O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 27 de outubro de 2018

"A bola não quis entrar e mais que isto não sei o que era preciso para fazer golo"

Avatar
 ●  62 comentários  ● 

Pois é Rui Vitória. Todos já percebemos que tu não fazes a mínima ideia do que é preciso fazer para treinar uma equipa como o Sport Lisboa e Benfica.

A equipa não tem qualquer automatismo ou treino. Culpa dos adeptos?

Será que RV sabe que oportunidades de golo não são...golos?

Falas em ineficácia, eu falo em incompetência, tua e de quem te dá algumas ordens.

Para saberes conviver com o insucesso, podes ir treinar o Sporting ou o raio que te parta, meu caro RV.

Insistes na mediocridade dos de sempre. Insistes nas soluções do tudo ao molho e fé em Deus.

O teu problema, RV, é que qualquer equipa bem organizada e com um treinador que antecipe que vais jogar com os mesmos de sempre e no esquema de sempre, pode ganhar ao SL Benfica.

Não tens forma de justificar porque Pizzi, Almeida e Salvio, o trio do desastre, é titular faça o que fizer. Só tu é que percebes como Seferovic é titular num clube como o SL Benfica.

Porque Krovinovic ainda está de fora? Quem te está a mandar tratar Samaris desta forma? Os outros estão a fazer melhor?

Quem é que dá ordens a Rui Vitória para não deixar Zivkovic jogar com regularidade? Porque é que não deixas Gabriel ganhar ritmo e entrosamento sendo que tem mais classe que Pizzi, de longe?

Quem é que te está a mandar continuar a colocar de fora João Félix que cada vez que tem sido chamado tem justificado os minutos em campo?

Quem é que te está a mandar queimar o Ferreyra e o Castillo para eles aceitarem sair em Janeiro, assim como Zivkovic?

Porque os centrais argentinos contratados não recebem a confiança do treinador nos treinos e por isso são desencorajados de forma trágica?

Todos vimos que tinhas de tirar o Almeida...não o fizeste. 

Porque estás a queimar o Jonas quando se sabe que está limitado fisicamente e nunca vai voltar ao ritmo do passado?

São demasiadas questões em aberto.

Rui Vitória é o treinador ideal para o presidente que temos. Os títulos para Vieira são outros. Por isso interessa-lhe ter um manso que faz tudo o que lhe mandarem e aceita ser o bode expiatório disto tudo.

Qualquer director desportivo ou presidente decentes, coisa que não temos, já teriam perguntado há muito tempo o que se passa para o treinador não fazer render nem utilizar os reforços desta temporada!

Pois um preocupa-se em viajar e fumar, o outro está preocupado em que não o chamem para nada como testemunha.

Tudo é importante menos zelar pela gestão do Sport Lisboa e Benfica. E é por isso que um Rui Vitória não se demite...e com um Leonardo Jardim sem clube.

Até tenho certa pena de Rui Vitória. Sabe que é o bode expiatório para uma direcção de parasitas.

Não pode haver vida depois de uma segunda parte destas

Avatar
 ●  84 comentários  ● 

Se ainda havia gente com dúvidas de que Rui Vitória não faz a menor ideia do que fazer em tantos momentos do jogo, que não existe um modelo, um plano B ou a porcaria de um plano de jogo, é olhar para o desastre que foi esta segunda parte do Benfica a nível tático.

Zero, um absoluto zero da parte de Rui Vitória! Na hora em que era preciso treinador, na hora em que era preciso mostrar soluções, não houve nada para mostrar como não há há muito tempo.

E já nem quero falar da tática da molhada Seferovic, Jonas e Castillo em simultâneo, quero sim falar de como numa equipa cansada, num jogo em que Pizzi e Salvio saem, Zivkovic e Cervi são as últimas cartas do baralho depois de todas as outras. Cervi, aliás, nem carta foi.

Mas a mim, o que me choca realmente, é como é que Fejsa só é substituído aos 84 minutos de jogo quando o Benfica perde 0-2...

...Um jogador a menos quando ataca, um jogador que obrigou durante 39 minutos da segunda parte um Gedson a vir sempre cá atrás buscar a bola e a levá-la para a frente, com Fejsa alheado do jogo ofensivo... 

...Gedson que diga-se, fez uma segunda parte completamente esgotado fisicamente, e que Rui Vitória não poupou em nada ao obriga-lo a um estúpido sobe e desce, quando o que a equipa pedia obviamente era a saída de Fejsa muitíssimo mais cedo e haver um Gabriel ou um Gedson a fazer de 6 e a fazer a saída de bola, para que o outro médio pudesse fixar-se mais à frente e dar outro tipo de apoio ao ataque da equipa!

Mas isto para Rui Vitória não é opção! Opção é lançar três atacantes, manter o Fejsa cá atrás, manter também o Almeida que para atacar é outro travão, partir a equipa completamente e manter Gedson para subir e descer e ser o único elo de ligação entre a defesa e o ataque de uma equipa completamente partida! 

Obviamente,  com Gedson esgotado, simplesmente não houve ligação defesa ataque porque sempre que Gedson vem atrás fazer saída de bola não há Gedson para receber a bola mais à frente! O que houve foi pois jogo direto à procura de um golo caído do céu!

O que choca mesmo é perceber que a solução de Rui Vitória para dar a volta ao jogo foi intencionalmente partir a equipa!

Chega! Chega mesmo deste treinador que, numa altura em que anda a ser apertado e tem de mostrar serviço, nos presenteia hoje com uma segunda parte destas!

P.S. Rui Vitória mais uma vez no Flash Interview a colocar o dedo na ferida: Foi a bola que não quis entrar!

O problema não é perder, é conseguir não ganhar!

Avatar
 ●  55 comentários  ● 
Já nem eu tenho paciência... o homem consegue que não ganhemos os jogos pelas suas opções e decisões. Não sou por mudanças a meio... mas o homem já não dá para mais!

Recreativo Rui Pedro Soares - Sport Lisboa e Benfica

Avatar
 ●  153 comentários  ● 

Onze do Benfica: Odysseas; André Almeida, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo; Fejsa, Pizzi e Gedson; Salvio, Rafa e Seferovic.

Suplentes: Svilar, Alfa Semedo, Gabriel, Cervi, Zivkovic, Jonas e Castillo.

O Porto Canal e o Turismo do Porto e Norte de Portugal

Avatar
 ●  24 comentários  ● 

É oportuno relembrar o post que escrevemos a 26 de Julho com o título "Entretanto no Porto Canal...".

O silêncio da Comunicação Social pede que relembremos o post na totalidade.

Aqui vai:

"A FC Porto Media, empresa detida em 98,8% pela SAD dos dragões, fechou a temporada de 2016/17 com um prejuízo de 2,571 milhões de euros, quase quadruplicando o resultado negativo da época anterior (699 mil euros), revela o relatório e contas da sociedade presidida por Jorge Nuno Pinto da Costa. Este valor significa o segundo exercício consecutivo de resultados negativos, depois de um lucro de 191 mil euros em 2014/15." - CM, 28/10/2017.

Ora, só olhando ao que está publicado no Portal Base na "temporada 2016/2017", o Porto Canal recebeu quase 310.000€ de dinheiros públicos. 

Curioso é que o FCP tanto contratou com a entidade "FCP Media" como com a "Avenida dos Aliados". Se o objecto do contrato é o Porto Canal, porquê utilizar pelo menos 2 entidades quando os donos são os mesmos? É que não reparemos na globalidade dos valores?

Vejamos por exemplo a entidade "Turismo do Porto e Norte de Portugal".

Caso 1:


Contrata a 14 de Julho de 2016, por ajuste directo, a FCP Media para "valorização e promoção da Turismo do Porto e Norte de Portugal" (seja lá o que isso quer dizer) no âmbito da realização do "Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins".


Qual o problema? Bem, para já é estranho contratarem-se serviços para uma competição que se iniciou a 11/07...a 14/07.

Outro problema é o contrato referir-se a "Campeonato do Mundo de Hoquei em Patins" quando afinal era o Campeonato da Europa de Hóquei em Patins. Só um pormenor pequeno, dirão alguns. Uma gralha.

15.000€ assim de repente para "valorização" de uma entidade pública, por ajuste directo, no âmbito de uma competição que não existe, e que ninguém reparou...?

Caso 2:

O mesmo aconteceria a 18 de Maio de 2017 quando a Turismo do Porto e Norte de Portugal torna a fazer um ajuste directo para o Porto Canal desta vez utilizando a entidade "Avenida dos Aliados", no âmbito de mais uma "valorização" desta vez referente ao WRC Vodafone Rally de Portugal 2017, que decorreu entre os dias...18 e 21 de Maio de 2017, com transmissão na RTP1 e RTP3. Foram mais 16.000€. Coisas de última hora, decerto.

Caso 3:

A 25 de Maio de 2018, são atribuídos mais 12.195€ pelo Turismo do Porto e Norte de Portugal voltando a ser feito através da FCP Media.

O objecto do contrato é "Serviço de organização e associação da logo-marca Porto e Norte TEM no evento Wave Series Porto e Matosinhos/2018", um evento de Surf e Bodyboard.


Qual é o problema? Bem é que o contrato que se encontra em anexo tem o valor certo, tem a referência certa, mas refere o evento "WRC Vodafone Rally de Portugal 2018", que decorreu entre...17 e 20 de Maio de 2018. Contrato por ajuste directo a 25 de Maio de 2018.



Só assim de repente, em 3 contratos entre o Turismo do Porto e Norte de Portugal e o Porto Canal, eu diria que há algumas "confusões" e que ninguém repara.

Já estamos habituados a confusões destas desde o tempo em que o FCP pagou por engano uma factura referente a uma viagem de uma família ao Brasil.

Só em 2018 já estão registados 68.395€ atribuídos ao Porto Canal. Sim, estão registados porque a publicação dos contratos no BASE na maioria das vezes é feita com muito atraso.

O que se diria se estas coisas envolvessem a BTV? 

O Porto Canal é a TV do FC Porto e passou a última temporada a ser "ponta-de-lança" contra o Sport Lisboa e Benfica. Portanto, todos estes valores financiam essa actividade do Porto Canal. E ainda estou por perceber porque um canal com audiências praticamente inexistentes recebe tantos dinheiros públicos.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Rui Vitória, a situação é difícil mas não vale tentar enganar os adeptos

Avatar
 ●  68 comentários  ● 

Como é que disse, treinador Rui Vitória?!

Bem sei que está numa situação difícil, que o algodão não engana, e que numa altura em que a imprensa e massa adepta começa a querer analisar o seu trabalho em números, é dificílimo encontrar forma de dar a volta a uma situação que para todos é óbvia e que a si tanto penaliza.

Mas não vale mentir... Ou pelo menos, se não mentiu mas foi enganado pela informação que lhe deram, convém pedir rigor a quem lhe avança com estes números.

Porque se o objetivo era comparar-se a Jorge Jesus (e obviamente era), também não vale a pena tentar baralhar as pessoas com a questão dos históricos serem de 6 meses, ou de 18 meses, ou de 5 anos como você hoje questionou na sua conferência de imprensa tentando baralhar tudo. Obviamente você sabe que o histórico é o que corresponde ao período desde que o Senhor chegou ao Benfica, e obviamente ao lugar do ranking em que encontrou o clube e ao lugar a que chegámos hoje!

E antes de me referir a esse histórico, também quero frisar que não o culpo de tudo... Você é apenas a face visível de um projeto que vem de cima, com resultados mais do que previsíveis, e para os quais você, infelizmente, não encontrou forma de contornar.

Mas se vamos falar de números é assim:

Jorge Jesus fez na Liga dos Campeões 34 jogos
Ganhou 12 vezes, perdeu 14 e empatou 8.
Fez 44 pontos, marcou 35 golos e sofreu 43.

Rui Vitória fez na Liga dos Campeões   27 jogos
Ganhou 9 vezes, perdeu 14 e empatou 4.
Fez 31 pontos, marcou 29 golos e sofreu 45. 

Rui Vitória sofreu portanto mais golos em 27 jogos do que Jorge Jesus em 34, mas Jorge Jesus é que era o tal que só olhava para a baliza adversária enquanto Rui Vitória é o tal que põe o Benfica coeso e como uma das equipas que melhor defende na Europa segundo Guardiola.

Conclusão:
Jorge Jesus tem 35.2% de vitórias, 41.1% de derrotas, 23.5% de empates.
Rui Vitória tem 33.33% de vitórias, 51.8% de derrotas, 14.8% de empates.

Diz Rui Vitória que é o treinador com melhor rácio de vitórias por número de jogos na Liga dos Campeões pelo Benfica?! Como se vê, não é verdade!!

Agora, significa isto que com Jorge Jesus o Benfica teve um desempenho espetacular na Liga dos Campeões e Rui Vitória é que veio estragar tudo? Não, o percurso de Jorge Jesus nesta competição foi também ele medíocre, mas ainda assim menos medíocre do que o de Rui Vitória. Se não servia para Jorge Jesus também não pode servir para Rui Vitória.

Mas pelo menos Jorge Jesus ainda nos deu desempenhos de altíssimo nível na Liga Europa para balançar o resto. Bem sei que Rui Vitória ainda não teve hipótese de se mostrar nessa competição, é no entanto provável que tenha essa chance este ano e cá estaremos todos para assistir ao seu desempenho.

Que nos dê no mínimo uma Final Europeia, e aí sim, terá toda a legitimidade para encher o peito de ar e ir a uma conferência de imprensa falar em históricos e em números.

Mas como disse anteriormente, a culpa não é só sua Sr. Rui Vitória, isto que fique bem claro!

ranking