O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Oliveira dá... o mesmo que ao seu clube (SCP)

 ●  16 comentários  ● 
O Correio da Manhã dá a notícia hoje que o SLBenfica recusou 15M€/ano (que seriam apenas no último ano, dado que nos anteriores seriam 13M€) pela extensão do contrato até 2016.

Uma proposta ridícula que nem SLBenfica nem Olivedesportos confirmam, mas que o teor da noticia demonstra ter credibilidade, dada a abertura demonstrada pelo CM para contactar ambas as partes do negócio.

É preciso recordar que o SCP está a receber agora cerca de 11M€ até 2013 e depois passará para 15M€ até 2018, salvo erro - nem me dei ao trabalho de ir confirmar, dado que não os considero sequer um termo de comparação.

Esta abordagem vem, contudo, confirmar as minhas mais realistas suspeitas: O Joaquim Oliveira está muito longe de sequer pensar em chegar aos valores que o SLBenfica quer fazer querer serem possíveis ou realistas. Inicialmente começaram nos 40M€... a notícia já fala em 30M€ e quer parecer-me que isto vai fechar nos 20M€ ou muito perto disso que é o que me parece realista face à realidade nacional.

Além deste "faitdiver" que promete animar os próximos meses ou até anos, com várias noticias a serem lançadas de ambas as partes para animar os benfiquistas ou pressionar os intervenientes no negócio, venho, contudo, insistir mais uma vez num factor que me parece importantíssimo e que aparentemente nem o SLBenfica, nem os sócios do SLBenfica dão importância:

- A exclusão da componente multimédia (site oficial, linha de sócio, etc) do contrato, assim como a saída de Joaquim Oliveira de accionista da SAD e da Sportinvest Multimédia de accionista (49%) da Benfica Multimédia SA.

Eu estou-me nas tintas se o contrato fica com o Joaquim Oliveira - a minha opinião todos sabem que é um concurso público internacional precedido de um roadshow junto de cinco ou seis players internacionais dos media em conjunto com a PT/Meo, considerando a hipótese de antecipação (caso se disponibilizem para pagar ao Oliveira a rescisão) ou apenas o início em 2014.

O que para mim é fundamental, absolutamente fundamental, é garantir a independência do SLBenfica e da sua estratégia multimédia de qualquer entidade, com a consequente valorização dos direitos televisivos dos jogos nacionais, apostando em novas tecnologias, novos serviços aos espectadores, facilidade de venda dos resumos e imagens dos jogos a outras entidades nacionais ou internacionais (através da BenficaTV) - o que hoje em dia não acontece, gerindo o Oliveira isso em função dos seus ódios/amores e interesses.

Tudo o saia desta esfera deverá ser EXCLUIDO do respectivo contrato. A dimensão da marca e o modelo de gestão empresarial deve contemplar a capacidade de gestão deste tipo de recursos e já o demonstrámos - ao incorporar o Merchandizing - ter capacidade para o fazer com qualidade.

16 comentários blogger

  1. Assino por baixo tirando a parte dos 20 milhões serem realistas à luz nacional. O Benfica é bem maior que o País e tem de retirar os devidos dividendos disso.

    ResponderEliminar
  2. Sim, Cosimo Damiano. Principalmente porque não és tu a pagar... não és tu a assumir os custos de ter uma estrutura para angariar publicidade que pague isso, uma estrutura que revenda os direitos a operadores, etc... e isto tudo perdendo (como preconizo) uma posição accionista e o negocio multimédia.

    Não achas que estás a pedir algo... irrealista?

    ResponderEliminar
  3. Se achasse que era irrealista não tinha comentado nada.
    Para mim a Olivedesportos estaria sempre fora do negócio. Por isso nem perco tempo a pensar nos problemas deles porque espero mesmo que sejam muitos e que os levem à ruína.

    O Benfica tem de tem milhões de potenciais assinantes pelo mundo inteiro.
    A Sportv tem 800.000.

    O que acho irrealista é pagar-se a um clube com a dimensão do porto 16 ou 17 milhões e dizer-se que 20 milhões pelos jogos do Benfica é bom!!!

    ResponderEliminar
  4. Eu acho piada é essa do valor justo serem os 20 milhões, quando se diz que o oliveirinha faz 150 milhões com os direitos da liga portuguesa...


    PPP

    ResponderEliminar
  5. Pois é GB: Mas eu não me estou nas tintas e não aceito que o contrato fique nas mão do Oligarca e corrupto Joaquim Oliveira. Mais: acredito naquilo que LFV tem dito, ou pagam o que é justo ou passam os jogos na BTV! Não me parece dificil rentabilizar esses jogos e obter mais do que 20 milhões. De qq mesmo que tal não seja no imediato possivel, é necessário libertar o SLB de interesses escusos e corruptos...
    saudações benfiquistas

    ResponderEliminar
  6. 20 milhões é um valor patético!!
    No mínimo 25 milhões e se não se chegarem á frente então é arranjar alternativas.

    Isso é esquemas para conseguirem pagar o mesmo ao Porto. Por isso o Benfica só tem que esticar a corda ao máximo.

    ResponderEliminar
  7. Este GB é um cómico...nã me digas que preferias o Carlos Azelha em vez do JJ...imagina que o Benfica vende os seus jogos no mercado internacional por 1 milhão em 20 países + subscrição da Benfica TV + publicidade no canal e estática + contrato de exclusividade á plataforma MEO....não me digas que com isto tudo só fariamos 20 milhões por época!!!!!?lol

    ResponderEliminar
  8. Na mouche.

    Para mim, fazendo cedências o mais importante é (por ordem):
    1 - garantir a Benfica Multimédia de volta, para preparar o futuro.
    2 - obter o direito de passar os jogos em casa e fora no própria noite do evento.
    3 - obter o direito referente a todos os jogos antigos de futebol e modalidades (em casa e fora).

    Em troca um máximo de 3 anos de contrato.

    Caso contrário venda a quem oferecer mais (com roadshow e concurso obrigatório).

    Se os jogos em casa não forem do Oliveirinha ele perde, em assinantes e em publicidade. É completamente diferente oferecer ao anunciante o exclusivo de publicidade numa jornada ou em toda a Liga, do que não poder oferecer 15 jogos que incluem 2 dos 4 jogos mais vistos.

    Abraço

    João

    ResponderEliminar
  9. bem, vamos lá ver se nos entendemos...

    FACTOS:
    - Recebemos 7,5M€/ano com contrato na melhor das hipoteses até 2013 (ha quem diga que é 2014).

    - Ha dois anos o FCP passou para 8,8M e o ano passado o SCP (comprometendo-se até 2018) passou para 11M/ano

    - Qualquer contrato actualmente em vigor além de 15 jogos de campeonato, inclui também uma percentagem de 49% nas empresas multimédia dos Clubes e exclusividade com todos os conteudos video, internet e televisão dos clubes.


    O que voces querem que eu acredite é que é adequado ao mercado nacional(e recordo que com Taça da Liga, Liga Europa e Taça de Inglaterra) o Fulham da Liga Inglesa recebe "apenas" 60M), que o Benfica deveria receber 35 ou 40M€????

    Por amor de Deus... caiam na real.

    Portanto o Oliveira, ou qualquer outro, deveria aceitar largar a Benfica Multimédia (querem fazer contas de quanto vale?), a percentagem na SAD, os direitos multimédia... e ainda passar dos 11M€ que paga ao SCP para... 35 ou 40M€????

    Nas condições que preconizo, 25M será um NEGÓCIO FABULOSO! No modelo actual, acho que 25/30M será um excelente negócio

    ResponderEliminar
  10. Perdoa-me insistir. Mas por que motivo só colocas a hipótese Oliveira na mesa?

    ResponderEliminar
  11. porque na verdade acho que seja a única que está a ser equacionada pelo Benfica... infelizmente.

    ResponderEliminar
  12. "Portanto o Oliveira, ou qualquer outro, deveria aceitar largar a Benfica Multimédia (querem fazer contas de quanto vale?), a percentagem na SAD, os direitos multimédia... e ainda passar dos 11M€ que paga ao SCP para... 35 ou 40M€????"

    1. Largar o que não se controla, nunca foi mau negócio. Principalmente quando o sócio maioritário se torna adversário. Desculpa mas o "(querem fazer contas de quanto vale?)" que vale tem mais a ver com o controle do que outra coisa.

    2. Quanto vale na realidade a percentagem na SAD? Quando o sócio dominante te denomina com não bem vindo?

    3. Os direitos multimédia é exactamente o que está em jogo.

    O que quero dizer é que o que afirmas como sendo negativo para o Benfica, é-o ainda mais para o azeitoneiro. Apesar de concordar que os valores não serão os que por aí se esperam.

    Viva o Benfica!!

    ResponderEliminar
  13. Pronto. Então acreditamos no mesmo... infelizmente!!!

    ResponderEliminar
  14. GB: se fosse verdade o que está dizer: o que me diz da noticia da entrada de um novo player, com RPSoares e Rangel, e as afirmações repetidas de LFV de que ou pagam ou ...
    Na verdade aquilo que eu gostaria era a exploração pela Benfica TV. Vamos ver se tenho razão em confiar no Presidente do SLB. Saudações a todos os benfiquistas

    ResponderEliminar
  15. O que digo? o que já disse no tópico: "Além deste "faitdiver" que promete animar os próximos meses ou até anos, com várias noticias a serem lançadas de ambas as partes para animar os benfiquistas ou pressionar os intervenientes no negócio"

    esclarecido, amigo socio slb 218219?


    Quanto ao UnumSLB, que idade tens rapaz? Não me leves a mal a brincadeira, mas ainda acreditas no pai Natal?

    é que eu no lugar do Oliveira, para vender o que é meu e me dá EXCLUSIVIDADE iria sempre cobrar o couro e o cabelo.

    ResponderEliminar
  16. Penso que ou não leste ou tão simplesmente não percebeste.

    Tu é que me pareces menino em questões de negócio. Vês tudo a preto e branco.

    E por aqui me fico sem mais referencias a épocas festivas, de forma a não atingir mais o teu ego e ter a possibilidade de ser publicado.
    Algo que por aqui "democraticamente" nem sempre acontece.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking