O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 26 de julho de 2011

A pré-temporada - fase 3

 ●  7 comentários  ● 
Portugal, 26 de Julho de 2011

Com a realização do jogo da 1ª mão da 3ª pré-eliminatória da Champions League, está terminada a pré-temporada do Benfica. Chamo-lhe a 3ª fase porque o plantel se vai consolidando após cada jogo ou torneio, e houve alguma compartimentação entre o estágio na Suíça, o torneio da Guadiana e a recta final até ao 1º jogo oficial (Trabzonspor), o que permitiu fazer avaliações e encaminhar alguns jogadores, entre cada uma destas fases ou etapas.
Neste defeso e a pensar na próxima época, contratamos 17 jogadores (7 na época passada sem incluir Janeiro): Mora, Wass, Artur Moraes, Nolito, Matic, Bruno César, Melgarejo, André Almeida, Nuno Coelho, Leó Kanu, Enzo Pérez, Mika Domingues, Ezequiel Garay, Axel Witsel, Emerson, Eduardo e Capdevila. Regressaram 6: Freddy Adu, Balboa, Urretavizcaya, Miguel Vítor, Oblak e Rodrigo. Da formação vieram David Simão, Nelson Oliveira, Ruben Lima e Miguel Rosa.
No total dos contratados, investiram-se cerca de 30 milhões de euros (valor idêntico à época passada) e somos detentores da totalidade dos passes com excepção de Garay de que apenas detemos 50%. A ver vamos se vamos vender ao Benfica Star Fund algumas percentagens dos passes destes jogadores.
Por outro lado das 27 caras novas (foram 13 no ano passado), 10 das quais regressos e formação, estão muito longe da quantidade de nomes que se tem falado como interessando ao Benfica, e que já deram azo às brincadeiras dos sportinguistas, como aquela da mesa de matraquilhos da ASAE ou o autocarro de 5 andares para levar todos os jogadores do Benfica. O SCP tem 14 nacionalidades, mas isso não é motivo de brincadeira, porque nós no Benfica não gostamos de brincar com o SCP.
Dos 27 jogadores da equipa do ano passado, 11 já foram colocados e possivelmente mais 4 deverão sair, César Peixoto, Roberto (a pedido da comunicação social) e Júlio César (arrastado pela polémica com Roberto) e Carole. Assim do ano passado transitam 12 jogadores para a próxima época. Ou seja, saíram 15, dos quais só 2 por motivos alheios à nossa vontade: Salvio e Coentrão, e 2 em fim de contrato: Nuno Gomes e Luís Filipe. Saíram 11 por vontade do clube, o que me parece um tiro no pé, pois são 41% do plantel. É muito.
Dos 27 novos jogadores, 5 já estão colocados: Miguel Rosa, Wass, André Almeida, Melgarejo e Léo Kanu. 3 são cartas fora do baralho, Balboa, Adu e Oblak. Ou seja, temos 19 jogadores para escolher 15, de modo a constituir um plantel de 27 jogadores. Na minha opinião, são candidatos a sair, Nuno Coelho, Ruben Lima, Rodrigo e Mora. São apenas palpites, não fico chateado se falhar.
Do jogo de apresentação aos sócios contra o Toulouse, que termina as experiências da pré temporada, resultou uma exibição mais sólida que as duas do torneio do Guadiana, dando já para perceber que os automatismos da equipa serão diferentes da época passada devido às diferentes características dos jogadores contratados, os tais que não passarão tanto tempo a comemorar o título. Cometemos apenas 2 erros que poderiam ter dado golo: uma má defesa de Artur Moraes que deu sapatada para a frente na 1ª parte, um contra ataque aos 85 mn em que Emerson se deixou levar, optando por não fazer falta. Penso que são poucos erros, um deles de natureza individual e outro colectivo.
Penso que a experiência com o Toulouse foi boa porque se trata de uma equipa parecida com o Trabzonspor, isto é, bem organizada, bem equilibrada e pragmática a trocar a bola. Por outro lado alguns vícios dos dois últimos anos, derivados da “pressão alta”, levam a que tenhamos sempre muitos jogadores na frente quando vamos para o ataque. O que gera percentagens de posse de bola elevadas mas sem grande expressão em golos, pois criamos maior densidade no último terço do campo defensivo do adversário, o que prejudica as linhas de passe. Neste aspecto nada irá mudar na próxima época, o que quer dizer que nem Jorge Jesus aprendeu nem Rui Costa e toda a extensão directiva ligada ao futebol.
O ano passado esta tríade de responsáveis pediu um guarda-redes que desse pontos. Esta época a escolha recaiu em Artur Moraes (0,94 golos por jogo no Braga) e Eduardo que leva 4 a 5 frangos por época, segundo o presidente do Génova (sofreram 1,24 golos por jogo), em detrimento de Roberto um dos obreiros da razoável época do ano passado (não vamos perder tempo a discutir, pois defendo que foram os árbitros que não deixaram fazer mais). Daquilo que já vi iremos ter uma época pior, defensivamente. Oxalá esteja enganado. Quero mesmo estar enganado.

7 comentários blogger

  1. Tirando a última frase. Uma BOA análise.

    ResponderEliminar
  2. "Saíram 11 por vontade do clube, o que me parece um tiro no pé, pois são 41% do plantel."

    Do 11 titular saíram o Sálvio, o Coentrão e o Roberto. Ou seja saiu 27%. Se considerarmos a saída do David Luiz, então saiu 36%. Parece-me que a maioria dos que sairam eram suplentes, e muitos pouco ou nada jogaram. Não me parece que vão fazer muita falta.

    "iremos ter uma época pior, defensivamente"

    Se o Luisão ficar podemos ter uma defesa só composta por jogadores de seleção: Eduardo, Maxi, Luisão, Garay e Capdevila. Seria de facto catastrófico e para mim impensável ter um plantel assim e ter uma má época defensiva...

    Parece-me que existem todas as condições para termos uma época de sucesso. Temos um treinador de qualidade e um plantel com mais soluções que o ano passado. Veremos se formam um grupo e uma equipa coesa. Assim o espero. E estou confiante. Gosto de pré temporadas realistas. Os verdadeiros campeões veem-se nos maus momentos.

    ResponderEliminar
  3. Bom discordo apenas da última frase. Creio termos uma melhor segunda linha para o meio campo defensivo e o ingresso do Garay e o regresso do Miguel Victor vão dar sem dúvida mais qualidade à primeira e segunda linha defensiva. E se em termos ofensivos ficámos a perder com a saída do Coentrão, não creio que o mesmo seja verdade em termos defensivos pois o Emerson e especialmente o Capdevila oferecem essa solidez. a única posição que não reforçámos cabalmente foi a de defesa direito, um substituto à altura do Maxi.

    Seja como for, este ano temos pelo menos um, talvez dois box-to-box, como o ano passado não tivémos. O Matic (talvez!) e o Witsel (certamente! que grande aquisição!) vão segurar o meio campo muito, muito melhor, especialmente nas transições rápidas da equipa contrária e nos equilibrios defensivos quando a nossa equipa perde a bola em transições ofensivas. Lembrem-se que o ano passado jogámos com dois alas muito abertos, o que previligiava um ataque apelidado de "suicida", mas que realmente dava prazer ver. Vai ser diferente, este ano, o Jesus tem muitas opções tácticas à sua disposição e uma segunda linha como há muito não via no Benfica.

    Nada de Menezes, Kardec e Weldon a aquecer quando precisamos de virar um resultado num jogo a doer ou quando temos de substituir um jogador por lesão ou castigo.

    Tenho fé!

    ResponderEliminar
  4. Esta convocatória não augura nada de bom. Capdevila não foi inscrito a tempo, Maxi ainda a voar, Luisão sem treinos, Ruben Amorim sem competição e Garay acabado de chegar. Esta defesa dá comigo em doido.

    ResponderEliminar
  5. Nome ha so um..BENFICA!26 julho, 2011 23:50

    Boa noite!
    Boa analise embora na ultima parte eu não concorde!Acho que os reforços para a defesa dão garantias(quase todos) e espero que o jj tenha aprendido que a equipa precisa de um equilibrio maior!Defensivamente a equipa nao tem sido homogenea porque so sabemos defender em pressão alta,quando ficamos mais na expectativa somos uma equipa banal em termos de posicionamento porque a mania de ter apenas o Javi aguentar tudo não me parece nada fiável!
    De salientar apenas que me parece de uma incompetência estrondosa o facto de ao fim de 4épocas ainda não termos conseguido arranjar uma alternativa competente e de origem para o Maxi..ele que na altura nem foi contratado para lateral.
    Saturado deste Vieirismo.
    Saudações e amanhã cantem,puxem pelo equipa..para não parecer que estamos na ópera.

    ResponderEliminar
  6. Pois parece haver consenso com a análise à excepção de facto com a parte final, temos obrigação de fazer bem melhor que a época passada, temos dois bons guarda redes que dão segurança, se tudo correr como previsto teremos a dupla Luisao-Garay, nas laterais Maximus e Capdevila, portanto defensivamente estamos muito bem! Quanto aos defensores do Roberto, o Eduardo até pode ser como Roberto a dar franganitos mas a diferença entre eles é que o Eduardo custava 4,5M e é Português e o Roberto custou 8.5M (sabe- se la porquê...deve ter sido devido aos jogadores que ficaram de vir para o benfica devido à transferencia do Simão...) valor exorbitante para a qualidade que ele demonstrou, ele foi contratado para defender e mais nada! Veja-se a diferença com que o Artur entra na equipa, acho que nao é preciso dizer mais nada...

    Mig@s

    http://benficaanossabandeira.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking