Finanças: O Dinheiro manda na Champions League!
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Finanças: O Dinheiro manda na Champions League!

Avatar
 ●  + 48 comentários  ● 
16 em 16 clubes qualificados para os 1/8 de final são das BIG 5 Leagues (Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França), algo que acontece pela primeira vez na história da Champions League:

- Inglaterra 4 (Manchester City, Liverpool, Tottenham, Chelsea)
- Espanha 4 (Barcelona, Real Madrid, Atlético Madrid, Valência)
- Alemanha 3 (Bayern Munique, Dortmund, RB Leipzig)
- Itália 3 (Juventus, Napoles, Atalanta)
- França 2 (PSG, Lyon)

Os 2 planteis mais valiosos de cada grupo qualificaram-se para os 1/8 de final!


Com 100M€/Ano de custos de pessoal o Benfica poderá ter capacidade de reter talentos de forma a alcançar os 500M€ em termos de valor do plantel. Neste momento o plantel vale 320M€, será reavaliado a 30 de Dezembro 2019, e nos próximos trimestres o objectivo deverá passar pela valorização do plantel do Benfica até aos 500M€, pelo menos.

Inter com 630M€, Leverkusen com 415M€, Ajax com 375M€ e Benfica com 320M€ ficaram de fora dos 1/8 de final devido ao "azar" dos sorteios e a alguma ineficácia em campo. A Atalanta foi a "sortuda" conseguindo passar com um plantel de 280M€ devido ao fraco grupo em que foi sorteada.

Com excepção do Lyon 365M€ e da Atalanta 285M€, os restantes 14 clubes qualificados têm planteis a rondar os 500M€, ou planteis a valer acima dos 500M€. (valor dos planteis varia entre os 500M€ e os 1.300M€)

Quando a "pior" receita de TV em Espanha representou 44M€ de direitos televisivos em 18/19 para o Huesca, com um intervalo entre os 44M€ e os 167M€ para os clubes espanhois (link), e a "pior" receita em  Inglaterra representou 115M€ de direitos televisivos para o Huddersfield, com um intervalo entre os 115M€ e os 182M€ de receita de TV para os clubes ingleses (link) dá para perceber a tendência cada vez mais evidente em termos de competitividade a nível europeu.

No TOP 50 dos planteis mais valiosos do mundo apenas existem 3 excepções às BIG 5 Leagues (Ajax 375M€, Benfica 320M€ e Porto 260M€). Apesar desse feito, os 3 clubes vão disputar os 1/16 da Liga Europa. Elucidativo! (link)

48 comentários blogger

  1. Ou seja a forma de colocar o Benfica a passar a fase de grupos sempre e quem sabe a ganhar o caneco (como RGS está a exigir) não depende do presidente mas da carteira do clube... novidades só para quem anda muito distraído.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Com 100M€/Ano de custos de pessoal o Benfica poderá ter capacidade de reter talentos de forma a alcançar os 500M€ em termos de valor do plantel. Neste momento o plantel vale 320M€, será reavaliado a 30 de Dezembro 2019, e nos próximos trimestres o objectivo deverá passar pela valorização do plantel do Benfica até aos 500M€, pelo menos."
      100M/ano já é o que pagamos actualmente! Isto de ler só a parte que interessa! Vale tudo para defender o dono ou o...tacho,nem que para isso tenha que se minorizar o Benfica!E vergonha na cara? Tristeza!

      Eliminar
    2. Ninguém exige a vitória final,mas exigimos mais e melhor! É muito engraçado chamar o RGS de tudo e mais alguma coisa,pelas ideias utópicas que tem,mas depois já convém cita-lo quando dá jeito,do estilo: vêm,o actual líder é que bom! Se consideras que as ideias do RGS não são credíveis, nem exequíveis, é um absurdo usá-las como termo de comparação. Se isto não é agarrar o tacho com unhas e dentes...e depois os outros é que são oportunistas!

      Eliminar
    3. "não depende do presidente mas da carteira do clube..."

      Mas a do Benfica está bem recheada, segundo dizem... E não se ganha nada e andamos sempre a vender para compor as contas, mesmo quando não queremos vender.

      Eliminar
    4. Um PR que gaste o dinheiro que há em jogadores de qualidade directos à equipa principal faz toda a diferença!!!

      Benfica Eagle podes postar sobre o impacto da antecipação da Nos? mas tudo o que diz respeito, os valores por ano e o que recebiamos e o que perdemos pela antecipação, etç etç. e se não for pedir muito sobre a Opa também.

      Obrigado e Um Abraço!

      Eliminar
    5. Como é óbvio as receitas dos clubes dos BIG Five dão-lhes vantagem enorme e só com uma estratégia diferente é que os clubes das outras ligas poderão competir na Champions.
      O Benfica está no caminho certo, conforme se verá nos próximos anos.

      Eliminar
    6. Hugo Silva, o facto de se apontar as ideias utópicas (ou demagógicas) de RGS não implica achar-se que o actual líder é que é bom. Implica querer-se um candidato de valor, coisa que RGS ainda não mostrou ser.
      Tiremos de lá LFV porque há uma alternativa de valor, não apenas "porque sim".

      Eliminar
    7. JotaPê,

      Tal como o Eagle escreveu, comparando com outros clubes em Portugal podes ter a certeza que está bem recheada, agora comparando com as 5 maiores ligas é evidente que não. Mas já que tu gostas tanto de desconversar podes sempre comentar o estado lastimável das contas quer de Porto quer de Sporting.

      Cumprimentos

      Eliminar
    8. Tudo certo mas dos 100M de custos de pessoal só 70% serão do futebol profissional. Há muitas modalidades e muitas equipas mais para onde vão os custos de pessoal.

      Eliminar
    9. Meu caro Hugo Silva: para bom entendedor meia palavra basta, o que claramente não é o seu caso...o que se entende pelo raciocionio aqui transposto pelo Eagle, é que mantendo a presente capacidade de investimento/custos de cerca de 100milhões/ano estamos em condiçòes de reter talento e de elevar a mais valia do plantel, por esta via, ou seja pela valorização ano após ano do Benfica by Seixal, com o incremento, acrescento eu de 1 ou outro jogador como Jonas, e não Gaitan pela diferença etária na altura de ingresso no SLB...Eu que critiquei o ingresso prematuro de Tomás Tavares na 1a equipa devo registar a rápida e meteórica melhoria das suas prestações, no Bessa e Zenit...Força Benfica. Rumo ao 38.
      Socio SLB n 218219

      Eliminar
  2. Desculpa lá mas não concordo com o azar do Sorteio. Mau começo, o Lage inventou, as lesões não ajudaram e os reforços não ajudaram até o Vinicius que por cá marca uns golitos na Champions pouco ou nada. se houvesse sorteio que podia seguir em frente era este, o resto a propaganda do dono..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá falar com o Guerra. Andam a pagar ao homem para "tratar" de casos como o teu, se não fores falar com ele é um desperdício...

      Eliminar
    2. RMMD,

      Concordar? Mas um assalariado do porto como Vossa Excia haveria de concordar com alguma coisa?

      Eliminar
    3. Acho que perante a análise do valor dos plantéis o "azar" significa que das oito equipas com valores abaixo dos 200M nenhuma calhou no nosso grupo, havendo grupos onde houve duas.

      Eliminar
  3. Belo trabalho Eagle, este e o do outro camarada que postou num blogue qualquer, e que depois foi usado como comentário no Guachos, e também já agora o post do LF do Vedeta.

    É de facto verdade que uma mentalidade mercantilista tomou conta do Benfica; é também verdade que no início desta Champions tentámos impingir a canalhada do Seixal na esperança de um Renato ou um Félix 2.0; mas também é verdade que exceptuando a época 17/18, em que a nossa participação foi vergonhosa, em todas as outras que correram menos bem, "apenas" não fomos suficientemente competentes para passar a fase de Grupos, "apenas" isso sem dramas, mas também sem grupos tipo Liga Europa, convém dizê-lo.

    ResponderEliminar
  4. Bom post! O Benfica podia ter passado, tal como qualquer das equipas que ficaram pelo caminho podiam ter passado. Agora, seria negar as evidências dizer que este não seria o cenário mais provável. E o Benfica até esteve quase, mas não conseguiu contrariar o cenário mais provável.

    Não é por acaso que os clubes mais ricos e que querem ir longe na Champions investem tanto em reforços, ano após ano. Primeiro porque podem. Segundo porque têm mesmo que se reforçar para vencer os objectivos internos.

    Que sentido fará o Benfica investir, ano após ano (como apregoam aqui os sabichões), centenas de Milhões de Euros na contratação de jogadores (fora salários), para competir na Liga Portuguesa contra equipas que investem meia duzia de tostoes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O investimento feito esta época em contratações foi quanto? Não me digam que foi trocos..

      Eliminar
    2. Não foi trocos, mas nada que se compare com as equipas cujo objectivo é vencer a Champions.

      Eliminar
  5. a tendência é mais do que evidente mas enquanto tivermos planteis só de putos sem experiência, em que se acha que todos servem, e em que em 2/3 dos jogos se anda a mostrar a caderneta do oliveira da figueira em vez de tentar disputar ao máximo os jogos então fica muito mais difícil ser apurado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É precisamente ao contrário. Não percebeste o texto. Não é apenas com jogadores comprados que vamos lá porque não podemos concorrer com os clubes mais ricos. Impossível.
      Sò com plano e estratégias alternativas, com miúdos que crescem e ganham experiência dentro do clube que podemos lá ir.

      Eliminar
    2. mas onde é que eu disse que tinha apenas de ser só com jogadores contratados, os dogmáticos são o iluminado e os seus acólitos, dos quais parece fazer parte.
      só com jogadores formados é que de certeza não vamos lá.
      pois eles vão ganhar experiência mas é para depois a colocarem em uso noutro lado.

      só alucinados é que pensam que jogadores como o ederson, semedo , linfelof, etc faziam a carreira toda no clube.
      podiam e deviam ficar mais anos e não ser vendido, despachados é o termo melhor, assim tão rapidamente mas achar que ficariam mais de quatro cinco anos é delírio.

      Eliminar
  6. E é nesta conjuntura que o candidato promete a pés juntos, que ganharemos a Champions...
    Pura demogagia...

    Carlos

    ResponderEliminar
  7. De 8 grupos , apenas 1 (grupo E) o terceiro classificado tem valor menor que o quarto classificado...

    ResponderEliminar
  8. Foi uma alegria geral para os meninos do coro na janta do Natal.. Discurso brilhante do dono, que vamos ganhar na Europa e contratações para o Lage...
    O pai Natal foi generoso para o Lage, com a renovação...

    ResponderEliminar
  9. Caro Eagle,
    Esse fatalismo dos direitos de TV já enjoa...
    Uma Direcção com capacidade de gestão saberia alavancar no facto de o Benfica ter uma quota de mercado incomparável com a quota de mercado do maior clube dos grandes mercados.
    Sabendo nós que o número de subscritores da BTV é bastante sticky (só cafés e restaurantes são mais de 100.000 em Portugal) qual seria a receita (no modelo premium channel em que faziamos 32M) se a mensalidade fosse 30-40€ em vez de 10€? Seriam certamente mais de 75M!!! É uma questão de ideias e de capacidade de gestão.
    Hoje defendo que deveríamos apostar num modelo ainda mais inovador... Full entertainment!
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BenficaEhnosso,

      Por ser tão fácil é que os clubes austriacos, holandeses, belgas, suiços, escoceses, irlandeses, gregos, russos ... fazem competições europeias brilhantes ano após ano ...
      E claro o Porto e o Sporting é que são exemplos a seguir.
      Enfim ...

      Eliminar
    2. Com 30-40 euros /mês poucos individuais ficavam e ia toda a gente ver os jogos ao café. E 20% dos cafés não têm dinheiro para pagar isso. Alguém que vive num mundo paralelo e nunca ouviu falar em elasticidade dos preços. O Umberto Eco tem razão, a net está cheia de prémios Nobel.

      Eliminar
  10. Só o ilusionista que quer poleiro a que ganhava a Champions com uma perna a costa.

    Red Label

    ResponderEliminar
  11. Afinal, o elemento chave para singrar na Europa, é mesmo o pilim e o valor dos planteis, salvo muitíssimas raras excepções.

    Assim, depreendo, que o Sr. RGS terá uma carteira abastada para financiar a espensas suas, o tão apregoado Benfica Europeu, pois está visto que:

    No money, no funny!

    ResponderEliminar
  12. Bom dia,

    Sempre bons os teus posts, rigorosos, isentos e que nos esclarecem, no meu caso até fico a saber mais sobre a infeliz realidade do nosso futebol.

    Venham mais artigos

    Abraço

    ResponderEliminar
  13. E essa tendência é para continuar. Quem tem recursos, investe e apura-se para a fase a eliminar. Onde vai buscar mais recursos (prémios, patrocionios, venda de jogadores) para investir e a dinâmica mantém-se. É por isto se tornar cada mais evidente que está para surgir um novo formato competivivo.

    Ficámos num dos grupos mais equilibrados, também no valor dos planteis. Mas foquei-me mais em outro aspecto, o dos golos marcados e sofridos. E se nos marcados fizemos uma boa marca, nos sofridos não. E é isso que temos de melhorar bastante, a capacidade defensiva. Sofremos golos com muita facilidade na Europa. Basta olhar para a linha defensiva e perceber a falta de experiência, força e peso.

    ResponderEliminar
  14. Só com muito rigor e real política económica e desportiva e eliminação da ideia de vender como objectivo principal. Manter os melhores jovens acabar com os negócios da trampa (Cádiz e porcarias), FOCO TOTAL, SCoUT HIPER RIGOROSO. O Benfica precisa com estúpida inteligência contratar 4 ou 5 jogadores de qualidade no quase ocaso das carreiras (Gaitan; Jonas) e outros desconhecidos mas de valor.
    Terá a actual Direcção essa inteligência? Vender qualquer um vende com a ajuda de um bom vendedor.

    ResponderEliminar
  15. Pois! Com esta conclusão, surgem dois raciocínios:

    Perante o raciocínio, nós ainda não temos andamento para ganhar isto... o que é que nós podemos ganhar aqui? Rodar uns miúdos com andanças de Champions, valorizar ativos, com um bocado de sorte até passámos a fase... Epá vamos mas é meter os miúdos na Champions.
    Este foi o raciocínio que na minha opinião foi feito.

    O raciocínio que poderiam ter feito, nós não temos andamento para ganhar isto, vamos tentar chegar o mais longe que se conseguir e apostar tudo nisso, correndo o risco de dificultar a vitória na competição interna, temos que conseguir uma boa prestação para ganhar créditos para integrar a futura super liga...

    Entre os dois raciocínios não encontro em nenhum traição ao Benfica ou intenções que atentem ao melhor interesse do Benfica.
    Ambos são legítimas, e estratégicos.
    Depois definir estratégias é em cima de previsões e incertezas.

    Alguém sabe se o quadro competitivo da Europa vai efectivamente mudar? Mudando será quando? Quem está neste momento dentro do clube não terá melhor informação para calcular previsões?

    Eu não gosto de ver o Benfica perder da forma quase displicente como perdeu, mas em termos estratégicos não posso afirmar categoricamente que a estratégia não é válida.
    Mas mesmo que seja considerada inválida não me parece que possa ser considerada como centrada em interesses distintos dos do Benfica, conforme alguns tentam insinuar.

    Lp

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Totalmente de acordo.
      Sendo certo que os dirigentes do Benfica cometem erros, como qualquer um de nós, o facto é que o Benfica está neste momento numa posição confortável no panorama nacional e a preparar-se para ser em definitivo competitivo na Europa.
      Se olharmos para a média de idades do plantel do Benfica e a blindagem feita aos jogadores, percebe-se que o caminho está certo.
      Atualmente o titular mais velho é o Pizzi que tem 30 anos.

      Eliminar
  16. Excelente artigo, Eagle.
    É fácil verificar que tínhamos o grupo com valores mais próximos entre si, sem um mega-tubarão mas também sem nenhum "pobretanas". Com o mais barato do pote 1 (Zenit) mas com o mais caro do pote 4 (Leipzig). Outra curiosidade: no nosso grupo, a classificação final foi a oposta à colocação nos potes, no sorteio (1º pote 4, 2º pote 3, 3º pote 2, 4º pote 1).
    Sorteio esse que podia ter sido pior, mas também podia ter sido melhor (grupos A, B, C e E). Teoricamente, claro.

    ResponderEliminar
  17. Se é verdade que quem tem maiores orçamentos, tem melhores jogadores, melhores equipas, e naturalmente essas equipas ganham mais vezes.

    Mas, nomeadamente na Champions, há excepções, o FC Porto, habitualmente supera a fase de grupos, e está nos oitavos ou quartos final da Champions.

    Vejamos as 5 últimas participações do FC Porto na Champions:
    14/15- 14 pontos, eliminado nos quartos final pelo B. Munique.
    15/16- 10 pontos, apesar dos 10 pontos garantir habitualmente o apuramento para os oitavos, o FC Porto caiu para a L Europa.
    16/17- 11 pontos, eliminado nos oitavos final pela Juventus.
    17/18- 10 pontos, eliminado nos oitavos final pelo Liverpool.
    18/19- 16 pontos, eliminado nos quartos final pelo Liverpool.

    O F C Porto somou 61 pontos, nas 5 últimas participações na fase de grupos da Champions, uma média de 12,2 pontos por edição.

    O FC Porto, mas 5 últimas participações na Champions, atingiu 2 X os quartos final, 2 X os oitavos final, e foi apenas uma vez eliminado na fase de grupos, mesmo tendo somado 10 pontos.

    Fora das Ligas top-five, o FC Porto continua a ser a equipa com melhor e maior rendimento na Champions. Alguns recordarão o Ajax que esteve numa Meia Final, todavia, nos últimos 5 anos, o Ajax apenas uma única vez superou a fase de grupos da Champions.

    Sim, é perfeitamente possivel uma equipa Portuguesa superar habitualmente a fase de grupos da Champions, e o FC Porto é um bom exemplo!

    Janela_Opaca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Retirado da internet:

      Resumo dos últimos 10 anos:
      - Participações: Benfica 10, FC Porto 8;
      - Presenças no pote 1: Benfica 5, FC Porto 4;
      - Presenças no pote 2: Benfica 5, FC Porto 4;

      - Coeficientes combinados mais altos defrontados: SL Benfica 236.631, FC Porto 225.311;
      - Coeficientes combinados mais baixos defrontados: SL Benfica 155.500, FC Porto 82.976;
      - Média de coeficientes combinados dos adversários: SL Benfica 187.129, FC Porto 149.297;

      Assim realmente não custa nada fazer boas campanhas na Champions.

      Cumprimentos

      Eliminar
    2. Pois já todos sabemos que as coisas têm corrido às mil maravilhas para os lados de Contumil.

      Eliminar
    3. Valores transfermarkt.
      Legenda:
      época - valor total das outras equipas do grupo (plantel do Benfica) vs valor total das outras equipas do grupo (plantel do Porto)


      2014/15 - 595.08 (160.50) vs 320.63 (167.90)

      Monaco (194.75M)
      Leverkusen (166.55M)
      Zenit (233.78M)
      Benfica (160.50M)

      Porto (167.90M)
      Shaktar (184.50M)
      Bilbao (110.50M)
      Bate (25.63M)
      ____________

      2015/16 - 484.33 (158.25) vs 737.58 (171.73)

      Atl.Madrid (336.00M)
      Benfica (158.25M)
      Galatasaray (136.00M)
      Astana (12.33M)

      Chelsea (579.80M)
      Kiev (131.33M)
      Porto (171.73M)
      Maccabi (26.45M)
      ___________________

      2016/17 - 616.80 (195.05) vs 279.25 (171.10)

      Napoles (303.90M)
      Benfica (195.05M)
      Besiktas (177.40M)
      Kiev (135.50M)

      Leicester (175.00M)
      Porto (171.1M)
      Copenhaga (32.85M)
      Brugge (71.40M)
      ________________

      2017/18 - 801.06 (164.10) vs 636.98 (183.10)

      Man Utd (645.10M)
      Basileia (59.93M)
      CSKA (96.03M)
      Benfica (164.10M)

      Besiktas (144.20M)
      Porto (183.10M)
      Leipzig (200.98M)
      Monaco (291.80M)
      __________________

      2018/19 - 1118.50 (279.65) vs 488.38 (260.98)

      Bayern (835.55M)
      Ajax (241.80M)
      Benfica (279.65M)
      AEK (41.15M)

      Porto (260.98M)
      Schalke (243.90M)
      Galatasaray (126.88M)
      Lok.Moscovo (117.60M)


      O Leipzig do grupo do Porto em 17/18 era avaliado em 200.98M€, o desta época está avaliado em 544.40M€

      Eliminar
    4. "O Leipzig do grupo do Porto em 17/18 era avaliado em 200.98M€, o desta época está avaliado em 544.40M€"

      E em 17&18 o Leipzig até contava com o Keita que hoje é tituLar do Liverpool , portanto era um Leopzig bem mais fraquinho que este actual...

      O leipzig que em 18/19 (temporada passada) não passou a fase de grupos da Liga Europa, e o Zenit que em 18/19 também esteve apenas na Liga Europa, e ficou nos oitavos. Portanto, o grupo do Benfica era inatingivel...


      Factos:

      1 FC Porto nas 10 últimas participações na Champions, em 7 superou a fase de grupos!
      2 Benfica nas 10 últimas participações na Champions, em 7 foi eliminado na fase de grupos!
      3 FC Porto é a única equipa fora das ligas Top-4 (retiro a França), a vencer 3 Taças Europeias neste século, e nesta era do Futebol indústria!
      (alguém que faça chegar isto ao Dr. Pedro Guerra, ministro da propaganda).

      Portanto, se não podem atacar o argumento, mas sempre podem atacar o argumentador ...

      Janela_Opaca

      Eliminar
    5. Venderam Keita (60M€) que no início dessa época estava avaliado em 27M€ (link abaixo), o mais alto do plantel secundado por Werner em 25M€. Este ano, depois dos jogadores terem crescido e evoluído, estão lá "só" 6 a valer mais que esses 27M€.
      Esse Leipzig "que não passou a Liga Europa do ano passado" mas acabou em 3º lugar da Bundesliga, que no ano em que jogaste contra eles acabou em 6º (mesmo com o Keita?? não pode!!), e está de momento a lutar pelo título alemão, a meio de Dezembro. Coisa pouca.

      Um facto que não conseguiste ver: nas últimas 5 participações do teu clube (as que tu apontaste no comentário, ali em cima), apenas num deles (15/16) o teu clube ficou num grupo "teoricamente" mais caro que o do Benfica.


      https://www.transfermarkt.pt/rasenballsport-leipzig/startseite/verein/23826/saison_id/2017
      https://www.transfermarkt.pt/rb-leipzig/startseite/verein/23826?saison_id=2019

      Eliminar
  18. Só faltou referir que o FC Porto foi o único clube fora das Bg 5 a vencer a Champions League nos últimos 24 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com um golo limpo anulado ao Manchester United, uma expulsão caída do céu frente ao Deportivo da Corunha e uma das piores finais da Champions. Bravo.

      anti-antis

      Eliminar
    2. "Ganhar ganhar ganhar [disse Vieira]. Mas não disse títulos.

      Deve estar a referir-se a comissões comissões comissões"

      anti-antis

      Eliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  20. O Benfica não passou o grupo porque não soube segurar uma vantagem de 0-2 nos descontos em Leipzig. Tem zero a ver com valor de planteis.

    ResponderEliminar
  21. Portugal está na Europa como o Sporting está na Liga Portuguesa.
    Muito atrás. De vez em quando lá faz uma gracinha, e há muito tempo não faz.

    ResponderEliminar
  22. É um facto que confirma uma tendência. E esta análise ao valor dos plantéis é muito interessante.
    Na verdade, analisando as últimas duas décadas, os oitavos de final nem são a melhor prova. De 2000 a 2009 houve 31 equipas fora das Big 5 nos oitavos (nos primeiros 4 anos desta década havia uma segunda fase de grupos com 4 grupos de 4 equipas que aqui introduzi como equivalente à passagem aos oitavos). Curiosamente, na década seguinte, de 2010 a 2019 houve uma exactamente o mesmo número de equipas fora das Big 5 nos oitavos: 31.
    A grande diferença está nas fases mais avançadas. Enquanto que na década de 1990-1999 houve 12 semifinalistas, 2 vencedores entre 4 finalistas, e na de 1980-1989 houve 17 semifinalistas, 3 vencedores entre 5 finalistas. Na de 2000-2009 houve apenas dois semifinalistas, um finalista e um vencedor. E pior ainda, na de 2010-2019 só houve um semifinalista, nenhum finalista e, obviamente, nenhum vencedor.
    É difícil pior que isto, na próxima década será semelhante, grandes clubes históricos estão a ser ultrapassados por outros das Big 5 que pouca relevância tinham anteriormente (Chelsea, Manchester City, PSG, Atlético Madrid).
    Por outro lado, olhando para os clubes fora das Big 5 que têm conseguido passar aos oitavos, note-se que o único de carimba europeia constante é o Porto, com 11 presenças em 20. A seguir ao Porto estão o Galatasaray, Basileia e Shakhtar com 4 em 20.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares