O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 19 de abril de 2014

Cheira bem...

Avatar
 ●  20 comentários  ● 


Hoje ou Domingo?

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
Quando queres festejar?

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Em Reguengos é assim!

Avatar
 ●  7 comentários  ● 


Foto de um benfiquista em Reguengos! E na tua zona? :)

E se Jesus "rescrever a história"?

Avatar
 ●  23 comentários  ● 
É legítimo questionar e é mais legítimo ainda ACREDITAR:

E se este ano Jesus levar a equipa a vencer todas as competições, contrariando tudo o que de mau o afundou - a ele é à equipa - na época passada?

Cair todos caem... Reerguer-se só os campeões conseguem!


Entretanto uma questão: Deve a equipa ir ao Marquês festejar já ou tendo em conta que na 5a feira há jogo importantíssimo com a Juventus, deverá a festa ficar para mais tarde para não comprometer a concentração e a preparação?

Benfica - FCP, round 3

 ●  6 comentários  ● 
Portugal 18 de Abril de 2014

A propósito dos 5 jogos entre Benfica e FCP escrevi no texto “round 2” em 28 de Março que “estamos portanto no desenrolar de um autêntico “combate” com 5 rounds, esperando no final sermos vencedores por KO, mesmo que os árbitros e a comunicação social puxem para o lado do adversário. O Benfica ganhou o round 1 por 2-0, o FCP ganhou o round 2 por 1-0, e como é tradição nos locais de debate benfiquista, a derrota não foi bem encaixada. O “fair play” de certos adeptos é uma treta.”
No futebol, como bem lembra Jorge Jesus, tudo muda com um mau resultado. Acrescento, que também podem mudar muitas coisas com uma vitória. Em particular se for com o FCP, se for com Proença, se for com 10 jogadores em campo e permitir alcançar pela 2ª época consecutiva a final da Taça de Portugal. Para os amantes da estatística, recordo que desde as épocas 1995/96 e 96/97 que não conseguíamos 2 presenças consecutivas na final da Taça.
Estar na final da Taça tem sido difícil. E mais difícil se tornou recentemente, com a inclusão de meias-finais a duas mãos, onde o FCP tem sempre vantagem pelo valor da sua equipa, somado ao valor acrescentado pelas arbitragens. E contudo, conseguimos a segunda presença na final, em 5 anos de Jorge Jesus. Que podiam ser 3 não fosse a “roubalheira” de Carlos Xistra na fatídica 2ª mão da época 2010/2011. Uma “roubalheira” que passou despercebida à Direcção do Benfica. Para variar.
Esta vitória foi épica. Não vou repetir o que já foi dito, porque acho que já foi dito tudo que importava. Falta falar de Proença, o árbitro. A sua nomeação, sabendo que com 5/6 jogos arbitrados entre Benfica e FCP, o Benfica tinha ganho “zero”, era um óbvio sinal do “sistema” a favor do FCP, o clube que controla! Ora quem nomeia não sabe o que o árbitro vai fazer no jogo, apenas sabe que a matemática lhe diz que a probabilidade do FCP ter um determinado resultado é maior ou menor. E é maior ou menor conforme o árbitro for capaz de interpretar o “manual” de arbitrar de forma melhor ou pior, de forma mais cínica ou não. Proença bate todos os árbitros portugueses nessa matéria.
Os exemplos do sua “peculiar” forma de arbitrar são muitos. Limitando-nos a jogos do Benfica, recordamos o penalty assinalado a Yebda sobre Lizandro, a expulsão de Luisão (1ª em 10 anos de Benfica) após uma falta não sancionada de Guarin no jogo que valeu uma derrota por 5-0, a expulsão de Emerson na época 2011/2012 com duas faltas não sancionáveis com cartão, no mesmo jogo em que Djalma fez várias faltas sancionáveis com cartão e acabou por ser substituído a “tempo”, sem esquecer o golo em fora em jogo de quase 2 metros que não sendo da sua responsabilidade, foi apenas a cereja no topo do bolo desse jogo perdido por 3-1.
Podíamos lembrar jogos do Benfica com outras equipas, como por exemplo contra o Nacional na época passada, que com 2 pontos roubados, ajudou a que o Kelvin brilhasse no final da época. Podíamos recordar também a primeira grande demonstração do seu cinismo, num jogo com o Boavista na época 2001/2002 quando Toni construiu uma equipa candidata “real” ao título, mas que ficou em 4º lugar com menos pontos do que Souness e os ingleses (“toscos” para os mesmos entendidos que por aí continuam a pulular como pulgas ranhosas).
E apesar de todos estes antecedentes, o Benfica finalmente conseguiu ganhar um jogo ao FCP com Proença! Com 10! Com estilo! Com Proença a marcar 1 penalty contra o FCP, outro feito inédito, depois de ter expulso mal (para variar) um jogador ao Benfica, quando ganhávamos 1-0 e a nossa superioridade adivinhava a eliminação do FCP! Os planos do “sistema” às vezes correm mal....
Foi apenas o 3º jogo contra o FCP faltando dois que têm graus de importância distintos, e cuja priorização dependerá da evolução do Benfica nas outras competições, com a Liga Europa em destaque natural. Se o 1º jogo com a Juventus correr bem, é bem possível que a meia-final da Taça da Liga seja desvalorizada. Idem com último jogo do campeonato.
Decisões difíceis que fazem parte da vida de um treinador e que num clube com muita gente importante ingrata, por vezes são decisões que assumem um dramatismo escusado. Mas acredito que Jesus saberá tomar as melhores decisões em função do estado que o plantel apresentar antes de cada um desses jogos.
Para terminar e porque li muita imbecilidade escrita por gente que se acha mais benfiquista do que os outros, por gente que acha que sofre mais do que os outros, por gente que continua a desvalorizar o mérito do treinador nos feitos que temos conquistado paulatinamente e de forma sustentada, recordo aqui o que pensavam alguns ingratos de agora, em Junho de 2001:
O que é importante para o Benfica é constituir rapidamente como está a fazer, uma equipa de futebol ganhadora, que discuta o título e seja campeã nacional já para o ano. António Figueiredo em A BOLA 20 de Junho 2001
Estes que acreditavam piamente na estrutura directiva do Benfica (que se mantém), estes que estiveram associados a um dos piores ciclos do Benfica (Damásio 94/97), estes que acreditaram no “bom” trabalho que se estava a fazer e que culminou num 4º lugar na época 2001/2002 com os treinadores benfiquistas Toni primeiro e Jesualdo depois, são estes ingratos que na comunicação social continuam a atirar “papaias” sobre a excelsa qualidade do plantel actual, para desvalorizarem quem é responsável por essa qualidade. Gente ingrata, medíocre mas ... benfiquista e “notável”!


quinta-feira, 17 de abril de 2014

A primeira parte correu bem!

Avatar
 ●  14 comentários  ● 

Peço desculpa aos mais ferrenhos da discussão da 'bola', que acham que neste espaço só pode haver lugar para o futebol, mas a vida tem muito mais valor que 22 gajos a correr atrás de uma bola.
Obrigado por todos os que expressaram, quer por comentários, quer por simples desejo intímo que as coisas corressem bem a esta menina benfiquista.

Aqui está o update sobre a Nono e o seu estado de saúde, escrito pela sua mãe:



Uma Equipa Médica de Elite .
Foi o que encontramos aqui no Hospital D. Estefânia .

Chega a dar vontade de ganhar o Euromilhões e com esse dinheiro criar de raiz um Hospital digno dos Profissionais que aqui trabalham .
Com pouquíssimas condições ( bem sei que vimos mal habituadas pois a Ala Pediátrica do IPO é o "Ritz" dos Hospitais ) fazem acontecer verdadeiros milagres todos os dias .
Hoje a nossa Leonor foi mais um deles .

Eram 08:48 quando entreguei nas mãos da Princesa Elsa Peixe a nossa Princesa Leonor .
A ela tenho a agradecer o amor e o carinho com que tratou a Nonô e que de imediato fez sossegar o meu ansioso coração de Mãe .
Vou começar desde já por vos pedir perdão pelo tanto que tenho para escrever e partilhar mas hoje e sobre o dia de hoje não consigo condensar em poucas ou parcas palavras tudo o que senti e vivi ... 

A espera foi atenuada pela companhia da minha Mana, eterna Companheira de vida, do Pai Jorge, do Pai Miguel que com a sua doce Mulher Patricia, trouxe até mim os nossos Rapazes para que pudessem estar comigo neste momento, e as minhas "Manas" de alma, Tânia Afonso e Mariana Lobato .
A cada um deles o meu eterno obrigado por SEREM E ESTAREM em cada momento importante da minha vida . 

Cerca de três horas depois, recebemos as 1ªs notícias : Tinha sido impossível preservar o que fosse do rim direito da Nonô .
Era um rim completamente deformado e destruído portanto não nos faria falta . 
O mal foi cortado pela raíz e aquele que era o "pai" destes Willms foi arrancado para que não possa fazer mais mal algum . 

Por seu lado, contra todas as expectativas e porque Deus assim o determinou, o rim esquerdo é agora e á data um rim SAÚDAVEL !

O tamanho, a forma, a textura, a consistência são de um rim normal que em tudo correndo como nós e Deus queremos, irá agora crescer de tamanho para assumir corajosamente toda a função renal, antes partilhada com o seu irmão "direito" .

Tanto o Dr. Rui Alves como o Dr. Sá Couto foram peremptórios em assumir que a cirurgia tinha corrido MUITO BEM e sem nada de maior a assinalar .

Esta batalha está ganha e a estes dois brilhantes cirurgiões eu curvo-me em agradecimento pelo dom de cura que receberam das mãos de Deus e que todos os dias usam em beneficio dos outros .

Ficou então já marcada para daqui a sensivelmente mês e meio a 2ª volta . O 2º combate desta nossa jornada : A CIRURGIA AO PULMÃO ESQUERDO .
Das mais de trinta metásteses antes alojadas neste pulmão sobrou a "teimosa", uma lesão de cerca de 4 cms, situada no lóbulo superior e que estando completamente afastada da pleura, numa região periférica é tida como sendo de "fácil remoção" .

É absolutamente maravilhoso percebermos como Deus nos fez TÃO PERFEITOS : após a remoção desta metástese, o pulmão voltará a crescer e a assumir a sua forma anterior em cerca de 3 meses . EXTRAORDINÁRIO !
Estou cansada . MUITO CANSADA mas com um orgulho tão grande na nossa Menina ...
Em todo este processo foi como já nos habituou, UMA VERDADEIRA GUERREIRA !

Foi sorridente e sem medo sozinha com a Dra. Elsa Peixe e o restante Staff Médico, acordou a chamar por mim e só se calou quando me viu... 
Mesmo entupida de analgésicos e medicação para as dores, não deixou de nos presentear com o seu delicioso sorriso... Pediu para ouvir a "nossa" musica " O Amor vencerá" para adormecer pouco depois .

Vai como dizia Camões, formosa mas contrariando-o digo eu, mais segura do que nunca !
Poderei viver cem vidas mas jamais esquecerei a grandeza de alma que encontrei em tão pequeno Ser...que encontrei na nossa pequena GRANDE LEONOR ...
VIVER PARA VENCER . 
Esta é a marca dela no Mundo .
A cada um de vós, por cada mensagem, por cada oração , por cada pensamento positivo, o meu MUITO OBRIGADO ! 

Como disse hoje á minha querida amiga Inês Trigo, a dor da Leonor que é também a minha , hoje serviu para aproximar muitos de vós de volta a uma ligação com Deus .
A corrente de Fé que se levantou em torno da Leonor fez elevar os olhos de cada um de nós e reconhecer sem condição que sabemos que Ele é Deus e Ele pode . 
Deus mostrou-nos então que quando nos rendemos incondicionalmente ao Seu amor e á Sua vontade jamais ficaremos sem resposta .

Só por este motivo tudo isto valeu a pena .
Grata por tudo e por todos nas nossas vidas e pelo tanto que hoje recebi,

Mãe Vanessa"

Estamos a torcer por ti.

Avatar
 ●  13 comentários  ● 



Acompanhamos desde o primeiro momento a luta da Nono e da sua família contra o mal que persiste em não a abandonar. 

Neste momento, a Nono está no bloco operatório. A foto acima foi tirada momentos antes de entrar.

Minha querida Nono, tantas lições nos tens dado ao longo deste tempo, esta será mais uma. 
Tens a coragem de um guerreiro, a força de um fenómeno da natureza e a doçura de uma criança, que foi obrigada a encarar a realidade cruel da vida cedo demais.

Gostamos muito de ti e torcemos por ti. Cá estaremos para te abraçar. 

Benfica na final da Taça de Portugal e a noite dos melões.

Avatar
 ●  67 comentários  ● 


Foi de facto uma noite emocionante.

Um começo de jogo ao nível do que esperávamos com um Benfica a querer mandar e marcar cedo, para poder recuperar a desvantagem trazida do Dragão. Foi conseguido e tudo parecia encaminhado para uma noite à Benfica. Assim o foi mas não como esperávamos.

A expulsão de Siqueira foi um golpe. Vi o Benfica recuar(demasiado) logo a seguir e de repente a coisa parecia ficar complicada. Jorge Jesus faz a única troca possível (Cardozo por André Almeida) e a pouco e pouco foi-se percebendo que afinal poderíamos ainda estar na luta pela passagem à final.

O golo do FC Porto, em especial pela forma como é conseguido, passando Varela por 3 jogadores do Benfica e com Garay parado sem sair para tapar e culminado pela 'cueca' de Artur, parecia deixar as coisas meio decididas.

O Benfica tinha 10 jogadores em campo, precisava de marcar 2 golos e o tempo ía escasseando. Penso que Jorge Jesus demorou demasiado a refrescar a equipa, trocando Rodrigo por Lima. Mas algo era visível. Mentalmente a equipa não quebrava, não cedia. Estava na luta!

E de repente surge o penalty, e de repente André Gomes faz um golo fantástico. E o sol brilhou novamente!

E depois foi o show habitual de mau perder dos batoteiros.

Mais uma vez Enzo faz um jogo brutal. André Gomes culmina a sua exibição com um golo único. Salvio parece estar de volta.

O pior está mesmo no Artur, que tem falhas inadmissíveis para um guarda-redes de uma equipa como o Benfica. Sai sempre mal da baliza, não joga com segurança naquela zona que é só sua, e transmite insegurança à defesa.
Não poderá ser a primeira opção, no caso de Oblak estar recuperado, para o embate com a Juventus.

Também Siqueira esteve muito mal, particularmente quando diz que não reparou que já tinha amarelo. Concentração num jogo é fundamental. Não pode num tão curto espaço de tempo fazer 2 faltas que dão margem para ser admoestado.

O excelente desfecho do jogo dará outro brilho à festa anunciada de Domingo. Estamos na luta por tudo ainda, e só isso dará honra à história do clube. Bem como à tragédia da temporada passada.

Foi a vitória da crença, da mentalidade vencedora que hoje realmente emergiu, e da qualidade do plantel.

Nota: Claro que JJ na conferência de imprensa não poderia dispensar os 'eu' do costume. Mas hoje passa tudo em claro. A noite foi boa demais!


A NOITE DOS MELÕES:


Quarto grande? Em quê?

Mais uma que o Pedroto não verá.














Estás a poupar-te para o mundial?

Há coisas bem mais importantes.

Avatar
 ●  7 comentários  ● 


Há algo bem mais precioso que qualquer discordância. A vida dos nossos familiares e amigos.

O presidente do Sport Lisboa e Benfica perdeu hoje a sua mãe. Um momento desses é algo que se sobrepõe a tudo o resto.
As condolências de toda a equipa do blogue Geração Benfica.

A vitória merece mesmo ser dedicada a si.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

NA FINAAAAAAL!

Avatar
 ●  48 comentários  ● 
Que grande Benfica...

... Que golo do André Gomes!

Paradigmas, paradoxos e pragmatismos ...

 ●  9 comentários  ● 


Portugal 16 de Abril de 2014

Os últimos tempos têm-nos confirmado, jogo a jogo, que o principal objectivo da época está ali ao virar da esquina, mas também têm comprovado a existência de uma enorme envolvente de mediocridade, hipocrisia, fanatismo e intoxicação de valores opostos aos que devem ser os do futebol: mérito, fair-play, respeito e humildade.
Começando pelo presidente do SCP, qual D.º Quixote lutando não se sabe bem contra que tipo de “moinhos”, se contra o número maciço de vitórias do FCP nos campeonatos, se contra a vitória que se prevê vir a acontecer, do Benfica esta época. Não se consegue perceber se está incomodado com as 14 vitórias do FCP nos últimos 20 anos, ou se está preocupado com as 3 vitórias do Benfica no mesmo período, que ultrapassarão as 2 do SCP. Paradigmas sportinguistas...
Continuando do fim para o início do meu período de ausência, reparei também que o RECORD conseguiu publicar uma notícia que soa a encomenda do FCP, intitulada “FCP de pé atrás com Proença”. Na peça fala-se do óbvio, ou seja, mencionam-se os erros de Proença contra o FCP no último jogo com o SCP (podiam ter ido buscar os anteriores, onde o panorama foi inverso), mas estranhamente não conseguiram mencionar algo de muito mais difícil explicação, que é o facto do Benfica não ter ganho qualquer jogo ao FCP, com Proença a arbitrar. Paradigmas das novas “técnicas” de “informação” feitas à medida dos clientes. E o Benfica não consta na parte superior da lista dos melhores clientes do RECORD.
O surreal é que apesar disto, o RECORD continua mais bem informado do que a BOLA. Assim enquanto a BOLA ontem ainda colocava a hipótese de Luisão e Fejsa poderem jogar contra o FCP, o RECORD já sabia e publicava que eles não iam a jogo. Antes do jogo com o Arouca idem, idem, aspas, aspas. A BOLA foi ultrapassada pela qualidade da informação publicada no RECORD. Como é que alguém no Benfica continua a alimentar o RECORD apesar dos atentados à ética informativa que este ocs pratica continuadamente, a partir de uma Redacção infestada de sportinguistas doentes anti Benfica? Paradoxos das relações do nosso clube/SAD. Desde que tratem bem Vieira, o resto façam com quiserem...
Foi também “notícia” (confesso que não sei quem a poderia ter encomendado) num generalista que tem uma redacção desportiva repleta de adeptos do SCP, o CM, que Jesus estava a pensar sair para outro clube. A “inocente” “cacha” que ninguém sabe de onde veio (os jornalistas têm de proteger as “fontes” mesmo que estas não existam) foi depois pegada por vários jornalistas de vários ocs, transformando uma coisa que pode ser um boato estrategicamente lançado, num motivo de debate aceso e consequente, do papel de Jesus no Benfica.
Não acompanhei todos os programas onde isso foi debatido e onde vários pseudo comentadores bem pagos para deitar gasolina na fogueira, peroraram sobre as vantagens de Jesus sair agora, “por cima, com campeonato e eventualmente mais alguma prova ganha”. Mas estacionei, casualmente, num programa da RTP, no dia seguinte ao jogo com o Rio Ave, onde 3 jornalistas adeptos do SCP, Paulo Sérgio, António Tadeia e Carlos Dias, dissertavam sobre as razões da saída de Jesus! Os 3 adeptos do SCP lá explicaram o seu raciocínio, numa base de alguma lógica (estúpida, mas lógica), que este era o melhor momento para Jesus sair do Benfica. Para além deste novo paradigma de vermos os jornalistas do SCP preocupados com aquilo que é mais adequado para o Benfica e as pessoas que o servem, temos ainda o paradoxo dos mesmos três jornalistas terem defendido a saída de Jorge Jesus no final da época passada!
Digamos que para a RTP em Lisboa, que vive com o dinheiro dos contribuintes, o exemplo de “pluralidade” são 3 jornalistas adeptos do SCP a falaram de futebol, em particular quando o tema é Benfica! Ou quando é a análise dos erros de arbitragem do jogo SCP – FCP (o mesmo painel, as mesmas conclusões favoráveis às teses do SCP). E ainda mais, quando os mesmos três jornalistas defenderam, num ano o despedimento de Jesus por não ter ganho, e no ano seguinte defenderem a saída do mesmo Jesus por ter ganho! Grandes exemplos de coerência e de isenção, estes programas televisivos, ou seja, mais exemplos dos novos paradigmas e paradoxos da informação desportiva. Não é difícil de adivinhar porque razão, com tudo isto, há tanta dificuldade em ver penaltys a favor do Benfica nos jogos nacionais.
E porque o “futebolês” continua muito “portoguês”, o árbitro escolhido para a meia-final da Taça é aquele com o qual o Benfica nunca conseguiu ganhar ao FCP! Ontem antes de se saber da nomeação, Pinto da Costa dizia que “ainda havia 2 taças para ganhar”. Hoje Quaresma diz que já se vê no Jamor. Ambos e dois sabem como isto funciona e porque razão foi escolhido Proença...
Por muito pragmático que jogue o Benfica, com um resultado de 1-0 para dobrar, com Proença é mais difícil quem os vença. Claro que a matemática também nos diz que após uma série de resultados negativos, está mais próximo o jogo em que o resultado será positivo. Será hoje? Hum.....

Eu abordaria os próximos jogos assim...

Avatar
 ●  13 comentários  ● 
Hoje, Taça de Portugal com o FCPorto: Máxima força!
Os melhores em campo a lutar pela vitória até à exaustão. Mais do que ir ao Jamor, afastar o FCPorto de vencer seja o que for este ano deixará marcas irreparáveis na estrutura corrupta.

Domingo, Campeonato com Olhanense: Rotatividade!
Gestão de esforço dos jogadores chave para a Liga Europa! Os melhores suplentes do SLBenfica têm a obrigação te chegar para vencer em casa o último classificado, numa Luz com 65.000 prontos a festejar o título. Sem desculpas!

Quinta-feira, Liga Europa com a Juventus: Máxima força!
Desejando ter todo o plantel à disposição, abordar o jogo com a Juventus em casa como uma final que nos permita ir a Turim não correr atrás do prejuizo e, antes pelo contrário, obrigar a Juve a mudar o seu estilo de jogo e lutar pela eliminatória em Turim. Isso vai dar-nos vantagem.

Domingo, Taça da Liga com o FCPorto: Espaço aos mais jovens!
Sem desprimor pela Taça da Liga - que é para ganhar - humilhar o FCPorto indo ao Dragão mostrar-lhes como os vamos vencer... com o futuro: Titularidade ao Cavaleiro, Bernardo Silva e Cancelo com um prémio ao nossos campeões Sub19 convocando para o banco o Gonçalo Guedes e o Nuno Santos. E ainda assim acredito na vitória com Luisão em campo a orientar os jovens bem como o Lima, Amorim, Enzo...

Quinta-feira, Liga Europa com a Juventus: Máxima força!
Se tudo correr como previsto na Luz, vamos a Turim jogar com a cabeça sem nunca deixar de lutar pela vitória em Itália e passar a eliminatória sem contemplações. Lamento Pirlo.

Segunda-feira, Campeonato com o Setúbal: Espaço aos mais jovens!
Depois do "prémio" o Gonçalo e ao Nuno, voltar a apostar em dois/três dos melhores valores da equipa B (Ruben Pinto, Lolo e Helder Costa) num misto com jogadores mais experientes novamente... e mais uma vez um espaço nos convocados para os nossos Sub19, desta feita com o João Nunes, o Rochinha e o Romário Baldé.

Sábado, Campeonato com o FCPorto (ultima jornada): Rotatividade!
Nem pensar em perder no Dragão! Vencer, vencer, vencer não jogando na máxima força, mas lutando com tudo até ao fim, preparando desde logo a final da Liga Europa na quarta-feira seguinte.

Quarta-feira, Final da Liga Europa: Máxima força!
Toda a garra, querer e ambição para, desta vez, trazer a Taça.


EU ACREDITO!

Hoje!

Avatar
 ●  8 comentários  ● 


Pode parecer descabido, mas não o é. 
É na vitória em 1991 nas Antas que quero que os jogadores e treinador se inspirem. 

Eles venceram um jogo decisivo fora, na casa do adversário de hoje, com o apoio no estádio de milhares de benfiquistas, mas com condições hostis desde a sua chegada às Antas. São por demais conhecidos os relatos do que se passou.

Hoje meus caros, temos um jogo para vencer. Uma eliminatória para passar. 
A equipa de 1991 era uma grande equipa, como outras que tivemos. Muitos deles foram finalistas da Taça dos Campeões. Eram atletas de topo que se batiam de igual para igual com qualquer um.

Hoje vocês estarão num ambiente a vosso favor, não hostil. Jogam em casa, com o nosso apoio. 
Têm qualidade, têm vontade de ganhar. Não sejam sobranceiros, mas acreditem nas vossas capacidades.
Falta-vos comprovar em campo aquilo que desconfiamos ser a vossa vontade: que querem ficar na história do Sport Lisboa e Benfica. E certamente ficarão se vencerem esta Taça de Portugal.

Deixem a vossa marca. Vençam este jogo por nós, adeptos, mas principalmente vençam este jogo por vocês e pelo Sport Lisboa e Benfica.

Hoje embalem para um final de temporada inesquecível.

Força RAPAZES!

terça-feira, 15 de abril de 2014

Domínio do 11 ideal da UEFA Youth League

Avatar
 ●  10 comentários  ● 
Benfica é o clube com mais jogadores (4) no melhor 11 da Youth League:

Guedes, Rochinha, Rafael Gomes e João Nunes... E na minha opinião ainda faltou aí o Nuno Santos que me pareceu superior ao Adama do Barça que foi nomeado para o lugar dele.

A formação do SLBenfica está de parabéns... A ver agora se não nos esquecemos de estabelecer uma estratégia e um plano para potenciar estas competências de alguns dos jovens e poder desenvolvê-los brevemente na equipa principal como fazemos com outros que vamos buscar lá fora e é a quem estes nada ficam a dever.

É isto mesmo.

Avatar
 ●  28 comentários  ● 

Texto escrito pelo Caper  no "Ontem vi-te no Estádio da Luz" :

----------------------------------------------------------------------------------------------
"Encher o Estádio da Luz amanhã é tão ou mais importante do que enchê-lo no domingo. 
Este Fcp - o pior Fcp de que há memória em largos anos - tem que levar martelada do Benfica. E martelada da grossa. Há aqui uma oportunidade de ouro para inverter um ciclo, afastar fantasmas, acabar com traumas, matar borregos (e outros clichés que não me ocorrem de momento mas que são perfeitamente aplicáveis a esta situação), que não sabemos quando voltaremos a ter. Aproveitemo-la, pois então.

Afastar o Fcp da Taça de Portugal é o primeiro passo. Se o fizermos com uma exibição segura e dominadora, tanto melhor. 
Ficará então o Fcp agarrado a uma Taça da Liga como tábua de salvação (olha outro cliché tão bonitinho), taça esta declaradamente menosprezada por eles mas que este ano será encarada como uma Champions League à Portuguesa. 
Portanto, ir ao seu antro eliminá-los desta competição é o segundo passo. Não é tarefa que se adivinhe fácil, até porque há embates complicados com a Juventus pelo meio, mas não é de todo impossível. 
E aviar corruptos portugueses pode até ser um excelente tónico para despachar de seguida corruptos italianos. Por sua vez, despachar os corruptos italianos só pode motivar-nos para depois aviarmos novamente os corruptos portugueses. 
O único grande perigo que há aqui é entrarmos em loop e ficarmos tão viciados em dar tareias a corruptos que no próximo campeonato só fazemos 6 pontos.

A modos que é mais ou menos isto que quero dizer-te, companheiro: se tiveres de optar, vai amanhã à Catedral e deixa a festa de domingo para aqueles que não se importam de festejar campeonatos de 5 em 5 anos. Tu, que queres um Benfica à Benfica; tu, que ainda não perdeste a esperança de ver o teu clube ganhar 3, 4 ou até mesmo - loucura do caralho! - 5 campeonatos seguidos, sabes bem da importância deste jogo. 

Ser o Benfica a privar o Fcp de conquistar qualquer título esta temporada é garantir desde já um bocadinho de um futuro risonho."

Estiveste no aeroporto a receber os juniores?

Avatar
 ●  11 comentários  ● 
... O Presidente Vieira esteve.

Depois da atitude de obtem, ainda em pleno relvado, este gesto para com os nossos jovens é mais uma atitude importantíssima do líder do Clube.

Estou muito orgulhoso desta atitude do Presidente e espero vê-la mais vezes também nos jogos importantes (não apenas nos decisivos) que se avizinham nas modalidades e no futebol de formação (dos Iniciados aos Juniores).

Meia final da Taça da Liga a 27 de Abril, domingo.

Avatar
 ●  19 comentários  ● 

Entre os embates com a Juventus, para ver se o Benfica poupa jogadores e deixa o FCP ganhar qualquer coisa?

Duvido que nesta altura da temporada, com o campeonato no bolso, Jorge Jesus vá na conversa.

Rui Gomes da Silva na corrida para a Liga de Clubes?

Avatar
 ●  19 comentários  ● 


O jornalista Paulo Garcia encerrou ontem o seu programa 'O Dia Seguinte' lançando uma 'bomba'. 
Parece que há um movimento em torno da candidatura de Rui Gomes da Silva à presidência da Liga de Clubes. 

O que me parece? Rui Gomes da Silva tem o perfil que é preciso neste momento? Sem dúvida. 
O próximo presidente da Liga terá o trabalho de impedir que a mesma seja extinta, conforme o FCP deseja.

O próximo presidente da Liga terá nas mãos o dossier dos direitos televisivos e os processos a decorrer contra a Olivedesportos e o seu abuso de posição dominante.

Contra si, Rui Gomes da Silva tem o facto de que quem o apoiar compra uma guerra com Pinto da Costa.

Estou curioso para ver qual o caminho que esta possível candidatura pode seguir.

Mas o Sport Lisboa e Benfica terá muito a perder com a saída de Rui Gomes da Silva. E a sua saída do Benfica interessa principalmente a quem sente a sua sombra dentro do clube.

"Meu querido" Redmoon:

Avatar
 ●  76 comentários  ● 

Como já o disse no teu post, não sei o que fiz para merecer uma honra tão grande de ter um post completamente dedicado a mim! O 'ordinarão do Shadows' não merece nada disso! :)

Sabes, eu perco pouco tempo ou nenhum a irritar-me com comentários ou escritos que sejam pouco apreciativos às minhas opiniões. Isto porque levo tudo na desportiva, mesmo quando a minha mãe é invocada num ou outro comentário.
O "Shadows" cumpre o seu papel de ser o mauzão da fita. Aquele que tem sempre maus fígados, e que está sempre preocupado mais com outras coisas que com apenas as bolas que não entram na baliza.

Mas confesso que foi com surpresa que vi que grande parte do que escreves sobre as minhas opiniões é falso ou completamente distorcido. Mas não será por causa disso que nos vamos chatear(com pena dos que queriam sangue e porrada entre nós). Até porque me ri bastante com a tua confusão. :)

Curiosamente, foste tu que a 6 de Novembro de 2013 dizias que já em Julho tinhas previsto o desastre. Criticaste o barrete Cortez que foi uma aposta de JJ, bem como o bazófias Jesus logo na primeira entrevista da época.
Esse teu post tinha o título de "Ser bom Benfiquista é quase mandar o Benfica às malvas e deixar de se importar com isto tudo". Se tudo tem sido uma maravilha, então não percebi.

A 7 de Dezembro, dizias que "a verdade nua e crua é que este Benfica não joga nada!" 
Continuaste afirmando que "o melhor plantel dos últimos 30 anos é uma farsa!".  E acrescentaste que se o Benfica continuava na luta com o título, era por benesses e por um mau ano do adversário mais directo dos últimos anos.

Ainda fizeste um exercício que vou copiar integralmente:


"Diz Alex Ferguson: 
“Na cabeça dos jogadores há sempre três perguntas no ar: 
1. Este treinador será capaz de formar uma equipa ganhadora? 
2. Este treinador será capaz de fazer de mim melhor jogador? 
3. Este treinador será leal, para comigo, os outros jogadores e a equipa?

Falhando numa destas, as tuas possibilidades de sucesso são infímas!”

Falando agora no nosso caso, a resposta à primeira pergunta parece-me óbvia: "Não." Os jogadores já não acreditam na equipa ganhadora com Jorge Jesus, e essa, tal como venho dizendo desde Julho, é a razão pela qual já não correm, jogam mal e parecem jogar sem qualquer motivação ou crença! Nem sequer parecem ter vontade de estar ali, apesar de, segundo sei, os ordenados aparecerem sempre na conta a tempo e horas.

A resposta à segunda pergunta também me parece óbvia: "Apenas em casos muito pontuais." A maior parte dos jogadores estagnaram na sua evolução, parecem piores jogadores do que eram há um ano atrás. Os reforços não trouxeram nada de novo e vieram para as posições erradas. O plantel tem quase 30 jogadores, há mais gente desmotivada do que motivada e muitos deles, com potencial incrível, praticamente colocados na prateleira."


E a resposta há terceira pergunta é uma consequência das duas últimas: "Não."  Neste Benfica são os nomes dos jogadores a criar o modelo de jogo, e não o modelo de jogo ou as necessidades da equipa a escolher para si os melhores jogadores.

Jogadores a jogar fora das suas posições, Rodrigo com um potencial incrível a jogar como ala, Markovic que devia jogar num 4-3-3 e anda ali também amarrado à linha; Djuricic que veio para ser importante mas que foi tapado pela permanência de Cardozo, enfim, demasiadas trapalhadas para um ano só!

Mas é possível a um treinador passar o teste da lealdade num balneário que tem quase 30 jogadores?! Para mais vindo de um ciclo de 4 anos tão marcado pelo insucesso?" 
- Sim Redmoon, isto foi escrito por ti.

A 8 de Dezembro de 2013, remataste com esta:
"Já aqui escrevi e volto a dizer:
Jorge Jesus tem inúmeros méritos no Benfica dos últimos anos! Mas foi um erro crasso tê-lo mantido! Só LFV (quem mais?) não percebeu isso!

O que restava do elo de identificação entre treinador e jogadores quebrou-se por completo naquela final do Jamor! Não mais os jogadores voltarão a correr esgazelados por aquele líder, especialmente, quando inequivocamente, o sistema de jogo do sofre 4 golos para marcar 5, falhou redondamente e só trouxe aos jogadores desgaste, lágrimas, criticas e sonhos de transferências milionárias desfeitos! 

O constante discurso egocêntrico do treinador quebrou também progressivamente o elo de ligação aos adeptos, que apenas as vitórias desportivas poderiam remediar." - Redmoon dixit.

A 11 de Dezembro de 2013, deixavas bem claro o que achavas do passado recente do clube:
"A única coisa que é realmente estável neste clube no que ao futebol diz respeito, é que as desilusões são mais que muitas e batem-nos à porta todos os anos!" 

A 14 de Janeiro de 2014, o ponto de situação que fazias da temporada do Benfica era:
"Temos este ano a nosso favor o facto do Porto estar também ele mais fraco, porque num ano normal, se calhar, já estávamos arrumados!"

A 26 de Janeiro de 2014, a ideia que fazias da aposta nos jovens valores era esta:
"O Benfica Made in Benfica é afinal e apenas Cash Made in Benfica, é o vender tudo a preço de saldo antes que o barco afunde de vez, estilo Sporting que se gaba das brilhantes escolas que tem, mas onde todos os seus craques saem bem cedo sem um único momento alto passado com a camisola leonina. Quando era com eles, gozávamos e achincalhávamos, agora como é connosco já devemos aplaudir!
Benfica Made in Benfica?! Não me lixem! Parvo é quem ainda vai nestas cantigas!" 
-----------------------------------------------------------------------------------

O que é facto, caro Redmoon, é que poderia colar aqui mais frases tuas a desacreditar o trabalho de Vieira e de Jesus. Se acho que estavas de má fé ou mal intencionado? Claro que não.

O que não faço é, apesar dos resultados prometerem ser melhores que os dos últimos 3 anos, achar que agora tudo está bem e que aprendemos com todos os erros. 

Em especial Jorge Jesus, que por cada sinal de que evoluiu positivamente, esforça-se por logo deitar tudo por terra com atitudes ou acções pouco dignas de um treinador de topo. 

Falarei em pormenor de JJ e em consequência do que escreves no teu post no fim da temporada, que será a altura apropriada. Sem dúvida que manterei a mesma opinião de hoje: Jorge Jesus não deve continuar. 

Sabes, Redmoon, é que é muito fácil ir a reboque do aparente sucesso e ser mais um.
É muito mais difícil, em contra-corrente, assumir o papel daquele que não perde de vista aquilo que acha ser o superior interesse do Benfica, mesmo que alguns discordem.

Mas deixo-te um conselho: o "ordinarão do Shadows" não vale o tempo que lhe dedicaste. 

Prefiro que gastes tempo a falar do Benfica, a defender os teus pontos de vista e a dares contributos para combater os verdadeiros inimigos do Benfica. Mesmos os que estão dentro do clube.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

O dia em que Vieira mudou o futuro

Avatar
 ●  27 comentários  ● 

"Vocês estão tristes mas quero que saibam que encheram de orgulho o Benfica e os benfiquistas. A Europa ficou a conhecer a nossa qualidade. Têm um futuro cheio de vitórias pela frente"
Luis Filipe Vieira ao grupo sub19

Depois de todo o apoio que deu a esta equipa e depois desta foto e palavras, é impossível ficar indiferente à atitude brilhante do Presidente ao elevar os miúdos ao topo do orgulho do clube e dos benfiquistas. Ali mesmo, com eles e entre eles...

Obrigado Presidente!

Um atitude, mais de que de um grande Presidente, de um grande Homem.

Youth Cup: Ninguém dirá melhor...

Avatar
 ●  16 comentários  ● 

Copiado do Facebook do Inferno da Luz. Está brilhante, uma reprodução fantástica do que se passou...

Aqui muito criticado várias vezes pela sua ausência, Luis Filipe Vieira voou propositadamente para Nyon para assistir a esta final, já depois de ter estado na meia final com o Real Madrid, com mais elementos da SAD e onde, tal como hoje, cumprimentou os jogadores um a um. Assim sim, Sr. Presidente - excelente atitude, essa foi à lider.


PS- Perdoem-me o Redmoon e o Shadows por sobrepor isto à vossa tolice, mas isto é que é importante.

O que o Redmoon não disse...

Avatar
 ●  34 comentários  ● 

Se eu quisesse escrever um tópico a "defender o Shadows" ou simplesmente a fazer como ele fez e descontextualizar o que ele escreveu no passado e as suas opiniões - o que considero pouco sério - poderia seguir os pontos dele assim como está abaixo. Não me revejo em muito do que está escrito no texto do Redmoon e também não me revejo na resposta que fiz propositadamente descontextualizada e pouco elaborada.

Onde quero chegar com isto?

Ao facto de todas as opiniões serem válidas e merecerem ser discutidas com honestidade e acima de tudo compreensão de que por alguém não gostar do fulano A ou B, não é menos benfiquista que outro que gosta desses mas não gosta do C e D.

Ao final do dia, ambos celebram juntos os golos do Benfica e ambos se estarão - espero - marimbando para o A, o B, o C e o D... desde que o Benfica ganhe. Pelo menos eu sou assim.

Fiz este exercício não pelo Redmoon ou pelo Shadows, mas pelas caixas de comentários que muitas vezes nos obrigam a apagar insultos, calúnias e mentiras. Felizmente são poucos - 2 ou 3 por dia - mas depois passam muitos comentários que se limitam a nada acrescentar e a focar-se nos juizos de valor das pessoas que têm opinião e que escolhem partilhá-la. Se eu fizesse isso também, a minha resposta ao Redmoon seria facciosa assim:

1. O que o Redmoon não explica são os actos de “indisciplina” de jogadores como Ruben Amorim ou Carlos Martins, nem as entrevistas do Amorim a dizer que não voltava à Luz com Jesus. O que o Redmoon não explica é que o Ruben voltou por acção de Vieira e não de Jesus. O que o Redmoon não explica é que o Amorim a jogar como joga, só dá razão a quem não compreende as poucas oportunidades que Jesus lhe deu para jogar naquele lugar... antes da intervenção de Vieira. 

2. O que o Redmoon não diz quando fala de Nuno Gomes e de Moreira é que está a misturar, propositadamente, casos bem diferentes... esquecendo-se, entre muitas coisas quem ocupava os lugares dos que não jogavam. Será que eram melhores? Ou davam apenas mais jeito, como Julio César ou Weldon... 

3. O que o Redmoon não diz é que as segundas oportunidades nunca foram reclamadas por Jesus – publicamente desafio a encontrar esse dado antes da reintegração dos jogadores Cardozo e Amorim. O que Redmoon não diz é que Jesus teve que levar com os jogadores e, mais uma vez, o Cardozo só não saiu porque simplesmente ninguém o quis. 

4. O que o Redmoon não explica é que essas mesmas palavras também foram ouvidas, de referências como por exemplo capitão do Benfica, para treinadores como Camacho, Quique Flores ou mesmo Koeman... Será isso a “conversa de imprensa”? 

5. O que o Redmoon não diz é que isso também se aplica quando o Benfica joga com o Olympiacos ou Anderlecht.. já para não recuar muito. Ou se quisermos com o Belenenses e Arouca. Lá está, memória selectiva.... 

6. O que o Redmoon não refere é que dificilmente os jogadores quando se mantêm com Jesus continuam a crescer depois do segundo ano... o caso claro é o de Cardozo. Dito isso, será que o metodo de treino de Jesus é para esse tipo de continuidade? Porque será que vêem buscar a Portugal o Villas Boas e não o Jesus? Deve ser porque ele não fala inglês, claro... 

7. O que o Redmoon não diz do Atlético de Madrid é que é o Sporting de Espanha... não o Benfica.. 

8. O que o Redmoon não diz é que não são “só” os adeptos que dizem que querem ganhar os títulos nem os colocam como objectivo, aliás... convenhamos que se o titulo do ano passado é facil de explicar aos pés de um Chelsea que, apesar de tudo, estava melhor fisicamente, o que não se explica são quedas aos pés do Braga (Benfica a ganhar na primeira mão) ou do Guimarães. 

9. O que o Redmoon não diz é que só lê algumas coisas na imprensa. Esqueceu-se de ler que Coentrão ia ser dispensado por Jesus e foi “segurado” por Vieira... era suplente de Fernandez ou lá como se chamava aquela nodoa argentina, e de Cesar Peixoto. “Pegou” quando ambos se lesionaram. Esquece-se também de ter lido que DiMaria e David Luiz na ultima época de Quique ganharam 6kg de massa muscular e Cardozo perdeu quase 9Kg de massa. Detalhes... serviram para pouco no ano seguinte. 

10. O que o Redmoon se esquece de dizer é que tem memória para voltar ao ponto 5... será que em 5 pontos de descontextualização se esqueceu que temos obrigação que ganhar mais facilmente ao Braga?. 

11. O que o Redmoon se esqueceu de dizer foi com quantos jogadores de 5M€ ou menos o Jesus conseguiu esse milagre... pois é, com zero, um, dois...? Jesus fez de bons jogadores, jogadores de alto rendimento... e é obra, sim senhor. Agora é preciso não esquecer que tal implicou um investimento sem precedentes. 

12. O que o Redmoon se esquece de dizer é que nos momentos chave, a televisão do Shadows parece estar sempre ligada, pois dizer que os jogadores estiveram bem com a Académica é facil... fazer o mesmo contra o FCPorto é que o treinador tinha mais dificuldade. Mas melhorou bastante nos últimos tempos quando viu que o chão estava a fugir. Seja como for, há que ter memória. Até final da epoca passada Jesus era “eu, eu, eu...”. 

13. O Redmoon confunde mais uma vez e esquece-se de contextualizar que com Jesus o Benfica não ganha pouco... não ganha é quando tem que ganhar. 

14. O Redmoon esquece-se de dizer onde estavam o Aimar, o DiMaria, o Ramires, Matic, o Luisão, o Garay, etc nesses anos... Estariam na foto atrás do Nelo, do Clóvis, do King e do Paredão? 

15. Para o Shadows o Benfica nunca perde. Quem perde é o treinador. Para o Shadows o treinador nunca ganha. Quem ganha são os jogadores. Valerá a pena comentar esta? Obviamente que o treinador nunca ganha. Quem ganha são os jogadores... a vitória do treinador, do presidente do roupeiro é implicita, é consequência. Quando à primeira parte, nova descontextualização... mas muito causada pelo próprio treinador no momento das vitórias “eu fiz bem” “eu mudei”... então... ele também perde. 

16. Desonestidade sem paralelo que não vou comentar para não repetir o que já escrevi acima. 

17. O que o Redmoon se esquece mais uma vez... é do que ele defendeu no ponto 5. Sim, a diferença de orçamento é abissal, até para os rivais directos. A construção do plantel? Sem contrução e sem história, com união e jovens cheios de garra, o Jardim levou o campeonato até à 28ª jornada. Mas obviamente que nem o Shadows nem ninguém tira mérito ao treinador... ainda que este ano tenha tido a vida mais simplificada por parte da concorrência. Seja como for, se por um lado os adversários estiveram mais fracos, por outro lado foram ajudados como sempre, logo... vencemos bem, com mérito dos jogadores e do treinador que melhorou bastante. 

18. O que o Redmoon não diz é que Jesus colocou como condição para ficar... superarmos a proposta do FCPorto e recuperar do “investimento” dele na época anterior. O que ele não diz é que houve mesmo um treinador campeão a dizer “ou me pagam bem ou vou para o Porto”. Agora, é legítimo? Claro que sim... mas um treinador de 4M€/ano EM PORTUGAL pode não ganhar 2 a cada 3 anos? Diz-me tu... 

19. O que o Redmoon não diz é que o ciclo de Jesus, para o que conta para a estatística – a ta da história – é que o Jesus até agora ganhou tantos campeonatos como o Trapattoni num ano só. Ganhou com Matic, Salvio, Cardozo, Rodrigo, Garay, Enzo, etc... o mesmo que Trap ganhou com o Everson, Moreira, Yannick, Manuel dos Santos, Amoreirinha, Argel, Paulo Almeida, Delibasic, Karadas... enfim.

O nosso futuro é este.

Avatar
 ●  13 comentários  ● 


Final perdida, mas um futuro brilhante à nossa frente.

A Bíblia do Shadows

Avatar
 ●  83 comentários  ● 

1. O Shadows diz que Jorge Jesus tem alergia a jogadores portugueses.
O shadows não diz de que nacionalidade é Rúben Amorim, Fábio Coentrão, Carlos Martins ou Sílvio.

2. O Shadows criticou a não titularidade de Nuno Gomes no Benfica e a saída do mesmo Nuno Gomes e de Moreira do Benfica, prova da alergia de Jesus ao jogador português.
O Shadows não diz quantos jogos fez o Moreira no Swansea ou quantas vezes Nuno Gomes foi titular no Braga no ano seguinte. Ou quantos golos Mestre Oliveira tem marcado com outras camisolas vestidas.

3. O Shadows diz que Jorge Jesus é arrogante e inflexível, e que com ele nunca há segundas oportunidades.
O Shadows não explica porque raio Rúben Amorim e Cardozo continuam a jogar no Benfica, apesar de casos de indisciplina passados.

4. O Shadows foi passando a ideia ao longo dos tempos, de um balneário destruído, de um grupo de jogadores que só queria ver Jesus pelas costas.
O Shadows não explica as palavras elogiosas de ex-jogadores em relação ao seu antigo treinador ou a razão pela qual os jogadores nunca deixaram de correr e, ganhando ou perdendo, nunca puderam ser acusados de não deixar a pele em campo.

5. Para o Shadows, a obrigação de ganhar está do lado do treinador que tem o maior ordenado.
A obrigação de ganhar não está de maneira nenhuma no clube com orçamento mais elevado, e que por isso, tem obrigação  de ter um plantel mais bem apetrechado.

6. O Shadows gosta de comparar Jorge Jesus a Simeone e a Mourinho.
O Shadows não gosta de comparar os orçamentos do Benfica com os do Chelsea ou Atlético de Madrid.
O Shadows também não gosta de imaginar sequer do que seria capaz Jorge Jesus de fazer num clube com orçamento ilimitado, em que pudesse manter de ano para ano os melhores jogadores do seu plantel, e reforça-lo ainda com o que de melhor existe nos planteis dos adversários.

7. O que o Shadows recorda de 5 anos de Jesus no Benfica é uma derrota por 5-0 no Dragão. Do Atlético de Madrid o Shadows só lembra as vitórias, ignorando até uma certa derrota por 5-0 com o grande rival da mesma cidade.

8. Para o Shadows chegar às finais não conta para nada, e o percurso para nada conta se não servir para levantar as taças.
O percurso só conta quando se elogia Simeone ou Marco Silva, mesmo que até ao momento não tenham ainda nenhuma taça para mostrar.

9. O Shadows atribui parte do sucesso de Jorge Jesus no Benfica na primeira época ao trabalho formidável de Quique Flores um ano antes.
O Shadows não diz que com Quique Flores, David Luís era defesa esquerdo, Aimar era extremo esquerdo, Coentrão não contava, e Reyes se preparava para ser contratado a título definitivo para ocupar o lugar de Di Maria.

10. O Shadows diz que na primeira época Jorge Jesus só foi capaz de ser campeão na última jornada.
O Shadows não explica qual a fórmula que ele conhece que permite a um treinador controlar não só os pontos da equipa que treina, mas também os pontos das equipas que não treina e que são adversários no mesmo campeonato.

11. O Shadows diz que nenhum treinador no Benfica gastou como Jorge Jesus.
O Shadows não diz quem foi o treinador que vendeu como Jorge Jesus, não diz qual o treinador que conseguiu em TODAS as épocas lucro no diferencial entre compras e vendas, ou o treinador que teve no nosso clube um papel tão decisivo nas contas da SAD, numa altura em que a maioria dos clubes estão falidos.

12. O Shadows prefere distrair-se com assuntos acessórios. O Shadows prefere destacar as frases infelizes do treinador, as frases egocêntricas. O Shadows nunca tem o televisor ligado quando as palavras de Jesus são para elogiar a performance dos seus jogadores. O Shadows fecha sempre os olhos no estádio quando Jorge Jesus entra em campo no final dos jogos para cumprimentar (e às vezes beijar) qualquer um dos seus jogadores.

13. O Shadows diz que com Jorge Jesus o Benfica ganha pouco. O Shadows não explica por onde tem andado nos últimos 30 anos, nem qual o treinador que fará o Benfica ganhar muito. O Shadows também não explica a lógica que há em culpar um treinador pelo insucesso da equipa quando mais de metade dos posts que escreve são para criticar um sistema que existe e que atribui penalties e vitórias forjadas ao nosso maior adversário.

14. O Shadows desvaloriza o percurso porque só contam as taças levantadas. O Shadows já esqueceu os anos em que acabávamos a 20 pontos do primeiro e a 6 ou 7 do segundo e em que um qualquer Halmstad nos punha fora da Europa. O Shadows não explica há quantos anos não era o Benfica uma equipa de peito cheio e com ilusões legítimas de bater qualquer adversário.

15. Para o Shadows o Benfica nunca perde. Quem perde é o treinador.
Para o Shadows o treinador nunca ganha. Quem ganha são os jogadores.

16. Para o Shadows o Benfica só perde jogos que só por causa de Jesus perderia.
Para o Shadows o Benfica só ganha com Jorge Jesus, o que com qualquer outro treinador também ganharia.

17. Para o Shadows qualquer treinador seria campeão no Benfica com este plantel.
Para o Shadows este é um plantel formado por obra e graça do Espírito Santo, sem, claro, qualquer mérito nem dedo do treinador.

18. O Shadows critica o ordenado de Jorge Jesus.
O Shadows não diz que na primeira época de Jorge Jesus no Benfica, o seu ordenado era ao nível do que recebia no Braga. O Shadows não diz que no final dessa época, Jorge Jesus recebeu proposta de Pinto da Costa, um cheque em branco à espera que Jesus escrevesse o ordenado que queria receber. O Shadows não diz que Jorge Jesus escolheu, ainda assim, ficar no Benfica, e que naturalmente tinha de ser pago ao nível da proposta que recusara.

19. O Shadows é um otimista com todo o direito de acreditar que quem vier a seguir fará melhor.
Mas o Shadows ignora que um dia se vai escrever a história deste ciclo de Jorge Jesus no Benfica, e vai perceber aí, se calhar tarde demais, que há muito mais de positivo para realçar no trabalho do profeta, do que as noites infelizes ou os defeitos que seguramente também tem.



ranking