O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 2 de junho de 2018

ESCÂNDALO: Bruno de Carvalho ARRASOU o Sporting! Principais jogadores RESCINDEM!

Avatar
 ●  83 comentários  ● 


Muita gente esquece-se de um célebre Caso Miguel vs Benfica! 
Dias Ferreira (Sporting) era um dos advogados de Miguel!

Vamos lá relembrar o que foi dito na comunicação social:

"Este é um caso que tem quase dez anos e que se tem arrastado por várias instâncias da justiça. 
Recorde-se que em 2005 Miguel rescindiu com o Benfica, alegando justa causa, e assinou pelo Valencia como jogador livre. 
O Benfica apresentou queixa na Comissão Arbitral Paritária da Liga, que deu razão ao clube.
No entanto Miguel recorreu para os tribunais civis e estes anularam a decisão da Comissão Arbitral Paritária.
 A SAD do Benfica instaurou então um processo no Tribunal de Trabalho contra Miguel e acionou também o empresário do jogador, Paulo Barbosa.
O clube pedia a Miguel uma indemnização de 7,5 milhões de euros e ao empresário outra indemnização de cinco milhões de euros.
O tribunal decidiu porém a favor de Miguel e de Paulo Barbosa, pelo que o Benfica recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa, que voltou a decidir contra o clube, e depois para o Supremo Tribunal de Justiça.
 Este voltou a decidir, num primeiro momento, a favor de jogador e empresário.
O Benfica pediu então para que o caso fosse apreciado por uma conferência de juízes, que esta quarta-feira aceitou analisar o recurso.
O Supremo Tribunal de Justiça vai agora começar a receber a documentação relativa ao processo (2014)."
http://www.maisfutebol.iol.pt/liga/benfica-miguel/supremo-aceita-analisar-recurso-do-benfica-no-caso-miguel 

Na altura não houve "mandantes", ameaças, invasões, agressões ... nada, e mesmo assim o Benfica ganhou e perdeu em muitas instâncias!

Boa sorte Sporting, com 10 anos de justiça pela frente!

Depois de Rui Patricío e Podence, mais se seguirão ... William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes, Battaglia, Acuña, Bas Dost ... tal como tinha avisado! 
O Sporting vai ficar sem 150M€ e Bruno de Carvalho vai arruinar as 2 próximas épocas, em termos financeiros ... sem financiamento da Banca e sem vendas de jogadores!

Vai ser a ruína definitiva do Sporting e da SAD.

Não me lembro de tanta "indignação" dos Sportinguistas no verão quente de 1993 quando Sousa Cintra roubou Pacheco e Paulo Sousa, ou desde 2005 quando Dias Ferreira aconselhou o ex-jogador do Benfica Miguel, a rescindir.

#OMelhorEstáParaVir
#VerãoQuente2018

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Não sejamos hipócritas nem falsos como os outros.

Avatar
 ●  168 comentários  ● 


Verão de 1993. Em resultado de dificuldades financeiras por parte do SL Benfica, o presidente do Sporting Clube de Portugal resolve assediar os jogadores do Glorioso.

Pacheco, um daqueles que levantava o estádio com as suas arrancadas, e Paulo Sousa, o trinco que encantava o mundo do futebol, rescindem com o SL Benfica e assinam pelo Sporting. 

Se Pacheco estava descontente por uma menor utilização e falta de protagonismo na equipa, Paulo Sousa era já um pilar da equipa. Uma referência que dificilmente faria mais de uma temporada adicional na Luz de tão cobiçado que era. 

Foi vergonhosa a forma como foi aproveitada uma situação de fragilidade do clube alguém que teria que ser grato ao clube e às situações pessoais que o presidente de então, Jorge de Brito, lhe tinha solucionado, abandona o SL Benfica sem qualquer remorso.

Nesse momento em que o SL Benfica estava vulnerável, o presidente do Sporting Sousa Cintra não olhou a meios para ser campeão. Só não foi João Vieira Pinto, que voltou atrás e acabou por não rescindir.

Seria determinante no jogo decisivo do campeonato, o 3-6 histórico em Alvalade.

Foi dos momentos mais difíceis do nosso clube. E nessa altura, sem qualquer ética ou respeito, o Sporting de Sousa Cintra rasgou o respeito cultivado por João Rocha, um sportinguista à antiga, e agiu de forma traiçoeira. 


Porque trago este tema à baila hoje? Bem, o momento do Sporting é caótico. Já se percebeu, e o que Rui Patrício descreve no seu pedido de rescisão não deixa margem para dúvidas, que este Sporting de Bruno de Carvalho não quer alguns jogadores e não pode lavar as mãos do que se passou em Alcochete.

E de facto o que se passou em Alcochete reveste-se de uma gravidade enorme.



Duvido que tenha havido algum outro benfiquista que tenha lembrado e defendido o regresso de um tempo em que SL Benfica, Sporting CP e Belenenses FC eram o garante da legalidade do futebol português. O tempo em que mantinham uma rivalidade gigante mas sabiam agir correctamente e com respeito fora das 4 linhas.

Não foi por acaso que durante muitos anos havia um acordo verbal entre os 3 grandes de Lisboa que a cadeira de presidente da Federação Portuguesa de Futebol nunca seria ocupada por ninguém ligado ao clube que não sabia respeitar os outros: o FC Porto.

Defendi, quando BdC chegou ao Sporting, um entendimento entre SLB e SCP para erradicarem do nosso futebol PdC e o FCP manipulador.

E por muito que neguem alguns encontros exploratórios desse entendimento...eles existiram. Só não produziram frutos porque ambos queriam a mesma coisa: dominar.

Para mal do nosso futebol, o clima de ódio é uma realidade. Não há ninguém nos 3 grandes que possa dizer que está inocente. Ninguém.

Mas neste momento não é altura de misericórdia ou hipocrisia.

Este Sporting de Bruno de Carvalho pode ser muita coisa...mas não é o Sporting rival que me habituei a respeitar. É outra coisa qualquer...é um FC Porto dos anos 80. É desprezível.

Portanto, e mesmo sabendo que será uma decisão difícil para os atletas, é altura de o SL Benfica deixar-se de "merdas" e procurar no Sporting e nos atletas desavindos 2 ou 3 reforços. A nação benfiquista saberá recebê-los e protegê-los.

Rui Patrício, Gelson ou Bruno Fernandes seriam muito bem vindos, por exemplo. Poderão haver mais, mas estes seriam 3 grandes reforços.

Rui Patrício é um GR maduro, seguro, ao contrário do que foi no passado. Gelson e Bruno Fernandes são grandes jogadores com um grande futuro.

Do outro lado, meus caros, está um ser desprezível capaz de qualquer coisa, quer contra o seu próprio clube quer contra o SL Benfica. Não merece qualquer respeito.

Não é contra o Sporting Clube de Portugal. É contra um abrigo de um lunático que só vai continuar a apelar ao ódio, à violência e que não parará...

É altura de saldarmos contas em aberto desde 1993.

Alguém tem a coragem de contestar a "justa causa"? Vem para o SLB, Patrício...!

Avatar
 ●  85 comentários  ● 

Da maneira que isto está a andar no futebol português...

Avatar
 ●  33 comentários  ● 

...ainda vamos ver João Vale e Azevedo canonizado.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Rui Vitória, um treinador à imagem de Zidane no Real Madrid

Avatar
 ●  54 comentários  ● 

Zidane conquistou três Ligas dos Campeões pelo Real Madrid em três épocas ao comando do colosso espanhol. No mesmo período de tempo conquistou ainda um Campeonato espanhol. Fosse este feito conseguido por um José Mourinho ou um Guardiola por exemplo, e os seus nomes seriam levados ao Olimpo. Não creio que seja o caso de Zidane...

Pode o futuro próximo desmentir-me, mas não creio que o extraordinário feito de Zidane ao serviço do Real Madrid o tenha catapultado para o topo da lista dos melhores treinadores do mundo nem para a lista dos treinadores desempregados que serão imediatamente disputados pelos melhores clubes da Europa.

Zidane sai do Real Madrid pelo seu pé e pela porta grande e o que fez em três anos ninguém apagará nunca mas... Não creio que esta seja uma saída que tenha desapontado muito Florentino Perez.

Há no meu entender uma diferença abissal entre um treinador que provou (e Zidane provou) ter sido exímio a gerir um plantel que herdou e que soube rentabilizar ao máximo, de outro treinador que estruturou o plantel, que escolheu peça por peça tendo em conta uma ideia de jogo que depois se expressa no campo com brilhantismo.

Impossível neste contexto não apreciar o trabalho de Pochentino no Tottenham por exemplo, de Leonardo Jardim no Mónaco ou de Guardiola no Man City. Poderia acrescentar Klopp no Liverpool que devagarinho vai fazendo do Liverpool uma equipa que se percebe ser à sua imagem.

Isto para dizer o quê? Que Zidane não fez no Real Madrid grande trabalho de construção nem tem provas dadas neste campo. À sua escala Zidane foi no Real Madrid um pouco do que Rui Vitória é no Benfica, um treinador de vacas magras e que aceita quase tudo o que lhe impõe de cima.

Zidane entra no Real Madrid em Janeiro de 2015 e no final dessa época limitou-se a gastar 30 milhões de euros em Morata que foi repescado à Juventus e que até acabou por nem singrar em Madrid. No final da época 2016/2017 Zidane voltou a gastar no mercado 40 milhões de euros em dois miúdos de nome Hernandez e Ceballos.

Estamos portanto a falar do Real Madrid, um clube de MUITOS milhões todos os anos que em dois defesos deu a Zidane apenas 70 milhões de euros que nem tiveram aplicação prática no seu habitual 11 titular.

Zidane geriu portanto o que havia (e que no Real Madrid é sempre de primeiríssima qualidade) e apostou na sua cantera. E geriu muitíssimo bem, colocando os jogadores nas posições certas, gerindo egos e "inventando" Casemiro. Mas percebe-se também que a equipa do Real Madrid está em fim de ciclo, que tem de ser renovada, e que este será um defeso em que o Real Madrid deverá voltar a gastar muitos milhões no mercado para construir as bases do Real Madrid do futuro. E é aqui que creio existirem muitas dúvidas de que Zidane fosse o homem certo para essa tarefa.

Entendo portanto a saída de Zidane do Real pelo seu pé (aparentemente), mas ao mesmo tempo acredito que o próprio Florentino Peres já planeava (e queria) esta saída e que o que faz sentido na sua cabeça é que os 300 ou 400 milhões de nova “mercadoria” sejam investidos tendo por base as ideias do treinador do novo ciclo que seguramente será um já com provas dadas também na área de construções de plantéis e que exige ser ele a tomar as decisões (aposto em Pochentino), o que não é o caso de Zidane.

Tudo isto para fazer um paralelismo com Rui Vitória no Benfica, numa altura em que, parece-me, o Benfica já reconheceu erros cometidos na época passada e se prepara para investir forte este ano depois de 2/3 anos de vacas magras.

E neste contexto parece-me que Rui Vitória, se iniciar a próxima época o fará numa posição frágil, e que precisa de garantir a qualificação para a Liga dos Campeões e começar bem o campeonato para voltar a ter os adeptos do Benfica maioritariamente do seu lado. 

Não começando bem, a situação de Rui Vitória pode complicar-se muito rapidamente, correndo-se o risco que por exemplo no Real Madrid se quis evitar desde já, de se reconstruir um plantel à imagem de Rui Vitória para daqui a 4/5 meses termos de estar a contratar um novo treinador e já não ter dinheiro para lhe permitir grandes retoques.

Veremos portanto aquilo que nos traz a nova época mas, uma coisa parece-me certa, Rui Vitória parte para 2018/2019 numa posição fragilizada e sem grande espaço de manobra junto dos adeptos, o plantel do Benfica precisa de ser reconstruído quase de base e tenho muitas dúvidas que haja da parte dos Benfiquistas uma confiança cega de que Rui Vitória seja o homem certo para dar corpo a essa tarefa, até tendo por base o seu histórico recente no aproveitamento de jogadores como Carrilho, Zivkovic, Cervi, Rafa ou Jimenez por exemplo.


Marco Silva no Everton. Quem virá para o lugar de Rui Vitória?

Avatar
 ●  138 comentários  ● 


Boa sorte Marco Silva. Pena que não tenhas vindo. 

Era o meu preferido para o lugar de treinador do SL Benfica. Já o é desde 2012. Não será desta.

Bem sei que sai reforçada a ideia de que Vieira quer manter Rui Vitória no lugar de treinador. Será o seu maior erro de Vieira. 

Está à vista que Rui Vitória não prepara a equipa como o deveria fazer, a este nível. 

Jogo exterior? Zero. Não fazem um remate de longe.

Bolas paradas? Zero. Não há uma jogada ensaiada e quando temos 1 ou 2 jogadores com classe para marcar essas bolas, RV opta quase sempre por outro jogador sem o mesmo nível. É tudo feito em cima do joelho e como calhar.

Fio de jogo? Zero. As individualidades é que deram os 2 campeonatos a RV. E é evidente que com a diminuição de qualidade do plantel as insuficiências de treino e estratégia ficam expostas.

Incapacidade do discurso acompanhar a realidade: RV pode de facto falar bem, ser educado e conciso, mas falta-lhe algo: as suas palavras têm que acompanhar a realidade. 

Enquanto a equipa falhava nos momentos chaves da temporada, fosse a Champions, as Taças nacionais ou o jogo com o FC Porto na Luz, RV via sempre pontos positivos que num clube como o SL Benfica, não existem. 

Lá no Guimarães ou em clubes de menor dimensão, perder por 1, ter feito uma boa primeira parte, ter gostado da atitude dos jogadores...isso pode servir. No SL Benfica, vencer é a principal ambição e querer que se acredite que perder não faz mal, como RV passou a temporada a "vender", não se coaduna com o SL Benfica.

Por isso é que Rui Vitória não se chateia por em 3 anos não ter ganho um único jogo ao FC Porto.

O SL Benfica só vai à qualificação da Champions por incompetência alheia. 

O SL Benfica precisa de um novo treinador, ambicioso, exigente, precisa de um novo ciclo. 

Nem Zidane, que vence 3 Champions seguidas, ficou no Real Madrid. 

Se Vieira insistir em Rui Vitória, que tenha a consciência que depois desta temporada miserável que por sua responsabilidade foi entregue de bandeja ao FC Porto, irá pela sarjeta abaixo com o treinador quando, infelizmente, as coisas não correrem como todos queríamos que corresse.

POR FAVOR, DEIXEM-ME VER FUTEBOL DESCANSADO!

Avatar
 ●  66 comentários  ● 
Comecei a “ir à bola” aos 6 anos pela mão do meu Pai. O Domingo era um dia especial em que se almoçava cedo para sair às 14.30 para o Estádio da Luz. O carro não ficava perto e o caminho, lado a lado com o meu Pai, era feito de sorriso na cara, a olhar para outros que se deslocavam para o estádio enquanto passeava orgulhoso o meu cachecol. 

A passagem do “túnel” por baixo da 2a circular e a subida da rampa era como o início de um momento especial aguardado a cada 15 dias.

O aparato em frente à porta principal, os “famosos da televisão” que por ali circulavam e lá íamos para a fila: “são dois bilhetes de sócio, por favor” dizia eu com galhardia. A troco de 1000$ (5€, agora) lá recebia os dois bilhetes que transportava como se fosse ouro até à entrada da porta 7.

Era sempre ali, sempre foi! Eu nem perguntava porque não íamos para outra “porta dos sócios”, sempre foi ali que o meu pai me levou. O “nosso sítio era ali”. Sempre foi com os meus irmãos e continuava a ser.

Eram mais de 90’ de pura paixão pelo clube e pelo futebol. Não sabíamos quem era o árbitro e na maior parte das vezes nem sabíamos quem eram os jogadores do adversário. Só dava Benfica! Não faziamos ideia de quem eram os árbitros, não tínhamos memória do último jogo que tinham feito, não se sabia sequer que raio de afiliação tinham.

Na central do lado do terceiro anel, os Diabos Vermelhos cantavam e exigiam dos jogadores, o estádio sempre bem composto não perdoava que não fossem 90’ a rotação máxima. Era duro jogar ali... não havia resultado que satisfizesse aqueles milhares.
No fim do jogo, fosse qual fosse o resultado, saímos felizes! Era o Benfica! Era o nosso clube, o resto “que se lixe”.

Quando havia jogos nos pavilhões, lá íamos nos a seguir ver o Basquete ou o Hóquei. A tarde que começara as 14.30, por vezes acabava com a chegada a casa já perto das 19.30...

MATARAM ISSO! TIRARAM-NOS O FUTEBOL!

Hoje “jogam” os presidentes, os diretores comunicação, os diretores jurídicos... e agora até os jornalistas. Jogam os árbitros, os delegados e observadores!
Hoje os jogadores se falham são corruptos, se acertam estão comprados! Hoje todos são contra alguém, hoje todos estão a cobro de alguém. 

Hoje quando chegamos ao estádio já vamos a espera de ver a atuação... o árbitro. De descobrir o jogador que vai facilitar. Durante o jogo já recebemos críticas dos rivais nas redes sociais. No fim do jogo parece que vimos jogos diferentes daqueles que falam do jogo, tais são as “estratégias de comunicação”.

Hoje os jornais desportivos já não são sobre desporto. São sobre corrupção, esquemas, acusações. 

Hoje os jornalistas fazem reportagens ardilosas como a de ontem na SIC onde tentam passar mensagens sem provar nada. Hoje os jornais fazem 12 capas consecutivas sobre um presidente.

... hoje já não são só os pontas de lança que marcam golos que vão coroar a estratégia do treinador. Agora são os jornalistas que marcam a agenda, não dos treinadores ou jogadores, mas do que os presidentes querem fazer acontecer.

Hoje os presidentes e as suas “entourage” vivem para acusar os rivais, muitas vezes para distrair do mal que fazem eles próprios ao futebol.

EU SÓ QUERIA “IR À BOLA” OUTRA VEZ!

Bem sei que não podem “varrer” do futebol todos estes jornalistas comprados, programas com objetivos claros, capas de jornais com uma agenda definida, presidentes que uns querem ser ditadores outros querem enriquecer à custa do lá adeptos. Bem sei que não podem acabar com os diretores das SAD que atuam como mandantes e mandados para por em prática essas agendas...


... MAS EU SÓ QUERIA VER FUTEBOL DESCANSADO! 

Acabou o monopólio da SportTV! Será?

Avatar
 ●  24 comentários  ● 

"Um dia depois de ter anunciado a aquisição dos direitos para Portugal da Liga dos Campeões e Liga espanhola, a Eleven Sports revelou ter chegado a acordo com a operadora NOWO para a distribuição dos seus canais no nosso país. O acordo, refira-se, foi também confirmado pela operadora.

Desta forma, a NOWO fica com os direitos de transmissão de todos os conteúdos da Eleven Sports, nomeadamente as duas provas acima citadas, estando igualmente prevista a criação de um canal, para lá do direito de revenda do mesmo a outras operadoras.

"O contrato que envolve a UEFA Champions League contempla 138 jogos por temporada, desde a fase final de qualificação até à final da prova e passando pela fase de grupos. Inclui também a Supertaça Europeia. O acordo que envolve a Liga Espanhola inclui todos os jogos da primeira divisão", esclarece o comunicado da NOWO." - Record.

----------------------------------------------

Ora, isto a ser concretizado desta forma, marca o fim do monopólio da SportTV em Portugal no que diz respeito ao futebol.

A Champions e a Liga Espanhola são dos conteúdos mais vistos em qualquer operador. Ficam a faltar a Liga Inglesa e os jogos do SL Benfica na Luz já que os fora, como se comprovou nos últimos anos, não chegaram para salvar a SportTV da quase ruína.

Também é de realçar que o acordo é feito com o único operador que não é acionista da SportTV:


Será que isto vai obrigar a NOS a passar os jogos em casa do SL Benfica para a SportTV a fim de tentar compensar a perda de assinantes?

Seja como for, saúda-se que este monopólio seja abalado! 

quarta-feira, 30 de maio de 2018

A reportagem que HUMILHA a SIC (com factos)

Avatar
 ●  72 comentários  ● 


Assisti com atenção à reportagem que a SIC, desde a manhã, andou a prometer ser algo muito interessante...

Desde logo estranhei como uma reportagem sobre corrupção podia ter "teasers" de promessa, mas pronto lá fui ver.

Curiosamente, na reportagem encontrei logo diversas confusões:

- Os alegados jogadores em causa são portugueses - a julgar pela lingua em que falaram. O plantel do Marítimo tinha 10 jogadores portugueses e nesse jogo só jogaram três (João Diogo, Alex Soares e Edgar Costa)

- O jogador "Armando" disse que os jogadores do Marítimo estavam a espera de um incentivo do Sporting, o que lhes foi comunicado pelo capitão, o que exclui desde logo o João Diogo (que era o capitão). Portanto, "sobra" o Alex Soares e o Edgar Costa como os possíveis "Pedro" e "Armando".

- O "Armando" diz que estavam ansiosamente à espera do dinheiro do Sporting... mas logo a seguir diz que quando o dinheiro foi anunciado... afinal os colegas ficaram indiferentes. Em que ficamos? Ansiosos ou Indiferentes?

- O "Pedro" diz que foi convidado por gente que nunca tinha ouvido falar para um quarto de hotel... e foi. Nunca tinha visto aquelas pessoas, nunca mais as voltou a ver. Prometeram-lhe um contrato com o Benfica e 40.000€ que ele recusou.

- Ou seja, ansiosos por 13.000€, aos quais afinal ficaram indiferentes, por 40.000€ que recusaram. Perdidos? Pois... o Gonçalo tentou parecer o J Marques...!!!

- Já o "Armando" primeiro nunca tinha sido contactado por ninguem para nada.

- Não sei se o mesmo "Armando" ou outro... um minuto depois foi contactado, tal como o "Pedro", para perder o jogo... Mas ao contrário do Pedro, foi Cesar Boaventura que o fez.

- O Cesar Boaventura é a unica pessoa que factualmente aparece na reportagem e NEGA de viva voz e presença tudo o que é dito por pessoas que não se identificam e que, como vimos acima, nem sequer têm histórias coerentes no tempo e no espaço.

- O Benfica também já negou tudo.

- O Sporting já negou tudo, mas o Gonçalo Azevedo Ferreira - o tal jornalista muito elogiado pelo Bruno de Carvalho - fez questão de passar quatro minutos a dizer que pagar para ganhar, o que alegadamente faria o Sporting, era legal.

- Por fim, o "Armando" - não sei se o que disse que nunca foi contactado, ou que disse depois que afinal foi - disse que viu a presença de dirigentes do Benfica junto de jogadores do Marítimo.

- Diz o "Armando" que não pode dizer nomes, para se proteger... por momentos, pensei que ia falar em alguém do Sporting, e seria para se proteger dos agressores de Alcochete. Mas não! Afinal em menos de 10 segundos ja se terá sentido protegido e lá disse o nome mágico: Paulo Gonçalves.

- Mas afinal não era o Boaventura? Ou seria gente que eles não conheciam mas com quem aceitaram ir ter a um hotel com um simples telefonema? Ou afinal já era o Paulo Gonçalves?

- Não deixa de ser estranho que isso tenha sido a deixa para o Gonçalo - o tal jornalista muito elogiado pelo Bruno de Carvalho - fazer questão de passar mais quatro minutos a recuperar o eToupeira e a "condenar" o Paulo Gonçalves.

MORAL DA HISTÓRIA E DA REPORTAGEM DO RAPAZ DO BRUNO:

- Atacar o Boaventura, tentando descredibilizá-lo face ao que ele alegadamente sabe
- Voltar a trazer o eToupeira para agenda mediática e voltar a pressionar o Paulo Gonçalves
- Esconder para debaixo do tapete o Cashball e defender que afinal o André Geraldes só fazia coisas legais.

POBRE SIC! Espero que tenha sido uma reportagem bem paga!

Foi dos piores serviços ao jornalismo que já assisti na vida.

Se querem algo credível... identifiquem-se os jogadores, confrontem quem está a acusar com a necessidade de ter algo que foi ZERO nesta reportagem: um mínimo que seja de provas do que dizem.

Pelo caminho, foi triste que as únicas pessoas que deram a cara foi quem desmentiu (mas que a SIC nem sequer valorizou).


Acusações graves e que envergonham o futebol

Avatar
 ●  128 comentários  ● 

- Acusação directa a Paulo Gonçalves

- Acusação directa ao Sporting

- Acusação directa a Jorge Jesus

- Acusação directa a Bruno de Carvalho como a pessoa mais corrupta do futebol português

- Acusação directa de que o futebol português é uma farsa

Alguém acredita que uma estação como a SIC iria passar uma reportagem destas sem outras fontes que assegurassem o que expuseram?

Alguém acredita que Boaventura faria as declarações adicionais que fez na CMTV esta noite sem poder garantir o que diz? Só um doido o faria!

O que espera a FPF para agir? O que esperam as autoridades para sangrarem este futebol português?

Ou será que não temos todos a noção que isto tem estado tudo minado?

Chega de hipocrisia ou teorias da conspiração!

A corrupção no futebol português é uma realidade! Que os envolvidos sejam afastados...e o mais rapidamente possível!

Até quando vai durar este circo de mentiras e falsidades?

Avatar
 ●  60 comentários  ● 


Enredados em lama, vergonha e crimes com provas à vista de todos, FCPorto e SportingCP procuram a todo o custo inventar casos contra o Benfica.

- Foram os vouchers que os árbitros desmentiram constituir qualquer mecanismo que não fosse mera cortesia institucional

- Foram o que o Minion designou de "jogos para perder" em que inventaram que jogadores do Rio Ave, que tiveram exibições imperiais destacadas pela crítica (ou nem sequer estiveram em campo) tinham sido comprados pelo Benfica

- Foram os emails roubados em esquema de espionagem empresarial que continuam primeiro corrupção gravíssima, depois viciação de resultados, afinal já só era pressão sobre terceiros para acabar em mera troca de informações alegadamente confidenciais.

- Terminou, achávamos nós, com um processo onde - veja-se lá o escândalo - alegadamente, e por provar, Paulo Gonçalves procurava saber informações junto de funcionários sobre o estado de processos. Reparem que em momento algum é indicado que tirava algum benefício ou informação ilegal. Resultado: foi feito arguido e saiu em liberdade sem medida de coação.

- Afinal agora lembrou-se a SIC, através de um jornalista por quem o "Tolinho das Aldrabices" já mostrou especial atenção e reconhecimento público, de inventar um esquema onde um empresário, que já o desmentiu, teria corrompido jogadores num jogo onde o Benfica... perdeu. Depois lá veio nova informação "atrasando" o jogo uma época para ser num jogo onde o Benfica ganhou, mas afinal já não era o primeiro jogador já era outro.

E o que faz a SIC? Lança um teaser matinal a dizer que à noite vai dizer mais sobre alegada corrupção no Benfica.

TUDO O QUE FOI DESCRITO ACIMA, repito, TUDO teve sempre os mesmos jornalistas envolvidos nos seguintes órgãos de comunicação:

COFINA:
Correio da Manhã (sempre o mesmo jornalista)
Sábado (sempre o mesmo sub-Director)
Record (sempre assinado pelos mesmos jornalistas)

IMPRESA:
Expresso (sempre o mesmo sub-director, que é o mesmo que entrevista o "Tolinho das Aldrabices" duas vezes em três semanas)
SIC (sempre o mesmo jornalista, o tal elogiado publicamente pelo "Tolinho das Aldrabices", devidamente secundado pelo Rui Santos)

O que une estes dois grupos?

A LAVANDARIA SOBRINHO que tem posição accionista em ambos (directamente na Impresa e indirectamente na Cofina, via Newshold)



ATÉ QUANDO A JUSTIÇA VAI PERMITIR ESTA PALHAÇADA?

ATÉ QUANDO VAMOS INVENTAR DENÚNCIAS FALSAS PARA A PJ E O MP NÃO COLOCAREM MEIOS A INVESTIGAR AS DENÚNCIAS QUE TÊM FACTOS, NOMES, DATAS, PROVAS REAIS...?


ATÉ QUANDO AS AUTORIDADES DA COMUNICAÇÃO SOCIAL VÃO PERMITIR QUE JORNALISTAS SE COMPORTEM A SOLDO DE UMA PARCIALIDADE EVIDENTE E QUE VISA BENEFICIAR ENTIDADES PARTICULARES E COLETIVAS?

ATÉ QUANDO A FPF E A LIGA VÃO ASSOBIAR PARA O LADO?


Onde estão os resultados das investigações ao EstorilGate?
Onde está a atuação da FPF sobre o Cashball?
Onde está a punição sobre as visitas e intimidações ao centro de treinos dos árbitros?
Onde estão os castigos ao FCP e SCP pela MENTIRA DIÁRIA levada a cabo pelos seus funcionários de comunicação?

PS- O Rui Santos, com eco imediato no Expresso, está muito indignado que o Paulo Gonçalves não tenha tido medidas de coação e tenha sido libertado e o André Geraldes tenha tido 60.000€ de fiança e algumas medidas adicionais de restrição. Porque será que Rui Santos exclui a possibilidade de os crimes não serem sequer comparáveis?

Comunicado do Sport Lisboa e Benfica, SAD

Avatar
 ●  69 comentários  ● 

1. A Sport Lisboa e Benfica SAD desmente total e categoricamente qualquer envolvimento direto ou indireto num pretenso aliciamento de jogadores ou qualquer outro agente desportivo em qualquer modalidade.
2. É absolutamente calunioso que alguém tivesse invocado o nome do Sport Lisboa e Benfica para qualquer tipo de aliciamento sobre jogadores ou qualquer outro agente desportivo. Trata-se de uma calúnia e de uma difamação.
3. Recordamos que a Sport Lisboa e Benfica SAD em tempo oportuno requereu junto da Procuradoria-Geral da República (PGR) que se investiguem e que sejam inquiridos todos os responsáveis e entidades ligadas a todos os jogos disputados pelo SLB nestes últimos 5 anos, no sentido de se obter uma resposta às seguintes questões concretas:
a) Se foram, direta ou indiretamente, contactados por alguém relacionado com o SLB com o intuito de favorecer na obtenção de um resultado desportivo favorável;
b) E se o foram, qual a identidade do responsável pelo contacto, o teor do contacto e o favorecimento que facultaram?
4. O Benfica é uma instituição que preserva o seu bom-nome e reputação, e é por isso o primeiro interessado em que haja respostas claras e céleres a estas questões.
5. Tendo tomado conhecimento de uma reportagem que se baseia no depoimento de um alegado jogador que surge de cara tapada e voz distorcida, apelamos a que o alegado jogador se dirija às autoridades competentes, único local para se conseguir o cabal esclarecimento da verdade, e questionamos se tal opção tem a ver com o clube que atualmente representa?
6. Torna-se para nós também claro que o momento escolhido para a saída desta notícia visa tão-só desviar as atenções de outros processos.
7. Perante tais factos, a Sport Lisboa e Benfica SAD avançará com os necessários processos judiciais contra todas as entidades e pessoas que de forma leviana atentem contra o seu bom-nome e a sua reputação, e informamos que sobre o caso referido em nenhum momento nos foi requerido qualquer tipo de esclarecimento por parte de qualquer entidade judicial.
8. Em síntese, temos um alegado empresário, um alegado aliciamento, um alegado jogador, um alegado processo e, portanto, uma alegada notícia.

Mas uma certeza temos: é que estas alegadas notícias não são alegadamente falsas – são mesmo totalmente falsas!

---------------------------------------------------------------

Tirando a conversa dos processos judiciais, em que o SL Benfica é pródigo em ameaças mas não ganha um, o comunicado está na linha do que se pretendia. Parabéns por isso. 

Directo aos temas, sem tabus ou conversas "redondas".

Para mim, está arrumado!

P.S.: Veremos se nos próximos dias não teremos novidades que impedirão o campeonato 2017/2018 de ser homologado.

Acusações

Avatar
 ●  74 comentários  ● 

"A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar César Boaventura, um empresário com ligações ao Benfica, por suspeita de aliciamento de pelo menos quatro jogadores do Marítimo. 

Em causa está um jogo da época passada em que as águias perderam contra a equipa madeirense. Há suspeitas de que o empresário tenha tentado comprar os jogadores adversários. Um deles é o defesa direito Patrick que terá sido alvo de aliciamento. 

Ainda não é claro se os atletas terão sido ou não corrompidos. 

Ao que o CM apurou, a PJ ainda está a tentar compreender se Boaventura terá agido por conta própria ou mandatado pelo clube da Luz. A PJ está ainda a investigar um jogo do Rio Ave com o Benfica que envolve o mesmo empresário." - CM.

SIC: 

Há mais um caso que vai abalar um dos grandes do futebol português

Hoje no Jornal da Noite


-----------------------------------------

A única coisa que interessa por parte do SL Benfica? É que não se percam em acusações ou recados para ninguém. Não façam imitações rascas de Janotas ou Saraivas.

Desmintam e fica arrumado.

ranking