente às suas vidas, de uma coisa qualquer que faça os dias passar, aparentemente com mais sumo e mais sentido!

Não quero também passar a ideia de que falo sempre dos outros, e que aqui o impoluto do Redmoon está acima disto tudo, acima de todos os podres, do futebol sim mas também da cada vez mais decadente sociedade em que vivemos, onde todos correm como ratos sem saber bem atrás de quê! Não, eu faço parte disto tudo, como atesta o facto de escrever neste blogue há mais de seis anos. Mas volta e meia questiono-me sim, dos porquês de eu próprio precisar deste “escape” da bola que de bola já tem muito pouco, dos porquês de não ser capaz de escolher para a minha vida gostos e hábitos mais saudáveis!

Não fui eu que o disse, foi o nosso Presidente! Não foi sequer há mais de um mês, se bem que esse dia pareça hoje já tão longínquo. O que Luís Filipe Vieira disse, à saída do funeral de um GRANDÍSSIMO Benfiquista e um daqueles que serve de prova viva de uma maneira saudável e EXEMPLAR  de viver o BENFIQUISMO, e um daqueles que MERECE os elogios de todos (se bem que logo a seguir a maioria esqueça tudo e viva o SEU Benfiquismo de forma totalmente oposta) foi: “Por amor de Deus, não falem dos outros, falem do Benfica!”  

Uma semana foi o tempo que essas palavras fizeram cabeçalhos de jornais e viraram tema de conversa em todos os programas televisivos da Trica da Bola! Uma semana! Logo a seguir Rui Gomes da Silva sai da Direção encarnada e alguns dizem: “Bom, sim Senhor, ora aí está Luís Filipe Vieira a querer demarcar-se das tricas televisivas a que é nocivo ver-se associado!

Mas nada mudou! Zero! Rien de rien! E vou-me rindo, de tristeza diga-se, com a importância excessiva que Bruno de Carvalho e Jorge Jesus e tudo o que tem a ver com o Sporting continua a ter, apesar de sermos TRI-CAMPEÕES NACIONAIS e termos mais do que obrigação de nos colocar a um outro nível, na vida do Benfica!

A preocupação continua a ser se o Coates ganha 200000 e o Semedo ganha 5000! Continua a ser se o Presidente fala com o treinador ou se o treinador só fala com o Presidente através do adjunto! Continua a ser se a casa de banho do balneário fica à esquerda ou à direita ou se da boca do Presidente do Sporting sai escarreta ou sai fumo!

Mas o que é que estas merdas interessam ao Benfica?! Que necessidade tem o Benfica de perder um minuto do seu tempo sequer a discutir estas coisas?!

Os únicos que ganharam com esta guerra argumentativa Benfica – Sporting dos últimos anos foram os jornais e as televisões! Não foram os clubes! Há três anos atrás, haviam dois ou três programas televisivos de debate da bola que tinham o share todo! Hoje há programas todos os dias, há comentadores por todos os lados, os duelos verbais são travados diariamente e quase sempre mal e porcamente! Tudo em nome do cheque ao fim do mês e das audiências!

A TVI24 dá-se ao luxo de na última Segunda-Feira ter dedicado um programa inteiro a analisar a escarreta ou o fumo que sai da boca de Bruno de Carvalho, com as mesmas imagens a passar em loop constante durante quase duas horas! A TVI24 queria de facto discutir o incidente?! Não, não queria! Porque se quisesse convidava para ir ao programa alguém do Arouca que estivesse de facto envolvido no processo! O que a TVI queria era mais um duelo verbal entre Benfica e Sporting, porque isso é que dá audiências! E conseguiu!

E então lá foi o Benfiquista Pedro Guerra fazer o triste papel de ser porta voz do Arouca neste processo durante quase duas horas de programa, uma conversa de chacha que não elucida ninguém! Alguém viu o Serrão ou alguém do Porto tão interessado na discussão deste assunto como os comentadores do Benfica?! Quem é que de facto dá importância a quem?!

E depois vêm alguns Benfiquistas com o coiso e tal, de que se pudessem votar nas eleições do Sporting votavam Bruno de Carvalho?! Uma merda, que votavam! Esses estão desejosos que ele saia de lá! Eu sempre ouvi dizer que, “Quando a única coisa que fazem é falar de ti, mesmo que seja pelas piores razões, já estás a ganhar!” Deixemo-los a eles não serem capazes de não falar de nós! É o reconhecimento inquestionável da nossa grandeza!

A verdade é que o Sporting não incomodava ninguém e hoje incomoda, e a prova que incomoda é que 80% da agenda informativa do Benfica é para falar do Sporting! Nós, que sempre nos queixámos do “Anti-Benfica”, hoje, Tri Campeões Nacionais e tão acima do Sporting em termos desportivos e estruturais, a única coisa que fazemos é falar deles! 

Nos tempos de Vale e Azevedo, também havia muitos rivais que diziam “Ah e tal, a gente quer é que ele continue lá muitos anos!” É mentira! Não queriam nada! Estavam borrados de medo de Vale e Azevedo, não por o Benfica ter virado uma potência desportiva nos seus tempos, mas porque vale e Azevedo era alguém que havia chegado ao futebol para mudar as regras do jogo e lutar com armas não convencionais, como por exemplo rasgar contratos com a Olivedesportos e por em causa a ordem instalada dos interesses que sempre haviam feito escola no futebol português! O desconhecido assusta sempre!

À sua maneira, é o que Bruno de Carvalho tem feito. Tem assustado porque tem agenda própria, e quase tudo o que faz é não convencional e diferente! Se tudo é mal feito lá para os lados de Alvalade como tantos Benfiquistas apregoam, deixemos pois Bruno de Carvalho enterrar-se a si próprio e ao seu clube!


Não temos de ser nós Benfiquistas, Tri-Campeões Nacionais de futebol e uma das maiores potências desportivas a nível mundial, a dar importância a quem não tem e a colocar em Alvalade todos os focos das Luzes! Foquemo-nos nas nossas forças e no nosso caminho, para sermos sempre capazes de superar qualquer dificuldade que se nos coloquem! No campo, que ainda é aquilo que verdadeiramente interessa e onde estão as paixões que realmente me movem!

ranking