O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 20 de julho de 2013

João Cancelo...

 ●  27 comentários  ● 
Estou a ver o Espanha x Portugal em Sub19 e não posso deixar de partilhar uma duvida, mesmo estando a escrever "em cima" do tópico anterior:

- Quando será João Cancelo uma opção para o SLBenfica? A par de Bruma, é a léguas o melhor jogador desta geração.

Ah espera já sei! Só tem 19 anos, ainda não mostrou o suficiente, está muito verde, é inexperiente, é inferior ao Maxi, ao Silvio e ao André Almeida, tem que ser emprestado ainda a um clube da 1ª Liga, etc etc etc.

Pobre João! Um jogador magnifico, com uma qualidade muitíssimo acima da média. Mas está no Clube errado. Aqui, jovens só argentinos ou sérvios... Os portugueses só lá para os 25 e depois de mostrarem ser melhores que todos, mesmo em clubes piores que os adversários...

Movimento "Clubes de Lisboa Unidos"

 ●  2 comentários  ● 

A Taça de Honra, que se inicía hoje, parece-me uma competição muito interessante e que, porventura, os clubes deveriam dar bem mais importância. 

O SportingCP, então, foi vergonhosa a forma como nem sequer se dignou a estar em Portugal. Definitivamente, os sportinguistas ainda não perceberam que sem "aliados", o Clube do Lumiar não irá tão cedo recuperar.

Nesse sentido, Lisboa e a AFL deveriam unir ao máximo o que outrora o FCPorto pela mão de Pinto da Costa e José Maria Pedroto quis separar.

Todos sabem que a base da estratégia de ascensão do FCPorto, preconizada pelos dois "manhosos" acima, foi a de dividir os clubes de Lisboa, enfraquecê-los e "virar o futebol a Norte". Pelo caminho vimos cair o Estrela, o Belenenses, o Estoril, etc... e ascenderem clubes "de 2ª linha" do Norte, virando todo o poder ao norte do país e toda a influência ao FCPorto e a Pinto da Costa.

É, por isso, de vital importância que os clubes de Lisboa percebam a importância deste tipo de competições e, especialmente, a importância de se unirem. Não se trata de união nos objectivos desportivos, mas união no redimensionamento do futebol nacional, no fortalecimento dos clubes de Lisboa em particular e do Sul em geral.

Tanto Sporting como SLBenfica têm anualmente jogadores excedentários que acabam "encostados" numa qualquer equipa nacional ou estrangeira, quando poderiam ser emprestados ou mesmo cedidos ao Estoril, Belenenses e Atlético.

Outra perspectiva importante será a estratégia conjunta, aqui já contando também com Estoril, Belenenses e Atlético para ajudar os clubes amadores como Casa Pia, Real Massamá, Olivais e Moscavide, Cultural da Pontinha, Pinhalnovense, Futebol Benfica, Sacavenense, Barreirense, Oriental, Alverca, Fabril, 1º Dezembro, Torreense, Lourinhanense, etc.

Uma estratégia conjunta de apoio a estes clubes, no apoio à divulgação dos mesmos, ajuda à formação de jogadores, apoio à partilha e utilização de recursos, negociação de patrocínios alargados, etc. é fundamental à sobrevivência dos Clubes que, com apoios, poderão formar melhores jogadores que possam ser aproveitados por estes clubes de maior dimensão, poderão inclusivé os mais pequenos almejar a subir de divisões e conseguir melhores perspectivas futuras.

O SLBenfica libertou este ano o David Simão, o Leandro Pimenta, o Djianny, o Miguel Victor e o Nuno Coelho, todos eles a titulo definitivo e sempre para clubes fora de Lisboa (ou Portugal) e alinhados com o "statu quo" que mata o futebol nacional. Além destes ainda podem sair Nelson Oliveira, Miguel Rosa, Luisinho, etc. possivelmente para o estrangeiro.

Num plano de acompanhamento próximo dos jogadores, de objectivo de potenciar os jogadores e quem sabe poder fazê-los regressar com condições para vingar no Clube, será que o projecto Belenenses ou Estoril não seria mais interessante para os jogadores? Obviamente que estes clubes também teriam que ver neles interesse, mas estou em querer que a principal objecção em todos os casos seria os custos mensais.

Portanto, assumindo que um jogador do SLBenfica e SportingCP seria sempre interessante para o Belenenses ou Estoril, a questão que se coloca é:

- Não será melhor para os clubes grandes de Lisboa e para os respectivos objectivos de melhorar o futebol nacional, suportar uma boa parte dos custos mensais com esses jogadores e colocá-los a jogar perto e em clubes que, com jogadores assim, poderão melhorar os seus objectivos e "roubar" a posição a clubes que cedem aos poderes instalados?

Fica a questão...

"Portuguesização" do SLBenfica?

 ●  18 comentários  ● 

Como sabem, talvez seja dos poucos que por essa blogsfera fora defendo este movimento de "portuguesização" da nossa equipa. Aliás, além desse, falta ainda a "benfiquização" da nossa estrutura, mas isso são "contas de outro rosário".

Este ano, o SLBenfica já vai para o quarto novo elemento português depois de Steven Victoria, Silvio e o regresso de Ruben Amorim. 

Penso ser um factor positivo, apesar de que não é menos verdade que em sentido inverso sairão Carlos Martins, Miguel Victor, Roderick (para a B) e Luisinho (sem contar com os que não estavam na equipa como Hugo Vieira, Nelson Oliveira, etc.).

Estaremos perante uma tentativa de ter no SLBenfica os melhores portugueses ao alcance do SLBenfica?

Em abono da verdade não é facil ter no SLBenfica mais portugueses. Entre os "jogadores elegíveis" encontramos nomes como Neto, Antunes, Eliseu, Danny, Paulo Machado, Miguel Veloso, Eder e será que mais algum? Isto tendo em conta que o SLBenfica não irá contratar ao estrangeiro jogadores como Ronaldo, Pepe, Coentrão ou Nani...

Dito isto, considero ser um elemento positivo esta tentativa de ter no SLBenfica jogadores portugueses, que conhecem o futebol português, que sabem o significado de um Benfica x Sporting, que percebem a dimensão da rivalidade com o FCPorto, que sabem que jogar em Arouca contra 3.000 adeptos não significa que seja um jogo fácil, que há benfiquistas em toda a parte, que os jogadores são adorados, etc.

É, contudo, importante que estes jogadores não cheguem apenas para "compor o ramalhete" ou para cumprir com as métricas da UEFA. É fundamental, para conseguirmos manter esta aposta e levá-la a dimensões mais fortes e com melhores resultados, que os portugueses sintam que são acarinhados pelos benfiquistas, mas especialmente pelo Clube. Que sintam que podem ser uma aposta válida e que, em caso de igualdade técnica e desportiva com outro jogador estrangeiro... a escolha é pelo português.

Até ao momento, o que descrevi no parágrafo anterior não acontece! É um facto! Aliás, acontece precisamente o inverso e esse tem sido o motivo de descontentamento de todos os portugueses que passam pelo plantel do SLBenfica... TODOS!

O mesmo se aplica aos jogadores da formação! Sim, esta continua a ser possivelmente a minha maior mágoa. Ver jogadores formados na Luz a serem "julgados" pelo que fazem ou não enquanto emprestados/abandonados e constantemente a não terem o apoio e a insistência dos adeptos para que sejam valores activos no plantel.

Ver Nelson Oliveira sair para o Cardiff e manter Rodrigo que nunca justificou mais do que o português (ainda que o hispano-brasileiro seja um belíssimo jogador). Ver o Miguel Rosa sair para o Belenenses, quem sabe se a titulo definitivo depois de ter sido duas vezes consecutivas o melhor jogador da II Liga e nunca ter tipo uma oportunidade no plantel, onde chegam jogadores como Fariña, Urreta, Ola John no meio campo e que também eles são de qualidade "a comprovar" ou abaixo do que se aponta como necessario a um jogador para fazer a diferença no SLBenfica.

Estranhamente, Rodrigo, Fariña, Ola John, Cortez, Melgarejo, etc têm as oportunidades e a paciência dos adeptos... mas quando chega a Nelson Oliveira ou Miguel Rosa exigem-lhes que antes de vestir a camisola provem fora do SLBenfica serem foras de serie.

O hispano-brasileiro (jogador de quem gosto!) teve uma época sofrível no Bolton e não foi muito melhor na Luz (teve um bom arranque) nas épocas seguintes. Resultado? Ele ficou e fica... o Nelson não!

O Fariña ninguém nunca conheceu dele nada que justifique a contratação, Ola John esteve ausente "em formação" durante meia temporada, voltou e fez 5 ou 6 jogos bons e depois "desapareceu". Resultado ambos estão no plantel do SLBenfica... Miguel Rosa, não!

Engraçado que nunca houve esta disponibilidade de Jesus para "trabalhar" Nelson Oliveira ou Miguel Rosa como se dispôs a fazer com Ola John.

Cortez e Melgarejo são jogadores perfeitamente normais na posição de defesa esquerdo, aliás ambos com efectivas carências defensivas, por motivos diferentes. O primeiro é uma recém contratação e o segundo continua por lá (ainda que ninguém o veja em campo)... mas Luisinho tem que procurar clube. Ele que era o tal que Jesus dizia que "partia o lado esquerdo todo".

Neto está no Zenit por 6M€... quando o SLBenfica pagou ao Varzim 400.000 para, entre outros, ter preferência sobre este jogador que rapidamente passou para o Nacional e Siena antes de chegar à Champions e à Selecção.

Eder (do Braga) é, reconhecidamente, um grande jogador. Com grande capacidade física e potência, com excelente movimentação que demonstrou na Académica e reforçou em Braga, mesmo ao mais alto nível na Champions. Mas a escolha do SLBenfica... vai para Markovic (sem desprimor para com a qualidade do sérvio em quem alegadamente teremos investido 10M€) - é certo que o Eder passa uma fase de recuperação de lesão grave e esse processo tem essa "atenuante".

São apenas algumas ideias que gostaria de lançar, novamente, à vossa discussão.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Força para Tito Vilanova.

Avatar
 ●  2 comentários  ● 


A minha antipatia pelo Barcelona e pela sua filosofia é conhecida.
Mas quando se trata da saúde de um ser humano, nada disso importa.

O Barcelona esteve muito bem com Abidal e tem estado assim também com Tito Vilanova.

A Tito Vilanova os meus desejos de coragem e força para enfrentar esta guerra com algo que insiste em não o largar. E que consiga vencer. 
O futebol não tem qualquer importância perante a vida de alguém.

Congresso de Sócios do Sport Lisboa e Benfica

 ●  12 comentários  ● 

Esta manhã acordei de um sonho!

Durante semanas tinha estado a ver na BenficaTV, em blogs, no site oficial e nas notícias desportivas a informação sobre a importância do I Congresso do Sport Lisboa e Benfica. Não! Não era o Congresso das Casas, mais conhecido por nunca terem lá nascido ideias ou projectos para o SLBenfica, mas sim para as Casas...

Chegou finalmente o dia. Um espaço de grandes dimensões como o Pavilhão Atlântico ia albergar o I Congresso de Sócios do Sport Lisboa e Benfica. As casas organizaram transportes para o Congresso, o projecto "Comboio Benfica" esteve ao serviço para um evento que não um jogo, houve parcerias com unidades hoteleiras para albergar benfiquistas vindos de toda a parte do país e do Mundo.

Filas imensas para entrar no maior evento de benfiquismo à porta fechada. Lá dentro, só a BenficaTV fazia a cobertura do evento. Lá dentro, entrevistas a sócios "notáveis", debates de ideias e iniciativas à margem do Congresso. A cobertura do evento, aberto a todos os sócios com mais de 18 anos e 3 de filiação, era feita pela BenficaTV e cá fora estavam os demais orgãos de comunicação que iam entrevistando benfiquistas à entrada e à saída.

O Congresso era presidido pelos orgãos sociais do SLBenfica e orientado por uma Comissão liderada por membros nomeados pela Direcção.

O objectivo era simples: A Direcção iria apresentar as linhas gerais de um plano estratégico para os próximos 5 anos nas mais diferentes dimensões do Clube e SAD.

Contudo, era feito o convite aos sócios para apresentarem moções e projectos à análise, votação e discussão no Congresso. Até um prazo limite previamente estabelecido, qualquer sócio poderia constituir um grupo de trabalho para apresentar projectos à consideração da mesa do Congresso, que fossem dados a conhecer a todos os participantes por via electrónica ou consulta em papel antes da realização do Congresso.

Posteriormente, os mesmos seriam votados, por meio electrónico, e os que recolhessem mais votação por parte dos sócios do SLBenfica presentes no Congresso seriam apresentados no decorrer do último dia dos trabalhos (dois a três dias de duração total) para definição de quais deveriam depois ser aprofundados pela Direcção em conjunto com os proponentes para avaliar a execução e a viabilidade dos mesmos, antes de serem finalmente votados em AG com vista à sua execução depois de ultrapassadas todas as etapas em conjunto com a Direcção e com a supervisão da Comissão Consultiva do Congresso.

O Congresso era um sucesso! As inscrições para o congresso rapidamente se esgotaram e o pavilhão Atlântico esteve esgotado completo no espaço dedicado ao Congresso durante os dois/três dias. Várias propostas foram submetidas à votação prévia dos sócios, várias propostas passaram à fase de apresentação na generalidade no Congresso (com uma votação de 2/3 ou superior)  e dessas, decorrente dos trabalhos do Congresso, reuniões e encontros de opiniões, algumas foram incorporadas noutros projectos e ficou apenas uma proposta complementar à da Direcção para ir também a votação no último dia.

A Direcção sempre disponível para ouvir e incentivar à discussão e apresentação das propostas, seguiu o seu caminho. Os benfiquistas estiveram igualmente em grande relação de respeito com o Clube e a Direcção escolhendo a via da critica construtiva quando entenderam usar da palavra, do respeito pela Direcção eleita pelos sócios e procurando contribuir activamente para um projecto que realmente nascia na Direcção, mas ganhavam dimensão nas bases do Clube.

Após o Congresso seguiram-se iniciativas de trabalho conjunto entre a Direcção do SLBenfica e os proponentes dos projectos complementares, que nunca se substituiram ao projecto da Direcção, mas sim o complementaram em factores que os sócios consideraram mais valias para o SLBenfica.

O resultado de tudo isto foi um único projecto da Direcção, aceite por uma muitíssimo ampla base de sócios do SLBenfica que se envolveram em todo o processo, que contribuiram e se identificaram com as ideias da Direcção que, apesar de eleita, quis envolver os benfiquistas no futuro e dar-lhes a oportunidade de contribuirem activamente para um Clube melhor.

À margem do Congresso foram ouvidos na BenficaTV todos os benfiquistas das mais diferentes correntes de opinião, sempre posicionando as suas ideias de forma respeitosa e com grande elevação e vontade de contribuição para um SLBenfica melhor e sem "lavagem de roupa suja" ou "medição do tamanho" do benfiquismo.

O resultado foi mesmo uma Direcção, esta Direcção (ainda mais) legítimada, os benfiquistas cada vez mais unidos e um projecto onde uma larga maioria se revia e se sentia integrada e parte integrante.

Quando acordei... reparei que isto não é possível, mas fiquei se saber porquê? Porque será que não é possível fazer algo igual ou parecido com esta ideia aqui descrita "em bruto"...

Será desta que acertamos contas com o Atl Madrid

 ●  26 comentários  ● 

Na altura da venda de Simão estariam incluídos 20M€ + dois jogadores. Tal foi afirmado taxativamente nas notícias em Portugal (não em Espanha) e pelo nosso Presidente.

Até hoje de Madrid vieram dois empréstimos: Salvio (2M) e Reyes (1,2M) com custos para o SLBenfica mas que, alegadamente, nos dariam direito a 20% dos passes. Até hoje... não estou recordado de termos visto 1 cêntimo desses 20% nem na transferência de Reyes para Sevilha, nem que tenham sido abatidos aos 13,5M€ que custo o Salvio.

De Madrid veio ainda o Roberto por 8,5M€ e que fora depois devolvido a um fundo do Jorge Mendes por 8,6M€, tendo o empresário assumido o "flop".

Pelo caminho não estão ainda esquecidas as situações de Hugo Leal e Dani, com processos em que o Atlético lesou o SLBenfica financeiramente.

Portanto, num momento em que temos emprestado um jogador sem opção de compra (Silvio) que lhes custou 7M€ e outro que parece vir a caminho (a titulo definitivo?) que lhes custou 13,5M€ num total de 20M€ que deixaram em Braga... será que é desta que "acertamos contas"?


... É que desde o Simão Sabrosa, só me lembro de deixarmos dinheiro no Atlético:  1,2 + 2 + 8,5 + 13,5 = 25,2M€. O saldo é claramente favorável ao Atlético de Madrid que veio cá buscar um... e ainda pagou 20M€ em suaves prestações.

Já agora, ir buscar (e pagar) o Pizzi quando temos o Nelson Oliveira... é, no mínimo, absurdo! O Nelson precisa de ser mais trabalhado e ajudado que o Pizzi, mas é muitíssimo mais valioso e com imensamente mais potencial que o Pizzi... além de que é jogador do SLBenfica e formado no SLBenfica.

Mas isso é só a minha opinião, até porque o Pizzi, alegadamente, já terá feito saber que só vem para ser opção válida. Privilégios de quem não é formado na Luz...

Quem quiser que explique os seus motivos!

 ●  33 comentários  ● 

Bruno Carvalho voltou falar aos benfiquistas no seu Facebook. Por ocasião da recente entrevista ao NGB aprendi a respeitar como benfiquista e pessoa de bem e como legítimo ambicionante a ser Presidente do seu clube do coração - algo que penso ser legítimo a todos os adeptos de um clube.

Eu considero totalmente legítimo que um adepto e sócio de um clube tenha a ambição de ser Presidente. Sê-lo ou não é outra história e seguramente os milhares de sócios do SLBenfica saberão votar em consciência para o bem do Clube.

Da minha parte, e critiquei isso mesmo nos dois últimos actos eleitorais, não preciso nem me orgulho de ver quem massacre a história e a imagem de terceiros para os "afastar", como vi acontecer recentemente. Eu considero-me minimamente apto para fazer os meus próprios julgamentos.

Dito isto, para não ser demasiado exaustivo, deixo-vos o link do Facebook de Bruno Carvalho onde ele enumera os seus 7 Pecados Mortais perante os benfiquistas (cliquem no link para ler).

Parece-me que escolheu todos os motivos pelos quais já vi Bruno Carvalho ser criticado - Eu já dei a minha opinião sobre este benfiquista na análise à entrevista e não vou voltar a esse tema, até porque o que lhe apontei não encaixa em nenhum desses 7 pecados.

Contudo, dado que há sempre tanta critica ao Bruno Carvalho, optei por abrir este espaço à vossa resposta ao próprio, caso não o queiram fazer no Facebook dele e para assim incentivar a discussão saudável sobre este tipo de questões.

Eis os sete pecados que ele justifica no seu Facebook:


1. SOU ORIUNDO DA CIDADE DO PORTO 
2. FUNDEI O PORTO CANAL 
3. SOU SÓCIO DO BENFICA HÁ APENAS 11 ANOS 
4. ALUGUEI UM AVIÃO NA CAMPANHA ELEITORAL DE 2009 
5. ESCOLHI O CARLOS AZENHA 
6. NUNCA FUI SÓCIO DO FC PORTO, NEM DO SPORTING, NEM SOU AMIGO DO SR. PINTO DA COSTA, NEM SOU SÓCIO DO SR. ANTÓNIO SALVADOR, NEM NUNCA APOIARIA O DR. FERNANDO GOMES PARA PRESIDENTE DA FPF 
7. SÓ QUERO APARECER E PROMOVER-ME À CUSTA DO BENFICA

Quem quiser ler a explicação de cada um deles e responder, a minha recomendação é que seja ao próprio e no Facebook do próprio, até para ele poder ler e interagir com quem quiser.

Da nossa parte, consideramos oportuno levantar esta questão para ver se de uma vez acabamos, nós benfiquistas, com esta mania de entre nós próprios termos esta ideia de que quem discorda é um "abutre" ou quem tem ideias diferentes é desestabilizador ou quem critica quer "tacho", etc. etc. etc.

O pretexto é o Bruno Carvalho, poderia ser o Manuel Joaquim ou o António Francisco. Será que não conseguimos conviver com a pluralidade sem pormos em causa a paixão pelo Benfica que nos une?

BenficaTV: A procissão ainda vai no adro

 ●  30 comentários  ● 

Foram hoje conhecidos os primeiros numeros de assinantes da BenficaTV: 80.000. Ou seja, são 792.000€/mes ou se preferirem 9.5M€/ano.

A 1ª fase está concluida: No arranque, ainda sem sequer um único jogo oficial a ser transmitido, a BenficaTV já representa receitas superiores às que a Olivedesportos nos assegurava. É certo que não nos garante o valor "à cabeça", nem antecipações de vários anos, mas em abono da verdade, já não é determinante.

Contudo, os custos da BenficaTV também terão disparado. Recursos humanos, meios técnicos, tempos de satélite, etc. pelo que é fundamental que os benfiquistas que ainda não aderiram e que tenham essa possibilidade, o façam! E mais que isso... que cancelem a Sporttv!

E porquê cancelar a Sporttv? Não, não é por birra! Uma das grandes fontes de receitas da Sporttv serão o mercado publicitário de anunciantes de publicidade no canal e esses serão sempre em número limitado e com recursos a serem investidos apenas onde lhes for assegurado maior retorno, leia-se share.

Nesse sentido, quanto mais assinantes e audiência tiver a BenficaTV, maior será a capacidade do SLBenfica de angariar publicidade no canal e fazer valer a publicidade estática do Estádio e, não esquecer, de investir em publicidade nas modalidades e jogos das equipas de formação. Nada pode ser desprezado!

Obviamente que o SLBenfica tem um longo caminho a percorrer. Sem desprimor para com Palacin, falta à BenficaTV um Director Geral de maior expressão, conhecimento e experiência de TV como canal generalista e temático, que permita à BenficaTV apostar numa grelha mais apelativa e profissional.

Tudo o que escrevi no tópico O Fim das dúvidas na BenficaTV mantém-se actual e por fazer. O sucesso da BenficaTV poderá ser tão maior, na minha opinião, quanto a nossa capacidade de seguir este caminho - que não vou aqui repetir, quem quiser que clique no link.

Importantíssimo não descurar o conceito "multiplataforma" que também abordo nesse tópico e nas vantagens de utilização da BenficaTV nesses moldes, por exemplo, para sócios.

O balanço inicial é positivo, mas está muito mais por fazer do que aquilo que já foi feito. Não podemos continuar a acreditar que os benfiquistas têm, sozinhos, o poder de mobilização.

Sinceramente, a julgar pela forma amadora e fraca como o SLBenfica comunica e aborda alguns dossiers, não estou certo que façamos tudo pela maximização do retorno da BenficaTV. Manter o actual director geral é um mau indício e, se a ideia é mudar, estar a fazer contratações (boas, diga-se) sem primeiro ter o "lider a bordo", parece-me fazer a casa pelo telhado.

Vamos lá Presidente, tem tudo para ser um sonho... não pequemos pela falta de ambição e/ou profissionalismo.

Não se fazem omoletes sem ovos.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Benfica TV - 80 mil assinantes

Avatar
 ●  11 comentários  ● 


Comunicado: Benfica TV atinge os 80 mil assinantes

"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa que a Benfica TV atingiu os 80 mil assinantes, decorridos 18 dias desde o início da emissão como canal premium em diversas plataformas.

O presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira refere que “estes números são um bom indicador de que estamos no caminho certo e que com o empenho e vontade de todos os benfiquistas alcançaremos os objectivos que delineámos. Desejo que a nação benfiquista continue a aderir maciçamente demonstrando assim o carácter singular do nosso Clube”.

A Benfica TV é canal premium desde o passado dia 01 de Julho, emitindo actualmente nas plataformas da PT, ZON e Cabovisão, em Portugal, assim como na Zap, para Angola e Moçambique." - SL Benfica.

Os direitos televisivos III

 ●  19 comentários  ● 


Portugal, 19 de Julho de 2013



Neste último texto sobre o malfadado (pelas suspeitas de pagamentos de comissões que legitimamente levanta) assunto dos direitos televisivos, começo por dizer que já sou subscritor da Benfica TV Premium e que recomendo a todos os benfiquistas que acompanham o futebol, a aderirem. Podemos discordar da linha editorial da estação, demasiado virada para o culto do líder, mas não podemos ignorar que são estas receitas que irão (?) equilibrar as contas da SAD. E por tabela as contas do Clube. Isto se o Sr.º Vieira não continuar a construir “esquemas” para gastar em mais e mais jogadores, a pagar mais e mais indemnizações, etc. Recordo que esta época o Benfica já gastou entre 15 e 20 milhões em contratações (o “faz que é Presidente” diz que temos de estar preparados para os tempos difíceis que se avizinham – os adeptos acreditam) e ainda não vendeu nada...

Recuperemos o que foi dito nestes últimos meses:

A CMVM pediu explicações à SAD do Benfica sobre a intenção de passarem os direitos televisivos do clube para a Benfica TV na próxima época”. 25 de Outubro 2012, SAPO online. Qual a contrapartida que o Clube recebeu por “oferecer” os direitos televisivos à Benfica TV?


Em termos futuros, Domingos Soares de Oliveira acredita que vai ser ainda mais risonho. “Todos sabem que temos um grande desafio que são os jogos do Benfica em casa e a intenção do presidente é que estejam disponíveis na Benfica TV a partir de Junho de 2013. Esse passo, uma vez dado, vai mudar radicalmente a Benfica TV, quer do ponto de vista de distribuição, quer do ponto de vista conteúdos. Vai ser uma Benfica TV muito mais atraente, que os benfiquistas terão cada vez mais orgulho””, afirmou. DSO, Benfica TV, 10 de Dezembro de 2012. Sim, vai ser risonho para os benfiquistas e para a Benfica TV que passa a ser detentora dos milhões que esses direitos televisivos geram.


A Benfica TV vai passar a ser um canal pago a partir de julho, não estando ainda definido quanto custará aos telespetadores que vierem a estar interessados em subscrever o canal, indicaram hoje os responsáveis do clube”. SAPO DESPORTO 1 de Março. E assim foi até ao dia 30 de Junho. Ninguém sabia, excepto a MEO, qual o valor a pagar pela mensalidade.

O Benfica pode ser o primeiro clube do mundo a emitir em exclusivo os seus jogos em casa num canal pago detido pela própria SAD. Fontes do mercado consideram a ideia «arriscada», mas a direcção benfiquista assegura ter um estudo que garante a viabilidade do projecto”. BOLA online 12 de Março. O famoso estudo garantia a viabilidade do projecto mas não conseguiu fixar o valor da mensalidade… Será que existiu algum estudo sério e credivel, ou apenas umas contas feitas pelo contabilista da SAD? Tenho as minhas dúvidas…

Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD do Benfica, confirmou hoje que as negociações com "todas as plataformas" para a transmissão dos jogos de futebol do clube fecham até final de Abril”. SOL/Lusa, 9 de Abril. Neste tópico faltou dizer quanto vai pagar a Benfica TV para ser transmitida em cada uma das plataformas… Mas como também não disseram – problema do Estudo - quanto iamos pagar pela assinatura mensal, fico com a ideia que isto anda tudo à sorte…

Na temporada que agora está a terminar, 2012/2013, a Juventus, bicampeã em título, vai receber 95,9 milhões de euros referentes aos direitos de televisão.  Em segundo lugar aparece o Milan (79,91 milhões de euros), em terceiro o Inter (79,82 milhões de euros), depois o Nápoles (61,54 milhões de euros), a Roma (59,82 milhões de euros), a Lazio (48,8 milhões de euros) e a Fiorentina (43,59 milhões de euros)”. BOLA online, 30 de Maio. Curiosamente em Portugal, a Olivedesportos sempre negociou os direitos televisivos dos 3 grandes, numa base de retribuição semelhante. Os “representantes” do Benfica aceitaram esse principio. De borla? Insisto…

A exploração dos direitos televisivos directamente por parte do Benfica, à partida é um enorme passo na afronta a um “sistema” complexo que começa nas nomeações dos árbitros de futebol, passa pelo branqueamento ou polemização, conforme as equipas beneficiadas ou prejudicadas pelos erros dos árbitros, e também consoante o nome dos árbitros, e terminava numa retribuição financeira que colocou o Benfica e o seu recorde de sócios no Guiness, ao nível do FCP e do SCP, durante 10 anos.

O esquema funcionava bem e dava os titulos sempre ao mesmo clube. Com este passo do Benfica, há 15 jogos que a Sportv vai deixar de manipular e 15 arbitragens que deixarão de ser condicionadas por eles. Quer dizer: espero que a BTV tenha instruções para repetir tantas vezes os lances polémicos, como a Sporttv! O meu receio (bem real) é ver a BTV deixar passar casos gravissimos como no Benfica-FCP em juniores, onde nos sonegaram 2 penaltys e a palavra “penalty” só a muito custo saiu da boca dos assalariados da BTV. Comparando com o caso Capela, onde se manipularam imagens para tirar conclusões erradas, o referido jogo de juniors apresentou lances mais limpos e de fácil visibilidade onde fomos sempre prejudicados.

Entretanto hoje saiu a seguinte noticia:

O presidente do Conselho de Administração da Sport TV, Joaquim Oliveira, disse hoje aguardar a decisão final da Autoridade da Concorrência (AdC) sobre o controlo conjunto da Sport TV pela Portugal Telecom (PT) e pela Zon.” – SAPO ONLINE, 18 de Julho. Que é que isto quererá dizer e que implicação poderá ter na Benfica TV? Não sei, mas ainda não me consegui convencer da bondade do actual projecto de Vieira para o Benfica e seus direitos televisivos. A prova está em que, primeiro transferiu os direitos televisivos (que valem milhões) do Clube para a Benfica TV (roubo n.º 1). Depois transferiu o capital social da Benfica TV para a Benfica SAD (roubo n.º 2). Em 3 “penadas”, o Clube, tecnicamente falido em mais de 90 milhões de euros (!), fica sem a maior fonte de receitas que qualquer clube de futebol tem. Tudo em favor da SAD onde o Sr.º Vieira, Joaquim Oilveira, BES e Somague têm uma parcela de quase 20% do capital social...

Onde está a coerência deste processo?

Avatar
 ●  21 comentários  ● 

Imagem da notícia no site do SL Benfica

A 11/12/2012 foi assim:

"O jogador Leandro Pimenta renovou esta terça-feira contrato com o Sport Lisboa e Benfica por três anos, o que significa que ficou ligado ao Clube até 2016. 


O futebolista, de 22 anos, tem agora uma cláusula de rescisão fixada em 30 milhões de euros.

Recorde-se que o médio Leandro Pimenta tem feito esta época parte da equipa B do Sport Lisboa e Benfica, onde tem sido um dos elementos mais utilizados pelo treinador Luís Norton de Matos."

- retirado de Sport Lisboa e Benfica

A 18/07/2013 é assim:

"Aos 23 anos, Leandro Pimenta rescindiu com o Benfica e assinou três temporadas pelo Gil Vicente. O anúncio foi feito no site oficial dos galos e faz do ex-jogador da equipa B das águias o 15º reforço gilista. 


Leandro Pimenta é um médio defensivo e já trabalhou na época 2011/12 com o treinador João de Deus, na altura ao serviço do Atlético. No último mês de dezembro renovou com o Benfica até 2016 e passou a ter uma cláusula de rescisão de 30 milhões." - retirado de Maisfutebol.


Como se renova um contrato em Dezembro (pagando prémio de assinatura) para 7 meses depois prescindir do jogador?

O Gil Vicente pagou 30 milhões de euros pelo Leandro Pimenta? O jogador foi liberto a custo zero do seu contrato?
Mais um caso na verdadeira roda viva de entradas e saídas que é a equipa B do nosso Benfica. 

Eu avisei sobre isto...

 ●  39 comentários  ● 
Ontem falei precisamente nesta questão. Num comentário aqui no blog, sobre eventuais saídas, escrevi:

"Como inevitabilidade, penso que nos arriscamos a que os "tubarões" ataquem o Salvio e isso nos impactar muitíssimo na construção da equipa".

Pelos vistos os meus receios confirmam-se e o SLBenfica acabará mesmo por perder o Salvio, face à inevitabilidade do assédio dos grandes clubes e face à necessidade de realizar dinheiro.

Fica a dúvida: Garay ao que tudo indica sairá, Cardozo também e junta-se este potencial negócio Salvio num total de receitas na ordem dos 10 + 12 + 30 = 52M€ (os tais 50M que referi que precisávamos...).

Contudo, abrem-se duas questões se sairem estes jogadores:

1. Não temos substituto (nem suplente) à altura de Salvio. Não temos, "lado direito do ataque".
2. Será que até 31 de Agosto conseguimos ter a certeza que seguramos Matic? Ou visto por outra perspectiva, será que vale a pena segura-lo se pudermos vender por 40M€? Se é para fazer uma "revolução" na equipa, não será melhor aproveitar o momento de Matic e maximizar já a venda antes que possa desvalorizar para a próxima época - até com o impacto da crise financeira?

PS- Pizzi? Não conheço... já vi que era avançado (tipo Saviola), O Jogo fala em extremo!! Enfim...

Braço de Ferro entre Argentina e Sérvia

 ●  13 comentários  ● 

Quem vai mandar no Balneário?

Um dos temas quentes continua a ser Óscar Cardoso, que apesar de ter chegado a Lisboa "com muitas malas", segundo a RRenascença já parece estar de partida para a Turquia. Mas enquanto se confirma ou não, assiste-se a um grande Dérbi na Luz: O Argentina x Sérvia!

Na luta pelo supremacia do Balneário da luz, onde a língua sul americana impera fortemente, tivemos este verão uma "invasão" Sérvia, que agora com 5 elementos na equipa A ameaça dominar por maioria o nosso plantel. Os argentinos, que já há largos anos para cá dominava este departamento vê-se assim na iminência de partilhar a balança. No entanto, os argentinos parecem vir a ter um reforço para voltar  dominar este assunto: LUIS FARINA!


Segundo as nossas fontes, está por horas o entendimento total entre o Benfica e o médio Luis Fariña, que, tudo indica, irá assinar com as águias ainda esta semana por cinco temporadas. O argentino é esperado em Lisboa, como o próprio já fez questão de dizer, para acertar o seu contrato com o clube. Fala-se numa verba de 3,5 milhões de euros pela contratação do médio, numa operação patrocinada por um fundo de investimento (mais um...). 

O mais giro, é que ele parece que vem só para dar uma "forcinha" ao clã argentino durante uns meses, pois já afirmou que vê o Benfica como um trampolim para chegar às principais ligas europeias. Ontem, em declarações à rádio Tyc Sports, explicou a sua preferência pelas águias e não escondeu que pensa noutros voos. "Tinha várias propostas, mas foi a do Benfica a que mais me agradou. A nível económico, tinha propostas muito superiores, mas Portugal é uma grande montra e fica mais perto de Espanha e Inglaterra", atirou. Já parece ter tudo estudado este jovem! Ainda nem vestiu a gloriosa camisola, e já se imagina a andar por outras paragens! Não me entendam mal, é uma opinião válida e até verdadeira esta do Farina, pois nós (Portugal) não estamos no topo da cadeia alimentar do futebol mundial, como a Espanha ou Inglaterra, mas não posso aceitar que este "projecto de gente" e aspirante a futebolista, que ainda não provou nada, já esteja a pensar no próximo passo sem ter antes aterrado nestas bandas! Antes de aprenderes a cruzar, podias aprender a não abrires a boca sem pensar. 

Enfim, no entanto, gostaria aqui de afirmar com algum orgulho que esta época, as coisas até estão mais equilibradas em termos de plantel: Portugal com 7 jogadores ainda é primeiro ( não contando com Luisinho, Nelson Oliveira e Yanick, pois nenhum deve por cá ficar), segue-se Brasil (Michel não deve ficar, e o Bruno Cortez nem sempre deve estar no balneário para poder votar, pois ainda deve estar a recuperar das subidas pelo seu flanco, depois para recuperar de volta á posição demora sempre um bocado), Sérvia e Argentina com 5 elementos cada. Vamos ver como isto fica no final das contas! Está tudo em aberto!!

Quanto ao resto, Sintam a Mística, Carrega Benfica!!

quarta-feira, 17 de julho de 2013

O destaque dos jogos na Suíça.

Avatar
 ●  5 comentários  ● 




Anúncio em destaque na página oficial do Benfica.

Avatar
 ●  9 comentários  ● 


Anúncio na página inicial do site do Sport Lisboa e Benfica. Consultem aqui.

A grande vitória do FC Porto

 ●  54 comentários  ● 

"A GRANDE VITÓRIA DO FC PORTO, A HIPOCRISIA BENFIQUISTA,
E OS MEUS 7 PECADOS MORTAIS

1ª PARTE: A GRANDE VITÓRIA DO FC PORTO

Indo directo ao assunto, e sem rodeios, a grande vitória do FC Porto consiste no facto de ter conseguido reduzir o Benfica a muito pouco, ao ponto de os Benfiquistas já não saberem o que o Benfica é.

Ora vejamos, nos últimos 10 anos o Benfica perdeu 8 campeonatos e nos últimos 20 anos perdeu 17.

As novas gerações ouviram falar de um grande Benfica, mas nunca viram esse Benfica, nunca o viveram.

É com estes jovens que eu me solidarizo e é com eles que me preocupo, pois eles são o futuro do Benfica.

Os sócios mais velhos sabem bem o que é (ou era) o Benfica, mas, lamentavelmente, a maioria deles parece ter-se esquecido.

Muitos dos sócios mais velhos são os grandes culpados do que se passa no Benfica.

Os mais velhos foram “comprados” com a ideia que têm 50 votos enquanto os mais novos têm 1 voto.

E não me venham com histórias que é por causa do Vale e Azevedo, até porque o problema de Vale e Azevedo não era o de não ser Benfiquista porque o era e hoje até teria, também, direito a 50 votos. 

O problema de Vale e Azevedo era o de ser vigarista. Para além do mais, Vale e Azevedo já saiu do Benfica há 13 anos.

Sejamos francos, a maioria dos sócios mais velhos gosta é de ter 50 vezes mais votos que um sócio jovem e 200 deles valerem tanto como um Pavilhão Atlântico à pinha com 10.000 sócios de 1 voto.

Mas o pior de tudo é que grande parte dos sócios mais velhos devia exigir outro Benfica, mas eles não o fazem.

Assim o Benfica caiu numa situação chocante: os mais novos querem mudar, mas não têm poder eleitoral para isso. A maioria dos sócios mais velhos, que sabe bem que o Benfica não é nada disto do que vemos actualmente, está toda contente com os seus 50 votos e não querem mudanças.

Sabem uma coisa? Eu tenho 44 anos e nasci em Dezembro de 1968.

Já vi o FC Porto ser Campeão Europeu por 2 vezes, já vi o Porto ganhar Taças UEFAs, já vi o Porto ganhar Taças Intercontinentais, já vi o Porto ser campeão nacional um número infinito de vezes, já vi o Porto ser tri, tetra e até pentacampeão, já vi o Porto a ultrapassar-nos em número de títulos, já vi o Porto a roubar-nos sistematicamente jogadores, já vi o Porto a dar-nos 5, já vi o Porto fazer do Estádio da Luz o seu salão de festas, já vi o treinador do Benfica ajoelhar-se nas Antas, já vi tudo isso e estou farto!!!

Farto, ...não! Fartíssimo, irritado, furioso, enojado e, sobretudo, triste!

Nunca vi o Benfica ganhar uma competição europeia, nunca vi o Benfica ser pentacampeão porque nunca o foi, nunca vi o Benfica ser tetracampeão porque nunca o foi e a última vez que vi o Benfica ganhar 3 campeonatos seguidos foi em 1977, tinha eu 8 anos. E mesmo para conseguir ver o Benfica ganhar 2 míseros campeonatos seguidos há que recuar até 1984, isto é, andar 29 anos para trás, tinha eu 15 anos nessa altura!

Tenho vergonha e sinto uma profunda revolta com a satisfação que “estar nas decisões” traz à massa associativa do Benfica sem depois se ganhar nada!

A grande vitória do FC Porto foi a diminuição brutal da exigência dos Benfiquistas.

A grande vitória do FC Porto é constatarem que os Benfiquistas ficam contentes mesmo não ganhando nada.

A grande vitoria do FC Porto foi a de os Benfiquistas já não saberem o que é o Benfica.

A verdade é que os Benfiquistas são vítimas de uma imprensa que os engana e manipula constantemente.

Os Benfiquistas são vítimas de um discurso arrogante de Presidente, dirigentes e treinador que não corresponde minimamente à realidade dos factos e dos resultados.

Finalmente, os Benfiquistas são vítimas de si próprios porque não querem ver a realidade.

Os Benfiquistas vivem iludidos e por isso muitos deles não gostam do que acabaram de ler.

Muitos vão dizer que não se devia criticar e o que é preciso é estarmos unidos e apoiar.

Apoiar o quê? Querem continuar a perder? 

Há que enfrentar os factos e ser capaz de perceber o problema.

Quando se está doente não adianta ignorar a doença, é preciso enfrentá-la. E quanto mais depressa melhor!

Não mudemos rapidamente de vida e verão que até em número de campeonatos ganhos seremos ultrapassados.

Não tenham ilusões, esse é o grande objectivo do FC Porto!

E já não falta muito para o alcançarem.

E quando esse dia chegar será a nossa derrota total.

Estamos à espera de quê para mudarmos as coisas?" - retirado do facebook de Bruno Carvalho.



P.S.: Comentem o texto e não o seu autor.

Os candidatos a sair da Luz

 ●  11 comentários  ● 
Vamos resumir primeiro as entradas e saídas do SLBenfica até este momento: 


Saídas: 

Luciano Teixeira - Metz (Definitivo), Tiago Duque - Belenenses (Definitivo), David Simão - Arouca (Definitivo), Miguel Vítor - PAOK (Definitivo), Alan Kardec - Palmeiras (Empréstimo), Nolito - Celta de Vigo (Definitivo), Felipe Menezes - Palmeiras (Definitivo), Diego Lopes - Rio Ave (Empréstimo), Nuno Coelho - Arouca (Definitivo), Lionel Carole - Troyes (Definitivo), Djaniny - Nacional da Madeira (Definitivo) 


Entradas: 

Filip Djuricic (SC Heerenveen), Miralem Sulejmani (Ajax), Stefan Mitrovic (Kortrijk),  Lazar Markovic (Partizan), Steven Vitória (Estoril), Lisandro López (Arsenal Sarandí), Sílvio (A. Madrid), Bruno Cortez (São Paulo). Entradas para Equipa B: Didi (V. Guimarães), Jim Varela (Peñarol), Marcos Valente (Penafiel), Harramiz Soares (União Montemor), Elbio Álvarez (Peñarol), Filip Markovic (Partizan), Mário Pereira (Leça), Uros Matic (Kosice), Jorge Rojas (Cerro Porteño).

Actualmente temos investidos no plantel cerca de 22M€, o que considera uma necessidade de receitas por realizar na ordem dos 50M€ (ou mais, considerando que as contratações ainda não estarão fechadas), por forma a termos um superative superior a 25/30M€.

Dito isto, quem consideram ser os candidatos a saídas e qual o impacto que consideram que isso terá no plantel, ou seja, em caso de saída desses jogadores, o que será necessário ser efectuado (ou não) para compensar essa saída.

Questões que lanço para debate:

1. Quanto considera ser o valor que o SLBenfica tenha que realizar em vendas?
2. Que jogadores considera que ainda acabarão por deixar o SLBenfica?

Balanço dos jogos na Suíça.

Avatar
 ●  18 comentários  ● 



3 jogos/2 vitórias/1 Empate

12 golos marcados/6 golos sofridos

5 golos sofridos nos jogos mais difíceis, sendo que o score final de GM/GS é apenas desequilibrado pelo score do primeiro jogo(1-6).

O que acharam destes primeiros jogos? Quem se destacou? Quem menos entusiasmou? 

Que táctica irá apresentar JJ? Estamos mais fortes? 


Nota: Ainda sobre o post anterior e Bruno Cortez. 'Dar tempo' é coisa que não há no Benfica. Deixo um exemplo: 'dar tempo' a Melgarejo no ano passado. Comprometeu o 1º jogo do campeonato e perdemos 2 pontos no arranque, frente ao Braga. 2 pontos que fizeram falta no final. Querem 'dar tempo' e voltar a festejar o vice-campeonato?

terça-feira, 16 de julho de 2013

A saga do defesa esquerdo continua?

Avatar
 ●  80 comentários  ● 

Bruno Cortez

As primeiras impressões são péssimas. Precisamos de alguém que saiba...defender! Posicionamento, velocidade, capacidade de ler o jogo do adversário e antecipar situações...tudo coisas que por enquanto Bruno ainda não mostrou possuir.

Apressaram-se os 'jornalistas' desportivos a fazer artigos referindo que 'Cortez tem merecido toda a atenção de JJ'...'O técnico aprecia as qualidades do jogador e está apostado em trabalhar os apectos que necessitam de ser melhorados'.
Ou seja, descansem que o Mestre vai transformar mais um copo de água em vinho do melhor. Como fez com Emerson ou Melgarejo.

Veremos como decorrem os próximos jogos a Bruno Cortez. Esperemos que bem melhor.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

O regabofe das posições "sete", "onze" e "nove e meio" na era Jorge Jesus

Avatar
 ●  62 comentários  ● 
Na primeira época de Jorge Jesus no Benfica, para a posição 7 chegou Ramires (e Ruben Amorim para remediar). Na posição 11 já havia Di Maria, ao qual se juntou Fábio Coentrão, e para a 9.5 (como JJ gosta de chamar à posição de segundo avançado) chegou Saviola que nunca teve substituto natural.

Nessa primeira época, Saviola era a peça da cristaleira que não se podia partir, ainda que os substitutos do 7 e do 11 fossem também de qualidade muito inferior à dos titulares (Coentrão raramente funcionou a extremo, e o Ruben era o Ruben).

Mas Saviola era a chave do sistema, e sem Saviola não havia Benfica com mobilidade. Vai daí, Jorge Jesus trouxe o primeiro 9.5 alternativo, Éder Luís (5 milhões de euros), que todos os benfiquistas perceberam que era bom de pés mas que não se adaptou, e mostrou o nervoso miudinho que às vezes impede grandes jogadores de triunfar, por não terem a mentalidade certa.

Ainda em Janeiro dessa primeira época de 2009/2010, o Benfica, na busca urgente dessa alternativa para Saviola e já prevendo a saída de Di Maria no final da época, mexe-se muito bem (em teoria) no mercado, contratando Gaitan e Jara que só chegariam no Verão seguinte.

Entramos então em 2010/2011, já sem Di Maria mas com Gaitan (que virou peça única já que o substituto Fernandez foi um barrete, Peixoto estava amaldiçoado e Coentrão virou defesa), e à direita um grande problema causado pela saída de Ramires, com muitos jogadores a serem falados mas que nunca chegaram, acabando nós à ultima da hora com o empréstimo de Sálvio, excelente jogador, mas muito ofensivo, bem diferente de Ramires, e que levou o Benfica de Jorge Jesus para essa dimensão super ofensiva e atrás sempre com o credo na boca.

E Sálvio virou também peça única, sem substituto natural, enquanto na frente, Jara (que tem vídeos no youtube de jogador simplesmente fabuloso na Argentina), também nunca se mostrou à altura de substituir Saviola. E com Jara foram mais 5 milhões de euros à vida.

Entramos em 2011/2012, e Sálvio regressou a Madrid. E para as posições 7 e 11 chega Bruno César, Nolito, Djaló e Enzo. Gaitan passou para a posição 7 porque Enzo bem cedo deixou de contar, e Bruno César e Nolito discutiam a posição 11. Yanick nunca contou. E finalmente, dois anos depois e depois de 10 milhões de euros gastos, Jorge Jesus acertava finalmente com a alternativa a Saviola, chegando Rodrigo, jogador muito promissor e que custou mais 6 milhões de euros. Tudo mais ou menos bem até aqui.

Mas em 2012/2013 começou o desnorte! Gaitan não saiu como os dirigentes do clube adivinhavam (não encontro outra explicação possível). Já tínhamos 3 extremos de qualidade para as alas a que se juntou o quarto com o regresso de Enzo Peres à Luz. Mas não satisfeitos com o que havia, investiu-se ainda muito, muito dinheiro em Olá John e Sálvio, elevando o numero de extremos no plantel para 6 (!!), e todos eles, à exceção de Nolito, a custar de 5.5 milhões para cima. Com Ola John foram mais quase 10 milhões (pagos por nós?), e Sálvio mais 15 milhões! 

Em compensação, este nível de qualidade escasseava em outras posições do campo, e tínhamos, claro, um plantel desequilibrado. As vendas de Witsel e Javi enfraqueceram mas ajudaram a equilibrar, pois Enzo passou para o centro e os extremos passaram a ser 5, ainda assim, um número desajustado. E continuaram a ser cinco até Janeiro, altura em que Nolito e Bruno César sairam, reduzindo o número de extremos para 3, ao qual de juntou Urreta para equilibrar as contas. O equilíbrio voltou.

Mas para a nova época, e bem sei que os planteis ainda não são definitivos mas, a Ola John, Sálvio e Gaitan (33 milhões de euros de "mercadoria" da boa!!), e presumindo que Urreta já não conta, juntam-se agora Sulejmani e Markovic (mais 9 milhões de euros investidos na posição 11 e mais dois jogadores que chegam para ser titulares), voltando a elevar para 5 o número de jogadores que disputam duas posições, e todos eles internacionais e com objetivos de titularidade. 

Sairá Gaitan? Sairá Olá John? Sou só eu a achar que pelo menos um deles terá de sair?

Resumindo e baralhando: Muito dinheiro se tem gasto nestas posições 7, 11 e 9.5. O nível dos jogadores contratados tem sido de forma geral elevado, e Jorge Jesus não se tem enganado mas, seremos hoje, nestas posições, muito melhores do que éramos em 2009/2010 quando o regabofe dos extremos começou? 

Pessoalmente acho que não! Inegável que temos nas alas grande parte da nossa força mas, essa força sempre existiu em qualquer das épocas de Jorge Jesus. O que não existe é essa força noutras posições, esse sim um grande problema, e que tem sido quase sempre muito mal resolvido. 

Tivéssemos nós, ou quem dirige o clube, claro, gerido estes dossiers com outro critério, e talvez hoje pudéssemos ter um plantel, no geral bem mais equilibrado e com mais qualidade em mais zonas do campo.

Temos sido, de facto, nas posições 7, 11 e 9.5 um clube de ricos mas, em outras posições, se calhar até mais importantes, um clube de tostões, remendos e soluções momentâneas! 

É preciso lembrar os folhetins dos defesas esquerdos ou direitos, ou a fragilidade gritante que o ano passado revelámos nas posições 6 e 8, sempre com o coração nas mãos, para que aqueles dois pêndulos do meio nunca se partissem? 

Ou serei só eu a achar que esta gestão das necessidades da equipa não tem sido bem feita?


Rola a bola...

 ●  2 comentários  ● 


Portugal, 15 de Julho de 2013

Enquanto não concluo a trilogia dos textos sobre os direitos televisivos, com mais um texto que irá deixar os cabelos em pé aos que acreditam no “Pai Natal” do “sabemos para onde vamos” e da “credibilidade”, eis que a bola já rolou na fase “Gamma” (escrevi texto sobre o mesmo tema no ano passado) da pré-temporada, com 1 empate e 1 vitória.

A fase “Gama” da pré-temporada caracteriza-se por uma “misteriosa” parceria com a firma Gamma Sports que dura (no actual modelo) vai para uns 5 anos no mínimo, e na qual sempre se disse que a Gamma Sports era quem pagava as despesas do estágio do Benfica, assim como era essa empresa que calendarizava os jogos desse mini-estágio, normalmente passado na Suíça.
Daí vermos sistematicamente o Benfica jogar um pacote de 3 jogos, sendo 2 deles com 24 horas de intervalo e um terceiro jogo disputado 48 horas após o segundo. Nunca achei esta calendarização favorável aos interesses da equipa, não é agora que vou mudar de opinião.

Dos apontamentos da minha memória, que o tempo é escasso para fazer pesquisa, julgo que nunca conseguimos ganhar os 3 jogos. No estágio que precedeu a conquista do último título empatamos com o Sion. No ano seguinte perdemos com esta mesma equipa no tal jogo que despoletou todas as criticas sobre Roberto. Na época seguinte foi um empate 1-1 com o Servette de João Alves e no ano passado foi um 0-0 com o Lille no 3º e último jogo. Penso também não errar se disser que em nenhum dos anteriores estágios “pagos” pela Gamma Sports, sofremos 4 golos, embora só por uma vez tenhamos marcado 9 golos em dois jogos. 

O total de 9-4 em golos marcados e sofridos vem evidenciar aquilo que uma certa elite pensadora no Benfica não consegue atingir: não há futebol de ataque sem problemas defensivos. E quem defender o contrário ou anda distraído ou é burro convicto.

Mudamos de jogadores, mudamos de defesas, mudamos de guarda-redes, mudamos de centro campistas, mas continuamos a jogar da mesma maneira e a sofrer golos da mesma maneira. Porque o futebol não depende apenas dos executantes, depende muito mais dos modelos de jogo e das dinâmicas de jogo que implicam, função do número de jogadores em cada sector do campo.

No Benfica há uma procura incessante pelo conjunto de jogadores “perfeito” para o modelo de jogo atacante que a “história” do Benfica justifica, uma espécie de busca do cálice do Santo Graal, e como tal, condenada ao insucesso. Mas dá jeito, o povo anima-se com o “Benfica de ataque” (a propaganda agita as ideias e as vontades dos adeptos), a ilusão de “este ano é que é” ajuda a vender mais camisolas e bilhetes, mas no final perdemos o Campeonato ou a Taça com 1 golo em fora de jogo e lá temos de começar tudo outra vez. Com outros jogadores, mais despesa, mais endividamento bancário, mais comissões para os empresários, e “siga a marinha” que o Sr.º Vieira é que sabe como fazer fortuna a partir do zero, mas não para o clube Benfica, tecnicamente falido com capitais próprios negativos de mais de 80 milhões de euros...

Mas bom, há dias alguém me lembrava que se Vale e Azevedo tivesse ganho as eleições de 2000, o clube tinha encerrado as portas. Como agora é que estamos “bem”, tenho de dar o braço a torcer: não percebo nada de contabilidade...

Voltando ao estágio, nem tudo foi mau. A dinâmica atacante é de boa qualidade, vê-se ali muita gente a querer tratar bem a bola, conseguem-se boas jogadas de ataque (e muitos golos), enfim, quando temos a bola nos pés conseguimos fazer algumas coisas bem interessantes (o 3º golo ao Etoile Carouge foi um mimo). A contra partida é que jogadores de qualidade com a bola nos pés, normalmente é sinónimo que não se sabem posicionar quando não temos a bola. Daí as sucessivas “facilidades” com que o adversário consegue criar situações de ataque, concluídas com remates à baliza, onde nem sempre o guarda-redes esteve bem. Mas tudo começa num meio campo que não sabe defender...

Também serve de atenuante o facto de se jogar 2 jogos em 24 horas, ao contrário do Bordéus (vencedor da Taça de França), assim como as muitas experiências que o treinador tem de fazer, o que provocou erros colectivos como os que originaram os 3 golos do Bordéus...

Quanto à Gamma Sports ter pago os últimos estágios, este ano fiquei com dúvidas. Se o contrato era o mesmo, porque razão a atentíssima Direcção do Benfica apenas agora descobriu que o Campo de Treinos do Seixal é óptimo para fazer o estágio? Se o estágio estava pago e este ano o Benfica não utilizou essa oferta, quanto foi o valor do cachet ganho nos 3 jogos agendados pela Gamma Sports com desrespeito pelos interesses desportivos da equipa? Se o contrato era outro, porque razão jogamos com a calendarização que a Gamma Sports quer e não como interessa à equipa? 

E viva a transparência do grupo empresarial Benfica....

Sérvios versus "portugueses"

 ●  20 comentários  ● 
O F.C. Porto contratou os melhores jogadores jovens que emergiram no campeonato português: Josué, Carlos Eduardo, Licá, Ghilas,....e ainda duas esperanças mexicanas, campeões olímpicos.

O S.L.Benfica contratou jovens sérvios, sem experiência do campeonato português. Mas sobre os quais dizem os especialistas que se tratam de bons jogadores.  E felizmente contratou dois laterais (Sílvio e Cortez), por empréstimo.

Parece mais sólida a estratégia do F.C. Porto. Menos arriscada. Contudo as perdas de Moutinho, principalmente, e de James, menos, podem não ser fáceis de colmatar...

Luis Filipe Vieira não cumpre a sua palavra.

Avatar
 ●  11 comentários  ● 

Promessa de campanha eleitoral não cumprida

Revisão do valor das quotas de sócio.

Porque não cumpre a sua palavra, presidente Vieira?

BenficaTV - Moderem a bazófia...

 ●  34 comentários  ● 
Este tópico é especialmente dedicado aos adeptos que já estão a ver algumas noticias sobre a BenficaTV como se fosse um facto já consumado de sucesso garantido. Cuidado! A aposta que a Administração da SAD do SLBenfica fez, e bem, é de altíssimo risco financeiro e operacional, estando longe de ser um sucesso no curto prazo, o que não quer dizer que não venha a ser.


A mudança do local do estágio

Quando se soube, em cima da hora, que o estágio ia ser no Caixa Futebol Campus ao invés de ser em França, ficaram claros para mim os motivos: O SLBenfica não cedeu os direitos de transmissão dos jogos à Gamasport, que por sua vez ficou sem uma importante fonte de receita (a revenda dos direitos à Sporttv) para suportar os custos do estágio do SLBenfica.

Ora, entre um arranque com um conteúdo apelativo e um estágio fora de Portugal, a Administração da SAD optou, e bem, por garantir os jogos e com isso chamar desde já clientes para a BenficaTV Premium, mesmo que ainda no "formato antigo" (já lá vamos a isto do "formato antigo").

Este é o tipo de decisões que espero de um Administrador da SAD como o Dr. Domingos Soares Oliveira.


As audiências

No entanto, logo de seguida vimos duas consequências de "publicidade à Benfica" que me deixam profundamente irritado, pois escolhemos o caminho do populismo ao invés do profissionalismo.

1. Jogo do SLBenfica visto por 12x mais "televisões" que o jogo do FCPorto na Sporttv. A sério meninos? Querem mesmo comparar a audiência de jogos do SLBenfica (ainda para mais os particulares) com os jogos do FCPorto?

Ao longo do ano, é preciso não esquecer que os jogos do FCPorto têm uma grande audiência, próxima dos do SLBenfica, por dois motivos: a) os estabelecimentos comerciais colocam sempre os jogos das equipas grandes; b) além do ponto anterior, há sempre também adeptos do SLBenfica e SportingCP a querer ver os jogos deles, nem que seja na esperança de os ver perder.

Ora, na pré-epoca isso não acontece. Além de os jogos em si terem um share muito mais baixo que os jogos "a doer", dá-se ainda o facto de só realmente os adeptos dos respectivos clubes é que vêm os jogos da equipa para conhecer as "caras novas". Como se não bastasse, os estabelecimentos comerciais também optam sempre por um jogo do SLBenfica em vez de um do FCPorto, porque tem mais "clientes interessados".

Dito isto, não me parece que possamos extrapolar o sucesso da BenficaTV por este elemento, é um indicador positivo, que vem confirmar a tendência e dar argumentos positivos ao SLBenfica na negociação de publicidade, mas... por enquanto só isso.

Nota sobre esta parte: 5.000 adesões num dia que entupiram as operadoras!? Não me gozem... reduzam lá a bazófia.


Promoção do canal.

Não vou escrever muito sobre isto. O Redmoon já o disse no tópico BenficaTV - Dúvidas que se levantam. Tal como aconteceu com os Redpass, a campanha de lançamento do canal Premium foi... inexistente, para não dizer amadora.

A publicidade à Benfica é ir libertando este tipo de informações sobre os shares e adesões e afins, para que o "povão" vá na onda e adira por contágio e envolvidos no sucesso comunicado. É uma forma... de fazer muito pouco e gastar menos ainda.

Na verdade, uma campanha de pré-lançamento antes do dia 1 de Julho, aliada a uma antecipação do novo formato gráfico e de conteudos da BenficaTV e uma campanha publicitária direccionada aos sócios e outra a estabelecimentos comerciais... teria tido um muitíssimo maior retorno.

Penso que perdemos a oportunidade de primeiro preparar uma campanha de adesão ao canal (tal como aconteceu com a venda dos Redpass). Seria uma coisa simples, direccionada à imprensa escrita, site oficial e para partilha nos blogs:

Bastaria criar uma campanha com envolvimento de personalidades do clube, com promoções e brindes para quem adquirisse até determinada data, como por exemplo assistir em exclusivo a um treino à porta fechada com sessão de autografos privada com todos os elementos do plantel, etc - é apenas uma ideia, mas haverá outras.

Primeiro lançamos as coisas e já depois de todos falarem nelas, aparecemos a querer fazer um push sobre a adesão das pessoas, já depois de muito "ruido" criado. Temos capacidade para muito mais e melhor.


O "formato antigo"

Tal como o Redmoon também já tocou neste ponto, aqueles comentários actualmente dão-me... urticária. Reduzam por favor a taxa de bazófia e parcialidade nos comentários. Eu sei que é o canal do Clube, mas também é o canal que pretendemos divulgar com conteudos diversos, logo para adeptos de outros clubes também, ou seja, amantes do futebol em geral.

Para isso é preciso "alterar o chip" e não passar um jogo a partilhar as coisas bonitas e maravilhosas como se estivessemos no país das maravilhas. A função do comentador ou jornalista não é criticar ou elogiar... é comentar, dar a sua perspectiva e levar aos adeptos um relato fiel dos factos. Isto na questão do relato dos jogos.

Quanto ao resto sobre a questão do formato, conteudos e meios, não me vou alongar mais do que aquilo que já escrevi aqui: O Fim das dúvidas na BenficaTV?


Para terminar, dizer apenas que tenho uma expectativa muito boa sobre a evolução do canal, mas temos que ir passo a passo, sem populismos e trabalhando de forma muitíssimo profissional, porque a concorrência que queremos atacar é muito exigente.

E reforçamos mais uma vez o Aviso: Proibida publicidade a streams da BenficaTV.

domingo, 14 de julho de 2013

Vamos falar da pré época?

Avatar
 ●  35 comentários  ● 
O giro dos jogos da pré-época é ver os novos jogadores, não há duvida disso. Pessoalmente, admito, que sem jogadores novos, não perdia tempo a ver este tipo de jogos.

Nas análises que se fazem aos novos jogadores, cada um vê as coisas à sua maneira, e todas as opiniões são discutíveis.

Daquilo que vi até agora, apraz-me dizer o seguinte:


      - Lisandro e Mitrovic têm presença e estampa física. Mas preciso de ver mais, especialmente em termos defensivos.

      - Cortez tem pormenores de jogador. Ofensivamente parece porreiro, mas deixa-me um pressentimento que será propenso também a erros individuais defensivos, daqueles jogadores capazes do melhor e do pior. Num defesa valorizo sempre a consistência antes de qualquer outra coisa.

     - Steven Vitória esteve nervoso, e o terceiro golo responsabiliza-o

     - Sulejmani, Djuricic e Markovic têm pezinhos e podem ser caso sério. Mas defensivamente parece-me que podem ser um problema, daquele tipo de jogadores que jogam a passo e só com tração à frente. Matic e Enzo que se cuidem. Jorge Jesus vai ter aqui muito trabalho.

     - André Almeida é um jogador de quem gosto. Não é de grandes brilharetes mas é certinho e raramente comete um erro. Para mim isso é fundamental nas grandes equipas.

     - Ao contrario do André Gomes. Tem futuro e pézinhos. Mas eu tenho alergia a jogadores que erram tantas vezes nas coisas simples. Emprestava-o, embora reconheça que hoje correu muito e parece determinado a  agarrar um lugar.

    - O mesmo de Urreta. Ontem fez coisas magnificas. Mas outras horríveis em coisas tão simples. Para mim este tipo de jogadores não serve, porque é daquele tipo de jogadores que custam mais pontos do que os que dão, nas contas do final de época.

    - Rubem Amorim, um jogador com quem não simpatizo muito. Muito fácil para ele perder bolas quando pressionado, e que acabam sempre por colocar a equipa em dificuldades, muitas vezes apanhada em contrapé. Eu sei que também sabe jogar bem, mas eu valorizo muito mais a consistência do que a inspiração momentânea. Não me parece substituto à altura para Enzo ou Matic, especialmente num caso de lesão prolongada. Falta-nos mais um médio centro.

     - Sílvio à direita parece-me com condições de agarrar o lugar. À esquerda parece-me que só mesmo para remediar.

     - Artur, oxalá me engane, mas receio que venha a ser um problema este ano. Mentalmente parece-me fragilizado porque sabe que os adeptos já desconfiam dele.

     - Enzo e Sálvio – aquela máquina. Enzo a capitão quando Luisão sair.

     - Gaitan, para mim o único jogador a quem eu autorizo a errar individualmente. Nas grandes equipas só há lugar para um jogador deste tipo, e para mim esse papel só pode caber a um jogador magnifico. Acho que lhe falta sentir-se mais importante.

     - Matic, o protótipo do excelente jogador. Não tanto pelas coisas brilhantes que faz sempre mas, porque mesmo quando não é brilhante, nunca perde bolas nem coloca a equipa em dificuldades. Aquele tipo de jogador em quem todos os colegas confiam. Uma pena que possa sair.

     - Olá John. Eu vendia-o. Temos opções e o holandês joga demasiado a passo para o meu gosto.

     - Lima, está pronto para ser o matador da época. Quando puxa a colatra faz-me lembrar o Isaías, que foi só o meu jogador favorito no Benfica durante muitos anos.

     - Cardoso, faz falta quando é preciso uma presença mais física na grande área adversária.

     - Rodrigo, pode beneficiar se Cardozo sair. Tem de passar a jogar mais na área, em vez de andar ali sem missão bem definida na tentativa de dar largura à equipa quando ataca.

     - Mitchell, fez ontem ou hoje alguma coisa bem?

     - Djaló, claramente uma carta fora do baralho.



E vocês caros Benfiquistas? Querem falar de algum jogador? Vamos falar da pré época?

Aviso: Proibida publicidade a streams da BenficaTV.

 ●  60 comentários  ● 

Publicidade a streams da BenficaTV no NGB? Não!

E qualquer blogue que faça publicidade intencional a streams dos jogos do Benfica será excluído da nossa lista. 

Não está em causa o facto de haver muita gente que não pode pagar os 9,90€ da subscrição.
A opção, nesse caso, é ouvirem o relato.
Concordar ou incentivar à pirataria com o canal do Benfica é que não.

BenficaTV - Dúvidas que se levantam

Avatar
 ●  16 comentários  ● 
A BenficaTV já entrou em minha casa. Claro que iria entrar, mais tarde ou mais cedo, mas o facto dos jogos particulares da pré época serem transmitidos no nosso canal, apressou a minha decisão.

Confesso porém, e isto é apenas uma opinião pessoal, que acho que vou precisar de alguma filtragem no meu cérebro para passar a assistir aos jogos do meu clube, comentados por gente da casa, ou seja, gente com muito de pouco de imparcial. Ontem, por exemplo, num jogo em que o adversário foi à nossa baliza duas vezes, o Lisandro e o Mitrovic já eram craques, e eu, assumo, valorizo muito mais um comentário em que se dizem as coisas como elas são. Nem tanto SPortTV, nem tanto, como agora adivinho que vai ser, BenficaTV. Acho importante para a minha sanidade mental.

Como já se sabia, os jogos fora do Benfica continuam na mão da Olivedesportos, e por isso estou curioso de ver, de que maneira esta decisão do nosso clube afetará ou não, o número de assinantes da SPortTV. Que pacote vale mais? O dos jogos em casa ou dos jogos fora? Pessoalmente acho que é o dos jogos fora, já que no Estádio da Luz sentam-se quinzenalmente 40000 dos potenciais consumidores que talvez não sintam necessidade de subscrever o nosso canal mas precisam do outro.

Ao falar neste assunto, quero também, nas minhas contas à merceeiro, refutar o cenário negro que José Veiga traçou na sua entrevista à CMTV. Em resumo, o que Veiga disse foi que a Olivedesportos dava 22 milhões, e o Benfica, descontadas as despesas do canal, das transmissões, do pessoal, e do que pagou pela Liga Inglesa, tinha de encaixar pelo menos 30 milhões de euros anuais, ou seja, 250000 assinantes (isto, se não houvesse que pagar impostos), só para igualar a oferta da SportTV. Esqueceu-se Veiga na sua análise, apenas e só das receitas de publicidade, que toda a gente espera que com o tempo venha a ser uma fatia importante das receitas do nosso canal. 

Ainda assim, espero que o Benfica não esteja a contar que os assinantes do canal vão ser apenas os que eram contra o sistema e contra a SportTV. Ou seja, por exemplo, os sócios que vão quinzenalmente à Luz, vão assinar o canal porquê? Para combater o sistema? Pois que seja, mas se assim é, o Benfica devia fazer campanha de marketing em torno disso, para aglutinar vontades à sua volta, para criar a sua bandeira.

E ao anunciar a rutura, por favor, que não volte Joaquim Oliveira a aparecer sentado ao lado do nosso presidente no camarote presidencial, porque é precisamente para evitar essa imagem, que muitos Benfiquistas se disporão a pagar mais esta despesa. Como ficam as relações com a Olivedesportos? Era importante que se esclarecesse!

E depois também, porque é importante também perceber, que aqueles que se preocupam realmente com o sistema, são meia dúzia, são aqueles que andam aqui pelos blogues, mas sem poder nenhum para sustentar financeiramente decisões desta natureza. Os assinantes da BenficaTV vão ser a nossa meia dúzia que sempre defendeu esta decisão, e depois os outros milhares, que se estão marimbando para o sistema, para os jornais desportivos e o que se diz nos blogues, que têm vidas pacatas e sem futebol diariamente nas suas cabeças, e só vão assinar o canal para verem o seu clube jogar ao fim de semana, e que continuariam felizes da vida se os jogos do Benfica continuassem na SportTV e lhes poupassem mais esta despesa extra.

E é a esses que o Benfica precisa de vender o canal, porque são esses que vão definir o quanto rentável será o negócio. Na minha opinião, quer num caso quer no outro, quer em relação àqueles que vão assinar o canal apenas devido à rutura com o sistema mas acabam por ver os jogos no estádio, quer àqueles que o vão assinar porque o estádio fica a 300km, é necessário que o Benfica faça mais em termos de marketing.

Coloquemos o Benfiquismo de lado, porque nos dias de hoje, as pessoas não vão gastar mais 120 euros ao ano apenas por causa do seu Benfiquismo. Exigem algo em troca! Se o futebol é cada vez mais um negócio, e há muito boa gente que não se importa de assistir ao jogos no café ou na internet, as pessoas querem algo mais do que apenas clubite em troca do dinheiro que desembolsam e tanta falta lhes faz no fim do mês.

Pois o canal iniciou-se, sem grande alarido, sem grandes anúncios, sem grandes campanhas e eu, sinceramente, acho que começa um pouco "despercebido". A BenficaTV tem de ser vista como um produto que o Benfica precisa de vender. Não pode ficar à espera que os "clientes" apareçam por simples caridade, do género “vamos lá contribuir por carolice, mesmo que o canal não me faça falta nenhuma, ou porque vou ao estádio, ou porque a minha internet é super rápida e o stream nunca falha.”

Este é sem duvida um projeto arrojado do clube, ambicioso mas também de grande risco. É claro importante que os adeptos façam a sua parte mas, sem esquecer que antes dos adeptos, é importante que o Benfica também saiba fazer a sua.

ranking