O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 11 de junho de 2011

Futal e Hóquei: Penaltis do nosso desgosto

 ●  11 comentários  ● 
Sábado negro para as nossas aspirações na taça de Portugal em hóquei e para a final do futsal. Em hoquei perdemos nos penaltis, depois de estar a ganhar 2-0 ao intervalo. No futsal perdemos quando a um minuto do fim ganhávamos por 4-2 e fomos a penaltis também. Sorte madrasta.

Copiar mal é que é vergonha...

 ●  9 comentários  ● 
Ontem andei na internet à procura de informações sobre alguns jogadores jovens espanhois que queria conhecer melhor e esbarrei quase sempre no Futbol Draft. Uma inicativa muito interessante, que já leva seis anos aqui nos nossos vizinhos espanhóis, uma das melhores ligas do Mundo e que cada vez mais apostam nas "canteras".

O Futbol Draft é um projecto que tem duas linhas distintas de actuação e um objectivo máximo: O apoio e promoção do futebol de formação espanhol. As duas linhas de actuação são:

O Forum onde se reúnem anualmente os representantes de todos os níveis do futebol espanhol, como instituições, presidentes de clube, secretários, técnicos, responsáveis de equipas, dirigentes da Fifa, advogados, imprensa, etc, que , em torno de uma série de palestras e debates, interagem e se relacionam para troca de opiniões, partilha de problemas e procurar soluções.

Os Prémios Anuais que dão destaque e reconhecimento ao jogadores espanhóis formados em Espanha, dando-lhes o apoio que merecem e precisam para vingar no futebol de uma das ligas mais competitivas do Mundo.

A título de exemplo, em 2007 era destacado um jovem, pouco conhecido, chamado Gerard Piqué, hoje é "apenas" um dos melhores do Mundo.

Este projecto nasceu e desenvolve-se com o apoio e incentivo de todas as instituições ligadas ao futebol em Espanha: Consejo Superior de Deportes, Real Federación Española de Fútbol, Liga de Fútbol Profesional, Asociación de Futbolistas Españoles y Asociación Española de Agentes de Futbolistas. Não há ali espaço para interesses sujos, porque todos ganham com este projecto. Reparem bem no estatuto dos membros permanentes e dos convidados anuais.

Vale muito a pena conhecer mais em detalhe em www.futboldraft.com

Quando o Sr. Fernando Gomes afirma estar na Presidência da Liga de Clubes para desenvolver o futebol nacional, talvez fosse bom copiar esta ideia de quem tem nos últimos anos apresentado ao Mundo craques formados em Espanha, ao invés de continuar a alimentar a corrupção na arbitragem.

A juntar a isto, era importante impor a limitação do número de extra-comunitários nas Ligas Profissionais, limitações ao estatuto de igualdade dos brasileiros, tal como a FPF seguir esse caminho nas ligas secundárias e, especialmente, na formação, onde só em condições excepcionais deveriam ser aceites estrangeiros menores de idade.

Entre as grandes Ligas Europeias, só a portuguesa permite este excesso absurdo de estrangeiros nas equipas profissionais e de formação.

Num momento de crise dos clubes e da economia nacional, é hora de olharmos para nós próprios. Investir cada vez mais na qualidade do treino, na competência e formação dos treinadores, nos espaços de treino, etc. Hoje em dia dá muito menos trabalho trazer três ou quatro brasileiros do que apostar esse dinheiro na qualidade das camadas jovens, na prospecção nas escolas, etc.

... E depois vêem dizer que os jovens não têm qualidade! Mas todos os anos se "importam" dezenas de sul americanos sem qualidade de quem dizemos sempre que é preciso "dar tempo para se adaptarem" e se falham... "não se pode acertar sempre".

Só depende de nós, em Portugal, ter um futebol melhor, com mais qualidade e mais português!

Por a prova a credibilidade do CM

 ●  7 comentários  ● 
Bryan Ruiz vai jogar no Benfica
Bryan Ruiz vai ser jogador do Benfica nas próximas cinco temporadas, apurou o Correio da Manhã. O Benfica e o Twente chegaram a um acordo por sete milhões de euros apesar de inicialmente a pretensão do empresário que intermediou o negócio ser a de o clube holandês receber dez milhões de euros.
fonte: Correio da Manhã

Só boas notícias, mas agora vamos ver se o CM dá mais um tiro no pé ao dar esta notícia como consumada, ou se por outro lado obriga os leitores a dar mais credibilidade ao que escrevem.

Se confirmar-se esta notícia, confirma-se também a teoria de que quando o Benfica não usa intermediários corruptos e trata directamente dos assuntos, o sucesso aumenta.

PS- Depois de "terem vindo charters" de chineses ao Seixal, agora o Bryan Ruiz "que partiu aquilo tudo". O Futre está a ser um visionário do Benfica hihihihihi. Os lagartos não sabem o que perderam.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Oh não, mais um post sobre o Nuno Gomes...

 ●  3 comentários  ● 
... só um ponto de vista sobre o assunto! Este "caso" diz muito sobre como está o Benfica hoje em dia. Extemado, mas sem olhar para o futuro. Quanto a mim, não está em causa Nuno Gomes, o jogador. Só sei de uma coisa: fez muito mais que o Kardec. Se tem lugar no plantel? Só o treinador do SLB pode responder a isso. O resto são opiniões pessoais! E nada mais. Agora há algo que nos esquecemos. Independentemente do resto, o homem enverga a braçadeira do Benfica. Se o clube não quer, há só que ser honesto. Nada mais!

O que se passa realmente entre Nuno e LFV ninguém sabe. Mas as posições extremadas que os adeptos tomam em relação a isto diz bem do cinzentismo do futuro... Uns mandam o Nuno "à merda", apoiando tacitamente a (suposta) não posição de LFV. Outros clamam pelo 21 no clube, não percebendo como se pode abandonar o mais significativo jogador do SLB dos últimos anos. Ou seja, uns aproveitam para apoiar LFV, outros para criticá-lo! Mas no meio disto, onde fica o respeito pelo Sport Lisboa e Benfica? Já no ano passado, o guarda redes titular foi despedido em directo e o director desportivo desautorizado. Se as decisões foram correctas, pouco interessa! É correcção e o atropelo pelo valores que atribuímos ao nosso amado clube! Como se poderá o clube dar a mais este triste espectáculo público? E enquanto isso, mais de uma dezena do jogadores já "assinaram"! Perdeu-se o pudor pela braçadeira do SLB! Perdeu-se a eficácia. Joga-se com o "nosso" amor de sempre, com promessas de ter os miúdos na... "pré temporada", atenção! Perdeu-se a dignidade e a inteligência, ao supor que se resolve tudo com silêncio, pensando que as coisas se resolvem por si! Vendo a hegemonia do CRAC junto dos clubes na Liga, o silêncio! E depois? O lamento! Gritando aos céus: CORRUPTOS! Mas o que isso resolve? Pouco. Se nós o dizemos, mas o clube não faz nada para o provar, das duas, uma: ou somos meros caluniadores ou SLB está fraco e/ou pouco interessado em demonstrar as provas... E que tapando os problemas com dinheiro, tudo se resolve... Contratando jogadores sul-americanos à bruta! Depois gritámos que os jogadores não sabem que camisola é a nossa... É normal, não?

A estória Nuno Gomes diz o como está o nosso amado Benfica. Ao abandono... Nos extremos. No tudo ou nada. E infelizmente, temos andando quase sempre no nada nos últimos 20 anos!

Nuno Gomes: Opinião de um "Autêntico"

 ●  19 comentários  ● 
Perdoem-me os meus companheiros de blog, mas tinha mesmo que partilhar este texto de (mais um) um grande benfiquista como muitos, que nunca teve vergonha de manifestar a sua condição benfiquista publicamente, na sua actividade profissional... Sendo uma figura pública, nunca teve vergonha de dar a cara e a sua opinião.

"A anunciada dispensa de Nuno Gomes pelo Benfica, mostra, a meu ver, aquilo em que o SLB se tornou: uma caricatura do que foi.

Um clube cheio de gente demasiada cheia de si mesma.

É hoje um clube poucochinho nas ideias, sem nenhuma noção de valores éticos, estratégia de comunicação enquanto forma aglutinadora de adeptos e investimentos, gestão de recursos humanos em nome de um bem maior, nível.

Claro que Nuno Gomes não tem hoje o que é imprescindível, ou deve ser, para ser titular do Benfica. Claro também é, para mim, pelo menos, que mais vale um Nuno Gomes no plantel do que um plantel de argentinos, uruguaios, paraguaios, brasileiros, espanhóis e outros que não sabendo o que é o Benfica, permanecem, quase sempre, na ignorância, não tendo gente como o 21 na equipa. Com o consequente prejuízo, na hora de dar, senão tudo, um pouco mais porque...é o Benfica. Ele não tem lugar no plantel, porque tem 34 anos? Bom, se o critério é estritamente futebolístico o que é o Benfica esteve a fazer anos a fio ao pagar o ordenado ao Mantorras? Se o critério é meramente futebolístico, o que fazem mais de metade dos jogadores do plantel, claramente sem categoria para vestir aquela camisola?

Ao menos o 21 é uma mais valia, para lá do terreno de jogo. Sendo que, mesmo no terreno de jogo apresenta, velho e cansado, números que outros, mais novos, mimados e caros, não apresentam! Não, agora o Benfica dispensa jogadores portugueses internacionais pela televisão, para substitui-los por jogadores inflacionados no preço e medíocres no rendimento em campo. Agora o Benfica elimina quaisquer referências do clube, para substitui-los por jogadores que dizem logo que olham para o Benfica como "ponta aérea" para "a Europa".

A forma como este Benfica trata o seu capitão de equipa, a maneira atrapalhada como trata de renovar (trata mesmo?) com Maxi Pereira (um dos poucos estrangeiros que parece saber o que é jogar à Benfica), a forma como pede aos seus próprios adeptos para não irem aos jogos fora (que inteligente!), como responde a uma acusação de irregularidades com um "vão mas é investigar as contas dos outros", a maneira como permite um cartaz gigante de publicidade a 50 anos de uma marca de café no Estádio, como se, naquele dia, fosse o SL Bica; mostra que o clube não tem, na gestão do seu futebol, para começar, gente à altura. Mas que o problema vai ainda mais fundo. E que o Porto continuará, naturalmente, a ganhar.

O Benfica está cada vez mais pequeno, e o benfiquismo também.

Qualquer dia, na Luz, benfiquistas só os adeptos"

Pedro Ribeiro - um grande Benfiquista, no seu blog pessoal

********************************************************
O blog esta manhã já teve uma actividade muito elevada em termos de novos posts, pelo que deixo abaixo os links de todos para que possam ler também:

Sugestões de contratações

 ●  8 comentários  ● 
Se há um jogador que me entusiasma quando vejo jogar á bola e que acho que está ao alcance do Benfica por estar num campeonato periférico esse jogador chama-se Keisuke Honda.
Apesar do Liverpool e Arsenal estarem atrás do japonês acho que ele está ao alcance do Benfica e tem todo o potencial para ser um grande reforço do plantel.


O japonês pode jogar a 10 ou como médio box-to-box, e também já foi usado como segundo avançado . Tem grande técnica e é especialista em remates de meia distância e livres directos.
O jogador já manifestou intenção em abandonar o CSKA e como custou só 6 milhões de euros aos russos pode ser que esteja ao alcance do Benfica embora obviamente que em disputa com o Arsenal e Liverpool o Benfica não tenha hipóteses de acompanhar a parada.

Pode ser um sonho louco mas sou grande fã deste jogador desde que o vi no Mundial do ano passado...

Quem gostariam de ver com o Manto Sagrado? Digam o nome e se possível ponham links de vídeos no Youtube. E não vale a pena pensar se entra no esquema táctico ou não. Jogadores que vos entusiasmem e considerem ao alcance do clube.

Uma boa notícia na preparação do plantel

 ●  1 comentário  ● 
Pelos vistos na próxima época vamos ter um Cardozo fresco, pois não vai participar na Copa América deste ano, motivado em fazer uma boa época e com um empresário que desta vez não tenta esticar a corda com o Benfica.

Um Cardozo que repetisse a época de 2009/2010 seria um grande "reforço" para o Benfica. Nesta última época o que se viu foi um jogador em péssimo estado físico por lesões mal curadas e sem descanso na pré-época além de andar com a cabeça noutras paragens. Na minha opinião a última época foi largamente prejudicial para a reputação do jogador e isso contribuiu para a falta de interesse de outros clubes europeus.

Logo nesta temporada o avançado vai ter que estar motivado e demonstrar aquilo que realmente vale tal como fez na época 2009/2010. O paraguaio é um jogador com pouco mercado apesar dos seus números por causa de duas razões: um preço elevado (justificável pois é um dos jogadores mais caros da história do Benfica) e um estilo de jogo muito pouco vistoso. Se não mostra também números temíveis o seu sucesso fica seriamente ameaçado.

Um Cardozo em forma e motivado é meio caminho andado para uma equipa do Benfica com capacidade para lutar pelo título independentemente dos roubos de arbitragem. Por isso fico feliz que as declarações do empresário deixem transparecer que este ano vamos ter um Tacuara empenhado e fresco fisicamente. Pode ser o ano da explosão do jogador ainda para mais quando atingiu a idade em que se conjuga na perfeição o pico de forma física com a maturidade táctica.

Além disso, assim o clube não tem que se preocupar em arranjar um substituto para o paraguaio o que seria uma valente dor de cabeça.
Até agora tudo parece apontar para que o único jogador da equipa titular que vai sair esta pré-época é Coentrão. Um óptimo sinal pois significa que teremos uma equipa com um misto de experiência e juventude com a vinda dos reforços sul-americanos e dos jovens encarnados.
Agora resta manter Nelsón Oliveira, David Simão e Miguel Rosa no plantel e ficaremos com um conjunto de jogadores que sentem o que é o Benfica.

Duvidas de uma nova época

 ●  4 comentários  ● 
Algumas dúvidas que tenho típicas da época de defeso em que estamos:

- Cardozo é para sair ou para ficar? Ou seja, a ideia é vender pelo melhor ou mantê-lo?
- Miguel Victor terá ou não a (muito) merecida oportunidade de ficar para jogar?
- O Benfica contratou Leo Kanu para central. Para ficar no plantel? E Jardel?
- Roderick precisa de muitos minutos? Irá JJ insistir na sua permanência no plantel?
- Aimar deverá sair já este ano ou no próximo?
- Assumindo-se a saída do Coentrão, quem será o «senhor que se segue»?
- Na saída do Coentrão deveríamos aceitar jogadores?
- A chegada do extremo direito Enzo Perez inviabiliza o investimento em Salvio?
- Saviola fará mais uma temporada na Luz?
- O regresso de Rodrigo? Sim ou não?
- Que jogadores para «rodar» na primeira liga? E na Orangina?
- Roberto fará sentido ficar na sombra de Artur?
- Oblak deveria ser o 3º guarda-redes?
- André Almeida (Def/Med Direito) e Nuno Coelho (box to box) devem ficar?
- A posição central do meio campo está muito cheia (Matic, Coelho, Amorim e Javi)?

Dêem a vossa opinião a estas dúvidas. Até lá deixo-vos «o meu plantel» para este ano com os dados que conhecemos até agora:

Guarda-Redes: Artur Moraes (Campeonato e L. Europa), Moreira (T. Portugal) e Oblak (T. Liga). Roberto e Julio César para vender e/ou emprestar.

Defesa Direito: Maxi Pereira e Daniel Wass.

Defesa Esquerdo: Titular a contratar (ou Coentrão) e Lionel Carole. César Peixoto para vender.

Defesas Centrais: Luisão, Titular a contratar (Garay?), Miguel Victor e Jardel. Roderick e Leo Kanu para emprestar a equipas da Liga Zon/Sagres.

Corredor Direito: Enzo Perez e Urreta. Neste corredor podem ainda jogar Maxi Pereira, Ruben Amorim e até o jovem André Almeida se ficar. Em 4-3-3 também Miguel Rosa pode ser solução. Estamos muito bem servidos.

Corredor Esquerdo: Nolito e Gaitan, até Urreta, mas também Bruno César e David Simão podem fazer o lugar em 4-3-3 como parece ser o próximo modelo táctico. Fernandez deverá ser vendido e/ou emprestado para sair.

Meio Campo Defensivo: Javi Garcia terá a (forte?) oposição de Matic, mas Ruben Amorim não pode ser excluído desta equação, tal como o contratado Nuno Coelho se ficar no plantel. Mesmo Miguel Rosa pode ser solução para "box to box" tal como Amorim e Matic. Fala-se ainda de Oril Romeu do Barça B, mas nesse caso pelo que implicaria o empréstimo de Nuno Coelho - pelo menos.

Meio Campo Ofensivo: Tens-se falado na saída de Aimar (eu sou favorável também) porque além dele temos ainda o Gaitan (grande 10 será) e Bruno César, sem esquecer o Carlos Martins e o David Simão. Filipe Menezes não tem lugar nem qualidade para ficar, portanto para vender ou emprestar com vista a saída futura.

Ataque: Para já, apenas Jara e Nélson Oliveira parece estar certos. Cardozo e Saviola podem estar de saída e eu concordo. Nesse caso, a entrada de R. Mora e Rodrigo podem ser suficientes, dado que são ambos jogadores de muita qualidade e mobilidade para serem soluções para um 4-3-3. Mora pode vir a ser uma (muito) alegre surpresa. Se Saviola sair, estamos servidos, se sair também Cardozo, penso que a entrada de um nome mais forte para o ataque pode ser interessante, sendo que 5 jogadores não é demais para jogar em 4-4-2 ou 4-3-3 e em quatro competições.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

ADN Benfica no Plantel 2011/12

 ●  8 comentários  ● 
O SLBenfica confirmou a presença de Nélson Oliveira, David Simão, Miguel Rosa e ainda Ruben Pinto no estágio de pré-temporada do plantel principal. E confirmou-o da forma certa e no timming certo, através dos meios de comunicação do clube (neste caso o Jornal O Benfica).

O SLBenfica "fez-me a vontade" que já ando a pedir desde a época passada ao integrar este ano estes jovens. Falta agora olhar para a presença do Ruben Pinto como uma "promoção" para que possa ser alvo de um empréstimo qualitativo a uma equipa da primeira liga (Beira-Mar, Olhanense, Paços), quanto aos outros, sem dúvida que desejo que fiquem no plantel.

Falou-se ainda na possibilidade de integrar também o Diego Lopes, mas dado que vai para o primeiro ano de junior, acho que tal seria "queimar etapas", ainda que seja um jogador com clara maturidade acima da média.

AGORA É SÓ APOSTAR NELES, SR. JORGE JESUS!

A juntar a estes, já deixei aqui o meu apelo à renovação de contrato por mais um ano com o Nuno Gomes, faz todo o sentido agora ainda mais com a chegada destes jovens que têm ADN Benfica, mas que precisam de ser acompanhados nesta transição. Se juntarmos ainda o Moreira e o Ruben Amorim ao regresso de Miguel Victor, teríamos nada mais nada menos que sete jogadores DE QUALIDADE formados no SLBenfica, que sabem e sentem o que é o SLBenfica... algo tão raro nos tempos que correm. Sete se não considerarmos Oblak como jogador da formação... senão serão oito.

Os que tinham dúvidas da qualidade do Nélson Oliveira, podem por em causa a avaliação feita no prestigiado Torneio de Toulon, onde o jogador foi considerado dos melhores jovens que passou no torneio. Se fosse espanhol, brasileiro, argentino, uruguaio, colombiano, etc... era o maior.

No tópico Silly Season é para falar de "craques" eu já tinha falado sobre os empréstimos dos jovens e reforço a importância do critério do emprestimo do Roderick (para o ano voltar para discutir a titularidade) e do Ruben Pinto, isto sem esquecer também outros como o Nuno Coelho, André Almeida, Ismahel Yartey, Mário Rui (grandes jogos em Toulon também) e ainda Lassana Camará, André Carvalhas e João Pereira. A estes junta-se a "fornada" que passam a séniores este ano: Bakar, Alípio Brandão, Diogo Caramelo, Luis Martins, Junior, José Graça, Ademir, Diogo Caramelo e Jean Silva.

Há aqui muito trabalho para ser feito, antecipada e cuidadosamente, de modo a garantir o processo de evolução contínua destes jovens. Este é o ADN Benfica.

Off-Topic: Apoio ao Águia Livre

 ●  3 comentários  ● 
Caros amigos, gostava de vos pedir um bocadinho para passarem no blog O Belo Voar da Águia, para deixarem uma mensagem de apoio ao nosso companheiro ÁguiaLivre, que vive hoje um importante dia da sua vida em que está a ser operado ao coração. FORÇA CAMPEÃO!

Ultrapassados pelo Sporting

 ●  7 comentários  ● 
Sem querer tirar visibilidade a um tópico muito importante do Redmoon abaixo, gostava apenas de questionar os dirigentes do Benfica porque adormeceram mais uma vez no apoio a um histórico de Lisboa que regressa ao escalão profissional. Ultrapassados pelo Sporting num protocolo de muito valor e que faz todo o sentido. O que andam aí a fazer?

Nuno Gomes alvo do Braga? Com amigos desses, Vieira...

A escolha não é mais entre o certo e o errado. 'E entre o que funciona e o que não funciona.

Avatar
 ●  10 comentários  ● 
Fábio Coentrão é jovem e tem o coração ao pé da boca. Quem o ouve a falar nos Flash Interviews a seguir aos jogos, a apoiar-se alternadamente num pé e depois no outro, quase aos saltinhos no pequeno palanque com o repórter a ter que ir com o microfone atrás dele para que não fuja, percebe que Coentrão, para além de impulsivo é nervoso, e que aquele coracao bate a 200 'a hora.

Mas compreendo Fábio Coentrão, tal como compreendi há umas boas semanas atrás (ao contrário de outros que davam saltos contentamento) que as suas declarações de amor eterno ao clube eram fogo de vista. Contracto vitalício com o Benfica?! Do provavelmente melhor defesa esquerdo do mundo da actualidade? Um jogador com o seu talento escolhia jogar contra Portimonenses e Navais e, quiçá, lutar por apuramentos para a Champions league, quando podia estar em Madrid, no centro do mundo, a lutar pelo estatuto que o Real Madrid reclama para si próprio, de melhor clube do planeta?

Ah sim, já sei… o Nuno Gomes e o Moreira é que são maçãs boas. Esses é que amam o Benfica, esses é que assinariam para toda a vida... Se calhar porque são dois jogadores medianos e o Benfica foi o melhor que lhes aconteceu na vida. Fossem estrelas na Luz e tivessem o Real Madrid atrás deles, diriam porventura a mesma coisa? Nesse aspecto, o meu discurso tem sido sempre o mesmo. Há vários meses atrás, escrevi aqui um post que se intitulava: "Se Eusébio fosse 40 anos mais novo, tinha jogado na Luz 6 meses e hoje tinha uma estátua em Madrid." .

Os factos são até muito fáceis de compreender e a estratégia é antiga: Coentrão quer sair, o Benfica quer 30 milhões, o Real Madrid oferece 20 ou 25, o empresário quer ganhar o dele, e para que a transferência aconteça há que fazer baixar os números. Coentrão tem de colocar pressão, tem de abrir a boca, tem de criar problemas. O próprio Manuel Vilarinho admitiu recentemente numa entrevista, que há uns bons anos atrás, quando prometeu aos sócios resgatar Jardel ao Galatasaray, acordou com Jardel que ele abrisse a boca, criasse problemas na Turquia e no seu clube, para facilitar a transferência. Não somos nenhuns santos nessa matéria.

Por isso, a estratégia em si não tem nada de novo. Todos os clubes o fazem. Nós, claro, quando nos toca a nós, e legitimamente, sentimo-nos desrespeitados pela estratégia dos grandes colossos europeus, porque ingenuamente achamo-nos tão grandes como eles. Mas a verdade é que para clubes como o Real Madrid, vir “pescar” um jogador ao Benfica é quase o mesmo que o Benfica ir “pescar” um jogador ao Setúbal ou ao Guimarães. E se o Benfica quiser MESMO um jogador do Setúbal, alguma vez o Setúbal terá condições para o segurar ou para lhe exigir que continue a jogar nos "pinhais" da Liga Portuguesa, a ver a Europa por um canudo, e esperar dele o mesmo brio e devoção? Mesmo que lhe aumentem o ordenado?

É tempo de aceitarmos que os tempos são outros. Este não é mais o tempo do amor à camisola. Este é o tempo do mercado global e das equipas de futebol inundadas de estrangeiros. E um jogador que vem do Brasil ou da Argentina para a Luz, tanto vem para Lisboa como iria para Leeds, Bordéus ou Saragoça. Eles vão para quem paga, e chegados aos clubes que os recebem o propósito mantém-se: Enriquecer e subirem o mais longe possível nas suas carreiras. Mesmo que isso signifique trocar a Luz pelo Dragão!

Alguns dirão: "Pois, dai a necessidade de apostarmos em Portugueses que saibam o que é o Benfica". Só que a história mostra que nessa matéria os padrões de comportamento são semelhantes. Edgar, Manuel Fernandes, Paulo Sousa, Miguel, Pacheco, Hugo Leal, Tiago, agora Coentrão, todos portugueses, e todos nos deram um pontapé no cú à primeira oportunidade...

Aliás, quando alguns sugerem em imitar o Barcelona, em ter equipas com 9 jogadores portugueses no onze faz-me rir. Faz-me rir porque para o Benfica ter 9 portugueses no 11, só se forem 9 coxos e o Benfica nunca ganhar nada. Porque se for um Benfica ganhador e os 9 portugueses forem craques, tenham eles 17, 21 ou 25 anos, depois de uma boa época na Luz estão os colossos europeus a bater à porta e lá se vão os 9 portugueses num ápice. No Barcelona só funciona porque quem é do Barcelona quer ficar no Barcelona a vida inteira.

Dito isto, não me melindra nada a vontade de Coentrão em querer dar um passo em frente na sua carreira. Chegar ao Real Madrid é chegar ao topo. Mas melindra-me o seu comportamento recente, o cuspir no prato em que comeu. Melindra-me porque sou uns aninhos mais velho do que ele e os valores da minha geração eram outros. Hoje vivemos numa era em que tudo é reciclável, em que tudo é permitido e tudo é impune. Nas prisões há TVs, Play Stations, mesas de snooker, comida quente, roupa lavada e agora até querem criar as salas de sexo. E os guardas prisionais não podem tocar nos coitados dos assassinos e violadores, façam lá o que eles fizerem. Nas escolas portuguesas, pode haver facada e tiroteio, venda de droga e apalpões às miúdas, mas os coitados dos professores não podem já sequer dar uma reguada correctiva nas angélicas e inocentes crianças, ou meter-se-ão numa carga de trabalhos. Nos tribunais, é a merda que se vê. E este é o país que temos.

No meio disto tudo, não posso deixar de olhar aqui para o lado. No Porto também há jogadores a querer sair, mas o tipo de declarações públicas é completamente diferente. De alguma maneira os jogadores do Porto sabem ao que vêm, conhecem as regras do jogo, e quem pisa o risco sabe bem o que lhe espera. Muito longe de mim defender a violência mas, também não sou nem nunca serei um acérrimo defensor da paz. Que se dane a paz se defendê-la significa resignarmo-nos às injustiças e ao status quo instalado.

O que sou cada vez mais é um anarquista. O Coentrão que diga toda a merda que lhe apetecer. Está num país livre, onde pelos vistos, tudo se pode dizer e fazer, tudo em nome da liberdade de espírito. Mas se ele é livre de dizer o que pensa, eu também devo ser livre para abordá-lo na rua e lhe dizer o que penso, ou até mesmo dar-lhe um "aperto". Nos meus tempos de miúdo também levei "apertos" de pais e professores. Na altura não gostei mas, alguns abriram-me os olhos, ensinaram-me a respeitar os outros e a perceber que o mundo não era apenas EU, e que o lema não era o “Venha a nós o vosso reino”.

Alguém tem de fazer ver a certos "meninos ricos" que se acham donos do mundo, que quando põe na lama o nome do Benfica, põe também o dos colegas, o meu e o de todos os que sofrem por aquelas cores. Não sei se é assim que as coisas se passam acima do Douro. Alguns dizem que sim e eu acredito. E sabem que mais? Pois que seja, porque pelos vistos funciona. Se calhar foi acima do Douro que descobriram o Santo Graal. Enquanto nós aqui em baixo nos preocupávamos com a ética, a moralidade e as boas maneiras, eles já tinham percebido que a escolha que se tem de fazer nos dias de hoje não é mais entre o certo e o errado. A escolha é entre o que funciona e o que não funciona.

Para o Diabo com a ética, a moralidade e as boas maneiras. O mundo de hoje pertence aos "espertos".

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Alguns recados apenas...

 ●  Sem comentários  ● 
Tenho acompanhado o blogue à distância (por opção), bem como este defeso. Gosto muito do Benfica, mas o percurso de quem decide no meu clube, deixa muito a desejar e não me faz adivinhar melhorias. Porém, gosto demasiado deste clube para o esvaziar de dentro de mim.

Em primeiro lugar, Fábio Coentrão. Para mim, há duas opções: ou pagam os 30 milhões ou o jogador fica. Qualquer menos que isso, irá enfraquecer a posição do clube! E neste particular, estou com LFV se ele extremar a posição do SLB ao ponto de Coentrão ficar contrariado! Azar. Jorge Mendes tem de ser chamado à Luz para ser colocado no devido lugar! E é se quer receber mais uns milhões com mais uma jogada de mercado! Com Coentrão, o clube não tem nada mais a falar: ele sabe as regras. Cláusula! Sabem qual é o mal? O clube não sabe se proteger! Se não tivessemos facilitado com o Di Maria e David Luiz, ele não tinha argumentos nenhuns. Assim...

Nuno Gomes. Independentemente da opinião de o querermos a jogar ou não, há algo de relevente no 21: ele tem muitos anos de SLB. Logo, merece respeito. Não sei como a coisa tem sido tratada, mas espero que LFV tenha a frontalidade de o chamar ao gabinete e dizer-lhe por A + B o que pretende dele! Ele merece-o! É o capitão do Sport Lisboa e Benfica, caramba! Tudo menos que isto é uma desconsideração por aquela sagrada braçadeira! E a braçadeira do SLB merece respeito! Solução para Nuno: encontrar-lhe um clube em Itália e formar-se em gestão desportiva e a seguir voltar!

O plantel. Já vai na fase camião. Bom... Eu gosto muito do David Simão, Miguel Rosa e do Urreta. Já o Rodrigo, tenho reservas. Repito: 17 jogos e só um a titular... Hummm. Bom, gosto muito dos miúdos. Porém, isto não chega! Não podemos esperar um mini Barça desde logo só por termos mais cantera (vamos ver se temos mesmo). Estes miúdos são 2ªs linhas. Para entrar aos poucos, para fazer um jogo ou outro e nunca todos ao mesmo tempo! E não podemos esperar desde logo Cristianos Ronaldos! Lembram-se do utilidade extrema do Bruno Aguiar? Era um craque? Não, mas era muitíssimo útil! E o ordenado dele? Muito menos que o do Paulo Almeida, de certo! Mas sei de outra coisa: neste plantel é preciso reforçar posições chave com jogadores "rodados" e não de putos sul-americanos! Putos temos os nossos! E desde logo, é arranjar um parceiro competente para Luisão! Garay, nunca! É caro e como vai à Copa América, na pré temporada não teremos nenhum central titular!

Estava curioso para ver o resultado das eleições na Académica, aka CRAC C. Há uns tempos escrevi um tópico onde disse que o próximo técnico seria azul-merda. E depois defendi um apoio, discreto a Maló de Abreu, como forma de estancar o imperialismo corrupto. Infelizmente, fui apelidado de corrupto e outras coisas mais... Daqui a tempos, vou ler lamentos dos pontos "feitos" com o CRAC C, Rio Ave e afins... Agir é preciso. Lamentar, neste futebol, não chega!

E é só... Boa noite!

Primeiras Contratações FCPorto

 ●  12 comentários  ● 
O meu companheiro pjsimoes perguntou (e muito bem) Como irá jogar o Benfica versão 2011/2012?, fica desde já o pedido para que dêem a vossa opinião, nem que seja para memória futura quando as coisas começarem a rolar e depois vierem reivindicar que deviam ser diferentes.

Mas mais que isso, gostava de responder: "Como irá jogar o FCPorto versão 2011/12"

Primeiro reforço: Pedro Emanuel no satélite Académica, mais conhecido como FCPorto C

Segundo reforço: Domingos Paciência nos submissos SportingCP

Terceiro reforço: Leonardo Jardim no SCBraga, honrosamente distinguido como FCPorto B

Da época passada transita Rui Alves, que tem sido um importante peão no Nacional, tal como Bartolomeu no Leiria. No Setúbal continua o «fado» que já dura há muitos anos e ali ficam sempre garantidos mais seis pontinhos, tal como o portista assumido Carlos Brito, que não se importa de dar uma ajudinha nos jogos com o Rio Ave.

E já nem vou aqui meter as "simpatias especiais" que recolhem os recém promovidos Gil Vicente e Feirense, historicamente ligados ao FCPorto

Feitas as contas, e quando se fala em reforços que valem pontos, assim de repente o FCPorto com estas três contratações e mantendo o núcleo da época passada, são 21 pontos que à partida podem ser utilizados se necessário.

Se a coisa estiver controlada e a roubalheira habitual aos rivais estiver a correr bem, neste núcleo o FCPorto deixará cair uns seis pontinhos que vão ser muito úteis para a classificação destes pilares do "plantel 2011/12".

Como irá jogar o Benfica versão 2011/2012?

 ●  8 comentários  ● 

 Para mim esta é a grande dúvida para a próxima época. Jogará o Benfica num 4x3x3 ou num 4x1x3x2?

Neste momento ainda não consigo chegar a uma conclusão definitiva, pois os jogadores que saíram e os que entraram ainda não me permitem afirmar com certeza como iremos jogar. Emprestámos o Airton mas chegou o Matic, foi-se o Salvio mas chegou Nolito, regressou o Urreta e poderá chegar o Enzo, todos homens das alas que se juntam a Gaitan. Entretanto, e para baralhar as coisas chegou o Bruno César e o David Simão para o meio campo, mas olhando para a frente de ataque vejo que temos seis avançados, Cardozo, Saviola, Jara, Mora, Rodrigo e Nelson Oliveira, sem contar com Nuno Gomes, Kardec e Weldon. Para um 4x3x3 são avançados a mais e os ideais para o 4x1x3x2, segundo as últimas equipas de JJ.

No meio campo temos quatro médios ofensivos, Aimar, C. Martins, Bruno César e David Simão, jogadores a mais para uma só posição mas que para um 4x3x3 até poderá ser bom, juntando ainda Amorim e talvez o Peixoto. Para as alas temos quatro jogadores o que me parece o correcto para jogar em 4x3x3 ou então acontecer o meu maior receio, e o de muitos Benfiquistas, jogarmos num 4x1x3x2 kamikase, como fizemos esta época com os resultados que todos sabemos.

Sendo o 4x3x3 quais dos avançados irão sair? Que tipo de avançado pretende JJ? Sairá Cardozo para jogar um Saviola que é mais móvel? Ainda assim ficaríamos com cinco avançados, com a saída de Weldon, Kardec e Cardozo. Ainda assim é gente a mais para um só lugar. Quem sairá mais? Nelson Oliveira, Mora, Jara, Rodrigo ou Saviola?

Sendo o 4x1x3x2 kamikase, ai Jesus, que médios irão sair? Assumindo o Javi, Matic e o Ruben (este um polivalente) serão preferencialmente médios mais defensivos, dos médios ofensivos que já temos qual deles sairá? Aimar, Carlos Martins, Bruno César e David Simão? Fica ainda a sobrar o Peixoto que cada vez mais terá menos espaço se jogarmos neste sistema, face às inúmeras opções que temos.

Eu aposto que JJ irá jogar em 4x1x3x2 como no ano passado, infelizmente, mas espero estar totalmente enganado.

Tenho para mim que se usar o 4x3x3 sairá Cardozo e Nelson Oliveira ficando assim Saviola, Jara, Rodrigo e Mora como avançados.

O plantel para o 4x1x3x2 kamikase, ai Jesus, poderá ser o seguinte:

GR- Artur, Roberto, Moreira
DD- Máxi, Wass
DE- Carole, ???
DC- Luisão, ???, Jardel(???), M. Vítor
Méd. Def.- Javi, Matic
Joker (polivalente)- Ruben Amorim
Méd. Ofensivo- Aimar, Carlos Martins, Bruno César
Ala Direito- Enzo, Urreta
Ala Esquerdo- Nolito, Gaitan
Avançado Móvel- Saviola, Jara e Mora
Avançado Fixo- Cardozo e Rodrigo

O plantel para o 4x3x3 poderá ser o seguinte:

GR- Artur, Roberto, Moreira
DD- Máxi, Wass
DE- Carole, ???
DC- Luisão, ???, Jardel(???), M. Vítor
Méd. Def.- Javi, Matic
Méd. Centro- Aimar, Carlos Martins, Bruno César, David Simão, Ruben Amorim
Ala Direito- Enzo, Urreta
Ala Esquerdo- Nolito, Gaitan
Avançado- Saviola, Jara, Rodrigo e Mora

A permanência de Cardozo num esquema de 4x3x3 estará sempre dependente da forma como JJ quer que a equipa jogue, em diagonais, passe curto e tabelas, á semelhança do Barcelona. Se assim for Cardozo não encaixa mas se for para jogar largo e cruzamentos constantes para a área, então Cardozo poderá encaixar.

O que acham?

Enzo Pérez no Benfica.

 ●  11 comentários  ● 
Correndo o risco de me antecipar ao comunicado á CMVM fica aqui o vídeo com os golos do novo reforço do Benfica, Enzo Pérez do Estudiantes de la Plata.

Dica: vão ao minuto 2 e 40 segundos.

Claro que isto no Youtube todo o jogador parece bom... Agora é esperar para ver se convence na Europa. Pelo menos vem reforçar uma posição carenciada embora com a sua vinda não acredite no retorno de Sálvio.

Novela Coentrão

 ●  8 comentários  ● 
Tendo em conta que cheguei a considerar o Fábio Coentrão um símbolo de benfiquismo pela entrega dentro de campo demonstrada ao longo desta época e uma vontade incansável de alcançar constantemente a vitória (algo que não foi demonstrado por mais nenhum jogador do plantel ao longo de toda a época) é com bastante tristeza que acompanho os últimos desenvolvimentos da novela Coentrão-Madrid.

Independentemente da responsabilidade de quem marcou aquela entrevista de Coentrão ao As, o facto é que o jogador já é maior e vacinado e tem mais que muita capacidade de pensar pela sua cabecinha. Como tal todas as declarações proferidas por ele são da sua inteira responsabilidade. Pode estar a ser mal aconselhado na forma como está a forçar a saída hostilizando por completo toda a nação encarnada mas de certeza que tem inteira consciência disso.

Este é um negócio que está destinado a acontecer. Não só o Benfica necessita do dinheiro da venda para reforçar o plantel em posições cruciais como o jogador quer o Real e vice-versa. No entanto o que se pede a todos os intervenientes é silêncio e respeito por quem é dono do jogador.
Sentem-se a uma mesa e cheguem a um acordo. O busílis da questão está na relutância do Madrid em oferecer o valor monetário que o Benfica pretende e é a isto que esta peixeirada se resume. Á forretice dos espanhóis em oferecer por um jogador em que estão interessados  aquilo que um suposto parceiro privilegiado pretende.
Entretanto a pressão sobre o clube vai aumentando para forçar os responsáveis do Benfica a comer e calar.
Tendo em conta que existem inúmeros interessados em Coentrão porque não denunciar mesmo o Real Madrid á FIFA e negociar com outros clubes como o Bayern?
Sim, porque já é por demais sabido que ameaças por parte da Direcção do Benfica não dão em nada como ficou provado inúmeras vezes esta época.

A atitude dos espanhóis é uma falta de respeito por um clube  com o qual já fizeram negócios muito vantajosos. Só espero que toda esta rábula tenha aberto os olhos para a necessidade de deixar de privilegiar certos clubes em vendas de jogadores em vez de fazer leilões para a melhor oferta bem como de deixar de confiar em certos empresários que só são respeitáveis quando podem colher daí benefícios.

Por tudo isso muito cuidadinho também com as negociatas envolvendo Joorabchian.

Não é à Benfica

 ●  4 comentários  ● 
A forma como está a ser tratado o tema da não permanência do Nuno Gomes, não corresponde aos pergaminhos do Benfica. A representatividade do Nuno, o seu benfiquismo, a sua dedicação e profissionalismo exigem mais e melhor do Benfica. Quando tratamos assim os nossos, demonstra bem como estamos.

Duvida que me inquieta

 ●  1 comentário  ● 
O Benfica já vendeu Ramires, David Luiz e DiMaria, e prepara-se agora para vender o Coentrão. À excepção do Ramires, que ainda assim é opção muito regular, os outros dois entraram de caras como titulares de duas das melhores equipas da Europa e do Mundo. Coentrão também entrará.

A duvida que me inquieta é: Porque todos tiveram processos negociais controversos, acabaram vendidos abaixo das clausulas e sempre com apenas um clube envolvido nas negociações? Será que jogadores desta craveira não despertam o interesse e a negociação de outros clubes igualmente endinheirados? Isso é esquisito

Com outros jogadores de igual qualidade e valor de dinheiro e há disputas internacionais entre clubes, no Benfica parece que os jogadores são como os casamentos ciganos: São prometidos à partida e depois é só negociar os detalhes (mete jogadores, baixa valores).

Isto é obra de quem?
Dos empresários que dessa forma estão a meter-se nos interesses do Benfica, o que o Vieira disse que nunca permitiria (e acho que não permite)?
Ou será que a nossa necessidade de fazer dinheiro nos obriga a fazer acordos antecipados, perdendo capacidade negocial para garantir as verbas, mesmo que sejam abaixo do que poderiam ser noutras circunstâncias? Eu acho que é mais isto, o que não é vergonha nenhuma, não fossemos nós ter andado a apreogar ao mundo que o que nos distinguia da gestão dos corruptos era que eles precisavam de vender jogadores para manter a SAD viva.

terça-feira, 7 de junho de 2011

A matemática do futebol

 ●  26 comentários  ● 
Portugal, 7 de Junho de 2011

Há dias dei por mim a conversar sobre futebol com um cliente e amigo, pessoa de nível académico superior, empresário, aviador nas horas livres, enfim, uma pessoa com posição e supostamente “conhecimentos” destas coisas da bola. E benfiquista.

Sabendo como penso, começou por me colocar a questão clássica: “mas não acha que o FCP mereceu ganhar os títulos que ganhou?”. Respondi-lhe que não podia dizer que sim, nem podia dizer que não. Ficou um pouco atónito e contrapôs: “então não acha que os 21 pontos de avanço no campeonato, mesmo que aqui e ali possam ter sido ajudados, não lhe garantiam o campeonato?”. E acrescentou: “e nas competições europeias, os árbitros são estrangeiros e eles também ganharam”.

Tive então de lhe dar uma explicação, um pouco longa. Comecei pela invariável referência “pois é, você lê muitos jornais e vê muita televisão e depois não pensa no futebol, mas sim como eles querem que você pense”. E expliquei porquê.

Sobre o campeonato “nem vale a pena falar porque o Benfica foi afastado do título nas primeiras 4 jornadas. Se o Cosme Machado marcasse os penaltys que existiram contra a Académica, 4, se o Paulo Batista não marcasse o penalty fantasma que deu a vitória do FCP na Naval por 1-0, e com um bocado de jeito assinalasse o penalty que Álvaro Pereira provocou aos 22 mn, com cartão amarelo que com algum rigor seria vermelho, aí não era o Benfica que começava com Zero pontos, mas se calhar o FCP. Mas mesmo que o FCP empatasse, era o Benfica que colocava pressão neles logo na 1ª jornada, por ter ganho, e não o contrário. Depois na jornada seguinte se o Sr.º Proença não inventasse faltas contra o Benfica, como a que deu o 1º golo do Nacional (que a comunicação social branqueou ao referir que Roberto ficou mal na fotografia) e tivesse visto o Coentrão ser “tesourado” pouco depois, por 2 defesas dentro da área, se calhar não era o Benfica que perdia 2-1 mas sim até podia ter ganho. Mas mesmo que empatasse, e o FCP ganhasse ao Beira Mar sem casos (o 2º golo nasceu de uma simulação de Bellushi que o árbitro entendeu ser merecedora de falta defensiva), acabaríamos a 2ª jornada com 4 pontos, tal como eles, e portanto a confiança que logo se instalou na equipa do FCP, porque à 2ª jornada tinham 6 (!) pontos de avanço sobre o Benfica, essa confiança nunca existiria. E se não existisse essa confiança, “acha que o FCP jogava igual na 3ª jornada quando foi ao Rio Ave, ainda para mais, novamente ajudado?”. Que “aconteceria se eles tivessem ido lá com os mesmos pontos do Benfica e o árbitro do CA Porto Jorge Sousa, tivesse visto a falta de Falcao sobre o Milhazes, no lance que precede o 1º golo, tal como viu no ano passado em Braga uma falta de Cardozo sobre Leone em Braga, quando o Luisão fez o empate que não valeu? E se o árbitro depois tivesse visto o Álvaro Pereira fazer 2 penaltys na mesma jogada e ainda ter ganho 1 cartão amarelo para um dos avançados que derrubou? Quanto acha que vale, naquele momento, um cartão amarelo perdoado ao Álvaro Pereira, o respectivo penalty e possibilidade de golo, e em vez disso ser o avançado que leva amarelo e fica condicionado? Será que o FCP ganhava esse jogo? Dificilmente ganharia, e mesmo que empatasse, como nós ganhamos ao Setúbal com 10 jogadores, ficávamos 2 pontos à frente.

Posto isto perguntei-lhe: acha que o Benfica em 1º lugar à 3ª jornada suscitava a especulação mediática em torno das qualidades do guarda-redes? Das opções do treinador? Da qualidade dos novos reforços? De todos aqueles temas que a comunicação social habilmente sabe colocar para por os benfiquistas a falarem de tudo menos dos erros dos árbitros? Claro que não!
Na Liga Europa? Olhe, se o Sapunaru fosse expulso quando agarrou o Saviola no jogo da Taça, num dos raros momentos em que ele conseguiu fintar os 4 defesas do FCP e o árbitro assistente que estava sempre a levantar a bandeirola para o Cardozo, se o FCP ficasse com 10 com 0-0, algum dia nos eliminavam? Claro que não! E se o Benfica eliminasse o FCP da Taça teria havido o terramoto emocional que rompeu a relação de proximidade entre os adeptos e a equipa, que provocou uma enorme crise de confiança nas suas qualidades, na generalidade dos jogadores do Benfica, que desgastou ainda mais a imagem do treinador perante adeptos e comunicação social? Claro que não! Era o FCP que levava um 2º murro, depois da Taça da Liga, eram eles que ficavam com dúvidas sobre as suas qualidades e sobre o valor da equipa, éramos nós que embalávamos para uma ponta final pacífica, confiante, consensual entre adeptos e comunicação social porque os resultados desportivos eram bons e próximos dos títulos.

Assim, por causa de um simples cartão amarelo que não foi exibido como mandam as regras do “manual da arbitragem”, acabamos nós com falta de confiança, com critica desmesurada, com intranquilidade, com fraqueza de jogo colectivo (porque este é um somatório das capacidades individuais, entre outros) e assim lá se foi a Liga Europa. Noutras condições, com árbitro estrangeiro, o Braga era goleado na Luz e depois em Braga era só para cumprir calendário...

E sabe que mais: “se para o ano os truques de arbitragem forem os mesmos, como vão ser, acha que podemos ganhar alguma coisa?”. Olhou para mim, virou os olhos para baixo e suspirou ...

Tinha acabado de concordar comigo. O futebol tem uma matemática diferente da que nos “vendem” através da comunicação social (sistema).

Fábio Coentrão

 ●  17 comentários  ● 
"Se o presidente metesse aqui um contrato vitalício assinava já"


"Vou com intenção de ajudar o clube e espero poder jogar o máximo de tempo. Vou trabalhar imenso para ajudar. Estou consciente que ali estão os melhores. Quero ser mais um e gostaria de ganhar tudo no Real - a Liga dos Campeões e a Liga Espanhola", confessou o jogador."

"Tenho uma boa relação com Vieira e o Benfica está no meu coração. Tentaram que eu ficasse mas, claro, a minha decisão está tomada. Estou grato ao Benfica, mas o clube também teria de estar agradecido. Quero sair para o Real Madrid, acima de tudo".

"E acrescentou: "No verão passado, fiquei no Benfica porque achei o melhor, de coração. Sempre fui sincero. Agora na minha cabeça está o Real Madrid e tenho de ir para lá".

Coentrão, a tua palavra e atitude vale tanto como merda!!

E já agora faz um favor aos Benfiquistas, pára de fazer juras de amor ao Benfica ao mesmo tempo que o fazes em relação ao Real Madrid e ao mesmo tempo que dizes que estas doidinho para ir para o Real. Pára de dizer merda!! A consideração que tinha por ti baixou abaixo de zero!! Compreendo que tenhas ambição e que jogar na Liga Espanhola e num clube como o Real Madrid seja um sonho para qualquer jogador, mas não compreendo e nem aceito a tua postura!! Nunca te podes esquecer que és funcionário do Benfica, tens um contrato para cumprir e não está nas tuas mãos a saída para o Real, embora ache que devias ser imediatamente negociado. Venham de lá os trinta milhões ou vinte e cinco milhões mais o Garay e põe-te a milhas!!!


Esta situação foi mais uma lição para todos nós Benfiquistas!! NUNCA deveremos acreditar em juras de amor ao clube por parte dos jogadores, exceptuando alguns como o Nuno Gomes ou Moreira que têm dezenas de anos no clube

Depois de tudo isto, para mim Coentrão não tem espaço no Benfica.

Obrigado pelo teu empenho e dedicação como PROFISSIONAL, e não mais que isso, e vai á tua vidinha!!!

Somos todos burros ou algo esta mal contado?

 ●  13 comentários  ● 
Desculpem la mas parece que estão a querer passar um atestado de estupidez aos sócios do Benfica e isso eu não admito!
Este telenovela do Fábio Coentrao cheira muito mal mesmo, já sei que alguns vão dizer que digo mal do Sr. Filipe vieira ate quando um jogador do Benfica vai a casa de banho mas não posso deixar de passar isso em claro , e se tiver enganado sou o primeiro a pedir desculpa, mas isso e uma coisa que nunca niguem há-de saber.
Mas pronto vamos por partes , primeiro o jogador jura amor eterno ao Benfica , depois com o passar do tempo vem a dizer asneiras ,atrás de asneiras que só beneficia quem o quer vender por menos de 30 milhões.
Eu adorava saber a verdadeira historia desta telenovela toda mas quem chora e sofro com eu vi o Fábio fazer a cada derrota do Benfica, não pode mudar tao depressa de atitude ou então o jovem jogador tem um problema muito grave de cabeça....

BenficaSempre

Que sirva de lição para todos

 ●  Sem comentários  ● 
FALAS DEMAIS, PUTO!
Muitíssimo bem Vieira.

As entrevistas dadas por Fábio Coentrão já depois de terminados os trabalhos do Benfica, forçando a saída para o Real Madrid, resultaram num processo disciplinar ao jogador por parte da Benfica SAD.

As declarações de Coentrão sobre o Real Madrid não caíram bem no seio da Benfica SAD, que avança para o inquérito disciplinar por o jogador violar o regulamento interno do clube
.
fonte Record

Coentrão e o novo equipamento

 ●  10 comentários  ● 
O corrupto do Mendes de certeza que não fez fama e fortuna a deixar os jogadores dizerem barbaridades quando lhes apetece. Por isso o Coentrão há um mês dizer que queria ficar no Benfica se lhe oferecessem um contrato para isso e agora andar com a conversa que os dirigentes queriam que ficasse mas eu quero sair e que é do Real desde pequeno (que cliché), cheira muito mal.

Sinceramente acho que isto está tudo a ser «montado» para justificar aos benfiquistas que afinal não foi possível manter a promessa que só saia pela clausula porque o jogador quis sair e fragilizou o Benfica. Do ponto de vista de comunicação, até acho uma estratégia inteligente porque o Benfica fica e o jogador sai, por isso a culpa do negócio que vá com ele e salve a pele de quem fica - o merecido elogio. Mas olhando aos interesses do Benfica, que devia ser o que interessa a todos nós, não deixa de ser mais uma venda abaixo do que deveria ser para clubes que todos sabem que têm muito dinheiro. Voltamos a ceder negocialmente quando mudamos isso?

Já é conhecida a nova camisola do Benfica. Até gosto, mas continuo a achar que lhe falta um toque de beleza e classe. Masnão se pode dizer que seja feia (o equipamento alternativo até enjoa, como é possível ser tão feio). Um elogio para os benfiquistas que sozinhos conseguiram acabar com o azul da TMN perante o passividade do Benfica. Uma demonstração que somos muito fortes como adeptos. Digam lá se não faz toda a diferença, mesmo tendo o símbolo crescido na camisola.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

De Espanha, nem bom vento, nem bom casamento

 ●  21 comentários  ● 
A Marca está para o Real Madrid como o Jogo para os corruptos. Fazem uma boa defesa dos interesses deles.

Acho que foi no record li um peça que dizia que na Marca vinham identificados os valores que o Real queria ganhar com vendas. Kaká 40milhões, etc e... Garay 10 milhões.

No dia a seguir vem uma notícia nesse pasquim espanhol de Madrid a dizer que o Lyon quer pagar exactamente os tais 10 milhões por um suplente pouco ou nada utilizado do Real.

Isto não é por acaso. O Real sabe que o Benfica precisa de guito e já tiveram exemplos recentes de que cedemos nas negociações por isso vão esticar a corda até não poderem mais e contam com a preciosa ajuda do jornal oficial dos coitadinhos de Madrid para passar a mensagem ao Benfica que o Garay vale 10 milhões, por isso podem pagar só 20 milhões ou isso mais o Garay e uns 5 milhões de objectivos e pronto já estão a pagar mais do que a clausula porque são uns beneméritos.

Estes palhaços espanhóis acham que aqui em Portugal somos todos estúpidos? O Garay claro que é bom jogador, se calhar será dos melhores centrais em Portugal até porque não há além do Luisão nenhum que seja actualmente mesmo muito bom. Mas 10 milhões? Vão gozar com outro.

O Garay por 5 milhões já está muito muito bem avaliado e mesmo assim eu já tinha dito antes para levarem o Coentrão é 30 milhões a pronto ou nada.

A quem está a gerir este dossier do lado do Benfica, cuidado com as negociações e com os argumentos destes espanhóis aldrabões.

PS- Que grande post do Redmoon. Escreve mais vezes sff

domingo, 5 de junho de 2011

Um Benfica a precisar de retoques. Não de revoluções.

Avatar
 ●  16 comentários  ● 
Há alguns meses atrás escrevi um post onde fazia uma listagem dos jogadores que passaram pelo Benfica desde o ano 2000, e pedia aos leitores deste blogue que fizessem o seu onze ideal no novo milénio. 41 leitores aderiram à iniciativa, e foi engraçado constatar que salvo dois ou três elementos desse 11, a grande maioria dos jogadores eleitos faziam parte dos plantéis do Benfica deste ano ou do no ano passado.

Os consensuais eram Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Coentrão, Javi Garcia, Di Maria, Cardozo e Saviola. Depois haviam alguns que tiravam o Saviola e metiam o João Pinto, outros tiravam o Di Maria e metiam o Simão, a maioria lembrou o Rui Costa mas sem esquecer o Aimar mas, tirando estes, havia apenas três elementos do passado que iam entrando com alguma frequência, Enke, Pobosrsky e Marchena.

Isto para constatar que, de facto, em termos de qualidade o plantel do Benfica é hoje muitíssimo superior àquele que foi a média da sua qualidade em anos anteriores, o que, na minha opinião é um caso raro no panorama nacional. O Sporting retrocedeu uns bons anos em termos qualitativos, e mesmo se se fizesse o mesmo exercício no FC Porto, mesmo Hulk, Falcão, Álvaro Pereira e João Moutinho teriam sérias dificuldades em entrar num 11 onde pontificassem jogadores como Baía, Bosingwa, Jorge Costa, Bruno Alves, Ricardo Carvalho, Pepe, Ricardo Carvalho Costinha, Deco, Lucho Gonzales, Anderson, Quaresma, Maniche, Derlei, Jardel ou Lizandro Lopes.

E este “facto” explica quase tudo, e serve para tirar duas conclusões:

A primeira é que podemos de facto discutir a corrupção, as arbitragens, a presidência da Liga, as escutas no youtube, etc, mas, dentro do campo, qualitativamente as equipas do FCPorto têm sido melhores que as do Benfica.

A segunda conclusão é a óbvia: que de facto, tirando raras excepções, parece consensual entre os Benfiquistas que, qualitativamente, este é o melhor Benfica dos últimos doze anos.

E porque isto me parece mais ou menos consensual, e porque se fala em ser esta a hora em que temos de parar de repetir alguns erros do passado, eu queria lembrar aqui um dos principais e que se repete constantemente: a atracção suicida pelas razias dos planteis sempre que as coisas correm mal, o deitar tudo abaixo para construir de novo. Isto a propósito das sugeridas vendas/dispensas de Aimar, Saviola e Cardozo para dar lugar a sangue novo, aos tais craques que aí vêm, craques que fazem sempre as delícias da imprensa e do Football Manager, mas que em campo são muitas vezes um saco cheio de nada.

No Benfica, vende-se o Simão, compra-se o Di Maria com 18 anos, para chegar e fazer IMEDIATAMENTE o que o Simão fazia. Resultado: ao fim de três semanas está o Di Maria a ser assobiado.

No Benfica sai o Léo compra-se o Shaffer, mais um puto que tem de chegar e render logo. Fez dois ou três jogos, correram-lhe mal, e aí vai o Shaffer devolvido à procedência.

No Benfica vende-se o Ramirez traz-se o Sálvio com 20 anos, para chegar e entrar logo no 11 sem ter sequer de lutar pelo lugar. O mesmo se aplica a Gaitan, que foi chegar e jogar, substituir a estrela da companhia Di Maria, e ao fim de duas semanas não era extremo, não defendia, já estava a ser queimado.

Ano após ano a história repete-se, e mostra que jogar na equipa principal do Benfica é a coisa mais fácil do mundo. Basta um pouco de “boa imprensa”, fazem-se estrelas da noite para o dia, e estão-lhes abertas as portas da titularidade. E entretanto os anteriores titulares foram varridos, eleitos como o “cancro” do clube, saindo invariavelmente pela porta pequena.

O que a história do Benfica também mostra, é que o difícil neste clube é algum jogador fazer parte do 11 por mais de 6 meses. Normalmente o percurso é chegar, ser titular depois de três treinos, desiludir ao fim de três jogos, e serem devolvidos à procedência. No fim da época faz-se mais uma vassourada, e o ciclo repete-se novamente. Até a eterna esperança Freddy Adu, chegou à Luz e foi imediatamente lançado às feras por Fernando Santos num jogo que estávamos a perder.

E para o ano que aí vem, e como consequência desta época que agora findou, e já sem David Luíz nem Di Maria e com Coentrão em vias de sair, percebe-se em certos meios a vontade de adicionar Cardozo, Aimar e Saviola às saídas, para serem substituídos pelos Rodrigos, David Simões e Néson Oliveira. E assim se destrói o onze que há três meses atrás era aclamado como o onze do novo milénio. Até mesmo a imprensa, que apenas há três meses atrás elegia o Benfica como a melhor equipa Portuguesa, mudou imediatamente a agulha. Agora o Porto é que é o melhor, e no Benfica só encontram erros.

Eu percebo a vontade de ver alguns jovens triunfar na Luz, em vê-los vestir a camisola encarnada. Mas se alguém acha que é com a “Quinta do Luisão”, o mesmo é dizer com o Luisão e os seus “meninos”, que o Benfica vai discutir campeonatos e Ligas dos Campeões e arrancar vitórias no Estádio do Dragão, receio bem que não leve muito tempo a darmos mais uma época como perdida, com mais uma fornada de jogadores a ser autenticamente linchada pelas bancadas da Luz.

Bem sei que também vem aí o super craque Nolito e a estrela Bruno César mas, pessoalmente, prefiro esperar para ver se também são craques no campo. Na imprensa já sei que são.

Fico feliz evidentemente com os regressos anunciados de alguns jovens à Luz mas, não chega. Eu quero-os na Luz para substituir a segunda linha do Benfica, os Kardecs, os Menezes, os Luíses Felipes, Weldons e outros tais. Quero-os na Luz para lutar por um lugar, para morder os calcanhares aos titulares, para terem margem de manobra para crescer, para estarem prontos quando a oportunidade chegar. Integrar jovens em equipas grandes é um risco imenso, para mais quando não têm uma retaguarda forte que os proteja, o mesmo é dizer, fazerem parte de um plantel forte, maduro, personalizado, e sobretudo ganhador.

Resumindo e baralhando, se Cardozo sair precisamos de contratar um avançado capaz de chegar e marcar golos sem reclamar períodos de adaptação. Se Aimar sair, corremos sérios riscos de ainda vir a chorar por ele. Se Saviola vai sair para o Dubai, mantenham-no connosco mais seis meses para garantir o presente, e se então os novos reforços mostrarem capacidade para agarrar o lugar, vende-se o Saviola em Janeiro. E mesmo Roberto deveria ficar para discutir o lugar com o Artur (um guarda redes normalíssimo na minha opinião), e porque 8 milhões de euros merecem uma segunda oportunidade.

O grande problema do Benfica deste ano não foram os onze que entraram no campo todas as semanas. Foram os outros, a segunda linha, que nunca mostrou capacidade para substituir os titulares quando se aleijavam, eram castigados ou se arrastavam no campo. O que matou o Benfica este ano foi não termos um Kardec à altura, não termos substituto para Sálvio nem para Maxi, termos Ruben Amorim lesionado a época inteira… e um dossier “Guarda-Redes” que foi pessimamente mal gerido.

Este é um Benfica a precisar de alguns retoques e ”upgrades”. Não é um Benfica a precisar de revoluções. Já é hora de parar com alguns erros do passado.


P.S. Desejar as boas vindas ao Eagle1. Com dois excelentes posts a abrir, percebe-se que é um valor acrescentado.

Só o Benfica pode mudar isso

 ●  5 comentários  ● 
O Papa da Corrupção falou: «Precisam de muitas Taças Latinas para ignorar este pleno». Isto por terem ganho os títulos de campeão de futebol, basketball, andebol e hóquei, ou seja, todas as modalidades onde estão.

No futebol já todos sabemos que perdemos o estatuto de clube português com mais títulos em Portugal e na Europa, ontem no hóquei ao fazerem o 10º título consecutivo (espero que tenham agradecido aos árbitros dos últimos 10 anos) igualaram o número de títulos do Benfica (20). Já no andebol nunca fomos grande potência e estamos 22 titulos atrás deles e no basket ainda têm muito que penar para lá chegar, são 12 títulos que os separam para os nossos 22. Volei e Futsal não têm porque têm dificuldades em articular a palavra ecletismo, são mais pelos desportos onde conseguem impor a outra palavra: corrupção.

Aparte dessa treta toda, o basket e hoquei não me dão preocupações e maior e no caso destes últimos acho mesmo que no próximo ano vamos voltar a ser o clube com mais títulos em Portugal. No Volei eles não têm há uns anos, mas poucos sabemos que eles têm mais 6 títulos do que o Benfica.

O futsal é a única modalidade que arrancou no Benfica já no legado de Vieira, através de um projecto de Fernando Tavares, que tem então conquistado titulos e caminhado para um estatuto de equipa com mais títulos, pois se vencermos ficamos apenas a três do número de títulos dos lagartos que começaram no final da década de 80 e nós mais de 10 anos depois.

ELES CHEGARAM ATÉ NÓS! Não nos ganharam uma corrida para nada como se quer fazer querer, ou seja, não andamos a conquistar títulos todos e vemos quem chega a frente. NÃO! Devido às suas estratégias e à nossa instabilidade, ELES CHEGARAM A NÓS!

Isto só quer dizer que está totalmente ao nosso alcance recuperar o nosso estatuto no Futebol, no Hoquei, assim como o alargar ainda mais no Basket e começar a recuperar terreno no Andebol e Volei.

ELES SÃO AGORA, EM TÍTULOS, O ALVO A ABATER. Foi sempre essa a sua obcessão em relação ao Benfica e tem que ser agora a nossa em relação a eles.


ranking