O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 16 de março de 2019

Surpresos?! Não leram o NGB nos últimos anos...

Avatar
 ●  98 comentários  ● 

...porque se têm lido tinham percebido que alertamos dezenas de vezes para a "fragilidade" deste Conselho de Arbitragem.

Anunciamos em primeira mão que os escolhidos por Fernando Gomes eram Fontelas Gomes e Paulo Costa.

Sabíamos o que vinha aí. Na temporada passada notou-se. Esta temporada já nem há vergonha.

O que pergunto é o que impede qualquer vice presidente do SL Benfica de vir a público denunciar isto.

O que impede o presidente do SL Benfica de vir exigir imparcialidade?

Acham que é a News Benfica que tem algum impacto? Não sejam ridículos.

Temos alguém na direcção do SL Benfica disponível para vir a público defender o clube?

Ou são mesmo uns inúteis que só servem para aparecer quando a equipa ganha?

Será preciso perder mais este campeonato por erros de arbitragem?

sexta-feira, 15 de março de 2019

Sorteio Liga Europa

Avatar
 ●  136 comentários  ● 

Nápoles - Arsenal

Villareal- Valencia

SL Benfica - Eintrach Frankfurt

Slavia Praga - Chelsea

---------------------------

Nas meias finais, em caso de qualificação, encontraremos o vencedor do jogo Slavia Praga - Chelsea.

Temos tudo para prosseguir não concordam?

O caminho na Europa continua dentro de momentos...

Avatar
 ●  44 comentários  ● 

Foto: Record
- Chelsea (Inglaterra)

- Valência (Espanha)

- Nápoles (Itália)

- Arsenal (Inglaterra)

- Eintracht Frankfurt (Alemanha)

- Slávia Praga (República Checa)

- Villarreal (Espanha)

São estes os possíveis adversários para os quartos de final da Liga Europa. Talvez o Slavia de Praga e o Villareal sejam os mais desejados mas de todos os únicos que não me apetecia enfrentar já era o Nápoles.

Seja como for, iremos onde for, espero já com a consciência de que numa fase destas de uma competição europeia não se faz gestão de jogadores. Joga-se para ganhar!

Foi o erro de Bruno Lage ontem. Não ter assumido logo de início do jogo o arrumar da eliminatória para depois então gerir o que fosse preciso gerir.

A primeira parte foi muito má, com o SL Benfica a nem sequer rematar quase vez nenhuma à baliza, tirando uma ou outra excepção.

O "poupar" obrigou que na segunda parte Bruno Lage queimasse logo 2 substituições ao início tirando Zivkovic que pareceu não saber qual seria o seu papel em campo e Yuri Ribeiro cuja exibição nem tem qualificação possível...

Já com Jonas e Grimaldo em campo, a coisa acelerou e as ocasiões começaram a surgir. O golo foi merecido e ninguém teria ficado surpreendido se o SL Benfica tem resolvido a eliminatória ainda no tempo regulamentar. Não aconteceu e lá fomos para um prolongamento em que rapidamente o jogo ficou sentenciado.

Ficou provado que nem o Zagreb era um papão. Bastante limitados até. O Codecity fez um jogo bem melhor que eles.

Mas o mais importante foi todos terem percebido que emocionalmente a vitória de ontem fez maravilhas pelo espírito da equipa.

O cansaço é relativo quando há motivação e foco. Foi por isso que o SL Benfica da segunda parte e do prolongamento mereceu passar.

Parece-me justo destacar 3 jogadores:

Gabriel: o grande maestro da equipa. Viu-se o que foi a equipa sem ele com o Codecity e com ele ontem.

Rafa: as suas arrancadas a 200km/hora, os desiquilíbrios que provoca ao sair com a bola no pé e correndo pelo meio campo adversário fora foram fundamentais. Levou pau até mais não mas aguentou. Grande jogo.

Jonas: quem acompanha o NGB conhece a minha opinião sobre Jonas. Uma vedeta no balneário, o jogador mais caro do plantel, e que é o campeão dos golos aos pequenos pois golos ao FCP, SCP e Champions...são coisa que não lhe assiste.

Mas ontem é mais que justo reconhecer o imenso sacrifício de Jonas pela equipa. Notou-se claramente que a partir dos cerca de 25 minutos em campo, Jonas estava com imensas dificuldades. Aguentou, correu, marcou(e tentou marcar mais vezes) e foi um exemplo na luta pelo resultado final.

Quando é assim só tenho que elogiar o seu comportamento, e que repetir

Pela negativa:
Yuri Ribeiro demonstrou que não dá mesmo, e Fejsa deu razão ao Redmoon. Não serve para esta equipa e esta forma de jogar. É um elemento a menos, na minha opinião. Perdeu imensas bolas, passaram-lhe outras tantas pela frente em que não demonstrou reacção e não tem qualquer capacidade de passe ou de se integrar no ataque da equipa como, por exemplo, Samaris. Uma pena mas acabou Fejsa.

O CAMINHO EUROPEU CONTINUA. É O MAIS IMPORTANTE.


quinta-feira, 14 de março de 2019

Sport Lisboa e Benfica - Dínamo Zagreb

Avatar
 ●  133 comentários  ● 

Convocados:
Guarda-redes: Svilar e Odysseas;

Defesas: Ferro, André Almeida, Rúben Dias, Grimaldo, Yuri Ribeiro e Corchia; 

Médios: Zivkovic, Krovinovic, Fejsa, Samaris, Pizzi, Gabriel, Gedson, Rafa e Cervi; 

Avançados: Jonas, João Félix e Jota.

---------------------------------------

Onze do SL Benfica:

Odysseas; André Almeida, Rúben Dias, Ferro e Yuri Ribeiro; Fejsa, Gabriel, Pizzi e Zivkovic; Rafa e Jota.

-----------------------------------------

Que o Manto Sagrado vos inspire a uma noite europeia...à SL Benfica!


Nota: O Daily Cannon publicou esta tarde que o treinador do Arsenal está convencido em contratar Grimaldo. Se o SL Benfica tivesse 1 milhão de euros por cada vez que saiu uma notícia destas sobre Grimaldo...

A única gestão possível para hoje...é a que leve à vitória.

Avatar
 ●  55 comentários  ● 



O adversário na luta pelo título no campeonato está nos quartos de final da Champions.

Nós, Sport Lisboa e Benfica, que estamos tão à frente dos outros, que não precisamos de reforçar a equipa em Janeiro e até nos demos ao luxo de dispensar jogadores, vamos abdicar da segunda competição da UEFA?

Nem pensar. 

Bruno Lage quer ganhar. Os jogadores querem ganhar. E por isso vamos ganhar.

quarta-feira, 13 de março de 2019

"O Benfica pode ganhar a Liga Europa?", por Scott Não Minto

Avatar
 ●  56 comentários  ● 

O seguinte texto é da autoria do benfiquista "Scott Não Minto" que contribuirá com várias reflexões no futuro aqui no NGB.

Obrigado e bem-vindo.

-------------------------------------------------------

A confiança e otimismo dos adeptos do Benfica para com Bruno Lage é devidamente justificada pelos resultados, exibições e, porque não, pela postura até agora inatacável do novo mister do Glorioso. 

Esta confiança leva a que muitos sonhem com a conquista da Liga Europa, competição pela qual já fomos a três finais e nunca conseguimos trazer o tão ilustre caneco. 

Eu alinho neste diapasão, embora mantenha reservas face a dois importantes aspetos da equipa liderada por Bruno Lage: o plantel é curto em algumas posições e a falta de experiência (dos jogadores e do treinador) fruto da juventude do plantel, que se pode vir a revelar fulcral na altura das decisões. 

Primeiro ponto: é inquestionável a qualidade dos miúdos que tem jogado na primeira equipa do Benfica (embora, naturalmente, tenham ainda muito para crescer e aprender). 

Segundo ponto: é injusto pormos-lhes nos ombros toda a pressão inerente a jogar num clube da dimensão do Benfica. Por exemplo, o Félix tem tudo para ser craque de craveira internacional? Tem. 

Tem de ser ele o principal responsável pelo Benfica jogar bem ou mal? Não devia. Só tem 19 anos. 
Por isso é que um plantel só pode ser competitivo se tiver uma harmoniosa mescla de experiência e juventude (e qualidade, claro. A experiência do Felipe Augusto dispensamos nós bem). 

Terceiro ponto: Bruno Lage, independentemente de como terminar a época, é treinador. 
A Equipa tem princípios de jogo. Sabe o que fazer em campo. Não há chutão para a frente só porque sim. 

Quarto e mais importante ponto: não foi dado a Bruno Lage plantel para lutar pelas três frentes. 
Se me perguntarem se acredito na conquista do título todos os benfiquistas dirão que sim. 

Quanto à conquista da Liga Europa eu digo também um contundente “sim”. 

O Benfica de Lage já mostrou que consegue bater-se com qualquer um dos tubarões que estão em prova. A questão é que a competitividade da nossa equipa está muito dependente de lesões, castigos e, essencialmente, a forma como a sobrecarga de jogos vai afetar o plantel, pois a verdade é que por muito talentosos que “os bebés do Seixal” sejam, o plantel é curto para jogar 2 vezes por semana sempre em alta rotação. 

Não estou aqui a antever uma futura eliminação na Europa ou a justificar a mesma por antecipação. Estou simplesmente a apontar que não foram dadas condições a Bruno Lage para disputar as três competições em falta sem haver gestão de esforço, o que se agrava mais quando no plantel alguns dos atletas mais experientes (e mais caros) são clientes habituais do departamento médico. 

Neste sentido, se há alguém a quem não podemos dar qualquer tipo de mérito pelo atual momento do Benfica é a Luis Filipe Vieira. 

Ao contrário do que disse hipocritamente há uns dias, não confiou no jovem treinador da equipa B. Se confiasse, não teria mantido Rui Vitoria muito mais tempo do que devia. Não teria tentado o regresso de Jorge Jesus e não teria falado de Mourinho. 

Por último, não reforçou a equipa em janeiro (apesar de, teoricamente, termos dinheiro para o Mourinho), que tanto precisava de um lateral e ainda empobreceu a frente de ataque. 

Posto isto, se me dissessem em novembro que o Benfica iria estar a jogar assim e nesta posição eu não acreditaria. 

O mérito é de Bruno Lage e se podemos escrever um texto a falar da possibilidade de se conquistar uma Liga Europa é graças ao novo mister. Por isso é que, caso as coisas não corram tão bem convém não enveredarmos pela critica fácil. 

Para o ano Lage construirá a equipa de raiz e espero que Vieira lhe dê dois reforços de inquestionável qualidade para ganhar tudo internamente e, finalmente, fazer uma participação na Liga dos Campeões de acordo com os pergaminhos do clube. (O David Luiz está em final de contrato... tratem lá disso). 

Esperemos que a Direção do nosso clube consiga reter o talento que temos no Seixal, tal como os seus administradores tem dito ultimamente que vão fazer, pois temos qualidade para que a próxima época possa ser muito especial. 

Para além de que os benfiquistas não vão perdoar se virem outra geração talentosa não ser aproveitada pelo clube.

------------------------------------------

O texto é da autoria do benfiquista "Scott Não Minto".

Quando se vira Milagreiro, tudo o que seja menos que milagre já soa a fracasso

Avatar
 ●  62 comentários  ● 

Muita da história deste Benfica recente, desta galvanização a que se assistiu nos últimos tempos, passa pelo jogo da Liga Europa que fizemos em Galatasaray, quando, com uma equipa de Yuris, Corchias, Florentinos e outras estreias, uma equipa pela qual ninguém dava nada por ela, arrancámos uma grande vitória contra todas as expectativas.

E é esse jogo que leva ao deslumbramento e à mudança do chip, e que leva também ao ressuscitar do velho paradigma do Seixal (com Vieira sempre a liderar o deslumbramento), de que com meia dúzia de miúdos em estreia e um treinador também com muito da sua formação dentro de portas, seríamos capazes de ganhar tudo.

Esse jogo na Turquia marca também uma alteração de paradigma. Porque o 11 escalado para esse jogo foi um onze de gestão de esforço do plantel, um onze que reconhecia as limitações do mesmo, um onze que colocava claramente o campeonato como prioridade máxima e a Liga Europa como uma competição que nunca poderia comprometer o nosso objetivo maior.

Só que, saiu tudo ao contrário... Vencemos na Turquia com os suplentes, e os Benfiquistas que apenas dois meses antes achavam que o Benfica não tinha sequer um onze capaz de almejar a conquista de um campeonato nacional, quanto mais vencer na Europa, saíram da Turquia a achar que afinal já tinhas duas equipas mais do que capazes de garantir favoritismo a vencer todas as competições em que participa.

A verdade porém é que no jogo da segunda mão na Luz, também num jogo com algumas poupanças (mas já não tantas), já não fomos capazes de vencer o Galatasaray, e no jogo seguinte de Liga Europa em Zagreb (também com algumas poupanças), até perdemos por 1-0, e mais do que perder ou empatar, o que fica é que jogámos muito pouco.

O jogo de Zagreb aliás, deu vários sinais negativos que não se espelham só no resultado final. Foi um jogo em que se percebeu que Bruno Lage, apesar de várias soluções que num espaço curto de tempo foi capaz de encontrar, não tem soluções ainda para João Félix, Seferovic, Grimaldo ou Gabriel. Estas pedras são para espremer até ao fim, tendo todos nós já percebido que dificilmente vão aguentar o ritmo.

Mas o jogo de Zagreb serviu também para mostrar que de facto foi um mito aquela teoria de que se podia vender Castillo ou Ferreyra à vontade, porque até Krovinovic ou Rafa podiam jogar a avançado.

Em Zagreb aliás, Bruno Lage tentou tudo e tudo falhou. Chegou a ter Rafa na frente de ataque com João Félix e fomos sempre inofensivos, e Krovinovic começou o jogo na ala esquerda onde falhou, passou para segundo avançado onde falhou novamente, passou para 8 e falhou mais uma vez e acabou a jogar a 6 com a saída de Florentino e Gedson onde também nunca pegou no jogo. As tais duas soluções que iriam colmatar a estupidez das duas vendas de Janeiro falharam rotundamente no teste que Lage lhes deu.

Sinal de alarme? Só se os Benfiquistas quiserem. O único sinal de alarme que vejo aqui é o deslumbramento dos Benfiquistas, de em dois meses terem passado de uma situação de campeonato perdido e de tentar sair da Europa sorrateiramente sem levarem nenhum enxovalho, para uma situação em que o mínimo que se exige a Lage é ganhar tudo.

Se há coisa que Bruno Lage nos mostrou nestes três meses, é que tem um sistema de jogo consolidado e tem um 11 competitivo que com frescura nas pernas dificilmente perde este campeonato.

Mas se há coisa que as últimas duas semanas mostraram claramente é que se é só com o tal 11 titular, numa situação de lesões zero, que vamos tentar vencer campeonato, Taça de Portugal e Liga Europa, o mais certo é acabarmos por perder tudo, porque há neste Benfica jogadores fundamentais já presos por arames e em sub-rendimento, e já se percebeu que o plano B deixa muito a desejar.

E por isso saúdo as palavras de Luís Filipe Vieira quando lembrou a todos que a prioridade é o campeonato! Europa? Sim, Europa sim numa situação em que tenhamos plantel e uma política desportiva condizente com tais ambições!

O que não faz sentido é entrarmos em Janeiro com uma política de desinvestimento, numa política de vamos à luta com o que temos, e de repente andarmos todos aqui a exigir o sol e a lua como se 4 ou 5 miúdos de 18 e 19 anos que provavelmente nem uma Segunda Liga Portuguesa ganhariam mesmo que ainda jogassem no Benfica B, pudessem agora levar a equipa às costas e conquistar a Europa e tudo o mais dentro de portas ainda numa fase tão precoce das suas carreiras.

Que não sejam os Benfiquistas a minar o milagre que tem sido feito por Bruno Lage, através das suas expectativas irrealistas. E a Bruno Lage é só isso que peço, tomates para reconhecer as limitações, nova gestão de plantel na próxima quinta feira (porque cair da Liga Europa não é drama nenhum), e rendimento máximo em Moreira de Cónegos e em todos os jogos do campeonato, esses sim os jogos realmente importantes e aqueles onde não podemos falhar.

O Benfica não vencer tudo não será nunca falhanço nenhum, nem do treinador nem dos jogadores. Não vencer tudo é apenas o resultado lógico de uma política desportiva que em tudo aponta nesse sentido, mesmo que LFV nos queira permanentemente fazer acreditar no seu contrário.





terça-feira, 12 de março de 2019

A primeira final "perdida" por culpa própria e as palmas miseráveis

Avatar
 ●  231 comentários  ● 

Foto: Record
Ruben Dias e Vlachodimos:
Os erros de ontem são imperdoáveis. São estes jogos, que são como finais, que demonstram quem está preparado para o futebol de topo e quem ainda não atingiu essa qualidade (ou nunca atingirá).

Estar a vencer o jogo por 2 golos de diferença e em 2 minutos fazer estas 2 borradas enormes é revelador de falta de concentração e de profissionalismo. 

Não há margem para erros, ou ainda não tinham percebido? 

Como é que Vlachodimos confia no golpe de vista numa bola daquelas? O mais importante não é não sofrer golos a qualquer custo? Antes um canto que um golo. Por menos enxovalharam Varela.

Ou Ruben Dias que em 2 jogos seguidos comete 2 erros que custam o resultado do jogo? Falta de concentração, foco? O que te está a desestabilizar, Ruben?

Codecity:
O Codecity fez o seu jogo, mesmo como se esperava. Jogar com o relógio, fechadinhos lá atrás mas com a nuance de que não bombeavam bolas para a frente. Trocavam a bola lá atrás e saíam com ela nos pés.

Tiveram os seus momentos na primeira parte e depois não deixaram de aproveitar os 2 erros inacreditáveis da nossa defesa. 

Bruno Lage e o SL Benfica:
O treinador do SL Benfica, face à ausência de Gabriel(e como fez falta!) adiantou Samaris e meteu Florentino. Não se pode dizer que funcionou assim tão bem. 

A equipa demonstrou bastantes dificuldades para furar o esquema do Codecity e tirando um remate de Rafa, pouco mais se via de perigo no lado do Codecity.

No entanto, percebia-se que o SL Benfica ía preparado para ser paciente. Por isso ao intervalo não havia uma ansiedade grande por estarmos empatados. 

A segunda parte começou melhor para nós e foi com naturalidade que aos 55 minutos o SL Benfica marca com um bom golo de Jonas. Infelizmente, foi a única participação de jeito de Jonas pois de resto foi uma miséria. Não consegue fazer grandes acelerações e correr então...é um suplício. 

Quando 10 minutos depois fazemos o segundo, tudo parecia encaixar. A paciência estava a compensar.

As palmas miseráveis:
Depois vem o minuto 68. Golpe de vista inacreditável de Vlachodimos e golo do Codecity. Entre o silêncio de quem estava incrédulo com aquilo ouviam-se...palmas no estádio por parte de alguns adeptos. Palmas?!!? Sim palmas.

Palmas por um profissional ter cometido um erro daqueles numa altura em que não se podem cometer erros? Numa altura em que qualquer falha pode custar um campeonato? Em que não entrar directamente na Champions pode custar, no mínimo, cerca de 40 milhões de euros?

Assobiar ou vaiar naquela altura nem pensar...mas palmas?!

Pois essa mentalidade pouco exigente (e miserável) de alguns teve a sua recompensa quando 2 minutos depois voltamos a oferecer um golo ao adversário. 

Então e as palmas? As palmas?!? Não batem?! Perceberam agora o ridículo? 

Aquelas palmas aquando do primeiro golo sofrido são o reflexo da sobranceria e do "já somos campeões" que tem ecoado desde a vitória no Dragão. 

Pois não somos campeões e ainda não ganhamos nada! Perceberam?

O físico está a quebrar:
Há elementos que, por muito que Bruno Lage tenha tentado, estão a quebrar fisicamente. Isso reflete-se em campo.

Bruno Lage terá de motivar e encontrar nos jogadores menos utilizados soluções para os jogos que aí vêm. E, quem sabe, poder recuperar alguns dos lesionados.

A "criminosa" falta de reforços em Janeiro:
Está à vista a falta que 2 ou 3 contratações de qualidade no mercado de Inverno estão a fazer. A equipa nesta altura das competições precisa, além da frescura física, de experiência e mentalidade forte para vencer as adversidades como ontem.

Erros como os de ontem raramente são cometidos por jogadores de calibre nestas alturas críticas. Duvido que Ederson ou Oblak se fiassem num golpe de vista daqueles ontem, por exemplo. Ou duvido que um Garay(para exemplificar experiência e qualidade) fizesse aquela burrice de ontem que vimos Ruben repetir. Ainda vão dizer que Lema estava a mais? 

Juntando isso à falta de opções nas alas defensivas, à falta inacreditável de avançados com as características que Jonas não tem, ainda alguém tem a coragem de dizer que não eram necessários reforços em Janeiro?

A sobranceria e euforia de Vieira e "entourage":
Na primeira volta, após a vitória com o FC Porto, viu-se a mesma coisa. 
Sobranceria, toda a gente queria aparecer em público, queria ser associada ao sucesso daquele resultado. 
Já estava ganho. O sucesso do Seixal, do Vitória, do Vieira, do Rui Costa, do DSO, do canário...não faltou ninguém!

A seguir à vitória no Dragão, foi exactamente igual.
Surge uma reportagem em que aparecia o grande líder Vieira a apelidar-se de "pai do Seixal" e a fazer campanha até na entrega de Emblemas de Dedicação, Rui Costa a falar de João Félix como se tivesse sido ele a descobrir o seu talento, DSO com os olhos a brilhar a falar nos 300 milhões(e a pensar em mais prémios anuais)...todos apareceram.

Pois exactamente como acontecia com Rui Vitória, quando as coisas não correm bem ninguém aparece. Sabem o que significa dar o peito às balas? 

Ontem Bruno Lage e a equipa precisavam de alguém que aparecesse a dar o corpo às balas. A assumir erros mas a reforçar a confiança no treinador, no plantel.

Onde estava ontem Vieira, Rui Costa ou Domingos Soares de Oliveira? Moniz ou Tavares? Varandas Fernandes ou Almeida Lima? 

Arbitragens manhosas:
Não foi pela arbitragem que ontem não ganhamos mas para quem tinha dúvidas de que arbitragens podemos esperar até final...

Quantas vezes avisei aqui que alguém da direcção do clube ou da administração da SAD teria que exigir arbitragens isentas? 

Quantas vezes avisei que Fontelas e Paulo Costa não podem permanecer incólumes? Que Fernando Gomes ou Tiago Craveiro não podem passar ao lado disto?

Pois na direcção do SL Benfica ou na Administração da SAD só há energia para vir a público atacar velhos como o Simões. Atacar adeptos do FC Porto que estão a mandar no futebol português como querem...nem uma palavra.

Não há margem para mais erros:
Que todo o grupo tenha isso bem marcado no seu intímo.

Por isso, ganhar quinta-feira é vital para arrancarmos novamente com alento e foco. Ser SL Benfica é tentar ganhar tudo.

Temos o campeonato, a Taça de Portugal e a Liga Europa para discutir. 

Não somos um clube pequeno para abdicar de nada. 

segunda-feira, 11 de março de 2019

Sport Lisboa e Benfica - Codecity Sports Management

Avatar
 ●  207 comentários  ● 

Convocados

Guarda-redes: Mile Svilar e Odysseas;

Defesas: Yuri Ribeiro, André Almeida, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo;

Médios: Zivkovic, Krovinovic, Florentino, Samaris, Pizzi, Gedson Fernandes, Rafa e Cervi;

Avançados: Jonas, João Félix e Jota.

----------------------

Árbitro: João Capela

----------------------

Onze inicial do SL Benfica: 
Vlachodimos; André Almeida, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo; Samaris, Florentino, Pizzi e Rafa; João Félix e Jonas.

---------------------

Longe de ser um jogo fácil ou "favas contadas".

Precisamos de um SL Benfica focado, prático e com a pontaria afinada.

É a nossa primeira final.

Força SL Benfica!!

Exclusivo: "Um VAR às riscas e um Conselho de Disciplina Azul...de vergonha!", por Rui Gomes da Silva

Avatar
 ●  44 comentários  ● 


PELA INDIGNAÇÃO CONTRA UM VAR ÀS RISCAS

Eu sei que, quando “me lerem”, já estaremos todos - sem excepção - preocupados em vingar a derrota da primeira volta, contra a equipa da “Cruz de Cristo”, que, pela primeira vez, vai jogar sem a “dita” ao peito!!!

Como também sei que não nos devemos preocupar com coisas menores.

Mas daí até calar a indignação contra o que se passou, sábado, no Bessa, vai uma diferença tão grande como entre “a obra prima do mestre” e “a prima do mestre de obras”!

Eu - ainda mesmo antes de começar o campeonato - avisei!

Iam tentar levar a equipa de Alvalade “ao colo”!

E só uma grande incompetência faz com que, hoje, tenham de andar com eles ao colo para ... garantirem o 4º lugar!!!

São tão maus que nem ajudados lá vão!

Ou melhor, vão onde têm que ir ... cada vez mais.

Porque só em Portugal, onde há “ditadores de verdades que não o são” é que uma equipa que não ganha (quase) nada há 17 anos pode ser candidata a alguma coisa.

Só ganhando como ontem ganhou a quem já não ganha nada há 18 anos ... e nunca mais foi candidato!

Ou será que ter ganho em 2001 é defeito ... e ter ganho em 2002 é virtude?

Preocupado? Sim ... apenas na medida em que vamos ter de lá ir jogar ... para chegar ao Jamor.

Se não fosse isso ... nem lhes ligava mais ... este ano!

UM VAR A SÉRIO PARA O CD (OU COMO BRAHIMI PODE FAZER O QUE QUISER)

E se o VAR, no Bessa, foi ... “um ar que lhe deu”, devemos começar a pensar em criar um VAR para fiscalizar as decisões do Conselho de Disciplina.

Pelo menos nas que digam respeito ao FC Porto!

Então não é que, mais uma vez, o presumidamente “respeitável” CD (não confundir com as meias com o mesmo nome) achou que a “chapada” de Brahimi no Ruben Dias, com o jogo parado, só mereceu uma repreensão?

Sorte teve o “miúdo” e nós todos porque, com este ritmo, as “entradas” do Maxi, as “porradas” do Filipe, os “mimos” do Pepe, até as “graças” do Conceição serão consideradas como “justos corretivos, inseridos nas funções de uma paternidade responsável”!

E eles - os “miúdos” - que se aguentem ... senão ainda são castigados por serem meninos birrentos que não percebem que as bofetadas na cara devem ser consideradas como “actos educativos”!

Só pode ... Dr. Meirim!

DEPOIS DE ZAGREB ... VAMOS LÁ APOIAR OS “MENINOS” DE BRUNO LAGE

Quanto a nós ... depois de Zagreb ... parece que voltou o medo!

Homens de pouca fé ...

Eu sei que os “miúdos”, sendo muito bons, ainda têm de crescer ... e muito.

Eu sei que teremos de “temperar” essa qualidade com outros que, de fora, virão dar “poder de fogo” a uma equipa para ganhar tudo ... como queremos!

Eu sei que, com estas idades, há sempre o perigo de não aguentarem muitos jogos seguidos ...

Pois há ... mas, não deixamos de jogar o que jogamos ... só por termos perdido na Croácia!

Homens de pouca fé!

Vamos lá acreditar!

PLANTEL INSUFICIENTE?

Mas ... será o plantel suficiente?

Mesmo com a lesão de Seferovic?

Talvez não ... numa situação normal, mas, com os “outros” com o mesmo calendário (para já), e com 2 (que são 3) pontos de avanço ... vai dar!

Mas que sirva de emenda e que, tendo sido sempre assim, ... que quem ainda tem essa responsabilidade (e enquanto a tiver) aprenda e não volte a cometer o mesmo erro!

Porque mesmo sabendo que não acredita, quem diz querer ser Campeão Europeu tem de ter equipa para estar nas 3 frentes, a partir de Fevereiro!

E não satisfeitos com erros como os do ano passado, com um desfalque de qualidade que teve como consequência ... a perca do penta para um Porto menor, voltamos a repeti-los, este ano, em Janeiro.

Com a sorte de Bruno Lage ter virado “santo milagreiro” depois de pegar na equipa com 7 pontos de atraso e estar, 2 meses depois, 2 pontos à frente!

MODALIDADES

Para acabar ... recordo o que escrevi - aqui, no NGB - quando em 17 de dezembro, “falei” de modalidades.

Dando conta do que pensava, depois de falar com muita gente, e depois de ouvir (ouvir, mesmo) os que vão a todas.

A todas as modalidades, a quase todos os escalões, a quase todos os jogos, sejam eles masculinos ou femininos!

E se, na altura, o panorama não era brilhante, o que dizer, agora, passados quase 3 meses?

Que quase não vamos ganhar nada ...

No Benfica, temos de fazer tudo para termos pavilhões cheios, em todas as modalidades!

Onde ser campeão em tudo seja o objetivo ... conseguido todos os anos.

Com dinheiro para sermos candidatos sérios e regularmente vencedores dos títulos de campeões europeus em 2 (ou 3) modalidades ...

Se não for assim, não estaremos a honrar o nome do Benfica!

Agora, como estamos hoje, com tanto dinheiro gasto e com tão pouco sucesso ... 

Com uma certeza ... o VP Domingos Almeida Lima não será o grande culpado e - muito menos - o único!!!

Até com o Feirense?!

Avatar
 ●  12 comentários  ● 

A vergonha neste campeonato vai parar quando? Nunca?

Até com o Feirense precisaram de favores?!

Não abra a boca caro Luis Filipe Vieira.

Continue a olhar para o seu umbigo e não defenda o SL Benfica destes larápios. 

Luis Filipe Vieira e a sua direcção deviam corar de vergonha por cada dia que passa sem pedirem a cabeça deste Conselho de Arbitragem ou da Direcção da FPF que o sustenta.

Ou só vale a pena chorar depois de num dos jogos que faltam sermos prejudicados?

ranking