O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 31 de maio de 2013

Renovação de Vitor Pereira num impasse

 ●  + 21 comentários  ● 
O problema ao que parece está nos adjuntos!

Pedro Proença e Jorge Sousa, qual André Villas Boas, não querem continuar na sombra como simples adjuntos.

Vitor Pereira (o da Arbitragem) anda numa roda viva para completar a equipa que irá ajudar Vitor Pereira (o duende) nas trapaças do próximo campeonato.

O NGB pode adiantar que Hugo Miguel e Carlos Xistra deverão ser os adjuntos, com Pedro Proença e Jorge Sousa a ficarem dedicados apenas aos momentos mais críticos da temporada.

Nota: 
Tantos elogios aos títulos ganhos pelo Vitor Pereira no tópico anterior. Que ridículo! Não só porque ignoram a importância do trabalho dos seus adjuntos, mas também pela curiosidade de que apesar de tanto elogio, não vi ninguém a querer esse génio no Benfica, já que não queriam o Jesus.

Ainda me vou rir tanto quando o génio duende acabar a treinar mais um clube grego!

Uma decisão de Presidente... À Benfica!

 ●  + 37 comentários  ● 
Tal como todos os escribas do NGB em geral e eu muito em particular temos vindo a defender, parece que está iminente o anuncio da renovação de contrato de Jorge Jesus.

Uma grande noticia!

Uma decisão de Presidente... À Benfica, ao enfrentar todos os que lhe sussurravam pelo "sangue" e "cabeça" de Jorge Jesus, possivelmente o melhor treinador que o Benfica pode ter no contexto onde se insere - como sabem, o SLBenfica é maior do que o futebol português em valor para os agentes do futebol mundial (jogadores, treinadores, etc.)

Fico contente que o Presidente tenha tomado esta decisão de renovar com o único treinador que mesmo perante tanta adversidade chegou a Maio a alimentar-nos a ilusão de ganhar tudo.

Mas não ganhou, dirão alguns!
E com outros nem sequer a ilusão tivemos, respondo-vos!

Por outro lado também se desenganem os mais optimistas que achem que está aqui o remédio para todas as doenças.

Há mais, muito mais e desafiante, para fazer e esperemos agora com calma por essas mudanças que o Presidente, desejo, já percebeu que têm que ser feitas... E que não perca a oportunidade de as fazer bem feitas.

A minha opinião sobre essas mudanças está sobejamente escrita e documentada antes de haver os novos iluminados a falar de... Problemas de estrutura.

Só para terminar, um aviso:

EMBRULHA PINTO DA COSTA!
Vai lá agora renovar com o "duende" que pões no banco a juntar as peças do jogo dos árbitros, porque da Luz nem conseguiste levar o Jesus para o FCPorto, nem para fora do Benfica, pelo menos.

Quais são as suas convicções, presidente Vieira?

Avatar
 ●  + 16 comentários  ● 


"Vamos mudar aquilo que tivermos de mudar mas com ponderação, para não estragar tudo o que de bom conseguimos nos últimos anos. Não devemos ter medo das nossas convicções." 

- Luis Filipe Vieira.

Caro Luis Filipe Vieira, é interessante que tenha proferido estas palavras discursando para 70 deputados benfiquistas. 

Os governos nacionais vivem ciclos de 4 anos. Governam o país, governam 10 milhões de portugueses, gerem bilhões de euros.
Ao fim de 4 anos, vão a eleições e se não apresentaram resultados, são substituídos. Mesmo que a opção de escolha não seja a ideal.

O senhor tem usufruido da confiança dos benfiquistas votantes. 

O problema é entender quais são as suas convicções, caro Luis Filipe Vieira.

O senhor já tem 12 anos de Benfica. 3 vezes o prazo dos governos. 
Mesmo sem resultados desportivos assinaláveis(títulos), tem sido sempre reeleito.
Não gere bilhões, mas milhões. 
Pegou num clube que andava meio perdido e conseguiu que o clube recuperasse a credibilidade.

A sua gestão aumentou as receitas em muitos milhões, mas aumentou a dívida de 86 milhões para 500 milhões.

11 anos depois,o Benfica voltou a ser campeão. Mas no fim dessa temporada, a estrutura que conseguiu esse feito foi desmontada.

Passaram 3 anos até dotar novamente o Benfica de uma estrutura minimamente capaz. No ano seguinte chega Jorge Jesus e o Benfica torna a ser campeão. No fim da temporada, essa estrutura foi novamente desmontada.
Não voltamos a ser campeões.

No capítulo das opções de liderança do futebol português, as coisas não foram melhores. E aqui é que as suas convicções são mais estranhas e sem os benfiquistas merecerem qualquer explicação da sua parte.

Com o surgimento do Apito Dourado, e com os efeitos dessas provas irrefutáveis, pela primeira vez alguém afrontou o sistema instituído.
Hermínio Loureiro e principalmente Ricardo Costa.
O FC Porto e os seus atacaram em revide, tentando forçar a saída dessa liderança isenta.
O que fez o Benfica? Falhou no combate.contra esse autêntico golpe de estado.
Pior, apoiou Fernando Gomes, alguém vindo directamente do seio do Apito Dourado.
Primeiro para a Liga e depois para a FPF.
Nunca mais fomos campeões.

Foi só por isso que nunca mais vencemos? Claro que não. 
Quem costume frequentar este blogue sabe como não aceito que um treinador pago como os melhores do mundo cometa erros nos momentos cruciais. 
Que este treinador tenha uma posição submissa ao FC Porto, nunca o atacando mesmo que seja para defender o Benfica. Custa-me que o treinador do meu clube elogie primeiro os jogadores do FC Porto e só depois os do Benfica, como se viu na primeira volta desta temporada.
Que o treinador do Benfica demonstre medo perante o FC Porto.

Disse hoje a Leonor Pinhão na BolaTV que sabemos que o senhor não é um benfiquista de gema.
Não sei o que isso quer dizer. Nem vou por aí hoje.

O que sei é que as suas convicções são confusas aos olhos de muitos benfiquistas. 
E que o senhor não mexe uma palha para as clarear.

Apesar de tudo, espero que seja este o momento em que Luis Filipe Vieira demonstre ao mundo benfiquista que também aprende com os erros.
E que se esforça por não os repetir.

Tem muitos benfiquistas anónimos, inclusivé no mundo dos blogues, que dão todos os dias o seu contributo para que o Benfica de amanhã seja melhor. 
Destaco nesse aspecto o fundador deste blogue, o Geração Benfica.

Mas o senhor nem precisa de se socorrer destes.

Tem benfiquistas competentes e sabedores do futebol como Vítor Paneira, Humberto Coelho, Rui Costa, Nené, Ricardo Gomes ou Valdo.
Escolha 2 destes para liderarem o futebol e verá como não se arrependerá. 
Junte a um destes alguém como Veiga e terá um departamento de futebol blindado. 

Está na altura de mostrar quais são essas convicções, caro Luis Filipe Vieira.
  

Hélder Cristóvão já mostra sinais da sua excitação!

Avatar
 ●  + 15 comentários  ● 

ENTUSIASMO A BORDO!


Não demorou muito meus amigos, até que Hélder Cristóvão, recentemente conotado com o papel de novo treinador da equipa B do Glorioso, passando assim a ser o tal homem de total confiança que tanto Jorge Jajum procura ( n.d.r. - Jajum exige plenos poderes em relação ao futebol profissional, estendendo a sua acção à equipa B, onde pretende ter um treinador da sua total confiança... glup...) demonstrasse publicamente o entusiasmo com a sua nova aventura!


" Heldér Cristóvão em cenas... duras, das quais não nos responsabilizamos por qualquer dano moral! "


Como uma "boa notícia" nunca vem só, eis que chegaram até nós vários relatos que confirmam o empolgamento deste ex-central encarnado. E convenhamos que não é para menos, passar de comentador muito, muito, mas muito pouco requisitado pela RTP, a homem de confiança de Jorge Jajum... só encontra rival na valorização do Sissoko, contratado por um certo clube de frutaria e de agencia de viagens, por 300 mil euros e na época seguinte segue para Lyon por 15 M... Por falar neste jogador, queria aqui lembrar os mais esquecidos a visitarem o vosso dentista pelo menos semestralmente!


Assim, Hélder Cristóvão não se fez de rogado, e levou a tarde toda nos transportes, percorrendo carreiras por esse colégio militar fora, metropolitano de Lisboa, e munido do seu vigor sexual, esfregou-se em mais de duas centenas de senhoras, 4 freiras,  2 anões, e um cigano com um cão aos ombros enquanto tocava acordeão!  Pode dizer-se que o homem estava louco de Excitação!! Fica aqui a prova pela foto acima publicada, que a alegria de um homem não se esconde... ela transparece cá para fora! Já agora, por causa destes acontecimentos, hoje o Metro até fechou com a desculpa da greve, mas na verdade era para evitar o esfregar de Cristóvão.


Voltando ao nosso novo treinador B, sabemos de antemão as razões pelas quais foi este homem o escolhido! E deixo aqui o véu escancarado, para todos perceberem que até Jorge Jajum não reconhece em Hélder um Virtuoso condutor de táticas e homens, mas sim uma mais valia que lhe vai servir ás mil maravilhas, nos tempos que correm, e pelos tempos que hão de vir! Fruto das ultimas "quase..." conquistas de títulos, Jorge Jajum ia sendo agredido no Jamor, e agora sempre que sai á rua, manda um tipo com uma cabeleira igual á sua para servir de isco, e enquanto esse desgraçado é sovado até á morte, Jajum esgueira-se pelas ruelas secundárias. Hélder Cristóvão tem 1.82m, pesa 92 kilos de puro músculo, e tem uma voz rouca, tanto do agrado de Jajum. Está aqui a descrição perfeita para o segurança privado que irá procurar manter Jajum inteiro, e de boa saúde. Pelo menos assim ele "acardita", e sempre o ajuda a dormir mais descansado! Como se percebe por este raciocínio, afinal Jorge Jajum de parvo só tem as más opções táticas... e o cabelo pintado, e o facto de lhe saltar a pastilha da boca... e ok, também a maneira como pronuncia Platíne em vez de Platini... bom, sem me querer desviar muito do objetivo, HELDER CRISTÓVÃO chegou onde porventura nunca esperou! Mas não se iludam, que este Defesa já há algum tempo que joga ao ataque, pois não se esqueçam da guerra que criou com Simão Sabrosa pela braçadeira de capitão, nos longínquos anos de Camacho ( ou seria de Trapatoni... acho que era do espanhol, adiante), o que desde cedo demonstra sede pelo poder.


De resto meus amigos, quero aqui enaltecer no entanto, a alegria que Hélder demonstrou em abraçar este novo projeto! Pelo menos Entusiasmo não lhe faltou! 

Espero que para "estreia" aqui no BLOG, não tenha sido muito "ofensivo". Sempre que posso, tiro o Cardoso para convidar o adversário a subir no terreno! 



Quanto ao resto, já sabem, SINTAM A MÍSTICA! Carrega Benfica!

quinta-feira, 30 de maio de 2013

A Capela dos cretinos e dos otários

 ●  + 29 comentários  ● 


Portugal, 30 de Maio de 2013



Uma das coisas que me faz confusão, tantos dias depois da final da Taça, é não perceber porque razão fomos literalmente “bombardeados” pela comunicação social amestrada, com supostos erros de arbitragem do João Capela no jogo Benfica-SCP, e perante ao efectivos erros de Jorge Sousa, com influência directa e indirecta no resultado da final da Taça, essa mesma comunicação social amestrada, “bombardeia” o treinador do Benfica sem mostrar uma imagem, sem fazer um comentário ou uma simples reflexão sobre os vários erros de arbitragem, todos para o mesmo lado, citando Bruno de Carvalho.


Haverá também um manual de bem “informar” e intoxicar a opinião pública? Os factos indicam que sim. Vejamos.


No Benfica-SCP, o Benfica ganhou e não se seria muito inteligente por em causa as opções do treinador. Essa mensagem não passaria. Mas poderia beliscar-se a justeza e mérito da vitória, procurando atingir a moral dos adeptos do Benfica e galvanizar a moral dos adeptos rivais. Como? Encenando um roubo, criando uma ficção de escândalo que explicasse a derrotada por meios ínvios: os da arbitragem!


Assim fomos confrontados com algo de espantoso, que foi repetir e ampliar imagens e perspectivas que o árbitro em campo não tem, de forma a tornar de leitura simples – pelo abuso da repetição – o que de facto não foi, não é, nem pode ser simples. Em bom rigor, e não foram precisas repetições, só podemos falar de 1 penalty a favor do SCP, ao mn 86, de Maxi sobre Viola. O tal penalty, que ainda assim, é bom lembrar, foi assinalado a favor do Benfica contra o Braga na época de Quique Flores e esta mesma comunicação social disse que não era! Convém lembrar os mais esquecidos que Jesus era treinador do Braga e na altura, os da Capela, concluíram que tinha sido roubado na Luz. Mudou de equipa, mudou o critério...


Para o cenário do “roubo” ser “credível”, sonegaram todas as imagens de lances em que o Benfica podia reclamar outras decisões do árbitro, como seja a cotovelada de André Martins a Enzo Peres aos 3mn 55s, a entrada por trás de Bruma sobre Gaitán (minutos antes de Matic o ter pisado involuntariamente - cartão vermelho defenderam os pseudo analistas da Sporti-FCP TV).


A manipulação e falta de vergonha raiaram o escândalo. Cretinos...

Surpreendentemente, ou talvez não, na final da Taça a Sporti-FCP TV não teve o mesmo critério. Porque não houve lances mal decididos pelo árbitro? Não! Porque o Benfica perdeu e assim têm sempre a hipótese de abordar o jogo pelo prisma do treinador. E desta forma têm um outro esquema para atingir a moral dos adeptos do Benfica e de galvanizar a moral dos adeptos rivais. Como? Branqueando os erros do árbitro que, de forma directa ou indirecta, contribuíram para o resultado, bombardeando o treinador com supostos erros de decisão. 


Claro que isto é só uma suposição, imaginemos um programa em que os três lances que na 1ª parte justificavam cartão amarelo aos jogadores do Guimarães, fossem passados 1, 2, 3, N vezes, acompanhados dos comentários dos tais analistas de arbitragem, que confrontados com o abuso das repetições teriam forçosamente de admitir que ficaram cartões por mostrar. Imaginemos que mostravam também os lances em que os 2 médios do Benfica, Matic e Enzo foram admoestados, justificando pelas imagens que os amarelos foram mal mostrados. Para terminar, imaginemos que passavam várias repetições do golo claramente em fora de jogo, repetindo-o tantas vezes como o alegado penalty de Garay sobre Wolfswinkel de modo a que as pessoas percebessem claramente que um dos dois golos que derrotou o Benfica, foi ilegal.


Acho que todos compreendem que, caso tivesse sido este o critério dos cretinos dos mídia, a questão do treinador e seus eventuais erros de decisão ficava sem conteúdo. E isso não era bom para o árbitro, ex-Super Dragão, nem para o “sistema” das nomeações, pois ficavam a saber que na próxima vez o esquema seria denunciado novamente. E lá se ia a vantagem deles...


Se pararmos um pouco para pensar, chegamos à conclusão que, por incrível que pareça, é esse o critério que eles têm quando FCP e SCP não ganham! Ou não é? Por exemplo, o caso do SCP que é mais evidente. Nos últimos 4 anos tiveram 6 ou 7 treinadores. Quer dizer, despediram e voltaram a contratar. Alguém sabe porque saíram? Isto é, se perdiam porque faziam mal as substituições, porque defendiam o resultado, porque alinhavam mal os jogadores? Não, ninguém sabe! Apenas sabemos que não atingiram os resultados e foram por isso, despedidos!


Ao longo dos anos, quantas vezes FCP e SCP viram os erros dos seus treinadores serem batidos e rebatidos nos programas de televisão, por comparação com os do Benfica? Ao longo dos anos quantas vezes vimos a comunicação social criar casos “Capelas” em torno dos erros grosseiros que dão vitórias e campeonatos ao FCP (mais do que SCP, que foi campeão em 2000 com 20 penaltys, todos “indiscutíveis”), como ainda agora com o escândalo de Paços de Ferreira, onde foi oferecido 1 penalty e 1 expulsão ao FCP, para marcar 1 golo, e tirado 1 penalty ao Paços para tentar marcar 1 golo?


NENHUMA! Ou deixamos de ser otários, ou não há capela que neste pobre país, consiga albergar tanto cretino e tanto otário do nosso “futebolês” ...

Hélder Cristovão na Equipa B??

Avatar
 ●  + 15 comentários  ● 

Só pode ser para loooooool................

Carta Aberta ao Presidente do Sport Lisboa e Benfica

 ●  + 29 comentários  ● 

Exmo Sr. Presidente do Sport Lisboa e Benfica,

Para que fique claro desde já, faça V. Exa. o que fizer é o Presidente do Sport Lisboa e Benfica, o meu clube do coração desde sempre e para sempre. Nesse sentido, mesmo quando discordo das suas decisões, faço-o com o desejo real que tenha todo o sucesso na sua função de Presidente do SLBenfica, seja com as suas ideias ou ouvindo as criticas, pois isso representa o sucesso do Clube que amo. O seu sucesso (ou de qualquer outro nome) é-me indiferente, eu quero é o sucesso do meu Clube.

Não está, para mim, nem nunca estará em causa a sua presença no cargo de Presidnete do SLBenfica, pois V. Exa foi eleito e bem eleito por larga maioria de sócios. Não desejo, como já tenho lido, que saia até porque não conheço quem queira ou demonstre que seja capaz de melhor.

Pelo contrário, desejo-lhe muitos e longos anos na Presidência do SLBenfica, mas permita-me que lhe deixe algumas criticas, porque os elogios deixo-os para os que gostam de se colar aos sucessos para apenar "sorrir para a fotografia" e dizer que ajudaram. Eu prefiro ajudar a corrigir o que entendo não estar bem.


1. O cargo de Presidente do Sport Lisboa e Benfica

Senhor Presidente, bem sei que se tem batido pela não remuneração como um facto de dedicação ao Clube, trabalhando em favor do Clube e sem nada receber, alegadamente em prejuizo da sua vida profissional. Fica desde já a minha sugestão: Altere esta situação!

Para o Sr. Presidente poder ter a sua vida profissional, com o sucesso que lhe conhecemos e para gerir como Presidente do SLBenfica de forma... "presidencialista", o Sr. Presidente tem que ter nas suas empresas e no SLBenfica um conjunto de pessoas/assalariados da sua confiança que "se lhe substituam" quando não pode estar.

Ora, se no caso das suas empresas o Presidente é que sabe, já no caso do SLBenfica, eu prefiro que se dedique a 100% ao clube e seja remunerado em conformidade (e com objectivos em função do sucesso desportivo), do que pague mais do que seria a sua remuneração a um conjunto de "multiplos pseudo-lideres representativos" que acabam depois por não passar de "yes men" do Sr. Presidente. As decisões que tomam, precisam na mesma de si, ou muitas vezes são decisões fracas.

Com isto, o SLBenfica iria reduzir fortemente a dimensão da sua "estrutura", que hoje tem multiplas pessoas, muitas vezes para fazer... as mesmas funções. Isso gera multiplas opiniões, multiplas cabeças, multiplos ouvidos, multiplos "influenciadores", multiplas pessoas a tomar iniciativas/decisões e "não decisões". É a feira das vaidades que se conhece e alimenta tantos. GRANDE ERRO!

É precisamente daqui que vem a ideia de que há gente que manda demais no SLBenfica. Eles não mandam demais, o Sr. Presidente é manda "demenos".


2. A agora famosa... "Estrutura"

Ora aqui está um ponto que agora toda a gente fala, mas que eu já ando a "bater nesta tecla" há muitos anos. Muitos mesmo. É só ler o blog e pesquisar.

O ponto anterior, como pôde perceber, é o elemento principal para se ter uma... estrutura. Ou seja, ter menos pessoas, menos "pseudo-lideres" e uma equipa pequena, dedicada a 100%, apaixonada pelo Clube e remunerada (e bem remunerada) pelo sucesso desportivo. Ser bem remunerado não é vergonha! Vergonha é ser bem remunerado e não o justificar ou merecer.

Tenho algumas duvidas que o Sr. Presidente perceba dos "meandros" do futebol o suficiente para ter a liderança o futebol. Não é vergonha nenhuma e o Sr. Presidente não será menos líder do clube se o assumir. O que importa é que o líder (do futebol) que seja nomeado por si, tenha a sua total e cega confiança, enquanto Presidente, para que ele tome decisões e lidere efectivamente o futebol sem ter que precisar de lhe pedir nada, o que obviamente não quer dizer que o Presidente não seja consultado e chamado a ter a "última palavra" nas grandes decisões.

Em Portugal só vejo dois nomes capazes de assumir essa função: Rui Costa e José Veiga. Saberá, quem lê o blog, que a minha preferência será o José Veiga e que entendo que o Presidente e o José Veiga deveriam ultrapassar as suas diferenças e trabalhar juntos, como dois complementos fantásticos que já demonstraram ser. O Presidente e liderar o Clube e a SAD, o José Veiga a liderar todo o futebol com autonomia desportiva e operacional - obviamente enquadrado e respeitando as superiores decisões de gestão do Clube como um todo e de gestão financeira.

Mas obviamente que entendo perfeitamente que possa haver diferenças do passado inultrapassáveis, na vossa opinião. Acho um desperdício se assim for, mas entendo. Nesse caso, peço-lhe o favor de não considerar hipoteses de "António Carraça 2.0", como é o caso do Carlos Janela (já sugerido por alguns) ou outro, e tenha a coragem de dar esse cargo a Rui Costa.

E é esta a estrutura, Presidente! Fácil, não?
O domínio das grandes decisões deve estar entre si e o líder do futebol que as pensa, define e estabelece prioridades em sintonia consigo e com a Direcção Financeira, para depois as mandar executar operacionalmente: É aqui que entra o treinador, o director técnico, o responsável de logística, a comunicação exterior do futebol e todos os outros operacionais que têm como função EXECUTAR as decisões e respeitar a estratégia.

Neste modelo, pode mudar de treinador 10x em 10 anos... que o impacto é muito relativo. Só se sentirá em campo, nas tácticas e eventualmente na capacidade para, dentro de campo, nos superiorizarmos em função da maior ou menor competência do treinador seremos mais ou menos "à Benfica". Mas jamais perderemos por não dominar os factores exteriores ao campo de futebol, jamais exporemos a equipa ou o treinador a acções que visem fragilizar ou desestabilizar a equipa, jamais falharemos nos momentos decisivos. Estaremos sempre preparados.

Mas temos que ter a nossa estratégia, liderada pelo tal nosso núcleo duro dedicado a 100% ao Clube e a quem todos - os do clube - deverão alinhamento ou... a porta da saída. O Sport Lisboa e Benfica tem gente a mais e liderança a menos.

3. Jorge Jesus deve ficar.

A saída será o caminho mais fácil e, especialmente "boa para todos". Todos mesmo!

Já aqui o escrevi várias vezes. Jorge Jesus deve ficar no SLBenfica, porque não foi devido ao seu trabalho que o SLBenfica não foi campeão, não venceu as Taças da Liga Europa e de Portugal. Não foi!

A renovação de Jorge Jesus é, possivelmente, o "dossier" mais mal gerido desta mais de uma década da sua Presidencia. Já deveria ter renovado em Outubro, quando o Presidente foi reeleito. Mas permitiu, erradamente, que muita gente o influenciasse a a esperar pelos resultados desportivos. Mais tarde, quando quis demarcar-se disso... já era tarde e Jorge Jesus já estava "amassado" por essa sua indefinição.

São essas influências exteriores a si que tanto nos têm custado.

Com os resultados desportivos e a pressão de sócios e dirigentes do SLBenfica, agora o Presidente ficou com um problema complicado para resolver:

- Se mantiver Jorge Jesus irá contra os seus "pares". Demasiados "pares", diga-se! Terá que assumir "sozinho" a decisão de se manter fiel ao que dissera precipitadamente depois do jogo com o Marítimo - nunca mais fale sem ser para falar de factos consumados, deixe-se lá de promessas e popularismos. Terá, com isso, de assumir, em função da forma como comunicar essa decisão, a responsabilidade da pressão que possa vir a acontecer em função de alguns eventuais resultados menos bons. Eu já lhe deixei uma sugestão de como comunicar isto... terá que ser implacável na defesa do treinador e não deixar o minimo espaço para pressões futuras.

Seja como for, manter Jesus e... manter os dois pontos iniciais desta carta aberta por resolver de forma adequada, será na prática adiar um problema para resolver mais tarde. Manter Jesus ou qualquer outro sem resolver os dois pontos anteriores, nunca permitirá que o SLBenfica ganhe de forma sustentada e recorrente. Jesus simplesmente tem a capacidade e competência para se substituir a parte das graves ineficiências da estrutura do SLBenfica... mas isso fragiliza-o, como se vê.

- Se Jorge Jesus sair do SLBenfica, arrisco dizer que haverá pelo menos dois tipos de pessoas satisfeitas:
1) Os que só vêem o golo que entra ou não entra e por isso acham que o problema é o treinador. Terá seguramente entre estes milhares de adeptos e muitos dos seus dirigentes.
2) O Presidente do FCPorto e a sua pequena estrutura de decisão, nomeadamente o Antero Henriques (e se calhar até arrisco incluir o Fernando Gomes, da FPF).

Os primeiros, acham que tudo se resolve com a contratação de uns craques, substituição do Carraça por outro igual mas benfiquista (mais um para queimar!) e com outro treinador (agora é que vai ser!!). E pronto! Simpaticamente alegres até à próxima derrota onde se volta a despedir esta gente toda.

Os segundos percebem que dado que o SLBenfica não tem estrutura no futebol e o Jesus consegue atenuar parte dessas incompetências, o ideal é o Jesus sair do SLBenfica. Se não for para o FCPorto, pelo menos que seja para o estrangeiro.

Há ainda a facilidade que isto traz ao Presidente que, obviamente, não tem que assumir a responsabilidade de enfrentar sócios e dirigentes pela renovação e pode ainda dizer "ele só não ficou porque não quis" - Obrigado Jorge Mendes por teres arranjado uma proposta do estrangeiro!!!

Cómodo, não? Seja como for, a um líder não se pedem decisões cómodas, a um líder pede-se que seja... UM LIDER! Há que manter Jorge Jesus e efectivamente reformular e especialmente encolher a estrutura da SAD.

Ah! E antes que tenha a tentação de dar a Jorge Jesus a liderança do futebol, com um "carrinho de mão" como Carlos Janela ou qualquer outro, fica o aviso: Jesus é excelente treinador... mas um péssimo "tudo o resto". Ou seja, isso seria uma péssima decisão, pois seria permitir a Jesus mais do que pode e tem competência para dar... e com isso abrir a porta a alguém que, melhor ou pior que António Carraça, também não tem "estofo" e dimensão para liderar o futebol do SLBenfica e seria apenas um executante, seria apenas uma solução igual a ele.

4. O apoio a Fernando Gomes

Caro Presidente, esse senhor é o verdadeiro sucessor de Jorge Nuno Pinto da Costa quando ele já não puder mais. Desenganem-se os que consideram o mandato que ele agora iniciou como o último. O Presidente do FCPorto sabe que aquilo vai "mandar um tombo" quando ele sair... e ele não quer estar cá para ver, pelo que, qual "Rainha de Inglaterra" vai ficar e ficar até que a saúde lhe permita.

O futuro poderá ser esgrimido entre Antero Henriques, Alexandre Pinto da Costa (pobre coitado!), António Oliveira e... Fernando Gomes. Este sim é mais inteligente e competente que todos os demais súbditos da "Rainha de Inglaterra", pelo que irá conseguir "coze-los em lume brando" quando chegar a hora.

E essa hora está ser construída desde há três anos para cá! Primeiro na Liga de Clubes, depois na FPF.

Não é preciso ser oposição férrea a Fernando Gomes, nem sequer é preciso declarar afastamentos públicos. Limitemo-nos a não sermos nós os fieis apoiantes de alguém que não hesitará em nos querer subjugar, que não hesitará em nos querer vencer e nos querer ver atrás.

Não temos que ser tipo "oposição política" que estão sempre "do contra". Mas, como já disse acima, temos que ter a nossa estratégia, liderada pelo tal nosso núcleo duro dedicado a 100% ao Clube e a quem todos - os do clube - deverão alinhamento ou... a porta da saída.

Sempre que a nossa estratégia ficar posta em causa pelas iniciativas, acções ou falta delas da FPF, deveremos ser os primeiros a publicamente denunciar e apontar a nossa oposição.


Muito mais poderia ser dito e escrito, mas a missiva já vai longa.

Além do mais, tudo o mais que possa ser dito e escrito, assente em fundações frágeis como as actuais... será apenas desperdiçar tempo e massa cinzenta.

Esta é a minha modesta opinião, só isso mesmo...

Um monte de mer.. chamado Josué.

Avatar
 ●  + 36 comentários  ● 

"Após duas épocas no Paços de Ferreira, Josué está de regresso à casa de partida, o FC Porto. O médio, 22 anos, confessa que está a realizar um sonho. 

«É um sonho concretizado, é tudo para mim. Sabia que um dia ia voltar mas não contava que fosse tão rápido, já que aconteceu tenho de continuar a trabalhar muito, quero muito ganhar títulos, o FC Porto é um clube maravilhoso. Tinha duas certezas, uma que iria regressar e que nunca ia jogar no Benfica, por isso é que hoje estou aqui. Sou do FC Porto, de coração, e toda a gente que é do clube ninguém gosta do Benfica e eu não fujo à regra. Este clube é ganhador e é isso que eu sou, gosto de conquistar títulos. É um dia ainda mais especial por isso, por ser adepto do FC Porto», afirmou Josué aos microfones do Porto Canal." - in Pasquim do Serpa.

Este lixo deve lavar a boca antes de falar no Benfica. Quanto recebeste no último jogo da temporada, Josué?

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Zé Maria do Big Brother é Jorge Jesus do Benfica

 ●  + 22 comentários  ● 
Lembram-se do Zé Maria, certo? Aquela figura mítica, parecia meio deslocada, ninguém dava por ele.  Era alguém que traduzia melhor o espírito do povo, as raízes humildes e nada aburguesadas. Ninguém apostava nele inicialmente para a vitória no primeiro Big Brother, mas a verdade é que as coisas mudaram algures por  e, surpreendentemente, ganhou mesmo o concurso. 

Zé Maria ficou deslumbrado. Teve dinheiro, muito, caído do céu, instantâneo. Zé Maria teve fama, teve protagonismo, teve poder. Zé Maria embandeirou em arco com a sua conquista e veio por aí abaixo, caindo com estrondo.

Jorge Jesus começou em divisões inferiores. Chegou à primeira liga e por aí ficou muitos anos, sempre arredado dos clubes grandes. Ninguém apostava nele para vencer, apesar de lhe reconhecerem mérito. Um dia tudo mudou, o Benfica apostou nele e 

Jorge Jesus, tal como Zé Maria, também venceu. Jorge Jesus ficou deslumbrado. Teve dinheiro, muito, caído do céu, instantâneo. Jorge Jesus teve fama, teve protagonismo, teve poder. Jorge Jesus embandeirou em arco com a sua conquista e veio por aí abaixo, caindo com estrondo.


Espero que ambos se possam reabilitar, junto de quem de perto priva com eles. Para isso, é necessário que compreendam os seus erros e aceitem que alguém os guie.

Jesus no FCPorto

 ●  + 22 comentários  ● 
Êh pah parem de escrever nos comentários do blog, de nos enviar emails e quem tem de nos escrever SMS sobre a possibilidade de Jesus ir para o FCPorto.

Se não ficar no SLBenfica, o sítio para onde vai é perfeitamente irrelevante. O que venha ou não a conquistar é tão ou mais irrelevante.

Como todos sabemos, o FCPorto não precisa de Jorge Jesus para ganhar. Precisa de Jorge Sousa, Hugo Miguel, Pedro Proença, entre outros. Como precisa de Fernando Gomes na FPF.

De resto é o "trabalho de sombra" que fazem (há que lhes dar mérito nisto - pois fazem bem as coisas certas e bem as coisas ilegais).

O FCPorto não precisou de Jesus para ganhar 20 em 30 nos últimos 30 anos. E Jesus não vencerá o SLBenfica se o Presidente souber tomar as medidas certas na SAD.

Se não forem tomadas, Jesus simplesmente se limitará a ser mais um igual a tantos outros que já lá passaram e ganharam como todos conhecemos.

"Ser mais um" é isso que será Jesus no FCPorto. Mais um igual ao insignificante Vitor Pereira, que nem a imprensa se interessa muito se ele renova ou não.

Como as coisas ali andam, até a Fernanda pode ir para o banco - dava-lhe menos trabalho a descer as escadas para ir fazer as "geraldinas" ao plantel para animar as hostes.

Vai ser um erro histórico e trágico para o Benfica...

Avatar
 ●  + 16 comentários  ● 

...tudo o que passe pela manutenção da mesma estrutura frágil e medíocre no futebol do Benfica dos últimos 3 anos.

Em 2010 Luis Filipe Vieira cedeu às exigências de Jorge Jesus. O treinador teve 3 anos para mostrar que estava certo. Falhou em toda a linha.

Teve os meios, os jogadores que quis, mandou embora os que não lhe agradavam, pôs e dispôs como lhe apeteceu.

Não se iludam. No Benfica, falhar é não ser campeão. Falhar é não vencer títulos. Ser o segundo e contentar-se com isso é renegar o que é o Benfica.

Conforme disse o GB no post anterior, dar ainda mais poder a Jorge Jesus será um erro crasso.

Jorge Jesus tem lugar no Benfica, apenas como TREINADOR. E aceitando alguém acima dele que não Luis Filipe Vieira, que deve entregar a gestão do futebol a quem dele goste e perceba.

O presidente do Sport Lisboa e Benfica tem nas mãos o futuro do futebol.

Se ceder às exigências de Jorge Jesus, compromete o futuro do futebol do Benfica, bem como o apoio dos adeptos.


Jesus com controlo total do futebol

 ●  + 15 comentários  ● 
Segundo o jornal O Jogo, que até acerta umas coisas, seria este o desejo de Jesus para ver a sua posição reforçada.

Da minha parte deixo já a opinião: seria um erro crasso. Jorge Jesus não tem capacidade nem competência para uma função tão abrangente. Nem sequer é esta a forma de resolver a ausência e incompetência da estrutura.

Se exigir isto para ficar, que o vá exigir ao Pinto da Costa e o Vieira que complete a lista que revelámos no tópico anterior.

A lista que ficou na mesa de LFVieira depois da reunião da SAD

 ●  + 16 comentários  ● 

O NGB teve acesso a uma lista de acções a efectuar por Luis Filipe Vieira, decorrentes da reunião da SAD ocorrida durante o dia de hoje. Partilhamos com os nosso leitores:

1. Renovar o contrato de Jorge Jesus e comunicar o mesmo como foi ontem anunciado no NGB (ler aqui). Definir, contudo, com o treinador que o seu papel no clube é treinar a equipa e orientá-la nos jogos. A comunicação para o exterior deverá ser liderada pela SAD e executada pelo treinador e jogadores. A política desportiva deverá ser definida pela SAD, em sintonia com as necessidades do treinador. Caso contrário... não avançar para a renovação e chamar o Rui Vitória.

2. Ligar ao efectivo e real sucessor do Pinto da Costa na Presidência do FCPorto, quando este morrer de excesso de Viagra, para lhe dizer que o "apoio inequívoco" é afinal um "apoio por equívoco", respeitando assim a vontade dos sócios. Doravante, Fernando Gomes terá que aguentar com a nossa força e "vento contrário".

3. Renunciar ao mandato de Presidente da SAD e submeter uma proposta de alteração do modelo de governação, passando o Presidente do Clube e sócio maioritário para Chairman da SAD e nomeando para Presidente da SAD José Eduardo Moniz. Critério: Liderança, Comunicação, Trabalho em Equipa, Experiência de Gestão...

4. Decorrente da alteração acima, telefonar ao Rui Gomes da Silva a pedir desculpa pela atitude absurda de afastar da SAD um "benfiquista de coração" e conhecedor da realidade e convida-lo para preencher a vaga da saída de Luis Filipe Vieira da SAD, recuperando o seu lugar de Administador da SAD - o pelouro das relações internacionais e de provedor dos sócios seria interessante.

5. Afirmar aos sócios que não voltará a intervir no futebol, mas apenas na gestão do grupo empresarial do SLBenfica - reconhecendo que insistir neste erro qualquer dia ainda lhe custa é o cargo de Presidente. Com isso, definir o futuro líder do futebol do SLBenfica entre Rui Costa ou José Veiga. O primeiro é, absurdamente, mais consensual e se calhar isso deveria ser aproveitado. O segundo é, indiscutivelmente, o único capaz de fazer frente a Pinto da Costa e à sua influência no futebol português. NDR: José Veiga comentou hoje na TVI24 sobre o que deve ser alterado e corrigido no SLBenfica de uma forma muitíssimo coerente e com efectivo respeito por Luis Filipe Vieira, Jorge Jesus e seus mandato e contrato, respectivamente.

6. Com o reposicionamento da SAD, dispensar os serviços de António Carraça, pela segunda vez, prometendo-lhe que não volta a cometer o mesmo erro pela terceira vez. Dispensar também os serviços do João Gabriel, abrindo-lhe espaço para a saída que fora realidade há uns meses, para se dedicar à sua empresa de comunicação, isto dado que a Comunicação ficaria sob a integral responsabilidade de José Eduardo Moniz.

7. Estabelecer uma comunicação eficaz com a blogsfera, definindo uma politica de comunicação com a blogsfera (não confundir "com a blogsfera" com "da blosgfera"). Convidar os principais blogs a manterem a sua independência, mas passarem a ter uma via de comunicação com clube sempre que pretendam e sempre que o Clube considere relevante integrar a blogsfera na estratégia de comunicação ou divulgação.

8. Explicar ao Domingos Soares Oliveira, e a quem o vê com um garante de credibilidade da SAD, que mantém toda a confiança nele e na sua importância para a SAD do SLBenfica, mas que as decisões decorrentes do futebol passarão a ser tomadas pelo nucleo duro... do futebol: Vieira, Moniz e quem for nomeado para liderar o futebol (Rui Costa? Veiga?). Obviamente respeitando os limites orçamentais, mas sem esquecer necessários ajustes pontuais em casos específicos e que se justifiquem.

9. Convidar Nuno Gomes a deixar o futebol e integrar a estrutura do SLBenfica e, como todos os bons profissionais de sucesso futuro, começar pelo lado menos exposto e com menor pressão: Dpt. de Formação, como representante do futebol de formação e dpt de prospecção na SAD em directa dependência do futuro lider do futebol do SLBenfica.

10. Despedir todo e qualquer atrasado mental que considere benéfico para o SLBenfica qualquer tipo de potencial relação saudável com o FCPorto, independentemente da sua função no SLBenfica. Por muito bom ou importante que seja, este tipo de pensamento é demasiado penalizador para o SLBenfica para ser aceite.

11. Agendar reuniões de orgãos sociais com maior recorrência, sob pena de qualquer dia já não se saber quem são os Vice Presidentes eleitos para o Sport Lisboa e Benfica. Aproveitar para obter deles maior contributo para o dia a dia do SLBenfica e da SAD.



E pronto... depois acordei outra vez! Raios parta as insónias... ehehehe

terça-feira, 28 de maio de 2013

(A)normalidades da Taça

 ●  + 18 comentários  ● 


Portugal, 28 de Maio de 2013

Passada a fase da cabeça quente após derrota na final da Taça que nos é preferida, passada a confusão que a comunicação social faz aproveitando o legitimo e normal desencanto dos adeptos do Benfica, é altura de pensar nisto mais friamente. 

Saem duas notas iniciais: 1) se o Benfica vencesse a Taça de Portugal, não faltaria quem repetisse, como no passado recente com a Taça da Liga, que este Benfica não se pode limitar a ganhar uma Taça de Portugal com o plantel que tem, e 2) recordo-vos um conjunto de ideias que deixei aqui publicadas em 3 de Abril, no texto intitulado “Três”: 

Três é o número de competições em que o futebol do Benfica está envolvido e como tal, é o número de competições que podemos ganhar. “Poder ganhar” não quer dizer que “vamos ganhar”. O entusiasmo tolda o raciocínio de boa parte dos adeptos do Benfica que nestas alturas dão como adquirido o que será sempre muito custoso de alcançar. Mas não são só os adeptos e a comunicação social a desconcentrar a equipa. Os dirigentes, por razões diferentes, também dão o seu contributo.
Noticia BOLA, 29/12/2011: Luís Nazaré, presidente da Mesa da Assembleia-geral do Benfica, diz que a equipa encarnada pode aspirar a um lugar na final da presente edição da Liga dos Campeões. (ainda não tínhamos jogado os oitavos de final com o Zénit).
O Benfica pode conquistar 3 provas, como pode não conquistar nenhuma (longe vá o agoiro), tudo depende de como se conseguirem manter competitivos os níveis de concentração individual, os níveis físicos e os níveis tácticos em face da esperada gestão física. Acresce que o entorno da equipa deve ser com base no apoio responsável de adeptos e dirigentes, jogo a jogo, sem fazerem muitas contas em função dos jogos seguintes. Essas contas não são para os adeptos, são para a equipa técnica.
Três, foi também o número de provas que o Bayern de Munique treinador pelo nosso conhecido Juup Heynckes (apenas mais um que falhou no Benfica e teve algum sucesso lá fora), podia ter ganho na época passada: Campeonato, Taça da Alemanha e Champions League. Com alguns se recordarão, perdeu as três provas, sendo que duas delas foram derrotas na final.
Deve ter sido doloroso e para podemos comparar basta imaginarmos com nos sentiremos caso não consigamos ganhar nenhuma das provas que ainda estamos em prova, das quais só numa podemos dizer que estamos quase garantidos na final (Taça de Portugal). Seria sem dúvida doloroso...

Postas as coisas assim, ou seja, não deixei de considerar a hipótese de perdermos as 3 provas, apesar do meu desejo em não ser assim, a realidade é que estamos tão doridos como seguramente os adeptos do Bayern estiveram no ano passado. Eles mantiveram o treinador, nós temos de fazer um esforço para pensar racionalmente no assunto e perceber porque perdemos.

A final da Taça contra o Guimarães foi o 4º jogo arbitrado por Jorge Sousa com esta equipa. Em jogos sempre recheados de erros técnicos e disciplinares, sempre para o mesmo lado (parafraseando o presidente do SCP), perdemos 3 vezes e ganhamos 1 (Trappatoni) com um livre directo marcado por Geovanni a quase 30 metros da baliza. Dos tais lances que os árbitros nunca dão como golo.

Não perceber como o árbitro pode arruinar ou condicionar a nossa equipa, é continuar a não perceber a estatística e porque os resultados se repetem. Assim, repetindo o critério que já tinha tido contra o Koeman, permitiu um critério disciplinar largo aos jogadores do Guimarães, e curto aos jogadores do Benfica. Ao intervalo o miolo do nosso meio campo estava condicionado, enquanto os jogadores do Guimarães, jogavam à vontade, sem medos.

O condicionamento dos nossos jogadores e a mensagem de “podem dar pancada à vontade” para os jogadores do Vitória, levou a que o nosso jogo perdesse alguma qualidade e o do Guimarães aguentasse os nossos argumentos. A substituição de Cardozo, isto é, a passagem de Gaitán para o miolo e Urreta para a ala esquerda, pretendia segurar o jogo a meio campo. TAL E QUAL FAZ O FCP QUE JOGA SEMPRE COM UM AVANÇADO! A única critica que faço é que devia ter saído o Lima, porque era previsível um adiantamento dos defesas centrais do Vitória. Lima não segura ninguém, porque a sua característica é mobilidade e a de Cardozo é o posicionamento. Mas os adeptos preferem o Lima e acho que isso pesou na decisão de Jesus.

Teve azar. Não pelo seu eventual erro, mas porque levou com um golo em fora de jogo. Fora de jogo bem superior ao de Cardozo frente ao Chelsea. Fora de jogo que o FCP NUNCA LEVA e não é por acaso. E como um azar não vem só, a equipa desorganizou-se e levou com um golo que, novo azar, o remate tabela em Luisão e ganha um caprichoso desvio para fugir do alcance de Artur.

O Benfica perdeu mais uma Taça por erros de arbitragem mas a lógica de jumento que domina o pensamento dos mais altos representantes do Benfica na comunicação social, optou por centrar a temática em Jesus, não percebendo que dessa forma, continuam a alimentar a historia que interessa ao “sistema”: a Liga Capela. Isto é, sabemos que houve uma arbitragem Capela, não sabemos que existiu uma arbitragem Hugo Miguel ou Jorge Sousa, como antes Carlos Xistra, Pedro Proença ou Soares Dias.

Nós precisamos de facto de uma outra “estrutura”...mental! Gente que perceba o futebol como ele de facto é jogado, com as regras do FCP, e não gente que vive no passado e defende o impossível. Se não voltamos à lógica do, muda e torna a mudar de treinador.

Outra curiosidade que sai fora deste âmbito da arbitragem. Nos últimos 20 anos estivemos 5 ou 6 vezes na Final da Taça, se não me falha a memória. Ganhamos 3 (1 ou 2 ao SCP e 1 ao FCP) e perdemos 3 por 2-1 (Belenenses, Setúbal e Guimarães). Dá que pensar...

Conferência de Imprensa de Luis Filipe Vieira

 ●  + 26 comentários  ● 

Caros Benfiquistas,
Vimos por este meio informar que demos já hoje inicio à temporada de 2013/14 que tem vindo já a ser preparada em conjunto com a nossa equipa técnica, aqui presente.

Nesse sentido, anunciamos a renovação de contrato com Jorge Jesus e a sua equipa técnica até final de 2016, data que finda também o mandato desta Direcção do Sport Lisboa e Benfica.

Por ser nossa convicção que Jorge Jesus e a sua equipa técnica e staff de apoio são fundamentais para o nosso projecto desportivo e para a conquista de titulos desportivos para o Sport Lisboa e Benfica, reforçámos e aumentámos as responsabilidades mutuas em caso de rescisão unilateral deste contrato para valores superiores aos do contrato anterior, precisamente porque nenhuma das partes tem qualquer intenção de as vir a accionar seja em que circunstância for durante o mandato desta Direcção. Jorge Jesus e a sua equipa técnica e staff são a melhor equipa técnica em funções em Portugal, dos melhores da Europa, e são esses que queremos no SLBenfica.

A Sport Lisboa e Benfica SAD decidiu ainda aumentar os prémios do plantel e da equipa técnica pela conquista de titulos, pois consideramos ser merecedor de enorme recompensa vencer titulos em Portugal perante tantos factores que influenciam negativamente o futebol português. 

Infelizmente, Jorge Jesus e a sua equipa técnica não têm o poder de evitar que continuem a haver arbitragens que favorecem adversários directos do SLBenfica na luta por títulos ou que prejudiquem o SLBenfica e demais adversários dessa equipa na conquista de títulos, mas estamos absolutamente certos que continuando este trabalho com Jorge Jesus iremos ultrapasssar também essa adversidade que a justiça tarda em julgar em Portugal.

Ainda assim, é nosso entender, depois de todas as análises efectuadas internamente que a época desportiva do SLBenfica não cumpriu os objectivos para os quais trabalhámos no decorrer desta temporada, não obstante, consideramos que tal não se deveu unicamente ao trabalho desta equipa técnica, mas também à responsabilidade da Administração da SAD, que também falhou alguns "golos em frente à baliza", motivo pelo qual anunciamos também que iremos efectuar uma reestruturação na estrutura directiva da SAD do SLBenfica, com vista a continuar a dar ao nosso plantel, equipa técnica e até Dpt de Formação todo o necessário apoio para ultrapassar as adversidades do futebol português e o trabalho diário na conquista de títulos.

Brevemente serão anunciadas as devidas mudanças neste particular.

Aproveitamos para dar conhecimento público do pedido de desculpas efectuado já ao Victória de Guimarães, que aproveitamos para saudar novamente pela conquista da Taça de Portugal, por não termos saudado essa conquista no relvado, conforme os valores do Sport Lisboa e Benfica nos obrigam.

Também endereçámos as nossas desculpas ao Exmo. Sr. Presidente da República de Portugal pela quebra de protocolo na entrega dos troféus de finalistas da Taça de Portugal, facto compreendido por Sua Excelência à luz de uma época desgastante e que acabara de terminar com frustração para todos.

Ser-nos-ia fácil esconder de todos estes factores, mas no Sport Lisboa e Benfica temos que respeitar a honra e verdade desportiva de todos os agentes desportivos e governamentais. Só assim somos hoje, como nos últimos 109 anos, uma das organizações desportivas mais respeitadas do Mundo.
Obrigado e boa tarde, não estaremos disponíveis para quaisquer questões adicionais.



Depois acordei!

ERA SÓ ISTO PRESIDENTE, PODE SER...?

Onde andam os «lideres da bazófia»?

 ●  + 12 comentários  ● 
Muito se tem dito e escrito sobre Jorge Jesus, sobre o plantel, sobre tanta coisa... desde que o SLBenfica perdeu no Dragão. Mais ainda se disse e escreveu sobre os mesmos quando o SLBenfica perdeu em Amesterdão. E mais ainda, de forma louca, se tem dito e escrito depois da derrota do SLBenfica com o Guimarães.

A dúvida que se coloca é: Onde andam, desde o dia 11 de Maio, aqueles que andaram a alimentar a onda da bazófia? Felizmente andam calados - como sempre deveriam ter estado! Mas infelizmente só o fazem depois de terem contribuido para ARRUINAR a época do SLBenfica.

Como habitualmente, todos andaram muito empenhado em falar, em fazer conferências de imprensa absurdas (sim, eu avisei na altura AQUI), em anunciar renovações de treinadores, em apontar à Champions do ano que vem, em desvalorizar o passado porque agora é que iamos "ser Benfica". Enfim... uma feira de vaidades habitual nestes dirigentes "neo-benfiquistas" que infelizmente tem acabado sempre da mesma forma:

- Perante os desaires, abandona-se a equipa e, especialmente, o treinador entregue a si próprios a "aguentarem o peso" dos desaires, a serem alvo de todas as subjecções, conjecturas e prognósticos.

É nesta altura que é preciso um director de comunicação! 
- Onde está agora a conferência de imprensa a clarificar os sócios do SLBenfica que o treinador que só podia ter a duvida se renovava por dois ou por quatro anos... efectivamente vai renovar ou, melhor ainda, já renovou?
- Onde está agora o líder que intervem junto dos jornais e revistas passando a informação necessária para proteger o treinador e o grupo de trabalho de sermos olhados como um banal Sporting de tão desorganizado que de repente parece toda a estrutura e planeamento do SLBenfica?

É nesta altura que é preciso um Director Geral do Futebol!
- É agora que se dá a cara pelo grupo de trabalho. Que se pede desculpa por ter sido INCOMPETENTE e não ter explicado aos jogadores quem é a figura máxima do país e que têm a OBRIGAÇÃO de o cumprimentar. E mais ainda ter sido INCOMPETENTE e indigno da história do SLBenfica ao ter abandonado o relvado sem o Guimarães, ter recebido a taça, sem terem sequer feito o habitual corredor ao vencedor em sinal de respeito pela sua conquista, à qual não foram capazes de ser superiores.

É nesta altura que é preciso um Presidente!
- Que dê a cara aos sócios pelo momento negativo, demonstrando que A ÉPOCA FOI NEGATIVA, ao contrário do que se permitiu que o treinador andasse a dizer, porque o SLBenfica pretende vencer titulos e não apenas disputá-los. Mas que ainda assim foi mais um passo, pois num passado muito recente perdiamo-los muitos meses antes do que agora. O foço, que todos sabemos existir, para quem domina o futebol português com qualidade e acima de tudo com corrupção, está cada vez menor.


Já passámos muito para aqui chegar! Não podemos agora deitar tudo a perder... É agora que tem que vir o Presidente dar a cara por todo o projecto! Custe o que custar. O PRESIDENTE E SÓ O PRESIDENTE! Sem discursos escritos ou preparados... há que falar ao coração dos benfiquistas sem populismos e promessas absurdas.

É o momento de identificar, não tem que ser publicamente, quem efectivamente contribuiu negativamente para o insucesso da conquista de títulos ao invés de escolher o caminho mais curto e despedir aquele que contribuiu positivamente para que os títulos fossem possíveis, assim houvesse quem o ajudasse.

Volto a repetir, e novamente sem qualquer desprimor por quem considero estar a mais no SLBenfica: 

É preciso renovar e reestruturar a SAD do SLBenfica, a começar na liderança da mesma: tem que ser um homem do futebol e que conheça os meandros do mesmo - ele está lá dentro, faz parte da SAD! O Presidente é muitíssimo competente na gestão empresarial, mas tem que perder a ambição de se considerar um homem do futebol.

É preciso alterar a comunicação que está desastrosa! Novamente, está lá dentro quem pode liderar esse dossier com competência.

É preciso alterar o team management da equipa de futebol com um homem forte, um lider e alguém conhecedor do SLBenfica, da sua história. Humberto Coelho seria uma excelente escolha como regresso do "grande capitão".

E com isto manter Jorge Jesus!

Mensagens de benfiquistas - Parte II

Avatar
 ●  + 1 comentário  ● 

"São muitos os Benfiquistas que atribuem os nossos males à desfaçatez com que o sistema corrupto controla todo o organigrama não só do futebol mas sim de todo o desporto português e eu concordo já que uma das principais prioridades, em tempos idos e em comunhão com outros Benfiquistas, foi precisamente a definição de estratégias sempre com apoio de outras direcções para um combate sem tréguas contra os mentores e padrinhos dessa máfia que atingiu o seu apogeu nos anos 90.

Nessa altura éramos muitas vezes confrontados que a nossa luta era a desculpa dos maus perdedores porque diziam eles não tínhamos provas, mesmo que tivéssemos certezas. 
Mas hoje já nem esse álibi podem apresentar pois o Apito Dourado deu há luz as famosas escutas que como o algodão não enganam.

Por esse mundo uns já apregoam que o clube de Contumil ganha campeonatos comprados no supermercado, outros escrevem que há um clube português (juntando-lhe outro italiano), que só ganha na base da corrupção, um ex-jogador corrupto diz que atirou uma bota ao árbitro com consequências nulas e outro ainda, qual cereja no topo do bolo, narra no seu livro que nesse clube é administrado doping, o que é corroborado por alguns jornalistas que pesquisando esse assunto foram ameaçados bem como a família levando-os a desistir para evitar males maiores.

Tudo isto é público e eu pergunto:
De que é que o ""faz que é presidente""-""FêQuêPê"" precisa mais para esfarelar este sistema corrupto e covarde?

Será que é preciso mais que CORAGEM E INTELIGÊNCIA e a denuncia metódica e sem tréguas????-

Claro que em circunstâncias normais Souness teria sido Campeão bem como Heynckes, F. Santos, Quique e possivelmente outros assim como JJ seria tetra Campeão.

Nesta conformidade podemos dizer que a culpa não é realmente dos treinadores mas sim daquele que se intitula """O SALVADOR"" que seguindo as directrizes do seu guru que para manter as hostes sempre em alerta inventou um inimigo-Lisboa e o Benfica contrapondo o nosso ""FêQuêPê"" com uma originalidade arranjando um inimigo ""interno"" como responsável por todos os males do Benfica, inimigo esse que será responsável até ao dia em que os sócios saturados das suas patranhas lhe indiquem a porta por onde nunca devia ter entrado.

Mas se Vieira nasceu no sistema, o ajudou a medrar e hoje é um dos responsáveis pelo seu engordamento, o seu treinador percorreu precisamente o mesmo trajecto.

O ""FêQuêPê e JJ são farinha do mesmo saco e o conluio mútuo é indisfarçável.

O JJ ganhou o Euromilhões sem jogar porque mesmo sob contrato só o conluio com Vieira permitiu a aquela efabulação de um pseudo-convite do corrupto.

Posto isto, JJ deixou de ter o minimo de condições para continuar no Benfica porque:

É um perdedor, pese um ou outro roubo do sistema, que não justifica a debacle continuada mesmo tendo um dos melhores plantéis da europa construido à base de milhões e milhões de euros, coisa que nenhum dos seus antecessores teve nem de longe.

É responsável pela manutenção de um guarda redes "muito esquisito" porque para mim há muitos lances que não são frangos mas sim coisas inexplicáveis ou se calhar até se adivinham.

Tem os seus preferidos mesmo que não justifiquem a titularidade.

E pior que tudo vive uma rebelião latente no balneário porque jogadores como Aimar, ((ler a sua ultima entrevista não esquecendo a altercação com ditos gravissimos havida já a epoca passada não sendo inocente o ostracismo a que foi votado esta época), Carlos Martins, Nolito, e a perda de respeito agora demonstrada por Cardozo.

Depois já é público que na direcção muitos advogam a sua saída.

Mas imaginem que JJ renova por dois anos e que durante a próxima epoca, com os sócios já de pé atrás, tem dois ou três reveses e torna insustentável a sua permanência ????

Que fará Vieira ??? Demite-se ou pega em 8M€ de euros e salva a sua pele despedindo JJ???.
Pensem nisso."

- recebido no email do blog.

Mensagens de benfiquistas - Parte I

Avatar
 ●  + 7 comentários  ● 

"Escolhi este blog para desabafar sobre um tema que não tenho visto tratado e revela mais uma lacuna/falha da estrutura profissional do Benfica. Vou introduzir o tema: o uso da língua portuguesa no plantel.

Maxi e Cardozo chegaram em Julho/2007, Aimar e Urreta em Julho/2008, alguém lhes conhece ou ouviu uma palavra em português? 
Um simples "bom dia" "boa noite" "obrigado" ou qualquer outra em "portu...lhano". NÃO! 

A única palavra que pronunciam em português é Benfica e c/sotaque. Agora juntem: Salvio, Gaitan, Enzo, Garay, Melgarejo, não esquecendo Saviola, Javi Garcia, Nolito, Capdevilla. Ah, graças a Deus Rodrigo nasceu no Brasil! 

E ainda temos o caso de Matic (2 anos já) que não sei se "arranha" alguma coisa, pois só o ouço falar em inglês. Estes imigrantes quando vão aos flash interview ou fazem a antevisão dos jogos estão a falar p/os sócios, adeptos e simpatizantes, esforçam-se para se fazerem entender? Sim, os palavrões devem saber!

Que babel será aquele balneário de um lado a língua portuguesa (brasileiros e lusos) do outro a língua castelhana e para o ano com o contentor de sérvios como vai ser? Um terceiro grupinho... JJ alegou dificuldades na adaptação de Ola John por causa da língua (pobre rapaz que língua devia apreender?). 

Lembro-me de um flash interview c/Witsel que ao fim de 3/4 meses se expressou num português muito bom, atendendo ao tempo entre nós, merecendo os elogios do reporter. 

A estrutura não devia ter uma atitude de firmeza e IMPOR a comunicação na n/língua, aos mais antigos? Obrigado por poder usar este espaço e não "roubo" mais tempo. Saudações benfiquistas!"

- recebido no email do blog.

Que entreguem a demissão imediata...

Avatar
 ●  + 26 comentários  ● 

...todos aqueles que dentro do Sport Lisboa e Benfica defendem o restabelecimento de relações com o FC Porto.

Não há lugar no Sport Lisboa e Benfica para quem quer ter relações de proximidade com a corrupção.

E quem quiser tê-las, que saia já do clube. Não deixará saudades.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Já corre o boato...

 ●  + 32 comentários  ● 
Já corre pela blogsfera que da reunião da SAD para discutir a próxima temporada é seguro que ditará a saída de Jorge Jesus. O blog NGB desmente que nos tenha chegado qualquer informação nesse sentido, pelo que apelidamos de "boato" a informação que circula de que Jorge Jesus sairá e será o próximo treinador do FCPorto de quem terá proposta há várias semanas, sendo sucedido no SLBenfica por Rui Vitoria. Fica o esclarecimento.

É hora de decisões e de Luis Filipe Vieira mostrar que "os tem no sítio" ao não se deixar ir nestas conversas e pressões. O mal não está no Jorge Jesus, Presidente! Mantenha a sua decisão e avance para a renovação com Jorge Jesus... e acima de tudo, decida o que decidir com o treinador, avance com a renovação significativa da SAD do SLBenfica.

Pedimos desculpa por este "intervalo", siga o tópico: O ausente do nosso companheiro Eagle01.

O ausente

 ●  + 20 comentários  ● 


Portugal, 27 de Maio de 2013



Esta época em branco é dedicada a todos aqueles sócios e adeptos do Benfica, pessoas ilustres da comunicação social, da política, da economia ou não ilustres, que andaram 3 anos a dizer que o Benfica não se pode limitar a ganhar Taças da Liga. A falta de humildade costuma-se pagar caro...

Mas o objectivo deste texto é estabelecer uma relação entre a falta de liderança do clube e os inêxitos do futebol como aliás de todas as modalidades colectivas em que competimos com o FCP.


Como alguns se recordam dos anteriores textos que escrevi, se pensavam que o “faz que é Presidente” do Benfica iria criticar o penalty do tropeção fora da área que deu expulsão e ajudou o FCP a ser campeão, pois teriam de esperar sentados porque ele não iria fazê-lo. Não tirei essa conclusão por detestar a personagem em questão desde os tempos que ao lado de Pinto da Costa celebrava os golos que o FCP marcava ao Benfica de Vale e Azevedo. Tirei a conclusão por mera observação de situações análogas que aconteceram no passado recente. E por estabelecer uma relação entre este “modus operandi” e o grupo empresarial que foi constituído com a marca Benfica.


De facto, durante uma semana vimos o Benfica ser vexado pela mentira e pelo Sr.º Pinto da Costa, e o “faz que é Presidente” nunca apareceu a contrariar as teses que PdC quer que passem, a seu favor e do sistema que ano após ano lhe dá os títulos: o complexo sistema de nomeações de árbitros, erros manipulados e direccionados em favor do clube dele, prémios de internacionalização para quem actua de acordo com o padrão exigido pelos poderes dominados por ele, silêncio da comunicação social aos erros grosseiros de arbitragem que favorecem o FCP, a gritaria manipulada com ampliações e repetições sem critério quando supostamente um árbitro fugiu ao “padrão” de actuação dos livros e o Benfica não perdeu pontos, quando eles esperavam que perdesse, etc, etc.


Assim durante uma semana ninguém soube do paradeiro do “faz que é Presidente” do Benfica, mas a amestrada comunicação social lá foi divulgando que o Presidente do Benfica estava a organizar mais um jantar com os deputados benfiquistas, e também que o Presidente do Benfica e o treinador querem uma equipa forte na próxima época para atacar a Champions com qualidade. Mais do mesmo: há que criar casos laterais para não falar das arbitragens. Para não se defender o Benfica dos ataques exteriores ao clube!


Viemos a saber no fim da semana que o “faz que é Presidente” do Benfica ia ver a final da Champions a Wembley (seguramente tudo pago pelo Benfica). E que no dia seguinte viajava para o Jamor. Brilhante. O homem está em todas. Ora é nos negócios no Brasil que o impedem de ver o fora de jogo de posição, com intervenção na jogada, que dá o golo do Estoril, ora é em Wembley a ver um jogo que eu vi pela televisão. Fantástico. 


E assim a mensagem de Pinto da Costa passou: este foi “um campeonato de seriedade”, o Benfica “é como os salários onde se vai tudo nos descontos”, “o Benfica está cada vez melhor para o FCP” e o “Guimarães merece a vitória na Taça”. O “faz que é Presidente” do Benfica deixou que isto passasse, como aliás tem feito de há 12 anos para cá (com pontuais excepções como “deixem jogar o Mantorras” e o escarcéu – com falta de nível - após o Benfica ser roubado por Benquerença contra o FCP, no ano de Trappatoni).


Com um árbitro que tem um curriculum negativo nos jogos entre Benfica e Guimarães, as afirmações de PdC deixaram-me de pé atrás, como se costuma dizer. De facto – e mais uma vez o Benfica nada disse da nomeação – este árbitro derrotou Koeman nos quartos de final da Taça, com o golo a ser construído com o braço e após ter perdoado a expulsão a Cléber durante a primeira parte (o Guimarães a seguir foi eliminado pelo Setúbal). Também derrotou Quique Flores com o golo do Guimarães a ser construído a partir de uma jogada de fora de jogo. Não derrotou Trappatoni porque depois de assinalar um penalty por “corrente de ar” sobre Romeu, Geovanni marcou 1 livre directo a 30 metros da baliza, nos descontos e ganhamos. Se não lá se tinham ido mais 2 pontos.


Já para não lembrar a miserável arbitragem da final da Taça da Liga em que ganhamos ao FCP 3-0 e os cartões foram para aos jogadores do Benfica, perdoando a expulsão a Raul Meireles por pisar Carlos Martins.


Como neste futebol tudo se repete com invariável rigor, ontem o 1º golo do Guimarães foi obtido em posição de fora de jogo, dos que o FCP nunca sofre (comparar também com golo invalidado a Cardozo frente ao Chelsea) e na 1ª parte, o critério de amarelar os jogadores do Benfica e não ter critério igual para os do Guimarães, permitiu que o Guimarães não se afundasse, ao mesmo tempo que restringiu os jogadores do Benfica que perceberam que não podiam arriscar tanto, pois o critério seria sempre diferente para eles.


No final, o crucificado voltou a ser o treinador, como antes dele foi o Koeman e o Quique Flores. Para o ano vem outro treinador, os árbitros apitam de igual forma e a culpa vai ser do mesmo. O que é preciso é manter Vieira na liderança do Benfica. O “faz que é Presidente” do Benfica mas que apenas é o representante dos interesses alheios que escravizam o Benfica, económica e desportivamente, por uma boa dezena de anos.

José Veiga de regresso ao SLBenfica

 ●  + 24 comentários  ● 
CAAAAALMA... Estava a brincar!!!! Agora que já que captei a vossa atenção com um título que não é bem o que diz o texto - ando a aprender com os jornais desportivos - vamos ao tópico!


Não sei se José Veiga leu o último tópico que aqui escrevi (O NGB está em condições de garantir...) quando afirmou o seguinte em entrevista à TSF:

 «O problema não é do treinador, mesmo não tendo ganho nada. O problema do Benfica continua a estar na estrutura. Enquanto não tiver uma estrutura forte, o Benfica não vai conseguir de maneira nenhuma ganhar títulos. Nos próximos anos vai acontecer o que tem acontecido: culpar os árbitros», perspetivou, em declarações à TSF.

«Os adeptos não têm que se saber o que se passa dentro do Benfica, nem saber como se gere um clube ou um departamento de futebol. Com um orçamento de cem milhões de euros os resultados têm de aparecer e as pessoas têm de ser as melhores. Quando os resultados não aparecem, tem de haver mudanças das pessoas», apontou José Veiga, argumentando: «Enquanto o Benfica não tiver uma estrutura forte, organizada e coesa, com conhecimento profundo dos meandros futebol, não vai ganhar».

Quanto à permanência de Luís Filipe Vieira na presidência do clube, considera o antigo dirigente que se o líder dos encarnados «tiver capacidade para emendar os erros, deve continuar». «Os mandatos são para cumprir. Ao cabo de 12 anos no Benfica, já deveria ter tirado essas ilações e tomado as melhores medidas», notou, reforçando: «O problema é de base, não é de treinadores nem de jogadores. Tivemos o melhor plantel, Jesus pôs a equipa a dar espetáculo mas falta uma estrutura por trás que suporte o seu trabalho».

«O presidente achou melhor ir para o Brasil passear do que estar concentrado no jogo com o Estoril... Quando se está a lutar por um título tem de se estar concentrado, desde o presidente aos jogadores. Este presidente achou que era melhor ir para o Brasil do que assistir ao jogo. Agora, na última semana, foi para a feira das vaidades, em Londres, em vez de preparar a final da Taça», concluiu.

José Veiga sugeriu ainda alterações ao nível da comunicação, defendendo estratégia «muito mais realista e que explique a verdade», em detrimento de «comunicação popular para atirar areia aos olhos dos sócios».

in A Bola

Não é preciso ter um curso para perceber qual é o problema do SLBenfica. Ainda que não perceba o motivo de o SLBenfica não aproveitar, porventura o único, profissional do futebol capaz de por o Sistema "na linha", então pelo menos que haja no SLBenfica (e em José Veiga) vontade e amor ao SLBenfica para se sentarem juntos José Veiga e Luis Filipe Vieira, que ultrapassem mutuamente as diferenças, e que o primeiro possa ajudar Luis Filipe Vieira a montar uma estrutura forte, mesmo que o Presidente e José Veiga acordem que este último não faça parte dela - pelos motivos que entenderem.

Não interessa quem são as pessoas! Interessa que seja feito o que é preciso!!!!

José Veiga sabe fazê-lo! Já o demonstrou e com muito menos recursos financeiros do que tem agora o SLBenfica. Porque não ultrapassarem as diferenças que os separam e se unirem, como no passado, em favor do SLBenfica? Nem sequer tem significar o seu regresso ao SLBenfica, mas porque não aproveitar o conhecimento que José Veiga pode dar na renovação da estrutura do SLBenfica?

Ah espera, já sei! Foi líder de uma casa do FCPorto no Luxemburgo, onde foi premiado pelo Clube por ter feito um excelente trabalho de desenvolvimento da casa. Só mesmo desconhecer a vida e a paixão dos emigrantes pode transformar este factor num ponto negativo de José Veiga. Valorizar esse passado e desvalorizar (e bem) o passado de Luis Filipe Vieira é absurdo.


Tricas e malabarismos à parte, José Veiga pode e deve ficar na sua vida, Luis Filipe Vieira e Jorge Jesus podem e devem ficar nos seus lugares no SLBenfica, mas muita coisa tem que mudar.

Se José Veiga entende que tem algum contributo a dar ao SLBenfica, penso que é hora de Veiga e Vieira "enterrarem o machado de guerra" e ajudarem-se, sem olhar a cargos. E Luis Filipe Vieira tem que entender que as coisas não podem continuar como estão, a queimar treinadores, no lume brando da desorganização e do Sistema Corrupto.

recentes

ranking