O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 23 de março de 2013

CR7

Avatar
 ●  48 comentários  ● 
Em dia de tourada à moda do Visconde, e no seguimento do post do Shadows sobre a equipa da FPF, lembrei-me de escrever este sobre a minha opinião acerca do melhor jogador português de futebol profissional da actualidade. Prefiro escrever sobre o Glorioso, mas o rapaz até merece que lhe dedique um postzito…
Cá em casa, a minha mulher diz que eu embirro com ele, e que já o tomei de ponta. Eu cá continuo com a minha ideia…
Vou deixar que cheguem à vossa própria conclusão. Aqui vai:
Por onde começar?
  • Podemos falar do CR7 como o melhor jogador português… atualmente.
Acho que ninguém será capaz de o negar. É de facto o melhor atualmente. E a larga distância, já que não estou a ver ninguém que consiga manter os resultados/exibições/regularidade que ele tem mantido tanto no Real como no Man Utd. Não há discussão aqui.
  • Podemos falar do CR7 como sportinguista, ou antes, como red devil…
Tanto quanto sei, ele é lagarto. No entanto, a comparação entre o festejo dos seus golos contra a antiga equipa faz-me pensar que ele é mais adepto do Man Utd do que do scp. No Man Utd, marcou um golo ao sporting e… encolheu os ombros (toda a gente sabe que é uma expressão de respeito…); no Real, marcou ao United e foi o que se viu: levou as mãos ao peito e pediu desculpa aos adeptos.
Eu sei que é díficil para qualquer lagarto digerir isto, ainda para mais depois das comparações falhadas Rui Costa-SLB e Figo-scp (um quis regressar à sua casa de sempre, o outro só quer distância do sporting) feitas por aqueles sportinguistas que há anos sonham que o “seu” Figo ainda voltará um dia, qual D. Sebastião… Temos pena, ou não.
  • Podemos falar do CR7 como alguém capaz de comprar um filho.
Este é um dos dois motivos que me faz não gostar do rapazinho. Vai simplesmente contra a minha ideia de constituir família o passar um cheque de não sei quantos milhões para comprar… um filho. Acho que é de uma distorção de valores morais só comparável com a pretensão dos homosexuais em ter filhos.
Reduzir o facto de trazer ao mundo uma criança a uma simples transação comercial é para mim revelador do carácter de uma pessoa. O dinheiro tem esse “bom” efeito revelador.
  • Podemos falar do CR7 e da sua inglória batalha contra Messi.
Aqui sim, há discussão. Ponto um, felizmente sei apreciar futebol sem ser tendencioso. Com isto quero dizer que lá porque CR7 é português não é por isso que automaticamente sou seu fã incondicional. Prefiro Messi a CR7. Porquê? Porque prefiro o génio do argentino à capacidade de trabalho do português.
Analisando um e outro, apesar de não serem verdadeiramente comparáveis, acho que o CR7 deve ser dos jogadores mais trabalhadores e mais dedicados que existem. O trabalho, o mérito e o talento são inegáveis, para além de ser muito mais forte fisicamente e completo como jogador do que Messi. Mas o argentino é um verdadeiro génio do futebol. É tão regular, ou mais, do que o CR7, mas tem algo que o português por muito que trabalhe não tem. Magia. Para mim é essa a diferença e é também por isso que sou fã incondicional de jogadores como o Rui Costa e o Aimar. São simplesmente geniais.
Já na questão das eleições para Melhor Jogador do Mundo serem algo tendenciosas, depois do que se viu com o episódio FIFA/Mourinho, da suspeita já não se livram. Ainda assim, não acho totalmente descabido o resultado final. Deve ser um grande galo para o CR7.
  • Podemos falar do CR7 e das suas mulheres.
É óbvio que ele tem a que quer. Mas também só fica com a que a mãezinha dele aprova…
Que o digam a Nereida e a Merche Romero.
  • Podemos falar do CR7 e da sua prestação na equipa da FPF
Se ele jogasse tanto na seleção como joga no Real…
Esperem, já sei o que vão dizer: ah e tal, a táctica é diferente… ah e tal, ele não tem a mesma liberdade na seleção… ah e tal, não há rotina na seleção… TRETAS e DESCULPAS.
Tanto no caso do CR7 como no caso do Messi (sim, porque já sei que inevitavelmente viria a comparação com Messi/Argentina), julgo que ambos são vítimas de outros factores que não a sua desinspiração. Não duvido da capacidade e determinação de ambos em defenderem o seu país, até porque têm uma reputação a defender, mas parece-me mais que não têm é companheiros nem estrutura federativa que os apoie convenientemente, ou da mesma forma que têm nos seus clubes. Parece-me mais ser esse o caso, pois não duvido da capacidade de nenhum deles, nem acho que seja uma questão de dinheiro.
  • Podemos falar do CR7 e compará-lo a Eusébio, ou não…
Outra comparação impossível. Por muitas Champions League, campeonatos e taças que ganhe, por muitos golos que marque e jogos que faça, por muitos recordes que quebre, NUNCA o CR7 vai ter o mesmo impacto e importância que Eusébio teve. São contexto temporais/económicos/históricos/futebolísticos completamente distintos. O que Eusébio fez pelo Benfica e por Portugal nunca ninguém voltará a fazer.
Numa outra perspectiva, e comparando com a realidade noutro desporto, é o mesmo que dizer que por muitos campeonatos que o Schumacher ganhasse, NUNCA teria a mesma importância e impacto que o Ayrton Senna teve na F1!
  • Podemos falar do CR7 e da sua relação com os portugueses, e principalmente com os benfiquistas.
Em relação aos portugueses, acho que ele sempre esteve impecável. Em relação aos benfiquistas, surge aqui o segundo motivo para não gostar do CR7. É inesquecível para mim aquele dedo apontado aos benfiquistas em pleno Estádio da Luz, num jogo contra o Man Utd. Se eu critico o Cardozo pelo facto de me ter mandado calar (coisa que só admito aos meus pais), muito menos admito que um fedelho mimado me mande para o caralho (coisa que só admito aos meus amigos).
  • Podemos falar do CR7 e da idolatria de que é alvo por parte do lagartos.
O CR7 é apenas… mais um Figo.
À falta de motivos de orgulho no próprio clube, a roçar mesmo a frustração de ver o scp nas ruas da amargura e de simultâneamente ver o Glorioso na mó de cima, resta-lhe idolatrar o “seu” menino… É impressionante ver a forma como os lagartos defendem com unhas e dentes o CR7, nunca lhe notando nenhum defeito e espumando pela boca quando alguém o faz. Mais uma vez vivem na esperança de que um dia voltará. Onde é que eu já vi este filme???
  • Etc etc.
Concluindo, CR7 é mesmo o melhor jogador português, mas o melhor do mundo é… Messi.
Agora digam lá, sou eu que embirro? :)

sexta-feira, 22 de março de 2013

O problema é Paulo Bento ou os jogadores? Ou ambos?

Avatar
 ●  21 comentários  ● 

Portugal continua a não jogar nada. E os resultados maus continuam a complicar as contas para o Brasil.

Têm a maioria dos jogadores nível para uma selecção nacional? A escolha procura os melhores ou os preferidos de algum empresário?

Paulo Bento, treinador que recolhe algumas simpatias junto dos portugueses, ainda não mostrou se faz parte do problema ou da solução.


E novamente o Estádio do Algarve no caminho do Benfica ?

 ●  30 comentários  ● 

Tudo indica que o Estádio do Algarve irá novamente ser palco para um jogo da Liga da nossa equipa de futebol profissional.
Segundo as notícias de hoje, a direcção presidida por Isidoro Sousa, pondera realizar o jogo contra o Benfica, não no seu habitual estádio, o José Arcanjo, mas sim no Estádio de "Loulé".
As razões evocadas são a má qualidade que o relvado do José Arcanjo apresenta e a realização de uma maior receita.

Todos a correr aos supermercados para comprar lenços para oferecer aos nossos rivais, porque já sabem...

Vem aí choradinho !!

quinta-feira, 21 de março de 2013

"Dizem que somos loucos da cabeça" SHOW

 ●  9 comentários  ● 
A origem do cântico é o clube do Papa Francisco, San Lorenzo - na Argentina, onde o cântico é um fenomeno brutal que arrasta multidões, ou melhor, arrasta um estádio inteiro a cantar ao mesmo tempo:



Os nossos enormes No Name Boys (petardos à parte são claramente a melhor claque de Portugal e das melhores da Europa) fizeram uma adaptação deste cântico para o nosso Sport Lisboa e Benfica e fazem-no com uma coreografia fantástica:





A letra é qualquer coisa deste género:


Dizem que somos loucos da cabeça
Amamos o Benfica com certeza! 
Somos o braço armado do Benfica
...fazemos do Topo Sul a nossa vida!
Oh Sport Lisboa
Oh e Benfica...


Na linha deste cântico, o grande benfiquista Nuno Gomes celebrava assim a vitória em Guimarães no Twitter:





FIFA e UEFA em cheque, novamente.

Avatar
 ●  8 comentários  ● 
FIFA:

"Informação avançada pelo jornal “AS”: A FIFA pode provar, através de documento oficial, que o voto de Goran Pandev para melhor treinador foi para Vicente del Bosque e não para José Mourinho, conforme declarou o capitão macedónio.
Segundo jornal espanhol, o documento enviado pela seleção da Macedónia, que deu entrada na FIFA a 9 de novembro de 2012, reproduz fielmente com o que foi publicado no site do organismo que rege o futebol Mundial e que atribui o voto de Pandev, que trabalhou com Mourinho no Inter, a Del Bosque. A segunda escolha do avançado, de 29 anos, foi Roberto Mancini (Man. City) e a terceira Jurgen Klopp (Dortmund).

Pandev confirmou ontem as declarações de Mourinho sobre irregularidades no processo de eleição de melhor treinador, assegurando que escolheu o português e que o seu voto acabou por ser atribuído ao selecionador espanhol." - pasquim do Serpa.


UEFA:

"Aí está mais um caso que promete fazer correr muita tinta. Ahmet Cazar, antigo árbitro turco, foi a um canal de televisão denunciar a manipulação no sorteio da Liga dos Campeões.
O facto do Galatasaray ter saído em sorte ao Real Madrid, com o Barcelona a defrontar o PSG (teoricamente, adversários favoráveis aos principais favoritos) levou o antigo juíz a denunciar todo o caso.

O vídeo que segue abaixo explica em concreto como tudo se processa: bolas que vibram, ao invés das tradicionais bolas quentes, que chamam a atenção a quem as tira... em sorte." - pasquim do Serpa.


Quem no seu perfeito juízo, pode sequer desconfiar de Blatter ou Platini? Sinceramente...

Fora de Campo: José Sócrates.

Avatar
 ●  30 comentários  ● 

Ter José Sócrates a comentar política e a situação actual do país é o mesmo que ter Artur Jorge a comentar a destruição de um plantel campeão em 1994. Ou George W.Bush a falar sobre o perigo de armas de destruição maciça no Iraque.

Acrescento: Ainda mais 'engraçado' é ler que ele vem a 'custo zero' e 'salários zero'. Depois de quase 2 anos em Paris a viver do 'nada', agora volta para Portugal continuando a viver do 'nada'. Qual é a receita, José Sócrates???

quarta-feira, 20 de março de 2013

Reestruturação no Futsal. Obrigado Ricardinho...

 ●  8 comentários  ● 

FINALMENTE! 

E nem é pelo Paulo Fernandes que escrevo este "finalmente" se bem que este se deixou ficar como vitima de um perfil de relação com certos jogadores que mais tarde ou mais cedo haveria de fazer de um bom treinador... a vitima de todo o processo.

Mas com ele saiu mais gente que, esse sim estava a mais há já muito tempo, respeitando obviamente as qualidades humanas e até profissionais que não me considero com capacidade para avaliar ou julgar, mas porra que havia ali um que já era o problema, já nem era parte dele...

Foi preciso "tomates" para uma razia destas, mas em boa hora foi feita e em boa hora tivemos o alerta de um "profissionalão" como o Ricardinho para talvez abanar a estrutura do SLBenfica para que isto pudesse acontecer.

Dentro e fora de campo, Obrigado Ricardo Braga.
Aos que saíram  toda a sorte do Mundo e que sejam felizes, pois a performance menos boa e a forma como estava a contribuir para um lado menos bom do futsal do SLBenfica não deve ser motivo para não lhes agradecermos por muitas coisas boas que também fizeram.

Sol na eira e chuva no nabal...

 ●  25 comentários  ● 


Portugal, 20 de Março de 2013



Aqui na minha terra quando queremos ilustrar duas situações impossíveis de realizar em simultâneo, dizemos “queres sol na eira e chuva no nabal”. De facto, o sol fazia falta no verão, quando se batia o trigo nas eiras para depois transformar em farinha nos antigos moinhos, a chuva faz falta no Outono e Inverno quando o naval dos tubérculos dos nabos cresce para originar os saborosos grelos que acompanham os enchidos grelhados que se fazem por aqui.


Vem isto a propósito da actual situação desportiva da equipa de futebol, onde a propósito dos 4 pontos de avanço (algo que era impensável para muitos teóricos do nosso futebol, incluindo bloguistas), já se desenvolvem algumas teses sobre como escalar a equipa daqui em diante, de modo a maximizar a colheita, ou seja, de modo a ganhar todas as competições em que ainda estamos envolvidos.


Vou ilustrar esta questão, e uma vez mais, com José Augusto que na Benfica TV já disse como é que Jesus tem de fazer. Não foi bem assim, mas ao concordar efusivamente com Jesus quando este afirmou “meter a carne toda no assador”, José Augusto comprometeu-se com a opção de meter sempre o que é considerado o melhor 11 base da equipa. 


Deixem-me abrir um parêntesis para explicar que nada me move contra Jose Augusto, bem pelo contrário. Mais do que ser uma velha glória do Benfica, símbolo vivo de outros tempos gloriosos a nível europeu, José Augusto apoiou, tal como eu, a candidatura de João Vale e Azevedo na derrota de Novembro de 2000. Foi corajoso e coerente com o que sabia do clube e do que valia a lista rival. Hoje foi cooptado para transmitir a mística desses tempos, e eu acho bem, todos somos poucos para construir um Benfica melhor.


A minha insistência com o seu nome, quando faço certas criticas a uma certa forma de ver futebol, prende-se com o facto de ele ser uma referência e porque está sempre na Benfica TV nos pós jogos. Se fosse outro, certamente falaria de outra pessoa, caso essa pessoa pensasse de forma igual (já não cito o Pedro Valido, e não é por acaso).


Ora porque razão estou aqui a falar de sol na eira e chuva no nabal? Porque nesta fase crítica da época desportiva, tenho lido muita gente a defender que Jesus está a fazer má gestão, quando ganha sem nota artística (casos recentes de Aveiro e Bordéus na Luz), e tenho lido também muita gente a defender a utilização sistemática do onze base que melhores espectáculos tem garantido, com vitórias seguras (por regra) e com alguma nota artística (casos recentes de Gil Vicente na Luz, Bordéus e Guimarães fora de portas).


Vamos por partes. No ano passado, por estas alturas o Benfica estava a perder 5 pontos em Guimarães e Coimbra, para logo de seguida perdia mais 3 no confronto directo com o FCP. De uma situação de + 5 pontos, passamos para uma situação de – 3 pontos. Qual foi a leitura que os teóricos amnésicos fizeram na altura, para explicar essa “súbita” queda de produção? Lembram-se? Eu lembro: 1) Jesus arrasa com os jogadores nos treinos, 2) o modelo de jogo de Jesus obriga a um vaivém permanente o que desgasta os jogadores, facto acentuado com o progredir da época, 3) Jesus não sabe gerir o plantel.


Mais coisa, menos coisa, andava à volta disto.


Ora passado um simples aninho, e quando vemos JJ dar mais minutos a alguns jogadores, sempre na perspectiva de minimizar os minutos jogados até final da época, o que vemos? “Ah e tal, a equipa não está a jogar nada”. Ou seja, agora que vamos ganhando, o que conta é a nota artística. No ano passado que tivemos nota artística, pelo menos em Coimbra (massacre total) e em casa com o FCP, já o problema era de falta de gestão.


Isto também defendeu José Augusto nos pós jogos do Benfica, nessa época, ao passo que esta época defende a utilização do mesmo onze base nas três frentes que estamos a disputar. José Augusto não é uma pessoa qualquer, por isso para mim, vejo através dele, uma situação grave de falta de cultura desportiva. E de falta de memória, que só agrava ainda mais o problema da falta de cultura.


Vamos ser francos. JJ utiliza os mesmos modelos de jogo que utilizou no ano passado. O 4-4-2 em losango nos jogos em casa e na maior parte dos jogos fora. O 4-2-3-1 em alguns jogos mais difíceis como foram os jogos da Champions (Celtic fora e Barcelona duas vezes) e na Liga Europa (Leverkusen duas vezes, Bordéus fora). Os treinos seguramente serão dados da mesma maneira. O desgaste dos jogadores será pois o mesmo.


Mas esta época em alguns jogos, JJ quis proteger alguns jogadores, a equipa perdeu nota artística mas ganhamos. E que vimos? Criticas e assobios. 

Há alguma coisa de errado aqui. E seguramente não sou eu. Nem JJ.

Debate do Sporting: cordial mas fraco.

Avatar
 ●  18 comentários  ● 

A moderação do debate esteve a cargo do melhor jornalista desportivo em actividade na televisão portuguesa: Paulo Garcia. 
Fez e insistiu em todas as perguntas essenciais, mesmo quando os candidatos não respondiam

E foi esse o principal problema: os candidatos, em especial na questão financeira, limitaram-se a dar respostas vagas, cheias de chavões, mas sem esclarecerem de onde vem o dinheiro que afirmam ter, nem o que vão fazer ao resto do património do SCP.
Os sportinguistas é que ficaram a perder.

No que mais me interessava perceber, quanto ao posicionamento do futuro presidente do Sporting face ao 'sistema', também esse ponto não foi esclarecido.

Bruno Carvalho e José Couceiro parecem caras diferentes de uma mesma realidade, demasiado próxima do que tornou o Sporting num clube submisso e moribundo.
Carlos Severino penso que terá perdido ontem as hipóteses que tinha para ser eleito. Muito nervoso e sempre com o discurso de 'calimero' ficou distante de passar tranquilidade. Tem boas ideias, mas a sua imagem é um problema. 

Resumindo, duvido que seja desta que o Sporting vá ter um presidente à altura de João Rocha. 
Pelo contrário. E isso será o seu fim.




Partilha de conteúdos de televisão.

Avatar
 ●  23 comentários  ● 

Estariam os benfiquistas de acordo com a partilha remunerada de conteúdos que não coubessem na grelha da BTV com outros canais?
Por exemplo, alguns jogos da Liga Inglesa.

- BOLATV
- CMTV
- SPORTTV

Ou nenhum deles? 

terça-feira, 19 de março de 2013

Assalto ou 'assalto'?

Avatar
 ●  11 comentários  ● 
"Na madrugada de 10 de Fevereiro, a sede da Federação Portuguesa de Futebol foi assaltada. O computador do presidente, Fernando Gomes, da sua assistente e de Vitor Pereira - presidente do Conselho de Arbitragem da Federação - foram furtados.

A PSP está a investigar se o assalto à FPF foi simulado, já que o assaltante parecia conhecer as instalações onde, num período de 12 horas, esteve duas vezes. 

O roubo pode ter sido encomendado num quadro de guerra de árbitros." - in Pasquim do Serpa.

O assalto foi peculiar. Um assaltante que não se preocupou em esconder a cara, em ter deixado para trás ferramenta(s) com que entrou nas instalações e sangue, o facto de ter lá estado 2 vezes em 12 horas, e por onde supostamente acedeu.

Mas os aspectos estranhos não ficaram por aqui.
A rapidez com que o sempre discreto Fernando Gomes veio a público tomar esse roubo como um ataque à sua liderança surpreendeu. Ou Fernando Gomes já tinha sido ameaçado ou esse indignação não passou de uma cortina de fumo para o sucedido.
É que só bastante mais tarde é que foi tornado público que também o computador de Vítor Pereira tinha sido roubado.

Ora, que informações sensíveis poderia ter o computador de Fernando Gomes ou da sua secretária? A agenda dos almoços do presidente da Federação?

Seria o verdadeiro alvo Vítor Pereira e as informações sobre os árbitros contidas no seu computador?
Ou nada mais que um ato de intimidação por alguém, que a mando de um terceiro mostrou como nada ou ninguém está a salvo?
Será que é um 'assalto' efectuado a pedido da 'legalidade'?

O assunto está nas mãos da mesma justiça que matou o Apito Dourado. 

Jesus, escuta és um...

 ●  29 comentários  ● 
Este "jingle" será talvez o mais suave que acontecerá a Jorge Jesus se tiver a coragem de sair do SLBenfica depois de conquistar, como esperamos, o título de campeão nacional nesta temporada e, quem sabe, a Taça de Portugal e/ou a Liga Europa...

Há um rumor que corre nos meandros do futebol que, contrariamente à renovação já apalavrada que dizem que existe, diz antes que o Jorge Jesus terá ficado descontente com o facto de Vieira não ter assumido logo na reeleição que ele era o seu treinador e com isso proposto a renovação, não aceitando agora negociar antes do final da época para, tal como da ultima vez que foi campeão, "jogar" com o interesse desesperado do FCPorto em deixar uma marca mortal na Luz.

A ser verdade, eu já aqui disse que o SLBenfica não deve temer a saída de Jorge Jesus para o FCPorto, mas pelo contrario deve sim desejar a sua permanência na Luz - o que são questões completamente diferentes. Já aqui disse, que se Jesus quer ir... Que vá, mas assuma como homem que ao contrario do que afirma, pretende ser um treinador "de estrutura" e ganhar de forma "fácil" e porventura ilegal.

Na minha perspectiva, o Jesus demonstrou esta temporada ter aprendido com os erros do passado - quem não se lembra das responsabilidades reais dele na perca do campeonato no ano passado - tem um discurso frequentemente mais moderado e ainda que haja muito por fazer, a estrutura do SLBenfica está a melhorar (de forma pouco ambiciosa, mas a melhorar).

Posto isto, e numa hora de cerrar fileiras, com Jesus a demonstrar que é o treinador que o SLBenfica precisa (que outro faria melhor?) e com os adeptos do SLBenfica a reconhecer ao treinador a sua evolução como treinador de uma grande equipa, é o momento de ser anunciada a renovação (os valores interessam apenas a quem os negoceia) e deixar isolado num momento crucial o Vítor Pereira e o FCPorto que perde dessa forma uma potencial arma se desestabilização que tem sido frequentemente utilizada pelos jornalistas para lançar confusão, virando-a precisamente contra o FCPorto e Vítor Pereira.

Se Jesus quer o SLBenfica, é hora de o assumir...
Se o SLBenfica quer o Jesus, é hora de o demonstrar...
Se os adeptos percebem que Jesus é hoje melhor treinador que há um ano ou dois, temos que suportar a incentivar este processo.

Vamos lá Jesus, é hora dos Homens... E é de Homens que se faz a histórica.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Miss Benfica

Avatar
 ●  7 comentários  ● 

Deixem lá por um bocado de dar atenção aos corruptos e à euforia vermelha que por aí vai, e digam lá se a mulher benfiquista não é a mais bonita...



Antena de "aluguer" - Comunicado do Sport Lisboa e Benfica.

Avatar
 ●  25 comentários  ● 


"Onde ficou a deontologia?

Comunicado: Antena de “aluguer”


Ponto prévio a tudo quanto mais à frente vai ser exposto: o Sport Lisboa e Benfica condena, como sempre condenou, qualquer tipo de violência.


A SIC apresentou, no passado sábado, um “exclusivo” no seu principal bloco informativo. O exclusivo não resultou de qualquer trabalho jornalístico, resumiu-se apenas à transmissão de imagens que foram “entregues” a um jornalista da redacção da SIC no Porto. A SIC limitou-se a reproduzir imagens que alguém tinha interesse em que fossem difundidas.

Ao contrário do que mandam as normas deontológicas que regem a profissão, a SIC avançou com as imagens sem que de forma idónea pudesse constatar coisas tão básicas como se as imagens tinham sido previamente seleccionadas e editadas, o tempo e as circunstâncias das mesmas. Também teria ficado bem à SIC avisar os telespectadores que as imagens lhes tinham sido facultadas.

Foi pena a SIC não ter querido fazer um trabalho exaustivo sobre a violência nos campeonatos nacionais de futebol deste ano e o seu denominador comum: Braga B-Leixões, Braga B-Belenenses, Vitória de Guimarães B-Braga B, Braga–Paços de Ferreira e, ainda este fim-de-semana, o Braga B-Sporting B.

Posto isto, fica claro para o Sport Lisboa e Benfica que:

a) A SIC prestou no sábado, de forma assumida, um serviço a alguém;
b) Que não quis fazer um trabalho sério sobre a violência no futebol português;
c) Que o Ministério Público deve investigar as imagens difundidas pela SIC em forma de antena de “aluguer”, as suas causas, o enquadramento em que tudo aquilo se verificou, mas também o crime que está por detrás da exibição dessas mesmas imagens." - in Sport Lisboa e Benfica.


A ferro e fogo. E mais um critério curioso da PSP e do Serpa.

Avatar
 ●  4 comentários  ● 

Sei, através de um conhecido meu do meio jornalístico - e por favor, não me peçam para revelar a fonte - que o Danilo e o James andaram à 'batatada' no autocarro do FCP! Difundam o rumor (verdadeiro) nos sítios certos, até se ir alastrando, e questionem porque é que a imprensa fecha os olhos a estas situações quando é com os corruptos. Isto passou-se a seguir ao jogo com o Málaga.
Saudações benfiquistas
Seguidor do MasterGroove (que pede anonimato).

"Madrugada quente para o plantel do FC Porto. Depois do empate na Madeira, com o Marítimo (1-1), e com a vitória do Benfica em Guimarães (4-0), os azuis e brancos ficaram a quatro pontos de distância dos encarnados e já não dependem deles para chegar ao título.

Ora esse facto não agradou, naturalmente, aos adeptos do emblema da Invicta que, durante a madrugada foram receber a equipa ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, numa receção marcada por insultos e arremesso de tochas e petardos.

O avião que transportou a comitiva aterrou no Porto às 0.46 horas e, nessa altura, já os adeptos se encontravam nas imediações do aeroporto.

Perto da 1.30 horas, a equipa saiu pela zona VIP da aerogare onde a esperava o autocarro do clube e, nessa altura, cerca de uma centena de adeptos aproximaram-se, lançando tochas e petardos na direção do veículo, surpreendendo os jogadores, pouco habituados a situações destas. Os insultos também estiveram presentes e Jackson, que falhou uma grande penalidade na partida da Madeira, foi um dos principais alvos da ira dos adeptos do FC Porto.

PSP confirma incidentes

O gabinete de Relações Públicas do comando da PSP do Porto confirmou a A BOLA a ocorrência destes incidentes, garantindo que não houve registo de qualquer detenção. Há ainda a informação de que alguns agentes se deslocaram para o Estádio do Dragão para precaver qualquer ato de violência, porém, não foi preciso qualquer intervenção dos agentes." - in Pasquim do Serpa.

A PSP, em especial a da cidade do Porto mas não só, tem sempre uma postura bem contida quando se trata de gente ligada ao FC Porto. Sejam roubos em bombas de gasolina ou outros estabelecimentos comerciais(como se viu em Málaga), sejam agressões ou desacatos, estes senhores gozam de uma impunidade assinalável.

O episódio mais recente reporta a Janeiro deste ano:
"«O Sport Lisboa e Benfica repudia a atitude da Polícia de Segurança Pública logo após o final do clássico de Hóquei em Patins, realizado este sábado, no Pavilhão Império Bonança. No momento em que os atletas do FC Porto abandonavam a pista de jogo, e no seguimento de diversas provocações feitas aos apoiantes benfiquistas pela equipa visitante, o hoquista Edo Bosch agrediu – já junto ao túnel de acesso aos balneários – com o stick um adepto que estava na bancada. Tudo isto perante a passividade de elementos da PSP ali presentes. A atividade da polícia verificou-se logo depois, mas para entrar bancada dentro numa carga policial inexplicável, onde nem crianças nem mulheres foram poupadas», pode ler-se no documento.

«É lamentável», continua, «que as autoridades policiais insistam numa dualidade de critério e de atitude difícil de compreender, atacando os adeptos do Clube no pavilhão da Luz e fechando os olhos a tantos exemplos de má conduta portista no Dragão Caixa, tendência repetida ano após ano. A Direção do Clube acompanhará a situação na defesa do interesse dos sócios e adeptos do SL Benfica», termina." - Sapo Desporto.

Um clube que não sabe vencer(e da maneira como vence) muito menos sabe perder. 

Curiosa tembém é a expressão do jornal do Serpa, que afirma que os jogadores estão pouco habituados a situações destas. Nada mais que branqueamento das agressões e intimidação comuns a jogadores e treinadores do FC Porto. A revolução no futebol português também tem que passar pelo jornalismo medroso e submisso.


Água na fervura

 ●  13 comentários  ● 
Só um pequeno lembrete a todos os benfiquistas e principalmente á estrutura do clube (dirigentes, equipa técnica e jogadores): NADA ESTÁ GANHO.

Euforia é só no fim de Maio se houver razão para isso. O ano passado também tivemos uma vantagem de cinco pontos que se esfumou em dois ou três jogos. E o Benfica ainda tem que jogar com os dois clubes que roubaram pontos ao Porto nesta segunda volta.

Para o Porto nos roubar o campeonato basta que aconteça o seguinte:
Marítimo - Benfica - árbitro Carlos Xistra,
Benfica - Sporting - árbitro Olegário Benquerença
Porto - Benfica - árbitro Jorge Sousa

Lembrem-se do jogo com o Nacional e do que as arbitragens habilidosas fazem. Até agora tivemos amigáveis. O Campeonato Português (com a fruta e os árbitros amigos do Papa) começa agora.

As (muitas) conquistas em Guimarães...

 ●  18 comentários  ● 

Ontem foi muito mais que uma vitória em Guimarães... foram várias.

- O SLBenfica passou a ser o único clube nacional a depender de si próprio para ser campeão.
- "Vencemos" a recordação psicológica da derrota de Guimarães na temporada passada que nos tirou o titulo.
- Jorge Jesus deu uma demonstração de grande capacidade de organização e planeamento, apresentando uma equipa "fresca" e com enorme competência técnica e táctica.
- O Guimarães do "benfiquista" Rui Vitória deu uma excelente réplica, apesar das várias limitações do plantel, dando conta que teremos ali um futuro sucessor à altura de Jorge Jesus... para depois de ser aposta em Braga.
- Cardozo, depois de um grande jogo em Bordéus, voltou a impressionar pela capacidade de envolvimento no jogo do SLBenfica. Impressionante evolução do Tacuara nesta recta final do campeonato a vergar os mais críticos - como eu. Mas que em boa verdade é um vergar que dá gosto, pois nunca vimos o Cardozo com esta capacidade física e com esta envolvente técnica. Seguramente que as "poupanças" de Jesus e a chegada de Lima (que jogador!) não são alheios.
- De Guimarães vieram ainda as imagens de Ricardo Lemos a "preparar" Garay e Jesus para as "flash interview" no final do jogo - um excelente sinal de organização.
- A moral imensa dos jogadores, altamente focados e com elevadíssima agressividade, estiveram imperiais perante os grunhidos hostis dos adeptos de Guimarães. A atitude de Cardozo foi fabulosa:



Estamos a ficar muito próximos dos objectivos e a mensagem do Presidente foi muitíssimo importante.

Manter a serenidade, mas também a imensa vontade de, como diz Jesus, "meter a carne toda no assador" para trazer as três competições onde estamos envolvidos. Temos condições para tal.

domingo, 17 de março de 2013

Missão cumprida!

 ●  23 comentários  ● 
Ao contrário do básquete, em que hoje o Benfica foi cilindrado pelo Vitória no futebol a equipa decidiu ouvir os avisos de Luís Filipe Vieira (que pela primeira vez desde que me lembro acertou nas declarações feitas em público) e ultrapassou em pleno uma das equipas mais complicadas deste campeonato.

Jesus colocou a carne toda no assador e entrou com a equipa tipo da época, no entanto na primeira enfrentou um Vitória bastante aguerrido e a pressionar imenso o Benfica no meio-campo dificultando a construção de jogo. Devido a isto conseguiu discutir o jogo taco a taco obrigando Artur a aplicar-se em diversas situações. Num lance de oportunidade em que Lima é isolado por Gaitán surge o pénalti que Cardozo marca sem espinhas. O Benfica coloca-se á frente do marcador embora para mim, o empate fosse o resultado que mais se ajustava no fim da primeira parte.

No entanto, na segunda parte o Benfica entrou melhor e finalmente se impôs ao Vitória e o jogo ficou decidido perto do minuto 60: Melgarejo passa pelo lateral direito do Vitória e este "ceifa" o paraguaio e leva o segundo amarelo. Quase logo a seguir surge o segundo golo do Benfica por Garay que matou o jogo.
O Benfica passou a dominar o jogo quase por completo, Sálvio causou imenso perigo com um remate a tirar tinta ao poste até que lá surgiram o terceiro e quarto golos - um resultado avolumado que acaba por não reflectir o que se passou em campo. Apesar de tudo tem que se dar crédito ao Vitória - jogaram de peito aberto, discutiram o jogo taco a taco e o resultado só se construiu após a expulsão do lateral direito.
Mesmo quando estava 2-0 estiveram muito perto de reduzir por Balde após grande combinação de três jogadores no lado direito com a defesa do Benfica a relaxar quando não devia. Valeu o Rei Artur!

Acho incrível que Rui Vitória tenha conseguido efectivamente fazer uma omelete sem ovos com uma equipa que é um misto de norte-africanos evoluídos tacticamente e jovens jogadores portugueses. O Benfica deveria estar bem atento aos jovens que estão a despontar no Vitória e ver se não haverá ali matéria-prima que Jesus não possa trabalhar na próxima época. E vencer contra equipas destas só dá mais mérito ao Benfica num campeonato que tem sido um passeio autêntico.

Como apontamento final o Benfica assumiu-se nesta jornada fundamental como o mais forte candidato ao título após a derrapagem do Porto nos Barreiros (obrigadinho Marítimo!). A época passada o Benfica afundou-se em Guimarães, esta época passou com distinção.
Depois de Jackson Martinez falhar mais um pénalti que teria dado a vitória aos Corruptos (tal como aconteceu contra o Olhanense quando o Benfica empatou com o Nacional) não posso deixar de pensar que se calhar é bom ter um cepo chamado Cardozo que não se mexe (apesar de hoje ter dado um pézinho de dança...) mas que não tem falhado nesses momentos. Se calhar marcar pénalties não é assim tão fácil...

Agora, rumo ao Campeonato!!! Só faltam mais sete etapes!!! Eu acardito!

Vitória Sport Clube - Sport Lisboa e Benfica

Avatar
 ●  5 comentários  ● 

É um lugar comum falar na importância que tem o jogo desta noite 

Foi neste estádio que na temporada passada se começou a enterrar o título.
Tem que ser neste estádio que se vai iniciar a etapa final para a vitória no título.

Qual irá ser a aposta de Jorge Jesus?
Dois avançados como na época passada, com Lima(Rodrigo na época passada) e Cardozo?
Ou apostar num meio campo reforçado e deixar Cardozo ou Lima sozinhos como finalizadores?

A má escolha táctica da temporada anterior, juntamente com a 'Xistralhada' foram desastrosos.

O resultado final do jogo é o mais importante. Daí que substimar o 'incentivo adicional' que o Vitória concerteza recebeu poderá ser fatal.
Bem como não estar atentos às armadilhas da arbitragem quanto a cartões, faltas cirúrgicas e penalties.

A partir de hoje, cada jogo é uma final. Cada jogo é o momento de dar o máximo.


Lista de convocados do Benfica:

Guarda-redes: Artur Moraes e Paulo Lopes;
Defesas: André Almeida, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Garay, Melgarejo, Roderick e Luisinho;
Médios: Matic, Carlos Martins, Ola John, Gaitán, Enzo Perez, Salvio, Urreta e Aimar;
Avançados: Cardozo, Rodrigo e Lima.


Lista de convocados do Vitória:
Guarda-redes: Assis e Miguel Oliveira.
Defesas: Alex, El Adoua, N'Diaye, Paulo Oliveira, Kanu e Luís Rocha.
Médios: André, Leonel Olímpio, Barrientos, Tiago Rodrigues e Crivellaro.
Avançados: Amidó Baldé, Marco Matias, Ricardo, Soudani e Jona.


Actualização by Vermelhusco:

O jogo contra o Guimarães assumiu contornos decisivos na luta pelo campeonato e a vitória tornou-se essencial! Força Benfica!!

ranking