O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

O senhor Coluna respeitado por todos.

Avatar
 ●  1 comentário  ● 


Nascimento: 6 de Agosto de 1935
Falecimento: 25 de Fevereiro de 2014 (78 anos)

Médio e Avançado
16 Épocas: 1954/55 a 1969/70
Dia de estreia: 5 de Setembro de 1954
Último jogo: 8 de Fevereiro de 1970
Festa de Homenagem: 8 de Dezembro de 1970
677 Jogos
150 Golos
328 vezes capitão
21 Troféus oficiais:
2 Taças dos Clubes Campeões Europeus
10 Campeonatos Nacionais
6 Taças de Portugal
3 Taças de Honra de Lisboa
(Retirado de 'Em Defesa do Benfica')

O senhor Mário Esteves Coluna, o capitão do Sport Lisboa e Benfica e da Selecção Nacional, faleceu.

Sem querer de forma alguma diminuir outros grandes jogadores, ele foi talvez o verdadeiro pilar do sucesso da década de 60 do futebol do Benfica e da selecção.  

O capitão era discreto fora do campo, mas basilar dentro do balneário e do campo. Os holofotes ficavam para os outros e ele não os queria. 

Personificou os valores intemporais que fundaram o Sport Lisboa e Benfica em 1904: humildade, empenho, zelo, respeito por todos e altruísmo.

Mas era ele o jogador charneira, quem pautava a equipa. Um jogador completo e quem o viu jogar dezenas de vezes diz que era um jogador à frente do seu tempo.

Com o desaparecimento de Mário Coluna e Eusébio de facto parte do Benfica 'místico' e hegemónico passa para o lado cósmico, para o domínio do 'Olimpo'.

Recupero aqui a ideia de que estes símbolos intemporais do que realmente é o Sport Lisboa e Benfica possam ficar imortalizados no exterior do Estádio da Luz, à vista de todos. Quem passe na 2ª Circular que veja um enorme Coluna, um gigante Torres, um galáctico Águas ou o Rei Eusébio como que a sustentarem o Estádio da Luz.

Significam aquilo que é o verdadeiro Sport Lisboa e Benfica.

O senhor Mário Coluna ficará para sempre na memória do futebol português e mundial. O português mais moçambicano ou o moçambicano mais português.

Ficará para sempre na memória dos que verdadeiramente apreciam o futebol, como os exemplos seguintes claramente demonstram:

"Um dos maiores nomes do futebol mundial de todos os tempos, ganhou a alcunha de «Monstro Sagrado» pelo respeito que impunha tanto a companheiros como adversários. Médio de grande capacidade física e técnica, jogava de área a área, defendendo, atacando, e marcando golos soberbos mercê do seu remate forte e colocado. Sabia impor o ritmo do jogo. Um dos grandes «capitães» da história, talvez o mais carismático, liderou uma equipa extraordinária que dominou o futebol europeu." 

"Até sempre, Grande Capitão. Comanda a equipa do Benfica, ai no Olimpo dos Deuses do futebol." - Benfica World.


"A devoted, dexterous and highly respected servant for club and country, it was not for nothing that the tree-climbing kid from Mozambique became known as O Monstro Sagrado (The Sacred Beast) toBenfica fans, O Didi Europeu to Brazilian football writers, and, memorably, as Mr Coluna to the one and only Eusebio."
FIFA.

"O Benfica do 4º anel já tem fundadores e presidente, já há muito tinha treinador e “carregadores de piano”, recentemente recebeu o reforço do Rei, mas ainda lhe faltava um Grande Capitão, um Grande Senhor." 


"Driblaste os mesmos que te ignoraram e deixaram cair no esquecimento, só porque preferiste voltar ao teu país que tanto amavas, para ajudar os teus. Mas, felizmente, esta geração tem meios para ver o que jogavas, e para desejar incessantemente alguma vez ter visto um jogo teu.

Obrigado por tudo, grande Capitão."
Vitto Vendetta  - 'Cabelo do Aimar'

"Mário Coluna foi único para mim. Pelo fantástico e incomparável futebol que sempre exibiu, e acima de todo o seu ímpar talento como atleta, pela sua postura de profunda e inatacável respeitabilidade." 


"Ainda muito miúdo, tive o privilégio de o ver jogar ao vivo, na recta final da carreira. Num tempo em que sportinguistas e benfiquistas sabiam confraternizar e admirar jogadores de outras equipas sem perder a saudável rivalidade clubística. E em que considerávamos cada jogador da selecção também um dos nossos.

É com o profundo respeito que sempre mantive por ele, e que foi crescendo com o rodar dos anos, que me inclino perante a memória de Mário Esteves Coluna. Um dos maiores nomes de sempre do desporto lusófono. Moçambicano, português, cidadão do mundo."
Pedro Correia - 'És a nossa fé'

"Brinde de respeito, só para desejar boa viagem a Mário Coluna."

1 comentários blogger

  1. Bom dia

    Nesta ocasião triste tanta coisa se escreve acerca de COLUNA, simplesmente COLUNA, que significa esteio, base, sustento, etc., o pilar de suporte desse Benfica lendário da melhor década da sua gloriosa história. Tanta coisa mais se poderia dizer sobre essa figura tutelar do nosso Benfica.
    Eu tive a sorte de ainda o ter visto jogar. Eu como tanta criança dessa época sentiamo-nos como que "intimidados" com a presença dele em campo. É incrivel, mas é a pura das verdades como jovens, simples espectadores e seguidores do Benfica, sentiam que aquela figura pairava sobre tudo e todos, como se a todos tutelasse, quer dentro de campo quer a quem aos jogos e treinos assistia.
    Há 2 ou 3 dias atrás, escrevi num outro blogue, no do caro Papoilas do Biscaia, que COLUNA é o mais carismático capitão de equipa que alguma vez o futebol português teve. O exercicio dessa função tem 2 periodos, o antes e o depois de COLUNA.
    Finalmente, eu que tenho tido a sorte e o prazer de ter visto a jogar a maioria dos melhores jogadores do nosso Benfica, não tenho dúvidas que os dois mais importantes da história do clube - EUSÉBIO e COLUNA - até na morte não quiseram deixar de imprimir a sua marca na memória de todos ao partirem com poucas semanas de diferença. Até nisso foram marcantes e diferentes. À BENFICA.

    Cumprimentos Benfiquistas

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking