O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Não misturem o Sport Lisboa e Benfica com política

Avatar
 ●  112 comentários  ● 


As ideias mais perversas combatem-se com ideias justas e cumpridoras da constituição.

Basta olhar para as bancadas da Luz e perceber que no Sport Lisboa e Benfica a xenofobia é algo que não tem cabimento.

Portugueses de nascença, de adopção, brancos, pretos, amarelos, de carapinha ou de cabelos lisos...homens, mulheres e outros...

Todos cabem na Luz e nas bancadas do Estádio da Luz.

Daí que não faz muito sentido a Carta Aberta escrita por alguns benfiquistas e dirigida à direcção do Sport Lisboa e Benfica. 

O que esperam que o clube faça? Que expulse o sócio em questão? Com que base? E já agora, que faça uma purga entre todos os benfiquistas que possam ter votado no Chega? Ou em qualquer outro partido classificado como extremista? Quem define o que é ser extremista?

Quando um governo corta nas reformas, fruto de um contrato firmado entre o cidadão e a Segurança Social ou um sistema de pensões privados durante uma vida de trabalho, não é isso também um extremismo violento?  

Quando um governo impõe um nível de impostos superior a 50% do rendimento, não é isso também um extremismo violento?

Quando são impostos cortes cegos no SNS que impedem os com menos rendimentos de aceder a cuidados de saúde urgentes, e morrem com o nome em listas de espera, não é isso também um extremismo violento?

André Ventura aproveitou a sua visibilidade na TV para chegar mais rápido aos seus objectivos? Mas onde está a novidade disto? Foi o primeiro? Que me lembre, o agora deputado começou por fazer comentários jurídicos e não sobre o SL Benfica.

Quantos políticos não eram outra coisa qualquer antes de terem destaque na televisão? Quantos não foram oportunistas quanto à notoriedade na televisão?

O atual presidente de República não andou anos a ganhar espaço na televisão como comentador? 

O antigo presidente do CDS, Paulo Portas, não era ele próprio um jornalista temido pelos políticos antes de se meter "no submarino" da política?

O agora presidente da MAG do Sporting não chegou a Bastonário da Ordem dos Advogados devido à sua exposição como comentador de assuntos jurídicos na televisão?




A Constituição Portuguesa estabelece, até para deputados, limites bastante claros quanto a situações que qualquer pessoa normal repudiará, como o racismo.

Mas a mesma Constituição defende o direito de todos terem o seu pensamento, mesmo que possamos considerar que esse pensamento é errado ou desprezível.

Todos os extremismos devem ser condenados. Racismo não tem cor por isso tanto faz que seja exercido por brancos, pretos, amarelos ou de qualquer outra origem.

Quem é racista ou faz a apologia do racismo deve ser combatido com ideias, se for assim que procura passar essa ideologia. Qualquer outra forma, a reacção deve ser a prevista na lei.

No entanto, o politicamente correcto hoje em dia é uma forma de censura também ela desprezível.

Seja o André Ventura, a Joacine Katar Moreira, a Catarina Martins, a Assunção Cristas, o Rui Rio, o António Costa ou o Jerónimo de Sousa...nenhum tem o direito de limitar a expressão do outro.

A Carta Aberta destes benfiquistas é pouco eficaz e só consegue trazer mais atenção sobre aquilo que estão a tentar censurar, além de puxar o Sport Lisboa e Benfica para uma discussão que não é sua.

Vejo isto mais como uma reacção dos partidos do sistema que qualquer outra coisa. O BE abriu uma brecha que anos mais tarde foi utilizada pelo PAN. Agora entraram mais 3 partidos e é natural que nas próximas eleições mais ainda venham a obter lugares no Parlamento.

Preocupem-se em escrever Cartas Abertas a denunciar a Corrupção ou o clientelismo partidário e se calhar os extremistas de direita e de esquerda deixam de ter assunto.

Misturar o clube com política, que é o que isto é, é um erro tremendo. 

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

E agora de quem é a culpa!?

Avatar
 ●  84 comentários  ● 
Já está!

Chegaram os maus resultados, os apertões dos sócios e demorou menos de uma semana até se deixar "cair" no suspeito do costume (Jornal Record) a notícia que afinal tudo está como está porque o Bruno Lage não quis reforços...

Com isto Luis Filipe Vieira e sua entourage apressou-se a sacar as culpas do capote... e a "entregar" Bruno Lage aos sócios. Não é a primeira vez que o faz, bem pelo contrário!

E logo sai a notícia que o Bruno Lage quer o que ninguém quer (nem sequer eu que primo pela formação): um 11 formado no Seixal.

Ora, se a ideia é culpabilizar o treinador do Benfica pelo momento, bem pensado.

Se a ideia é virar os jogadores (que não sejam do Seixal) contra o treinador, a julgar pela atitude da equipa, também me parece uma missão cumprida.

... assim pelo menos já sabemos que quando houver pescoços para apertar, será o do treinador que o Presidente, mais uma vez passa nos pingos da chuva.

"Benfica não tem um presidente, tem um 'dono'"

Avatar
 ●  117 comentários  ● 

As seguintes palavras são do atual vice-presidente Fernando Tavares, proferidas em 2012, mas que se mantêm mais atuais que nunca.

----------------------------------------------------

Em que falha a liderança de Vieira?

O que muitas vezes divide uma boa de uma má liderança é a escolha das pessoas. Eu diria que sobretudo falha na escolha das pessoas e esse factor é crítico numa liderança. Os seus principais conselheiros estão contaminados pela falta de competência e, mais grave, pela total ausência de benfiquismo. 

No Benfica actual, as decisões não são tomadas em função do benfiquismo das pessoas, são tomadas com base na defesa do lugar. 

Quanto piores forem as pessoas que o rodeiam, pior será a sua liderança. Por outro lado, Vieira não devia ter medo da história do Benfica. Por isso foi criada outra, com dez anos, criando nas pessoas o fantasma de que será Vieira ou o caos. E não é assim, a seguir a Vieira não virá o caos, virá o Benfica, o grande Benfica.

Disse nessa carta aberta que o primeiro mandato tinha sido desportivo e que este já não é por causa das pessoas que o roderaram. Que pessoas? E o que fizeram essas pessoas?

Repare na importância da escolha das pessoas. No primeiro mandato de Vieira, o Benfica foi capaz de ganhar mais, no futebol e nas modalidades, do que neste último, designado pelo próprio presidente como o mandato desportivo. E ganhou-se mais, investindo muito menos, incomparavelmente menos. 

Como foi possível? Com uma escolha acertada de pessoas, que pensavam Benfica, que sofriam pelo Benfica e que, em cada decisão, sobrepunham o seu benfiquismo a qualquer interesse pessoal. 

Pessoas como Domingos Soares Oliveira, Paulo Gonçalves e João Gabriel, para além de não serem benfiquistas, exercem uma má influência sobre o presidente. 

Na defesa de uma estratégia de poder atacam os verdadeiros benfiquistas e empurram o Benfica para estratégias erradas. Os resultados estão à vista. E, por agora, apenas os resultados desportivos, já que os financeiros, são uma calamidade de que os benfiquistas apenas se aperceberão mais tarde.

Como vê a revisão dos estatutos promovida por Vieira quando foi eleito? Foi uma forma de "fechar" oportunidades a outros nomes?

Não tem outra explicação. Repare, os estatutos foram a peça final na estratégia de personalização de poder no clube. Neste momento, o Benfica não tem um presidente, eu diria que tem um "dono". 

Mas já agora, vale recordar uma frase célebre quando Rui Costa assumiu o cargo de diretor-desportivo, em que se disse que iria ser preparado para presidente do clube, no espaço de dois mandatos. Caricato é ter um clube que nos seus estatutos estabelece uma restrição de idade (43 anos) que o país não criou para eleger o seu Presidente da República.

Que críticas faz à comunicação e à gestão de Vieira?

O problema, hoje em dia, é que o Benfica não tem comunicação. Tem propaganda. 

A comunicação é um instrumento que o Benfica devia ter ao seu dispor para divulgar mais e melhor o clube, a sua história e os seus valores. 

Pelo contrário, o que existe é propaganda, muito centrada na pessoa do presidente e dos constantes louvores à sua obra. Digamos que a comunicação do Benfica vive um período de "venezuelização". 

Quanto à gestão diria que assenta numa estratégia errada. O Benfica tem uma estratégia de marca, ou seja, a marca resolve tudo. Tal como indicou Manuel Sérgio no triste e recente episódio a marca só se constrói ganhando. 

Ora o que o Benfica necessita é de uma estratégia de produto, ie focada no seu principal produto que é o futebol. A marca desenvolve-se a partir das vitórias desportivas e não ao contrário. Não é a fazer acordos com agências funerárias que a marca se desenvolve. 

Vieira diz que recuperou financeiramente o clube. Concorda?

O Benfica tem um passivo de 400 milhões de euros. Onde é que está o milagre disto? O milagre é o Benfica ainda conseguir pagar as suas contas. As pessoas ainda não perceberam que a situação actual do Benfica é muito preocupante. O que o Benfica precisa é de um milagre desportivo, que possa ajudar a resolver, no futuro, os graves problemas financeiros que afetam o clube. Mas para isso é necessário outro modelo de governo e de gestão.

Revejo-me em pessoas que se preocupam com o futuro do Benfica, que não se resignam, que não se conformam e que não se deixam iludir mais pelas promessas ocas com que são bombardeados todos os dias. Se essas pessoas estão no Movimento A ou B, não sei, mas têm o meu respeito e a minha admiração. 

Porque, hoje em dia, não é fácil ser do contra, no Benfica, porque ser do contra é ser abutre. Mais uma vez, nada disto se compadece com a história democrática do Benfica."

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

A caminho da sportinguização? Não obrigado.

Avatar
 ●  128 comentários  ● 

"Luís Filipe Vieira quer ver mais jovens na equipa principal do Benfica e já comunicou essa vontade ao técnico Bruno Lage, apurou o Correio da Manhã.

O presidente do Benfica pretende manter a dinâmica entre as escalões de formação e a promoção à equipa principal dos jovens talentos, onde o melhor exemplo é João Félix, jogador que em pouco mais de seis meses na equipa sénior rendeu um encaixe financeiro recorde de 120 milhões de euros com a transferência para o Atl. Madrid.

Bruno Lage está ciente dessa necessidade e já prepara uma nova fornada para a equipa principal, com destaque para o defesa central brasileiro Morato, que foi contratado neste defeso ao São Paulo.

Apesar dos 18 anos tem vindo a afirmar-se na equipa B e já reclama uma oportunidade com Bruno Lage, o que deve acontecer brevemente, pois com a abertura do mercado de transferências em Janeiro existe sempre a possibilidade de um dos tubarões europeus avançar por Rúben Dias ou Ferro.

Vieira só admite vender um e pela cláusula de rescisão. Morato está a fazer essa transição para o caso de ter de ingressar na equipa principal. Para já tem surpreendido tudo e todos.

Além de Morato, também Gonçalo Ramos, avançado de 18 anos, e Rafael Brito, médio de apenas 17 anos, estão na calha para dar o salto para a equipa principal.

O objetivo de Vieira é manter a competitividade entre os jovens do escalão de formação, com a possibilidade real de chegar à equipa de Bruno Lage.

O técnico do Benfica é um conhecedor profundo da formação do clube e tem lançado com sucesso vários dos jovens na equipa principal.

Vieira não esconde o desejo de chegar à conquista de um título europeu com uma equipa maioritariamente constituída por jogadores da formação. O plano está em curso e pelos vistos não falta matéria prima no Seixal." - CM.

--------------------------------------

A propaganda está em força. Equipa maioritariamente constituída por jogadores da formação. 

Ou seja, jogadores que por muito bons que possam vir a ser, não têm experiência internacional ou sequer de alta competição. Gestão do esforço, das emoções, dos momentos de jogo...

Depois ler que Bruno Lage já prepara uma nova fornada é de achar que o treinador do SL Benfica ou é cozinheiro ou vai repetir as burradas que tem feito nos últimos tempos.

Só o que estamos a fazer é a aproximação ao modelo do...Sporting, que tão belos resultados deu, não é?

A aposta em Alcochete deu-lhes tantos títulos (!) e eles, como nós, não retiveram a maioria dos grandes talentos que produziram.

Eu sei que na estrutura do SL Benfica não faltam lagartos (e andrades), daí não me supreender esta conversa. 
A sua lealdade não é ao clube mas sim ao dinheiro que recebem por isso se o SL Benfica ganha ou perde para eles é igual.

O caminho definido por Vieira está aí: apostar nos miúdos e deixar de comprar jogadores feitos, com experiência e qualidade.

Já cá temos metade da antiga equipa de gestão da Academia de Alcochete, com o expoente máximo no Mil-Homens.

Já somos uma nulidade na Europa.

Só falta deixarmos de ser campeões? Assim replicaremos o que o Sporting tem executado nos últimos 10 anos.

Perder o comboio de 2024 será definitivo. Ou entramos no princípio ou os países com mais visibilidade ficarão com quaisquer vagas que surjam no futuro. Portugal não tem dimensão de mercado para apanhar este comboio mais tarde.

Só poderemos entrar no comboio de 2024 se, o quanto antes, tivermos prestações de qualidade na Champions! Nem falo em ganhar, só em termos prestações que nos façam ser um player com que se conte!

E não é possível fazer nada de jeito na Champions com uma equipa em que a maioria sejam miúdos sem experiência, por muita qualidade que tenham.

Não abram os olhos não!

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Aí está o pós-espionagem empresarial...

Avatar
 ●  72 comentários  ● 
O FCPorto "descobriu" a formação e até já tem um projecto de Academia (só falta o dinheiro) que mais parece o melhor do Benfica Futebol Campus (em mais pequeno) e também descobriram alguns talentos que "por acaso" o scouting deles descobriu...

... e o Sporting desatou a cair em cima de miudos observados pelo SLBenfica e agora tem um plano de remodelação de Alcochete que, muitas das zonas, mais parece o Benfica Futebol Campus.

Mas não se passa nada... os bandidos são os do SLBenfica!

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Certeiro

Avatar
 ●  120 comentários  ● 

Exclusivo: Europa por um canudo, por Rui Gomes da Silva

Avatar
 ●  217 comentários  ● 

EINSTEIN OU VIEIRA?

Entre as citações de Albert Einstein há uma que pode, hoje, ajudar à análise do momento do Benfica!

“Loucura é querer resultados diferentes fazendo tudo exatamente igual!”

Ora, o que é que Einstein poderá ter a ver com o momento atual do Benfica?
Tudo ... se atentarmos na afirmação do Presidente do Benfica, depois mais uma derrota na Liga dos Campeões.

“Temos de dizer a todos os benfiquistas que estamos tristes, para não dizer, envergonhados. Mas é nestas alturas que temos de levantar a cara e acreditar sempre no que estamos a fazer e no que preconizamos para o futuro, pois estamos no caminho certo.”

Ou para o que aqui interessa ... “estamos envergonhados [pelas 12 derrotas nos últimos 15 jogos na Liga dos Campeões] mas estamos no caminho certo”!

Estão a perceber ... não estão?

ARROGÂNCIA, INCOMPETÊNCIA OU SUBSERVIÊNCIA?

Mas, então - sendo tão evidentes os sucessivos erros de construção do plantel, a cada época que passa - o que leva Vieira a persistir no erro?

O que o levou a reduzir a um nível ridículo a competitividade do Benfica na Europa?

Três razões: arrogância, incompetência e subserviência!

Arrogância ... por se achar acima de tudo e de todos, por se achar infalível, por achar que antes dele tudo era mau e depois dele será o caos!

Incompetência ... por força dos sucessivos erros em contratações que não são dignas de um Benfica europeu!

Subserviência ... porque se fascina com quem lhe dá palco, aproveitando as suas limitações, reduzindo, dessa forma, os canais de compra e venda de jogadores, de contratação de treinadores e de comunicação com os líderes dos outros clubes europeus que importam.

A LÍNGUA E AS LÍNGUAS 

O problema do Benfica tem muito a ver com isso.

Com raríssimas excepções, as aquisições e os treinadores falam sempre português ou compreendem minimamente quem em português se expressa.

E quando o Benfica mais precisa de ser um parceiro ouvido no grupo de clubes históricos da Europa que vão ser a base do poder nos tempos mais próximos do futebol, quando chega o tempo de decidir, de ser ouvido, de entrar para onde interessa ... o Benfica não entra ou não é ouvido ... porque o Presidente do Benfica ... não está!

PORTUGAL ... NÃO CHEGA 

Luís Filipe Vieira - com o que representou e com quem esteve na base da sua cooptação para o cargo que o levou a Presidente do Benfica - foi importante na resolução de muitos problemas que o Benfica tinha.

Essas suas limitações - que tenta disfarçar, como ninguém, na arrogância, na infalibilidade e na omnisciência em relação a tudo sobre que possa opinar ... desvalorizando ou ridicularizando o que não conhece ou não controla - levaram-no para os braços de parcerias estratégicas que não são boas para o Benfica.

E não são boas porque se contentam com vitórias em Portugal e com a Liga dos Campeões como “montra” de produtos para essa parceria!

Há um filme do 007 “The world is not enough” que poderá ser bem o lema do que o Benfica precisa!

O mundo de Vieira (que, para leste, acaba nos Pirinéus e que, para ocidente, só quase “conhece” S. Paulo, Rio e Buenos Aires) não chega para os desafios do Benfica europeu que todos desejamos!

UM FRACO REI FAZ FRACA A FORTE GENTE

E - em tempo de citações - nunca será tão apropriado como para o atual momento do Benfica invocar Luis de Camöes (então, a propósito de D. Fernando): “um fraco Rei faz fraca a forte gente”!

Como então, nas vésperas da 1.ª grande crise da nossa nacionalidade, as “paixões” de Vieira serão a razão do definhamento do Benfica da Europa.

Eu sei que a corte - pelo que se vê na televisão - não se cansa de elogiar tanto erro ... invocando mentiras para justificar este “apagão” do Benfica europeu!

Como em 1372 terá havido, na corte portuguesa, quem elogiou D. Fernando por desposar Leonor Teles, também agora haverá quem, no Seixal ou na Luz, elogie as “parcerias estratégicas”,

Esses defensores de convicções alheias, por um bom ordenado, como bons mercenários, são capazes de tudo!

Anos depois (de 1383 a 1385) pagamos - e bem - essas opções ... como, agora, muito mais depressa do que pensam, pagaremos os erros que estamos a cometer.

Luís Filipe Vieira (se tirarmos a ideia tão grandiosa quanto louca que lhe impingiram de o Benfica comprar um clube inglês) deixa todos os dias o Benfica a pensar cada vez mais pequeno!

O que é contra a Historia do Benfica, ... uma História que, embora não conheça, todos os dias faz por reescrever!

E como li numa mensagem que recebi ... esta semana ... “foi a pensar grande que o Benfica se fez grande”!

2022 ou 2024 ... é já amanhã!

O Benfica não desaparecerá ... mas - tal como o Celtic, o Steua, o Estrela Vermelha, o Aston Villa, o Nottingham Forest, o Hamburgo - deixará de contar para a Europa.

Iremos ao Marquês ... algumas vezes ... até deixarmos de ir!

Isso só não acontecerá ... se Vieira deixar de estar no palco ... já daqui a um ano ... ou, quem sabe, mais cedo (porque ontem ... já era tarde)!

QUEM COMPRA ASSIM ... 

Mas será tanto assim ... perguntarão os com memória seletiva?
Vi ontem ... num grupo nas redes sociais ... uma lista de jogadores comprados nos últimos anos.

Confesso que alguns deles não conheço (pelo que, se houver algum erro, só posso pedir desculpa por a ter repetido).

Anthony Carter, Vitalii Lystkov, Filip Markovic (irmão do Lázaro Markovic), Uros Matic (irmão do Matic) , M. Chrien, Conti, Lema, Pawel Dawidowicz, Simon Ramirez, Alan Júnior, Pedro Henrique, Chicho Arango, Bernardo Martins, Corchia, Matheus Leal, Marcelo Hermes, Pedro Pereira, Thabo Cele, Alex Pinto, Matos Milo, Ponk, Alfa Semedo, Emir Azemovic, Pélé, Alan Benítez, Lolo Plá, Oliver Šarkić, Kevin Friesenbichler, Léo Natel, Igor Rocha, Hamdou Elhouni, Steven Vitória, Alexis Scholl, Reinildo Mandava, Jim Varela, Elbio Álvarez, Victor Andrade, Bilal Ould-Chikh, Clésio Baúque, Juan San Martín!

Ou Filipe Augusto, ... ou Danilo (com um obrigado especial a quem - seja ele lá quem for - evitou o seu regresso)!

Ou ... os que - por lá estarem - eu não devo citar!

BENFICA TV COM PROPAGANDA ... TIPO IRAQUE
(O MELHOR DA SEMANA)

Não, não vou falar dos ataques inacreditáveis que a “máquina de propaganda” me faz ... com mentiras “made in Porto” ... que até envolvem histórias com o meu Pai ... falecido há 33 anos!

Deixarei isso para outra altura!

Na 4.ª feira, veio-me à memória o tempo da Guerra do Iraque (90/91), em que o então Ministro da Informação anunciava a vitória de Saddam Hussein, quando as tropas aliadas já estavam às portas de Bagdad!

Pois assim vai a Benfica TV, quando, após a derrota em São Petersburgo, anunciava:

“Benfica em 4.º lugar a 4 pontos do 1.º lugar”!

Não sendo mentira - antes pelo contrário - recordei-me do velho título do jornal afeto a uma equipa que perdera uma final com um rival.

“Ficamos em 2.º lugar, o nosso principal adversário em penúltimo”!

Também não sendo mentira ... 

SPORTINGUISTA FERRENHO
(O PIOR DA SEMANA)

Por último ... mas não menos importante ... há uma entrevista de Rui Miguel Tovar a João Dinis, ... “cozinheiro das viagens do Sporting ao estrangeiro e da Churrasqueira do Campo”.

Pois nessa entrevista, o Sr. João Dinis - que eu não conheço - afirma que Luís Filipe Vieira era ... “sportinguista ferrenho”!

Então ... lê-se uma acusação destas e a máquina do Benfica não desmente???

Eu - na minha escala de valores - era uma mentira que nunca calaria!

Como estou convicto que se dissessem isto de um dos NN ou dos DV, com toda a certeza que eles nunca se calariam ... 

Sabem porquê?

Porque sentimos mesmo o Benfica!

E ... já agora ... porque sempre fomos do Benfica!!!

Como diria, adaptado a este caso, o Rei Juan Carlos - ... “por quê te calas”?

domingo, 6 de outubro de 2019

Abram os olhos

Avatar
 ●  29 comentários  ● 

ranking