O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 22 de maio de 2010

Futsal - É preciso olhos de ver

 ●  11 comentários  ● 
Quando escrevi o tópico FUTSAL: Oh Sport Lisboa e Benfica, o Campeão! não faltou quem viesse dizer que eram barbaridades, pois o André Lima tinha vencido a UEFA Futsal Cup.

Nada de mais errado! O SLBenfica voltou, mais uma vez, a demonstrar fragilidades efectivas em termos estratégicos, desta feita contra o modesto Fundão... e quando as individualidades não resolvem, temos um problema.

Apelo, mais uma vez, a que seja considerada a situação técnica do futsal do SLBenfica, preferencialmente sem fazer rolar cabeças, dado que não estamos a falar de um qualquer, mas sim de André Lima, que tem que ser protegido, mas também não nos podemos penalizar por isso.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A Vingança de ou sobre Hermínio!?

 ●  6 comentários  ● 
Um dos problemas que Giorgio tem, é acreditar que todos se vergam ao seu poder. Foi dessa forma que tentou subjugar Luis Filipe Vieira, o Presidente do Alverca, quando percebeu que a pessoa com quem se relacionava tinha ambições que iam mais longe do que continuar na sombra do Sistema.

Sim, é mesmo isto que estou a dizer. Luis Filipe Vieira usou da única forma que algum Presidente e/ou Clube tem para fazer parte do panorama desportivo nacional: É preciso ter a "Benção do Papa".

Só que a dada altura o Papa percebeu que Luis Filipe Vieira, pela astúcia, poderia ser um problema e tratou de tentar afastá-lo. Teve azar... teve ele e tiveram os benfiquistas, também, pois essa guerra do "aluno e o discípulo" já custou alguns erros de palmatória a Luis Filipe Vieira.

Mas adiante no que interessa, Giorgio entendeu que deveria "fazer a cama" a quem tentou - por caminhos tortuosos, é certo - deixar um pequeno legado de seriedade no futebol nacional: Hermínio Loureiro.

Não descansou enquanto não o ridicularizou e procurou boicotar sempre o seu trabalho, usando (como é seu apanágio) figuras indirectamente ligadas: Ricardo Costa, para o caso.

Só que, mais uma vez, conforme já aconteceu com Carolina Salgado, José Veiga ou Jorge Gomes, esqueceu-se que há aqueles que não se amedrontadam ao seu poder- e oh se ele o tem - e de forma inteligente fazem-lhe frente.

Ele pode até safar-se como se safou da forma absolutamente vergonhosa da questão das escutas óbvias e claríssimas da sua conduta no futebol nacional... Mas fica para sempre cravado na memória de todos a verdade dos factos (e a fragilidade da justiça perante as figuras nacionais).

Hoje foi dada a conhecer uma eventual denúncia do Hermínio Loureiro sobre ameaças de coação de adeptos de "um clube de Lisboa" a árbitros no decorrer do campeonato. Mais à frente na notícia da Lusa vemos que foram feitas buscas em 6 locais: "Paredes, Rio Tinto, Tondela, Nordeste, Lisboa e Ponta Delegada"... Curiosamente, apenas um dos sítios é efectivamente Lisboa. Os outros são praticamente todos perto de onde????? De quem efectivamente tem interesse em mais uma vez expor Hermínio Loureiro e tentar liga-lo a conquista do campeonato pelo SLBenfica.

Basicamente, Hermínio está novamente a ser usado!!! Quem não se recorda das notícias/denúncias de valores financeiros prometidos aos jogadores do Leixões para ganhar ao SLBenfica??? Em pouco tempo tudo começou nos acusados habituais (FCPorto), um jornal tratou de empurrar para o Braga e dois dias depois já tinha sido invenção... do SLBenfica para se vitimizar e tentar penalizar os dois adversários directos!

Ridículo? Não... vale tudo neste negócio, sim negócio e não desporto! Portanto, importa que seja dada a importância que o assunto merece: ZERO!

Recordo a todos que esta notícia dada agora pelo Correio da Manhã invoca, estranhamente, fontes policiais!!! Ridículo, não? Estamos a falar de uma alegada reunião entre o Director da PJ e Hermínio Loureiro que chega à Lusa com detalhes através de "Fonte policial".

Enfim... A Vigança de Hermínio rebentou-lhe nas mãos com a armadilha montada por "Giorgio e Su Macaco"

Enquanto a FPF brinca às Vuvuzelas

 ●  Sem comentários  ● 
Lá por fora, os patrocinadores das selecções são bem mais do que interesses organizados para encher os bolsos da empresa de organização de eventos do Jorginho e onde trabalha, também, a filhota do bode espiatório mais famoso da "Face Oculta".

Enquanto cá a Nike quer é jogadores do Jorginho convocados, para ficarem conhecidos e darem visibilidade à marca em grandes transferências...

Enquanto a Galp se move na teia que todos conhecemos e brinca às Vuvuzelas, com anúncios que envergonham...

Lá por fora, a Carlsberg aparece com este video para a selecção inglesa (obrigado ao meu Amigo que divulgou o video).


A "Azia" da FPF...

 ●  2 comentários  ● 
O Mourinho ao que parece, e como é seu apanágio, disse o que pensa e soltou que não vai ver o Mundial, pois quer estar de papo para o ar na praia a descansar para a época de reviravolta no Real Madrid.

Quando questionado sobre a Selecção do Brasil B, depois de já ter dito que como não foi acautelada a selecção de bons jogadores "deram o passaporte a uns brasileiros", desta vez disse que "nem com Ronaldo a jogar a 1000 à hora, Portugal terá hipóteses de vitória".

Ao que parece, os jogadores que têm o tal futuro que Quim não tem como Pedro Mendes, Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Deco, Liedson, etc. ficaram aborrecidos por Mourinho ter dito isto, tal como esse colosso dos treinadores - o homem que tem menos títulos na vida que Mourinho numa época - Carlos Queiroz... e ainda Gilberto Madaíl.

Estes dois últimos trabalharam tanto para conseguir valorizar jogadores que darão dinheiro ao Jorge Mendes - que se encarregará de distribuir pelos amigos - e vem agora o Mourinho dizer que não têm qualidade para ganhar nada????

Realmente... isso é brincar com o trabalho das pessoas! Madaíl teve tanto trabalho a fazer a convocatória com o Jorge Mendes e depois vem o Mourinho mandar estas bocas??? É de qualquer um ficar aborrecido, é verdade...

Assim como é que o Madaíl depois justifica ao Pinto da Costa que o Bruno Alves valha para o Lyon menos de metade do David Luiz??? Ou como é que o Meireles sai por metade do valor que está já avaliado o Coentrão? Enfim...

quarta-feira, 19 de maio de 2010

FORMAR! Jogadores, equipas e Clubes!

 ●  6 comentários  ● 
A propósito a entrada de Bruno Maruta para o topo da hierarquia do Dpt. de Prospecção do SLBenfica, com a inclusão do David Simão e do Leandro Pimenta na convocatória para os EUA e na linha do empréstimo de Roderick Miranda para o Rio Ave, penso que é tempo de falar um bocadinho na formação do SLBenfica.

À séria, à seria... a nossa formação teve um "boost" fortíssimo com António Carraça. Foi pela mão dele que apareceram valores como Bruno Maruta, Rodrigo Magalhães e Miguel Soares para se afirmarem no Dpt. de Prospecção do SLBenfica. Apesar de ter sido o período em que também entraram estrangeiros (como Yartey ou Bakary) na sua maioria africanos, a aposta foi fortíssima nos portugueses.

Basta olhar para tópicos passados no GB para recordar os nomes que hoje evoluem na nossa formação ou já emprestados e que nasceram nessa "fornada" como, Miguel Victor, Romeu Ribeiro, Ruben Lima e André Carvalhas numa primeira fase, logo seguidos por David Simão, Leandro Pimenta, Miguel Rosa e Yartey; e agora com Roderick Miranda, Nelson Oliveira, Bakar, Mario Rui, Danilo Pereira, Lassana Camará e Ruben Pinto. Isto sem esquecer Jean Silva, Diego Lopes e Evandro Brandão que são três valores que chegaram este ano com elevado potencial.

Se fizerem continhas, estamos a falar da formação, nos últimos três anos, de 18 jogadores, 15 deles com origem nas nossas camadas jovens desde tenra idade. E estou a falar apenas dos jogadores que terão potencial maior para afirmação efectiva a uma escala mais elevada, pois ainda temos jogadores como André Soares, João Pereira, Ivanir Rodrigues ou Coelho. Portanto, num total de mais de 20 jogadores formados no SLBenfica nos últimos três anos.

Nos últimos dois anos, infelizmente, houve uma entrada exagerada de jogadores estrangeiros nas camadas jovens dos três grandes, do qual o Benfica não ficou à margem, com uma inundação de jogadores brasileiros que pouco ou nada trazem às equipas e chegam em idade já dos dois últimos anos de junior, castrando o lugar a jovens portugueses.

Em tempos defendi que o SLBenfica deveria ter uma estratégia de formação de um "protótipo de jogador Benfica" e de um "protótipo de treinador Benfica". Ambos apoiados na sua formação nas camadas jovens do SLBenfica e que teriam necessariamente que assentar a continuação da sua formação em protocolos estabelecidos com clubes da II Divisão B (zona Sul); Liga de Honra e 1a Divisão.

O percurso de formação deverá começar, onde está a começar agora, nas idades mais jovens dos 6 anos - sendo que é fundamental retirar estas selecções de Pré-Escolas (um percurso de três anos), da Escola de Futebol do SLBenfica para o Departamento de Formação do SLBenfica, sob a responsabilidade e estratégia deste departamento.

É absolutamente vital NUNCA dissociar o percurso de formação de treinadores, da formação de jovens e jogadores (atenção que o "e" não é por acaso). Os treinadores, para poderem investir a sua dedicação aos projecto de formação, têm obrigatoriamente que ter um projecto de carreira no SLBenfica. Evoluir nos escalões de formação e chegar a Clubes semi-profissionais e depois profissionais, com a ambição de um dia regressarem ao SLBenfica para adjuntos ou mesmo treinadores principais.

Deverá ser o SLBenfica a criar essas condições, com protocolos e relações preferenciais com clubes, que garantam a entrada anual de um a dois jovens jogadores e e um treinador de dois em dois anos num clube da II Divisão.

É, depois, fundamental que este percurso não seja interrompido por dois tipos de excessos:

1) Antecipar a entrada dos jogadores nos planteis para "mostrar serviço", mantendo os jogadores sem competir por períodos longos quando o fundamental é garantir um elevado ritmo competitivo;
2) Ou esquecer esses atletas e continuar a apostar em jogadores de qualidade duvidosa mantendo os jogadores jovens em empréstimos sucessivos até romper o vinculo com o SLBenfica.

É preciso, nesse aspecto, que o SLBenfica tenha uma estrtutura dedicada a acompanhar de perto - técnica e pessoalmente - os jogadores emprestados. Alguém que os jogadores saibam que vai ver jogos deles (joguem onde jogarem), que lhes liga a saber deles, que vai ter com eles para jantar e saber como se sentem. Fazer os jogadores sentirem-se acompanhados. Por outro lado, é preciso ter consciência que não basta ser formado nas escolas do SLBenfica. E nem sequer basta ser acima da média. É preciso ser muito superior a qualquer outro jovem da mesma idade...

Ainda assim, cabe ao Clube saber estabelecer as parcerias correctas que garantam a estabilidade dos jovens (familiar e desportivamente) e que acompanhá-los de forma a garantir que evoluem e têm estímulos para trabalhar para evoluir. É preciso ter uma estrutura (pequena) de acompanhamento.

Como em tudo na vida, é preciso que haja uma liderança de topo que, mais do que ser alguém da confiança do Presidente, perceba do fenómeno da formação e em quem os jovens se revejam. Actualmente isso não acontece com o Sr. Manuel Ribeiro. A minha proposta, até para garantir a perfeita sintonia entre o futebol profissional e de formação seria que a liderança DIRECTA desse departamento ficasse a cargo de Rui Costa, mantendo Nené enquanto responsável operacional.

Só desta forma será possível estabelecer um acompanhamento directo de todos os temas da formação, como parte integrante de uma estratégia global, aliviando cada vez mais os obstáculos de transição.

Para fechar, recordando o que se está a passar num clube com tradição na formação e que está a deitar à rua uma estratégia de anos para defender agendas pessoais de recém empossados incompetentes dirigentes - o SportingCP.

Não vou sequer entrar na polémica estéril de se a formação do SportingCP é ou não melhor que a do SLBenfica. Eu pessoalmente não avalio esse tipo de questões pelos resultados, mas sim por um conjunto de variáveis que me levam a concluir que o SportingCP está a perder algumas coisas que já fez muito bem no passado e que o Benfica, ainda assim, ainda tem algumas questões de organização e estruturação a aprender com o rival.

O que está, este ano, a acontecer no SportingCP é a loucura da contratação de jogadores que agradam apenas a empresários, na esperança de não voltar a repetir as épocas que de desorganização e desastre que caracterizaram as últimas épocas do Sporting. Ao invés de apostar (não é só integrar no plantel) em jovens jogadores como Wilson Eduardo, André Santos, Cédric, William Carvalho ou Baldé... estão a preparar-se para contratar jogadores como Vitor Gomes, Petrovic, Maniche (surrealista), etc.

Novamente, a palavra de ordem deve ser equilibrio e eu defendo que devem haver anualmente pelo menos dois a três jovens de elevado potencial que tenham a oportunidade de integrar os planteis e desenvolver as suas capacidades e termino deixando-vos uma frase de Roderick Miranda este ano: "Aprendi muito só a olhar diariamente como treinam David Luiz e Luisão".

Este é, portanto, a minha visão da formação para o SLBenfica e do enquadramento de formação de jogadores e treinadores, reforço "e treinadores", que entendo que deveríamos criar de forma estratégica. Ideias-chave detalhadas acima:

- Liderança geral da Formação por Rui Costa apoiando operacionalmente em Nené
- Proposta à FPF de limitação de jogadores estrangeiros nas equipas de formação (máximo 4)
- Integração das selecções de Pré-Escolas no Departamento de Formação
- Definição de 5 parcerias na II Divisão B, Liga de Honra e I Divisão para empréstimo anual de jogadores-chave da formação.
- Definição de 3 parcerias na III Divisão, II Divisão B e Liga de Honra para plano de evolução de formação de treinadores de pois em dois anos ou de três em três anos.
- Modelo evolutivo de treinadores nos escalões de formação, a começar em Pré-Escolas, até aos Juniores e parceiros de futebol Profissional e Semi-Profissional
- Modelo evolutivo de Integração para jogadores nos primeiros dois (a três anos) de senior, de acordo com as parcerias estabelecidas.
- Inclusão anual no plantel senior, de forma selectiva e muito criteriosa, de um a dois jogadores formados no Clube.

terça-feira, 18 de maio de 2010

[FUTEBOL] Decisões... À Benfica! (Mantorras, Maruta e Cantera)

 ●  6 comentários  ● 
Maruta, David Simão e Leandro Pimenta, Mantorras em destaque.

Foram hoje tidas como oficiais uma decisão que o GB já conhecia, mas que estrategicamente me tinha sido pedido para manter reservada até ser oficializada: A saída de Rui Aguas da liderança da prospecção, para a entrada do Bruno Maruta.

O Bruno Maruta e o Rui Aguas são dois bons exemplos de como o passado enquanto jogador do Benfica, não garante a melhor performance em termos de gestão desportiva. A liderança do departamento de prospecção pelo Bruno Maruta é, claramente, uma excelente decisão que peca por tardia e por ter sido preciso que o Bruno saísse para o Sporting durante este período, para que finalmente lhe fosse dado o reconhecimento merecido.

O que se espera agora é que, especialmente nas camadas jovens, não se repitam os erros do passado recente, com a inundação das nossas equipas por jovens oriundos do Brasil e Africa. Quanto ao futebol senior, é importantíssimo continuar a apostar em mercados emergentes e jogadores jovens de elevadíssimo potencial, a começar pelos portugueses...

No que diz respeito ao plantel sénior, com Fabio Faria, Franco Jara e Nicolas Gaitan já assegurados para 2010/11, há uma clara noção que o trabalho é planeado e antecipado no mais profundo detalhe. Os dois primeiros não me oferecem qualquer duvida sobre a sua qualidade, o último vou esperar para ver, pois não me parece ser uma escola "powered by JJ" mas sim por Jorge Mendes.

Nesta linha, é com grande felicidade que vejo o Fábio estar já a integrar os trabalhos do plantel, ao mesmo tempo que no sentido inverso ao caminho deste seguirá Roderick Miranda para Vila do Conde para ficar emprestado ao serviço do Rio Ave, na Liga Sagres. É fundamental que o Roderick seja o aposta do Carlos Brito, tal como o Nelson Oliveira (caso ali se mantenha), pois em contrário, o melhor será apostar noutros emblemas com maior interesse na utilização efectiva e recorrente dos nossos jogadores.

Também a caminho da digressão do SLBenfica estão dois jovens da "cantera" este ano emprestados ao Fátima e Beira-Mar: David Simão e Leandro Pimenta. O segundo, apesar de não ter feito uma época brilhante, é uma aposta pessoal de Rui Costa, que terá pedido a Jorge Jesus que desse uma oportunidade ao jovem médio que tem bastante potencial, contudo, ainda não o demonstrou tanto como David Simão - que em minha perspectiva é uma excelente escolha para a digressão - e como outros três que mereciam também essa oportunidade: Yartey (Beira-Mar), Miguel Rosa (Carregado) e Ruben Lima (Setubal).

Bem sei que não podemos levar 50 jogadores para a digressão, mas penso ser muito relevante ver estes jovens à ordem de Jorge Jesus que, estou certo, em pouco tempo aferirá da qualidade e potencial real destes jovens.


Por fim, sem me alongar muito sobre Pedro Mantorras, digo apenas que Luis Filipe Vieira está a colher o que semeou. Durante anos, com a conivência dos treinadores que foram passando pelo clube, Pedro Mantorras foi sendo colocado acima de todos os demais jogadores.

Nunca precisou de treinar como os outros, nunca precisou de trabalhar... Viveu os últimos anos à sombra de um estatuto de "filho do Presidente" que assumia de peito aberto que Mantorras ficava no Benfica enquanto quisesse... Agora tem que se aguentar.

Chegou Jorge Jesus e, cagando e andando para os estatutos, com ele só joga e só tem lugar quem tem algo a acrescentar à equipa (é preciso corrigir a entrada de gajos como o Eder Luis neste conceito) e rapidamente Mantorras virou "carta fora do baralho".

O Presidente, numa atitude que o caracteriza e que acho que deveria melhorar fortemente, colocou de parte quem em tempos apoiou e em quem se apoiou... e deu "carta branca" a Jorge Jesus sem, aparentemente, ter feito a devida comunicação ao Pedro Mantorras.

Mais uma vez, os problemas surgem com a origem de sempre... FALTA DE COMUNICAÇÃO INTERNA, pelo que se exigem "Decisões... À Benfica". É urgente chamar o jogador e, na presença do treinador, resolver definitivamente o tema.

O Presidente tem responsabilidades fruto do seu posicionamento do passado, o jogador tem responsabilidades porque tem que entender que "ser uma imagem" já nao serve para os objectivos do SLBenfica... o único que, neste tema, quase não tem responsabilidade e, por isso, deve ser enquadrado como tal sem que procurem fazer dele o "mau da fita" é Jorge Jesus.

O tempo de Mantorras não chegou ao fim hoje, mas há muito tempo. Infelizmente assim foi, pois tinha um potencial para ser, arrisco, um dos melhores do Mundo... mas a vida é assim e os azares batem à porta para mudar o destino.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Luis Filipe Vieira volta a tramar... Luis Filipe Vieira

 ●  7 comentários  ● 
É complicado! O Presidente entusiasma-se e depois diz coisas que mais tarde o deixam ficar mal. Tem sido sempre assim e havia até quem já lhe apontava a mala-pata de cada vez que falava... o Benfica tinha um mau resultado. Há umas semanas saiu-se com a frase "Não sai ninguém do SLBenfica", dias mais tarde já admitia as saídas "pode até sair, mas só pela clausula de rescisão"... ontem, em Timor, disse "aceita negociar a clausula de um dos jogadores, os outros só pelas clausulas"... por este andar, mais três dias e negocia todos!!!!

Como já disse no passado, entendo perfeitamente o "populismo" daquela conversa que seremos um colosso europeu em 2012, ou que andaremos lado-a-lado com o Real Madrid no topo da Europa e do Mundo do futebol . Entendo também a história dos 300.000 sócios ou eu demito-me, etc. etc. etc. Tal como o Presidente disse na última entrevista, não seria seguramente com as frases contrárias que ele teria conseguido mobilizar os sócios para apoiarem o Clube.

... Mas há coisas que são desnecessárias! E o "populismo momentâneo" é uma dessas situações. Fazer os sócios "acreditar num sonho" é uma coisa... dizer algo que, conscientemente sabe que não irá corresponder à verdade... É ERRADO e prejudicial para a sua imagem e para o Clube.

Todos sabemos que o mais certo é que sairá mais que um jogador e que possivelmente só DiMaria sairá pela clausula de rescisão. Não é errado que assim seja. O David Luiz ser negociado por 30 ou 35M€ é um valor de top mundial e ao nível do gabarito do jogador, tal como 25M€ pelo Cardozo ou 20 ou 25M€ pelo Ramires.

Não há qualquer necessidade de tecer comentários a este nível! Dir-me-ão que o Presidente não poderá dizer o contrário, pois isso será perder a capacidade negocial. Sim, é certo... especialmente quando estamos disponíveis e até interessados em vender. Por isso mesmo, a melhor arma nestas situações é a gestão habilidosa das situações optando, sempre, por fugir às questões e assumir o interesse (que é diferente de certeza) de manter os jogadores no SLBenfica, explicando contudo que ninguém é insubstituível e muito menos inegociável...


Há, agora, outro tema também muito em discussão (que até tem grupos já criados no Facebook) e torno da camisola do SLBenfica e do símbolo da TMN na mesma.



Sim, é um facto que é preciso admitir... aquele azul da TMN é quase uma mancha na nossa camisola, de tamanho destaque que tem... Mas é preciso ir mais longe para perceber o enquadramento desta situação, pois a comparação que é feita com o Man. Utd (AIG), Real Madrid (BWin) e Liverpool (Carlsberg) é absolutamente irreal pela expressão e multiplicidade de marcas existentes nesses países, assim como o retorno delas com a publicidade.

Ao contrário dos exemplos do vídeo, a PT sabe e o Benfica também que não há muitas entidades em Portugal com capacidade para celebrar acordos de patrocínio no valor de 6M€ (valor esse que no final do próximo ano será possivelmente revisto em alta)...

Em meados de 2005, em plena crise financeira, o SLBenfica negociou um contrato de publicidade para as camisolas do SLBenfica no valor de 5M€/época, durante 5 anos. Mais tarde, para o arranque da BenficaTV, o acordo foi estendido até 2011 considerando mais 1M€/ano, para um total de 6M€/ano para os números globais. Por esclarecer está (se alguém puder ajudar, eu agradeço) se o naming das bancadas está incluído nos 6M€. À margem disto está ainda o projecto Benfica Telecom que é suportado na parceria com a PT/TMN. Ou seja, a TMN e a MEO são marcas que trazem impacto directo ao SLBenfica em duas vertentes:

1. Apoio financeiro ao arranque da BenficaTV e da BenficaTelecom, potenciando assim receitas adicionais em publicidade e difusão da marca.

2. Importante encaixe financeiro recorrente com um acordo de 3o a 36M€ por 6 anos de parceria conjunta.

Portanto, quando se fala que o Benfica é que se impõe sozinho às parcerias, é mesmo assim tão dificil perceberem que isso não é assim que funciona??? O que interessa ao Benfica não é ter a camisola mais bonita do Mundo, ter ou nao ter a cor X ou Y.

O que está em causa é que a PT é parceiro estratégico do SLBenfica e vê o destaque na camisola como algo absolutamente relevante, pelo qual estão dispostos a pagar mais do que qualquer outra entidade... EM PORTUGAL. A PT pretende apostar em determinados mercados alvo. A saber: Redes Moveis e TV por Cabo.

Para tal pretende destacar as marcas tal como elas são e não com o recurso a "outras cores" só porque ficam mais bonitas na cabeça dos benfiquistas. Não é aquele azul que mete golos, mas é aquele azul que faz entrar uma parte do guito que permite comprar quem os mete.

Temos que saber aceitar as leis do mercado. O Benfica quer muito dinheiro e há quem esteja disposto a dar essa contrapartida se, também por contrapartida, puder destacar a sua imagem como ela é. Se nao puder... a camisola "vale menos", tal como a bancada vale menos por estar a vermelho e branco e não a azul ou preto da TMN e da MEO. O que os patrocinadores querem não é apenas associar a marca ao Benfica, mas também o destaque que essa marca pode ter no processo de associação. Posto isto, o que acho é que não vale a pena apelar a situações complementamente estereis em termos de decisão, pois:

1. O contrato está em vigor, logo é para respeitar. O que se pode criticar não é a não renegociação do mesmo, mas a propensão da Direcção para negociações de longo prazo quando sabemos que estamos a trabalhar para um Benfica cada vez maior... logo estaremos a perder potencial de negocio.

2. A parceria da PT com o Benfica vai muito além da camisola. Envolve o namming de duas bancadas, as camisolas e... (ESPECIALMENTE) o Canal BenficaTV.

Neste ultimo ponto, chamo novamente a atenção para o papel que a BenficaTV teve para o desenvolvimento do MEO, é certo, mas também na necessidade de viabilização financeira do projecto, que ficou inteiramente a cargo da PT (através do MEO).

Assim sendo, e porque os negocios têm sempre duas partes interessadas, o que acho é que é absolutamente irreal falar em renegociações com base... na cor do símbolo.

Novamente, também nestes pontos é fundamental que o Presidente não continue a passar a imagem que o SLBenfica está acima do Mundo e que temos força para fazer vergar todo e qualquer parceiro. Não é verdade...

O Presidente deverá passar, sim, a imagem que estamos fortes, que somos um clube do interesse de muitos parceiros e todos dispostos a investir no nosso Clube. Mas é importante não dar falsas esperanças aos nossos sócios e adeptos de que os argumentos estão todos do nosso lado, porque não é verdade, os negocios têm sempre duas partes interessadas.

ranking