O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 1 de novembro de 2014

Flagrantes do Benfica Real

Avatar
 ●  37 comentários  ● 
1. Já todos perceberam que este Benfica vive de Sálvio, Gaitan e Talisca, e que estes três principalmente, vão ser pau para toda a obra. Quando derem o estoiro (que vão dar), logo veremos que coelhos Jorge Jesus tira da cartola para os substituir.

2. André Almeida prova aquilo que há muito defendo: No dia em que quiser ser jogador importante, terá de sair do Benfica. É mediano, por muito benfiquismo e vontade que tenha. Para aqueles que gostam de lembrar o fraquíssimo plantel do Trapatoni, dos quatro lugares que o André pode fazer, Miguel, Fyssas, Petit e Manuel Fernandes eram muitíssimos melhores. Cada um interprete como quiser.

3. Há Talisca este ano, apenas isso é boa notícia. Mas a verdade é que o camião de reforços 2014/2015 (já para não falar no de 2013/2014 no qual apenas Markovic foi importante) tarda em justificar sequer a presença no plantel. Perder 5 titulares de uma época para a outra é grave. Mas que QUASE nenhum dos que chegou esteja sequer perto do valor dos que saíram é gravíssimo. É possível voltar 4 meses atrás e repensar tudo outra vez?

4. Cardozo, oh Cardozo, onde andas tu meu rapaz?! E onde andam aqueles que te apelidaram de inútil ao longo dos anos? Eras craque?! Não, nunca foste! Mas tinhas no Benfica alguém capaz de tirar de ti o que melhor sabias fazer: Golos! E que falta fazem eles este ano.

5. Lima, oh Lima, é possível ambicionar coisas boas quando o ataque simplesmente não existe, e quando o melhor que existe nem sequer pode jogar Liga dos Campeões?! Bebé, Jara, Oliveira... Uma mediania confrangedora... Jonas fora da Liga dos Campeões... Podia ser pior? Sokota e Nuno Gomes... Tinham lugar no plantel de hoje? Olha que tinham. E para jogar. Reflexos dos tempos que se vivem.

6. Ai Enzo, a determinação continua lá, mas a alegria foi-se! Bem sei que estás a 50% da época passada, mas como deixar-te sair em Janeiro, correndo o risco da já cratera que é o meio campo atual virar um descampado de dimensconsecutivacutivas!ro! É num sem n!oro?estar a aprender. para ignorar. Infelizmente, esteio que n-me a dizer que o oposto tambões estratosféricas?

7. Artur dava-me preocupação de cada vez que a bola chegava à baliza. Mas Júlio César também dá, e vai levar tempo a conquistar-me. Oblak já me tinha conquistado, mas infelizmente, e como aqui já escrevi, continua a aquecer o banco do Atlético, e a esta hora já se terá arrependido do caminho que escolheu para si.

8. Jorge Jesus, o auto-procalamdo inventor da posição 9.5, continua a mostrar-se tudo, menos um especialista na posição. Saviola já era 9.5, não teve de ser feito. Éder Luís falhou. Jara falhou. Rodrigo funcionou a espaços. Djuricic falhou. E Talisca agora, mostra-se muito mais jogador e influente quando joga de trás para a frente, do que da frente para trás como Jorge Jesus parece pretender dele. Demasiados equívocos e uma posição que tem saído cara, meu caro George!

9. Alguns lembram de quando em vez, que se Bernardo se chamasse Bernardic ou Oliveira Oilveiric, seriam titulares de caras neste Benfica. Arrisco-me a dizer que o oposto também é verdade: Se Talisca se chamasse Bernardisca ou Oliveirisca, já teria sido elegido nesta altura à escala dos Deuses. Jogador ainda a espaços? Concordo! Mas fazer o que já faz com a idade do Bernardo, a mentalidade que demonstra, a capacidade goleadora (não golos, golões!), o receio que não mostra em já assumir riscos, faz dele um jogador demasiado promissor para ignorar. Infelizmente, está a pagar por todos os erros de casting da pré-época, e a ser espremido ao máximo em tenra idade, obrigado a ser decisivo quando ainda devia andar a reboque dos consagrados.  

10. “Ele não estava em condições de jogar, porque não consegue correr ou respirar. Só o fez, porque é um grande profissional. Quem tem problemas nas costelas flutuantes sabe bem o que ele sente. Mas ele entrou, mudou o jogo e ganhámos com inteira justiça.


Como é que é? É este o homem que NUNCA elogia nenhum dos seus jogadores?!

11. Ah sim, temos o Mónaco na Terça-Feira! Vamos para cima deles com o Lima que vai ser sinónimo de muitos golos! E como vai ser Jesus? Já decidiste quais vão ser as competições em que o Sálvio, Gaitan, Talisca e Maxi, terão a merecida gestão de esforço para que não cheguem a Janeiro a precisar de soro? Quais são as prioridades?! É hora de te decidires! É hora de o assumires! E dos adeptos se mentalizarem.

12. Maxi Pereira…  Acho que às vezes não te damos o devido valor… Tudo o que de bom fazes, já o damos como adquirido… Jogadores fazem-se… Mas a alma, essa, ou se tem ou não se tem... Tu és o verdadeiro “Jogador à Benfica”! E não é num jogo ou noutro! É num sem número de épocas consecutivas! Amén!




Chorei a rir...

Avatar
 ●  14 comentários  ● 
Eles olham para a direita
... Está o Talisca
Eles olham para a esquerda
... Sempre o Talisca
Ele anda pra aí a marcar
É o D'Artagnan da conquista
Ele é o que está a dar
Veio para ficar
É o Anderson Talisca!!

Eh pah parabéns a quem inventou isto...
... NN se fizerem favor é já na 3ª feira!!!

As Finanças dos 3 Grandes (2013/2014)

Avatar
 ●  55 comentários  ● 
Fonte: Relatórios e Contas 2013/2014 publicados na CMVM
 
As SAD's dos 3 Grandes em Portugal tiveram desempenhos muito distintos:
 
 
Benfica SAD: A Benfica SAD obteve um resultado positivo histórico em termos de facturação anual tendo chegado aos 184,7M€/Ano. Se juntarmos a facturação do Benfica Clube o valor consolidado superou pela primeira vez os 200M€/Ano. Perante este nível de facturação é fácil de perceber que a Benfica SAD facturou mais do que a Porto SAD + Sporting SAD juntas, algo que aliás já tinha adiantado há vários meses (184,7M€ Vs 157,8M€).
 
Para esta evolução positiva muito contribuíram o crescimento dos Proveitos Totais de 145,0M€ para 184,7M€ e os Custos Totais subiram de 155,4M€ para 170,5M€. Ao nível dos Proveitos Operacionais, o valor subiu de 88,3M€ para 105M€, devido ao impacto positivo da Benfica TV. Os proveitos com as mais-valias de Atletas também aumentaram de 51,5M€ para 75,6M€, devido a valorização de diversos jogadores que foram vendidos durante o exercício económico que terminou em Julho (Matic, André Gomes, Rodrigo, Garay, Melgarejo, Kardec, Rodrigo Mora, Derlis Gonzalez, Nolito, etc).
 
Devido ao facto de o Benfica não ter vendido nenhum titular no início da época, se ter reforçado bastante, e no final da época ter conquistado todos os títulos nacionais, os custos operacionais subiram de 92,6M€ para 109,1M€, com grande influência dos Custos de Pessoal que subiram 12,8M€ face à época anterior. Os Custos com as Amortizações e Custos de transação de Atletas baixaram 2,1M€ e os Resultados Financeiros + Investimentos pioraram 1,8M€.
 
No global, o Resultado do Exercício melhorou de -10,4M€ para 14,2M€.
 
O Activo "Líquido" Contabilístico subiu de 416,7M€ para 440,7M€, o Passivo subiu de 440,5M€ para 449,1M€, e o Capital Próprio "Contabilístico" passou de -23,8M€ para -8,4M€.
 
 
 
Porto SAD: A Porto SAD obteve um resultado negativo histórico ao ter alcançado um prejuízo de 40,7M€ na última época. Para esta evolução negativa muito contribuiu o facto de a Porto SAD ter baixado os Proveitos Totais de 159,4M€ para 100,8M€, e os Custos Totais terem aumentado de 138,9M€ para 141,5M€. Ao nível dos Proveitos Operacionais os mesmos passaram de 78,4M€ para 72,6M€, devido essencialmente a uma pior prestação europeia. Os Custos Operacionais mantiveram-se estáveis e passaram de 96,5M€ para 95,2M€, com os FSE a aumentar 5,2M€ e os Custos de Pessoal a baixar 5,1M€.
 
O principal motivo do prejuízo da Porto SAD esteve relacionado com o decréscimo do Proveito com mais-valias na transacção de Atletas (baixaram de 77,2M€ para 25,7M€, tendo as Amortizações e outros Custos com transacção de Atletas evoluído de 27,2M€ para 28,9M€. O resultado total com transacções de Atletas piorou 53,2M€. Os Resultados Financeiros e de Investimento pioraram 0,9M€.
 
No global a SAD passou de resultados de +20,5M€ (2012-2013) para -40,7M€ (2013-2014). De realçar que na época 2011-2012, o resultado com transação de jogadores também tinha sido mau e a Porto SAD obteve na altura prejuízos de 35,7M€. Nas 3 épocas (2011-2014) que o fair-play financeiro vai analisar nos próximos meses, a Porto SAD acumulou prejuízos superiores a 55M€, tendo obrigado a SAD a fazer um aumento de capital, para não ficar excluída das competições europeias de 2015-2016, tal como já tinha avisado há meses.
 
O Activo "Líquido" Contabilístico baixou de 227,9M€ para 200,4M€, o passivo subiu de 220,2M€ para 233,5M€ e o Capital Próprio "Contabilístico passou de +7,7M€ para -33,1M€. Na próxima época, pela primeira vez a Porto SAD irá considerar O Estádio do Dragão (EuroAntas SA) devido ao Aumento de Capital que foi necessário realizar, e algum do Passivo que tem estado escondido em empresas como a EuroAntas, Porto Serviços Partilhados e Porto Media vai começar a ver a luz do dia.
 
Uma última nota para o facto de a Porto SAD em 2014/2015 ter previsto no seu orçamento um aumento dos custos de Pessoal dos 48,9M€ para os 71M€/Ano, e custos totais a rondar os 160M€/Ano, estratégia de "contratações" que vai agravar ainda mais o enorme desiquilibrio económico que a Porto SAD tem enfrentado nas últimas épocas.
 
 
 
Sporting SAD: A SAD do Sporting conseguiu melhorar significativamente os Resultados do Exercício devido a um enorme "aperto de cinto" que fez baixar os custos totais em quase 40M€. Os Proveitos Totais passaram de 51,2M€ para 57M€, enquanto que o Custos Totais baixaram de 95M€ para 56,6M€.
 
Ao nível dos Proveitos Operacionais a evolução foi pequena (32M€ para 35,4M€) e os Custos operacionais tiveram uma redução de 66,3M€ para 42M€, principalmente devido aos Custos de Pessoal que baixaram de 41,7M€ para 25M€. Os Proveitos com Atletas subiram pouco (de 16,9M€ para 18,9M€) e os Custos com Amortizações dos Atletas + Custos nas transacções de Atletas baixaram de 19,4M€ para 8M€.
 
Ao nível dos Resultados Financeiros, o famoso "perdão de juros" ainda foi maior do que na época anterior e os Resultados Financeiros baixaram de 7M€ negativos para 3,8M€ negativos. Para um nível de passivo a rondar os 265M€, a Sporting SAD está a ter custos financeiros muito baixos e absurdos para o que é normal num passivo dessa grandeza. Neste momento a Sporting SAD está a ter um perdão de juros que ronda os 10M€/Ano.
 
Devido ao aumento dos proveitos totais em 5,8M€ e à queda dos custos totais em 38,4M€, o Resultado Liquido do Exercício passou de -43,8M€ para +0,4M€.
 
O Activo "Liquido" Contabilístico passou de 139,5M€ para 146,8M€ e o Passivo aumentou de 258,9M€ para 264,8M€. Os capitais próprios "contabilísticos" estão péssimos (passaram de -119,4M€ para -118,0M€) devido aos prejuízos acumulados, e não admira que a Sporting SAD tenha sido notificada pelo Financial Fair-Play da UEFA para uma investigação aprofundada devido aos maus resultados económicos, como aliás já tinha avisado há meses que isso teria necessariamente de acontecer.
 
Além do Passivo da Sporting SAD, é importante referir a existência de cerca de 200M€ de Passivo que está "escondido" na Sporting Património e Marketing e na Sporting SGPS.
 
 
Notas Finais:
Devido à evolução dos proveitos com direitos televisivos (BTV), novos contratos de patrocínios (Adidas e Emirates), e também devido à estratégia de valorização de jogadores de futebol da equipa sénior (Oblak, Enzo, Markovic, Cardozo) e equipa B (Cancelo, Bernardo, Cavaleiro), a Benfica SAD em 2014/2015 poderá obter um resultado histórico ao ultrapassar a facturação anual dos 200M€/Ano.
 
Como conclusão, neste momento a Benfica SAD factura mais do que a Porto SAD + Sporting SAD juntas, consegue ter o maior orçamento sem comprometer a sua sustentabilidade futura, e além disso tem o Balanço mais equilibrado, apresentando-se como a SAD portuguesa mais sólida dos 3 Grandes.


Manel? Nada disso, André (Almeida)

Avatar
 ●  22 comentários  ● 
Só na cabeça do nosso Jesus: jogamos com um defesa esquerdo que não o é, quando este se lesiona, o seu suplente que esse sim é defesa esquerdo, vai para o banco e joga... O André Almeida.

E na verdade o nosso André joga bem em qualquer lado e já sabemos que um dia que tenhamos o azar de o guarda-redes ser expulso já depois das três substituições feitas... Vai ser o André Almeida a avançar.

Brincadeiras aparte, Jesus esteve melhor que a equipa e a entrada do Pizzi foi determinante para o pensamento "à Trappatoni": se não consegues marcar, não sofras

Ideia peregrina de meter o Talisca (aka tem sempre que jogar seja onde for) a médio esquerdo e um Samaris que tarda em justificar sequer jogar quanto mais os 10M que custou... Adivinhem lá quem é que realmente até agora mais justificou a posição 6??? O nosso "Manel", André Almeida.

Hoje o Salvio e o Gaitan ganharam o jogo, o Talisca marcou um golaço mas voltou a não jogar um parafuso, tal como o Samaris (não jogar um parafuso não quer dizer mal, mas sim banal). Jesus segurou (e muito bem) o resultado.

Enzo Perez está muitíssimo abaixo do que o caracteriza e eu diria que o JJ já deve andar arrependido de o ter mantido, podendo estar aqui a subida de rendimento do Samaris, regressando à sua posição de origem, se o Enzo sair de Dezembro. Na 2a parte o Enzo jogou a 6... Como o Record anunciou na 4a feira (o que é imensamente intrigante ele saberem).

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Prometo que não pergunto por mais nenhum jogador...

Avatar
 ●  16 comentários  ● 

Prometo que já não volto a perguntar pelas recuperações demoradas de jogadores que levantam baldes de gelo mas não podem treinar futebol quase 6 meses. Não quero correr o risco de acordar alguém e lidar com a coincidência de convocarem o rapaz. 

Guarda-redes: Artur e Júlio César; 
Defesas: Luisão, Maxi Pereira, Lisandro López, César, André Almeida e Benito; 
Médios: Pizzi, Enzo Pérez, Nico Gaitán, Salvio, Samaris, Talisca e Sulejmani; 
Avançados: Derley, Jara, Lima e Jonas.

Continuo sem entender algumas escolhas: Jara continua na vaga de Nelson Oliveira, mas finalmente Bebé ocupa a vaga correspondente à sua qualidade. Porém, temos um banco só com uma alternativa para as alas (que já não jogava há 6 meses) e que só joga na direita, ficando o Gonçalo Guedes (a alternativa mais forte neste momento) ou o Ola John de fora... mas por outro lado para as posições de 6 e 8 temos André Almeida e Samaris e ainda temos Enzo e Pizz (e Talisca) para a posição 8.

Ai Jesus, Jesus...

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

O dia em que percebemos que já nada faz sentido...

Avatar
 ●  27 comentários  ● 

Então ontem li aqui no blog uma opinião que só faltava dizer que o Benfica "não serve para o Jesus"?

Coitado do treinador do Benfica que, do alto de toda a sua altivez, afinal é vítima de um Benfica que não aguenta os melhores jogadores muitos anos e com isso os adeptos estão sempre a cobrar-lhe o que ele não pode dar, por isso deveria ter saído o ano passado e dado lugar a sangue novo.

Eu ainda tentei dizer que o "problema" do Jesus é não ter liderança que o suporte... mas não, houve logo quem me explicasse que o Jesus não carece de liderança pois, imagine-se, é o topo da pirâmide.

Quando temos um clube que é vítima do passado e uns dirigentes e profissionais que são... vitimas do clube, acho que já não me falta ver mais nada para perceber que a mentalidade dos benfiquistas mudou mais do que eu sou capaz de aguentar.

Porém, não deixam de ser curiosas as contradições: Jesus "sofre" com as flutuações no plantel, mas tirando um ano em cinco... fez sempre pontuações que em condições normais poderiam ser de topo de tabela. Mau... pelos vistos o homem tem tido ano após ano matéria prima para fazer boa figura e até tem jeito para tal.

Ora bolas, lá se vai a teoria que o homem não é penalizado pelas flutuações do plantel... Então mas se assim é, porque é que o Jesus continua a ter um factor tão crescente de cobrança pelos benfiquistas e continua a ser vencedor de maratonas (campeonatos), sem conseguir brilhar em provas curtas (jogos contra as melhores equipas)?

Precisamente pelo que tentei explicar ontem: FALTA LIDERANÇA AO FUTEBOL DO SLBENFICA!

Dei ontem aqui o exemplo de que Jesus está para o contexto de grande treinador como Matic estava para o Benfica:

Quando aqui chegou Matic já seria bom jogador, caso contrário não teria sido contratado pelo Chelsea, mesmo que não estivesse a render. Porém, nunca tinha tido um treinador com capacidade ou conhecimentos e vontade de lhe corrigir os erros, potenciando a qualidade que já tinha e transformando-o quase num jogador novo.

O que Jesus precisa é de um líder na SAD, um líder de Jorge Jesus e da sua equipa. Alguém que conheça o futebol, o Mundo do futebol e seja um gestor de pessoas, de activos. Claro que se coloca uma questão importante: Tem Jesus a humildade de ter um líder que lhe imponha as regras de acção e lhe restrinja a área de actuação ás quatro linhas do campo de treinos e de jogo?

Na falta de competência de gestão desportiva, o SLBenfica apoiou-se 100% em Jorge Jesus que passou a ser o treinador, o director desportivo, o manager... Uma liderança à inglesa que se alargou pela equipa B, colocando um treinador-dummy. Demasiado poder, para alguém com tão pouca capacidade de ser líder.

Jesus acaba assim vítima da sua própria ambição e será, aqui sim concordo com as opiniões, a única vítima em tudo isto. Se tudo correr como penso que poderá acontecer, Jesus não saiu campeão no ano passado, mas possivelmente sairá campeão este ano.

O Benfica irá buscar Rui Vitória, José Peseiro, Frank de Boer (estou só a "mandar nomes pró ar"), que passarão pelo calvário da comparação com Jorge Jesus a cada momento. Passarão pelo mesmo problema de Jesus de terem falta de liderança de topo na gestão desportiva e porventura aguentarão menos tempo saindo ao cabo de um titulo e um falhanço.

Tudo isto porque o Presidente continua a pensar que o melhor é ser ele, que não percebe patavina de futebol nem de gestão desportiva, o homem-forte do futebol. Depois, como não é capaz nem sabe, espera que o treinador resolva tudo... O Jesus resolveu muito, mas não resolve tudo e o desgaste faz com que resolva cada vez menos até ao desastre final.

Eu estou totalmente à vontade para falar sobre isto porque há mais de tres ou quatro ano que digo que o maior problema da falta de hegemonia desportiva do SLBenfica é precisamente... a falta de liderança desportiva.

No dia que o SLBenfica tiver um lider do futebol como Galliani foi no AC Milan (e ainda é, mas agora tem que se limitar a gerir o futebol de um clube que tem um presidente sem influencia e sem capacidade financeira de outros tempos), possivelmente qualquer treinador de qualidade será capaz de criar um período de hegemonia no futebol português... sim, claro, ajudará se o Presidente depois não "entregar os pontos" e andar a fazer "Santas Alianças".

Desmentir ou Demitir (parte II)

Avatar
 ●  27 comentários  ● 

Moon Alert: O JJ tem que se aguentar.

Avatar
 ●  36 comentários  ● 


Vamos lá conversar, Redmoon!  :)

Conforme tenho demonstrado, eu não critico o JJ só quando perde. 
Enganou-me no primeiro ano, como o fez com toda a gente, mas depois rapidamente me lembrei do JJ dos tempos antes do Benfica,, esse sim o verdadeiro. Não acho o JJ treinador com capacidade e mérito para estar no banco de treinador do Benfica. Fui claro? :)

1. - Jorge Jesus é sem dúvida um bom treinador de futebol.

2. - Jorge Jesus nunca foi nem será um dos melhores treinadores do mundo. 

3. - O Benfica, com os 4M+prémios que paga a Jorge Jesus, tem uma lista enorme de treinadores estrangeiros com provas dadas e que apenas necessitariam de um "Álvaro Magalhães" que lhes desse um acompanhamento mais específico quanto ao futebol aqui do burgo.
Nomes portugueses: tínhamos o Marco Silva que chegou a ser contactado por Vieira ou Rui Vitória embora eu não aprecie muito o seu estilo. De resto, treinadores portugueses da velha guarda não porque vêm cheios de vícios antigos que nem interessa estar agora a escalpelizar.

4. - Jorge Jesus tem um discurso completamente desadequado ao seu currículo e história como treinador de futebol e, o que critico mais, coloca-se sempre acima do próprio clube. Ele é que trouxe "isto e aquilo" ao Benfica, o Benfica antes dele não era nada...coisas do género. 
O SL Benfica tem mais de 100 anos de história e não foi certamente Jorge Jesus que trouxe ao clube o prestígio e brilho que o fez um dos maiores clubes do mundo.

5. - Jorge Jesus tem um mau registo de resultados contra grandes equipas ou em jogos de decisão final. É um facto. Ou equipas de qualidade média/superior que sejam organizadas como se tem vistos nos vários anos de Champions.

Será lógico ser só agora, no seu sexto ano de Benfica, que se vai pedir explicações ao Jorge Jesus sobre o ponto 5, Redmoon? As explicações têm sido dadas pelo próprio nos jogos. 
Más decisões, inadequação do esquema táctico ao adversário, previsibilidade das escolhas e substituições, tudo junto resultando que até um Sevilha com apenas um Rakitic conseguiu bloquear o Benfica. 

Comparar registos de segundo lugar com os melhores Benficas da história é lírico, Redmoon. Não leves a mal mas é! 
Para já, porque durante muito tempo a vitória valia 2 e não 3 pontos. 
Além disso, de que interessa fazer 100 pontos se houver uma equipa que faz 101? Assinalar efemérides relativas a segundos lugares é mais para o outro lado da Segunda Circular, meu caro!

Comparar o que fez Trap no Benfica com o que JJ faria com o plantel da altura faz todo o sentido no momento atual. Ou será que só comparações que enalteçam Jorge Jesus são aceitáveis?

Trap tem um currículo invejável que poucos no mundo conseguirão igualar. Faz algum sentido querer sequer igualar Jorge Jesus a Trap? Claro que não. 
O facto de Trap ter sido campeão nacional 10 vezes em 4 países diferentes e ter vencido 6 troféus europeus dá-lhe o benefício da dúvida não achas? :)

O investimento da era Jorge Jesus veio do endividamento, como o crescimento do passivo bancário deixa evidente. Faz as contas e perceberás que quaisquer mais valias, depois de comissões e vendas a fundos mal dão para os juros. O prório Vieira disse quanto o Benfica tem pago de juros. Por isso não tens visto o passivo descer apesar das vendas milionárias.
Vês o Benfica precisar de vender tudo o que conseguir, como o verás agora em Janeiro.

E foi só na era JJ que se fizeram bons negócios? Faz lá as contas e encontrarás mais números que te contradizem. O que aumentou foi a possibilidade de contratares mais jogadores de qualidade pois o que investes aumentou várias vezes. 
Se JJ é assim um Midas da potenciação, porque antes do Benfica nenhum dos seus clubes fez negócios de milhões? Onde andava o potenciador nessa altura? 
Então o que mudou? Foi a sua entrada no Benfica. É o Benfica e as condições que dá aos seus colaboradores que permite brilharem e não o contrário. Não foi por acaso que JJ andou a apanhar bonés tanto tempo em clubes fracos.

A vida de um treinador de futebol é mesmo isso, Redmoon. Perder jogadores e ganhar outros. Será que só o coitadinho do Jorge Jesus é que vê venderem-lhe jogadores nucleares da equipa? É o dia a dia dos treinadores. São pagos para lidarem com isso.

Nesta altura, Jorge Jesus é o treinador do Benfica e espero que acabe de cumprir o seu contrato com sucesso até ao final da temporada. E que depois siga para outro lado.

Mas enquanto estiver no Benfica, e foi a isso que me referi no meu post, ele não tem que se armar em novo-rico. Tem que ser humilde e aceitar trabalhar com TODOS os que tem ao seu dispôr. 
Fazer birrinhas porque não gosta deste ou daquele é falhar na sua missão de liderar um grupo de quase 30 pessoas. 

Como treinador, não o aprecio. Como treinador do Benfica, é nele que concentro as minhas expectativas para que esta temporada signifique mais que o bi-campeonato. 

Mas não te esqueças: os cemitérios estão cheios de gente que era insubstituível. Deixaram a sua marca mas partiram e o mundo prosseguiu. 
O Benfica continuou com sucesso depois de Coluna e Eusébio, depois de Borges Coutinho ou Maurício Vieira de Brito. 

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Red Alert: Ponto da Situação

Avatar
 ●  75 comentários  ● 
É o repetir mais uma vez de dezenas de coisas já escritas em posts anteriores. Ideias que há muito defendo, que não são mais certas nem mais erradas que as ideias de outros, mas que têm uma vantagem: não andam ao sabor dos resultados.

É muito fácil para alguns, na hora dos maus resultados (ainda que a equipa continue em primeiro lugar) vir lembrar o Redmoon e o seu fetiche pelo treinador Jorge Jesus.

Para esses, direi aquilo que sempre disse, sempre achei e continuo a achar:

1            1. Jorge Jesus é um excelente treinador de futebol:
2            2. Jorge Jesus não é o melhor treinador do mundo;
3            3. Não sei se o Benfica tem ao seu alcance treinadores melhores que Jorge Jesus, e se tem, gostaria que me elucidassem sobre quem são;
4            4. Jorge Jesus é fanfarrão e tem um discurso que por vezes me horroriza;
5            5. Jorge Jesus tem um mau registo de resultados contra as grandes equipas, mesmo as melhores do campeonato Nacional, exceção feita ao Sporting.

O ponto 5 é uma evidência que Jorge Jesus deveria explicar. Mas também é verdade que de nada serve ser um ás a jogar contra o Porto e o Braga, se depois for mediano a jogar contra os Aroucas.

O que importa, pelo menos em termos de campeonato nacional, é o registo ao longo de 30 jornadas, e nesse ponto, sem contar com o segundo ano de Jorge Jesus, o Benfica foi sempre em termos pontuais (independentemente de ter servido para ser campeão ou não) semelhante aos melhores Benficas da história. Ponto. Facto. E vai em bold que é para que desmintam.

E por isso acho de um descrédito total virem comparar o Benfica de Jorge Jesus com o de Trapatoni. E aqui não está em causa o valor de Trapatoni. Trapatoni foi um EXCELENTE treinador de futebol, com nome feito na história do futebol mundial, mas seguramente não à conta daquilo que fez no Benfica!

Mas comparar os 65 pontos de Trapatoni em 34 jornadas (102 pontos possíveis) com os 77 de Jorge Jesus em 30 jornadas (90 pontos possíveis), só é possível na cabeça de alguns lunáticos! Os 65 pontos de Trapatoni em alguns dos recentes campeonatos não chegavam para ficar em terceiro (e isto já a dar ao Trapatoni 4 jornadas extra de campeonato)!

Seria possível a Trapattoni fazer com o Benfica de hoje melhor que Jorge Jesus? Evidentemente que sim. Trapattoni tem estatuto para o ter conseguido fazer. Mas também podia não ter conseguido, e o que quero realçar aqui é o descabimento da comparação, que nunca pode dar azo a uma discussão séria.

Virem com o argumento dos investimentos milionários de Jorge Jesus é outro argumento completamente deturpado e usado sempre num contexto fabricado na medida da imagem que se quer passar. Eu gostava que alguém me explicasse de onde veio o dinheiro investido nos últimos 5 anos... LFV descobriu petróleo na Luz?!

Ignorar que JJ tem sido pedra chave na gestão do clube nos últimos 5 anos (sim, do clube, e não apenas da equipa de futebol), é próprio daqueles com campo de visão demasiado curto, incapazes sequer de ponderar um cenário alternativo demasiado provável: onde estaria o Benfica como clube (ou até mesmo LFV) nos dias de hoje, não tivesse havido a sorte deste feliz casamento entre Benfica e Jesus há 5 anos atrás? De onde tem vindo o dinheiro para os tão avultados investimentos, se não, na realidade, das vendas da própria equipa de futebol?

Onde está a lata para ignorar um facto tão claro como este: o facto de com Jorge Jesus se ter invertido uma tendência desastrosa em termos de gestão da pasta do futebol: vendas quase nulas em cada final de época, e zero dinheiro gerado para continuar a investir nas épocas seguintes? Investir para gerar receitas, uma regra básica em qualquer empresa, desde claro, que os investimentos tenham retorno, como tem, na generalidade acontecido no Benfica.

É melhor gastar 10 e gerar 2; ou gastar 30 e gerar 60?! Quem serve melhor os interesses do Benfica num todo, principalmente se juntando a isto, os resultados desportivos, ainda que longe de perfeitos, tenham melhorado a olhos vistos em relação a um passado não muito distante?!

Perdoem-me a modéstia, mas eu acho que tenho uma vantagem em relação a outros: Não tenho agendas. Vejo o bom e vejo o mau, as virtudes e os defeitos, não digo sempre que sim nem sempre que não.

Eu, que continuarei a defender que Jorge Jesus é um excelente treinador de futebol, fui dos que questionei a sua renovação do contrato o ano passado. E o Benfica ganhou tudo, ou quase, e poderão dizer, ainda bem que Jorge Jesus ficou, e ainda bem que eu me enganei!

Não retiro uma vírgula ao que escrevi há 15 meses atrás. Jorge Jesus, animicamente, iniciou a época passada de rastos, não só ele como toda a equipa, um casamento com tudo para acabar mal. O Benfica até Dezembro, com um plantel de luxo, não jogou patavina, e se não marca aqueles dois milagrosos golos nos descontos em casa com o Gil Vicente, tenho sérias dúvidas de que Jorge Jesus estaria na Luz nesta altura.

O Benfica que eu vi o ano passado até Dezembro fez-me prever o descalabro, e acho que Jorge Jesus colheu frutos importantes de um acontecimento trágico como foi a morte de Eusébio! A partir desse momento, a equipa libertou-se dos traumas evidentes, e ter acontecido em vésperas de um jogo na Luz contra o Porto foi uma feliz coincidência! O Benfica ganhou, e partir daí o Benfica foi outro, capaz de colocar em campo tudo aquilo de que era capaz.

E como já aqui escrevi dezenas de vezes, não sei se é este ano, no próximo ou no seguinte, mas Jorge Jesus vai acabar mal no Benfica. Vai acabar mal porque um treinador tem de saber sair na hora certa e Jorge Jesus falhou todos esses timings!

E nenhum treinador de futebol, por muito bom que seja, sobrevive a autênticas razias de plantel todos os anos, e gere com sucesso esse facto conciliando tudo isso  com o aumento da exigência por parte dos adeptos. Essa é uma fórmula que não resulta, nem no Benfica nem em clube nenhum!

Jorge Jesus é um excelente treinador? Para mim é e vai continuar a ser. Este Benfica vai melhorar? Estou seguro que sim. Vai ser campeão este ano? Para mim o FCP tem muito mais argumentos para o ser. Mas estamos em primeiro, e é importante não ignorar esse pequeníssimo facto, de que continuamos bem lançados para que JJ volte a ser o Rei da festa no Marquês no mês de Maio, afinal o grande objetivo da época.



PS1. Das contratações das últimas duas épocas, para mim apenas realce para dois nomes: Markovic e Talisca. É pouco, e alguém devia assumir a responsabilidade por esta realidade indiscutível.

PS2. Jorge Jesus chega sempre ao fim das épocas na “luta”, mas tem um saldo muito desfavorável nos jogos realmente importantes. Seria também importante que fosse capaz de explicar isso.




ranking