O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 5 de fevereiro de 2011

26 Secos? Dasss.... Grande Futsal

 ●  3 comentários  ● 
Os nossos campeões despacharam o Alpendorada por uns históricos 26-0 com golos para todos quase. Arnaldo (1,4,19) Joel Queirós(2,5,11,15,23,24,25,26,29,38) Marinho (9,10,16) Davi (11) Pedro Costa(17) Anilton (18) Teka (31,35) Gonçalo Alves(36,37) Diego (38,39).

O nosso matador Joel Queirós marcou nove golos (9). Em boa hora apostámos num grande treinador para uma grande equipa, para grandes objectivos.

Reparem bem no símbolo do Alpendorada! Á pois é...
CARREGA BENFICA!

Nao deixar cair a pressao sobre a Corrupcao!!

 ●  4 comentários  ● 
Apesar de criticar imensas vezes Luis Filipe Vieira e de nao lhe perdoar muita coisa desta vez tenho que elogiar as declaracoes feitas pelo Presidente a "lembrar" a Laurentino Dias que um Secretario de Estado do Desporto tem certas funcoes a cumprir e atacar certas associacoes corruptas pelos prejuizos que podem causar ao Benfica.

Infelizmente, devido ao alheamento do Governo de toda esta rabula da aprovacao dos novos Estatutos da FPF, o futebol portugues pode sair seriamente prejudicado porque uma minoria de bloqueio - o polvo - bloqueia a evolucao do futebol portugues para um sistema mais transparente e onde irao inevitavelmente perder o controlo da FPF, Arbitragem e Justica.

Nao so porque os candidatos mais provaveis e com mais hipoteses de vencer nao estao ligados nem condicionados pelo Sistema (Fernando Seara, Herminio Loureiro...) como muitas das associacoes que viram os seus membros serem prejudicados pela corrupcao vingente no futebol portugues se puseram do lado do Bem.

As declaracoes de Luis Filipe Vieira vieram no momento certo e colocam os holofotes de toda esta questao em Laurentino Dias, que deve andar todo borrado com esta situacao e que se deve sentir entre a espada e a parede.
Para quem fez voz grossa no Caso Nuno Assis e no Caso Queiroz realmente e de estranhar essa atitude de silencio...

Aqui vao as declaracoes (in A Bola):
Luís Filipe Vieira está no Algarve, onde este sábado de manhã inaugurou as casas do Benfica de Loulé e Quarteira, e mostrou-se preocupado com o estado da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que ainda não adequou os estatutos ao Regime Jurídico das Federações Desportivas. Criticou também Laurentino Dias, lembrando os casos de Nuno Assis e Carlos Queiroz.

«Lembro-me, por exemplo, do empenho e da determinação, do que disse e do que fez um determinado membro do actual Governo no caso Nuno Assis. Lembro-me do que fez no caso Carlos Queiroz. Eu lembro-me. Esse senhor vem dizer que o Governo não pode entrar na FPF. O problema é que entrou no Carlos Queiroz e não descansou no caso Nuno Assis», afirmou Luís Filipe Vieira, referindo-se ao secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

O presidente benfiquista mostrou-se preocupado com a realidade da FPF e com o que pode acontecer aos clubes portugueses:

- Não se pode admitir que o Benfica venha a sofrer consequências resultantes da irresponsabilidade de alguns dirigentes associativos, que não estão preocupados com o futebol, mas apenas com os seus interesses e lugares.

As associações de futebol também não foram esquecidas por Luís Filipe Vieira: «Pactuar com a irresponsabilidade de algumas associações de futebol é render-se à ilegalidade e ao compadrio que tem marcado o futebol português nos últimos anos».

Por último, o presidente do Benfica questionou «que Governo é este que não consegue aplicar a lei que fez».

Cheiro da Amarelinha?

 ●  7 comentários  ● 


sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O futebol portugues fica mais pobre.

 ●  8 comentários  ● 
Apesar de benfiquista gosto de ver futebol em geral. O Liedson era dos poucos jogadores excepcionais do campeonato portugues. O futebol portugues fica mais pobre e o Sporting continua a definhar aos olhos de toda a gente por nao perceber que a razao deste definhar e a subserviencia ao Sistema.

O Luisao e que deve andar todo contente...

Depois da Turquia e Egipto, porque não Portugal?

 ●  11 comentários  ● 
Calma! Não vou incitar à violência, ainda que alguns dos "patrões" deste país corrupto à beira-mar plantando bem que o merecessem.

No seguimento do brilhante tópico do "romântico" Redmoon, como me dizia há dias o Jonas Thern "como eu gostava de saber menos sobre uma série de coisas para não me enojar", dei por mim no Facebook a ler um conjunto de reacções à vitória do SLBenfica sobre os Corruptos.

Estranhamente, ou não, depois de 70% dos sócios da FPF terem visto a sua vontade de credibilização negada por uma minoria corrupta, vi também uma larga maioria de adeptos de futebol (Sportinguistas, Benfiquistas e até Portistas) a regozijarem-se não só com a vitória, mas com a forma como foi obtida: Por manifesta superioridade sobre o adversário e mesmo com a mudança de comportamento, estratégico, do árbitro Paulo Batista, após o intervalo.

Ficou claro para mim que os adeptos do futebol querem a queda deste Sistema corrupto e cantam cada vitória que os leva para baixo...

Durante largos anos todos acharam que povos oprimidos como os egípsios, turcos e muitos outros de países islâmicos jamais se revoltariam contra os líderes de opressão que lideravam os países em falsas democracias, que levavam ao seu enriquecimento à custa da pobreza dos povos e da exploração de falsos dogmas.

Os turcos deram o mote e o mundo islâmico parece querer seguir esta "intifada" (termo que pode ser traduzido como "revolta") contra estes líderes autoritários, corruptos e ditadores.

Quando, numa conversa social, eu comparava há uns anos Portugal a Angola, rapidamente pessoas mais conhecedoras e experientes me disseram que já estavamos muito atrás dos angolanos, porque esses pelo menos ainda tinham riqueza natural. Apressaram-se a dizer que Portugal não passa e não passará cada vez mais de uma Itália, gerida por máfias com interesses sócio-económicos e políticos, em ponto mais pequeno.

Característico de um país sub-desenvolvido, que por muito que nos custe é o que queremos insistir em comportar-nos como tal, o futebol torna-se no antídoto para tudo. Uma vitória transforma imediatamente dirigentes, jogadores ou treinadores contestados em... heróis por uns dias. Um golo, uma vitória... e tudo está bem, quando acaba bem.

Cabe a esta nova geração de portugueses apostar na revolta contra este modelo corrupto e subjugado a interesses de um grupo de pessoas. O futebol, como mola real de uma sociedade pouco instruída, pode ser o ponto de partida que, num ápice apanhará os políticos, gestores e empresários que influenciam a podridão deste país.

No dia que os adeptos do futebol reagirem numa "intifada" contra estes poderes podres do futebol nacional, se revoltarem contra os Oliveiras, Pintos da Costa, Mortáguas, Loureiros, Bartolomeus, Lourenços Pintos, Pintos de Sousa, Fernandos Gomes, etc. deste futebol podre... talvez os amigos do Redmoon passem a tomar a iniciativa de lhe perguntar quando há mais uma vez um daqueles jogos que ele os convidou para ver... em vez de darem mais interesse às cervejolas.

O "sonho" do Redmoon está à distância desta "intifada" que não tem que ser violenta, que não tem matar ninguém. Porra! A geração dos nossos pais teve a coragem de fazer o 25 de Abril... não teremos nós a coragem de o repetir em honra da coragem e ambição dos que lutaram pela nossa liberdade hoje?

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

O que queremos em Portugal? Futebol ou Clubismo?

Avatar
 ●  16 comentários  ● 

Como alguns sabem vivo no Reino Unido, e ontem decidi convidar uns amigos para beber umas cervejas em minha casa enquanto víamos o Porto-Benfica. Claro que eles estavam bem mais interessados nas cervejas do que no jogo, que viam com a maior indiferença.

E não é nada que já não soubesse depois de viver cinco anos fora do país mas, não pude deixar de registar os seus comentários depreciativos, não em relação ao valor das equipas mas em relação às perdas de tempo, ao número de faltas, aos três penalties simulados por jogadores do Porto, ao teatro de Coentrão e Beluschi quando se rebolaram no chão fingindo-se agredidos... Enfim, bem sei que essa é a cultura do futebol português mas, não é algo que os adeptos do futebol aceitem bem por estes lados.

No futebol ganha-se e perde-se, e aqui normalmente aplaude-se mesmo quando se perde, quando os jogadores dão tudo o que têm e caem com dignidade. Para os britânicos, ver um jogo português é mesmo um sacrilégio, e se eu os convidasse para ver um Benfica X Olhanense, em vez de cerveja tinha de lhes oferecer vodka!

Já aqui o disse em outras ocasiões mas volto a fazê-lo. O futebol é um jogo demasiado simples de compreender e do qual não há assim tanto para dizer ou explicar. O futebol em Inglaterra vive-se em dias de jogo, durante os 90 minutos. Depois acaba, as pessoas seguem as suas vidas até ao jogo seguinte. O que em Portugal alimenta três jornais desportivos diários (em Inglaterra não há nenhum), seis ou sete programas de debate televisivo semanal (em Inglaterra não há nenhum), fora os forums e essa treta toda, o que alimenta tudo isso não é futebol, é clubismo, que é algo completamente diferente.

Não quero discutir aqui arbitragens mas, por exemplo os meus amigos ficaram boquiabertos com a expulsão de Coentrão no jogo de ontem. whhaaattt? For thaaatt? - gritou um já com os copos.

Aqui há uns anos fiz duas épocas como árbitro pela Associação de Futebol de Lisboa, não por especial amor à causa mas porque na altura queria entrar na Faculdade de Motricidade Humana, e o curriculum desportivo era um dos requisitos de entrada. Tirei o curso com Jorges Coroados, Vitores Pereiras e outros nomes da praça como mentores, e um dia num outro post poderei contar algumas histórias engraçadas. Conheci árbitros que iam para os jogos bêbados saídos das discotecas, outros que apitavam apenas pelo dinheiro extra ao fim do mês, muitos já conheciam as maroscas todas, recebiam prendas, tinham padrinhos e sabiam como subir na carreira.

Mas no que a mim diz respeito, que lá só andei duas épocas a apitar em campos por vezes em alguns bairros manhosos, sem vedações e cuja segurança era feita apenas por 2 policias às vezes com mais medo que eu, sei o quanto arbitrar um jogo de futebol é difícil, e como é mesmo humanamente impossível estarmos plenamente convictos na hora de ajuizar certas jogadas. Foras-de-jogo então, mesmo um fiscal da linha milimetricamente colocado, como pode ele ter os olhos ao mesmo tempo no penúltimo defesa e no jogador que lhe faz um passe longo do outro meio campo? São fracções de segundo que fazem toda a diferença.

Mas se a profissão de arbitro já é por si dificílima, torna-se ridiculamente impossível de levar a bom porto com tanta teatrilidade que há no futebol português, quer no jogo quer ao longo da semana. Quantas vezes não ouvi alguém dizer que quando os árbitros portugueses apitam lá fora, apitam sempre melhor! Mas alguém se surpreende com isso?

O futebol sempre foi e sempre será um jogo de contacto. Mas no caso do jogo de ontem, alguém poderia tocar em alguém, sem que aquele a quem rasparam nos pelos voasse dois metros e simulasse uma agressão? Ainda ontem há uma jogada em que o Hulk entra na área e o Peixoto quase se afastou para o deixar passar, plenamente convencido que àquela hora já avançada do jogo, bastaria mexer os pés ou soprar no Hulk para, depois de Hulk, Beluschi e James Rodriguez, ser novamente Hulk a tentar cavar a quarta grande penalidade em 90 minutos!

O futebol português é um jogo em que os intervenientes são cientificamente treinados para a batota, para as faltas cirugicas e para serem artistas! Mais uma vez, isto não é futebol, é clubismo!

Recordo-me por exemplo de um jogo do Sporting o ano passado, quando foi às Antas empatar a zero depois de ter encaixado 7 do Bayern de Munique. Disse Paulo Bento no final do jogo: "mostrámos que o jogo de 4a feira foi um acidente." Errado! O que ele não disse foi que o jogo dos 7-0 foi de facto um jogo de futebol, ao contrario do jogo das Antas que foi tudo menos futebol, foi sarrafada do principio ao fim, 50% de tempo útil de jogo e 52 faltas em 90 minutos!

Em Portugal, o futebol faz-me lembrar o boxe e os pugilistas que quando já estão cansados e fartos de levar no lombo se agarram ao adversário para não o deixar bater. E às vezes, a lutar assim e em anti-jogo, aguentam-se até ao fim e ainda ganham aos pontos. Mas depois, quando esses atletas têm de jogar limpo e sem se agarrarem, como acontece com as equipas portuguesas na Europa, percebe-se o quanto são frágeis e como é fácil caírem no primeiro round!

Para concluir, tudo isto é cultural e tradição tuga, é geral, acontence no Porto como no Sporting ou no Benfica. Mas seria bom que os hábitos mudassem para bem do espectáculo. Seria bom que certos artistas da simulação fossem castigados para que não se sentissem tentados e encorajados a repetir as gracinhas na jornada seguinte.

Porque a culpa não é sempre do arbitro, quando em campo correm 22 palhacinhos a tudo dispostos para o ludibriar. Pois de tanto tentarem e com técnicas tão aperfeiçoadas, às vezes ludibriam mesmo.

Claro que o clubismo é importante e é o clubismo que alimenta o fogo mas, o futebol é que me faz ir aos estádios! Em Portugal só de férias mas, em Inglaterra é sempre um prazer ver um jogo mesmo que não seja da minha equipa. Nestes estádios respira-se futebol, e não é só devido à qualidade dos artistas.

Alguém se lembra dos jogadores do Chelsea aplaudir os do United quando estes venceram o título? Seria possível em Portugal?

O "all-in" de Jorge Jesus.

 ●  16 comentários  ● 

O grande vencedor do jogo de ontem sobre o Porto foi sem sombra de dúvidas Jorge Jesus.
Se o Benfica tivesse perdido este jogo e ainda por cima com o Peixoto em campo, Jesus ficaria numa posição praticamente insustentável e a sua saída seria um facto consumado no fim da época não só pelo rude golpe que constituiria na moral da equipa mas principalmente pelo afastamento quase certo de um dos grandes objectivos da época.

Admiro os tomates de Jesus em apostar, a jeito de "all-in" no póker, o seu futuro no Benfica no Patinho Feio, porque a entrada deste na equipa titular foi a mudança táctica chave que baralhou o treinador e equipa do Porto.
Quantos de vocês poriam a vossa confiança e futuro profissional num jogador mal-amado pelos adeptos e que está longe de ser titular no Benfica??

Por estas e por outras razões (como fazer que sejam os jogadores suplentes a lutarem pela Taça da Liga: outro grande objectivo) é que Jorge Jesus reconquistou o coração dos jogadores para o seu lado e mantém o balneário unido e a remar para o mesmo lado: o lado da vitória. É com jogadas destas que se faz com que qualquer jogador do plantel sinta que pode fazer a diferença: Jesus deposita o destino da sua carreira em todos os membros do plantel e não apenas nas vedetas e escolhas óbvias que qualquer adepto, como eu e muitos outros, defendemos.

Com Jesus, o plantel sabe que todos alcançarão a glória juntos e se caírem, cairão todos juntos pois ele não deixará ninguém para trás. É por treinadores assim que um jogador está completamente disposto a deixar sangue, suor e lagrimas num relvado.
Com ele, a união faz a força!

Et Pluribus Unum

Sobre o jogo em duas fotos

 ●  6 comentários  ● 
Reparem na cara de azia do "amigo" Joaquim Oliveira, ali bem ao lado do seu colega de patronato do futebol português... Brilhante! E ainda o Mortágua, o Garrido... ehehe só filhos da...! Esta vitória vale ainda mais por estas preciosidades (retirada do espaço do meu companheiro Bola7)

O que melhor para responder aos arruaceiros de Contumil do que este gesto do "Tacuara"!? Garrafas, Isqueiros, Bolas de golfe... mandem tudo, mas hoje é aos pares, amigos! Nós já vos demos dois!!! Priceless os olhinhos do speaker do Dragay a olhar para a simbologia do Cardozo e o sorrizinho do Gaitan (retirada do blog Ultimos à Baliza).

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Dois curtos!

 ●  5 comentários  ● 
Retirada do Facebook "Nós só queremos o Benfica Campeão" para ilustrar o tópico do Vermelhusco: Porcos 0 GLORIOSO 2 O patinho feio virou cisne.

Porcos 0 GLORIOSO 2 O patinho feio virou cisne.

 ●  3 comentários  ● 
Tenho que comecar esta cronica confessando que antes deste jogo nao tinha muita crenca que o Benfica conseguisse vencer o Porto no Dragao. Nao so porque e mais raro ganhar naquele campo que ser campeao mas porque este ano o Porto entra em todos os jogos com 14 em campo para jogar contra 11.
E se alguem me dissesse antes deste jogo que o Benfica ia ganhar 2-0 com o Cesar Peixoto a titular e jogando 30 minutos com menos um eu respondia e que tinha estado a fumar umas coisas engracadas!

Deu para notar que neste jogo tanto Jesus como a equipa estavam totalmente mentalizados que iam para uma guerra e nao para um jogo de futebol. Contra a Corrupcao nao se fazem jogos mas sim guerras!
O Benfica entrou no relvado com uma equipa que deve ter surpreendido tanto os adeptos benfiquistas como o fedelho ruivo. A composicao da equipa era a seguinte: Julio Cesar, Maxi, Sidnei, Luisao, Coentrao, Peixoto, Javi Garcia, Gaitan, Salvio e Saviola. Esta equipa baralhou completamente a equipa do Porto que durante os instantes iniciais deve ter estado totalmente confundida sobre quem era lateral-esquerdo, medio-esquerdo e organizador. Tenho que dar a mao a palmatoria a Jesus: quando nao esta com a cabeca nas nuvens e indiscutivelmente o melhor treinador portugues e esta cartada foi de genio.
Depois de parecer a deriva durante o inicio da temporada, desde a hecatombe no Dragao pegou nos cacos da equipa, segurou as pontas, trabalhou o aspecto psicologico, uniformizou os indices fisicos da equipa e levou-os a fazer uma incrivel serie vitoriosa que espero que nao tenha fim a vista nos tempos mais proximos - ja vao 14 jogos!

E finalmente o Benfica ganhou um jogo decisivo contra uma equipa forte esta epoca apos a desastrosa Liga dos Campeoes e contra os corruptos.

Com o apito inicial viu-se uma equipa do Porto disposta a ir para cima do Benfica mas acima de tudo evidenciou-se uma equipa que entrou unida, agressiva, pressionante, com os indices de concentracao elevadissimos e com a unica postura que para mim garante pontos no Dragao: uma postura pragmatica, cautelosa e com os jogadores com elevado sentido posicional e sempre pressionantes sobre o portador da bola. O Porto pelo contrario entrou com uma postura sobranceira e a jogar mais preocupado em sacar faltas do que com o resultado.

O marcador foi inaugurado logo aos 6 minutos da 1a parte por Coentrao apos um desentendimento de Maicon com Helton apos passe de numero 10 de Gaitan e o Caxineiro sorrateiramente a antecipar-se ao defesa e a meter a bola pelo meio das pernas do Helton. Notou-se nitidamente que os jogadores do Porto acusaram o toque e tentaram ir para cima do Benfica mas a uniao e a concentracao dos jogadores do Benfica tornou totalmente impossivel uma reaccao adequada por parte dos dragoes. O Benfica fez um jogo muito mais incisivo que o Porto que apesar de ter tido o dominio de bola e territorial jogava de forma atabalhoada. Nao surpreendeu que o Benfica tenha chegado primeiro ao golo ao minuto 26 com uum remate de longe de Javi Garcia apos um pessimo passe de Fernando e uma fifia de Helton. Apesar de achar que o Benfica tem imensas razoes de queixa da arbitragem (ja la chego) tenho que admitir que na 1a parte o arbitro esteve a um nivel aceitavel excluindo um outro lance de pormenor.
De destacar a exibicao na primeira parte de Coentrao que atacou e defendeu, de Cesar Peixoto que na minha opiniao fez um jogo admiravel (tambem com as expectativas que tinha dele...) com grande sentido tactico ajudando a fechar o flanco mas que tambem soube construir jogo e cavar faltas, de Javi Garcia que tambem fez um jogo fabuloso, de Luisao que mais parecia uma muralha pois nada passou por ele e Sidnei que fez com que nem se notasse a ausencia de David Luiz e Gaitan que fez um jogo de sacrificio, algo que me surpreendeu imenso. Salvio, Cardozo e Saviola estiveram um pouco abaixo do seu nivel o que seria de esperar num jogo contra uma equipa que dominaria o terreno.
Nota final para a boa defesa de Julio Cesar bastante perto do intervalo a um forte remate de Hulk demonstrando a sua qualidade e que posto de guardiao titular do Benfica nao sao favas contadas para Roberto.

Na segunda parte, o jogo recomecou com a mesma tonica: o Porto a tentar reagir contra um Benfica que soube manietar o jogo. Parecia tudo correr de feicao ao Benfica ate que o arbitro decidiu borrar a pintura: comecou a mostrar cartoes aos jogadores do Benfica a pedido, nao expulsou Belluschi que agrediu Coentrao escandalosamente isto apos na primeira parte ja ter agredido Javi Garcia e expulsou Coentrao pateticamente: Coentrao so fez duas faltas inconsequentes durante o jogo todo e foi expulso! Qual foi o criterio desta arbitragem???
No entanto, confesso que esta expulsao nao me enervou. Estava mais que visto que os jogadores do Porto nao tinham o estado animico para virar o resultado e a expulsao uniu ainda mais a equipa do Benfica. Tirando o remate de Hulk no final da primeira parte nao se viu UMA ocasiao de perigo flagrante por parte dos corruptos e de facto a grande oportunidade da 2a parte pertenceu ao Benfica.
Estava a ver o jogo num restaurantezito e os benfiquistas que la estavao comecaram  a perguntar: "Nem sei o que o Cardozo esta ali a fazer!". Acho que era obvio estava a espera que pingasse a oportunidade do costume para meter a bola na baliza. Pode estar alheado durante um jogo todo mas basta um lance para marcar um golo. Hoje essa oportunidade apareceu ao minuto 81 e Helton ainda nem deve perceber como e que defendeu a bola porque foi completamente enganado pela direccao que cardozo deu ao remate.

No resto do tempo mais do mesmo ou seja um Porto inofensivo e um Benfica abnegado. Com o apito final veio o premio merecido para esta equipa que nesta epoca ja passou por uma montanha russa de emocoes. Grande jogo nao a nivel estetico mas pelo resultado, entrega e uniao demonstradas.
esta equipa pode nao jogar tao vistosamente como a da epoca passada mas ja estabilizou e e tao eficaz como os resultados recentes demonstram.

Positivo: Postura de toda a equipa neste jogo - muito pressionante e concentrada. Muita entrega e garra. Boas exibicoes de Luisao, Sidnei, Coentrao, Javi Garcia, Gaitan. Homem do jogo: Garcia ou Luisao. Contudo para mim algum destaque merece ser dado a Cesar Peixoto: acho que muito adepto do Benfica deve reflectir sobre a vida negra que faz a alguns jogadores menos queridos quando jogar no Dragao gera menos pressao sobre esses jogadores que jogar na Luz sob os olhos de quem os devia apoiar (e verdade seja dita, eu tambem me incluo em quem deve fazer essa reflexao). Se Jesus o apelidou de pattinho feio, entao hoje ele foi cisne como na fabula.
Tactica preparada por Jesus, confundiu totalmente o miudo e a equipa do Porto.

Negativo: Simulacoes dos jogadores do Porto. Parecia que estavam num concurso de saltos sincronizados para a piscina e nao num jogo de futebol. Arbitragem tendenciosa de Paulo Baptista na segunda parte. Devem-lhe ter oferecido fruta no intervalo.

Este resultado nao so deixa o caminho aberto para a conquista da Taca de Portugal como da forca moral aos jogadores para uma fase do calendario que vai ser infernal e para manter a perseguicao ao Porto no Campeonato. Agora muita atencao no jogo em Setubal que vai contar com uma arbitragem de um "artista" de Braga que ja muito prejudicou o Benfica: Cosme Machado.
O Porto fica muito abalado com este resultado pois treinador do Porto que perde em casa com o Benfica fica fragilizado e treinador que fica arredado da Taca de Portugal e Taca da Liga ainda pior fica...

O Miúdo teve medo, eles têm medo... Uma Lição

 ●  12 comentários  ● 
Quando o SLBenfica encara os jogos "à Benfica", acreditem meus amigos... eles têm medo! Todos têm medo...

Concordo com o JJ quando este diz que ainda nada está decidido... Não! Efectivamente falta ainda eles virem à Luz em Março para mais uma derrota, ainda mais inapelável e inquestionável.

A jogar à Benfica, a encarar os jogos à Benfica... 8 pontos são "apenas" 8 pontos e há ainda mais três taças para vencer.

Nestes três meses os corruptos vão duas vezes à Luz e temos ainda à mercê o Sporting também... podemos chegar ao mês de Abril com menos de 3 ou 4 pontos de atraso no arranque para o último terço do campeonato.

PS- Grande exibição do Sidnei.

Corrupção em Portugal! São factos

 ●  9 comentários  ● 
Não sou das melhores pessoas para falar sobre isto, mas o que se passou na Assembleia Geral da FPF no dia 29 qualquer anormal percebeu. A Associação Futebol do Porto e de Braga juntaram-se, arranjaram mais uns corruptos a juntar aos dois que já estavam a defender os interesses do Porto e do Braga e aconteceu a vergonha que todos vimos com 70% dos sócios da FPF a quererem a legalidade e esses corruptos a boicotarem.

Hoje A Bola dá notícia que o Ministério Publico decidiu levar a FPF a tribunal. Mais uma vez quem se lixa é o mexilhão. A instituição FPF vai-se entalar à conta desses corruptos estarem agarrados ao poder para defender os interesses do que o Dias da Cunha um dia chamou de Sistema que domina o futebol português, chamando os BOIS pelos nomes e identificando Valentim Loureiro, Joaquim Oliveira e Pinto da Costa entre os patrões, logo seguido de Lourenço Pinto, Mesquita Machado, Pinto de Sousa e Gilberto Madail. Vamos ver onde isto vai acabar.

Por falar em corrupção, e para explicar algumas transferências «esquisitas» que acontecem para Portugal, há dias os lagartos venderam o «Piscinas» e queriam ir buscar o Kleber e estavam dispostos a cobrir a oferta do Porto.

O dirigente brasileiro do Mineiro disse que a proposta era ridícula, mas A Bola vem denunciar que afinal a tal proposta era melhor que a do Porto. Fica fácil de explicar que o Porto quando compra jogadores, compra também os respectivos dirigentes distribuindo muito dinheiro por empresários, presidentes e outros envolvidos. Assim as transferências são sempre mais baratas quando toca a comprar para o Porto e caras quando toca a vender aos outros.

Isto para não falar na negociação de um jogador com contrato em vigor! Está prevista a sanção na lei...

CORRUPTOS DE MERDA!
Hoje, em campo onde não se sabem movimentar, se o Paulo Batista não fizer o trabalho dele vão levar das boas, seus corruptos de merda.

Só uma opção: GANHAR, GANHAR, GANHAR

 ●  8 comentários  ● 
Se até um tipo céptico como o GB já mudou de opinião sobre a transferência do David Luiz, concordo que esse assunto é encerrado e temos que ver a transferência no ano em que é feita e na conjuntura em que é feita. Não podemos ficar loucos pela venda, mas não podemos negar que é uma excelente verba receber mais de 30 milhões pelo David Luiz (e não 25 como se pensava) por um jogador que pouco ou nada tem de Champions e cultura de vitória tem apenas um campeonato.

Como disse aqui o Redmoon, é hora de manter o David no coração por todo o seu empenho e apontar à vitória inapelável em casa dos corruptos.

Queremos uma vitória sem espinhas, sem discussão, sem medos... à Benfica!

Benfica regressa ás vitórias na Eurochallenge

 ●  Sem comentários  ● 
Depois do balde de água fria com o Gravelines, o Benfica regressou ás vitórias na Eurochallenge, conseguindo a primeira vitória da segunda fase de grupos da competição. No jogo que nos opôs ao Norrkoping, a equipa de Henrique Vieira chegou a ter uma vantagem de dezasseis pontos, mas no último período permitiu que os suecos reduzissem para metade a diferença pontual, com o nosso clube a vencer por 83-75.

Na corrida aos quartos de final o Benfica relançou-se e terá agora que ganhar pelo menos os dois próximos jogos, em particular o próximo em casa com o Ventspils.

O Benfica joga em casa no dia 15 de Fevereiro com os letões e terá que jogo que vingança depois de se perder por 35 pontos fora e sabendo que neste grupo a diferença de pontos vai fazer a diferença.

Carrega Benfica!!

Classificação:
1º Gravelines – 6
2º Ventspils – 4
3º Norrkoping – 4
4º Benfica - 4

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Equipa para amanha!

 ●  8 comentários  ● 
Apesar de todo o dramalhao sobre a saida de David Luiz convem lembrar que o Benfica tem um jogo decisivo para todas as suas aspiracoes nesta temporada.
Felizmente, JJ parecia ja estar preparado para a saida de David Luiz, o que era notorio ate pelo tempo de jogo que tem dado a Sidnei e que aumentou nos ultimos jogos. Apesar de nao ir a bola com este defesa por achar que tem falhas de concentracao inadmissiveis para uma equipa que ambiciona conquistar titulos como o Benfica vejo nele o potencial suficiente para substituir o Xerife no medio/longo-prazo.
Tenho esperancas que o plantel ja tenha tido tempo de digerir a saida de David Luiz (prevista a algum tempo) e que nao afecte o equilibrio psicologico nem a moral das tropas, que na minha opiniao ja vao entrar com o peso dos 5-0 no Dragao e dos 2-0 na Supertaca nos ombros.

No entanto, para mim nao me sai da cabeca a eliminatoria da Taca de Portugal e como ja saiu a lista de convocados para o jogo de amanha decidi divulgar aquela que para mim deveria ser a equipa que deve entrar no relvado contra os Corruptos.
Esta e a lista de convocados: Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Nuno Gomes, Jara, Kardec, Sidnei, Fábio Coentrão, Airton, Javi García, Salvio, Cardozo, Saviola, Gairtán, Júlio César, Rodrick, César Peixoto, Felipe Menezes e Aimar.

 Na minha opiniao JJ deve mexer o menos possivel na equipa que tao boa conta de si tem dado nos ultimos 13 jogos e que tem uma estrutura base bem definida. No entanto, acho que uma ou duas alteracoes devem ser feitas comparativamente com a equipa habitualmente titular no campeonato.

O onze titular para mim seria:
GR: Julio Cesar

Acho que se deve manter o brasileiro como titular na Taca como recompensa pelas boas exibicoes que tem vindo a fazer alem de ja ter mostrado inumeras vezes que nao vacila facilmente.

Defesa: Maxi, Luisao, Sidnei e Coentrao

Mexer o menos possivel na defesa ao contrario do jogo para o campeonato. Manter Coentrao na sua posicao e acima de tudo nao adaptar nenhum central ou medio a lateral-esquerdo. Luisao e Sidnei obviamente os titulares pois sao os unicos centrais que dao absolutas garantias para um jogo desta importancia (Jardel nao convocado e Roderick mal jogou esta epoca). Maxi no seu lugar do costume.

Meio-Campo: Javi Garcia, Airton, Salvio e Aimar

 Na minha opiniao Airton tem que iniciar o jogo a titular para ajudar Javi Garcia a fechar o meio-campo. Gaitan praticamente que nao trabalha defensivamente e contra uma equipa com alas fortissimos como o Porto e essencial blindar bem o meio-campo, especialmente as faixas. Aimar como a organizador mas a descair para a esquerda um bocado quando a equipa estiver recuada. Salvio com a sua genica e velocidade sera peca chave para desiquilibrar a defensiva contraria combinando com Aimar e Saviola para fazer o carrocel argentino funcionar.

Ataque: Cardozo e Saviola

Cardozo como o poste que e la na frente a moer os defesas e a esperar que uma bola pinguee Saviola a fazer o seu papel de fugir das marcacoes e andar escondido entre a linha media e a defesa do Porto.

A equipa deve entrar no 4-4-2 habitual mas com Airton em campo havera uma maior solidez da equipa nos trabalhos defensivos. Provavelmente a ala esquerda ressentir-se-a mas se Coentrao tiver pulmao acredito que nao se notara a ausencia de Gaitan por ai alem.

Qual deve ser a equipa titular para voces?

O Rei Morreu... Viva o Rei

 ●  2 comentários  ● 
Rei morto, Rei posto! O REI MORREU... VIVA O REI!!!

É hora de olhar para a frente, porque é assim que tem que ser - porque é assim que o timming também foi pensado para que fosse!!! O que melhor do que um FCPorto x SLBenfica para fazer esquecer a transferência do David Luiz? Inocências? Sim sim...

Como eu dizia, "Rei morto, Rei posto"! O novo melhor central do Mundo chama-se Sidnei e juntamente com Luisão forma agora uma dupla de centrais que teremos que confiar serem quem nos vai guardar as ambições de titulos.

E o próximo título passa já pela vitória do Estádio do Ladrão! Na minha perspectiva, a melhor resposta que este plantel pode dar a estas situações são vitórias, vitórias, vitórias para mostrar o que é uma realidade indiscutível: NÃO HÁ INSUBSTITUÍVEIS!

Posto isto, o assunto David Luiz já é tema do passado e amanhã é para ganhar! E ganhar sem apelo nem agravo... sem vinganças, mas com uma claríssima demonstração de poder, confiança e segurança. Se vacilos por parte do treinador, sem medo de um adversário que, esse sim, tem todos os motivos para ter medo de nós e sabem porquê?
...PORQUE NÓS SOMOS O SPORT LISBOA E BENFICA.

Carrega Benfica

Quanto ao David Luiz, nunca foi de chorar jogadores que partiram, não será desta! Por mim já faz parte do passado!

Ainda que algumas questões de princípio afastem as nossas opiniões - ele vê sempre o copo meio cheio, eu sou um exigente e vejo-o meio vazio - chamo a vossa atenção para o tópico do Redmoon: Que vás e sejas feliz, esta será sempre a tua casa.... De aplaudir.

A frio, e olhando ao tópico do Redmoon, em tese, concordo que se juntarmos:
» uma vontade do jogador em sair - a cabeça dele já terá saído em Agosto!
» com as finanças em estado complicadíssimo (acumulado de más decisões?)
... à possibilidade de fazer entrar 25M€ à cabeça, mais umas clausulas que mantenham a entrar mais uns milhões durante os próximos anos que deixam a coisa perto dos tais 35M€... não sendo um grande negócio, é o melhor possível, face às circunstâncias criadas.

Que vás e sejas feliz, esta será sempre a tua casa...

Avatar
 ●  22 comentários  ● 
Evidentemente partilho do sentimento generalizado, e é com pena que vejo sair do clube um jogador à Benfica (alias, já aqui tinha escrito sobre David Luís por duas vezes), embora me parecesse que nestes últimos tempos a sua cabeça já andava dividida.

Dito isto, e tentando ver esta venda de um ponto de vista menos emotivo e mais racional, tenho de dizer, embora isto vá contra o sentimento da maioria dos que por aqui têm escrito, que acho que não foi um excelente negócio mas, foi um muito bom negócio.

Num ano de crise e de vacas magras, num ano em que os únicos grandes agitadores do mercado têm sido os clubes que vivem da fortuna pessoal dos seus donos (porque o resto anda parado), é fácil constatar que este mês de Janeiro foi um mês sem grandes movimentações, um mês em que ao Real Madrid chegou um avançado por empréstimo, e em que a única excitação aconteceu em Inglaterra, com Abramovich a puxar de 58 milhões para trazer um Torres insatisfeito em Liverpool, verba essa imediatamente gasta num Carrol do Newcastle e no uruguaio Suarez que chegou a Liverpool por 25 milhões!

E este é com ponto de exclamação, porque Suarez é craque como mostrou no mundial e na minha opinião bem melhor do que Cardozo, e se fosse o Benfica a vender Cardozo por 25 milhões, não haveria quem viesse para aqui reclamar que deviam ser 40!

Que o Benfica tem dificuldades de tesouraria, há algum clube europeu nesta altura que não os tenha? Que não é possível a nenhum clube português suportar os seus orçamentos sem recurso a verbas extraordinárias, isso é também alguma novidade? Para mais quando os valores dos passes dos jogadores ameaçam cair drasticamente, quando a UEFA se prepara para impor aos clubes rígidos critérios financeiros de participação nos campeonatos europeus, alguém pode criticar o Benfica por ter sido talvez o clube mais vendedor do ano e, com algum engenho, não deixando oscilar muito a competitividade da equipa?

O problema aqui é psicológico. O problema é que o termo de comparação que é feito não é a realidade do futebol europeu nesta altura mas, as vendas do FCPorto. Para alguns, vender bem é vender por 40 aquilo que só vale 20, e ninguém sossega enquanto o Benfica não vender um jogador por mais de 30 milhões
. Pois já vendeu! Di Maria já é hoje a maior venda de sempre do futebol português! São já 32 milhões, que poderão ser 34 ou 36, dependendo das vitórias do Real Madrid no campeonato e Liga dos Campeões. E não sou que o digo. Disseram os jornais e o vice-presidente Rui Gomes da Silva no Dia Seguinte.

Sei que custa ouvir a alguns mas, David Luis não é melhor do que Ricardo Carvalho. O David Luis nunca venceu a Liga dos Campeões nem a Liga Europa, o David Luis nunca representou o Brasil numa grande competição internacional, o David Luis nunca foi eleito para o onze ideal da Europa, o David Luis chega a Londres como um perfeito desconhecido! E ainda assim, o David Luis foi o defesa mais caro do ano!

Claro que não é por isso que deixa de ser o "nosso" David mas, há que reconhecer a realidade, e perceber que na hora de vender o Porto tem argumentos que o Benfica não tem. O Porto tem o palmarés dos últimos vinte anos como cartão de visita! O Benfica, há falta dessa força, usa o paleio por vezes patético, invocando cláusulas de rescisão procurando uma posição de força que todos sabemos que não é real. Mas são as armas que há!

E isso não tem de ser motivo de vergonha! O Benfica tem de viver a sua realidade, não a dos outros. Há ano e meio, David Luiz e Di Maria não valiam um pires de tremoços! O Nacional da Madeira também tem de viver a sua realidade, e obviamente que quando um clube grande quer levar Rubem Micael, o Nacional não tem como o manter, mesmo que lhe pagasse 75000 euros ao mês.

Não tento dar lições de moral a ninguém mas, é preciso por vezes ver mais além. Respeitar por exemplo a vontade do jogador em experimentar outros palcos, perceber por exemplo que se há posição em que o Benfica me parece precavido neste momento é precisamente nos centrais, perceber que temos um excelente Sidnei que também precisa de ser rentabilizado e espera uma oportunidade há vários anos. Di Maria também só explodiu porque Reyes saiu. E há ainda um Jardel que chegou barato e me parece capaz de dar boa conta do recado.

Se fosse Coentrão a sair neste momento, isso sim seria para mim totalmente descabido.

É tempo dos adeptos perceberem que o campeonato Português não tem projecção nenhuma no mundo, e eu sei do que falo, que vivo fora. Os jornais ingleses de hoje só falam de Torres, Suarez e Carroll. David Luis teve um quadradinho no canto da página sem direito a fotografia! É tempo dos adeptos perceberem que um jogador que deixa o seu país e a sua família aos 18 anos e parte sozinho para a Europa, faz sacrifícios e aposta tudo na sua carreira, tendo como objectivo legitimo alcançar o máximo desportivamente e financeiramente, situação essa que, por muito que nos custe, não é no Benfica que vão encontrar. É tempo dos adeptos aceitarem que a vontade dos jogadores conta muito e é preciso sensibilidade quando se gerem certas questões, sendo impossível manter jogadores contrariados e esperar deles rendimento máximo.

E dito isto, termino com um comentário de Harry Redknapp, treinador do Tottenham, que sobre a realidade das transferências do futebol europeu disse há um ou dois meses o seguinte:

O caso Wayne Rooney demonstrou-nos uma situação que hoje é muito clara: todo o poder no futebol está nas mãos dos grandes jogadores. O poder não está nos clubes, seguramente não está nos Managers, e muito francamente, muitos contratos não valem sequer o papel em que foram assinados. Se os jogadores querem sair e estão sob contrato, eles quase de certeza conseguem criar as situações certas para sair. Uma vez que um jogador tenha decidido que quer sair, ponto final, é jogador perdido. Não há absolutamente nenhuma vantagem em mantê-lo, porque isso causará problemas desnecessários no balneário, que trarão imensos problemas ao clube, para mais quando o jogador envolvido é uma estrela e ídolo das bancadas.

O Valor da Palavra

 ●  25 comentários  ● 
Domingos Soares Oliveira in Publico, 22 de Abril de 2010:
"Não existe intenção de venda, ou pelo menos, de venda significativa de jogadores"

"Se houver vendas, é porque alguém bateu as cláusulas de rescisão ou porque é uma oportunidade irrecusável."

Depois disto sairam DiMaria (25M€), Ramires (22M€).

Luis Filipe Vieira in Record, 4 de Outubro de 2010:
“Não sai ninguém, nem Coentrão. Nenhum daqueles jogadores que são cobiçados no mercado internacional sairá esta época”

Depois disto saiu David Luiz (25M€).

O desagrado existe entre os benfiquistas, na sua grande maioria, fruto de um negócio que considero negativo, como explicou Jonas Thern no tópico: Desmontar a transferência de David Luiz. Também o SouBenfica, no seu habitual exagero, já demonstrou o seu desagrado ao ponto de CULPAR o Luis Filipe Vieira pelo resultado desportivo desta má venda e pedindo a sua cabeça no tópico Pá já chega Vieira! Vai-te embora.

Que raio de capas de jornais de hoje com A Bola a chamar de "negociador implacável" a Luis Filipe Vieira e o Record a chamar a este negócio "o melhor da história do Benfica".

Desmontar a transferência de David Luiz

 ●  25 comentários  ● 
Ao contrário do que eu esperava, o Benfica acabou mesmo por vender o seu jogador mais valioso por vinte e cinco milhões de euros e “ainda leva no pacote” com o Matic, um trinco de quase dois metros que o Chelsea emprestou ao Vitesse...14º classificado da liga holandesa.

Apesar de “A Bola” tentar embebedar a malta com uma alegada “super negociação”, a realidade dos números é bem diferente do que se apregoa.

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo com o Chelsea Football Club Limited, da Premier League, para a alienação a título definitivo dos direitos económicos e desportivos do atleta David Luiz Moreira Marinho, pelo montante de € 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de euros). Mais se informa que o referido acordo prevê ainda a cedência a título definitivo da totalidade dos direitos económicos e desportivos do atleta internacional Nemanja Matic.” – Comunicado do Sport Lisboa e Benfica.

Agora a verdade completa:
- O Benfica era detentor de 75% do passe
- O Benfica Stars Fund é detentor de 25% do passe (avaliado à um ano em 18M€!!!)
- Vitória da Baía, clube formador tem direito a 5% do valor total da transferência.
- Giuliano Bertolucci detentor de 20% dos direitos económicos - não tem 20% do passe, mas sim direito a 20% da receita da transferência.

O Benfica receberá apenas 12,5M€ (6,25M€ vão para o Fundo, 5M€ para o Giuliano Bertolucci e 1,25€ para o Vitória), juntando ao 4,5M€ pela percentagem vendida ao Fundo à cerca de um ano, dá um valor total de 17M€...menos 3M€ que o Paulo Ferreira!

Objectivos? Jogo Particular? Epá, por favor não me vendam isso...

Apenas deixo um conselho aos meus companheiros benfiquistas. Não percam tempo a gozar com os lagartos por andarem a mando do BES, porque nós também andamos!!

Pá já chega Vieira! Vai-te embora

 ●  5 comentários  ● 
Desculpem-me os que pensam como os jornaleiros encomendados esta manhã para elogiar a VERGONHA que foi a venda do David Luiz.

Para mim é claro como água: 25 milhões é muito pouco por um jogador da qualidade do David. Que o Vieira ia despachar o jogador em saldos já todos sabíamos, o que não sabíamos era que o ia fazer a apenas dois dias do classico, com todo o impacto que isso tem na concentração da equipa e na preparação.

Para mim chega! Foi a gota de água. Por mim o Vieira pode sair já que os benfiquistas a sério levam o barco para a frente. Ele que vá voltar a pagar as quotas do Porto para receber o merecido Dragão de Ouro pelos serviços prestados e os anos de sócio.

Nao venham agora com merdas que o negocio vale 30 milhões ou o que vocês se quiserem convencer. O comunicado é claro, são 25 milhões, dos quais já todos sabem que só recebemos agora 20.

Um eventual mau resultado amanhã, para mim, só terá um responsavel: Luis Filipe Vieira. Só falta saber se para ele uma eventual derrota no Ladrão também é uma derrota, ou apenas mais um motivo de festejo como fazia nos tempos do Alverca.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A confirmar-se é... Ruinoso!

 ●  46 comentários  ● 

Eu já tinha afirmado que um jogador da qualidade e margem de progressão de David Luiz, apenas 30M€ "em cash" seriam uma proposta irrecusável. Qualquer coisa abaixo disto seria mau negócio.

De acordo com as notícias disponíveis, David Luiz sairá por 20M€ "em cash" + 5M€ daqui a dois anos + Nemanja Matic na próxima temporada, que sinceramente não só não sei quem é, como não sei para o que vem.

Um negócio que só poderia ser feito em Janeiro se fosse irrecusável, dadas as ambições do SLBenfica em chegar ao FCPorto e, portanto ao bicampeonato, assim como nas Taças de Portugal, Liga e Europa.

Se desportivamente o negócio, nestes moldes é muitíssimo mau... já do ponto de vista financeiro, transferir o titular da selecção do Brasil, titular do SLBenfica e reconhecidamente um dos mais promissores jogadores DO MUNDO... isto tudo por quase o mesmo que Bruno Alves foi para o Zenit (22M€) e muito menos que Carvalho e Pepe sairam para o Chelsea e Real Madrid.

E não me venham com as tretas da crise do mercado, porque o dinheiro do Abramovich não está em crise, face à sua necessidade constante de o lavar e face à sua disponibilidade para pagar, por exemplo, mais de 45M€ por Fernando Torres ou 30M€ por Andy Carroll do Newcastle.

Foi um péssimo negócio, mais um, de alguém de não só disse que não haveria saídas, como há algum tempo disse que seria irredutível nas clausulas de rescisão. Se não foi com David Luiz que se atingiram valores de topo... se calhar nunca será.

Confirmacao (by Vermelhusco) in A Bola

"O Benfica já comunicou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a transferência do central David Luiz para o Chelsea. Os encarnados encaixam, para já, 25 milhões de euros.

De acordo com o comunicado da SAD do Benfica, o acordo prevê ainda a cedência, a título definitivo, do médio sérvio Nemanja Matic, que estava emprestado pelo Chelsea ao Vitesse, da Holanda.

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo com o Chelsea Football Club Limited, da Premier League, para a alienação a título definitivo dos direitos económicos e desportivos do atleta David Luiz Moreira Marinho, pelo montante de € 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de euros).

Mais se informa que o referido acordo prevê ainda a cedência a título definitivo da totalidade dos direitos económicos e desportivos do atleta internacional Nemanja Matic.
"

25 milhoes de libras o C*ralho, ataquem agora o GB!!!! Negocio da treta e o que isto e. Ainda para cima a 2 dias do jogo com o Porto. Rica forma de assegurar conquista de titulos: vender um dos capitaes e esteios da defesa antes de um jogo decisivo contra o principal rival.

A importância do jogo de 4ª-Feira

 ●  4 comentários  ● 
Nesta 4ª o Benfica na minha opinião vai jogar não só um jogo que decidirá o futuro do Benfica na Taça de Portugal mas que também definirá o resto da época para a equipa em todas as competições.
Os jogos contra os Corruptos são jogos que servem para definir se não uma época inteira pelo menos metade dela mesmo que não sejam sempre para o campeonato!

Basta ver como esses jogos definiram épocas anteriores, e muitas vezes de forma desastrosa para o Benfica: um exemplo paradigmático de como os resultados destes jogos afectam sempre independentemente da competição foi o efeito que a vitória dos Corruptos na Supertaça teve no começo do Campeonato com toda a estrutura benfiquista a ficar desorientada e quase que paralisada durante meses e com um começo de campeonato desastroso enquanto que os Corruptos, que começaram esta época em nível inferior ao Benfica galvanizaram e arrancaram para um campeonato demolidor (com as ajudinhas do costume - mas que têm sempre que entrar nas considerações de quem dirige e treina o Benfica). Já nem para mencionar o empate no Dragão na era Quique Flores, ou a derrota na Luz sob a orientação de Camacho que arrasou animicamente uma equipa que estava em recuperação e que acabou por levar ao despedimento do espanhol. O mesmo efeito é visto no sentido oposto: basta ver como o Benfica confirmou as suas credenciais o ano passado no jogo da Luz e na Taça da Liga contra os Corruptos e estes ficaram á deriva quando viram que eram inferiores ao Benfica.

Estes jogos têm esse efeito porque efectivamente num futebol como o português só duas ou três equipas discutem o título e a hegemonia a cada ano. Como tal, se os jogadores perdem recorrentemente contra a mesma equipa o impacto psicológico de tal derrota e de serem confrontados com o facto de que efectivamente não são a melhor equipa é devastador para a moral.

Depois de a equipa ter claudicado imensas vezes esta época, não só contra o Porto mas também na Liga dos Campeões este jogo assume uma importância fulcral para a equipa que vai muito além da Taça de Portugal. Inevitavelmente os jogadores vão avaliar a real hipótese de sucesso no campeonato pelo medir de forças directo com o rival.
Jesus fez um trabalho admirável ao não deixar a equipa ruir após os 5-0, mas agora tem um trabalho ainda mais complicado pela frente que é retribuir a gracinha derrotando o Porto no seu covil.
Com isso não só ficará o Benfica muito próximo de reconquistar um título que já foge do clube desde 2003/2004 como irá abalar imenso a auto-confiança portista na sua capacidade de manterem o mesmo nível no campeonato.
E verdade seja dita, o nível exibicional do Porto é muito inferior ao do Benfica neste momento. Basta não entrar a medo nem com adaptações rebuscadas e a equipa resolverá os problemas que se levantarem por si.

Como tal, este jogo tem que ser muito bem preparado e tanto os jogadores como o treinador vão ter que entrar com tudo para cima do Porto!

E a Direcção terá que ter preparada uma estratégia de contingência no caso de se verificarem ameaças á integridade física dos jogadores e ataques a propriedade do clube. Se se repetir a brincadeira das bolas de golfe á que retirar a equipa do relvado e recusar jogar por falta de condições de segurança. O Benfica não tem que se submeter a condições degradantes quando a segurança tem que ser garantida. Para os jogadores defenderem com bravura o Manto Sagrado, os dirigentes têm que defender com bravura os jogadores nem que para isso causem um terramoto e uma guerra no futebol português.

 Eu acredito que é desta que vamos derrotar estes sacanas! Temos jogadores para isso e se não entrarem a medo e se Jesus não puser David Luiz a lateral esquerdo vamos vencer!!




FORÇA BENFICA!!

domingo, 30 de janeiro de 2011

1.000.000

 ●  7 comentários  ● 
Caros amigos, por manifesta impossibilidade só hoje pude vir agradecer a todos a bonita marca de 1.000.000 de visitantes no (novo) Blog GeraçãoBenfica desde Maio de 2008.

Na qualidade de fundador deste blog, que nunca teve a intenção de chegar onde chegou, os meus companheiros pediram-me que fosse eu dar conta desta bonita marca.

Quero agradecer obviamente a todos os leitores das minhas "patacuadas", mesmo aqueles que as confundem com verdades universais e também aos que compreendem que não passam de simples opiniões. E quero também deixar uma mensagem especial à equipa que passou liderar (Vermelhusco e DarthVader) e colaborar (Redmoon, PJSimões, Jonas Thern, Cativo Vermelho, SouBenfica e BenficaSempre) neste espaço outrora limitado a mim.

Pessoalmente penso que tomei a decisão acertada ao me distanciar mais do Blog, inclusivamente penso que o novo formato, mais plural, contribuiu para um melhor blog.

Não vou dizer que o blog vai continuar neste ou naquele caminho, que pretende isto ou aquilo, ou sequer que esta marca represente qualquer tipo de responsabilidade. Nada disso! No que depender de mim, este blog vai continuar a ser um espaço desresponsabilizado, independente e acima de tudo para que benfiquistas possam partilhar as suas opiniões. Só isso...

Gostei e gostei muito

 ●  9 comentários  ● 
Do Jardel! Que estampa física que o brazuca tem...
Claro que a oposição não foi brilhante, mas também não o foi para o Peixoto e o Luis Filipe e esses foram a tristeza vergonhosa que se viu. O Jardel é jogador, pessoal.

Já o Fernandez, mas que caga-tacos é aquele? Nem uma luzinha de médio ala repentista para animar a malta? Cá para mim contratámos outro Peixoto, mas este sem ser bom, não é mau.

Entre os que já cá estavam, o grande golo do Menezes não desculpa a falta de qualidade ao longo do jogo que faz lembrar o Roger. Tem qualidade, mas precisa de 10 kms de espaço para o mostrar. Ele e o Kardec estiveram longe do que se exige a jogadores do Benfica.

Do lado bom da história estiveram o Jara que está a subir de forma de jogo para jogo e a perder aquele jeito meio abrutalhado com que chegou ao Benfica e onde se via que tinha qualidade mas embrulhava tudo. Sidnei e Moreira também estiveram bem e o Nuno Gomes lá se encarregou de mostrar ao Jesus que merece muito mais oportunidades do que o Kardec.

Tudo igual neste burgo...

 ●  2 comentários  ● 
Pois é pessoal depois de mais uma semana de intensa actividade profissional para mim e muitos de vocês, parece que o futebol português não mudou em nada. É tão casmurro e cabeça dura que não vê os factos mesmo quando estão a frente dos seus olhos. É este o resultado de termos um sistema podre que governa o nosso futebol, onde há interesses particulares muito mais importantes que o futebol português em geral e a boa imagem do país em particular.

Mas o cerco por muito que não o queiram ver finalmente aperta-se, a FIFA esticou a corda até onde podia, mas mais não pode, e agora relembrando o nosso querido presidente da república, tem a bomba atómica na mão e prepara-se para usá-la. A FPF teve de convocar com urgência esta Assembleia Geral de ontem já pressionada com o conhecimento de a FIFA ameaçar com sanções para a própria instituição e para os clubes portugueses que participem nas provas europeias. Esta situação em muito se parece com a situação do actual governo, em que só tomou medidas de austeridade a sério quando se viu encostado a parede pela União Europeia, aqui só se pensou em tomar medidas para mudar o regime jurídico da FPF depois de o senhor Laurentino Dias primeiro ter sido pressionado e depois a própria FPF dessas mesmas sanções.

É o espírito português no seu melhor, "guardar tudo para a última da hora", "reacção em vez de prevenção".

Como bem lhes chamou o vermelhusco, as forças de bloqueio do futebol português fizeram o seu papel, defenderam os interesses do corrupto que lhes da sustento, só assim se compreende o que Lourenço Pinto veio dizer ao explicar a sua acção de impugnação da AG antes de esta se iniciar, "A Assembleia Geral foi convocada pela Liga de Clubes e isso não é legal", colocando a importância de estatutos, eles mesmo fora da lei, que passassem por cima do interesse maior de evitar um terramoto no futebol português.

Pois bem, diferido o pedido de impugnação só restava uma opção ás força de bloqueio, com o seu direito de voto impedir a passagem do novo regime jurídico da FPF, quem poderia aceitar perder poder na instituição de livre vontade? E que significa-se a redução de influência do sistema corrupto? O resultado final da AG só espelha o estado do futebol português, e vendo bem, foi um resultado normal para este futebolzinho, onde se corrompe e se deixa corromper, onde se fecha os olhos, onde se cala a boca, onde não se viu nada.

Ao governo só se pode imputar responsabilidades de como consentiu que a situação chega-se a este ponto, e de como foi possível termos direcções tão corruptas e egoístas a frente de associações de futebol regionais.

Fazendo de novo o paralelismo com a situação económica do país, venha dai as sanções da FIFA senão nunca mais nos livramos desta podridão! E isto diz tudo...

Ps: embora a reprovação do novo sistema jurídico tenha sido possivelmente a machadada final nas aspirações de Gilberto Madaíl de continuar no poder, é realmente uma vergonha como um líder que deixou uma FPF andar fora da lei tanto tempo sem fazer nada, ainda tenha a lata de vir depois dizer: " Se o novo regime jurídico for aprovado então serei candidato". Se o próprio lider do nosso futebol age desta forma, que se poderá apontar aos seus subalternos? " O exemplo vem de cima"

ranking