O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Quem prefere ver na liderança da Comunicação do SL Benfica?

sexta-feira, 10 de março de 2017

Análise às Finanças dos 3 Grandes (1º Semestre 2016/2017)

Avatar
 ●  + 67 comentários  ● 


Atendendo à publicação na CMVM dos Relatórios Semestrais da Benfica SAD, Porto SAD e Sporting SAD, apresento as habituais análises actualizadas sobre as finanças dos 3 Grandes.


Benfica: A Benfica SAD aumentou os seus Proveitos Operacionais, face ao 1º Semestre de 2015/2016, subindo dos 64,9M€ para os 69,4M€, tendo os custos descido dos 53,0M€ para os 51,3M€. Os Resultados Operacionais foram então de +18,1M€, melhorando face aos +11,9M€ da época passada. A melhoria em praticamente todas as rúbricas operacionais foi fundamental para esta melhoria dos Resultados Operacionais, tal como já tinha sido analisado anteriormente (link). Os Resultados com Atletas foram de -6,5M€ (mas ainda não incluem as vendas de Gonçalo Guedes 30M€+7M€ objectivos e Hélder Costa 15M€. As vendas consideradas foram as seguintes: Sidnei 6,5M€ 65%, Nelson Oliveira 3,5M€ 70%, Carcela 3,5M€ a 4M€, Bebé 1,5M€ 50%, Mais-valia de André Gomes 4M€, etc num total de 18,9M€ de Rendimentos com Atletas) e ficaram abaixo do 1º Semestre da época passada, que tinham rendido 23,5M€, período onde tinham ocorrido vendas de maior valor (Lima 7M€, Ivan Cavaleiro 15M€, etc). Os Resultados Financeiros e de Investimentos ficaram nos -8,9M€, igualando o resultado da época passada.

O lucro em 2016/2017 (1º Semestre) situou-se no 2,6M€, enquanto que na época passada tinha-se situado nos 4,6M€.

Com as vendas já asseguradas em Janeiro de 2017, a Benfica SAD poderá chegar ao final da época com 125M€ a 130M€ de Proveitos Operacionais + 60M€ de Proveitos com Atletas, permitindo assegurar custos totais de 185M€ a 190M€. Se os custos anuais se situarem abaixo desse montante, e é expectável que isso aconteça, então não será necessário realizar vendas adicionais em Junho para a obtenção de lucros em 2016/2017. 

Em termos de Activo e de Passivo, o Benfica tem a sua situação positiva com um Activo "Liquido" de 459,6M€ e Passivo de 434,9M€, e Capital Próprio de +24,7M€.


Porto: A Porto SAD viu a sua situação financeira piorar de forma considerável, tendo agravado os seus prejuízos semestrais de -17,8M€ para -29,4M€. Os Resultados Operacionais recuperaram de -19,7M€ para -5,0M€. Para este mau Resultado Operacional, em muito contribui os Custos de Pessoal excessivos que rondaram os 38,9M€ em apenas 6 meses, mais 8,5M€ do que o Benfica gastou nos mesmos 6 meses, e mais 7,3M€ que o Sporting gastou nesse período. A menor capacidade de gerar Receitas Operacionais deveria levar a Porto SAD a conter-se mais nos custos, mas está a acontecer o oposto do que seria aconselhável. Os Proveitos Operacionais subiram de 42,7M€ para 58,7M€ muito por influência de Receitas da UEFA e os Custos Operacionais subiram de 62,4M€ para 63,7M€. Atendendo a esta tendência a Porto SAD voltará a ter Custos de Pessoal anuais a rondar os 75M€/Ano, e a Benfica SAD e Sporting SAD poderão situar-se nos 60M€/Ano.

Ao Nível dos Resultados com Atletas a Porto SAD está pior (-16,8M€) face à época passada (+10,1M€), devido ao facto de ter transaccionado no 1º Semestre da actual época apenas 3,0M€ em proveitos com a venda de jogadores, enquanto que na época passada tinha transaccionado 36,2M€ em Atletas. Até final da época a Porto SAD, para não ter prejuízos, terá de vender mais de 100M€ em Atletas durante o mês de Junho!

Os Resultados Financeiros e de Investimentos têm piorado e estão cada vez mais próximos dos obtidos pela Benfica SAD (FCP -8,4M€ vs SLB - 8,9M€), e isso deve-se em grande medida ao facto de a Porto SAD ter aumentado consideravelmente o seu passivo em 6 épocas e meia, tendo o Passivo subido dos cerca de 160M€ para os 377,5M€, tendência que já se vinha a verificar nos últimos anos. Há 12 meses o Passivo situava-se nos 287,3M€ e subiu para os 377,5M€, um aumento superior a 90M€, em apenas 1 ano.

Devido a esta performance, os Resultados do Exercício da Porto SAD pioraram tendo passado de -17,8M€ para os -29,4M€, e ao nível do Activo e do Passivo, a SAD apresenta 374,1M€ de Activo, 377,5M€ de Passivo, tendo o Porto Clube 59,7M€ de "Interesses sem Controlo" pelo facto de deter 53% do Estádio (empresa EuroAntas), que foi consolidada a 100% nas contas da SAD. O Capital Próprio da Porto SAD apresenta um valor de -3,4M€ e -63,1M€ (não considerando os Interesses sem Controlo). Nos últimos 12 meses o Capital Próprio agravou-se em 70M€, valor que representa 20% dos prejuízos de TODO o futebol europeu!!

A Porto SAD está em incumprimento do fair-play financeiro da UEFA, que poderá originar pesadas sanções e os actuais dirigentes do Porto estão a "armadilhar" o clube e a SAD para os seus eventuais sucessores, que irão encontrar um clube e um SAD em estado de quase "falência"!


Sporting: A Sporting SAD facturou 49,1M€ em Proveitos Operacionais e 50,5M€ de Custos Operacionais, tendo um Resultado Operacional de -1,4M€. A Sporting SAD tem pouca capacidade de investimento em Atletas, tendo registado 2 importantes vendas no verão (Slimani e João Mário), que permitiram registar 73,8M€ de Rendimentos com Atletas.

Nos Resultados Financeiros & Investimentos apresentou -5,0M€, que apesar de tudo ainda são inferiores aos da Benfica SAD e Porto SAD, devido a uma situação de "concorrência desleal", já que com o Passivo + VMOC's que a Sporting SAD regista, deveria ter tido um resultado negativo semelhante ao de Benfica e Sporting, a rondar os -8M€ a -9M€. Ou seja, por época, a Sporting SAD está a beneficiar de um perdão de juros a rondar os 10M€/Ano. 

Devido a estes resultados operacionais, com atletas, financeiros, a Sporting SAD viu o seu Resultado Líquido do Exercício situar-se nos 46,5M€ em 6 meses de actividade, e é expectável que os lucros baixem significativamente até final da época pelo facto de ter registado 16,5M€ de prejuízos no 2º Trimestre da actual época. É previsível que os lucros anuais baixem para 15M€ a 20M€, sem vendas adicionais de Atletas até Junho de 2017.

O caso mais surpreendente, ou talvez não, é o facto de a Sporting SAD andar a aumentar os Custos de Pessoal, de 12,1M€ (1º Sem. 2014/2015) para 23,5M€ (1º Sem. 2015/2016) e agora para 31,6M€ (1º Sem. 2016/2017), relativos aos primeiros 6 meses da época, tendo mesmo já superado os Custos de Pessoal da Benfica SAD, o que fará com que a Sporting SAD possa apresentar Custos de Pessoal próximos dos 60M€/Ano, tendo registado apenas  25M€/Ano nas épocas de Leonardo Jardim e de Marco Silva.
Quanto ao Balanço, o Activo está nos 286,8M€ e o Passivo + VMOC's está nos 393,3M€, e se não fosse considerado o "fenómeno" dos VMOC's o capital próprio ficaria nos 106,5M€ negativos. Importa perguntar onde anda o acordo com a Banca, que supostamente implicava "contenção financeira" e custos controlados!
 
Estes resultados estão a ser influenciados por várias  situações GRAVES e pouco TRANSPARENTES, que tenho destacado nos últimos meses, e terei de voltar a relembrar:

1ª situação (Caso BES/BCP): Para o resultado positivo apresentado, a Sporting SAD está a beneficiar de um perdão de juros atribuído pelo NovoBanco e Millenium Bcp, que ronda os 10M€/Ano, como já tive a oportunidade de explicar.

Ao nível dos Activos e Passivos, surgem outras 3 situações igualmente "graves" face à situação que referi anteriormente sobre os Proveitos e Custos (perdão de "juros" caso BES/BCP). 

2ª situação (VMOC's): A Sporting SAD teve de recorrer a uma reestruturação financeira que envolveu um aumento de capital da SAD, passagem da SPM para a SAD (empresa detentora dos direitos de superfície do Estádio de Alvalade), e recorreu a 127,9M€ de VMOC's, que são obrigações (financiamento) que serão obrigatoriamente convertidas em acções. O mais grave desta situação é que 55M€ "brutos" e 47,9M€ "líquidos" (1ª emissão) teriam de ser pagos em Janeiro de 2016, e a Banca prolongou o período de pagamento por mais 10 anos, juntando-se aos outros 80M€ de VMOC's (2ª emissão). Tratando-se de 2 instituição bancárias (antigo BES e BCP) que receberam ajudas estatais (dinheiro dos contribuintes) mais grave se torna esta situação, quando se sabe que estes 135M€ "brutos" / 127,9M€ "líquidos" na prática pagam taxa de juro de ZERO%. Apesar de o problema ter sido "empurrado com a barriga" para daqui a 1 década, o Sporting terá de garantir nessa altura a aquisição da maioria das duas emissões de VMOC's, ou então a Sporting SAD passará a ser detida maioritáriamente por privados (Banca ou "investidores externos"). Apesar de os VMOC's não serem registadas contabilisticamente como Passivo, na prática são responsabilidades que o Sporting terá de assumir se quiser manter o controlo maioritário da SAD.

3ª situação (Direitos de Superfície): Com base na informação do R&C, sabe-se que o Sporting "valorizou" os direitos de superfície do Estádio de Alvalade em 208,9M€ "brutos" e 143,1M€ "líquidos", e passou esses direitos para a Sporting SAD. Esta é uma mera operação de "cosmética" para tornar mais bonito o R&C da Sporting SAD, já que se trata de uma operação intra-grupo, sem qualquer reflexo no R&C Consolidado do Grupo Sporting.

4ª situação (Ocultação de Passivo em outras entidades do Grupo Sporting - Sporting "Clube" e Sporting SGPS): Tal como avisei, em 1ª Mão e em "Exclusivo", neste Blog há cerca de 2 anos, a situação do Grupo Sporting é muito "grave". Essa situação foi confirmada  pelo próprio Presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, na AG do Sporting realizada a 28 de Junho de 2015:
174,7M€ de Activo consolidado (MCI)
487,1M€ de Passivo consolidado (MCI)
(312,5M€) de capital próprio negativo (MCI)
... e Prejuízos acumulados de 357,5M€
(situação a 30 de Junho de 2013)

Curiosamente, Bruno de Carvalho para os anteriores presidentes considera os VMOC's como Passivo, e agora para si próprio tenta esconder esse valor das Responsabilidades Totais a pagar!

Essa situação muito "grave" foi confirmada recentemente com a apresentação dos mais recentes R&C's do Sporting Clube Portugal 2015/2016, segundo o MEP - Método de Equivalência Patrimonial e segundo o MCI - Método de Consolidação Integral
EXCLUSIVO: Sporting com 609,8M€ de “Passivo + VMOC’s” (2015/2016) - MEP
BOMBA: NGB "obriga" pela 2ª vez Bruno de Carvalho a apresentar as Contas Consolidadas!

Método de Consolidação Integral (MCI) representa as Responsabilidades Totais (Passivo + VMOC's actuais) do Sporting Clube e das Empresas do Grupo SCP perante Entidades Externas:
Fonte: BOMBA: NGB "obriga" pela 2ª vez Bruno de Carvalho a apresentar as Contas Consolidadas!

Método de Equivalência Patrimonial (MEP) representa as Responsabilidades Totais do Sporting "Clube" perante as Empresas do Grupo SCP e Entidades Externas, considerando os VMOC's actuais:
Fonte: BOMBA: NGB "obriga" pela 2ª vez Bruno de Carvalho a apresentar as Contas Consolidadas!


Devido à Analise apresentada é fácil de perceber a "péssima" situação do Grupo Empresarial do Sporting que se encontra "falido", e também a situação muito "negativa" para a qual a Porto SAD está a caminhar. A única SAD estável dos 3 Grandes em termos financeiros é a Benfica SAD!

Os Resultados Líquidos do Exercício (sem vendas adicionais de Atletas) até final da época estão sujeitos a ligeiros desvios nos Proveitos e nos Custos dos 3 Grandes, e neste momento a "Previsão NGB" é a seguinte:

Benfica SAD: +10M€ (+22M€ acumulados desde 2010)
Porto SAD: - 60M€ (-153,7M€ acumulados desde 2010)
Sporting SAD: +20M€ (-126M€ acumulados desde 2010)




67 comentários blogger

  1. Continue com essa do perdão de juros que pode ser que um dia acordemos todos a pensar que os bancos dão almoços grátis!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sporting não paga juros é a única maneira dos bancos receberem o que lhes devem. Mas é uma vergonha! Não há outro exemplo igual em Portugal.

      Eliminar
  2. Bem-haja Eagle. Aqui o Timóteo Firmino, sempre burro em contas de somar e subtrair mas um ás de copas quando se trata de dividir e multiplicar, gostava de saber mais sobre a diminuição em 20 e tal milhões do passivo do nossa querida Benfica SAD. O que pagámos e com que recursos que justifique essa diminuição? Um ritmo de diminuição de 20 milhões por semestre é uma cenário exequível para os próximos anos?
    É pá. Desculpa lá a minha ignorância que penso não ofender ninguém pois quem dá o que tem a mais não é obrigado.
    Timóteo Firmino

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Renato Sanches já está todo pago, e o Gaitan está quase pago.
      Com esse dinheiro a Benfica SAD pagou parte do passivo, tendo reinvestido também em novas contratações.

      Não é possível vender 2 craques por semestre, por isso é difícil abater 20M€ de 6 em 6 meses :)

      Eliminar
    2. Eagle, onde é que no relatório chegas à conclusão que o Renato já está todo pago? Já agora porque é que aparece: valor nominal 20 milhões, valor amortizado 20 milhões? Ou ainda,porque não aparece: VN:35,VA:20? Não tou a desconfiar do que dizes, quero apenas perceber..
      Segundo aparece na pag.44, no último semestre recebemos 0 do Bayern, e no 2°semestre da época passada recebemos 20milhões

      Eliminar
    3. Timoteo Firmino, vá à pág. 24 do relatório e contas e veja a "Demonstração Consolidada e Individual Condensada dos Fluxos de Caixa", é fácil de interpretar.

      Eliminar
    4. Fejsa5 isso é o valor em dívida, em cada uma das datas (clientes conta corrente)!
      Qual "recebemos" 0 e "recebemos" 20?

      Aprendam a ler relatórios e contas, ou então investiguem antes de perguntar disparates.

      o Bayern Munique deve ZERO ao Benfica. Foi tudo pago até ao momento da inscrição do R. Sanches pelo B. Munique, na Liga Alemã.
      Do Gaitan e do Sidnei temos a receber 8M€ (a mais de 12 meses) (clientes não corrente) e temos a receber menos de 5M€ desses 2 clubes (até 12 meses) (clientes corrente). De 31,5M€ faltava pagar menos de 13M€.

      No total o Benfica só tinha 24M€ a receber pelas vendas até Dez. 2016.
      É natural que no próximo semestre esse valor suba com as vendas ao Wolves e ao PSG.

      Eliminar
    5. Tem calma Eagle! Se perguntei este "disparate" é porque tal como disse "quero apenas perceber"! Tanto que fiz questão de dizer "não tou a desconfiar do que dizes"! Como não sei tudo sobre todos os assuntos perguntei, desculpa lá! Para a próxima não chateio ;)

      Eliminar
    6. Fejsa5, essa pergunta era "básica".

      Lista de "clientes (não corrente ou corrente)" diz respeito às entidades que estavam em dívida, e não as entidades que pagaram.

      Na próxima podes perguntar, desde que não sejam assuntos básicos.
      Essa dúvida era simples. Basta ler com atenção o que está no R&C.

      Abraço

      Eliminar
  3. Há o risco de o Porto ser excluído das competições europeias face ao incumprimento do fair play financeiro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro incumprimento já aconteceu na época passada e o castigo ainda não foi conhecido.
      Se existir um segundo incumprimento arrisca-se!


      Já tinha escrito sobre isso:

      quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017
      BRONCA! Fair-Play Financeiro: Porto com 153,7M€ de Prejuízos (desde 2010)

      O Galatasaray, Bursaspor e o Partizan Belgrado são casos recentes de clubes excluidos das Competições Europeias devido ao Fair-Play Financeiro.

      Eliminar
    2. É bem possível tendo em conta as penalizações que a UEFA impôs a incumpridores como o Galatasaray, Bursaspor e o Partizan de Belgrado. O mais interessante é perceber qual vai ser o posicionamento do Sporting em relação a este incumprimento, pois até ver é o principal prejudicado.

      3 º Anel

      Eliminar
    3. Esses clubes reincidiram. Incumpriram em pelo menos 2 anos.

      Para o Porto não incumprir pela 2ª vez, +20M€-58,3M€, teriam de ter lucros de 10M€ a 20M€ na 3ª época considerada (tendo em conta as deduções da formação e de custos com infra-estruturas).

      Eliminar
    4. Penso que é 3 anos, mas não estou certo.

      Eliminar
    5. Cada análise temporal é efectuada a 3 anos.
      Se por duas vezes os clubes falharem essa análise trianual ficam com problemas acrescidos.

      Eliminar
  4. Porque é que o Benfica e Porto não fazem queixa aos bancos, liga e UEFA da situação do Sporting?
    O clube já devia pertencer a privados, foram perdoados juros por mais 10 anos! E o Benfica não se importa? A CMVM não se importa?

    Quanto é que ainda falta pagar do estádio e da caixa?

    Parabéns por mais uma excelente análise

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Importa analisar as responsabilidades totais, e não apenas de um ou de outro investimento.

      A Benfica SAD tem menos de 300M€ de passivo financeiro e cerca de 400M€ de passivo exigível, como foi informado no R&C.

      segunda-feira, 6 de Março de 2017
      Curiosidades sobre as finanças do Benfica (R&C 1º semestre 2016/17)
      http://geracaobenfica.blogspot.pt/2017/03/curiosidades-sobre-as-financas-do.html

      Eliminar
  5. Desde já as minhas congratulações pelo excelente trabalho de análise que tem realizado sobre o estado das contas da nossa SAD em particular e de comparação desta com os nossos dois principais concorrentes internos do negócio e mercado que é o futebol. É bom salientar que esta comparação analítica não é despiciente como alguns julgam ou outros que dizem o que importa são as nossas contas e não a dos nossos concorrentes, desvalorizando por ignorância ou por interesses contrários há verdade e realidade dos factos que o Benfica como qualquer player inserido num mesmo mercado está em parte condicionado e/ou limitado positivamente ou negativamente tendo em conta aquilo que a concorrência faz. Se esta concorrência estiver desvirtuada e/ou actuar de forma desleal, seja através de actos criminosos (apito dourado) e/ou por benefícios que desvirtuam essa mesma concorrência como por exemplo o perdão de juros encapotados através de VMOCS participados com erário público e ao contrário que alguns pensam, pode levar a que se criem "desequilíbrios" indesejados nos orçamentos de quem cumpre as leis criminais e do mercado devido ás vantagens artificiais que esses crimes ou ajudas dão aos nossos concorrentes directos.

    3 º Anel

    ResponderEliminar
  6. Já agora e aproveito para deixar aqui para os TÓTÓS um "manual básico de contabilidade" de forma a que estes (os inteligentes) não se deixem manipular por aqueles que só querem mal ao NOSSO Benfica e/ou que por seu proprio interesses e agenda perferem fazer o jogo daqueles que nos querem mal.":

    Então aqui vai:
    ATIVO=PASSIVO+CAPITAIS PRÓPRIOS ou para quem não sabe o que é o passivo ATIVO=CAPITAIS ALHEIOS+CAPITAIS PRÓPRIOS

    O ATIVO descreve em que é que estão aplicados os Capitais ao serviço do negócio, o PASSIVO+CAPITAIS PRÓPRIOS são as duas ORIGENS desses Capitais, parte deles dos Acionistas (Capitais Próprios) e, o restante, de origens "exógenas" (créditos bancários, créditos de fornecedores, etc.)

    Deste ponto de vista e de uma forma simplista até se deveria dizer que, para dois negócios iguais e de dimensão semelhante, a Gestão deveria minimizar os Capitais Próprios e maximizar os Capitais Alheios... ou melhor, o dito PASSIVO

    É que, caso essas 2 Empresas consigam um nível semelhante de "Lucros", a taxa de rentabilidade dos Capitais Próprios (a parte dos donos da Empresa) é tanto maior, quanto maior forem os Capitais Alheios (o Passivo, pois claro).
    Evidentemente, o recurso exagerado a Capitais Alheios costuma implicar um nível crescente de Custos Financeiros, o que pode colocar em causa a rentabilidade ou, até, a própria sustentabilidade do negócio.

    Mas, sempre que uma Empresa consiga obter crédito, mesmo pagando juros de X%, ela será mais lucrativa que as concorrentes desde que consiga aplicar esses fundos (onerosos) com uma rentabilidade superior aos tais X%.

    Ou seja, se alguém aplicar capitais com uma rentabilidade de 20% e conseguir obter empréstimos que tenham o custo de 10%, então estará na realidade a realizar mais valias de 10 % com o empréstimo obtido. Logo só alguém que não perceba nada de gestão e finanças é que não vai aumentar o seu Passivo até ao limite do seu crédito, ou da sua capacidade de aplicar esses fundos.

    Dai que o importante não é grandeza do Passivo em determinada instituição, mas sim se este é gerivel e sustentável no tempo.

    3 º Anel

    P.S: A exposição que aqui coloquei foi inspirada e igualmente retirada de um comentário em um outro blogue de alguém que faz dos números sua profissão e do NOSSO Benfica o seu coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão é que a banca europeia tem indicações para se afastar aos poucos da indústria do futebol, e nessa medida a alavancagem financeira começa a ficar muito limitada.

      é natural que a Benfica SAD baixe consideravelmente o seu passivo financeiro nos próximos 18 meses, atendendo à cobiça que o mercado está a fazer de algumas das principais figuras do plantel.

      LFV assumiu que pretende recompor os capitais da SAD no espaço de 2 anos, segundo afirmou à CMtv.

      Eliminar
  7. Eagle convém é sempre distinguir que "não será necessário realizar vendas adicionais em Junho" não significa não vender. Vão existir propostas vantajosas que vão "exigir" vendas... mesmo que não sejam pela cláusula.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Óbvio.

      Por isso se aparecer algum dirigente a afirmar que não é necessário vender até Junho, e depois existir uma venda, talvez alguns aprendam a diferença entre as 2 situações.

      Eliminar
    2. O problema não é aprenderem, o problema é a má fé, desonestidade e um fanatismo acéfalo. As coisas podem ser explicadas mil vezes que a ladainha ridicula vai continuar.

      Eliminar
  8. Penso que o helder costa foi contratado num valor a ser pago em 3 anos para o fair play financeiro deles. Ou seja penso que ainda teremos de vender algum elemento ou alguns excedentarios para fazer esses 10/15M.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você percebe de fair-play financeiro?
      É que nota-se que não percebe.

      A UEFA vai analisar os lucros e os prejuízos de 3 épocas (próximo período analisado: 2014-2017)!

      Antes de pensar... deve investigar!

      Eliminar
  9. É sabido que daqui a 3/4 anos haverá uma Liga Europeia onde só entram os tubarões.
    É claro que os "eleitos" devem passar por um crivo muito apertado onde se julgarão todas as valências.
    Se uma das valências forem as receitas, o nosso Glorioso estará lá porque na Europa a nossa gloriosa diaspora não tem rival. Qualquer lado que o nosso ENORME vá jogar, a receita é garantida.
    Mas, se as BOAS CONTAS entrarem no crivo como permilagem principal, achas meu caro BE Caneta de Ouro, que o actual rumo dos nossos teres e haveres a serem seguidos neste ritmo, a nossa entrada são favas contadas? Estou já a pensar alto como vês!
    Abração
    Mas,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viriato de Viseu,

      Duvido que em 3/4 anos exista uma Liga Europeia, e discordarei desse formato.
      Continuo a achar que a UEFA Champions League, tal como está, sendo uma espécie de NBA do futebol europeu é o melhor formato.
      Os campeonatos nacionais são similares às ligas regionais da NBA, que depois dão acesso à competição principal.

      Poderiam aumentar a fase inicial dos grupos da Uefa Champions League, de 32 clubes (8 grupos x 4 clubes) para 48 clubes (8 grupos x 6 clubes), e assim existiriam mais alguns jogos na fase inicial e mais receitas para todos, existindo depois na mesma os 1/8 de final da UCL (2 primeiros classificados) que disputariam a conquista da Champions. Vários clubes iriam na mesma para os 1/16 da Uefa League (3º, 4º e alguns 5º classificados da fase de grupos da UCL).

      Benefícios do modelo que defendo:
      1) 14 clubes que agora vão à UEFA Europa League poderiam disputar na mesma a UEFA Champions League.
      2) Mais jogos na fase de grupos, e mais receitas para todos. Apenas existiriam mais 4 semanas adicionais de jogos a meio da semana. A Champions tem 2 meses sem competição, actualmente (Janeiro e Fevereiro).
      3) Para os 1/8 de final da UCL iriam na mesma os colossos, tal como tem acontecido, já que são os mais fortes na fase de grupos.
      4) Muitos clubes iriam na mesma para os 1/16 da Uefa Europa League, mas em vez de disputar a fase de grupos da Uefa Europa League, disputavam a fase de grupos da Uefa Champions League.

      Abraço

      Eliminar
    2. A Liga Europa, mais ano, menos ano, vai acontecer. Há um lote restrito de clubes que decide e todos eles estão a favor de tal implementação. Mas seria escândalo se nem o Benfica em Portugal fosse convidado. Pelo menos nós e o Porto, tem que ser garantido.

      Eliminar
    3. O Benfica vai. O Porto não vai, muito menos dentro de 3 ou 4 anos porque está na lonas e irá continuar a cair!
      A não ser que seja comprado por algum milionário árabe o que não acredito. Não tem substracto social num país e região (norte) das mais pobres da Europa.

      Eliminar
    4. Boa noite,

      Gostava de deixar só 2 reparos.

      1) A NBA é uma liga fechada, não há ligas regionais que dão acesso à competição principal. É até bastante próximo do modelo que se fala para a Liga Europeia (pelas similaridades do que se fala acredito até que se devem até ter baseado neste modelo de competição)

      2) Acho que a Champions League não tem jogos durante Janeiro e Fevereiro por causa do inverno rigoroso no leste da europa, que leva a que alguns campeonatos nacionais tenham paragens também.

      O futebol além de um espectáculo que move paixões, é também um negócio que move milhões. Os americanos foram os que mais cedo se aperceberam disto no desporto e criaram os modelos dos "franchises" mais rentáveis e fizeram as ligas fechadas de modo a maximizar a receita obtida pelo desporto.

      Acredito que é neste sentido que vai caminhar o futebol na Europa, porque se assim não for mais tarde ou mais cedo somos ultrapassados por outras geografias com mais dinheiro. Tenho esperança que o nosso Glorioso possa entrar nessa liga, porque a partir do momento em que for criada tudo o resto será secundário.

      Para terminar quero só deixar o agradecimento ao BE pela compilação e explicação dos dados à comunidade benfiquista.

      Saudações Gloriosas
      TV

      Eliminar
    5. 1) As conferências dão acesso aos play-offs, tal como os campeonatos nacionais dão acesso à fase de grupos da champions. essa foi a lógica exposta. Participar nos play-offs da NBA não é um dado assegurado, tal como participar na máxima competição europeia não deve ser um dado assegurado, nem deve funcionar nunca por convite.
      2) Se existisse a tal Liga europeia ia parar 2 meses devido aos países de leste??? ;)

      O futebol é centenário, e sempre resistiu a essa situação do modelo fechado. O "sonho" é acessível a todos e se calhar por isso o futebol é tão popular ... já pensou nisso? ;)

      Eliminar
    6. Oh BE o facto de as ligas serem fechadas ou abertas está relacionado com o acesso à competição e não com o formato da competição. O TV corrigiu-te e muito bem. Não custa nada admitir que escreveste à toa ali em cima.

      Eliminar
    7. Edson

      Será que é preciso fazer um desenho?

      A fase de play-off da NBA é ABERTA a todos os clubes que participam nas conferências.
      A fase de grupos da Champions é ABERTA a todos os clubes que participam nos campeonatos nacionais.

      Essa é a correlação factual que referi.
      Se não entendem o básico, ou se não entendem português, o problema já nem é meu ;)

      Eliminar
    8. Concordo com grande parte daquilo que dizes sobre futebol e finanças mas neste caso estás equivocado.

      A NBA não tem liga regionais. Tem duas conferências e seis divisões. Mas todos jogam entre si, mais ou menos vezes. Não vês o Real jogar com o Estoril para ter acesso à Liga dos Campeões como vês na NBA em que todos jogam com todos nas diferentes divisões e conferências.

      A Liga dos Campeões é uma Liga que se compõe de campeões dos diferentes campeonatos. Mas não há paralelo possível com a NBA porque os diferentes campeonatos não se confrontam entre si ao longo da "época regular" como na NBA.
      Mais, a Liga dos Campeões deste ano diz respeito a classificações do ano passado. Na NBA é uma época. Os playoffs dizem respeito à época em curso e não à anterior.

      Não vale efectivamente necessário teimar em algo que não é factual. A comparação não foi realmente a melhor, não vale a pena insistir nela. NBA é realmente a melhor comparação possível para uma Liga da Europa em que apenas 30-40 equipas seriam convidadas a formar a Liga e jogariam entre si, provavelmente num formato de playoffs no final da época regular. Parece-me que o Benfica já teria pensado nisso quando não aceitou a centralização dos direitos televisivos em Portugal.

      Cheers!
      Rui Dias

      Eliminar
  10. Viva,
    agradeço e saúdo a disponibilidade para estas análises às finanças dos 3 grandes a partir dos R&C.

    Embora perceba muito pouco de contabilidade, tenho a impressão que uma coisa são os lucros e prejuízos apresentados nos R&C e outra coisa é a tesouraria, a disponibilidade para fazer face às obrigações.

    Gostaria então de perguntar, agradecendo antecipadamente, o efeito que a antecipação de receitas (que o FCP e o SCP negociaram com a MEO e a NOS, segundo foi noticiado) pode ter no futuro próximo dos clubes e se isso está reflectido nos R&C.

    E também, no caso do SCP, a cativação de parte substancial das receitas de transferências de jogadores para amortização dos VMOCs. Ou seja, se o lucro apresentado não está longe de corresponder a uma situação folgada em termos de tesouraria do clube.

    Ainda quanto aos VMOCs, penso ter lido algures que são devidos juros (penso que de 4%) nos anos em que o clube apresente lucro. Pelo que no próximo ano os custos financeiros serão agravados em mais de 5M€.

    Saudações benfiquistas,
    CP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Porto e Sporting registaram antecipação de receitas.
      O problema é que o crédito adicional está cortado na banca, e por isso andam a apostar em antecipação de receitas da NOS e factoring de outro tipo de receitas.

      Futuras direcções que chegarem a esse clubes ficarão de mãos e pés atados, já que o crédito adicional na banca está difícil e com receitas futuras já antecipadas é difícil voltar a fazer o mesmo. Ou seja, estão a gastar todos os cartuchos que têm disponíveis.

      Tal como já tinha explicado, mesmo que a sporting SAD apresente os tais 20M€ de lucro, esse valor terá de ficar todo retido para a banca, devido à % das vendas a reter para a banca, e também devido a valores das champions a reter para a banca (ver Acordo Quadro BCP e BES com o SCP). Será dinheiro que não poderão mexer.

      Os VMOC's só iriam pagar 4% SE a sporting SAD distribuísse lucros, algo que nunca fez nem irá fazer devido aos prejuízos acumulados de anos anteriores.

      Abraço

      Eliminar
    2. Uma vez que o acordo com a banca é uma fraude e os lagartos não cumprem nada do que está previsto nesse acordo, que desde o início é um caso de policia. Será que esses valores serão efectivamente retidos pela banca???

      PPP76

      Eliminar
  11. Boa Tarde Benfica Eagle!

    Em primeiro lugar um agradecimento por publicar de uma forma mais simplificada o relatório contas, principalmente para quem está interessado na saúde do clube, mas pouco ou nada percebe como é o meu caso.
    Fiquei com uma duvida relativamente, ao passivo! O passivo publicado já inclui o Clube ou não, Se não for caso se pudesse informar pelo menos da minha parte agradecia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Passivo indicado é da SAD (435M€, sendo 400M€ exigível). No clube e SGPS existem cerca de 30M€ de passivo exigível.
      Ou seja, no total, o "passivo exigível" de SAD + clube + SGPS ronda os 430M€, e é expectável que nos próximos 2 anos o "passivo exigível" de TODAS as entidades seja inferior a 400M€.

      Eliminar
  12. Eagle,

    como sabes sou fã das tuas análises, pelas quais sempre espero.

    Aproveito este post para te questionar se consideras que o Benfica (SAD, Clube e SGPS) deveriam reduzir mais do que 35M€ em termos de passivo exigível.

    Não escondo que o passivo do nosso Benfica me preocupa e questiono se, num momento de viragem no que concerne a receitas (jogadores bastante valorizados, contrato NOS, entre outros), a Direção do Benfica não deveria procurar baixar mais ainda o passivo exigível para preparar um futuro que se antevê bastante duro.

    Eu sou um cético, pois acredito que o mercado português não tem dimensão para coexistirem 3 grandes, conquanto o qualificativo "grandes" seja aplicado à realidade e não a meras recordações do passado.

    A realidade demonstra que efetivamente o Sporting, pese embora a sua grande massa adepta, não é regularmente competitivo desde os anos 70, início dos anos 80.

    Significa isto que o Sporting vive (e sobrevive como clube grande) da sua massa adepta e não dos seus sucessos desportivos no futebol. Sem desprimor, o Sporting é um clube sem verdadeira expressão europeia e mesmo a nível nacional não tem o peso que tinha nos anos 80, por exemplo.

    Sendo certo que o Benfica parte em clara vantagem por ser o maior, por larga margem, dos 3 clubes ditos grandes em Portugal, tem um modelo de negócio (concorde-se ou não) estabelecido, não podereia aproveitar a presente fase de indefinição para "cavar" um fosso financeiro futuro significativo.

    Portugal provavelmente irá perder a 3 equipa na champions por alguns anos e o "grande" que perca o comboio da champions terá um sério problema de receitas e tesouraria, admnito que esta realidade possa condicionar a minha preferência por buscar políticas de redução mais acentuada do passivo exigível.

    obrigado e um abraço,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O próprio Presidente do Benfica já assumiu na CMtv que pretende baixar o passivo exigível em mais do que 35M€.

      Pelas minhas contas a redução em 2 anos poderá rondar os 90M€, de forma a que os capitais próprios sejam recompostos.

      Eliminar
  13. Boa noite,
    LFV referiu na entrevista à CMTV que em 2 anos queria de recompor os capitais próprios da SAD. Suponho que queria dizer que atingissem os 115 M€, o valor do capital social.
    Para lá chegar nos próximos 3 semestres a SAD tem de ter um lucro global de cerca de 100 M€, ou abater o passivo bancário nessa ordem de grandeza (foi na sequência da parte da conversa sobre o passivo que LFV falou nos capitais próprios).
    Será que é este o cenário que devemos aguardar no futuro próximo?
    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto.

      Se neste momento a Benfica SAD está nos 25M€ de capital próprios são necessários 90M€ de lucro, para alcançar os 115M€.

      Só depois de ter 90M€ de lucro é que seria possível abater passivo bancário na mesma grandeza.

      O Benfica em breve poderá ter:
      - 150M€ de empréstimos obrigacionistas
      - 50M€ empréstimos das infra-estruturas
      - 30M€ papel comercial

      Com esse lucro não necessitaria de emp. bancários, que neste momento rondam os 110M€.
      A futura emissão obrigacionista de 2017, ajudará a depender menos dos bancos.

      O cenário do financiamento está completamente "controlado" por muito que o Mister "Saraiva" ande a chorar sobre o assunto ;)

      Eliminar
  14. Bom relatório.
    No entanto acho que estamos a ser demasiado optimistas em relação aos nossos rivais.
    Os resultados do Porto irão ser superiores a 60M negativos, sem vendas de jogadores. Estando fora da Europa, o 3º e 4º trimestres são aqueles em que há menos receitas e mais custos. Basta consultar os antigos relatórios. Irão necessitar de vendas brutas de 150M! Compraram o Oliver e o Soares e ainda não os pagaram.

    O mesmo se aplica ao Sporting que também está fora da Europa. Irão comer praticamente todos os proveitos das vendas que já fizeram a´te fins de Junho.
    O facto de terem despachado 2 ou 3 jogadores em janeiro não muda grande coisa já que, como foi dito, os proveitos irão ser menores e os custos superiores no 2º semestre.
    Reparem que os lagartos no 2º trimestre já tiveram proveitos operacionais INFERIORES ao 2º trimestre do ano passado. Algo que não pode ser ignorado.

    O Benfica irá vender mais alguém em Junho e irá apresentar resultados líquidos superiores ao ano passado, próximos dos 30M.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo estou a basear-me pelo orçamento de 2016/2017 e prevendo que irão registar a qualificação da Champions 2017/2018, já neste exercício, ao contrário do que fazem todos os clubes europeus.

      100M€ poderão bastar para controlar a situação. Se venderem o Danilo e o André Silva, em Junho, que custaram pouco dinheiro, até poderão ser necessários menos de 100M€.
      Danilo, André Silva e Herrera estão à venda desde o início da época ;)

      Eliminar
    2. BE, também me baseio neste orçamento.
      Eles só têm 80% do Herrera e do Danilo. Só 40% do Abou, 50% do Brahimi, 47,5% do Reyes, 52% do Otávio e 70% de Felipe.
      Só aos fornecedores e outros jogadores (prémios) têm dívidas de 100M. Têm 70M de antecipação de receitas.
      Têm um passivo corrente de 210M!!!

      Terão mesmo de vender perto de 150M brutos para conseguirem respeitar o fairplay financeiro. As contas são fáceis de fazer.
      Não irão registar a Champions neste ano porque, como já informaram no R&C, mudaram a maneira de o fazer depois de terem sido avisados pela CMVM.

      Eliminar
    3. Fui analisar o R&C da Porto SAD e confirma-se que foram obrigados a mudar o registo do prémio da Champions League.
      Sendo assim, sem vendas adicionais, os prejuízos podem superar os 70M€!
      Veremos o que irá acontecer em Junho.

      Prevejo que tentarão vender primeiro os jogadores que poderão render maiores mais-valias (André Silva e 80% Danilo), além de alguns emprestados como Ricardo Pereira, etc.

      Eliminar
    4. JP Benfiquista10 março, 2017 23:01

      Parabéns pela análise Benfica Eagle.

      E quanto ao estádio do porto. Sempre está pago como dizem ou é mentira?
      Que significam esses 53%? A quem pertence o restante?

      Obrigado e abraço

      JP

      Eliminar
    5. Do Ricardo Pereira só têm 85%! LOL!
      Têm 60% da estrela Adrian Lopez! E 70% do Suk!
      Estão cheios de dinheiro!

      Eliminar
    6. Os 53% do Estádio ainda pertencem ao clube, mas vão ter de passar para a SAD, já que tem capitais próprios muito negativos, e mesmo assim, com a passagem dos 100%, continuam negativos.

      Eliminar
  15. O Porto sobrevive à custa de balões de ar. São os factorings (35,5 milhões) desde o início da época, são os milhões por pagar das compras de jogadores (quase 78 milhões de euros), etc...
    É o tudo por tudo.
    O desiquilibrio operacional ainda é pouco notório (-5 milhões) mas no segundo semestre vai rondar os 20-25 milhões de euros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 200M€ em outros credores e +- 80M€ de fornecedores (contratações), além dos +-160M€ de emp. financeiros.

      Devem a tudo e a todos!
      Aquilo está muito complicado.

      Eliminar
  16. Totalmente de acordo contigo quanto ao formato da superliga. Se por ventura o formato for vais tu seja em que lugar fiques, é o fim do futebol como o conhecemos actualmente.

    Quanto às contecas, mais do mesmo... politizas, opinas, valorizas o negativo e omites factos extremamente positivos...há que respeitar. O que me parece desonesto é por cada relatório de contas apresentado, o Sporting esta sempre pior. É tudo mau. Está falido!!! é o fim!!! Estamos pior que ha 1, 2, 3 anos atras! Volta godinho lopes, voltem croquetes! Enfim, o teu ódio ao BDC destorce a tua capacidade de análise, tao objectiva para uns, tao deturpada para outros. Desde que sejas feliz ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apenas me limito a apresentar FACTOS.
      Se não gostam dos factos, o problema nem é meu.

      O Sporting não está pior, continua MUITO MAL, como já estava antes de BdC.
      Quem vos anda a pintar um cenário idílico é o vosso Presidente, que manipula e oculta informação, para demonstrar que faz um grande trabalho, quando na verdade continua a fazer um trabalho que está longe de ser satisfatório a nível desportivo e financeiro.

      Eliminar
    2. Diz-me uma empresa em Portugal, uma que seja, que passe de uma situação de falência, para lucros e que em 3/4 anos, esses lucros compensem todas as perdas acumuladas ao longo dos anos. Uma! É que falar e comentar relatórios é preciso estudar, para alavancar uma empresa é necessário muito mais que isso. O trabalho realizado não é benchmark mas também não podes dizer que é mau. Mais receitas de publicidade, mais receitas de quotas, mais receitas de bilheteira, negociação da dívida, revitalização das modalidades, e equipa de futebol mais competitiva, mas ainda com lacunas. Erro crasso da estratégia foi o aumento de custos de pessoal consideraveis basicamente com lixo. Isso sim é um facto. Foi rectificado parcialmente em Janeiro. Vamos ver na pre-epoca se voltam a fazer o mesmo.

      Eliminar
    3. Diogosr1, analisa o que um comentador escreveu em baixo: "Ó Dioguinho, o Sporting está pior do que no tempo do Godinho Lopes. Neste momento, e de acordo com o RC& que publicaram - não fui eu ou o BE que o publicou - o Sporting tem 5,5M NEGATIVOS de resultados líquidos por MÊS!
      Sabes quanto é que isso dá por dia? Dá cerca de -180.000 euros por (dia). Está mesmo buédamerda!"


      Pelo menos admites que o sporting estava numa situação de falência... mas neste momento continua em falência!

      Aumentaram receitas (verdade) mais aumentaram ainda mais os custos (é factual), o que colocou a SAD novamente desequilibrada, já para não falar que o clube e SGPS continuam muito mal.

      Passar de 25M€/Ano para 60M€/Ano em custos de pessoal (com toda a equipa técnica a receber quase 10M€/Ano) é um absurdo, atendendo ao passado do Sporting, e até à realidade do futebol português.

      O Sporting precisava de um saneamento financeiro que durasse mais algumas épocas, em vez de inflacionarem de imediato os custos.

      Nem sempre concordei com a situação do Benfica (em termos de política desportiva e financeira) e quando discordei (antes de 2009) utilizei todos os meios à minha disposição para que algo mudasse!
      Felizmente a grande maioria da estratégia que sempre defendi está a ser implementada no Benfica, quer em termos desportivos quer em termos financeiros!
      No entanto, ainda recentemente mostrei o meu desacordo com a situação da venda precoce dos jovens da formação (Bernardo, Cancelo, A. Gomes, etc) e negociação com a NOS.

      Quando algumas coisas ou muitas coisas estão mal, nunca se resolvem com palmadinhas nas costas, tal como está a acontecer hoje em dia no Sporting.

      É preciso ter juízo crítico, e é esse juízo crítico que nos poderá dar credibilidade ao longo do tempo.

      Cumprimentos

      Eliminar
    4. Claro que o aumento de custos com pessoal é surreal, ainda por cima sem qualquer resultado desportivo. Mas quando um clube em 3 anos e um semestre apresenta em acumulado resultados líquidos positivos nem tudo por ser mau. Os resultados operacionais têm quer ser melhorados porque nem sempre existem Slimanis e Joãos para vender.

      O que destaco é que nos últimos 15 anos, o sporting dá lucro, é certo que com venda de jogadores, como TODOS, sem VENDER património!!!

      Um abraço

      Eliminar
    5. Com Godinho tinham 133M€ negativos na SAD desde 2010.
      Agora poderão terminar a época com 126M€ negativos na SAD desde 2010, já para não falar do clube e da SGPS. Realmente... é uma melhoria enormeeee

      Mais, ei, "o sporting é a maior potência desportiva e o melhor clube em termos financeiros" segundo o vosso presidente.

      Os mais de 10 títulos, e dezenas de milhões de lucros do Benfica, desde 2010, devem ser imaginários.
      Com esse populismo e mentiras não admira que BdC só tenha credibilidade para alguns fanáticos sportinguistas.

      Agora sim tocaste no cerne da questão.
      Isso só foi possível com Slimanis e João Mário's que poderão não existir todos os anos.


      "Nos últimos 15 anos o sporting dá lucro"?? Estás maluco???

      AG do Sporting realizada a 28 de Junho de 2015:
      174,7M€ de Activo consolidado (MCI)
      487,1M€ de Passivo consolidado (MCI)
      (312,5M€) de capital próprio negativo (MCI)
      ... e Prejuízos acumulados de 357,5M€!!!!!!!!!!!!!!!

      É preciso fazer um desenho??

      Pergunta ao BdC quais são os Prejuizos acumulados do Sporting CP segundo o MCI - Método de Consolidação Integral (à data de 30 de junho 2016)

      Eliminar
  17. Benfica Eagle a PSAD já adiantou variadas receitas entre elas direitos tv, publicidade de camisolas, direitos de exploração do espaço do museu etc.

    A minha dúvida é se já foi adiantado já cerca de 1/4 do montante global dos 457.5M do novo contrato com a MEO ? Relembro para algumas pessoas que os direitos televisivos continuam na PPTV até Junho de 2018.

    Eu pergunto isto porque já no relatório e contas da PSAD tinha reparado no seguinte:

    "A 30 de junho de 2016 as rubricas corrente e não corrente “Adiantamento de receitas/faturação antecipada emitida relativas a direitos de transmissões televisiva” e “Adiantamento de receitas de publicidade - patrocinador principal do FC Porto” são compostas pelo (i) adiantamento efetuado pela PPTV no montante de 4.000.0000 Euros (Nota 30) e pelo adiantamento no montante global de 46.303.845 Euros (cujo valor inicial ascendeu a 47.500.000 Euros) do contrato celebrado com a Altice, pelo valor global de 457.500.000 Euros"

    E agora no 1 semestre de 16/17 deparei-me com a mesma situação:


    "A 31 de dezembro de 2016, as rubricas corrente e não corrente “Adiantamento de receitas/faturação antecipada emitida relativas a direitos de transmissão televisiva” e “Adiantamentos de receitas de publicidade – patrocinador principal do FC Porto” são compostas pelo (i) adiantamento efetuado pela PPTV no montante de 2.285.714 Euros (cujo valor inicial ascendeu a 4.000.000 Euros) e pelo adiantamento no montante global de 57.600.296 Euros do contrato celebrado com a Altice, pelo valor global de 457.500.000 Euros "


    Portanto é correcto afirmar que já foram adiantados mais de 100M ? quase 25% do montante global ?

    Segundo o orçamento deles para obterem um lucro de 2.7M, necessitarão de realizar mais de 115M em vendas. E pelas minhas contas para cumprirem com o FPF terão que realizar mais de 130M em vendas. As receitas parecem-me estar de acordo com o orçamentado, contudo os custos estão superiores portanto é até previsível que necessitem de realizar vendas num valor ainda superior, pois não me parece que consigam a qualificação para os quartos de final da LC.


    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é correto afirmar que já foram adiantados mais de 100M já que não podemos adicionar os 2 valores, de 30/6 e de 31/12. O último valor é o que conta, o que dá a fotografia da actividade na data, isto é, 57.600.296 euros do contrato da Altice.

      Mas os proveitos adiantados não param aí. Longe disso. O melhor mesmo é esmiuçar.

      Só de "factoring" (11) contraído nos bancos no 1º semestre 16/17 temos o seguinte:

      1. 16/10. NovoBanco. 6.000.000. Prestação PPTV antecipada de 30/09/2017
      2. 16/11. Ecotonian. 18.578.728. Antecipação de verbas a receber da Altice Direitos TV.
      3. 16/12. BankHaus. 6.000.000. Antecipação de prémio dos oitavos da Champions.
      4. 16/10. BankHaus. 2.700.000. Antecipação da Altice Direitos de Distribuição PCanal no futuro.
      5. 16/10. BankHaus. 2.300.000. Antecipação da Altice Patrocínio das camisolas.

      Só aqui estão 35.578.728 antecipados no 1º semestre 16/17.
      Mas atenção que isto foi apenas o factoring contratado durante o 1º semestre de 2016/17.
      Porque o total do factoring é de 56.411.854€

      Na rubrica "Outros credores" (12), passivo corrente (a pagar a menos de 1 ano):

      6.527.632€

      Na rubrica Fornecedores (13), temos: Passivo corrente (a pagar a menos de 1 ano).

      61.095.229€

      Na rubrica "Outros Passivos Correntes" (14).

      54.590.655€.

      onde está a antecipação de receitas de publicidade (2.399.704), mais antecipação de receitas de TV (1.285.714), receitas do Museu BMG (695.576), facturação antecipada de publicidade (2.418.496), assim como respeitante a empréstimo de atletas (3.664.745) e prémios que ainda não foram pagos (11.952.908).

      Tudo isto são 122.213.516€, que somados ao factoring total de 56.411.854€ dá o número 178.625.370€.
      (Neste valor não estão incluídos os empréstimos bancários e obrigacionistas).

      Assim como não estão incluídos outros passivos não correntes (pagamentos a mais de um ano) que também constituem uma soma simpática (63.936.905+ 22.786.892= 86.723.797€).

      Como eu disse, 150M de vendas brutas no mínimo.
      Terão de vender o estádio. Mais o Pinto da Costa e restante família.

      Eliminar
    2. O comentador fez um bom esclarecimento.
      Quanto às vendas brutas de 150M€ depende. o André Silva + 80% do Danilo rendem uma mais-valia interessante. Não creio que seja necessário tanto.

      Eliminar
    3. 95% do André Silva.
      E acho que é óbvio que não chega venderem esses dois.

      Quanto ao anónimo agradeço o esclarecimento. já tinha reparado tb nesse belo quadro de factoring ;)

      Eliminar
  18. Ó Dioguinho, o Sporting está pior do que no tempo do Godinho Lopes. Neste momento, e de acordo com o RC& que publicaram - não fui eu ou o BE que o publicou - o Sporting tem 5,5M NEGATIVOS de resultados líquidos por MÊS!
    Sabes quanto é que isso dá por dia? Dá cerca de -180.000 euros por mÊs. Está mesmo buédamerda!

    Pois é, o ódio ao BC é muito por isso os resultados são uma desgraça, ao nível do Porto que tem uma vantagem, não tem de dar metade dos proveitos aos bancos.

    Já estão fora da Europa e de todas as competições, com as quotizações e as assistências a baixar, nos 6 meses que faltam até ao fim de Junho onde vão buscar o resto dos proveitos se não for à venda de jogadores? E não será pouco que terão de vender, quando metade vai para os bancos.
    Lá vai o Gelson, o Carvalho e o Adrien embora!! Os 3 melhores jogadores!
    A culpa é toda do ódio que temos ao Nalgas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correção no 2º parágrafo, deve estar, "Dá cerca de -180.000 euros por DIA!

      Um prejuízo de quase 200.000 euros POR DIA!!!!
      Tudo culpa do ódio ao BC.

      Eliminar
  19. Todo mundo precisa de uma pequena ajuda de vez em quando. Um empréstimo pessoal pode ajudá-lo a pagar esse ótimo projeto ou a comprar em seguida. Emprestado de US $ 5000 a US $ 20.000.000,00 em um único pagamento e demora até 60 meses para pagar. Uma taxa de juros fixa de 1,9% e nenhuma taxa anual torna uma solução inteligente para suas necessidades únicas de crédito.
    - Obtenha sua elegibilidade de empréstimo em 4 horas.
    -Documento de tomada de decisão de empréstimo gratuito.
    Prova de renda - não exigido para elegibilidade.
    Endereço de teste - não requerido para elegibilidade.
    Inscreva-se hoje para nós sem contato em:
    Https://archersteward.wixsite.com/astewardloancompany
    E-mail: melisaeva9@gmail.com
    Telefone: 1 336-935-2170
    NÃO peça um montante antecipado.
    Cuidado com golpes e golpes online.

    ResponderEliminar
  20. Está a ser planeada nova ajuda á banca, através do banco de fomento.
    Sabendo que o BES e BCP estão encravados com as VMOCs do Sporting, acho lamentável e vergonhoso que os bancos possam eventualmente "limpar" este malparado dos seus balanços.
    Deveríamos falar desta possibilidade e, a ser verdade, opormo-nos a ela.
    Saudações benfiquistas.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica