O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 12 de maio de 2012

Tributo a uma grande Benfiquista

 ●  19 comentários  ● 
Hoje será a ultima jornada do campeonato, jogado no estádio do Bonfim, campeonato da farsa, dos roubos de igreja, campeonato da fruta, campeonato que foi entregue logo que LFV decidiu não renovar com a Oliverdesportos...

Tivemos momentos de grande espectáculo, fizemos jogos fantásticos, fomos muito longe na C.L., vencemos uma vez mais a tacinha que os outros (dizem que) desprezam porque simplesmente nunca a conseguiram vencer, e seriamos campeões nacionais, não fosse alguns erros cometidos pelo treinador, juntamente a arbitragens habilidosas....

Não vou continuar a bater na mesma tecla, sobre como deixamos de ganhar, porque qualquer ser inteligente sabe as razões, vou sim continuar a dizer o quanto o Benfica é importante para mim, em qualquer situação, seja vencedor ou não, vou sim continuar a afirmar que confio no treinador uma vez mais, e que espero que se ele ficar mais esta época à frente da equipa e eu acredito que fica, vou acreditar que para o próximo podemos vencer, apesar de saber que vai continuar a ser dificil jogar de igual para igual atendendo a que a corrupção vai continuar a imperar no Futebol português e os homens do apito são sempre os mesmos....

Acredito também que JJ fará grandes mudanças na sua forma de agir, terá mesmo que limar algumas arestas quanto á sua teimosia em não querer ver o que não está bem, acredito que fará uma vez mais o melhor para o Benfica, porque ele quer ficar e até mesmo o reafirmou quando em entrevista a um jornal disse esta frase "Chegando-se ao Benfica não se pode andar para trás", e acho que ficou bem claro..
Para a próxima época espera-se novamente muita dificuldade, mas acredito que o mal nem sempre pode superar o bem, e se jogarmos com garra, querer e ambição , contra tudo e contra todos poderemos chegar à gloria.

Quero de novo o rolo compressor a funcionar, quero goleadas brilhantes, quero ver brilhar em campo jogadores que me façam sentir cada vez mais o orgulho de ser Benfiquista, quero vitórias, não quero derrotas sabendo porém que elas fazem parte do Futebol, mas quero o menos possível...

Está prestes a terminar por alguns meses, as idas á Catedral, e a nostalgia já começa a fazer parte dos meus dias, claro que a equipa merece descansar para poder recarregar baterias para a próxima temporada, mas para mim que sou Benficadependente, vão ser meses de forte ressaca á espera do mês de Julho....preciso do Benfica como preciso do ar que respiro, está-me no sangue que me corre nas veias e que por sinal é Vermelho!!!

A ti meu Benfica te agradeço por estes meses em que me fizeste feliz, em que me fizeste explodir de emoção, te agradeço porque fazes parte da minha vida desde que me conheço por gente, te agradeço pelas vitórias bem conseguidas, pelas vitórias sofridas, te agradeço porque sem ti a minha vida seria mais pobre de emoções....

Até lá, e sempre que acordar de manhã para mais um dia  vida, prometo que te serei fiel, nas vitórias e nas derrotas até que a morte nos separe.. prometo que continuarei a defender-te com garras de águia, prometo que jamais te humilharei...prometo que sempre que me seja possível e enquanto as minhas pernas tiverem forças para andar, eu estarei lá no teu Palácio em que reinas, para te  aplaudir, para te incentivar, para te ajudar a vencer, e o que te peço em troca é algo que eu sei que farás por mim,com muito prazer, algo a que tu estás habituado, algo que tu fazes melhor que ninguém " Dá-me grandes momentos de alegria, faz-me chorar de emoção por cada golo... " isto é o mínimo que eu te peço porque sei que me darás muito mais.....

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE!!!!!!

.Escrito pela Gloriosa Margarida Benfiquista

huumm...saboroso caopeonato

 ●  7 comentários  ● 

Diz o João Mortinho

««TITULOS TÊM TODOS O MESMO SABOR»»

Mas é claro que têm:   TUTTI-FRUTTI





Pormenores que fazem a diferença

 ●  5 comentários  ● 
Hoje ao fazer o meu zapping blogueiro deparei-me com este excelente texto no Vedeta da Bola:


"EVITÁVEL

Se uma das poucas coisas a decidir nesta edição da Liga é o título de melhor marcador, porque motivo os jogos dos envolvidos não se disputam à mesma hora? É algo que custo a entender. Não é o título mais importante da época, mas tem algum relevo, por exemplo ao nível da cotação dos respectivos jogadores. Os jogos em horários desencontrados podem até originar algumas chico-espertices menos próprias: é que, se Cardozo não marcar no Bonfim, o Sp.Braga pode optar por deixar Lima no banco, e assim beneficiar do menor tempo de utilização para o desempate. Para salvaguardar essa situação, caso o paraguaio estivesse em branco, Jorge Jesus deveria substituí-lo antes dos 60 minutos de jogo (a diferença actual é de 63 minutos), obrigando Lima a ir a jogo e a marcar."
Tem de ser sempre o pessoal da carolice a reparar nestes pormenores que podem fazer toda a diferença. Gostaria de saber se alguém na estrutura do Benfica pensou em tal cenário. Aposto que, como é habitual, estiveram a dormir na forma e que esta situação lhes escapou...

Parabéns ao Vedeta da Bola por se lembrar deste pequeno "pormaior"!!!


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Obrigado Bernardo!

Avatar
 ●  7 comentários  ● 

Com 41 anos, o pianista e compositor, Bernardo Sassetti, morreu, quando fotografava numa falésia no Guincho!
Um musico G-E-N-I-A-L  e  F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O !!
Estou em estado de CHOQUE!
Recordo-me das deliciosas partidas de futebol que fazíamos à noite, e das muitas vezes que partilhámos o 3º anel da antiga Catedral. E assim, de repente, de forma tão estúpida e injusta, perde-se um Enorme talento, um Grande benfiquista e, acima de tudo, um Extraordinário ser humano! As minhas mais sentidas condolências a toda a família. Que o Pai Eterno te receba de braços abertos.
Descansa em Paz, meu amigo.


Bernardo Sassetti - Da Noite - Ao Silêncio.
ouçam o vídeo, com os ouvidos mas sobretudo com a alma!!!



ADENDA:
Bernardo Sassetti começou a estudar piano ainda na infância e foi com esse instrumento que ganhou reconhecimento mundial, principalmente no jazz. Com 25 anos de carreira profissional, deixa em seu legado quase 20 discos gravados e uma porção de composições para o cinema. Entre suas parcerias estão Carlos do Carmo, Mário Laginha, Rui Veloso, Kátia Guerreiro e até Sting.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Um craque perdido

Avatar
 ●  23 comentários  ● 
Notícia de 07/07/2009 - AQUI - Pasquim do Porto mas que veio em tudo o que era jornal durante muito tempo.
Como já tinha acontecido com Jardel, vimos um avançado fantástico ir pregar para a freguesia da corrupção. Porquê? Isso é que ainda está para se confirmar, porque saber como foi já todos sabem.

Ver a sua qualidade, a sua polivalência e olhar para os avançados do Benfica e verificar que nenhum está neste patamar(ainda, para os mais novos), é muito confrangedor.
Com Aimar a servi-lo, o que vos parece que teríamos na Luz? Isso mesmo. Um ataque fantástico. E com o Nélson ou o Rodrigo a serem apoio. Seria mesmo fantástico!

Mais um craque perdido. Até quando continuaremos a fornecer o inimigo?

Teoria ou Triste Realidade

 ●  28 comentários  ● 
Teoria da Conspiração ou Triste Realidade?

Têm a palavra os leitores do NGB

Entretanto, da mesma origem, o destaque a uma crónica interessante do "suspeito" Rui Santos, no Record:

quarta-feira, 9 de maio de 2012

As faixas do "faxismo" eu e o Benfica.

 ●  50 comentários  ● 
Quando o aparelho da propaganda azul começou a anunciar que as faixas de campeão já tinham sido compradas, parecendo referir-se ao Benfica em virtude dos 5 pontos de avanço que este detinha sobre o 2º classificado, estava, efetivamente, a fazer um exercício de hipocrisia, visto que, as vicissitudes que se seguiram no campeonato parecem mostrar à saciedade, que quem as tinha efetivamente comprado fora o campeão do costume! Nada que não “soubéssemos” já!

Nada deverá desviar a nossa atenção das fragilidades próprias em todas as vertentes; desportivas, técnicas e directivas, identificando falhas e sugerindo soluções, porém, tais debilidades, nunca por nunca ser deverão impedir-nos de identificar, denunciar e combater a descriminação de que o Benfica e os Benfiquistas têm sido vítimas quer dentro quer fora das quatro linhas!

Estou convicto de que a queda desportiva do Benfica foi planeada pela “exemplar estrutura” com “a competência” que lhe é, transversalmente e verticalmente, reconhecida! Quanto a mim, foi a sua influência na estrutura da UEFA que proporcionou a realização do jogo com o Zénit em condições adversas tais que dizimou física e mentalmente os nossos atletas! Tal como estou convicto de que o lance que lesionou o nosso “Eusébio Branco” - como José Augusto chamou a Rodrigo - não foi ocasional! Não sei se foi encomendado ou não mas que fez um jeitaço à “exemplar estrutura, isso fez!

A seguir, foi sempre “a aviar” erro grosseiro atrás de erro grosseiro, jornada após jornada, com os protagonistas habituais, até à almejada e imerecida conquista de mais um campeonato! Tudo perante uma comunicação social amorfa, castrada, conivente, hipócrita e covarde, salvo exceções, pronta a entronizar como heróis os condenados por tentativa de corrupção, com a anuência ativa dos titulares da tutela! De quem tem a obrigação de afastar do desporto todos os que manipulam a verdade desportiva a seu belo prazer, constituindo mais um exemplo da famigerada “Democracia Totalitária”.

Reconciliação: A minha participação no NG, mostrou-me que há uma forte divisão, aparentemente insanável, entre Benfiquistas, da qual beneficiam, apenas, os nossos adversários! Por isso, a primeira recomendação que faço aos Dirigentes do Benfica é a de promover a reconciliação entre Benfiquistas e a sua união na defesa das causas do Benfica! Tal desiderato consegue-se dando aos Benfiquistas, oportunidade efectiva de se pronunciarem, relevando a sua participação e salvaguardando as matérias que, para efeitos de eficácia de resultados, não devem ser tornadas públicas! Para isso, há que implementar um processo de comunicação eficaz, idóneo e regular. É imperativo resolver o tema dos NN! Há que ouvir os seus membros e promover as condições que, sem violar as referências do Benfiquismo, termine com a forte hostilidade que parecem ostentar contra a atual Direção e previna eventuais ilícitos, susceptíveis de provocar graves danos ao clube à SAD e ao Estado de Direito! 

Oposição frontal ao status quo: A postura de “coexistência pacífica” e responsabilidade que tem sido trilhada pela Direção, constitui um contributo para a pacificação e credibilização do futebol, bem como para a viabilização económica do mesmo, conforme apanágio do Benfiquismo e no pressuposto de que, tal atitude, geraria reciprocidade por parte dos adversários e reconhecimento quer dos comentadores desportivos, quer dos titulares de cargos das tutelas desportiva e política. Como se tem visto desde há trinta anos, tal não se tem verificado! Apenas se constata que a “nova ordem” no desporto introduzida pela “Democracia” implica a discriminação do Benfica e dos Benfiquistas! Parece que a paz política e desportiva só será possível desde que a equipa da “exemplar estrutura” ganhe, seja por covardia, seja por interesse político. Entendo por isso que a Direção deve implementar uma estratégia de oposição frontal a todas as forças que promovem a descriminação do Benfica e dos Benfiquistas, mobilizando todos estes para todas as batalhas que o Estado de Direito permita! Só os Benfiquistas poderão defender o Benfica! Ninguém mais o fará!

Negação dos vasos comunicantes: Defendo intransigentemente o afastamento dos órgãos sociais do Benfica F.SAD, de todos os acionistas que detenham posições em clubes rivais, como é o caso da Sportinvest e da Somague! Quanto a mim, são, nada mais nada menos, que “cavalos de tróia” no Benfica, na medida em que, nada nos garante que não passem informações de natureza estratégica para os nossos adversários, sendo que, tal suspeita já foi abundantemente mencionada pela CS, sem identificação de responsáveis!

O Benfica é dos Benfiquistas: O Benfica detém 70% do capital da BenficaFSAD, Considero por isso, que deveria ser constituído um Conselho Consultivo no clube, formado por Benfiquistas de referência com forte envolvimento socioeconómico, propostos e eleitos em Assembleia Geral, com capacidade efectiva de fazer lóbi pelo clube. De igual modo, considero adequada a constituição de um Conselho de Supervisão da Sad, que reflita proporcionalmente a posição de cada acionista, defina e monitorize as grandes linhas de orientação estratégica.

Estabilidade: apesar de discordar de algumas opções táticas da equipa Técnica, considero que a estabilidade é necessária ao crescimento da competitividade desportiva salvaguardando o apoio efetivo dos atletas. A maior crítica que posso fazer à equipa Técnica consiste na reincidência de erros conhecidos que por vezes nos tem custado caro. Neste âmbito, reitero a confiança em JJ e recomendo a inclusão na equipa Técnica de um Benfiquista ex-Atleta de créditos firmados, conhecedor do futebol nacional e internacional e dinamizador da mobilização dos Adeptos, por exemplo; Álvaro Magalhães!

Direito Desportivo: Defendo que o Benfica deve criar e desenvolver elevada competência nesta área através de uma pequena equipa de especialistas com conhecimento profundo e atualizado da matéria, disponíveis para escrutinar tudo o que ocorre neste âmbito nas superestruturas afins e de interesse direto ou indireto do Benfica. De igual modo, esta equipa deverá escrutinar as propostas de projetos seja dos executivos seja das oposições, dos Governos ou Câmaras Municipais de Lisboa e do Seixal, e ter capacidade de elaborar projetos neste âmbito, que permitam aos Dirigentes do Benfica apresentá-los e discuti-los com aos vários agentes políticos.

Acção política: Estatutariamente está vedada a ação política ao Benfica! Mas não aos Benfiquistas! É minha convicção inabalável que é neste domínio, associado ao económico, que se estabeleceu a diferenciação discriminadora do Benfica e dos Benfiquistas, dada a minha convicção, sustentada pela natureza de alguns titulares das suas estruturas, de que, a supremacia desportiva do grupo FCP, serve os interesses políticos dos três partidos do poder, permitindo-lhes alavancar a sua promoção. É minha convicção inabalável de que é este o nó górdio do Benfica! Vejo o grupo FCP, como veículo de uma organização político-económica que usa o futebol para atingir os seus fins, num processo designado em linguagem empresarial, win-win!

Já o Benfica, é apenas um clube de futebol sustentado por uma enorme massa de populares heterogenia, sem ambições políticas outras que não sejam conviver fraternamente em Democracia efectiva.

Estando vedado estatutariamente, e quanto a mim, bem, o exercício da ação política ao clube, nada impede que as suas estruturas, direta ou indirectamente, esclareçam os adeptos e acionistas da SAD, das virtudes e vicissitudes dos projetos desportivos vigentes no país, das propostas em discussão e das suas próprias propostas, ajudando os Benfiquistas eleitores a fundamentar opinião, traduzível na sua decisão de voto, nos vários atos eleitorais. É, quanto a mim, a forma de desatar o nó górdio com que “os democratas” nos manietaram! 

Direitos Desportivos: Reitero o que tenho referido; por dinheiro nenhum deverá renovar-se o contrato de cedência dos direitos desportivos do Benfica com a Sportinvest nem cedê-los a qualquer entidade com ligações diretas e indiretas aos nossos adversários. A Sportinvest serve os interesses do grupo FCP, “parasitando” e delapidando, o património imaterial do nosso clube! Como tal, é persona non grata no clube ou SAD, na medida em que, simboliza o ascendente portista sobre o Benfica! Em último caso, atribuam-se os direitos à Benfica TV, financiada, por exemplo, através da emissão de títulos a subscrever pelos sócios e entidades insuspeitas na defesa dos interesses do Benfica. Não faltarão clientes nas cinco partidas do mundo.

Comunicação Social: Ao longo das últimas décadas, vi como a máquina de propaganda portista foi ganhando posição dominante na comunicação social através da qual veicula a sua estratégia de “intoxicação” da opinião pública e fomenta a hostilidade ao universo Benfiquista.

Este é um terreno no qual o Benfica tem que agir, conquistando posições nos órgãos de comunicação de relevo, seja gerindo a emissão de informação, a compra de espaço-tempo seja estabelecendo parcerias estratégicas com entidades fiáveis através da BenficaSGPS! É um projeto de fundo que exige competência específica e uma perspetiva de médio-prazo no âmbito da mobilização de todo o universo Benfiquista já referido anteriormente.

Recrutamento de atletas: Esta é uma valência da maior relevância para o equilíbrio económico do Grupo Benfica, que se traduz em três fases; comprar, valorizar e vender! Verificaram-se nos últimos anos assinaláveis progressos, particularmente nas últimas duas fases, sendo que é necessário otimizar a compra; comprando menos e melhor! Neste departamento há que perceber em definitivo as causas da recorrente perda de atletas de grande nível técnico para os adversários e elaborar um plano de as neutralizar. Não podemos continuar a perder para os adversários, atletas que pela sua qualidade técnica fazem a diferença desportiva!

Recrutamento de Técnicos: Esta é uma matéria fraturante! Os Benfiquistas precisam de perceber muito bem, porque é que esta Direção tem recrutado pessoas com histórico de ligação a clubes rivais em detrimento de Benfiquistas de idêntica competência! Tal prática tem alimentado uma das estratégias de propaganda adversária mais eficazes, que consiste em instalar a dúvida entre os Benfiquistas da efectiva lealdade do atual Presidente ao seu clube! Tal dúvida, tem de ser definitivamente afastada esclarecendo sem reserva os sócios e adeptos. 

Amizades pessoais: Os dirigentes do Benfica devem manter totalmente estanque as suas relações pessoais do universo Benfica! Os amigos do Benfica são os seus sócios, adeptos e alguns acionistas, não os amigos pessoais de quem quer que seja, incluindo os do Presidente! Cada coisa no seu lugar!

Financiamento: Os sócios e acionistas precisam de saber até que ponto a entidade financiadora do grupo Benfica, o apoia, e se condiciona os atos de gestão quer do clube quer da SAD. Julgo saber que o BES financiou o arranque do projeto do Grupo Sportinvest nos média, razão suficiente para não confiar nele! Deverá encarar-se sem tibiezas a possibilidade de refinanciamento através de outra entidade, negociando condições financeiras mais favoráveis e salvaguardando a independência de gestão do Grupo Benfica.

Passivo: É da maior importância definir e calendarizar um projeto de amortização do passivo sem prejudicar a competitividade desportiva da equipa sénior, optimizando todas as competências desportivas e Administrativas quer do clube quer da SAD.

Árbitros: A indústria de futebol não deve estar sujeita aos recorrentes e frequentes erros grosseiros de arbitragem que definem o sucesso ou insucesso desportivo e financeiro de alguns clubes em detrimento de outros. Está demonstrado à saciedade que os órgãos desportivos não têm revelado competência para gerir este setor, decisivo na vida dos clubes e sustentabilidade do futebol. Por tudo isto entendo que o Benfica deve defender a profissionalização total da arbitragem bem como a transferência do processo de formação, nomeação, e classificação dos Árbitros, para uma entidade neutra, escrutinável pelas instituições Democráticas como por exemplo, o Instituto Nacional do Desporto.

Fair-play desportivo: A insustentabilidade financeira de alguns clubes associada à prática corrente de cedência de atletas entre clubes do mesmo escalão constituem um fator de corrupção por vezes “visível” a olho nu pelos adeptos mais experientes! Defendo por isso o efetivo fair-play desportivo e a impossibilidade de cedência de atletas nas condições já referidas.

Código de ética: Defendo a elaboração e submissão a aprovação em Assembleia Geral de um código de ética e conduta, vinculativo dos sócios do clube à referência cívica apanágio do Benfiquismo, como a legalidade, a lealdade e o respeito institucional e pessoal respectivamente aos órgãos do grupo Benfica e seus titulares, bem como Funcionários, Técnicos e Atletas, com sanções aplicáveis aos prevaricadores em processo de inquérito sumário.

Liderança: Já aqui defendi e reitero a afirmação de que considero o actual Presidente do Benfica o melhor Dirigente Desportivo desta 3ª República. A sua obra fala por si e só por má-fé poderá ser ignorada ou relativizada. O défice de títulos verificado não resultou de incompetência desportiva, a despeito do cometimento de equívocos vários, mas das graves vicissitudes de minam o futebol Português e que determinam os campeões não em função da competitividade desportiva dentro das quatro linhas, mas da capacidade de condicionamento da ação dos vários agentes que, fora ou dentro do terreno de jogo, podem decidir o seu desfecho. 

Por tudo isto, é minha convicção que, por si só, nada resolve a mudança de Dirigentes, no atual quadro em que se move o futebol nacional. Porém, os Benfiquistas, precisam de um líder decidido a levantar a “bandeira da revolta”, capaz de mobilizar todos os Benfiquistas numa luta sem tréguas pela defesa do Benfica e da Democracia! Luís Filipe Vieira deve pois refletir acerca da sua disponibilidade para assumir este pendão! Benfica ou morte!!!


Viva o Benfica!


Viva Portugal Livre!

Ainda a comunicação social...

 ●  12 comentários  ● 
Quinta-feira, 16 de Setembro de 2004


O Benfica tem todos os jogadores disponíveis e não é por aí que haverá surpresas. Resta saber se Trapattoni jogará com 1 ou 2 pontas de lança contra uma equipa claramente inferior à do Benfica”. Foi assim com esta crítica sibilina – mais uma – ao treinador do Benfica, que Fernando Correia um “lagarto” incontornável, terminou a sua crónica de ontem para a TSF. Desde logo vieram-me várias coisas á cabeça.

Para começar, registo que a TSF é a rádio onde existem, por metro quadrado, mais jornalistas e comentadores adeptos do Sporting e anti benfiquistas. O Benfica tem sempre de levar ou com este Fernando Correia e Pedro Gomes (outro sportinguista) ou com o “ripa-na-rapa-keka”.

Por ser uma rádio de sportinguistas (e portistas, na redacção do Porto) é que a última jornada da Superliga foi vista por estes cavalheiros com os seguintes títulos: “Benfica vence mas não convence”, “Setúbal vence Sporting e reassume comando”, “FCP estreia-se com empate em Braga”. De facto daqui percebemos com alguma facilidade, que o Sporting não perdeu nem deixou de convencer e o FCP empatou e convenceu. O “piorzito” foi o Benfica que venceu sem convencer. Ou seja quem ganhou foi penalizado pela crítica... fantástico! São estes os critérios “lagartos” que tanta influência tem nas mentes desatentas dos adeptos dos benfiquistas.

A táctica de Fernando Correia, tal como a de Gabriel Alves e outros que agora não menciono é simples: identificando o responsável pela táctica – Trapatoni – cria-se um alvo de fácil alcance para a ilíteracia dos adeptos e a sua falta de cultura táctica. O objectivo é só um: destruir. O Benfica, pois claro...

Querem lá eles saber que o Real Madrid tenha perdido 3-0 com uma equipa que sendo forte, fica a milhas da qualidade individual dos jogadores do Real? Alguém se deu ao trabalho de referir quantos jogadores com características ofensivas o Real Madrid jogou? Raúl, Beckham, Ronaldo, Zidane e Figo? Se isso não bastou ao Real porque razão o Srº Fernando Correia coloca dúvidas que apenas conduzem os adeptos a criarem uma pressão nefasta sobre o numero de golos que vão exigir ao Benfica?

Tenho aqui a relação de adversários que o FCP defrontou na sua caminhada até à vitória na Taça UEFA: Polónia Warsaw, Áustria Viena, Lens, Denizlispor, Panatinaikos e Lázio. Destas pelo menos o Polónia e o Denizlispor estão ao nível do Dinamo de Bistrica. Alguém é capaz de apostar que um qualquer Fernando Correia se atreveria a enviar um recado desses (se joga com um ou dois pontas de lança) ao FCP?

Já agora, não me lembro como o FCP jogou esses dois jogos. Mas perdeu um e empatou o outro. E se fosse o Benfica?

O empresário que há em mim... e em vocês?

Avatar
 ●  52 comentários  ● 
Como não tenho o dom da busca nem a memória dos meus companheiros escribas, vou ser a bola de gelado de limão entre dois pratos numa cerimónia. Só para desenfastiar, vou falar de jogadores.
O nosso presidente disse que tínhamos de fazer 50 milhões de euros em jogadores. Por isos teremos de vender pelo menos uma “estrela” e tentar fazer o máximo de bons negócios ou vender simplesmente 2 ou 3 jogadores para conseguir a verba referida?

Que fazer aos guarda-redes que temos em quantidade e, pelos vistos, qualidade? Artur, Mika, Oblak, Copetti e (mais algum que me devo esquecer), afinal esqueci o Julio Cesar..

Sabiam que temos 5 defesas esquerdo sob contrato? Shaffer, Luis Martins, Cap, Emerson e Carole, (pelos vistos o Wass ate faz o lugar também).
Que lugares precisamos de contratar e por que valores? Que jogadores não gostariam de ver sair? Que tipo de noticias temos de dar valor? Já vi em jornais belgas o Witsel no Real por 8 milhões e noutros que não sai porque o benfica quer 40 milhões e noutros até que a equipa “B” os dá…
Eu não me vou esquivar de responder mesmo correndo o risco de ser enxovalhado, mas eu e a minha alma sonhadora gostaria de vender os seguintes jogadores:

                - Gaitan 25 milhoes + Anderson (o benfica Lab acaba-lhe com as lesões)               
                - Cardoso 18 Milhoes (pelos vistos na Russia ainda os dão)
                - Carole 3 Milhoes (desculpem la mas há uma clausula que podem activar, siga… se for bom azar)
                - Kardec 2 milhões (tá perdido e está… no brasil não valoriza)
                - Eder Luis 2 Milhoes ( esse para chegar ao valor que eu queria :) )

Oferecíamos o Jardel, eu até gosto do rapaz mas está a tapar o Miguel Vitor, desculpem lá mas um pouco de humor não faz mal a ninguém J e traria o Roderick de volta. O Jara confunde-me, e para mim não serve para o Benfica, por isso toca a rodar, pode ser que expluda como outros (Filipe Bastos, Julio Cesar, Emerson – para não ser má lingua)

A guardar a todo o custo (Artur, Nolito, Aimar, Garay, Luisão, Witsel, Super Maxi, Javi, Rodrigo, Nelson, Bruno Cesar)

Agora vamos comprar:
- Temos de gastar dinheiro num defesa esquerdo mas nunca o Ansaldi que disse que se o queriam que teriam de lhe dar o ordenado que mereceria (acima do do Aimar), aproveitávamos o Luis Martins para lhe dar minutos e jogar com a equipa B de vez em quando para ganhar ritmo (isso parece-me uma boa jogada das equipas B) e o Wass que faz a esquerda e a direita.

O Anderson que já falei, disfarçadamente, no preço do Gaitan para jogar a 8 ou 10, Mister Ferguson queria que ele fosse um 6 mas não me parece.

Para extremos, compraria um Salvio, não me venham com Ola(s) nem outras marcas de gelados, o Salvio gosta do Benfica e foi provado este ano e isso eu valorizo (se fosse director do atlético teria metido umas multas mas isso fica só entre nós ;) ) e traria o Melgarejo que mostrou que tem algum valor e pode fazer algumas posições.

Completaria com jogadores da B e reservava aí uns milhões para uma estrela qualquer que quisesse vir para avançado centro ou 2º avançado (ainda não me esqueci do Brian Ruiz).

Eu sei que cada um tem a sua ideia e não procurei ser perfeito na análise, vi toda a época o treinador que há em cada um de nós e agora estou interessado em ver o empresário/director desportivo. Pode ser que com algumas ideias até se abra uma vaga na estrutura, quem sabe.


terça-feira, 8 de maio de 2012

Controlo de danos

 ●  28 comentários  ● 
Depois da incompetência da Direcção do Benfica por ter apoiado Fernando Gomes para a Federação, ter provocado enormes danos ao clube com os roubos mais escandalosos de arbitragem desde os anos 90 (precisamente depois de Damásio também ter apoiado os Corruptos) e de esta mesma Direcção ter assistida muda e calada a estes roubos durante toda a época eis que chegados ao fim da época parece que o clube deixou de funcionar em modo de piloto automático.

No espaço de uns dias tivemos uma entrevista extensa a Jorge Jesus, ao Director Desportivo (?) António Carraça e ao assessor de Comunicação João Gabriel (já que agora trabalha para uma empresa que trata da comunicação do clube) todos pelo jornal do "regime".

O que se ficou a saber por essas entrevistas é que a Direcção previa que os roubos acontecessem mas nada foi feito para prevenir esses assaltos. Pelos vistos, temos um Director Desportivo que só serve para constatar os males depois de feitos em vez de trabalhar para prevenir esses males e para chorar sobre o leite derramado e fazer o papel de vítima. O problema é que essa postura desta vez não cola. Não depois do Querido Líder apoiar um ex-dirigente corrupto envolvido no Apito Dourado para a presidência da FPF.

E um Assessor de Comunicação que qual Goebbels diz que o Benfica é um clube democrático e em que a unanimidade não se alcança por intimidação e logo a seguir faz exactamente aquilo que critica outros rivais de fazer:
- Ataca quem crítica a Direcção pelo falhanço dos últimos dois anos,
- Tenta colar as claques (que são quem mais apoia dá ao clube em todo o lado) a movimentos eleitoralistas quando têm todas as razões para exibir o seu descontentamento,
- E condicionar o aparecimento de alternativas a esta Direcção incompetente fazendo insinuações sobre o passado de alguns benfiquistas que ousaram criticar o Regime na Comunicação Social.

Destaco principalmente esta declaração:

Mas, atenção, também temos de saber diferenciar a crítica séria, da crítica oportunista. Aqueles que repetidamente aparecem apenas quando há uma conjugação de dois factores: ano eleitoral e resultados menos bons, esses senhores não são críticos, são oportunistas.


Ora se estamos em ano eleitoral, é ano de efectuar um balanço sobre o trabalho feito por quem liderou os destinos do clube. Crítica nesta altura não é oportunista, é quando se deve avaliar os resultados para se poder fazer uma escolha informada nas próximas eleições. Já viram se o PS de Sócrates acusasse o PSD de crítica oportunista nas eleições do ano passado e fizesse de tudo para silenciar quem tinha uma opinião contrária à sua? Como seria isso apelidado? Eu apelido isso de tentativa de instituir uma Ditadura, e isso é o que certas pessoas parece que querem fazer no Benfica. Está na hora de tomar mais cuidadinho com a retórica e com certas atitudes.

E para terminar, ontem lá se viu alguém que FINALMENTE exigiu a demissão de Fernando Gomes. Rui Gomes da Silva parece que acertou o discurso e em vez de atacar os blogues de quem ama o clube acima de tudo, virou a agulha para quem verdadeiramente prejudica o Benfica. Resta ver se são frases ditas para aplacar vozes críticas ou se a Direcção está a trabalhar nos bastidores e vai tentar aproveitar o voto de censura que Gomes está a enfrentar para o destronar. A oportunidade está lá, vamos ver se desta vez alguém acorda para a vida e se mexe nos bastidores.

O balanço que fica destas entrevistas é que pelo seu timing e pelo teor das declarações (ataque a vozes críticas, vitimização e defesa de posições populares com quem critica a Direcção) é que tudo isto trata-se apenas de uma coisa: controlo de danos tendo em conta as eleições de Outubro e não a defesa do clube. Se se trata-se da defesa do clube, as atitudes certas tinham sido tomadas nos momentos certos: leia-se logo após o jogo contra o Guimarães e antes da Académica e sem apoios inexplicáveis a Corruptos para a Presidência da FPF.

O problema é que agora já é tarde. O balanço deste mandato já é catastrófico e em vez de se atribuir mérito por trabalho bem feito estamos agora todos aqui a atribuir responsabilidades pela incompetência demonstrada. Numa situação destas é mais do que legítimo ter esperança que surjam alternativas.

Curiosamente, no meio disto tudo não se sabe é a opinião da família do nosso Querido Líder sobre uma possível recandidatura como vinha sendo hábito das últimas candidaturas. Agora é que dava jeito que levantasse a voz...

Vale mais tarde...que nunca.

 ●  26 comentários  ● 
Foi o JJ na A BOLHA, o primeiro a apontar o dedo aos apintadores, que uma vez mais beneficiaram os mesmos em detrimento dos do costume, depois foi o Carraça na Benfica-TV com o mesmo evangelho, ontem foi o Jorge Gabriel a dar tiros certeiros no XISTREMA que nos olarapiou mais um campeonato, e agora na SIC o Dr. Rui Gomes da Silva, desancou no Nandinho das facturas que não foi brinquedo, chegando a pedir que se demita.

Minha Nossa Senhora !!!!!

Mas só agora é que falam ?!?!?!?


Para este ano já piaram tarde mas, se mantiverem esses níveis gramaticais para a próxima época, talvez se faça LUZ.


P.S.
Entretanto, sempre se confirmou a jantarada mafiosa no gambrinus.



segunda-feira, 7 de maio de 2012

A Entrevista: Opiniões?

 ●  12 comentários  ● 
Qual a opinião dos nossos leitores sobre a entrevista de João Gabriel?



Pedido ao universo dos blogs benfiquistas

Avatar
 ●  22 comentários  ● 
Começo o texto por dar logo motivo para os benfiquistas puros(eu sou impuro porque discordo da direcção) me criticarem.
Não fui ao jogo no sábado. Vi apenas a repetição do golo.
Por isso, nem posso tecer grandes considerações sobre o jogo. Apenas posso dizer que apenas vencer por 1-0 uma equipa completamente retalhada demonstra que a época já terminou. Só falta a parte oficial, ou seja, o último jogo.
O ânimo dos jogadores é natural que esteja por baixo. É normal em qualquer equipa do mundo.
Não merecem continuar entregues a si próprios.

Já escrevi tanto sobre JJ e LFV que me faltam já palavras. 
JJ continua a demonstrar que como homem vale zero, e como treinador vale mais para a imprensa que no campo. Arrogante, continua a arrolar para si todos os méritos e nenhuns pecados.

LFV é um líder demasiado fraco e comprometido. Sem arte nem vontade de a aprender.
Desta forma, apenas repito aquilo que acho: devem demitir-se.

Mas o que me preocupa mais é a divisão que este tema está a causar nos benfiquistas. Chegando a roçar a violência em alguns casos. É demasiado evidente.
Pergunto eu: o que querem os benfiquistas que defendem um presidente que entregou 8 títulos em 10 ao Porto? Que nem no mandato chamado de desportivo conseguiu vencer de forma categórica?
O que esperam mais deste presidente que não defende o Benfica, os seus atletas e os interesses superiores do benfiquismo?

Preocupa-me imenso que em vez de se apostar no debate de ideias, de forma séria e profunda sobre onde estamos a falhar como clube, se incentive a divisão, a arruaça e a violência.
Todos têm direito à manifestação pública da sua opinião. 
Quem assobia no estádio tem esse direito. Quem vaia ou grita tem esse direito.
O que não há direito é que se procure a repressão dos que, insatisfeitos com o rumo do clube, manifestam esse seu desacordo.
Palavras de ordem nas paredes? Esta forma de protesto não foi inventada agora! 

Assim como quem defende LFV tem direito à sua opinião.
Defendo que TODOS merecem exprimir a sua opinião.

Aqui no NGB apenas os que fazem do insulto pessoal a sua ferramenta não entram.
De resto, todos os que tenham uma opinião podem entrar e dizer de sua justiça.

Pergunto-vos benfiquistas: até onde isto tem que ir? 
Continuarão a defender pessoas ou projectos? Continuarão a defender interesses obscuros ou os do Benfica? 

Devido ao adormecimento do projecto 'Gloriosaesfera' pergunto:
Estão dispostos a unir esforços numa plataforma única de benfiquismo na internet?
Uma plataforma que congregue a opinião benfiquista na blogoesfera, plural, sem censura, mas que revele acima de tudo amor ao Benfica?
Há benfiquistas dispostos a gastar do seu tempo pessoal para montar uma nova plataforma.
Quem tiver blogs benfiquistas e quiser ser envolvido neste projecto, por favor envie a sua vontade para o email do NovoGeraçãoBenfica.
Há vontade e disponibilidade. Venham mais para se juntarem a este projecto.

ranking