O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 26 de novembro de 2016

NGB bate Sporting

Avatar
 ●  51 comentários  ● 
Anúncio hoje a renovação do contrato do Shadows até 2020 com uma cláusula de rescisão de 120M€. Isto aconteceu depois de ter visto que o Sporting quis, feito puto invejoso, aumentar a cláusula do Gelson para ser maior que a nova do Semedo.
Como também gostamos de nos comportar como crianças de 5 anos, tal como o presidente do Sporting, resolvemos aumentar a cláusula do Shadows acima da do Gelson.
Mas nós não somos infantis, quem diz é quem é, toma, toma!

Cabeça fria, Lindelof! Estamos contigo!

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
Esta semana as críticas a Lindelof subiram de tom com o que se passou no jogo com o Besiktas. 

Já disse o que penso sobre a exibição da equipa e a prestação do treinador. Não há mais culpados ou menos culpados pelo descalabro de Instambul.

No entanto, no que diz respeito a Lindelof, o sueco continua na mira da imprensa sem que saia nenhum desmentido que arrume a questão por parte do SL Benfica.

Há cerca de um ano Lindelof era um miúdo da equipa B. Nada mais que isso. Neste espaço de tempo o sueco ganhou o seu lugar na equipa principal. Mas não deixa de lhe faltar ainda alguma experiência de vida para saber lidar com tudo ao mesmo tempo.

Têm presente que é um miúdo de pouco mais de 20 anos?

Hoje o "Record" publica um exclusivo em como Luis Filipe Vieira terá recusado 25M pelo sueco. 

Olhando ao historial deste tipo de notícias, não me surpreenderia que Lindelof estivesse a ser pressionado para aceitar sair em Janeiro. 

Espero estar errado, mas as declarações públicas de Domingos Soares de Oliveira nos últimos tempos sobre encaixes financeiros e possíveis vendas deixam antever um Janeiro movimentado no Benfica.

Pena é que as contradições de Setembro continuem por esclarecer.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

A cultura de exigência do antigo Terceiro Anel

Avatar
 ●  63 comentários  ● 



Ontem à noite passou na BTV uma pequena entrevista a uma lenda do Benfica: Nené.

Entre vários momentos em que Nené se emocionou, inclusive quando falou da sua relação de proximidade com outro grande jogador, Vítor Martins, houve um que é muito significativo.

Numa altura em que muitos julgam que é a bater palminhas que se cria uma cultura de exigência perante jogadores de futebol muito bem pagos, Nené respondeu de forma clara à sua relação com o antigo Terceiro Anel.

Quando questionado sobre como tinha lidado com as críticas de que nunca sujava os calções vindas do Terceiro Anel e sobre essa relação turbulenta, Nené respondeu, emocionado, que foi o Terceiro Anel que fez com que ele quisesse correr mais, lutar mais, que fosse melhor a cada jogo. 

A isto chamava-se exigência. Lembrem-se disto antes de acharem que os jogadores do Benfica estão acima de qualquer crítica, assobio ou que é menorizando erros e falhas que se cria...exigência.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Finalmente alguém simplifica o que se pretende.

Avatar
 ●  39 comentários  ● 
"Ainda está na ordem do dia. O famigerado caso dos "vouchers" oferecidos pelo Benfica a equipas de arbitragem e observadores, denunciado pelo Sporting, continua a fazer correr muita tinta. O tema não melindra o presidente da APAF. O que importa perceber é a legalidade de tudo.

"Caso dos 'vouchers'? Não me tira o sono. O que tem de ser clarificado é o que é ou não legal. Não é que qualquer árbitro se deixe corromper por uma camisola. E também não é um jantar que promove isso. É preciso que se 'mate' este assunto. Às vezes, os dirigentes podem dar um saco de maçãs às equipas de arbitragem e ter uma intenção deturpada", argumenta." - RR, citação do presidente da APAF.

Imaturidade? Não concordo.

Avatar
 ●  51 comentários  ● 
No post anterior, o nosso companheiro Redmoon aborda a "imaturidade" de alguns elementos como a razão do resultado de ontem frente ao Besiktas.

Penso que se estaria a referir em particular ao Lindelof.

Ora, todos somos treinadores e temos opiniões distintas sobre as opções de jogo e de escolha de jogadores. No entanto, penso que usar a "imaturidade" para justificar seja o que for ontem é completamente descabido, meu caro Redmoon.

Não vi falhas ou situações provocadas por falta de experiência. Foram erros lamentáveis, a vários níveis, mas nada a ver com imaturidade.

No caso de Lindelof, temos um jogador que fez uma época notável. Foi o mesmo que esteve irrepreensível frente ao Bayern de Munique, por exemplo. Foi um jogador vital no acerto da defesa na temporada passada. Qual é a diferença para esta temporada? Está a jogar no lado contrário e penso que não está a correr bem. E não é pelo jogo de ontem.

Outro caso de ontem foi o Semedo. Faz um golo fantástico, tem vindo em crescendo e promete exibir aquela forma que nos entusiasmou antes da sua lesão. Mas ontem foi ele que foi imaturo? Ou não foi a falta de apoio por parte de Salvio? Não foi o posicionamento mais perto dos centrais que deu tanto espaço aos alas do Besiktas para centrarem e criarem perigo? Não terá sido indicação de Rui Vitória?

Quem também não revelou qualquer imaturidade foi Gonçalo Guedes, num esforço brutal para cumprir o seu papel em campo. E como se viu, foi retirado do jogo erradamente pois Salvio é que rebenta sempre ao fim de 60 minutos de grande exigência.

Continuo a achar que os erros estiveram na forma como se abordou a segunda parte, por nos ter faltado um cérebro no meio campo que pautasse o jogo, e por Rui Vitória não ter sabido mexer nas peças certas para bloquear o jogo do Besiktas a partir do primeiro golo dos turcos.

Ninguém, penso eu, está a querer cricificar ninguém ou achincalhar nenhum jogador ou o treinador. Mas não é com desculpas que se vai lá. 

O Benfica perde 4 pontos com o Besiktas por não saber gerir o resultado. Não é a primeira vez que isto sucede. 

Esta falta de capacidade de gestão dos resultados pode custar a passagem aos Oitavos de Final. E pode custar muito dinheiro, como já custou com 2 prováveis vitórias transformadas em empates.

Não finjam que não aconteceu. Nem inventem desculpas.

É possivel ser a equipa mais jovem da Liga dos Campeões sem alguns momentos de imaturidade?

Avatar
 ●  35 comentários  ● 
Um pouco na senda do que diz o GB esta manhã, também estou de acordo que é injusto culpar Rui Vitória pelo desastre daquela segunda parte na Turquia...

Nem concordo de todo com o desacerto que alguns vêem nas substituições.

Aquele era um jogo para Rafa na altura em que entrou, um jogador fresco e talhado para o contra ataque, na esperança de num golpe de asa dar a estocada final no jogo. Não resultou.

A entrada de Samaris para segurar o meio campo é de quem leu bem o jogo e percebeu que numa altura em que os turcos arriscavam tudo, a luta no miolo era desigual e a equipa precisava de mais músculo. Havia Rafa na esquerda, Sálvio na direita, Mitroglou no  meio. Taticamente parece-me bem. Samaris não é craque? Concordo mas, há outro? Não resultou.

A entrada de Jimenez parece-me bem. Mais mobilidade na frente, maior capacidade de pressão, mais velocidade na saída mas... menos capacidade de segurar a bola lá na frente, e com isso o Benfica recuou muito... Não resultou.

A ideia de Rui Vitória parece-me boa no geral. Nem sempre se é réu se o plano não resulta nem se é génio por meter Jimenez que marca um golaço na casa do Zenit que vale uma qualificação europeia.

O Benfica perde o controlo do jogo devido a erros individuais e alguma falta de maturidade que tem de se aceitar em jogadores tão jovens que ainda estão a crescer. Não se pode querer ser a equipa mais jovem da liga dos campeões sem alguns momentos de imaturidade.

De certeza absoluta que o jogo de ontem faz parte do processo de maturação desta equipa e destes jovens. Seria estúpido ignorar também o muito que fizemos de bom e, obviamente, está tudo na nossa mão e não há qualquer razão para entrar em desespero.

Ver o jogo no sofá... de televisão desligada

Avatar
 ●  36 comentários  ● 
Dizer que houve erros de preparação e nas substituições é apenas tonto! Como se viu por 60' assombrosos do Benfica, do melhor que se tem visto na Europa, o problema nada teve que ver com a preparação ou abordagem ao jogo.

As substituições foram bem feitas e sempre com sinais positivos à equipa, agora há uma coisa que Rui Vitoria não consegue antecipar:

- que um jogador quase sempre imaculado tenha cometido um erro que transformou o jogo de forma compreensível pois a partir daí uns jogam de coração e outros acreditam.

Como já fui lendo por aí, não tivesse havido um erro individual que até aos super jogadores acontece, e estaríamos apenas a falar da exibição assombrosa e possivelmente de 3 ou 4 golos marcados pelo BenficaBenfica e aos quais o Besiktas talvez não tivesse sequer sido capaz de responder com mais do que aquele primeiro golo caído do céu.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A gestão do jogo é um problema deste Benfica.

Avatar
 ●  56 comentários  ● 
É fácil dizer o que deveria ter sido feito do conforto do sofá, como escrevia alguém no post anterior. Mas a realidade é que o treinador é pago para ler o jogo e tomar decisões que beneficiem a equipa e consigam o resultado ideal: a vitória.

E se em outros momentos Rui Vitória esteve bem ao preparar a equipa, hoje esteve péssimo na abordagem ao momento "gestão do jogo". 

Nota-se que ter Fejsa sozinho a combater no meio campo não chega frente a bons adversários. Pizzi pode até conseguir por vezes fazer circular a bola no ataque mas não é o jogador que precisamos para pensar e pautar o jogo e até tornar o meio campo mais musculado. Hoje era preciso alguém assim.

A equipa tem alguma dificuldade em gerir o jogo quando tem o resultado a seu favor e com o Besiktas são desperdiçados 4 pontos que poderão fazer toda a diferença na passagem aos Oitavos de final da Champions.

Rui Vitória não percebeu o que todos viam: Salvio estourado na segunda parte, deixando Semedo sempre sozinho a defender. E por falar em Semedo: grande golo mas não se compreende a forma como defendeu nos últimos minutos dando imenso espaço aos turcos para criarem perigo pelo seu lado. 

Lindelof continua a não render o mesmo do lado esquerdo da defesa e continuo sem perceber o que a equipa ganha com isso. Hoje teve uma noite muito infeliz. Com um Luisão sem rins nem capacidade de estar no sítio certo foi o terror naqueles minutos finais.

Eliseu soube interpretar o jogo, não arriscou quase nada e portanto defendeu melhor o lado esquerdo.

Gonçalo Guedes está num bom momento e o seu poder de choque e raça bem como o melhor envolvimento de Cervi com a equipa fizeram falta quando foram substituídos.

Mitroglou parece estar num momento menos bom de finalização embora continue bem na troca de bola.

Ederson não podia fazer nada em nenhum dos lances.

Jimenez, Samaris e Rafa nada trouxeram à equipa.

Nápoles empatou. Vai ser uma última jornada com decisão até ao fim.

Besiktas 3 - SL Benfica 3

Avatar
 ●  77 comentários  ● 
Os erros na Champions pagam-se caro.

Estar a vencer por 3 golos e não saber gerir essa vantagem por culpa própria é algo difícil de entender.

Espero que Rui Vitória e os jogadores entendam que jogos destes não se podem repetir.

Besiktas - Sport Lisboa e Benfica: o onze do Benfica!

Avatar
 ●  17 comentários  ● 
O onze do Benfica: Ederson, Semedo, Luisão, Lindelof, Eliseu, Fejsa, Pizzi, Salvio, Cervi, Guedes, Mitroglou.

Carrega Benfica!!!!

O que é o FC Porto?

Avatar
 ●  14 comentários  ● 

Numa semana em que os ataques aos árbitros subiram de tom e numa altura em que muitos parecem esquecer que quem está no FC Porto tem tanto ódio ao Benfica quanto qualquer outro anti-Benfica, é oportuno relembrar ou dar a conhecer aos mais novos...

O QUE É O FC PORTO.

São décadas de violência, roubos, agressões, corrupção e manipulação.

A chegada de João Pinto como "ajudante" de Luis Gonçalves visa trazer de volta este espírito de pressão e violência.

Pinto da Costa está a pressionar quem colocou no Conselho de Arbitragem para que o FC Porto seja "respeitado" pelos árbitros mais novos.

A propaganda portista está a passar a mensagem dos tais "12" penaltys não marcados a favor do FC Porto.

É importante que numa altura em que temos um lagarto fanático(e portanto anti-Benfica) como presidente do Sporting, não esqueçamos que não é apenas a ele que devemos estar atentos.

A vantagem no campeonato, como muito bem frisa Rui Vitória, não dá nenhuma garantia. 

Barcelona, Messi e agora Neymar. Um clube corrupto com gente corrupta.

Avatar
 ●  9 comentários  ● 
"O ministério público espanhol pediu esta quarta-feira dois anos de prisão para o futebolista brasileiro e cinco para o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell por atos de corrupção e fraude na contratação do jogador, que alinhava no Santos.

Além da pena de prisão, o ministério público quer que o internacional brasileiro seja condenado ao pagamento de uma multa de 10 milhões de euros.

Apesar de ter arquivado, por falta de provas, a acusação contra o presidente do FC Barcelona, Josep Maria Bartomeu, o ministério público reclama o pagamento de multas de 8,4 e sete milhões de euros, por parte do clube catalão e do Santos, respetivamente.

A acusação pediu também dois anos de prisão para o pai de Neymar e um para a mãe, ambos por corrupção nos negócios do filho.

Na base da investigação está uma queixa apresentada pelo fundo de investimento DIS, que detinha 40 por cento dos direitos de Neymar e que se considera lesado no processo de transferência do internacional brasileiro do Santos para o FC Barcelona.

O 'Barça', bicampeão espanhol, anunciou que a transferência do avançado brasileiro, realizada em maio de 2013, custou 57,1 milhões de euros, mas, depois de uma investigação da justiça espanhola, admitiu que a operação ascendeu, pelo menos, a 83,3 ME." - Record.

O que aconteceria em Espanha se tudo isto se passasse com o Real Madrid...

terça-feira, 22 de novembro de 2016

A jogada brilhante de Bruno de Carvalho

Avatar
 ●  53 comentários  ● 
Eu percebo a indignação do BenficaEagle no tópico anterior "ESCÂNDALO: Banca vai investir 91M€ em 33,1% do capital da Sporting SAD"

Na verdade estamos a falar de bancos (NovoBanco e MillenniumBCP) que tomam posição num clube de futebol, por conta de dívida convertida em capital. Ou seja, para quem percebe menos disto, os bancos em vez de receberem o que o Sporting deve, ficam acionistas da SAD. No total são quase 100M€.

A jogada do Bruno de Carvalho é BRILHANTE! Sou muito crítico quando tem que ser, mas neste caso há que saber elogiar a capacidade dele de ludibriar a banca e manter a sua estratégia de "Não Pagamos!".

Reparem, o Sporting tem como credores dois bancos que estão no radar da opinião pública e de investidores privados devido a intervenções estatais que tiveram que ser feitas de mais de quase 8 mil milhões de euros (3 mil milhões + 4,9 mil milhões).

A última coisa que um banco quer numa circunstância destas é ter que assumir uma perda financeira, neste caso, MillenniumBCP e Novobanco teriam que registar mais de 135M€ de perdas financeiras associadas e, correspondentemente, seria a falência definitiva do SportingCP ou, como tenho antecipado que acabará por acontecer com este presidente, seria um processo de revitalização semelhante ao que tem o Belenenses.

Ora, sabendo isto, alegadamente o Presidente do clube do Lumiar terá feito um movimento fantástico: 

- Encostou à parede os credores e terá dito algo tão simples como: 

"ou assumem ao mercado que vão registar perdas de mais de 135M€ num momento em que estão em processos de captação de investidores/donos e assumem a reputação de deixar "cair" o Sporting, ou então assumem as VMOCs existentes e mais VMOCs novas e passam a accionistas com mais de 30% do capital"

Os credores, de pés e mãos atadas, qual vítima de chantagem digna de gansgsters da máfia sciciliana, não têm outra opção se não ceder e aceitar para não levantar problemas que possivelmente atingiriam proporções épicas nos balanços dos bancos e na sociedade.

Importa clarificar que o clube rival histórico do SLBenfica, que fica agora com maioria da SAD apenas por 0,1% está em vias de muito brevemente estoirar. O presidente do Sporting, ao contrário que dá conta, não só não resolveu quaisquer problemas financeiros, como ainda os agravou de forma inqualificável numa sociedade cotada.

Sim, como refere o BenficaEagle, estamos perante um escândalo financeiro, social e económico em Portugal, só possível no país da Operação Marquês e do Apito Dourado sem quaisquer prevaricadores penalizados.

O clube que está a assumir responsabilidades financeiras com treinadores de mais de 7M€/ano e a duplicação da folha salarial dos jogadores em mais do dobro, sem contar os custos com a quintuplicação do valor investido nas modalidades... impõe assim uma lei cega perante os credores.

Adivinha-se o regaste do SportingCP, tal como já aconteceu com o Portugal. Estamos perante o princípio do fim do Sporting como o conhecemos.

UMA ULTIMA NOTA:
O Sporting apresentou hoje o sócio 150.000! Ora quer isto dizer que se cobrassem 10€ por sócio por mês, estariamos a falar de uma receita anual de 18M€. Alguém quer pesquisar no R&C o valor recebido em quotização? Eu já vi o valor... vão surpreender-se, mesmo que queiram admitir que metade desses seriam sócios menores (não pagantes) seriam 9M€. Vão lá à procura e surpreendam-se!

ESCÂNDALO: Banca vai investir 91M€ em 33,1% do capital da Sporting SAD

Avatar
 ●  80 comentários  ● 
Além dos 135M€ de VMOC's já emitidos na Sporting SAD, ainda existirá uma 3ª edição de 55M€ adicionais em VMOC's, e a Sporting SAD apenas se compromete a adquirir 99M€ dos 190M€ totais de VMOC's.

A Banca ficará com os 91M€ dos VMOC's restantes, passando a ser dona de 33,1% da Sporting SAD, quando todas as operações forem finalizadas.

É inacreditável como é que Bancos "intervencionados com dinheiros públicos" se comprometem a investir 91M€ no capital social de uma Sociedade Anónima Desportiva que estava "falida"!

Esta situação é inacreditável e é um ESCÂNDALO NACIONAL!


A Sporting SAD emitiu esta terça-feira uma nota de imprensa com o intuito de esclarecer os moldes em que será processada a entrada de novos investidores na estrutura acionista. 

"A entrada dos Novos Investidores de €18M será feita por aumento de capital. Assim haverá uma redução das participações percentuais dos actuais accionistas que, mantendo o mesmo valor absoluto de um capital social maior, vêem as suas participações percentuais reduzirem-se (por exemplo a Holdimo tem actualmente 29,9% que corresponde a €20M a dividir por €67M, passando a ter 23,5% que corresponde a €20M a dividir por €85M após a entrada dos Novos Investidores)", explicam os leões. 

Assim sendo, "com a entrada dos Novos Investidores, o Sporting Clube de Portugal passará a deter 50,4% correspondentes a €42,8M de €85M de Capital Social da Sporting SAD", segundo esta nota de imprensa. "

Após a conversão final das VMOCs, e considerando as restantes operações já aprovadas e contempladas na reestruturação financeira acordada com os Bancos, o Sporting Clube de Portugal deterá 50,1% que corresponde a €137,8M de €275M […]", acrescentam os leões. 

A mesma nota revela que o "Sporting Clube de Portugal tem um acordo com os Novos Investidores que lhe permite encontrar um parceiro com vista a potenciar o negócio e a projecção da Sporting SAD, e que substitua os Novos Investidores numa situação que seja vantajosa para o Grupo Sporting". 

Através do Departamento de Comunicação do clube, os leões fizeram chegar às redacções números através dos quais é possível identificar o impacto em capital da entrada de novos investidores na SAD e da conversão das VMOC’s."

 Fonte: Record e Sporting

ANEXO:
 Fonte: Quadro elaborado por Record de acordo com o Comunicado do Sporting

Redmoon, parece de encomenda mas não foi.

Avatar
 ●  33 comentários  ● 
"O internacional português do Mónaco concedeu esta terça-feira uma entrevista ao jornal francês 'L'Èquipe' onde recordou a sua formação no Benfica e as dificuldades que teve para conseguir chegar à equipa liderada na altura por Jorge Jesus. Bernado Silva relembrou também os pormenores da pré-época 2014/2015 e a conversa que teve com o técnico Jorge Jesus que o fez sair para o Mónaco.

"Fiz três jogos, mas sempre a entrar nos últimos cinco minutos. [Com Jesus] treinava com a equipa principal, mas como lateral-esquerdo. Percebi que não tinha futuro naquela equipa", afirmou Bernardo Silva ao jornal francês.

"Fiz toda a formação como médio-ofensivo ou ala-direito. Era a primeira vez que treinava regularmente como lateral-esquerdo. Foi a primeira pré-temporada no Benfica e, quando somos colocados numa posição que não é a nossa, tudo fica mais complicado", acrescentou Bernardo Silva.

Sem hipóteses de jogar na sua posição de raiz e perante a falta de oportunidades na equipa principal, Bernardo Silva recorda que falou com o seu empresário (Jorge Mendes) sobre a sua situação e que a solução foi sair para o Mónaco.

"Depois de tomar a decisão, recebi a proposta do Monaco e não pensei duas vezes. Era a melhor solução", frisou.

Questionado sobre se tinha falado com Jorge Jesus sobre a sua situação na equipa, Bernardo Silva revela que o técnico lhe explicou que havia muitos jogadores na hierarquia à sua frente e que não podia fazer nada.

"Sim, ele disse-me que havia muitos jogadores na minha posição, que todos eles estavam à minha frente na hierarquia e que achava que eu teria poucas hipóteses de jogar. Voltei para a equipa B. Uma semana depois, estava no Monaco", disse Bernardo Silva.

"Antes, a porta era mais difícil de abrir, é verdade. Foi por isso que me vim embora", sentenciou o médio do Mónaco sobre as apostas de Rui Vitória em jovens formados no Seixal." - Sapo.

------------------------------------

Redmoon, eu compreendo o que escreveste mas que jogadores queriam ficar com uma besta como Jorge Jesus? 

Que tinha jogadores de primeira e de segunda no plantel? 

Que em vez de acarinhar os jovens para que eles dessem mais humilhava-os? 

O que é estar à frente na hierarquia? 

É claro que a direcção do clube, em especial Luis Filipe Vieira, não podem sacudir as suas GRANDES responsabilidades quanto ao espaço que estes jovens não tiveram. Mas a responsabilidade de não os utilizar, de os rebaixar e de os afastar por serem portugueses foi de Jorge Jesus.

Por isso, quando o escroque do Jorge Jesus diz o que disse e que abordei no post de ontem merece levar com a realidade na cara. A realidade de que nenhum destes jovens teve ou teria qualquer hipótese com Jorge Jesus.

Culpar Jesus pela venda de alguns jovens é de uma irresponsabilidade de todo o tamanho

Avatar
 ●  57 comentários  ● 
Vai-se tornando hábito nos dias de hoje, tentar criar-se uma espécie de divisão de águas dentro do próprio Benfica, entre aqueles que defendiam o passado Anti-Formação, e aqueles que defendiam a Formação e que hoje reclamam para si os louros da sua sapiência e da sua visão...

Ora, esta divisão é completamente errada, inexistente e falaciosa como mostrarei a seguir...

Existir uma fação Anti-Formação era por exemplo no passado, quando o ex-treinador foi buscar aos B o André Almeida, o André Gomes, o Cavaleiro, o Nélson Oliveira, o Roderick ou Oblak, jogadores que tiveram na equipa A algumas (não muitas) oportunidades, alguém se ter oposto a essa aposta e dito: “Não, nós não queremos Andrés nem Oliveiras, nós queremos é brasileiros e marroquinos!”

Ora, isso, como bem sabemos, nunca existiu! Nenhum Benfiquista de seu perfeito juízo, podendo ser campeão nacional com 11 jogadores da formação, prefere ser campeão com 11 chineses!

A verdade é que a minha posição hoje quanto à formação é a mesmíssima posição que tinha há três anos atrás! Não mudou rigorosamente nada!

O Redmoon apoiava as apostas em Andrés e Oliveiras há três anos atrás quando eram apostas com o antigo treinador, e o Redmoon apoiava as não apostas nestes jogadores (e outras) quando o treinador entendia que não eram as melhores!

Hoje o Redmoon apoia Rui Vitória quando Lindelof e Renato Sanches são chamados à equipa, mas também apoia Rui Vitória se amanhã Rui Vitória entender que o Jardel dá mais garantias que o Lindelof, ou se mais uma vez Rui Vitória entender que Almeida dá mais garantias que Semedo! O Redmoon pode ter preferências, como por exemplo preferir Ederson a Júlio César, mas não passa o ano a bater no Júlio e no Vitória por causa do Ederson, para mais quando o Benfica ganha!

O que eu fiz aqui sempre, independentemente das visões quanto à formação de que falarei a seguir, foi sempre... apoiar o treinador nas suas decisões, em suma, confiar nele! Quer hoje com Rui Vitória, quer ontem com Jorge Jesus!

Bem diferente fizeram outros que hoje reclamam para si os louros da sua extraordinária visão, mas que foram sempre pondo tudo em causa mesmo enquanto o clube caminhava para Bi-Campeão Nacional, o que prova que, mesmo que não se goste e não se concorde, as apostas de quem cá estava nos conduziram aos resultados a que se propusera!

Essas mesmas vitórias teriam sido possíveis fossem as apostas outras? Talvez mas, nunca saberemos. O que sabemos é que o treinador que cá estava, com a sua visão a que tinha naturalmente direito (mesmo que não concordemos com ela) saiu da Luz Bi-Campeão Nacional!

Por isso mesmo, sabe a nada e vale zero, alguém dizer hoje que desde cedo soube que o Gonçalo Guedes tinha um potencial enorme, enquanto a tal fação Anti-Formação hoje não pode elogiar o moço porque a fação Pró-Formação acha que o Guedes e outros são uma espécie de propriedade sua!

Vale a pena recordar aqui que o Gonçalo Guedes é uma gota no oceano entre centenas de bandeiras que se levantaram ao longo dos anos! Esses que hoje reclamam o acerto da sua extraordinária visão fizeram campanha por dezenas de outros jogadores! O que se esquecem é que fizeram campanha pró A ou B ou C, mas sempre contra D, E ou F, coisa que a tal fação Anti-Formação nunca fez, e quanto a mim bem!

A campanha Pró-Formação, para enaltecer Miguel Rosa teve de por em causa Brunos César e Gaitans... Essa mesma fação pôs em causa Rodrigo e Lima por causa de Nélson Oliveira... Essa mesma fação enxovalhou Jardel durante anos por causa de Miguel Vítor... Essa mesma fação colocou em causa a contratação de Enzo e Matic por causa de João Teixeira!

Essa fação Pró-Formação ou parte dela, viveu anos a por tudo em causa, fazendo campanha por muitos que ficaram muitíssimo aquém do valor que lhes vislumbraram e que tinham de tirar o lugar porque sim a outros que cá estavam e nos levaram aos títulos, a por sempre em causa as opções do treinador que cá estava, em anos em que, goste-se ou não se goste, o Benfica ganhava!

Por cada Guedes em que hoje acertam, há dez Miguéis Vitores em que erraram!

Se há algo que para mim sempre foi claro é que todos os treinadores têm direito à sua filosofia! Pode-se ser bom treinador sem nunca apostar na formação e até ser-se averso a ela. Mas ao mesmo tempo também aqui sempre defendi que se o Benfica pretendia alterar a sua filosofia tinha todo o direito de mudar de treinador, aliás, como o fez... 

O que foi errado foi aquilo que o Benfica fez: ter adiado sempre ir buscar um treinador com a nova filosofia que pretendia Pró-Formação, e ter preferido sempre tentar alterar a filosofia em que o treinador que cá estava acreditava, filosofia essa que fizera dele um treinador de sucesso na Luz, e ir sempre atirando-lhe com as culpas para cima e cobrando por cada aposta na juventude que não era feita. Cada treinador é aquilo que é. Às Direções cabe decidir se querem ou não querem. Simples!

Isto para dizer que é simplesmente estúpido culpar o treinador anterior pelo desperdício de Bernardo ou Cancelo por exemplo! Se o treinador anterior cá estava é porque alguém queria que ele estivesse! Se Bernardo ou Cancelo não foram opções é porque a Direção encarnada deu cobertura a essas decisões! LFV não pode dizer NUNCA que foi apanhado de surpresa!

Quanto ao resto, da minha parte tudo na mesma em relação à opinião que tenho em relação à formação. Grande parte dos receios que sempre levantei, confirmam-se: Renato saiu ao fim de sete meses. O Benfica, segundo LFV, não podia estragar-lhe a vida! André Gomes foi vendido quando começou a jogar mais por Enzo e Matic já terem saído e aqui critiquei essa venda e, pasme-se, já há adeptos da fação Pró-Formação a defender que no fim deste ano, Semedo, Lindelof e Guedes têm de ser vendidos!

Isto, pasme-se, vindo de alguns que há seis anos atrás travavam discussões acesas em completo desacordo com vendas de Di Marias por 32 milhões de euros mais objetivos, porque, segundo eles, Di Maria tinha de ficar, e o Benfica podia pagar-lhe um pouco mais desde que se libertasse do entulho que cá estava e custava muito dinheiro! Achavam pois que era mais uns euros na conta que fariam Di Maria dizer não ao Real Madrid!

Como aqui sempre escrevi e ainda hoje mantenho: Apostar conscientemente na formação não passa apenas por formar jogadores. Passa também por criar condições para manter esses jogadores entre nós pelo menos três anos para que o Benfica pudesse beneficiar também desta aposta no aspeto desportivo, a não ser que alguém chegasse à Luz e batesse o valor das cláusulas!

E é isso que o Benfica não fez e tem de fazer, até porque foi isso que nos foi prometido: Apostar na formação para baixar os custos do futebol, fim à contratação de jogadores de 8 milhões (para logo a seguir se apostar em jogadores de 20), tudo isto para equilibrar as contas e por fim à urgência de vender em cada final de época.

É isso que está a acontecer? Não, não é! Mas o mais grave é já ver adeptos da tal fação Pró-Formação a defender esta política de vendas, e a achar que ao fim de sete meses e meia dúzia de jogos na Luz o Benfica fica demasiado pequenino para jogadores que supostamente sentem o Benfica desde berço e que são “obrigados” a sair do clube para que o Benfica não lhes estrague a vida, isto ainda em idade de imaturidade e bem longe de terem carreiras e formação consolidada, e terem deixado na Luz pelo menos uma amostra sólida da melhor versão de si!



























segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Messi - "you can run but you can't hide!". E uma lembrança sobre cuspidelas entre Sporting e Benfica.

Avatar
 ●  51 comentários  ● 
"O argentino Lionel Messi vai falhar hoje o duelo do FC Barcelona com o Málaga, do campeonato espanhol de futebol, novamente devido a vómitos, um problema que o tem afetado algumas vezes, revelou o emblema catalão.

“O jogador argentino está com dores de cabeça e vómitos e, por isso, não está em condições de poder atuar em Nou Camp”, lê-se num comunicado do FC Barcelona, publicada a poucas horas do início do encontro da 12.ª jornada." Sapo a 19/11/2016.

O historial de vómitos, naúseas e má disposição por parte do jogador argentino, por muito que queiram negar, é um reflexo do que andou a tomar, de forma ilegal, já durante a sua carreira profissional e que agora, e cada vez mais, irá ter as consequências na saúde do jogador.

Por muito que queiram esconder o que Messi fez, com a cobertura do Barcelona e da UEFA, mais cedo ou mais tarde vai acontecer o mesmo que se viu em tantos atletas da ex-RDA. E aí todos vão sacudir a água do capote como o fizeram com Armstrong.

------------------------------

Figueiredo, jogador do Sporting nos anos 60, procurava durante os jogos Mário Coluna a quem cuspia e chamava de preto. 

Afinal parece que nem em gestos de baixo nível Bruno de Carvalho inovou no Sporting.

 

Jorge Jesus: o treinador que nunca será um Rui Vitória. Ou Marco Silva. Ou José Mourinho.

Avatar
 ●  51 comentários  ● 

“Jesus falou então do papel dos futebolistas que orientou no Euro'2016. "[Santos] tirou o melhor de cada um no melhor momento dos jogadores do Sporting, porque do Benfica nem um. Renato Sanches talvez, mas o resto eram jogadores que foram para o estrangeiro que continuam lá. De Portugal, só os nossos", recordou.”Record.

Jorge Jesus continua semana a semana a confirmar o que disse sobre ele enquanto estava no Benfica: um mal-agradecido, cheio de si mesmo e incapaz de sequer demonstrar alguma humildade.

Provavelmente será a dificuldade com que está a lidar com a capacidade de Rui Vitória em dar oportunidades aos jovens no Benfica e à forma como estão a corresponder.

O que Jorge Jesus esqueceu de lembrar é que o triângulo do meio campo formado por William, Adrien e J.Mário foi uma criação de Marco Silva. 

Sim, a estrutura base de toda a equipa do Sporting, o seu miolo, não foi criada ou inventada por Jorge Jesus. Foi lançada por Leonardo Jardim e consolidada por Marco Silva. Jorge Jesus nada fez ou alterou no miolo do Sporting.

A Marco Silva foi negado o investimento disponibilizado a JJ senão ainda teria deixado uma melhor equipa e estrutura. Mesmo assim ganhou mais no Sporting que JJ.

Mas este comentário de Jorge Jesus foi feito para tentar mascarar o que a última convocatória da selecção nacional deixou evidente: os jovens de valor que estão ou estavam no Benfica e que Jorge Jesus nunca quis aproveitar, muito devido à sua incompetência como líder e o trabalho de grande qualidade de Rui Vitória como não se via no Benfica desde o aparecimento de jogadores como Paulo Sousa ou Rui Costa.

Ora vejamos: Nélson Semedo, João Cancelo, Luís Neto(Recusada a sua contratação por JJ), Danilo(dispensado em 2010), Renato Sanches, André Gomes, Pizzi e Bernardo Silva. 

Só assim de repente, 8 jogadores e ainda faltou Rafa ou Eliseu, 2 campeões europeus.

Jorge Jesus tem cada vez mais dificuldade em justificar os 8M de euros que aufere e os fracos resultados que apresenta. 

Agora que está à porta da eliminação das competições europeias (salvo um milagre amanhã em Alvalade) tem que procurar mascarar a sua incompetência a falar do Sport Lisboa e Benfica, o clube que o tirou do anonimato e que lhe deu a carreira que ele nunca fez por merecer ao contrário de Mourinho, Marco Silva ou Rui Vitória que demonstram desde jovens treinadores a sua qualidade.

O Gollum de Alvalade continua a achar que o seu "precious" sistema é o melhor do mundo. Enquanto isso, no Benfica continuamos a vencer.

domingo, 20 de novembro de 2016

Quando craques têm que esperar...

Avatar
 ●  51 comentários  ● 

Olho para o plantel do SLBenfica e quase que dá para assustar: Com poucos ou nenhuns minutos jogados temos craques, sim craques, como Lisandro Lopez, Danilo, Zivkovic, Rafa, Carrillo e Jimenez, para só referir alguns... e a pressionar estes temos já outros na equipa B que não vão tornar a vida fácil a ninguém, como Ruben Dias, João Carvalho, Diogo Gonçalves, Florentino Luis, João Filipe, entre outros.

Pelo caminho há ainda lesionados de classe como Jonas, Jardel, Fejsa, Grimaldo ou André Horta.

Arrisco dizer que os lesionados e suplentes do Benfica seriam titulares em qualquer equipa da liga portuguesa e sem sombra de dúvida que acrescentariam valor. Então porque não jogam no Benfica?

A resposta está na capacidade com que Rui Vitória dá confiança e dimensão de jogo aos jogadores quando têm que ser chamados.



Quem não se lembra das chamadas de Ederson, Renato Sanches, Semedo ou Lindelof? Pareciam titulares há anos. E Lisandro no Dragão? E Samaris ontem? Posso continuar com os nomes que quiserem... mas o segredo do rendimento de alguns jogadores é precisamente Rui Vitória.

Os "nossos" Semedo, Lindelof e Guedes estão a jogar como nunca naquela que antecipo que seja a última época no SLBenfica. É impossível Portugal segurar tanta dimensão futebolística vinda da formação do Caixa Futebol Campus.

Mas pego no exemplo de Semedo para vos dar como exemplo que para Rui Vitória não se joga porque sim, tal como agora Jardel não está a jogar porque sim. Na época passada André Almeida "pegou" quando Semedo se lesionou e no regresso do jovem da formação... André manteve-se em campo porque estava num grande momento. Semedo teve que esperar.

Mas esperar para estes jogadores não é uma história sem fim, o tempo tem demonstrado que esperar vale a pena e por isso os jogadores treinam no máximo sempre (talvez por isso algumas lesões) e quando entram na equipa, parece-me apenas mais uma peça de um motor que funciona sem hesitações.



Isto não é só ser bom taticamente! Para isto ser possível, é preciso saber ser-se um fantástico treinador, mas acima de tudo um grande condutor de homens, como Rui Vitória o é. Todos entram em campo com os níveis de confiança no máximo e o treinador do Benfica recusa sempre apontar culpados, que não ele, quando os momentos menos bons aparecem.

É esta confiança que constroi jogos com momentos de fantástico futebol, ao mesmo tempo que impõe nos adversários situações de pressão que impõem erros que acabam por dar origem a momentos de superioridade do Benfica. Se vai resultar sempre e com todos? Para Rui Vitória só importa que resulte com os necessários a que o Benfica atinja os seus objetivos: vencer todas as competições nacionais e chegar às meias finais da Champions.

Ontem quando vi Rafa e Samaris em campo e quando olhamos às cada vez mais "novas" movimentações de Carrillo percebemos que as lesões não são boas, mas estão longe de ser um problema para Rui Vitória.

Quebra-se o mito de que Luis Filipe Vieira não daria a Rui Vitória condições, pois o treinador português soube tirar partido das contratações, mas também ele "contratar" a qualidade de cada jogador, maximizando a capacidade de jovens em que ele decidiu apostar.


É assustador pensar num plantel do SLBenfica à máxima força, não só pelo potencial de qualidade de jogo, mas acima de tudo assustador pela quantidade de jogadores de tremenda qualidade que ficarão de fora num momento desses.

SLBenfica decoded: Nem perfeitos nem sortudos

Avatar
 ●  47 comentários  ● 
O Benfica e a polémica em que todos têm razão A forma como o Benfica destroçou o Marítimo serviu a toda a gente menos aos adeptos da equipa madeirense, que têm ali muito com que se preocupar. Serviu aos benfiquistas para mostrarem que a sua equipa está fortíssima: afinal de contas, os 6-0 são sempre um resultado imponente, mais a mais se contra uma equipa do mesmo escalão. E serviu aos portistas e aos sportinguistas para fazerem valer a tese segundo a qual frente ao Benfica a generalidade das equipas de menor dimensão comete erros infantis: os três primeiros golos encarnados nasceram de bolas que os insulares chegaram a ter controladas, dentro ou pelo menos nas imediações da sua área. 

O que uns e outros ainda não perceberam, no debate permanente e sempre hiperbolizado ao extremo, é que estão a dizer exatamente a mesma coisa. Dizem os benfiquistas que o Benfica está muito forte e têm razão. A forma como o onze de Rui Vitória parece adormecer os adversários no início do processo ofensivo, com um ritmo propositadamente mais baixo antes de meter as mudanças de velocidade à entrada dos últimos 30 metros, parte as defesas, que estão sempre obcecadas com a diminuição do espaço entre linhas, explorando-lhes as deficiências no controlo da profundidade e da velocidade. Seja por dentro ou por fora, seja no corredor central ou nas alas, o Benfica mete muitas vezes gente com bola atrás da última linha dos adversários e isso resolve-lhe os jogos. 

Depois, dizem os adeptos rivais que toda a gente parece facilitar a tarefa ao Benfica e, olhando pelo menos para o jogo desta noite, também tiveram razão. Aqui, as razões são duas. Por um lado, a pressão que a equipa de Rui Vitória mete na saída de bola dos opositores convida ao erro. Por outro, a falta de capacidade que estes mostram para tirar a bola das zonas de pressão leva ao reiniciar do processo e a mais uma vaga de ataque do Benfica. 

No fundo, a explicação para este Benfica avassalador com os pequenos e mais débil nos jogos com equipas do seu nível escreve-se com uma palavra: investimento. A qualidade do Benfica no processo ofensivo depende de duas coisas: das mudanças de velocidade e da posse de bola. A posse de bola depende de outras duas coisas: da capacidade para a recuperar rapidamente e da qualidade que o adversário (não) tem na sua circulação, de forma a conseguir mantê-la. 

Quando o adversário consegue, como o FC Porto, ter a bola e iludir esta primeira pressão – e a generalidade das equipas mais fortes têm gente capaz de sair a jogar – transporta o jogo para zonas e momentos nos quais o Benfica investe menos e é capazes de expor as debilidades que esta equipa tem. Por isso, nem o Benfica está uma equipa perfeita e imbatível, nem os adversários perdem os jogos de propósito. E em nome da sanidade do debate, seria excelente que uns o outros compreendessem isso.
António Tadeia in Facebook

ranking