O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 12 de dezembro de 2015

Arrependimentos

Avatar
 ●  117 comentários  ● 
Ontem, numa picardia saudável com dois amigos lagartos, ocorreu-me vir aqui confessar os meus arrependimentos. Isto porque ontem, durante a conversa, confessei que mudei: já não consigo apoiar o sporting nas competições europeias. Sinto até um grande arrependimento por alguma vez o ter feito. E porquê? Porque eu sempre quis acreditar que a rivalidade entre Benfica e Sporting era saudável, daí que eu inconscientemente ignorava o sentimento dos sportinguistas meus amigos para com o Benfica. Eles detestam o meu clube, mas eu continuava na minha: antes os verdes que os azuis.

Até esta época o fcp era o único clube português ao qual eu dirigia a minha indiferença nas provas europeias. Indiferença não. Para ser honesto eu desejo que percam todos os jogos. Em Portugal e na Europa. A política de ódio seguida por Pinto da Costa, juntamente com toda a corrupção sobejamente conhecida associada àquele clube, fizeram com que eu próprio os odiasse. Conseguiram o que queriam, confesso. Mas nem sempre foi assim. Na primeira conquista europeia do fcp, eu festejei. Perdoem-me, mas eu festejei e estou profundamente arrependido. Este é verdadeiramente o meu primeiro arrependimento. Na minha inocência de menino, ainda com idade apenas com um dígito, pouco sabia do que se passava e seguia cegamente os ensinamentos do meu pai: "É um clube português. Somos do Benfica, mas é bom para Portugal que um clube português ganhe!" dizia ele. Hoje sei, e ele também o sabia, que as coisas não são bem assim. Ele fez o que era o correto fazer, tal como eu o faço hoje com os meus filhos. Podem ter conseguido que eu os odeie, mas não vou consentir que o façam aos meus filhos e daí que, tal como o meu pai, eu hoje ensino aos meus filhos (ainda pequenos) que o correto é puxar pelos clubes portugueses. Eles têm tempo de tirar as suas próprias conclusões enquanto crescem...

Voltando ao scp, a situação é quase semelhante. Várias vezes disse publicamente que quando não fosse o Benfica a ganhar, se tivesse que ser entre scp e fcp, que preferia mil vezes o scp. Pois bem, Bruno de Carvalho conseguiu o que Pinto da Costa me fez. Atualmente odeio o sporting. Pronto, já o disse. Ganhaste Bruno de Carvalho: conseguiste que odiasse o teu clube. Os vómitos de Pinto da Costa, que replicas tão bem, tiveram o efeito desejado fazendo com que eu tenha mais um arrependimento na vida: ter-vos apoiado na Europa.

Mais uma vez, abstenho-me de manifestar este sentimento cá em casa, e este post serve-me de catarse. Este ódio é mau e prefiro assumi-lo e tirá-lo do meu sistema do que enganar-me a mim próprio com o "politicamente correto". Tenho pena. A sério que tenho. Ainda tinha aquela visão romântica da infância em que na escola se perguntava a um novo amigo aquela segunda pergunta essencial, depois de saber o nome: "és do Benfica ou do Sporting?" Mas isso acabou. Sei agora que acabou há muito tempo, talvez desde o tempo de Sousa Cintra ou do Roquette, mas se antes o ódio que nos tinham era por vezes dissimulado, hoje em dia é perfeitamente declarado. Graças ao atual presidente do sporting.

Pois bem, em consciência sou incapaz de dar a outra face. Sou incapaz do "politicamente correto". Sou incapaz de dar qualquer tipo de apoio a um clube cujo representante máximo só sabe incutir ódio aos seus adeptos dirigido ao meu clube. Desculpem, mas não consigo.

Luís Filipe Vieira tem muitos defeitos. Não sou seu apoiante, nem nunca votei nele, mas tem um grande mérito (entre outros): nunca, mas nunca, virou os benfiquistas contra ninguém. Nunca o vi destilar ódio ao scp ou ao fcp, e isso é notável.

Já me sinto melhor...

Eu já aqui tinha explicado isto...

Avatar
 ●  8 comentários  ● 
«Não percebo muito bem o porquê da contestação ao treinador do FC Porto»
In A Bola

Para os mais distraídos, a explicação: "Lotopegui Effect": 1, 2, 3 Jesus não salva ninguém

Bernardo Silva vibra com o "novo Benfica"

Avatar
 ●  9 comentários  ● 

Para quem não ainda não percebe porque ELE saiu

Avatar
 ●  16 comentários  ● 
É só ouvir o primeiro minuto! Aqui

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Excelente notícia!

Avatar
 ●  36 comentários  ● 

"Os futebolistas da equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica, Renato Sanches e Nélson Semedo, renovaram os respetivos contratos com o Clube até 2021.

Renato Sanches, de 18 anos, chegou ao Benfica em 2006/07 e desde essa época que tem percorrido a Formação até aos Seniores. O médio tem sido bastante elogiado pelas exibições nos últimos jogos – marcou um grande golo frente à Académica – e o Clube fixou a sua cláusula de rescisão em 80 milhões de euros.

“Estou muito contente. Agora quero continuar a trabalhar, só assim posso evoluir. A renovação é uma prova disso mesmo”, disse em declarações à BTV.

“Tem sido uma alegria imensa. Este é um sonho de criança, jogar no Estádio da Luz e é isso que está a acontecer”, acrescentou.

O defesa direito, Nélson Semedo, de 22 anos, está ligado ao Benfica desde 2013/14. Passou pela equipa B e esta temporada começou a titular na formação principal na Supertaça. As suas prestações amplamente elogiadas levaram o selecionador nacional, Fernando Santos, a convocá-lo para os compromissos de Portugal. A sua cláusula de rescisão fica fixada nos 60 milhões de euros.

“É o reconhecimento do meu trabalho, do que tenho vindo a desenvolver e é mais um voto de confiança que o Benfica está a depositar em mim. Quando voltar vou querer justifica-lo”, disse nas primeiras declarações após a renovação do contrato.

Apesar de afastado dos relvados por lesão, Nélson Semedo cumpriu também um sonho de criança. “Graças a Deus hoje estou aqui e agora é tentar aproveitar ao máximo estes momentos”, afirmou." - SL Benfica.

Até tudo estar esclarecido.

Avatar
 ●  40 comentários  ● 

O acordo com a NOS vai continuar na ordem do dia até que os pormenores relevantes para os benfiquistas e até mesmo todos os consumidores sejam esclarecidos cabalmente.

Como já escrevi ontem, há demasiados pontos de interrogação.

O Benfica Eagle contribuiu para um esmiuçamento importante dos valores e condições do mercado português, mas nem o seu post bem elaborado consegue responder às questões fundamentais.

Continuo no entanto a ter muitas reservas sobre a oportunidade deste acordo e sobre as vantagens para o Benfica.

Não entendo a pressa de Vieira em fechar o acordo, nem o porquê de ter sido oficializado imediatamente após 30/11/2015, o que também serviu os interesses da Sportv.

Ao contrário do que se tenta passar, a centralização de direitos televisivos não poderia ser imposta a ninguém. Daí que a desculpa de que era agora ou então irão obrigar o Benfica a assinar o que não queria é falsa.

Também vejo uma grande preocupação em afastar a imagem de Joaquim Oliveira deste negócio e da Sportv, quando basta conversar com gente do futebol, com quem está nas estruturas em especial da FPF para rapidamente entender que a “morte” de Joaquim Oliveira é mais uma vez prematura.

No aspecto estratégico da opção pelo grupo NOS, também aí a escolha não reflete as palavras do presidente do Benfica sobre a internacionalização da marca Benfica, algo essencial nos dias de hoje e que faz com que, por exemplo, um clube como o Liverpool que não ganha nenhum título de campeão há tantos anos continue a estar no topo das receitas internacionais.

Os grupos Discovery, Fox, Altice ou Vodafone seriam sem qualquer dúvida melhores parceiros para expandir e promover a marca Benfica lá fora.

Estão presentes em todo o mundo e trariam uma mais valia enorme na distribuição de tudo o que seja universo Benfica.

A NOS, além de ser o líder nas reclamações segundo a ANACOM, não traz nenhuma mais valia na distribuição e promoção do Benfica.

Além disso, já com o aumento para as empresas e com o provável ajuste do valor da Sportv para clientes residenciais, facilmente a Sportv conseguirá receber cerca de 180M€/ano em mensalidades, acrescidos de todos os direitos relacionados com publicidade, estática ou não.

Daí que mesmo que fossem 40M€ líquidos pagos ao Benfica(que não são), juntamente com cerca de 45M€ que sejam pagos a Sporting e FC Porto, este continuará a ser um grande negócio mas para a NOS.

Continuo convencido de que este acordo não é nada do outro mundo e substitui o chamado projecto de centralização de direitos televisivos.

A chave de qualquer projecto de transmissão de jogos de futebol em Portugal só existe com os jogos do Benfica. Outro projecto que inclua, por exemplo, os jogos de Sporting e FC Porto, poderá ser sustentável mas nunca pagando os valores actuais.

O futuro vai-se encarregar de demonstrar que não há razões para euforias. Até porque o que se deve festejar são títulos e troféus.

Negócio BTV / NOS: A Análise (By Benfica Eagle)

Avatar
 ●  140 comentários  ● 
NOS: Consegue fechar um acordo importante para fazer face às futuras negociações com a Altice (MEO), pelo acesso e distribuição dos conteúdos desportivos nacionais e internacionais, e pela negociação da distribuição da SportTV e BenficaTV que terá de acordar com as outras operadoras portuguesas (MEO, VODAFONE, CABOVISÃO). Com esta "jogada" a Altice deixa de ter margem para apostar em conteúdos "EXCLUSIVOS", e terá de mudar de postura face ao que tinha anunciado, algo que poderá condicionar os "leilões" que se vinham a verificar entre a NOS e MEO pelos conteúdos de Desporto (Benfica, Premier League, etc). De forma indirecta Domingos Soares de Oliveira admitiu isso mesmo ao afirmar: "Se pensarmos um pouco como é que o mercado vai evoluir especialmente em termos de conteúdos, tenho algumas dúvidas que em termos de concorrência o mercado se mantenha no futuro como é hoje. O Benfica aproveitou o momento e foi isso que fizemos"


ALTICE (MEO): A estratégia da ALTICE de reduzir custos na aquisição de conteúdos nacionais (negociação do valor pago pela SportTV, etc) que andava a sentir-se no mercado nacional, e a aquisição de conteúdos de competições de futebol, demonstrada pela intenção em "comprar tudo", proferida há 2 semanas, pelo responsável da MEO no Congresso de Telecomunicações fica seriamente ameaçada, já que se a ALTICE insistir nessa estratégia de "confrontação" poderá ver os preços de acesso à SportTV e BTV disparar, e quem controla o Benfica, controla metade do mercado nacional. Nesse sentido o "leilão" pelos conteúdos do Porto e Sporting poderá ficar comprometido. Não será por acaso que o Presidente da NOS não quis dar garantias sobre o canal e plataformas onde os jogos do Benfica e a BTV serão disponibilizados. Dependerá da postura da MEO, que aparentemente já teria fechado contrato com um clube (Boavista).


Joaquim Oliveira (OLIVEDESPORTOS): Confirma-se o que eu andava a anunciar há imenso tempo. Joaquim Oliveira (Controlinveste, Olivedesportos e PPT) ficou sem muita da influência e poder que detinha no futebol português e grupos de media e telecomunicações em Portugal, nos últimos 2 anos: 1) Com as queixas na Autoridade da Concorrência perdeu as clausulas de preferência e os contratos de longa duração que tinha com os clubes, o que originou a perda do "monopólio" perpétuo que teve nos últimos anos, e isso fragilizou a sua posição junto da Banca. 2) Perdeu a totalidade do grupo de media que controlava (DN, JN, TSF, OJOGO, Agência Lusa, etc), ficando apenas com 27,5% do grupo. 4) Teve de renegociar a dívida de 300M€ que tinha no BCP (para a aquisição do grupo de media), pelo facto de não conseguir pagar, onde obteve um perdão de mais de 100M€ da dívida e cedeu 72,5% do grupo de media agora designado de "Global Media Group", ficando só com 27,5% 5) Existem rumores que também terá de ceder parte dos 50% que controla na SportTV para o BCP, algo que ainda não foi confirmado 6) Perdeu crédito bancário que lhe permitisse fechar um futuro acordo de centenas de milhões de euros com Benfica, Porto ou Sporting 6) Depois de a NOS (detentor de 50% da SportTV) ter fechado com o Benfica, ouvimos ontem o Presidente da NOS afirmar que pretende "estabelecer parcerias semelhantes a esta com todos os clubes do futebol profissional. Queremos acordos similares com todos os restantes clubes, onde se incluem os referidos [pelo jornalista (FC Porto e Sporting)], mas também todos os outros", ou seja o Presidente da NOS anunciou a "morte" do intermediário Joaquim Oliveira. Esta enorme perda de influência de Joaquim Oliveira no panorama nacional só foi possível devido à opção do Benfica em romper com a Olivedesportos e apostar na BTV premium. Apesar de todos estes factos, acho curioso e engraçado como é que ainda existem algumas pessoas a defender que as atitudes recentes do Benfica, nos últimos anos, foram para "beneficiar" e "salvar" Joaquim Oliveira.

 
Benfica (Clube): Tal como eu já tinha afirmado, é agora o próprio Domingos Soares de Oliveira que o afirma "É sempre uma estratégia de risco fazer um contrato a 10 anos". Considero que um contrato de 5 Anos teria sido bom, e um contrato a 10 anos poderá revelar-se mau nos últimos anos do contrato. Apesar de tudo é uma melhoria face à situação actual (35M€ - 12M€ = 23M€ líquidos), que permitirá nos próximos anos passar para uma situação de (40M€ - 5M€ = 35M€ líquidos). Aumento de 50% face à situação actual, ou seja uma melhoria incremental no "lucro" com direitos televisivos e BTV de 12M€/Ano, 120M€ durante 10 anos. No bolo total, a repartição do negócio ficou-se pelos 75% para direitos televisivos (Média de 30M€/Ano) e 25% para a transmissão e distribuição da Benfica TV (Média de 10M€/Ano). Para 2016/2017 estão assegurados 27M€+9M€ = 36M€, apesar de tudo, um valor próximo da verba total alcançada na última época 34,6M€, e superior à verba oferecida por Joaquim Oliveira, há 2 anos e meio (22M€/Ano apenas pelos direitos televisivos).

 
Benfica (Canal): A mais que provável passagem de "canal pago" para "canal aberto" da BTV/BenficaTV levará, no médio-prazo a uma redução de custos de 12M€/Ano para 5M€/Ano, explicada em grande medida pela redução dos custos com os conteúdos internacionais (Premier League termina no final desta época e representava 2,6M€/Ano, a Liga Francesa e Italiana provavelmente serão negociadas a preço de custo com outro operador (quiça a NOS), já que o Benfica tem a receita garantida, e se ficar apenas com a Benfica TV 1 como canal aberto deixa de ter espaço e interesse em assumir custos de 1M€ a 2M€/Ano com esses conteúdos. Também deixará de ter os custos de operação das transmissões ao Vivo dos jogos da equipa principal, e provavelmente (a pior notícia) poderá ter de reduzir o quadro de profissionais a trabalhar actualmente na BTV. Não admira deste modo a pergunta que a jornalista da BTV fez ao Presidente do Benfica sobre o negócio com a NOS, e se isso não foi também um retrocesso na estratégia definida para a BTV (e que muitos profissionais do canal talvez não esperassem nos tempos mais próximos).


Adeptos do Benfica: Por um lado, a Benfica TV passará a ser canal aberto, e atendendo à negociação NOS / ALTICE (MEO) veremos se o aproximar de ambas as posições permitirá que continue em todas as plataformas. Se existir esse acordo, mais lares poderão ter acesso à Benfica TV (De 400 mil lares passarão a ser quase 4 milhões de lares a ter acesso à Benfica TV). Por outro lado, um Adepto que pagava apenas 10€/mês para ver a BTV e que não tinha SportTV, vai ter de pagar mais (26€/mês que acredito que poderão aproximar-se dos 29,9€/mês, na próxima época). O Presidente da NOS assumiu a intenção de reduzir a factura total dos adeptos (particulares), mas esqueceu-se de afirmar que isso só se verificará para quem subscrevia os 2 canais (SportTV+BTV). Se a factura total era de 36€/mês existirá margem para subir a SportTV dos 26€/mês para os 29,9€/mês e mesmo assim afirmarem que o custo total baixou dos 36€/mês para os 29,9€/mês. Também é verdade que o aumento de preço permitirá aceder a todos os jogos do Benfica (Casa, Fora, Champions), mas também é verdade que existirão muitos "Inácios" (onde eu me irei incluir) que nunca gostaram da postura Anti-Benfica que a SportTV assumiu nos últimos anos ... com comentadores parciais e pouco isentos, linhas de fora-de-jogo mal posicionadas, repetições ocultadas ou apresentadas à exaustão caso fossem em benefício ou em prejuízo do Benfica, etc. Existe "memória" nos adeptos do Benfica, e não é por este acordo que muitos adeptos do Benfica irão mudar de atitude.


Adeptos de Futebol, em Portugal: Seguindo a tendência do que, por exemplo, acontece em Inglaterra, o "custo" de aceder a Desporto em Portugal vai continuar a subir. (Já admiti que a SportTV para particulares poderá passar dos 26€/mês para um valor próximo dos 29,9€/mês a partir da próxima época). Nos últimos anos houve 1) leilão pela Champions League (admitido pela 1ª vez, ontem, pelo próprio Presidente do Benfica que se candidatou ao último leilão da UEFA ganho pela SportTV. Existem rumores que o custo anual teria mais do que duplicado, dos 8M€/Ano para mais do dobro). 2) Existiu também um leilão recente pela Premier League (entre NOS e MEO. Rui Gomes da Silva afirmou que a NOS ofereceu 10M€/Ano e a MEO 8M€/Ano, embora já existissem notícias que afirmassem que o negócio foi fechado por 10M€ pelos 3 anos. Situação a confirmar nos próximos tempos. O Benfica tem pago 2,6M€/Ano). 3) Existiu Leilão pelos direitos do Benfica (que aumentou a margem de lucro em 50%, de 23M€/Ano para uma média de 35M€/Ano).  Ou seja, se todos os conteúdos ficarem na SportTV, algo que ainda não foi confirmado, a SportTV vai ter de facturar mais do que os 145M€/Ano que facturava antes da BTV premium, para fazer face a esta inflação nos principais conteúdos (Champions, Premier League, Benfica), e terá de voltar a aumentar preços e o número de assinantes. Para já, não admira que as empresas (onde se incluem os hotéis, restaurantes e cafés) tivessem visto o Preço da subscrição da SportTV aumentar, em 2 Anos, dos 26€/mês (2014), para os 50€/mês anunciados ontem, (a partir de 2016) por cada TV com subscrição do canal! Ou seja, em apenas 2 Anos, os clientes empresariais vão pagar quase o DOBRO do que pagavam em 2014, pela SportTV.


Porto e Sporting: A recente "aliança" para a eleição de Pedro Proença tinha como objectivo beneficiar estes clubes, numa futura Centralização da Negociação dos direitos de TV na Liga, e essa estratégia saiu fracassada. Primeiro, o Porto tentou aproximar-se do Benfica, e isso originou a que algumas pessoas se tivessem referido a uma "Santa Aliança". No entanto depois virou o "bico ao prego", abdicou do anterior Presidente da Liga e optou por um novo Presidente com o apoio do Sporting (Pedro Proença) que não tinha condições para avançar com a Centralização, porque por um lado ainda existiam contratos em vigor entre os outros clubes e Joaquim Oliveira, e por outro lado o Benfica tinha a liberdade de fazer o que bem entendesse. Como a Liga não tinha dinheiro para pagar as avultadas indemnizações aos clubes, o "fracasso" dessa iniciativa era quase uma certeza. Agora a referência para os próximos anos ficou definida (30M€/Ano por direitos televisivos), e se Porto e Sporting receberem 80% do Benfica isso poderá representar 24M€/Ano pelos direitos televisivos dos Jogos dos outros "grandes", para os próximos 10 Anos. Existiram rumores que o Benfica teria uma clausula que lhe permitirá ganhar sempre mais do que Porto e Sporting, nos próximos 10 Anos, no entanto como é óbvio ninguém do Benfica confirmou essa situação, e espero bem que isso tenha sido salvaguardado no novo contrato com a NOS. Resta saber se o Porto Canal e a Sporting TV irão suscitar algum interesse na exploração comercial por parte da NOS e MEO, aproximando o "bolo" total para valores próximos dos 30M€/Ano. Apesar de tudo o Porto terá maior força negocial para se aproximar desse valor do que o Sporting.


Outros Clubes Portugueses: Os restantes clubes Portugueses teriam vantagens competitivas numa Centralização na Liga, em prejuízo dos 3 Grandes, e não admira que muitos já se sintam "enganados" por Pedro Proença, que falhou em toda a linha com as promessas feitas aos pequenos clubes, na altura das eleições para a Liga Portuguesa de Futebol. O outro cenário favorável aos médios e pequenos clubes nacionais é a continuação dos "leilões" entre a MEO e a NOS, mas o recente acordo da NOS com o Benfica vai limitar e condicionar muito as próximas movimentações da ALTICE/MEO, que poderá já ter fechado com o Boavista. Relembrando novamente uma das afirmação que Domingos Soares de Oliveira fez ontem: "Se pensarmos um pouco como é que o mercado vai evoluir especialmente em termos de conteúdos, tenho algumas dúvidas que em termos de concorrência o mercado se mantenha no futuro como é hoje. O Benfica aproveitou o momento e foi isso que fizemos". Apesar de tudo, é natural que os pequenos clubes também vejam os seus contratos melhorados face ao panorama actual, mas não terão acesso ao "Euromilhões" prometido por Pedro Proença, que agora vai ter de justificar o "chorudo" salário que recebe.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A promessa

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
Independentemente das dúvidas que se mantêm, deixo já aqui escrito este post para se poder recuperar no futuro a promessa hoje feita pelo presidente do Sport Lisboa e Benfica:

"Quatrocentos milhões de euros é muito dinheiro em qualquer parte do Mundo mas não serão, de certeza, para comprar jogadores. Serão para que todo o benfiquista se sinta dono do clube. Podem gritar bem alto 'O Benfica é nosso'. Tenho a certeza que o passivo exigível não chega a 400 milhões, por isso iremos pagar as contas e os empréstimos obrigacionistas e ainda irá sobrar muito dinheiro".

Quer seja ou não um bom acordo (na minha opinião, só o tempo o dirá, dada a extensão temporal do contrato), isto é o que realmente me interessa neste negócio: que a sustentabilidade financeira do clube, que tanto apregoam, seja uma realidade.

Cá estarei para cobrar, e espero eu elogiar, o que hoje foi dito.


Tudo muito vago.

Avatar
 ●  65 comentários  ● 

A NOS assina um acordo sem saber onde vai emitir os jogos do Benfica, apesar de ainda na semana passada ter reforçado a Sporttv com a Liga Inglesa e de ser a principal interessada em rentabilizar um seu activo que só dá prejuízo.

A NOS aceita pagar um valor de 36M na primeira temporada, embora sem ter pensado como é que vai originar receitas para pagar esse valor, pois diz que não sabe onde vai passar os jogos do Benfica.

A NOS não sabe onde vai passar os jogos do Benfica, mas desde já a Sporttv anunciou que para os clientes empresa o preço de 2016 será na ordem dos 50 euros.

As expressões “sem certezas”, “ainda não está definido” ou “possibilidade” foram as mais utilizadas. Estranho num acordo desta natureza e com estes valores em causa.

Também quanto à duração do contrato fica a certeza de que o Benfica está preso à NOS durante os próximos 10 anos, utilizando uma chico-espertice à portuguesa para ultrapassar a limitação dos 3 anos.

Aliás, o próprio presidente do Benfica fala numa ligação de 10 anos e não por 3 anos mais opção.

Curioso também o discurso de Luis Filipe Vieira quando se refere à NOS:

Esta parceria só será um bom acordo para o Benfica, se for um bom acordo para a NOS.

Posso garantir ao Eng.º Miguel Almeida que tudo faremos para que a NOS retire os máximos dividendos desta parceria.”

O que é importante para o Benfica é que vendemos os direitos à NOS e sabemos que o canal que tiver os jogos do Benfica será isento e transparente”. Se não se sabe onde vai passar, como tem tanta certeza?

A preocupação em fechar um acordo era apenas da NOS. O Benfica tinha muito tempo até ao final da temporada para suscitar uma disputa pelos seus direitos.

Preferiu fechar a correr com a NOS e afinal com tanto ainda por definir.

Um acordo vago ou com demasiados pormenores escondidos.

A NOS sai a ganhar pois impediu um leilão pelos direitos do Benfica. O Benfica saiu a ganhar? Cada vez tenho mais dúvidas.

"O Desejado"

Avatar
 ●  35 comentários  ● 
Válido por dez anos, o contrato com a NOS será renovado, se uma das partes assim quiser, de forma automática, ao fim de três anos. «É sempre uma estratégia de risco fazer um contrato a dez anos. Nós tivemos essa experiência no anterior contrato de direitos televisivos, mas eu diria que na altura foi um acordo possível, o que não é o caso agora. Hoje é um acordo desejado», realçou Domingos Soares de Oliveira, explicando o timing da concretização da parceria: «Se pensarmos um pouco como é que o mercado vai evoluir em termos da concorrência à volta de conteúdos, que é claramente uma das peças chave para conseguirmos ter alcançado o nosso valor, não tenho certezas, olhando bem o que é o mercado das operadoras de telecomunicações, tenho até algumas dúvidas que esta grande concorrência que existe hoje se possa manter em termos futuros. Portanto, havia que aproveitar o momento e foi isso que fizemos
in A Bola

Em resumo:
- Jogos do Benfica passam para a Sporttv
- BenficaTV passa para o formato original, mas com os diferidos de todos os jogos
- Benfica recebe 40M€/ano

É o "espeta a faca"? Sportv aumenta preços?

Avatar
 ●  33 comentários  ● 

“Para já o aumento aplica-se apenas às empresas e hotelaria, que passarão a pagar 50,57 (já com IVA), mas tudo indica que haverá também atualização dos preços para o consumidor final depois do acordo que foi assinado entre o Sport Lisboa e Benfica e a NOS (detentora de uma participação na Sport TV).

Para hoje está marcada uma conferência de imprensa onde serão detalhados os planos da operadora de TV para esta área, mas os últimos rumores indicam que a Benfica TV poderá passar a ser um canal de acesso gratuito, enquanto a Sport TV pode aumentar de preço.

A Sport TV lançou em 1998 o primeiro canal de desporto em Portugal, com conteúdos premium, pagos de forma adicional à subscrição de serviços de TV por cabo ou IPTV.

Em janeiro de 2015 a Sport TV comunicou uma atualização do tarifário, passando a mensalidade de 26 para 36 euros, numa subida de quase 40%, só para as empresas. O aumento de preços da Sport TV não é inédito em canais premium desportivos. A Benfica TV também aumentou os preços em 2014, passando de 9,90 para 16,90 euros, num aumento de 70%, e da mesma forma aplicou o aumento só a empresas.” -Sapo.

Aí está o primeiro efeito do monopólio.

A Sportv não baixou o seu preço quando perdeu conteúdos vitais como a Liga Inglesa ou os jogos na Luz.

Não baixou quando perdeu a Liga Italiana ou a Liga Francesa.

Por isso, não é de estranhar este “espetar da faca” sem misericórdia nos clientes.

Quem é que precisa de negociar uma centralização? A Sportv não é de certeza.

Parabéns BTV. Morres hoje.

Avatar
 ●  75 comentários  ● 

" A BTV nasceu vocacionada para o Universo do Sport Lisboa e Benfica, no entanto, essa realidade mudou nos últimos anos, tornando-se num operador televisivo que transmite conteúdos de desporto que vão para além da marca e das competições do Sport Lisboa e Benfica.

Desde julho de 2013 que passou a ser um canal por subscrição, disponível em todas as plataformas, contando nessa nova etapa com a transmissão dos jogos de Futebol da equipa do Benfica no Campeonato realizados no Estádio da Luz e das partidas da Premier League.

O crescimento foi sustentado e em julho deste ano foi comunicado que a BTV iria passar a transmitir os encontros da Serie A e Ligue 1, isto sem qualquer alteração ao nível do preço – €9,90/mês – para os seus subscritores. O canal passou, assim, a ter três das cinco principais ligas europeias de Futebol.

Outra das apostas fortes foi as transmissões do Ultimate Fighting Championship (UFC), cujo crescimento tem sido notório nos últimos anos.

No relatório & contas da Sport Lisboa e Benfica Futebol SAD (2014/15), o presidente Luís Filipe Viera sublinhou que “foi um ano de consolidação da BTV enquanto projeto estruturante e gerador de receitas num modelo que continua a ser único e cujo exemplo está a ser acompanhado pelos principais players internacionais”. “Um projeto maduro do ponto de vista editorial e que continua a crescer e a diversificar a sua oferta a nível de conteúdos nacionais e internacionais. A BTV é hoje transmitida em 10 países, e os nossos jogos vendidos, separadamente, em 135. A nossa televisão reforça a nossa dimensão global e aumenta o reconhecimento internacional da marca”, destacou ainda o líder do Clube.

Referência para a curiosidade de ser no dia de aniversário que se dá a formalização do contrato com a NOS sobre a cedência dos direitos televisivos por um valor que pode ascender até aos 400 milhões de euros.

A evolução da BTV tem sido ainda refletida na nomeação para prémios (melhor canal de desporto), apesar de ainda não ter tido a distinção que já merecia." - SL Benfica.

---------------------

No dia em que se devia celebrar a independência do Benfica face aos poderes que viciaram o futebol português dos últimos 30 anos, enterra-se a BTV.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

"Lotopegui Effect": 1, 2, 3 Jesus não salva ninguém!

Avatar
 ●  75 comentários  ● 

No ano passado já ganhaste um título 75% à custa do "Lotopegui Effect" e 25% à custa da mestria do que consegues fazer com jogadores medianos. Este ano, parece que o basco continua a fazer a parte dele e tu é bom que continues a fazer pelos teus 25%.

Por muitos anos de carreira que tenhas a ter, por muita cagança que tenhas... nunca vais conseguir "sacar" dois títulos desta forma...

Sem o "Lotopegui Effect", terias saído do Benfica como um treinador fantástico que nunca percebeu a Europa dos grandes e em seis anos perdeu duas vezes para Vitor Pereira - o que em si já é uma frase suficientemente humilhante - e outra para um tipo que só ganhou mesmo ao Jesus - o Villas Boas. Juntar a isto perder um título para o Lotopegui... era melhor guardares a cagança e fugires mesmo para o Qatar.

O problema disto tudo, na minha opinião, é uma carta que não contas e que eu acredito de coração que te vai lixar os 25% e ficar com os 75% do Lotopegui. Chama-se Rui Vitória e vai ser campeão este ano, agradecendo que não tens meios para mais no Sporting - que sempre foi a única forma de venceres - e agradecendo que Pinto da Costa só em Junho pode ter o Villas Boas de volta.

Ah não sabias? Pois é... o rapaz está de volta, o teu carrasco!

Vieira amanhã terá mais um dia de glória. Mas não o Benfica.

Avatar
 ●  90 comentários  ● 

Antecipo este post para hoje, pois amanhã teremos festa no Marquês de Pombal com o anúncio público do contrato Benfica/NOS, já que são esses os títulos que excitam alguns benfiquistas dos tempos modernos.

De facto, este contrato aparece num momento fundamental para Vieira, assim como o anúncio da passagem dos jogos na Luz para a Benfica TV surgiu num momento sensível. Vieira é tão inseguro do seu benfiquismo e de si próprio como presidente que até teve receio de perder para um candidato tão fraco como Rangel, tendo-lhe até oferecido uma cadeira de vice-presidente. Curioso.

A gestão da saída de Jorge Jesus foi miserável, a preparação desta temporada foi de uma incompetência neolítica, as contratações com uma ou outra excepção foram também elas reveladoras de uma incapacidade de suprir as reais necessidades do plantel.

Tudo decidido não por Rui Costa, por Lourenço Coelho ou por outro “gestor” de prateleira. Tudo decidido por Luis Filipe Vieira como o próprio deixou bem claro na reportagem de propaganda emitida na SIC.

Na realidade, o chavão dos 400M e o entusiasmo com que foi recebido pelos adeptos do Sport Lisboa e Vieira é a cortina de fumo ideal para encobrir a incapacidade de Luis Filipe Vieira para gerir o futebol do Sport Lisboa e Benfica, que mais uma vez esta temporada ficou bem patente.

A estratégia de propaganda de Vieira e da sua corte foi primeiro bater no Jorge Jesus meses a fio apontando ao ex-treinador todos os defeitos e mais alguns. Foi a invenção da história dos telefonemas e das mensagens e foram as declarações ridículas daqueles benfiquistas de ocasião que trabalham para a propaganda. Curioso é que quando neste mesmo blogue foram denunciados os vícios e decisões ruinosas de Jorge Jesus dentro do Benfica, preferiram desmentir e até atacar quem fazia eco dessas mesmas acusações. Foi preciso Jorge Jesus sair para um rival para agora dizerem tudo o que negaram.

Por isso é que discordo do companheiro Benfica by GB quando se importa muito com a propaganda de sarjeta feita na TVI24 pelo Sporting. Eles não fazem mais que imitar o que Jesus lhes contou sobre o Benfica e sobre os contratados para comentar na internet. Não é por acaso que aquele lixo televisivo das noites de segunda feira na TVI24 tem os comentadores que tem. Guerra, Pina ou Serrão são todos a mesma tralha. Só muda a cor.

Luis Filipe Vieira só não sai agora do Benfica porque realmente o Benfica não é o Alverca. Ainda há muito por gastar.

O passivo existente foi construído pelo próprio Vieira. As obras de betão estão todas por pagar.

Só ingénuos é que podem acreditar que os valores pagos pela NOS irão servir para pagar passivo. As tão festejadas vendas milionárias dos últimos anos não serviram para abater nada. Vamos ter com este contrato um “agora é que vai ser”? Ao fim de 15 anos?

Os anúncios bombásticos não vão parar por aqui. Até porque a temporada prevê-se fraca de resultados e é preciso acenar com outra cenourinha grande até à data das eleições.

É preciso mascarar que este presidente não faz mais que espatifar milhões e vale zero como gestor desportivo. Qual será a razão pela qual Vieira não abdica de gerir aquilo para qual revela uma incompetência gigantesca?

O que vale um presidente que em 15 anos de gestão do futebol do Benfica só ganhou 4 títulos de campeão, 3 dos quais despejando um camião milhões de euros (que estão por pagar), e que assistiu ao período de maior sucesso do rival dos últimos 30 anos que até 3 competições europeias venceu?

Que real importância tem um presidente que perante um suposto período de enorme sucesso afinal vê cerca de 100 mil sócios abandonarem o clube, num universo de 14M de adeptos?

De que serve um presidente que só tem coragem de falar num púlpito numa Casa do Benfica, mas que fica calado nas AG'S? Que perante o anúncio do acordo da NOS não faz uma comunicação aos sócios mas prefere dar mais uma entrevista de propaganda, neste caso ao Expresso?

E que adeptos são estes que colocam Rui Vitória na linha de fogo do pelotão de fuzilamento mas preferem ignorar quem o escolheu? Benfiquistas exigentes ou seguidores de pessoas?

Quem aceitou que o Benfica pagasse mais de 20M de euros por um Raul Jimenez e Pizzi, mas que foi muito “sovina” em manter Siqueira? Será que foi porque o Atlético Madrid precisava na altura de um defesa esquerdo?

Quantos treinadores já contratou Vieira? Quantos jogadores?

Que treinador resistiria num clube com a ambição do Benfica se só tivesse vencido 4 em 15?

Amanhã teremos um dia em grande para a propaganda de Luis Filipe Vieira. Cá estaremos para analisar o acordo.

Mas não há milhões que mascarem que Luis Filipe Vieira é um péssimo gestor do futebol. E que não abdica de o ser. Porque será?

Percebam: É muito mais que estratégia, é necessidade!

Avatar
 ●  59 comentários  ● 

No ultimo fim de semana dei-me ao trabalho de ver pela primeira vez o "show burlesco" de José Pina no programa da TVI e retive uma e apenas uma situação:

- Como bem identificou Pedro Guerra - cuja argumentação em continua a irritar de tão propagandista -  o rapazinho da foto vai para o programa como "papagaio" das já aqui varias vezes denunciadas agências de comunicação.

Há uma clara necessidade de criar uma propaganda junto dos adeptos do Sporting, Não é apenas uma estratégia, eles precisam de criar esta propaganda para assegurar a união dos sportinguistas em torno da causa sem olharem para os erros de casting e de percurso que o presidente deles vai cometendo.

O rapaz disponibilizou-se para ir para ali com o computador receber informação em tempo real de fora do estudio para ir criando a agenda do programa sempre os mesmo sentido: Ataque ao Benfica.

Já chegaram ao ponto ridículo de se unirem, o papagaio e o Serrão, no ataque ao Pedro Guerra e de combinarem em direto o que lhe dizer.

Pelo caminho, a mensagem mais importante o Pedro Guerra já lhe vai dizendo, mas creio que tem que enfatizar mais: "leia lá melhor o que lhe estão a dizer aí no computador".

O "papagaio de propaganda" vai para lá com uma preparação prévia nos escritórios da SAD e com uma equipa de comunicação que depois o vão acompanhando em direto para criar as piadolas e as provocações que fazem os sportinguistas vibrar com a ilusão e sensação de superioridade.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Falta a LFV ser Mestre também a falar ao coração dos Benfiquistas

Avatar
 ●  25 comentários  ● 
Difícil, cada vez mais difícil avaliar tudo aquilo que se passa no Benfica este ano. Se futebolisticamente a época não tem sido famosa, surgem pois de repente estas bandeiras dos 400 milhões, a bandeira do fabricante dos pneus, milhões à catadupa, a bandeira da formação no seu ponto mais alto, e de repente, eh pá, de repente um gajo fica sem saber bem o que dizer, porque o que parece importar não é mais o presente e o que se vive neste momento, mas o futuro e aquilo que estará para vir, sem ninguém saber ao certo se virá ou não.

Da minha parte, encantado da vida com tanto milhão. Encantado sim, mas não iludido, e ainda longe de convencido que isto venha a significar aquilo que muitos pressupõe desde logo.

Como disse, encantado com os milhões. Serve isto para alterar as minhas ideias em relação ao Presidente Luís Filipe Vieira? Da minha parte, claro que não. Porque esta é a faceta que sempre aqui elogiei em LFV desde o primeiro dia que escrevo neste blogue. Aqui disse desde sempre, que com LFV no gabinete, e com treinadores ou diretores de futebol no relvado, as coisas sempre estariam bem.

Aqui disse desde sempre que a função de LFV acima de qualquer outra é conseguir receitas que suportem a ambição dos Benfiquistas. Sim, porque sem capacidade de investimento tudo se esfuma. E como se conseguem receitas? Com ideias, com inovação, com organização, com credibilidade, e aqui, LFV sempre esteve na linha da frente... Mas também com vitórias no futebol, e essas não têm sido tantas como isso.

O meu problema, e aqui também sempre o disse, é quando LFV acha que percebe de futebol e que também pode pensar e gerir essa pasta, e aí, eh pá, estamos fartinhos de saber que não pode. E não pode porque não sabe. E não pode porque quando pensa que sabe e decide tocar, dá merda quase sempre.

Comentando agora a bandeira da formação, também aqui estou longe de poder celebrar o quer que seja... Repare-se: alguns miúdos têm mostrado talento? Indiscutivelmente. Estão a justificar a aposta que se tem feito neles? Claramente. Estão a tornar o Benfica mais forte em relação àquilo que foi num passado recente? Aqui acho que não MAS...

Podem tornar o Benfica mais forte sim, num futuro muito próximo, assim continuem a evoluir entre nós...

Mas este é o senão, e o futuro próximo e as decisões que se tomarem em relação a estes miúdos, serão a resposta às dúvidas que sempre aqui levantei ao longo do tempo e que preciso de ver esclarecidas, não pelas palavras, mas por ações.

Nós já vimos André Gomes sair, Bernardo e Cancelo sair... Mas aqui pois, embora eu não aceite isso como a verdade, foi deveras conveniente culpar o treinador anterior por essas vendas... e a desculpa serviu para apaziguar a ira dos sócios.

A minha opinião, claro, é que isso são desculpas. As cláusulas de venda foram colocadas nos contratos, porque a Direção do Benfica sempre quis vender os miúdos. Se não quisesse vender os miúdos, não colocava cláusulas nenhumas e mantinha, no mínimo, as opções em aberto, para mais quando pelos vistos a ideia sempre fora trocar de treinador.

Mas agora, JJ já não é desculpa. E nenhum Benfiquista vai entender ver algum destes miúdos ser vendido nos próximos três anos por valores abaixo das clausulas de rescisão que têm de ser altíssimas.

Esta aposta Benfica Made in Benfica só faz sentido se for para manter os miúdos. Para vender logo não faz sentido nenhum. As dores de crescimento só se justificam se servirem para chegar a um estágio em que se possa jogar sem dores de crescimento, com uma equipa adulta e perto do máximo do seu potencial.

E é por isso que toda e qualquer análise nesta altura é prematura e redutora... Repare-se, já se diz que o Sporting até pode ganhar um ou dois títulos que o futuro é nosso... Que o que conta não é o imediato mas o futuro que virá a seguir... Já se fazem esboços do Benfica do futuro, com “onzes” de sonho, na esperança, claro, que os miúdos não saiam... Mas podem sair, como do Benfica sempre saíram os grandes jogadores, de Portugal ou da China!

O Benfica até já pode não ser campeão este ano, porque se está a preparar para o ser 15 vezes nos próximos 20 anos! Rui Vitória até pode continuar a não mostrar muito, mas tem de ficar porque está a “fabricar” talento... que não sabemos se ficará ou não.

Estarei a ser pessimista na minha essência? Claro que não! Também eu sei olhar o futuro e sonhar... E também eu reconheço que estes novos milhões que se anunciam e esta miudagem nova pode ser um passo de gigante em relação a um futuro de sucesso do Sport Lisboa e Benfica e à hegemonia do futebol português.

Pode de facto ser o princípio do futuro risonho... Mas também pode não o vir a ser se Luís Filipe Vieira continuar a falhar onde tem falhado quase sempre, e onde este ano mais uma vez falhou, no “core business” do clube, o futebol!

Podem vir muitos milhões e até muitos miúdos e muitos recursos, mas tem de ser bem aplicados, e é essa certeza de que mais uma vez estou muito longe de ter...

Continuo a achar que Luís Filipe Vieira está muito longe de ter contratado este ano um grande treinador, tal como está muitíssimo longe de ter descansado quem quer que seja quanto à sua visão e competência, com a sua política de contratações dos últimos três anos, que tem sido, no mínimo, um desastre!

E este era o ano da viragem mas... que viragem? Até ver, há miúdos sim! Mas há também muito coxo contratado, e muito Jiménez mal gasto, pelo que não creio que os custos com o futebol tenham descido por aí alem!

O que não falta por aí são clubes riquíssimos, que tudo esbanjam e que tudo perdem, porque de facto, quando têm de decidir as matérias da bola e do campo são uns profundos incompetentes...


E é isto que falta a LFV provar... Que pode ser Mestre também nas decisões que são mais próximas aos corações dos Benfiquistas!

GIGANTE

Avatar
 ●  42 comentários  ● 

Aos 18 aninhos, e acabado de chegar à equipa, foi o "Bulo" que carregou a equipa para acreditar no empate até ao fim, contra "apenas" o segundo classificado da Liga Espanhola e finalista vencido da última final da Champios...

Assim, por muito que queiramos... torna-se impossível segurar o rapaz no nosso país!

SL Benfica 1 - Atlético Madrid 2

Avatar
 ●  73 comentários  ● 

Parabéns a Rui Vitória e aos jogadores por uma boa primeira parte desta campanha da Champions.

O mínimo que se pedia era a passagem aos oitavos de final e isso foi conseguido sem sofrimento.

O jogo de hoje foi clarificador, mais uma vez.

Numa equipa com as ambições do Benfica não têm lugar jogadores como Jardel, Eliseu ou Pizzi.
Agradeçam os dois golos do Atlético Madrid ao Eliseu que coloca em jogo o jogador do Atlético e ao Jardel por mais uma vez ser comido numa antecipação.

Jonas continua um inútil peso morto. Mitroglou tem que ser titular sempre. É um goleador, tem faro de baliza e dá à equipa o que mais nenhum dá.

Renato Sanches é do outro mundo. Em atitude e em qualidade, com tanto que ainda tem para aprender.

Lisandro tem que ser titular. Bem melhor que Jardel em tudo.

Será inaceitável que em Janeiro não se contrate finalmente um defesa esquerdo, um central e um construtor de jogo. Isso ainda não é óbvio para todos??

Depois culpem o treinador!

Falir Sete Empresas ou Transformar uma numa empresa de Top Mundial?

Avatar
 ●  36 comentários  ● 

Enquanto do outro lado da segunda circular se assiste a uma atitude típica de quem "despeja dinheiro" em cima de problemas para fingir que eles não existem e se inventam guerras com todos para esconder as ineficiências... no SLBenfica trabalha-se com uma visão de longo prazo capaz de transformar o SLBenfica num clube, primeiro, e numa empresa, depois, sustentável nas próximas décadas.

Percebo pouco de esquemas financeiros, mas sei que ter aqueles VMOCs de 127M€, ter tido um perdão brutal de dívida e ainda ter um passivo de 232M€ e um Ativo de 239M€ é bem pior do que ter um passivo de 423M€ e um ativo de 445M sem perdões, nem VMOCs, nem accionistas individuais com 20% da SAD (and growing!)...

Apesar de estarmos melhores financeiramente, a prioridade do SLBenfica tem sido na contratação de jogadores muito jovens, de grande dimensão emocional e grande compromisso com a mística do clube e com enormíssimo potencial desportivo: Nelson Semedo, Gonçalo Guedes e Renato Sanches... que contrastam com outros "jovens" com salários baixos como Scherlotto, Aquilani, Guitierrez, Ruiz ou agora Quaresma e Miguel Veloso, que chegaram ou estão para chegar a Alvalade.

Mesmo com uma solidez financeira muitíssimo mais evidente, o SLBenfica optou por investir num treinador com tudo por provar mas comprometido com o desígnio de sustentabilidade e dimensão do Clube acima de tudo ao invés de investir mais de 5M€ por ano num treinador - fora a "corja" de parasitas contratados para gravitar à volta dele e... um camarote para a familia e amigos.

Curiosamente, muito do que aqui estou a escrever por oposição à estratégia do Benfica encontrada no Sporting, caracterizou precisamente o SLBenfica e antes (noutra dimensão) o Sporting Braga e (ainda noutra dimensão) o Belenenses em anos anteriores... curiosamente todos passaram por uma reestruturação financeira para re-equilibrar as contas. Curiosamente, quando melhor os clubes estiveram preparados na base, menos problemas tiveram em recuperar... porém houve um que não conseguiu - Belenenses.

A única forma que o SLBenfica teve de viver esta bolha de exagero económico-financeiro foi apoiar-se nos seus parceiros financeiros (BES/NovoBanco e MBCP) e, suportar-se na capacidade de contrair crédito/dívida. Esta mesma via, mas com menos sucesso desportivo, foi seguida pelos concorrentes direitos (FCPorto e SportingCP)...

... Com uma forte contração económica do mundo do futebol, com a restrição ao crédito, o SLBenfica virou o rumo conforme exposto e segue agora uma linha de recuperação de todo esse esforço, da criação dessa bolha de dívida que visou sacrificar os caprichos de uma política desportiva desfasada da realidade.

Mas ainda assim... mesmo com toda esta assimetria que já daria para sustentar a opção do SLBenfica nesta temporada, o SLBenfica avançou no último ano e meio para quatro parcerias que irão assegurar que as receitas desses acordos permitirão ao clube pagar uma parte relevante da dívida com juros mais elevados (eliminando serviço da dívida) ao mesmo tempo que garante injeção de capital para suportar as normais necessidades de financiamento de uma empresa desta dimensão.

Emirates e Yokohama são dois parceiros asiáticos que complementam os acordos com o líder mundial Adidas e com o líder nacional, NOS. Precisamente linhas de parceria que outros tentaram e com quem não conseguiram estabelecer quaisquer parcerias.

Da minha parte, outros podem continuar a falar, a provocar, a comprar guerras... podem até assentar fazer "all in" para vencer um campeonato e justificar a venda da maioria do clube a um accionista individual (Alvaro Sobrinho) na senda do sonho de que será o desejado Abramovich... mas os resultados estão à vista e a situação em Angola também.

Eu da minha parte não me importo que tenham alimentem essa ideia este ano... porque com a reestruturação desportiva, económica, financeira e estrutural do SLBenfica, ao contrário de outros, não vamos se calhar ganhar este ano (ou até iremos!), mas vamos seguramente ganhar muitas vezes nos próximos anos.

Este sim, a ser verdade, será um grande negócio.

Avatar
 ●  75 comentários  ● 

" Benfica prepara-se parra assegurar 100 milhões de euros através do namig do estádio. O processo de cedência dos direitos do nome do recinto encarnado está muito perto da conclusão. O negócio será realizado com a empresa japonesa de pneus Yokohama e envolve a entrega de dez milhões de euros por ano, revela o diário desportivo O Jogo.

A previsão é que o contrato tenha a duração de dez anos. Recorde-se que o clube encarnado concretizou um outro acordo com a NOS que representa um encaixe de 400 milhões de euros pela transmissão televisiva dos jogos realizados em casa."

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/desporto/futebol/detalhe/benfica_muda_nome_do_estadio_da_luz.html

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

400 milhões - a expressão do momento.

Avatar
 ●  112 comentários  ● 

400 milhões de euros.

O número que veio baralhar tudo, a começar pelos próprios benfiquistas:

Parece que afinal não serão 400M€/10. Veremos quanto terá a receber o Benfica já na primeira temporada e nas duas seguintes e em que condições.

Veremos também se o Benfica poderá rescindir o contrato ao fim de 3 anos.

A Sportv fica novamente com o monopólio. Afinal os que davam o canal oficioso do FC Porto como morto e enterrado foram os primeiros a devolver-lhe o único activo que mantinha aquilo de pé: os jogos na Luz. Anunciaram depois de dia 30/11/2015 para não haver cá contestatários a rescindir sem indemnização. “Sim, sim, o sistema está morto”, gritam alguns. Querem ver que a Sportv entretanto mudou a direcção e os jornalistas que lá estavam? Os donos são outros? Que melhor maneira de centralizar sem fazer centralização? Esta!

A Benfica TV, ou BTV, de bandeira da independência do Benfica de repente e sem qualquer indicação pública dada aos sócios, é exterminada. O que vão fazer agora com os jornalistas contratados e já com nome na praça para relatar os jogos e que acreditaram no projecto da BTV? O Hélder Conduto vai relatar jogos dos juniores? Que receitas terá a Benfica TV para manter os vencimentos pagos a estes profissionais? Será que a Benfica TV vai ter condições de manter directores a auferir 12.000€/mês?

Também de forma surpreendente, uma empresa como a Sportv que acumulava resultados negativos e que não tinha uma situação saudável, como o próprio presidente azul da NOS dizia em Outubro, resgata os direitos da Liga Inglesa superando financeiramente outras propostas. Parece que o petróleo não apareceu só em Alvalade.

Este negócio, em tese, não parece mau à luz do que vale o mercado português. Mas avaliar a marca Benfica apenas pelo mercado português é não ter o real conhecimento do que realmente é o Benfica. E da avidez por conteúdos nacionais que existe junto dos milhões de emigrantes e descendentes de emigrantes, por exemplo.

Também pensar que um negócio de direitos televisivos exclui outro filão que é o da publicidade estática e não só é querer esconder a sua grande valia para quem a controla.

A avaliar pela excitação que este negócio provocou junto de alguns, a sportinguização de alguns sectores do Benfica está completa. Só falta irem para o Marquês festejar.

Com esta cortina de fumo, Luis Filipe Vieira consegue várias coisas. Ficará para outro post.

O Jesus recebe por fora? Naaah...

Avatar
 ●  47 comentários  ● 
Estou chocado, o CM diz hoje na capa que o Jesus recebe por fora em transferências de jogadores através do advogado... Naaaah! Que espanto...

O que eu ainda me vou rir disto...

Avatar
 ●  20 comentários  ● 
Lembram-se deste tópico Ai é? Ai é na China... então tooooma! e da cagança que o gordo tinha antes da viagem? Esperemos, então...

domingo, 6 de dezembro de 2015

O senhor que se segue! Ele está a chegar...

Avatar
 ●  23 comentários  ● 

Outro que não engana, que não é preciso ser uma grande conhecedor do futebol para perceber a dimensão fabulosa do seu futebol...

João Carvalho, é o nome... e os anos de águia ao peito são já imensos, mas a qualidade nunca enganou!

Podem começar a sonhar com o meio campo com o Renato Sanches e o João Carvalho. O futuro não está assim tão distante... não será esta época, mas seguramente que ainda será visto esta época.

O negócio que se segue...!

Avatar
 ●  44 comentários  ● 

Bem sei que há quem até tenha dificuldade em ter parceiro para as camisolas...
... que tem as receitas hipotecadas...
... e que até tem planos para ceder a maioria do capital da SAD a troco de um ou dois títulos de campeão.

Por cá a história é outra... quase que queremos que ganhem esses um ou dois títulos no curto prazo - porque isso basicamente quererá dizer que nunca mais ganharão outro nas próximas décadas - e por isso estamos focados em olhar de frente o momento económico para tirar dele o melhor para a sustentabilidade do SLBenfica.

Por cá, depois do Semedo, da Emirates, do Guedes, da Adidas, do Renato, da NOS e enquanto preparamos o Nuno e o João, ainda antes do Natal pode ser anunciado mais um grande negócio para o futuro do SLBenfica.

Eu, porque sei pouco mais que isto, arrisco a minha previsão:

O Naming do Estádio por uma grande marca Mundial, em mais um negócio para a história do futebol português.

... ficamos à espera do que interessa no Benfica, enquanto os que se dizem realmente bons (they wish!) ganham jogos seguidos "à pele", com penaltys oferecidos e com os seus guarda-redes a serem os melhores em campo.

O amigo Baixinho.

Avatar
 ●  17 comentários  ● 

Outro que deveria ter vergonha e abandonar o futebol.

ranking