O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 14 de outubro de 2017

Contra uma equipa com um pouco mais de qualidade, hoje tínhamos sido uma presa fácil

Avatar
 ●  64 comentários  ● 
Depois de mais de uma semana a ver as fotos da união dos jogadores do Benfica no Instagram, os anúncios da reviravolta que aí vem e o regresso do Benfica ganhador, esperava-se mais do jogo de hoje:

É preciso lembrar que defrontámos um adversário dos Campeonatos Nacionais e que tivemos ainda a felicidade de marcar um golo aos 2 minutos que tinha tudo para nos tranquilizar e fazer arrancar para uma grande partida mas...

Nada disso aconteceu.

Apresentámos um onze fraco? Longe disso! Na baliza entrou o guarda-redes que os Benfiquistas querem ver na baliza a breve prazo, na direita entrou a ÚNICA alternativa a André Almeida que existe no plantel e os Benfiquistas desesperam por essa alternativa, Gabigol entrou na ala, e Krovinovic entrou para o lugar de Jonas.

Resumindo, não foram mexidas para dar minutos. Foram mexidas para lançar as segundas linhas por que o Benfica desespera, no lugar daqueles que têm estado menos bem (à exceção de Jonas). Dar minutos teria sido lançar um Chrien ou um Diogo de início. O que o Benfica fez foi testar soluções para a equipa titular, já para os próximos jogos.

E foi fraco, tem de se dizer. Três ou quatro notas individuais:

Um tal de Jefferson deu água pela barba a Douglas e à defesa do Benfica. Cinco ou seis lances iguaizinhos, de um gajo que sem técnica por ai além, apenas a por a bola longa e a correr como uma gazela, criou variadissimos lances de perigo para o Olhanense, sem que uma equipa tetra-campeã nacional encontrasse o antídoto para uma fórmula BÁSICA.

Svilar, bem. Sem grande trabalho mas, o essencial era não tremer, e ele não tremeu. A termos de passar por algumas dores de crescimento é com este, e não com o Varela seguramente.

Krovinovic, sei que há aí vários a ver aqui um diamante. Confesso que até agora pouco vi de extraordinário. Tem técnica? Sim, ALGUMA. Mas falta-lhe intensidade e fez muitos passes disparatados. Para mim, até agora, a um nível muito mais baixo do que um Nuno Assis, para quem se lembrar deste rapaz.

Rafa?! Meus amigos, já chega! Há um Diogo Gonçalves para lançar. Rafa é emprestar ao Watford que o Marco Silva valoriza!

Passes falhados hoje? Muitíssimos. Momentos em que o meio campo de uma equipa que disputa um campeonato não profissional esteve por cima do jogo? Variadíssimos!

Ah, o Seferovic, já me esquecia deste! Há um mês pelo menos que não tem UMA jogada de jeito! Anda a viver dos créditos acumulados. Espero que não tenha sido um daqueles que jogou bem quando ninguém esperava nada dele e que agora com a pressão de saber que todos esperam muito dele, nunca mais dar uma para a caixa. 

Em resumo, este era um jogo que para o Benfica não era apenas para cumprir calendário. Tinha de servir para lavar a cara e dar animo aos adeptos para o que aí vem.

Animou alguém? A mim seguramente que não.

E já nem se trata de me questionar se temos alguns jogadores com alguma técnica. Isso temos seguramente. Mas uma boa equipa é muito mais que isso: Precisa de intensidade, precisa de concentração, precisa de estar equilibrada durante a maior parte do jogo, e ter no mínimo uma ideia de jogo que, a existir (e terá forçosamente de existir), não passa cá para fora. Às vezes dá a ideia que chegámos a meados de Outubro ainda na pré-época e a testar coisas, enquanto os nossos adversários há muito que sabem quem são e para onde vão!

E nós não somos nada isso! Se formos contabilizar os erros coletivos e individuais cometidos no jogo de hoje contra uma equipa de quarta divisão, os erros são às dezenas.


Contra uma equipa com um pouco mais de qualidade, hoje tínhamos sido uma presa fácil.

A culpa é do plantel fraco...

Avatar
 ●  89 comentários  ● 
Em campo com Pizzi, Krovinovic, Rafa, Gabriel e Seferovic estamos a ganhar 1-0 ao AC Milan... ah não, espera!

O treinador é o mesmo dos dois últimos títulos, plantel não é tão forte como já foi mas...

Se calhar os burgueses quererem jogar qualquer coisinha era interessante!

Continuam a matar o desporto em Portugal...

Avatar
 ●  37 comentários  ● 
Não é preciso ser muito inteligente para perceber que, seja em que setor for, a importação de matérias primas (neste caso, talento) é um modelo insustentável para um país sem escala, sem crescimento, sem recursos, sem riqueza e, acima de tudo, sem gente séria.

Estamos a assistir à Operação Marquês, antes já assistimos ao Apito Dourado. Num "país de brandos costumes", já todos sabemos que nada acontece a esta gente, pois as teias de poder e chantagem envolvem... os que deviam decidir de forma imparcial - como recentemente se viu na recusa da providência cautelar.

No futuro vamos assistir a outras situações e as pessoas de bem, as empresas de bem, ficam cada vez mais afastadas deste "infantário de corruptos" que é o futebol português. E reparem que, com isto, não deixo de parte qualquer clube... repito... qualquer clube. Dos maiores aos mais pequenos, seja por via de corrupção efetiva ou moral, tudo se resume no futebol a jogos de influência e poder... precisamente um dos pecados que o ser humano mais gosta.

O futebol é o "parque infantil" perfeito para esta gente... os 7 pecados capitais estão lá todos! TODOS! Não há como não sentir atração por poder brincar neste parque!

O SLBenfica, de há uns anos para cá decidiu começar a desinvestir em "importação de materia prima" e a fazer o que deveria ser a matriz IMPOSTA ao desporto português: A FORMAÇÃO!

Portugal é um país de péssimos hábitos de saúde e exercício. Não há mecanismos que incentivem a excelência desportiva nas escolas e universidades. Mesmo nos clubes, seja qual for a modalidade, os clubes com melhores condições regastam jovens a clubes pequenos para ali serem descartados meses ou anos mais tarde, secando a competitividade e destruindo muitas ambições de jovens.

Hoje, vemos o SLBenfica apostar na formação no Hoquei, no Atletismo, no Futebol, até no Futsal e no Volei, também no Andebol... e os resultados estão à vista, já não somos avassaladores, lideres incondicionais em todos os jogos e modalidades...

Acto contínuo: Críticas à direção!

Não interessa se estamos a fazer o que está certo! Nada interessa o amanhã, o futuro ou a sustentabilidade... O que interessa é ganhar.

A maior parte dos benfiquistas são do "Benfica que Ganha"! Aliás, a maior parte dos portugueses não gosta de um clube, gostam é de ganhar! Isso explica que por cá o Paços de Ferreira ou Arouca ou o Tondela tenha 1000 sócios... e 98% deles sejam, antes disso, do Benfica, Sporting ou FCPorto e porquê?

... Porque acima de tudo querem é ganhar! Querem ser de quem ganha!

Ser de quem ganha vai matar o desporto em Portugal! Vai matar os clubes, porque quem ganha tem que ter a quem ganhar! Vai matar o interesse dos jovens, porque quase nenhuns chegarão ao sonho de jogar onde se ganha. Etc etc etc.

Pelo caminho, muitos Damasios, Roquettes, Pintos da Costa, Vieiras, Azevedos, Carvalhos e outros irão aparecer, enriquecer e/ou saldar dívidas e desaparecer... vão, crescer e deixar o "parque infantil" para sempre.

Da minha parte, vão continuar a ler-me defender incondicionalmente esta política, porque é aquela em que acredito. Se for Vieira a implementá-la, apoiarei Vieira, se for outro, apoiarem outro.

Eu não quero "só ganhar". Antes quero ter clube! Quero vibrar com os momentos da vida do clube e esses momentos não são apenas vitórias. Quero arrepiar-me por ver um míudo entrar nas escolinhas com 6 ou 7 anos e um dia poder vestir a camisola que se habituou a admirar e lutar por ela como aqueles que se habituou a admirar.

Se me perguntarem a quem quero dar oportunidades, é ao Diogo Gonçalves, ao João Carvalho, ao Florentino, ao Ruben Dias, ao Bruno Varela, etc etc... Esses quando falharem, falham comigo. Doi-lhes como me doi, vibram como eu vibro com as vitórias. Os que vocês querem no lugar deles... vão aparecer e desaparecer... sempre que lhes pagarem para tal.

É assim a justiça a norte de Portugal

Avatar
 ●  37 comentários  ● 

Escutas autorizadas por um juiz?
Não se podem usar.

E-mails obtidos de forma ilegal, adulterados e alguns deles inventados?
Podem-se usar, sim senhor.

Em Palermo é assim.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Caso dos e-mails: FCPorto pode continuar a divulgar

Avatar
 ●  139 comentários  ● 

"No início de Setembro, o Benfica avançou com uma providência cautelar ao FC Porto, no Tribunal Cível do Porto, para impedir o clube rival de divulgar os e-mails, nomeadamente, no Porto Canal. A Tribuna Expresso teve acesso à sentença do Tribunal, um documento de 60 páginas no qual se conclui “não [estarem] verificados os pressupostos da providência cautelar requerida e indefiro os pedidos formulados”. Por outras palavras, o FC Porto poderá continuar a revelar a correspondência electrónica nos mesmos moldes que tem feito até agora." - Tribuna.

Como o juiz é portista, é um tipo sério e ninguém vai colocar em causa a decisão. Palhaçada.

Lembram-se quando criticamos no NGB a vergonha que foi Luis Filipe Vieira dar a mão a Pinto da Costa na colocação de Luis Duque na Liga de Clubes? Avisamos que era dar a mão a quem nos odeia, nos roubou e só quer o mal ao SL Benfica.


"Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira, respectivamente presidentes de FC Porto e Benfica, deixaram a rivalidade de lado para apresentar o "candidato consensual" à presidência da Liga de Clubes, Luís Duque.

Segundo escreve o jornal A Bola, os dois dirigentes almoçaram na mesma mesa, na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, e estão de acordo quando ao nome apontado à liderança da Liga. Por outro lado, o Sporting foi rápido a apontar, em comunicado, a escolha do antigo administrador da SAD leonina como uma prova do "desnorte de alguns dos intervenientes [do futebol português]".

Tiago Ribeiro, presidente do Estoril-Praia, tem emergido como porta-voz dos clubes. O dirigente dos "canarinhos" apontou Luís Duque como "uma pessoa com vasta experiência no futebol"." - Sapo.

Sucessivamente Luis Filipe Vieira tem permitido a sobrevivência do FCPorto de Pinto da Costa em momentos em que era para desferir o golpe final. 

Querem uma razão, entre tantas, para que o Penta fosse a prioridade? 

Os factos e os acontecimentos vão revelando que com adversários compete-se. 
Com inimigos esmaga-se. 

Sondagem: Direcção de Comunicação do SL Benfica.

Avatar
 ●  112 comentários  ● 

Promovemos acima uma sondagem acerca da Comunicação do SL Benfica. 

Pessoalmente, não estou satisfeito com a atuação da Comunicação do clube. Entendo que não tem defendido o clube de forma firme, nos momentos certos e tem de certa forma contribuído com essa postura para um crescendo nos ataques ao SL Benfica.

Luis Bernardo, o ainda director, é muito experiente no campo da política sendo que tem como "mancha" face aos mais recentes acontecimentos o facto de ter sido o responsável pela comunicação e imagem de José Sócrates enquanto Primeiro Ministro. 
Resta saber se teve alguma coisa a ver com aquela invenção do personagem Miguel Abrantes. Mas adiante...

No desporto, foi responsável pela Comunicação do Sporting no primeiro ano em que o Sporting achou que era a atacar o SLB que o faria campeão nacional. O ano dos vouchers. Bastaria isto para não o meter no SLB mas...entrou no clube.

O tempo vai passando e os danos à imagem do clube continuam sem que o SL Benfica promova uma comunicação ágil, activa e não reactiva e que envolva mais gente com peso como os vice-presidentes ou benfiquistas com notoriedade.

Daí que acima perguntamos: escolheria de novo Luis Bernardo? Ou optaria por outro nome? Se não se revê nos nomes acima, quem indicaria para liderar a Comunicação do Sport Lisboa e Benfica?

Nota: sei em quem todos os não-benfiquistas vão votar. E não é em Luis Bernardo nem em João Gabriel...

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

É isto que não se entende.

Avatar
 ●  192 comentários  ● 

"A SAD do FC Porto apresentou esta quinta-feira as contas consolidadas referentes ao exercício 2016/17, registando um prejuízo de 35.315 milhões de euros, valor que, no entanto, reflete um desagravamento de cerca de 23 milhões de euros face ao registado no período homólogo - o anterior era de 58,4 milhões."

"O FC Porto informou ainda que liquidou a última prestação do "project finance" para a construção do Estádio do Dragão, pelo que este se encontra totalmente pago." - O Jogo.

Até o FC Porto já tem o estádio pago. 

Ora no SL Benfica a coisa era assim em 2007:

"O Sport Lisboa Benfica conta ter liquidada a dívida da construção do novo Estádio da Luz até ao ano 2013. No final desta década o clube das águias prevê que 96% do montante investido na nova Luz já esteja pago, sendo o restante saldado em três anos." - DSO ao Jornal de Negócios em 27/3/2007.

Pelo visto, afinal teremos o Estádio da Luz pago em 2024. É o "milagre financeiro".

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Ser Benfiquista também é isto.

Avatar
 ●  26 comentários  ● 




Fotos e reportagem em SLBenfica.

O Circo do Porto Canal só tem palhaços.

Avatar
 ●  126 comentários  ● 

Quando li a notícia que "alguém com muito poder" chamado Viriato de Viseu tinha sido envolvido no caso dos emails, não consegui parar de rir. Para quem ainda tinha dúvidas de que os emails são forjados, esta clarifica tudo.

O grande Viriato, homem de facto poderoso na amizade e na camaradagem, já escreveu sobre o episódio no "Belo Voar". 

Diz o nosso amigo Viriato:

"Depois de partir o carôlo a rir, fazer pausa... rir de novo... enxugar as lágrimas de tanto rir... e fazer de novo pausa... aqui vão as minha respostas:

1 - Não tenho poder nenhum. Sou um simplório e vivo da pastorícia. Lembram-se de um anúncio de um pastor na serra a guardar um rebanho de ovelhas que fizeram silêncio a ouvirem o trrim...trrim, quando apareceram os telemóveis e a responder; TOU XIM !!!
É meu parente.

2 - Não me movimento em nenhum escritórios de advogados. Por acaso até precisava de um que trabalhe "pró bono" para meter alguns senhores do porto canal em tribunal, por ousarem falar no meu pomposo nik , sem pedirem autorização.

3 - Infelizmente os meus conhecimentos de informática são quase a roçar o zero e volta e meia, o computador vai para a oficina e perco muitos dados, fotografias, links e correspondência.

4 - Nunca estive ligado ao poder local. Se estivesse, não andava de Pôncio para Pilatos há praticamente 10 anos, para legalizar uns arranjos no telhado que fiz no meu casebre.

5 - Desde que me conheço, sempre tive na internet este endereço que utilizo para tudo...e disso, tenho testemunhas, até de pessoas ligadas ao Foculporto.

6 - E por último, porque a "cumbersa" já vai longa. Só discuto emails se me mostrarem também os vossos. A democracia é só para alguns? Tem que haver equidade!!! 

6 A - Imbestigue-se!!!

Saudações Benfiquistas, rumo ao 37.
Viriato de Viseu"

Tempo Extra e a intoxicação sobre as claques.

Avatar
 ●  37 comentários  ● 

...já não há forma de manter algum respeito por Rui Santos e acreditar na sua imparcialidade.

Ao analisar o texto de Fernando Gomes, consegue referir-se às "claques" do Benfica como o grande problema do futebol português.

Acusa frontalmente o SL Benfica de ter ganho campeonatos com árbitros escolhidos a dedo por Vítor Pereira e usa outro nome que nunca tinha mencionado antes de FJM falar nele: Ferreira Nunes.

Nunca vi Rui Santos referir-se desta forma ao FC Porto durante os 30 anos em que dominou tudo. 

Acho incrível que Rui Santos não tenha dito uma palavra sobre as acusações de Octávio Machado e PP Cristóvão a Nuno Saraiva.

Sabem qual seria uma boa forma de limpar a intoxicação que anda a ser feita acerca da lei 39/2009?
No próximo jogo em casa, Champions ou Campeonato, todos os espectadores receberem uma t-shirt com os seguintes dizeres: Sou vermelho, sem nome e organizado". Qualquer coisa deste género. 

Vamos acabar com esta mentira sobre as claques ilegais. As únicas que estão ilegais são as que se registaram pois nenhuma delas nem os clubes que as tutelam cumprem a lei a que se submeteram.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Tanta preocupação com egos e nenhuma com a essência do clube. E com a sabotagem a esta temporada.

Avatar
 ●  47 comentários  ● 
Há condições para o Penta?
...quando a preocupação deve ser fazer o Sport Lisboa e Benfica ganhar jogos e ser Penta.

Preocupados em "acarinhar" um treinador,  preocupados em "acarinhar" jogadores, preocupados em "agradecer" a quem "salvou" o clube...!

Quem se preocupa em agradecer à grande massa adepta do Sport Lisboa e Benfica o apoio e presença em todo o mundo onde vá o Glorioso?

Eu quero lá saber se joga o A ou o B. Se a táctica é X ou Y...desde que ganhem! Desde que sejam os melhores!

Ser do Sport Lisboa e Benfica é querer ser os melhores sempre. No nosso clube não é aceitável entregar de bandeja campeonatos aos adversários. Não o foi no passado e muito menos é hoje.

Portanto, se esta temporada a formula em campo e fora dele não resulta, só insiste no erro quem é burro ou é maldoso. 

Como em campo não acredito nem em burrice nem em maldade abro uma terceira via. Cabe ao treinador mostrar essa mesma via e provar que pode ser parte da solução...em campo.

Fora de campo, terão de responder, mesmo que corra bem, pela sabotagem que fizeram a esta temporada. Uma temporada única, fundamental em vários tabuleiros.

Uma temporada que é a mais importante dos últimos 5 anos. Quem não entende isto não sabe o que é ser benfiquista nem entende o que se passa no futebol português.

Curtas.

Avatar
 ●  22 comentários  ● 

- Parece que de repente todos perceberam que Fernando Gomes é especialista em fugir com o rabo à seringa. Para evitar confrontações ou conflitos, agora manda cá para fora uns artigos armado em estadista. 

A questão continua a ser a mesma: Fernando Gomes não é parte da solução, mas sim do problema.


- Octávio Machado e Paulo Pereira Cristóvão em pouco tempo ameaçam Nuno Saraiva com informações comprometedoras. Quero ver agora como se vai safar Saraiva. Eu apostaria que um dia, quando sair do Sporting, Saraiva terá visitas. E não digo mais.

Entretanto, Bruno de Carvalho e a sua "corte" canibalizam o Sporting debaixo de fortes aplausos enquanto o treinador que custa 10 milhões por ano nem ganhar conseguiu a um estreante em grandes que fez a equipa com dispensados e antigos emprestados. Mas o Redmoon ainda chora por ele...(abraço Redmoon!!!)


- Entretanto no Departamento de Comunicação do SLB, o saco de gatos prossegue a grande ritmo. Defender o Sport Lisboa e Benfica dos ataques a que é sujeito é que está difícil. Mas o tacho obriga a saltos mortais.

E continuam sem me responder a isto...?

Avatar
 ●  37 comentários  ● 

Eu continuo disponível para fazer um crowdfunding para podermos comprar os galáticos que serão precisos para ganhar os jogos contra o Boavista, Marítimo, CSKA, Basileia, etc...

É que esta insistência que muitos continuam a dar ao facto de o plantel ser fraco, deixa-me aqui suspenso sobre a necessidade de precisarmos de estrelas para ganhar a estas equipas. Quem é que querem? Messi? Ronaldo? 

É tudo fantástico! Futebol vulgar trazido por Rui Vitória, porém um futebol vulgar que ganha aqueles que aparecem sempre nas palavras dos adeptos quando Rui Vitória não ganha.

Rui Vitória ganhava porque os artistas eram craques! Outros compram craques... e não ganham! Na verdade, gastam como nunca e perdem como sempre. O Benfica terá poupado como nunca... e ganhou como sempre. 

Vamos lá a isso... continuem a chamar o "outro" sempre que se perde, pois a história diz que com artistas ou sem eles, a realidade é que o "outro" so ganhou metade (dos campeonatos) que tinha para ganhar.

Pelo caminho, não se peça aos "artistas" que façam o que se exige a quem ganha mais do que equipas adversárias inteiras - e não, aqui a questão não é o dinheiro, mas sim o porquê de receberem esse dinheiro... porque são melhores. 

Continuemos a procurar culpados naqueles que estão fora do campo. Ignore-se que muitos dos que (não) correm em campo são os grandes culpados da situação.

Mal vai o meu Benfica quando discutimos o valor do plantel e ignoramos que qualquer plantel do Benfica tem obrigação de vencer 90% dos adversários na Liga Portuguesa... qualquer jogador do Benfica era titular em 90% desses adversários e, muitos deles, eram titulares nos outros 10% que também lutam pelo título português.

Futebol como o Titanic: Naufrágios no futebol só se assumem quando o barco já foi ao fundo

Avatar
 ●  48 comentários  ● 
Começar por dizer que obviamente não me revejo nas posições daqueles que defendem uma substituição de Rui Vitória nesta altura. Por duas razões:

1. A primeira, porque obviamente despedir Rui Vitória nesta altura será assumir que o projeto falhou. E para bom entendedor, este projeto é de LFV, não é de RV. Obviamente, não vai acontecer.

2. A segunda, e no contexto do meu último texto, “Quando não ganhar será um pequeníssimo passo do Benfica ao esquecimento é dizer que não será por Rui Vitória que um Benfica vulgar ganhará, mas também não será por ele que um grande Benfica perderá. Em suma, tomara eu que o maior problema do Benfica nesta altura fosse o seu treinador. Infelizmente não é, e não creio que com a matéria disponível e com um Presidente que sem perceber um amendoim de bola acha que percebe muito da poda e que pode gerir a pasta, haja assim tantos treinadores capazes de fazer muitíssimo melhor.

Nesse sentido, também defendi no meu penúltimo texto: “Mudar sim, mas primeiro era preciso dar aos jogadores a oportunidade de lavar a cara”, que Rui Vitória esteve muitíssimo bem ao manter no jogo do Funchal a equipa de Basileia. Num contexto de gestão de balneário, Rui Vitória fez o que tinha de fazer, até porque o mercado está fechado e é com estes jogadores que mal ou bem vai ter de ir pelo menos até Janeiro.

Matar quatro ou cinco jogadores depois de uma derrota de 5-0 (especialmente quando se trata de esteios da equipa) seria muitíssimo arriscado da parte de Rui Vitória, para mais sendo Rui Vitória um desses treinadores que tem como linha orientadora do seu trabalho as relações de solidariedade e o espirito de equipa.

E mais, tal como despedir Rui Vitória neste momento seria LFV ter de assumir o seu erro, trocar quatro ou cinco jogadores (e quiçá o sistema de jogo) depois de Basileia seria RV ter de assumir os seus. Como sabemos, o futebol é como o Titanic, e para se assumirem naufrágios no futebol é preciso o barco já ter ido ao fundo.

MAS...

Existe um outro lado da moeda para esta argumentação, que vou tentar explorar agora, e peço desculpa se para o fazer vou trazer à baila Jorge Jesus. E trago Jorge Jesus, não por qualquer luto ainda a cumprir, mas porque neste caso, para o bem e para o mal, é a antítese de Rui Vitória e preciso desta antítese para desenvolver a ideia que pretendo.

Há treinadores, como Jorge Jesus, que se estão literalmente a c*?ar para o moral daqueles que teriam de ir para o banco a seguir à humilhação de Basileia. Jorge Jesus está-se marimbando para os melindres dos jogadores na hora de defender O QUE ELE ACHA ser melhor para a equipa, e acredita que o seu modelo de jogo tem mais peso na performance da equipa do que o facto do intérprete ser A ou B. Se ele acha que o melhor é trocar sete, ele troca sete, sem estar cá a pensar se daqui a duas semanas volta a precisar desses sete e eles entram em campo amuados.

Rui Vitória é o oposto. Terá certamente um modelo de jogo mas se calhar não tão vincado. Rui Vitória acredita muito mais que os jogos se ganham pelo querer dos jogadores, pela sua abnegação, pelo querer ganhar (e correr) mais do que os outros. E para tal é fundamental ter um balneário do seu lado e disposto a morrer por si.

Rui Vitória é um treinador de consensos. Jorge Jesus é um treinador de rutura.

Agora, há um modelo melhor que o outro? Não necessariamente. Se eu entendo o modelo de Rui Vitória e a importância dos jogadores nesse modelo, também admiro alguém que acredita de tal forma no seu sistema de jogo que dificilmente alguma vez será refém dos caprichos de qualquer jogador.

Idealmente, se calhar, o treinador ideal seria o melhor dos dois: a psicologia de balneário de Rui Vitória aleada ao conhecimento tático e técnico de Jorge Jesus.

Isto para dizer o quê? Estamos numa fase em que até aqueles que sempre defenderam Rui Vitória já lhe apontam erros, nomeadamente e com frequência, os erros da queda de Varela e de Rúben Dias da equipa titular.

Vamos lá então escalpelizar estes “erros”, e como é que se avalia os “casos” Varela e Rùben dias, na ótica de cada um destes treinadores.

Na de Jorge Jesus é fácil: Se a titularidade de Varela nunca foi fruto de uma aposta convicta sua mas apenas fruto das circunstâncias de um Júlio César lesionado e de um André Moreira que abandonou o Seixal contra a sua vontade, na hora em que Júlio César recupera, Varela sai da equipa sem qualquer remorso. Não há cá isso de prejudicar a equipa para manter A ou B feliz.

E Rúben Dias? Bem, aqui acredito que se Jorge Jesus acreditasse que Rúben Dias era o melhor central da equipa, este se manteria na equipa independentemente de deixar Jardel ou Lisandro chateado. Para Jorge Jesus, esse tipo de melindres não existe.

E para Rui Vitória? Bem, para Rui Vitória a gestão é diferente porque Rui Vitória não se pode dar ao luxo de ter um balneário contra si. Rui Vitória pondera cada decisão que toma e mede o impacto que esta tem fora mas especialmente dentro do grupo. Repare-se, a titularidade de Ruben Dias já implicou as notícias recentes de que Lisandro está insatisfeito no Benfica!

Surpreendidos? Eu não. Basicamente Rui Vitória já assumiu através das suas decisões que Lisandro deixou de contar, e isso já é dor suficiente para ele suportar e que cria sempre alguns atritos, porque mexe com as expetativas dos jogadores.  MAS...

Uma coisa é Rui Vitória sobreviver com esse pequeno atrito no balneário de um Lisandro que já era suplente da equipa. Outra coisa bem diferente é assumir um atrito bem maior com Jardel (um dos capitães) numa altura em que Rúben Dias não fez mais do que dois ou três jogos.

Uma coisa é manter Lindelof ou Ederson na equipa o ano passado depois de vários jogos a titular (fruto das prolongadas lesões de Júlio César e Jardel), e depois dos substitutos já terem convencido os adeptos e a imprensa da sua valia. Aqui, risk free para o treinador.

Outra bem diferente é queimar Jardel JÁ quando Ruben Dias ainda é uma incógnita. E é aqui que um treinador do perfil de Rui Vitória prefere segurar o balneário mesmo que Ruben Dias até possa estar melhor, talvez perder Lisandro mas não correr o risco de perder Jardel JÁ, porque perder Jardel já poderia ser suicida se a ainda incógnita Rúben Dias falhasse num próximo jogo.

E Varela? Bem, aqui convém antes de tudo ver-se as coisas como elas são e não uma realidade que não existe. Aqui é uma questão de perceber desde logo que Varela foi um erro de casting e NUNCA será o titular do Benfica de forma duradoura.

Um treinador, até mesmo um com o perfil de Rui Vitória, pode escolher ir a algumas lutas mas não pode ir a todas. E definitivamente, não se pode ser masoquista! Aqui não se trata de queimar Varela depois de um erro. Trata-se de até mesmo Rui Vitória ter percebido desde logo que não valia a pena defender o erro se, com ou sem erro, Varela nunca esteve na linha para ser o futuro do Benfica.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Exclusivo: "Rui Vitória? Se eu fosse Presidente...", por Rui Gomes da Silva.

Avatar
 ●  117 comentários  ● 

RUI VITÓRIA? SE EU FOSSE PRESIDENTE ...

PENSAR E DIZER

Em cada segunda feira, sempre que Paulo Garcia, no “Dia Seguinte”, se quer “meter” comigo (que é mais um “meter” com os outros ...), faz a pergunta da ordem.

“E se o Rui fosse Presidente do Benfica, o que faria?”
É uma pergunta que, sempre que me é dirigida, encerra em si uma dupla natureza.
A de poder vir a ser - o que não é para todos - e a de ter que “decidir”, o que quase ninguém arrisca!
Com cada uma dessas perguntas saio, obviamente, de uma zona de conforto.

Digo o que penso (o que neste mundo, reconheço, não é o habitual).

E digo o que penso, assumindo os riscos de errar (o que é uma enormidade, comparado com os que não erram ou porque não dizem ou porque não pensam).

MUDAR O TREINADOR?

O recurso à “chicotada psicológica” é, porventura, tão velho como o futebol.

Só que aqui, sendo coerente com tudo o que sempre defendi, não posso deixar de concordar com o Presidente do Benfica.

Conhecendo como conheço aqueles corredores, sei das vozes que não faltarão a pedir a cabeça de Rui Vitória.

Vozes de quem, no dia seguinte (no deles, não no meu) não terão que responder por essa decisão!
Mas sei, também, o que pensará Luís Filipe Vieira. E - neste caso - concordo a 100 % com ele.

Uma escolha de treinador pressupõe uma decisão depois de ponderados todos os prós e os contras.
Ou seja, tal opção deverá ser sempre equacionada no princípio de cada época.

Aí, virão para cima da mesa as avaliações dos últimos anos, as prestações e os desempenhos táticos e de resultados, a adequação dos modelos de jogo aos planteis existentes, a tradição das culturas táticas dos clubes, etc., etc., etc.

Ora, o Presidente do Benfica já nos habituou a ser coerente e corajoso em decisões tomadas sobre estas matérias.

Foi assim em relação a Jorge Jesus! Como foi assim, na altura em que escolheu Rui Vitória.

FERNANDO SANTOS ... LEMBRAM-SE?

Mas, mais do que tudo isso, Luís Filipe Vieira tem mantido uma posição forte e de grande convicção sobre estas matérias.

Invocando, sempre - publicamente - como erro máximo, de todos os anos de presidência do Benfica, a sua decisão de despedir Fernando Santos ... acto de gestão de que tantas vezes deu mostras de arrependimento.

Por isso, mas também por saber que Luís Filipe Vieira percebe, hoje, que as tais mudanças de treinador a meio da época não são atributos de clubes da dimensão do Benfica (a recente excepção do Bayern só confirma a regra), é que me identifico com essa posição.

Ou seja, não acho possível despedir Rui Vitória.

Porque, ao fazê-lo, estariam todos, no Benfica, a assumir o erro de o terem mantido no princípio da época.

Ora, ao ter continuado com Rui Vitória, o Presidente optou por aquilo que entendeu ser o melhor para o Benfica! Se assim não fosse, então a culpa seria a 100% de quem optou por o manter!
Se não foi, então têm todos a obrigação de o ajudar a ultrapassar o momento menos feliz que está a atravessar.

TODOS SEREMOS POUCOS PARA AJUDAR A VOLTAR AO MARQUÊS

E se o nosso objetivo é o 37, o penta, ... alguém acha que a mudança de treinador nos deixará mais perto do Marquês?

Não, claro que não!

Eu sei que pode ser considerado um atrevimento inadmissível, mas - numa posição daquelas - não podemos nem devemos ceder ao que é mais fácil.

Mudar de treinador - agora - seria abrir a “caixa de Pandora” e admitir erros que - neste momento - não podem ter existido!

Um novo treinador seria arranjar desculpas para o erro e um outro responsável, que seria ... o menos culpado.

Disfarçaria por uns momentos, mas colocaria tudo o resto a nu ... mais depressa!
Seria a estrutura do Benfica a reconhecer que, nos últimos dois anos, tínhamos ganho por causa dos erros alheios e não com todo o mérito, como aconteceu!

Seria a estrutura do Benfica a reconhecer que, nos últimos dois anos, em vez de nos termos reforçado com jogadores de qualidade, tínhamos optado por outro caminho ou por jovens ainda com muito para aprender!

Seria a estrutura do Benfica a reconhecer que, nos últimos dois anos, tínhamos “facilitado” na substituição de Ederson, de Nelson Semedo, de Lindelof, ... ou na procura de, para além de um central rápido, um 6 e um 8 para substituir Fejsa e Pizzi ... a seu tempo!

Seria a estrutura do Benfica a reconhecer que, nos últimos dois anos, tínhamos falhado nas opções para jogar na área.

Seria a estrutura do Benfica a reconhecer que, nos últimos dois anos, tínhamos tido um treinador sem sistema alternativo, com um modelo de jogo muito previsível, com um meio campo de 2 elementos ... frente a equipas que jogam com 3 e 4 jogadores nessa zona, o que mais tarde ou mais cedo nos haveria de trazer dissabores!

Se tudo isso fosse verdade, então, os nossos detratores teriam toda a razão em nos atacar.
E não terão, por certo.

RUI VITÓRIA ... O TREINADOR DO PENTA

Por isso, agora, vamos lá cerrar fileiras por um homem que é tão do Benfica como eu, que foi escolhido, que aceitou as regras de jogo que lhe deram (vulgo jogadores) e que até é ... bicampeão nacional e o treinador do tetra!

Por mim, tudo farei para que seja o do penta. Se não for, ... ele será o menos culpado!
Ele não mudou!

Se alguém descobriu alguma coisa que não terá gostado, então que tivesse agido no princípio da época.

Por isso, e para concluir, 100% de acordo com o que é a posição do Presidente do Benfica.

O falhanço de Rui Vitória seria o dele.

Como - se eu fosse Presidente do Benfica - o falhanço de um treinador que escolhesse seria, sempre, um erro de que só eu me poderia culpar.

Luis Filipe Vieira aprendeu-o com Fernando Santos, aplicou-o com Jorge Jesus ... não me parece que vá cometer qualquer erro com Rui Vitória.

Em nome da grandeza do Sport Lisboa e Benfica!

------------------------------------

(Rui Gomes da Silva escreve no NGB à segunda-feira)

domingo, 8 de outubro de 2017

Assar Bruno Varela e Ruben Dias é mais fácil que a outros...

Avatar
 ●  67 comentários  ● 
Eu custa-me dar razão a alguns fundamentalistas, nomeadamente a esta tese do "RedPass Relvado", mas as situações presentes de Bruno Varela e Ruben Dias são paradigmáticas do que pode estar a causar problemas graves de rendimento do SLBenfica.

O Bruno Varela saiu depois de uma tremenda pressão de fora para dentro, ocorrida na sequência de um lance infeliz do guarda-redes do Benfica. Bela forma de apostar nos jovens, mister... É fácil quando eles entram e "pegam" como o Renato ou Guedes... difícil é quando eles entram e precisam de apoio.

O que seria do Rui Patrício, atual guarda-redes da seleção nacional e eleito do melhor do último Euro, se Paulo Bento o tivesse "deixado cair" nequeles momentos menos felizes...?

Depois Ruben Dias é uma situação ainda mais inexplicável do que a do Bruno Varela, porém ambos têm uma similaridade: Ambos foram rendidos por jogadores que renderam menos que eles.

Neste momento, a Julio Cesar tem menos condições do que Bruno Varela para estar na baliza do SLBenfica, pelo que se Rui Vitória tiver coragem, repõe a situação de verdade na baliza e volta a sentar Julio Cesar. Admito, porém, que Svilar poderá ser ainda melhor solução (não sei, nunca o vi jogar) mas se o for, o suplente deverá ser o Bruno e não o Julio Cesar.

Na baliza a mesma coisa, Jardel tarda em recuperar o ritmo perdido por um ano de paragem e, apesar de ter cada vez menos condição física, Luisão deverá ter ao seu lado Ruben Dias e não o Jardel.

No meio, Pizzi e Salvio passam por um momento menos bom, por oposição ao crescimento de Krovinovic e Zivkovic, pelo que a substituição destes dois elementos também não deveria oferecer dúvidas a Rui Vitória.

ranking