O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 24 de agosto de 2019

Entender a derrota, para vencer mais vezes!!!

Avatar
 ●  133 comentários  ● 
Sim, o Benfica foi uma sombra de outros jogos e o FCPorto foi totalmente superior em todas as vertentes do jogo. Mas porquê? De repente passámos a ter um plantel cheio de lacunas?

NÃO! O que se passa, na minha opinião tem a ver com quatro situações:

- O Grimaldo está notoriamente "fora dela" - eu diria que pretende sair para "outros campeonatos" e daí a insistência do Lage no ritmo do Nuno Tavares (já lá vamos)

- O Lage contava com o Gabriel para ser o 8 que não tem no plantel e este... lesionou-se

- O Pizzi não é um extremo nem demonstra querer ser, e quando os adversários são mais fortes e é preciso "fazer piscinas"... as lacunas são evidentes, porque não baixa nem ajuda o lateral. Por isso o Tavares aparece várias vezes exposto e a ter que correr o dobro.

- O RDT está a jogar muito afastado da baliza. É um "matador", não é um construtor de jogo rápido. O Raul deveria estar a jogar na "vaga" do Jonas e o Chiquinho na do Felix... sim, o Sefe por muito que tenha rendido "na sombra" do Felix, nunca foi jogador para o SLBenfica e nunca será.

Comecemos pelo início.

O Grimaldo está notoriamente em baixo motivacionalmente e isso denota-se no desacerto que tem na manobra ofensiva. Curiosamente está mais certinho a defender mas como ataca mal, corre sempre atrás do prejuizo.

A meu entender o SLBenfica tem essa situação claríssima e por isso a insistência no Nuno Tavares, pois será quem o irá substituir quando o Espanhol for transferido nos próximos dias. Assim o Nuno já terá ritmo e entra diretamente na equipa, entrando o André para a lateral direita e o Tomás Tavares será o substituto de ambos.

Com o Grimaldo a falhar muitos passes (e quase nunca pressionado), a manobra do ataque o FCPorto ficou mais fácil, pois vieram à luz jogar como equipa pequena: 11 jogadores atrás da linha da bola, linhas juntas (parecia sempre que jogavam com mais que 11) e sair com nunca mais que três (máximo quatro) jogadores para o contra-ataque... onde o SLBenfica com o risco de corre de meter seis jogadores no ataque, deixava sempre 4 para 3 ou 4 para 4 nos lances de contra-ataque.

Já ao contrário, o SLBenfica sempre em ataque posicional enfrentava uma defesa de 11 jogadores contra os seis do SLBenfica e contou ainda com a felicidade do desacerto especialmente do Grimaldo.

Isto poderia eventualmente ser mais colmatado se tivessemos um médio de construção - que sem o Gabriel não temos, pois com capacidade para defender e atacar só o temos a ele e ao Taraabt. Ora, o Lage ainda hoje explicou que "não deixa cair ninguém" e sem o Gabriel, o Lage aposta no Samaris e só depois no argelino. Nem aí temos sorte, pois os dois que poderiam ser solução, também se lesionaram: David Tavares e Gedson Fernandes.

Poderia o Pizzi jogar nesse lugar, de facto, mas o Pizzi - ainda para mais depois de ter começado a marcar mais golos, está a querer assumir-se como "um Messi", ou seja, pouco trabalho defensivo e ser ele o "pensador" das transições, o que não funciona num esquema em que o adversário está com 11 atrás da linha da bola e sai rapido no ataque.

Dito isto, com as equipas mais fortes (Champions e FCPorto), ou o Lage coloca o Pizzi nas costas do ponta de lança e joga só com um... ou simplesmente o tira do campo. Na ala nunca vai resultar, pois terá que deixar o lateral demasiado exposto e sozinho... e se o adversário tem um ala decente... já fomos!

Por fim, a dupla da frente... O Sefe não acerta porque não consegue fazer melhor, nunca conseguiu e o Raul está 10/15m atrás do seu espaço natural... porque o Lage "não deixa cair ninguém" e está a insistir até à exaustão no Sefe porque marcou muitos golos o ano passado... mas algum dia terá que "entregar os pontos" e o colocar no banco para colocar o Vinícius ou o Jota nas costas de um RDT mais proximo da baliza como jogava o Jonas.

Dito isto... banho tactico??? Por amor de Deus... houve um demérito total do SLBenfica motivado pelo desacerto do Grimaldo e pela insuficiencia do Pizzi na direita para construir um corredor em transição a partir do lateral. Ora... se estes dois se anulam sozinhos... e se a dupla de avançados está 15m atrás de onde devia estar (RDT) e não tem qualidade para fixar os defesas (Sefe)... sobre tudo para o Rafa que ser ele contra o mundo fica mais fácil de anular.

O FCPorto jogou da unica forma que podia, por isso mesmo marcou num lance em que a sorte lhes sorriu com uma sobra que nada fizeram por ela... e num contra-ataque onde estavamos já a jogar "perdidos por 100, perdidos por 1000".

Se o FCPorto foi tacticamente assim tão superior, porque só criou perigo num alivio errado do Ruben para um remate de ressaca e uma transição / contra-ataque que o Marega falhou???

... pois, porque não deram nenhum banho tactico, limitaram-se a jogar como uma equipa pequena, tendo jogadores - como Corona, Uribe e Danilo - que não falharam nas marcações nem nos passes de contra-ataque.

Preocupado? Pela derrota, claramente! Não gosto de perder... e menos com um rival ao titulo.
Se coloco tudo em causa ou considero que é preciso haver mudanças ou contratações? Não!

Agora, como já comentei em "off" com Shadows... esqueçam lá ambicionar mais que os 1/8 da Champions numa campanha positiva, porque o plantel dará para "consumo interno" - mesmo com lesões - mas teriamos que ter um plantel a 100% todo o ano, para poder jogar a Champions com ambições maiores que os 1/8.

SL Benfica- FC Porto

Avatar
 ●  245 comentários  ● 

A melhor forma de começar a ganhar o jogo é esquecer as últimas semanas.

Esquecer as goleadas, a euforia, bem como esquecer o que aconteceu ao adversário.

Para vencer este jogo será precisa concentração, humildade e uma equipa focada na vitória.

Todos sabemos quais são os pontos fracos do SL Benfica bem como sabemos quais são os do FCP.

Resta saber quem irá aproveitar melhor as fraquezas do adversário.

Confiante? Claro que sim! Sou do SL Benfica e para mim o meu clube é sempre o favorito em qualquer jogo!!

Carrega SL Benfica!!!

Odysseas; Nuno Tavares, Rúben, Ferro e Grimaldo; Florentino, Samaris, Pizzi e Rafa; Raul de Tomas e Seferovic.

Convocados...e o árbitro

Avatar
 ●  42 comentários  ● 

Guarda-redes: Odysseas e Ivan Zlobin;

Defesas: Jardel, Ferro, André Almeida, Rúben Dias, Nuno Tavares e Grimaldo;

Médios: Caio Lucas, Chiquinho, Taarabt, Samaris, Pizzi, Florentino e Rafa;

Avançados: Seferovic, Vinícius, Raul de Tomas e Jota.

Árbitro é Jorge Sousa, da AF Porto e antigo membro dos Super Dragays.

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Um dia dou razão aos que dizem que somos intelectualmente limitados

Avatar
 ●  63 comentários  ● 
(escrevo no telemóvel e a partir da bancada do Benfica Futebol Campus - desculpem eventuais erros)

Estava a ver a primeira parte do SLBenfica B x Oliveirense e ao mesmo tempo ia acompanhando no telemóvel alguns comentários nas redes sociais... aqueles sítios onde vão os entendidos que são tão benfiquistas nem levantam o rabo para vir ao jogo...

"A caminho do CNS" dizia um... "com esta equipa vamos ser candidatos à descida"... "se isto é a nossa formação, o Seixal é uma falácia" etc etc etc.

Ora, "intelectualmente limitados" é a expressão mais respeitadora que consigo destinar a esta gente.

Se por um lado, obviamente que não são todos João Felix, por outro lado não é menos verdade que a missão da equipa B a cada "viragem de fornada" é tremendamente complicada, porque é um plantel instável (com jogadores sempre a entrar e sair das convocatórias) e, principalmente, são jovens de 17, 18, 19 anos a jogar contra jogadores maduros a jogar na II Liga portuguesa.

São jogadores que alguns têm a primeira experiência na II Liga, a jogar contra jogadores de 24, 28, 35 ou 36 anos como o guarda-redes, Bruno Vale - formado no FCPorto e que foi GR da equipa B varios anos.

Estranho seria se ao segundo ou terceiro jogo da época, víssemos o junior de primeiro ano Rafa Brito a "bater à porta" de ser chamado aos A. Ou se o Dantas andasse a jogar que justificasse ser alternativa ao Pizzi ou ao Rafa, etc.

Obviamente que não... estes jovens têm ainda muito para errar e recuperar, acertar e repetir, até poderem ser os jogadores que o Bruno Lage faz entrar na equipa A. Como diz o treinador do SLBenfica... há muito trabalho pela frente e os jogadores não aparecem todos os dias, nem sequer todos os anos.

Nada colocará em causa na política do SLBenfica, nem no futuro da formação se em alguns anos não houverem jogadores a justificar entradas na equipa A como recentemente entraram - e agora contem: Ruben Dias, Ferro, Nuno Tavares, Florentino, Felix, Jota, Gedson... ou ainda Renato Sanches, Semedo, Lindelof, Guedes...

ganhem juizo!

Bruno Lage em conferência de imprensa

Avatar
 ●  23 comentários  ● 

Este sábado é dia de estreia para si e para a sua equipa técnica num clássico no Estádio da Luz. Que resposta gostava de ver o Benfica dar?

Gostava de assistir a um grande jogo de futebol à semelhança do que foi o FC Porto-Benfica para a Taça da Liga e o FC Porto-Benfica para o Campeonato [na época passada]. Foram dois jogos excecionais! Uma vitória do FC Porto, uma vitória do Benfica, mas saliento a qualidade de jogo e tudo aquilo que se passou, antes, durante e após o jogo, de grande elevação para o futebol nacional.

Na antevisão desta partida, o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, disse que o Benfica tem o melhor plantel dos últimos anos. Qual é a sua maior preocupação quanto a este FC Porto?

O melhor plantel... no ano passado tínhamos. Acredito nisso, que o melhor é o que vence. Este ano ainda estamos a começar, vamos agora caminhar para a 3.ª jornada... Se chegarmos ao fim e vencermos, concordo com Sérgio Conceição, porque acredito que o melhor plantel é aquele que vence. Se hoje nos sentimos fortes como equipa e plantel, também não podemos esquecer o que era um passado recente, em que um treinador que cá estava optava por jogar Rodrigo ou Lima, Witsel ou Aimar... Estou completamente satisfeito com o nosso plantel, mas em todos os momentos temos de dar boas respostas. Olhar para o FC Porto é olhar para toda a sua qualidade. Nunca analiso um jogo em função de um resultado, mas sim da qualidade. Nestes quatro jogos, como nós, o FC Porto tem coisas boas e coisas menos boas. Acredito que do outro lado seja isto que esteja em mente: ter cuidados com o que fazemos de bom em termos coletivos e tentar aproveitar aspetos que ainda não estão tão bem trabalhados. Vejo uma equipa forte, determinada, com enorme organização coletiva e valores individuais muito fortes.

Concorda que Rafa tem sofrido faltas excessivas? O treinador do FC Porto considera que os jogadores que fazem a diferença são sempre alvo de maior atenção, mas disse que vai olhar para o Benfica enquanto coletivo, focando-se menos em jogadores em particular...

Tenho de concordar com Sérgio Conceição numa coisa, e por vezes isto também serve um bocadinho de reflexão para vós: as perguntas sempre no individual e depois dois treinadores a olhar mais para as questões coletivas. Completamente de acordo com isso. Sobre a questão do Rafa e dos valores individuais de uma equipa ou de outra: gosto de ver arbitragens à inglesa. E não estamos aqui a olhar para o Rafa. Seja o Rafa ou o Díaz, quando um jogador dribla um adversário e é travado em falta, tem de haver cartão amarelo, na minha opinião. Se queremos privilegiar o futebol ofensivo, um jogador qualquer que drible e depois seja parado em falta, isso tem de ser punido com cartão amarelo. Contra ou a favor do Benfica. Se o árbitro avisa à primeira, à segunda, à terceira... isso enerva de um lado e do outro. Se na primeira falta destas sai um cartão amarelo para qualquer dos lados, um bom árbitro agarra logo o jogo, e os próprios jogadores vão perceber que não podem travar os adversários em falta pela sua qualidade individual.

Raul de Tomas ainda não marcou golos. Chiquinho, por outro lado, tem merecido elogios. Pode ser uma ameaça para RDT e um par perfeito para Seferovic?

Isso é o que eu ando a dizer desde o início da época: eu quero é ameaças para toda a gente! E não sou o único treinador a dizê-lo. Queremos um plantel competitivo. A competitividade é que faz crescer. Sobre o Raul ou outro jogador marcar ou não marcar golos: lá está, é a questão individual, não estamos a olhar muito para o coletivo, e coletivamente sentimos que criamos muitas oportunidades e temos marcado muitos golos.

...

Vou falar dos nossos dois avançados, pelo facto de ainda não terem feito golos. Não tem qualquer problema. Foi a primeira coisa que lhes disse hoje. Não lhes vou pedir para marcar golos, mas quando deixarem de correr... não têm hipótese. Todos os avançados passam por isso. Ainda na época passada estive aqui a falar sobre o João Félix, que estava há dois jogos sem marcar e depois teve uma resposta fantástica e fez um hat-trick [na Liga Europa, frente ao Eintracht Frankfurt, no Estádio da Luz]. Sobre este tema recordo-me sempre das palavras do míster Nené. Toda a gente o conhece, foi um dos melhores marcadores do Benfica e também passou por isso. Ele dizia-me que quando não marcava golos também sofria pressão e a sua resposta era correr, sempre correr mais do que os adversários e do que os colegas que quisessem conquistar um lugar, porque assim, quando surgisse a oportunidade, ele fazia o que fez sempre, que era marcar golos. O mais importante é termos consciência dos homens que temos cá em casa. Tivemos três jogos, marcámos 12 golos, mas a questão individual vem sempre à baila. Nesta sequência de 20/21 jogos de campeonato, vencemos duas vezes por 1-0: uma em casa do V. Guimarães, outra em casa com o Tondela. Sabem quem marcou? Seferovic! E sempre a sair do banco. Por isso, duas coisas: espero que o Seferovic e o Raul tenham essa consciência de que quando os colegas não marcarem, eles consigam marcar e dar-nos a vitória; Seferovic, Raul e todos os avançados são importantes para a equipa e não precisam de começar no onze inicial.

O Benfica pode igualar a melhor série de vitórias no arranque do Campeonato. É mais uma meta que quer alcançar?

A única preocupação é vencermos o nosso jogo. Não me interessa esse tipo de recordes. Acredito muito é que ninguém perde nada à 3.ª jornada. E um bom exemplo disso é o que fizemos na época passada. Neste momento o mais importante é termos consciência do trabalho que temos de fazer e prepararmo-nos para vencer. O resto passa-nos ao lado.

Se perder, o FC Porto fica com seis pontos de atraso para o Benfica. O facto leva este clássico para outra dimensão no que à luta pelo primeiro lugar diz respeito?

Respondi na pergunta anterior... É olhar para o exemplo da época passada. Quando cá cheguei estávamos a sete pontos do primeiro lugar. O que é que diziam de nós nessa altura? Que tínhamos perdido o campeonato, que não havia hipótese, ainda por cima tendo sido o treinador da B a assumir a equipa principal. E acabámos por vencer! Independentemente da distância pontual a seguir ao jogo, nada fica decidido à 3.ª jornada.

O treinador do FC Porto tem feito algumas variações táticas na equipa. Como é que o Benfica se preparou para os sistemas do adversário?

Primeiro, não podemos fugir das características de cada um dos nossos jogadores. Há um ou outro que tem uma transição defensiva muito mais forte, e isso temos de ajustar e adaptar em função do adversário. E o outro momento é este: quando perdermos a bola, temos de estar no sítio certo, com gente preparada, atrás da linha da bola, para que o adversário não tenha tempo par pensar e solicitar os seus avançados, e que esses homens da frente tenham uma vigilância mais apertada. Se o FC Porto jogar em 4x4x2, o nosso equilíbrio será feito de uma maneira, e se jogar com um dos alas numa zona mais interior, o equilíbrio será feito de outra forma.

Sente que, nesta fase, o FC Porto está mais pressionado para vencer do que o Benfica?

Nenhuma das equipas vai olhar para a tabela classificativa ou para os pontos. A grande preocupação, de um lado e do outro, é vencer. Nós, independentemente do percurso que fizemos até aqui, e a jogar em casa, também não estamos pressionados para vencer? Estamos. Ambas as equipas estão pressionadas e, creio eu, motivadas para ganhar o jogo.

Considera arriscado jogar com um lateral-esquerdo adaptado à direita contra um rival como o FC Porto, até pelo facto de nesse corredor o adversário ter Alex Telles e Luis Díaz?

É o mesmo risco que colocar um ala a lateral-direito. É raro ver um lateral-esquerdo a jogar na direita, mas também pode trazer vantagens, como aquele golo que o Nuno Tavares marcou ao Paços de Ferreira. Se calhar, o maior risco foi colocar um jovem com apenas meia dúzia de jogos na II Liga a jogar uma Supertaça e a iniciar o Campeonato. Mas como conhecemos bem a qualidade do Nuno, não foi assim um risco tão grande.

Vê assim tantas diferenças no FC Porto para aquele que enfrentou e venceu, há uns meses, no Dragão?

Curiosamente não vejo, porque a questão coletiva está presente. Vejo que o Díaz é um jogador que também procura o espaço interior. Parecido com o Brahimi, mas diferente, porque este aparecia a jogar à frente do nosso bloco, dos nossos médios, enquanto Díaz segura-se mais entre linhas e ataca muito as costas do central. Essa é, eventualmente, a grande diferença. A força e a dinâmica do coletivo estão bem presentes.

Estamos a uma semana do encerramento do mercado de transferências. Este jogo pode ser decisivo quanto a alguma decisão sobre o reforço do plantel?

Não! E aproveito para informar que, após o fecho do mercado, terei todo o gosto em responder a todas as perguntas e esclarecer muita coisa, de forma aberta, também para que os nossos adeptos percebam aquilo que realmente acontece. A avaliação nunca é num jogo, é diária, no treino e no jogo.

MENSAGENS DE SOLIDARIEDADE

"Aproveito este momento para saudar o regresso de Nuno Pinto [à competição, depois de vencer um problema oncológico], e para dizer ao Ricardo que tenha muita força e veja o Nuno como exemplo de superação. São coisas que nos fogem do controlo, mas é preciso ter mentalidade forte. Quero também endereçar os meus sentimentos à família do júnior João Soares, que faleceu. Conheço o seu pai, o meu abraço para ele e para toda a família."

Fonte: SL Benfica.

Alerta para sábado: zona do hotel Altis

Avatar
 ●  58 comentários  ● 

Chegou-nos aos ouvidos que alguns grupos de adeptos do SL Benfica estão a preparar "passeios" na zona do hotel do FC Porto e no Parque Eduardo VII desde manhã até ao princípio da tarde.

Não sei qual será o motivo mas é claro que nos lembramos que o plantel do FCP costuma fazer um passeio matinal em dia de jogo em Lisboa.

Espero que, a acontecer tais "passeios", não existam conflitos ou desordem.

Lisboa é uma cidade marcada pela liberdade, convivência e onde há espaço para todos. 

Não se perseguem adeptos de outros clubes, ao contrário do que acontece em cidades menos livres e onde gangues de criminosos dominam algumas zonas impunemente.

Portanto, espero que amanhã nada estrague um dia de um grande jogo na Catedral do futebol português: o Estádio da Luz.

Certamente que a comitiva do FCP e as autoridades policiais não deixarão de ponderar todos os riscos.

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Treinar no Vietname

Avatar
 ●  30 comentários  ● 

"Eu quero que eles estejam na guerra, quero que estejam no Vietname." - Augusto Inácio.

Podia ter sido apenas uma frase infeliz de quem compara a luta por um lugar numa equipa de futebol com uma guerra que dizimou milhares de adolescentes. 

Mas vindo de Inácio, um grunho inútil a quem lá vão dando lugares de treinador de vez em quando, é outra coisa pois este Inácio cada vez que abre a boca ou ataca o SL Benfica ou diz barbaridades.

Que pena Augusto Inácio não esteja a treinar no Vietname. Assim era menos um incompetente a encher chouriços em Portugal.


Apostas para o árbitro de sábado?

Avatar
 ●  59 comentários  ● 

Já escrevi que esta temporada vou-me conter bastante nos comentários sobre as arbitragens.

Penso que não havia há muito tempo uma temporada tão vergonhosa em termos de arbitragem como na temporada passada.

Da parte do SL Benfica, nem uma vez o senhor Fontelas Gomes foi colocado em causa. Por muito menos, escorraçaram Vítor Pereira do Conselho de Arbitragem.

Agora com Fontelas Gomes e Paulo Costa, vimos regressarem os tempos do domínio da AF Porto juntamente com os seus discípulos da AF Braga.

Portanto, preparem-se para mais uma temporada de miséria na arbitragem e no VAR, que como já se viu, na dúvida decide contra o SL Benfica.


quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Iniciativa NGB: "Movimento +34"

Avatar
 ●  46 comentários  ● 
Tive a curiosidade, depois da entrevista de ontem do Cristiano na TVI, de ir ver que jogadores têm 34 ou mais anos e estão ainda a jogar ao mais alto nível:

Nas principais ligas europeias jogam jogadores como Cristiano, Fernandinho, Thiago Silva ou Chiellini... mas noutras ligas mundiais jogam ainda Ibrahimovic, Iniesta, Lavezzi, entre outros. A chegar aos 34 (agora com 32/33) estão outros jogadores como Messi, Suarez, Cavani, Ramos, David Luiz, David Silva, Modric, Neuer, etc...

Ontem, o Cristiano dizia que tem uma capacidade financeira que lhe permite a ele e a toda a sua familia viver muito bem para sempre. O mesmo Cristiano que diz isso, recebe anualmente da Juventus 31M€ por ano... tal como muitos outros jogadores que recebem, por semana, 400, 500, 600.000€... POR SEMANA!

O Cristiano dizia, também, que há cada vez mais dinheiro no futebol - o que justifica as transferências cada vez mais caras e os salários cada vez mais altos.

Em contra-ponto aos jogadores, agentes e dirigentes que enriquecem diariamente... temos clubes cada vez mais endividados, cada vez mais comprados por individuos com dinheiro (alguns de origem duvidosa) e deixando de parte a paixão clubística para dar espaço... ao negócio comercial.

A um ritmo de 30 ou 40M€ por ano nos ultimos 10 anos da carreira (isto assumindo ja deixando de parte salarios menos altos dos anos anteriores), falamos de jogadores que receberam 0,5 mil milhões de euros em 10 anos... um valor que lhes deu o futebol, em prol da sua qualidade e das receitas que deram a ganhar aos clubes - poucos foram os que justificaram tanto dinheiro em receitas do clube.

Olhamos, no entanto, para todas as ligas e, ignorando os clubes que foram comprados por privados... e as ligas estão depauperadas, endividadas - obviamente que há excepções em clubes, como o SLBenfica que, ainda que endividado, seguiu uma rota de aposta na formação e scouting que tem ajudado bastante a recuperar financeiramente.

A questão que gostaria de lançar a debate é se não se deveria fomentar que estes jogadores, a partir dos 34 anos pudessem devolver ao futebol e aos adeptos uma pequeníssima parte do que o futebol lhes deu e deixarem as grandes ligas para serem embaixadores, no activo, em Ligas menores, jogando por vencimentos simbólicos (para eles, mas muitíssimo bem pagos para qualquer comum mortal)?

Isto permitiria não só ver estes jogadores jogar até aos 38/40 anos e ser parte do desenvolvimento de ligas e/ou clubes de 2a e 3a linha.

Reparem: O que não representaria para o SportingCP e para a sua recuperação se o Cristiano no final de 2018/19 tivesse atingido um patamar que, por um mecanismo de solidaridade da FIFA, ficasse tivesse que jogar num clube que não vença titulos de campeão há mais de 10 anos ou uma Liga abaixo do top 5 do ranking da FIFA?

Injusto?
Bom, se olharmos a nível individual, os jogadores têm todo o direito e legitimidade de escolher o seu futuro e serem pagos por isso o mais alto que lhes possam dar. Têm todo o direito de ir para a China ou EUA ganhar ainda mais do que ganhavam na Europa...  Mas isto a nível individual.

O que está em causa é criar um movimento que não seja imposto, mas acordado com os jogadores para devolver à sociedade ou ao desporto uma parte da sua riqueza, como fazem grandes mentes brilhantes do Mundo como por exemplo Bill Gates ou mesmo Zukerberg.

O formato permitiria o desenvolvimento de outras ligas, que esses jogadores "trouxessem" a atenção para o que de bem se faz noutras ligas e clubes, que a sua notoriedade permitisse captar mais adeptos nos estádios, mais patrocinadores... mais riqueza para quem forma jogadores e que um dia os colocará na rota dos que valem 200 ou 300M e recebem 30, 40 ou 50M por ano.

Este é o formato que entendo que deveria ser mais explorado por jogadores e pela FIFA, mas não seria absurdo criar um mecanismo de doação de riqueza a instituições, ligas ou projectos sociais... etc.

Os formatos podem ser vários, mas acima de tudo a iniciativa que gostava de trazer a debate e, já agora se a Comunicação Social ou o Rui Santos quiserem colher os louros podem fazê-lo, trazer ao debate publico este tipo de questões como se trouxeram as tecnologias.

O objetivo não é tirar nada a ninguem... é que quem tem, e tem muito mais do que algum dia precisará, que possa ajudar os que mais precisam de forma efectiva e não com gestos (de enorme valor) esporádicos e individuais. 

Sempre à espera das falhas para viver disso...

Avatar
 ●  41 comentários  ● 
Uma vez ouvi o Cesar Mourão, num dos seus espetáculos, dizer que o português é aquele que vai ver um trapezista ao circo e começa por dizer "oh, com rede também eu" e depois a cada movimento não aprecia a arte do artista, mas sim fica na expectativa que ele falhe e caia. Quando não acontece, lá vem a expressão "Ah quase! O gajo ali quase que se lixava. Teve sorte!".

Agora imaginem estes anormais todos... de microfone na mão, atrás de cameras de televisão, de computadores, etc.

Pois, o resultado disso é o que ouvimos nas conferencias de imprensa de Bruno Lage... um bando de abutres a tentar que alguém que quer fazer um esforço para mudar o futebol português... escorregue e com isso eles possam vangloriar-se por o ter apanhado.

Não vemos ninguém a tentar precisamente o contrário, ou seja, a apreciar e potenciar o que de bom têm as ideias e postura diferente do Bruno Lage... pelo contrário. Vergados aos poderes instituidos, tentamo diariamente demonstrar que o Lage "afinal é só mais um" e que na verdade o "status quo" vence sempre, até porque a mudança de posturas é vista como algo de mau para o negocio.

É isso que explica que as conferências de imprensa de Sergio Conceição continuam sem criticas à sua postura divisionista e as conferências de imprensa do Lage continuam a parecer que o homem fala sozinho.

O treinador do SLBenfica bem tenta mudar os temas das conversas com os jornalistas... mas as conversas acabam sempre no mesmo ponto e sempre à procura de criar confusão.

Os alertas lançados por Lage de que "os jornalistas também têm que ajudar a mudar o futebol" caem em saco roto, porque é muito melhor poder escrever sobre isso, apregoar sobre isso... mas depois não passar daí e continuar a explorar as fraquezas do sistema.

E qual é a missão desta gente? Que o Bruno Lage, como todos os outros de valor do futebol português, se sintam a mais e queiram sair para o estrangeiro, de modo a não ameaçarem a posição de destaque dos poderes instalados... E na última década tem resultado na perfeição.

Dos miudos aos graudos, todos os que têm valor não querem estar em Portugal. Não querem continuar num país que vive à sobra de três clubes, que por sua vez vivem da cagança de três presidentes, que por sua vez exploram os esquemas de influência, como aqueles que comentei serem os novos equilibrios de poder que a Cofina está a montar.

Dito isto, podemos continuar a admirar bastante o Bruno Lage... mas na verdade a imprensa não está minimamente interessada em que hajam mais Brunos Lage... o que a impresa quer é saber quando é o que o Bruno vai finalmente falhar e quando é que poderão explorar a queda do mito de que é possível ser diferente.

E sabem que mais? O Bruno, como o Mourinho, o Cristiano e todos os outros que são melhores que toda essa corja, não querem saber que interesses têm esses esquemas... O Lage como, os melhores, o que acabará por fazer é aproveitar a oportunidade de sair para onde o que queiram é valorizar o negócio e não alimentar-se dele até sugarem todo o seu valor. 

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Como abordar o jogo com o FC Porto?

Avatar
 ●  88 comentários  ● 

Fonte: Goal Point (link)
Vem aí o jogo com o FC Porto e que é sempre um dos jogos mais importantes da temporada. 

Neste caso especial, temos a possibilidade de, à terceira jornada, deixar os andrades já a 6 pontos.

Como sempre tenho dito, eles não sabem jogar sob pressão do atraso pontual.

Portanto, desde que façamos o nosso trabalho, teremos tudo a nosso favor. (Atenção que não há campeonatos ganhos à terceira jornada...)

Olhando aos primeiros 2 jogos, continuo sem estar convencido com algumas escolhas de Bruno Lage.

Não concordo com Raul de Tomás a jogar longe da baliza, numa espécie de João Félix.

A dupla Florentino/Samaris não resulta.

Nuno Tavares a defender do lado direito é uma preocupação. 

Que opções deve Bruno Lage tomar? Certamente que terá as suas ideias e até pode optar por não mudar nada...

Mas você mantinha tudo? Ou mudava?

Colocava Vinicius no lugar de Seferovic? Ou Chiquinho? Subia Raul de Tomás para a grande área?

Quem sai? Florentino ou Samaris? Quem ocuparia o lugar de Gabriel? Taraabt? Zivkovic? Chiquinho? Pizzi novamente no miolo?

Pizzi deve andar solto por todo o ataque como aconteceu com o Codecity B Sad ou deve estar fixo do lado direito e ser de ajuda a Nuno Tavares a defender?

Entrar na época com confiança é ganhar este jogo. 

Moniz, Zé Nuno e ...piretes

Avatar
 ●  48 comentários  ● 

Moniz e José Nuno Martins

"Já escrevi e estou à vontade para o dizer. Em todas as instituições deve haver limitação de mandatos. É a minha opinião, gostem ou não. Ninguém se deve eternizar até porque nós precisamos de nos renovar. Não quer dizer que não voltemos. Mas acho que tem de se dar oportunidades a outros porque o sangue renova-se todos os dias. Senão acabamos por eventualmente estragarmos aquilo que de bom fizemos. 

Conseguiu convencer Vieira em relação à sua opinião?

Nunca abordei esse assunto com ele nem tenho de o fazer. Ele é um homem feliz à frente do Benfica. Com ele, o Benfica tem recuperado glórias passadas o que é relevante. Ganhou os campeonatos que se sabe e precisa agora de se afirmar na Europa, é o próximo passo. Espero que se consiga isso."

São estas as palavras de José Eduardo Moniz que incendiaram os fígados de José Nuno Martins, que em tempos era um reputado senhor da televisão. Hoje não passará de uma espécie de Maria Vieira do SL Benfica.

O que Moniz respondeu acerca da limitação de mandatos é algo que deveria ser do senso comum entre todos. O que se assistiu nos últimos dias foi à reacção corporativa de toda a gente que depende de Vieira para manter o seu status no SL Benfica. Quem quer defender a eternização de alguém no comando do SL Benfica provavelmente tem sangue de andrade nas veias pois nem Eusébio foi eterno no SL Benfica.

Aliás, os estatutos do SL Benfica certamente merecerão no futuro uma revisão, pois o que foi feito em 2010 foi um atentado ao benfiquismo de várias formas.

Lembro que o projecto de Estatutos aprovado em AG foi modificado e foi outro que foi ractificado em posterior AG, sem aviso prévio.

Dar 50 votos a um presidente de uma Casa do Benfica, sendo que só precisa de ser sócio do clube há pelo menos um ano, quando os restantes associados precisam de 25 anos de associativismo para usufruir dos mesmos privilégios...

Não ser obrigatório que os restantes corpos sociais das Casas do SL Benfica sejam todos sócios do SL Benfica....

Impor uma idade mínima para alguém poder ser presidente do SL Benfica...

Colocar entraves que nem para a Presidência da República Portuguesa existem...

Mas o essencial aqui é que a reacção de José Nuno Martins tinha que ter consequências. E não teve. 

Vieira e DSO gostam tanto de falar no grupo empresarial Benfica, de que tudo é gerido com grande profissionalismo...pois em que grande organização é que um simples colaborador faz um ataque destes sem consequências?

Se José Nuno Martins ainda teve a cobertura para lançar nova reprimenda por escrito, então não restam dúvidas que esta reacção foi mesmo uma expressão do núcleo que protege Vieira dentro do SL Benfica.

E aqui chegamos a José Eduardo Moniz.

Quem tem memória lembra o papel de Moniz nos negócios polémicos da RTP com a Olivedesportos.
Ou as entrevistas reverenciais a Pinto da Costa também na RTP.

Não deixa de merecer este enxovalho público que está a sofrer e sinceramente ele próprio, sendo inteligente, não deveria esperar nada de diferente.

Mas um tipo que nem sabia que o emblema do SL Benfica tinha uma roda de bicicleta...

Todos lembramos o que Vieira disse de Varandas Fernandes, Fernando Tavares ou Rui Rangel em 2009 ou em 2012. Com a mesma rapidez, disse o seu contrário. Moniz não devia esperar nada diferente.

Falam em democracia no clube, falam em que é só nas AGs que se deve discutir isto e aquilo, à boa maneira dos andrades.

Mas quando é o próprio Vieira que nas AGs do clube ou da SAD não responde em pormenor às questões dos sócios/acionistas mas depois promove encontros secretos com pequenos grupos de sócios para "responder a tudo", longe do escrutínio público e das questões polémicas.

José Eduardo Moniz, se tivesse a coluna vertebral intacta, já se tinha demitido, caso José Nuno Martins não pedisse desculpa publicamente ou fosse ele removido do cargo.

Não acontecer nada é que é incompreensível e um sinal do apego à mama que existe entre todos os que rodeiam Vieira.

Por isso é que também não surpreendem alguns comentários que li quanto ao andrade que tira uma foto em plena Luz, à saída do túnel para o relvado, a fazer piretes.

Logo vieram insistir no que não era tema. Pouco importa se quem vem fazer a visita à Luz é ou não benfiquista e se vem de vestido, calças ou camisolas de outros clubes. Isso é IRRELEVANTE.

O que não é aceitável é que esta foto venha a público sem qualquer reacção interna do SL Benfica. 

O pessoa em causa não estava num local público. Pagou o seu bilhete, tinha direito à visita mas como em qualquer outro local aberto a visitas tem deveres. Um deles de respeito pelo local onde se encontra.

Como é óbvio, aquele senhor não estava à entrada do relvado sem alguém da organização do SL Benfica como vigia/acompanhamento.

O que o SL Benfica deveria ter esclarecido é que o senhor em causa foi expulso após o comportamento desrespeitoso e que futuros comportamentos idênticos não serão tolerados.

Ou será que até dentro da Luz os benfiquistas têm que ser enxovalhados ou ver o clube ser alvo de gozo por parte de anormais como aquele?


segunda-feira, 19 de agosto de 2019

O Oliveira já foi (tarde, por culpa do Vieira), faça-se o resto da purga na Comunicação Social

Avatar
 ●  52 comentários  ● 
Todos deviam ter a oportunidade de viver no estrangeiro (preferencialmente que fosse por opção e não por necessidade) para valorizar o enorme potencial deste país e simplesmente ganhar asco e nojo pelos parasitas que impedem a exploração real e natural de todos os recursos intelectuais e estruturais de Portugal.

O "episódio" Ricardo Salgado deixou claro que há, em Portugal, grupos de gente influente que controla a sociedade e a economia como marionetas em favor dos seus interesses, isto a troco de coisas tão terceiromundistas como a sobreviência, ainda que vergada à falta de valores.

Antes de irmos ao futebol e ao desporto, repare-se no que se passou com a greve dos motoristas nas três ultimas semanas. Os jornalistas alimentaram um pânico sem sentido e chegaram a perguntar às pessoas, e a encher paginas de jornais, a questionar se as pessoas se estariam a preparar em suas casas, armazenando bens de primeira necessidade.

Perdão??? Mas que raio de alarmismo e sensacionalismo era esse... duas semanas antes da greve? Ora, como o Costa (que tem imensos defeitos, mas ser parvo ou mau político não são dois deles) simplesmente esvaziou a greve... então a imprensa alimentou-se de acicatar os conflitos entre o Sindicato e a ANTRAM... quando o povo deixou de dar importância a isso, o foco foi "acabar com a greve" porque já não alimentava a CS.

O Governo usou majestosamente esta máquina em proveito próprio... mais uma vez. Como fizera antes com os Professores e os Enfermeiros. Bastou conhecer a maquina... que é precisamente o que faz o SLBenfica nos dias de hoje e que tentam combater SportingCP e FCPorto de forma reles e baixa.

Em Portugal não há espaço nem país para três desportivos diários e ainda mais os demais generalistas que fazem a sua cobertura também... por isso a única forma de sobrevivência é amestrarem-se aos poderes instalados e fazerem o que interessa a quem os pode "manter à tona de água". Pinto da Costa sabe o que diz quando refere que a CS se alimentam do SLBenfica... o que se esquece de dizer é que se alimenta de criar polémicas.

Repare-se na estrutura da CS desportiva em Portugal:

- GlobalMedia - contou com dinheiro chinês para manter o Jogo, JN, DN, TSF e Dinheiro Vivo e manter os Oliveira na rota dos interesses. Quem lidera este grupo é o Proença de Carvalho, um dos mais influentes e bem relacionados advogados do país. Um grupo liderado desde sempre por gente afecta ao FCPorto, que orquestra totalmente a sua linha editorial nessa defesa.

- Cofina - o grupo liderado por Paulo Fernandes já conta com o Record e com o CM e CMtv, e Jornal de Negocios. Reparem com encaixa totalmente no perfil de areas de acção da GlobalMedia e agora vão reforçar ainda mais com a TVI, TVI24 e Radio Comercial assegurando a capacidade de domínio total dos media, política, economia e sociedade, pois não devemos ignorar a proximidade de Paulo Fernandes à SIC de Balsemão. Com a Olivedesportos (agora GlobalMedia) afectos ao FCPorto e A Bola desde sempre a não querer comprar guerras com o SLBenfica... restou à Cofina seguir a linha que "sobrava" de apoio ao SportingCP.

- A Bola - unicos independentes que escolhem a proximidade (ou não confrontação) ao SLBenfica como estratégia de venda. Se os benfiquistas gostarem, compram e nós sobrevivemos. É mais ou menos o mantra.

Com a "morte empresarial" de Joaquim Oliveira que se viu forçado a abrir o capital aos chineses e a sair da Sporttv e da NOS, Paulo Fernandes viu a oportunidade de ocupar esse espaço de ser o novo DDT... repare-se como o perfil está todo lá... tem jornais, radios, televisões, publicacões económicas, etc. Tem tudo o que é preciso para dominar a opinião publica e, com isso inverter o jogo e ser ele o dominador dos interesses políticos e económicos.

Se a Cofina conseguir, com o apoio da Impresa, secar tudo o que for publicações independentes como A Bola e retirar espaço de influencia ao concorrente de nicho como a GlobalMedia... teremos o novo DDT

Ou seja, dado que o público não abre os olhos e faz uma purga nessa comunicação social submissa e submergida em dividas... será novamente o poder do dinheiro a reorganizar tudo isto em prol dos seus interesses empresariais.

Exclusivo: "Da falta de carácter de uns ao Benfica de Lage e de todos", por Rui Gomes da Silva

Avatar
 ●  54 comentários  ● 



1. MONIZ ... OU O EXEMPLO ACABADO EM COMO A FALTA DE CARÁCTER DISFARÇA A FALTA DE INTELIGÊNCIA

Não é novidade para ninguém que não aprecio o género (oportunista), não considero o carácter (ou a falta dele) nem me revejo no servilismo (ou bajulação) ao poder da personagem em causa!

E que, para que não fiquem dúvidas, apesar de estar (então ... nos últimos tempos ... nem se fala) no pólo oposto ao de José Nuno Martins, não confundo o seu benfiquismo puro, empenhado e permanente com o adepto mercantilista, desinteressado, distante e desconhecedor que há no outro lado!

E não me venham com o facto de o atual Diretor do Jornal do Benfica defender os interesses de quem lhe paga.

Pelo menos é do Benfica desde sempre e defende - mesmo não concordando com o que, hoje, ele defende - “atravessa-se” por aquilo que achará ser o melhor para o Benfica!

Ao contrário do outro, que não percebe nada de nada ... porque só percebe de televisão ...

E nunca - mutatis mutandis - foi tão verdade a velha afirmação desse sempre jovial Prof. Manuel Sérgio, quando diz que ... “quem só percebe de futebol, não percebe nada de futebol”!

Ou - no caso em apreço - quem só percebe de televisão, não percebe nada de televisão.

Um saber alicerçado em caminhos que não são os meus e (pelo menos no caso em que anda sempre a invocar contra mim) ... numa mentira.

Mentira, no caso do personagem em causa, de que não tem vergonha na cara de ter andado por onde andou ... a receber o que recebeu ... justificando-se, agora, com um “estava ceguinho”!!!

Adiante!

Ora, se havia dúvidas (para quem as tinha ... que não eu) sobre se as afirmações de José Nuno Martins tinham a cobertura do Presidente do Benfica, elas ficaram totalmente dissipadas com o último editorial que assinou no Jornal, voltando ao tema, sempre na mesma perspectiva!

E o que fez o personagem?

Nada, porque sabe que não existe sem lugares!

E o lugar no Benfica (de onde nunca sairá por decisão própria ... a não ser que lhe metam na mão outra trela de um outro cão-guia ... ou seja ... que o despachem a grande velocidade) ... dá-lhe - julga ele - a importância de quem mede a sua relevância em metros de pavoneamento!

Se o personagem tivesse carácter ... teria tomado a decisão mais coerente com o que disse, muito especialmente depois de lhe terem enviado - por mais de uma vez - os recados que lhe enviaram!

Ou, então, no limite, teria confrontado quem manda com um ... “ou eu ou ele”!
Mas como sabe da sua irrelevância ... não arrisca!

Um vice presidente do clube, administrador da SAD é enxovalhado em público por um funcionário que lhe sugere que vá substituir o Presidente do Porto ou do Sporting ... dá bem a ideia do que pensa sobre o personagem ... quem escreveu e ... muito mais ... quem deu autorização (ou concordou, pelo menos) para a sua divulgação!!!

Mas o personagem - atribuíndo-se dotes de promotor de estabilidade, como se de promotores gostasse de falar quem manda no Benfica - vai fazer tudo para ficar ... 

Ficarei ansioso de ver o que diz o personagem no 1.ª programa de informação desta nova época ... depois de umas férias que - espero - não eternize!!!

Os ratos, mesmo esses, quando abandonam os navios têm de ter a coragem de tomar uma decisão ... sem cães-guia!

E ele, o personagem, que “gosta de contar histórias ... como o próprio afirmou ao “Observador”, não sairá, nunca, pelo seu próprio pé ...

Porque, se isso vier acontecer - nunca como agora será verdadeira a afirmação de Eça de Queiroz, pela “voz do Conde de Abranhos, há 150 anos em relação, então ao Governo, agora aplicada ao personagem:

“... não há-de cair – porque não é um edifício. Há-de sair com benzina – porque é uma nódoa’!"

E se Almada Negreiros teve Dantas ... nós temos o Moniz. 

Pum!

2. ANA GOMES, A FORBES E O BENFICA 

Mas o que leva o Benfica e o Presidente a demorar tanto a processar Ana Gomes?

As férias judiciais ... em processos desta natureza não são justificação.

Porque à espera, totalmente disponíveis, estão, por certo, os 3 escritórios de advogados contratados em permanência para acionar os inimigos do Benfica!!!

Quanto ao resto ... li e reli e não encontrei nada que me diga que a Forbes disse o que Ana Gomes diz que disse ... 

Apenas a confirmação que a 23 Capital foi parceira do Benfica num negócio que - para resolver o quê a quem ??? - nos fez perder o penta.

Para memória futura!

3. BERNARDO SILVA E UM MITO CHAMADO ... JORGE JESUS

Bernardo Silva veio revelar aquilo que já todos sabíamos e de que tantas vezes tínhamos falado!

Que sendo do Benfica, querendo jogar no Benfica e tendo classe para jogar no Benfica ... foi posto de lado por quem era pago principescamente para saber ver que ali havia um grande jogador, de nível mundial, em potência!

Na altura, então lá dentro, também me bati quase sozinho (como foi público) e na medida do possível, contra esse mito que o Benfica ajudou a criar chamado Jorge Jesus.

Agora ... todos concordarão comigo ...

Mas agora é fácil!!!

4. OS BONS NEGÓCIOS DO ATLÉTICO DE MADRID

Dizem os jornais espanhóis que o Atlético de Madrid recebeu 469 milhões a pronto.

Sabemos - a acreditar nas mesmas fontes - que ao Benfica, também a pronto, o Atlético de Madrid só pagou 30 milhões (embora tenha pago 6 milhões para liquidar uma operação de desconto - com a ajuda da 23 Capital - que ... até prova em contrário ... vai custar 6 milhões).

Ainda bem que não queríamos e que fizemos tudo para não vender João Félix ...

5. “SÓ OS RICOS É QUE PODEM SER LIVRES”

Disse-o Aristoteles e todos os dias vamos confirmando a verdade dessa afirmação!

Vem isto a propósito das declarações de Bruno Lage, na sua penúltima conferência de imprensa, quando falou sobre ... o Porto!

Os mesmos que - no mundo do Benfica das redes sociais - agora o elogiam ... são, quase, na íntegra, os que sempre criticaram alguém que poupe o Porto e os seus dirigentes em qualquer circunstância!

Se só os ricos é que podem ser livres, ... por maioria de razão, só os que estão a ganhar podem ser magnânimos com os inimigos ... quando eles estão a perder!

Ou, como diria Ortega y Gasset ... “somos nós e as nossas circunstâncias” ... já que os princípios é coisa esquecida neste mundo do futebol!!!

Mas que o discurso de Bruno Lage só nos orgulha, lá isso é verdade!

6. BELENENSES - BENFICA

Confesso-vos que era, para mim - como será, tomem nota - o jogo fora mais fácil da época.

Tão fácil que até deu para Ruben Dias escorregar para fazer brilhar Vlachodimos ou para Nuno Tavares se baralhar com os pés ... sabendo que os homens de Belém não estavam em dia de acertar na baliza!

E terá tanto sido o jogo fora mais fácil da época como quanto o próximo jogo será o jogo mais difícil da época!

Pela nossa expectativa, pelo medo - medo, acreditem - dos “outros” mas também por tudo aquilo que pode deixar ... apontado!

E, como vimos, no Jamor, o VAR - mesmo ali pertinho - não dorme em serviço ... 

Na dúvida (ou, mesmo, na certeza) contra nós ... obviamente!

Como se lhes estivesse destinado equilibrarem o que (cá dentro) parece ir ser tão desequilibrado!

Por isso ... vamos lá ganhar ao FC Porto!!!

domingo, 18 de agosto de 2019

Quem permitiu isto ou não expulsou este gajo já foi demitido?

Avatar
 ●  74 comentários  ● 

Só num clube em só se preocupam com o tacho é que isto é possível.

Podiam ser frases ocas do Shadows, mas é o Bruno Prata!

Avatar
 ●  26 comentários  ● 
Com algum atraso por causa das ferias, acabo de aperceber-me que o Bruno Prata está preocupado com a hegemonia do SLBenfica. Esta é a "cartilha" (sim, estes sim têm cartilha e já foram apanhados nela várias vezes) que o FCPorto vai usar este ano nos comentadores: O SLBenfica está a destruir o futebol português! Está a criar-se um monstro que domina tudo e aos pés de quem todos se ajoelham, destruindo o futebol português.

Tivemos o ano do tunel, o ano das topeiras, o dos padres, o dos emails... só há dois anos é que houve um ano bom em que tudo foram rosas, de resto, todos os anos são anos em que o SLBenfica monta esquemas para vencer.

O FCPorto tem uma narrativa em que se tudo é justo "à moda do Porto", ganha o FCPorto... quando não ganha, é porque houve esquemas do SLBenfica. É mais ou menos como os sportinguistas... o Sporting nunca perde, o árbitro, o adversário, o Benfica... é que impediram uma vitória normal e legitima.

Estou com alguma curiosidade para saber que ano vai ser este, depois de a justiça ir eliminando passo a passo todas as mentiras que se escrevem e inventam sobre o SLBenfica... parece que a narrativa vai ser a no ano da destruição do futebol português. Até contrataram a Ana "wannabe Presidente da CMP" Gomes para ponta de lança para jogar ao lado do Miguel Guedes, do Serrão e do Bruno Prata.

Curiosamente o Bruno Prata nunca se preocupou com o que se passou entre 1985 e 2005... isso são 30 anos que não contam para o adepto portista... são os normais lapsos de memória.

Tem ele então o culto da destruição como o Shadows e outros têm a hipocrisia da Champions! Olhamos para clubes multimilionários a cair nos 1/4 de final e nos 1/8, com jogadores que recebem por mês o equivalente aos cinco melhores dos SLBenfica... juntos... e o Shadows insiste em que a bitola do SLBenfica deve ser um percurso de vitórias na Champions! Pois eu sou mais pragmático e considero que a obrigação do SLBenfica é passar a fase de grupos... daí em diante, se tivermos que poupar jogadores ou gerir esforço, optaria sempre por fazê-lo na Champions.

Agora... se me disserem que deveriamos aproveitar a fragilidade do FCPorto e SportingCP para ganhar uma distância no campeonato para que, em Fevereiro/Março (altura crítica da temporada) tenhamos 6, 7, 9 pontos de avanço que nos permita gerir no campeonato e dar tudo para fazer história e chegar as meias finais ou a uma final (juntando muita sorte nos emparelhamentos e no campo), isso estou totalmente de acordo...

... Se me disserem que com encaixes de 300M ou mais devíamos apostar nisso... isso estou de acordo. Mas então não critiquem se comprarmos jogadores por 20 ou 25M€, num mercado totalmente inflacionado.

Contudo, e aí estou totalmente de acordo com o Shadows e também eu já o escrevi várias vezes, ainda está por explicar porque Luis Filipe Vieira opta sempre por dar a mão a SportingCP (como fez ao voltar atrás com a contratação do Bruno Fernandes) e ao FCPorto como fez ao desinvestir no plantel há dois anos (abrindo a porta ao fim do sonho do Penta)...

O Benfica by GB tem medo...de quê?

Avatar
 ●  18 comentários  ● 

Tem medo de não acertar, de as suas premonições ou feelings não baterem certo.

E portanto acha que neste momento, perante a minha análise ao Codecity B Sad - SL Benfica, o que faz melhor é lançar areia para os olhos do pessoal.

Só que ao contrário do Benfica by GB, aqui o ordinário do Shadows não se importa minimamente de amanhã estar errado.

Curiosamente, andei anos a falar do Jorge Jesus e a apontar-lhe erros e vícios que prejudicavam o SL Benfica...e era quase o único. O BbyGb ajoelhava-se ao mestre da táctica, ao gajo que dava treinos de outra galáxia e que praticamente tinha inventado o futebol moderno...dizia o próprio Jorge Jesus.

Curiosamente, hoje todos olham para Jorge Jesus como o verdadeiro falhado que é e que só no grande SL Benfica fez alguma coisa, metade do que deveria ter feito.

Mas eu não me importo de estar errado. Se em Janeiro estivermos nos oitavos de final da Champions graças às assistências de Pizzi e André Almeida, eu serei um gajo feliz e finalmente lhes reconhecerei qualidade acima da média.

Ou se Seferovic marcar 5 ou 6 golos na Champions, cá estarei para lhe estender o tapete vermelho merecido.

Ou ainda se Vlachodimos se revelar ao nível de um Ederson ou Oblak, não me importarei de o chamar de mãos de aço.

O que o meu amigo Benfica by GB nunca poderá esperar é que me contente com mediocridade ou vulgaridade.

Critico demasiado ou não partilho das euforias das vitórias contra clubes que nem às competições europeias vão? Temos pena.

Da minha parte não aceito esta redução do SL Benfica a clube satélite de um empresário qualquer que nos últimos anos se alimenta particularmente do SL Benfica.

Até mesmo Bruno Lage, que nos salvou de uma humilhação enorme na temporada passada, não está acima do interesse do clube.

E qual é o interesse do clube? Ganhar títulos, taças e disputar com os maiores da Europa a Champions ou a futura competição que chegará em 2024.

Não será a defender a vulgaridade que se defende um SL Benfica mais forte lá fora.

Os fetishes do Shadows deviam dar um filme: "50 Shades of Red(moon)"

Avatar
 ●  60 comentários  ● 
Ainda hoje tive oportunidade de comentar ao Shadows que cada vez que ele comenta jogos do Benfica fico na duvida se esteve a ver o jogo do Benfica ou os treinos do Sporting... mas depois ele começa a explicar-me a opinião dele e percebo que é padece de dois problemas: Stress Pos Traumático e Jogadorofobia.

Comecemos pelo problema que também afectou o desaparecido Redmoon. São patologias proximas do Stress Pós Traumático de quem tem a habilidade de vir sempre depois dos factos ocorridos dizer sofrer com o que não correu bem nas decisões dos outros...

Eu acho fantástico que se critique a aposta no Nuno Tavares a defesa direito, por exemplo, quando o jogador foi dos melhores contra o Paços e quando defesa titular na época passada está sem ritmo competitivo e físico... e porque se faz esta crítica? Porque o jogo de ontem não teve o mesmo nível e, inclusivamente, teve um erro defensivo que poderia ter dado o empate.

O mesmo se aplica ao RDT e ao Seferovic... o Bruno Lage já explicou 1001 vezes a relevancia de ter avançados "carregadores de piano" quando depois se tem flechas como o Grimaldo, Pizzi, Rafa, Tavares, Chiquinho, etc que executam a grande velocidade (e o Rafa ainda corre a uma velocidade louca em controlo de bola). Mas aqui o Shadows prefere exaltar que as oportunidades falhadas fazem com quem devessem sair da equipa. E para entrar quem? Quem não está no plantel, pois claro...

... ou seja, quando o SLBenfica tem um jogador de enorme potencial como o Tomás Tavares (que se incorporou ha 6 dias), quando tem uma excelente alternativa (ainda que esteja a ganhar o seu espaço na B primeira) como o Joao Ferreira e ainda tem um titular que foi dos melhores assistentes da época passada... o Shadows quer outro. E quem? ah isso agora não é com ele! E por quanto? Ora por menos que todos os clubes compram os bons jogadores, porque eles são todos burros e os unicos espertos somos nós.

O mesmo se aplica aos avançados. O RDT faz um excelente trabalho de construção, passe, movimentação, etc... tem estado desastrado no remate, claramente como consequência de andar a pisar novos espaços que Lage acredita beneficiarem mais a equipa (como se tem confirmado, aliás). Mas não... o Shadows entende que se deveria comprar um avançado "dos bons", diz ele! Ora, assumindo que o RDT não é dos bons e o Vinícius (que não conhecemos) também não... sendo que o Andre Silva (o pino do Sevilha) está valorizado em 35M... a minha dúvida era quanto é que o Shadows quer gastar num goleador que Sua Majestade considere bom para o SLBenfica...

... É que temos ainda o Jota, que entende que sem nunca ter provado nada no SLBenfica deve ser pago a peso de ouro e, pior que isso, cada vez que joga ainda se vêem mais os toques de vedeta do que a qualidade, que está lá toda - à espera que ele tenha cabeça.

Isto leva-me à "Jogadorofobia" que tem o Shadows! Ignora por completo a qualidade de jogo do Pizzi, simplesmente porque sim. Inventa coisas que o Pizzi faz mal, como se o rapaz fosse um jogador perfeito e incapaz de ter falhas. Mas ignora tudo o que ele faz bem, tal como ignora a imensidão de assistências e golos que faz... como ignora o papel fundamental na movimentação e golos do Rafa.... e porquê? Porque não gosta do Pizzi e porque faça ele o que fizer, o Shadows nunca vai gostar... tal como não gosta do André Almeida (os dois que foram "apenas" os que mais assistências fizeram na epoca passada). Claro que para tudo isto o Shadows tem uma teoria.... sao pinos que beneficiaram do contexto em que estavam e, obviamente, ignoram totalmente o contributo destes jogadores para o contexto que foi criado.

É a mesma fobia que tem contra o Seferovic... mas já nem vou detalhar mais esta patologia que padecem muitos adeptos para quem o futebol são jogadas de ataque, passes 100% certeiros e golos aos magotes...

É a mesma fobia que o leva a ignorar a falta de aplicação e rendimento do Zivkovic cada vez que joga, o que nada tem que ver com não ter qualidade, mas que insiste que esse jogador é que era... ainda que "quando é" não justifica.

A mesma fobia que o leva a ignorar que o Chiquinho a titular tem um impacto na equipa totalmente diferente porque o que acrescenta em criatividade e velocidade... reduz a equipa (encolhe-a) cerca de 15 metros...

Por fim é a mesma fobia que o leva a fazer do Samaris outro Zivkovic: quando rende (coisa que o servio pouco faz), o Shadows é que tinha razão... quando não rende, a culpa era do Florentino porque com ele campo o Samaris fica perdido. Eh pah... eu gosto bastante do Samaris, mas gosto mais que ele jogue quando está bem e que, acima de tudo, não seja sobre ele que recaia a necessidade de ser o último homem antes da defesa porque isso simplesmente o deixa à beira da expulsão todos os jogos.

O Shadows opta por ignorar que o Florentino é um médio defensivo, um seis, fabuloso mas que cujo perfil de saída de jogo não é a de passes de ruptura, mas sim de passes de 4 ou 5 metros... que simplesmente não os falha. Já o Samaris ultimamente, e não sei porquê mas não culpem o Tino, não tem acertado um passe seja qual for.

Quer o Shadows que a dupla seja Gabriel e Samaris... pois, mas suma vez é o seu SPT a falar, porque quer o que não tem... um jogador lesionado. Por outro lado ainda que tenha resultado em alguns jogos, não é menos verdade que nos assustou noutros e que a mim pessoalmente meter dois jogadores que são 8s a jogar como se forem os dois a 6 e os dois a 8... a mim não me encaixa, mas eu também não tenho a ambição de ser treinador. Simplesmente acho que isso serve mais para "tapar um ao outro" do que elevar a equipa.

Uma palavra final não para o Shadows, mas para as minhas sensações com uma última movimentação de mercado. Quer parecer-me que o Grimaldo estará de saída do SLBenfica. Só assim consigo explicar que o Lage tenha dito que tem o André Almeida, o Joao Ferreira e o Tomás Tavares para a direita... este último pode tambem ser alternativa na esquerda, para onde tem o Nuno Tavares... e o Grimaldo. Ora, a saída do espanhol (que joga bem como sempre mas não lhe vejo alegria na cara) arrumaria a casa precisamente com todos os portugueses acima: André e João na direita; Nuno e Tomás na esquerda - e já agora, arrumaria muito bem, porque o Nuno é muito bom na esquerda (muito melhor que na direita) e o Grimaldo já não vai render mais dinheiro do que poderá render agora...

Antes do fecho do mercado, gostaria de ver o Jota ganhar juizo em campo e fora dele para expor o seu potencial no SLBenfica. Gostaria de ver o Fejsa sair para um clube onde possa ainda jogar a bom nível apesar das limitações físicas. Gostaria que o Zivkovic tomasse o Taraabt como exemplo e mudasse a 180º para poder demonstrar o seu potencial no SLBenfica...

PS- Jovic para emprestar pelo Real Madrid? Bom, parece que jogar por uma equipa que luta por títulos não é bem a mesma coisa que jogar pelo SCBraga da Alemanha. Talvez agora entendam melhor o que se passou... isto para os "espertos" que culparam o SLBenfica por não termos tirado o máximo do Jovic (apesar de o próprio assumir a culpa como unicamente dele, mas os benfiquistas têm esta visão de auto-flagelo). E la tinha que terminar a falar do Shadows outra vez.

Por favor, deitem fora a toalha de Rui Vitória!

Avatar
 ●  56 comentários  ● 

É que Bruno Lage deve ter-se limpo a ela algumas vezes.

Só assim se explica que o nosso treinador e salvador da temporada passada possa ter visto um grande jogo do SL Benfica ontem contra a equipa de Rui Pedro Soares.

O SL Benfica demonstrou as mesmas dificuldades que já tínhamos visto no jogo com o Paços. Falta um líder no miolo do terreno, alguém que pense o jogo e paute a equipa.

Como já se viu inúmeras vezes, a dupla Samaris-Florentino não funciona. Quem sai pior da foto com esta opção é Samaris porque Florentino raramente sai lá de trás e assim o grego não consegue assumir uma posição certa. Acabam por se atrapalhar. Na minha opinião, Florentino tem uma grande lacuna ainda que é o jogo ofensivo. Não pode estar ali só para defender. E nisso Samaris, como se viu na temporada passada, faz muito melhor aquela posição tendo um Gabriel à frente.

Depois também não se compreende como Lage insiste em querer fazer de Raul de Tomás um João Félix. Não o é, é bem mais lento, e assim não tiramos proveito das suas capacidades de finalizador.

Outro grande erro, na minha opinião, é continuar a insistir no puto Tavares como defesa direito. Não o é e está muito longe de o ser.

Finalmente, no pior do SL Benfica está Seferovic. Não tem qualidade para ali estar e é algo incompreensível como com mais de 200 milhões em vendas temos a titular um jogador tão fraco.

Por outro lado, o grande desequilibrador deste SL Benfica continua a ser Rafa. Dois jogos e duas vezes que desbloqueia a baliza adversária com as suas jogadas.

Tem sido ele a procurar "inventar" espaços e e ocasiões para o SL Benfica marcar. Faz a diferença.

Temos também Pizzi a ir a reboque de Rafa e a aproveitar os desbloqueios de jogo conseguidos. Mas Pizzi continua a cometer os mesmos erros: perdas de bola infantis e negação de qualquer auxílio na defesa do nosso lado direito. E isso num jogo de maior dificuldade, vai notar-se muito mais.

Uma palavra para Odysseas Vlachodimos que ontem salvou a equipa de ir a perder para o intervalo. Se não lhe reconheço qualidades de um grande guarda redes, tenho também que reconhecer que está a fazer um grande arranque de temporada.

Grande moldura humana no Jamor. Os benfiquistas são sempre o abono de família de qualquer clube.

O que realmente interessava era conseguir os três pontos. Objetivo conseguido.

Mas Bruno Lage...não adopte o discurso do seu antecessor e seja fiel à sua promessa de que todos contam. Ou será que não?

ranking