O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Quem prefere ver na liderança da Comunicação do SL Benfica?

domingo, 30 de junho de 2013

BenficaTV a 9,90€. Vai subscrever?

Avatar
 ●  + 34 comentários  ● 

Chegou a hora. 
Tanto reclamamos por um Benfica liberto das garras de Joaquim Oliveira, que agora temos isso, pelo menos em parte.

O preço é 9,90€. E não se limita aos jogos do Benfica em casa. Estão lá também, entre outros, o melhor campeonato do mundo: a Liga Inglesa.

É hora de deixarem-se de tretas.
Benfiquista que é benfiquista vai subscrever a BenficaTV. 

Você vai subscrever?  

Desafio Aceite? Vamos a isso, então...

 ●  + 39 comentários  ● 
Na sua página do Facebook, Bruno Carvalho já aceitou o desafio lançado pelo blog NGB se constituir como mais do que um opositor à actual direcção, mas sim como uma parte da solução. Leiam aqui o seu texto.

Afirma Bruno Carvalho que aquilo que o move é apenas o SLBenfica, dando conta que "Conseguisse o Presidente actual pôr o Benfica a ganhar sistematicamente, limpasse financeiramente o clube e restabelecesse a democracia no Benfica e eu seria o primeiro a votar nele."

Eu volto a reforçar a minha opinião neste ponto: Não é vergonha nenhuma, antes pelo contrário, ter a ambição de ser Presidente do seu clube, neste caso o SLBenfica. Nem sequer entendo isso seja visto como algo negativo. Agora, o que discordo é da "Presidência pela Presidência" ou da "Oposição porque o Vieira não ganha".

Muitos dirão que quando concorreu pela primeira vez à Presidência, Manuel Vilarinho integrado na "entourage" de Luis Filipe Vieira e Vitor Santos teriam talvez a mesma notoriedade e "historial" ou menos que Bruno Carvalho - o actual Presidente tinha até um passado de mais de 20 anos de sócio do FCPorto, com amizade próxima com Pinto da Costa e relatos de festejos de vitórias desse clube. 

Contudo, o momento em que essa "equipa" decidiu avançar para o SLBenfica, com tudo o que de bom isso trouxe aos próprios e ao SLBenfica, era um momento em que o Clube batia quase no fundo em matéria de organização, credibilidade e capacidade financeira. Estávamos quase num momento de acreditar em qualquer "história da carochinha"... senão, recordem-se que foi por pouco que os benfiquistas não optaram antes por renovar o mandato a Vale Azevedo, tendo valido o "golpe de asa" de ter Eusébio no jantar de encerramento de Vilarinho.

Isto tudo para dizer que, nos dias de hoje, com a obra feita por Luis Filipe Vieira - que continua a ser um medíocre presidente no panorâma desportivo, mas que classifico como notável presidente no contexto empreendedor, de desenvolvimento e crescimento do Clube - não bastará portanto chegar e dizer "eu sou fulano tal e acho que Vieira faz mal e não ganha e quero fazer melhor".

Que entendam todos que este caminho JAMAIS será aceite por nós benfiquistas, mesmo os que não estejam ao lado de Luis Filipe Vieira por entenderem que não se revêm na postura ou nos resultados desportivos.

É precisamente nesse sentido, que continuo a acreditar que é preciso que apareça quem tenha obra feita, não necessariamente no SLBenfica e poder trazer um pouco aquele lema que ontem partilhei de que "não se aceitam ideias de quem saiba mais, mas sim de quem tenha feito melhor".

Não basta ter ideias, fazer propostas e criticar as coisas menos boas. É preciso demonstrar capacidade de fazer melhor, capacidade de proteger o que está bem feito, etc.

E seguindo a deixa de Bruno Carvalho, porque não por essa ambição e vontade de ajudar... ao serviço desta Direcção? Porque não passar para a Direcção o ónus de aceitar ou recusar, justificando ou desprezando, a vontade de ajudar dos sócios do SLBenfica?

Assim sendo, a primeira iniciativa deste desafio a Bruno de Carvalho será uma entrevista a este benfiquista que acredita ter capacidade, estratégia e conhecimento para, segundo o próprio, pôr o Benfica a ganhar sistematicamente, limpar financeiramente o clube e restabelecer a democracia no Benfica. A entrevista será por escrito, como aconteceu no passado recente com Rui Gomes da Silva, Fernando Tavares ou António Melo.

Antecipo desde já que a minha intenção é perceber se o Bruno Carvalho é apenas um sócio com sentido crítico e algumas "ideias giras" - e nesse caso vai perdoar-me mas será melhor rever a sua ambição - ou se efectivamente tem forma de dar a volta ao que possa estar menos bem... e nesse caso, quero perceber porque nunca "bateu à porta" do Presidente para ajudar.

Contudo, desta vez, vou introduzir um novo conceito: Neste tópico, durante os próximo três dias, estaremos disponíveis para nos enviarem as questões que gostariam que fossem respeitosamente colocadas a Bruno Carvalho - obviamente que ignoraremos insultos, faltas de respeito e desonras. Findos esses três dias, portanto na 3ª feira, juntaremos as questões enviadas às que o NGB pretende enviar a Bruno Carvalho e enviaremos um email com as questões para que sejam respondidas e posteriormente publicadas.

Repito mais uma vez: O que está em causa neste "desafio" que lançamos não é se Bruno Carvalho tem ou não capacidade e argumentos para ser Presidente, mas sim porque não podem as suas propostas (e de qualquer outro sócio e/ou benfiquista que se queira juntar a esta iniciativa) de serem levadas à Direcção para serem analisadas, discutidas e deliberadas. É só isto mesmo!!!

Antes que venham com teorias da conspiração que estamos ao serviço seja lá de quem for, fica desde já o mesmo desafio, para serem entrevistados do NGB, o Presidente Luis Filipe Vieira, o Dr. José Eduardo Moniz, o Dr. Domingos Soares Oliveira, o Jorge Jesus, o Rui Costa e o Armando Jorge Carneiro. Fica do lado do SLBenfica ou de quem entenda por bem fazer eco deste desafio na Direcção, disponibilizar-se para o que entre nós chamamos de "A Entrevista Incómoda", tal como fez Rui Gomes da Silva, um elemento que muito prezamos pelo empenho evidenciado nesse momento.

Se no final de tudo isto, o NGB estiver a contribuir para que o SLBenfica melhore, que novas e diferenciadoras ideias possam ser analisadas pela Direcção e, se considerarem relevantes, ser postas em prática... então penso que teremos atingido o que nos propomos. Se essas ideias vêm do Bruno, do Manuel ou do António, é mesmo o que menos nos interessa... que venham PARA o SLBenfica.

sábado, 29 de junho de 2013

Bruno Carvalho responde ao desafio do NGB.

Avatar
 ●  + 12 comentários  ● 

"RESPOSTA AO DESAFIO LANÇADO PELO BLOG 
“GERAÇÃO BENFICA”

Antes de mais, gostaria de agradecer o desafio que o blog Geração Benfica me fez.

Como já tive a oportunidade de dizer, tenho o maior respeito por este blog que faz artigos de fundo sobre os principais temas que afectam a vida do Benfica e que eu leio sempre atentamente.

A minha intervenção pública sobre o Benfica iniciou-se em 2008 quando fundei, com outros ilustres Benfiquistas, um blog chamado “Novo Benfica”.

Aí tive a oportunidade de, semanalmente, escrever um artigo de fundo sobre a vida do Benfica, tendo mesmo publicado um livro, em 2009, com as minhas ideias para o Benfica denominado “Novo Rumo para o Benfica”.

As minhas opiniões chamaram a atenção a alguns Benfiquistas que me desafiaram para que eu me candidatasse às eleições que iriam decorrer em Outubro de 2009.

O autor do desafio tem um nome: Sr. Comandante João Parada.

Deste modo, em 2009, candidatei-me ao mais alto cargo do país: ser Presidente do Sport Lisboa e Benfica.

As eleições acabaram por ser antecipadas para o dia 3 de Julho, mas tal não impediu que eu apresentasse uma candidatura recheada de pessoas de grande qualidade e de grande Benfiquismo e que, ao mesmo tempo, apresentasse publicamente o melhor e mais completo programa que o Benfica alguma vez viu e que passou ao lado da maioria dos Benfquistas.

É preciso dizer que, em 2009, Vieira ganhou as eleições sem escrever uma só linha, sem apresentar uma só ideia, como aliás, já tinha ganho duas eleições antes sem ter apresentado qualquer projecto para o Benfica. A única coisa que em 2009, o Presidente do Benfica soube fazer foi chamar-me “garoto”.

Enfim, perdi as eleições da forma conhecida e remeti-me a um período de silêncio, tendo chegado a pensar desistir da minha intervenção no Benfica.

Mas a realidade dos factos veio demonstrar que eu tinha razão em 2009.

Os Benfiquistas não me ouviram, mas a verdade sobrepôs-se e tornou-se evidente que o que eu dizia se tinha tornado realidade.

Só dois dados para percebermos isso: 
- em 10 anos de Presidência Vieira o Benfica perdeu 8 campeonatos.
- em 10 anos de Presidência Vieira o passivo do Benfica disparou para mais de 500 milhões de euros, valor esse que pode e deve ser comparado com um passivo de 80 milhões que o Clube herdou quando Vale e Azevedo saiu (claro que aqui alguns falam dos activos de grande valor que temos, esquecendo-se que o passivo é todo para pagar enquanto os principais activos não se podem vender: estádio e equipa de futebol)

Perante os meus avisos e alguma desatenção aos sinais por parte dos sócios, voltei a escrever sobre o Benfica, agora com uma cadência quase diária, desde 2011, na minha página de facebook.

Fundei o Grupo da Luz, grupo de reflexão sobre o Benfica cujo programa e ideias que defende foram plasmados, na sua quase totalidade, no programa apresentado, em 2012, pelo Juiz Desembargador Rui Rangel quando se apresentou a sufrágio.

Desde 2008 até agora, o meu pensamento sobre o Benfica e daqueles que me rodeiam já deram origem a dois programas eleitorais muito sérios.

Creio que já fiz propostas concretas para todas as áreas da vida do Clube.

Todas!

Alguns dizem com má fé que eu só critico, mas esquecem-se que não deve haver na história do Benfica quem tenha apresentado tantas propostas como eu, estando na “oposição”.

Eu não faço propostas avulsas, eu fiz textos integrados, programas inteiros e propostas, repito, para todos os aspectos da vida do Benfica.

Desafio qualquer um a mostrar textos escritos de qualquer outra pessoa que se tenha candidatado a Presidente do Benfica que tenha mais propostas concretas do que as que eu fiz.

Assim, o vosso desafio, Geração Benfica, só poder ter uma resposta: um claro SIM!

Estou disponível para apresentar ou reapresentar no vosso blog muitas das ideias que defendo para o Benfica e que visam devolver a glória que o Benfica já teve e que precisa, rapidamente, recuperar.

Urge que o Benfica reassuma a liderança do futebol português há tanto perdida, que faça um saneamento das suas contas e que seja devolvido aos sócios, que se torne de novo uma instituição democrática.

Se puder contar convosco, tanto melhor.

Podem fazer chegar as minhas ideias e sugestões ao Presidente do Benfica, apesar de eu ter poucas esperanças que ele preste atenção, até porque nas intervenções que tive nas duas últimas AGs, numa ele estava a falar ao telemóvel e na última ria-se com tudo o que eu dizia.

Eu ainda sou do tempo em que os Presidentes do Benfica respeitavam os sócios, mas não serei eu que impedirei ninguém de fazer chegar as minhas ideias ao Presidente.

Que fique claro: a única coisa que me move é o Benfica!

Conseguisse o Presidente actual pôr o Benfica a ganhar sistematicamente, limpasse financeiramente o clube e restabelecesse a democracia no Benfica e eu seria o primeiro a votar nele.

Mas eu já não acredito nisso...

Aproveitando o vosso dinamismo, empenhamento e seriedade com que discutem o Benfica, eu lançava-vos, também, um desafio: organizemos uma jornada, um fórum, em que se possa discutir o Benfica, o seu futuro e podemos começar pela discussão dos estatutos do Clube, que são a nossa Constituição.

Contem comigo para isso.

Contem comigo para escrever no vosso blog as minhas ideias e propostas para o Benfica.

Contem comigo para o que quiserem para melhorar o Benfica.

Contem vocês e outros que estejam disponíveis para essa tarefa.

Muito obrigado pelo desafio que fizeram e que muito me honrou.

Aceito-o!

Viva o Benfica!

Bruno Carvalho"

Resposta publicada na página de facebook de Bruno Carvalho.

Um país sempre à caça dos novos Super-Heróis!

Avatar
 ●  + 7 comentários  ● 
Quem viu Michelle de Brito perder para Serena Williams no torneio de Wimbledon de 2010, tinha Michelle 17 anos, advinhou por certo que aquela menina tinha todas as condições de vir a ser uma grande figura do ténis mundial.

Mas não aconteceu. Três anos depois, percebe-se que também para ela parece ter passado o comboio do estrelato, que pouco ou nada evoluiu nos últimos 3 anos, tendo andado quase sempre fora do top 100 mundial, e mesmo a nível interno está atrás de Maria João Koehler.

Mas há boa maneira tuga, eu sei, porque a vi jogar algumas vezes, que Michelle de Brito, num dia sim, num dia que queira, pode vencer (ou dar luta) a qualquer grande tenista do mundo. E por isso também, e porque aqui em Inglaterra o torneio de ténis de Wimbledon é de fato um grande acontecimento mediático e fazem-se sempre umas brincadeiras com apostas lá no trabalho, eu previ que Maria Sharapova iria ter grandes dificuldades em derrotar a portuguesa, e apostei em Michelle.

A portuguesa tinha capacidade, sabe jogar bem quando devidamente concentrada e motivada, jogava no court principal de Wimbledon, court cheio, defrontava a grande Maria Sharapova, e principalmente, não tinha nada a perder, não tinha rigorosamente responsabilidade nenhuma. E esta, diz-me a experiência, é a receita que reúne todos os ingredientes para o sucesso lusitano. E assim foi. Michelle esmerou-se, fez um jogo perfeito, e ganhou!

Também à boa maneira tuga, estava encontrada a nova heroína do desporto nacional. Cavaco Silva telefonou a Michelle, que não atendeu a chamada porque não queria pagar roaming; a equipa do jornal ABola lembrou-se que o ténis existe e voou logo para Inglaterra para acompanhar a nova vedeta em primeira mão; e o presidente da Federação Portuguesa de Ténis, também à boa maneira tuga, e se calhar esquecido que a portuguesa é apenas a 131ª do ranking mundial e que nem sequer teve entrada direta no torneio de Wimbledon, disse logo publicamente que agora tudo era possível, e que se eliminasse a italiana no jogo seguinte, tinha caminho aberto para ir por ali fora. Do oito ao oitenta em 90 minutos, como os portugueses tanto gostam. 

E foi assim que Michelle entrou no court ontem para defrontar Karin Knapp, 104ª do ranking mundial! Entrou como uma nova estrela, com a pressão da imprensa que imediatamente fez dela aquilo que não é, com a pressão do público que fazia dela refém da exibição protagonizada dois dias antes, e principalmente, e como os portugueses já não gostam tanto, como grande favorita à vitória nas casas de apostas. A pressão, com que nunca tivera de lidar no jogo com Sharapova, estava agora toda do seu lado, e como sabemos, com nós portugueses, esta coisa da pressão e da responsabilidade, raramente dá bom resultado e é a receita para o fracasso. Também contra a italiana, apostei que Michelle ia perder, e perdeu mesmo.

Esta é a receita por exemplo, que faz com que no futebol, Portugal perca num campeonato europeu jogado em casa, dois jogos com a Grécia, depois de ter derrotado as Super Inglaterra, Espanha e Holanda. É a receita pela qual sabemos que no futebol, Portugal vai sempre dar luta a qualquer grande seleção do mundo mas que terá sempre grandes dificuldades para derrotar uma Irlanda do Norte no estádio da Luz; é a receita pela qual a grande geração de ouro do futebol português (uma seleção em tudo comparável àquela que a Espanha tem hoje) nunca foi capaz de ganhar porra nenhuma!

Michelle perdeu e jogou muito pouco. Cometeu erros de garota que ainda é. As pernas tremiam, a raquete não estava solta, acusou o peso da responsabilidade, não soube lidar com o favoritismo. Também à boa maneira tuga mostrou imediatamente o seu mau feitio atirando a raquete ao chão e contra a cadeira uma série de vezes. Exibiu no fim de contas, o descontrolo emocional que tanto caracteriza os portugueses, e que não poucas vezes nos faz fazer tão más figuras.

Cavaco Silva hoje já não lhe deve telefonar; a equipa da ABola já regressou a casa sem furo jornalístico e tão cedo não volta a falar de ténis, e o presidente da federação pode voltar a meter a viola no saco e a engolir as palavras descabidas que nunca deveria ter dito. Tudo à boa maneira tuga: Do oito ao oitenta e do oitenta ao oito no espaço de dois dias! 

E é esta a nossa sina: Os portugueses, de uma forma geral (felizmente há boas excepções), superam-se quando ninguém espera, quando ninguém nos exige nada, quando temos tudo a ganhar e nada a perder, quando a montanha é quase impossível de ser escalada. E espalha-mo-nos ao comprido quase sempre nos momentos em que tudo parece à partida mais fácil, nos momentos em que a imprensa e o povo já fizeram a festa mas a final ainda nem sequer foi jogada, nos momentos em que é preciso personalidade forte, saber sofrer sem perder o discernimento e saber ser paciente para esperar o momento certo de dar a estocada final.

Falhamos nos momentos em que não podemos ter medo do sucesso nem deixar que o medo de falhar nos tolha o raciocínio. A verdade é que falhamos quase sempre nos momentos em que bastaria apenas ser nós próprios e exibir um pouco do que sabemos, e descer a montanha quase sem pedalar e mantendo apenas o equilíbrio. E se não sabemos ser equilibrados é também porque, como povo emotivo que somos, somos traídos muitas vezes pelas emoções.

Mas somos também um povo de vitórias morais, um povo em que se valoriza demasiadamente o esforço e se encontra facilmente razões abonatórias para a incompetência. Somos um pais de reality shows, em que a malta canta mal e mergulha mal, mas que quando os juízes (que nunca deram um mergulho na vida) abrem a boca é para dizer: “Sim senhora, excelente trabalho, caíste de costas mas subiste aquelas escadas com elegância e só por isso toma lá um oito!” Somos um país de fado e tristeza, com programas diários na TV sempre com aquela musiquinha de fundo a apelar à choradeira. 

Numa cultura destas, numa cultura de povo coitadito, vivemos tão enraizados numa cultura de desculpas, de aconchego, de palmadinhas nas costas e facilitismo, que quando as verdadeiras dificuldades surgem, raramente estamos preparados para as enfrentar.

Ou será que alguém duvida, quando se fala no síndroma de certos treinadores em relação ao jogador português, que não haverá mesmo treinadores que preferem jogadores de outros países e com outro tipo de mentalidade?

Ajudem a Leonor.

Avatar
 ●  + 3 comentários  ● 

Excepcionalmente, colocamos este post pois quando se trata de contribuir para salvar uma vida, toda a ajuda é pouca.

"Olá !

Como Pais da Leonor, decidimos que queremos apostar na continuidade do tratamento dela através da Imunoterapia, que tão bons resultados tem apresentado nos casos como o da nossa Leonor ( Tumor Bi-Lateral de Willms ).

... Para que tudo possa ser feito com a perfeição que a situação exige, neste momento chegamos ao ponto em que não nos sobra outra opção senão pedir ajuda.

O tratamento é feito na Alemanha e os custos são mais elevados do que aqueles que podemos comportar.

O caso da Leonor está a ser acompanhado a par e passo pelos EXCELENTES Médicos do IPO de Lisboa e como Pais da Leonor, decidimos em comum que de todos os fundos que consigamos reunir que não venham a ser utilizados em função do tratamento da nossa Menina, serão directamente encaminhados como DONATIVO para a Ala Pediátrica desta FABULOSA Instituição.

Sabemos que não estamos numa altura fácil para pedir ajuda pois todos nós de uma forma ou de outra, estamos a lutar com os nossos próprios desafios.

Por essa razão é do fundo dos nossos corações que desde já vos agradecemos qualquer que possa ser a vossa ajuda.

ETERNAMENTE GRATOS,


Vanessa & Jorge Coutinho


Podem ajudar através da conta directa da Leonor:

Nome da Conta : Leonor Afonso Coutinho
Designação da conta : Conta à Ordem
Número da conta : 45381572027
NIB : 0033 0000 45381572027 05
IBAN : PT50 0033 0000 4538 1572 0270 5
SWIFT : BCOMPTPL
Sucursal : ALVALADE MERCADO
Titulares : LEONOR AFONSO COUTINHO
MILLENNIUM BCP".

Aceita o desafio, Bruno Carvalho?

 ●  + 19 comentários  ● 

Como fui eu e não o blog que lhe respondeu, vou falar em nome pessoal. No meu entender o papel de cada um na vida do SLBenfica não pode ser feito de trincheiras.

Entendo os argumentos que o levam a justificar a ausência do local onde realmente se discute o SLBenfica. Nem sequer é nos blogs ou redes sociais. Aí mais não deve ser do que partilha de opiniões, pois a discussão que faz crescer o SLBenfica... é feitas nas assembleias.

Seja como for, quem acompanha este blog desde que o fundei há 5 anos, sabe que tento reger a minha vida por um lema: "Não se aceitam ideias de quem saiba mais, mas sim de quem tenha feito melhor".

Quem tem a ambição, perfeitamente legítima diga-se, de um dia ser Presidente do SLBenfica, não o pode ser com acções pontuais ou iniciativas avulsas. Eu não sou dos que entende que "Depois de Vieira mais nada", e isso tem uma explicação... sempre houve Benfica antes de Vieira e sempre houve Benfica depois de Cosme Damião. Isto para dizer que não critico quem acredite ser capaz de fazer melhor e ter a ambição de ser Presidente do SLBenfica. Até dentro da estrutura actual há pelo menos três com essa ambição, porque não há-de o Bruno Carvalho a ter?

No entanto, depois de 12 anos de "trabalho" do Presidente Vieira, concordemos ou não com a sua gestão, a realidade é que atingimos um ponto de estabilidade corrente - e não quero com isto dizer que a mesma foi atingida no nível adequado. Ora, tudo isso torna qualquer transformação muito complicada, especialmente num país onde o grau de formação é tão baixo e as pessoas se consideram cultas porque lêem o Correio da Manhã, vêem a TVI e lêem A Bola.

Posto isto, entendo que há dois caminhos que devem ser seguidos ao invés de andar "aos tiros para o ar".


1. Constituir uma equipa de trabalho, não necessariamente uma futura equipa de gestão, de benfiquistas que estejam disponíveis para "mostrar como se faz" e por isso ao serviço do SLBenfica. 

Ou seja, é fácil dizer que a forma como são lidados determinados "dossiers" é errada... mais dificil é dizer como deveria ser feito... e mais dificil ainda é propor aos actuais dirigentes do SLBenfica essa mesma forma.

Quero com isto dizer que se há formas de melhorar o SLBenfica, porque não começar por apresentar essas ideias, de forma devidamente estruturada, aos orgãos sociais eleitos pelos sócios do SLBenfica?

Depois, se a Direcção não quiser seguir esse caminho, será da responsabilidade da mesma julgar os motivos pelos quais despreza a ajuda de um grupo de sócios que entende que dispõe de soluções melhores que as actuais. Se despreza por "avareza" serão julgados por isso, se despreza por incapacidade das propostas, serão os proponentes a ter que repensar a sua atitude.

Agora, dizer que a actual direcção tem "agendas escondidas", que são incompetentes ou pouco sérios... e não sermos os primeiros a disponibilizar-se para ajudar a fazer melhor... parece-me um mau principio. O que é afinal importante? A decisão/estratégia ser de A ou de B... ou ser em prol do SLBenfica?


2. Apostar não na crítica como um fim, mas apenas como um meio para estruturar a construção de soluções que sejam partilhadas com os benfiquistas de forma unilateral - caso o que sugeri no ponto anterior seja recusado pela Direcção.

Nesta linha, o blog NGB está ao inteiro dispor para o convidar a apresentar essas propostas no nosso blog directamente. As propostas, não as criticas e/ou divergências.

Quer isto dizer, teremos todo o gosto em que o Bruno de Carvalho escreva no blog Novo Geração Benfica sempre que entender que tem propostas válidas para apresentar ao sócios do SLBenfica, sendo que lhe deixo a minha sugestão de que as mesmas deveriam sempre ser colocadas primeiro ao dispor e consideração da Direcção do SLBenfica.


Pode até dizer que lhe estou a recomendar algo que nós não fazemos... mas na verdade há um factor fundamental que nos diferencia: Nenhum dos bloggers do NGB tem a ambição de ser Presidente do SLBenfica, porventura nem nos consideramos com capacidade para tal. Nenhum de nós quer sequer que as nossas opiniões sejam avaliadas por quem somos, mas sim pelo conteúdo das mesmas, incentivarmos o anonimato. Contudo, se algum dia o SLBenfica entender que, mantendo os pressupostos que descrevo (atenção que esta questão dos pressupostos é fundamental!), poderemos ser úteis ao Clube, jamais recusaremos ser parte da solução. Nunca seremos "convertidos" de bloggers/benfiquistas dedicados e com opinião, a funcionários que se juntam ao rol como já outros o fizeram.

Por outro lado, também pode considerar que este desafio será demasiado romântico, considerando que com a actual Direcção, depois do que o Bruno Carvalho passou, será impossível essa colaboração. Eu prefiro ver isso como uma oportunidade de realmente se efectivar uma relação cordial, do que uma dificuldade de contribuir para a evolução/crescimento do SLBenfica.

Um futuro Presidente do SLBenfica, não tem necessariamente que representar uma fractura com o passado (ou neste caso, com o presente). Um futuro sucessor de Luis Filipe Vieira poderá perfeitamente ser isso mesmo... um sucessor e não um salvador.

Dos discursos de "agarrem-me senão o Benfica assim morre" penso que já tivémos o suficiente. O caminho tem que ser outro...

Pior que não conseguir, será porventura nunca ter tentado.

A Ampliação do Caixa Futebol Campus

 ●  + 3 comentários  ● 
O Benfica e a câmara municipal do Seixal assinaram esta sexta-feira um protocolo para a permuta de terrenos entre as duas entidades.Os encarnados vão requalificar e ceder o Estádio do Bravo, adquirido pelo clube ao Sport Seixal Clube, em contrapartida, a autarquia vai ceder um terreno de 35 mil metros quadrados, anexo ao atual centro de estágios, onde vão ser construídos três novos relvados, dois para uso exclusivo do Benfica e um outro que será usado para uso do município.O acordo foi assinado pelos presidentes do Benfica, Luís Filipe Vieira, e da câmara do Seixal, Alfredo Monteiro.
in A Bola

De acordo com o que vai sendo partilhado oficiosamente, alegadamente, a ampliação do Caixa Futebol Campus será efectuada no espaço junto ao actual campo de jogos oficiais, num espaço que me parece pequeno para os anunciados três campos relvados (dois para o SLBenfica e um para a CMSeixal, com bancadas e tudo), pelo que talvez a zona verde junto ao estacionamento e na lateral esquerda da urbanização talvez venha a ser utilizada também.:


Esta é, portanto, uma informação não oficial, mas sim que foi partilhada no forum Serbenfiquista a partir da maquete de construção do Caixa Futebol Campus e que agora damos a conhecer.

Esta iniciativa da CMSeixal era algo que já estava previsto há algum tempo para a Quinta da Trindade e agora parece ser uma realidade, apoiada num entendimento com o SLBenfica, que de acordo com as informações disponíveis parece ser um acordo muitíssimo favorável para ambas as partes.

Aí está a nova camisola do SLBenfica 2013/14

 ●  + 5 comentários  ● 

Como sabem, manifestei na passada semana a minha opinião no que diz respeito Aos contratos com a PT e Adidas. Partilhei com os nossos leitores que, ainda que esteja seguro que as futuras renovações de contrato estão/estiveram a ser tratadas em defesa dos interesses do SLBenfica... a forma como o processo de comunicação está a ser feito é desastroso.

Sendo público que os contratos, cada um superior a mais de 5M€/ano de receitas para o SLBenfica, terminam no próximo Domingo, parece-me pouco adequado anunciar a camisola do SLBenfica para a nova temporada, suportada na continuidade da parceria com esses dois parceiros... sem que antes tivesse sido anunciada formalmente essa mesma continuidade.

Já diz a velha máxima que "à mulher de Cesar não basta ser séria", e claro que o SLBenfica já terá estes dois temas acautelados há algum tempo, pelo que seria muito mais adequado numa óptica de comunicação, que o antes (ou até em simultâneo) deste anúncio oficial tivesse sido anunciado também que a nova camisola era fruto do reforço da parceira com dois parceiros estratégicos para o SLBenfica: Portugal Telecom e Adidas.

Fica o lamento. Vale o que vale... mas sabem que nestas coisas gosto de ser rigoroso na forma como entendo que talvez fosse o melhor caminho a seguir.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Anuncio Oficial da BenficaTV Premium HD

 ●  + 17 comentários  ● 


Foi hoje anunciado o início de uma nova era no futebol português e mais um marco de inovação no futebol e no desporto Mundial, mais uma vez pelo SLBenfica. Esta é uma marca de Luis Filipe Vieira nestes últimos anos: Inovação, Empreendedorismo e Criatividade que se traduzem em mais-valias para o contexto empresarial do SLBenfica.

Não será, porventura, o "estrebuchar do morto" para Joaquim Oliveira, pois há ainda bastantes conteudos que irão "prender" os subscritores à Sporttv, mas é segura e definitivamente um passo importantíssimo para a independência do SLBenfica e fragilidade de um dos pilares de financiamento do Sistema em Portugal.

Leiam o Comunicado Oficial aqui.

Bruno Carvalho responde ao post do NGB.

Avatar
 ●  + 10 comentários  ● 
"RESPOSTA AO BLOG "GERAÇÃO BENFICA"

O blog Geração Benfica teceu alguns comentários sobre a minha proposta de alteração de estatutos do Sport Lisboa e Benfica.

Pela consideração que me merece, mas sobretudo porque tocou na questão do timing da discussão, gostava de dar aqui uma pequena resposta ao que foi ali escrito.

De facto, é verdade que eu não estive na Assembleia Geral em que foram aprovados os estatutos. Não estive eu, nem 249.800 sócios do Benfica, uma vez que só estiveram 200 presentes.

Pelo meu lado, lamento não ter estado e por isso me penitencio, aqui, publicamente. Mea culpa.

Mas já agora gostava de invocar alguns factores atenuantes em minha defesa.

Os estatutos foram aprovados numa Assembleia Geral em Abril de 2010.

Eu fui candidato e perdi as eleições em 2009, com 3% dos votos.

Foram ditas coisas de mim que não correspondem nada à verdade, fui ameaçado, fui insultado, foi feita uma campanha contra mim sem precedentes.

Talvez seja importante recordar que Luís Filipe Vieira já tinha ganho duas eleições anteriormente sem ter tido ninguém a candidatar-se contra ele.

E fui o primeiro e sofri com isso. 

Sofri e pensei nunca mais me envolver na vida do Benfica e só o faço porque não admito que o Benfica esteja como está hoje.

É por isso que ninguém me vê atirar quaisquer pedras ao Dr. Rui Rangel, que apesar de relativamente mal preparado, teve a coragem de se apresentar a eleições e agora está distante das coisas do Benfica.

É preciso passar por um processo destes para se entender. 

Atrás dos teclados todos são heróis, como bem diz o blog Geração Benfica.

Recordo que a AG de 2010 foi feita num contexto pós eleitoral e em que o Benfica liderava o campeonato nacional, tendo vindo a sagrar-se campeão.

Esse sim, era o timing errado para falar de estatutos.

Quem ganhou as eleições poderia fazer o que queria... e fez. 

Destruiu por completo a democracia no clube, dando a impressão, falsa, de que ela se mantinha.

Já agora, e na AG em que foram aprovados os estatutos, onde estavam Bagão Félix, Varandas Fernandes, José Eduardo Moniz, Rui Rangel, Fernando Tavares e tantos outros?

Alguns desses estão, agora, com Vieira, mas pelo menos ainda há pessoas que disseram que não e resistiram, como eu ou como o Dr. Rui Rangel.

Finalmente, e para concluir, acredito que o timing para discutir estas coisas nunca é perfeito, mas depois de ver umas contas chumbadas pelos sócios e daí não haver quaisquer consequências, não contem comigo para o silêncio.

A alteração dos estatutos é o ponto central da devolução do Benfica aos sócios.

Lutarei para defender o clube que amo.

Se não for por mim, é pelos meus três filhos que, felizmente, são todos Benfiquistas!"

Resposta publicada por Bruno Carvalho na sua página do Facebook.

Brilhante campanha da Adidas e Real Madrid

 ●  + 5 comentários  ● 
Podem verificar no site oficial do Real Madrid esta campanha fabulosa.

A campanha chama-se "Real Fan" e possibilita aos adeptos três situações na aquisição da camisola oficial:

- Ter a sua foto como uma parte da "construção" do numero da camisola. Ver exemplo abaixo:


- Aparecer no anuncio publicitário da nova camisola.

- Obter mais equipamentos/acessórios Adidas/Real Madrid.

Tudo isto é possível de realizar online no site do Real Madrid e potencia de forma brutal a aquisição de camisolas do Clube, no Mundo inteiro e de forma até personalizada e diferenciadora.

Claramente a importar, esta ideia. É uma boa forma de a Adidas fazer mais pelo SLBenfica do que apenas nos dar camisolas "discutiveis".

Como será um dia destes na vida de um "lambe botas"?

 ●  + 19 comentários  ● 
Nos últimos dias tive o cuidado de dar a minha sugestão sobre o futuro da BenficaTV no tópico O Fim das dúvidas na BenficaTV. Obviamente, e tal como caracteriza grande parte dos "lambe botas" ou "yes men" que gostam de sair logo na defesa (como se houvesse ataque!) da Direcção... cedo se apressaram a dizer que nada disto fazia sentido, que no Benfica se está a trabalhar na continuidade, que obviamente que nós aqui no NGB não percebemos nada disto.

Outro factor que chamámos a atenção foi os timings. Ontem fiz novamente um alerta onde dei conta que estavamos A 3 dias de 1 de Julho... e que estava tudo por fazer no que diz respeito à Comunicação com o "publico-alvo", ainda que obviamente eu estou em querer que as bases (e não só) estarão todas preparadas. Claro que, como no caso anterior, logo vieram dizer que o SLBenfica não tinha que dar conta de nada e que  no dia 1 de Julho ou depois disso é que deveria saber, porque (argumento mais ridículo do dia:) "o segredo é alma do negócio".

Ora, felizmente o SLBenfica não pensa como estes "lambe cus" sem vida... Vou passar à frente sobre o contributo que o NGB possa estar a dar a este tipo de situações, mas na verdade é que depois dos nossos alertas estamos a ver a informação a ser libertada precisamente como ontem defendi, ou seja, sem qualquer formalismo e servindo apenas para dar conta ao "publico alvo" que tipo de conteudos haverá, quando e o que se espera que mude. Parece que afinal já não "segredo a proteger" a 3 dias do arranque, nem há aquela acção de marketing que ia "dar uma borla" de 15 dias ao início - dizia-me um leitor que isso é Marketing que eu nada percebo disso! Enfim, mais um que só ele viu a luz ao fundo do tunel, mas pelos vistos era a luz dos faróis do comboio...

Registo também com agrado o arranque das emissões "Premium" com um destaque ao treinador, à mensagem do treinador e à imagem do comunicador José Eduardo Moniz, como vem referido na noticia que podem ver na foto abaixo. Recuperando o que escrevi sobre isso a semana passada, foi algo assim:

"Programas com treinador, com jogadores 

A Apologia de destaque aos nossos Em linha do que falei acima, é preciso dar mais tempo de antena aos nossos treinadores e jogadores. 



Criar a cultura de sintonia com os nossos, não para que isso reduza as criticas quando se justificam, mas sim para que aumente a compreensão, tolerância e especialmente a união em torno da "realidade Benfica". Ter programas onde temos os nossos treinadores, onde temos gente do straff, directores a partilharem momentos experiências, a chamar ou "convocar" os adeptos para jogos ou para algumas iniciativas especiais ou em momentos chave. Trazer os adeptos ao convívio dos jogadores de futebol e das modalidades."




Fico feliz que o SLBenfica não seja realmente a mediocridade que esses "lambe cus" tanto desejam quando simplesmente optam por uma atitude de "carneiros" que vão para onde vêem ir o rebanho. Obrigado ao SLBenfica por ser bem maior que essa gente medíocre que não sabe usar o cerebro em contributo do Clube e se limitam a dizer que sim a seja qual for o caminho, porque acreditam que isso é que é ser benfiquista.

Há mais de onde vieram estes contributos e veremos o que diz o futuro sobre eles. Aqui fica o Frendly Reminder...

Nota importante - Partilharemos durante a tarde a resposta do Bruno Carvalho ao meu tópico de ontem, seguida - obviamente - do meu comentário e de um desafio que lhe lançarei para vermos realmente até onde quer ir.

Lugar aos leitores do NGB - Parte II

Avatar
 ●  + 2 comentários  ● 

"Hesitei por várias vezes antes em me pronunciar sobre a proposta de BC para a revisão dos estatutos pois pese a exclusividade do seu conteúdo deixa pano para mangas em relação não tanto à proposta mas seu autor.

O Benfica de hoje vive dividido entre os apaniguados seguidores de Viera e os "abutres".

Bruno de Carvalho, desconhecido no Universo Benfiquista até há quatro anos, também faz hoje parte dos renegados que continua a assustar os tais indefectíveis.

São estes seguidores do inquisidor-mor que sem se darem conta promovem a figuras gente que todos sabem nunca mudarão o rumo do Benfica não se apercebendo sequer do seu contributo para que outros até com qualidades ousem questionar a situação vigente.

Estou à vontade, porque o escrevi, que na altura usou para se promover quão irrelevantes eram as suas posições e a sua candidatura ao Benfica.

Claro que a Vieira dará sempre um jeito danado que seja gente como Bruno Carvalho o rosto da oposição e embora a revisão de estatutos apresentada mais não seja que a reposição dos anteriores com pequenas diferenças.

Se concordo ??? Direi que com quase tudo mas também por aqui se pode aquilatar da personalidade deste franco atirador e senão analisem este paragrafo:

"""""""""""A antiguidade mínima de 5 anos foi a exigida ao actual Presidente do Benfica das 3 primeiras vezes que foi eleito, bem como era o exigido quando foram eleitos Presidentes como Ferreira Queimado, Borges Coutinho, Fernando Martins, João Santos, Jorge de Brito, Manuel Damásio ou Manuel Vilarinho.""""""""""

A forma subreptícia, como à imagem de Vilarinho, retirou também da parede o quadro de JVA e porquê ??? 

Talvez porque à data em que JVA ganhou a presidência do Benfica era dos que mais anos tinha de sócio pese a sua ainda juventude ??? Não. JVA andava na casa dos 40 e tinha quase 25 anos de sócio.

O que ele pretendeu atingir foi o único que se alcandorou à presidência sem reunir as condições estatutárias e que ainda hoje contra os estatutos que fez aprovar se mantém fora de lei mas aquele pormenor não deixa de nos revelar a falta de coragem daqueles que pretendem renegar a história do próprio clube sabendo que o simples omitir do seu nome amolece a ira dos que ostracizam por fidelidade ao revisor.

Posto isto dizer que qualquer candidato à presidência de todos os do Benfica deve ter mais de 35 anos anos e o mínimo de DEZ ANOS de sócio e aos restantes membros seriam exigidos mais de 25 anos e também DEZ ANOS de associado.

Que não me escandaliza que o Presidente do Clube e por inerência da SAD e outros membros sejam remunerados mas que os seus ordenados sejam aprovados em AG e em todos os mandatos.

Não temam os fiéis servidores do salvador porque este Bruno nunca terá em sua mão as rédeas dos destinos do Benfica mas, vá saber-se se por medo ou desconhecimento, estas hienas que tanto se abespinham mesmo que inconscientemente, não estão a querer passar um atestado de menoridade à mole imensa de sócios do Nosso Clube. 

Nota: Não gostei da menoridade com que alguns trataram os sócios correspondentes e que pelos novos estatutos o Vieira elegeu como sócios de segunda.

Realmente só alguém que desconhece a genes do Benfica e a sua Universalidade e que poderia retirar valências a sócios de corpo inteiro e que o Benfica de outros tempos tanto apadrinhou pois foi desta forma que exponenciou toda essa sua Universalidade associativa. Já temos divisões que chegam e bom era que mais não fossem alimentadas.

Mas os mais atentos saberão que muitas vezes são ESTES que pesam demasiado no prato da balança eleitoral e Vieira também sabe que ESTES mesmo estando longe vêem, muitas vezes, melhor a Montanha."

Crónica gentilmente enviada por leitor do NGB.

Lugar aos leitores do NGB.

Avatar
 ●  + 2 comentários  ● 


"Sentir o Benfica

Joaquim Ferreira Bogalho, o presidente que sonhou…

O Estádio da Luz foi o seu desafio, de tal forma que no dia da inauguração, a 1 de Dezembro de 1954, depois de lida a mensagem de felicitações de Salazar, António Ribeiro dos Reis, a quem competiria, por protocolo, a inauguração do estádio que se chamava ainda de... Carnide, na sua condição de presidente da Assembleia Geral, não o quis fazer, para não ser injusto com Bogalho. O seu discurso sucumbiu às lágrimas e longas pausas: «Foi um milagre! Um milagre da nossa fé inquebrantável; milagre do nosso querer irresistível; milagre do nosso amor a esta colectividade que se chama Sport Lisboa e Benfica. Eu profetizara este acontecimento em 29 de Maio de 1952, no Porto, no banquete comemorativo da inauguração do Estádio do F. C. Porto e consideraram-me um lunático, um sonhador, ou simplesmente um louco...»

No dia em que o Benfica comemorou 50 anos nasceu um grande estádio, construído em pouco mais de dois anos. «Aqui instalámos, enfim, o nosso lar, aqui queremos viver para todo o sempre, porque o Benfica será eterno», ao dizê-lo, Joaquim Bogalho desfaleceu de emoção. As palmas tornaram-se mais vibrantes e o Estádio só não ficou nesse dia com o nome de Bogalho porque ele não quis. Por modéstia. São assim os grandes homens...

Sentir o Benfica é algo de magnífico, está emprenhado no espirito. Não é fácil às palavras atingirem o alcance deste sentimento, motivo pelo qual escolhi este episódio presente nesta imagem para relembrar o porquê de este clube ser muito mais do que o seu lema ou estatutos. Sinto orgulho de ser deste clube, um clube construído com o suor dos sócios, um clube que une as pessoas para realizar sonhos.
O Benfica reside em cada um que o sente e ousa sonhar."

Crónica gentilmente enviada por um leitor do NGB, com informação retirada daqui.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

A 3 dias de 1 de Julho...

 ●  + 40 comentários  ● 

Podem dizer o que quiserem sobre estes temas, mas o dia 1 de Julho de 2013 marca três um ponto de viragem ou continuidade sobre três questões:

1. Fim do contrato de patrocinio da Portugal Telecom
- Valor do contrato actual: cerca de 5 a 6M€/ano (dados não confirmados)
(Esta questão envolve naming de duas bancadas,exclusividade da BenficaTV face à ZON, publicidade nas camisolas da equipa principal de futebol, publicidade nas camisolas do Andebol, Volei e Basquete, contrato de comunicações fixas, moveis, de dados e televisão)

2. Fim do contrato de patrocínio da Adidas
- Valor do contrato actual: 40M€ por 10 anos celebrado em 1 de Julho de 2003. Aparentemente será algo tipo 4M€/ano + equipamentos adicionais "contrato em generos" + gestão do merchandizing oficial do SLBenfica + valor adicional por objectivos, num total que pode atingir até um máximo de 70M€ em 10 anos. Info retirada daqui

3. Inicio da BenficaTV como canal Premium com mensalidade
- Depois de se terem iniciado a 10 de Dezembro de 2008 as emissões regulares, o SLBenfica irá agora apostar em conteudos Premium, sabendo-se que detêm os direitos sobre a Liga Inglesa para Portugal e sobre os jogos em casa do SLBenfica e Benfica B, bem como das modalidades e equipas de formação.

A 3 dias dias do "go live" de toda esta realidade,  parece-me pouco prudente que o SLBenfica não tenha tido o cuidado de proactivamente "libertar informação" sobre estes temas. Não tinha que ser um comunicado oficial, nem uma deliberação à CMVM ou sequer uma notícia no site.

Algo tão simples quanto o Presidente falar inserido numa qualquer acção relacionada com o SLBenfica, ou o Domingos Soares Oliveira disponibilizar-se para uma entrevista ao diário económico ou outro, etc. Qualquer coisa que pudesse permitir ao SLBenfica controlar o tipo de informação que pretende que seja alvo de discussão ou não.

Se os contratos serão renovados, não motivo para não partilhar que o SLBenfica pretende apostar na continuidade com determinados parceiros (no caso a Adidas e a PT) por isto e por aquilo e que oportunamente serão dados a conhecer oficialmente esses dados.

Se os contratos se pretende que sejam alterados no parceiro ou no conteudo, era importante também que os sócios saibam que a Direcção pretende avaliar os contratos, analisar com outros potenciais parceiros se haverão mais-valias adicionais para o Clube, etc. dando conta até que isso será mais importante do que ter as camisolas ou os patrocinadores anunciados à data de 1 de Julho.

Por outro lado, sem que haja qualquer anuncio oficial de renovação, penso que era importante que qualquer iniciativa publica com jogadores, apresentações, etc EXCLUA qualquer referencia ou visibilidade à Adidas ou Portugal Telecom, com vista a demonstrar mais do que qualquer outra coisa... atenção aos detalhes, e que os parceiros saibam disso.

Quanto à BenficaTV, bem neste caso a 3 dias de nos pedirem que ao cabo de quase 5 anos passemos a pagar pelos conteudos, penso que era importantíssimo que a grelha já estivesse anunciada. Ou seja, fazer uma conferencia de imprensa a anunciar a "nova BenficaTV" (ler AQUI a minha opinião), já com um novo director geral apresentado e dando conta que semanalmente transmitiremos X jogos da Liga Inglesa e X jogos da Brasileira e X jogos da Grega e X jogos da MLS e que serão inseridos no contexto horário A, B e C. Teremos ainda a novidade Y Z e J,  os jogos das equipas de formação passarão a ser transmitidos da forma G H e V... etc. etc. etc.

Desta forma, à data do arranque da BenficaTV, o SLBenfica já teria imensos benfiquistas a querer subscrever e, talvez ainda mais importante, a avançar para o cancelamento da subcrição da SportTV.

Ao fazer este tipo de anuncios "em cima do acontecimento", vai demorar mais tempo a aderência das pessoas à subscrição, com efectivo impacto para a angariação de patrocinadores e anunciantes publicitários, com maior relutância ao cancelamento da subscrição da Sporttv - que passará a ser concorrente da BenficaTV, etc.

São, portanto, três temas onde entendo que deveria ser o SLBenfica a controlar e gerir a agenda e comunicação, ao invés de permitir que circulem opiniões, que terceiras partes dêem conhecimento de como irão funcionar as circunstâncias (eventualmente avançando com informação falsa), etc.

GB responde a Bruno Carvalho

 ●  + 33 comentários  ● 

Foi com agrado que vi serem apresentadas ideias para a revisão dos estatutos. Contudo, é preciso lembrar o Bruno de Carvalho, como aqui fiz imensas vezes no NGB, tal como é preciso relembrar a garotada dos foruns e blogs que sairam logo a terreiro para concordar com a generalidade da proposta, que houve pelos menos DUAS Assembleias Gerais onde foram discutidas as alterações aos Estatutos.

Eu posso ir recuperar os vários tópicos que escrevi a avisar que estavam todos entretidos a falar de futebol e supostas caminhadas gloriosas... e ao lado estava a decorrer a revisão dos estatutos de uma forma inaceitável. Eu estive o cuidado de estar em todas as AG e votar contra esta palhaçada.

O Bruno de Carvalho onde estava? Onde estava esta proposta de revisão dos estatutos nessa altura? Onde estavam aqueles que se indignam agora que é mais dificil ser presidente do SLBenfica do que da República Portuguesa? Onde estavam os que dizem que os estatutos não foram mais do que a blindagem da Presidencia de Luis Filipe Vieira, qual Hugo Chaves na Venezuela?

Todos esses deviam e poderiam ter estado nas AG a votar contra e apresentar a votação propostas de alteração. Nem vê-los!

Portanto, eu nem sequer me vou debruçar sobre os méritos da proposta que entendo, na generalidade, fazerem todo o sentido, mas que na prática estão fora de contexto temporal.

Do que serve vir agora dizer que está mal? Dá quase a ideia que o actual Presidente os decidiu sozinho, que os votou só ele. ERRADO! Os actuais estatutos foram a votos...

SAIAM DOS COMPUTADORES! Se querem fazer algo de diferente pelo SLBenfica, terão que trocar o vosso sofá pelo Estádio da Luz, pelos Pavilhões e pelas Assembleias Gerais.

Os efeitos do Comunicado absurdo do SLBenfica

 ●  + 12 comentários  ● 

Olhando para a capa do Correio da Manhã nas últimas semana e meia, vemos sempre o mesmo: A tentativa de expor o guarda-redes do SLBenfica, Artur Moraes.

Já abordaram a burla ao jogador de todas as maneiras e feitios, já disseram que a realidade era de todas as formas conhecidas. Mas há uma coisa que se mantém diariamente: A foto de um jogador do SLBenfica integrado num caso que envolve sexo e dinheiro.

Para manchar a imagem do jogador e do clube não há melhor.

Já li algumas teorias que isto seria uma acção para retirar condições ao Artur para ser jogador do SLBenfica, à semelhança do "caso Dexia" que foi criado ao Veiga ou da alegada "amante de infância" do Rui Costa. Também elas situações que se arrastaram durante duas/três semanas no Correio da Manhã e, invariavelmente contribuiram para o afastamento dessas pessoas da vida corrente do Clube.

Sinceramente, a minha opinião é outra. É mais no sentido de que "os jornalistas que fumam substâncias proibidas" estão a mostrar que também sabem colocar nas capas dos jornais os temas que muitas vezes lhes pedem para que não sejam notícia, pelo facto de não passarem de situações que visam apenas tirar partido da condição mediática e financeira das pessoas ligadas ao futebol.

Numa situação normal, alguém da redacção falaria com o SLBenfica a dar conta desta "noticia" e com facilidade, como é normal e desejável nestes casos com o SLBenfica ou qualquer outra instituição de dimensão, as pessoas acabam - com bom senso - por "abafar" estas questões.

Contudo, a mim parece-me que os jornalistas do CM resolveram fazer birrinha contra o João Gabriel, depois do vergonhoso comunicado, e demonstrar que "não é com vinagre que se apanham moscas".

quarta-feira, 26 de junho de 2013

PROPOSTA DE REVISÃO DOS ESTATUTOS DO SPORT LISBOA E BENFICA

 ●  + 70 comentários  ● 
(Proposta de Bruno Carvalho, ex candidato a Presidente, na sua pagina do Facebook)

Deixemos a mensagem de celebração dos 5.000.0000 de leitores. Podem revisitar a mensagem no topo da barra lateral.

Leiam, por favor, com atenção, tentem perceber a mensagem e não o mensageiro... e comentem a proposta, não o proponente nem juizos de valor sobre o mesmo. Serão capazes?


Estão sempre a queixar-se que os "opositores" só falam para as eleições, quando se tenta falar fora desse contexto, era importante valorizar a mensagem e não apontar a "agendas escondidas".

"Há muito que me oponho aos actuais estatutos do Sport Lisboa e Benfica.

Bem sei que foram aprovados pelos sócios, mas tal foi feito em cenário pós-eleitoral (em Abril de 2010), onde quase todos os devaneios são permitidos a quem ganhou as eleições, e foram aprovados numa Assembleia Geral em que estiveram presentes apenas 200 sócios.

Os estatutos do Benfica são opacos e muito pouco democráticos, parecendo mais destinados a perpetuar no poder quem dirige o Benfica do que dar a palavra aos sócios na vida do Clube.

Assim, e depois de ouvir opiniões de vários Benfiquistas que quiseram participar nesta reflexão de enorme importância para a vida do Clube, deixo aqui 13 sugestões para a revisão dos estatutos que se impõe e se quer urgente:

PONTO 1
- Proposta: Equiparação dos direitos dos Sócios Efectivos aos dos Sócios Correspondentes.
- Artigos Alterados: Artº 17º, 18º
- Razões: Os Sócios Correspondentes pagam quotas menores do que os Sócios Efectivos porque moram a mais de 50 Km de Lisboa.
Isso é perfeitamente normal porque um Sócio Correspondente terá um custo superior face a quem mora em Lisboa se quiser ir às instalações do Clube para, por exemplo, acompanhar os jogos ao vivo.
Os Sócios Correspondentes não podem servir para apenas pagarem quotas para depois não terem quaisquer direitos electivos.
Tal não faz sentido. Os Sócios Correspondentes não podem ser tratados como “carne para canhão”.
Deste modo, proponho que as quotas dos Sócios Correspondentes se mantenham mais baratas, mas que, em termos de direitos electivos, tenham os mesmos direitos dos Sócios Efectivos.

PONTO 2
- Proposta: Alteração do peso dos votos de cada sócio conforme a seguinte tabela (que é igual aos anteriores estatutos):
* Sócios com mais de um 1 ano e até 5 anos: 1 voto
* Sócios com mais de 5 anos e até 10 anos: 5 votos
* Sócios com mais de 10 anos: 20 votos
- Artigo Alterado: 51º
- Razões: Actualmente existe a seguinte distribuição do peso dos votos:
* Sócios de 1 ano até 5 anos: 1 voto
* Sócios de 5 anos até 10 anos: 5 votos
* Sócios de 10 anos até 25 anos: 20 votos
* Sócios com mais de 25 anos: 50 votos
A tabela actual parece-me claramente desajustada, dando demasiado peso a sócios mais antigos que, podendo ter uma maior importância nas decisões, não devem, no entanto, ser os únicos a decidir os destinos do Clube, retirando o entusiasmo aos mais novos e trazendo algum sentimento de imobilismo e de desânimo.
Os antigos estatutos eram bastante mais equilibrados nessa matéria, tendo um sócio de esperar um período razoável de 10 anos para atingir a plena capacidade eleitoral em vez dos actuais 25 anos que é um período de tempo extremamente longo.
Deste modo, proponho a reposição da distribuição do peso dos votos anterior.

PONTO 3
- Proposta: As Casas do Benfica, Filiais e Delegações deixam de ter direito a voto.
- Artigo Alterado: 52º
- Razões: As Casas do Benfica, Filiais e Delegações são muito importantes na vida do Benfica, mas são isso mesmo: Casas, Filiais e Delegações. Não são pessoas, não são sócios.
Quem manda nos clubes são os seus sócios e todos os membros das Casas, Filiais e Delegações podem e devem ser sócios do Benfica e logo já têm direito a votar.
As Casas do Benfica, Filiais e Delegações poderem votar é tão estranho como, por exemplo, se as Juntas de Freguesia pudessem votar nas eleições legislativas do país e não fossem apenas os cidadãos a votar.
Os únicos com direito a votar devem ser os sócios do Sport Lisboa e Benfica.
Mais ninguém.

PONTO 4
- Proposta: Duração dos mandatos dos Órgãos Sociais de 3 anos.
- Artigos Alterados: 42º, 55º
- Razões: No Benfica, os mandatos sempre foram de 3 anos, tendo sido aumentado para 4 anos nos últimos estatutos.
Num Clube, 4 anos é um ciclo demasiado longo e afasta os sócios tempo demais da vida democrática do Clube.
É importante que os dirigentes proponham coisas novas e expliquem os seus projectos aos sócios e nada melhor para isso do que eleições.
Ciclos mais curtos do que 3 podem afectar a estabilidade de quem lidera os destinos do Clube.

PONTO 5
- Proposta: Alteração das condições para se poder ser membro de um Órgão Social do Benfica para o seguinte:
* Antiguidade mínima de 5 anos como Sócio Efectivo ou Correspondente ininterruptos face à data das eleições
* Terem um cadastro criminal limpo
* Nos casos dos Presidentes da Mesa da Assembleia Geral, Direcção e Conselho Fiscal, obrigatoriedade de terem, pelo menos 35 anos de idade
- Artigos Alterados: 53º, 61º, 65º
- Razões: A antiguidade mínima de 5 anos foi a exigida ao actual Presidente do Benfica das 3 primeiras vezes que foi eleito, bem como era o exigido quando foram eleitos Presidentes como Ferreira Queimado, Borges Coutinho, Fernando Martins, João Santos, Jorge de Brito, Manuel Damásio ou Manuel Vilarinho.
Não há nenhum motivo para que esse prazo seja alargado.
A introdução da obrigatoriedade dos 35 anos, igual à exigida para Presidente da República, garante a maturidade dos Presidentes dos Órgãos Sociais.

PONTO 6
- Proposta: Qualquer membro de um Órgão Social, inclusivamente o Presidente da Direcção, poderão ser remunerados.
- Artigo Alterado: 44º
- Razões: O tempo do desporto amador já passou.
O desporto actual é altamente profissionalizado e não faz sentido que os únicos amadores sejam os dirigentes.
As necessidades dos grandes clubes exigem profissionalismo e dedicação exclusiva.
Tal não pode ser exigido sem uma contrapartida remuneratória.

PONTO 7
- Proposta: Só poderá haver voto electrónico, desde que acompanhado de voto físico que permita recontagens. Em caso de recontagem, prevalecerá o voto físico.
- Artigo Alterado: 57º
- Razões: o valor mais importante quando se pretende que haja democracia é a confiança.
Assim, quem vota, tem que ter a certeza que os resultados correspondem à votação real.
É por isso mesmo que, quando há dúvidas, se pede a recontagem dos votos.
O voto electrónico é muito prático e permite um rápido apuramento dos resultados, mas sem o correspondente voto físico torna-se totalmente insuficiente porque não permite recontagens.
Há, também, sempre a suspeita de que o voto electrónico é um meio que não é 100% seguro sendo permeável a manipulações.
Daí a necessidade de eliminar quaisquer suspeitas, o que só é possível com o voto físico.

PONTO 8
- Proposta: Proibição estatutária de exercícios com contas de exploração negativas. A verificação de um prejuízo nas contas anuais significará a queda da Direcção e de todos os Órgãos Sociais e a convocação de eleições no prazo de 60 dias. Se por alguma razão extraordinária for necessário que um exercício apresente resultados líquidos negativos, esse orçamento deverá ser levado a uma AG Extraordinária para o efeito e deverá ser aprovado por 2/3 dos votos.
- Artigo Alterado: NOVO
- Razões: Exercícios negativos põem em risco a sobrevivência do Clube.
Desta forma, as Direcções devem ajustar os seus gastos às receitas geradas e serem impedidas de comprometer o futuro do Clube.
Qualquer irresponsabilidade conduzirá, de imediato, à destituição de todos os Órgãos Sociais e à convocação de eleições.

PONTO 9
- Proposta: A não aprovação do Orçamento ou do Relatório e Contas do Sport Lisboa e Benfica em Assembleia Geral obrigará a Direcção à sua reapresentação em nova Assembleia Geral que decorrerá, exclusivamente para esse efeito, no prazo máximo de 30 dias após o chumbo inicial. Um segundo chumbo implicará a queda da Direcção e de todos os Órgãos Sociais e a convocação de eleições no prazo de 60 dias.
- Artigos Alterados: 35º e 36º
- Razões: A apresentação do Orçamento e do Relatório e Contas são o momento em que qualquer Direcção recebe o apoio dos sócios para o trabalho que está a desempenhar.
O Orçamento mostra o rumo que a Direcção propõe para o Clube.
O Relatório e Contas demonstra até que ponto as perspectivas se confirmaram ou não.
O chumbo de qualquer um destes documentos torna inviável a prossecução da actividade de qualquer Direcção, uma vez que significa a quebra de confiança entre os sócios e quem dirige o Clube.

PONTO 10
- Proposta: Alteração das condições mínimas exigidas para a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária, passando a ser necessários 4.000 votos e exigindo-se a presença de somente 50% dos subscritores do pedido.
- Artigo Alterado: 55º
- Razões: Uma AG Extraordinária não deve ser uma coisa comum, que se convoque todos os dias e por qualquer motivo, mas também não deve ser algo quase impossível de se realizar.
Propõe-se o mínimo de 4.000 votos para a convocação de uma AG Extraordinária, mas com o novo peso dos votos (ver Ponto 2) qualquer sócio com mais de 10 anos passará a dispor de 20 votos, o que alarga substancialmente o universo dos sócios com o número máximo de votos, facilitando-se, desta forma, e de uma maneira substancial, a obtenção dos votos necessários para a sua convocação.
A redução da percentagem exigida de presenças obrigatórias aos subscritores do pedido de uma AG Extraordinária tornará o processo mais simples.
Assim, convocar uma AG Extraordinária não se tornará um acto banal, mas também não será nada de impossível.

PONTO 11
- Proposta: Alterar o actual sistema de contagem de votos nas Assembleias Gerais e substituí-lo por um que permita a eficaz e correcta contagem dos votos.
- Artigo Alterado: NOVO
- Razões: Para quem nunca assistiu a uma AG do Benfica, provavelmente não acreditará como é que é possível que, em pleno século XXI, alguém possa contar os votos de forma tão deficiente. Os sócios vão colocando o braço no ar e uma ou duas pessoas andam a contar os votos.
Ninguém presente na AG tem a mínima confiança nos resultados obtidos.
Como já tive oportunidade em dizer atrás, a confiança é um elemento essencial numa democracia e é preciso que haja um sistema de contagem de votos que dê todas as garantias aos sócios de que os resultados coincidem realmente com a votação efectuada.

PONTO 12
- Proposta: Renumeração dos sócios, pelo menos, a cada 5 anos em vez dos 10 actuais.
- Artigo Alterado: 15º
- Razões: O mundo acelerou muito e, actualmente, fazer algo a cada 10 anos faz pouco sentido.
Todos sabemos que os sócios gostam de ter números baixos e fazer a actualização dos números a cada 5 anos pode funcionar como uma ferramenta de marketing.

PONTO 13
- Proposta: Obrigatoriedade na participação em pelo menos dois debates, com o mínimo de 1 hora cada, dos candidatos a Presidente de Direcção. Os debates deverão ser realizados, em directo, pelo canal de televisão do Clube. No caso de haver um só candidato, os debates serão substituídos por duas entrevistas que deverão ser conduzidas por, pelo menos, 3 jornalistas de órgãos de comunicação social independentes do Clube e que deverão ser convidados para o efeito pelo canal de televisão do Benfica.
- Artigo Alterado: NOVO
- Razões: Quem quer ser Presidente do Benfica terá que debater com os restantes candidatos os projectos para o Clube como parte do processo de esclarecimento dos sócios.
Só conhecendo os diversos projectos, com clareza, é que os sócios poderão ter um voto esclarecido e informado.
No caso de haver um só candidato, deverão ser conhecidos os projectos que são apresentados para o Clube.

Este conjunto de propostas, estou em crer, devolverá o espírito democrático que sempre presidiu aos destinos do Benfica e que está no código genético do nosso Clube.

As pessoas passam e o Benfica permanece.

Quanto melhores forem os estatutos, quanto mais os sócios puderem influenciar e participar a vida do Clube, melhor será o futuro do Benfica.

O que me move é uma única coisa: a luta pela glória e grandeza do Benfica.

Viva o Benfica!

Bruno Carvalho"

Este vale os 5M... e sempre a valorizar-se!

 ●  + 21 comentários  ● 
Não! Não estou a falar de nenhum jogador, mas sim do interessante marco dos 5 milhões de visitantes desde a fundação do blog em 28 de Maio de 2008. Ou seja, a dois dias de completarmos cinco anos e um mês, completamos a bonita marca de 5 milhões de visitantes.

Não foi fácil manter este espaço. Há sempre momentos em que as pessoas confundem um blog com um jornal desportivo ou qualquer outro meio de comunicação, que atribuem a um blog efeitos de impacto sobre o SLBenfica ou desporto nacional, que consideram que um blog é mobilizador ou desmobilizador seja do que for, que são mal educados, que são excessivamente elogiadores... enfim, como em tudo na vida, mas especialmente no que toca a esta paixão clubística, as atitudes são muito extremadas, erradamente.

Vejam só que até ha espaços blogs de ódio ao NGB. Também a esses, Obrigado! Olhamos para essa gente como olhamos para a claque do FCPorto quando grita "filhos da puta SLB", ou seja, como o reconhecimento que temos valor, dimensão e criamos inveja. No dia que perceberem que a melhor forma de discordar de nós é ignorar-nos ou contrapor com opiniões construtivas... talvez vos possamos ver de outra forma.

Aos milhões de leitores nestes últimos cinco anos deixo uma palavra de agradecimento e um incentivo. Obrigado por terem construido este espaço, efectivamente só por sermos lidos é que vale a pena alimentar o bichinho de escrever e de partilhar as nossas ideias. Mas também o incentivo que sejam mais activos. Que comentem mais (ainda) os textos e que arrisquem. Entrem em contacto com o blog, mandem-nos textos, criticas ou demonstrações que determinados caminhos ou opiniões "não estão a ver bem o filme". Este espaço é muito mais vosso que nosso... ajudem diariamente a fazer dele um espaço melhor.

Por fim um agradecimento à minha equipa. E que equipa! Shadows, Mastergroove, Benfiquista de Braga, Vermelhusco, Redoom, Snortinho, Viriato de Viseu, Paulo Marcos, Eagle01, Zhora, POC, Rolo Compressor (mais recente) e outros que ajudaram no passado e infelizmente já não fazem parte da equipa como o PJSimões. Perdoem-me se me estou a esquecer de alguém.

Mesmo entre nós "no backstage" nem sempre é fácil gerir este espaço, as opiniões, a forma de ver as coisas. Mas no final o que no une é muito maior do que aquilo que nos separa e os que fielmente se têm mantido ao lado do blog (não do GB) percebem-no como eu percebo também.

Para o futuro, iremos manter a conduta que nos caracteríza. Não há aqui objectivos editoriais de defender ou criticar seja quem for ou o que for. Não temos vergonha de elogiar, e fazemos muitas vezes, ainda que para "corta-fitas" e "palmadinhas nas costas" há muitos blogs que gostam de estar na blogsfera para exultar as coisas boas... nós preferimos ser os eternos insatisfeitos que nesses momentos olham sempre para o que poderia ter sido ainda melhor. Como em tudo na vida, é preciso haver de tudo.

Vai continuar a ser assim. Já quando eu andava na escola e tinha um exame de 98%... o meu Pai fazia-me sempre a mesma pergunta: "Porque falhaste 2%?". É esse o espírito que gostamos de cultivar no blog e incentivar no Clube, no nosso clube. Não confundam isso com "bota abaixo" ou "critica fácil".

Modestia aparte, temos tido alguns textos no blog que são autênticos "cookbooks" de como fazer determinadas iniciativas ou mudar certos rumos estratégicos. Tive a felicidade de ser autor de alguns deles... e nunca pedimos ao SLBenfica nada em troca, nunca quisemos apresenta-los em privado ou recolher louros dessas ideias.

Vamos continuar a dar ideias, apontar caminhos ou sugerir acções que, na nossa opinião humilde nos parecem boas ideias. Caberá a quem lê, analisar, retirar o melhor (se o houver) e executar se considerarem adequado.

Nunca quisemos nem iremos querer protagonismo ou distinção. Nunca fomos convidados para nada pelo SLBenfica e acho que falo por todos se disser que possivelmente até para um jogo no estádio recusariamos um convite. Não porque tivesse algum problema, mas porque queremos continuar a focalizar a atenção das pessoas não em quem sejamos, mas na forma como pensamos e vemos o dia a dia do SLBenfica. Se as nossas opiniões servirem para ajudar a melhorar o Clube, óptimo. Se não servirem... que tenham sido uns minutos bem passados a ler uns disparates de quem escreve porque gosta de escrever, porque gosta do Benfica e porque entende que deve partilhar.

Ainda assim, mantendo o devido distanciamento, fica o convite ao SLBenfica a criar um departamento de Social Networking and Media que possa relacionar-se mais de perto com os bloggers e que faça um significativo melhor trabalho com a página do Facebook e Twitter do SLBenfica. Brevemente pegarei neste tema.

Mais uma vez, obrigado a todos. Continuem connosco que nós continuaremos a melhorar o NGB para vocês.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Benfica deve defender a extinção da Supertaça?

Avatar
 ●  + 30 comentários  ● 

Na onda da aldrabice que pretende integrar na prmeira liga portuguesa o clube corrupto chamado 
Boavista F.C., vai também a votos na próxima AG da LPFP a extinção da Taça da Liga.

É sabido que a Taça da Liga desde que começou a ser dominada pelo SL Benfica, e com o jejum integral do clube do sistema, o FC Porto, passou a ser desvalorizada quer pelos próprios portistas, quer pela classe jornalística alinhada a norte.

São estes momentos que definem um clube e a sua luta pela verdade desportiva e contra o sistema que domina as instâncias do futebol português.

Perante o cenário que se desenha, defendo que o SL Benfica deve defender junto da FPF a extinção imediata da Supertaça Cândido de Oliveira, competição que NADA tem trazido de valioso ao futebol português e que apenas serviu para o FC Porto poder equilibrar a diferença em número de troféus pra o SL Benfica.

Como pode o SL Benfica fazer isso? Através da Associação de Futebol de Lisboa, da qual faz parte.
E fazê-lo publicamente, obrigando a que esse tema venha para a praça pública.

A Taça da Liga traz incomparavelmente mais valor aos clubes pequenos, aos jogadores portugueses devidos às quotas obrigatórias. 
A Supertaça é uma competição que não traz qualquer valor, não entusiasma nem nunca conseguiu ser realmente importante para os adeptos do futebol.

Tem a palavra o SL Benfica!

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica