O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 30 de junho de 2010

Jorge Mendes e o negócio DiMaria

 ●  + 16 comentários  ● 
Eu tinha previsto aqui há umas semanas no tópico 30 parece ser o número mágico, quando escrevi: "Posto isto... já todos sabemos que os próximos dias serão de "contra informação" na tentativa de confundir a opinião pública, como foi feito no último caso (porventura a última e única venda semelhante feita por Vieira) que foi Simão Sabrosa. Entre o valor do(s) jogador(es) que chega(m) do Real Madrid, à forma de pagamento, passando pelo apuramento do valor final... muita tinta vai correr".

E confirma-se...
... Há os que afirmam a pés juntos que são 30M€ porque o DiMaria vai render 5M€ pela... inscrição na Liga Espanhola (até nisto inovamos).
... Há os que afirmam
que os 6M€ são validos durante os 6 anos de contrato, ou seja, o Real tem que ser campeão, ganhar a Champions e a Taça do Rei... em seis anos (é um projecto aliciante para o Mourinho).
... Há os que afirmam
que o valor em dívida das aquisições do Javi Garcia (7M€) e Saviola (5M€) que deverá rondar agora os 10M€ fica perdoado com este processo (Real Madrid AKA Santa Casa da Misericórdia).
... Há os que afirmam
que a culpa é do Jorge Mendes porque fez o negócio que quis e embolsou 1,5M€ de retorno face ao 1M€ que investiu por 10% do passe.

Feitas as contas, o comunicado oficial fala em 25M€, mas já houve jornais e benfiquistas que conseguiram sacar já mais 5M€ à cabeça ao Real Madrid e ainda mais 10M€ de dívida perdoada em cima disso. Ou seja, na realidade o DiMaria saiu, imagine-se, pela cláusula de rescisão: 25 + 5 + 10 = 40M€! Mais uma vez faz todo o sentido o tópico O Poder dos Sócios, pois isto foi todo conseguido pelos benfiquistas.

Já no que diz respeito ao Jorge Mendes, os que não afinam pela teoria acima, dizem que a culpa foi dele porque sacou o seu 1,5M€ de lucro (+ 5% de comissão sobre a transferência) e esteve-se nas tintas para o SLBenfica.

A esta malta sonhadora eu faço só uma pequena pergunta: Quanto é que ele LUCRARIA se o DiMaria tivesse saído por 40M€? Ora deixa cá ver, ora deixa cá ver... 4M€, menos 1M€ pago em 2008, seriam 3M€ de lucro, precisamente o dobro do que ganhou. Estranho, não?

Outros argumentos há para explicar o que, na minha perspectiva, é um fracasso na venda deste jogador. Mas entendo que a venda está feita e é um assunto arrumado. Siga pra bingo!

O Poder dos Sócios

 ●  + 21 comentários  ● 
[PONTO PRÉVIO] Admiro a tentativa da imprensa afecta ao SLBenfica e de alguns sócios com maior notoriedade de tentarem passar a ideia de "estando igualmente previstos 5.000.000 de euros indexados à utilização do jogador" significam "5M€ recebidos à cabeça pela inscrição do jogador". Novamente, ou andamos a brincar com o fogo e declarar factos errados, ou andam a fazer os sócios de tolinhos! Depois ainda há os que dizem que o que ainda se deve do Javi e Saviola (10M) ficou perdoado... LOOOL! Sonhadores! Real Santa Casa da Misericórida de Madrid!

[PONTO PRÉVIO II] Lembram-se porque o Hulk foi despenalizado? Porque os stewards, para o FCPorto, não eram agentes desportivos. E não é que hoje vai a votos na AG da Liga, a passagem dos stewards a... agentes deportivos, por proposta do FCPorto? Só gozam... e nós rimos!

Mas o que vos trago hoje nada tem a ver com o jogador A ou B, mas sim com o Poder real de um activo que só tem valor para as Direcções e Administrações, nos discursos: Os sócios.

Há uns tempos correu uma campanha, que até nem concordo muito, acerca do retângulo azul da TMN nas camisolas do SLBenfica. Correu jornais, paginas do Facebook e até um video no youtube, muito bem feito, por sinal (recordar AQUI).

A reacção, na altura, do Presidente e do Administrador Domingos Soares Oliveira foi que este ano já nada haveria a fazer, mas que iriam encetar negociações para alterar esse facto para o equipamento da próxima temporada.

Em paralelo, foi rápida a "lavagem de cara" que o exterior do Estádio da Luz teve, com a decoração exterior da bancada TMN a passar para... VERMELHO BENFICA! Tudo isto devido a uma mega-campanha levada a cabo pelos sócios do SLBenfica que, sem conversa com ninguém, conseguiram alterar sozinhos a decoração do Estádio da Luz. Impressionante, no mínimo.

Como dizia um benfiquista num conhecido blog, é uma felicidade ver que os assuntos que são discutidos são estes de... somenos importância. É sinal que outros bem mais graves discutidos no passado são consensuais... ou não, diria eu.

Onde quero chegar com isto é que a actual Direcção do SLBenfica, pela boca do Presidente, disse em tempos uma expressão que chocou muita gente, mas que eu concordei em absoluto: "Se calhar o Benfica não devia ter sido campeão em 2004/05". Não concordei pelos motivos que foi dita, mas concordo noutra perspectiva:

- Para a generalidade dos sócios, e o Presidente sabe-o bem, a memória é selectiva e um título muitas vezes é suficiente para dar liberdade e legítimidade para várias decisões. Quem ousa ir contra Luis Filipe Vieira ou Jorge Jesus depois de nos termos consagrado campeões?

Quem se lembra de quanto custou Eder Luiz que já foi despachado ao Vasco da Gama por empréstimo? Eu recordo: 3,7M€

Quem se lembra de quanto custou Filipe Menezes que já vai pelo mesmo caminho? Eu recordo: 1,5M€

Quem se lembra de quanto era a proposta do Manchester City para o Benfica por DiMaria? Eu recordo: 40M€ em cash e a pronto!

Quem se lembra da clausula de rescisão do Eduardo, o melhor GR do Mundial e... português? Eu recordo: 4M€ (menos de metade do Roberto que tem 28 jogos em 6 anos).

Quem se lembra de ter ouvido à dias o Presidente dizer que "se for preciso endividamo-nos mais"? Será que a crise é só quando chega a hora de vender jogadores?

Quem se lembra dos raios e coriscos que se escrevem e ouvem por parte de empresas geridas por Joaquim Oliveira quando o Presidente diz que dá prioridade ao acordo com Joaquim Oliveira pelos direitos televisivos porque... lhe devemos muito?

Onde quero chegar é que a memória dos Sócios é selectiva e curta, por vezes esquecendo-se do Poder que têm para não deixar que estas coisas aconteçam. Há quem tenha a iniciativa de colocar os assuntos "na agenda" dos benfiquistas. Sites, blogs, crónicas... ou até pedidos de AGs para discutir EM SEDE PRÓPRIA os assuntos estruturantes.

Os sócios ajudaram a construir a Velha Luz, a Catedral! Os sócios disseram "Sim" à Operação Coração, aos Empréstimos Obrigacionistas, aos Kit Sócio, às presenças nos jogos na Luz e fora da Luz, à maximização das parcerias do Cartão de Sócio, às presenças nos pavilhões, enfim...

... É fácil vir com aquele discurso que nós não sabemos nada e que o Presidente é que sabe tudo. Saberá muita coisa, fará bem muita coisa, mas os sócios têm poder para lhe dar ainda mais dimensão ou, sempre que não concordem com algo, fiscalizar e limitar as suas posições.

Eu recordo-me da última reeleição do Presidente Luis Filipe Vieira, em que os sócios cantaram num pavilhão cheio "O Benfica é nosso, o Benfica é nosso e há-de ser, o Benfica é nosso até morrer". DIZER PRESENTE e fazer parte activa da vida e das decisões do clube é um direito que nos assiste se for feito com responsabilidade, respeito por quem foi eleito com maioria esmagadora e sempre numa perspectiva construtiva e não destrutiva ou oposicionista.

Se já fizemos tanto, temos de ter capacidade para fazer ainda mais e melhor... AJUDAR! Não confundam com fazer oposição, ou lá o que raio lhe queiram chamar.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Mundial de... Boas notícias

 ●  + 8 comentários  ● 
O Fábio Coentrão jogou muito e revelou ao Mundo o "ADN Benfica"
... Ainda assim o Fábio Coentrão volta cedo e não corremos o risco de deslumbrar ainda mais nem se cansar!

O Ruben Amorim foi convocado e ficou evidente que era primeira opção
... Ainda assim o Queiroz inventou uma lesão para "se limpar" e ele assim não se cansou, mas deixou claro que o lugar era dele!

Luisão, Ramires, Maxi Pereira, DiMaria e Cardozo continuam em prova pelas respectivas selecções e deixam a marca do Benfica neste Mundial. Um deles trará a taça!

Adivinhem onde será a Supertaça?

 ●  + 8 comentários  ● 
Podiam ter marcado para o Estádio do Dragão, não?

Ehehehe... o Record anuncia às 15.46, A Bola às 15.56... e o GB às 15.43! Andam a dormir!

PS- Este tópico é só para descontrair e "por para baixo" o tema do dia. DiMaria já foi, por muito ou pouco (nem deu para pagar o investimento na nova época), já faz parte do passado. SIGA A VIDA!!!!!!!!!!! Quem quiser olhar para o passado: Já é OFICIAL: 25M (+5M +6M em objectivos); ou Quem brinca aos "chicos-espertos", lixa-se ou GB WISH: Não serão 25M€, não podem ser.

Já é OFICIAL: 25M (+5M +6M em objectivos)

 ●  + 35 comentários  ● 
O SLBenfica, apesar de ao início da manhã ter dito que não estava concluido, vem confirmar as noticias de Espanha. Verdadeiros, verdadeiros são 25M€ pelo melhor jogador da equipa em 2009/10 e o melhor jogador da Liga Sagres e o titular da ala esquerda da selecção argentina e... um dos melhores do Mundo na sua posição.

DESTA VERBA RECEBEMOS APENAS 70% (17,5M€). O resto recebe o fundo e o Jorge Mendes (nem com o que já recebemos do Fundo e do Mendes + objectivos chegamos aos 40M€). E não pagam os 24M que já gastámos em contratações!!!

Com este cenário, espero que o SLBenfica não venda mais ninguém, se não arriscamo-nos a vendê-los por 50€! Acabamos de dar um belo sinal ao mercado para futuras vendas...

Eu mantenho a minha posição desde sempre: Se há jogador do SLBenfica por quem deveriamos ter sido intransigentes no cumprimento da clausula, o tal jogador que vale o bilhete dos jogos, é Angel DiMaria. Não só é vendido abaixo da clausula, como os valores reais ficam muitíssimo abaixo dos pretendidos e exigíveis. Diz o comunicado oficial:

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, vem informar que chegou a acordo com o Real Madrid C.F. para a alienação a título definitivo dos direitos económicos e desportivos do atleta Angel Di Maria pelo montante de 25.000.000 de euros, estando igualmente previstos 5.000.000 de euros indexados à utilização do jogador e 6.000.000 de euros relativos a prémios de performance desportiva.
in CMVM

É uma desilusão e espero que nos sirva de lição para o futuro, quando tivermos a tentação de "vender antecipadamente", prometendo-os a determinados clubes por determinadas condições.

Uma noticia desagradável e a incompetente a forma como este processo foi conduzido nos últimos dias.

Este não foi um bom negócio, mas admito que foi o negócio possível face à posição em que nos colocámos e costumamos colocar nos negócios estruturantes - será assim com os Direitos Televisivos.


PS- Por favor, não tenham a tentação de apresentar daqui a dois ou três dias jogadores como Rodrigo, Alonso, Sarabia, Alípio ou que raio sejam... Por favor.

SAIU O COMUNICADO OFICIAL

 ●  + Sem comentários  ● 

Quem brinca aos "chicos-espertos", lixa-se

 ●  + 16 comentários  ● 
Comissão do Mercado e Valores Mobiliários (CMVM) confirmou esta terça-feira à Agência Financeira que exigiu ontem à noite à SAD do Benfica explicações sobre a venda de Di María ao Real Madrid. Se o clube não responder em breve, incorre numa contra-ordenação muito grave; uma coima que varia entre 25 mil euros e 5 milhões de euros.
(...)
Por falta de informação, a CMVM decidiu suspender as acções do clube desde a abertura do mercado, às 8h, depois de ter exigido ontem ao Benfica informações sobre a venda do jogador argentino, uma notícia veiculada pelo site oficial do Real Madrid.
(...)
Contactado pelo Maisfutebol, um responsável do Benfica limitou-se a dizer que «não há nada a comunicar».

Já em Agosto do ano passado, a SAD do Benfica foi condenada a pagar uma coima de 40 mil euros por ter emitido um comunicado que continha «informação não verdadeira». Segundo a CMVM, o Benfica, à data do comunicado, já se encontrava em negociações pelo médio brasileiro Ramires, apesar de o ter negado ao mercado.

Senhor Presidente, bem sei os motivos que o levam a guardar até ao limite a comunicação oficial, mas "quem anda a chuva molha-se" e, sabendo da obstinação da CMVM pelo SLBenfica e sabendo da reincidência do passado, impunha-se mais prudência e melhor comunicação.

GB WISH: Não serão 25M€, não podem ser

 ●  + 4 comentários  ● 
Todos têm direito a premonições e eu confesso-vos que estou pouco confortável com o número "25M€ + Objectivos (até um total de 30M€)", que é o que referencia hoje o jornal oficioso do SLBenfica.

Eu prefiro acreditar, até ao anuncio oficial que serão 30M€ (ou pouco mais), manter alguns objectivos do jogador e da equipa. Dispenso contudo as chegadas dos Alonsos, Alípios, Sarabias, Rodrigos, etc. Para o lugar desses temos o Ruben Lima, o Lassana Camará, o David Simão, o Nélson Oliveira, o Miguel Rosa, o Yartey, o Leandro Pimenta, o Mário Rui, o Roderick Miranda, etc.

SE ASSIM FOR, O QUE ACHAM?

Do intenso dia de ontem ficam os tópicos:

Sobre os direitos televisivos e o utópico sonho dos milhões...

Sobre a venda do DiMaria...

Sobre a nova época...

Uff... foi um dia cheio de emoções, mas hoje será ainda mais!

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Querem quanto? 40M€? Aqui têm...

 ●  + 4 comentários  ● 
Fecho do 24Horas e do Global Notícias: Controlinveste avança com despedimento colectivo

A Controlinveste vai avançar com o processo de despedimento coletivo na sequência da decisão de hoje de encerrar os jornais 24 Horas e Global Notícias, anunciou o grupo de media.
(...)
Em janeiro de 2009, a administração da Controlinveste deu início a um processo de despedimento coletivo que abrangeu 119 colaboradores de diferentes áreas do grupo.

Lembram-se como se esqueceram a má venda do Simão?

 ●  + 16 comentários  ● 
Vocês sabem do que eu estou a falar, já dizia o outro...

Até lá continuo com serenamente a aguardar o comunicado da SLBenfica SAD, acreditando que só deverá chegar amanhã, até lá, mais dados no tópico Que vai eu já sabia! Mas por quanto?

Que vai eu já sabia! Mas por quanto?

 ●  + 17 comentários  ● 
Angel Di María assinou um contrato válido por seis épocas com o Real Madrid, numa transferência em que o Benfica vai receber 25 milhões de Euros. A informação, incluindo os valores do negócio, foram avançados ao inicio da noite, em Espanha, sendo que o clube espanhol também já o confirmou no seu site.
O Benfica e o Real Madrid já chegaram a acordo para a transferência de Ángel Di María, num negócio que foi formalizado esta tarde, por fax, e já confirmado pelos "merengues" no seu site oficial.

"O Real Madrid e o S.L. Benfica chegaram a um acordo para a transferência de Ángel di María. O jogador estará vinculado ao Real Madrid nas próximas seis temporadas", lê-se numa nota publicada na página oficial do emblema dos "blancos".

Ainda não há qualquer confirmação oficial por parte da SAD "encarnada" sobre a transferência de Di María, mas o argentino será o primeiro reforço para o português José Mourinho desde que assumiu o comando técnico dos madrilenos.

Os "merengues" vão desembolsar 25 milhões de Euros pelo passe do extremo internacional argentino, de 22 anos. Esse montante será faseado e pago durante cinco anos.
in RR

Vou aguardar por informações oficiais! 25M€ pagos em cinco anos por um dos melhores do Mundo na sua posição? 5M€/ano para um clube que pagou em cash Kaka, Ronaldo e Benzema em mais de 200M€ num ano só?

Se forem estas as condições, depois venham-me perguntar porque critíco alguns actos de gestão de Luis Filipe Vieira... Mas para já vou esperar e darei a minha opinião depois de conhecidos os dados oficiais.

Até lá recordo o que escrevi à umas semanas sobre o momento do anúncio oficial desta transferência: Posto isto... já todos sabemos que os próximos dias serão de "contra informação" na tentativa de confundir a opinião pública, como foi feito no último caso (porventura a última e única venda semelhante feita por Vieira) que foi Simão Sabrosa. Entre o valor do(s) jogador(es) que chega(m) do Real Madrid, à forma de pagamento, passando pelo apuramento do valor final... muita tinta vai correr.
in
30 parece ser o número mágico

Abre a Oficina! E vamos lá trabalhar com critério, sff

 ●  + 2 comentários  ● 
"Lá vem o GB falar de coisas incómodas, bolas! Então o Jara e o Gaitan trabalham no Seixal, o Aimar veio mais cedo, o David Luiz apresentou-se, fomos campeões e andamos na peugada do Cristiano Ronaldo da Argentina... do que se vem este gajo queixar agora? Porra, pá!"

Esta frase acima poderia pertencer a qualquer um que lesse o título sem ler o tópico e poderá também pertencer a alguns que leiam o tópico até ao fim.

Acho que é perceptível pelos meus últimos tópicos sobre as compras e vendas de jogadores e, ontem, sobre os direitos televisivos que na minha opinião estão-se a tomar boas decisões... mas (algumas) da forma errada. De vez em quando dá a ideia que a Administração da SAD toma decisões pela cabeça dos outros e depois, comete erros na forma como faz as coisas. Exemplos?

Vamos começar pelos direitos televisivos! Nos últimos dias apareceram noticias, primeiro, que o Benfica estaria a negociar com a Olivedesportos a revisão/renovação do contrato por valores na ordem dos 20M€ (metade do que Vieira e Domingos Soares Oliveira achavam aceitável). Dias depois, não tardaram noticias a dizer que FCPorto e SportingCP já teriam renovado por valores próximo disso e que o SLBenfica ia, no mínimo, apontar ao dobro para começar a falar...

Do Dragão e Alvalade, ninguém sabe ou quer comentar uma renegociação para valores de 2x mais do que recebem actualmente, no mínimo estranho. Mas para os lados da Luz, continuam a "mandar-se mensagens" pela comunicação social sobre as supostas exigências.

Como já tive oportunidade de dar a minha opinião no tópico Direitos Televisivos: O que nos afasta do Euromilhões? eu não acredito em valores tão elevados e até acho que este "buzz" todo na Comunicação Social só aparece porque na Luz estão bem conscientes da posição de fragilidade negocial que têm. Senão andava tudo de surdina a obrigar o Oliveira a fazer de cachorrinho...

O que pode acontecer neste caso é o SLBenfica, a precisar de receitas, estar a liderar uma "revolução nos valores" dos direitos televisivos e depois o FCPorto - como tem sido hábito nestes temas - aproveita-se da posição do SLBenfica para reclamar valores próximos dos do Benfica. Ou seja, se conseguirmos 20/22M€, o FCPorto virá querer reclamar valores na ordem dos 17/18M€... e adivinhem lá quem vai ceder logo?

Novamente, e mais uma vez, ao invés de procurar ir buscar essas receitas rapidamente, deveriamos era preocupar-nos em isolar cada vez mais o Oliveira procurando alternativas que coloquem pressão negocial sobre ele. Isto é como diz Lineker sobre o futebol "As transmissões televisivas são uma receita essencial, e no final quem ganha é o Oliveira". O que é preciso é ter a arte de lhe sacar o máximo e de forma a que os outros não ganhem com isso...


Também no futebol me preocupa a postura recente de demonstração de dimensão, capacidade e investimento - isso não ganha jogos!!! Eu não sou dos que afina pelo diapasão de que Roberto é caro porque é bom, ou é bom porque é caro. Como sabem, para mim um jogador até poder ler no GB que é bom... tem muita camisolinha encarnada para suar nos treinos e nos jogos, por isso, Roberto para mim é apenas um número elevadíssimo (8,5M€), numa contratação para uma posição que Quim ocupou durante vários anos e dois títulos, com apenas 20 golos sofridos na época passada.

Quem achar que vale a pena investir mais de 10M€ (transferência + salários) para substituir o Quim que sofreu apenas 20 golos no campeonato... que me explique, porque eu não entendo. E o pior não são os mais de 10M€, que já de si custam ver gastar num clube com dificuldades financeiras, o pior é ver que se gastou esse valor num guarda-redes que fez quase tantos jogos na sua carreira sénior, como Quim na última época - 48 jogos desde 2004, fez Roberto.

Estaremos a fazer alguma demonstração de poder a terceiros? Uns tais que também procuram um guarda-redes e andam as compras no Nacional, Braga ou Guimarães?


E o que dizer da tentativa obstinada de entrar em negócios que o FCPorto está a realizar? O que pretendemos com "jogadas" em jogadores que nada acrescentam como Walter ou Tardelli? Temos alguma necessidade de mostrar aqueles corruptos invejosos que somos melhores que eles e que também lhes roubamos jogadores? Essa gente tem mais é que ser ignorada, são gente sem escrúpulos, demasiado pequenos para merecer a nossa preocupação... A única preocupação é termos o nosso plano de trabalho e crescimento, sermos fieis e profissionais a cumpri-lo e superá-lo.

Vamos lá esquecer esses brazucas e fechar num tiro o processo do James Rodriguez, que ao que parece é mesmo craque.

A que preço o fazemos? Roubamos porque somos mais lestos e inteligentes a negociar ou roubamos porque queremos gastar muito mais dinheiro só para mostrar aos sócios que também os roubamos?


Por fim, é um orgulho ver David Luiz chegar a Portugal para iniciar os trabalhos - gosto mesmo do miúdo - como será um orgulho ver chegar Fábio Coentrão. DiMaria dou-o como perdido, tal como acho que é o momento certo para negociar Cardozo (mais de 25M€ é exagero). Tenho contudo receio de ver partir os dois primeiros. O lugar deles é aqui e tenho muito receio que abandonem a Luz.

Alguém faça ver a esses meninos que o problema não é dinheiro - têm valor para receber o tecto supeiror da massa salarial do plantel - e que a qualidade deles não é compatível com equipas como o Manchester City ou o Bayern ou mesmo Juventus. Esses dois preciosos jogadores têm que jogar ou no Benfica, ou num Real Madrid, Chelsea, Barcelona, Milan, Inter... abaixo disso não!

O mesmo se aplica, talvez não de forma tão expressiva, a Ramires e Luisão. É fundamental manter os dois jogadores. O primeiro tem que por os pés no chão, a mão na consciência e admitir que se precipitou. O lugar do lider é na Luz por muitos mais anos. Quanto ao queniano, mais uma época será importante para consolidar o seu valor, mas acho que as contratações de Gaitan e, talvez, de James Rodriguez poderão indiciar que está a ser acautelada a sua saída.

VAMOS LÁ TER CABECINHA, SENHORES DIRIGENTES!
Como mostrava a foto do tópico anterior, PRIMEIRO O BENFICA!

PS - Ao invés de olharem para estas coisas como uma crítica negativa, olhem como aquelas acções pedagógicas que os pais fazem aos filhos, fazendo alguns alertas para evitar que cometam erros...

domingo, 27 de junho de 2010

Direitos Televisivos: O que nos afasta do Euromilhões?

 ●  + 15 comentários  ● 
No seguimento do tópico 40M€ e lá vai a carneirada, olhando para os mercados internacionais e para a exposição que o futebol tem Portugal, um facto é óbvio: O SLBenfica recebe (talvez todos recebem) muito menos do que deveriam receber por estes direitos.

Vamos começar pelo início. O que está em causa? São 15 jogos do clube na Liga Sagres no seu estádio, assim como a primeira linha de publicidade estática em torno do relvado. Contudo, face ao estado miserável das contas dos clubes no final da década de 90, os clubes entregaram também todo o restante conteúdo multimédia (como os sites oficiais) ao intermediário Olivedesportos.

Durante anos, este comprava os direitos aos clubes e ia a procura de retornar isso com a venda de publicidade estática e com a venda integral de alguns jogos às estações de televisão, na altura a RTP. Com o aparecimento da Sporttv, passaram a ser transmitidos todos os jogos dos três grandes, assim como uma média de dois a três jogos por jornada os clubes do topo da tabela. Depois, há ainda a revenda dos conteúdos a operadores internacionais que retransmitiam os jogos ou resumos.

No total, Oliveira deverá receber por este "bolo" mais de 200M€/ano, pagando apenas cerca de 50M€ e não acrescentando qualquer valor ao processo, dado que a inovação e a diferenciação é algo que há muitos anos está vedada às transmissões de futebol em Portugal, tipicamente a cargo da Sporttv, salvo um jogo por semana.

Posto isto, é óbvio que há dois factores fundamentais a ter em conta no processo: 1. A falta de concorrência proactiva e com capital reinante nesta vertente; 2. A posição dominante de Oliveira junto dos centros de decisão do futebol português;

Em tempos, João Vale e Azevedo, talvez na única medida perto de acertada que teve enquanto se entretinha a roubar o SLBenfica, decidiu rescindir unilateralmente o contrato com a Olivedesportos e optou por vender os respectivos direitos do SLBenfica, em contratos anuais com a SIC. O advogado alegava, e parece que a justiça se preparava para lhe dar razão, que os contratos eram ilegais e que como tal deveriam ser considerados nulos.

Bom, nem tanto ao mar, nem tanto à terra! Ainda assim, essa nulidade contratual é algo que estranhamente parece estar a ser juridicamente pouco explorada, quando o SLBenfica conseguiu ganhar em primeira instância, salvo erro, e se preparava para ganhar no recurso para o Tribunal da Relação.

Por outro lado, a duração dos contratos carece de um quadro de revisão também. Contratos a mais de cinco (no máximo seis) anos de duração serão necessariamente penalizadores para os clubes mais dinâmicos e com efectivas estratégias empresariais, como é o caso dos três grandes.

Contudo, é preciso lembrar com quem estamos a negociar e não acreditar apenas na "história da carochinha" que a PT vem cheia de dinheiro e resolve tudo. Joaquim Oliveira montou ao longo dos anos uma teia de domínio de vários factores, constituindo para os clubes mais cada vez mais pobres uma tábua de salvação.

Assim, na minha opinião, se há entidade que deveria "romper" relacionalmente com Joaquim Oliveira, o verdadeiro patrão do futebol nacional, é o SLBenfica. Somos, talvez, a única instituição com capacidade para desafiar o império criado por Oliveira, pois a marca e o "conteúdo Benfica" vale também bastante mais que os demais concorrentes.

Infelizmente, ao longo do tempo, em vez de incentivarmos a esse rompimento, temos dado passos no sentido de uma coabitação pacífica com Joaquim Oliveira, que é inclusivamente accionista da Benfica Multimédia, tendo a seu cargo todos os conteúdos multimédia do SLBenfica. Experimentem, por exemplo, fazer o pagamento do cativo através do site e verão a que entidade estão a pagar: Sportinvest Multimédia, pois claro.

Ou seja, isto de andarmos a ler notícias no Jornal I e no Record de que as coisas são da forma A ou B, pouco relevo têm quando depois fazemos juras de amizade e preferência a alguém que tem no SLBenfica o interesse exclusivamente de se aproveitar financeiramente e não contribuir activamente para o crescimento do Clube na proporção que nos é devida.

O GB já escreveu várias vezes sobre este assunto. A meu ver, a solução passaria por um concurso público internacional que colocasse em pé de igualdade todos os potenciais interessados e que permitisse analisar diferentes vectores de criação de valor para o SLBenfica - e não falo apenas de factores financeiros, mas também de inovação nas transmissões, utilização de novas tecnologias, interacção com os espectadores, etc.

Há oferta internacional e nacional. Só em Portugal, desde a Ongoing até à PT/MEO, as opções estão aí. Podem até não conseguir vencer na recta final a Olivedesportos, mas seguramente que obrigariam a "subir a fasquia" qualitativa e a "subir a parada" financeira.

O Joaquim Oliveira tem montada, é preciso não esquecer, uma teia de poder fortíssima que vai desde a banca até à política, passando pelos media nacionais. Ou seja, tem argumentos para "por em sentido" qualquer entidade que não pretenda ver-se exposta na imprensa ou ver movimentações bloqueadas na banca. E porque ele tem isso? Entre outras coisas porque tem na mão, como diz Zeinal, um produto "killer" que é talvez dos poucos ou únicos que captam mais de 50% do mercado nacional e tem aí um meio para dar visibilidade a essa gente toda que o apoia e ajuda.

Depois, há ainda o factor "clube pequeno". Ou seja, os clubes pequenos têm que existir nesta equação, mas em termos de share, tirando quando recebem os grandes, nada representam. Caso o Oliveira perca o SLBenfica, não só fica em maus lençóis, como perde capacidade para ter o que dar a esses pequenos, que assim se constituem também uma força de poder favorável ao Oliveira.

Em conclusão, na minha opinião o que nos afasta do tal Euromilhões que representa uma receita justa de 40M€ ao ano durante 5 anos (200M€ no total) é acima de tudo o facto de não nos desligarmos efectivamente da ligação ao Joaquim Oliveira, permitindo-lhe sentir-se sempre com alguma posição negocial favorável.

O que a justiça dos números revela é que a Benfica Multimédia deveria ficar totalmente imune ao Joaquim Oliveira, ao mesmo tempo que a fasquia dos números se colocaria na ordem dos 40M€.

Contudo, face a todo um conjunto de circunstâncias que tardam em ser estrategicamente definidas e outras que Oliveira trata de garantir, admito que o negócio poderá fazer-se por pouco mais de metade desse valor - 20 a 25M€.

Como mostra a foto, e em bom português, é "cagar no Oliveira" e colocar em PRIMEIRO O BENFICA. Vão ver como ele aparece com o "rabinho entre as pernas" a pedir-nos que evitemos a falência dele. Enquanto não quebrarmos a teia dele, precisaremos tanto dele (porque domina) como ele de nós (porque lhe damos receitas). Se quebrarmos essa teia, e temos poder para isso, será ele a precisar de nós.

40M€ e lá vai a carneirada

 ●  + 3 comentários  ● 
De repente, sem que ninguém nunca tivesse ouvido falar nisso e logo envolvendo um clube que parece um queijo suiço de tantos buracos que tem, uma jornalista que está no estrangeiro lança isto no Record:

Ao tomarem conhecimento do acerto de contas entre a Olivedesportos e o Sporting e FC Porto para o novo contrato de direitos televisivos, os responsáveis doBenfica repensaram no valor a pedir à empresa de Joaquim Oliveira, para o vínculo que está a ser negociado e sobem a fasquia para os 40 milhões de euros, como base negocial.

A Olivedesportos acordou pagar ao emblema leonino 15 milhões por ano no novo contrato, que vai ter duração até 2019, menos um milhão do que será pago ao FC Porto, pelo vínculo com a mesma duração.

O atual contrato do Benfica com a empresa, e que rende aos cofres encarnados 7,5 milhões de euros por ano, termina em 2013, mas as negociações já começaram e tanto Luís Filipe Vieira como os seus companheiros de executivo pretendem receber muito mais do que os rivais.

Audiências

O Benfica estava disposto a fechar o novo contrato por uma verba a rondar os 25 milhões de euros por ano, o que já significava um aumento de 300 por cento em relação ao vínculo atual. Mas, neste momento, e segundo apurámos junto de fonte próxima do processo, os valores negociais voltaram a subir, com os encarnados a basearem-se na comparação entre as audiências médias dos seus jogos e nas dos adversários.

Por exemplo, na época passada, a audiência média de telespectadores nos jogos do Sporting foi de 750 mil contra 1,8 milhão dos benfiquistas, ou seja, mais do dobro. E é aqui que o emblema da Luz se agarra: se ao Sporting será pago 15 milhões, o Benfica terá de embolsar sempre mais de 30 milhões.

Numa primeira fase, os encarnados começaram por pedir 40 milhões, sendo esse um valor negociável e dependente de vários fatores, mas que volta a estar em cima da mesa.

Deixem-me lá ver se eu percebo:
O Benfica ia fechar por 25M€ mas voltou atrás porque viu que o Sporting e Porto, numa informação que ninguém conhece que teria obrigatoriamente que ser comunicada à CMVM, tinham renovado por 15 e 16M€, respectivamente?

Ou será que quando o Jornal i lançou a a informação dos 15M aos 25M€ (reparem que o Record escolhe logo o limite superior para dizer que estava aceite o acordo), foi agora necessário aparecer outra notícia a fazer querer tudo e todos que não o SLBenfica não está a negociar por baixo, mas sim a impor as regras ao amigo Oliveira, que não só conta com um contrato em vigor até 2014, como com o direito de preferência anunciado, como ainda com o seu ex-colaborador agora na Liga de Clubes, enfim... só fragilidades.

Por isso, meus amigos, calma com as conclusões e vamos deixar este tema decorrer com serenidade, pois muita água irá ainda passar por baixo desta ponte e, a meu ver, os valores acordados nunca chegarão acima de 20/22M€ - assim como os de FCPorto e Sporting não chegarão aos anunciados 15 e 16M€ (recordo que o FCPorto renovou o ano passado por 8,6M€/ano e nada justificaria um ano depois e com menos resultados desportivos positivos, que o valor passasse para o dobro).

Queira Deus que eu esteja enganado e que o SLBenfica tenha esses 40M€ ou perto. A minha opinião é apenas sustentada na inconsistência de algumas informações - mesmo as que querem fazer acreditar que a PT vai entrar na jogada, quando o Oliveira é um dos accionistas.


Ficou só este aparte para evitar que ande já meio mundo histérico, até lá segue o tópico (ainda) ROBERTO: E se..., com uma pequena nota adicional: há dois dias eu avisei que Sebastian Leto ainda viria a ser uma variável desta equação... e é.

(ainda) ROBERTO: E se...

 ●  + 12 comentários  ● 
Lembram-se quanto custou Peter Cech ao Chelsea? 8,5M€. Sabem quanto custou Roberto ao SLBenfica? 8,5M€. Com a diferença que na altura o jogador checo estava já no radar dos colossos Mundiais depois estar sempre em destaque duas épocas no Rennes e antes disso no Sparta de Praga.

Já Roberto, fez quatro jogos pelo Atlético de Madrid e cerca quinze jogos pelo Saragoça depois de ter sido emprestado em Janeiro, ajudando a equipa a subir do 17º para o 14º posto, depois de quatro jogos no banco quando foi contratado. Na época anterior, passou ao lado da temporada no Recreativo, sendo toda a época suplente de Asier Riesgo. Duas últimas épocas, pelo menos, muitíssimo discretas, com pouco mais de 22 jogos.

Onde quero chegar com a comparação não é o ao facto de Roberto não ser um grande guarda-redes, mas ao facto de que a sua condição de terceiro suplente no Atlético Madrid atrás de Ansejo e De Gea, dificultam sim é a compreensão do valor da transferência - um das 10 mais elevadas de sempre de guarda-redes.

Portanto, das duas uma: Ou o Presidente está senil e pagou mais do dobro do que devia (o que eu acho impossível); Ou está uma história por contar, com os próximos episódios a ser anunciados para breve e a poderem envolver a vinda de Simão Sabrosa para o SLBenfica.

Todos sabemos já que o SLBenfica coloca no Benfica Stars Fund praticamente todos os jogadores promissores com menos de 25 anos, como é o caso do Roberto. Portanto, se o Benfica pagou 8,5M€, o fundo poderá/deverá adquirir a sua percentagem com essa base ou talvez até pouco mais (duvido). Por outro lado, a possível aquisição do Simão Sabrosa já não poderia beneficiar da mesma amortização, pois o jogador já tem mais de 27 anos (concretamente 30).

Portanto, uma forma de "enganar o sistema" seria a transferência de Roberto de forma sobrevalorizada, amortizando 30 ou 40% (3,4M€) ao Benfica Stars Fund e adquirir Simão Sabrosa - que entra no último ano de contrato - por um valor muito reduzido, considerando ainda a amortização da percentagem do passe do Reyes.

Caso fosse esta a situação, não podemos dizer que se trate do negócio perfeito, podemos sim dizer que seria um negócio possível para uma entidade sem dinheiro ou sem autonomia financeira, mas poderia ser uma explicação para tamanha sobrevalorização do guarda-redes.

Por fim, uma má notícia: Esta jogada tem o "contra" de dar um sinal aos clubes vendedores que... o SLBenfica negoceia em sobrevalorização, o que poderá incentivar esses clubes a tentarem sempre arrastar os processos para que possam procurar que o Benfica suba a parada, como é o que está a acontecer no caso do James Rodriguez.

PS- Esta ideia de por os custos com transferências no exercício que agora acaba (8,4 + 8,5 + 5,5 + 2 = 24,4M€) e deixar os proveitos todos para o próximo exercício, é uma excelente forma de branquear as contas que serão apresentadas relativas à época anterior, pois tem-se sempre a desculpa central das contratações. O que poderá justificar uma atitude dessas?

«Se o Bayern der ao Benfica 25M€ + Soza, será que o Coentrão fica?»

sábado, 26 de junho de 2010

Fábio e Rodriguez (o James). Possível?

 ●  + 6 comentários  ● 
Há dois jogadores que me estão a inquietar por motivos diferentes: Fábio Coentrão e James Rodriguez. São ambos excelentes jogadores, embora em momentos de maturidade diferentes e podem (ou não) ambos vir a jogar no Benfica na póxima época.

O jornal AS (de Espanha) diz que o Benfica e o Bayern já chegaram a acordo por Fábio Coentrão. Já o também espanhol Jornal Sport, diz que o Benfica é o destino mais provável de James Rodriguez. Já diz o povo "de Espanha nem bom vento, nem bom casamento...".

Quero dizer-vos que duvido (ou quero duvidar) bastante das duas notícias, por várias razões. No que diz respeito ao Fábio, num ano em que DiMaria, Cardozo, David Luiz e Ramires podem abandonar a Luz (e é preciso não esquecer a "birra" do Luisão), a venda prematura do Fábio Coentrão seria um tremendo erro e, possivelmente, algo que a SAD até se poderia (no quadro das demais vendas) evitar.

Por outro lado, quando é visto por muitos como o melhor lateral esquerdo a jogar no Mundial da Africa do Sul, vender Fábio Coentrão por valores na ordem dos 20M€ seria limitar absolutamente o potencial de retorno do jogador que, nas mãos de Jorge Jesus, evoluirá ainda mais e estará ainda em melhor plano no final do próximo ano.

A única variável que poderia justificar esta venda seria a permanência de Cardozo ou David Luiz, "obrigando" a SAD a uma receita choruda com outro elemento da equipa. Mas como acho que, mesmo apesar do fraco Mundial que fez Cardozo, ainda tem mercado e fará menos falta que Coentrão... penso que não se coloca o caso. Já Ramires não entrará talvez nesta "contabilidade", dado que o acordo com Kia e Bertolluci para os 50% terá "comprado" a permanência mais um ano, possivelmente.

No que diz respeito ao puto James Rodriguez, estou a ver muita conversa, muita tinta a correr, muito tempo a demorar o fecho do negócio - onde é que eu já vi este filme!!!!! O jogador, bem aconselhado, recusou o mercado russo, pelo que ficam Espanhol e Benfica na luta. E o interesse do SLBenfica é real que o GB sabe.

Posto isto, e dado que o jogador tem muitíssimo potencial e até já algo demonstrado, é fundamental não deixar arrastar o tema mais tempo e fechar já o negócio daquele que poderá ser efectivamente um excelente substituto de DiMaria, pois quer-me parecer que o Banfield está a ver se consegue que a publicidade em torno do processo chame a atenção de clubes dispostos a pagar mais.

Posto isto, amigos... veremos se teremos a possibilidade de ver estes jogadores de vermelho e branco na próxima temporada, sendo que é algo que se avizinha uma missão complicada se:

1. Não houver a preocupação de aconselhar Fábio Coentrão a ficar mais um ano, a troco de uma SIGNIFICATIVA melhoria contratual e, consequentemente, incremento da clausula para 45 a 50M€.

2. Não houver uma acção ao mais alto nível junto dos dirigentes do Banfield para garantir a conclusão do negócio, na hora, a troco de algumas cedência de parte a parte, mas que impeça a entrada de novos clubes - recordo que os argentinos são peritos, inclusivamente, a falsear interessados para aumentar os valores.

Neste momento e com as informações que me chegam, penso que é possível que este ano aconteça efectivamente uma debandada de jogadores do SLBenfica a troco da entrada de muitos milhões, com DiMaria, David Luiz e Cardozo entre os que tenho poucas dúvidas que saiam e Ramires, Luisão e Coentrão a deixar-me algumas dúvidas, ou melhor dizendo esperanças, que permaneçam.

Como dizia José Veiga," o mercado corre a nosso favor"... ou não! Pelo que só peço a quem deixe sair eventualmente estes (parte ou todos) os jogadores que tenha o cuidado de ANTES garantir que tem condições para garantir um substituto à altura.

PS- Esta ala esquerda do SLBenfica ainda vai dar muito que falar até ao fecho do mercado, com os nomes de Coentrão, Marcos Alonso, Simão, James Rodriguez e Sebastian Leto a mexer....

sexta-feira, 25 de junho de 2010

É preciso pensar muito bem nestes assuntos

 ●  + 15 comentários  ● 

Como sabem, os assuntos relacionados com a corrupção e o Sistema podre que manda no futebol nacional é algo que me capta particular atenção. Talvez por isso achei relevante hoje lançar o tópico O que as eleições da Liga uniram... poderá destruir-se sozinho precisamente sobre este tipo de temas que estão a ser cozinhados para a próxima época que vamos disputar. Contudo, houve três outras variáveis que despertaram a minha atenção:

Em primeiro lugar o comunicado à CMVM dando conta da transferência que levou a que Roberto Anunciado e... o GB cai de cu!

Depois foi formalmente apresentado o protocolo de colaboração do SLBenfica com o Fátima, anunciando Diamantino Miranda no clube da Liga Vitalis assim como seis jogadores da formação.

E por fim, a brilhante exibição de Fábio Coentrão ao serviço da Selecção Luso-Brasileira, não tendo logrado o prémio de melhor jogador em campo apenas porque a FIFA parece ter vergonha de não o atribuir ao Cristiano Ronaldo, dado que o fez em todos os jogos de Portugal e o CR7 não o foi... em nenhum deles.
*****
E é precisamente pelo enorme Fábio Coentrão que me proponho começar. QUE JOGO IMPRESSIONANTE fez o Fábio, simplesmente contra dois dos melhores jogadores do Mundo a jogar no corredor direito - Maicon e Dani Alves.

A "profecia" de Jesus que o advogava como melhor lateral esquerdo do Mundo em cerca de um ano e meio, arrisca-se a chegar já na próxima temporada... que com exibições destas começa a levantar muitas dúvidas de onde será que o Fábio a vai disputar. 30M€ parece ser claramente um valor "curto" para um jogador de elevadíssimo rendimento em qualquer das posições do lado esquerdo do ataque. Eu já tinha referido no tópico Contentar com o BOM ou só com o MELHOR? a necessidade de oferecer melhores condições ao jogador e rever a clausula.

*****
No que diz respeito ao protocolo com o Fátima... bom, a iniciativa é excelente, é verdade. Algo que peca por um atraso talvez de uns... 10 anos. Contudo, aparece com alguns defeitos substanciais de construção, pois perde-se uma excelente oportunidade para promover um treinador com futuro, ao invés de Diamantino Miranda - esta, ainda assim, é uma medida que aceito para o caso de não ser (ainda?) identificado na formação um treinador com esse perfil.

O que realmente me deixa desiludido é que de repente estes protocolos viraram uma oportunidade para os juniores continuarem a jogar juntos, mas noutra equipa e campeonato. Não é isso que se pretende... DE TODO! Foi exactamente por isso que no tópico FORMAR! Jogadores, equipas e Clubes! eu falei sobre a necessidade de ter várias parcerias. Nem todas teriam que ser protocolos e muito menos formais.

Para concluir, não se pode despejar no Fátima todo o tipo de jogadores... o Miguel Rosa, por exemplo, tal como foi proporcionado ao David Simão, necessitaria de um clube de Liga Sagres, sem qualquer dúvida. O Leandro Pimenta e o Ruben Lima também (esses não entram aqui, vamos aguardar). É fundamental que estes protocolos não sejam apenas uma forma de "despejar" jogadores, porque o princípio está muitíssimo correcto (até na escolha do Clube - perto).

*****
Por fim, chegamos ao tema do momento... Foi então anunciada a contratação do Guarda-Redes Roberto Jimenez por 8,5M€! Oito milhões e quinhentos mil euros - mais de um milhão e meio de contos.

Rapidamente apareceram as teorias várias: 1. "Teoria Javi Garcia" - Se aquele custou caro e valeu o dinheiro, este também pode valer; 2. "Teoria Salarios Ilegais" - O valor é alto porque inclui os salários, senão seria de 2M€; 3. "Teoria Acerto do Salário" - Paga-se menos por mês e a diferença para o salário real é paga pelo clube vendedor que recebe um extra na transferência; 4. "Teoria Contratações" - Inclui a transferência do Simão a custo zero; Enfim...

Honestamente, qualquer das teorias me parecem desajustadas, principalmente se eu recordar que o Roberto (sem colocar em causa o seu potencial e valor) era o terceiro guarda-redes no Altético de Madrid (9º Classificado da Liga Espanhola) no início de época. Depois de uns jogos e uma lesão, perdeu o lugar para De Gea, seguindo-se o empréstimo ao Saragoça, que já preparara um acordo com o Atlético por 2,5M€.

Ora, excluindo as teorias ilegais dos salários e excluindo mais negócios com o Atético (de Simão ainda esperamos dois jogadores e de preferência descontar os mais de 2M€ pagos por 25% do Reyes), estamos perante a contratação de um grande jogador, então? É isso? Deveremos esperar que o Roberto justifique AINDA MAIS que o Javi Garcia a sua contratação?

Não só, pela importância e entrega do Javi vejo isso como quase impossível, como ao mesmo tempo o historial do jogador não é sequer comparável com o Javi... como por fim estamos a falar de uma equipa que sofreu apenas 20 golos este ano com Quim. No próximo ano vamos sofrer menos de metade dos golos? Só isso justificaria (e mesmo assim não sei) tanto valor por um jogador que vem do 14º Classificado da Liga Espanhola e era 3º guarda-redes do 9º Classificado da mesma Liga... por 8,5M€.

Novamente, espero que o jogador tenha todo o sucesso do Mundo e rapidamente, muito rapidamente, confirme os créditos que lhe valham uma transferência tão valorizada. Mas que me custa (sem outro enquadramento além do conhecido) a aceitar o valor, porra... custa!

Roberto Anunciado e... o GB cai de cu!

 ●  + 26 comentários  ● 
Depois de o jornal O Jogo ter sido mais oficial que o comunicado à CMVM ao publicar uma entrevista com o jogador, reza assim o comunicado:

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, vem informar que chegou a acordo com o Club Atlético de Madrid para a transferência, a título definitivo, da totalidade dos direitos desportivos e económicos do atleta Roberto Jimenez Gago por um valor de 8.500.000 de euros.

Mais se informa que foi celebrado com o referido atleta um contrato válido por cinco épocas
desportivas, o qual inclui uma cláusula de rescisão no valor de 20.000.000 de euros
in CMVM

*******************
Estou em choque e não me venham com as tretas da comparação com o negócio do Javi Garcia... estamos a falar de um guarda-redes e só os mais desatentos não sabem que a coisa ia fazer-se para o Saragoça por próximo de 2M€...

E nem venham dizer que agora inventámos uma moda de o valor das transferências incluir os... ordenados. Com o Javi também era assim e viu-se que não foi - até porque era ILEGAL NA CMVM!!!! CRIME!!! Enfim... VIVA A CRIATIVIDADE para justificar estas coisas.

Porém, porque há "outras coisas no ar vindas do Atlético Madrid", vou esperar mais uns dias para... fechar a boca ou abri-la à séria.

Desde o famoso "negócio Simão", com a dita opção sobre dois jogadores, o SLBenfica já deixou mais de 10M€ em jogadores no Atlético de Madrid e apenas um deles jogará no Benfica.

PS- Segundo parece, André Carvalhas, Miguel Rosa, João Pereira, Lassana Camará, Rafael Costa, Ruben Lima vão jogar no Fátima em 2010/11. No caso de João Pereira, Miguel Rosa e Ruben Lima discordo em absoluto desta medida.

Entretanto... NÃO ESQUECER:
O que as eleições da Liga uniram... poderá destruir-se sozinho

Parabéns ao GB

 ●  + 5 comentários  ● 
Vale o que vale (nada!), mas de vez em quando também sabe bem um auto-elogio ao Blog GeraçãoBenfica. Pela primeira vez desde Maio de 2008, o GB está entre os 1000 sites mais lidos em Portugal (posição 968) e entre os 260.000 no ranking global Alexa.

Siga o que é realmente importante, então: O que as eleições da Liga uniram... poderá destruir-se sozinho

O que as eleições da Liga uniram... poderá destruir-se sozinho

 ●  + 3 comentários  ● 
A estratégia é velha, conhecida e já não impressiona ninguém: Todos os anos o FCPorto arranja um aliado ou dois para, juntamente com o SportingCP (aka SubmissosCP), serem brindados durante umas largas jornadas com umas ajudas dos amigos carenciados conselhos familiares e matrimoniais (aka árbitros).

O objectivo é simples: Os jogos que realmente têm audiência na TV são os de Benfica, Sporting e Porto. Os jogos que têm relato na rádio são os de Benfica, Sporting e Porto. Os jogos que têm mais que uma ou duas páginas de jornal são os de Benfica, Sporting e Porto... torna-se portanto facílimo que ocorram deslizes em jogos de equipas como Braga, Nacional, Guimarães, etc. sem que fale muito disso.

Falar, fala-se sempre... aliás, o Sistema agradece até para mostrar que o "edifício desportivo" tem alguma honestidade (NOT). Mas é absolutamente marginal e cai muito facilmente no esquecimento o que se passa com clubes de menor dimensão, que no caso português, devem ter uns 20 mil fieis, ou seja, NADA!

Contudo, estas ligações perigosas não podem ser sempre com o mesmo. Historicamente, têm mudado com frequência, não só para não criar vícios e hábitos fáceis de "apanhar", como igualmente porque os "ajudados" tendem a querer mais do que a conta... e são abandonados. Resultado? Vejam o que aconteceu ao BOAVISTA...

O objectivo destes "bobos da côrte" é simples: Intrometem-se nos lugares do topo da tabela, criam ruído e desestabilização com dois objectivos: 1. Servir de "tampão" para o FCPorto ganhar alguns pontos de vantagem; 2. Garantir a ocupação dos lugares de topo caso o FCPorto não lá esteja. Isto ao final do dia o que interessa é que o SLBenfica não seja campeão ou não possa discutir o título, pois eles sabem que em condições de igualdade, com a molde humana que temos... somos imparáveis.

Mas que história é essa de "servir de tampão", perguntam? É simplicíssimo. No início do campeonato, as arbitragens tentam por todos os meios que os nomeados para os jogos do Benfica sejam escolhidos com critério para.... fazer a sua missão: começar a cavar algum foço que permita ao FCPorto encarar todos os jogos com a máxima tranquilidade e confiança. Assim, enquanto uns jogam e disputam contra 14, outros passeiam com confiança tendo como principal adversário a sua, por vezes, incompetência para ganhar os próprios jogos.

Quando o FCPorto tem sucesso nesta missão inicial, o "papel de tampão" é para garantir de o SLBenfica adensa a pressão psicológica: Não só vê o FCPorto a ganhar-lhes pontos, como vê ainda outros. Rapidamente os sócios do SLBenfica desmobilizam e olham para o clube como estando em terceiro ou quarto lugar. Missão cumprida: O maior medo deles é a nossa mobilização.

Quanto o FCPorto não tem sucesso nessa missão inicial, o "papel de falso lider" tem o mesmo objectivo, evitar a mobilização dos benfiquistas. Sabem eles, e bem, que se o SLBenfica se apanha à terceira ou quarta jornada à frente e com dois ou três pontos de avanço, os estádios por esse Portugal fora enchem-se semanalmente, os jornais vendem-se em tiragens elevadas, os shares de audiência nas TV aumentam... e depois? Como é que se vai "roubar" o Benfica? Aos olhos de toda a gente? A quem é que interessa? Os jornaleiros alinham em perder as vendas que o Benfica está a alimentar? O Oliveira alinha em comentários depreciativos na Sporttv? Os clubes submissos alinham em "jogo carniceiro"?? Claro que não...

Então Giorgio há já alguns anos que descobriu esta medida que é inteligente, reconheça-se. Só que... tem um contra: Se algo corre mal a meio do percurso ou se essas equipas se tornam demasiado ambiciosas no ano seguinte... começa por rebentar a bomba na própria mão do Sr. das Bufas.

É o que se está a ver agora com a "guerra de galinheiro" dos dois protegidos para 2010/11, Giorgio lá percebeu que só com o Braga e Sporting não se safava. Os nortenhos, depois de terem colocado Domingos num patamar de competência que parecia até que ele era bom treinador... este ano dizem, e vejam lá agora se isto não faz tudo sentido, que o objectivo e "pelo menos o quarto lugar" (É fácil contar - com o Sporting se calhar a arrancar para uma época ainda pior que a anterior, se vender Moutinho, será Benfica - Porto - Nacional/Sporting e ... Braga).

Os de Lisboa, nem sabem muito bem porque alinham neste jogo... mas alinham "porque sim" - a inteligência também não abunda, por isso compreende-se.

Posto isto, aparece então na equação o outro "ás de trunfos", o tal que avançou-mas-não-avançou para a Presidência da Liga e que, tal como o GB aqui tinha anunciado, não era mais do que um "fait diver" para desviar as atenções e fazer acreditar que o Giorgio não estava alinhadíssimo com o Fernando Gomes para a Liga. Ora, tudo na vida tem um preço... e esse vai medir-se com o FCPorto a comprar jogadores ao Nacional e a emprestar jogadores também, enquanto lhes vai dando um empurrãozinho interessado na classificação.

E quanto é que surge o problema? Quando o Salvador vê que tem que deixar sair o Alan, o Rodriguez, o Eduardo, o João Pereira, o Hugo Viana... e que ou o Giorgio o ajuda a montar a equipa que Jesus construiu e treinou... e da qual Domingos se aproveitou para fingir que era bom treinador... ou está lixado com um F muito grande.

Só que o Nacional tem o mesmo problema, ou ainda maior, porque não só ficou sem treinador, como já não tinha grande equipa e precisa agora de António Araújo e Giorgio para "montar o puzzle".

E não é que os dois Clubes (Braga e Nacional) se vêem agora a disputar as mesmas vendas, contratações e até empréstimos do FCPorto? Ou Giorgio di Bufa mete um travão nisto, ou acaba por ver cair a estratégia antes de ela começar a ser utilizada. Sim, porque ter apenas Fernando Gomes e clubes como Olhanense, Setúbal e Académica não chega...

quinta-feira, 24 de junho de 2010

As contas que a SAD faz...

 ●  + 15 comentários  ● 
Além do tema Simão/Roberto, há negócios que estão a espera que seja 1 de Julho (ou mais próximo, pelo menos) para serem públicos... de modo a apenas afectarem (positiva ou negativamente) as contas da SAD só para o próximo ano?

Os imperativos financeiros a mandarem... oh yeah!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

A postura "Sniper" que se exige

 ●  + 5 comentários  ● 
Já aqui falei vários tópicos sobre o enquadramento para a nossa estrutura de futebol em 2010/11, em especial no tópico Definições e Indefinições do SLBenfica 2010/11. Sempre que se fala em planeamento, logo aparecem o tema mais interessante: As contratações e as vendas de jogadores.

Neste vertente, como noutras há alguns factores muito significativos a ter em conta: o timming, a assertividade das escolhas, a capacidade de concluir rapidamente os negócios, a gestão da comunicação ao longo dos processos. Exige-se uma postura de "sniper": suficientemente calmo para ser preciso, suficientemente agressivo para ser... implacável.

A postura do "sniper" passa por uma atitude discreta, fria porém absolutamente precisa. Tem os alvos bem identificados e pauta-se por atingi-lo letalmente com apenas um tiro, deixando os seus "opositores" sem capacidade de contra-golpe ou evitarem, dado que o "sniper" dispõe também sempre de um estruturado plano de fuga.

Neste momento o SLBenfica atravessa um momento de concretização de um planeamento que, preferencialmente, em todas as modalidades já deverá ter alguns meses de sustentabilidade. É hora de "atirar a matar", sem contemplações e já com um plano de fuga caso não seja possível concretizar o objectivo.

Traduzindo isto para a linguagem desportiva, por esta altura os nossos alvos finais terão que estar bem identificados, já depois de termos percebido ao longo dos últimos meses acerca da fiabilidade das abordagens a efectuar. À margem disso, em sentido inverso, é fundamental rapidamente colocar os dispensados/vendidos/emprestados de forma criteriosa (especialmente os emprestados) que possa traduzir-se em retorno.

As políticas de comunicação associadas têm que garantir necessariamente a máxima discrição sobre estes temas e as negociações não podem ser conduzidas "à moda antiga", deixando-as arrastar e desgastar. É preciso saber-se o que se quer e pode querer, montar-se a estratégia e... atacar sem contemplações.

As alterações mais estruturantes deverão ser "preparadas" de forma prévia para garantir que não se incorrerá em erros de palmatória e momentos de divisão entre adeptos fruto dessas decisões quando forem comunicadas já em momento de fragilidade. Isso mesmo se passa com o tema do André Lima (a caminho da FPF) por consequência da entrada do Paulo Fernandes - mais uma antecipação do GB.

O arrastar do "tema DiMaria", a aceitação de condições não previstas no planeamento da temporada, etc. são factores de desgaste que implicam revisões extraordinárias dos planos de preparação da nova época, de forma desnecessária. A dispersão de esforços em torno de temas que não se encontram fechados quando poderiam/deveriam, resultam necessariamente em situações de menor qualidade de trabalho.

Este "aviso a navegação" não é uma critica nem uma vontade de ver os assuntos desde já todos resolvidos, pois como já disse, o mês de Julho será sim o de mais decisões.

O que pretendo com este tópico é o alerta para a necessidade de nos impormos negocialmente e de melhorarmos significativamente a forma como negociamos e comunicamos. Se for necessário numa primeira fase que se envolva o director de comunicação nas negociações para que seja possível transmitir normas e regras para os jogadores, agentes e mesmo clubes vendedores ou compradores.

É certo que precisamos de dinheiro, mas também temos em jogadores como DiMaria ou David Luiz, dos melhores e mais atractivos jogadores do Mundo... algo que não se substitui facilmente.

Olhar diariamente para a imprensa e ver negociações/conversações a arrastarem-se semanas sem definição objectiva, ou ver quase diariamente jogadores do Benfica ou alvos potenciais a falarem para a imprensa desportiva de Portugal, é algo que já não se coaduna com a dimensão e realidade do SLBenfica.

Há inúmeros valores de muita qualidade na formação que necessitam de ter uma colocação planeada e potenciadora dos seus valores. Isso não poderá ser efectuado quando os planteis já estejam definidos (ou perto) e os nossos jogadores aparecerem como "mais uns".

O mesmo se aplica às contratações de jogadores ou treinadores para as mais diversas modalidades - onde alguma indefinição fez-nos já perder alvos relevantes no futsal ou no basquetebol.

Há boas inciativas, há muito aqui faladas no GB a serem levadas a cabo, como é o caso da parceria com o Fátima. Novamente algo amplamente anunciado antes de ser efectivado e a pecar por pouco ambicioso.

Para terminar, também nas renegociações de contratos de jogadores ou dos direitos televisivos esta questão da "postura sniper" (procura do momento certo) é absolutamente vital para não voltar a tomar decisões que mais tarde se tornarão penalizadoras. Não há motivo para precipitações e "tiros em falso" que nos coloquem em posições de fragilidade, salvo se houverem outros interesses que não apenas os do SLBenfica para defender...

recentes

ranking