O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Hein???? 45M?

Avatar
 ●  + 29 comentários  ● 


Rodrigo e André Gomes vendidos a fundo por 45 milhões
OS DOIS JOGADORES CONTINUAM NA LUZ ATÉ AO FINAL DESTA TEMPORADA
Sexta-Feira, 31 janeiro de 2014 | 23:14
Fotos: CARLOS GONÇALVES
 
 
Rodrigo e André Gomes foram vendidos a um fundo de investimento encabeçado por Peter Lim, homem de negócios milionário oriundo de Singapura e amigo do empresário Jorge Mendes, por 45 milhões.  O negócio permite, no entanto, que continuem na  Luz até ao final da temporada.
Rodrigo rende 30 milhões (pode valer mais 10 se cumprir determinados objetivos) e André Gomes 1525 por cento de mais-valias de uma futura transferência.
 

Os "erros" de Jesus - parte I

 ●  + 8 comentários  ● 


Portugal, 31 de Janeiro de 2014

Ando há uns tempos para escrever umas notas sobre os famigerados “erros” de Jesus que foram responsáveis pelo total fracasso da época passada, segundo a maioria dos entendidos do “futebolês”, incluindo muita gente do Benfica, desde os notavelmente conhecidos da comunicação social, ao simples adepto de blogue, fórum ou comentarista nos onlines desportivos.
Estiveram em causa essencialmente 3 jogos: FCP-Benfica, Benfica-Guimarães e Chelsea-Benfica, que não foram jogados por esta ordem.
No FCP 2 – Benfica 1, as equipas alinharam, levaram amarelos e fizeram substituições, como se segue:
Benfica: Artur (amarelo mn 85), Luisão, Maxi, Garay, André Almeida, Salvio, Gaitan, Enzo Peres (amarelo mn 46), Matic (amarelo mn 59), Ola Jonh, Lima.
FCP: Helton (amarelo mn 90+3), Danilo, Mangala, Otamendi, Alex Sandro, Varela, Fernando (amarelo mn 66), Moutinho, Lucho e James (amarelo mn 56), Jackson.
Substituições Benfica: (1) aos 66 mn sai Gaitan e entra Roderick; (2) aos 73 mn sai Lima e entra Cardozo; (5) aos 84 mn sai Ola Jonh e entra Aimar.
Substituições FCP: (2) aos 73 mn sai Fernando e entra Defour; (4) aos 78 mn sai Lucho e entra Kelvin; (5) aos 84 mn sai Danilo e entra Liedson.
A) como se pode ver, a equipa que precisava de ganhar, o FCP, alinhou só com 1 ponta de lança. Mas nos dias seguintes e ainda hoje, Jesus levou (e leva) com o rótulo de “ter medo quando joga com o FCP”. B) o Benfica foi a 1ª equipa a mexer, reordenando o meio campo com entrada de Roderick para os processos defensivos e subida de Matic para processos ofensivos, compensando saída Gaitan, mantendo Ola Jonh e Salvio nas alas. Gaitan estava a jogar atrás do ponta de lança, Enzo deve ter ocupado esse lugar. C) Apesar de precisar de ganhar e estar empatado, na 1ª substituição, o FCP trocou de médios, Fernando por Defour aos 73 mn. No Benfica isso seria entendido como uma troca com rótulo: “não arriscou”. Jesus respondeu trocando de pontas de lança, substituindo o móvel Lima pelo posicional Cardozo, de forma – pelo menos assim interpreto – a segurar as movimentações ofensivas dos defesas centrais do FCP. Que por sua vez obrigou a maior cuidado defensivo dos médios. D) a 12 mn do final, o FCP que precisava de ganhar, fez finalmente uma substituição “arriscada”. Tirou um médio mais criativo Lucho e meteu um ala rápido Kelvin. Objectivo: pressionar a defesa do Benfica pela frescura do substituto. Mas ao perder um médio de qualidade, que pautava o seu jogo, o FCP corria o risco de jogar atabalhoadamente, tanto mais que não tinha Fernando o único trinco que sabe fazer bem de pêndulo defesa/ataque. E) a 6 mn do final do tempo regulamentar, e com o Benfica com o jogo  claramente controlado, o FCP fez uma substituição de desespero, tirando Danilo (defesa esquerdo) e metendo Liedson (avançado móvel). Em simultâneo Jesus tirou Ola Jonh (médio ala) e meteu Aimar, médio criativo. 7 mn depois, com a equipa do Benfica subida no terreno, há uma perda de bola, o FCP faz um rápido contra ataque e mete o golo que tornou Kelvin famoso.
A explicação para mim, é pois bastante simples. Não foi Roderick que falhou, pois ele apenas foi “dobrar” um colega que estava mal posicionado (em movimento de ataque). O lance acontece pelo balanceamento ofensivo que a entrada de Aimar provocou! Aimar não podia ter entrado naquele momento, excepto se Jesus ainda quisesse ganhar o jogo, pois toda a gente sabe que Aimar dá qualidade à posse de bola e é quase zero a defender sem bola. Com o FCP a meter médios e avançados, por troca com médios e defesas, com o FCP a refrescar o ataque e a ampliá-lo, o Benfica deveria ter apostado no músculo do controlo e contenção, e não na técnica do ataque. JJ quis ganhar o jogo. Perdeu-o. Foi medroso, como disseram? Não! Foi atrevido, como é apanágio da cultura de papagaio que faz moda recente no clube, priveligiando o jogar bem e marcar muitos, em detrimento dos objectivos, que é empatar quando é preciso empatar, arriscar quando for preciso ganhar.
Isto claro está, se não se quiser perceber que antes disso, o FCP chegou ao jogo decisivo com demasiados pontos para o futebol que praticava. E que sabemos, tal como agora no mn 94 da Taça da Liga, se deveu a um conjunto de erros habituais e de manual, por parte da generalidade dos árbitros. “Erros” tolerados e incentivados por quem manda na arbitragem, por quem escolhe e avalia os árbitros, por quem lhes dá jogos ou não. Isto é, quem lhes dá ou tira 1200 euros por uma tarde de domingo (fora as ajudas de custo)!
Não querendo ir pela arbitragem, temos de olhar para dentro, para a nossa cultura, para quem por actos e afirmações quer ser o que mais ninguém é. Temos um défice de humildade tremendo e frequentemente pagamos caro. A época 2012/2013 ficará na história do clube/SAD pelas piores razões. Mas nós também temos a ver com isso.

Futurologia NGB...

Avatar
 ●  + 16 comentários  ● 

Vamos lá soltar os "professores Chibanga" que há em cada um vós.

Quem sai ainda em Janeiro do SLBenfica?

A imprensa fala em André Gomes, Djuricic, Rodrigo e Garay...

Eu lanço a minha previsão (se calhar é mais um desejo): Ficarão todos, o que não quer dizer que, à semelhança de outros anos, não sejam agora em Janeiro vendidos jogadores que sairão no fim da temporada. Djuricic na minha óptica, não sai nem agora nem no fim do ano.

PS- Veremos é talvez a sairem Otamendi, Fernando e Mangala (a juntar a Lucho Gonzalez). Estaremos a falar de um camião de dinheiro, é verdade, (muitas comissões, portanto), mas na verdade sairão do FCPorto quatro titulares, dois dos quais capitães. Estou curioso sobre quantas páginas de jornal isso vai valer.

Ricciardi e Joaquim Oliveira irritam Benfica

Avatar
 ●  + 13 comentários  ● 
A "brincadeira" com derrota das águias na Liga dos Campeões, entre os responsáveis da Oliverdesportos e do BES, parceiro do Benfica:

O Benfica está irritado com Joaquim Oliveira e José Maria Ricciardi, presidente do Conselho de Administração do BES Investimento (BESI). Em causa está um um e mail que o dono da Olivedesportos enviou para o banqueiro, um dia após a derrota (0-3) do Benfica em Paris para a Liga dos Campeões frente ao PSG, na fase de grupos (2 de outubro de 2013). 

O e-mail de Oliveira para Ricciardi continha apenas uma fotomontagem, onde o nome do famoso cabaret Moulin Rouge passou para ‘Melon Rouge' (Melão Vermelho), com a indicação de que Paris tinha uma nova sala de espetáculos.

Depois de receber o e-mail do empresário que detém a maioria dos direitos televisivos dos clubes das ligas profissionais (Farense e Benfica são a exceção), Ricciardi reencaminhou-o para a "lista geral" do BESI. 

A mensagem chegou ao conhecimento do Benfica, que ficou irritado com Oliveira e com um dos parceiros comerciais do clube. 

Contactado pelo CM, fonte oficial do BESI disse que tudo "não passou de uma brincadeira" de José Maria Ricciardi com os "colegas benfiquistas da Comissão Executiva". A mesma fonte vincou, ainda, que é público que Ricciardi é "fã" do Sporting (chegou a desempenhar o cargo de vice-presidente do Conselho Fiscal, nas direções lideradas por José Eduardo Bettencourt e Godinho Lopes). "Em momento algum quis colocar em causa ou ter um gesto menos simpático em relação a uma instituição como o Benfica", observou a mesma fonte oficial do BESI. 

O CM também tentou obter uma reação de Joaquim Oliveira e ligou para o seu telemóvel. Uma assessora do empresário atendeu, ficou a saber de que assunto se tratava e disse que mais tarde devolveria a chamada, o que acabou por não acontecer. 
In Correio da Manhã

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

"Com o Mendes ninguém fica a perder..."

Avatar
 ●  + 10 comentários  ● 

Há uns meses, a propósito do "tema Roberto" dizia-me um Amigo que o segredo do sucesso do Mendes é que "com ele ninguém fica a perder, os investimentos são risco zero", isto porque pois se o jogador não justificar ele encontra colocação para o jogador e forma de compensar o investimento feito.

Há dias, a propósito da "venda" do André Gomes pus-me a pensar sobre isto e recuperei apenas alguns casos mais recentes:

Roberto - 8,6M€
Luisinho e Michel - 2M€
Luis Fariña - 3,5M€
Pizzi - 6M€ (50%)

Na totalidade destes cinco jogadores, o SLBenfica terá feito um investimento de cerca de 20M€ (e num dos jogadores só tem metade do passe)...

Nenhum deles integra o plantel do SLBenfica este ano e nenhum deles justificou no passado ou no presente (nos clubes onde estão) o investimento que o SLBenfica fez. Nenhum deles se prevê que o SLBenfica alguma vez venha a recuperar o investimento... nem desportivamente:

- O Roberto foi uma temporada negra do jogador e custou-nos imensos pontos!
- O Michel nem jogou no Benfica e o Luisinho, o tal que "partia o corredor esquerdo todo" pouco ou nada jogou também!
- O Fariña calhando nem nunca chegará a vestir a camisola.
- O Pizzi pode até voltar para o ano, mas com o Ivan Cavaleiro e com o Salvio, antevejo dificuldades para um jogador que até no Espanyol está a ter dificuldades em jogar, quanto mais justificar os 12M€ do passe.

Dito isto, a minha questão é:

- Estes casos são uma espécie de "compensação" por negócios tipo DiMaria ou Coentrão onde o Benfica fez muito dinheiro? Assim foi aconteceu com Andrés Diaz quando comprámos o DiMaria, lembram-se? Para levar o puto tivemos que trazer o "emplastro"?

Ora, se for este o caso, eu diria que vendas intermediadas pelo Mendes começam a sair-nos muito caras, olhando ao imenso investimento que está só aqui nestes "cinco estarolas" (20M€), aos quais o Mendes junta as comissões respectivas - que como se vê nos R&C não são pequenas.

Ou então há aqui outra "ciência" que não percebo e que justifica perfeitamente este tipo de negócios... ou na verdade a relação com o Jorge Mendes está longe de ser favorável...

E vejamos como serão os contornos do alegado negócio André Gomes, porque se for efectivamente o Mendes a assegurar os 15M€ e depois ir vender o jogador à melhor oferta... eu diria que mais uma vez quem fica com os bolsos cheios... é o mesmo.

Agora um factor importante e que nos leva, novamente, à questão da estratégia e/ou da necessidade imperiosa e desesperada de vender jogadores:

- Não será que este é o preço que se paga por ter pouca influência no mercado e uma relação pouco trabalhada com os principais compradores do futebol mundial? Ou seja, será que não nos deparamos com "Só o Mendes é que consegue vender por este valor" e por isso depois temos também nós que "engolir estes sapos" para compensar???

A ser assim, que repito não sei se é e estou apenas a fazer um exercício, não faria sentido dar toda uma nova dimensão na estrutura da SAD a uma figura conhecida mundialmente para que pudesse representar o elo de ligação entre o SLBenfica e os principais clubes (compradores) do Mundo do futebol? Uma espécie de "Direcção de Relações Internacionais"? Esse nome chama-se Rui Manuel César Costa.

Obviamente que nada disto supõe que desta forma o Mendes seria uma "carta fora do baralho", obviamente que não pois trata-se do empresário mais influente do futebol mundial neste momento. O que representaria seria a liderança dos processos e relações por parte do SLBenfica, e de Rui Costa, deixando o Jorge Mendes não no papel de dinamizador das vendas de jogadores, e como tal subjugando o SLBenfica à condição de refém das suas pretenções, mas sim apenas com a condição de empresário dos respectivos jogadores transaccionados e que teria, por isso, a sua "fair share".

Faz sentido?

"Ismailost" - O que escondes tu, FCPorto?

Avatar
 ●  + 9 comentários  ● 

O "caso" das ausências prolongadas de Ismailov tem contornos muitíssimo estranhos. Já os tinha no SportingCP e ficaram ainda piores no FCPorto...

Sabendo todos nós que lá naquela organização corrupta e mafiosa tentam não tomar decisões de risco elevado ou, pelo menos, sendo de risco, que não os exponham de forma demasiado evidente... torna-se difícil de perceber que raio levou aquela gente a ir buscar este rapaz.

Mas... Há algo que me intriga ainda mais:

- Porque o jornalismo de investigação (LOL) não só não investiga esta situação como nunca se preocupou em aprofundar as causas e os efeitos disto? Logo estes jornalistas que andam sempre tão atento ao detalhes dos jogadores do Benfica, por exemplo, que até descobriram o Cardozo a treinar num ginásio em Sesimbra quando estava castigado...

Será o Ismaylost um caso mais complicado de resolver que aquele que levava alguns jogadores a fazerem transfusões e tratamentos com regularidade lá para aquelas bandas... que faziam "mágicos" virem da Catalunha à "Sicília tuga" para esses... "tratamentos".
Foi lá em cima que se "iniciaram" outros como o marido da Karen. Lembram-se do que ele "rebentou" no Sporting e que lhe acabou com a carreira? Há tantos que por lá passaram e ficaram com o problema para a vida... ainda há dias vi o Fernando Mendes na televisão.

Vamos apoiar esta ideia!

 ●  + 26 comentários  ● 

"Se eu "mandasse", no próximo dia 12, cumpriria, apenas, com os Regulamentos, apresentando nas meias finais da Taça da Liga, no campo do adversário que nos calhou, uma equipa de jovens.
E acordaria com o Sporting, um jogo treino, à mesma hora, em Alvalade, com as equipas principais, com bilhetes a 1€, com a receita a reverter para uma qualquer obra social...." - Rui Gomes da Silva.

Rui Gomes da Silva propõe e nós apoiamos. 

E sinceramente, gostaríamos de ver toda a blogoesfera a subscrever esta ideia. Quando se fala de união e em fazer algo visível para afrontar e combater o sistema, são nestes momentos em que se vê quem está disposto MESMO a lutar contra o sistema.

Ainda diria mais, em Alvalade, ninguém, sportinguistas ou benfiquistas, levaria cachecóis, bandeiras ou outros itens que identificasse o seu clube. Seríamos todos apenas adeptos do futebol!


O jeito que dá o Benfica na Comunicação Social

Avatar
 ●  + 5 comentários  ● 
No dia que acontece isto:

Rapidamente se espalha nos jornais isto:

Obviamente que a primeira notícia passou "no barulho das luzes", até porque dois dias antes alguém de forma muito inteligente tinha tentado passar uma mensagem inversa aos benfiquistas, para poder depois causar surpresa:

Mas não acabou aqui... pois, se na Luz há graves problemas de tesouraria, no FCPorto há vários problemas:
- Ordenados em atraso
- Dívidas mais que vencidas a terceiros
- Graves problemas de tesouraria (apesar dos 70M€ do defeso)
- Um balneário em ebulição com vários jogadores a querer "fugir" daquele pesadelo

... Portanto, havia que preparar isto:

Então mais uma vez cria-se uma cortina de fumo e antecipa-se / inventa-se (o que quiserem!) notícias que levantam reboliço sobre o SLBenfica. Como? Com isto:

Que conveniente, não é!? Assim de repente saem do FCPorto, em saldos maiores que os de Godinho Lopes no SportingCP, os dois titulares absolutos do meio campo do campeão nacional. Repito: saem a preço de saldos os dois titulares do meio campo do FCPorto...

Ambos saem em ruptura com o seu clube, ambos saem em ruptura com os incumprimentos do FCPorto.

... Mas como quem não quer a coisa, está entretanto toda a gente entretida a falar da venda do André Gomes e do ordenado do Evandro Mota... e veremos o que mais vem amanhã, porque hoje já se falava que afinal o Garay poderia sair, mas o Rodrigo não! Amanhã talvez seja o contrário!

Para o efeito do que pretendo demonstrar, pouco importa se as notícias do Benfica são ou não verdadeiras, isso poderemos discutir noutro tópico... o que interessa, neste contexto, é percebermos os "requintes de malvadez" de quem pretende gerir a informação e influenciar a opinião publica. Na minha opinião isto pode ser uma de duas situações:

- Se isto é uma situação orquestrada entre o FCPorto e os meios de comunicação social, ou...
- Se o FCPorto efectivamente sabe muito, mas muito sobre o dia a dia do SLBenfica e gerem a utilização dessa informação de modo a poderem ir libertando em função dos seus interesses e da necessidade de desestabilizar o SLBenfica em momentos chave.

Seja qual for a circunstância... ambas as perspectivas lesam imensamente o SLBenfica em benefício do FCPorto, sendo que uma delas sugere um "inside job" a favor da imprensa ou do FCPorto dentro do SLBenfica.

Com sinceridade, não sei como estas coisas acontecem... mas parece-me óbvio pelos factos que há aqui muito jogo de bastidor com objectivos bem claros... e nenhum deles é "apenas informar".

(No futebol português não acredito em qualquer coincidência - para os que gostam de humor e coincidências oiçam o sketch Luis Franco-Bastos sobre Bruno de Carvalho e Pinto da Costa)

Ainda nesta domínio das notícias manipuladas, reparem no passado do jogador comprado hoje pelo SportingCP:

"Ousmane Dramé, jovem avançado do Lecce, da 3.ª Divisão italiana, envolveu-se numa situação inacreditável, ao ser esta segunda-feira detido pela polícia italiana, por ter roubado uma prostituta no fim de semana. Se a situação já de si é estranha, os pormenores são ainda mais "deliciosos"...

Para pagar o serviço, Dramé recorreu ao seu iPhone 5, entregando-o logo à prostituta, de origem nigeriana. Cumprido o "ritual", o avançado francês decidiu reaver o seu telemóvel e ainda levar consigo um bónus: a carteira da nigeriana, com todo o seu dinheiro. A tentativa de fuga, essa, foi conseguida de... bicicleta.

Ora, pouco depois de ter tentado escapar, Dramé foi intercetado por um amigo da vítima - travesti, segundo informa a imprensa italiana -, acabando depois a noite na esquadra, num enredo digno de um filme.

Em face do sucedido, o jovem foi já suspenso pelo Lecce, com o clube a afirmar que é provável que avance para a rescisão do contrato de empréstimo (está cedido pelo Padova até final da época).
"
in Record em Abril de 2013

Curiosamente esta notícia com cerca de 10 meses foi hoje totalmente abafada pelos jornais. Imaginem a quantidade de paginas que se fariam se este caso fosse no SLBenfica? Até a prostituta seria entrevistada para primeira página amanhã.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Granda Toni, fodasse!!

Avatar
 ●  + 24 comentários  ● 
Era puto, e lembro-me de faltar às aulas um dia com um amigo meu para ir à Luz assistir ao treino do Benfica, antes da partida da equipa para Londres para defrontar o Arsenal, esse célebre jogo da segunda mão da segunda ronda da Taça dos Campeões Europeus de 1991/1992, jogo em que Isaías (um dos meus jogadores favoritos de sempre) partiu a loiça toda e derrotámos os Ingleses por 3-1.

Nesse dia, para esse treino, levámos connosco um gravador à jornalista, e armados em jornalistas andámos, a entrevistar jogadores e treinadores, no percurso que faziam entre o campo número 3 e o balneário cá em baixo, junto à porta principal do velhinho Estádio da Luz.

Devo dizer que éramos miúdos de 12 ou 13 anos, e ainda que por isso me seja fácil perceber que todos sabiam que não éramos jornalistas, todos aqueles com quem tentámos falar nos responderam cordialmente. Todos, menos um, o último com quem quisemos falar, Eusébio da Silva Ferreira. Eusébio embirrou com o gravador, e perguntou para que raio era a entrevista. Nós dissemos (mentimos) que era para a escola, e ele a insistir que aquilo não fazia parte da escola, e acabou por não nos dizer nada e ser até algo ríspido connosco.

Claro que eu sabia quem era Eusébio. Era o maior, era o King, mesmo que nunca o tivesse visto jogar. Tinha estatuto herdado dentro de mim, não pelo que dele testemunhei, mas pelo que outros me foram passando. Ainda assim, lembro-me que ainda hoje, sempre que me encontro com esse tal amigo do gravador, lembramo-nos desse dia e gozamos com o Eusébio. Gozamos, porque a nós sempre nos tinham dito que Eusébio era um exemplo de humildade, e nós nesse dia, ficámos com a impressão exatamente contrária. Essa foi a impressão que ficou para sempre, ainda que baseada nas peripécias de um simples dia, com toda a margem de erro que impressões de um simples dia acarretam.

Para mim, que não o vi jogar portanto, que não vibrei com os seus golos, o que Eusébio deixou em mim foi muito pouco. Eusébio também nunca foi um bom falante, pelo menos publicamente. Era tímido aparentemente, e não me lembro de alguma vez me ter feito emocionar ou vibrar efusivamente de Benfiquismo, por alguma intervenção sua.

Lembro-me da gala do Benfica em sua homenagem, do discurso simplesmente maravilhoso de Mário Wilson, eu quase em lágrimas, e Eusébio lá estava prostrado na sua cadeira, tímido e sem manifestar grande emoção. Lembro-me de ver Eusébio com Daniel Oliveira no Alta Definição. Mas mais uma vez soube-me a pouco, porque a verdade é que Eusébio, pelas palavras, nunca me conseguiu transmitir grande emoção, mesmo que muita tivesse dentro de si, mesmo que tudo fosse dificuldade em expressar-se como gostaria.

E esta referência a Eusébio, serve-me apenas para adicionar o contra-ponto, outro que também nunca vi jogar, mas que pela sua história desde que sou vivo, sempre representou para mim muito mais do que Eusébio: Toni, para mim a maior figura do Benfica dos últimos 30 anos!

Toni representa para mim o que o Benfiquismo tem de melhor, de mais puro e mais genuíno. Se me perguntarem de uma só razão para ser Benfiquista, terei todo o orgulho em dizer que é por causa de Homens como Toni... Se me perguntarem o que é a mística eu direi que a mística é Toni... Se me perguntarem porque razão o funeral de Eusébio teve tanta cor, eu direi: também por causa de homens como Toni, monumentos vivos da história e da glória encarnada, homens que sempre que falam do Benfica carregam no olhar a fotografia, e a todos fazem sentir como se estivéssemos lá com eles a viver tudo o que eles viveram.

Também em puto pedi um dia o autógrafo a Toni, numa fotografia que tinha dele abraçado a um amigo idoso que pertencia à imprensa nacional, na celebração do seu título nacional como treinador. E Toni parou no seu percurso, mirou a fotografia por segundos emocionado (o jornalista morrera há pouco tempo), sorriu para mim com os olhos embargados, passou-lhe a caneta com orgulho e sem dizer nada afagou-me o cabelo. E eu só me lembro de pensar nesse dia: “Granda Toni, fodasse!!”

E para mim, a história do meu Benfiquismo tem sido sempre regada com muitos “Granda Toni, fodasse!” Granda Toni fodasse como jogador; Granda Toni fodasse como treinador, Granda Toni fodasse como comentador televisivo, Granda Toni fodasse como Diretor desportivo, Granda Toni fodasse sempre que o glorioso Benfica precisa de porta vozes e Toni surge como o primeiro que toda a gente procura ouvir! Granda Toni fodasse porque Toni é o maior monumento vivo de um Benfica Glorioso que dentro em breve já só será conversa de Museus!

Se há homem que nunca devia ter saído do Benfica é Toni.

Se há homem que conhece o Benfica de alto a baixo e é um dos seus maiores embaixadores é Toni...

Se há homem que tem sido o maior símbolo da mística encarnada, não durante apenas os 12 ou 15 anos que jogou à bola, mas durante toda uma vida, dentro e fora do campo, é Toni!

Se há homem que diz: “Ser o Toni do Benfica não tem preço” é Toni.

Se há homem que ao Benfica tudo deu e também por ele tudo perdeu (profissionalmente falando) é Toni.

Se há homem que, por amor cego ao Benfica, foi capaz de dar (como ele próprio hoje admite) duas bazocadas nos pés ao aceitar passar a adjunto de Eriksson depois de ter celebrado o título nacional como treinador principal do clube, é Toni.

Se há homem a quem o Benfica deve de facto uma homenagem em vida é a Toni.

Desculpem aqueles para quem se calhar estarei a ser injusto mas, sou daqueles que acredita que se a partida de Eusébio deixou um enorme vazio, a de Toni deixará um dia uma cratera do tamanho do Estádio da Luz.

A Taça que ninguém ligava...

 ●  + 9 comentários  ● 


Portugal, 29 de Janeiro de 2014

Tenho acompanhado um pouco à distância, esta polémica que envolve o SCP e a Liga de Clubes, a propósito de mais uma eliminação de uma competição que ainda podiam ganhar. A polémica envolve afirmações bombásticas de dirigentes e ex- dirigentes do SCP, uns falando em “jogo sujo” outros em “canalha”, e até já se deu o caso de um dirigente do SCP, Luís Manuel Lobato, responsabilizar os “otários” da Direcção pela referida eliminação. Claro que já foi obrigado a demitir-se...
Subitamente a tal taça que ninguém ligava, quando se queria diminuir os méritos de Jorge Jesus e/ou do Benfica, tornou-se quase tão importante com a Champions League, valendo quase tudo para impor argumentos pseudo – desportivos sobre a falta de verdade desportiva que esteve na base da eliminação do SCP...
Mais uma vez a verdade está no meio, talvez mais do lado do SCP, mas nunca totalmente do lado do SCP. Queixa-se o SCP que o jogo do FCP acabou mais tarde. Mas na realidade não foi por causa disso que o FCP passou, mas sim porque lhes foi oferecido mais 1 penalty que desta vez foi transformado. Ao contrário de Coimbra, onde o FCP perdeu, apesar da oferta vinda do tal Capela que os adeptos do SCP – por mera cegueira irracional – colaram ao Benfica. Agora foi o Mota, outro que eles rotularam de “benfiquista” após o jogo com o Nacional.
Nesta matéria o SCP continua a errar o alvo, mas quem os ouvir falar, são os paladinos da moral e da ética desportiva.
O SCP também fala – e bem – do 4º golo em claro fora de jogo, do FCP ao Penafiel. Mas que interessa isso se na altura o jornal a BOLA colocou uma foto enviesada com legenda a explicar que Varela estava em jogo?
Mas note-se que o FCP também poderá falar – e não tenho dúvidas que a seu tempo irá falar – do penalty que foi tirado ao Marítimo em Alvalade, com o resultado em 1-0. E ouvindo alguns – suspeitos - adeptos, até teriam sido 2 penaltys, e não só um...
Ora entrando na conversa da contabilidade dos erros a favor e contra, o FCP ganha porque tem muito mais gente na comunicação social a desviar a conversa para o lado dos “erros tácticos” e portanto, erros do treinador. Leonardo Jardim que se cuide, porque se perde na Luz, como espero, o seu lugar estará em risco.
Mas bom, esta guerra SCP/Liga/FCP sempre nos faz pensar que afinal eles querem todos é jogar contra o Benfica... Somos e seremos sempre o seu adversário predilecto, porque somos grandes e toda a gente quer ganhar às equipas grandes...
Ao contrário destes adversários, o Benfica fez o seu papel. Ganhou na Madeira ao sempre complicado Nacional, confirmou com um lutador Leixões e terminou em passeio frente a um decadente Gil Vicente. O nosso treinador, à semelhança dos últimos anos, fez alinhar alguns jogadores da equipa B, batendo o recorde nesse último jogo com o Gil Vicente.
Não tenho dúvidas que foi um jogo especial para Hélder Costa e João Cancelo, estreantes absolutos com a camisola da equipa principal.
Quanto ao jogo, viu-se muita coisa interessante apesar da falta de rotinas de jogo. Da alegria que colocam no jogo, à falta de decidir bem o que têm de fazer, viu-se de tudo um pouco. É isto o jogador português, por muitas voltas que os puristas queiram dar ao texto, querendo transformar uma massa de pão ázimo (na maior parte das vezes), numa bela massa de pão-de-ló.
Por exemplo. André Gomes nos dois primeiros remates que fez à baliza, escolheu mal o lado e executou pior, num caso à figura, noutro caso querendo colocar tanto que rematou para fora, rente ao poste. Bernardo Silva, outro putativo Miguel Rosa, teve um cruzamento milimétrico, mas colocou-se mal e cabeceou para fora. Hélder Costa, teve um pormenor fantástico para fugir ao adversário, mas a seguir rematou para os 3 pontos do País de Gales. Os jogadores com grande futuro, normalmente não falham nestas situações.
Ok, mas também não precisamos de Rooneys ou Ronaldos. Concordo. Temos ali bons jogadores que se não se perderem – mentalmente – poderão vir a encaixar-se na equipa principal. Quantos? Não sei. O Benfica compete em alta rotação em várias competições. Só um autista poderá acreditar que uma equipa baseada na Formação pode alcançar altos níveis de resultados. Claro que não. Outros dirão que os 4 milhões que JJ custa teriam de operar alguns “milagres”, transformando alguns desses jovens em portentosos jogadores. Nem o Mourinho o faz, que custa mais do triplo de JJ, não é JJ que o irá conseguir...
Pessoalmente tenho uma preferência, desde os seus tempos de juvenil: Hélder Costa. Já defendia a qualidade deste jogador antes de se dar a promoção de Ivan Cavaleiro (curiosamente representado por Jorge Mendes). E antes de aparecer aí uma campanha mediática no youtube, “Bernardo Silva futuro Aimar”.
Trata-se de um jogador com razoável estampa física, que joga bem como médio ala, como médio interior e tem polivalência adequada para saber defender quando é preciso, quando não temos a bola. É um jogador quase completo. Falta-lhe mostrar na equipa principal que pode fazer o que tem feito na equipa B e em todos os escalões de formação: jogar e fazer jogar. Não me costumo enganar. Com André Gomes pelo menos, não me enganei.

Rui Patrício pede para sair do Sporting

Avatar
 ●  + 6 comentários  ● 
As notícias mais recentes estão a deixar Rui Patrício à beira de uma ataque de nervos em Alvalade e o NGB sabe que o guarda-redes já informou Bruno de Carvalho da sua intenção de deixar o Sporting em Janeiro.

Na base desta situação estará uma promessa de Bruno de Carvalho ao guarda redes que Cardozo não jogaria o derby no próximo dia 2 de Fevereiro, tendo-lhe garantido que o paraguaio estava lesionado.

Afinal parece que Cardozo vai jogar e como se não bastasse ha ainda a possibilidade de o Sporting passar na Taça da Liga o que obrigaria quase a dois jogos seguidos com o Benfica.

... Sabe o NGB que nem os ursinhos de peluche da Academia que eles usam para adormecer à noite tem acalmado Rui Patrício que acusa Bruno de Carvalho de lhe ter mentido e ainda ocultado que o Benfica ja tinha o irmão de Cardozo nas camadas jovens pronto para ser mais um a humilhar o rapaz.

Os 'Lugares de Ouro'.

Avatar
 ●  + 26 comentários  ● 

"O consultor motivacional do Benfica, Evandro Mota, ganha cerca de meio milhão de euros por temporada, ou seja, o seu ordenado é mais elevado do que o de vários futebolistas do grupo de trabalho orientado por Jorge Jesus." - Record.

Se é preciso reduzir custos, não se começa por este senhor porquê? Não basta o sr.4 milhões para motivar toda gente?

E já agora...quando contratamos um treinador de guarda-redes que seja uma mais valia para os mesmos? Espero que ele não consiga estragar Oblak como fez com Artur. 

Nota: Não há lugar no Benfica para antigas glórias como Veloso porque o Benfica ' não é nenhuma Santa Casa', segundo alguns. Para isto já há dinheiro.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Assumindo que tem mesmo que ser...

Avatar
 ●  + 61 comentários  ● 
... Ou seja, que o SLBenfica está efectivamente a necessitar urgentemente de entrada de dinheiro, todos temos uma opinião sobre os jogadores que consideramos que têm mais mercado ou que seriam mais facilmente substituíveis.

Na verdade, acho que é impensável ter-se deixado esta situação para Janeiro, seja lá pelos motivos ou sonhos que tenham levado a isto. Feita a asneira, na minha perspectiva, eu optaria por vender alguns jogadores com encaixes inferiores ao invés de procurar os "big elefants", salvo uma honrosa excepção.

Assim, sendo eu optaria pela seguinte "transformação" (já que é para fazer asneira...): Gaitan, Cardozo, Maxi, Lima e Matic (este seria impossível segurar!). Se com Gaitan fizermos entre 15 a 18M€ (não creio que com o mercado em baixa seja possível de obter mais por um jogador muito inconstante), com Cardozo mais 10M€ (só de me lembrar dos 25M recusados ao Shaktar...), mais 5M entre o Maxi e o Lima (talvez seja ambicioso desejar mais) e os 25M limpos do Matic... teriamos 30M + 25M = 55M€.

Em termos de salários, também seria um factor relevante de alivio.

Para a vaga do Maxi teriamos o André Almeida e o João Cancelo, para a vaga do Gaitan o Sulejmani, Cavaleiro, o regresso do Salvio, o Markovic e ainda o lançamento muito suave do Helder Costa. Os casos do Cardozo e Lima, mantendo-se o Rodrigo não seria problema a sua saída (como se tem visto) e ainda teriamos o Marko, o Sulejmani, o Cavaleiro, o Lolo... (Não! Não me passa pela cabeça o Funes Mori). Por fim, para suprir a saída do Matic, o Fejsa e/ou André Gomes sem esquecer o André pode também ser alternativa a Enzo, tal como o Amorim.

Importante: a venda do Garay (parece inevitável, pois dentro de um ano pode sair a custo zero) poderia efectivamente ser feita desde já, mantendo-se o jogador na Luz até para salvaguardar que jogará com regularidade para ir ao Mundial. Uma parte dessa venda poderia ser encaixe imediato...

Aliás, poderíamos até flexibilizar a venda para os tais 18M€ que o United quer dar, se pagassem já o jogador e o emprestassem ao SLBenfica até final da temporada. Pouco provável eles alinharem nisto, mas era uma boa, pois ficávamos a pagar apenas parte do salário e a valorizar/rodar o jogador para o Mundial.

Desta forma, não só abriamos espaço para o Cancelo, André Gomes, Bernardo Silva, Helder Costa e mesmo o Ivan Cavaleiro deixarem de ser 3as e 4as escolhas para passarem a ser opções/alternativas aos titulares, subindo assim mais um patamar no seu processo de afirmação que lhes permita integrar o plantel na próxima época.

Mantendo a aposta declarada pelo Presidente na formação de qualidade, desta forma, os jogadores mais nucleares nesta fase (excepção feita ao Matic) seriam mantidos (Enzo, Garay e Rodrigo).

Pronto! Depois bati com a cabeça na esquina da mesa e voltei ao normal...

Mas deve ter sido da dor de cabeça que ouvi o que não gostei...

... quando achamos que não podem gozar mais connosco, eis que ouvimos empresários e putos merdosos acabados de chegar e já sem tento na lingua a expor o Benfica de forma absurda:

O Benfica contratou um tal de André ao Ponte Preta, que já está na equipa B e o empresário diz:

«Mandámos um DVD e eles gostaram. Foi muito rápido», explicou o empresário. «É uma oportunidade única. Passei por momentos difíceis, de indefinição da minha carreira durante o ano de 2013. Apostei nas pessoas certas e estou a dar mais um passo. Agora é trabalhar para chegar ainda mais longe»
in MaisFutebol

Portanto o puto tinha a vida indefinida, apostou num empresário que mandou um DVD para o Benfica e a vida que era dificil deste puto... virou contrato com o maior clube de Portugal e um dos maiores da Europa... Está certo!

Será muito difícil dizer ao senhor empresário e ao jogador: "NÃO ESTÁ AUTORIZADO A FALAR DA TRANSFERÊNCIA. SE O FIZER, CANCELAMOS O CONTRATO, CONFORME ESTÁ ESCRITO NO QUE ASSINOU..."

Depois queixam-se de ouvir bocas como as que já correm: "Uns têm de nascer 10 vezes... A outros basta mandar DVD's..."

Um "suponhamos"

Avatar
 ●  + 25 comentários  ● 
Qual a opinião dos benfiquistas se além de Matic e André Gomes (alegadamente vendido por 15M) saírem ainda mais um ou dois entre Rodrigo, Garay e Gaitan?

Teriam que ser compensadas essas saídas ou o plantel entre a equipa A é B tem como cumprir com os objectivos principais, face aos compromissos em causa e o valor dos adversários em Portugal?

É apenas um exercício de opinião deixem-se lá de tentar associar isso a qualquer previsão vossa (ou nossa). Assumam um cenário e dêem a vossa opinião - não queremos saber aqueles que dizem que sabem de fonte (da telha) segura que vai sair o A ou B.

Afinal há estratégia...

Avatar
 ●  + 44 comentários  ● 
No ínicio de 2014:
Estratégia confirmada no que era notícia há uns dias...

Mas logo a seguir...
E João Cancelo joga na equipa principal apenas os últimos 10 minutos de um jogo "a feijões" (mostrando serviço):


Há estratégia, seguramente, eu é que não a percebo...

PS- Não confundir esta minha dificuldade de perceber o sentido da estratégia do SLBenfica, com o que andam por aí a dizer e que eu acho absurdo 1) que o André Gomes a curto prazo vai para o FCPorto (NÃO VAI!) e 2) que o Cancelo vai para o Manchester City (NÃO VAI!).

O papão azul só serve em alguns casos.

Avatar
 ●  + 13 comentários  ● 

Tenho assistido ao debate sobre a (anunciada) venda de André Gomes. 
15M é o valor de que se fala, considerado muito bom pela maioria. Os clubes falados para seu destino foram ingleses, russos e agora fala-se no Mónaco. Tudo pela mão de Jorge 'o todo poderoso' Mendes.

Quanto ao valor monetário, é de facto muito bom para um jovem que quase não tem jogado. Não tem dado nas vistas, não tem tido chance de demonstrar o seu valor desportivo mas o seu potencial é imenso. 

Mas este negócio, até ver, cheira a esturro por todo o lado. A 'prova dos nove' será o nome do clube de destino. Tudo o que tenha a ver com os 'novos' ricos será mais um negócio obscuro, na linha dos de Witsel ou Roberto. Na linha dos negócios do FC Porto, usando os mesmos canais e fundos.

No entanto, a parte desportiva é a mais preocupante. André Gomes não nasceu na formação do Benfica mas passou parte importante do seu 'boom' no nosso clube. O seu valor é inquestionável, menos para aqueles que procuram de todas as formas branquear as mentiras consecutivas sobre a aposta na formação.

Entre as mais incríveis está a acusação de que André Gomes 'é portista' e por isso deve ser posto a andar.
Como?!? Onde andam essas preocupações com infiltrados quando Jorge Gomes, Paulo Gonçalves ou o 'homem de confiança de Pinto da Costa' e sócio do FCP durante 24 anos entraram no clube?

Onde está a preocupação sobre o benfiquismo no clube quando o treinador Jorge Jesus presta reverência a Pinto da Costa e nunca ataca o FC Porto? Onde andou o benfiquismo quando o presidente do Benfica apoiou Fernando Gomes?
Estão fartos destes argumentos? São repetitivos? A verdade incomoda?
Então não os usem pois rebentam-vos nas mãos!

Preocupa-me muito mais o esforço que a direcção do Benfica está a fazer para segurar Mário Figueiredo. Ainda na passada sexta-feira, um post do GB expôs o todo o esquema montado em "O Estranho Caso da Liderança da Liga de Clubes e da FPF".

Quanto a isto, ninguém se preocupa com o benfiquismo dos envolvidos. 
Com a (falta) de actuação activa de Luis Filipe Vieira na promoção da regeneração do futebol português, nunca tendo sido um pólo agregador de um movimento contrário ao poder do FC Porto, personalizado agora em Fernando Gomes e em Tiago Craveiro.

A cortina de fumo que foi a saída dos jogos da SportTV, quando isso foi apenas o resultado de uma exigência pública da maioria dos benfiquistas e que Luis Filipe Vieira não teve coragem para evitar, apesar das negociações que tinha encetado com a Olivedesportos. Quem não queria acordos não negociava. Aguardava pelo fim do contrato. 
Não foi por acaso que Luis Filipe Vieira apenas no último dia da campanha eleitoral, com medo de uma votação contrária, anunciou os jogos na BTV. E mesmo assim os tempos seguintes foram passados em círculos...

Nada disto foi colocado em causa pelos 'defensores' deste Sport Lisboa e Vieira. Tudo o resto tem sempre uma justificação e é sinal de 'mau benfiquismo' quem questiona as decisões de Luis Filipe Vieira.

Realmente, o Pinto da Costa tem mesmo as 'costas' muito largas. 
Muitos esquecem que os Damásios e os Vieiras que apoiaram portistas para cargos de liderança do futebol português são os principais culpados do poder entregue de bandeja ao FC Porto.  
São todos muito solicitos em invocar Vale e Azevedo, mas calam os nomes de quem não afrontou e não afronta o FC Porto. 

Percorrem a blogoesfera a comentar em tudo o que é lado a apoiar Vieira, com os nomes mais variados. Cospem no benfiquismo por sacrificarem o interesse daquele clube de que já gostaram por troca de alguns euros. E vivem consumidos pelo ódio por aqueles que apenas que vivem o clube e não sacrificam a sua consciência em troca de um posto ou tacho.

O mal que se tem feito ao clube irá um dia vir ao de cimo. 

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

André Gomes e... Lucho Gonzalez

Avatar
 ●  + 27 comentários  ● 
Comecemos pelo fim, alguém se apercebeu que o capitão do FCPorto saiu a custo zero para ir fazer um contrato milionário, deixando abrindo "buraco" de um titular habitual e, segundo dizem, fundamental dentro e fora do balneário?

Pois ninguém reparou porque alguém fez o favor de, no mesmo dia, "dar com a língua nos dentes" sobre o tema do André Gomes. Que conveniente, não é... todos os jornais a fazer notícia da venda do André Gomes a um empresário e a venda a custo zero do capitão do FCPorto, alegadamente referência de balneário, passa "no barulho das luzes".

Eu acho que deveriamos continuar a negociar a a partilhar informação com as pessoas que sabiam deste processo do André Gomes. Dessa forma o FCPorto pode sempre ir gerindo a forma como "abafa" os seus assuntos, socorrendo-se da lingua comprida de alguns que andam pela Luz... e depois os bloggers é que são malandros.


Voltando ao André Gomes, acredito que a alguém "saiu o tiro pela culatra". Estavam, possivelmente, a espera que se criasse uma onda de entusiasmo em torno da venda de um jogador que, jogando 90 minutos em meia época, valia apenas menos 10M€ que, segundo o nosso treinador, "o melhor médio do mundo".

Mas essa onda de regozijo não aconteceu... e hoje n'A BOLA alguém escrevia o seguinte: 
É, assim, Jorge Mendes quem tem o futuro de André Gomes nas mãos (o futuro mas não os direitos económicos, como ontem por lapso adiantámos) sendo certo que até ao final do mês o destino do médio será clarificado. Seguro é que Benfica e Jorge Mendes fecharam o acordo para a transferência de André Gomes por 15 milhões de euros.

Ou seja, O SLBenfica fechou um acordo com Jorge Mendes por 15M€, mas não vendeu o jogador ao empresário.. que ainda não sabe qual será o destino do jogador?

Portanto, o empresário de maior sucesso do Mundo fechou um acordo para a transferência para um clube que ainda não sabe qual é? Realmente o homem é o maior...

Das duas uma: 

- Ou alguém "deu com a lingua nos dentes" sobre uma negociação em curso do SLBenfica, conforme ontem dizia o Pedro Guerra na CMtv quando confirmava que o André poderia sair por 15M€. Esta informação revelada ao jornal A Bola não terá sido inocente no seu formato e objectivos, nomeadamente ocultar a OFERTA do Lucho Gonzalez, capitaão dos corruptos.

- Ou a notícia é totalmente verdadeira e o jornal A Bola vem hoje tentar limpar a face dos dirigentes do SLBenfica, nomeadamente do Presidente, e desta forma procuram "emendar a mão" e dizer - distraidamente a meio do texto - que o Jorge Mendes tem em mãos o futuro mas não os direitos económicos, como ontem por lapso adiantámos.

Com sinceridade, seja qual for a situação não me agrada!

Não me agrada que haja "bufos" na estrutura do Benfica a dar conhecimento de negócios que estão em curso, sendo essa informação depois usada para "esconder e abafar" situações de adversários do SLBenfica. Já que falamos em "bufos", ainda me lembro de Luis Filipe Vieira há não muito tempo assumir que havia um no SLBenfica e pouco tempo depois que já sabiam quem era. Pelos vistos sabem... e continua lá!

Mas também não me agradará se a situação for verdadeira como foi relatada ontem e o jornal A Bola procurar "proteger" quem lhe dá de comer por ter visto que a situação terá tido uma repercussão inesperada.

Seja como for, nada disto altera o que referi no tópico O que está afinal em causa no "negócio André Gomes" como sendo o que realmente me preocupa nesta situação. Tudo o resto é apenas uma questão de saber onde está o amadorismo na forma como se lidam com as situações/transferências.

Benfica Made in Benfica?! My arse!!

Avatar
 ●  + 91 comentários  ● 
Como esclarecimento apenas àquilo que foi a discussão de ontem sobre a POSSÍVEL venda de André Gomes, aqui fica o seguinte:

1. Se chegassem ao pé de mim e me dissessem, temos de fazer 15 milhões urgentemente este mês, dão-nos esse dinheiro pelo André, achas que devemos vender? Eu diria: Acho que sim, antes o André que um dos jogadores nucleares.

2. Portanto, o valor da venda nunca esteve aqui em causa, embora eu, ao contrario de outros (vale o que vale), seja da opinião de que aos 20 anos de idade, André Gomes tem tudo para vir a dar grande jogador e a render muito mais.

3. Registo também, todos os comentários daqueles que defendem SEMPRE (mas realmente SEMPRE) o que a Direção decide. Há gente que continua a confundir um blogue com um espaço de decisão e não como aquilo que é, um ESPAÇO DE OPINIÃO. E como espaço de opinião que é, desconfio sempre daqueles que dizem Ámen a tudo e para quem nunca há nada para criticar. 

4. Esta POSSÍVEL venda de André Gomes, implica forçosamente que algo esteja errado: ou a venda, ou o anunciado projeto Benfica Made in Benfica, no qual, como aqueles que nos vão acompanhando saberão, nunca acreditei.

5. Volto pois a dizer que o Benfica Made in Benfica é uma ilusão. Volto a dizer que não mais os tempos andarão para trás, e que em tempos em que qualquer BOM jogador português (à semelhança dos BONS estrangeiros), não ficam em Portugal mais do que um ou dois anos, tal implica que um Benfica Made in Benfica será sempre um Benfica mediano! Mediano porque cá só ficam os jogadores medianos. A não ser que haja alguém que acredite haver alguma escola do mundo capaz de substituir permanentemente e com qualidade indiscutível a venda dos seus melhores jogadores. 

6. Para mim esse slogan do Benfica Made in Benfica, é pois apenas mais uma tonelada de areia lançada aos olhos dos adeptos, como o slogan do melhor plantel dos últimos 30 anos (mas só até Janeiro) ou o slogan da equipa maravilha dos Zahovics, Drulovics e Argéis!

7. Se o argumento daqueles que defendem esta venda é pois os 15 milhões por um jogador da equipa B, o argumento será o mesmo se amanhã derem 15 milhões pelo Bernardo e ele sair, pelo Cancelo, pelo Joaquim ou por todos os bons produtos que saiam da equipa B. Para esses pois, as vendas, desde que haja milhões estarão sempre bem e justificadas... Falta pois saber onde fica então o tal projeto Benfica Made in Benfica de que o presidente tanto se orgulha. Onde fica? Fica pois na gaveta, à semelhança de tantos outros! 

8. Volto pois a afirmar que a venda (a acontecer) por 15 milhões é boa. Mas se os milhões justificam todas as vendas, e se também é verdade que por qualquer bom jogador (nacional ou estrangeiro) haverão sempre boas propostas a aparecer e jogadores a pedir para sair, então meus amigos, a verdade é que continua tudo na mesma: o Benfica Made in Benfica é apenas mais uma invenção e fantochada do Presidente, o Benfica continuará a ser um entreposto de jogadores, tudo continuará na mesma, até porque essa é na verdade a nossa única hipótese de sobrevivência.

9. Levando pois a questão agora ao treinador, importa também perguntar: que vantagens para ele em apostar na miudagem?

10. Para mim haverá sempre 3 estágios na carreira de um jogador: o lançamento, o desenvolvimento, a consolidação: 

O que se está a pedir ao treinador do Benfica é que participe apenas na primeira fase, a do lançamento, precisamente aquela que acarreta mais riscos para ele, a fase em que cometem mais erros, a fase em que custam mais pontos, a fase em que custam percas de títulos e QUASE carreiras de treinadores. Apostas tipo Roderick, lembro eu!

Que vantagens então para Jorge Jesus em participar neste processo, sabedor que chegando o jogador à fase de desenvolvimento, e se tiver mostrado já algum bom potencial, e quando o treinador já pode finalmente tirar do jogador algum rendimento e apostar nele de forma mais consistente, irá pois amadurecer (e render) para outras paragens por 10 ou 15 milhões? 

Diferente pois aquilo que tem feito até aqui (e que compreendo perfeitamente): comprar ele a outros clubes esses jogadores de 20 ou 21 anos, que chegam à Luz já com 50 ou 60 jogos nas pernas, já mostraram pois o seu potencial noutras paragens, e que chegam às suas mãos já lançados e mais preparados, e já num estágio mais avançado do seu processo evolutivo.

Para Jorge Jesus é pois bem mais fácil que fique tudo na mesma!

11. Falar num Benfica made in Benfica é pois muito fácil e fica sempre muito bonito. Difícil é levar o projeto à prática e perceber todos os contornos que o processo implica.

12. Um Benfica Made in Benfica, da forma como eu entendo, significa jogadores a nascer na Luz, a desenvolverem-se na Luz, a construírem uma história na Luz, a ganharem na Luz, a chegarem à seleção jogando na Luz, e depois sim, saírem aos 23 ou 24 anos já como jogadores feitos, com estatuto e muitíssimo valorizados. 

13. O que se assiste é pois ao Cash Made in Benfica, apenas isso. A Sportinguização do Benfica, justificada sempre pelos milhões, tal como os milhões das vendas dos Nanis e dos Ronaldos (o Ronaldo participou em apenas 25 jogos com a camisola do Sporting, e a maior parte no banco!!), vendas essas que antes serviam para nós os gozarmos e achincalharmos, mas que agora, porque acontece connosco, já devemos aplaudir!

14. Sinais dos tempos?! Pois claro que sim. Isso é precisamente o que ando a dizer há anos.

Benfica Made in Benfica?! My arse!

domingo, 26 de janeiro de 2014

Um Benfica ao serviço do Sistema. Pedro Guerra confirma André Gomes.

Avatar
 ●  + 42 comentários  ● 

O ministro da Informação de Luis Filipe Vieira, Pedro Guerra, acaba de afirmar na CM TV:

"Os árbitros não erram de propósito." 

Pedro Guerra prosseguiu defendendo os árbitros e culpando as demasiadas câmaras de TV como o problema da imagem dos árbitros.
Alguém que trabalha no Benfica ter a coragem de defender as arbitragens e o Sistema que o manipula é um sinal terrível. Não me surpreende, mas não deixa de provocar um arrepio no estômago.

Depois, ver que Pedro Guerra, o ministro da Informação de Luis Filipe Vieira, faz da formação do Sporting e as vezes que o Sporting foi campeão nos últimos 10 anos o principal alvo do debate em vez de centrar o debate no principal inimigo do Benfica, é pavoroso. Ataca, sem provocação, o representante do Sporting, assumindo uma postura completamente desajustada ao debate que estava a decorrer.

Nunca vi uma postura desta de ninguém do Benfica de Vieira contra o FC Porto.

Esta gente está no Benfica, mas apenas tem como objectivo decapitar quem levanta a garimpa ao Sistema.

Afirma que André Gomes é da formação do Benfica, mas todos sabemos que não o é.
E revela que André Gomes 'pode' ser vendido por 15M. Afinal não é invenção dos jornais.

A prestação de Pedro Guerra, em nome do Sport Vieira e Benfica é uma vergonha. É um bater no fundo consecutivo deste Benfica endividado, na mão dos verdadeiros abutres, que deixarão o Benfica na penúria.

É uma tristeza tão grande ver o Benfica na mão de parasitas que se marimbam para os resultados desportivos mas que o sugam como vampiros.

O que está afinal em causa no "negócio André Gomes"

Avatar
 ●  + 42 comentários  ● 

Pelos vistos poucos perceberam os dois tópicos anteriores que comentavam A NOTÍCIA da venda de André Gomes a um intermediário - sim, é isso mesmo que vender um jogador a Jorge Mendes representa: vender a um intermediário, algo que Luis Filipe Vieira sempre primou por dizer que não admitia no Benfica, que com ele só se negociava directamente com clubes.

Algum dos tópicos anteriores considera uma mau negócio uma verba de 15M€, ou que fossem 12, 10 ou mesmo 8M€ por um jogador de 20 anos que esta temporada não teve mais do que 90 minutos de jogo e na época passada cerca de 900 minutos?

NÃO! Impossível considerar um mau negócio... e se derem, como diz o Redmoon mais 20M pelo Cancelo e pelo Bernardo, os dois podem ir com o André.

Se nos abstrairmos de tudo, absolutamente tudo, esta situação deveria coroar Luis Filipe Vieira como um mestre negocial.

Antes de explicar o que está então em causa, deixem-me que vos diga que seria demasiado absurdo que uma venda de um jogador a um intermediário fosse feita às escuras. Ou seja, não tenho qualquer dúvida que Luis Filipe Vieira, pelo menos, terá acautelado a impossibilidade de o jogador ser transccionado em Portugal durante determinado período.

O que está então em causa?

Precisamente a total ausência de estratégia do SLBenfica em matéria de política desportiva derivado do facto de termos as finanças do clube totalmente reféns de um deficit que nos obriga a realizar encaixes financeiros significativos anualmente... independentemente do impacto que isso possa ter no contexto estratégico, ou melhor, no que deveria ser estratégico: A conquista de titulos desportivos.

Como demonstrei no tópico anterior, antes da conquista de títulos - que foi o que fez de nós o Clube que somos - o SLBenfica está hoje em dia refém de muitos vectores que nos têm sido apresentados como inexistentes:



- Empresários de futebol, como Jorge Mendes: Muitos clubes fazem negócios com Jorge Mendes, mas poucos são os que se vêem obrigados a fazer negócios sombrios e com contornos que habitualmente, pelo menos, nada trazem ao Clube e nunca são prejudiciais para o empresário. Só nesta temporada assistimos a autênticas novelas como Roberto, Pizzi ou Fariña, que se juntaram a outros casos como Luisinho ou Michel.

Mas o Jorge Mendes não é o único, haverá outros como aqueles que influenciaram apostar numa autêntica armada sérvia a troco sabe-se lá do quê! Ou de chegarem à Luz uruguaios e paraguaios quase todos os anos (sobram Urreta, Maxi, Cardozo e Gianni Rodriguez depois de já ter saído o Melgarejo e mais uns que passaram pelas camadas jovens) com a assinatura de Aldave e Paco Casal.

Há tempos alguém disse que Vieira não autoriza que ninguém fale com os empresários senão ele. Por algum motivo será...

- Banca, como o BES: A criação do Benfica Stars Fund foi mais uma manobra que continuo sem entender enquanto vejo a forma como é utilizado. Não passa de ser apenas uma forma de antecipar receitas, de forma legal, a troco da alienação de parte dos respectivos passes. Ou seja, compramos por 10, vendemos 20% por 3 - boa, até dá uma ideia de valorização - e passados uns tempos vendemos a totalidade por 20 e fundo recebe 4. Ou seja, além das comissões de gestão e utilização, o fundo recebe um prémio bem elevado pela... antecipação de receitas.

Na mesma linha, para nos assegurarem o cumprimento de diversas responsabilidades financeiras, esses mesmos credores têm cativas algumas receitas de patrocínios e direitos televisivos ou até bilheteira... sob promessa de significativos encaixes financeiros que, ou não obriguem a utilizar certas garantias ou por forma a fazer face aos juros, o chamado "serviço da dívida".

Portanto, na verdade, temos que vender e ponto final, sem qualquer discussão possível, o que me leva a perguntar pela tão propalada recuperação financeira, pelo tal fabuloso trabalha do Administrador que recebe mais de 200.000€/ano + prémios e outras regalias?

Na verdade... estamos na mesma situação que os nossos rivais (todos têm estádios e afins), sendo que os nossos gestores têm uma vantagem brutal: temos uma massa adepta, que eles tratam como "clientes" ou "contribuidores regulares", bastante maior que a dos nossos rivais.

Eu nem quero imaginar o que aconteceria ao SportingCP, por exemplo, se com imensamente menos potencial de receita (menos dimensão, menos adeptos, etc) fosse gerido assim. AH ESPERA! Não preciso imaginar... aconteceu com Soares Franco, Bettencourt e Godinho Lopes!!!! Foi o que se viu...


Ora, então se temos que vender, optar por vender um jogador que nada provou por 15M€ é muito melhor que ter que vender o Rodrigo, um jogador influente, por 20M€, não?

Bom, o problema começa logo no início da frase: Temos que vender. Continuo a não perceber como "temos que vender" depois de tantos anos a não vencer porque estávamos em recuperação financeira, quando na verdade estamos  financeiramente iguais (ou piores) do que aqueles que... GANHARAM!

Depois há a questão da política desportiva! Então mas não queremos efectivamente fazer uma aposta nos valores nacionais e da formação? E vai daí vendemos o jogador nacional (não da formação) com maior potencial de valorização a médio prazo? Ou seja, se agora dão 15M€ por ele... seguramente valerá mais se for bem trabalhado e, segundo dizem, o Jesus é dos melhores do Mundo a fazê-lo. Ou já não é...?

Depois  há a questão do intermediário. Então o Jorge Mendes chegou onde chegou a fazer negócios ruinosos ou de elevadíssimo risco a 15M€? Não sejam ingénuos...

Das duas uma: 

- Ou efectivamente se percebe que o Mendes não é burro e ser+a possível valorizar o André Gomes e tirar dele efectivo e valorativo potencial desportivo e maior potencial financeiro... E nesse caso é uma má venda!

- Ou então, este será mais um negócio de "milhões virtuais" onde na verdade se comunica algo diferente da realidade como aconteceu com Roberto... mas também Pizzi, Fariña, Luisinho ou Michel. Nesse caso não só é uma má venda como ainda pouco transparente.

Ainda há mais uma variável: O jogador foi vendido e sai... quando o Mendes quiser. O Benfica que se lixe! Portanto espero que o jogo de ontem tenha sido o último do André, ou caso contrário todos os minutos agora jogados pelo André no SLBenfica serão para lucro do Jorge Mendes! Mas como as coisas são acredito que como contrapartida dos milhões terá ficado a obrigatoriedade de ser aposta regular (para se valorizar) e o Mendes ir buscar estes 15M e muitos mais...

O André Gomes, rapidamente irá deixar de ser jogador que veio da formação do Benfica para passar a ser jogador dispensado do porto e comprado a custo zero...

Ah depois de escrever tudo isto havia aqui uma peça que estava a faltar. Fui ver e confirmo... 20% do André Gomes está no Benfica Stars Fund e lá vão mais 3M€...

Sim, claro... podemos esquecer todas as conjunturas e mais algumas e dizer apenas isto:
- Vendemos um jogador que não joga por 15M€!
... Ah claro... um jogador que no dia anterior tinha visto a saída travada por Jesus!

Fechem a porta do Seixal!

Avatar
 ●  + 30 comentários  ● 
Ajudem-me a perceber de que clube sou sócio:

- Não se pode apostar na formação, porque senão temos uma equipa que não ganha títulos, mas podemos investir milhões todos os anos em estrangeiros para ganhar precisamente o mesmo: NADA! Mas há que tentar segurar (e "potencializar" como diz o Jesus) os melhores e com isso não há espaço para os miúdos. Há que fazer receitas...

- Temos o Benfica Stars Fund que nos compra parte dos passes dos jogadores que já temos e que depois recebe um prémio de valorização quando os vendemos. Um negócio de antecipação de receitas, basicamente.

- Vendemos jogadores a empresários (Jorge Mendes) porque precisamos de fazer um grande encaixe financeiro que nos permita segurar outros jogadores porque... Para os adeptos não "caírem em cima". Portanto a valorização que poderíamos ter se apostássemos no miúdo, damos ao Jorge Mendes em nome da antecipação de receitas.

- Vendemos jogadores fulcrais se for preciso, à proposta mais alta que obtivermos porque... É preciso fazer receitas.

- Pelo caminho, os putos da formação "terão que nascer mais 10x" pois temos uma equipa de prospeção que encontra jogadores muito melhores para vender do que eles algum dia serão. Só assim se podem fazer receitas.


Eu aprendi a ser do Benfica que tudo fazia para vencer títulos, queria vencer mais do que todos, mais vezes que todos. Isso hoje não interessa nada... O que interessa é que entre dinheiro e já nem há critério... Como diz o Jesus sobre os jogadores, também o dinheiro têm é que existir.. não interessa a nacionalidade, a origem, o destino ou os títulos. 

Como li abaixo escrito pelo Redmoon, se o Mendes amanha aparecer com 12 ou 15M pelo Bernardo ou pelo Cancelo... Vão ja de seguida. No Benfica não há estratégia desportiva porque simplesmente a gestão empresarial se tornou um caus de dividias e más decisões que deixaram a direcção refém deste tipo de necessidades para as quais ja nem têm grandes problemas em ficar expostos. Os papalvos aguentam.

Sim, fiquem felizes com a boa designação que deu o Shadows: Cash in Benfica.

Tudo isto porque o Domingos Soares Oliveira é um brilhante gestor, Luis Filipe Vieira um fantástico líder e Jorge Jesus um fabuloso "potencializador"...

Não reclamem, que outra equipa de gestão ou treinador conseguiria vender um jogador com 95 minutos jogados por... 15M€?

Claro que o Jorge Mendes faz isto por caridade, para ajudar o Benfica apenas e não vai ganhar bem mais do que vai investir, valor esse que o Benfica deixa de ganhar... Tal como deixa de usufruir do potencial desportivo do André, que ficará reservado para outros. Venham as receitas imediatas... Porque a gestão é brilhante e a urgência pelo dinheiro permite tudo!

Um dia ainda nos convencem que bom bom é mudarmos o nome do Clube porque pagam bem por isso...

Mas siga a marinha... O BES enche-se de dinheiro via o Fundo, o Mendes vai ganhar com isto como sempre, o André vai finalmente jogar como merece para continuar a crescer, o Jesus mete mais uma "potencializadora" venda na estatística e o Domingos cumpre a promessa de fazer entrar dinheiro...

... Ah espera, mas e o Benfica!?

Benfica Made in Benfica?! Parvo é quem ainda vai nestas cantigas!

Avatar
 ●  + 102 comentários  ● 
A ser verdade, só mostra o desespero e o aperto que vai nas finanças do clube.

Agora, que Matic saiu, e que André Gomes poderia finalmente conquistar o seu espaço, aí está, a sua venda aos 20 anos, de um médio que, sem ser ainda uma certeza do futebol, tem tudo para vir a ser um jogador de grande gabarito.

Aqui, já estou solidário (sem ironias) com o GB... Ainda ontem o GB teve uma noite feliz e descansada depois de ver a miudagem a jogar bem e a prometer... e hoje acorda com isto... Não se faz! E se o Benfica Made in Benfica é isto, pois bem Sr. Vieira, estamos conversados.

Mais aldrabices da Direção?! Não, equívocos nossos!

O melhor plantel do Benfica dos últimos 30 anos foi um equívoco nosso. Escapou-se-nos o pormenor de que era só até Janeiro! Culpa nossa que não ouvimos bem!

Roberto vendido por 8.7 milhões?! Equívoco nosso que não percebemos (nem nós nem a CMVM) que os 8.7 milhões não eram cash mas sim a perna esquerda do Pizzi! Sim, porque 8.7 milhões não davam sequer para trazer o Pizzi todo!

Benfica Made in Benfica?! Outro equívoco nosso! Afinal, o esforço não era para ser feito em valorizar os nossos ativos no nosso clube e vendê-los mais tarde como jogadores feitos, ganhadores, valorizados e com uma história dentro de portas.

O Benfica Made in Benfica é afinal e apenas Cash Made in Benfica, é o vender tudo a preço de saldo antes que o barco afunde de vez, estilo Sporting que se gaba das brilhantes escolas que tem, mas onde todos os seus craques saem bem cedo sem um único momento alto passado com a camisola leonina. Quando era com eles, gozávamos e achincalhávamos, agora como é connosco já devemos aplaudir!

E depois ainda vêm com cantilenas estilosas e os exemplos do Barcelona, como se no Barcelona, algum jogador talentoso saia de lá para outro lado qualquer!

Devem pensar que se vende um Xavi ou um Iniesta, ou um Ronaldo, um Rui Costa, um Nani ou um Figo, e vem das escolinhas um exemplar igual logo a seguir!

Benfica Made in Benfica?! Não me lixem! Parvo é quem ainda vai nestas cantigas!


P.S. Se de facto o dinheiro escasseia e faz muita falta, e é preciso vender, pois bem que se venda, o André Gomes ou outro qualquer. Mas deixe-se então de atirar areia para os olhos dos adeptos. O Benfica Made in Benfica não passa de um mito, como as dezenas de outros mitos e ciclos criados nos últimos 12 anos. 

Os bons jogadores (e nem é preciso serem bons, basta serem promissores) portugueses acabam lá fora. E saem bem cedo, bem antes de termos dado sequer pela sua presença entre nós.


"Foi uma vitória à FC Porto!"

Avatar
 ●  + 26 comentários  ● 



Estas foram as palavras de Paulo Fonseca. Eu concordo.

O FC Porto passa à meia-final da Taça de Liga sem merecer, quer no mérito dentro de campo, quer pelos métodos. Mas ganha 'à Porto'.

Manuel Mota, aquele que só não prejudicou o Benfica na temporada passada graças a um benfiquista que partilhou atempadamente uma denúncia no NGB, levou o FC Porto ao colo, assim como já no jogo com o Penafiel a interrupção devido à chuva também fez um 'click' nos jogadores do FC Porto e lá partiram para a goleada esforçada.

Como já vinhamos a anunciar desde a altura em que se percebeu que o Sporting esta temporada não estaria na disposição de ser o 'bombo da festa', a táctica do SISTEMA seria sempre a de prejudicar o Sporting nas alturas chave. 

O FC Porto precisa do 'inimigo' Benfica mas não tem arcaboiço para Benfica e Sporting fortes, dentro e fora de campo.
Por isso, já que fora de campo Pinto da Costa não consegue puxar para a sua influência Bruno de Carvalho, (que mesmo que tenha de vez em quando algumas expressões infelizes, continua a pautar a sua actuação pela defesa incondicional do seu clube e por afrontar sem receios o poder instituído pelo FC Porto e o 'seu' SISTEMA) toca a arrumar com o Sporting dentro de campo nesta altura crucial da temporada.

E não vão ficar por aqui.

O FC Porto não tem capacidade financeira para aguentar uma temporada sem os prémios básicos da Champions. E portanto, ficar em terceiro lugar, sem acesso directo, e obrigado a vender tudo o que mexer se tal acontecer, será uma tragédia para o Pinto da Costa.

Voltarei a este tema nas próximas semanas.

O plano está traçado: afastar o Sporting e aguentar o Benfica para nova tentativa de humilhação na última jornada.

O Sporting está atento. Estará o Benfica? 



Futebol à parte... 6-1 ao FCPorto! Vai buscar...

Avatar
 ●  + 5 comentários  ● 
Num resultado desequilibrado no Pavilhão da Luz, o Benfica recebeu e goleou o FC Porto por claros 6-1, em jogo da jornada 13 do campeonato nacional de hóquei em patins.

Valter Neves (8' e 40'), Carlos López (8'), João Rodrigues (10' e 15') e Abalos (31') marcaram os golos encarnados, enquanto Caio reduziu aos 38'.

sábado, 25 de janeiro de 2014

EXCLUSIVO NGB: Reforços Assegurados para SLBenfica

Avatar
 ●  + 12 comentários  ● 

Estamos em condições de pressionar Jorge Jesus, perdão, em condições de anunciar para Jorge Jesus quatro reforços de Inverno para o SLBenfica.


Helderóvic Costic, Andrez Gomis, Jonathan Cancelov e Bernard Silvini, todos jovens promissores que chegam já com o "percurso natural" realizado, como o Jesus impõe.

Estes reforços chegam na sequência da convicção hoje expressa por Jorge Jesus de "que quando se fala em lançar jovens não se tem muita noção do que é tirar deles o potencial das exigências de jogar no Benfica".

Mas Jorge Jesus tem essa noção e por isso diz que "Estamos a fazer com cuidado. As coisas têm de ser feitas com cuidado". 

O cuidado que temos tido é tão grande que se dá pouco tempo de jogo aos miudos acima de tudo por dois motivos:

1. Cuidado com a saúde física deles, não já algum dos putos partir-se.
2. Cuidado com a saúde cardiaca dos adeptos, pois aguentar 15' entusiasmantes como hoje é uma coisa... por os putos a sujeitar os adeptos a isso durante 30, 45' pode ser fatal para corações mais frágeis.

Conclui Jesus que "O Benfica tem jogadores jovens portugueses, mas o que importa é se são bons ou não", por isso mesmo e na certeza que estes quatro não nasceram em nenhum país conhecido, logo não têm nacionalidade como o mister gosta, só no verão é que ganham um bronze de cor e trazem o BI em branco para o mister preencher com a idade que quiser. O BI destes jogadores já trás nove datas de nascimento preenchidas e a 10ª vez está agora a ser preenchida no SEF, pois era uma importante condição para chegarem ao SLBenfica.

MAIS A SÉRIO:
A estes quatro miúdos já nem junto o Ivan Cavaleiro que já deixou de prometer e se lhe derem hipóteses dentro de pouco tempo o Nani que se cuide que ele tem capacidade para ser superior.

Porém, eles hoje mostraram uma determinação e uma qualidade e capacidade acima da média, deixando a Jorge Jesus a difícil tarefa de nesta segunda metade da temporada os ir integrando mais vezes, com mais minutos de jogo, como alternativas de rotação da equipa em determinados jogos.

O mister Jesus que se deixe de frases complicadas e científicas para "fugir" à verdade que deixou escapar sobre o que pensava da formação... Há que ter coragem de lançar estes miúdos de forma sustentada.

recentes

ranking