O blog Novo Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com

27 de dezembro de 2022

Enzo e outros: Tem a palavra Rui Costa se não quer ser refém de DSO

Avatar
| 67 comentários

O Shadows deu a perspectiva muito clara da situacão do Enzo e a confusão que se está a gerar. Porém centrado numa realidade: A do jogador.

Se muitos dos seus companheiros agora consagrados levam já uns anos largos a jogar na Europa, com ordenados milionários e em grandes Ligas, o Enzo há seis meses era (para muitos) desconhecido e jogava no River Plate... nem sequer era titular da selecção.

O deslumbramento de se ver como delfim de Messi e a regatear fama perante vários consagrados, a loucura de Buenos Aires (ou mesmo do Catar) pode - repito PODE - mexer com a cabeça de um jovem de 21 anos e que terá 1/2 Europa a ligar para o seu empresário a conhecer a situação da nova coqueluche da selecção, do Mundial e... do SLBenfica.

A versão adepto apaixonado é implacável:
- Paguem a pronto os 120M€, mais todos os custos que há e por haver e se ele quiser ir, então nada a fazer.

Agora olhem para essa versão pela perspectiva de futuros alvos do SLBenfica:
- A irreductibilidade do SLBenfica, um clube tremendo numa Liga minuscula, faz com que talvez não seja o melhor clube para catapultar um jogador para grandes Ligas, porque na hora de sair vão dificultar muito a vida ao jogador.

A solução, como em tudo na vida, está no meio...

O SLBenfica não podem nem deve proporcionar a saída (o Vieira por esta altura estaría proactivamente a tentar vender já o Enzo não fosse alguma lesão lixar-lhe o negocio), mas também não faz sentido assumir uma possição de irreductibilidade... SE A VONTADE DO JOGADOR FOR SAIR JÁ!

Esta ultima frase é uma grande incognita, de momento, na qual eu não arrisco nem uma unha porque hoje em dia os jogadores têm ZERO ligação emocional ao clube, no limite têm gratidão (e em seis meses no Benfica nem isso o Enzo terá). Depois no caso dos sul americanos há uma ligação extrema aos empresários e se o empresário do Enzo lhe disser que deve sair já... o jogador nem vai olhar para trás.

A chave de tudo isto está na capacidade do SLBenfica trabalhar de perto com o empresário, que é a grande influência sobre o jogador... e um empresário move-se de duas formas:

-Dinheiro: talvez uma melhoria contractual ao jogador, com comissão ao empresario fosse uma solução, mas isso é custo directo sem qualquer beneficio porque jamais aceitará mexer na clausula.

- Negócios futuros: a possibilidade de repetir a "formula Enzo" com mais jogadores já a muito curto prazo.

Queiramos ou não, Vieira jogava nestes dois tabuleiros de forma clara... o problema é que o fazia como objectivo principal... sendo que o objectivo desportivo NUNCA era o foco principal.

É aqui que tem a palavra Rui Costa... Ou se comporta como Vieira ou se comporta como um Presidente.

Terá que jogar nas duas variáveis do empresário de qualquer forma, mas terá que o fazer desde a perspectiva desportiva. E é aqui que entra outra variável:

- Se o jogador quiser sair, o que fazer?

1) A Intransigência: 120M mais toda as despesas e responsabilidades e que vá... 
Isto tem como consequência que este empresário e outros, de futuro vão privilegiar outros clubes para este tipo de negócio de elevado potencial, porque a intransigência fez com quem muitos deixassem de ganhar pelo meio (empresários, intermediários, familia, clubes de destino etc).
Aqui o SLBenfica terá uma receita líquida de 120M - 25% (30M do River) = 90M€ a pronto!

2) Flexibilidade Total: 120M à Felix..o comprador paga por tranches, mas a uma entidade financeira, suportando os custos da operação de financiamento.
Isto tem como consequência ser entendido pelos adeptos como negociata e prioridade à venda do jogador, porém tem como vantagem demonstrar maior flexibilidade para o futuro com empresário e clubes compradores - algo fundamental para "alimentar a máquina".
Aqui o SLBenfica terá uma receita líquida de 120M - 25% (30M do River) = 90M€ a pronto, mas o River recebe por tranches (tantas quantas o comprador tiver com o banco)!

A alternativa a isto é um misto de ambos os casos:

Trabalhar o empresario para que ele não acelere a saída. Para o jogador é muito melhor sair campeão porque demonstra não só qualidade (como no Mundial), como regularidade (na Liga).

+

Flexibilidade com Foco Desportivo
(que sería a minha preferida): Fechar a negociação já de direito de preferência para Junho com um colosso para uma venda até 100M, com um direito de reserva de 20M imediato, valor esse que utilizaria para pagar o River (a pronto) os 25% com desconto mas com pagamento imediato.
Depois em Junho, se alguém quiser bater a clausula, devolvemos os 20M ao clube "perdedor" e ficamos com 100M liquidos (ganhamos 10M), o River fica contente porque recebe menos 10, mas recebe já (em vez de arriscar receber por tranches). Caso contrário, vendemos por minimo 100M e ficamos com 80M de receita liquida (perdemos 10M por ter arriscado, mas ficado com o jogador mais 6 meses).

Mas que o Rui Costa entenda claramente:

- Sair JÁ demonstrará pouca capacidade de influencia sobre o empresário e será muito mal recebido pelos adeptos (traumatizados pelo passado de Vieira).

Enzo e a confusão que se está a gerar

Avatar
| 29 comentários

 

Que porcaria de cor de cabelo, pah!


O Enzo é um puto que há 9 meses atrás nem lhe passava pela cabeça jogar na Europa já, quanto mais ser titular da selecção da Argentina e ... Campeão do Mundo!

É um miúdo que em campo parece ser muito mais maduro do que realmente é na vida fora dele.

Depois do Mundial, o interesse nele e a agitação que naturalmente envolve tudo o que é SL Benfica fazem o resto.

Certamente que o Lourenço Coelho não deixará de falar em particular com ele. e se a sua ida de volta à Argentina estava autorizada nada mudará.

O importante é:

a) O Enzo saber que está no SL Benfica e que é o clube que dita as regras

b) O Enzo ter a noção de que, excepto se alguém depositar os 120 milhões na conta do SL Benfica, ele não vai a lado nenhum

c) O Enzo focar-se na segunda metade da temporada e estar apto fisica e mentalmente para fazer no SL Benfica um bom trabalho

Todo o plantel tem que meter na cabeça que a primeira metade do campeonato valeu ZERO se não chegarmos ao final em primeiro lugar.

Se a estrutura directiva do SL Benfica souber cumprir isto, então todos vão estar focados.

 

21 de dezembro de 2022

Atualidade SL Benfica

Avatar
| 56 comentários

Enzo Fernandez: Aconteceu o que todos esperávamos. A qualidade do jogador ficou exposta a todos no Mundial 2022. Sucedem-se as apostas e supostas propostas pelo argentino.

Há uma coisa que sabemos: ou aparece alguém com 120 milhões (cash) em Janeiro ou ele não sai. Não teremos uma repetição do negócio de João Félix em que foi o SL Benfica (de Vieira) a criar a operação financeira para o Atlético de Madrid o vir buscar.

Temos que ser realistas e perceber que este jogador só ficará cá 2 anos no máximo, a não ser que tenhamos resultados na Champions que sustentem financeiramente um vencimento milionário.

Por isso, agora é continuar a tirar proveito da sua qualidade e defender os interesses do SL Benfica.

Otamendi: Nunca fui nem sou um defensor do argentino. A sua ligação ao FCP obriga-me a essa distância. Mas não sou cego e tenho que reconhecer que está num excelente momento de forma e por isso é um elemento fundamental para atacar a segunda parte da temporada.

Tenho dúvidas quanto à renovação do seu contrato, mas o tempo o dirá.

Dispensas: Parece evidente que o SL Benfica está a tentar colocar os excedentários no mercado de Inverno.

Penso que Pinho e Seferovic serão os jogadores mais difíceis de colocar, sendo que Pinho parece estar com fortes possibilidades de ir para o Brasil.

Quanto menos excedentários estiverem a sobrecarregar o nosso orçamento, melhor.

Contratações: Temos várias lacunas que não será possível tapar na totalidade num mercado intermédio. O Mundial revelou alguns jogadores interessantes, mas temos sempre a questão da adaptação no caso dos sul-americanos.

Continuo a achar que a prioridade será um médio centro para poder rodar e aguentar a exigência do calendário.

Também mantenho que é necessário um finalizador para o ataque. O Gonçalo Ramos fez um bom Mundial face às circunstâncias, mas continuo a achar que a médio prazo não é aquilo que precisamos e que a sua margem de evolução como jogador não é assim tão grande.

Há a questão Grimaldo, que tudo indicar sairá para fazer o contrato da sua vida. Precisamos de acautelar com tempo a contratação de um defesa esquerdo de qualidade.

Gestão do futebol do SL Benfica: Gosto da forma como o futebol tem sido gerido esta temporada.

Gosto da forma mais discreta como Rui Costa se tem mantido, mas quero destacar o papel de Lourenço Coelho. Quando o indicaram como preferido para a gestão do futebol no processo eleitoral de 2020, tivemos muitos que se riram ou que desvalorizaram essa escolha.

Os resultados estão à vista.

Temos tudo para uma segunda parte da temporada forte. Que todos cumpram o seu papel.

19 de dezembro de 2022

Notas sobre o Mundial

Avatar
| 63 comentários

Campeão do Mundo: Estava escrito nas estrelas que a Argentina seria a vencedora. Além dos vários momentos facilitadores em termos de aplicação de regras de jogo como no 3º golo de ontem ou no perdão de cartões e acções disciplinares, a Argentina usufruiu da grande qualidade da sua selecção e daquela dose extra de fortuna sem a qual não se vence nada.

Aquela defesa do GR no final do prolongamento valeu o Campeonato do Mundo

Vibrar com o resultado: Sinceramente, só fiquei feliz pelo grande Pablo Aimar. Ele sim merece todas as felicidades que possa usufruir. Um senhor.

De resto, ver o Otamendi ou o Enzo ganhar não me dá qualquer emoção. Espero sim que possam ganhar muita coisa com o Manto Sagrado enquanto estiverem no SL Benfica. O resto? Não me diz nada.

Argentina = França: Os argentinos como selecção são ordinários. Viu-se em vários momentos do campeonato. Os franceses são chauvinistas. Portanto, o ideal era os 2 terem perdido.

A melhor final de sempre: Claramente exagerado. O andar do marcador foi interessante e até emocionante, mas daí até dizer que foi a melhor final de sempre…por favor!

A qualidade dos jogos: Deixou muito a desejar. A qualidade de jogo e dos jogadores neste Mundial demonstra o nível atual do futebol. Os jogadores nunca foram tão bem pagos, mas nunca houve tanto jogador mediano a chegar a grandes clubes ou selecções. Eu diria que a qualidade dos jogos, de forma geral, deixou muito a desejar.

Selecção Continente: Foi o que se esperava. Tivemos 3 campetições após o Euro2016 para consolidar o lugar de grande selecção europeia. Como a gestão da FPF preferiu a mediocridade, os resultados foram os esperados.

Novo seleccionador: Há quem aposte em Rui Jorge, em José Mourinho, em Leonardo Jardim ou até num nome estrangeiro. O desejado pela FPF é mesmo Mourinho.

SL Benfica: Os negócios pós Mundial são sempre mais que muitos. Como sempre disse desde a sua chegada, nunca acreditei que Enzo ficasse mais de uma temporada, à imagem do que foi a passagem de Ramires pelo SL Benfica. Como não festejo negócios ou nada que não seja ganhar jogos ou vencer títulos, resta aguardar pelas propostas e só vender pela clausula, sem intermediários.

O resto é conversa para vender jornais.

12 de dezembro de 2022

Quem manda em quem na FPF?

Avatar
| 59 comentários


O Mundial acabou para Portugal no sábado e até agora não houve uma declaração do Presidente da FP Futebol.

Fernando Gomes, conhecido como “Facturas” pelos seus relatos nas escutas do processo Apito Dourado, continua a agir como o fez até hoje: um líder fraco que foge aos assuntos quentes.

Daí ter sido o próprio empregado da FEMACOSA, Fernando Santos, a anunciar que iria ter uma reunião nos próximos dias com o presidente da FPF e não o contrário. É a inversão total das hierarquias, só possível com um presidente que não manda e um seleccionador que é pau mandado.

Mas isto não surpreende.

Fernando Gomes não abre a boca sobre:

a) Agressões a árbitros e ameaças às suas famílias

b) A empresa do seleccionador e a FPF serem acusadas pelas Finanças de um esquema de fuga aos impostos

c) Um presidente de uma SAD que financia outro clube da mesma divisão e até age ilegalmente como empresário beneficiando esse mesmo clube concorrente

d) A FPF pagar a membros dos Super Dragões viagens ao Qatar, inclusive ao seu líder que está condenado a não poder entrar em estádios em Portugal

e) Agressões a jornalistas por parte de pessoas ligadas ao FC Porto

f) A influência nefasta de um empresário nas convocatórias da Selecção Nacional e nos jogadores utilizados

g) Uma invasão de campo por parte de adeptos do FC Porto ter alterado o resultado final do Campeonato Nacional

Na verdade, alguém com o passado de Fernando Gomes nunca deveria ter chegado ao lugar cimeiro do futebol português.

Não falando naquilo que todos sabem mas não podemos provar aqui, falemos apenas nas acusações do então atleta do FC Porto, Matt Fish.

O antigo jogador de basquetebol do FC Porto foi alvo de agressões por parte de elementos dos Super Dragões, de acordo com o seu relato publicado no Record a 23/11/2000. (LINK).

Matt Fish acusou Fernando Gomes de ser um dos mandantes das agressões e de ter assistido às mesmas, segundo as suas próprias palavras:

”Fui agredido por criminosos. Gosto muito de Portugal e dos jogadores do FC Porto, mas odeio este tipo de comportamentos. Fui agredido por oito pessoas, na presença dos responsáveis Fernando Gomes e Fernando Assunção”.

Isto para dizer é altura de Fernando Gomes ser apanhado pelo seu passado e pelo seu presente.

O seu passado como dirigente do FC Porto, que no basquetebol quer no futebol, é vergonhoso.

O seu presente como presidente da FPF é marcado pela incapacidade de liderar nos momentos mais difíceis, e pela falta de vontade em limpar o futebol português dos vícios dos últimos 30 anos.

Fernando Gomes, mais que qualquer outro dirigente da Federação Portuguesa de Futebol, perdeu todas as condições para continuar a liderar o topo do nosso futebol.

Não manda e nem se preocupa em aparentar isso.

Resta saber qual ou quais os clubes que terão coragem de o dizer publicamente.

10 de dezembro de 2022

A Federação dos ladrões

Avatar
| 85 comentários
Fernando Madureira e mais de 30 Super Dragays viajaram para Doha com tudo pago pela Federação Portuguesa de Futebol.

É esta a Federação de Fernando Gomes, sem qualquer escrúpulo ou pudor.
Tudo igual como sempre, @benficabygb.

@selecaoportugal

6 de dezembro de 2022

Raul Jimenez...?!?!

Avatar
| 49 comentários

 Não serviu quando cá passou e não serviria se cá voltasse.

Gosto do rapaz, tem espírito positivo, mas nada justifica que o SL Benfica o fosse buscar novamente.

5 de dezembro de 2022

Salvador conseguiu: Vai beneficiar com a luta de poderes!

Avatar
| 15 comentários

Há muito que eu digo isto... em Portugal, não são os jogadores, nem os treinadores, nem o trabalho que ganha campeonatos, que sobe ou desde de divisão: Isso é decidido nos gabinetes da FPF, onde o velho tem uma influencia (sempre indirecta) única e imbatível.

O Governo há muito anos mudou o vergonhoso RJFD (Regime Juridico das Federações Desportivas), que muito possivelmente a maioria dos jovens que acham que o SLBenfica nasceu em 2020 ou nasceu quando começamos a perder o Penta nem sabem o que é.

Basicamente o antigo RJFD ditava que as Associações de Futebol que tinham mais clubes... tinham mais poder na FPF, pelo que juntas a AFPorto, Braga, Coimbra e Aveiro basicamente dominavam a FPF, pela mao do Lourenço Pinto - que todos conhecem por ser dos orgãos sociais do FCPorto e um dos rostos do Apito Dourado, juntamente com o Fernando Gomes... ambos como "pontas de lança" de Pinto da Costa.

Com a mudança do RJFD a ser trabalhada por vários anos antes de ter sido levada a cabo - dado que teve muita resistencia do Sistema, o FCPorto posicionou o Fernando Gomes na Liga de forma absolutamente tactica para voltar à FPF onde o dito novo regime e as decisões (curiosas) da Liga posicionaram TODO o poder futuro. Quando arrancou o RJFD, já ele lá estava para o implementar a bel-prazer do FCPorto.

Na prática, o FCPorto nunca deixou de controlar os esquemas de decisão... os contra-golpes sempre foram planificados. Quando se quis constituir a Liga e mostrar uma falsa independência, fabricou-se um campeão, durante 3 anos, para limpar o FCPorto... que com isso ganhou legitimidade para arrancar para varios anos de vergonha e escandalo com as arbitrangens, que culminaram no Penta.

O unico "problema" que tiveram foi quando o Vieira quis um lugar à mesa das decisões e não o deixaram. O Veiga assegurou-lhe esse lugar com a entrada de um profissional de topo e com quem conseguiu sempre estar um passo à frente nos bastidores do futebol português: Lourenço Coelho e Paulo Gonçalves, respectivamente.

A formula para resolver isto foi facil: lutaram contra enquanto quiseram e depois "compraram" o Vieira com varios acordos externos ao futebol - que era a unica coisa que interessava: enriquecer com negocios (transferencias e outros). Depois afastaram o Veiga com as denuncias, encostou-se o Lourenço por não ter nada contra ele... e agora repetiu-se a formula com o Paulo Gonçalves. Caminho livre... só que o Vieira "inchou" demais e acabou excluido da máquina pela proximidade com o Salgado e o Morais Pires.

Fast forward: Com a idade avançada de Pinto da Costa, o intocável, e com a lei de centralização dos direitos televisivos, abre-se uma nova vaga pelo controlo do futebol português. Entre os que apostam numa mudança pela verdade (como o Baia que quer fazer o caminho com o Rui Costa e convencer o Figo a apostar no Sporting), mas que não têm apoio no Dragão... até aos que querem ser parte da continuidade como peões do legado do velho... até ao excomungado que prometeu voltar mais forte que todos e imparável: Antero Henriques.

O primeiro movimento foi feito com a aproximação aos ciclos do dinheiro, através dos seus cargos na UEFA. Daí a sua presença no PSG.

Depois de ter "fabricado" uma fraude com o Andre Vilas Boas - os esquemas de proteção local e europeia valeram-lhe titulos que jamais seria capaz ao ser um treinador mediocre.

Seguiu-se uma demonstração que "até de fora" pode influenciar ao "fabricar" um flop que tem potencial mas jamais (longe disso) para ser o que querem fazer dele e conseguiu demonstrar que fazia do Sporting campeão.

Com a negociação da centralização dos direitos televisivos é preciso "fabricar" a ideia que a Liga é competitiva. Foi isso que ajudou o Antero a conseguir fazer do SportingCP campeão - interessava. E é precisamente por saber que teria que haver um "novo Boavista" como em 2001 - que sirva de "boneco" para mostrar a competitividade, que Antonio Salvador sabe que ao dar-se bem com o Sistema (e afrontando o SLBenfica), ia chegar a vez dele... finalmente.

A entrada do capital do PSG no SCBraga é pura maquilhagem deste esquema... que com isso dá entrada o Antero, como ha muitos meses eu dizia que viria a acontecer... com o objectivo final de entrada... NO FCPORTO!

O objectivo é muito maior do que o SCBraga. A ideia é controlar o FCPorto e todo o futebol português, por ocasião dos direitos televisivos.

Dito isto, e voltando ao que interessa, só o SLBenfica pode parar isto...

A formula é facil: Ter um candidato fortíssimo para a Liga, que faça os clubes entender que o modelo futuro sem Pinto da Costa e dominado pelos investidores externos será incerto, que precisam de romper com o Sistema actual e normalizar o futuro. Começar pela Liga já em 2023 e repetir a mesma atitude em 2024 com a substituição de Fernando Gomes. Só assim se pode voltar a ter campões que sejam os que jogam melhor e trabalham mais.

Ah e sim... se estão com duvidas, este ano interessa ao Sistema que o SLBenfica ganhe o campeonato. Tal como em todos os outros momentos, enquanto estivermos entretidos a falar do quão bons somos e jogamos... niguem se preocupa com o que se está a traçar para os proximos anos do futebol português.

Eles sabem que qualquer titulo do SLBenfica embebeda os benfiquistas, como bem sabem as viuvas que agora gozam com terem sido chamados de "garotões", mas que quando era importante ter levantado a voz, andavam apenas preocupadas em festejar no Marquês.

PS- Continuem com pressa com os Estatutos, isso sim é que interessa... ignorem que serve de tanto mudar os estatutos agora, como no ultimo ano do mandato, dado que só são efectivos para o próximo mandato... impliquem tambem com a auditoria, que obviamente não encontrará nada, porque os crimes obvios cometidos pelo Vieira quanto muito são considerados "má gestão" e isso ninguem se lembrou enquanto festejavamos... alem de que ser incompetente não é crime. Continuem a olhar so para dentro de casa (e não digo que não se olhe... mas nao se pode olhar SÓ) enquanto esta gente destroi o futuro do SLBenfica desde onde o podem fazer.

Foquem-se nisso e esqueçam-se do que se está a preparar no futebol português para perpetuar os "DDTs" das próximas decadas

Sporting de Braga: o novo Boavista?

Avatar
| 3 comentários

1) Qatar adquiriu posição no SC Braga.

2) Os defensores dos direitos humanos no Qatar nesse dia não tinham acesso às notícias

3) Situação no PSG é de conflito entre o que Antero Henrique quer comprar e o que Luis Campos quer no PSG

4) O presidente do PSG anuncia que Antero Henrique vai ajudar o SC Braga


Resumindo: o BenficabyGB anunciou isto tudo há muito tempo. 

Acho que vem aí o Boavista 2.0. Levados ao colo até à Champions e depois ao título.

Têm dúvidas?


ranking