O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 9 de maio de 2015

34...quase! Glorioso SLB

Avatar
 ●  35 comentários  ● 

Os benfiquistas de ocasião hoje andam cheios de si próprios porque o "D.Sebastião" merece ser idolatrado ou porque devemos tudo ao não sei quantos ou ainda porque sem o fulano tal o clube já não existia.

Ora, para a maioria hoje é um dia feliz porque faltam 3 pontos para sermos campeões.
Sim porque o Glorioso SLB e apenas o Glorioso SLB nos vai dar mais uma alegria.

Sim, porque os milhares que enchem os estádios são a principal razão deste sucesso.
São eles que não mudam de clube nem amanhã estarão do outro lado com o mesmo discurso de hoje.

Aos que são do clube do gajo tal, coitados.

Aos que são só do Sport Lisboa e Benfica, estamos de parabéns!

O nosso clube vai nos dar o 34!!

TRI TRI TRICAMPEÃO

Avatar
 ●  13 comentários  ● 
Voleibol do Benfica venceu hoje o título 

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Pergunta:

Avatar
 ●  62 comentários  ● 

Quem fará propostas pelo quarto treinador mais cobiçado do mundo?

São reais essas notícias ou apenas meios de promoção tipo "agarrem-me senão eu fujo? "

Um treinador que não sabe falar sequer inglês, que tem claros problemas de relacionamento com os seus jogadores e staff, que tens dificuldades em acatar orientações superiores ou sequer admitir que há quem mande nele no clube, alguém que criou uma reputação de perdedor face a adversários mais valorosos,  alguém que recusa dar chances a jogadores que não tenham sido escolhidos por si, alguém que passa o jogo fora da sua zona e que não demonstra qualquer respeito por quem o oriente nesse sentido, pode aspirar alguma vez a orientar um clube de topo na restante Europa?

Mas alguma vez algum clube de topo aturaria de Jorge Jesus os caprichos que
Luís Filipe Vieira tem aturado?

Não é por acaso que nenhum clube se mostra disposto a pagar os 4M. Olhando para o mercado, há treinadores mais baratos e/ou mais novos e sem a bagagem de vícios que JJ tem.

Ora, amanhã temos mais uma etapa no caminho para o 34. É pena que os do costume,  e não me refiro aos jornalistas, não deixem de alimentar esta novela em nome de interesses que NADA têm a ver com o SL Benfica.

Será um ato de coragem e independência se Luís Filipe Vieira não for na conversa da renovação.

Estratégia de Empréstimos de Jogadores. Para quando?

Avatar
 ●  36 comentários  ● 
Eu olho para alguns jogadores que temos emprestados e tenho imensa dificuldade em perceber o que se espera deles, porque foram emprestados ou o que se vai passar a seguir.

A maioria dos adeptos, erradamente, o que espera de um empréstimo é algo tão ridículo como no limite emprestar o Ronaldo ao Penafiel e esperar que ele marque muitos golos e faça o Penafiel ficar bem classificado.


Olho para contratações como Djuricic, Fariña e Friesenbichler e estão todos emprestados. Olho para jovens com potencial (uns mais que outros) como Cancelo, Cavaleiro, Nelson Oliveira, Guzzo, Helder Costa, Rui Fonte, Fábio Cardoso, Rochinha, Ruben Pinto, Gaspar, Vejo "parados" no plantel jogadores como Benito e Silvio numa posição onde a opção para lugar quando falha o titular é... adaptar outro jogador. Depois vejo ainda o Cristante e o Derley, ou Lisandro, Sulejmani e César que pouco ou nada contribuem também para "a caminhada".

Qual é a ideia?

Algum destes jogadores vai jogar pelo SLBenfica alguma vez? Quem não joga, quem está emprestado, quem custou dinheiro, quem foi formado... What is the fucking point?!

Lemos todas as semanas que o SLBenfica tem que baixar a massa salarial e por isso não dá ao Maxi o contrato que ele pede ou não pode manter Salvio e Gaitan ou não pode manter os 4M ao JJ. Ora, eu preferia qualquer dessas vias "financiada" pelo alívio dos salários e despesas com estes jogadores todos, se eles não contam ou não podem contar para o treinador.

Vamos olhar para alguns exemplos:

Pagámos 6M€ pelo Djuricic, rapidamente se percebeu que o rapaz no Benfica não podia jogar como "na rua dele", tal como acontecia no Herenveen, e também sabiamos que tal como aconteceu com o DiMaria ou o David Luiz, só depois de "ganhar massa muscular" é que poderia fazer mais.

Então a solução para as necessidades de evolução táctica e física do Djuricic é mandá-lo para Inglaterra? Até seria se o jogador fosse a título definitivo, mas claro que o Southampton não está preocupado em desenvolver o jogador para quando estiver bem... terminar a época e entregar ao SLBenfica. Lá só fez dois jogos a titular, dos seis disputados, só teve uma vitória... 

Bom, na verdade o que me parece é que não se pensou em nada disto, mas sim noutra coisa: Quem é que aceita pagar pelo empréstimo dele e ainda suportar os ordenados? É o Southampton? Siga! Ah e tal mas o jogador? Que se lixe...

O mesmo tem acontecido ano após ano com o Nelson Oliveira. Desde equipas que mal passam do meio campo, até lesões mal curadas... tem havido de tudo. Dizem o que jogador tem pouca cabeça, mas as opções são mandá-lo para França e Inglaterra (claro que assim controlam-no e ajudam-no e tudo...). Porém foi lá que aceitaram andar a pagar 1M€ por ano pelo empréstimo.

Posso dar mais exemplos, mas na verdade o que interessa não são os nomes dos jogadores, mas sim o planeamento (ou falta dele). Os jogadores de futebol são ACTIVOS do Clube. Uma correcta gestão de activos possibilita maximizar o rendimento dos mesmos para o clube e conter a necessidade de investir em novos activos, canalizando esse "orçamento disponível" para investimentos absolutamente estratégicos e com risco mais contido.

Admito que haja jogadores que servem para "alimentar a rede de influências" para outras guerras, nomeadamente nos centros de poder da Liga, FPF e outros que tais. Mas o que se passa no SLBenfica é um desnorte total em que qualquer um pode servir para qualquer coisa.

Será que algum de nós consegue perceber, pela política de gestão de activos do SLBenfica, o papel que vai ter Djuricic? Porque foi emprestado ao Southampton? Porque considerámos que devíamos gastar 6M€? Não foram 200.000, foram 6.000.0000€ + prémios e salários.

Será que alguém entende o que anda o Jonathan a fazer na II Liga? Porque lutámos tanto por um jogador que nem sequer "conta para o totobola" do treinador?

E o Guedes? A maior potência que temos na formação nem sequer tem espaço para entrar 15/20 em jogos que temos vencido com facilidade?

Alguém saberá dizer porque fomos buscar o Mukthar ao Hertha, onde jogava a 10 e desde essa altura só fez um jogo, a avançado pela equipa B? Já lá vão meses... Qual era a ideia? O Cristante está numa situação semelhante...

Eu não estou com isto a dizer que os jogadores devem ou não devem jogar. NADA DISSO e façam-me o favor de não entrar por aí nos comentários.

O que está em causa é algo tão simples como:

Investimos X no Djuricic, Jonathan, Cristante e Mukthar. Qual é o plano? Não jogam porque devem ter aspectos a melhorar, presumo. O que está a ser feito para tal se não têm competição, se um deles até está fora??

Qual é o plano para jogadores como o Ivan Cavaleiro e o João Cancelo? Não cabem no plantel? No caso do primeiro continuo a não perceber como um jogador que, não deslumbrando, já fez mais no SLBenfica que o Ola John e o Sulejmani... O Ivan será assim tão mau que foi opção na final da Liga Europa? Uns estão no plantel e ele não! O Cancelo não é solução porquê? É físico? É mental? Não tem qualidade... eh pah se não têm... VENDA-SE, para quê emprestar?

O Guedes? qual é o plano? É ele que vai substituir o Gaitan? O Salvio? Então e os que vêm de fora serão alternativas a ele? Ou jovens de 19 anos de fora vão entrar para a frente dele porque ele é novo e ainda tem que ter mais competição ao mais alto nível... competição que não lhe damos?

E O Mukhtar? É franzino? Então e está a trabalhar isso? É avançado? É 10? Então mas jogamos com 10 ou não? Se é 10 e não jogamos com 10 para que o contratámos? É normal que não jogue!

Enfim... Política de Gestão de Activos e de Definição de Objectivos para jogadores emprestados é fundamental.

Alguém já se lembrou de aceitar comparticipar profissionais de preparação física para clubes com pouco orçamento e com isso poder emprestar-lhes jogadores para jogarem por essas equipas, ajudando-os e ao mesmo tempo seguirem um plano de treino e físico do SLBenfica?

Se calhar esses clubes precisam mais disso do que ajudas e caldinhos tipo os "protocolos-fake" com Varzim.

Uma vergonha SE o Benfica se associar a isto

Avatar
 ●  54 comentários  ● 
O blogue Protouro anuncia hoje que o programa Red Power do Sport Lisboa e Benfica chegou a acordo para uma parceira com o Campo Pequeno que permite aos sócios do Benfica beneficiarem de descontos para as touradas, e aos abonados do Campo Pequeno de obterem descontos na Benfica Megastore.

Tentei confirmar a mesma notícia em outras fontes mas não obtive nada, pelo que, este post é escrito à condição, e com o intuito de apalpar a sensibilidade dos Benfiquistas sobre uma notícia que carece de confirmação.

Bem, não está em causa aqui a discussão da moralidade das touradas, há aqueles que defendem, como há os que não defendem, há os que apoiam e os que não apoiam... E há os Benfiquistas que iriam sempre às touradas, com ou sem parcerias...

No meu caso pessoal, eu sou um dos que não defende nem apoia, nem toiradas, nem jardins zoológicos, nem zoomarines nem aquários nem animais no circo mas, este é apenas o meu caso...

O que eu acho é que é um tema controverso, que nada tem a ver com desporto, que suscita sentimentos diferentes em cada pessoa, que faz mesmo em alguns benfiquistas levantarem-se valores mais altos que o próprio Benfica...

E é por isso que acho no mínimo lamentável, que o Benfica possa de alguma maneira associar-se a touradas, nomeadamente fazendo a promoção de algo que muita gente neste país tenta combater tão ferozmente, e que coloca mesmo muitos GRANDES Benfiquistas em tão GRANDE conflito interior.

Que alguns me digam que para o Benfica isto é apenas mais um negócio e que não é o Benfica a obrigar ninguém a ir às touradas, repito aqui que aceito todas as opiniões e que essa não é para mim a questão...

O que acho é que é um tema sensível, e que por ser um tema sensível, no mínimo deveria ter-se dado aos sócios do clube a oportunidade de se pronunciarem...

Assim, da forma que poderá ter sido feito acho errado...

Não é o Benfica que se associa às toiradas... São os benfiquistas, os que pensam como eu, os que não pensam, os que são indiferentes ao tema ou os que abominam completamente... Isto é brincar com a paixão clubística de cada um...

Se vamos associar o nome Benfica a outras causas, pelo menos que o façamos em relação a causas que batam forte no coração da maioria dos benfiquistas, causas que nos orgulhem...

Infelizmente, desta vez, não parece ser o caso...



P.S. Se como desejo se confirme que esta notícia é falsa, seria importante que o Benfica esclarecesse e se demarcasse imediatamente. Já circulam na net petições sobre este caso que em nada dignificam o nome do nosso clube.

Benfiquistas no Mundial Sub20

Avatar
 ●  10 comentários  ● 
João Nunes
Pedro Rebocho
Raphael Guzzo
Gonçalo Guedes
Nuno Santos

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Antonio Salvador está enganado

Avatar
 ●  63 comentários  ● 

O Sr. Salvador acha que todos os benfiquistas são como os que viraram costas ao clube para seguirem um Braga que destila ódio ao Benfica.

Aliás, é preciso ter uma grande lata, depois de toda a hostilidade que Salvador instigou contra o Benfica, pensar que qualquer benfiquista que se preze vai estar a "torcer" pelo Braga.

Certamente que nem todos os benfiquistas estarão de acordo comigo,  mas entre ver o Braga ganhar ou não, prefiro o não.

Eu revejo-me nas imagens acima da final da Taça de Portugal de 1980 entre o SL Benfica e o FCP.

Centenas de adeptos do Sporting e do Belenenses estiveram no Jamor a apoiar o Glorioso por serem gente que prezava a verdade desportiva e a seriedade no futebol.

Não se reviam no ódio de Pedroto e de Pinto da Costa. Naquele tempo, os dirigentes dos 3 grandes de Lisboa não entravam em promiscuidades com essa gentalha. Não era por acaso que havia um acordo em não eleger para a presidência ninguém ligado ao FCP.

Tenho pena que hoje já não seja dessa forma.
Ainda assim, Salvador aprendiz ou Braga instrumento de ódio ao Glorioso é para perder. Nem que seja a feijões.

Desmantelamento, parte II

Avatar
 ●  50 comentários  ● 
Depois do desmantelamento que ocorreu no último verão, parece que vamos ver partir mais três ou quatro titulares. Salvio e Gaitán pagarão as contas, Maxi tarda em renovar, Lima estará de saída para o último grande contrato e ainda falta a novela anual sobre o Luisão. 

Isto sem contar com os 20M do PSV pelo Ola John claro (pausa para galhofa!).

Esperando que a "novela Luisão" não se repita e que Maxi acabe por renovar, Salvio, Gaitán e Lima - especialmente os dois primeiros - terão um impacto imenso na saída, mas todos sabemos que não há insubstituíveis.

Se acabar por sair também Maxi (e Jesus) estamos perante uma situação mais complicada em termos de estabilidade da estrutura - e se Luisão saísse então nem se fala. Por outro lado, esse cenário seria uma "quase limpeza" na folha salarial, algo que todos sabemos que é, mais que uma vontade, uma necessidade dramática da direcção para ter equilíbrio financeiro.

Há que aguardar com serenidade e ver onde estas notícias nos levam.

O portismo choramingão não é de agora.

Avatar
 ●  34 comentários  ● 

Escrevi anteontem um post sobre Rui Moreira e os típicos portistas: carneirada invejosa e choramingona.

Ora,  o grande Alberto Miguéns publica hoje mais um post que desmascara essa gente que persiste em querer viver à custa dos outros, pensando que são porta-vozes de uma larga maioria mas que afinal não passam de uns saloios que exploram tudo e todos apenas para se servirem.

Podem aceder ao post "O portismo e o Estado Novo" aqui.

Serviço público da blogoesfera benfiquista.

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Ai se ele sai... (Jesus)

Avatar
 ●  67 comentários  ● 
Conhecem a música dos Xutos "ai se ele cai"?? O que acontece a seguir?

Se Jesus, campeão como todos esperamos, sair do SLBENFICA no final da temporada, qual é a opinião dos nossos leitores?

- Erro de Vieira por não apresentar argumentos?
- Erro de Vieira por querer a sua saída?
- Erro de Jesus por não querer ficar?
- A melhor solução?

Respondam só os que não são profissionais dos comentários pós-acontecimentos. Tenham coragem de dar opinião e lidar com esses totós que só cá vêm para comentar as opiniões dos outros.

E já agora, num cenário desses se pudessem sugerir um nome ao Presidente quem seria? Sim, porque dizer que não presta ou que é bom.. É fácil depois de escolhido. Difícil é ter que decidir e os motivos dessa decisão.

Juventus e as desculpas.

Avatar
 ●  41 comentários  ● 

De repente,  a Juventus passou a ser o clube fetiche dos "jesusistas".

Parecem esquecer que a mesma Juventus que vence ontem o Real Madrid foi a mesma que passou sem merecer pelo Mónaco, o mesmo de que Jorge Jesus se gabou ter sido claramente superior.

A superioridade da tal ideia de jogo foi tanta que o Mónaco quase chega às meias finais da Champions enquanto a ideia superior de jogo nem para a Liga Europa deu.

Vejo muita preocupação em dar desculpas pelos insucessos e não um esforço sincero em perceber porque aconteceram.

É que se bem me lembro, enquanto no princípio da temporada dizíamos que o plantel campeão estava a ser inexplicavelmente desmantelado, a opinião oficial é que não. Nem haviam quaisquer restrições financeiras derivadas da crise do BES.

Afinal hoje as saídas já justificam tudo o que corre mal.
Afinal hoje já se invoca a crise do BES para justificar as restrições e vendas.

Curioso.

A Juventus eliminada e a Juventus que ganha ao Real

Avatar
 ●  31 comentários  ● 
Haverá assim tantas diferenças?
Assinalado no plantel da temporada passada os jogadores que ainda estão este ano (tabela de baixo) e que representam soluções de qualidade e/ou habituais titulares na Juventus. São "apenas" 13 jogadores. É bom recordar que acabámos o jogo em Turim a jogar com 9.

É caso para dizer ao Carlo Ancelotti, ou melhor ao "Car Lancelot":



terça-feira, 5 de maio de 2015

Lembram-se do professor Bitaites?

Avatar
 ●  17 comentários  ● 

Eu sou um fan incondicional de todos aqueles que gostam de partilhar as suas opiniões aqui no blog, porém sem desprimor para ninguém, tenho especial apreço por aqueles que dão continuidade ao estilo do professor bitaites, que era um ás a adivinhar as coisas depois de acontecerem...

Isto para dizer que sinto um enorme carinho por todos aqueles que aqui dizem "fala agora de ..." ou "então onde está aquele opinião de...".

Na verdade, brindam-nos diariamente com uma das maiores capacidades do ser humano: a lei do menor esforço. Limitam-se todos os dias a julgar a opinião dos demais e são, especialmente hábeis a cobrar as opiniões dos outros a partir de um privilégio fantástico: por defeito concordar contudo, remeter-se ao silêncio com o que afinal correu mal e cobrar todas as opiniões menos favoráveis inicialmente do que entretanto passou a correr bem.

Convenhamos, isto da chico-espertice dá trabalho e quando do outro lado está apenas gente que fala dos assuntos de forma despregada e com paixão, sem andar a procura das artimanhas destes artistas, eles até parecem tipos inteligentes.

Pelo caminho vão deixando pelo caminho umas afirmações taxativas que até parecem verdade, até já aqui li que o Oblak não esteve emprestado ao Rio Ave, foi vendido como fora o Miguel Rosa ao Belenenses, isto como alavanca que justifica depois outros negócios futuros com o Rio Ave. Imaginativo, não é?

No mesmo sentido estão as opiniões sobre Jesus. Obviamente que não é uma pessoas unânime, mas curiosamente e ao contrário do que muitos tentam escrever no blog e nos comentários, eu pessoalmente não conheço ninguém que seja da opinião que Jorge Jesus não seja o melhor treinador que o SLBenfica pode pagar.

Porém, transformar isso no facto de o Jesus não ter pontos de melhoria e não cometer erros de palmatória e que impactam e menorizam essa mesma qualidade, ou desvalorizar estes factores, é absurdo e gostava mesmo que pudessem ouvir o Presidente e talvez mudassem de opinião.

Em que momento é que essa opinião imaculada sobre Jesus - e até já há quem o coloque ao nivel de Mourinho (paragem para rir!) - pega muito bem? Precisamente no momento que os projectos de "professores bitaites" estão: quando a "vida nos corre bem".

Muitos foram os que disseram que Jesus já não tinha condições para aqui continuar e muitos foram os que me "crucificavam" quando eu dizia que era da opinião que Jesus devia continuar depois de ter perdido tudo. Hoje, são que dizem que obviamente que Jesus deve continuar. Vá lá, por agora concordam comigo... mas rapidamente vão mudar de opinião se o treinador sair e que vão dizer que é a decisão certa... também.

Não vou aqui perder muito tempo a mostrar que uma opinião menos favorável não corresponde a ser contra alguém. Não fará porventura sentido tentar que pessoas como essas entendam que não concordar com ir buscar um contentor ao Rio Ave de jogadores que poderíamos encontrar na formação não faz com que a solução para tudo seja a formação, nem que os jogadores sejam maus.

Na verdade... tentar explicar isso seria perder o que nos diverte no blog. Ver esta gente a tentar acreditar que são condicionadores de opinião e que vêm aos comentários iluminar e guiar as mentes dos mais desatentos, tentando passar a ideia de que o blog anti isto ou aquilo.

Convido os nossos leitores um dia a perguntar a alguém que conheçam na estrutura do SLBenfica qual a opinião que têm, quem conhece, este blog. Se alguém considera este blog anti alguma coisa? Já agora, muitos que se dizem que movem aqui ou ali na estrutura do Benfica, aproveitem para perguntar se o Presidente e a sua estrutura mais próxima não é bem mais exigente e crítica do que aqui nos atribuem.

No dia que não houver opiniões discordantes, o que mais me assusta não é olhar para o SLBenfica e ver o que os fieis fazem com a igreja ignorando os escândalos, entre outros de pedofilia e enriquecimento, O que mais me assusta é mesmo perder todos estes "inteligentes", engenheiros de obras feitas e que fazem vida da crítica da opinião dos outros, mais do que construírem, defenderem e serem julgados pelas suas próprias opiniões. Nunca nos deixem, amigos totós!

O típico portista.

Avatar
 ●  26 comentários  ● 

Rui Moreira é o típico portista. Vive do ódio aos "mouros" não perdendo qualquer oportunidade de choramingar que é descriminado e que os mauzões de Lisboa oprimem os restantes.

Ficou conhecido por sair em directo de um programa de televisão recusando comentar ou sequer ouvir as escutas do Apito Dourado. Como bom portista,  nega as evidências e prefere imitar o discurso gasto e rebuscado do seu Idolo Pinto da Costa.

Gastar o dinheiro dos outros é fácil. Criar valor é que não está ao alcance de todos.

Rui Moreira engana-se se julga que o restante país é tão atrasado e ignorante quanto a maioria dos adeptos do FCP,  carneirada habituada a ecoar o que lhe mandam.

Se o Jesus sabe que não escolheram o Talisca...

Avatar
 ●  50 comentários  ● 


O percurso de Bernardo Silva tem chamado a atenção do mundo do futebol e, desta vez, o médio português surge mesmo no segundo lugar entre os melhores médios ofensivos sub-23 desta temporada, só atrás de Isco, numa lista elaborada pelo CIES - Observatório do Futebol. 

No top-15, o jogador do Monaco reuniu 92 pontos, contra os 100 do atleta do Real Madrid. Bernardo ficou assim à frente de nomes como Mario Götze (Bayern Munique), Philippe Coutinho (Arsenal), Wilfred Zaha (Crystal Palace) ou Christian Eriksen (Tottenham). 

Na avaliação dos jogadores, a entidade teve em conta seis fatores: rigor tático, recuperação de bola, distribuição de jogo, iniciativa, elaboração de oportunidades de golo e remate

Melhores médios ofensivos sub-23: 
1. Isco Alarcón (Real Madrid/ESP) 100 
2. Bernardo Silva (Monaco/FRA) 92 
3. Yannick Ferreira Carrasco (Monaco/FRA) 88 
4. Moi Gómez (Villarreal/ESP) 75 
5. Mario Götze (Bayern/ALE) 74 
6. Federico Cartabia (Córdoba/ESP) 70 
7. Morgan Sanson (Montpellier/FRA) 68 
7. Koke (Atlético Madrid/ESP) 68 
9. Philippe Coutinho (Liverpool/ING) 65 
10. Maximilian Arnold (Wolfsburgo/ALE) 64 
11. Hakan Çalhanoglu (Leverkusen/ALE) 61 
11. Mateo Kovacic (Inter/ITÁ) 61 
13. Wilfred Zaha (Crystal Palace/ING) 60 
14. Ross Barkley (Everton/ING) 58 
15. Christian Eriksen (Tottenham/ING) 58
in Record

E se Abrahamovic investir 200 milhões no FCP?

Avatar
 ●  57 comentários  ● 
A chegada de José Mourinho ao Chelsea em 2004 marca sem dúvida alguma uma época no futebol. O Chelsea tinha sido adquirido por Abrahmaovic um ano antes, os grandes investimentos no clube tinham-se iniciado no clube, Cláudio Ranieiri tinha feito uma época assim-assim, e Mourinho chegou ao clube para ganhar e exigiu investimentos de acordo com a sua ambição.

E investiu. E muito. Na primeira época de Mourinho foram investidos em jogadores 143 milhões de libras (quase 200 milhões de euros).

Quem esteja mais atento a estas coisas vai achar piada ouvir falar José Mourinho este ano na treta do Fair Play financeiro por causa do Manchester City. Se ele não tiver memória curta (e não tem seguramente), vai saber muitíssimo bem que não há memória na Premiership de nenhuma época em que o desfasamento do nível de investimento entre um clube e os adversários fosse tão grande, como aconteceu em 2004!

Para se ter ideia do que digo, nesse mesmo ano de 2004/2005, o Manchester United, clube que dominava a Premiership como queria, investiu apenas 50 milhões de libras (contra os 143 do Chelsea), e praticamente tudo na compra de um só jogador, Wayne Rooney.

Na época seguinte, o Manchester United investiu... 28 milhões de libras contra os 81 do Chelsea, e em 2006/2007, outros curtos 27 milhões de libras contra outros 80 do Chelsea *(fonte:transfermarkt)

Não querendo aqui de maneira nenhuma retirar o mérito a José Mourinho nas conquistas do Chelsea, mas a realidade era esta – a realidade Abrahamovic – que alterou o paradigma da Premierhip por completo. Não mais a gestão dos clubes se faria por paradigmas de receitas e despesas. Havia agora a possibilidade que clubes sem história nenhuma “comprassem” grandeza e títulos, não através da gestão das receitas que o clube gera, mas através da fortuna pessoal de uns quantos magnatas que não sabem onde gastar o dinheiro.

Resultado: O Chelsea ganhou a Premiership nos primeiros dois anos de Mourinho, e Alex Ferguson e o Manchester United foram os primeiros a perceber que se queriam competir com o Chelsea, a solução só podia ser uma: acompanhar o Chelsea no investimento, porque a grandeza do Manchester United apenas, não chegava!

Na época seguinte, em 2006/2007, e já cansado de ver o Chelsea correr sozinho no mercado de transferências, Alex ferguson disse basta! E o Manchester investou 91 milhões de libras em jogadores...

...E os outros clubes que ambicionavam títulos tiveram também eles de ir atrás... E investiram também.

Os magnatas do petróleo lembraram-se de brincar ao futebol, compraram o West Ham, o Manchester City, o Portsmounth, o Birmigham, e tantos outros, e o futebol virou um jogo descontrolado onde se investe aquilo que os clubes têm e não têm e as receitas que não geram, tudo em nome de uns quantos latões nas vitrinas e da felicidade dos adeptos...

...E quem não gastou ficou para trás... E foi gozado, como o Arsenal tem sido gozado constantemente por José Mourinho, clube que pelo menos teve a decência de não entrar neste circo, e manter equipas competitivas a vender muito, a comprar pouco, porque durante 5 anos a prioridade foi pagar o estádio novo que construíram (e pagaram)!


Extrapolando toda esta história para o caso português, o que eu gostava era que cada Benfiquista aqui refletisse nas politicas que defenderiam, SE, um qualquer Abrahamovic se lembrasse por exemplo de investir uma qualquer fortuna pessoal num clube como o FCPorto.

O que defenderia cada um como rumo para o clube? Abdicar dos títulos em nome do controlo do passivo? Investir aquilo que se tem e o que se não tem, porque um clube como o Benfica vive sobretudo de títulos e da paixão dos adeptos?

Iriam aqueles que hoje defendem a maioria da SAD no clube mudar de opinião e defender que também o Benfica deveria ser vendido a um qualquer magnata de camelos, para que pudesse disputar competições em Portugal e na Europa?

Bem, eu tenho a minha opinião...

A racional, que me diz que o Benfica é dos sócios, que o Benfica tem de ter contas equilibradas e que deve lutar com as armas que tem...

E a emocional que me diz, que se f&$a isso tudo! Eu quero é ganhar títulos, eu quero é gritar Benfiiicaaaaa bêbado no Marquês, eu quero é ver os tripeiros sofrer com as nossas alegrias, e se é o magnata dos camelos que me dá isso, pois que se jogue com a foto de um camelo na camisola!


Retirando aqui agora este hipotético cenário Abrahamovic no FCP e falando de um modo mais realista, Luís Filipe Vieira já anunciou a necessidade de redução de custos na próxima época, e um investimento mais limitado no futebol.

O SCP foi o primeiro a fazê-lo, o Benfica parece vir a seguir (uma ideia que no papel qualquer Benfiquista aplaude), mas... E se o FCP não o fizer?

E se o FCP, por artes mágicas, continuar a ter soluções para investir no mercado e construir planteis bem mais fortes que o nosso?

E se o FCP continuar a ter mais condições para ganhar?

O que dirão então os Benfiquistas? Grande LFV que foi capaz de equilibrar e estancar o crescimento do passivo? Ou “Vai para a rua LFV, que contigo foram apenas 3 campeonatos em 20 anos?!”

Esta é pois a pergunta em que tem de se refletir...

Eu continuo a pensar como sempre pensei: O Benfica vive de títulos, e se quer ambicioná-los, a ÚNICA solução é encontrar soluções para continuar a investir ao nível dos outros candidatos!

Não há outra solução! Não há cá falinhas bonitas de o que importa é o passivo, porque um Benfica que não ganhe não é um Benfica equilibrado, é um Benfica que perde receitas de televisão, de vendas de jogadores, de quotas de sócios, de merchandising, estádios mais vazios, ano após ano!

Num ano em que se anuncia redução de custos e em que os fundos de jogadores parecem ter os dias contados, projetar um Benfica de ambições europeias parece-me uma utopia de todo tamanho...

Podiam até ter razão alguns críticos de que com Jesus o Benfica nunca será um Benfica Europeu!

Podiam até ter razão alguns críticos de que Jesus só é bom contra os Penafiéis e as Académicas!

Como sabem eu discordo dessa visão, mas ainda que assim fosse, eu sou dos que acha que até mesmo para ser bom com Académicas e Penafiéis é preciso ter arte! E nem todos a têm! Se é Jesus que me garante campeonatos nacionais com regularidade, aquilo com que acho realisticamente ser possível sonhar neste momento, digam-me onde assino, que eu assino já.

E ainda assim... Apenas até ao dia em que um qualquer Abrahmovic pegue no FCP... E obrigue o Benfica a ir atrás...

Sim,

A politica desportiva do Benfica será sempre um camaleão, e estará sempre dependente daquilo que os seus rivais fizerem...

O caminho do Benfica é APENAS E SÓ GANHAR, com o Vieira, com o Quintino ou com o Abrahamovic, com sócios ou clientes, com receitas dos bilhetes ou das prostitutas da Albânia...

A missão de LFV é encontrar receitas que tornem a ambição dos Benfiquistas um sonho possível de alcançar...

No dia em que não conseguir, no dia em que os sócios tiverem de optar entre balanços equilibrados e golos, será sempre quem for capaz de garantir os golos, o candidato que falará mais alto ao coração dos Benfiquistas.


LFV saberá seguramente isso como ninguém.

"Reforços" do Rio Ave

Avatar
 ●  70 comentários  ● 
Alguém é capaz de me explicar porque vamos comprar dois jogadores que dispensámos para o o Rio Ave e ainda trazemos outro Derley?

Eu sei que o Rio Ave é uma espécie de brinquedo do Mendes, mas pagar por isso também parece exagero.

Entao agora já jogamos com um n°10 para irmos buscar o Diego? Deixamos sair um 20x melhor que ele para gastar dinheiro no Diego - que não é mau jogador, diga-se.

O Hassan não é nem mais nem menos que o Derley. Se a ideia é deixar sair o Lima, temos o Guedes ou o Rui Fonte não é preciso ir buscar mais um

Enfim, negociatas 

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Mourinho vs. Jorge Jesus

Avatar
 ●  105 comentários  ● 

Já faltava cá um post do grande Redmoon!

Sobre o tema Mourinho sempre tive a mesma opinião.
Vilarinho fez o que devia perante a chantagem de Mourinho. Mas nesse culminar Vilarinho tem responsabilidades na forma como se desenhou o cenário de incompatibilidade entre os dois, quando afirma na campanha que não importa o que acontecesse Toni seria o seu treinador.

Sobre o treinador Mourinho, acho curioso atacarem a postura do Mourinho sem olharem à sua volta.
É que a ascensão do treinador português causou muita comichão por essa Europa fora.

Parecem esquecer que o Chelsea foi campeão pela primeira vez desde os anos 50...com Mourinho.

O Inter volta a vencer uma Taça dos Campeões com Mourinho e eliminando o Barcelona que reinava graças à sua qualidade mas também a arbitragens favoráveis quer em Espanha quer na Europa. Isso fez comichão a muita gente,  por ele ser português.

O Real Madrid vence um campeonato duríssimo frente ao mesmo Barcelona com um recorde de pontos. Coisa pouca,  dirão alguns.

E volta a Inglaterra onde depois de reorganizar a estrutura que ele mesmo tinha lançado há 10 anos e que na sua ausência beneficiou e muito os que por lá andaram,  torna a ser campeão num campeonato recheado de grandes jogadores e treinadores.

A equipa aborrecida de Mourinho vence com mais de 10 pontos de vantagem, com o segundo melhor ataque(neste momento), com a melhor defesa e com uma regularidade enorme. Pouca coisa.

Mourinho tem o estilo que tem. Feio muitas das vezes,  truculento outras tantas. Mas quem pode acusar Mourinho de não ter os jogadores com ele?
Que outro treinador dá o corpo às balas por eles? Que treinador é que tem como estratégia criar cortinas de fumo a fim de defender o seu grupo? Mourinho faz isso com eficácia.

E afinal não tinha também ele razão em querer cortar o lobby do balneário do Real Madrid? Ancelotti, um grande senhor do futebol tem sentido na pele os problemas dos egos gigantes no Real Madrid. Até nisso Mourinho estava certo.

Mas quanto ao tema Mourinho-Jesus?
São incomparaveis. Pelo menos com o currículo de hoje.

Só alguém distraído é que pode pensar que Mourinho tem algum problema com Jorge Jesus. Já o inverso é verdade.
Tem sido sempre o treinador do Benfica a atacar Mourinho, mesmo sem dizer o nome do setubalense. E quem ataca depois sujeita-se a ter a resposta.

Mourinho soube ir para um Chelsea e ascender daí. Mesmo já indo com uma UEFA e uma Champions no seu currículo.
Depois seguiu para Inter, numa altura de futebol italiano em baixa,  e após isso o topo no Real Madrid.

Jorge Jesus, com prestações fracas na competição dos grandes clubes,  acha que pode sair directamente para um gigante europeu. Como diria o próprio Jorge Jesus, só se for na playstation.

Não comparem um treinador que garante títulos nos melhores campeonatos, com conquistas europeias, a um que sem a estabilidade, sacos de dinheiro e paciência de LFV nunca teria tido 3 anos para falhar com treinadores acabados de chegar ao futebol como o Vilas Boas ou o Vítor Pereira.

As arbitragens ajudaram mas quem é que falhou quando não podia falhar? Ou será que só vale a pena gabar vitórias sem assumir as derrotas?

As vitórias do Chelsea e o mérito da estabilidade directiva de Abrahmovic

Avatar
 ●  45 comentários  ● 
Como já aqui referi várias vezes, hei-de ser sempre um admirador de José Mourinho. Para mais vivendo no país onde ele é Rei, sei bem as vezes em que foram ele e o Ronaldo a quebrar o gelo e a fazer a ponte entre nós portugueses e os outros, que por causa dessas duas figuras incontornáveis, os fez curiosos admiradores do nosso país.

Mas confesso que com o passar do tempo, as minhas simpatias por esse grandíssimo treinador português vão diminuindo drasticamente, e começo a achar absolutamente insuportável esta necessidade do homem de Setúbal andar em permanente guerra com o mundo, como se o seu ENORME ego não consiga, por muitas vitórias que se conquistem, viver satisfeito.

Eu compreendia (e apreciava) este estado de quezília permanente no início da sua aventura europeia, quando a desconfiança em relação a si reinava e havia a necessidade de se impor e conquistar o respeito das pessoas...

Mas hoje, depois de tanta vitória, depois de já ninguém ter dúvidas absolutamente nenhuma em relação ao seu valor, e de todos já terem a absoluta certeza de que com Mourinho talvez o futebol não ganhe muito em termos de espetáculo mas o latão acabará sempre por cair na sala de troféus do clube que representa, há guerras que para mim já não fazem sentido.

Os ataques constantes a Pellegrini, a Guardiola ou a Wenger... As eliminatórias  de Liga dos Campeões contra PSG ou seja contra quem for, onde um cenário de guerra é sempre montado antes da partida, e o que se passa no campo é quase sempre uma batalha feia, suja e mal jogada, com os árbitros como protagonistas de enredos dignos de filmes da máfia com Mourinho como realizador, é algo que cada vez mais, me faz torcer contra ele...

E torço contra, porque a Mourinho já acho ter o direito de exigir um pouco mais do que ganhar simplesmente, acho que lhe falta mostrar ser capaz de ganhar jogando de outra maneira... e com outro respeito pelos adversários.

Este Chelsea de Mourinho não joga nada, ofensivamente pelo menos! É um jogo aborrecido e sonolento! Aqueles que criticam Jesus porque contra o FCP o Benfica jogou pouco ofensivamente e teve o desplante de num jogo importante e decisivo jogar para o ponto fundamental nas contas do título, bem, em Inglaterra podem contar seguramente com um Chelsea a jogar assim, não num jogo mas em todos!

E quando se tem aquela matéria prima ao seu dispor, a nata do futebol mundial, não num ano apenas com receio de perdê-los no ano seguinte, mas ano após ano, com tempo de trabalhá-los e montar máquinas demolidoras, perdoem-me aqueles que discordem do facto de eu achar ter o direito de exigir mais do que aquilo que vejo do Chelsea em termos de futebol jogado...

E isto leva-me para a guerra surda que Mourinho mantém com Jesus, que só alguns, aqueles para quem Jesus não é Deus porque são ateus, mas que deixam de ser ateus para eleger Mourinho como o tal Deus que vem à Terra colocar o falso Deus no seu lugar, não percebem a contradição de muitas das suas opiniões.

A verdade é que criticar o ego de Jesus e passar uma esponja pelo de Mourinho é de uma contradição atroz...

Criticar a análise pragmática de Jesus a certos jogos e elogiar o futebol do Chelsea que vemos semana após semana (eu deixei de ver porque dá-me sono), é uma análise de uma incoerência abrupta...

Discutir aqui se Mourinho é maior que Jesus ou se Jesus é maior que Mourinho, é uma discussão que nem sequer coloco! Mourinho ganhou em todo o lado por onde passou, jogando com os melhores e contra os melhores, coisa que Jesus nunca teve oportunidade de mostrar ou fazer!

Mas aceito perfeitamente que alguém ache (como Jesus acha), que tendo essa oportunidade também seria capaz de o fazer, e com mais estilo ainda do que Mourinho!

Acho perfeitamente normal que Jesus se queira fazer notado, que se compare com os melhores, que se coloque em bicos de pés, que queira gritar ao mundo “Venham-me buscar que eu chego aí e ganho imediatamente!” Acho perfeitamente normal que Jesus acredite cegamente nas suas capacidades e que queira ganhar as maiores competições do mundo!

O que eu já não acho normal é que Mourinho ande nesta guerra surda com alguém que treina “apenas” um clube de Portugal com pouca projeção lá fora, e que sinta esta necessidade de guerrilha com alguém que pela lógica o deveria incomodar tão pouco!

Mas a verdade é que JJ incomoda Mourinho, e muito!

E por isso também não acho normal que Benfiquistas venham dar relevo às palavras de Mourinho sobre o futebol português, ignorando que o único propósito das declarações foi atingir Jesus, nada mais, e que por isso de credibilidade têm zero!

Mourinho só se refere a Jesus para lembrar “o ano em que perdeu tudo e o LFV o manteve...”

Mourinho elege o Porto como o vencedor na Europa, para lembrar, claro, que o Benfica de Jesus caiu cedo... e o Porto foi o vencedor de... mas espera lá, o Porto ganhou alguma coisa? Levar 6-1 nuns quartos de final dá passagem de eliminatória?!
                                                    
O mérito das vitórias deste Benfica é de... LFV, hahah, pela estabilidade que deu... Já as vitórias do Chelsea são obra de Mourinho, nada fruto da estabilidade de Abrahmovic, que como sabemos fez do Chelsea um clube financeiramente instável e de recursos muitíssimos escassos!

Jesus só serve portanto para Mourinho cá vir buscar os Coentrões, os Matics e os Di Marias, para chegarem ao seu clube e renderem imediatamente, como que por obra divina, sem qualquer necessidade de treino!

Que isto não sirva claro para diminuir os méritos de LFV nas conquistas destes últimos seis anos! Mas se há algo que mudou realmente e que foi a grande diferença entre estes últimos seis anos e os nove anos que o precederam foi... Jorge Jesus... Para alguns claro, a diferença terá sido os milhões, mas de onde vieram os milhões senão fruto das vendas de jogadores que Jesus valorizou?

Tal como a grande diferença entre este reinado de José Mourinho no Cheslea e o reinado de Di Mateo, Scolari ou Ancelotti, não foi a estabilidade dada por Abrahmovic mas sim a diferença que ter um GRANDÍSSIMO treinador pode fazer!

Dizer que Lopetegui deve ficar no Porto porque Jesus também ficou depois de perder tudo, é ignorar que há uma diferença abissal entre perder sem nunca ter mostrado nada, ou perder quando já se tinha sido campeão anteriormente, quando já se tinha conquistado a admiração dos adeptos, quando se perde uma final de Liga Europa ou se perde um campeonato com 77 pontos, o máximo que Jesus conseguiu em termos pontuais em seis anos de Benfica!

Reconhecer qualquer golpe de génio a FLV por ter mantido JJ depois de uma época com final apocalíptico, é ignorar que tal como aconteceu com  Fernando Santos uns anos antes, também JJ esteve muitíssimo perto da porta da saída, não tem acontecido o milagre do Benfica ter marcado dois golos nos descontos na Luz contra o Gil Vicente o ano passado quando perdia 0-1, que faria dessa derrota um elefante muitíssimo difícil de digerir! Correu bem, mas também podia ter corrido muitíssimo mal!

Por isso as coisas são como são, e as vitórias e as derrotas hão-de ser sempre mérito de muita gente, e também fruto de alguma sorte e de azar e de variáveis que não controlamos! O que eu acho é que há diferentes fatias de mérito, e quer no caso do Chelsea quer no do Benfica, Mourinho e Jesus têm forçosamente de ter a maior fatia desse mérito.

Pode o Benfica continuar a ganhar com outro treinador? Evidentemente que sim! Mas é preciso cuidado com a facilidade com que se pensa que qualquer um serve! Abrahmovic também achou um dia que Mourinho podia sair porque qualquer um servia! E não serviu! E teve de engolir o sapo e chamá-lo de volta!

É muito mais fácil ganhar quando se gasta muito mais do que os adversários mas, o futuro do Benfica não parece ser esse, e com recursos mais escassos (como teve o Benfica este ano em relação ao maior rival), Jesus mostrou ser capaz de fazer a diferença!

E sim, já não admito sequer a possibilidade do Benfica perder este campeonato!

ranking