O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 22 de fevereiro de 2014

Há esperança para o futuro... Não estraguem!

Avatar
 ●  14 comentários  ● 
Contra o Académico de Viseu hoje o Benfica B alinhou com...


Hélder Cristóvão fez alinhar o seguinte onze inicial: Bruno Varela, Carlos Martins (83’, João Amorim), Urreta (86’, Nelson Semedo), Fábio Cardoso, Hélder Costa, João Cancelo, Bruno Gaspar, Ruben Pinto, Rudinilson Silva, Bernardo Silva e João Teixeira (71’, Lolo).

Contemos: Bruno Varela, Carlos Martins, João Amorim ,Nelson Semedo, Fábio Cardoso, Hélder Costa, João Cancelo, Bruno Gaspar, Ruben Pinto, Rudinilson Silva, Bernardo Silva e João Teixeira.


12 PORTUGUESES! E desses...


Contemos: Bruno Varela, Fábio Cardoso, Hélder Costa, João Cancelo, Bruno Gaspar, Ruben Pinto, Rudinilson Silva, Bernardo Silva e João Teixeira.


... 9 FORMADOS NO BENFICA!


Se desses conseguirmos ter no plantel da próxima temporada 2 ou 3 jogadores (como reais soluções/alternativas no plantel) será fantástico!

Agora uma boa notícia: Há muitos mais além destes, e porventura mais talentosos ainda (Baldé, Guedes, Rochinha, Guzzo, João Nunes...)

Voltando ao "Golpe de Estado" na Liga

Avatar
 ●  31 comentários  ● 
Li há pouco num fórum algo muito bem lembrado e que não tinha reparado:

Todos os próximos 10 adversários do SLBenfica estiveram na reunião dinamizada pelo FCPorto para acabar com a Liga (digo eu) ou para fazer cair o actual presidente e lá meter um que lhes interesse (dizem eles).

Para quem diz que o campeonato já está no papo... Se calhar é melhor não acreditar ja nisso!

E assim se perde um jogador de futebol...

Avatar
 ●  11 comentários  ● 
Era notícia no início de 2012 que o SLBenfica perdia, à revelia, o jogador Francisco Junior, de 20 anos para o Manchester City... mas que acabaria no Everton.


Iniciamente o Record fez notícia na altura que teria sido sem custos, depois o Correio da Manhã, quatro dias depois, deu conta que o Benfica teria chegado a acordo com o Everton para receber 1,5M€ por Francisco Junior. Que notícia é verdade? Ninguém sabe... até porque a notícia do CM mete ao barulho Kia Joorabchian e... Catió Baldé, o famoso empresário do Bruma, e que é também empresário do Francisco Junior.


Era uma possível promessa do Benfica! Foi para Inglaterra, para tentar o City pois pelos vistos era "bom demais" para ser emprestado ao Leiria e com isso viu-se envolvido numa transferência polémica. O Benfica recorreu à FIFA para reclamar direitos sobre o médio de 20 anos, que o Man. City colocou Francisco na Elite Development Squad, a antecâmara da equipa principal.


O diferendo com o City e o facto de o jogador ter ido à revelia do Benfica fez com que o City desistisse dele sem nunca chegar a jogar pelo clube e tendo rumado ao Everton.

Em Inglaterra diz-se que assinou sem custos para o Everton. O City também não o terá pago... mas o CM diz que recebemos mais por ele do que pelo Rony Lopes que está agora entre as promessas do City e que, obviamente, era mesmo aos 16 anos, um jogador com mais potencial que o Francisco Junior aos 20. No mínimo rocambolesco...

Mas os contornos da transferência não é o que interessa, pois partilhei-o apenas para enqudramento.

O que realmente interessa aqui é a forma como um jogador que teria bastante potencial e tinha até uma possível via de integração futura no SLBenfica, dado que chegou a treinar integrado nos séniores - está agora assim, como hoje reporta o Record... 



"O médio Francisco Júnior, internacional português de sub-21, vai jogar no Stromsgodset, da 1.ª Liga norueguesa, por empréstimo do Everton até 15 de julho. Recorde-se que o jogador tinha sido cedido no início da época ao Vitesse, 4.º classificado da Liga holandesa. A escassa utilização (2 jogos, 53 minutos) ditou a mudança. O campeonato norueguês começa a 28 de março."


in Record

Interessante de ver a capacidade que Catió Baldé tem de estragar a carreira destes miúdos africanos que representa em busca de ascensão, mas acima de tudo dinheiro, rápida e fácil.

- Para aqueles que continuam a insistir na atoarda que um jogador jovem se é bom joga de forma brilhante em qualquer equipa e marca golos mesmo que a equipa... não marque, eis aqui um bom exemplo de um jogador que enquanto esteve no Benfica demonstrou potencial e capacidade, nas provas que prestou no City e no Everton também, mas depois o contexto em que foi inserido... simplesmente rebentou-lhe com a ascensão.

Antes de continuarem a exigir "milagres" de empréstimos de jogadores a equipas de merda... pensem nestas situações. Os jogadores bons devem ficar "debaixo da nossa asa" ou ser emprestados a clubes que acrescentem valor e "estiquem" as suas competências ao invés de as desaproveitarem.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Angelino Ferreira sai do FCPorto...

Avatar
 ●  28 comentários  ● 
Teremos novo candidato à Presidência da Liga?


Isto é a FPF de Fernando Gomes e Tiago Craveiro!

Avatar
 ●  15 comentários  ● 

"É oficial. O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) confirmou, esta sexta-feira, o apuramento do FC Porto para as meias-finais da Taça da Liga.
A SAD portista foi multada em 383 euros e repreendida por escrito.
No extenso acórdão divulgado pelo CD da FPF, lê-se que (…) «não se pode concluir, pelo menos com o exigível grau de convicção, que o FCP tenha pretendido prejudicar o SCP simplesmente porque chegou atrasado».

«Isto porque a demora do FCP na chegada ao countdown foi efetivamente pouco expressiva em termos temporais, de 3 minutos e meio e, esta dilação, motivou um atraso no início da partida de apenas 2 minutos. A relativa insignificância deste atraso cria óbvias dificuldades em perceber como é que o mesmo pode ter sido provocado dolosamente, com o objetivo de prejudicar o SCP, pois, dois minutos numa partida de futebol é obviamente muito pouco tempo para gizar um qualquer plano de contingência e o aplicar», sustenta-se.

O acórdão alude ainda à «sintomatologia apresentada» pelo médio Fernando e à «circunstância de ter havido necessidade de lhe prestar tratamento antes da apresentação da equipa para o início do jogo», contingência que pode «ter contribuído de algum modo para o atraso de 3,5 minutos na chegada ao countdown por parte da equipa do FCP».

«Acreditamos, assim, que não foi comprovada a intenção» do FC Porto «em causar prejuízos ao SCP com o atraso na apresentação ao início da partida, nem sequer na sua forma mais simples, a do dolo eventual», conclui o acórdão.

Recurso com efeitos suspensivos
O recurso que deverá ser apresentado pelo Sporting junto do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol terá efeitos suspensivos, deixando assim sem efeito a decisão do Conselho de Disciplina.
O clube de Alvalade tem cinco dias para recorrer." - A Bola.

 Pelo segundo ano consecutivo, o FC Porto infringe o regulamento das competições e é protegido pela Federação de Fernando Gomes e de Tiago "Cachecol do Porto" Craveiro.

O atraso, pelo que diz o acordão, existiu. A forma como o orgão da Federação entende que não houve dolo é que é ridículo. Os argumentos do clube já condenado por corrupção foram deitados por terra por Claúdia Santos, que todos podemos comprovar pelo registo aúdio.

O FC Porto não conseguiu justificar que a suposta lesão do Fernando fosse o motivo para o atraso

Além disso, a forma como se desprezam os 2 minutos foi também rebatida na mesma reunião pelo exemplo da final da Champions Bayern- Man United em que em 2 minutos o clube alemão passou de iminente vencedor para derrotado.

Sinceramente, não sei de que evidências mais precisa o Sport Lisboa e Benfica para retirar publicamente o apoio a esta direcção da FPF. Se teve coragem para apoiar publicamente Fernando Gomes, Luis Filipe Vieira tem que ter a mesma frontalidade e coragem para dizer publicamente que não se revê nesta direcção.

A farsa que foi o 'não apoio' do FC Porto a Fernando Gomes está à vista.

O plano dos corruptos é decapitar a LPFP e em consequência a Taça da Liga. 

Está mais que na hora de Benfica e Sporting aprofundarem os seus esforços para romperem definitivamente com este poder corrupto que está na FPF!  

Mais um a contrariar a lógica dos números

Avatar
 ●  21 comentários  ● 
Bem sei, não é uma figura principal do clube...

Foi, aliás, desde o início, candidato principal a alvo da ira e da chacota dos adeptos Benfiquistas, que precisam, na verdade, sempre de um jogador deste tipo no plantel, uma espécie de escape para onde possam canalizar a sua ira, uma desculpa fácil para os desaires coletivos.

Lembro-me de Abel Xavier, de Roberto, de Emerson, de Jardel, tantos outros, vítimas predilectas do tribunal do terceiro anel...

Só que o Jardel é de fibra, e vai contrariando lentamente a lógica dos números, daqueles que esperam há muito que o homem caia... Só que ele teima em não cair, não brilha, mas joga simples, é eficaz, raramente compromete... Os titulares saem, por isto ou por aquilo, ele entra e preenche a vaga, e a equipa raramente abana.

E não deve ser fácil para ele, como não foi para os outros que mencionei acima, saber que na bancada há sempre alguém à espera que falhe, só para vir lembrar que “Ah e tal, eu bem tinha avisado que o gajo era um barrete!

Ele aí está... Jardel... Excelente no jogo de ontem, parecendo que esteve sempre no onze, num jogo que exigiu dele concentração máxima, até para emendar as borradas de Artur.

Garay vai sair? Sinceramente, espero que não. Mas se for com Jardel, também não será por ele que a casa irá abaixo.

É craque? Talvez não, mas é seguramente um profissional a 100%. E muito melhor jogador do que alguns pintam. Equipas campeãs fazem-se também à conta de jogadores como ele.

Excelente contratação! E sim, só custou 300000 euros!

Ai Jasus, se fosse o Jasus, as coisas que se diriam

Avatar
 ●  7 comentários  ● 

Eh pá, desculpem lá a insistência neste tema, que nada tem a ver com o Benfica mas não resisti... 

Este Paulinho é mesmo um achado, diz 3 equipas alemãs e nenhuma é a que lhe enfiou 2 batatas... 

Quando for despedido vai andar dois anos em psicoterapia... 

Ai Jasus, se fosse o Jasus, as coisas que se diriam.

Ganhar certo por linhas tortas.

Avatar
 ●  8 comentários  ● 

A vitória na Grécia foi de uma equipa inteligente, que em todos os momentos do jogo pareceu sempre mais madura e ciente do que estava a fazer.

Das mudanças na equipa, apenas não entendo o porquê de jogar Artur, como o GB já escreveu anteriormente.

A rotação à frente ainda se pode entender, embora uma equipa com as ambições do Benfica não pode abdicar de competições, por muito que existam 'prioridades' na cabeça do treinador. No Benfica, a prioridade é vencer sempre.

Na baliza, não. A equipa está com um registo muito bom em termos de golos sofridos, o Oblak está a justificar o número 1, e Artur continua a não dar segurança à equipa. Não faz sentido rotações na baliza.

Jorge Jesus esteve bem na abordagem ao jogo e na forma como montou a equipa, mas era dispensável aquela chuva de 'eus' com que brindou o jornalista na flash-interview. Nada que surpreenda. Vitórias são sempre mérito de JJ, empates e derrotas não. 

Um abraço ao Lima, que mereceu este golo, apesar de em fora de jogo.

Em casa vamos vencer certamente, não só pela superioridade do Benfica face ao PAOK, mas porque queremos ganhar limpo e o golo fora-de-jogo tem que suplantado com 2 ou 3. Não sou azul nem corrupto para não me importar de passar a eliminatória com um golo assim.

Olhando para a Liga Europa, em condições normais temos reais possibilidades de pensar na final.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

A peça da cristaleira que não pode partir

Avatar
 ●  2 comentários  ● 
Das equipas que participavam nesta eliminatória, quem eram aquelas que qualquer um diria, serem as grandes candidatas à conquista da Liga Europa deste ano?

Excluindo o Benfica, eu diria, Porto, Sevilla, Lázio, Ajax, Nápoles, Fiorentina, Tottenham, Juventus e Valência.

Apenas 3 venceram hoje: Fiorentina, Juventus e Valência, estando neste momento Lázio, Ajax, Porto e Tottenham em muito maus lençóis.

O Benfica é candidato a vencer esta prova? Inequivocamente, numa Europa de segunda linha e em que algumas das grandes potências da Europa tratam esta competição com a mesma importância que dentro de portas se fala numa Taça da Liga, qualquer equipa com um mínimo de qualidade e que encare a competição com seriedade, tem de se inserir forçosamente no rol dos candidatos. 

Devemos aspirar a vencer esta competição? Evidentemente, mas sem fugir da linha do jogo de hoje. Jogar com jogadores menos utilizados, guardar as grandes armas para os jogos disputados internamente, ir até onde for possível, sem prejudicar NUNCA as nossas ambições dentro de portas.

Desenganem-se aqueles que acham que há plantéis que aguentam disputar 4 competições até final sempre com o melhor 11, para mais uma Liga Europa que tem mais uma eliminatória do que a Liga dos Campeões, e na qual, menos do que disputar a final não dá prestígio a ninguém.

Estás a ouvir ó Jesus? Vê lá se tomas bem conta do Enzo, que ele é a peça da cristaleira que não pode partir, à semelhança do Saviola do teu primeiro ano!

Está todo queimado dos fusíveis

Avatar
 ●  13 comentários  ● 
Este homem está realmente todo queimadinho dos fusíveis e não sabe a quantas anda.

No jogo da Taça da Liga, foi vê-lo desorientado após o segundo golo portista no último minuto, a mandar a equipa para a frente, não sabendo, que logo aí, a sua equipa já estava qualificada.

Hoje, no flash interview, foi ouvi-lo dizer que “a equipa do Bayern chega ao empate sem que nada o justificasse.”

Para logo de seguida dizer que o Porto tem valor para ir ganhar a Leverkussen.

Será que o homem sabia que estava a jogar com o Eintracht de Frankfurt e não com o Bayer, e que de Leverkussen a Frankfurt são mais de 200km?

Que tem isto a ver com o Benfica?! Bem, na verdade nada, exceto dizer que se o Benfica não derrota este ano este fraquinho FCP, será uma derrota em toda a linha e muito difícil de explicar.

A "surpresa" de JJ

Avatar
 ●  10 comentários  ● 

O mister resolveu... mudar meia equipa. Parte por necessidade outra por opção...

Por necessidade sairam Garay e Gaitan por lesão... Oblak, Markovic, Fejsa, Siqueira e Rodrigo por opção.

O jogo não foi fantástico perante um adversário totalmente acessível, mas a questão que se coloca é se seria realmente preciso mais que isto? Numa altura onde é importante gerir o esforço dos atletas e em que devemos aproveitar se podemos ganhar por rotatividade, numa competição que, sendo uma prioridade, é uma prioridade secundária.

Dito isto... vejo que acima de tudo há dois nomes que "irritaram" muitos benfiquistas:

- A opção por Artur, quanto antes da titularidade de Oblak não havia rotatividade nas competições europeias...

- A titularidade do André Gomes, que antes tem alternado entre os dois minutos, a condição de suplente não utilizado ou de excluído.

Os restantes pareceram-me comumente aceites por quem comentou o tema.

Então digam lá de vossa justiça?

Eu da minha parte avanço já que concordo perfeitamente com a rotatividade neste jogo que se sabia acessível, aliás, penso até que teria sido uma boa oportunidade para o Ivan ter jogado na esquerda ao invés daquele remendo forçado... Gostaria também de ter visto o André Almeida que já regressou de lesão (e voltou a integrar os excluídos do banco), mas associar rotatividade a lançamento de jogadores vindos de lesão e sem ritmo talvez fosse confiar demais na sorte.

Uma última nota sobre o André Gomes, estes aparecimentos nas competições europeias serão o preço a pagar pela necessidade de o valorizar?



Seja como for, importante, importante foi a vitória sem golos sofridos nem lesões!!!

"Paços" decididos e firmes...

 ●  4 comentários  ● 


Portugal, 20 de Fevereiro de 2014

O último jogo em Paços de Ferreira comprovou a minha “tese” relativamente à forma como se ganhou o jogo com o SCP. Escrevi no texto intitulado “5 pontos”:
O Benfica ontem ganhou apenas 3 pontos, ganhou apenas um jogo. O próximo será forçosamente distinto. Porque é o próximo, e porque o adversário não irá expor-se como fez o SCP. É muito diferente jogar para ser campeão, e o SCP optou por escalonar uma equipa para ganhar os 3 pontos, ou jogar para não descer em que 1 ponto ganho pode ser positivo e factor de motivação. O Paços de Ferreira não irá jogar com uma estrutura táctica de ataque, mas sim de reacção ao erro do Benfica. Como aliás 99% das equipas portuguesas fazem. Como resultado podemos esperar uma coisa: o jogo do Benfica será muito diferente, e não será garantidamente para melhor, do que foi ontem. Além de que a suspensão de Enzo Peres vai tirar da equipa o único médio criativo de categoria extra, que temos”.
Basta pois estar atento ao futebol que se joga cá em Portugal, para perceber que a postura táctica e atitude competitiva do Paços de Ferreira seria a que se viu, em particular na 1ª parte. Uma equipa que arriscou pouco (linha defensiva baixa), defendendo o pontinho quase com “unhas e dentes” e apostando no erro do Benfica (nos passes errados ou transviados) para desenvolver transições defesa/ataque rápidas (contra ataques).
Perante este cenário previsível e confirmado no campo, o que se viu no Benfica foi uma equipa solidária, lutadora e focada no objectivo de ganhar, mais do que no jogar “bem” ou “bonito”. Até ao mn 94 se fosse preciso. Felizmente para quem assistiu ao jogo e em particular para os milhares de benfiquistas que uma vez mais trocaram muitos euros, pelo apoio à equipa, o jogo correu-nos bem e ganhamos. Em terras dominadas pela simpatia clubística do FCP, estas vitórias sabem sempre muito bem e dão aos adeptos “moral” para os dias seguintes.
Por esta ordem de razões, a nós – cá em cima - o que interessa é ganhar, e deixar as considerações sobre a “qualidade” do jogo para os teóricos de Lisboa e Porto, onde se acotovelam os maiores “entendidos” de futebol muito bem pagos para .. “dar” (vender) opiniões depois do jogo ter acabado.
Se no jogo com o SCP o Benfica mostrou as virtudes da equipa, fruto da atitude positiva do adversário e da menor interferência do árbitro, em Paços, perante um adversário com atitude defensiva e um árbitro com interferência (mais um que está no quadro dos profissionais), o que vimos foi uma espécie de plano B em que se privilegiou o trabalho e o suor, em alta rotação para o golo.
Devo sublinhar que temos assistido a bastantes golos obtidos a partir de situações de contra ataque, como sejam o 2º golo ao SCP e o 2º golo ao Paços, para além de um sem número de jogadas do mesmo género que Lima e Rodrigo têm desperdiçado (se fosse o Cardozo, era uma chatice). Isto acontece porque a dinâmica de Fejsa, colocado mais atrás do que Matic, que nunca jogou verdadeiramente a 6 mas entre o 6 e o 8, dizia eu, que Fejsa jogando a 6 puro (ou quase) permite acomodar os demais jogadores de forma equilibrada ao longo do campo entre a posição 6 e a baliza adversária. Com Matic era frequente sufocarmos o adversário na sua defensiva, devido à sua apetência por ir à frente rematar para o golo.
E assim se vê como a venda de um jogador reconhecido como peça “fundamental” na manobra da equipa, para os tais opinógrafos especialistas em “tácticas depois do jogo acabar”, afinal não prejudicou a equipa, porque mais importante do que as qualidades individuais de Matic, o que importa e sobrepõe, é o grupo. É o colectivo. Com Fejsa (tal como com Javi) temos um outro colectivo, organizado e mais focado na velocidade da transição defesa/ataque, mais batalhador no terço defensivo e talvez por isso (não esquecer também o efeito Oblak), mais “impermeável” aos remates adversários.
Em Paços pode-se dizer que demos “passos” importantes rumo aos principais objectivos: mais confiança nos jogadores, mais força no colectivo, mais crença no trabalho que se está a fazer desde o início da época.
Como nos últimos 20 anos foram raras as vezes que vi o Benfica em 1º lugar em plena 2ª volta, é natural que me sinta satisfeito com o facto de pela 3ª época consecutiva isso acontecer novamente. Contudo, depois dos “roubos” das épocas anteriores, é obvio que aguardo pela reacção da equipa quando jogar com arbitragens de Proença e Xistra, em particular. Na época passada, no Funchal e em Coimbra, estes senhores conseguiram empatar-nos a 2, tirando-nos 4 pontos que se revelaram decisivos nas contas finais do título. Por isso parece-me fundamental que só façamos “contas” quanto ao título de campeão quando passarmos por estes dois árbitros.
Até lá, temos apenas de acreditar e confiar no trabalho do nosso treinador, equipa técnica e jogadores que a Direcção não consegue vender (apesar de muito tentar).

Que onze para logo?

Avatar
 ●  18 comentários  ● 

Lista de convocados:

Guarda-redes – Artur Moraes, Oblak e Paulo Lopes;

Defesas – Maxi Pereira, Jardel, Sílvio, Luisão, André Almeida, Siqueira e Steven Vitória;

Médios – Fejsa, Enzo Perez, Salvio, Sulejmani, Djuricic, Ruben Amorim, André Gomes e Ivan Cavaleiro;

Avançados – Funes Mori, Markovic, Rodrigo e Lima.


Esta seria a minha escolha:
Oblak, André Almeida, Luisão, Steven Vitória, Siqueira, Fejsa, Enzo Perez, Ruben Amorim, Markovic, Rodrigo e Lima.

Fejsa mais recuado, com Enzo e Ruben à frente a ligarem o meio campo com o tridente ofensivo composto por Markovic, Rodrigo e Lima.

Seja quem for que entre em campo, que possam dar o seu melhor e vencer este jogo.

Força Benfica!! 

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

As Leis do Jogo.

Avatar
 ●  13 comentários  ● 

O 'Fura-Redes' faz hoje uma análise muito interessante(como é seu apanágio) ao jogo Arsenal-Bayern Munique e traz à baila a questão das regras actuais do futebol, que o tornam numa espécie de 'não me toques', em especial para alguns.

O futebol é um desporto viril, duro e uma expulsão como a do guarda-redes do Arsenal, além de exagerada, nunca aconteceria com Neuer ou Valdés em igual lance.

O problema é que o 'International Board' hoje não pode alterar nada sem o beneplácito da FIFA, uma autêntica associação de corruptos. A FIFA sozinha também não aprova nada, mas basta-lhe os votos de 2 das 4 associações britânicas para passar uma alteração ao jogo.

A intirodução das novas tecnologias, na medida certa(talvez à luz do futebol americano), e o enfoque dos cartões vermelhos nas entradas violentas trarão certamente mais justiça aos resultados.

Veremos o que a próxima reunião revelará.

Reforço de peso

Avatar
 ●  4 comentários  ● 
É chegada a tua hora, e daqui saudamos o teu regresso. 
Um autêntico Ás de trunfo no ataque a este final de época.

As trincheiras estão definidas.

Avatar
 ●  38 comentários  ● 

O GB produziu o primeiro post da sua análise ao movimento de destruição da LPFP. Uma análise que deixa de forma clara exposta a verdadeira intenção do FC Porto.

FC Porto, Sp. Braga, V. Guimarães, Académica, Belenenses, Estoril, P. Ferreira, Nacional, V. Setúbal, Rio Ave, Olhanense, Arouca, Chaves, Portimonense, Beira-Mar, Tondela, União da Madeira e Penafiel.

Vamos por partes, como diria Jack o Estripador.

FCP e a sua bengala de Braga não são surpresa. São dois clubes iguais. 

O curioso é analisar a adesão a este 'movimento' por parte de alguns clubes.

Vitória de Guimarães: Um clube com identidade própria e com uma massa associativa fanática a associar-se a um 'movimento' que apenas visa servir os interesses do FC Porto. Estão dispostos a sacrificarem o futuro do vosso clube apenas para Júlio Mendes servir de capacho a Pinto da Costa?

Belenenses: Rui Pedro Soares não hesitou em dar a cara pelo 'movimento' liderado pelo seu clube do coração. O que mostra que nos negócios vantajosos não se importa de negociar seja com quem for(get it?), mas quando toca a decisões de fundo estará sempre do lado do seu clube, o FC Porto. O Belenenses continua a ser um clube desprezível, apesar de toda a simpatia que já reuniu no passado.

Estoril: E de repente faz sentido aquela cegueira momentânea do líder do Estoril face à hostilização e às agressões ao presidente da AF Lisboa.

Portimonense e Olhanense: É muito triste ver clubes do Algarve a prestarem-se a este papel. Não sei o que pensam ganhar com isto, mas de facto nem todos têm a espinha alinhada como tinha o Cadorin.   

Os restantes clubes não surpreendem ninguém. Apreciam ser hospedeiros do FC Porto, dessa doença que é a corrupção, conforme condenação na justiça desportiva.

A guerra está aberta. Não se limita à LPFP. Também terá que passar pela FPF e pela destituição de Fernando Gomes, esse peão de Pinto da Costa e o afastamento de todos os 'Craveiros' e 'Herculanos' que com ele entraram na FPF.

Saibam Benfica e Sporting liderar uma alternativa para esses poderes! 
Uma alternativa que não institua algo parecido e que passe a favorecer os clubes de Lisboa, mas sim que promova a imparcialidade e a verdade desportiva.

Uma alternativa que traga gente nova para o futebol e que não passe por nomes do passado.

Parabéns a Luis Filipe Vieira e a Bruno de Carvalho por terem dado a cara ontem. Foi importante.

Mudem o nome "Selecção Portuguesa", sff.

Avatar
 ●  46 comentários  ● 

"O portista Fernando tem o nome na extensa lista de 36 jogadores que estão pré-convocados por Paulo Bento para o Portugal-Camarões, do próximo dia 5, em Leiria. 

O médio nascido no Brasil naturalizou-se português a 14 de dezembro do ano passado e a partir dessa data ficou disponível para ser chamado pelo selecionador nacional, que neste momento ainda avalia jogadores que possam estar presentes no Campeonato do Mundo do Brasil, de 12 de junho a 13 de julho deste ano. 

Paulo Bento anunciará no próximo dia 28 a lista final com os 23 jogadores eleitos para o particular com os Camarões, mas a inclusão de Fernando nesta pré-convocatória é sinal de que o luso-brasileiro pode sonhar com uma presença no Campeonato do Mundo em representação da Seleção portuguesa, uma hipótese que até à data ainda não foi assumida de forma completamente clara por parte da Federação Portuguesa de Futebol. Fernando poderá estar na iminência de percorrer caminho semelhante aos de Deco, Pepe ou Liedson." - A Bola.

Fernando é sem dúvida um bom jogador. Penso que teria lugar na maioria das selecções. Mas levá-lo ao campeonato do mundo para representar Portugal é errado, na minha opinião.

Assim como foi errado convocar Pepe, Deco e Liedson.

Eu traço uma diferença entre o jogador brasileiro e o jogador oriundo dos países africanos de expressão portuguesa.

O Brasil já não é 'Portugal' há quase 200 anos. Os países africanos de expressão portuguesa têm laços com Portugal quebrados ainda não fizeram 50 anos sequer. Menos de uma geração.

Além disso, Portugal, país amante do futebol, tem mais que 'matéria prima' para produzir bons atletas. Se eles não surgem com a mesma frequência dos últimos anos deve-se à falta de oportunidades em crescerem, em evoluirem. 

Outro problema está também na ausência de um trabalho de fundo nas selecções jovens. Hoje qualquer um vai treinar as camadas jovens com base nas amizades que tem e não no seu mérito ou qualidades como formador e treinador. Carlos Queiroz e Nelo Vingada foram ainda inimitáveis nesse aspecto.

Não faltam exemplos por essa Europa fora de jogadores naturalizados nas selecções. Sinceramente, acho isso mais um erro deste futebol 'negócio' que agora domina as estruturas decisoras.

Um erro que a médio prazo também estragará a competitividade do futebol de selecções, assim como o Acordão Bosman destruiu parte do futebol europeu e o transformou numa coutada de alguns clubes e países, matando na sua expressão nas competições internacionais países como a Bélgica, os países Nórdicos ou alguns clubes históricos do futebol europeu como o Ajax, o Sparta de Praga ou o Anderlecht, apenas para dar alguns exemplos.

Apenas uma excepção para aqueles que tenham crescido desde as camadas jovens no futebol do país poderia ser criada automaticamente.

Estes limites que vão sendo removidos tirarão ao futebol todo o seu brilho e encanto. 

Um jovem português passa uma carreira nas camadas jovens sem ter oportunidades. 
Um estrangeiro em meia dúzia de anos ganha o mesmo direito. 
Que sinal é esse?

Depois digam que o jogador não sente a selecção.

Nota: O Fernando poderia ser jogador do Benfica que eu diria a mesma coisa.

Benfica e Sporting VS Corrupção no Futebol - Parte I

Avatar
 ●  24 comentários  ● 
É hora de contar espingardas e cerrar fileiras. No mesmo dia há duas movimentações curiosas no futebol português:

- Uma assumida por SLBenfica e SportingCP directamente:

A reunião de preparação do próximo Conselho de Presidentes, marcado para 25 de fevereiro, levou esta terça-feira Luís Filipe Vieira e Bruno de Carvalho, presidentes de Benfica e Sporting, respetivamente, à sede da Liga.

No encontro participaram mais dois clubes da I Liga, Marítimo e Gil Vicente - igualmente representados pelos seus presidentes - e ainda oito clubes da II Liga: Académico de Viseu, Leixões, Farense, Feirense, Aves, Trofense, Moreirense e Oliveirense.
in O Jogo

- Outra liderada pelo FCPorto, mas de forma encapotada, aparecendo a dar a cara os peões de sempre:


Insatisfeitos com o atual estado do futebol profissional em Portugal, 12 clubes da I Liga e sete da II estão reunidos num almoço a decorrer do Porto, que tem como objetivo convocar uma Assembleia-geral extraordinária para destituir o presidente da Liga Profissional de Clubes Futebol (LPFP), Mário Figueiredo. 

"É uma pessoa que só tem apresentado propostas esdrúxulas para o futebol, como alargamentos da I Liga e agora também vem falar em quotas. Precisamos de propostas alternativas. Os clubes estão aqui para apresentar uma solução para destituir Mário Figueiredo e recuperar a LPFP", explicou, em conversa com O JOGO, o presidente da SAD do Estoril, Tiago Ribeiro, um dos clubes profissionais presentes nesta iniciativa. Refira-se que da I Liga apenas não estão presentes Benfica, Sporting, Marítimo e Gil Vicente.


in O Jogo

De um lado Benfica e Sporting com o apoio do Marítimo e Gil Vicente... do outro lado os presidentes da Académica e Estoril a darem a cara por uma luta do FCPorto onde o real objectivo não é o de "recuperar a LPFP" mas sim o de acabar com ela brevemente, reforçando os poderes de Fernando Gomes, naquilo que será o "regresso ao final da década de 90" em termos de modelo desportivo em Portugal.

Num mesmo dia, hoje, aconteceram duas perspectivas perfeitamente antagónicas onde uns optam por revitalizar e melhorar (Benfica e Sporting) e outros optam pela via das acusações e críticas. Querem destituir Mário Figueiredo e depois logo se vê... na verdade não há via alternativa, há é vontade de criar instabilidade que torne a liga numa figura decorativa.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Garay indisponível para amanhã. Lesão ou "coincidência"?

 ●  16 comentários  ● 
Segundo as últimas notícias, Garay, a par de Gaitán e Cardozo, estão indisponíveis para o jogo contra o PAOK. Baixas de vulto, mas que em nada beliscam o nosso favoritismo e capacidade de ganhar naquele campo.

O que causa desconforto neste momento é não ter existido notícia de lesão durante o último jogo ou nos últimos treinos. O mercado na Rússia aproxima-se do fim, e a especulação cresce.

Entrando no jogo da especulação, e se o Benfica perder um dos esteios da equipa, quem deverá ser o seu substituto imediato? 
Jardel parece levar vantagem, é bom central, costuma corresponder, mas também é verdade que, por vezes, fica associado a alguns golos sofridos. Parece-me boa opção para 3º central, em caso de necessidade (como vai acontecendo até aqui), mas tenho dúvidas de que seja o ideal para se afirmar como titular de uma equipa com esta valia e necessidades.
Steven deixou boas indicações, mas não o consigo colocar à frente de Jardel. Gostava de vê-lo em acção para perceber se pode realmente ser uma mais valia.

Seja como for, para esta época ficamos sempre bem servidos, aconteça o que acontecer nestes próximos dias. Já na próxima época, o regresso de Lisandro perfila-se como opção mais lógica para a presumível saída do nosso El Negro. A não renovação do contrato de Garay (que tem uma cláusula baixa para o seu valor, juntamente com os 50% que o Real Madrid detém) até aos dias de hoje, dá a entender a vontade do argentino em regressar aos grandes campeonatos. Veremos.

E vocês, caso se concretize esta "ameaça", julgam haver necessidade de, no Verão, voltarmos ao mercado "central"?

Mais um golpe na verdade desportiva.

Avatar
 ●  13 comentários  ● 

"O anúncio foi adiado para sexta-feira mas a decisão está tomada. O Conselho de Disciplina da Federação não encontra razões para condenar o FC Porto, pelo que os azuis e brancos vão disputar as meias-finais da Taça da Liga.

Segundo a SIC, a decisão foi tomada por unanimidade na reunião que decorreu na manhã desta terça-feira na sede da Federação, onde ficou ainda decidido que, devido a uma alteração processual, o anúncio da mesma decisão só será conhecido na sexta-feira.

O FC Porto arriscava a suspensão por ter forçado o início da partida com o Marítimo, que estava agendado para a mesma hora do Penafiel-Sporting, dados que não ficaram provados, pelo que os dragões vão mesmo receber o Benfica nas meias-finais." - A Bola.

Mais um golpe na verdade desportiva. Não é o Sporting ou o Cascalheira que estão em causa. São sim todos aqueles que jogam limpo e que não se identificam com uma FPF completamente minada de acólitos do FC Porto.

Esta FPF tem que cair.

Esta guerra não é nossa?

Avatar
 ●  28 comentários  ● 


Aquando do debate público sobre o atraso do FC Porto na Taça da Liga, Rui Gomes da Silva, vice-presidente do nosso clube, sugeriu que o Sport Lisboa e Benfica comparecesse com jovens no Dragão caso o FC Porto não fosse excluído da prova.

Lançamos uma recolha de opinião nesse sentido e a resposta mais escolhida foi 'Essa guerra não é nossa'.
Bem sei que não são só benfiquistas que votaram, mas a esmagadora maiora certamente o é.

O caso do atraso do FC Porto não passou de mais uma chico-espertice dos mesmos que têm manipulado o futebol português nos últimos 30 anos, com a infeliz colaboração de benfiquistas em muitos desses anos.

Esta chico-espertice que os portistas esperavam fosse passar em claro, se calhar teria mesmo passado caso estivessemos perante a dinastia 'Roquette'. Mas não passou. 

O que fez o FC Porto? Colocou as suas peças estrategicamente colocadas a trabalhar. A gravação audio do post anterior teve o condão de demonstrar como um peão do sistema tenta condicionar e manipular os acontecimentos para favorecer o FC Porto.

Como acham que se vai comportar aquele delegado no futuro, se nada acontecer? Se o FC Porto não receber o devido castigo? Isto, meus caros, é o sistema.

O que pergunto afinal é isto: 

- Somos iguais aos outros que quando nos toca a nós clamamos 'roubo' mas quando toca aos outros assobiamos para o lado? 

- Somos a favor do fim do sistema mas só nos jogos contra nós?

Bruno de Carvalho ontem no 'Dia Seguinte', apesar de ter roçado a má-criação na forma como por vezes se dirigia e não respondia ao jornalista Paulo Garcia, enfrentou muito bem as tretas de Guilherme Aguiar e definiu muito bem o que é realmente o sistema. 

Esta guerra, meus caros, é de todos nós. 

Se pensarem que não o é, então os chicos-espertos azuis continuarão a levar a sua avante.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Esta é a FPF que o Sport Lisboa e Benfica apoia.

Avatar
 ●  11 comentários  ● 


Herculano Lima deixa bem claro a sua isenção.

Não acreditam no sistema? Vejam-no em acção, a tentar livrar o FC Porto da merecida exclusão da Taça da Liga.

Parabéns a Claúdia Santos pela sua clarividência e objectividade.

Inequivocamente, esta direcção da FPF terá que cair.

A classificação do Bruno de Carvalho

Avatar
 ●  Sem comentários  ● 

Quando olham para a classificação geral, o que os sportinguistas vêem é isto...

PS- Nunca me tinha dado ao trabalho de ver a estatística, pois como sabem acho que "turva" a opinião, e a prova disso é a minha próxima afirmação: "Em casa não andamos a jogar grande coisa... marcamos poucos golos!"

O mundo do futebol tem pouco de bola, mas quase tudo de negócio.

Avatar
 ●  12 comentários  ● 



A situação relacionada com as coberturas da Luz deixou a descoberto mais do que a insegurança que os adeptos presentes na Luz sentiram.

A explicação para o sucedido continua no segredo dos deuses. Os ventos fortes e o mau tempo foram comuns a toda a região de Lisboa e ao país. Daí que o que o mau tempo revelou foi uma manutenção deficiente e/ou uma intervenção na cobertura efectuada sem cuidados adequados para a intempérie anunciada.

As revelações do 'pai do Estádio da Luz', Mário Dias, complementaram essa ideia que já estava clara.
Algo não correu bem.

Ora, a empresa responsável por essa manutenção é a empresa dos irmãos Martins, a Martifer. 
Natural do concelho de Oliveira de Frades, desta empresa fundada em 1990 não teve grande história até chegar a Expo 98, esse 'grande plantio' que foi para a construção civil em Portugal. 

A partir desses ganhos, a Martifer vai estreitando relações com o poder e consegue apoios importantes para ser escolhida para muitas das obras do Euro2004. É a grande rampa da Martifer.

Consegue também ser um 'player' importante no lançamento do mercado das energias renováveis, quer em Portugal, quer lá fora.

Em 2007, recebe 199 milhões de fundos através de uma oferta de 25 milhões de ações, que foram colocadas no ponto máximo do intervalo de preços, 8,00 € por ação. Após o IPO, a Empresa contava com 65 mil novos accionistas.
A expansão da Martifer continua em força até 2012 por mercados tão vastos como os do Brasil ou os do EUA, sempre apoiada em sucessivos contratos do sector público em Portugal.

Mas nem tudo são rosas para a empresa dos irmãos Martins.

O resultado líquido atribuível aos accionistas foi negativo em 48,7 milhões de euros entre Janeiro e Setembro de 2013, o que corresponde a um agravamento de 47,7% face ao período homólogo do ano passado, quando os prejuízos da Martifer ascenderam a 33 milhões.

A Martifer informou também que o total da dívida líquida consolidada era de 378 milhões de euros no final de Setembro de 2013, um milhão acima dos 377 milhões registados no final de 2012, “devido essencialmente ao CAPEX de 10 milhões de euros e ao investimento em fundo de maneio”. Já no 3º trimestre de 2013 o grupo acordou um prolongamento de aproximadamente 30% da dívida para médio e longo prazo (MLP), 7 anos.

“O grupo continua focalizado no processo de diminuição da dívida líquida. Como tal, irá continuar empenhado no processo de venda de activos não core, especialmente parques eólicos, projectos solares e, residualmente, pela venda de projectos imobiliários, no decorrer de 2013 e ao longo de 2014. Ou seja, o objectivo continua a ser de obtenção de um nível de endividamento entre 230 a 250 milhões de euros até ao final de 2014”, sublinha a Martifer em comunicado.

Isto tudo para se perceber que a vida anda complicada para os lados da Martifer. 

O que se viu nesta situação da cobertura do Estádio da Luz foi a tentativa de excluir das responsabilidades os principais responsáveis pela integridade da mesma: a Martifer.

O silêncio curioso de Luis Filipe Vieira, também ele um homem da construção civil, que mais uma vez num momento em que era importante sossegar os benfiquistas quantos aos acontecimentos resolveu ficar calado até ao fim do jogo na terça, não foi surpreendente. Aquela frase de que 'afinal o Estádio da Luz é seguro' foi o único relatório que o presidente do Benfica resolveu apresentar.

Assim como a reacção do ex-presidente da CM Sintra e responsável durante muitos anos por obras públicas num dos maiores concelhos do país, Fernando Seara, que na TVI em vez de revelar indignação ou pedir apuramento de responsabilides, resolveu acudir e indignar-se por se colocar em causa a Martifer.

Após uma semana, já se percebeu que explicações por parte do Benfica não existirão. Os adeptos e sócios que pagam os seus lugares na Luz têm é que apoiar e rezar para que não venham novamente ventos demasiado fortes.

Assim como o processo da substituição do relvado, tratado de forma amadora, este processo da cobertura revelou que o director das instalações ou andava distraído ou resolveu achar que uma obra por concluir não precisava de medidas suplementares face ao temporal anunciado atempadamente.

Como no mundo da política, assim também o mundo da bola está instrumentalizado aos interesses superiores de terceiros. 

Paga português e paga benfiquista. É o teu dever. Explicações ou justificações são coisas que não deves exigir.  

Mas como em tantas outras coisas, isto pouco interessa para algum do adepto da bifana. 
Para aquele que vendo o Benfica vencer esquece tudo o resto que está mal.
Ou para o novo-benfiquista que vibra com derrotas nas decisões. O que interessa é estar lá, dizem eles.

Queria ver o que diriam se aquela cobertura tem demorado menos 7 minutos a sair do sítio.

O 'Túnel' pariu condenações!

Avatar
 ●  9 comentários  ● 

"O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa multou cinco jogadores do FC Porto por ofensas à integridade física de dois assistentes de recinto após o jogo com o Benfica, disputado a 20 de dezembro de 2009 no Estádio da Luz.

Segundo noticia a Benfica TV, Sapunaru, Helton, Hulk, Rodríguez e Fucile terão de pagar multas compreendidas entre os 45 mil euros e os 90 mil euros.

Sapunaru foi condenado ao pagamento de 90 mil euros, Helton de 60 mil, Hulk, Rodríguez e Fucile de 45 mil euros cada.

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa ordenou ainda o pagamento de indemnizações de 30.500 euros a cada assistente de recinto.

Dos cinco jogadores, apenas Helton e Fucile permanecem vinculados ao FC Porto." - A Bola.

Pinto da Costa vai dar mais uma entrevista ao Fox Crime 2, conhecido também como Porto Canal?

domingo, 16 de fevereiro de 2014

INTELIGÊNCIA, um bem cada vez mais escasso...

 ●  7 comentários  ● 

A VIRTUDE DE SER INTELIGENTE, OBJECTIVO E PRAGMÁTICO!



Sempre disse que nunca me assustaria perder Matic!! Para mim, mau mau seria perder um Enzo Perez, pois como ele não há outro. Manda no jogo, vem buscá-lo atrás, distribuí-lo à frente, fecha nas laterais e se for preciso, ainda vai lá acima concretizar. Este sim, é o homem que faz o nosso meio campo carburar, pressionar, distribuir e temporizar. 

Hoje viu-se novamente o porquê de ter razão. Sem Enzo, não há ideias. Fale-se do bloco pressionante dos castores, do campo pequeno, do relvado que em momentos me fez recear mais um barcelos... arranje-se as "desculpas"/razões que se quiserem, está visto que a culpa é da ausência do cérebro, do dínamo, do maestro do nosso meio campo

No entanto, amigos e amigas, nem tudo é mau! Se para o lugar de Matic arranja-se outro sérvio, de seu nome Fesja, que melhor ou pior dá para tapar vazios, a escolha de substituir Enzo recaiu em Rubén Amorim! Uma tarefa de enorme peso, tremenda dificuldade e responsabilidade. Para mim Rubén não é Enzo. Mas Rubén tem, tal como Enzo, uma enorme qualidade: Um jogador que prima pela inteligência! Dentro e fora do relvado, é daqueles jogadores que têm o discernimento correcto do que tem que ser feito, e do que tem de ser alcançado!

Rubén poderia ser Enzo, e como isso me faria feliz, a mim e principalmente á selecção nacional, ávida de um jogador assim para o miolo. Mas acho que não está destinado a ser, principalmente porque quando está a chegar a um pico de forma elevado, tipo aquele limiar de energia anímica que fazia Songoku passar ao nível de super guerreiro, eis que surge SEMPRE uma lesão! Há 3 épocas que é assim... esta, a do braga e a anterior... e assim, é difícil passar de bom jogador a muito bom jogador. 

Mas com ou sem lesões, a inteligência deste não deixa ninguém na dúvida. Vejam-se as declarações de Amorim, no final da partida, ao dizer o que tem de ser dito:

«É importante ganhar quando não conseguimos jogar bem» 
Rúben Amorim diz que os jogadores do Benfica perceberam que seria preciso vestir o fato de macaco para somar os três pontos em Paços de Ferreira. «Na segunda parte houve mais espaço para jogar porque o Paços de Ferreira correu muito nos primeiros 45 minutos. O campo é mais pequeno do que estamos habituados, torna tudo mais difícil mas o que interessa é que vencemos e continuamos na frente», salientou o médio, em declarações à SportTV.
Com o zero a zero a manter-se no marcador no final da primeira parte, Jorge Jesus aproveitou o intervalo para pedir aos jogadores para «tentar fazer melhor» na etapa complementar. - ( n.d.rolocompressor: eh pa, já estou a imaginar o discurso do mister ao intervalo: tentem qualquer coisa, não sei o que fazer, falta cá o Enzo... mas tentem fazer melhor.... ai ai Jajuz.... bom...adiante! )
«Este era um jogo para ganhar de outra forma. Não estávamos a conseguir jogar bem, e quando é assim há que ganhar o jogo», observou Rúben Amorim.

MAINADA!! Se não se joga bem, não vamos desmoralizar! Vamos ganhar o jogo na mesma, é na marra se for preciso! FAZ FALTA GENTE ASSIM!! Seja bem aparecido senhor Rubén Amorim, e agora, é ver se fazes 10 jogos seguidos sem lesões ok? 

Quanto ao resto, já sabem, Carrega Benfica, Sintam a Mística!

Oblak pede para sair para poder evoluir

Avatar
 ●  9 comentários  ● 
Segundo o que a redação do NGB apurou, Oblak estará alegadamente descontente e terá pedido até a Jorge Jesus para sair da equipa e ser emprestado a outro clube, aceitando até a equipa B.

Alega o guardião encarnado, que desde que garantiu a titularidade da equipa principal, já lá vão oito jogos, não mais tocou na bola, o que tem atrasado em muito a sua evolução como guarda-redes.

Deu um franguito contra o Gil Vicente e fez uma defesa difícil contra o FCP, e é tudo o que tem para mostrar em 720 minutos de jogo.

Soube também a direção do NGB que Artur terá perdido a cabeça num dos últimos treinos, atirando-se a Jorge Jesus e até à defesa do Benfica chegando quase a vias de facto (sendo na altura acalmado por Cardozo), perguntando que merda é esta e sugerindo até um complô para o tirar da equipa, já que desde que teve o azar de se lesionar, não mais a bola chegou sequer perto da nossa baliza!

Jorge Jesus já fez saber dentro do balneário quem manda, e ameaçou os dois guarda redes passar a jogar com guarda-redes avançado, para que possa finalmente testar o seu modelo de jogo favorito com Cardozo, Lima e Rodrigo em cunha na grande área. 

Segundo Jesus, o facto de jogar com guarda-redes que não toca na bola é um handicap, e tem feito com que o Benfica jogue sempre com um jogador a menos, pelo que jogar com 11 jogadores de campo é uma possibilidade bem forte a ser testada nos próximos jogos, e que Jesus irá defender no próximo simpósio da FIFA.

A argolada da "super-estrutura"...

Avatar
 ●  4 comentários  ● 
"O senhor Antero Rodrigues [Henrique] acabou de dizer que o aquecimento do FC Porto acabou entre 15 e 18 minutos antes do jogo. Se Fernando Reges foi assistido entre cinco a dez minutos, que foi aquilo que as testemunhas do FC Porto foram falando, isso não provocaria o atraso da equipa", disse Cláudia Santos, presidente da Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga, na audiência de julgamento do Conselho de Disciplina da FPF (11 de fevereiro) sobre o caso do atraso de dois minutos dos portistas no jogo com o Marítimo, para a Taça da Liga. Antero Henrique tinha sido ouvido minutos antes.

A jurista vincou, ainda, a importância de dois minutos no futebol. "Podem significar ser-se, ou não, campeão europeu. Em dois minutos, 90' e 91', o Manchester United marcou dois golos e venceu o troféu (2-1, ao B. Munique, em 1999, na final da Liga dos Campeões)", vincou. Depois, lembrou que as testemunhas do FC Porto afirmaram que Maicon "não se apercebeu de que Fernando tinha sido assistido".

"Ora, se não se apercebeu é porque esse impedimento não foi a causa do atraso. E se se apercebeu, à luz dos critérios de razoabilidade, o normal teria sido avisar o árbitro de que o atraso se devia a um impedimento físico de um seu colega. Naturalmente, podia não dizer qual deles", frisou.

A referência a Maicon é justificada com o facto de o central, que tinha sido capitão do FC Porto, não ter dado qualquer justificação ao árbitro Manuel Mota quando foi questionado sobre o atraso. A CII propôs a pena de derrota ao FC Porto, que, a confirmar-se, implica que seja o Sporting a receber o Benfica na meia-final da prova. A decisão do CD da FPF está agendada para 18 de fevereiro (terça feira) e é passível de recurso para o Conselho de Justiça.

In Correio da Manhã

Assim até Herculano Lima, o sócio com cativo do FCPorto que lidera o CJ da FPF (para onde vão recorrer se forem punidos no CD), fica sem lhes poder valer com tanta trapalhada...

ranking