O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 6 de agosto de 2011

Bonito.. Bonito é um golo do NOLITO...

 ●  11 comentários  ● 
Acabou a pré-temporada! A partir daqui é sempre "a doer" até ao fim de Maio.

Análises ao jogo à parte, vou apresentar já os "meus 27", na certeza que se não forem estes... os dos Jesus serão esses os meus 27 (sem aspas).

Guarda-redes: Artur, Eduardo e Mika
Laterais: Maxi Pereira e Ruben Amorim; Capdevilla e Emerson
Defesas Centrais: Luisão e Garay, Miguel Victor e Jardel
Médio Defensivo: Javi Garcia, Matic e Nuno Coelho
Médios Ofensivos: Witsel, Aimar, David Simão e Gaitan
Médios Ala: Nolito, Enzo Perez, Urreta e Ruben Pinto
Avançados: Saviola, Jara, Cardozo, Rodrigo e Nélson Oliveira

Sinceramente o Bruno César não me convence e a solução talvez passe por um empréstimo em Portugal. O único lugar para um jogador daquelas características é a Nº10 e nessa posição "está tapado" pelo Aimar e Gaitan que são muito superiores. Nas alas, nem pensar! Neste momento, talvez "desadaptado" (ainda que saibam que para mim jogadores de 5M€ não precisam de adaptação), entendo que David Simão é muito melhor opção que ele.

Matic não me impressiona - desculpem se não gosto deste tipo de jogador - mas entendo ter qualidade para ser opção para alternativa a Witsel. Todos sabem que a minha aposta seria o C.Martins mas já deu para perceber que não vai acontecer.

A insistência na permanência de Ruben Pinto deixa antever que um dos jogadores formados na Luz deverão sair (fazendo os 4 com Ruben Pinto incluido). A minha "aposta" para tal será Roderick, dado termos o Jardel que não deslumbra, mas não é nada mau central. A sair, espero que seja apenas emprestado e que jogue com muita regularidade. O mesmo se aplica a Fábio Faria.

Inexplicável é, para mim, a falta de espaço e tempo de jogo dado a um excelente jogador como Nuno Coelho. Não compreendo!

Para a deslocação à Holanda e já antes para arrancar com o Gil Vicente, não há duvidas - para mim: Artur, Maxi, Luisão, Garay e Capdevila, Witsel, Javi Garcia e Aimar, Nolito, Saviola e Gaitan.

PS- Sério aviso ao SLBenfica em relação a Cardozo a um potencial grande encaixe! Com a dinâmica de ataque como criam Witsel, Nolito, Aimar e Gaitan... Cardozo não é seguramente a melhor opção para o 11.

Novas Regras no Controlo Antidoping. Será desta?

 ●  3 comentários  ● 
A Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP), presidida por Luís Horta anunciou este sábado, ter definido uma nova metodologia de controlos de dopagem no futebol profissional, com a realização de um mínimo dois controlos da Primeira Liga e um da Segunda Liga, por jornada.

Para "garantir a eficácia do sistema de luta contra a dopagem nas competições profissionais de futebol em termos preventivos" e uma "distribuição homogénea" dos controlos, a ADoP determinou que serão feitos "um mínimo de dois controlos determinados por sorteio da Primeira Liga e um mínimo de um na Segunda Liga, em cada jornada".

Em comunicado, a ADoP assegura que esta "nova metodologia para seleção de controlos" ocorre depois de ter sido ouvido o Conselho Nacional Antidopagem e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Além disso, serão ainda feitos controlos fora de competição, num "mínimo de três controlos por equipa da Primeira Liga e um mínimo de dois da Segunda Liga, em cada época competitiva".


"Esta nova metodologia tem como principais objetivos o reforço da aleatoriedade no sistema de seleção de controlos de dopagem e a valorização dos controlos de dopagem fora de competição como elemento fundamental para a dissuasão da utilização de substâncias e métodos proibidos, para a garantia da preservação da verdade desportiva e da saúde dos praticantes desportivos", sustenta a ADoP, em comunicado.
in Record

****************************************
Será desta? Eu sinceramente não acredito, mas estou disponível para ver se haverá coragem para desmascarar a "Amarelinha", um dos cinco pilares dos tais "Largos dias (que) têm 100 anos".

PS- Recordo e reitero a importância de lerem a entrevista (muito boa) do Presidente ao Expresso esta semana: Leitura Recomendada

Leitura Recomendada

 ●  5 comentários  ● 
Entrevista do Presidente do Sport Lisboa e Benfica ao Expresso. Gostei de ler!

O Presidente afirma na entrevista, em jeito de provocação aos descrentes como eu, que ainda vai merecer uma estátua pela negociação dos direitos televisivos. Eu sou gajo para ajudar a construí-la se ele der com os pés no Oliveira. Aliás, vejo todos os dias o "countdown para 30 de Junho 2013".

Imprensa de Merda...

 ●  3 comentários  ● 
Clubismos à parte, vamos falar de PORTUGUESES! Tratamos tão mal os nossos jogadores e depois queremos que eles fiquem em Portugal ao invés de seguir carreiras noutros países...

Olho para o Mundial de Sub20 e vejo a imprensa nacional a elogiar tudo o que mexe de estrangeirada: Sobre Iturbe, Danilo e James Rodriguez até mete nojo... especialmente este último que "em destaque na vitória" da Colombia porque segundo a bola "o golo foi apontado por Luís Muriel, aos 37 minutos, pouco depois de uma boa oportunidade de James, que rematou forte, mas ligeiramente fora do alvo. James acabou por ser substituído aos 69 minutos".

Também Rodrigo, depois de dois golos na ronda inaugural, valeu logo páginas de jornais que já tinha convencido Jesus com estas exibições e que iria ficar no plantel para ser opção válida na frente de ataque.

Olho para o acompanhamento jornalístico dado à selecção nacional e é um vazio total, quando Portugal é, a par da Argentina, o único primeiro classificado que passou sem sofrer golos nos três jogos. Mas claro que no caso da selecção nacional, inventam-se logo desculpas que o grupo é acessível...

A imprensa tem a responsabilidade de promover estes jogadores como faz com os estrangeiros contratados pelos clubes portugueses para serem recebidos como estrelas ou como faz com os jogadores que os empresários "'pagam" para serem promovidos com vista a futuras transferências.

Todos os senhores directores de jornais sabem fazer lindos editoriais a criticar o excesso de estrangeiros, os milhões desbaratados, etc. Mas depois são os primeiros a dar para esse peditório porque lá entenderão que a defesa do orgulho nacional num campeonato do Mundo e a defesa dos jovens portugueses serão coisas que vendem poucos jornais.

As primeiras páginas reservam pouco mais que um cantinho para a passagem da selecção aos oitavos de final. E sobre jogadores portugueses, muito pouco se escreve e muito haveria por dizer...

Mika, um jovem formado em Leiria que chegou este ano a um grande e está a fazer excelentes exibições. Cédric que o Sporting teima em não dar oportunidades e que será bem melhor que João Pereira. Roderick que tarda em ser mais que uma aposta de treino de Jesus. Mario Rui que apesar da baixa estatura tem tudo para ser excelente jogador, tal como Danilo que tem sido um pêndulo nesta selecção. Pelé, do Belenenses, que ontem fez mais excelente jogo. Nélson Oliveira que tem sido o marcador de serviço e chega à Luz com um contingente de estrangeiros à tapá-lo. Sérgio Oliveira, um box-to-box das escolas do FCPorto com muita qualidade. O capitão Nuno Reis, muito seguro na defesa e que também tarda em ter uma oportunidade no Sporting e muito bem tem estado também Júlio Alves, mais um que saiu jovem para o estrangeiro (Atl. Madrid) depois de formado num grande (FCPorto) e encostado num pequeno...

Hoje o Record já avança com notícias do interesse de clubes ingleses em Nélson Oliveira e Roderick Miranda - que continua o mesmo leitor do blog a mandar emails a dizer que está negociado para depois do Mundial (eu não acredito, por isso não publico o que ele pede).

Portugal já fez história nesta competição,tendo sido campeão do mundo em 1989 em Riade,na Arábia Saudita e em 1991 em Lisboa, onde foram "coroados" jogadores como João Vieira Pinto, Rui Costa, Figo, Peixe, etc...

Não precisam procurar muitos exemplos para encontrar a importância que este tipo de competição pode e deve ter na carreira destes jovens. Rui Costa, jogador do SLBenfica emprestado ao Fafe corria a temporada de 1990/91. Foi convocado para o Mundial de Lisboa onde vencemos a competição e Rui Costa "saltou" directamente para o plantel de Eriksson onde começou por ser alternativa aos titulares, até ser um elemento fundamental nas duas época seguintes.

Todos os jovens que mencionei acima têm valor para ser segundas opções nos seus clubes actuais, não numa perspectiva muito regular na primeira temporada, mas seguramente que têm qualidade para merecer oportunidades de mostrar o seu valor. Ao invés disso, Nuno Reis vai para o Brugge novamente, Cedric para a Académica, Julio Alves para o Atlético Madrid B, Roderick veremos mas começo a acreditar que vai sair também, Danilo e Mário Rui já saíram para o Parma e serão emprestados também, Nélson Oliveira e Mika estarão "tapadíssimos" na Luz, tal como Sérgio Oliveira no FCPorto...

O SLBenfica está perto, o FCPorto usa-os e o SportingCP esquece-se:

Por falar em FCPorto, Miguel Lopes, Orlando Sá e Diogo Viana são apenas exemplos de alguns jovens portugueses que esse clube resgatou a outros clubes e agora andam com futuro indefinido ou se calhar perdido. Iremos juntar a esses Sérgio Oliveira e Castro também eles tapados pelo excesso de estrangeiros? Quantos mais jovens o FCPorto irá queimar para defender a sua estratégia de subsidiação de clubes submissos?

No SLBenfica, curiosamente até o trabalho está a ser bem feito. Olhemos ao plantel que venceu o campeonato de juniores há dois anos (e o perdeu na secretaria). Ligados ao SLBenfica estão Luis Martins, Roderick, Yartey, Leandro Pimenta, David Simão e Nélson Oliveira, se aqui juntarmos Danilo e Mário Rui que não deveríamos ter perdido, apenas Luis Martins ainda não tem o seu futuro divulgado e três destes jogadores estão no plantel principal juntamente com Miguel Victor e Ruben Pinto. No SLBenfica já só falta apostar neles, porque a "máquina" está a trabalhar e bem.

Por fim o SportingCP é cada vez mais um mito urbano na formação. Vitórias nas camadas jovens são cada vez menos e jogadores formados no clube que chegam ao plantel... cada vez menos também. João Gonçalves foi o último exemplo dos jogadores que foram, mais uma vez, emprestados depois de justificar nas épocas anteriores. Mas há mais como Wilson Eduardo, Bruma, Vitor Golas, Tiago Ilori, William Carvalho, enfim... tudo jovens de qualidade que, não tendo maturidade para titulares absolutos, poderiam ser alternativas a aquisições estranhas como Marcelo Boek, Arias, Carrillo, etc. O SportingCP terá passado do oitenta ao oito e é talvez hoje o pior entre os três grandes no que diz respeito à formação.

CONCLUSÃO:
Continua a haver uma responsabilidade muito grande de todas as estruturas do futebol nacional - dos dirigentes à Liga/FPF, passando pela imprensa - na falta de confiança dos adeptos na aposta nos jovens nacionais. Criou-se o mito que os jovens precisam sempre ser emprestados e só quando "deslumbrarem" nesses empréstimos é que valem a pena. Até lá, os jornais vendem mais se aparecerem jovens promessas uruguaias, argentinas, peruanas, chilenas, brasileiras, etc. que basicamente vêem com iguais ou piores problemas e... a custarem bem mais.

PS- Dei-me ao trabalho de fazer este tópico antes dos oitavos de final do Mundial, só para me dar o prazer de vos ver escrever sobre isto se a selecção for eliminada nas próximas fases, alegando que estes jogadores que aqui defendo são todos uma porcaria. Antes de cometerem esse erro colossal, lembrem-se que o Neymar ou o Messi não são maus jogadores apenas porque as selecções não foram em frente na Copa América.

Mundial Sub20 - Benfiquistas, pois claro!

 ●  23 comentários  ● 
Mais uma vitória de Portugal, mas um golo benfiquista, aliás, ex-benfiquista. Desta vez foi Mário Rui, em combinação com o inevitável... Nélson Oliveira. Ainda nos "ex", mais uma excelente exibição de Danilo, que saiu vítima de uma entrada "assassina".

Se Rodrigo está a justificar ficar no plantel e ser opção, o que dizer de Nélson Oliveira? Ou será que temos que lhe mudar a nacionalidade e o nome para Oliveirini?

Sobre Mario Rui e Danilo já escrevi vezes sem conta - não estão no SLBenfica por falta de visão nossa. São jogadores que poderiam ser alternativas muito válidas no SLBenfica. Dizem que o problema (pelo menos no caso de Danilo) foi o contrato baixo que foi oferecido, perante o assédio de estrangeiros. O dinheiro gasto em jogadores inferiores como Carole, Airton, Peixoto ou Menezes era mais que suficiente para "subir a parada" por dois jogadores da formação que são superiores. Mas porra, se não fazemos esforços por estes...

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Bryan Ruiz no SLBenfica

 ●  6 comentários  ● 
Ou melhor... no Estádio do Sport Lisboa e Benfica, mas para jogar o playoff da Champions pelo Twente contra o SLBenfica a 23 ou 24 de Agosto (2a mão). A primeira mão será na Holanda a 16 ou 17 de Agosto.

Como as coisas mudam...

 ●  7 comentários  ● 
Corria o ano de 2007, no mês de Agosto, e eram aguardados na Luz dois reforços desconhecidos. Fruto da promoção de um empresário, de nome Paco Casal, chegavam à Luz um entusiasmante Cristian Rodriguez, ex-PSG, que muitos conheciam como jogador de temperamento nervoso, mas excelente jogador, e com ele chegava um desconhecido e tímido defesa direito de seu nome Maxi Pereira.

O segundo custaria 3M€ por 70% do passe, ficando Paco Casal com os restantes 30% e o segundo, com o seu passe na mão, ficaria um ano emprestado pelo empresário ao SLBenfica, findo esse período poderia ser adquirido por uma verba de 7M€.

Depois de um ano entusiasmante, especialmente na primeira metade da temporada, Cristian Rodriguez acabou por ir para o FCPorto a troco desses 7M€ que o SLBenfica também ofereceu, mas que não quis entrar em "cambalachos" do Paco Casal. Apesar de o GB saber que o jogador foi para o FCPorto contrariado ainda que muito mais bem pago, cedo cedeu às obrigações da "máquina corrupta" e lançou farpas na direcção da Luz, com início no célebre cartaz "Assinei em 5 minutos".

Já Maxi Pereira foi seguindo o seu percurso no SLBenfica construindo uma carreira de profissionalismo e dedicação ao SLBenfica. Nunca deslumbrou, mas nunca virou a cara a luta, com grande entrega e dedicação a fazer lembrar os tempos de Humberto Coelho e, especialmente, Veloso.

Chegados ao ano de 2011, não deixa de ser curiosa a diferença de circunstâncias dos dois jogadores. Um homenageado na Luz pela sua conduta e dedicação inexcedível, bem como pela conquista da Copa América, juntamente com a renovação do seu contrato e aquisição dos 30% que não pertencem ao SLBenfica.

O outro, "encostado" pela equipa técnica - como aliás já aconteceu a época passada (várias vezes preterido em função do jovem James Rodriguez) partilhou agora com o Record o seu estado de espírito:

“Não me ligaram a dar os parabéns pela conquista da Copa América nem nada. Não acho que esta seja uma conquista de pouca importância, mas pronto... Além disso também não me disseram quando tinha que me apresentar. Por acaso falei com o Alvaro Pereira e ele é que me disse que temos de estar no Porto já no domingo, dia 7. Essencialmente estou triste com o clube. Estou triste pelo que está a acontecer, porque sempre respeitei oFC Porto e eles também me respeitam, portanto, estranho...”

Como as coisas mudam...

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Luís Felipe Vieira e Jorge Jesus: um ano de Tudo ou Nada?

Avatar
 ●  12 comentários  ● 
Quem vai acompanhando o que neste blogue se vai escrevendo, vai percebendo as opiniões de cada um, tal como também toda a gente percebe que a figura de Luís Felipe Vieira tem sido ponto fulcral no "enredo" deste blogue e figura central de muitas discussões. Como sabem, há eleições em Outubro de 2012, e cada um de nós saberá pensar pela sua cabeça e ponderar o que será melhor para o Benfica nessa altura.

Apraz-me apenas perceber que para LFV este pode muito bem ser o ano do tudo ou nada. Há seguramente muito trabalho de bastidores a ser feito, com outros nomes e projectos a aparecerem no próximo ano, e LFV sabe que o sucesso/insucesso desportivo desta época será um trunfo importantíssimo nessa batalha.

E se me parece que se as eleições tivessem sido realizadas por exemplo em Julho último, LFV entraria nessa luta numa posição extremamente fragilizada (tal foi a desilusão da época anterior), parece-me também que nesta altura LFV se encontra numa posição bem mais forte depois da resolução de alguns dossiers que geraram optimismo junto dos sócios, bem como o prenúncio da resolução de outros dossiers ainda mais importantes que podem marcar o seu "reinado” e colocar definitivamente o seu “selo” na história do clube.

E esse trunfo chama-se negociação dos direitos televisivos, com Pais do Amaral à mistura, anunciando-se um cenário que poderá vir a revolucionar definitivamente o futebol português, dando-se a tão desejada machadada no monopólio Olivedesportos que pode vir a ferir gravemente a cadeia do poder, com valores a superar até as expectativas dos benfiquistas mais optimistas.

A aquisição ainda, por parte da BenficaTV, de um pacote de 190 jogos internacionais é sinal de que o assunto está a ser tratado por LFV com a seriedade que o assunto justifica e que os benfiquistas exigem, dando ao Benfica uma posição de força que não se conhecia até hoje. Se LFV é inteligente, e seguramente que é, sabe que é esta negociação que fará dele um “imortal” ou apenas mais um que passou pelo clube, é esta negociação que poderá valer para ele a reeleição ou a saída pela porta dos fundos.

A juntar a isto, temos neste defeso a possível venda do “naming” do estádio e a excelente venda do Roberto num negócio que "chocou" o país e que resolveu um enorme (e caríssimo) problema.

Temos ainda nesta altura um plantel bem mais forte do que na época passada, com alguns jogadores novos que chegaram “baratos” e podem muito bem vir a valer muito dinheiro num futuro próximo. Temos o negócio Fábio Coentrão, onde os 5 milhões de desconto no valor da cláusula me parecem justificar plenamente a mais-valia que Garay é neste plantel. E temos Witsel, dois bons guarda-redes a custo zero, um defesa esquerdo campeão do mundo, um Rodrigo que vai ser um caso sério (e tanto que aqui se criticou o negócio, que não foi de 6 milhões porque a sê-lo teria de ter sido comunicado à CMVM e não foi), um Nolito que promete, e alguns outros que terão ainda de procurar o seu espaço mas a quem se reconhece valor.

O melhor elogio que posso fazer à forma como este plantel foi formado, é que Jorge Jesus não terá este ano grandes argumentos para justificar um eventual insucesso. E tudo isto sem grandes desvarios financeiros, com o valor das vendas a superar claramente o das compras. E este até era o ano em que uma certa "irresponsabilidade" seria justificada, não só por ser ano de eleições mas também por ser o último ano fora do rigoroso controlo financeiro da UEFA à gestão dos clubes europeus.

No relvado, os benfiquistas têm tudo para estar optimistas. Com Witsel a tornar o 4-3-3 uma realidade (que jogador! Nos 90 minutos mostrou que "sabe", e perto do final do jogo, numa jogada com Zokora em que resistiu a meio minuto de pancada e intimidação sem chutar a bola para longe, mostrou que nos seus pés a bola não queima e que tem fibra de campeão), a permanência de Pablo Aimar (quais problemas físicos quais quê!!), justificada pela sua enorme classe e experiência e por permitir aos reforços crescer na sua sombra, exigindo-lhes ao mesmo tempo rendimento máximo, juntando-se ainda um banco de luxo sem os banais Weldons, Kardecs, Menezes e Peixotos.

No negativo, há pois o folhetim Danilo que se arrastou tempo demais, há um Benfica sem portugueses no 11, se bem, que eu seja da opinião que a cultura do Benfica é GANHAR, bem mais do que a nacionalidade dos seus jogadores, e ainda uma "aposta" na prata da casa que parece resultar mais das necessidades dos regulamentos do que de uma aposta consciente. Os maiores prejudicados acabarão inevitavelmente por ser os jogadores.

Para Jorge Jesus e LFV este é pois um ano de tudo ou nada, sabendo-se que a paciência dos adeptos é curta e que o grau de exigência é máximo. Os dados estão lançados e no papel o optimismo é legítimo mas... a tarefa é, como sabemos, monstruosa. O sistema que rege o futebol português mantém-se, há um Sporting em crescendo e ainda um FCP que se adivinha fortíssimo. Talvez não chegue sermos apenas melhores, teremos de ser muitíssimo melhores. Seremos capazes?


P.S. Àqueles que se insurgem, julgando sempre que a revolta que sentem é sinónimo de terem razão, questionando-se por exemplo sobre os porquês dos jogos amigáveis do Benfica não passarem na BenficaTV e serem vendidos a terceiros, talvez fosse bom que antes de escreverem barbaridades pensassem um bocadinho. Se os jogos televisionados são para os clubes uma importantíssima fonte de receita, porque razão se privariam os clubes dessa receita, dando os direitos (de borla) a si próprios? Talvez no futuro meus caros, quando a BenficaTV for um canal mais profissional e mais bem estruturado, com subscrição talvez, capaz de gerar receitas comerciais que justifiquem a aventura.

Nuno Gomes na Selecção? Por amor de Deus...

 ●  19 comentários  ● 
O que mudou em Nuno Gomes para antes não merecer ser chamado à selecção luso-brasileira e agora merecer? É tão titular no SCBraga como era no SLBenfica... portanto só há uma conclusão a tirar:

SER JOGADOR DO SLBENFICA É MOTIVO DE EXCLUSÃO DAS CONVOCATÓRIAS!

Assim sendo, não há outra análise possível senão concluir que a FPF é controlada por interesses externos ao interesse desportivo nacional.

E Castro? Haverá alguma boa justificação para convocar um jogador que não só não é opção no FCPorto como ainda por cima não tem qualidade para o ser. É fácil perceber quem controla a FPF e para o que serve:

» A Selecção Nacional serve unicamente os interesses do Sistema Corrupto e visa, entre os jogadores que actual no campeonato nacional, a valorização dos jogadores que interessam a esse Sistema Corrupto.

Não é indiferente, é sim duro de ver

 ●  24 comentários  ● 
Equipamento branco e vermelho? Nem vê-lo... nem vermelho tem!
Jogadores portugueses? Nem um... já nem falo em formados no Benfica!
Referências do Benfica? Zero... se Luisão ou Maxi são para vocês, para mim não são!

Se no final do dia o que interessa é ganhar? Lamento que pensem assim... faltam aí muitos anos de militância na velha Luz (e antes dela) para saberem porque custa ver esta imagem.

PS- Vejam como negociamos e comparem a atitude do presidente do clube que «exportou» nos últimos anos Diego (Porto) e Robinho (R.Madrid), mais tarde Alex (Chelsea), Renato (Sevilla), Elano (Shaktar) e Wesley (Werder Bremen) e só este ano tem para fazer mais de 100M com Danilo, Alex Sandro, Neymar e Paulo Henrique: "É uma enorme arrogância. Eles não sabem o que é o Santos. Falam como se o Real fosse de outro mundo ou galáxia e o Brasil fosse apenas um satélite. Os espanhóis pensam que o Tratado de Tordesilhas ainda está de pé, na altura que a América do Sul era só uma colónia repartida pelos dois países ibéricos. Mas nem se dão conta que a nossa economia é muito melhor do que a deles, que estão em crise"

Já deu para perceber... agora, próxima etapa!

 ●  11 comentários  ● 
Olhando à forma como Jesus montou ontem a equipa, conhecendo o teimoso, deve ter-lhe custado um bocadinho alterar o "figurino" e logo perante um adversário que ele considera bastante acessível - e tem razão.

A minha expectativa é que seja um caminho sem retorno. Como disse ontem, este "falso 4-3-3" que pode derivar muito rapidamente em 4-2-3-1 a defender é uma táctica mais sólida e que faz toda a diferença com Alex Witsel que, como dizia ontem um amigo, é possivelmente o melhor médio centro que tivemos desde Jonas Thern - que grande contratação.

Este sistema de jogo, com fabulosos executantes como Nolito, Aimar, Gaitan, Perez, Javi Garcia, Witsel, Jara, Rodrigo, etc. oferece toda a confiança e consistência para atacarmos todas as competições. Obviamente que haverá momentos onde teremos que arriscar num 4-4-2 ou mesmo no suicida 4-2-4 que Jorge Jesus tanto usou o ano passado para reverter resultados negativos.

Posto isto, há um novo desafio para Jorge Jesus: A coragem de apostar nos jovens!

E quando falo em jovens, estou a falar no David Simão, Nélson Oliveira, Rodrigo, Nuno Coelho e Roderick. São cinco jogadores que, na minha opinião, podem ser efectivas apostas de Jorge Jesus ao longo da temporada. Para começar, juntamente com Mika, deveriam ser SEMPRE titulares na Taça da Liga.

Saia Cardozo e venha Almeida, ou fique Cardozo penso que Nélson Oliveira deveria ser uma fortíssima hipótese para o banco de suplentes do SLBenfica, pelas suas características.

No caso de Rodrigo, penso que a disputa deste será com Jara e Saviola... e do que tenho visto este ano, a ordem é mesmo esta Rodrigo leva vantagem sobre Jara que está melhor que Saviola. Se tivermos em consideração que "baixinho" é bom jogador, dá bem para ver a qualidade dos demais. Olhando a isto e ainda com Mora na equação, mantenho a minha "tese" que eu deixaria sair o Cardozo e o Saviola - entrando apenas um jogador para a equipa (que parece ser Almeida).

Sobre David Simão, vão perdoar-me os mais entusiasmados com contratações, eu considero-o bastante superior ao Bruno César. Já me dei ao trabalho de ver videos do brasileiro no Corinthians e de ponderar bem esta afirmação. Penso que, para não corrermos o risco de "perdermos" 5,5M€, o ideal seria o Bruno ser emprestado este ano a uma equipa como o Guimarães ou Marítimo, de modo a adaptar-se à velocidade do futebol português. Temos ali um "Claudio Pitbull" em potencia - ou seja, bom mas não chega.

Neste sentido, penso que tendo Aimar e Gaitan para o centro, David Simão deveria ser, tal como Nélson Oliveira, uma alternativa muito séria para o lugar do centro do terreno ou mesmo da esquerda. E já nem estou a falar de Carlos Martins (lesão que não me convence).

Por fim, os dois jovens com missão mais complicada. Roderick é claramente melhor central e com mais potencial do que Fabio Faria e Jardel. Na minha opinião esses dois jogadores deveriam ser dispensados. Ontem apareceu aqui um comentário no blog que dizia de forma seca que o Roderick poderia ser vendido - eu espero que seja um comentário sem sentido. Já aqui o escrevi várias vezes que os dois jogadores que deveriam secundar Luisão e Garay deveriam ser Miguel Victor e Roderick. O brasileiro não me impressionou nada, pelo que se sair algum destes jovens melhores que Fabio Faria e Jardel, optaria pelo português para 4º central.

No caso de Nuno Coelho, coloca-se uma situação complicadíssima, dado ser um excelente jogador - na minha opinião superior ao Matic a defender - e que eu optaria como alternativa defensiva ao Javi Garcia, para não sobrecarregar o espanhol, deixando o sérvio como alternativa a Witsel. Aliás, quem eu colocaria como alternativa mesmo era o Martins, mas estou a assumir que esse jogador - INFELIZMENTE - não conta para Jorge Jesus.

A grande incógnita é Ruben Pinto. Antecipo que a sua permanência seja para fazer os quatro jogadores formados na Luz juntamente com Miguel Victor, David Simão e Nélson Oliveira, o que faria sentido numa saída de Roderick. Contudo passar um ano, aos 19 anos, sem jogar parece-me despropositado, pelo que insisto que deveria ficar Roderick (que sempre pode jogar mais que ele) e sair Ruben Pinto emprestado - mas faltam pouco mais de 20 dias para o fecho do mercado e os planteis começam a estar mais que definidos, pelo que será muito complicado encaixar um jovem inexperiente nesta altura.

E agora? Será que Jesus apostará nestes jovens?

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Rumo à Champions League, mas em crescimento...

 ●  5 comentários  ● 
Este "ensaio" de 4x3x3 pareceu-me positivo! E mais próximo daquilo que deve ser o Benfica desta época! E confirma-se: Nolito e Witsel são "as" aquisições do ano! E elementos que encaixam na perfeição neste sistema. Discordo do GB quando diz que Cardozo não encaixa bem aqui. Não me parece! O tridente ofensivo requer jogadores rápidos, mas o homem mais adiantado tanto pode ser Saviola, como Cardozo. Tudo depende do tipo de jogo/adversário. Ou poderemos até colocar o "conejo" atrás do 7, consoante a necessidade! Agora a dupla Javi/Witsel parece-me essencial manter.

Este resultado de 1-1 serve-me na perfeição! Permite a passagem com desafogo perante um adversário duro, ao mesmo tempo que mantém os adeptos com os pés no chão e deixa JJ obrigado a pensar que há aspectos a melhorar! É óbvio que preferia ter ganho, mas temos de ter a consciência que a nossa pré-temporada não foi a ideal ao nível da construção de um 11 e que há ainda muito a fazer. E como há bastante "massa humana", que ainda não foi toda posta no "assador", há trabalho a fazer e espaço para crescer! E isso é importante, a consciência de que temos de dar passos pequenos, mas firmes neste início de temporada! E ter presente que no 1º terço de época poderemos não deslumbrar, ganhar é vital, mas não será fácil!

No Mundial de sub20, Rodrigo já marcou. Mas de sublinhar que Nelson Oliveira também! Que dupla poderemos ter! É preciso apostar nestes miúdos. Dar-lhes uma chance. Para já, estão a trabalhar bem!

4-3-3? Obrigado Jorge Jesus

 ●  19 comentários  ● 
Obrigado Jorge Jesus pelo muito (por mim) desejado 4-3-3! Nessa táctica, e com Witsel (jogador importantíssimo), conseguimos defender em 4-2-3-1 e atacar em 4-3-3 tornando a equipa muito compacta e dinâmica nos dois momentos de jogo - especialmente no meio campo (e ataque).

Com este enquadramento, o Jorge Jesus agora pode "recrear-se" como entender com o flanco direito (Enzo, ou Urreta - Gaitan também é solução mas como se viu apaga-se na ala direita), com flanco esquerdo (Nolito, Gaitan ou mesmo David Simão), com o avançado (Saviola, Jara, Rodrigo ou Nélson Oliveira - mesmo Nolito) e com o médio de apoio ao Witsel e Javi Garcia (Aimar, Gaitan, David Simão ou mesmo Matic - mais defensivo).

Cardozo, pelas suas características, não é jogador para esta estratégia pelo que a sua saída comentada nos últimos dias para o Besiktas faria todo o sentido até pelo importantíssimo "encaixe" que permitiria. Contudo, durante os jogos, podemos também passar para um duplo pivot ofensivo com um avançado mais fixo (Cardozo ou Nélson Oliveira). Neste enquadramento, Hugo Almeida (dado que não seria um titular absoluto nesta táctica, mas seria um jogador fixo para o ataque) poderá não ser nada descabida - até por ser português.

Emerson é bom jogador, mas é claramente suplente de Capdevilla, tendo momentos fraquinhos a defender, como foi o caso do golo do Trabzonspor.

Nolito faz toda a diferença e... Witsel é um CRAQUE!

PS - FCPorto comprou de volta 22,5% (por 4M€) dos 37,5% que tinha vendido (por 4,1M€) de Moutinho. Vai ganhando força a minha tese da venda do "Falcão + Moutinho" ao Chelsea (por 60 a 70M€ e com o SportingCP a ser "comido por lorpa"), que procura um avançado e um substituto para o lesionado Essien.

Em defesa de Roberto III

 ●  5 comentários  ● 
Portugal, 3 de Agosto de 2011

"No Benfica não me deram margem para errar, nem quando a equipa melhorou. Fui muito criticado por terem pago tanto dinheiro por um guarda-redes desconhecido” – Roberto no Correio da Manhã, 2 de Agosto de 2011.
Roberto foi vendido, como desde os tempos de Vale e Avezedo deixaram de existir trapalhadas no Benfica, convenhamos que ainda ninguém percebeu como foi e a quem foi vendido o jogador. Cada esclarecimento que é prestado, vem seguido de um desmentido que só aumenta a confusão. Estamos a entrar no ano 11 da gestão do Sr.º Vieira, nada disto pode surpreender.
Voltando ao que Roberto afirmou, porque essa é a razão de ser dos textos que escrevi e vou continuar a escrever “em defesa de Roberto”, acho que é o tipo de afirmação que por uma única vez, não concordo. Será que a culpa foi mesmo do Benfica, Roberto? Vejamos (os sublinhados são meus):
Frango à espanhola, título principal da 1ª página de RECORD, 11 de Julho
Roberto "oferece" vitória ao Sion – páginas interiores de RECORD, 11 de Julho 2010
O Benfica perdeu este domingo com a formação suíça do Sion por 1-2, e em ambos os golos sofridos as culpas recaem em Roberto. O guardião encarnado falhou duas saídas e os jogadores da equipa helvética aproveitaram o "presente" – idem.
Adeptos assobiaram Roberto e pediram Moreira - páginas interiores de RECORD, 12 de Julho 2010.
Roberto: solução ou problema? título da opinião de Luís Avelãs publicada no RECORD, 12 de Julho de 2010:
“Mas, quando se gasta uma soma avultada num jogador há, antes de tudo, que equacionar o valor futebolístico do atleta. Convém ter em conta o seu passado, o rendimento por onde passou, a margem de progressão, a possibilidade de ganhar dinheiro numa venda futura e ter a certeza que a sua inclusão no plantel é essencial. Ora, é exactamente fazendo esse tipo de avaliação que não consigo entender como é que o Benfica resolveu pagar 8,5 milhões de euros pelo guarda-redes espanhol Roberto”. Idem.
Roberto, de reforço mais caro a preocupação, título da opinião/peça de Nuno Peralvas publicada na BOLA, 13 de Julho 2010:
“E ao terceiro jogo, inesperadamente, a maior preocupação no Benfica é saber como vai reagir Roberto a uma exibição comprometedora. Contra o Aris, Jorge Jesus deve dar ao guarda-redes espanhol uma oportunidade para limpar a imagem.
Roberto terá sempre sobre si o cutelo dos 8,5 milhões que custou a sua transferência. Jesus procurou aliviar a pressão, afirmando que jogam os melhores e que sabe quem eles são. Mas a verdade é que nasceu a dúvida sobre o real valor de Roberto”. Idem.
Roberto ainda não dá pontos, título da opinião de Bernardo Ribeiro publicada no RECORD, 18 de Julho de 2010:
“... E o espanhol começa a necessitar de um bom jogo. Viu-se no fim o desalento com que abandonou o relvado e logo a seguir a preocupação dos responsáveis em confortá-lo. O guarda-redes que os encarnados foram buscar a Madrid por uma fortuna ainda não dá pontos e neste momento é um problema...”. Idem.
Vantagem do Benfica treme com Roberto, título online no Correio da Manhã 18 de Julho de 2010 21:02h
Ao intervalo do Guimarães – Benfica (faço notar que o jogo estava 1-2 na altura, 3-5 no final com vitória no torneio)
Roberto e o pecado das saídas, título da opinião/peça de Marco Gonçalves publicada em O JOGO, 20 de Julho 2010:
“Em cinco jogos, Roberto já sofreu nove golos, tendo tido responsabilidades directas em cinco, dos quais quatro devido a saídas fora do tempo, más decisões fora dos postes. E é por essa razão que ainda não convenceu os adeptos benfiquistas.
Agora tem de jogar mais adiantado no terreno e de recalcular o seu posicionamento, algo que já lhe valeu erros clamorosos, como aconteceu no encontro de preparação com o Sion”. Idem.
(CONTINUA)

Agora é MESMO sobre o Roberto...

 ●  5 comentários  ● 
Voltando atrás e tentando esquecer o histerismo que para aí anda com opiniões extremadas de muita gente, tenha a opinião que tiver, o negócio Roberto ficou claríssimo com o segundo comunicado do SLBenfica que, concordo com o Vermelhusco no tópico Custava muito se este fosse o 1º Comunicado á CMVM??, teria evitado muita coisa se tivesse sido esse o conteúdo do... primeiro comunicado à CMVM.

Qualquer das formas, como eu já escrevi de manhã, aparentemente o SLBenfica receberá MESMO 8,6M€ limpinhos relativos ao valor dos direitos económicos do jogador. Essa verba é paga de forma faseada por uma entidade identificada como "uma sociedade de direito espanhol situada a um nível mais elevado da cadeia de domínio da Real Zaragoza SAD".

Essa entidade que, aparentemente não é o tal Fundo de Jorge Mendes e Peter Kenyon, ou se calhar é - essa parte ainda não está clara para mim - terá garantido o pagamento dos 8,51M€ ao SLBenfica na forma de... "títulos de crédito" (cito o comunicado).

É aqui que, para mim, a "porca torce o rabo".
Preocupa-me este tipo de garantias porque um fundo de jogadores - a confirmar-se que o é - dá como "titulos de crédito" o quê? Que garantias há que amanhã essa entidade não fecha as portas e abre falência? E os valores ainda em dívida ao Atlético de Madrid (4 x 1,7M€ = 6,8M€), quem assume o pagamento? Passaram a ser créditos a haver pelos espanhóis a essa entidade?

Obviamente que não espero que haja mais esclarecimentos sobre isto. Era o que faltava! Mas como sócio do SLBenfica não deixam de ser preocupações que penso que todos considerem legítimas. O facto de serem preocupações, não significa que não tenham sido acauteladas pela Administração da SAD, o facto de serem preocupações significa apenas que o esclarecimento deixa evidente o que há muito é escrito aqui no GB:

Os milhões são reais (e não da treta ou corruptos como os do Norte) e o negócio é totalmente legal. A única questão que me inquieta, mas que tenho o dever de acreditar que está acautelada são as garantias de recebimento dessa verba pela tal "sociedade de direito espanhol situada a um nível mais elevado da cadeia de domínio da Real Zaragoza SAD", assim como a dívida ao Atlético Madrid.

PS- E agora que pouco interessa o Roberto e o negócio:
CARREGA BENFICA, Rumo a uma grande vitória!!!!

Notícia escaldante sobre Roberto

 ●  13 comentários  ● 
Ahahahahaha! Queriam...! Já vinham de faca afiada à procura de mais onde malhar neste assunto? Esqueçam lá isso!!!! O que quero mesmo é dizer-vos que Portugal ganhou aos Camarões no Mundial Sub20:

Um golo de Nélson Oliveira que, juntamente com Mika (também do SLBenfica) foram os dois melhores jogadores em campo. São portugueses e estão a mostrar ter muita qualidade, é preciso não guardar a coragem apenas para os outros jovens que custam milhões...

Jogaram ainda Roderick (ainda vamos falar dele este ano) e Luis Martins bem como os jogadores que se deixou saírem do SLBenfica Mário Rui e Danilo. E ainda lá está o Saná.

PS- Parece que o Carvalhal confirmou o interesse do Besiktas no Cardozo, como O Jogo noticiou à dias. Porra! Tudo se sabe...

Mosh à CMVM

 ●  4 comentários  ● 
Sim, concordo com o BnBR. Como muito bem referenciou o SLBenfica, e como destacou o Vermelhusco, exige-te equidade no tratamento destes temas com outras entidades do futebol. Não está em causa o que foi solicitado, que é legítimo, o que está em causa é que só se preocupem com isso no caso do SLBenfica...

Custava muito se este fosse o 1º Comunicado á CMVM??

 ●  21 comentários  ● 
"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, e em conformidade com o pedido efectuado pela CMVM relativamente à transferência do atleta Roberto Jimenez Gago, vem prestar a seguinte informação complementar:

A transferência dos direitos desportivos do aludido atleta, bem como a totalidade dos direitos económicos àqueles inerentes, foi concluída pelo valor total de € 8.600.000 (oito milhões e seiscentos mil euros), por via de dois contratos celebrados em cartório notarial, um com a Real Zaragoza SAD e outro com uma sociedade de direito espanhol situada a um nível mais elevado da cadeia de domínio da Real Zaragoza SAD.

Em consequência, a Real Zaragoza SAD adquiriu de forma definitiva os direitos desportivos do referido jogador mediante o pagamento de € 86.000 (oitenta e seis mil euros) e a outra sociedade, anteriormente identificada, passou a titular os direitos económicos mediante o pagamento de € 8.514.000 (oito milhões quinhentos e catorze mil euros).

Este pagamento será efectuado de forma fraccionada e encontra-se garantido, nomeadamente por títulos de crédito.

Mais se informa que os referidos contratos foram ratificados no momento da sua celebração pelos “Administradores Concursales” da Real Zaragoza SAD."


Custava muito ter enviado este Comunicado á CMVM quando se anunciou a venda de Roberto? 
Quem foi o responsável por dizer que o jogador tinha sido vendido á SAD do Saragoça quando não foi isso que se verificou na verdade? A ideia que passa é que o Benfica mentiu no primeiro comunicado!
Na minha opinião quem sujeitou o clube a esta palhaçada por escrever um Comunicado mal amanhado e não fazer o seu trabalho como deve ser devia ser responsabilizado e sofrer as consequências.


E para todos os "do contra" que gostam de vir aqui dizer que nós só criamos teorias da conspiração saliento o seguinte:
TODOS os bloggers do NGB foram unânimes em considerar positivo todo o processo ao mesmo tempo que TODOS os bloggers do NGB foram unânimes em considerar que mesmo não sendo 8,6M€ líquidos de transferência, o negócio é totalmente limpo e legal (ao contrário de outros feitos mais a Norte). Que parte ainda não perceberam? - by GB 

Nós NÃO FOMENTAMOS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO. Nós damos a nossa opinião sobre o que QUEREMOS dar opinião num espaço de discussão reservado a benfiquistas. As únicas pessoas a terem acesso á informação completa são quem participa nos negócios. Nós discutimos o que queremos sobre a vida do clube e com base na informação disponível.

E outra coisa: O ponto principal dos meus tópicos anteriores para quem é tão grunho que pelos vistos não consegue perceber uma frase com mais de uma linha:

MÁ COMUNICAÇÃO!

Bastava ter enviado um primeiro comunicado mais detalhado á CMVM que se tinha evitado toda esta rábula tanto em Portugal como em Espanha pois o próprio Saragoça se viu prejudicado com esta palhaçada. Em que é que isso afecta o Benfica? Passa uma má imagem para outros clubes que queiram comprar jogadores ao Benfica.

De novo: Nem eu nem ninguém do blogue está a fomentar teorias da conspiração. Aplaudimos o negócio e EU acho que melhor comunicação teria evitado esta novela.

Perceberam agora? Ou precisamos de repetir de novo pela enésima vez esta lenga-lenga para quem insiste em vir aqui f*der-nos o juízo?
Se não gostam do que aqui se escreve, do tom, da imagem de fundo do blogue ou o raio que o parta têm mais alternativas.

8,6M€ limpinhos

 ●  18 comentários  ● 
Se eu soube ler bem os esclarecimentos prestados à CMVM e se estes estão já completos, IMPÕE-SE o reconhecimento ao Presidente do SLBenfica pela solução encontrada para a venda deste atleta.

Não só se resolveu um problema de um jogador que perdeu a confiança dos adeptos, como se encontrou - juntamente com Jorge Mendes - uma solução que defende os interesses do SLBenfica e ainda se aliviou fortemente os encargos financeiros em salários.

Se as coisas forem exactamente como estão escritas, e não tenho motivo para duvidar, é claramente um motivo de grande elogio a quem conduziu este negócio e mesmo um agradecimento a um parceiro tantas vezes por mim criticado (Jorge Mendes) pela solução.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Eu bem avisei! Para quem adora atacar tudo o que escrevemos!

 ●  29 comentários  ● 
Hoje de manhã no meu tópico Venda de Roberto - correção de um erro mencionei o seguinte:

"Infelizmente este negócio está muito mal explicado e o comunicado que enviou á CMVM sobre a venda o Benfica deveria ter clarificado quem comprou que partes do passe de Roberto em nome da transparência que tantas vezes os benfiquistas defendem deve ser norma no futebol. Preparem-se para durante os próximos tempos lermos inúmeras suspeitas que serão levantadas sobre a "limpeza" deste negócio por todas os factores atrás mencionados. Suspeitas que poderiam nem surgir com mais duas linhas escritas no comunicado em que ficasse claro quem tinha adquirido o passe do jogador."

 Hoje á noite a CMVM pediu mais clarificações ao Benfica sobre a venda de Roberto:

"O Benfica confirmou que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pediu “esclarecimentos adicionais” sobre a venda do guarda-redes Roberto para o Saragoça.
O director de comunicação do Benfica, João Gabriel, confirmou à Lusa o pedido da CMVM, mas “lamentou que os critérios aplicados ao Benfica sejam diferentes dos aplicados a outras sociedades”. “O Benfica não tem nenhum problema em esclarecer a CMVM sobre este ou qualquer outro negócio”, acrescentou o responsável “encarnado”.

Uma fonte oficial da CMVM confirmou à Lusa o “pedido de esclarecimentos adicionais sobre as condições do negócio” e considerou “necessário que o Benfica preste mais informações ao mercado sobre as condições”.

O Benfica informou segunda-feira a CMVM que o guarda-redes espanhol foi vendido ao Saragoça por 8,6 milhões de euros, mais 100 mil euros do que o valor pago pelos “encarnados” no último “defeso” ao Atlético de Madrid.

No sítio oficial do Saragoça pode ler-se que “Roberto assinou um contrato para as próximas cinco épocas, numa operação que supera os oito milhões de euros”, sem quantificar exactamente a verba.

O Saragoça encontra-se em dificuldades financeiras, com dívidas de 110 milhões de euros, e hoje mesmo a EFE dava conta da intenção da Liga espanhola em não participar nas negociações com os credores do clube.
"


Eu bem avisei!  
Venham de lá agora os "do contra" do costume dizer que nós é que andamos a levantar suspeitas e intrigas. Se calhar vão dizer que a CMVM pediu explicações ao Benfica porque o Presidente da CMVM lê este blogue e que devíamos era estar calados. Não, já sei! Se calhar um de nós É o Presidente da CMVM. Sim, sim... Só pode ser isso. Quem será o sacana?

P.S. - de aplaudir a reacção de João Gabriel ao pedido de esclarecimentos adicional sobre este negócio. Para a CMVM existem dois pesos e duas medidas para o Benfica e para os outros. Por isso é que é necessário que tudo no nosso clube seja mais transparente.

Radio de Zaragoza sobre Roberto

 ●  10 comentários  ● 
Eu tou-me nas tintas para os detalhes disto, mas parece que há muita gente preocupadinha com isso, portanto cá vai o que diz uma rádio de Zaragoza - Aragonradio - sobre isto.

Eu tou com o GB e o Vermelhusco, isto é um bom negócio, foi bem esgalhado e não é vergonha nenhuma assumir o erro da contratação deste jogador - quem nunca errou que atire a primeira pedra.. Diz a notícia:

Sin embargo, esos 8,6 millones de euros deben desglosarse. Tal y como se informa desde Portugal en el montante total se suma el sueldo del meta durante los próximos cinco años y además una deuda que el conjunto lisboeta deía al Real Zaragoza por el traspaso de Pablo Aimar.

El resto del coste de la operación se sitúa por tanto en torno a los 2 millones de euros, los cuales tampoco saldrían de las arcas del Real Zaragoza, sino del propio Agapito Iglesias que costearía la operación junto al representante Jorge Mendes, a quien le une una muy buena relación.

Por tanto, los derechos contractuales del guardameta pertenecen al máximo accionista del club y al representante portugués, quienes se beneficiarían e un posible traspaso.


Ou seja, assim à bruta o Benfica nestes 8,6M€ contabilísticos livra-se pagar o que ainda devida do Aimar, inclui o valor dos salários a cinco anos que deve ter sido o que foi feito quando ele veio, ficando os espanhois de pagar mesmo ao Benfica 2 milhões que é um valor igual ao que quiseram dar ao Atlético de Madrid antes de ele vir para o Benfica e que deve ter sido o que o Benfica deu por ele também. Quem se chegou à frente com o guito foi o Presidente dos espanhois porque os gajos não têm dinheiro e, claro, o Mendes.

Então se o vendemos pelo mesmo que o Saragoça quis comprar antes da época menos boa em Portugal, só podemos chamar a isto um bom negócio ou não? O resto da conversa dos milhões é para a CMVM e os contabilistas se entreterem.

PS- Marcos Affini contratado para o Futsal. Outro? Não chega o Bebé e o Vitor Hugo ou o Bebé vai sair?

Eis TODA A VERDADE

 ●  9 comentários  ● 
"O tipo que têm lá agora [Villas-Boas] não tem experiência. Ter sucesso em Portugal - onde eu trabalhei - com o FC Porto não é grande coisa. Pela forma como as coisas estão estruturadas lá, do presidente para baixo, eles têm o sucesso mais ou menos garantido todos os anos."

Factos são factos! Num país onde aquele presidente corrupto controla tudo, ganhar nos corruptos não é grande coisa. Sejam milhões da treta ou de verdade, facto facto é que até o «stubborn» do Souness percebe isso lá de Inglaterra.

Roberto - Que parte não perceberam?

 ●  9 comentários  ● 
Que parte dos tópicos já aqui escritos no NGB sobre este assunto é que ainda não perceberam? TODOS os bloggers do NGB foram unânimes em considerar positivo todo o processo ao mesmo tempo que TODOS os bloggers do NGB foram unânimes em considerar que mesmo não sendo 8,6M€ líquidos de transferência, o negócio é totalmente limpo e legal (ao contrário de outros feitos mais a Norte). Que parte ainda não perceberam?

Venda de Roberto - Correção de um erro

 ●  23 comentários  ● 
Como já foi mencionado pelo pjsimoes e vagamente analisado pelo GB, Roberto foi vendido ao Saragoça por 8,6 milhões.
Este é um negócio que levantará muitas dúvidas entre os cépticos desta Direcção e entre todas as pessoas que têm mais do que dois neurónios e preferem usá-los em vez de assobiar para o lado por várias razões:
1ª - O Saragoça é um clube falido. Não é por vender um jogador por 10 milhões que um clube sob protecção judicial vai estourar todo esse dinheiro num guarda-redes. O gestor judicial direcciona esse dinheiro para pagamento a credores,
2ª - Quer acreditem quer não Roberto estava desvalorizado depois da péssima temporada que fez,
3ª - Esta época o Benfica já tinha 4 guarda-redes no plantel, com três novas contratações. Obviamente que estaria desesperado para se ver livre do espanhol.

Ou seja, neste negócio temos um clube falido, que pediu protecção judicial em Junho a despender 8,6 milhões num guarda-redes caído em desgraça e que muito dificilmente iria jogar esta época.
Infelizmente este negócio está muito mal explicado e o comunicado que enviou á CMVM sobre a venda o Benfica deveria ter clarificado quem comprou que partes do passe de Roberto em nome da transparência que tantas vezes os benfiquistas defendem deve ser norma no futebol. Preparem-se para durante os próximos lermos inúmeras suspeitas serem levantadas sobre a "limpeza" deste negócio por todas os factores atrás mencionados. Suspeitas que poderiam nem surgir com mais duas linhas escritas no comunicado em que ficasse claro quem tinha adquirido o passe do jogador.
Dito isto, acredito totalmente que este é um negócio limpo. Apenas muito mal explicado e nesse aspecto o Departamento de Comunicação do clube aparenta ser dirigido por um bando de amadores e incompetentes.

Quanto ao negócio em si, acho que ninguém merece palmadinhas nas costas nem parabéns por este negócio. Fazendo um balanço da passagem de Roberto pelo Benfica constatamos que esta se saldou por uma péssima performance desportiva - e não me venham com tretas de ser o segundo guarda-redes menos batido do campeonato - com o dobro dos golos sofridos pelo "mediano" Quim na época anterior. A sua passagem provocou prejuízo desportivo significativo ao clube ao qual não se juntou o prejuízo financeiro porque alguém conseguiu controlar os danos de uma compra pessimamente negociada por Luís Filipe Vieira em Madrid. Basicamente corrigiu-se um erro tardiamente e que contribuiu para a perda de vários títulos na época passada.

Esta venda resume-se a uma coisa: a correção de um erro que causou imenso prejuízo ao clube. E um erro que nunca deveria ter sido cometido.
 A correção de incompetência merece parabéns? O grau de exigência nesta casa tem que ser maior do que isto.

Um SLBenfica mais Português?

 ●  15 comentários  ● 
O Roberto já era e como eu disse antes, só podemos guardar coisas boas deste negócio e espero que o Presidente tenha também aprendido a lição. Agora, deixem-me lá dar aqui um bocadinho de "tempo de antena" a um dos nossos leitores que insistentemente me tem enviado emails a dar conta de negociações entre o SLBenfica e o Besiktas pelo Hugo Almeida e o Quaresma.

Para que conste não faço a mínima ideia se existe ou não algum interesse do SLBenfica por esses dois jogadores, mas o nosso leitor pediu-nos já algumas vezes e de há umas semanas para cá que falasse no tema para saber a opinião dos benfiquistas - e com um secreto desejo que se o NGB falasse nisso as negociações fossem postas em causa - esta é a parte do email onde invariavelmente me desato a rir compulsivamente...

Em "portuguismos" daria qualquer coisa como Eduardo, Mika, Amorim, Miguel Victor, Roderick, Nuno Coelho, David Simão, Nelson Oliveira e... Hugo Almeida e Quaresma. Dez e quatro formados na Luz.

O que acham então os leitores do NGB da chegada de dois portugueses, jogadores da selecção nacional - digo eu - que para os lugares de Cardozo e Urreta?

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

As teorias da venda de Roberto...

 ●  18 comentários  ● 
Como não poderia deixar de ser, começam já a surgir várias teorias em Espanha para o valor curioso de 8,6M€ da venda de Roberto. Vamos ver algumas:

"Esto ya ha pasado varias veces cuando hay traspasos con clubes portugueses. Ahí acostumbran a dar las cifras incluyendo lo que se va a pagar al jugador durante todos los años de contrato que ha firmado. Echad cuentas y sacaréis lo que ha pagado de traspaso y lo que será de sueldo"

"lo ha pagado jorge mendes para su empresa CAA Sport y lo ha cedido al zaragoza por 5 temporadas...mendes a pagado entre 3 y 4M por el traspaso y el zaragoza le pagara 1M por temporada a Roberto"

"se estaba ablando de q lo compraba una empresa de representacion de futbolistas o algo asi y luego lo cedia al zaragoza o algo raro"

"he leido que viene por el dinero que nos debe el benfica por aimar, y me lo creo xq es imposible que en la situacion en la que esta el club pague tal cantidad de dinero POR UN PORTERO! Eso si, me encanta el fichaje y esperemos que rinda como cuando estuvo media temporada!"

"me parece imposible por dos razones: 1.- NO creo que el zaragoza tenga tanto dinero para fichar con las deudas que arrastra 2.- Si tuviera ese dinero ficharian a un buen delantero, que al final son los que marcan la diferencia, el descenso o la permanencia"

Na Marca:
"Otra Agapifiada del tío Iglesias..Traspasado por 6 millones de euros......uffff. No sé, no sé. Me huele raro esto. ¿¿No será que ese es el importe que le debe el Benfica al Atl. de Madrid??. Asi pues el lince Lafita al Atl. Madrid por 4 y solo hay que pagar 2 mill. a los colchoneros en cómodos plazos. Hablando en plata, cambiamos a Lafita por el bueno de Roberto y aumentamos la deuda en 2 kilos. Esto es Hollywood"

***********************************
Uma coisa é certa: Há muita gente a acreditar que falta informação ao comunicado.

Em Espanha fala-se em acertos de contas com o Saragoça, na inclusão dos salários, em "jogadas" com o Mendes, etc.

No que me diz respeito não acredito em nenhuma iniciativa ilegal para permitir esta comunicação que me parece óbvia que tem como único objectivo "limpar a face" no negócio Roberto. E acho muito bem! Perante a inevitabilidade de assumir a perda, foi negociado com o clube comprador um formato que protege a imagem da Direcção. Eu aplaudo e elogio.

Isso não quer é dizer que me façam agora acreditar que um jogador dispensado pelo SLBenfica, depois de uma época negativa, independentemente da sua qualidade seria transferido em valorização para um clube de segunda em Espanha que há bem pouco tempo esteve à porta da falência. O jogador desvalorizou e a sua condição de dispensado, independentemente da sua qualidade (repito), desvaloriza ainda mais o valor do jogador...

Sinceramente, não quero saber como se "construíram" os 8,6M€! De positivo tiro o facto de ter sido possível transferir este jogador a título definitivo, dado que não reúne a confiança dos benfiquistas (independentemente da sua qualidade). Adicionalmente foi ainda possível fazê-lo de uma forma (seja ela qual for) que limpa a má imagem da compra deste jogador.

PS- Se me é permitido também teorizar, acho que o mais plausível é mesmo a inclusão dos salários neste valor, como acredito que também tenha sido feito na compra - muito justificado pelos diferentes regimes fiscais entre Portugal e Espanha. Mas obviamente que é só uma teoria que vale o que vale porque, como disse acima, apesar de não acreditar minimamente que o Saragoça nos vai pagar 8,6M€, considero todo o processo positivo e merecedor de elogios à Direcção do SLBenfica.

Roberto vendido ao Saragoça

 ●  29 comentários  ● 

"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD vem confirmar que chegou a acordo com o Saragoça para a transferência, a título definitivo, do guarda-redes espanhol Roberto Jimenez Gago.

A transferência do jogador, bem como da totalidade dos direitos económicos, foi concluída pelo valor de oito milhões e seiscentos mil euros."


Fonte: Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica



domingo, 31 de julho de 2011

Tudo na estaca 0 ou o elogio improvável...

 ●  10 comentários  ● 
Serei breve. Em 1º lugar, os nossos adversários. Parece que depois da euforia instalada por Alvalade, os mesmos jornais que os elevaram à categoria de vedetas e de favoritos, arrasaram-nos. O CRAC perdeu em França, apesar da "excelente exibição". Ou seja, o titubear do SLB já encontrou paralelo nos principais adversários. Até o Braga já tropeçou... E agora Benfica? E agora CS? Já estamos todos a 0 para o início do campeonato?

Creio que, apesar da teimosia de JJ, dos casos Luisão, Maxi, das supostas contratações falhadas e dos exageros verbais de LFV em certas matérias, tenho apreciado o "tom silencioso" do plantel em geral. Entre os adeptos também me parece que existe alguma apreciável contenção e cuidado com os elogios... Isso é bom! É sinal de realismo! E de seriedade. Eu sou fã da seriedade no trabalho! No rigor. E a equipa técnica e o plantel terão de ser rigorosos! Trabalhar sem limites! Com vontade férrea de vencer.

E agora o elogio improvável! É improvável não por vir de mim, mas porque me parece que a dirrecção do SLB, esta época optou pela renovação e revolução! Mas tem de a fazer render. Num tempo em que crise afecta os clubes, o SLB gastou muitos milhões. E muitos dos jogadores não chegaram a vestir a camisola. Mas isso não é relevante se o Benfica souber perceber que dentro do seu quadro actual de seniores estão as soluções de futuro. Que na próxima época, em caso de vendas, os substitutos já estão lá! Por exemplo, se Emerson vor vendido, já temos Carole ou Luís Martins! Se vendermos o Maxi por 20 milhões, temos o André Almeida! Se o Cardozo sair, está aí o Melgarejo! Para o lugar do Javi, Nuno Coelho! David Simão, Rodrigo, Nelson Oliveira, etc... Temos de fazer "render" esta 2ª equipa que a direcção nos deu! E é este o elogio! Seria óptimo pondermos fazer, em resultado de uma época espectacular, belos negócios, sem ter de comprar jogadores para substituir que sai...

Ah, para finalizar, junto-me ao coro: elejo o Nolito como o meu jogador favorito deste "novo" SLB. É vertical, "brigão", rápido e tecnicista! Tudo para ser um jogador "à Benfica".

O desafio da "cantera"

 ●  7 comentários  ● 
Quem tem oportunidade de ver alguns jogos do Barcelona nesta pré-temporada, vê os jogos muitas vezes sem Villa, Iniesta, Xavi, Messi ou Piqué pelos mais diversos motivos e, acredito, acima de tudo porque não é fundamental que uma máquina engrenada acrescente mais minutos nas pernas de jogadores que suportarão mais de sessenta jogos na temporada.

Nesses jogos, tal como nos jogos do ManUtd ou Chelsea por exemplo, temos visto aparecer vários jogadores jovens de 17, 18 ou 19 anos oriundos das camadas jovens desses clubes.

Quando se aproxima, já a partir desta temporada, o controlo financeiro da UEFA na denominada "regra Fair Play", é hora de olhar para estes exemplos e se calhar aproveitar o actual "espírito retro" que está a afectar a moda e os hábitos, para voltar também atrás aos anos em que só se contratavam jogadores que viriam mesmo para fazer a diferença... e mesmo esses tinham que "suar as estopinhas".

Os grandes clubes mundiais têm hoje projectos de formação onde investem milhares de euros, alguns milhões mesmo, sendo que curiosamente esses clubes são os que mais investem também em jogadores... de topo. As contratações "low cost" de valor duvidoso são limitadas ao máximo, o que não quer dizer que não aconteçam... mas são uma excepção que dezenas de profissionais apaixonados pelos seus clubes - e muito competentes - tentam evitar.

As contratações de risco calculado são cada vez menores e apenas são procuradas aquelas que trazem definitivamente valor acrescentado. Por isso olhamos para os clubes com mais sucesso e vemos um crescente investimento na formação, procurando seguir de perto o modelo com mais sucesso no Mundo: FCBarcelona.

Num momento em que olhamos para os clubes portugueses a investir cada vez mais - a média é superior a 30M€/ano - e onde o desperdício desse investimento chega a atingir quase metade desse valor (em alguns casos mais), é hora de repensar o modelo nacional.

É preciso IMPOR regras para a inclusão de jogadores da formação nos planteis - à semelhança do que obriga a UEFA. É preciso também os dirigentes serem vinculados ao investimento de parte do orçamento anual (10%) nos departamentos de formação: Infra-estruturas, Prospecção, Integração Escolar, Apoio às familias dos jogadores, etc.

Sai muito mais barato aos clubes de um país periférico, que se debate com uma gravíssima crise financeira, investir 1.000.000€ na formação do que o mesmo valor num qualquer sul-americano que mesmo com potencial acabará por regressar ao seu país ou passar pelo clube e sair ao cabo de um ou dois anos com pouca ou nenhuma valorização.

É hora de o futebol parar de mudar... para pior! É hora de impor regras e se a Liga não o fizer, que sejam os dirigentes a olhar para os melhores exemplos da Europa.

ranking