O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 5 de novembro de 2016

Rui Vitória, o Super Homem!

Avatar
 ●  54 comentários  ● 
NUNCA SE QUEIXOU! Impressionante a capacidade de inventar soluções... Se tivesse nome de personagem biblica era o maior dos jornais e considerado o melhor treinador português, mas como nem ele liga a isso...

O melhor goleador teve uma lesão irrelevante, acabou com uma bactéria que quase pôs a carreira do jogador em risco... e lá teve que levar a equipa para a frente sem ele.

O jogador que constituiu maior aposta/investimento para esta época fez um jogo e prometeu imenso, acabou lesionado nesse mesmo jogo e está há mais de um mês de fora... e lá teve que montar a equipa sem contar com a rentabilização imediata do investimento.

O central que o ano passado fez dupla intransponível com o Lindelof quando viu regressar o sueco para recuperarem essa dupla, acabou com lesão de longa duração... e lá teve que ir "resgatar" e recuperar mentalmente o capitão aos 37 anos.

O lateral esquerdo começava a fazer exibições de sonho e despertava a atenção já de toda a Europa do futebol, acaba lesionado por algumas semanas... e la teve que jogar na adaptação de jogadores na esquerda ou recuperando um jogador que apesar de muito voluntarioso, tem imensas limitações.

O "monstro" do meio campo estava a fazer das mais longas "temporadas" a jogar sem parar, sabendo nós da sua fragilidade nos joelhos, chega o jogo com o segundo classificado e lesiona-se com gravidade num lance de uma entrada maldosa de um adversário ucraniano... e lé teve que montar a equipa sem o seu principal pilar de controlo dos momentos defensivos e de saída equilibrada para o ataque.

Eu até poderia continuar, mas em vésperas de jogo grande olho apenas para estes CINCO titulares indiscutíveis que não estarão no relvado do Estádio do Dragão... e do treinador do Benfica nem uma palavra a antecipar dificuldades ou desculpas por causa disso.

Não é um jogador, como outros se queixam, não são dois nem três, são CINCO TITULARES.. e nem aqui estou a juntar Gaitan e Renato, como outros fazem com os lamentos aos jogadores que vendem! Meia equipa de fora e com isso Rui Vitória monta a equipa, enche de confiança os que não costumam jogar e lá vamos nós para um jogo importantíssimo carregados de ambição e noção que temos todas as condições para sair do Dragão com uma vitória, mas sabendo que outro resultado não será o fim do Mundo, isto porque com todas estas dificuldades, Rui Vitória chega ao Dragão com 5 pontos de avanço sobre o segundo classificado!

CARREGA BENFICA! Sem desculpas!

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Um aviso sério para Rui Vitória, toda a comitiva do Sport Lisboa e Benfica e adeptos:

Avatar
 ●  45 comentários  ● 
Domingo tudo o que precisarem conversar e delinear acerca do jogo que o façam no hotel. 

Não esperem privacidade em qualquer parte do Estádio do Dragão, muito menos no balneário que vos é destinado.
Há câmaras, microfones e gente a monitorar todo o espaço destinado ao Sport Lisboa e Benfica.

Vão preparados para assistentes de recinto hostis aos benfiquistas, facilitadores da deslocação dentro do estádio de gente afecta aos Superdragays, e para parte da força policial pouca preocupada em defender os benfiquistas ou a comitiva de tentativas de condicionamento.

Esperem um jogo ao nível do épico 0-2 de 1991, dentro e fora de campo.

Não se decide o campeonato nem a liderança mas é um jogo do tudo ou nada para eles.

Pinto da Costa aposta tudo na sua sobrevivência.

Avatar
 ●  27 comentários  ● 
O post anterior assinado pelo Benfica Eagle a todos deixou evidente a grave situação financeira do FC Porto.

O clube liderado por Pinto da Costa falhou a todos os níveis: consolidação desportiva, consolidação financeira e crescimento da base de apoio.

Desportivamente o FC Porto desperdiçou todo o capital desportivo acumulado com as vitórias conseguidas com o domínio da arbitragem e até mesmo daquelas que foram por mérito como as na Europa. Em vez de consolidar um núcleo de atletas que assegurasse a passagem da mística do clube aos novos, o FC Porto resolveu vender tudo o que mexia a troco de transferências milionárias mas miseráveis para o verdadeiro objectivo de qualquer clube: vencer. E isto leva-nos à parte financeira.

No aspecto financeiro, o FC Porto deu a ganhar aos seus administradores e intermediários dezenas e dezenas de milhões de euros com a "mina de ouro" que foram os anos pós-Mourinho. Vender aqueles jogadores hiper-valorizados deu para tudo...menos para abater na dívida do clube.

Não será por acaso que há uma senhora emigrada que tem "uns papéis" relativos a umas contas da Suíça como seguro de vida.

E finalmente a base de apoio. Um clube que vence durante tantos anos seguidos veria normalmente a sua base de apoio duplicar ou triplicar. Mas não o FC Porto, cujo discurso baseado no ódio ao Benfica e os seus resultados baseados na maioria das vezes na corrupção confirmada com Apito Dourado não seduziu o país futebolístico. Daí que ao FC Porto falte essa massa humana que lhe dê mais tempo para reconstruir financeiramente o clube. Se não estiver a ganhar, o FC Porto não atrai nem audiências nem pessoas ao estádio.

Por isso, só resta a Pinto da Costa gastar as últimas munições com os velhos métodos: tentar controlar a arbitragem(escolha de Paulo Costa), usar as amizades no norte para conseguir ajudas com o nosso dinheiro como demonstrei no post "Os nossos impostos ao serviço do Futebol Clube do Porto." e fazer regressar em força a violência e as ameaças a árbitros e dirigentes do futebol português.

A CM Gaia, a CM Porto e a entrada de Fernando Gomes(o antigo presidente da CM Porto) para granjear algum apoio político são alguns dos meios utilizados por Pinto da Costa para tentar escapar ao destino de sair do FC Porto corrido por falta de resultados desportivos.

Vale tudo para Pinto da Costa. Até a devolução de alguns "poderes" a Reinaldo Teles.

Curiosamente, o Sport Lisboa e Benfica pode em campo ajudar a afundar mais o seu principal inimigo dos últimos 30 anos e que tanto prejudicou o Glorioso: Pinto da Costa.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Finanças: Porto precisa de vender 600M€ em Atletas até 2020!

Avatar
 ●  47 comentários  ● 
Como já é conhecido, a Porto SAD apresentou 58,4M€ de prejuízos na época 2015/2016, tendo obtido 76M€ de Proveitos Operacionais, 75,4M€ de Proveitos "totais" com Atletas, que renderam 43,8M€ Proveitos "líquidos" com a Venda de Atletas, a que se juntaram 2M€ de Proveitos Financeiros.



A 26 de Outubro a Porto SAD apresentou o seu orçamento para 2016/2017, prevendo 2,7M€ de lucros, e para tal objectivo ser alcançado terão de obter 115,8M€ com Proveitos "totais" com transacções de Atletas, que representam 68,6M€ de Proveitos "líquidos" com as venda e empréstimo de Atletas. (60% de "mais-valia" considerada)



Atendendo a que a Porto SAD teve na época passada 180M€ de Custos Totais, considerando as transações "líquidas" de Atletas, então isso significa que a Porto SAD poderá alcançar 900M€ de Custos Totais, no período 2015-2020.

O grande "problema" consiste no facto de ter apenas obtido 76M€ de Proveitos Operacionais em 2015/2016 e prever para esta época 98M€.  Considerando uma média de 90M€/Ano de Proveitos Operacionais, isso representará 450M€ de Proveitos Operacionais, no período 2015-2020.

Significa que a Porto SAD para ficar com a situação equilibrada no período 2015-2020 terá de obter 450M€ de Proveitos "líquidos" com Atletas + Proveitos Financeiros, e até agora apenas alcançou (45,8M€ = 43,8M€+2M€). Ficam a faltar 404M€!

No período anterior (2010-2015) a Porto SAD teve Proveitos "líquidos" com Atletas que rondaram os 259M€, a que se juntaram 15M€ de Proveitos Financeiros, e para tal resultado ter sido alcançado teve de vender quase 400M€ em Atletas, em 5 Anos. (64% de mais-valias considerada).

Para que a Porto SAD não tenha prejuízos acumulados nesse período, necessitará de obter mais de 400M€ de Proveitos "líquidos" com Atletas, de 2017 a 2020, o que representa 600M€ com a venda de Atletas! (considerando 67% de mais-valias)

Isso representa uma "necessidade" de:
- 150M€/Ano na Venda de Atletas.
- 100M€/Ano em Proveitos "líquidos" com Atletas.
- 5 Titulares vendidos por Ano, a um preço médio de 30M€/cada.
- 5 Titulares vendidos por Ano, com uma mais-valia em média de 20M€ por jogador.
- 20 Vendas de "Titulares", até 2020, por 30M€/cada!

O "problema" é que a Porto SAD tem contratado:
- Atletas com idade avançada (acima de 27 Anos) (Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Marcano, Layun, Depoitre, Adrian Lopez), que nunca irão ser vendidos por 30M€/Cada.
-  Atletas "caros" (Ádrian Lopez 11M€ 60%, Imbula 20M€, Oliver pode custar 20M€, Diogo Jota pode custar 22M€), que irão render mais-valias inferiores ao que seria necessário.
- Atletas com percentagens elevadas detidas por outras entidades (Aboubakar 37,5%, Brahimi 50%, Ádrian Lopez 60%, Otávio 65%, Corona 70%), que irão render mais-valias inferiores ao que seria necessário.

Se o Porto precisa de vender 20 Jogadores por 30M€/Cada, com mais-valias de 20M€/Cada, até 2020, neste momento só tem Danilo, Herrera, Rúben Neves e André Silva que poderão encaixar nesse perfil.

Para mim não foi surpresa nenhuma o facto de Fernando Gomes (Actual Administrador Financeiro da Porto SAD) já ter começado a tentar "vender" os 3 titulares (Danilo, Herrera e André Silva) por "95M€"!

Também não me admira que o Jornal O Jogo, dia "sim", dia "sim", faça capa com André Silva.  

O Porto precisa desse dinheiro como de "pão para a boca"!


Não admira portanto as declarações de Angelino Ferreira (Ex-Administrador Financeiro da Porto SAD), na semana passada ao Jornal Expresso (29 de Outubro de 2016) (Link da entrevista completa)

Para memória futura, aqui ficam algumas das frases mais emblemáticas:

"O sucesso desportivo e financeiro estão interligados. As duas linhas de negócio do futebol, nacional e europeu, são as receitas associadas ao espectáculo, ao jogo, e à venda de jogadores, sendo o nosso problema a excessiva dependência dessas receitas. No caso do Benfica menos, que tem um modelo de negócio mais estruturado."

"(Benfica) tem uma dívida financeira de mais de €300 milhões, que é o dobro do FC Porto e Sporting, mas tem activos bem maiores do que os adversários. E uma exploração operacional positiva, ao contrário do FC Porto, desequilibrada nos tais €58,4 milhões."

"Porquê a crise? Pinto da Costa já não tem o poder que antes tinha? Desde logo porque há uma crise desportiva, crise na política de transferência de jogadores e crise financeira."

"A minha saída teve que ver com a estratégia de gestão de SAD que não era coincidente com a da maioria"

Para finalizar, pode ser que os "quadros" de Nuno Espírito Santo fiquem mais valiosos do que os de Picasso, e isso ajude a Porto SAD a pagar as despesas :)

Fejsa de fora. Que opções tem Rui Vitória?

Avatar
 ●  43 comentários  ● 
A estabilidade da equipa tem dependido muito da actuação de Fejsa. Mas infelizmente está de fora de jogo no Dragão devido à entrada violenta que sofreu no jogo com o Dínamo de Kiev.

Que opções tem Rui Vitória para conseguir manter essa estabilidade no sector mais recuado da equipa?

Samaris? André Almeida? Danilo? André Horta? Ou ainda outro? Jogar com 2 trincos?

Que opção tomariam?

É isto a que me refiro

Avatar
 ●  53 comentários  ● 
"Um jovem de 18 anos está desde 22 de Outubro de baixa – e chegou a estar quatro dias internado no hospital – após ter sido agredido por alegados adeptos do Sporting junto ao Estádio Alvalade XXI, no dia em que os leões jogaram em casa contra o Tondela (1-1). 

A PSP confirma a apresentação de uma queixa. Segundo explicou ao CM tudo se terá passado porque a vítima, Edilson Pedroso, trazia vestidos um boné e camisa vermelhos. "Fui atacado por mais de uma dezena. Sofri ferimentos no tronco, cabeça e fui operado duas vezes ao queixo", lamenta. Um dos agressores também ficou ferido e foi identificado pela vítima no hospital.". CM.

No princípio da semana fomos confrontados com as declarações do cobardolas do líder dos Superdragays, conforme destacamos no post "O incitamento à violência já é legal? Pedro Proença ou Fernando Gomes vão ou não condenar estas declarações?". O poder de Pinto da Costa é baseado no ódio ao SL Benfica, na intimidação e na corrupção.

Agora sai esta notícia que revela mais efeitos da cultura de ódio que tem vindo a ser aplicada também no Sporting.

Só mesmo dirigentes corruptos e sem independência é que podem ficar calados perante todos estes acontecimentos. Cobardes e sem qualquer interesse em promover a boa imagem do desporto, os dirigentes são os culpados de que as famílias pensem 2 vezes antes de irem ao estádio ver um jogo grande.

Os adeptos que apoiam estes dirigentes que, directa ou indirectamente, promovem o ódio e a rivalidade exacerbada, têm tanta culpa quanto eles.

Fernando Gomes e Pedro Proença, como responsáveis máximos do futebol português, têm nas mãos a maior responsabilidade por tudo o que venha a suceder no futuro. Porquê? Bem, porque escolhem ficar calados que nem ratos em vez de publicamente produzirem declarações que reprimam toda a espécie de ódio e violência.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Opinião: Nem o futebol português nem o Sporting precisam deste escroque

Avatar
 ●  69 comentários  ● 




Defendo desde sempre que o futebol português só tem a ganhar com Benfica e Sporting fortes.

Defendo desde sempre que o único clube que lucra com um Sporting fraco ou debilitado é o FC Porto. Também sempre disse que o FC Porto atravessaria o “deserto” estando os 2 clubes de Lisboa em alta. Tudo isso se tem verificado.

Também sempre afirmei que este FC Porto liderado por Pinto da Costa, que roubou títulos sucessivos ao Benfica e que construiu a sua base de apoio interna baseada no ódio ao Glorioso, merece o pior possível até se libertar dessa corja de parasitas e tornar a ser um clube respeitável.

Ao contrário de outros, não tive problemas em afirmar o meu contentamento com a expulsão dos comandos do Sporting da “dinastia Roquette” e a sua substituição por alguém que afirmava olhar só para o seu clube e lutar pela sua autonomia. O futebol português só tinha a ganhar com a rivalidade Benfica/Sporting em alta e a disputar títulos.

Mas a realidade é que neste momento o presidente do Sporting representa um problema muito grave para o futebol português e não só para o Sporting.

Não desminto o que escrevi como mantenho que BdC foi atraiçoado aquando da escolha de Luis Duque para a LPFP. Não desminto como mantenho que BdC foi tratado por outros dirigentes, Vieira incluído, com falta de respeito e até achincalhado de várias formas nos bastidores do futebol português. Mas nada disso justifica o que veio a seguir.

BdC resolveu trazer à tona o que de pior já se fez em Portugal em todos os aspectos: condicionamento da opinião alheia, ataques à verdade desportiva, mentiras ditas publicamente sem qualquer pudor, criação de uma estrutura de comunicação e propaganda com os maiores pulhas disponíveis entre os lagartos a soldo(não confundir com Sportinguistas que me merecem todo o respeito), e até instrumentalização de todos os meios do Sporting para insultar e atacar mesmo os sportinguistas que discordam dele.

De uma lufada de ar fresco neste futebol português cheio de patos-bravos, BdC preferiu passar a ser o maior representante dos escroques que giram em torno do futebol. Um símbolo e exemplo para os pulhas que parasitam e destroem instituições.

Considero Pinto da Costa um cancro do futebol e desejo sinceramente que caia com estrondo e com a humilhação que merece. Dele e do seu mentor, Pedroto, deixei evidente o que penso no post “A verdadeira origem do ódio no futebol português.

A minha opinião sobre Vieira é conhecida e ficou expressa resumidamente no post “Vieira: o presidente que precisamos em 2016.

Mas BdC revela-se um escroque refinado que tem como único objectivo perpetuar o seu poder através de qualquer meio. Destila veneno e incita ao ódio e até à violência com o seu permanente vomitar de ataques ao Benfica e aos adversários internos.

Um pulha que tem Dolbeth ou Dias Ferreira como exemplo!

No final, tenho como certo de que sem o título de campeão à vista, BdC terá o destino dos cobardes: fugirá a culpar os outros das suas falhas.


Nem o Sporting, uma grande instituição que cresci a respeitar como o grande rival do Sport Lisboa e Benfica, nem o futebol português precisam de um escroque destes.

Para já, o FC Porto venceu a primeira batalha: condicionar o árbitro.

Avatar
 ●  14 comentários  ● 
Na segunda-feira escrevi num dos posts sobre o FC Porto que não queria acreditar que o clube condenado por corrupção tivesse tido acesso antecipado ao nome do árbitro que iria ser indicado para apitar o clássico de domingo.

Mas afinal parece que não fui só eu que achei isso. Até Rui Santos no seu “Tempo Extra” é da mesma opinião.

A realidade é que o FC Porto recuperou a sua influência no Conselho de Arbitragem e tenta por todos os meios, já que em campo não o conseguem, recuperar algum ascendente sob o árbitros.

Fábio Veríssimo ou qualquer outro árbitro mais jovem não interessam ao FC Porto porque são juízes de campo que surgiram num período em que o clube que teve os árbitros na mão durante muitos anos não tinha o controlo dos organismos da arbitragem.

Para o bem e para o mal Vítor Pereira muitas vezes colocava certos árbitros na jarra por saber que alguns eram propensos ao erro em certos jogos. Não foi por acaso que Pedro Proença ou Jorge Sousa andaram muito tempo afastados dos grandes jogos. Também não era por acaso que Vítor Pereira a partir de determinado momento passou a guardar para si o nome do árbitro para os jogos dos grandes pois nos restantes nomes do Conselho de Arbitragem da altura estavam nomes escolhidos a dedo para poder passar informação cá para fora.

Hoje o CA está na mão do FC Porto. Fontelas Gomes tem demasiadas fragilidades pessoais  e fraca capacidade de liderança e assim quem acaba por mandar é Paulo Costa, nome indicado pessoalmente por Pinto da Costa.

Foi por isso que Fábio Veríssimo foi preterido por Artur Soares Dias que é um portista, alguém com um historial de ser sensível à pressão do público do Dragay, e apesar das suas qualidades como juiz(que as tem) não garante a imparcialidade desejada para um jogo com esta importância.

Para já, o FC Porto venceu a primeira batalha: condicionar o árbitro.
Será preciso que os jogadores e técnicos do Sport Lisboa e Benfica vão preparados para não entrar num jogo demasiado físico, rude ou violento pois certamente não terão qualquer contemplação por parte de Artur Soares Dias.


A mentalidade forte tem sido uma das principais armas do Benfica. Mantenham-na os 90 minutos e a probabilidade de um bom resultado(vitória) será grande.

Os jogos que faltam são fundamentais mas temos todas as razões do mundo para estar optimistas.

Avatar
 ●  6 comentários  ● 
O Benfica venceu ontem o jogo com o Dínamo de Kiev. Foi justo e mais uma vez o que se destaca é a alma que esta equipa tem em todos os momentos do jogo. O penalty defendido por Ederson foi a expressão máxima dessa alma. O maior trunfo do Benfica é essa alma aliada a um sentido prático enorme. Utilizam cada metro do campo de forma inteligente.

Mas que fiquem longe as euforias ou as manias de que somos imbatíveis. A equipa continua com algumas fragilidades e em alguns momentos parecia estar a ver o mesmo filme do jogo com o Besiktas.

Se por um lado Luisão demonstra uma confiança em campo que parecia já irrecuperável e beneficia a equipa com isso, não deixa de ser evidente que frente a jogadores rápidos precisa de grande cobertura. O outro problema que vejo é a falta de combatividade do meio campo. Temos Fejsa preparado para isso(recupera homem!!) mas os restantes jogadores daí para a frente ainda estão a aprender a desempenhar essas funções.

Mitroglou esteve mais “zarolho” mas realiza um trabalho de combate e desgaste para o qual não temos mais ninguém com essas características. Gonçalo Guedes só precisa de aprender a libertar a bola em alguns lances do jogo e será mesmo um craque. Cervi tem muita garra e sentido de baliza. Salvio não dura o jogo todo mas parece aguentar melhor jogando mais por dentro e aí o seu futebol sai valorizado.

Lindelof está um central top, Ederson não deixa dúvidas de que é o dono do lugar, Semedo parece finalmente estar no caminho interrompido com a lesão do ano passado. Grimaldo torna a comprovar que é muito bom no plano ofensivo, mas desculpem os mais sensíveis, continuo a achar o espanhol mediano a defender. Para finalizar a grande paixão de alguns: Pizzi. Faz fluir melhor o jogo do que acontecia alguns jogos atrás, parece estar mais confiante com o lugar que agora ocupa no campo, mas ainda está longe de ser o 8 que precisamos.


Os jogos que faltam são fundamentais. Temos todas as razões para estar optimistas.

Estamos cheios de medo oh Tolinho...

Avatar
 ●  35 comentários  ● 
"Já começo a estar farto das chantagens que vejo todos os dias nos jornais, executadas exatamente pelo Benfica e é esta forma com a qual não me consigo identificar" in Record

Mas isto não fica por aqui em matéria de avisos, há mais: "Saiam os híbridos cobardes da toca e que a "dream team" da manipulação de Carnide volte para a gaiola de onde saiu pois em Alvalade manda o Leão e por muito que vos doa o Grande Sporting Clube de Portugal está para ficar!" in Record

O homem (LOL) acha que o Benfica não mais nada que fazer do que andar a orquestrar pseudo candidatos às eleições do Sporting?

Mas ainda ninguém explicou a este totó que o que nós queremos é que ele lá fique? Com que outro presidente conseguimos três títulos em três anos de presidencia? Oh Tolinho... muda lá de disco! Nós sabemos que a ideia é deixar os acéfalos seguidores já com sangue nos dentes e não ligarem nenhuma ao que pode ser o quinto resultado negativo consecutivo amanhã... mas até eles já perceberam que o Benfica quer mesmo é que o Tolinho das Aldrabices fique muitos e bons anos.

Mas não vos deixo sem se rirem mais um bocadinho, oram vejam:


"E, já agora, que é outro modus operandi pelo qual eu não me rejo, também não gosto que as pessoas insinuem mentiras. (...) porque é sobretudo de futebol que falo, e que as pessoas tenham a noção de que esta direção aquilo que procura é defender o Sporting, não é atacar os outros" in Record

Como é que o homem na mesma frase consegue dizer que não gosta de mentir e depois diz que não ataca os outros, defende é o Sporting??

Já sabem: #NUNCAACABEM

terça-feira, 1 de novembro de 2016

É vê-lo jogar de raiva... e é fácil perceber porquê!

Avatar
 ●  8 comentários  ● 
Disse João Alves esta semana na TV, e subscrevo evidentemente: Luisão anda há uma porrada de anos a vender centrais no Benfica.

Eu próprio o escrevi neste blogue há alguns anos atrás, que devia ser muitíssimo frustrante para Luisão ver David Luíses e Garays fazer nome e capas de jornais, vê-los sair milionários e cobiçados pelos grandes colossos do mundo, quando era ele (sempre foi) a trave mestra da defesa do Benfica e em parte aquele que permitiu aos seus companheiros de defesa crescer e brilhar.

Mesmo nos anos em que David Luís galgava metros pelo campo acima e originava orgasmos na bancada, para depois tentar mais uma gracinha infantil e dar golo do adversário, Luisão era na verdade o verdadeiro central do Benfica e aquele que funcionava quase sempre como um relógio... Mas o David lá foi fazendo carreira e coleccionando transferências milionárias, e até roubou a Luisão o lugar na seleção do Brazil, mesmo que sem nunca reunir consensos e sendo até alvo de muita critica de gente que se tem como percebendo muito de bola! 

Regozijo sinceramente pelo regresso de Luisão à equipa e pela chapada de luva branca que está a dar em tanta gente...

Com Luisão em campo a equipa não sofre golos, Lindelof subiu muitíssimo de nível exibicional, e até Nelson Semedo e Grimaldo, que defensivamente volta e meia ainda cometem erros, passam incólumes por esses erros, porque atrás, lá está o velho capitão pronto a apagar os fogos e a corrigir posicionamentos e a sincronizar toda aquela gente.

Pode não ter a velocidade de outros, mas por alguma razão os outros três da defesa podiam disputar provas de 100 metros! 

Criminoso de facto, a quem tanto deu ao Benfica ao longo de uma carreira INTEIRA, ter-se colocado em causa o seu valor e a sua importância no grupo, só porque partiu um braço e estava velho... aos 35 anos!

É vê-lo hoje jogar de raiva... e é fácil perceber porquê!


Pode-se brincar com muita coisa mas, quando mexem com o nosso brio e com a nossa dignidade, o bicho pega fogo! E os Benfiquistas agradecem!


Sport Lisboa e Benfica - Dínamo de Kiev

Avatar
 ●  1 comentário  ● 
Onze inicial do SLB: Ederson, Semedo, Luisão, Lindelof, Grimaldo, Fejsa, Salvio, Pizzi, Cervi, Guedes e Mitroglou.

Finanças: Análise dos 3 Grandes (Época 2015/2016)

Avatar
 ●  54 comentários  ● 
Análise 2000/2015:
As Finanças dos 3 Grandes (2000-2015)


Análise 2015/2016:
Finanças: Análise dos 3 Grandes (1º Trimestre 2015/2016)
Finanças: Análise dos 3 Grandes (1º Semestre 2015/2016)
Finanças: Análise dos 3 Grandes (3º Trimestre 2015/2016)
Finanças: Análise dos 3 Grandes (Época 2015/2016)

Finanças: Análise dos 3 Grandes (Época 2015/2016)

Explicação para o Quadro Apresentado - Resultados com Atletas: Para existir comparabilidade na Demonstração de Resultados dos 3 Grandes foram apresentadas as "Mais-Valias com Transacções de jogadores + Outros Proveitos com operações de Jogadores". Benfica e Sporting apresentam Proveitos "Líquidos"/Mais-valias com Atletas, e o Porto começou esta época a apresentar os Proveitos "Brutos" com Transacções de Atletas, e nos Custos apresenta o valor contabilístico dos jogadores no momento da venda. Explicação para a correcção do valor do FCP: 71,8M€ - 31,6M€ = 40,2M€ de "mais-valias" + 3,6M€ de Outros Proveitos com Atletas = +43,8M€ de Proveitos "Líquidos" com a Transacção de Atletas.



Atendendo à publicação na CMVM dos Relatórios Anuais da Benfica SAD, Porto SAD e Sporting SAD, é apresentada a habitual análise actualizada sobre as Finanças dos 3 Grandes.


Benfica: A Benfica SAD aumentou os seus Proveitos Operacionais, face a 2015/2016, subindo dos 102,0M€ para os 126,1M€, tendo os custos subido dos 106,5M€ para os 118,2M€. Os Resultados Operacionais foram então de +7,9M€, melhorando face aos -4,5M€ da época passada. A performance europeia e a digressão de pré-época foram fundamentais para esta melhoria Operacional. Os Resultados com Atletas foram de +30,1M€ (incluindo a venda de Lima, Ivan Cavaleiro, Renato Sanches e Gaitan, entre outras vendas e empréstimos que representaram 81,9M€ de Proveitos Totais com Atletas), e na época passada tinham sido de +34,9M€ com Proveitos Totais com transacções de Atletas de 78,8M€. Os Resultados Financeiros e de Investimentos ficaram nos -17,5M€, e neste particular melhoraram dos -23,6M€, devido ao facto de há 1 ano terem sido considerados 5,9M€ de custos relacionados com a aquisição do Benfica Stars Fund.

Ao nível dos direitos televisivos,  a Benfica SAD alcançou 33,4M€, um valor próximo dos Proveitos obtido na época passada (34,6M€).

O Resultado do Exercício em 2015/2016 situou-se nos +20,4M€, enquanto que na época passada tinha sido positivo em +7,1M€, pelo facto de os Resultados Operacionais terem melhorado.

Em termos de Activo e de Passivo "Contabilístico", o Benfica tem a sua situação positiva com um Activo "Liquido" de 476,4M€ e Passivo de 455,5M€, e Capital Próprio de +20,9M€. 

Como "curiosidade" a Benfica SAD em termos de Activo "Bruto", considerando as Amortizações realizadas, já investiu 680M€ (272M€ de Activos Tangíveis, 270M€ de Activos Intangíveis e 138M€ de outros Activos).


Porto: A Porto SAD viu a sua situação financeira piorar de forma considerável, tendo agravado o Resultado Líquido do Exercício face a 2014/2015 de +20,0M€ para -58,3M€. Este agravamento deveu-se em grande medida aos Resultados Operacionais que passaram de -16,7M€ para -48,6M€! Este é o pior Resultado Operacional (s/ venda de jogadores) da Porto SAD de que há memória. Para este mau Resultado Operacional, em muito contribui os Custos de Pessoal excessivos que rondaram os 75,8M€, mais 14,3M€ do que o Benfica gastou no mesmo período. A menor capacidade de gerar Receitas Operacionais deveria levar a Porto SAD a conter-se nos custos, mas está a acontecer o oposto do que seria aconselhável. Os Proveitos Operacionais reduziram dos 93,6M€ para os 75,9M€ e os Custos Operacionais aumentaram dos 110,3M€ para os  124,5M€.

Ao Nível dos Resultados com Atletas, a Porto SAD também piorou bastante a sua situação, tendo alcançado (+7,1M€) enquanto que na época passada tinha alcançado (+51,1M€), devido ao facto de ter baixado as Mais-Valias & Outros Proveitos com Atletas de 90,0M€ para os 43,8M€. Por exemplo a venda de Imbula apenas permitiu uma mais-valia a rondar os 3,8M€ apesar de ter sido vendido por 24M€. O mais surpreendente é o facto de o Porto, mesmo com 75,4M€ "brutos" com transacções de Atletas, ter obtido 58,3M€ de prejuízos.

Os Resultados Financeiros e de Investimentos têm piorado e estão cada vez mais próximos dos obtidos pela Benfica SAD (FCP -15,8M€ vs SLB - 17,5M€), e isso deve-se em grande medida ao facto de a Porto SAD ter aumentado consideravelmente o seu passivo em 6 épocas, tendo o Passivo subido de 160,1M€ para 349,2M€.

Devido a esta performance, os Resultados do Exercício da Porto SAD pioraram tendo passado de +20,0M€ para os -58,3M€. Ao nível do Activo e do Passivo, a SAD apresenta 375,0M€ de Activo, 349,2M€ de Passivo, tendo o Porto Clube 59,4M€ de "Interesses sem Controlo" pelo facto de deter 53% do Estádio (empresa EuroAntas), que foi consolidada a 100% nas contas da SAD. O Capital Próprio da Porto SAD apresenta um valor de +25,8M€ e de -33,6M€ não considerando os Interesses sem Controlo.



Sporting: A Sporting SAD facturou 77,3M€ em Proveitos Totais e 109,2M€ de Custos Totais, e na época anterior tinha obtido 100,5M€ de Proveitos Totais e 81,2M€ de Custos Totais. Em termos Operacionais teve Proveitos Operacionais de 68,8M€ e Custos Operacionais de 78,5M€, tendo um Resultado Operacional de -9,7M€. A situação piorou pelo facto de na época passada (2014/2015) ter obtido 58,4M€ em Proveitos Operacionais, 52,1M€ de Custos Operacionais e +6,3M€ de Resultados Operacionais.

A Sporting SAD tem pouca capacidade de investimento em Atletas, no entanto este Trimestre teve de incluir nesta rubrica "outros" custos relativos aos 15,0M€ da condenação no caso Rojo/Doyen, o que fez com que o saldo com Atletas + "Outros/Doyen" representasse -16,6M€.

Nos Resultados Financeiros & Investimentos a Sporting SAD só teve custos de -5,8M€ devido a uma situação de "concorrência desleal", já que com o valor do Passivo + VMOC's deveria ter  custos financeiros semelhantes aos de Benfica e Porto, que deveria rondar os -15M€ a -20M€. Ou seja, o Sporting teve um "perdão de juros" que rondou os 15M€.

Devido aos resultados operacionais, resultados com atletas, resultados financeiros e condenação "Doyen", a Sporting SAD viu o seu Resultado Líquido do Exercício agravar-se imenso de +19,3M€ para -31,9M€.

Como curiosidade, a Sporting SAD duplicou os Custos de Pessoal, de 25,1M€ para 48,9M€. Se a Sporting SAD gastava metade do Benfica a nível salarial, isso deixou de acontecer em 2015/2016.

Quanto ao Balanço, o Activo está nos 224,3M€ e o Passivo + VMOC's está nos 377,2M€, e se não fosse considerado o "fenómeno" dos 127,8M€ de VMOC's que apenas serão convertidos em 2026, o capital próprio ficaria nos -152,9M€ negativos, encontrando-se mesmo assim negativo em -25,0M€.

Estes resultados estão a ser influenciados por várias  situações pouco TRANSPARENTES, que tenho destacado nos últimos meses, e terei de voltar a relembrar mais uma vez:

1ª situação (Caso BES/BCP): Para o resultado positivo apresentado, a Sporting SAD está a beneficiar de um perdão de juros atribuído pelo NovoBanco e Millenium Bcp, que supera os 15M€/Ano, como já tive a oportunidade de explicar.

Ao nível dos Activos e Passivos, surgem outras 3 situações igualmente "graves" face à situação que referi anteriormente sobre os Proveitos e Custos (perdão de "juros" caso BES/BCP). 

2ª situação (VMOC's): A Sporting SAD teve de recorrer a uma reestruturação financeira que envolveu um aumento de capital da SAD, passagem da SPM para a SAD (empresa detentora dos direitos de superfície do Estádio de Alvalade), e recorreu a 127,9M€ de VMOC's, que são obrigações (financiamento) que serão obrigatoriamente convertidas em acções. O mais grave desta situação é que 55M€ "brutos" e 47,9M€ "líquidos" (1ª emissão) teriam de ser pagos em Janeiro de 2016, e a Banca prolongou o período de pagamento por mais 10 anos, juntando-se aos outros 80M€ de VMOC's (2ª emissão). Tratando-se de 2 instituição bancárias (antigo BES e BCP) que receberam ajudas estatais (dinheiro dos contribuintes) mais grave se torna esta situação, quando se sabe que estes 135M€ "brutos" / 127,9M€ "líquidos" na prática pagam taxa de juro de ZERO%. Apesar de o problema ter sido "empurrado com a barriga" para 2026, o Sporting terá de garantir nessa altura a aquisição da maioria das duas emissões de VMOC's, ou então a Sporting SAD passará a ser "detida" por privados (Banca ou "investidores externos"). Apesar de as VMOC's não serem registadas contabilisticamente como Passivo, na prática são responsabilidades que o Sporting terá de assumir se quiser manter o controlo maioritário da SAD.

3ª situação (Direitos de Superfície): Com base na informação do R&C, sabe-se que o Sporting "valorizou" os direitos de superfície do Estádio de Alvalade em 208,9M€ "brutos" e 146,1M€ "líquidos", e passou esses direitos para a Sporting SAD. Esta é uma mera operação de "cosmética" para tornar mais agradável o R&C da Sporting SAD, já que se trata de uma operação intra-grupo, sem qualquer reflexo no R&C Consolidado do Grupo Sporting.

4ª situação (Ocultação de Passivo em outras entidades do Grupo Sporting - Sporting Clube e Sporting SGPS): Tal como avisamos, em 1ª Mão e em "Exclusivo" neste Blog há 2 anos, a situação do Grupo Sporting é muito "grave". Essa situação foi confirmada  pelo próprio Presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, na AG do Sporting realizada a 28 de Junho de 2015: 

174,7M€ de Activo consolidado
487,1M€ de Passivo + VMOC's consolidado
(312,5M€) de capital próprio negativo
... e Prejuízos acumulados de 357,5M€
(situação a 30 de Junho de 2013)

Link: Finanças: Grupo Sporting com 174M€ de Activo e 487M€ de Passivo (em 2013)

Na análise à situação dos anteriores Presidentes, Bruno de Carvalho na Auditoria ao Sporting e nessa Assembleia Geral de 28/06/2015, considerou os VMOC's como "PASSIVO"! Neste momento, Bruno de Carvalho está a pretender que as pessoas se esqueçam dos VMOC's como responsabilidades a pagar até 2026.

Desde que a situação do Sporting foi "exposta" o Sporting Clube de Portugal teve de confirmar essa situação numa Assembleia Geral do Clube, e depois disso voltaram a esconder o "brutal" Passivo "Consolidado" do Sporting Clube de Portugal, de forma a não mostrar que o Sporting com Bruno de Carvalho na Presidência do Clube continua a ter um Passivo Consolidado + VMOC's que supera os 500M€!!!

Além de o Sporting ter "escondido" o Passivo + VMOC's "Consolidado" de todo o Grupo Sporting, ainda tentaram afirmar que eram os únicos a apresentar as Contas Consolidadas, o que é falso! Ainda não foram apresentadas as Contas Consolidadas do Sporting Clube Portugal 2015/2016.


Para finalizar a análise do Sporting, relembra-se as 4 situações "graves" relativas ao Sporting: 1) "Caso perdão de juros BES/BCP", 2) VMOC's que poderão levar à venda do Sporting à Banca ou a Investidores Externos, 3) Operação de "cosmética" na SAD com os direitos de superfície do Estádio de Alvalade, 4) Ocultação de Passivo em outras entidades do Grupo Sporting (Sporting Clube e SGPS).


Para concluir a Análise dos 3 Grandes, é fácil de perceber a situação complicada em que o Sporting se encontra, face à situação mais estável do Benfica. A Benfica SAD facturou mais do DOBRO do Sporting  em 2015/2016 (SLB 211,9M€ vs SCP 77,3M€) e em termos de Resultados do Exercício a Benfica SAD teve +20,4M€ de lucros e a Sporting SAD -31,9M€ de prejuízos. 

Quanto à Porto SAD a sua situação tem vindo a agravar-se imenso, e a Porto SAD incumpriu com o Fair-Play Financeiro, correndo o risco de severas sanções por parte da UEFA. Nas últimas 3 épocas a Benfica SAD teve +41,8M€ de lucros acumulados e a Porto SAD teve -79,0M€ de prejuízos acumulados.




ADENDA: Evolução das Finanças dos 3 Grandes 2000-2016 (actualização da Análise 2000-2015)


Atendendo à facturação de 2015-2016, e considerando a mesma tendência até 2020:
A Benfica SAD pode obter Proveitos Totais de 1.060M€ (212M€/Ano)
A Porto SAD pode obter Proveitos Totais de 610M€ (122M€/Ano)
A Sporting SAD pode obter Proveitos Totais de  385M€ (77M€/Ano)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

O incitamento à violência já é legal? Pedro Proença ou Fernando Gomes vão ou não condenar estas declarações?

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
"Guerra é Guerra! Olho por olho,dente por dente! Lampiões ódio eterno! Estes roubos tem de acabar!" - Macaco Gay - líder dos SuperDragays no passado fim de semana.
Já a Fevereiro de 2016 tinha sido assim:

"Um grupo de adeptos do FC Porto encabeçado por Fernando Madureira, líder da claque oficial Super Dragões, deslocou-se ao café do pai Jorge Ferreira – árbitro do P. Ferreira-Benfica -, numa visita vista como tentativa de intimidação pelos familiares do juiz de Braga." - Sábado.

Não deixa de ser curioso que o mesmo Madureira tinha sido convidado para estar presente no XIII Encontro Nacional do Árbitro Jovem, em Leiria em Outubro de 2014.


Na altura, o então árbitro e hoje presidente da LPFP, Pedro Proença, justificou a presença de Madureira com as seguintes palavras:

"Era um colóquio sobre arbitragem e estávamos a demonstrar a jovens árbitros, entre os 12 e os 17 anos, que é possível o convívio entre pessoas de vários clubes, com funções diferentes. O mau jornalismo deu azo a más interpretações", lamentou." - DN.

Más interpretações? É neste comportamento recorrente que Pedro Proença se revê como dirigente da LPFP?

A lei 16/2004 de 11 de Maio não abrange o incitamento à violência? 

A claque do FC Porto não está legalizada e por isso obrigada ao cumprimento restrito da lei?

Já agora, é contra esta mentalidade de violência e coacção que o Canelas 2010 pretende que os outros clubes joguem? 

Os nossos impostos ao serviço do Futebol Clube do Porto.

Avatar
 ●  38 comentários  ● 
“A concelhia do PSD de Vila Nova de Gaia acusou o presidente da câmara, o socialista Eduardo Vítor Rodrigues, de "conflito de interesses e promiscuidade" ao aceitar um cargo na SAD do FC Porto. "Onde está o interesse público não cabe qualquer componente de cariz pessoal. Isto só tem um nome. Chama-se conflito de interesses e promiscuidade, com as todas as letras", refere o presidente da concelhia do PSD de Gaia, Cancela Moura, em comunicado hoje divulgado.

A SAD do FC Porto divulgou na quarta-feira os pontos de trabalho da próxima assembleia geral de acionistas convocada para 17 de novembro, um dos quais a eleição do presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, para administrador não executivo.
Já para o PSD, "ainda que a lei o permita", a situação é "ética e absolutamente reprovável" e "enferma de uma grosseira inversão da hierarquia de valores e até das convicções de quem exerce um cargo público em nome de uma comunidade".

Os sociais-democratas recordam que "o FC Porto tem sediado em Gaia o Centro de Estágio e Formação Desportiva Olival/Crestuma (...) sem nada pagar em troca" e que "foi também cedida à equipa B de futebol do FC Porto, em regime de exclusividade, (...) a utilização do Estádio Jorge Sampaio, em Pedroso (...) contra o pagamento, muito recente, de uma renda simbólica e manutenção do relvado".

Ainda sobre a presença do FC Porto em Vila Nova de Gaia, assinalam que a secção de andebol "tem ainda o uso regular do Pavilhão Municipal da Lavandeira" sem pagar "quaisquer contrapartidas financeiras".

"O presidente da Câmara de Gaia deveria ser intransigente com os interesses dos gaienses, como, do mesmo modo, quem seja administrador da SAD, defende o F.C. Porto" sublinham os sociais-democratas.

Os sociais-democratas rematam o comunicado com duas questões ao presidente da Câmara de Gaia que querem que explique "qual o modelo de gestão, a quem será adjudicado e em que condições irá ser utilizado o Pavilhão das Pedras" e ainda "a que reporta o ajuste direto para a aquisição de serviços de venda de vouchers com viagem e estadia para ofertas institucional, no valor de 9.300 euros, de 29.12.2015, adjudicada à empresa Dragon Tour".

Contactado pela Lusa, Eduardo Vítor Rodrigues destaca ser "surpreendente que o PSD" faça estes "ataques lastimáveis, cheios de fanatismo e preconceito" uma vez que "enquanto esteve na Câmara construiu um Centro de Estágio para o FCP, dizendo tratar-se de uma parceira estratégica para o Município, ao mesmo tempo que cedeu gratuitamente o Estádio Jorge Sampaio para o FCP (equipa B)".” – O Jogo.
----------------------------

Já tínhamos revelado que a CM Porto e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte andavam de mãos dadas a ajudar o FC Porto. Já só faltava que a Câmara mais endividada do país, a de Gaia, regressasse como muleta do FC Porto.

Isto ficou claro no post “Pinto da Costa anuncia “novo FCP” no “Teatro para Totós” que é o Porto Canal.” e no post “FC Porto procura financiamento nos nossos impostos?” onde revelamos o financiamento público que deu ao FC Porto o complexo da Piscina da Campanhã e que o então presidente da CCDR-N tinha aceite ser vice-presidente do FC Porto com o pelouro de “Planeamento de Novos Empreendimentos”.

(Aliás num destes posts até revelamos com antecedência o que seria a composição do Conselho de Arbitragem...)

O Futebol Clube do Porto ocupa instalações e serviços na zona do Grande Porto que custaram aos contribuintes portugueses mais de 20 milhões de euros.

O Futebol Clube do Porto usufrui de equipamentos públicos sem pagar ou a custos simbólicos.

Parece que estamos a regressar aos tempos de Nuno Cardoso ou de Fernando “Capachinho” Gomes em que a CM Porto estava ao serviço do FC Porto.

Hoje temos a CM Porto, a CM Gaia e a CCDR-N ao serviço do FC Porto usando para isso os dinheiros públicos.

O que leva o autarca de Gaia a querer estar tão envolvido com o FC Porto?

Porque estão a obrigar os contribuintes portugueses a resgatar financeiramente o FC Porto?


Será que se estas benesses dadas ao FC Porto fossem referendadas directamente pelos munícipes de Gaia e do Porto seriam aprovadas?

ranking