O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

terça-feira, 12 de abril de 2016

Avatar

FC Porto procura financiamento nos nossos impostos?

 ●  + 14 comentários  ● 


Emídio Gomes, presidente da CCDR-N defendeu que o seu cargo enquanto gestor público é compatível com a vice-presidência do FC Porto com o pelouro de “Planeamento de Novos Empreendimentos”.

O responsável quis ainda frisar que “obviamente que nunca aceitaria um lugar desses se houvesse algum problema de incompatibilidade” e que “seria impensável que assim fosse se houvesse algum problema”.

Ora, o papel de Emídio Gomes já tinha sido destacado no post “Pinto da Costa anuncia “novo FCP” no “Teatro para Totós” que é o Porto Canal”.

Por isso, não será por acaso que Emídio Gomes, que na CCDR-N controla e decide a aplicação de milhões de euros em infraestruturas na zona norte de Portugal, foi convidado para ocupar aquele lugar na direcção do FC Porto.

Como mencionamos no post já acima citado, a CCDR-N de Emídio Gomes foi parte fundamental na entrega ao FC Porto em Novembro de 2015 do Complexo da Piscina da Campanhã onde em parceria com a CM Porto de outro portista chamado Rui Moreira, o FC Porto passou a albergar a natação, o pugilismo e o desporto adaptado.

Por isso, quando Emídio Gomes acha que não há nenhuma incompatibilidade, nós no NGB temos muitas dúvidas que assim seja.

Aliás, pegando novamente no discurso de Pinto da Costa no Porto Canal, o presidente do FC Portoanunciou uma nova aposta num grande centro de formação de jogadores. Eu diria que se prepara uma nova obra pública PAGA PELOS CONTRIBUINTES PORTUGUESES para financiar e servir o FC Porto e que Emídio Gomes poderá ser uma peça chave desse novo rombo aos cofres públicos.

O FC Porto não tem dinheiro. O FC Porto não atrai receitas extraordinárias porque não tem massa humana suficiente para capitalizar um grande patrocinador. O FC Porto precisa de financiamento urgente sob pena de não conseguir sequer construir um plantel para lutar com o Braga pelo terceiro lugar.

Daí que:

- À falta de contrato de televisão que faça entrar dinheiro fresco já na próxima temporada(estão presos à Sporttv até 2018)

- De um patrocínio milionário que dê folga à tesouraria do clube e da SAD(o patrocínio MEO nas camisolas é de um valor reduzido)

- Com a perspectiva de ficar fora da Champions na próxima temporada ainda na pré-eliminatória

- Com as receitas todas cativadas para compromissos já existentes

- Com os encargos gigantescos com vencimentos acima da capacidade de um clube regional com uma massa associativa pouco significativa a nível nacional e mundial

…será que o FC Porto e Pinto da Costa apostam novamente no erário público e nos nossos impostos para sobreviver?

Não chega o Centro de Estágio do Olival, pago com mais de 16M Euros dos nossos impostos?

Não chega o Complexo da Piscina da Campanhã?

Vamos voltar aos tempos de Fernando Gomes e Nuno Cardoso na CM Porto? 

14 comentários via blogger

  1. "O FC Porto não tem dinheiro. O FC Porto não atrai receitas extraordinárias porque não tem massa humana suficiente para capitalizar um grande patrocinador. O FC Porto precisa de financiamento urgente sob pena de não conseguir sequer construir um plantel para lutar com o Braga pelo terceiro lugar."

    Que o escrevas não me espanta dado o ódio visceral que pareces nutrir pelo Porto. Mas a minha questão é: Tu acreditas mesmo nisso que escreveste, Shadows?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas tens alguma dúvida sobre o que escrevi? Não é óbvio que o FCP não tem sequer implantação a nível nacional?
      Até o Braga ou o Belenenses têm também adeptos noutras partes do país e não é por isso que podem dizer que têm implantação nacional.

      Eliminar
    2. Shadows, eu conheço o país onde vivo por dentro e não apenas Lisboa. Se me disseres que há 20 anos o Porto não tinha implantação a nível nacional sou o primeiro a concordar contigo. Hoje isso é uma falácia. O Porto hoje tem uma implantação a nível nacional entre jovens abaixo de 20 anos em tudo similar à do Benfica e muitos, mas mesmo muitos degraus à frente do Sporting. Não é valorizar o facto, que assenta sobretudo nas vitórias que obtiveram, é constatá-lo. O Sporting sim, é um clube que, se não tem sido levado ao colo pela 'imprensa desportiva' que temos durante todos estes anos neste momento caminhava a passos largos para a belenensização. Não é tentar diminuir o adversário que ele se combate (mas esta é apenas a minha opinião). Continua o bom trabalho. Discordando ou não, gosto bastante de te ler.

      Aproveitando para responder ao João Carlos.. isso é indicativo de quê? Mas tu achas que as pessoas de Lisboa ou do Porto são iguais? Conheces a região do Porto, o poder de compra, a forma como as pessoas vivem e como pensam? É que é fácil falar das coisas por falar sem apontar as causas, muitas delas de natureza sociológica. Tu olhas para os jogos do Sporting - agora que tem ganho (e seria bom não esquecer como é que o Sporting ganhou vários jogos na primeira volta) - e vês o estádio cheio, pois vês. Mas achas que aquilo é o povo? Só se vê é burgueses nas bancadas de Alvalade.

      Eliminar
  2. João Carlos12/04/16, 17:48

    Basta olhar para a média de espectadores numa época menos boa. Entre 13 e 20 mil e a martelar a contagem.

    Se o Porto não ganhar por ko durante a época não têm hipóteses

    ResponderEliminar
  3. Verificar o que permite um centro de formação novo com as regras de fair-play financeiro.

    ResponderEliminar
  4. Clube regional com massa associativa pouco significativa em Portugal? Muito obrigado pelo humor.

    Pelo menos no FCP as recontagens do número de sócios não diminuem 90 mil (aldrabam os números para meterem-se de bicos de pés ao lado do Bayern LOL).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só dragartos aziados a comentar!

      Anónimk

      Eliminar
  5. 30 anos em bicos de pés, a aldrabar tudo e todos com o beneplácito de políticos, juízes, polícias e outros que tal a troco de putas, vinho verde e medo, muito medo, e mesmo assim são residuais seja a nível nacional seja internacional!
    E, a quem mexe com dinheiros, não se conseguem enganar porque são ainda mais ladrões e agiotas que eles!
    Daí não terem patrocínios que prestem, só empurrões ocasionais de gente que conseguem enfiar à má fila em postos de decisão (Câmaras, Ministérios, Secretarias de Estado, Tribunais, CCDR´s etc) aceites por cobardes que não sabem dizer não!
    Azar deles é que o mundo vai ficando cada vez mais pequenino por via da falta de dinheiro que por aí anda e tudo se vai sabendo.
    Estou a "adorar" o facto de continuarem todos a agarrar-se com unhas e dentes a algo que não existe!
    Grande trambulhão que vai ser!

    Delapidando o erário que é de todos nós!

    ResponderEliminar
  6. Shad,
    Descansa, não vão fazer nada, as coisas estão a ser encaradas com medo, ainda há dinheiro!
    Neste momento anda tudo com medo, já não estamos nos anos 80 nem 90.

    ResponderEliminar
  7. nada de novo os métodos de sempre e como tenho dito eles tem a capacidade infinita de sacar dinheiro, arranjam sempre uma teta onde mamar, e vão continuar a ter estão muito enganados aqueles que acham que elas estão a secar ou a acabar.
    e neste caso das ajudas do erário publico já é coisa muito antiga, pré-corruptos ainda no tempo em que eram um clube respeitado, já conseguiam sacar este tipo de ajuda agora digamos que a quantidade é maior e é mais à descarada.

    ResponderEliminar
  8. Não tenho qua2uer dúvida que vão tentar cons

    ResponderEliminar
  9. Shadows,
    Really? Queres falar sobre "financiamento nos nossos impostos"?
    Devíamos era esconder-nos num buraco fundo quando falamos de perdões do Estado, rapaz...

    ResponderEliminar
  10. O FCP anda a obter empréstimos na banca, onde dá como garantia receitas de 2018...

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes