Bruno Lage: mostre exemplos aos miúdos do que é ser SL Benfica. Sem receio de nada ou ninguém!
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Bruno Lage: mostre exemplos aos miúdos do que é ser SL Benfica. Sem receio de nada ou ninguém!

Avatar
 ●  + 64 comentários  ● 

28 de Abril de 1991, Estádio das Antas.

Coloco aqui o relato do "MaisFutebol" de alguns dos acontecimentos desse jogo:

"1991. O futebol mergulhara numa guerra de palavras que das Antas a Lisboa deixava a recta final da luta pelo título a ferver em polémica, ataques pessoais e denúncias não confirmadas. Jogos de bastidores, pistolas, metralhadoras, guarda-costas. 

Tudo fazia parte da violenta discussão que embrulhava o futebol em ondas de choque e maledicência. Eram tempos de cólera. De tal forma que em Janeiro Pinto da Costa suspende Geraldão, o central dos livres decisivos, por suspeitar que o jogador brasileiro tinha um contrato promessa com o Benfica. O F.C. Porto entra numa espiral de maus resultados tal que em Abril, por altura do clássico com o Benfica nas Antas, só a vitória lhe interessava para recuperar a liderança.

Faltavam duas jornadas para o final do campeonato. A época não podia desejar mais polémica que essa. Um F.C. Porto-Benfica para decidir o campeão no ano de todas as provocações. Um clássico iniciado claro fora de campo, nos ataques pessoais e nas denúncias de corrupção. Dias antes o F.C. Porto tinha eliminado o Benfica da Taça de Portugal e Erickson acusara o adversário de molhar o relvado em benefício próprio. Respondeu Octávio Machado que «o Benfica já não precisa de se preocupar com a água». «Contratamos uma empresa de aspiradores para sugar a relva e, com um pouco de sorte, ainda pedimos emprestado o tapete vermelho de veludo por onde costuma passar o Papa. Nós é que temos de nos preocupar com o árbitro», dizia.

A preocupação com o árbitro não era apenas uma insinuação. Era uma acusação. Os dirigentes portistas insistiam que Carlos Valente tinha jantado no dia anterior com a direcção encarnada. O clima em torno do jogo do tudo ou nada era tal que João Santos nem foi ao estádio das Antas. Preferiu ficar no hotel e acompanhar o jogo pela rádio. Dentro do campo o Benfica foi melhor e ganhou. Naquele que foi o clássico de César Brito. «Esse jogo marcou-me para toda a vida. Fazer o que fiz numa partida que decidiu o título é inesquecível para qualquer jogador», diz o antigo avançado. «Os deuses deviam estar comigo nessa tarde».

Dois golos em dois toques na bola

Deviam estar. O jogo, esse, terminou com a vitória do Benfica por 2-0. «Entrei faltavam dez minutos para o final da partida e marquei dos golos em duas vezes que toquei na bola». César Brito lembra-se como se fosse hoje. «O primeiro é na sequência de uma jogada do Vítor Paneira pela direita, vai à linha, centra e eu cabeceio ao segundo poste. O segundo começa numa excelente abertura do Valdo, eu ganho em corrida à defesa do F.C. Porto e faço um chapéu ao Vítor Baía», conta. «Que saudades!». César Brito lembra-se também da rábula da criolina. «Quando chegámos aos balneários nem se podia lá entrar. Estava um cheiro impossível de um gás qualquer que tinham espalhado. Fomos obrigados a equiparmo-nos nos corredores». Tudo isso porém são memórias bem mais vãs. «No final ganhámos e as polémicas passaram para segundo plano».

Polémicas que de resto não ficaram por aí. Logo no final do jogo Pinto da Costa libertou toda a cólera em cima do árbitro da partida. «Carlos Valente teve um comportamento provocador, chegando a insultar o banco do F.C. Porto», acusa. O Benfica respondeu com uma queixa no Ministério da Administração Interna, acusando os dirigentes portistas de terem agredido e insultado Jorge de Brito e outros directores do Benfica, que inclusivamente teriam até sido obrigados a fugir do estádio das Antas escondidos numa ambulância. Eram os desmandos da época quente 90/91 que terminou com o triunfo encarnado." - MaisFutebol.

-----------------------------------------

Os protagonistas que criaram aquele ambiente de guerra em 1991 são os mesmos de hoje.
Pinto da Costa ou Reinaldo Teles continuam a lá estar. 

Os mais novos não conhecerão este episódio ou acharão que foi coisa pouca. Leiam tudo!


O presidente do SL Benfica, João Santos, talvez o último presidente que afrontou o FC Porto e os seus poderes instalados no futebol português sem qualquer receio, foi aconselhado pela polícia a ficar no hotel pois tinha sofrido inúmeras ameaças de morte, inclusive do guarda Abel(capanga), e que seriam para levar muito a sério. Mas mesmo essas ameaças não o calaram.

Contava o então vice-presidente do SL Benfica, Gaspar Ramos:

"Mas em todos os incidentes nunca se viram dirigentes misturados na confusão. Recorda-se da ameça do guarda Abel a João Santos? – Foi na tomada de posse do Salgueiros. O guarda Abel apareceu e disse que ia matá-lo ao hotel onde ele estava hospedado (creio que João Santos estava no Hotel Batalha). O episódio foi de tal maneira feio que o presidente do Salgueiros mandou o ‘chauffer’ trazer João Santos a Lisboa logo nessa noite, evitando assim a estadia no hotel."

O responsável para o nosso futebol de então relatou em pormenor várias situações desse dia.

Sobre o guarda Abel:
"Chegou a estar cara a cara com ele? – Cheguei. E posso dizer que nunca tinha visto uns olhos com tanto ódio. Se pudessem disparar balas, aqueles olhos matavam. 

A intimidação resultou? – Não, medo nunca senti, mas era revoltante e muito perturbador. Quando recebia os telefonemas ameaçadores, nos quais prometiam fazer-me isto e aquilo, respondia sempre com dureza. Enquanto fui director do SLB nunca deixei, por medo ou intimidação, de denunciar tudo o que fosse contra o Benfica, em particular, e o futebol, em geral."

"Recorda-se desse jogo que o Benfica venceu, com dois golos de César Brito? – Como se fosse hoje. A pressão começou antes do jogo. O FC Porto dizia que o árbitro do encontro, Carlos Valente, tinha viajado com a equipa do Benfica no mesmo comboio, o que era falso. 

No dia do jogo, os jogadores foram obrigados a equipar-se no corredor porque colocaram um produto tóxico nos balneários. O nosso fotógrafo tirou fotografias, mas, por precaução, entregou-nos o rolo. E fez bem, porque quando saiu tiraram-lhe a máquina. Acabámos por entregar o rolo à comunicação social. Mas quem lhe tirou a máquina? – O guarda Abel e o grupo que comandava e que andava por todo o lado, inclusivamente nos túneis de acesso ao relvado.

"Chegaram a sentir necessidade de medidas especiais de segurança? – Não. Os incidentes nas Antas tinham sido um escândalo, fora demonstrada a existência de uma guarda pretoriana dentro do FC Porto e alguns dirigentes do clube sentiam-se incomodados. José Guilherme Aguiar, que era vice-presidente do FC Porto, chegou a dizer-mo. 

Sobretudo, porque, no fim do jogo, Jorge de Brito e Fezas Vital foram agredidos quandos se dirigiam à cabina e tiveram que se refugiar numa ambulância da Cruz Vermelha, ambulância essa que eles tentaram virar. Os dois dirigentes sofreram escoriações e, sobretudo, um enorme susto."
--------------------------------------

Leiam este relato e expliquem-me como é que se pode olhar para o FC Porto de Pinto de Costa e Reinaldo Teles sem sentir nojo. 

Sem sentir um desprezo enorme por quem nunca prezou o fair-play, regras ou respeito pelo adversário.

Sem sentir uma vontade enorme de ir aquele antro e mostrar como vencer sem precisar de jeitinhos dos defesas adversários ou dos árbitros.


Ganhar limpo e com classe, como a equipa de 1991.

Bruno Lage diz que todos contam. Em 1991, aos 79 minutos César Brito estava no banco. Aos 85 minutos já tinha colocado 2 batatas lá dentro.

Os nossos que sábado entrarem ali que tenham em mente que mesmo ameaças de morte, gás tóxico e agressões não chegaram para intimidar o Sport Lisboa e Benfica de 1991.

Entrem com orgulho de vestir o Manto Sagrado e joguem por nós. Joguem por vocês. 

JOGUEM PELO SPORT LISBOA E BENFICA!


64 comentários blogger

  1. O problema do Benfica em Portugal é o Porto, de quem tem um pavor dos diabos.
    Desde André Villas Boas que o Porto nunca mais teve uma grande equipa, mas mesmo assim o Benfica mija-se todo quando joga frente ao Porto, quer na Luz, quer no Dragão.
    Neste momento, em cada 10 jogos, o Benfica vence um, empata outro e perde 8.
    Só Koeman convenceu os jogadores do Benfica a não terem medo do Porto, tendo-lhe ganho, quer na Luz, quer no Dragão.
    Acho pois que a tradição de o Benfica perder com o Porto, irá manter-se sábado.
    Mentalmente o Porto é muito forte e nestes jogos então contra o Benfica, por norma não dão hipótese.
    Oxalá que este jogo de sábado seja o virar de uma página.
    Lage pode ser bom, ousado e incutir nos jogadores um bom espírito.
    Mas, será que os jogadores correspondem ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este ano já ganhámos um. Perdemos o outro porque foi ganho pela equipa de arbitragem e não pelos andrades depois de uma lição táctica dada pelo Lage, que tinha tomado conta da equipa há poucos dias.

      Eliminar
    2. Outra vez esta conversa? Há pouco tempo ganhámos com o Rui Vitória ao leme.

      Eliminar
    3. Vão corresponder pois..Nós até os comemos..Mas porque é que nós quando jogamos com o Porto vamos sempre com muito receio e damos logo de partida uma não derrota como bom resultado?! Nós é que somos o Benfica..Eles.?!?! São um Clube regional que teve uma ascensão que todos sabemos como foi..Recorreram a todo o tipo de astúcias mesquinhas e criminosas para incutirem medo em todos os agentes desportivos de forma a tirar proveito disso mesmo.Mas se todos fecham os olhos a estes métodos nós não o vamos fazer. Vamos entrar de cabeça levantada dar um grito de guerra e eles que se ponham a pau porque o Futebol joga se dentro das 4 linhas e aí somos mais fortes.."Que o medo de falhar nunca passe a vontade de vencer".Carrega Benfica

      Eliminar
    4. Cala-te! JJ deu dois secos e abiou 3 na luz. Tudo no mesmo ano. Ainda este ano o borra botas do Vitória ganhou ao porto.

      Eliminar
    5. Anonimo concordo que mentalmente o porto e muito forte quando joga com o Benfica tal e qual como sao os pernas do meio da tabela quando jogam contra nos,esfarrapam-se todos o porto esfarrapa-se pelo odio incutido pelo seu presidente e toda essa escumalha veja-se o caso do minimaxi que esteve connosco 8 anos,e quando se mudou para aquela quadrilha na A.dos Aliados cantou slb filhos duma...por aqui se ve quem ali entra supoe-se que levam uma lavagem ao cerebro o odio ao SLB esta acima de todas as coisas,desde o tempo do pedroto que e assim.


      Nao temo este porto e estou de acordo com Shadows que o Benfica de Cesar Bito seja um exemplo para Joao Felix e companhia vamos sem medos todos por um e um por todos.

      Claro shadows joguem por eles e por nos forca gloriosos rapazes.

      Eliminar
    6. A mentalidade forte do fruporco que você apregoa, reside no facto de saberem que têm as costas quentes com o controlo das equipas de arbitragem! Pensas que papamos essa conversa?

      Eliminar
  2. Para este jogo estou com a mesma sensação prévia ao do jogo do ano de 2013, porque tem factor decisório e as dinâmicas de jogo das equipas são mais ou menos as mesmas que naquela altura. Porto com equipa compacta, forte fisicamente e difícil de transpor e Benfica com equipa mais técnica, virtuosa, vertical e imprevisível.

    Pelo factor casa e pelas estatísticas (em 3 décadas só lá ganhámos 3 vezes), o favoritismo cai para o Porto.

    Mas, desta vez, o Karma será diferente e vamos ganhar e calar este gente. Acredito nesta equipa e neste treinador. Agora cuidado que, pelo meio, vamos levar muita pancada.

    ResponderEliminar
  3. Gente cobarde, fraca, imbecil. E esta cultura cobarde é idolatrada à ignomínia de virtuosa. Os cobardes são nestes tempos nas mentes de alguns gente virtuosa.
    A NOSSA vitória NESTE SÁBADO é a Vitória da Honra sobre a merda humana. Venceremos. A nossa equipa joga um futebol maravilhoso, e isso é FANTÁSTICO. NO MEU CORAÇÃO JÁ VENCEMOS.

    ResponderEliminar
  4. Quanto mais os insultarem e denegrirem, mais eles se agigantam.
    O Benfica teve vantagem desportiva sobre o Porto, tratando-os com correcção.
    Sob a batuta de João Santos e Fernando Martins, o Benfica venceu muitas vezes o Porto.
    Quando o Benfica começou a comprar guerras, saiu quase sempre derrotado. Em toda a linha.
    Vieira que se zangou pessoalmente com Pinto da Costa e arrastou por tabela o Benfica para um pântano desgraçado (que ainda dura), empurrou o Benfica para um temor e um medo compulsivo ante o Porto.
    Não sei se Lage terá força para inverter assim de repente um ciclo tão negro que se arrasta há quase 4 décadas.
    Mas enfim, a esperança é a última a morrer.
    O Benfica precisa de fazer no sábado um grande jogo e arrancar uma vitória inquestionável.
    Será capaz disso ? Pessoalmente não acredito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pântano foi criado pelo Pedroto e pelo Capo di tutti Capi. O Vieira não teve nada a ver com isso, pelo contrário, denunciou os crimes à PJ, denúncia que desaguou no Apito Dourado. Que foi anulado por magistrados comprados pelo Capo á moda do Al Capone, que fez o mesmo há 80 anos.

      Eliminar
    2. Estão malucos? Com Koeman e JJ (sim JJ) o Benfica aviou o porto. Ainda este ano lhes ganhamos. Tenham juízo.

      Eliminar
    3. Caro Anónimo das 18:37,

      Deu 2 exemplos distintos:
      - João Santos que se opôs de forma veemente aos corruptos
      - Fernando Martins que cultivou amizade com o Porto ao ponto de ainda agora o Porto ficar nos seus hóteis em Lisboa
      Claro que Fernando Martins fez mal ao Benfica pois não se pode pactuar com determinado tipo de situações.

      LFV teve em tempos do Alverca relacionamento com PC, mas desde que está no Benfica tem sido o principal opositor, algo que deve manter.

      Eliminar
  5. O fcp sempre viveu de BATOTA esta lhe no sangue nunca saberão o que é ganhar sem essa BATOTA.

    ResponderEliminar
  6. Oh meu amigo... Isto era quando o futebol era serio e digno. Temos melhor equipa, jogamos muito mais a bola, somos muito mais humildes mas nao ganhamos la em cima e todos sabemos porque.

    ResponderEliminar
  7. O Benfica precisa de fazer um grande jogo. Daqueles jogões que às vezes acontecem.
    Precisa de materializar esse grande jogo que fizer em golos e sair do Dragão fortalecido, não só para o que resta do campeonato, mas acima de tudo para o futuro.
    Matar de vez o borrego e enterrar o medo que sente sempre que joga contra o Porto.
    Mas não podemos ter ilusões nem esquecer que praticamente todos estes jogadores que entrarem no Dragão no próximo sábado, ainda não há muito, poucos davam alguma coisa por eles.
    Andava por aqui muita gente a lamentar-se por o Benfica não se ter reforçado em janeiro.
    Poucos ou pelo menos não muitos, conheciam Lage ou muito menos pensariam nele como solução para render Rui Vitória.
    Muito sinceramente não creio em milagres nem em mudanças radicais e que ocorrem da noite para o dia.
    Golear a maior parte das equipas do campeonato, não é nada de transcendental.
    Por isso, este jogo de sábado no Dragão, é a prova dos nove sobre o que vale este Benfica e que tipo de liderança técnica tem.
    Mas se as coisas não correrem bem, ou seja, se o Benfica vier de lá com uma derrota, que até é normal, não ponham por favor tudo em causa.
    Ficar a 4 pontos, não será o fim de tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Benfica precisa de ganhar como fez esta época na luz. Apenas isso...

      Eliminar
    2. Já é o 3º comentário com a mesma conversa de merda! Insistes, insistes e ainda não percebeste que ninguém papa esse discurso? Esta frase "enterrar o medo que sente sempre que joga contra o Porto" está errada e tu bem sabes. Faz parte da estratégia dragarta. Se houver algum receio é das armadilhas das bolas de golf, das buzinadelas à porta do hotel e dos penaltis fantasmas inventados à lá Lisandro. Volta prá pocilga!

      Eliminar
    3. Ghozé, este é mais um dragarto. Provavelmente está em frente ao ecrã com as cuecas da avó a achar que está a fazer uma grande coisa. É só mais um desgraçado.

      Eliminar
  8. Histórico e a honrar a mística benfiquista.
    Houve outra vitória em 2005 com Koeman.
    O diretor desportivo era José Veiga que alterou o alojamento habitual do Benfica em Gaia para a Avenida da Boavista, exatamente para mostrar que não havia medo. Resultado: 0-2 com bis do Nuno Gomes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Veiga para além de não ter medo, quem tinha medo era o Costa daquilo que o Veiga sabia dele.
      Mas o Lage também não tem medo. Não é medroso como era o Jazus.
      O RV também não tinha medo por isso ganhou-lhes. E não ganhou mais porque foi roubado.
      Não me esqueci do jogo o ano passado que lhes deu o título. Os gajos fizeram tudo o que quiseram com a complacência do árbitro.
      Também não acredito que os miúdos tenham medo. Já lá foram jogar e ganhar várias vezes.
      O ano passado os miúdos deram 5-0 aos grunhos.

      Eliminar
    2. E JJ também foi lá dar duas!

      Eliminar
  9. Ainda hoje usam a mesma estratégia reles:

    "A pressão começou antes do jogo. O FC Porto dizia que o árbitro do encontro, Carlos Valente, tinha viajado com a equipa do Benfica no mesmo comboio, o que era falso."

    ResponderEliminar
  10. SEM MEDO GANHAR ÀQUELES NOJENTOS!
    QUEM TIVER MEDO QUE FIQUE EM CASA!
    Somos melhores do que esses bimbalhões EM TUDO! E VAMOS MOSTRAR A NOSSA SUPERIORIDADE DENTRO DO CAMPO!!!

    ResponderEliminar
  11. Futebol Corrupto e Porco, quem não se lembra dos anos do apito dourado?

    ResponderEliminar
  12. E em 2014 dois do Lima, não esquecer. É engraçado como as nossas últimas vitórias são sempre 2-0 e com um jogador a bisar. É a vez do Jonas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a vez do Félix. Se não o aleijarem e o árbitro não cortar a estratégia que levam de o amedrontar à porrada.

      Eliminar
    2. Bem lembrado o Mestre JJ que nesse ano também ganhou a luz dando 3 batatas

      Eliminar
  13. No dia em que o pinto da costa saír do porto, o porto irá voltar a ser o clubezeco que sempre foi.

    ResponderEliminar
  14. Perder com o Porto no Dragão = Normal
    Ganhar ao Porto no Dragão : Extraordinário
    Por isso o Benfica precisa de ser extraordinário, porque para normal, já chega.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Koeman não jogou um crl e aviou o porto. RV não jogou nestum e empatava no dragão...

      Eliminar
  15. Anônimo Preocupado27 fevereiro, 2019 19:53

    Pois a última vez que estive no covil dos ladroes para apoiar o Benfica, foi na longínqua época de 1986-1987, em que empatamos 2 a 2!
    Eu e minha esposa tememos pela vida porque, já naquela altura, o fêkêpê não ganhar ao Benfica, era bem pior do que se levassem goleada do Salgueiros ou Boavista. Até a bandeira do Benfica nos foi arrancada das mãos...
    Quando se transforma e confunde o futebol com o extravasar das suas frustrações e ódios, o espetáculo torna-se numa triste batalha campal onde todos são perdedores. No sábado, tudo se prepara para que, depois da nossa vitória no campo, os adeptos do Benfica sejam os alvos únicos dos grupos organizados de energúmenos, que em pontos estratégicos á saída da cidade e até, talvez, aos Carvalhos ou Oliveira de Azeméis, irão descarregar toda a sua raiva e frustração com perseguições, insultos, arremesso de pedras ou outras. Espero estar enganado mas, no sábado, depois da nossa vitória, algo de grave vai acontecer porque Não podemos contar com a polícia pra nos proteger. Rumo ao 37.

    ResponderEliminar
  16. Rosário Benevides27 fevereiro, 2019 19:55

    lembro muito bem desse jogo de 1991, pois o limpa pereira que era um ganda sarrafeiro deu uma cacetada ao camolas logo aos 14 minutos, tendo o peruano saído em maca
    depois na segunda parte entrou o bolota e chegámos ao 2-0 com facilidade
    e podiam ser muitos mais

    ResponderEliminar
  17. Mas qual medo da nojaria (tenho mesmo nojo daquela cambada)? Vamos lá jogar como fomos jogar à casa dos cagões verdes. E, porque somos melhores, se os árbitros fizerem o seu trabalho com profissionalismo e dignidade, iremos ganhar.

    ResponderEliminar
  18. Mas qual medo da nojaria (tenho mesmo nojo daquela cambada)? Vamos lá jogar como fomos jogar à casa dos cagões verdes. E, porque somos melhores, se os árbitros fizerem o seu trabalho com profissionalismo e dignidade, iremos ganhar.

    ResponderEliminar
  19. Depois de ler só me apeteceu gritar: VAMOS BENFICA!!!

    ResponderEliminar
  20. O FCP tem uma equipa com mais centímetros e mais quilos.
    Na alta competição por vezes é determinante.
    A habilidade só por si não chega.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais gordos sim as não são mais altos do que a equipa titular do Benfica. É ela por ela.
      Ainda assim se a altura ganhasse jogos os paises do Norte da Europa eram todos potências do futebol...

      Eliminar
    2. Mais centímetros não têm, estás a fazer mal as contas. Vai lá medi-los, nesse aspecto ganhamos. No peso não sei, mas deve andar ela por ela mesmo que jogue o gorila.
      O Casillas mede 1,84, o nosso 1,91. Não têm nenhum defesa com 1,92 (Ferro e Conti). O Fejsa e o Samaris têm 1,89.
      O Gabriel 1,86. O Almeida tem 1,87.

      Eliminar
  21. Tanto o Porto como o Benfica têm telhados de vidro. Não se podem rir um do outro.
    A última que os dirigentes do Benfica fizeram e que me envergonhou foi desligarem as luzes e ligarem o sistema de rega.
    Nenhum adepto do Porto se vangloria dos excessos cometidos pelo FCP. Tenho alguns amigos de longa data, sócios portistas que não se revêem em nenhum dos episódios que marcam de forma vergonhosa a história rica do FCP.
    Do mesmo modo que nenhum adepto/sócio benfiquista se revê em qualquer dos episódios tristes levados a cabo por dirigentes benfiquistas.
    De parte a parte há sem dúvida nenhuma episódios que envergonham qualquer pessoa sensata, equilibrada e que acima de tudo, mais do que do seu clube, gosta de futebol e de paz.
    Os maus não estão deste ou daquele lado.
    Do mesmo modo, os bons não são exclusivo desta ou daquela cor.
    No Porto há muita trampa e gente indigna ? Claro que há. Mas no Benfica também a há. E no Sporting, e no Braga, e no Guimarães, e no Marítimo, e no Arouca, e no Penafiel,,,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A comentar e a escrever disparates também há muita gente indigna.

      Eliminar
  22. Caro Shadows,
    Nem sempre concordo com o teor dos teus textos, mas aqui estou 100% contigo. Aliás, sinto-o ainda mais vivamente ao ser um Benfiquista Portuense. Isto devia - se ainda não foi - ser passado aos nossos bravos, para se "entreterem" durante a viagem/mini-estágio.
    Quanto a mim, lá estarei novamente, e sem receios. Não sou doido para provocações fáceis mas muito menos temeroso daquele - em larga maioria - bando de subsidiários. Eles já me conhecem.
    Quanto ao jogo, que o Glorioso vença, que marque 3,4 ou 5. Era esse o meu (nosso) desejo.
    Cumprimentos Benfiquistas.
    JFSilva

    ResponderEliminar
  23. O que dizem os números dos confrontos Porto vs Benfica (nas Antas e Dragão) ?

    O Benfica jogou 115 jogos no reduto do Porto, registando o seguinte saldo :

    18 vitórias
    69 derrotas
    28 empates
    218 golos sofridos
    116 marcados

    Os números portanto, nos jogos que o Benfica fez no reduto do FCP não são nada animadores.
    Mas também há registo de boas prestações.
    A ver vamos, como diria o cego...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As estatísticas são história e o futuro é para ser conquistado. Mais de metade dessas vitórias do porto são um nojo.

      Eliminar
  24. E o Vieira podia ter acabado com eles o ano passado. Anos e anos de roubos e esquemas podiam ter acabado de vez o ano passado. Mas não. Nunca lhe perdoarei.

    Pp

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é a grande verdade de que não nos podemos esquecer...

      Eliminar
  25. Ponham os olhos no Toni, uma figura incontornável do Benfica.
    Leiam a última entrevista (creio que há 2 anos), onde aborda a jogada entre ele e o Marco Aurélio (com o jogador portista a fracturar a tíbia e o perónio), a ida ao Porto por parte do Toni ao hospital para visitar o colega de profissão e pedir-lhe desculpa, o choro convulsivo quando viu o que tinha feito (involuntariamente) a um colega de profissão e as relações saudáveis que mantinha com quase todos os jogadores do FCP.

    Para quê tantas guerras, tantos insultos baratos e mesquinhos, tanto ódio, quando muitos dos jogadores, são amigos e se dão lindamente ?
    Para quê incendiar os ânimos com provocações e lembranças passadas, quando todos se excederam ?
    Será que vocês têm a noção do mal que estão a fazer ao futebol ?
    Algum de vocês chegou algum dia a dar um pontapé numa bola, oficialmente e federado ?
    Algum de vocês já viveu por dentro o que é o desporto de alto rendimento ?
    Algum de vocês já ouviu da boca de algum futebolista do Benfica, insultos e ordinarices relativamente a jogadores do Porto ou de outro qualquer clube ?

    Adeptos como vocês já não se usa.
    Os estádios e pavilhões devem ser locais de confraternização saudável.
    O Desporto deve unir e não dividir as pessoas.
    Só os frustrados, os tarados, os tristes desta vida conseguem fazer de um simples jogo de futebol um motivo de guerra, de ordinarices, de baixezas. A maior parte delas cobardes, ao abrigo de anonimato e pseudónimos.
    Oxalá nenhum de vocês venha um dia a ter um problema sério e grave na vida, para aprenderem o que é a insignificância do futebol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que no meu comentário anterior me estava a dirigir aos adeptos fanáticos do clube assumidamente corrupto FCP.

      Eliminar
  26. Somos Benfica !Não temos medo de niguem !Nem de pedras nos viadutos nem de bolas de golfe e de receções a moda do porto nem de portaocolo nem var aberto!Todos sabem que e didicil mesmo com toda a ajuda portaocolo e var aberto os andrades ainda para mais no seu estadio são sempre dificeis de bater!Vamos ao dragão para Vencer Todos O B Lage os Jogadores o Staff Todos os Dirigentes O Presidente e Nos Adeptos Socios e Simpatizantes sabemos da importancia deste jogo Vamos ao dragão para Vencer!Com Classe e a Benfica Vamos ao dragão para Vencer!Treino a Treino Jogo a Jogo Final a Final!Esta e mais uma Final para Vencer!Rumo ao 37 Rumo a Reconquista!

    Carrega Benfica

    Red 1

    ResponderEliminar
  27. É O PROBLEMA DO BENFICA NESTE MOMENTO SAO A FALTA DE DIRIGENTES COM BOLAS KE FAÇAM FRENTE A TODA CORRUPÇAO KE OS PORCOS FAZEM NO FUTEBOL

    ResponderEliminar
  28. O Carlos valente, que também levou umas lambada nesse túnel das antas, não marcou um penalty escandaloso do aloisio sobre o Pacheco, com 0-0 ainda. Creio q o Pacheco até leva amarelo.

    ResponderEliminar
  29. Sábado no dragão, o Rúben Dias vai enterrar a equipa numa daquelas suas intervenções desastradas.
    O João Felix leva um pisão nos instantes iniciais e "desaparece" do jogo;
    Seferovic anda para lá aos papéis, a lutar contra uma defesa duríssima e sem contemplações;
    No final, olhamos para o placard e vemos :
    FCP, 3 - Benfica, 0

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este tem todo o ar de ser primo do Jacinto Capelo...

      Eliminar
  30. Águia Preocupada27 fevereiro, 2019 23:10

    Foram tempos tenebrosos esses que transformaram o futebol português numa guerilha violenta e vergonhosa que dura até hoje e a que lamentavelmente nunca nem ninguém quis pôr termo. E a que os jornalistas alimentaram o som e o tom, alimentando, incentivando e acicatando sempre que viam uma atitude em que pudessem pegar.
    Abrandou um pouco e pareceu a certa altura que o belicismo estava a serenar. Até que apareceu o doente mental e desvairado do destituído que fez voltar o passado, agora com uma dupla de actores, ainda com mais ódio, com mais violência, com mais belicismo! E uma vez mais ninguém se preocupa em colocar cobro a isto...
    Não será em dois, quatro ou oito anos, mas que com esta inacção estão a matar o futebol, ninguém tenha dúvidas! E quando perceberem, não haverá como voltar atrás!
    Muitos dizem que o Benfica tem complexos em jogar no ladrão... Eu diria antes que são precisas personalidades muito fortes para suplantar psicológica e fisicamente os atentados de que são alvo jogadores e adeptos!
    Espero que o Laje saiba incutir nos miúdos uma mentalidade serena, uma personalidade ganhadora e uma coragem desinibidora de quaisquer medos ou complexo de inferioridade! Acredito que estes miúdos, sem a pressão da responsabilidade que a irreverência da idade lhes confere, iniciem um novo ciclo e uma era profícua e plena de êxitos.
    Eu acredito e tenho uma esperança infindável de que com este sangue novo e aguerrido estamos no limiar, no começo de uma nova era!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A rivalidade é comum em todos os paises de futebol. Hoje em dia já todas as pessoas tem acesso à formação marcial e podem destruir qualquer guarda Abel.

      Eliminar
  31. quantos destes totós que por aqui destilam ódio e veneno, são ao menos sócios do Benfica ?
    filtrem o acesso ao blog a sócios activos e identificados, para ver se isto fica mais respirável.
    tanto doutor da bola, que nem escrever o próprio nome sabe.

    ResponderEliminar
  32. só que neste momento não temos dirigentes que estejam à altura dos acontecimentos e contra os corruptos ainda pior é um silencio confrangedor.

    entretanto o presidente foi ao balneário e a questão nem é ter ido nem o que lá foi dizer mas o que é que interessa isso vir a publico e sobretudo nesta altura.

    ResponderEliminar
  33. Pinto da Costa e José Maria Pedroto foram os pais deste ódio a Lisboa e ao Benfica.
    Os saloios do norte devem a estas duas figuras o seu atraso mental de percepção da realidade.
    Lisboa não precisa do Benfica para ser uma grande capital e o Benfica não precisa de Lisboa para ser um grande clube. Mas lá em cima, a verdade que necessitam um do outro, para figurarem no mapa dos atalhos.
    Ide-vos catar!

    ResponderEliminar
  34. Nojo eterno.
    Só espero ter saúde e longevidade para ver esse clube acabar...ou ser reduzido ao que é...Lixo....

    ResponderEliminar
  35. alguém que diga ao César Brito que o golo de cabeça é ao primeiro e não ao segundo poste ;)

    Sem medos vamo-nos a eles e ganhar no estádio do ladrão e da frutaria

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares