O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 11 de julho de 2015

O Mercenário que quer vestir a pele de Missionário

Avatar
 ●  13 comentários  ● 

Maxi Pereira vai ser jogador do FCPorto... e isso está decidido (e porventura assinado) há muito tempo, sim à tanto tempo que ele ainda jogava jogos oficiais com a camisola do SLBenfica.

Foram muitos meses (antes de Janeiro), mais de um ano, em que o SLBenfica tentou apresentar uma proposta a Maxi Pereira, mas o empresário alegava sempre que o jogador "fazia parte do Benfica" e que tinham muito tempo, que não era preciso acelerar o tema, pois isso lhe valia o tempo necessário para acenar ao jogador uma proposta financeira mais vantajosa do FCPorto.

Pelo caminho o SLBenfica, percebendo a situação, tentou vender Maxi Pereira, mas mais uma vez Paco Casal fazia ver ao jogador que já não era tempo de sair de Portugal e que iria convencer o SLBenfica a aumentar-lhe o ordenado.

Tanta ilusão de mais dinheiro foi criada ao jogador que este quando foi debatido com uma proposta avultada do FCPorto e uma menor do SLBenfica, acabou por não ser difícil convencê-lo a mudar para o FCPorto.

Contudo, Maxi tem vestido a pele de missionário desde então. Maxi Pereira não está disposto a ser sujeito às consequências desta mudança enquanto não estiver sob a protecção que os jogadores gozam no Porto e no FCPorto.

Até lá Maxi vai fazendo este "charme" de que vai pensar, de que ainda não sabe, de que tem que decidir, de que a familia é importante, etc.

TRETAS! Há muito tempo que Maxi Pereira "saiu" do SLBenfica por um único motivo: Paco Casal, há muito que queria tirar o jogador do SLBenfica por o nosso clube não pactuar com os seus esquemas de offshores e comissões.

Num ápice, o jogador que era apelidado de caceteiro pelos adversários, virou um jogador de grande qualidade. Enfim...

Palhaçada! Mas alguém entende isto?

Avatar
 ●  12 comentários  ● 

Se o Benfica compra camiões de jogadores... é porque compra!
Se o Benfica não compra camiões de jogadores, quando os outros andam a comprar jogadores... é porque fica mais frágil!

Eu sinceramente já não entendo nada desta gente! Agora até se lembram do Ivan Cavaleiro e do Helder Costa para dizer que o SLBenfica não aposta na formação.

Vamos lá ver...

O que diriam aqui muitos de vós se o SLBenfica pagasse 3M€/ano a um jogador e 10M€ pela sua transferência quando este era um dos "cancros" identificado por José Mourinho? O que diriam esses mesmos benfiquistas se o Benfica pagasse 20M€ por um jogador com "dinheiro emprestado" da Doyen? O que diriam os benfiquistas se andássemos a contratar jogadores como o Bryan Ruiz que há três anos que deixou ter qualidade no jogo ou se tivéssemos um treinador que recebesse mais de 6M€/ano e ainda pagasse do seu bolso um "penetra" no clube?

Então o SLBenfica é que está errado?

Aqui no blog eu próprio escrevi que dificilmente Helder Costa teria dimensão no seu futebol para a primeira equipa do SLBenfica... saiu e agora virou uma falta de aposta na formação. O dinheiro de Cavaleiro, Cancelo e Bernardo já tinha entrado no clube há cerca de um ano... o erro foi cometido nessa altura quando o Presidente não quis impor-se ao treinador da altura quando este "encostou" os três jogadores.

Muito se fala dos 45M€ envolvidos nesse processo e só os menos atentos percebem podem considerar que todos valeram 15M€ por igual. Obviamente que isso é a forma como formalmente "se partiu" o negócio, mas claro que se torna óbvio que o mesmo serviu para saldar algumas contas, como por exemplo, da transferência de Garay. Não me choca nada que o negócio "real" tenha sido algo tipo 20 pelo Bernardo e 5 por cada um dos demais sendo os restantes 15M acertos de algumas transferências passadas... ou futuras ;)

Escândalo? Não... Negócios! Não faço ideia se foi assim ou não, mas percebo o contexto, apesar de saber que no dia de hoje jamais estes três jogadores teriam saído do SLBenfica. Porém o negócio já estava feito. Helder Costa é um jogador com qualidade e potencial, mas que claro que não vai chegar a estes patamares de qualidade... nem de valor.

A realidade é que o SLBenfica vendeu esses 3 jogadores por 30M (na minha opinião), acertou receitas passadas de outras vendas... e ainda olhamos para o plantel e vemos jogadores com elevadíssimo potencial para poderem render no plantel e nas receitas financeiras brevemente: Gonçalo Guedes, João Teixeira ou Nuno Santos entre os principais.

Mas não fica por aqui... na equipa B esta temporada vão estar mais 3 a 4 jogadores que poderão sem qualquer problema ser escolhas já na próxima temporada como o Renato Sanches, João Nunes, Bruno Varela ou João Carvalho (mas há mais... na minha opinião, a próxima geração é superior à actual).

E então querem, portanto, que o SLBenfica continue a contratar jogadores e querem continuar a "acusar" o clube de não apostar na formação porque confirmou a saída de jogadores que tinham sido vendidos com o anterior treinador?

Da minha parte penso que a estabilidade de manter jogadores como Luisão, Fejsa, Jardel, Jonas e Salvio é um contratação de topo à qual não tenho duvidas que o SLBenfica vai juntar uma alternativa a Gaitan... mas só depois de conseguir negociar bem a saída do jogador.

Não haja dúvidas que a estabilidade é o principal trunfo do SLBenfica, numa época em que os rivais decidiram os dois fazer "All In", mas na verdade têm trunfos que poderão não chegar para vencer esta ronda de "poker".

sexta-feira, 10 de julho de 2015

O entreposto Benfica e os outros

Avatar
 ●  38 comentários  ● 

Faz-me uma certa confusão a preocupação que alguns benfiquistas demonstram com os gastos do Sporting ou do FC Porto.
De onde virá essa preocupação?

Mais, demonstraram essa preocupação durante os últimos anos em que o passivo do SL Benfica aumentou para quase 500M de euros?
Têm essa mesma preocupação com os jogadores que se contratam para serem sucessivamente emprestados, sem vestir a camisola do clube? Com os milhões de euros gastos com essas contratações?

Então se não se preocupam com o nosso clube, estão preocupados com os outros?
Gente como Gaspar Ramos ou o invertebrado Seara não têm mesmo qualquer noção de que valem zero.

Gaspar Ramos teve decisões que prejudicaram gravemente o Benfica como a célebre rejeição de Jardel não aceitando pagar 100 mil contos pelo empréstimo inicial de um ano e depois ficando com a opção de compra por cerca de um milhão de contos. “Marca demasiados golos com a cabeça e isso é lá no Brasil”, dizia Gaspar Ramos na altura.
Já Fernando Seara continua a não se calar e a demonstrar uma certa dose de “benfiquismo travesti” cuja convivência cúmplice e frequente com a cúpula portista parece ser popular junto de outros como ele.

Curiosamente, esses mesmos não parecem incomodados com quem, dentro do Benfica, faz da amizade com essa mesma cúpula portista um modo de vida.
O que deve preocupar os benfiquistas é porque parece já estar-se a repetir o episódio Enzo Perez, agora com Gaitan como protagonista.
Pelo visto, parece que Rui Vitória vai andar até ao fecho do mercado a ver a direcção a tentar vender tudo o que conseguir. O tal milagre financeiro continua sem produzir resultados práticos.
Os nossos melhores miúdos continuam a ser despachados a alta velocidade. Cavaleiro ou Hélder Costa são mais 2 exemplos.
É que se era aceitável e escrevi isso mesmo na altura, com uma competição como a Copa América a decorrer, que os ajustes no plantel talvez ainda pudessem acontecer, não há justificação para que se arrastem negociações, nomes, e  instabilidade em quem sai ou fica nesta altura. Em especial o novo treinador merece que não lhe causem essa instabilidade no plantel.

A desculpa de que o mercado funciona até Agosto só engana quem quer.
O único consolo é que agora temos um treinador que não precisa de meia temporada para realizar a “sua pré-época”.
Talvez a competência de Rui Vitória consiga compensar tudo isto.

E vão 3... e a ver se ficam por estes

 ●  12 comentários  ● 

Helder Costa no Mónaco por empréstimo


Depois de Leonardo Jardim acreditar no potencial de Bernardo Silva, e apostar em Ivan Cavaleiro, vem agora concretizar o empréstimo de Helder Costa. Assim, já são 3 jovens formados na nossa cantera a jogar num campeonato exigente, e num patamar elevado. 

Não vou aqui levantar novamente a questão, afinal não têm valor para jogar no nosso campeonato, mas vão para o Mónaco? Ou, enquanto produtos do Benfica, já renderam X, por isso excelente aposta na academia. Nem vou por aí... Mas gostaria de deixar esta questão, que julgo estar na cabeça de todos aqueles que tentam ver um bocado mais além: É um empréstimo tipo Bernardo Silva, que nunca tinha sido vendido, apenas emprestado, apesar de o termos aqui dito antes sequer de calçar no Mónaco, ou é empréstimo mesmo empréstimo? O que vos parece? 

Antes de mais, toda a sorte ao nosso jovem Helder Costa, que seja feliz, e se possível se valorize!

Carrega Benfica, Sintam a Mística!







De volta ao Clássico

 ●  14 comentários  ● 

O EQUIPAMENTO BRANCO VOLTOU... O EQUIPAMENTO BRANCO VOLTOU...



Está de volta o equipamento branco clássico para os jogos fora! A mim muito me agrada este regresso ás origens, pois as memórias que me trazem são agradáveis, mas dentro do manto sagrado, todas as cores ficam bem.

Já iniciou a venda da camisola, a ver como fica no "ranking" das vendas. relembro que em matéria de equipamentos alternativos, o rosa continua em primeiro lugar, muito por culpa do universo feminino ( mas não só, e vocês sabem quem são... eheh) que aderiu massivamente e de forma entusiasta.

O clássico para ir buscar tempos clássicos, em que ser tri-campeão era o pão nosso de cada dia! Rumo ao 35!

CARREGA BENFICA, SINTAM A MÍSTICA!

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Desengane-se, s.f.f..

Avatar
 ●  82 comentários  ● 

Quem julga que se empolgam adeptos e se os motivam a adquirir Redpass's com notícias sobre a BTV.

Ou com reportagens de TV.

Motivam os adeptos é dando condições a Rui Vitória, incluindo jogadores de qualidade.

Afinal, o Benfica tem ou não saúde financeira?

Rui Gomes da Silva e o seu futuro dentro do Benfica

Avatar
 ●  24 comentários  ● 


Rui Gomes da Silva é na minha opinião o melhor de todos os comentadores encarnados e o que melhor faz a defesa do nosso clube em programas televisivos a larga distância de todos os outros. Respira o Benfica por todos os poros, não opta pelo caminho fácil do politicamente correto, não tem medo de chamar os bois pelos nomes, tem memória de elefante e conhecimento profundo dos vários dossiers do futebol português que o tornam apto a discutir todo e qualquer assunto.

Uma discussão que se poderia ter seria perguntar se o típico programa de debate desportivo de todos os dias à noite, é ou não algo em que o Benfica devesse focar a sua atenção. E aqui a minha opinião divide-se. Por um lado acho que não e que esse tipo de programas em nada dignifica o futebol em geral, tratando-o sempre como um jogo sujo e obscuro capaz de afastar mais adeptos do jogo bem mais do que aqueles que aproxima.

Mas por outro acho que sim, que esses programas existem porque têm audiência, eleitos assim pelos portugueses como os tribunais onde se digladiam os argumentos de cada cor. Se assim é, e se essa é a realidade do futebol português, e os locais onde cada um manipula como pode a “sua” verdade e consequentemente a opinião pública, pois bem, então nesse contexto RGS está como peixe na água e defende o Benfica o melhor que pode em prejuízo até, muitas vezes, da sua imagem.

Mas,

Sempre me opus, e aqui o referi várias vezes, a que esse papel fosse desempenhado por um Vice-Presidente do Benfica. Ser dirigente do clube e dar a cara pelo clube na TV em programas em que diplomacia é coisa que não existe, são dois papéis que não se conciliam, como os acontecimentos das vésperas do Benfica vs Braga por exemplo provaram.

E se por um lado compreendo muitas das posições públicas de RGS (a maior parte delas, seguramente, sempre ao encontro das opiniões da maioria dos Benfiquistas), também é verdade que é perfeitamente compreensível, que haja muitas vezes a necessidade de RGS vincar que o que diz são meramente opiniões pessoais, até porque sabe que dificilmente o Benfica pode associar-se publicamente ao tom com que muitas das suas criticas são feitas.

E esse é pois o conflito que existe há algum tempo e que quanto a mim se vai acentuando de cada ano para o seguinte... A politica de comunicação do Benfica é, na verdade... Rui Gomes da Silva. Qual vice-presidente, qual quê?! RGS é o REAL Diretor de Comunicação do Benfica. Tiremos RGS ao Benfica e fica o quê? Recitais debitados pelo Presidente em Casas do clube, a maior parte deles sem espontaneidade nem paixão, resultado óbvio de leituras de textos escritos por outros?!

Fica o quê?! João Gabriel que de vez em quando até atira umas larachas bem feitas, mas tiros de soldado raso que não criam mossa nem atingem ninguém?!

Pois a verdade é essa, a política de comunicação do Benfica foi (in)conscientemente entregue a RGS, cargo que tem exercido nos últimos anos em exclusivo para um canal de televisão (o que só por si já acho errado), e que aconteceu numa altura difícil para o clube e para LFV, em que talvez o presidente necessitasse de uma defesa mais acérrima da sua imagem do que aquela que precisa hoje.

Será que hoje, com um Benfica mais ganhador, LFV precisa da defesa pública da sua imagem como precisava há 4 ou 5 anos atrás?! Eu acho que não! Este LFV dos dias de hoje já se pode até dar ao luxo de disputar eleições no clube sem participar em nenhum debate público com outros candidatos! Mal ou bem a máquina foi montada, e LFV será presidente do Benfica enquanto quiser.

Estranho eu pois, numa altura destas da vida do clube, que se vislumbre (e isto sou eu a especular) algum possível afastamento do Benfica em relação a RGS? Claro que não! Se há alguém no universo Benfiquista que se possa vislumbrar num futuro próximo, como alternativa séria à presidência do clube é na verdade... Rui Gomes da Silva.

Ele já é hoje, de forma pública e todas as semanas, uma espécie de “guia espiritual da consciência Benfiquista”, alguém de quem mesmo aqueles que não apreciam o estilo, não deixam de concordar com a grande maioria das suas posições estratégicas em relação aos diferentes dossiers do futebol português, e que por isso nunca vai deixar de ser uma espécie de “polícia” das políticas da Direção.

E se a LFV talvez não seja muito difícil vencer eleições no clube sem debates públicos, talvez encontre um obstáculo bem mais difícil de ultrapassar ter na TV todas as semanas uma espécie de “objetor de consciência”, que nunca se coíbe de marcar a sua posição mesmo quando essa posição não existe dentro do clube que faz parte.

Em resumo, nada do que aqui escrevi seria errado, se RGS não fosse ao mesmo tempo Vice-Presidente do clube e comentador televisivo. Nada disto seria errado se as posições de RGS o vinculassem só a ele, se não se confundissem com as posições do clube, e que não colocassem muitas vezes LFV em posições difíceis como aconteceu por exemplo com as declarações sobre o Benfica vs Braga.

E alguns Benfiquistas surpreendem-se hoje com o afastamento que notam de RGS das comitivas oficiais do Benfica?! Mas a ser verdade, esperavam o quê companheiros?! Que RGS dissesse todas as coisas que lhe apetece  sobre Joaquim Oliveira, do António Salvador, do Bruno de Carvalho ou do Rui Patrício, e depois fosse convidado para fazer parte de comitivas que são recebidas nas casas dessas mesmas pessoas num contexto institucional, para trocar sorrisos e comer croquetes?!

Obviamente que não, e óbvio também que mais tarde ou mais cedo RGS vai começar a ser um empecilho para a própria Direção do clube.

A ironia disto tudo seria ter visto RGS ser durante anos o fiel escudeiro de LFV, cuidando mesmo da sua imagem pública, e poder vê-lo ser um dia apontado pelas pessoas que sempre protegeu como elemento destabilizador e problemático, sendo afastado de forma pouco digna e assassinado publicamente até aos olhos dos próprios adeptos.

Podia dizer aqui que o que eu estranho é que RGS não tenha percebido isto mais cedo, que mais ano menos ano a corda vai partir e ele vai ser o elo mais fraco. Podia dizer mas não digo, porque acho que na verdade RGS sempre o soube e foi assim que quis que acontecesse.

RGS sabe muito bem que ser vice-presidente do Benfica pode ser um cargo bonito no papel, mas que na verdade conta pouco e pouco passa de figura decorativa no Universo Benfica. A possibilidade de estar na TV todas as semanas com audiências monstruosas, essa sim é na verdade a grande arma que RGS tem do seu lado, a possibilidade de todas as semanas poder vincar as suas ideias e afastar-se até de determinados caminhos pelos quais a Direção possa seguir.

Abdicar disso seria de facto, dar um tiro nas suas ambições, que serão, como acredito, chegar um dia a Presidente do Sport Lisboa e Benfica... Quem vê a voracidade com que RGS se apresenta todas as semanas no “Dia Seguinte”, todas as guerras que cria e os inimigos que arrasta consigo, não pode acreditar que tudo isto seja em vão e que não esconda uma muito maior ambição do que sentar-se numa cadeira em frente à câmera a sugerir caminhos estratégicos para o clube sem ser o mentor desses mesmos caminhos.


Finanças: Investimento em contratações (2007-2015)

Avatar
 ●  79 comentários  ● 
Investimento em contratações
José António Camacho:
Em 2007/2008 foram investidos 40M€
Quique Flores:
Em 2008/2009 foram investidos 25M€
Jorge Jesus:
Em 2009/2010 foram investidos 35M€
Em 2010/2011 foram investidos 35M€
Em 2011/2012 foram investidos 30M€
Em 2012/2013 foram investidos 25M€
Em 2013/2014 foram investidos 50M€
Em 2014/2015 foram investidos 40M€
Na era Jorge Jesus, no total foram gastos 215M€ em 6 épocas, só em pagamentos aos clubes
(fora prémios de assinatura, comissões a empresários e "custos zero".)

A média de contratações foi superior a 35M€ por época na "era Jorge Jesus".
(215M€ a dividir por 6 épocas)

Há 8 anos que o Benfica gasta em média 35M€ (por época) em reforços, com 3 treinadores diferentes (José António Camacho, Quique Flores, Jorge Jesus).
(280M€ a dividir por 8 épocas)
Rui Vitória:
Em 2015/2016 foram investidos menos de 10M€ (até agora).

Fonte (lista completa das transferências): Transfermarkt.PT
O Bi-campeonato só apareceu com uma média de 45M€/Ano de investimento em contratações, nas últimas 2 épocas.

Se Rui Vitória irá ter "as mesmas condições do anterior treinador" os sócios e adeptos do Benfica estão à espera dessas "mesmas condições" fornecidas por Luís Filipe Vieira.

Espero que esta época as contratações e as "bombas" não se fiquem apenas por Ligas europeias para a BTV.
Por muito que seja importante reforçar a grelha da BTV, não será a Liga Francesa que irá marcar golos e fazer assistências no Estádio da Luz.

Ai Rui, estão a ajudar-te? Eu acho que não!

Avatar
 ●  55 comentários  ● 


O ano passado foi assim:

Cristante assina a 1 de Setembro, Samaris a 22 de Agosto, Júlio César a 19 de Agosto, Jonas a 12 de Setembro e impedido de jogar na Liga dos Campeões (e que falta fez!).

A época futebolística oficial, essa já se tinha iniciado a 10 de Agosto com o jogo da Super Taça frente ao Rio Ave.

Mas já sei o ah e tal, a teoria de que afinal está tudo mal mas parece que somos nós os Bi-Campeões.

Bem, quem quiser ver a coisa por esse prisma, tem de facto um argumento de peso do seu lado mas...

Como eu sou dos que acha que às vezes se ganha fazendo muita coisa mal feita, como por vezes se perde quando o trabalho de casa até foi maioritariamente bem feito, aqui fica o meu reparo...

Porque se no ano passado tínhamos um treinador com a equipa base já feita e com um trabalho coletivo de 5 anos e que por isso não começava do zero, este ano, com treinador novo, com treinador que chega sem nome feito, ainda com tudo para provar e que sabe que se começar mal pode ser trucidado ao fim de três ou quatro jogos, julgo eu, que à Direção do Clube competia este ano ajudar o mais que pode, e ajudar era dar uma imagem de força e tentar fazer chegar os reforços de peso o quanto antes...

Ao plantel que no ano passado já não era famoso (já sei que para muitos o era e que têm do seu lado o argumento do Bi-Campeonato, ignorando claro o rotundo falhanço num grupo acessível de Liga dos Campeões), há que descontar agora Maxi, Gaitan e Sálvio, só três dos melhores (ou mesmo os três melhores) que ainda tínhamos...

Temos de facto um treinador novo, benfiquista de gema segundo parece, sem nome feito na praça, um caloiro por assim dizer que fará seguramente o melhor que sabe tentando não levantar muitas ondas mas...

Está a ser ajudado pela Direção neste momento?

Eu acho que não...

Quem se lembra do primeiro ano de Jorge Jesus, dos anúncios Saviola (20 de Junho) e Javi Garcia (26 de Julho) a tempo e horas, e do entusiasmo que essas contratações geraram no imediato, mesmo quando o nome Jorge Jesus ainda levantava muitas dúvidas, percebe claro o contraste entre esse ano e os tempos que se vivem neste momento...

Com uma agravante:

É que este ano vêm-se de 5 épocas consecutivas de records de vendas, com rios de dinheiro a entrar em catadupa, não se percebendo por isso muito bem esta aparente fragilidade na forma como se ataca o mercado, fragilidade essa que não se vê nem no Porto nem em Alvalade, clube que até parece ter força para, imagine-se, manter William Carvalho no clube pelo terceiro ano consecutivo sem sucumbir à tentação de o vender de imediato.

E Rui Vitória?

Bem, Rui Vitória das duas uma: Ou chegou à Luz, abriu o laboratório e vislumbrou imediatamente 4 ou 5 prodígios que o mundo da bola cá fora ainda não conhece, ou então está a tentar juntar os cacos tentando fazer uma equipa...


O que eu acho é que Rui Vitória precisa mais do que nunca desse apoio da Direção, e os adeptos do Benfica precisam desse élan, em vésperas de assistir a mais um grande jogador seu aparecer com o símbolo do grande rival ao peito, para que a nova época arranque finalmente com o entusiasmo que de momento ainda não existe.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Jorge Jesus volta a atacar

Avatar
 ●  16 comentários  ● 
Não, não vou discutir aqui o acerto ou desacerto da venda de mais um produto da formação por 15 milhões de euros.

E não, também não vou aqui desculpabilizar nem culpabilizar Jorge Jesus na avaliação que fez a alguns desses produtos da formação do ponto de vista técnico, físico, mental e tático.

O que vou sim é constatar que afinal os miúdos Cancelo e Bernardo que saíram do Benfica para Valência a Mónaco com “umas cláusulas quaisquer que há para lá nos contratos”, talvez não tenham ficado no plantel encarnado por causa de Jorge Jesus, mas seguramente que não foram vendidos por causa deste.

Bem sei que interessou no vendaval deste último mês arranjar qualquer coisa por onde pegar para descredibilizar o trabalho do técnico que saiu mas, pelos vistos, Jesus já cá não está e os miúdos continuam a sair. Não só os miúdos como os graúdos, aliás, a sensação que dá é que desde Janeiro do ano 2014 que foi a altura em que Matic saiu, está de facto tudo à venda desde que cheire a dinheiro.

Entre nós ficam pois aqueles em que ninguém pega, ou aqueles que com muitíssimo azar contraem lesões graves já quase a caminho do aeroporto.


Não basta ser. Tem que parecer também.

Avatar
 ●  13 comentários  ● 

"A forma como o Benfica deixou a última AG,indignado com a maneira como FC Porto e Sporting avançaram com a proposta de sorteio dos árbitros (que acabaria por ser aprovada), abrindo um ambiente de grande tensão, não parece ter tido grandes consequências no que respeita às relações entre dragões e águias.

Isto porque durante a AG desta terça-feira Luís Filipe Vieira, presidente encarnado, e Antero Henrique, CEO dos portistas, foram vistos a conversar em tom bem-disposto, um sinal de que as relações poderão não estar assim tão tensas.

De referir que Vieira almoçou com António Salvador e Luís Duque, presidentes do Sp. Braga e da Liga, respetivamente." - Record.

Não sei o que Luís Filipe Vieira terá a conversar com um vice-presidente de um clube condenado por corrupção, arguido num processo que envolve violência, coação e extorsão.

Não quero saber com quem fala ou se dá o cidadão Luís Filipe Vieira. Não tenho nada a ver com isso.

Mas com a figura do presidente do Benfica já é diferente.
O nosso clube não tem que encetar quaisquer diálogos com criminosos.

Afinal o Mourinho tinha razão?

Avatar
 ●  12 comentários  ● 

José Mourinho foi alvo de uma campanha violenta por parte dos espanhóis, o que o levou a abandonar o Real Madrid.

Casillas, Ramos e outros foram os líderes dessa campanha.

Afinal parece que Florentino Perez lá vai dar razão ao português.
A raiz do problema está nos espanhóis. Por isso quer correr com eles.

E Ronaldo? Também sai?

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Lavagens de imagem

Avatar
 ●  40 comentários  ● 

A entrevista de Jorge Jesus ontem à SICN teve o condão de revelar o que o GB já transmitiu no seu post, mas não só. De facto, Jorge Jesus demonstrou o que sempre por aqui escrevi: uma personalidade e postura que nada têm a ver com os pergaminhos e tradição do Sport Lisboa e Benfica. Um tipo falso, egocêntrico e com a mania de que inventou qualquer coisa no mundo do futebol.
Demonstrou também o papel claro de “voz do dono” de Simões, cujo papel de papagaio é tão ridículo quanto indigno para um antigo campeão europeu como jogador.
Daí que Simões tenha nos últimos tempos se prestado a outros papéis tristes como o ataque a Rui Gomes da Silva que todos sabemos ser já uma presença incómoda para o presidente do Sport Lisboa e Benfica ou a defesa acérrima de qualquer situação que coloque em causa Luis Filipe Vieira, sem qualquer capacidade de análise independente. Daí a sua cara de “tacho” quando ontem Rodolfo Reis expôs a razão das suas posições.
Resta saber se também faz parte da “comandita” que tem parte nas comissões de transferências de jogadores, como já por aí dizem.
Espero que as tentativas de lavagem de imagem tenham ficado arrumadas ontem, já que também Luis Filipe Vieira não resistiu a isso com a série de 3 reportagens da SIC.
Transformou-se uma oportunidade de destacar o excelente trabalho realizado em várias áreas do clube por uma série de profissionais, dando-lhes voz, numa vindicação da imagem do presidente como ser supremo do clube. Como se o Sport Lisboa e Benfica fosse sua propriedade.
Tenho pena é que, no meio de tanta preocupação com a imagem de Luis Filipe Vieira, não tenha aparecido uma única com o presidente a demonstrar preocupação com os adeptos presos na bancada de Guimarães. Não apareceu se calhar porque não existiu.
Aliás, duvido que Florentino Perez, Karl-Heinz Rumennige, Josep Bartomeu, ou qualquer outro responsável ou presidente de outros grandes clubes permitissem que os filmassem em meias e com os pés em cima seja do que for. Mas num país em que muitos apreciam o “azeiteirismo” isso talvez faça sentido.
O que espero que os decisores do clube, com Luis Filipe Vieira à cabeça, evitem gastar tempo com lavagens de imagem e se empenhem em dar as melhores condições e jogadores a Rui Vitória, como foi feito com Jorge Jesus.
Tudo o que seja menos que isso será inaceitável.

Alguém me explica?

Avatar
 ●  22 comentários  ● 
Eu juro que queria escrever um post mais extenso para assinalar o meu regresso aqui ao blogue, mas por enquanto, só gostava que me dessem uma ajudinha. É que eu não percebo mesmo esta frase do nosso CFO:

Domingos Soares Oliveira admite que a centralização dos direitos televisivos é necessária para evitar as discrepâncias nas verbas recebidas pelos clubes da Liga. Numa entrevista ao "Expresso", o administrador financeiro da SAD do Benfica lembrou, porém, os obstáculos à introdução desse sistema.

"Se admitimos participar numa centralização dos direitos televisivos? Precisamos disso. A diferença entre o clube que ganha mais e o clube que ganha menos é de 1 para 10. O problema é que os clubes são os primeiros a dizer que não. Porquê? Devem estar condicionados", contou o dirigente das águias.

Aqui.

O Benfica PRECISA da centralização dos direitos televisivos??? Porquê???????

A mim parece-me que ficamos sempre a perder a partir do momento em que temos independência para definir os nossos termos nesta questão. Sinceramente... não percebo o que o homem quer dizer com isto...

A organização criminosa no futebol português não tem cabecilha?

Avatar
 ●  17 comentários  ● 

"Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és."

Este velho ditado diz tudo sobre a verdadeira natureza do que se passa no FC Porto, e também, na cidade do Porto.

A chamada "Operação Fénix" trouxe a público aquilo que já era conhecido de muita gente: existe um cabecilha de uma organização em Portugal que se tem rodeado de criminosos ao longo dos anos.

A organização é o FC Porto e o cabecilha é o seu presidente. 
O presidente do clube condenado por corrupção sempre teve o mesmo tipo de estrutura.

É preciso ter memória para relembrar que a figura de Antero Henrique foi ocupada durante muitos anos por Reinaldo Teles
Era o "homem da noite do Porto" que controlava jogadores mas não só. As "pressões" eram geridas por ele. Com os "SuperDragays" a servirem de instrumento.

Com os problemas que o próprio arranjou para si próprio, Pinto da Costa teve necessidade de providenciar a sua substituição e daí o surgimento de Antero Henrique.

O que não vejo ser debatido na CS, e que é o mais grave de tudo isto, é que todos estes servem Pinto da Costa. Mais ninguém. Ele é a figura central de todo este xadrez.

A quem servia o "guarda Abel"?




A quem servia o Pidá? Sim, o tal que vinha a escoltar Pinto da Costa quando o mesmo regressou da fuga para a Galiza?





A quem servia o Eduardo Silva? O mesmo que escoltava Pinto da Costa?




Todos estes criminosos acompanhavam pessoalmente o presidente do FC Porto. Foram escolhas pessoais do mesmo. 

Por isso, não me venham vender a ideia de que os criminosos estão ao nível apenas dos serviçais.
O problema está no presidente do FC Porto e numa organização criminosa que já dura há tempo demais na cidade do Porto.

Daí que quando querem fazer passar à força a ideia de que o FC Porto, liderado por Pinto da Costa, é parceiro para negociar seja quem for, eu digo que duvido muito da honestidade de quem defender isso.

O futebol português, mesmo que alguns venham passar a ideia de que as coisas hoje são diferentes, nunca será um sítio recomendável enquanto cá estiver Pinto da Costa.

Como benfiquista, sempre recusarei aceitar que o Sport Lisboa e Benfica, seja sob que pretexto for, se sente à mesa com este senhor.

ranking