O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 31 de março de 2012

Os quartos da Champions - 1ª mão II

 ●  1 comentário  ● 
Portugal, 31 de Março de 2012

No texto anterior salientei que apesar do nosso passado glorioso de conquistas desportivas, somos a equipa com o 2º orçamento mais baixo nesta fase da Champions. Para chegar aqui eliminamos pelo menos 2 orçamentos superiores, o Manchester United e o Zenit, já que se desconhece o orçamento do Basileia e o do Otelul é seguramente inferior ao nosso. Apesar do povo costumar dizer que “não há duas sem três”, também se diz que “à terceira foi de vez”.

Nesta 1ª mão, fizemos um bom conjunto de indicadores estatísticos apesar da eliminatória ser desequilibrada em termos orçamentais: tivemos o 2º melhor registo de remates à baliza (17), tivemos o melhor registo de remates enquadrados com a baliza (8), a par do Real Madrid, fomos a equipa que a par do Barcelona fez menos faltas (9) e fomos a única equipa que actuando em casa, teve posse de bola de 50%. Milan, Marselha e APOEL tiveram menos.

Onde foi afinal que falhamos? Bem, se optarmos pela lógica de La Palisse, falhamos porque o adversário meteu um golo e nós não. Se optarmos pela lógica do “primo” do La Palisse podemos pegar nas questões técnico - tácticas, apontando para cima do treinador, ou podemos reparar que o golo nasceu do lado esquerdo, apontando para cima do Emerson e admitindo que o Benfica joga com 9 jogadores do lado direito e 1 do lado esquerdo.

Creio que se perde demasiado tempo a falar de banalidades no futebol, com a perversidade de muitos ditos analistas profissionais e outros amadores não quererem perceber que depois do jogo acabar é fácil ser treinador ou jogador.

A jogada que dá o golo ao Chelsea é uma jogada recorrente que o Benfica permite (em particular) nas provas europeias, ao longo dos anos. Não foi uma jogada diferente da que deu o golo da vitória do Manchester United na Luz, quando éramos treinados pelo Fernando Santos e o Emerson ainda estava no Brasil à espera de ser contratado pelo Lille. Ou a jogada que dá o 2º golo da Fiorentina na Luz em 1996/97. O defesa direito era o Calado e depois do 0-1, para tentar ganhar o jogo, Manuel José trocou Calado por um avançado, descendo Panduru para essa posição. E foi por aí que nasceu esse tal 2º golo em cima do mn 90. Ou o 1º golo do Halmstad quando Mourinho descobriu que Uribe era um defesa direito. Ou o 2º golo do FCP no jogo da Liga, que nasce de um roubo de bola (em falta não assinalada), desenvolvendo-se a jogada de contra ataque pelo centro do terreno (e não pelo lado esquerdo). Ou o 1º golo do Bayern em Marselha, com a diferença que nasce de um roubo de bola sem falta (embora os do Marselha tenham ficado a pedi-la).

Mais exemplos poderiam ser dados, mas estes creio serem suficientes para concluir que o problema não é de um jogador mas de uma forma de jogar. O Benfica infelizmente continua a querer ganhar aos grandes orçamentos do futebol, jogando olhos nos olhos, com lealdade e sentido positivo de tentar ganhar, sem qualquer malícia...

E penso que é aqui que está o problema. Sabendo que em todos os jogos existem roubos ou perdas de bola que originam contra ataques devido ao posicionamento ofensivo (veja-se a semelhança com o 1º golo do SCP ao Metalyst), os jogadores do Benfica devem saber que têm de fazer falta mesmo que isso signifique levar cartão amarelo. E o Jardel devia tê-lo feito para parar a jogada e permitir o reagrupamento defensivo da equipa...

Para mim foi, é e continua a ser este o maior problema do futebol do Benfica ao longo dos anos: o nosso maior inimigo é a nossa lealdade e positividade como encaramos os jogos de coeficiente de dificuldade elevado. Mudar de jogador ou de treinador não é o caminho correcto, mas sim mudar a nossa forma de abordar o jogo em determinadas partes do mesmo.

Por último verifico que vencemos fase de grupos com uma média de 16 faltas feitas por jogo, que passou para 13,5 na eliminatória com o Zenit, e que neste jogo com o Chelsea foram 9 (contra 17 do adversário). Estranho talvez ... E se considerarmos que o Manchester saiu da fase de grupos com uma média de 9 faltas feitas por jogo, se calhar teremos de repensar muita coisa no nosso futebol ...

Sport Lisboa e Benfica - Agremiação Do Amigo Salvador

Avatar
 ●  3 comentários  ● 
Este é o jogo do ano. Em muitos aspectos.

O jogo do ano para o Benfica, como serão todos até ao fim caso vença. Ao alcançar a vitória, o Benfica aumenta consideravelmente as suas probabilidades de ser campeão nacional.

Ao empatar, e caso os corruptos tenham vencido o seu jogo, diminuem bastante as suas hipóteses.

Ao perder, fica quase irremediavelmente afastado do título. 

Para o Braga, apenas vencer lhes dará a real hipótese de serem pela primeira vez campeões nacionais. Porque qualquer outro resultado fará com que as 'ajudas' externas trabalhem em prol dos corruptos.

É o jogo do ano também para JJ.
Perder com o Braga na Luz será o golpe final na sua carreira no clube. Ao contrário do que se tenta fazer passar em alguns 'corredores' benfiquistas, o apoio ao treinador por parte dos adeptos já não unânime, nem sequer maioritário. Basta estar sentado na Luz durante os jogos e perceber o que se diz à volta. 

Um segundo ano sem ser campeão, com todo o investimento feito pelo clube, não é aceitável.

Daí, espero sinceramente que logo se verifiquem vários pontos.

Os corruptos perderem pontos com o Olhanense(difícil de acontecer), o Benfica vencer o Braga, ver uma boa exibição da equipa como galvanização para Londres, e dar ânimo para o que resta da época aos adeptos.
Esses que gastam do seu bolso para seguir o clube. Que sacrificam a vida familiar para irem 2 horas e tal à Luz ou a outro estádio. Esses que fazem contas de 'sumir' para pagarem bilhetes inflacionados. Esses que quando querem ver o Benfica fora, não têm 'pacotes' do Benfica em saldo. Pagam 30, 40, 50 ou 60 euros e mais a deslocação e alimentação.

Os adeptos dos Benfica merecem tudo do melhor. É isso que o clube lhes vai dar. Acredito nisso.

  

sexta-feira, 30 de março de 2012

Abre a pestana Benfica!

Avatar
 ●  12 comentários  ● 
                                                                    in: Céu Encarnado


Manuel dos Santos, em declarações na Antena 1, esta quarta-feira.
in: Braga levado ao colo

quinta-feira, 29 de março de 2012

Os quartos da Champions - 1ª mão I

 ●  22 comentários  ● 

Portugal, 29 de Março de 2012

Não começamos bem esta fase da Champions, pois ao perdermos o 1º jogo com o Chelsea complicamos, e de que maneira, as hipótese de passarmos às meias de final da prova, objectivo que os mais realistas sonham há 22 anos.

Entre adeptos há naturalmente as mais díspares opiniões, há infelizmente uma maioria que continua enfeudada na “teoria da culpa”, há infelizmente demasiada gente com mais ou menos responsabilidade no mundo de opinião benfiquista, que opta pelo lamento ou pela acusação gratuita e não pela procura das razões do inêxito. Que, faço notar também, não deve ser uma procura exagerada pois o futebol tem 3 resultados possíveis e se não fosse assim o Barcelona não empatava com Milan e o Marselha não perdia em casa com Bayern.

Antes desta fase da prova começar sabíamos que o Benfica era apenas o 2º orçamento mais elevado (entre 8 equipas), com menos de 40 milhões de euros apenas à frente do APOEL com 10 milhões. O 3º orçamento deverá ser o do Marselha, no mínimo o dobro do orçamento do Benfica, ou seja perto de 80 milhões. Os orçamentos não ganham jogos é certo, mas por alguma razão não podemos contratar Lampard ou Terry, já para não falar porque tivemos de deixar sair David Luiz ou Ramires

Saiu-nos em sorte uma equipa que terá orçamento superior a 100 milhões ou seja, mais do dobro do Benfica. E que era a equipa preferida do nosso treinador, embora toda a gente se recorde que esse desejo foi expresso quando o Chelsea era treinado por Villas Boas. E de facto era uma equipa mais acessível como comprovavam os resultados. Hoje infelizmente o Chelsea mudou para melhor, tem um treinador que conseguiu mostrar em 6/7 jogos que o problema não era do vedetismo dos jogadores mas da falta de qualidade (de árbitros e boa comunicação social) do embuste Villas Boas (que tantos benfiquistas elogiaram).

Analisando os jogos dos quartos de final, verificamos que nenhuma das 4 equipas que jogaram na condição de visitados conseguiram marcar 1 golo, o que creio ser inédito na história da prova. Cumulativamente ficamos a zero, o que nos anos mais próximos, em todas os jogos europeus disputados na Luz, apenas tinha acontecido nos quartos de final da época de 2005/2006 com o Barcelona, onde por coincidência, também ficou 1 penalty claríssimo por assinalar a nosso favor.
 
Das equipas que jogaram em casa, o Benfica foi a única que conseguiu ter a mesma posse de bola que o adversário 50%. Milan com 32% e Marselha com 42% ficaram abaixo. O APOEL nem se fala: 30% frente ao Real Madrid. Isto é, apesar da nossa eliminatória ser o 2º emparelhamento mais desequilibrado em termos de orçamentos, o que se verificou é que o Benfica conseguiu ter uma boa posse de bola. Um ponto a nosso favor. Mas há mais...

Verificamos também que o Benfica foi a 2ª equipa a conseguir mais remates à baliza do adversário, 17, só atrás do Real Madrid frente ao “poderoso” APOEL com 20. Barcelona (15), Chelsea (10) e Marselha (8) são as equipas que se seguiram. Se considerarmos apenas os remates enquadrados com a baliza, passamos para 1º lugar a par do Real Madrid ambos com 8 remates. A seguir vêm Barcelona com 5, Marselha com 4, Bayern e Chelsea com 3.
Se considerarmos a variável faltas efectuadas, continuamos em 1º lugar a par do Barcelona com apenas 9 faltas assinaladas. Real Madrid com 11 e Milan com 14 vêm a seguir.

Ou seja, apesar do critério “orçamento” nos ser desfavorável, verificamos que a nossa equipa bem apoiada pelo (às vezes) magnífico público da Luz, conseguiu um impensável conjunto de bons registos que atesta a qualidade da equipa e do jogo que efectuamos.

E apesar disto tudo, perdemos. Algo que doeu mas que não pode surpreender nesta fase da prova em que os jogos se resolvem por detalhes. E quando o árbitro, com grosseria, também contribui para os detalhes, torna-se muito mais difícil para uma equipa de pequeno orçamento que acumula o facto de ser a 3ª equipa menos experiente nesta fase da prova (à frente de Marselha e APOEL).

Como benfiquista, sinto-me orgulhoso da equipa. Como analista amador, avanço com as minhas explicações para a derrota no próximo texto.


   

quarta-feira, 28 de março de 2012

Advertir sim mas com responsabilidade

 ●  15 comentários  ● 
Acabei de enviar este ofício para a FPF; sujiro que façam o mesmo.

Assunto: Advertência de Árbitros

Na sequência da turbulência que atualmente se vive no futebol, nomeadamente, em torno do desempenho das equipas de arbitragem e da alegada publicação de informação pessoal e confidencial dos Árbitros, após reunião dos mais conceituados deles na FPF, esta entidade, advertiu via CS os agentes desportivos, nomeadamente, Dirigentes e Técnicos dos clubes, de que estão dispostos a boicotarem os jogos de futebol caso se verifiquem novas declarações desabonatórias do seu trabalho.

Reprovo e rejeito liminarmente quaisquer atitudes insultuosas ou intimidatórias dos Srs. Árbitros e muito mais das respetivas famílias. Mas estes, têm que ser consciencializados e responsabilizados pelos danos que os seus erros grosseiros ou critérios diferenciados provocam nos projetos desportivos e económicos das vítimas dos mesmos, como tem sido o caso do Benfica (e não só), do qual sou Sócio, Acionista e investidor e não mero Adepto.

Posto isto, insto o Sr. Presidente da FPF a informar publicamente, nos mesmos termos, os interessados, das diligências em curso que tomou ou planeia tomar para prevenir e punir exemplarmente tais erros.

Os Srs. Árbitros e seus dirigentes não podem remeter-se à defesa intransigente dos seus interesses, enquanto os seus erros “fabricam” campeões e destruindo alguns clubes de futebol, estes sim, indispensáveis à continuidade da atividade. A não ser que queiram assumir o financiamento dos mesmos e, nesse caso devem dizê-lo publicamente.

Sugiro ainda que quer a FPF quer a APAF desenvolvam urgentemente um projeto de criação de um fundo ou seguro para ressarcimento dos clubes vítimas dos referidos erros grosseiros e capitais sob pena de, aos olhos do público e investidores do futebol perderem toda a credibilidade para criticar seja quem for! Há muito que o futebol deixou de ser um entretenimento de rua para ser uma indústria que além de muitas centenas de milhões de euros, movimenta multidões, esperanças, afetos e expetativas. Será que os Srs. Árbitros e os seus dirigentes estão conscientes disso?

Espero a honra de uma resposta concreta e esclarecedora,

Com os melhores cumprimentos,

António Barreto

SL Benfica vs. Chelsea FC - uma oportunidade perdida

Avatar
 ●  12 comentários  ● 
Fica um sabor amargo de que o Benfica poderia ter obtido um resultado melhor, e que na segunda mão poderá ser possível equilibrar a eliminatória.

O Benfica entrou bem no jogo, sem tremideiras e a procurar estudar qual iria ser a postura do Chelsea. Cedo se percebeu que os 'blues' iriam jogar na contenção, com o relógio e procurar explorar o contra ataque.
A boa entrada da equipa foi-se esbatendo e os ingleses começaram a conseguir dificultar cada vez mais o fluxo de jogo do Benfica. 

Daí ter sido um jogo equilibrado, com a posse de bola a ficar nos 50% - 50%. Em oportunidades de golo, tivemos mais ocasiões, mas a eficácia é que conta em qualquer jogo. Enquanto o Benfica fez 8 remates à baliza, o Chelsea apenas fez 3, um deles certeiro.

A equipa do Benfica teve alguns elementos em bom plano. Maxi foi o melhor benfiquista em campo, Jardel faz um jogo impecável, pecando apenas em não fazer falta sobre o Torres na jogada que dá o golo aos 'blues', Artur muito mal numa saída a um canto mas com uma defesa fantástica a remate do tatuado Meireles. 
O resto da equipa esteve bem a espaços, todos tendo algumas jogadas de bom pormenor, mas intervalando isso com algumas intervenções mais infelizes. Com uma excepção, que mencionarei mais abaixo.

O problema do Benfica neste jogo foi muito pelo físico. Pela terceira vez seguida, chegamos à fase fulcral da época com os jogadores exaustos. Com a excepção do Maxi, ninguém parece estar em forma fisicamente. A lentidão quer de processos quer de arranque para contra ataques é evidência clara.
E isso degrada o fio de jogo, que é inexistente. As jogadas de perigo nascem de iniciativas ou rasgos individuais de jogadores.  

Também a procura das fraquezas do Chelsea foi algo que o Benfica não conseguiu fazer. Pelo contrário, e até confirmado pelo Ramires aqui, os ingleses, assim como todos os que estudam os adversários, sabiam bem que tinham de explorar o lado esquerdo da defesa do Benfica.

E agora Emerson. Penso que ninguém pode falar da qualidade de Emerson. Simplesmente não a tem. Os resultados da sua titularidade não foram piores porque lá se foram resolvendo os seus erros.
Mas mais uma vez ficou provado que não tem quaisquer condições para ser jogador do Benfica, quanto mais titular. É um grande peso para a sua equipa. Não sabe atacar nem defender. Numa jogada da primeira parte o Ramires passa por ele parecendo que está parado. De que lado é o golo do Chelsea?

Quanto a JJ, a abordagem inicial do jogo foi correcta. Mas o passar do tempo já não lhe deu razão. Devia ter tirado Cardozo que foi uma presa fácil para a defesa do Chelsea. A aposta na dupla Nelson/Rodrigo ou Nélson/Saviola para a segunda parte era a mais apropriada. 
Continuo a dizer que JJ demonstra não ter estofo para liderar o Benfica. Já o provou. Tacticamente todos bloqueiam(palavra interessante esta) o Benfica. JJ não surpreende, não varia.

Quem acompanha o blog lembra-se que aquando do sorteio falei na possibilidade de a UEFA querer 'sonhar' com uma final Barça-Real e com uma meia final Chelsea-Barça. Muitos foram os que disseram que lá estava eu com a teoria da conspiração. 
David Luiz perdoado pelo menos 2 vezes ao cartão amarelo, que o impediria de jogar a segunda mão. Penalty claríssimo por marcar. Fora uma actuação muito habilidosa na marcação de faltas. 
Ainda acham o mesmo?

Tenho esperança que na segunda mão as coisas se invertam. 

Nota: os 2 jogos de suspensão ao Aimar são mais um prémio ao apoio dado ao sistema.

Mais uma vez ficou claro...

 ●  18 comentários  ● 
Que não temos no plantel substitutos directos para Witsel e Aimar, ou pelo menos JJ acha que não. Quando saiu Aimar e Bruno César, entraram Matic e Nolito. Ora, nem Matic tem as características de Witsel e nem Witsel tem as características de Aimar, de organizador de jogo.

Quando Aimar tem de sair penso que quem poderia assumir as suas funções seria o Gaitan ou até Bruno César. Para a posição de Witsel é que não temos mesmo ninguém como ele. Aquele que poderia fazer a sua posição foi emprestado em Janeiro e não veio ninguém para o substituir, como médio claro!! Portanto, ontem JJ também falhou nas substituições pois perdemos qualidade na posse de bola.

Gostaria mesmo muito que para o ano o Benfica jogasse num 4x3x3 e colmatasse as falhas no plantel.

Para mim o Benfica necessita de um médio defensivo, de um médio centro de apoio, de um médio centro organizador (substituto deAimar), de um defesa esquerdo, de um defesa direito, de um extremo direito. Em algumas destas posições temos jogadores com contrato com o Benfica que poderiam ser chamados á equipa para o ano.

 

Eu já fiz a minha parte! E tu?

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
"Se existirem declarações que ponham em causa a honorabilidade, a honestidade e a dignidade da arbitragem, os árbitros pararão na jornada seguinte", disse esta terça-feira o presidente da FPF, Fernando Gomes.

Ok, Srº presidente da FPF.. Aqui vai a minha declaração:
«Em Portugal há corrupção na arbitragem!  
A maioria dos árbitros não merece credibilidade alguma!» 
by: MasterGroove

Se alguém tiver dúvidas, confirme AQUI...



terça-feira, 27 de março de 2012

Trabalhinho encomendado...

 ●  15 comentários  ● 
O Aimar foi suspenso para os jogos contra o Braga e Sporting.

Toca a distribuir frutinha pelo Capela e Conselho de Disciplina da FPF!


 

A lata que este tipo tem.

Avatar
 ●  29 comentários  ● 
"Apelo à calma e à tranquilidade, bem necessárias nesta fase crucial do campeonato", disse o juiz da Associação de Futebol de Lisboa, Pedro Proença, considerando que "isto acontece porque o campeonato está competitivo como há muito não estava".
Segundo Pedro Proença, "é mais fácil aos dirigentes não assumirem as suas verdadeiras responsabilidades e assacar aos árbitros as responsabilidades dos erros na competição". "Há três equipas a disputar o primeiro lugar e isso provoca algum nervosismo aos dirigentes", concluiu.

Caríssimo Pedro Proença:

Aos dirigentes estamos cá nós para assacar responsabilidades.
E a ti? Já pensaste no peso que trazes às costas? O peso de seres um instrumento da corrupção? De errares sempre para o mesmo lado? De já teres tido a necessidade de trocar de dentes devido a isso? 
Em vez de se fazerem coitadinhos, apitem com justiça e assumam quando erram.
Mas se calhar isso provocará um abaixamento dos rendimentos, não é Pedro?

  

segunda-feira, 26 de março de 2012

Greve dos árbitros? Venha ela!

 ●  16 comentários  ● 
Pelos vistos o Sindicato dos Corruptos-Passivos ameaçou com greve no Campeonato se os dirigentes desportivos continuarem a abrir a boca com críticas à arbitragem.

Mas isso é alguma ameaça?? Isso para mim é a melhor notícia do dia! Venha de lá essa greve, e mandem vir árbitros do estrangeiro para suprir as falhas que talvez assim o Benfica deixe de ser roubado.

Há que defender o bom nome do Presidente...

 ●  17 comentários  ● 

Uma, duas, três vezes falso




“Primeiro foi o Record, no sábado, depois o DN e o JN dando conta de críticas exaltadas dirigidas pelo Presidente do Sport Lisboa e Benfica aos jogadores, na passada sexta-feira, em Olhão.

Infelizmente, o nosso jornalismo padece de fenómenos destes. Basta alguém publicar algo sem fundamento que logo aparecem alguns jornais que se apressam, pelas piores razões, e sem qualquer critério, a segui-lo.

A história é falsa, não tem qualquer fundamento e é desejo do Sport Lisboa e Benfica accionar os meios necessários de forma a que os jornalistas envolvidos possam explicar as razões ou as “fontes” da mesma ou, e talvez seja o mais certo, iremos verificar que não há “fontes” que sustentem tamanha falsidade.”



Comunicado
 

Segunda vida apesar dos bloqueios...

 ●  21 comentários  ● 
Muita gente na Luz, desde o treinador até ao Presidente deve estar a suspirar de alívio depois do Paços ter empatado os Corruptos. Nem com 5 jogos consecutivos das arbitragens mais escandalosas de que há memória desde os anos 90 serviram para os Corruptos descolarem.
Neste momento, deve haver muita gratidão para com Melgarejo no nosso clube.

Depois da notícia de sábado do Record em que o Querido Líder tinha decidido atirar-se aos jogadores, hoje o mesmo jornal veio dar o dito por não dito e afinal parece é que se dirigiu ao balneário e berrou em tom rude contra o trabalho do Capela. Porque motivo teve que se esconder nos balneários para criticar a arbitragem é que não ficou explicado. Estará proibido de se manifestar em público contra as arbitragens? Está com medo de alguém ou de algo em particular? Se a indignação foi assim tão grande porque não caiu em cima do Capela em público?


Independentemente de tudo o que parece é que temos um Presidente que parece bloqueado por algo/alguém e que não pode defender o clube nos momentos que contam. Isso ou então está com um comportamento tão errático que está incapacitado para a defesa do clube. É incompreensível que não haja ninguém com o papel de vigiar jogadas sujas que possam prevenir ataques ao clube, é incompreensível o abdicar de marcar a agenda mediática na defesa do clube.

ranking