O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 19 de março de 2012

Recomendação aos dirigentes do Benfica

 ●  52 comentários  ● 
Exmos Srs;

Na qualidade de adepto, sócio do Sport Lisboa e Benfica, acionista e investidor da Benfica Futebol SAD solicito a V/atenção para as seguintes questões:

1. Quem financiou a construção do Centro de Estágios do Seixal?

2. Quem suporta os encargos de exploração do mesmo centro de estágios?

3.Quem pagou a construção do Centro de Treinos e Formação Desportiva Olival-Crestuma?

4.Quem paga os encargos de exploração deste mesmo centro de treinos?

5.Quem paga os encargos de exploração do Estádio Municipal de Braga?

6. Confirmando-se as discrepâncias que são do conhecimento público nas questões suscitadas anteriormente, e com base no Artigo 80º, alínea f) da Constituição da República Portuguesa, segundo a qual Compete ao Estado; “assegurar o funcionamento dos mercados, de modo a garantir a equilibrada concorrência entre as empresas, a contrariar as formas de organização monopolistas e a reprimir os abusos de posição dominante e outras práticas lesivas do interesse geral”, recomendo vivamente;

a -  Apresentar uma queixa fundamentada á Autoridade da Concorrência.
b -. Apresentar um pedido de investigação á Inspeção Geral do Território para eventuais irregularidades que estejam a ser cometidas pelas entidades envolvidas.
c -  Apresentar uma exposição aos lideres parlamentares, exigindo a reposição da legalidade concorrencial no desporto.
d -  Solicitar reunião com todos os Srs Deputados Benfiquistas para exposição do assunto e sensibilização dos mesmos para a defesa das leis da concorrência.
e -  Apresentar queixa ao Tribunal Constitucional sobre este assunto.
f -  Estudar a possibilidade de impugnação de todas as provas em que Benfica e Porto tenham participado desde 2002; ano em que foram concluidas as obras do Centro de Treinos Olival-Crestuma.
g -  Analisar a possibilidade de alteração dos estatutos do Sport Lisboa e Benfica em Assembleia Geral Extraordinária a realizar com urgência, contemplando a legitimidade dos seus órgãos para pronunciamento de teor político nas áreas desportivas e adjacentes tendo em conta que vários dos concorrentes desportivos têm uma configuração social eminentemente política.

Os interesses do Sport Lisboa e Benfica e da Benfica Futebol Sad, estão acima de todos os outros - exceto dos da Pátria -, sejam eles de grupos económicos, de grupos financeiros, de grupos políticos ou de quaiquer amizades por mais respeitáveis que sejam. Quem parasita o Benfica não é seu amigo.

Trabalhe-se o tempo que for necessário e recorra-se a apoio externo, se for caso disso. Trata-se de um investimento para o futuro do nosso clube. Sem uma intervenção dinâmica e intransigente dos órgãos do clube no âmbito doas prerrogativas Democráticas que lhe assistem, o futuro do nosso clube estará comprometido a médio-prazo, visto estar definitivamente demonstrado que os órgãos desportivos não têm capacidade para restabelecer a igualdade da concorrência nas provas que superintendem, cabendo ao Estado fazer cumprir a Lei fundamental, competindo-nos a nós exigir que o faça. Não há tempo a perder!

Com os melhores cumprimentos,

António Barreto

52 comentários blogger

  1. BENFIQUISTA DO CORAÇÃO19 março, 2012 10:18

    ASSINO POR BAIXO

    ResponderEliminar
  2. Meu caro António: tem toda a pertinência o seu post, se vivêssemos num país em que se respeitassem as leis porque os cidadãos assim o exigiam...Ora tal não se verifica e por muito que goste do Benfica a revolução tem que ser feita em 1º lugar por muitas outras coisas... Viva a revolução que irá chegar mais tarde ou mais cedo! abraço...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que acionar com determinação todos os mecanismos que a democracia prevê para garantir o Estado de Direito.

      Eliminar
  3. Benfiquistas ajudem a Fundação Benfica sem gastar 1€!

    Como ajudar?
    Ao preencher o anexo H da sua declaração de IRS, indique no quadro 9 a opção “Instituições de Solidariedade Social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública” com o contribuinte da Fundação Benfica: 509 259 740

    Mais informações: http://www.slbenfica.pt/pt-pt/socios/irs2011funda%C3%A7%C3%A3obenfica.aspx

    PASSA A MENSSAGEM!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apoiado! Vou colaborar e recomendo a todos os Benfiquistas que o façam.

      Eliminar
  4. Essa é que é uma grande verdade. E isso é que eu também gostava de ver respondido. E colocava aí apenas mais uma questão. Quem é que construiu e paga o Estádio do Bicho.
    Uma vez que a SAD do clube das Antas tem um acordo de pagamentos pela utilização do Estádio e a detentora do mesmo é uma sociedade denominada EuroAntas, que nem sequer sei se tem obrigação de apresentar contas a alguém.
    E falta colocar aí um pedido de investigação da "oferta" de um banco brasileiro ao mesmo clube das Antas, de um museu a custo "zero".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Explique melhor FF; há uma entidade externa ao grupo FCP que paga os encargos de utilização do estádio do dragão? Tem algum documento, alguma informação concreta que possa indicar?

      Os apoios públicos á construção dos estádios,constituíu um fator desiquilibrador da capacidade concorrencial dos clubes. Julgo não andar longe da verdade estimando em cerca de 100 ME,os benefícios indiretos para o dragão. A custos correntes e por baixo, corresponde a um encargo anual de 6/8 ME. Um Aimar em cada ano!

      Essa do museu, agradeço que explique melhor FF.

      Eliminar
    2. A ajuda total do Estado e Câmara do Porto ao FCP ultrapassou em muito os 300M€. Isso é público e está publicado em blogues. O Tribunal de Contas também se pronunciou sobre isso.

      Eliminar
    3. Desconhecia que atingia tal montante. Se houver fundamentação idónea, a Direção do Benfica deve exigir intransigentemente o diferencial correspondente, invocando as leis Constitucionais e recorrer para os tribunais europeus. Mas é que nem é de olhar para trás.

      Ou estamos num Estado de Direito, ou numa república das bananas!

      Eliminar
    4. Barreto,
      Acerca do Museu a fazer naquela agremiação corrupta, os custos (ou a maioria deles) serão suportados por um Banco Brasileiro, a troco de publicidade e de outras benesses. Já li isso com mais pormenores em vários jornais da "especialidade"

      Já agora informo que essa construção será sempre depois da inauguração do nosso Museu, que está em construção e será inaugurado antes das eleições.
      Como o clube do namorado mais famoso do País não tem pressa, vai ver como fica o nosso para depois fazer - ou tentar fazer - melhor.

      O nosso MUSEU sofreu vários atrasos, porque havia duvidas quanto ao local a ser edificado. Houve pessoa conhecedora desses meandros que alvitrou sempre o local onde finalmente se vai fazer, mas a essa pessoa não ligaram peva e foi até ostracizada...finalmente, depois de sucessivos atrasos, o bom senso imperou a vai fazer-se no local apropriado que é, onde estava o Stand de automóveis.
      Temo agora, que na pressa da sua conclusão, o obra venha a ficar menos bem conseguida...porque se perdeu tempo nos interins, entretantos, egos e umbigos...

      Eliminar
  5. Este post é absolutamente surreal...

    Para quem defende tudo menos a equidade das receitas televisivas e publicitarias da liga, e para quem tem juntamente com outro clube um património financiado por um Banco Estatal, falar do estádio Municipal de Braga não deixa de ser curioso... O facto de um orçamento de 17M estar a competir com um de 90M ou então orçamentos de 1,2M terem que competir com os de 90M não podem terá um maior fundamento para a queixa?
    Ou o facto de uma proposta de 22M por epoca de direitos televisivos ter sido recusada, quando esses 22M pagaria a época desportiva de 10/11 clubes da primeira liga não terá maior fundamento?

    Ou então de um clube ter 6 milhões de adeptos em 10 milhões de habitantes. Não será isto um claro monopólio dos adeptos por parte do Benfica?

    Saudações Desportivas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ridículo é a plavra que melhor caracteriza este comentário.Surrealismo no seu ponto mais extremo.

      Eliminar
    2. Caro Bruno Ribeiro

      É mentira que existe um centro de estagio Caixa Futebol Campus e um pavilhão Dragão Caixa? Que eu saiba a Caixa Geral de Depósitos não é um Banco privado, ou é?
      O que significa que tanto o Benfica como o Porto beneficiaram de patrocínios de um entidade publico ou isto é mentira? Se quiser pode dizer que o que se passa com o Porto é muito mais grave, alias até já houve processos em tribunal que eu concordo consigo...

      Tendo em vista o post do António Barreto eu ajudo na resposta: O Estádio municipal de Braga quando utilizado pelo SC Braga é designado Estádio AXA. O Clube assume as despesas e a Câmara Municipal a manutenção. O Clube paga ainda uma "renda" de 500€.

      O senhor consegue dizer-me quanto recebeu o Benfica de uma entidade estatal pelo patrocino do Caixa Futebol Campus e dessa verba quanto é que me coube a mim e a cada contribuinte?

      Saudações Desportivas

      PS- É óbvio que o meu anterior comentário foi escrito com um tom irónico...

      Eliminar
    3. Caríssimo Afonso,
      Caso não saiba, a CGD é a entidade financiadora da construção do CFC.
      Ao decidir patrocinar, como forma de publicidade (a Axa também faz publicidade com o Estádio onde joga o Braga) - naming, assegurou que estas receitas ficassem imediatamente utilizadas no pagamento do empréstimo reduzindo significativamente o risco do incumprimento, ou que as receitas do naming fossem desviadas para outras utilizações, nomeadamente o pagar salários ou impostos.
      Tendo em conta que o centro de estágio do Benfica é falado muito mais vezes na comunicação social que o pavilhão do porto, será que o valor pago pelo naming não será uma forma barata de publicidade ? Será que ao pagar investimentos em clubes de menor expressão, conseguiria ter a mesma publicidade e com tanto impacto ? Ou por ser banco do estado deve tomar más decisões de gestão ?

      Eliminar
    4. Surreal é chamar-se Democrático a um regime onde em certas zonas como em Braga e no Porto os cidadãos não poderem assumir livremente a sua simpatia clubista sem estarem sujeitos a represálias dos que se julgam donos da terra.

      Surreal é chamar-se Democrático a um regime onde se violam sistemáticamente as leis da concorrência permitindo, alegadamente,o financiamento mais ou menos oculto de alguns concorrentes,entidades públicas.

      Surreal é permitir a permanência nos quadros competitivos de clubes sem condições financeiras adequadas lançando de forma indelével, a suspeita de constituir o maior fator de promoção da corrupçao.

      Surreal é chamar-se Democrático a um regime onde se permite que os erros capitais de arbitragem, ano após ano, beneficiem sempre os mesmos clubes, permitindo-lhe acumular ós títulos da vergonha.

      Surreal é chamar-se Democrático a um regime onde para haver paz social todas as instituições desportivas tenham que ser dominadas,ainda que indiretamente,por um clube e os restantes tenham que se deixar subjugar ás consecutivas e espúrias vitórias do mesmo.

      Surreal é preparar-se um projeto de região centrado num só clube, numa cidade onde os restantes definharam, lançando o anátema da descriminação sobre todos os cidadão adeptos de outros clubes.


      Surreal é manterem-se competições desportivas viciadas aos olhos da generalidade dos cidadãos graças á hipocrisia de uns e cobardia de outros.

      Deduzo que apoiaria um projeto de lei onde se proibissem os cidadãos de optar pelo Benfica?

      Deduzo que reinvindica o financiamento público do diferencial de receita do orçamento de cada clube para o orçamento mais elevado do mesmo escalão?

      Deduzo que defende a requalificação dos quadros competitivos de forma a concorrerem entre si apenas clubes com diferenciais de orçamentais inferiores a determinado limite?

      Deduzo que entende que o Benfica é grande de mais para Portugal?

      Deduzo que entende o futebol como instrumento de ação política ainda que implícita?

      Infelizmente, há demasiada gente que pensa da mesma forma e se julga movido pelo mais genuino espírito democrático.

      Quanto á CTD; tem acima a explicação devidamente fundamentada.

      Demasiada gente saltou a cerca e, se tal não for corrigido, vai dar mal resultado, até porque a Constituição da República salvaguarda essas situações.

      Retribuo as saudações

      Eliminar
    5. Caro Bcool973
      É óbvio que o banco por ser do estado não tem que tomar más decisões mas o facto é que apoia 2 clubes. ( atenção que o post fala de concorrência desleal). Se procurar verá que a CGD também patrocina eventos de casas do Benfica. Além disso temos a PT que até pouco tempo tinha capitais publico e mais uma vez apenas apoiava os 3 grandes através das suas marcas... Há ainda os negócios com a EPUL mais uma entidade publica. E no meu entender empresas com capital publico apoiarem um clube em detrimento de outro é no mínimo dúbio...

      Atenção que com isto eu não defendo a forma como as coisas foram feitas em Braga, o Estádio pode ter recebido muitos prémios de arquitectura, mas nos tempos que correm como recinto desportivo é pavoroso e pouco funcional. Com o dinheiro que se gastou poderíamos ter um estádio de top mundial, mas enfim temos um presidente de câmara com ideias megalómanas. Dou o exemplo das novas piscinas municipais como o cumulo da estupidez, má gestão do dinheiro publico...

      Termino dizendo que se o que o Antonio Barreto descreve pode ser considerado concorrência desleal, imagine o que os clubes mais pequenos podem considerar...

      Saudações Desportivas

      Eliminar
    6. Caro António Barreto

      Peço-lhe que veja a minha resposta ao Bcool973 para não me ter que repetir e tornar um espaço tão bom quanto este maçudo. Lá encontrará muitas respostas as questões que levanta e verá que estamos provavelmente mais perto do que julga...
      Eu como Bracarense e Braguista sou critico em relação á camara municipal de Braga, ao Estádio e á forma como tudo foi gerido. Quer acredite quer não há muita gente que aqui pensa assim... E de si que levantou estas questões espera a mesma atitude porque o seu clube também foi envolvido em alguns negócios menos claros...

      Em relação ao que se passou em Braga no dia em que o Benfica foi campeão, foi uma vergonha e como Bracarense e Braguistas deixo aqui o meu pedido de desculpa. Aquelas pessoas envergonharam a cidade e acima de tudo o meu Clube. E sei que o António partilha do mesmo sentimento em relação as "caçadas" que determinadas pessoas ligadas a claques do seu clube protagonizaram...

      Voltado a sua resposta há uma coisa em que estou de acordo o Benfica é grande, muito grande. É sem qualquer duvida o maior clube português, se calhar é por isso mesmo que há determinadas opiniões que me fazem confusão... Veja que não referiu os apoios que os clubes da Madeira recebem isso sim objecto de investigação... Ataca um clube que não foi apanhado em nenhuma escuta, que tem as suas contas em dia, que é competitivo apesar das condicionantes acima referidas é no mínimo curioso...

      Saudações Desportivas

      Eliminar
    7. Os clubes mais pequenos tentem ser maiores e melhores persuadindo a população das suas virtudes e não incitando-a á descriminação desportiva, nem tão pouco vendendo-se aos "donos" das competições desportivas a troco de financiamento direto e indireto.

      A primeira regra a implementar urgentemente no futebol é afastar das competições os clubes sem autonomia financeira. Cerca de metade dos clubes da 1ª liga tem os ordenados em atraso, alegadamente, "implorando" um negóciozinho salvador. Para perceber o futebol, é necessário ver além das 4 linhas. Uma coisa é a cegueira da justiça, outra é a nossa capacidade de entendimento. Já diz o outro: "Não há machado que corte, a raíz ao pensamento, porque é livre como o vento, porque....é livre"!

      Eliminar
    8. Caro Afonso; leia lá outra vez a minha crónica. Não defendo exceções para ninguém! Está implicito nas perguntas que fiz. Defendo sim, transparência, equidade e lealdade, de norte a sul e de leste a oeste. Quem tem unhas toca guitarra!

      Simpatizo com todos, mas todos os clubes, sou Benfiquista, mas deploro certos dirigentes, oportunistas ou sociopatas que parecem capazes de tudo para subjugar os outros. O estádio Municipal de Braga, teve uma derrapagem "astronómica"; quem o pagou? Porque carga de água o Presidente da Câmara de Braga se mete nos assuntos do clube? Mesquita Machado já foi o meu herói, quandoo não tinha papas na língua e atacava sem dó nem piedade a currupção no futebol. Porque se calou? Deixou de haver currupção?

      Porque carga de água acontecem coisas esquisitas quando o Braga defronta o Porto e ninguém protesta? Julgam que somos cegos?

      Fico por aqui, mas tenho muitas mais perguntas importantíssimas a fazer ás quais gostaria de obter respostas!

      Cts.

      Eliminar
    9. Foi escandaloso para mim ver a diferença, na época 2010/2011, de atitude dos jogadores do Braga nos jogos que disputou no seu estádio, primeiro contra o Benfica e depois contra o Porto!

      Eliminar
  6. Mal do Benfica se seguisse as recomendações deste blogue, hehehehe.
    O clube da corrupção usa o centro de estágio da câmara municipal de gaia como se fosse seu, pagando por essa utilização ao preço da uva mijona. Todos sabem disso, e é o Benfica que alguma vez pode mudar isso?!? Não acham que é demais?!? Qualquer dia estão á espera que seja o Benfica a fazer algo para que chova neste país, não?
    E a minha sugestão é para que esperem bem sentadinhos para que o Benfica perca um segundo que seja a ler o que aqui escrevem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Benfica não muda nada disso, porque não é Governo.

      Pode é alertar com a força que tem - que é muita e infelizmente pouco utilizada - a quem manda nessas coisas, para que haja equidade não só no desporto como noutras coisas.

      É um crime estar o clube do Gerente da Caixa que acumula com o religioso encargo de Padre da Freguesia das Antas, estar a beneficiar de uma coisa que foi construido para os GAIENSES, impedindo estes de se mimosearem de um complexo, que foi pago por eles.

      Parece que estão lá por 500 euros mensais com direito a água, luz, gás e IMI.
      Se a Camara do Seixal nos tivesse feito o mesmo, então sim, já havia equidade...penso eu de que...

      Eliminar
    2. O Benfica, tal como qualquer outra entidade e por maioria de razão dada a sua expressão social, pode e deve utilizar todos os mecanismos democráticos para fazer valer os seus direitos.

      Repare que não defendo a utilização dos métodos espúrios atribuidos a outros concorrentes mercê das escutas do AD que foram tornadas públicas.

      Uma direção inteligente, não deve deixar de ter em conta as recomendações pertinentes dos seus adeptos, sócios e acionistas; ainda mais quando investidores!

      Eliminar
    3. Concordo com o post e com tudo o que o António Barreto diz. Para mim é mais do que óbvio. Só quem nunca viveu em países democráticos é que pode dizer o contrário. Portugal não é um país democrático.

      Eliminar
  7. Francisco Micael19 março, 2012 12:05

    O Glorioso , precisa é de ganhar !
    Com uma equipa destas , como é possivel não ser campeão ?
    Também no basquetebol , foi um desgraça com cinco americanos não ganhamos aos porcos .
    Existe no Glorioso o "síndrome do porco", temos de inverter esta doença !
    Estamos com necessidade de sangue novo .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os exemplos recentes e remotos mostram à saciedade que ter uma excelente equipa não é suficiente, visto que as regras do jogo não são iguais para todos os concorrentes.

      Eliminar
  8. Vermelho Furioso19 março, 2012 15:18

    Lá está o amigo António Barreto com perguntas com total pertinência... E a pensar pela própria cabeça! "Mal do Benfica se seguisse as recomendações deste blogue"? Sim, porque temos ganhos títulos em "barda" com a actual linha de rumo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que deixar a espuma e tratar do essencial! Ajudaremos o nosso clube se mostrarmos á respetiva direção o que entendemos por tal. Por mim não tenho dúvidas; "Guerra total". O sistema não mudará por dentro.

      Eliminar
  9. Ora toma lá...
    Grande abraço para GB

    http://aminhachama.blogspot.pt/2012/03/avram-noam-chomsky-renomado-lingista.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebo o seu comentário. Se puder consultarei o blogue que refere.

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Mainada! temos que deixar a espuma e atirar ao essencial!

      Eliminar
  11. E eu a pensar que os deputados eram eleitos de acordo com a região geográfica para defender o interesse de quem vota neles e não no clube a que são eventualmente afectos... Ou será que é melhor começar, para além da filiação partidária, a pedir também o cartão de sócio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas caro Runesocésio,
      Os deputados afectos ao clube que brinda com putas e viagens os árbitros, levam o emblema e a camisola para dentro da Assembleia...tem dúvidas???

      Eliminar
    2. E são eleitos para representar o clube que por algum motivo apoiam ou a região que os elege? A roupa que cada um veste é consigo, ou também concorda caro Viriato com a proibição que foi vítima um aluno de uma universidade de Lisboa de não poder frequentar o dito estabelecimento com a camisola do Benfica vestida? Se não podem uns não pode nenhum! Ou haverá excepções?

      Eliminar
    3. Os deputados deviam ser isentos no que diz respeito a clubes. Acho que apenas devem vestir a camisola da Selecção.

      Quanto ao aluno da Universidade ser impedido de entrar nas aulas com a camisola do Benfica, acho bem essa proibição?
      Admirado? Olhe que não. Eu explico.

      É que se esse aluno entra, também entram as camisolas do Ceportem, do clube do Gerente da Caixa, mais os do Belenenses, Oriental, Académica, Boavista e por aí fora...estava instalada a confusão e o caos. Nessa Universidade não havia estudo mas sim...pancadaria e da grossa !!!!!!!!!!

      Mas não acho bem que em Braga um miudo com a camisola do Benfica tenha sido impedido de entrar numa sala onde estavam 2 jogadores do Braga a dar autógrafos, porque nesse momento não era o estudo nem a disciplina que estava em questão. Aquele momento era momento de desporto!!!

      Eliminar
    4. Caro Viriato

      Com que intuito vai um adolescente a uma sessão de autógrafos previamente agendada de um determinado clube, com o equipamento de outro vestido?

      Saudações Desportivas

      Eliminar
    5. Os deputados são eleitos para defenderem os interesses de todos os cidadãos, nomeadamente quando se trata da defesa de direitos fundamentais, independentemente de se tratar de um clube, empresa, pessoa indivudual, ou qualquer outra instituição.

      Não tenho a menor dúvida que, salvo eventuais exceções, todos os Portistas optam pelos interesses do Porto "cagando-se" na lei. É isto que tem de acabar.

      Esclareçamos o seguinte; Misturar clubes de futebol com política regional é um erro político e social da maior gravidade, uma tremenda insensatez que vai dar mal resultado! O Futebol Clube do Porto não representa a cidade do Porto, pela simples e singela razão, que um clube de futebol não é um organismo político! Capichi?

      Eliminar
    6. @António Barreto: E eu não tenho a menor dúvida que, salvo eventuais excepções, os deputados benfiquistas «optam pelos interesses do Benfica "cagando-se" na lei. É isto que tem de acabar.»
      É que eu não acredito nisto, nem no contrário. Essa colagem que se faz é negativa e não leva a lado nenhum a não ser especulação em cima de especulação.

      Com o primeiro parágrafo concordo em absoluto. Com o terceiro apenas parcialmente, a mistura das várias esferas muitas das figuras da nossa praça é um erro e dá azo a situações muito questionáveis, infelimente é também algo transversal a toda a sociedade e todo o país. Quanto ao FC Porto representar ou não a cidade, obviamente não é um representa "oficialmente" no que a organismos oficiais e estatais se refere, o que também não deixa de ser verdade é que é uma das instituições da cidade que tem visibilidade para lá das fronteiras geográficas da zona em que está inserido e até do país. Não negará que quando participam nas competições internacionais os clubes portugueses são representantes do seu país? Porque não serão então também representantes da sua cidade (como o foram Boavista e Salgueiros) ou região?

      @Viriato:
      Ponto 1 - Isentos sim, não se lhes peça que não tenham clube, creio que nisso concordaremos.
      Ponto 2 - Nada admirado, tenho seguido os seus escritos já há algum tempo, concorde ou não com a forma, falta de coêrencia é algo que não posso apontar. Tinha esperança é que nessa reunião de tantos clubes surgisse era uma saudável tertúlia que regenerasse o Futebol português... mas isso sou eu que sou um lírico e a pancada era de facto bem mais provável! :)

      Eliminar
    7. Que estranho! Parece que o beneficiário da ação dos deputados Benfiquistas é o FCP! Já que é esta entidade que tem beneficiado de todas as prerrogativas alegadamente Democráticas.

      Qual foi o Deputado Benfiquista que se insurgiu contra a descriminação no financiamento dos estádios, contra as alterações ao código civil que permitiram a absolvição de muitos arguidos do processo do apito dourado, ou contra a gestão desportivamente ruinosa das superestruturas do futebol? NENHUM! Pela simples razão de que hoje, ambos os principais partidos de poder defendem a regionalização e têm-se servido do FCP e seus adeptos com o fim de a promover. Isso é antidemocrático e falacioso! Ao futebol o que é do futebol, á política o que é da política.


      Qualquer clube nacional representa o País quando em confronto com equipas estrangeiras, mas APENAS DESPORTIVAMENTE! NADA MAIS! INCUINDO O FCP!

      Caso contrário qualquer outro clube terá o direito de optar também pela representação e ação política! Não me atirem areia para os olhos! O status quo só é possível devido á cumplicidade partidária e institucuinal. E isso é um tema para ação política!

      Mais, como se compreende que as polícias e a justiça não façam aos superdragões o mesmo que fizeram aos noname? O que é que se passa? Porventura constituirão os futuros agentes da putativa região Porto?

      Pensam que andamos a dormir ou quê?

      Eliminar
    8. A dormir certamente que não! Se há coisa que vejo neste blog é bastante clarividência. E alguma ilusão/sonho também.

      E qual foi exactamente a prerrogativa que beneficiou o FCP, feita por um deputado adepto do clube (ou não)? Se me indicar considerarei, se não lamento ter de lhe dizer o mesmo que me disse a mim: Não atire poeira para o ar... Quanto a deputados acho bem que se insurjam contra todas as situações que o justifiquem.

      Na questão do financiamento do estádio (referida num comentário acima) a parte que cabe à câmara do Porto tem essencialmente a ver com infraestruturas de acesso, nomeadamente requalificação de vias rodoviárias e estação de metro, algo exigido pela organização do euro. Situação essa que no caso do Benfica já estava resolvida com a estação do Colombo. Outros pormenores haverá mas não sou conhecedor nem perito na matéria. Não me recordo de ter havido alguma infracção sancionada pelo Tribunal de Contas, pelo menos não mais que as que normalmente ocorrem em qualquer obra pública em Portugal infelizmente.

      Já os deputados insurgirem-se no âmbito de processos judiciais parece-me estar muito próximo do oposto daquilo que defende: a separação de esferas decisórias, neste caso política (legislativa) com justiça. Não me recordo de alguma vez essa mistura ter dado bons resultados.

      Acrescento ainda que é diferente alguém ou alguma organização política servir-se da imagem do FCP para defender uma determinada posição de ser o FCP o representante desse movimento/posição. Como diz e bem é um clube desportivo e nunca assumiu nenhuma posição nessas matérias, o mesmo se aplica tanto quanto sei a todos os outros. Não ignoro é precisamente a utilização da bandeira FCP por quem tem uma agenda, é algo que sempre que algo/alguém tem sucesso acontece, ou serão as aparições de políticos e figuras do Governo junto das selecções, quando há algum sucesso inocentes? Quando não há sucesso desaparecem convenientemente. Nenhuma instituição está imune a estes parasitas.

      Por fim as claques, o que faz a polícia a uns que não faça aos outros? Se fala de prisões e investigações a indivíduos cm ligações aos mais diversos crimes há em todas, o processo Noite Branca que no Porto condenou várias pessoas, na grande maioria, de alguma forma ligadas aos SD. O que de facto nunca se descobriu foi um armazém de armas e drogas dentro do estádio. Aqui atrevo-me a acrescentar que assim acontece porque talvez o FCP não disponibilize uma sala para a claque. Jamais me passaria pela cabeça que o Benfica instituição tivesse algo a ver com os indivíduos que foram condenados por causa dessa situação são mais uns da classe a que me referi no parágrafo acima: parasitas!

      Resumindo: o MAL não vem todo do mesmo lado como por vezes vejo sugerido.

      Eliminar
    9. Para o Afonso: Porque lhe atribui um intuito? Porque razão um adepto de um clube não deve pedir autógrafos a atletas de outro clube? Porque razão têm os guardiões do templo que abusivamente atribuir a uma criança um intuito doloso?

      Essa pergunta denuncia as mentalidades descriminatórias que se estão a instalar nalgumas zonas!

      O intuito desse adolescente é o de alguém que se orgulha da sua opção clubistica e sente liberdade para o fazer sem que com isso alguém tenha que se sentir ofendido, que é certamente o que tal jovem sente relativamente aos adeptos de outros clubes.

      Qualquer dia lá para os seus lados fazem aos Benfiquistas o que já se fez aos cristãos-novos?

      Tenham juízo na moleirinha! Juízo!

      Eliminar
  12. Eu só tinha um comentário a este tópico(se o deixarem passar): LOL!! Continuem a divertir-se com questões que não interessam ao menino jesus (e não estou a falar do vosso treinador), fundamentadas por falácias e meias verdades, que nós vamos continuar a ganhar campeonatos!

    Abraço para todos!

    Rui Amaro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fundamentadas por falácias e meias verdades? E quem diz isso, um andrade? São FACTOS!!!
      Irão continuar a ganhar até um dia. Nós somos pacientes. A partir daí será um trambolhão de todo o tamanho.

      Não sabem como terminam as "bolhas"? Neste caso, uma bolha de corrupção e de tráfico de influências? É como uma bomba mal-cheirosa de carnaval. Já se avista o desastre ao longe. Para já, desistiram da equipa B.

      Este verão promete ser quente para os lados de Contumil. Vamos a ver quantos jogadores conseguem vender e quanta massa conseguem para acertar as contas e pagarem o que ainda devem aos jogadores. Queriam vender em janeiro e NEM UM!! Todos emprestados!! LOL!

      Eliminar
    2. A petulância e aparente confiança com que afirma que o FCP continuará a ganhar, resulta da alegada corrupção, mesmo que indireta, que continua impregnada no futebol e que tem de acabar. A bem ou a mal! Capichi?

      Eliminar
  13. "Surreal é preparar-se um projeto de região centrado num só clube, numa cidade onde os restantes definharam, lançando o anátema da descriminação sobre todos os cidadão adeptos de outros clubes."


    Grande frase!!

    Pedro Soares

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho preparada uma crónica sobre este tema. Está a cometer-se um tremendo erro político e social. Vai dar para o torto, ai vai, vai!

      Desenvolveremos o assunto nessa altura.

      Eliminar
  14. Com algumas limadelas, penso que este post está magnífico e deverá ser a rampa de lançamento para uma recolha de assianturas e apresentação de uma proposta na próxima assembleia geral do Clube.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking