O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 4 de fevereiro de 2017

É tão fácil bater no Benfica!

Avatar
 ●  65 comentários  ● 

O blog GeraçãoBenfica foi "inaugurado" em Maio de 2008, já lá vão quase 9 anos de blogsfera e continuo sem perceber como os benfiquistas continuam a fazer este esmagamento do próprio clube nos momentos mais complicados...

Ultimamente é ver os jornais a explorar esta condição fabulosa do adeptos e fazerem sair dia após dia notícias sobre o Benfica que, qualquer adepto mais informado sabe que são para "vender jornais" precisamente porque o portuga e o portuga benfiquista ainda mais... adoram notícias conflituosas.

É fantástico ver como Rui Vitória passou a ser um mau treinador depois de acumular records na temporada passada (e o mesmo já nesta), entretanto já todos concordam que o treinador que fez a "remontada" no ano passado, agora já não percebe nada disto e já comete erros de palmatória.

Pelo caminho, sentados no sofá os adeptos sabem tudo... sabem que o Benfica não devia vender o Guedes, porém quando o jogador tinha jogos menos positivos (e foram vários) esses mesmos adeptos eram os que diziam que o jovem da formação por 15M€ era um grande negócio e que estava a ocupar a vaga de jogadores de qualidade por embirração do Rui Vitória.

Esses mesmos adeptos são os que acham que o Guedes não devia sair agora por 30M, mesmo que não consigam assegurar (alguém consegue?) que com menos jogos na Champions, Zivkovic e o Jonas de volta... será que ia continuar a valorizar-se?

O Guedes era fraco, falhava imenso e tudo mais (diziam esses adeptos), mas entretanto a venda dele é que causou a quebra de forma do Benfica. 

Ou isso ou o Pizzi que está cansado porque tem tantos minutos como o André Silva do FCPorto... mas será que alguém anda a dizer que o NES anda a abusar do André Silva?

Poucos são os que quiseram dedicar tempo a perceber que o problema do rendimento do Pizzi não foram os minutos jogados, mas a necessidade de ter que correr mais, porque deixou de ter Fejsa nas costas a antecipar três jogadas antes dos adversários... detalhes, claro.



É também engraçado ver que o Benfica lidera o campeonato e na verdade está perto do caos! Mas um caos parecido ao do Bayern Munique que nas mesmas 19 jornadas tem apenas mais um ponto que o Benfica. O Chelsea aos 19 jogos tinha 49 pontos; A Juventus tinha os mesmos 45 pontos; O Nice, em França tinha menos um ponto; e o Real Madrid tem apenas mais um ponto que o Benfica...

Curiosamente em nenhum destes países os adeptos consideram ter o seu clube à beira de um ataque de nervos, pelo contrário, apoiam-nos rumo a um título a partir de uma posição que outros gostassem de ter.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Caros atletas do Sport Lisboa e Benfica, precisam de motivação?!

Avatar
 ●  39 comentários  ● 
Olhem para o privilégio que é vestir a camisola do Benfica, para os vossos vencimentos em comparação com os restantes clubes nacionais, para a notoriedade que estar no Sport Lisboa e Benfica vos confere e lembrem-se que ainda vocês não eram nascidos já o Sport Lisboa e Benfica era um dos maiores clubes do mundo e tinha um palmarés invejável. 

Entrem em campo e olhem à volta. Não chega para motivar?

Precisam de videozinhos motivacionais repetitivos para darem o máximo em cada jogo e para vos lembrar o que é jogar no Sport Lisboa e Benfica? Então há algo que está mal. 

Ou convosco ou com quem vos dirige, dentro e fora do balneário.

Deixem-se de m#%$&s e joguem à bola.

Palpites para a jornada?

Avatar
 ●  51 comentários  ● 

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Propaganda, percepção e realidade

Avatar
 ●  39 comentários  ● 
O seguinte post é da autoria do benfiquista MP, a quem agradecemos pelo excelente contributo!

------------------------------

Tempos houve em que no futebol, causava espanto a máxima: “hoje é verdade, amanhã é mentira”. O mundo acelerou para um registo pós-verdade e a máxima futebolística desactualizou-se. Hoje em dia a propaganda é cuspida a uma velocidade estonteante, cobrindo a verdade de uma espessa fumaça. 

Em função das cores futebolísticas, descortinam-se facilmente algumas mentiras. Quem, entre os Benfiquistas, acredita por um segundo na seriedade de Bruno de Carvalho ou do seu ministro da propaganda, Saraiva? De igual forma, ninguém com coração encarnado dá qualquer crédito a queixumes dos Dragões Diário, sendo óbvias as tentativas de pressão do FCP.

Há zonas mais cinzentas, onde a verdade é difícil de distinguir da mentira para um Benfiquista. Dirá Luís Filipe Vieira a verdade? Ou até que ponto mente ele? E os comunicadores do Benfica na comunicação social? Serão sérios e com respeito pela verdade? Mesmo o Guerra? E o António Simões (a meu ver, um senhor!), entre uma pequena mentira conveniente para o Benfica e a admissão de uma verdade inconveniente, que escolherá?

O mundo mudou de preto e branco para cinzento. O romantismo de figuras como Toni, que não precisa de dobrar a espinha para ser respeitado, é um oásis no meio do deserto. No meio da mentira, torna-se difícil distrinçar a verdade, independentemente da cor clubística. Quando tudo o que se tem são opiniões e as mesmas são infectadas pela propaganda, em quem acreditar? 

Há algo em que se pode acreditar: nos factos. Mas no tal mundo pós-verdade, a propaganda veste-se muitas vezes de facto e vai subrepticiamente insinuando-se no lugar do mesmo. Exemplo disso é a choradeira, o ano passado, pelo número de amarelos mostrados ao Maxi Pereira. Lembram-se? O que passou para o público foi que no Benfica os jogadores são protegidos. António Tadeia, na altura, desmistificou isso. Mas no subconsciente das pessoas ficou a propaganda: no Benfica os jogadores levam menos amarelos. 

No caso do Maxi é fácil verificar se leva mais amarelos no FCP que no Benfica. Os dados são públicos. Analisando-os, obtém-se o gráfico seguinte, que mostra o número de amarelos mostrados ao Maxi a cada 10 jogos (ou, mais precisamente, a cada 900 minutos). O que se verifica é que o número de amarelos vistos no Porto, a cada 900 minutos, é aproximadamente os mesmos (um pouco menos) que os que viu nas últimas duas épocas no Benfica. Claro está, os números não mostram tudo: não reflectem o sistema de jogo, o número de faltas feitas pelo Maxi e, mais importante, quantos amarelos é que ele de facto devia ter levado. Mas desmentem a tese do FCP, de que Maxi levava menos amarelos no Benfica.



Para quem gosta de estatísticas, elas andam aí. Por exemplo, aqui ou aqui. Mas a verdade é que os factos são pouco apelativos. Em particular no mundo de futebol, cada adepto prefere escolher os seus. E isso é um terreno fértil para Saraivas e outros cuspidores de mentiras. O pior é que a influência da propaganda é real. Infiltra-se no subconsciente, quer seja dos amantes do futebol, quer seja dos árbitros. É uma guerra pelos corações e pelas mentes, de afã quase religioso. A curto prazo, pode trazer mais pessoas aos estádios. A longo prazo, como Bruno de Carvalho se vai agora começando a aperceber, os fanáticos mordem invariavelmente a mão que os alimentou.

Acredito piamente que a esmagadora maioria dos adeptos preferia um futebol em que pudesse ir a qualquer estádio, vestido de qualquer camisola, e não correr riscos nenhuns. Criaram-se mundos virtuais e artificiais, pejados de mentira, onde os adeptos fanáticos acreditam que apenas o seu clube é prejudicado e os outros beneficiados. Os meios de comunicação social alimentam ainda mais esta insanidade. E nós, a maioria silenciosa, vamo-nos deixando corromper. Primeiro aceitando os disparates que são ditos, mais tarde repetindo-os com convicção.

A pós-verdade chegou para ficar, pelo menos por uns tempos. Temos de conviver com ela, mas também de lhe resistir. A pouco e pouco, se a deixarmos, irá corroer tudo a que temos afecto. No futebol, resistir à mentira significa uma coisa: conhecer os factos. Nesse sentido, este blog tem dado grandes contributos. Como leitor, estou grato!
MP

P.S. Há dias saiu uma notícia, no Independent, que dizia que "facts don't work".
Nesta guerra de propaganda, talvez isto seja de levar em conta. Não é com factos que se conquistam as pessoas. Mas é triste que assim seja.

Lista para a Champions League. Mais um mistério nas opções do clube.

Avatar
 ●  31 comentários  ● 

"O Benfica enviou a lista de jogadores inscritos na UEFA para disputar a próxima fase da Liga dos Campeões com três alterações significativas, nomeadamente a saída de Guillermo Celis, Gonçalo Guedes e Grimaldo. Em sentido inverso, o clube da Luz decidiu inscrever os 'reforços' Filipe Augusto e Pedro Pereira, assim como o extremo sérvio Zivkovic.

Se no caso de Guillermo Celis e Gonçalo Guedes os jogadores abandonaram o clube na última janela de transferência, já o caso de Grimaldo levanta mais questões, uma vez que o lateral esquerdo espanhol era titular indiscutível na formação encarnada até à sua lesão. Grimaldo foi operado recentemente, e perante a sua ausência na lista de jogadores inscritos para a Liga dos Campeões é expectável que a sua recuperação seja demorada.

Já Hermes, lateral esquerdo brasileiro contratado no mercado de inverno, também não foi inscrito pelo Benfica." - SAPO.

Ainda não me pronunciei sobre o mercado de Inverno e o Benfica, mas há já uma coisa que não entendo: perdemos um defesa esquerdo por lesão e por isso sai da lista, mas não incluímos o defesa esquerdo contratado no Inverno?


E no fim ainda fazem Holas! Já se perdeu a vergonha toda!

Avatar
 ●  57 comentários  ● 
A contabilidade do Seixal faz-se, como se tem visto, cada vez mais em euros e não naquilo que deveria vir antes dos euros: a contabilização dos minutos jogados na equipa principal por parte dos talentos que são vendidos.

Já aqui mostrei, com factos, que os jogadores do Seixal são, de entre todas as vendas milionárias dos encarnados nos últimos anos, aqueles que saem com menos tempo de jogo.

Já se mostrou também por A+B, que há um Presidente em Round The World Tour, de catálogo da La Redoute na mão a tentar vender a fruta toda, ainda bem verde e longe de estar madura... E quando vende, caramba, cúmulo do ridículo, tão orgulhoso fica do que foi capaz de vender, que vai com os amigos que comem do mesmo bolo e o jogador escoltado ao clube destino e tudo, não vá o miúdo mudar de ideias e saltar do comboio a meio caminho para regressar ao local onde era feliz e jogar era o seu sonho, e de onde sempre admitiria sair mas se calhar não tão cedo!  

E isto é estúpido! E de uma hipocrisia que me envergonha! Porque é tudo um circo! LFV quer dar a ideia de que vai em lágrimas levar ao clube destino um filho seu que vendeu a muito custo (assim um género de um pai a levar o filho à Universidade que fica a 600km de casa), quando a verdade é que são talentos que saem da Luz quase empurrados, e que quando não saem deixam o Presidente deprimido, que deve ser o que lhe está a acontecer agora com a não venda do Lindelof!

Não sou estúpido! E sei que qualquer clube português precisa de vender para sobreviver. Mas há timings! E há formas de o fazer!

Quanto aos timings, já aqui disse mais do que uma vez, não entendo esta moda de vender sempre em Janeiro jogadores tão importantes para a equipa. NENHUM GRANDE clube o faz! Não entendo como um clube tão pujante, com 200 milhões de faturação, um clube com tanto blá blá blá e tanta confiança no talento dos jogadores que produz, não tem capacidade para dizer: “Naaaa! Este jogador é importantíssimo para as diversas lutas em que estamos envolvidos neste momento, não tenho dúvida nenhuma de que daqui a 6 meses vai ser ainda melhor do que é hoje, ou pagas a cláusula de rescisão agora ou só te resta voltar no final da época para voltarmos a falar!

Quanto à forma, pior ainda! Não percebo como é que se acha sequer que para os adeptos vender bons jogadores pode ser motivo de celebração! Não percebo esta necessidade de publicidade e exultação, dos milhões que é suposto entrarem no clube constantemente estampados nas capas de jornais quando o passivo só sobe, deste quase convidar os adeptos a sair à rua e celebrar mais uma delapidação do seu património desportivo, a troco de uns milhões que vão ficar nuns quantos bolsos de gente que nem sabemos o nome.

Não me ocorreu, sinceramente, que os adeptos do Porto tenham ficado tristes este Janeiro por não poderem celebrar extasiados na rua a entrada dos 40 ou 50 milhões da venda do André Silva! Acho que os adeptos do Porto estarão muitíssimo mais satisfeitos por saberem que essa venda nem sequer foi equacionada, e descansados também por saberem que mais tarde ou mais cedo o jogador sairá pelo valor que o seu talento justifica, tendo deixado no Dragão os golos e quiçá os títulos!

Não me lembro também sinceramente do Sporting ter feito estas figuras há 12 anos atrás, desta necessidade de auto-vangloriação e capas de jornais constantes e Holas semanais a Alcochete, por causa de vendas de Ronaldos, Quaresmas, Vianas, Simões ou Nanis.

Cada um pois, interprete o circo que se tem visto da maneira que quiser...

Quem achar ainda que foi por causa do Jesus que uns quantos talentos saíram da Luz emprestados com umas cláusulas que por lá havia, bem, eu sei que já não acham isso mas também compreendo a necessidade de continuarem a querer passar essa versão...

É como sempre disse, ano após ano, àqueles que aqui escreviam extasiados com a ideia da formação, de que o Benfica ia ser o Barcelona de Portugal... E eu dizia, alto lá, não sejas estúpido, quem joga no Barcelona fica no Barcelona a vida toda e na Luz qualquer talento que seja capaz de dar dois chutes na bola vai ser chutado daqui para fora à primeira oportunidade!

Está visto e mais que visto! Tão visto que nem se vê o Benfica a tentar resistir ao assédio de que naturalmente todos os seus bons talentos são alvo, a pedir-lhes mais um aninho que seja que a sua hora há-de chegar! Esqueçam os milhões, as capas de jornais, as tangas do Benfica Made in Benfica (acreditem sim nos Milhões Made in Seixal), a necessidade de intoxicar a opinião pública, de lavar-lhes o cérebro com estes cabeçalhos nos jornais, dos títulos dos milhões e das melhores Academias do Mundo que nos faça a todos desviar da ideia essencial:

Do Bernardo, do Cancelo, do Cavaleiro, do Costa, do André, do Renato, do Guedes, do Lindelof (ah espera, este ainda cá está, o Manchester não se deixou enganar), de TODOS estes talentos que fomos capazes de produzir, e façam lá a contabilidade em termos de minutos (QUE É AQUILO QUE AOS ADEPTOS INTERESSA), do tempo que tiveram para ver estes “filhos da casa” com a camisola da águia ao peito!

E repito, não são as vendas que me apoquentam, é a PRESSA em vender jogadores ainda verdes, até em Janeiro e sem qualquer esforço por evitar prejuízos desportivos, num clube que se diz empenhado em tantas lutas e ao mesmo tempo tão pujante do ponto de vista financeiro! Isto que fique claro!

E no fim ainda fazem Holas! Já se perdeu a noção do ridículo!

BRONCA! Fair-Play Financeiro: Porto com 153,7M€ de Prejuizos (desde 2010)

Avatar
 ●  49 comentários  ● 
Porto SAD com cerca de 20% dos Prejuízos de todo o futebol europeu

Previsão FCP SAD (Orçamento 2016/2017)
Rendimentos Operacionais: 98M€ (orçamentado)
Rendimentos com Atletas (Mais-Valias): 68,5M€ (Vendas Totais Previstas: 115M€) (orçamentado)
Rendimentos com Atletas (Mais-Valias): 6M€ a 10M€ (realizado)
Custos Totais: 164M€ (orçamentado) 

Prejuízos Acumulados FCP SAD 2010-2017: -153,7M€ (Estimativa)

Na actual época 2016/2017, sem a realização de 100M€ em vendas de atletas (que representem cerca de 60M€ de mais-valias), até 30 de Junho de 2017, a Porto SAD vai acumular 60M€ de prejuízos anuais, face aos 164M€ de Custos Totais "orçamentados". No entanto, importa referir que na época passada a Porto SAD teve 180M€ de Custos Totais, e é pouco provável que consiga reduzir custos esta época, o que poderá aumentar os Prejuízos Totais para os 76M€/Ano! Até agora em termos de vendas Maicon gerou as principais mais-valias no 1º Semestre 2016/2017. 

Com 153,7M€ de Prejuízos "previstos" de 2010 a 2017, que poderão chegar aos 169,7M€ de Prejuízos, a Porto SAD ficará numa péssima situação perante o Fair-Play Financeiro da UEFA. Importa referir que na época passada a Porto SAD já incumpriu com a UEFA considerando o período 2013/2016.  É muito provável que no período 2014/2017 volte a incumprir com o Fair-Play Financeiro da UEFA,  podendo a Porto SAD sofrer punições, que em último caso poderão chegar à exclusão das competições europeias nas próximas épocas!  

Mesmo que a Porto SAD venda 100M€ em Atletas (60M€ de mais-valias) no mês de Junho, o saldo continuará a ser negativo em -38,3M€, no período 2014-2017, entrando novamente em incumprimento com o Fair-Play Financeiro, em 2 épocas seguidas.

Considerando a época 2015/2016 a Porto SAD já tinha alcançado 58,3M€ de prejuízos, valor que representa cerca de 20% dos prejuízos de todo o futebol europeu, de acordo com o célebre Estudo da UEFA que foi publicado recentemente (link)! Na época 2016/2017 a Porto SAD poderá representar mais de 20% dos prejuízos de todo o futebol europeu.

Não admira que perante tal "desespero" financeiro a Porto SAD tenha voltado aos "velhos métodos" de intimidação e de coacção aos árbitros e aos nomeadores dos árbitros, estando a ser claramente beneficiada pela arbitragem,  e a Benfica SAD esteja a ser claramente prejudicada desde o início dessas intimidações e coacções "públicas". 

É curioso que estes "factos", que já são conhecidos por parte de vários órgãos de comunicação social, estejam a ser completamente "abafados" e "silenciados"!


Como comparação, a situação económica da Benfica SAD é a seguinte: 

Previsão NGB - SLB SAD 2016/2017
Rendimentos Operacionais: 120M€ (estimativa)
Rendimentos com Atletas: 70M€ (realizado)
Custos Totais: 190M€ (estimativa)

Lucros Acumulados SLB SAD 2010-2017: +12M€ (Estimativa)

A Benfica SAD é a única SAD dos 3 Grandes com saldo positivo de 2010 a 2017, e em princípio não precisará de vender ninguém até 30 de Junho de 2017, de forma a ter o actual exercício equilibrado! Já foram encaixados cerca de 70M€ com as vendas desta época (Julho-Agosto e Janeiro).



Como comparação, a situação económica da Sporting SAD é a seguinte:

Previsão NGB - SCP SAD 2016/2017
Rendimentos Operacionais: 80M€ (estimativa)
Rendimentos com Atletas: 73M€ (realizado)
Custos Totais: 123M€ (estimativa)

Prejuízos Acumulados SCP SAD 2010-2017: -116M€ (Estimativa)

A Sporting SAD vendeu vários excedentários com salários elevados no mês de Janeiro, no entanto os Custos Totais poderão alcançar os 120M€ a 125M€ em 2016/2017, o que fará com os Prejuízos Acumulados de 2010 a 2017 se situem nos -116M€.

Se não tivesse existido a operação VMOC's, que permitiu "esconder 127,9M€ de passivo e de prejuízos acumulados" da análise da UEFA, também o Sporting já teria enfrentado enormes problemas ao nível do fair-play financeiro!


É expectável que nos próximos meses seja conhecida a decisão da UEFA face ao incumprimento da Porto SAD na época 2015/2016. A "punição" da UEFA face ao possível incumprimento desta época 2016/2017 apenas será aplicado no 2º semestre 2017 ou no 1º semestre 2018.

Esta situação está a ser "abafada" e "silenciada" na comunicação social portuguesa!
Importa saber se a própria UEFA está a "abafar" e a "adiar" a punição sobre o incumprimento do Porto!

O Partizan de Belgrado foi punido em Janeiro de 2017 com 3 Anos de suspensão das Competições Europeias, por muito menos do que isto (2,5M€ de dívidas ao fisco e à segurança social)! (link)
No caso da Porto SAD são 20% dos prejuízos de todo o futebol europeu, numa única época!
Será impossível esconder eternamente esta situação!



#BRONCA_FAIR-PLAY_FINANCEIRO

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Mexidas de Janeiro: Sport Lisboa e Benfica

Avatar
 ●  50 comentários  ● 

ENTRADAS
- Pedro Pereira, até 2022, oriundo da UC Sampdoria;

- Filipe Augusto, até 2022, oriundo do Rio Ave FC;


SAÍDAS
- Hélder Costa, cedido em definitivo ao Wolverhampton WFC, por 15 milhões de euros;

- Djuricic – No âmbito da transferência de Pedro Pereira para o Clube, foi cedido a título definitivo à UC Sampdoria;


EMPRÉSTIMOS
- João Carvalho, no Vitória de Setúbal FC, até ao final da corrente época;

- Pelé, no CD Feirense, até ao final da corrente época;

- Gilson Costa, no FC Arouca, até ao final da corrente época;

- Oscar Benítez, no CA Boca Juniors até junho de 2018;

- Guillermo Celis, no Vitória SC, até ao final da corrente época.

Fonte: SL Benfica.

-----------------------

O que acham dos movimentos de jogadores no Benfica neste mercado de Janeiro? O plantel ficou mais forte, na mesma ou mais fraco?

E já agora, fui só eu que me apercebi que o Gonçalo Guedes saiu? No site do Benfica não deram por isso?

Bora lá mister, a fórmula é fácil!

Avatar
 ●  42 comentários  ● 
Mister, é hora de simplificar o processo e, se calhar, comprar uma ou outra guerra interna para a segunda metade do campeonato:


- Ederson é um caso intocável, porém o Julio Cesar deverá ser o titular na Taça de Portugal.

- Os centrais são indiscutiveis... não são é os que o mister tem usado. Vamos lá voltar a por o Lindelof na direita e o Jardel ao centro. O Luisão é importantíssimo... no banco, no plantel, no grupo! Mas em campo, não querendo dizer que tem estado mal, precisamos de mais!

- Nas alas a formula também é simples: Grimaldo e Semedo são indiscutíveis, porém na ausência do espanhol por lesão, o segredo é manter o plano atual: André Almeida e Semedo.

- Ao centro do meio camp defensivo temos um problema complicado: Fejsa é um "monstro", porém sem substituto. Pare lá de meter o Samaris a 6... quando for preciso, lança-se o Eliseu na esquerda e o André Almeida a 6, pode ser mister?

- Na transição temos várias opções e agora chegou outra que a única coisa que me ocorre é que seja uma "compensação" (Filipe Augusto) do negócio do Guedes. Temos o Pizzi e o André Horta, sendo que até Rafa pode fazer a posição de 8, mas também Samaris. É por esta ordem mister, não há que inventar.

- Nas alas há mais uma "guerrinha" para comprar: O Carrillo tem que escolher se ganha intensidade ou ganha espaço na bancada lá ao pé de nós a gritar pelo Benfica. Como está hoje, nem no banco tem lugar e as alas estão bem entregues a Zivkovic e Cervi ou Rafa. Mister, veja lá com calma, não colocar o Rafa na frente... não tem jeito para a decisão final.

- À frente não há que enganar: Dupla maravilha de Jonas e Mitroglou, sendo que quando as equipas começam a ficar quebradas, o Jimenez é fundamental.

Não, não me esqueci do Salvio. Mister já não temos jogador, infelizmente, para mais de 50min. As lesões rebentaram com o homem, o que não quer dizer (até porque tem idade para isso) que não venha a regressar "ao passado". Porém, por agora - e utilizando o exemplo do Jimenez - é para lançar quando as defesas já começam a estar moidas. O mexicano e o argentino são duas grandes opções de banco.

Sim... eu sei que sentar Salvio e Luisão... e meter Carrillo na bancada mais do que no banco são três decisões complicadas de gerir, mas para mim também é complicado ver que poderiamos já estar a escolher o tipo de faixas que queriamos e estamos com o FCPorto a depender de si próprios para serem campeões... quem disse que a vida é fácil?

Bora lá mister, o temos o melhor treinador, o melhor plantel e o melhor 11 da Liga. É só não ceder!

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Ao ridículo que Vieira chega!

Avatar
 ●  51 comentários  ● 

Via "Papoilas do Biscaia"
Que presidente de um grande clube europeu se dava a este papel ridículo?

Claro que para Vieira o que interessa é alimentar a "máquina" Mendes. Daí o sorriso enorme do empresário.


TESTE: Quem é capaz de ser árbitro de futebol?

Avatar
 ●  25 comentários  ● 
Acho que mais tarde ou mais cedo, quando o vídeo árbitro tiver sido implantado e depois retirado do jogo por todos perceberem que estava a matar o futebol dentro das quatro linhas, e que fora delas a polémica e a contestação continuava a existir (e como eu prevejo, até a piorar), todos vão ter de perguntar a si próprios se:

1. Aceitam o erro arbitral como parte do jogo, aceitam que numas semanas beneficia uns e em outras prejudica os mesmos, acreditam na honestidade de quem dirige os jogos (mesmo quando prejudica os seus clubes), e aí sim vale a pena continuarem a gostar do jogo e a dedicar-lhe tanto da sua paixão;

2. Ou então, se não confiam, se de tudo desconfiam e em tudo vêm erros intencionais, o melhor é dedicarem a sua paixão a outro hobby qualquer, porque se torna difícil perceber o que é que retiram do jogo que seja benéfico para si;


A verdade é que o erro arbitral é parte integrante do jogo, daí ser se calhar o único desporto com regras tão subjetivas, que fazem com que o juízo de cada lance seja QUASE sempre fruto do CRITÉRIO de interpretação de quem apita.

A grande maioria dos MUITOS programas televisivos de debate de bola existem porque jogam (e ganham a vida) nesta zona cinzenta provocada por esta subjetividade, porque esta zona cinzenta potencia o debate e a intriga, e porque as regras do jogo permitem que um lance visto na TV de 10 ângulos diferentes e em camera lenta, tenha ainda assim 3 comentadeiros sentados à mesma mesa quase a andar à chapada e a dar diferentes juízos ao mesmo lance.

Como já aqui escrevi, por pouco tempo mas já andei dentro dos campos de futebol de 11 de apito na boca. Isto não faz de mim um “expert” na matéria em termos de interpretação dessa zona cinzenta de cada lance, mas faz de mim um conhecedor das dificuldades do ofício e da impossibilidade de em muitos lances haver um juízo correto.

Para quem tem a mania de ver só em cada erro arbitral (especialmente nos foras-de-jogo, como por exemplo o golo anulado ao Sporting contra o Marítimo), intencionalidade ou incompetência (em vez da impossibilidade de um juízo 100% correto fruto das limitações humanas como eu aqui tantas vezes defendo), eu sugeria um pequeno exercício:

Será que no Ténis, nos grandes torneios, aqueles árbitros que passam o jogo TODO a olhar APENAS e só para uma linha estática desenhada no court, com a ÚNICA função de ver se a bola bate dentro ou fora do campo, também são incompetentes ou “vendidos” de cada vez que vem o Olho de Falcão provar que tantas vezes os seus juízos são errados? Esses também são comprados pelo Federer ou pelo Nadal?!  

Pensem nisso companheiros, porque se no Ténis é assim com linhas estáticas, imaginem o quanto mais difícil é num jogo de futebol com 22 pessoas em constante movimento e sem linhas fisicamente desenhadas no campo que facilitem a interpretação de alguns lances.

Os debates televisivos de futebol existem por causa desta palhaçada da zona cinzenta. No dia em que não houvesse erros para apimentar a coisa, alguém iria perder tempo a ver este programas para falar da jogada bonita do Aimar ou daqueles excelente desenho tático do Rui Vitória?! Mas alguém tem interesse em discutir o FUTEBOL depois do jogo acabar e dos pontos do jogo estarem atribuídos?!

Em resumo, sim, mantenho-me no primeiro grupo, no grupo que acredita na honestidade de quem apita (nos dias de hoje), no grupo que acredita que ao longo do campeonato, com erros a favor e erros contra as contas no fim ficam mais ou menos bem saldadas, no grupo que acredita que a maior parte das vezes que um clube fala de árbitros é para escamotear culpas próprias, e no grupo que acredita que os árbitros são humanos, e que para “ajudar” à sua já se si dificílima missão, têm ainda de lidar com a pressão gigantesca das massas adeptas e de jogadores no próprio campo sempre à espera da primeira oportunidade para os enganar.

A juntar a isto, temos um futebol que se transformou no futebol dos “Prolongamentos”, dos “Play Offs” e dos “Dias Seguintes”, com advogados, engenheiros, feirantes, comentadeiros e até jovens prodígios do Damaiense, a querer serem eles os “entendidos” definidores dos critérios de análise desses lances cinzentos, fazendo com que muitos árbitros comecem a apitar, não como vêm os lances no relvado mas sim como os mesmos serão vistos quando estes futeboleiros de pacotilha os analisarem na TV, esta gente que nunca deu um chute na bola ou que eram os gordos que iam sempre à baliza, e que não sabem sequer que o contacto no futebol sempre foi permitido (até certo ponto) e que futebol nunca foi Ballet.

Para acabar, e porque estou farto desta conversa de árbitros, semana após semana apenas para desculpar erros próprios dos clubes, sugiro que vejam o vídeo deste post e me digam em quantos lances destes acertam e quantos de vocês eram capazes de ser árbitros, daqueles que nunca erram, que é o que nós exigimos aos outros.

NOTA: Compreendam no vídeo a dificuldade de no campo analisar um fora de jogo a ter de olhar para a bola a partir ao mesmo tempo, sem TVs nem repetições.




O futebol vive de resultados. E o de ontem foi mau!

Avatar
 ●  33 comentários  ● 
O que faz Luisão perante o único jogador do Setúbal que está à sua frente?

Luisão deixa o jogador avançar, não se antecipa e o Benfica sofre golo.

Bastam os resultados começarem a correr mal e há quem comece logo a baralhar as coisas. 

Não é por a equipa não estar a corresponder e por nos últimos jogos termos perdido pontos e a Taça da Liga que se vai pedir a cabeça do treinador ou seja de quem for. Não é situação para isso. É com este plantel e com esta equipa técnica com que se vai até ao final da temporada lutar pelo que resta.

Mas a exigência de estar no Sport Lisboa e Benfica não se coaduna com palmadinhas nas costas ou desculpas por insucessos. Isso é bom para clubezecos!

Essa conversa “do apoiar” é ridícula! Quem tem que puxar pelos adeptos é a equipa com o seu empenho, com o seu esforço! Com o seu melhor! 

O futebol vive de RESULTADOS! Querem cantar canções de “amor” a bater palminhas juntem-se aos escuteiros, pah.

Muito menos se pode ou deve retirar qualquer pressão quanto à estrutura, treinadores ou jogadores. Quem não souber lidar com a pressão não está a fazer nada no Benfica!

A realidade é que a equipa não está a jogar nada, Rui Vitória não está a conseguir travar a degradação das exibições e os resultados maus estão a começar a surgir.

Acho que está a faltar um pouco de coragem a Rui Vitória para mexer na orgânica da equipa e “encostar” alguns nomes que não estão a corresponder ou que perante a estrutura actual da equipa não estão a resultar.

Fica claro que Zivkovic tem que ser o “pensador” do nosso jogo visto não haver mais ninguém com a sua qualidade de passe ou visão de jogo, que Luisão não tem condições para jogar a titular pois joga desconcentrado como se viu no golo do Setúbal e que temos uma clara insuficiência a meio campo que já nos custou dissabores até na temporada passada.

Não chega despejar alas para o campo quando depois no meio não temos quem ajude Fejsa a fechar mas também a construir. E que adianta insistir em Jonas em campo quando o mesmo não estiver num bom dia?

Há que ter coragem, caro Rui Vitória. 

Este Benfica já fez bem melhor e tem que voltar a fazê-lo, urgentemente! 

P.S.: São ridículos os “recados” que estão a ser enviados para a CS sobre a arbitragem! O Benfica não perdeu pontos pela arbitragem! Perdeu porque não jogou o suficiente para os merecer!

O que espero é que a “estrutura” do Benfica tenha a coragem de denunciar que há um clube que se tem ganho jogos é porque tem sido favorecido! Isso sim! Mas voltarei a esse tema, muitas vezes.

Em lances importantes no mesmo momento de jogo, marca-se sempre a favor do FCP e nunca se marca a favor dos outros.

Nos momentos fracos, a força da vitória!

Avatar
 ●  47 comentários  ● 

Fico imensamente feliz que o Benfica não seja liderado por aqueles que impelidos pela vontade de mostrarem a sua opinião, escolhem os momentos bons para relativizar os méritos e os momentos maus para encontrar culpados.

Como disse uma vez Luis Filipe Vieira, nas poucas frases da sua autoria que me revejo: "Só não falha quem não tem que decidir".

Agora é tão facil dizer que a culpa é do Luisão, do Pizzi, do Carrillo, do André Almeida... enfim, com jeitinho podemos dizer que a culpa é de qualquer um, na medida em que têm estado todos em momentos de rendimento abaixo do que nos têm habituado.

Incrível como há um mês e meio os mesmos adeptos que apelidam a equipa de medíocre, são aqueles que exultavam termos um plantel completo e que dava para ter duas equipas de grande qualidade.

Da minha parte não tenho grandes dúvidas: O Benfica vai ser campeão! 

Tal como fiz na época de Trapattoni, vou estar na Luz em todos os jogos a apoiar, talvez ainda vá sair desiludido de alguns jogos, talvez não! Mas vou sempre acreditar no título e tenho motivos para isso porque, caso ainda não tenham percebido, o SLBenfica é o líder da classificação!

Eu estou-me nas tintas para todo os que praticam esse desporto de destilar ódio e frustração em cima da equipa do SLBenfica. Pois eu prefiro acreditar já no próximo jogo... e se correr mal, quero acreditar no seguinte.

Sim, eu sei que "algo" se passou no futebol português que fez FCPorto e SportingCP calarem-se sobre as arbitragens desde aquela famigerada reunião na FPF. Depois disso o Benfica foi roubado em três golos (três) com o Boavista, em dois lances capitais com o Tondela, num golo ilegal com o Moreirense e agora num penalty com o Setúbal.

Se acho que isso é o motivo das perdas de pontos? Não! Penso que um clube como o Benfica tem a obrigação de vencer estes jogos contra os adversários e contra erros de arbitragem. Mas isso não faz com que me esqueça de que "algo se passou".

Seja como for, mantenho intocável a convicação de que vamos ser campeões! É com essa convicção que estarei na Luz e continuarei a apoiar o SLBenfica em todos os jogos estamos nós em primeiro, ou em segundo lugar - onde sinceramente nao acredito que venhamos a estar até Maio.

Aceito que qualquer um de vós venha para os blogs, redes sociais, cafés e mensagens aos amigos deixar as suas frustrações. Podem trazê-las todas, porque me são totalmente indiferentes perante a minha convicção genuína que vamos ser campeões.

E desejo até que haja muitos destes profetas da frustração e da desgraça, pois será em cima desse descrédito que vamos construir o sucesso que em Maio fará esses frustrados saltar a gritar "O Benfica é Campeão".

Deixo um abraço especial, então, a todos esses adeptos que acreditam sem pestanejar que o SLBenfica deveria vencer todos os jogos e que sempre que tal não acontece, os jogadores são fracos, não deviam jogar o A, o B ou Z e que já agora o treinador não é competente e pode ser despedido na primeira oportunidade.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A sobranceria paga-se quase sempre caro, mas os maus sinais têm vindo de cima!

Avatar
 ●  55 comentários  ● 
De que nos vamos queixar hoje? Do penalty no último segundo pois claro, que ocultará tudo o resto e tudo o que não fomos capazes de produzir, mais uma vez, contra uma equipa de terceira categoria.

Evidentemente, nem Porto nem Sporting se atrasaram no campeonato por causa dos árbitros, nem o Benfica perdeu a Taça da Liga ou viu diminuída a vantagem que tem no Campeonato por causa dos árbitros.

Os pontos perdem-se (quase sempre) quando não se joga nada, que foi o que o Benfica fez contra o Boavista, que fez em 45 minutos com o Tondela, que fez em 90 minutos com o Moreirense e que voltou a fazer hoje em 90 minutos com o Setúbal.

E quando se joga pevide, passa-se pois o jogo a escrutinar a 100% todos os juízos do homem do apito, porque de facto a incapacidade futebolística é tanta que qualquer esmola arbitral é bem vinda: um penalty, um pontapé de canto, até um lançamento de linha lateral se preciso.

Pode-se sempre tentar enganar as massas, pode-se sempre tentar atirar poeira para os olhos das pessoas para as desviar do essencial, mas a verdade também é que por detrás do ruído que se levanta para desviar as atenções, os adeptos não são estúpidos, nem os encarnados, nem os azuis nem os verdes, e percebem quase sempre que as sequências de maus resultados são alicercerados no que as más exibições dos seus clubes merecem.

Causas?

Má forma de alguns jogadores? Óbvio. Acontece, todos os clubes passam por estas fases e talvez esta seja a nossa.

Jogadores que perderam o foco?! Não duvido. Não duvido que o catálogo da La Redoute já esperava ter o Lindelof em Manchester por esta altura e ter o Jimenez na China. Sonhou com isso o Benfica e os jogadores também certamente. Talvez seja preciso tempo para reajustar o chip.

A venda de Gonçalo Guedes? Claro! Um clube que diz que não precisa de vender em Janeiro mas que depois não tem capacidade para segurar o seu jogador em melhor forma mais uns meses, percebe se calhar já hoje que a diferença entre ter Jonas ou Guedes na frente é a diferença entre ser capaz de jogar a 100km/h ou não passar dos 20.

Jogadores que precisam de jogar para serem vendidos, mesmo que não estejam a jogar a ponta de um corno? Só não vê quem não quer. Para mim nem tanto pelo Sálvio, mas Lindelof é um exemplo crasso! Tem sido demasiado fraco para manter Jardel no banco, ainda por cima para por o Sueco a jogar no lado em que o Brasileiro é mais forte! Mas o sueco tem de ser vendido... E se eu fosse o Jardel também estaria f*#?do!

Pizzi e Fejsa no meio?! Já tanto se bateu nesta tecla e nada se fez, que passa a ideia de que são os adeptos que não pescam nada disto. Mas pescam, essa é que é a verdade. Nada contra o Fejsa e o Pizzi de facto, mas vê-los a jogar em sub-rendimento, ultimamente a jogar quase parados, a jogar sempre só porque sim, ou porque na realidade no Benfica não há outros para os seus lugares, faz-me realmente perguntar que raio de planeamento de época é este e que raio de flexibilidade tática se quer dar à equipa (para mais quando já eram conhecidas as consequências desta fórmula o ano passado)!

Claro que Rui Vitória tem também de assumir a sua quota parte de culpa neste mau momento, e este ano não se pode queixar nem de falta de fartura nem de investimento. Neste momento vê-se uma equipa a assentar o seu jogo bem mais no brilhantismo individual do que no coletivo que não tem.

Mas na verdade também, os interesses financeiros a sobreporem-se em todos os Janeiros aos interesses desportivos não vem de hoje. LFV tem sido perito neste tipo de abordagens e neste tipo de favas com que contempla os seus treinadores a meio da época, quando se está no calor da luta e os treinadores têm de ir buscar (e criar) novas soluções.

Neste momento o que se vê essencialmente é muita falta de concentração e de foco da parte de alguns jogadores. Infelizmente tenho de dizer que a destabilização tem vindo de cima, de três ou quatro jogadores com um pé na Luz e outro lá fora, e desta ideia que se criou que deste Benfica poderiam sair já dois ou três titulares hoje, e que quem ficasse chegaria e sobraria para dar conta do recado.

A sobranceria paga-se quase sempre caro, mas os maus sinais têm vindo de cima!

V. Setúbal - Sport Lisboa e Benfica

Avatar
 ●  70 comentários  ● 

Onze inicial do Benfica: Ederson;, Nélson Semedo, Luisão, Lindelof e André Almeida; Fejsa, Pizzi, Zivkovic e Cervi, Jonas e Mitroglou.

É para ganhar!!!

Negar o Apito Dourado é atacar o Sport Lisboa e Benfica. Parte II

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
Adriano Pinto foi fundamental no controle da arbitragem


No seguimento do post "Negar o Apito Dourado é atacar o Sport Lisboa e Benfica. Parte I", volto a falar do ataque de Pinto da Costa às estruturas do futebol de forma a garantir a sua sobrevivência na presidência do FC Porto. E isso só se vai conseguir com o FC Porto campeão.

O que Pinto da Costa parece também esquecer é que uma das únicas pessoas que ousou fazer frente ao presidente do FC Porto não teve medo de decidir o seguinte:

"FC Porto perde seis pontos, Pinto da Costa suspenso por dois anos, Boavista despromovido


A decisão foi anunciada por Ricardo Costa, presidente da Comissão Disciplinar (CD) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

A CD puniu também João Loureiro, antigo presidente da SAD do Boavista, com uma suspensão de quatro anos e uma multa de 25.000 euros.

Além da perda de seis pontos, o FC Porto foi punido com uma multa total de 150.000 euros, e Pinto da Costa condenado ao pagamento de 10.000 euros, na sequência de dois processos instaurados pela LPFP, por corrupção tentada, que condenaram ainda os árbitros Jacinto Paixão (quatro anos), José Chilrito e Manuel Quadrado (dois anos e meio)." - Sapo.


Ricardo Costa afrontou a corrupção. O FC Porto só não foi condenado fora do desporto e com descida de divisão porque as escutas telefónicas que todos conhecemos foram consideradas inválidas em tribunal. Uma "tecnicalidade" à portuguesa que safou os corruptos.

Mas numa altura da história do país em que outras escutas que comprometiam o então primeiro ministro foram mandadas destruir à pressa por um dos mais altos responsáveis judiciais do nosso sistema de justiça, isto também não foi estranho.

Aliás, bastava olhar para a tribuna do Estádio do Dragão para ver quantos juízes por lá andavam e andam.

A questão é só uma e foi alertada aqui no NGB ainda antes das eleições da FPF: o FC Porto precisa deste título de campeão e para isso faria tudo, mesmo recorrer aos métodos antigos.

O FC Porto tem que obrigatoriamente vender no final da temporada. E se não valorizar jogadores sendo campeão, não vai sequer ficar próximo dos cerca de 100 milhões de euros que necessita. 

Por isso apostou na indicação de nomes para o Conselho de Arbitragem da FPF, apostou na reaproximação a Fernando Gomes através do seu braço direito Tiago Craveiro(conhecido como "Cachecol do Porto") e pressiona à maneira antiga árbitros e jogadores adversários.

Também a "zanga" fingida com Joaquim Oliveira serviu só para enganar os otários. Joaquim Oliveira está em força novamente na marcação cerrada aos decisores do futebol. Não há evento na FPF em que não esteja na primeira fila. Até ontem, na final da Taça da Liga, estava com Pedro Proença e os presidentes de Moreirense e Braga na tribuna do Estádio do Algarve.

Na sequência da reunião secreta com Fontelas Gomes, estão à vista os resultados que dão vitórias ao FC Porto. Desta vez foi o "piscinas" André Silva a sacar um penalty ao burro do Moreira. Mas teria o árbitro marcado aquele penalty se fosse o Benfica ou o Sporting que estivessem na mesma posição de perder pontos? Nunca.

Daí que não tenha sido por acaso que Pinto da Costa atacou em público e de forma tão cobarde Rui Gomes da Silva e o Sport Lisboa e Benfica.

Mas até agora, alguém da estrutura do Benfica sequer ousou colocar este velho corrupto na linha? Não! Só silêncio! Quando se trata de responder ao FC Porto do Benfica nada se ouve! 

Nem presidente, nem vices, nem sequer o pau mandado no Dubai. Silêncio total.

Hoje não tenho a mínima dúvida que Rui Gomes da Silva continuará a defender o Sport Lisboa e Benfica no "Dia Seguinte". Podem gostar ou não do seu estilo, mas ninguém tem dúvidas que defende o Benfica! 

Hoje também vou estar atento a André Ventura e Pedro Guerra. Sempre tão bem informados e preocupados com o Sporting, quero ver se hoje têm a coragem de defender o Benfica deste ataque e desta mentira de Pinto da Costa!

Quero ver se hoje vão defender o Benfica e o futebol português deste "Apito Dourado II" em que o FC Porto torna a controlar o sistema e a usar a mesma fórmula de sempre: prejudicar o Benfica, afastar dos lugares cimeiros o Sporting para eliminar concorrência e controlar tudo na fase final do campeonato para poderem ser campeões!

Os burros lagartos e lampiões, portanto os fanáticos e com palas, que continuam a alimentar uma guerra estúpida entre Benfica e Sporting, não têm pelo que parece inteligência para ver o óbvio. Não sei onde é que andaram nos últimos 30 anos.

Um destes exemplos é este post no Mister do Café. Estranho como é que um blogue aparentemente bem informado vem fazer um post dando como exemplo de apoio ao Benfica Pedro Proença! Descobriu a pólvora que o Proença era sócio do Benfica! 

O que o Mister parece não lembrar é os momentos chave em que Proença entregou directamente ao FC Porto 2 títulos de campeão subtraídos ao Benfica! 

Nem sequer o Mister parece ter percebido que Duarte Gomes, Proença e Fontelas eram unha com carne até saírem da arbitragem e da APAF. Até Fontelas ter roído a corda a Proença e ter passado por cima do antigo árbitro para ir para a FPF.

Lá está: o fanatismo no apoio a Bruno de Carvalho e a necessidade de agitar o "anti-Benfica" faz com que o Mister do Café em vez de defender o Sporting defenda Bruno de Carvalho. São opções. Quando o seu clube ficar novamente a lamber os pés ao FC Porto, depois venha chorar.

No NGB continuaremos a defender o Sport Lisboa e Benfica e a denunciar os corruptos que infectam o futebol português desde os anos 80.

Continuaremos a lembrar o Apito Dourado e os roubos vergonhosos desde final dos anos 80. Quem não tiver memória disso ou não era nascido, que se informe antes de falar do que não sabe.

Há algo de muito sujo no futebol português

Avatar
 ●  24 comentários  ● 

É só a mim que me parece estranho que o treinador de uma equipa da I Liga, portanto adversário do Sporting também, seja tratado como funcionário deste clube?

Eu percebo a excitação do Sporting por o Moreirense ter vencido a competição depois de afastar o Benfica. Na prática o facto de terem eliminado o Benfica conta como #maisumtitulo para o Sporting.

Agora... destacar "em especial" (é uma citação) o Inácio na mesma medida em que destacam os seus próprios jogadores? 

É só a mim que me parece que estamos a falar de um treinador que na verdade é um funcionário do Sporting empregado num clube adversário, porque o treinador atual não tem boa relação com ele?

Não deixa contudo de ter a sua piada ver que esse funcionário do Sporting tem tantos títulos conquistados em dois meses no Moreirense, como o treinador que o afastou tem em dois anos no Sporting.

Por falar em títulos no Sporting, pelos vistos já há quem os compare ao Moreirense: "Agora seja o que Deus quiser. É regressar à minha casa. Conseguimos ganhar um troféu, incrível. Agora é tentar lutar pelo campeonato [no Sporting]. Se ganhámos aqui, também podemos ganhar lá"

domingo, 29 de janeiro de 2017

"Contra o Benfica" virou moda

Avatar
 ●  46 comentários  ● 
Dos adversários à imprensa, virou moda carregar a pressão no Benfica ignorando as exibições medíocres de quem tem como missão recuperar pontos ao Benfica.

Uma dessas equipas, com um futebol sofrível, voltou ontem a ter o caminho aberto pela arbitragem numa série de 4 jogos seguidos a serem-lhes oferecidos pontos sem mérito dentro de campo.

Este futebol português é uma palhaçada!

Desde que o Benfica é PREJUDICADO em todos os jogos e o FCPorto BENEFICIADO de forma escandalosa, nunca mais ninguém se queimou do estado da arbitragem. Aquela reunião foi muito útil, realmente

ranking