O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


20 de dezembro de 2017

Lição de Direito para Rui Santos e Francisco Janota Marques. E para os burros que acreditam neles.

Avatar
 ●  64 comentários  ● 

"Sempre presentes!"
Pela segunda vez, vou colocar no NGB um excerto do texto de Rui Gomes da Silva publicado a 20 de Novembro de 2017 em que, entre outros pontos, abordava a questão dos "adeptos organizados" e da lei 39/2009.

Todos aqueles que são burros, vendidos ou com más intenções, vão continuar a achar que têm razão.

Os que usarem a inteligência e forem capaz de perceber a lei e a Constituição da República, perceberão que este assunto está morto, mesmo que o tentem ressuscitar.

Aqui fica a parte do texto que se referia ao tema:

"Ainda assim, e no meio de tanta pressão mediática artificial sobre o Benfica – e da forma, algumas vezes inábil, de como se defende quem é alvo desses ataques – há um tema que passa os limites da decência.

É o da pressão de quererem obrigar grupos de adeptos a inscreverem-se como tal.

Tenho, para mim, que a norma que os “pequenos” citam para tentarem cria problemas aos sócios do Benfica que gostam de ver o futebol juntos … é inconstitucional.

Nos termos da alinea i) do art.º 3º da a Lei n.º 39/2009, de 30 de julho (Combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos), “… entende-se por «Grupo organizado de adeptos» o conjunto de adeptos, filiados ou não numa entidade desportiva, tendo por objeto o apoio a clubes, a associações ou a sociedades desportivas”.

Ou seja, um qualquer grupo de adeptos – mesmo de amigos e respetivos filhos – que queiram apoiar o seu clube, em deslocações sucessivas (como tantas vezes acontece), para por exemplo poder comprar bilhetes, de acordo com determinados critérios … tem de se inscrever no IPDJ?

É o que diz o nº 1 do art.º 14 da Lei em causa (“É obrigatório o registo dos grupos organizados de adeptos junto do IPDJ, I. P., tendo para tal que ser constituídos previamente como associações, nos termos da legislação aplicável ou no âmbito do associativismo juvenil”) pelo que me sinto um verdadeiro … fora da lei.

Então não é que eu e os meus 3 filhos – comprando bilhetes nas bilheteiras do Benfica (um apoio … pois então … já que a lei não distingue apoios pequenos, médios, grandes ou enormes …) – já infringimos a lei tantas vezes?

Amanhã – é isso que querem os dirigentes dos “outros” – vou inscrever-me no IPDJ (apesar de já não ser … verdadeiramente … um jovem) para poder continuar a comprar bilhetes para ver o Benfica a jogar pelos estádios deste nosso Portugal?

Com grupo, com nome e tudo o mais ... que nem ao Diabo lembra.

Ora, determina a Constituição da República Portuguesa, no nº 3 do seu art.º 46º (Liberdade de associação) que … “Ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação nem coagido por qualquer meio a permanecer nela”.

No mesmo sentido (como não pode deixar de ser) dispõe o nº 1 do art.º 2º do Decreto-Lei n.º 594/74, de 7 de novembro (“Ninguém poderá ser obrigado ou coagido por qualquer modo a fazer parte de uma associação, seja qual for a sua natureza”), determinando o nº 2 do mesmo art.º que … “Aquele que, mesmo que seja autoridade pública ou administrativa, obrigue, ou exerça coação para obrigar, alguém a inscrever-se numa associação incorrerá nas penalidades cominadas no artigo 291º do Código Penal”.

Porquê, então esta discussão toda?

Porque eles acham que isso criará instabilidade no interior do Benfica.

Enquanto lá estive percebi as diferentes opiniões sobre a matéria que há entre os sócios.

E aprendi a respeitar a maioria!

Sendo todos sócios do Benfica (o que não acontece nos grupos de adeptos dos “pequeninos”) para quê criar um outro tipo de associativismo quando os interessados não o querem?

E não o querem, apoiados no que determina a … Constituição da República Portuguesa!!!

Como diriam Gomes Canotilho e Vital Moreira (insuspeita citação no que se me refere), nas anotações ao artigo 46º da CRP (Constituição anotada), … “o n.º 3 garante a liberdade negativa de associação, isto é, o direito do cidadão de não entrar numa associação, bem como o direito de sair dela”.

Para Ana Sofia Penna Simões de Moura Stoffel F. Castro (em "As limitações à constituição de partidos políticos – Uma questão de direito constitucional”), tal liberdade … “inclui … o direito de … não ser obrigado a fazer parte de qualquer associação”.

E esse direito – continua – … “impõe que ninguém possa ser prejudicado ou beneficiado em virtude de fazer, ou não, parte de qualquer associação, única forma de garantir os restantes direitos nos quais se divide”.

Mas também Jorge Miranda (com quem cheguei a dar aulas … de Direito Constitucional … precisamente) vai no mesmo sentido, quando, no tomo IV do seu Manual de Direito Constitucional (Coimbra Editora, 2000, pág. 476) enumera princípios gerais relativos do direito de associação, nomeadamente o de … “não ser coagido a inscrever-se ou permanecer em qualquer associação”.

Obviamente que ninguém pode ser membro de uma associação contra a sua vontade (o que se pode designar por … “liberdade negativa de associação, isto é, a liberdade de se não associar ou de deixar de pertencer a associação de que seja membro, não podendo as autoridades públicas impor um acto de associação ou de adesão a uma associação ou a permanência numa associação, quer essa imposição seja directa, quer ela decorra indirectamente da sujeição de certo direito ou de certa vantagem ao acto de associação (citando, de novo, Gomes Canotilho e Vital Moreira, Constituição da República Portuguesa Anotada, Vol. I, Coimbra Editora, págs. 644 – 647).

E se não posso ser obrigado a pertencer a uma associação a que não quero pertencer, por maioria de razão não pode a lei prever que eu só possa ter determinados tipos de apoio se estiver inscrito onde não quero estar!

Por isso não lhes dava mais trela!

Nem a eles nem aos avençados – em qualquer “latitude” – que insistem no que não têm razão … só porque alguém lhes pede (ou lhes paga para isso … sem nós sabermos)

De facto, o Benfica é muito grande para alguns que por aqui nasceram.

Uma única consolação: é que esses ... não são do Benfica!"

64 comentários blogger

  1. Caro Shadows,

    O que nós Sportinguistas defendemos não é o registo obrigatório dos adeptos. É o registo das vossas claques NN Boys e Diabos Vermelhos. Claques essas que recebem apoio do próprio clube. Não me digas que tu e os teus 3 filhos recebem apoio do clube?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É UMA ARMADILHA, quando fala dos No Name Boys é mesmo para reagirem. vai estar em discussão uma nova lei das claques, e está visto, a estratégia, para juntarem mais "argumentos". ATENÇÃO!!! esta gente - e não é por acaso que ele é insolvente - NÃO FAZ POR ACASO. QUANDO COMEÇAM ALGO SABEM AONDE VÃO CHEGAR E COMO SE SAFAREM.

      INFELIZMENTE E PRECISAMENTE AO CONTRÁRIO DO BENFICA.

      Eliminar
    2. Qual é a parte que ninguém pode ser obrigado a fazer parte de algo que não percebes?
      Como pode um regulamento obrigar a algo contrário à constituição do país? Se o Benfica for penalizado por algo recorre para uma coisa chamada tribunal constitucional! (vê o exemplo da taxa de protecção civil de Lisboa).

      O que são legalmente conjuntos de adeptos? Duas pessoas formam um conjunto de adeptos? Sim, se assim se quiserem constituir. Não, se não quiserem.

      PS. Estes textos do shadows são sempre iguais e com os mesmos argumentos... Chama se Constituição da República Portuguesa! Não é preciso escrever muito mais do que o shadows escreve porque está tudo aí.

      Eliminar
    3. "Fantástico Mike!"

      Mike, espero que tenhas lido que a exposição é de Rui Gomes da Silva. Ele é que tem 3 filhos. A minha ainda não tem idade para entrar num estádio de futebol... :)

      Como Sportinguista que te afirmas, e que acredito que sejas, devias primeiro questionar-te se as claques do Sporting inscritas de livre vontade no IPDJ estão a cumprir a Lei 39/2009, a que se sujeitaram.

      Se o Sporting está a cumprir o exigido aos clubes. E não são poucas coisas que têm de ser cumpridas.

      Listas atualizadas com os nomes e identificação de TODOS os membros das claques e não apenas de 40 ou 50, bilhetes emitidos com nome para cada um dos membros das claques, listas enviadas ao IPDJ e à PSP,etc,etc...

      O que esta lei não diferencia é mesmo isso que procuraste diferenciar: adeptos e grupos a que chamamos de claques.

      Além de tudo o que Rui Gomes da Silva explicou, eu acrescento que todos os sócios do SL Benfica temos direito a ser apoiados pelo clube, das formas que o SLB e nós escolhermos que sejam as apropriadas.

      O Comboio Benfica, a prioridade a sócios para comprarem bilhetes, a prioridade a detentores de RedPass para comprarem bilhetes para finais ou outros jogos especiais de grande procura, os descontos em inúmeras instituições, etc,etc.

      Portanto, o que te digo é que é uma lei mal feita, inconstitucional e que por isso o IPDJ ou qualquer outro organismo não pode penalizar ninguém que, exercendo a liberdade garantida pela Constituição Portuguesa, não queira que o seu nome esteja em qualquer lista de "claques".

      E o que defendo para o SL Benfica é o mesmo que defendo para qualquer adepto do futebol português:

      - Adeptos violentos ou envolvidos em distúrbios(com dolo) interditos de entrarem em recintos desportivos

      - Adeptos envolvidos em episódios como os em que morreu um adepto da Fiorentina punidos com pena de prisão efectiva(quer de um lado quer de outro), além da pena para o homicida

      - Adeptos com cadastro de violência associada a eventos desportivos com pena cumprida obrigados a identificar-se junto da PSP revelando o seu lugar no estádio sempre que se desloquem a um evento

      E muitas outras medidas punitivas para quem quer fazer do desporto uma batalha campal.

      Quando temos 15 anos, com a adrenalina no auge, até pode parecer "giro". Mas por isso é que as leis não são feitas por crianças.

      Saudações Gloriosas, Mike.

      Eliminar
    4. Não me digas que a juve mééé paga quotas?

      Vocês pensam que fazem as pessoas de parvas? Têm 10 pessoas registadas (as que nem vão aos jogos) e os andrades outros 10 ou 11.

      Vão gozar com o cr!!

      Eliminar
    5. Eu e os meus filhos recebemos apoio do clube para ir ver os jogos sim. Sai muito mais barato ir no autocarro do que ir com os putos no carro e pagar tudo, portagens, comida, combustível.

      Qualquer sócio do Benfica tem apoio do clube e descontos em muitos lados.

      No teu clube é que se usam as claques para assaltar velhotas, depositar avultadas quantias de dinheiro na conta dos árbitros e espiar a vida de 196 árbitros.

      No porto igual, a claque é usada para todo o tipo de trabalhos sujos.

      No Benfica a claque não é usada para mais nada além de apoiar a equipa de futebol. Ou vês constantemente os NN a rodear o presidente feitos mafiosos como faz o mustafá e macaco?

      Tenham mas é vergoha na cara vocês. Como se enganassem alguém.

      Eliminar
    6. Mania das desculpas, penalizem quem comete infracções, se existe incumprimento das claques legalizadas de certeza que pode ser fiscalizado e punido assim como quem está obrigado a cumprir a lei de registo, se esta em incumprimento, cumpram os regulamentos.

      Diz-me uma coisa, o Benfica não tem claques?

      Eliminar
    7. Toda a gente sabe que a estratégia é enfraauecer o apoio ao clube. Por isso é que proíbem adereços do clube nos jogos fora (vergonha mundial e caso único, se fosse com eles até se mijavam pelas orelhas com os nervos), por isso é que a sporco tv não filma os adeptos do Benfica, etc etc.


      Lagartos cabeçudos. A culpa de terem um clube de MERDAAAA é VOSSAA!!

      Quem é que se contenta com festas de 2º lugar e vitrines vazias no museu??

      VOCÊS!!


      Não tenho pena nenhuma..

      Eliminar
    8. Shadows,

      A questão aqui é que vocês não querem reconhecer que têm uma claque e que sempre a tiveram. E isso entra na má fé, que também faz parte da lei.

      Eliminar
    9. A má fé também faz parte da lei? Porra que este Mike é burro que nem uma porta. O que interessa o nome, claques, grupos organizados de adeptos, whatever!!!
      Importante é que segundo a CP ninguém é obrigado a pertencer a um grupo qualquer que seja o nome que lhe queiram dar.
      Chama-lhe "manada", "alcateia", "cardume de adeptos", "resma de adeptos", "rebanho de adeptos", o que se queira. O Benfica tem adeptos que se organizam conforme desejam e ninguém tem nada a ver com isso. Apenas isso!
      Irra qu´é burro!
      Mudem a lei!

      Eliminar
    10. Vocês lagartos têm mentalidade de carneiros, gostam de ser marcados com um ferro em brasa, como se fazia com o gado no far west!

      Eliminar
  2. Viva,

    um esclarecimento adicional.

    "E se não posso ser obrigado a pertencer a uma associação a que não quero pertencer, por maioria de razão não pode a lei prever que eu só possa ter determinados tipos de apoio se estiver inscrito onde não quero estar!"

    Quer isto dizer que a lei/regulamentos da liga/federação/ipdj prevêm/exigem aos clubes em relação às suas claques "coisas" ilegais?

    Quer dizer que tudo isto que o IPDJ refere não faz sentido porque é inconstitucional. Quer dizer que o IPDJ é ilegal?

    Quer dizer, isto que o IPDJ refere não é legal?


    http://tribunaexpresso.pt/benfica/2017-07-31-Como-e-que-se-regula-as-claques--O-IPDJ-explica-1

    "no IPDJ. Não sendo registados, fica-lhes vedada a atribuição de qualquer tipo de apoio por parte do clube. Em caso de violação desta proibição, o clube é sujeito a contraordenação e aplicação de coima, que pode variar entre €2500 e €250.000. A condenação pode ainda determinar sanção acessória de espetáculos à porta fechada por um período até 12 jogos."

    Confesso Shadows que fico com dúvidas e se este esclarecimento do RGS está correcto então gostava que o mesmo RGS me diga como é possível o IPDJ ter estas atribuições.

    É que o RGS está certo e fala dos direitos das pessoas, mas esqueceu-se de referir que o que está em causa não são os direitos das pessoas. São os deveres dos clubes!

    E sobre isso ... nem uma palavrinha ;)

    A não ser que o IPDJ esteja ilegal ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugal é um "mar" de falhas no que diz respeito a legislação.

      Não viste o exemplo da "taxa" de Portecção Civil que nos era cobrada em Lisboa há 3 anos(salvo erro) e que afinal é inconstitucional?

      A Constituição Portuguesa não pode ser esquecida para fazer qualquer lei, mesmo que isso dê jeito a alguém. É a base de que tem que partir qualquer legislador.

      Se querem atribuir competências que a Constituição limita ou proíbe...é um problema de quem quer fazer isso e não do cidadão.

      Voltando a Lisboa, a medida ilegal de Fernando Medina vai custar à cidade(e não a ele) quase 80 milhões de euros. Tudo porque há gente que acha que pode cortar as curvas sem se estampar.

      Eliminar
    2. O porto usa o macaco há anos para suicidar mesquitas alves, para o proteger da justiça feito gang, para aespancar e cioagir.

      o sco usa os mustafás para assaltar velhotas, espiar a vida de 196 árbitros e fazer depósitos na madeira.

      "Registam" 10 gatos pingados, não cumprem UMA ÚNICA lei a que se sujeitaram e depois ainda gritam feitos cabras que o Benfica é que é isto e aquilo.

      Ó palhaçote..quando o teu clube de merda cumprir com o que pede aos outros, í já podes falar..até lá devias era ter vergonha na cara.

      Se a 1ª regra cumprem lol quanto mais as outras. Isso do "registo" da claque azul e verde é TANGA!! Como TODA a gente sabe. Nem um nem o outro cumpriram com NADAAA!!


      Estes atrasadinhos pensam que ainda estamos nos anos 80, diziam o que queriam e passava a verdade.

      Eliminar
    3. Mas se é ilegal o que o IPDJ pede, então tem que ser revertido. O que tu não fazes de conta que não percebes, é que o ninguém pede que o Benfica seja obrigado a registar a claques ou a deixar de dar apoio as mesma, o que toda a gente com bom senso pede é que as regras sejam iguais para todos. Não podemos viver num mundo em que uns cumprem as regras(e nem discuto se qual delas está certa) e outros não.
      Não podemos viver num mundo em que o FCP e SCP são obrigados a registar claques e só podem dar apoio dessa forma, e o SLB não.
      Se a conclusão final é que o SLB tem razão, então tem que permitir ao FCP e SCP estar nas mesmas condições. Percebes isto?

      Eliminar
    4. Boa, quando acharmos que uma taxa ou imposto é inconstitucional pura e simplesmente não pagamos.
      Julgo que as coisas são bem mais complexas, pagamos, caso contrario ficamos sujeitos a multas e juros e às inevitáveis penhoras e uns anos depois poderemos ter uma sentença que declara a coisa inconstitucional.
      Tantas e tantas coisas bem mais importantes, como por exemplo os pagamentos especiais por conta de IRC foram ou são declarados inconstitucionais e quem não quer problemas primeiro paga e depois reclama.

      Eliminar
    5. Shadows, continuo sem perceber. Não acho até que o exemplo de Lisboa seja bem aplicado e isso será outra discussão.

      O que me parece é existir uma contradição enorme entre o que o RGS diz e o que o IPDJ diz (e faz). A minha leitura para perceber o assunto e ver alguma lógica é dizer que o que RGS diz se aplica a ti individualmente ... e o o que o IPDJ diz e faz se aplica ao clube.

      Tu podes ter os apoios todos que o clube quiser dar (por exemplo o clube pode oferecer-te um bilhete) mas os NN e os DV não podem receber do clube 500 bilhetes (inventei o número mas a fazer fé nos emails o negócio é bem maior) para distribuir.

      Tu tens direitos enquanto cidadão. O Clube tem deveres enquanto entidade desportiva e ainda por cima com utilidade pública.

      A lei é clara. O CLUBE não pode apoiar GOA que não sejam legalizados. E de facto o peso dos NN e DV no clube deve ser bem grande, para irem buscar a constituição para defenderem a sua existência nos moldes actuais ;)

      Continuo a achar que RGS fez uma leitura do problema pelo lado que lhe deu jeito.


      Voltando a Lisboa. Usando este argumento. Vai ser giro ver os clubes exigirem ao IPDJ os valores cobrados ao abrigo de uma lei inconstitucional ;) ....

      Volto a referir:

      "E se não posso ser obrigado a pertencer a uma associação a que não quero pertencer, por maioria de razão não pode a lei prever que eu só possa ter determinados tipos de apoio se estiver inscrito onde não quero estar!"

      Isto está errado. A lei não prevê que tipos de apoio podes ter. A lei prevê que tipos de apoio os clubes podem dar. É tudo tão diferente .......... mas vocês continuam a não quere ver a coisa dessa maneira. Percebo que não dê jeito.

      P

      Eliminar
    6. P,

      Estás a ver a coisa aos contrário. Não são os adeptos que não se sujeitaram à lei 39/2009 que têm de ver os seus direitos limitados. São aqueles que se sujeitaram a uma lei claramente inconstitucional que têm de lutar para se libertar dela.

      Leste, aqui ou na lei, o que são GOA? Não há distinção entre ti e os teus 4 amigos ou entre os 500 ou 1000 que se juntam 3 horas antes do jogo e têm um símbolo qualquer em comum.

      Além disso, a própria lei reconhece no seu texto que os clubes têm...associados. Ou seja, qualquer sócio já está devidamente registado no seu próprio clube.

      Querer discutir o tema sem perceber todos estes pormenores é inútil.

      Já vou abordar isso noutro post.

      Eliminar
    7. Eu e os meus 4 amigos não recebemos o apoio que é concedido aos 500 ou 1000 que se juntam 3 horas antes.

      Como o P disse e bem o que está em causa é o apoio que o clube dá e não a liberdade individual de cada um para se registar num GOA, vulgo claque.

      Eliminar
    8. MAs estes lagartos atrasados mentais pensam que ninguém sabe que só registaram 10 elementos, dos que nem vão ao estádio e nem os relatórios mandam para a psp e ipdj?

      Ganhem vergonha na cara pá, já chega de fazer figuras de urso.

      O Benfica nem o LFV nem nenhum presidente usaram as claques para assaltar velhotas, fazer depósitos na madeira ou espionagem a 196 árbitros.

      As claques do Benfica não são usadas na guerra, nem como seguranças, nem como espancadores ou agressores de +arbitros e suas famílias.

      Esses animais é que deviam estar não era registados, era enclausurados numa prisão de alta segurança.

      Quando alguém na claque do Benfica faz merda, a justiça FUNCIONA, ao contrário dos outros 2 clubes.

      Em alvalade antigo, a direcção até pode mandar os adeptos receber o rival de forma hostil num varandim podre e morrerem 2 putos de 18 anos sem que se fizesse NADAAAAA!!!

      Morre e aleija-se permanentemente gente no fosso constantemente e ninguém faz NADAAAA!!!

      "Suicida-se" gente no estádio do drgão com tiros na nuca e sem arma..e ninguém faz NADAAA!!!


      No Benfica a justiça funciona e a ética existe. TODA a gente condenou o very light e 2 dias depois estava preso.

      Toda a gente condenou o atropelamento e 5 dias depois estava preso, agora 13 juve m´´eéés foram acusados de homicideo com ele, os tais a quem o nalgas condecorou com flores.

      Onde está o adepto do porto que matou um adepto do braga atropelado há 3 anos atrás? Pois..NADAAAAAA!!


      Estes assassinos é que têm que estar registados e controlados.

      Os do Benfica respondem como cidadãos normais que são, às mesmas leis dos outros, ao contrário da claque criminosa de contumil e a do lumiarense.

      Eliminar
    9. Shadows,

      Eu não sou jurista. Mas continuo a não ver quer no texto do RGS quer nas tuas respostas uma referência aos deveres e obrigações do Clube que responde por isso mesmo ao IPDJ.

      Esses deveres e obrigações não são ilegais. O Benfica não pode apoiar GOA não legalizados! A lei é claríssima.

      E depois existe uma pequena nuance que mais uma vez fica escondida na vossa argumentação. GOA não é a mesma coisa que ser sócio do Clube. Sabes isso não sabes.

      E depois toda a argumentação corre do principio que os apoios que o Clube possa dar aos GOA são um direito de todos. Não são, são um direito daqueles cidadãos que queiram livremente pertencer ao GOA. Tu podes decidir pertencer e ter esse apoio. É tua prerrogativa tomar essa decisão.

      Pela tua lógica, eu sou adepto. Tenho direito aos apoios do Benfica? Vendem-me bilhete mais baratos ... arranjam-me lá um espacinho para deixar a tralha ...

      http://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_mostra_articulado.php?nid=1326&tabela=leis

      a Lei é claríssima.

      E Shadows, a lei não é inconstitucional . Foi aprovada e promulgada pelo Parlamento e pelo PR. Dizer que é inconstitucional é talvez um bocadinho exagerado ;)


      Eliminar
    10. P, tens toda a razão. Estar a brincar com a definição legal de "grupo" é patético. E estar a usar a Constituição de forma tão "desabrida" é ainda mais. Por exemplo, é obrigatório o registo em Ordens Profissionais para desempenhar trabalho como médico ou advogado. OBRIGATORIO. E muitos outros exemplos existem. No extremo, a interpretação de RGS justificaria que ninguém pagasse taxa de condomínio ou mesmo qualquer imposto comunitário. A lei do IPDJ não obriga ninguém a pertencer aos NN ou outra associação, obriga o CLUBE a reconhecer que GOA apoia e quais não apoia DE FORMA OFICIAL E PREFERENCIAL, seja no acesso a instalações, transportes, etc. Claro que este GOA têm de constituir um grupo definido de associados e não a totalidade dos sócios! Os NN têm a sua morada oficial no Estádio da Luz! Esta conversa parece a defesa de que "não há problema nenhum em conduzir sem carta, porque quem tem carta também tem acidentes e que é ilegal perguntarem-me se tenho carta e já agora o que é que é um veículo?"... Pelo amor de Deus
      RB

      Eliminar
    11. Anónimo20 dezembro, 2017 13:04
      "Por exemplo, é obrigatório o registo em Ordens Profissionais para desempenhar trabalho como médico ou advogado. OBRIGATORIO." No entanto tu podes tirar o curso e não te inscrever! Ninguém te pode obrigar. Simplesmente não trabalhas nessa área! Qual é a dificuldade?

      Eliminar
    12. Essa da carta é bem apanhada. Então se tenho o carro em boas condições, sei conduzir porque razão sou obrigado a ter carta?
      Ja sei conduzir, nunca tive qualquer acidente e estou farto ver acidentes de pessoas com carta, obrigarem-me a ter carta é um atentado às minhas liberdades constitucionais.

      Eliminar
    13. Nuno, a dificuldade é:
      Não precisas de te inscrever e dessa forma não exerces nem tens qualquer apoio da ordem.

      A questão para quem queira perceber não está na obrigação de te inscreveres, mas sim nos apoios que são dados a quem não está inscrito.

      Eu gostava de ver o tal grupo de 4 amigos a ter um tratamento diferenciado pela estrutura do Benfica quando se trata de comprar bilhetes ou de receber convites para jogos, para não falar noutros apoios.

      Eliminar
    14. Desculpa Shadows, mas este Nuno: será possível alguém ser tão burro?

      Eliminar
    15. Conduzir um veículo de não sei quantas tonelas, em espaços públicos não tem nada a ver com assitir a um espetáculo de futebol.

      MAs emsmo asssim, vocês querem que o Benfica tire a carta quando vocês foram buscar uma ao cigano? lol

      Cumpram as leis, tirem a carta como deve de ser..e só depois falem dos outros.

      Ok sapalhaços?

      Eliminar
  3. Lol, que exemplo ... estou mesmo a ver o Rui Gomes da Silva bem ao lado de uma tocha acesa a cantar " Foi no Jamor..."

    Fala de coisas serias Shadows.

    Vitor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comparar um grupo de sócios como por exemplo RGS+Amigos aos grupos "profissionalizados" que levam tochas, fumos e petardos, não me parece uma comparação feliz. Estou mesmo a ver-te ao lado do RGS, com este aos saltos com uma tocha na mão e no meio de uma nuvem de fumo.

      Vitor

      Vitor

      Eliminar
  4. Será isto o Benfica actual? É este o Benfica do Shadows?

    Linha de comunicação encabeçada por Janela e seguida à risca, é uma catarata de directrizes. Ódio, mal-dizer, e obsessão doentia. Carimbar de jornalistas cuja abordagem não agradou em qualquer piquinhice. Troca de informação sensível e ilegal, com displicência. Troça constante e abrangente. Indução em erro de jornalistas. Relações preferenciais manifestadas. Criação de websites anti-clube rivais. Controlo do que é publicado, via pressão, e quando mal-sucedido, via pressão posterior.

    WZII

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espertalhão, estás a bater à porta errada.

      No dia em que tivermos cartilhas ou textos encomendados no NGB fechamos a porta.

      Se eu quisesse perder tempo contigo, deixava-te uma lista disso mesmo que apontas mas ao contrário. Podes ir vender esse peixe para outro lado.

      Eliminar
    2. Perante as evidências e o que estará para vir, estão todos em negação e com a cabecinha enterrada na areia.

      Nem um se vai conseguir limpar da merda com que cobriram o Clube que dizem amar. Cúmplices ou idiotas úteis do "Estadista"? Vai dar ao mesmo. Gente sem coluna.

      Eliminar
    3. Não disse que é isto o NGB actual, apesar de alguns posts me deixarem com duvidas. Percebestes mal, mas percebo o estado de espírito actual em que se confunde o acessório com o essencial.

      WZII

      Eliminar
    4. Hilário.... shadows seu cartilheiro..lol

      Eliminar
    5. Falar que os outros têm cartilhas, não é mais do que uma cartilha dos lagartos!

      Eliminar
    6. O Gobern também não era e a reunião na foto era para um programa televisivo, e depois ... o pai natal foi com a criança ao circo!

      grande lol

      Eliminar
  5. Cartilheiros, palavras para que!!! Do nome na lama já não se salvam, e por mim td o que está exposto nos mails já segui-o para a comunicação social espanhola, alemã, brasileira ....... !!!! Na praça pública serão humilhados , cá dentro e lá fora! O resto é preciso coragem e te los no sítio coisa que neste país há muito pouco!!! Se não houve coragem para punição exemplar há 10 anos atrás duvido que hoje seja diferente!! Desejo estar errado mas duvido!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que é que está nos emails?

      Depósitos de 2.00 euros na contad os arbitros?

      Espionagem à vida provada de CENTO E NOVENTA E SEIS árbitros para s chantagear?

      O presidente da FPF era o homem que pagava às prostitutas que o Benfica oferecia aos árbitros?

      O presidente da liga,um dos árbitros mais corrutpos de sempre, que roubou vários campeonatos de forma descarada ao Benfica foi lá posto pelo LFV com um telefonema?

      O meirim, o tal que ensinou o filho a dizer "só quero ver a luz a arder" e posto a jogar no zbode, e que nomeia árbitros da AF porto há 3 anos seguidos em TODOS os jogos do Benfica foi lá posto pelo LFV?

      É contra o Benfica que os adversários poupam aos 8 titulares de uma só vez?

      É contra o zbode e porco que os jogadores choram como se lhes tivesse morrido um filho só por falharem um golo?

      É nos jogos fora do zbode e porco que os adevrsários proibem adereços dos vossos clubes?

      É nos jogos do zbode e porco que a sporcos tebê nem seuqer filma os vossos adeptos?

      Do que é que te queixas nojento de merda?

      Quem queres enganar?

      O que está nos emails é tão grave que teve que ser o Benfica a fazer queixa, mais uma vez, como no caso dos vouchers.


      Engraçado que hoje vem no jormal o peidoso a pedir que a guerra dos emails continue e aparecem estes avençados.

      Eliminar
    2. Os alemães é que devem rir ao ler acusações de bruxaria! Rir de quem acusa.. claro.

      Eliminar
    3. Isso é o que a tua mente fantasista, deseja lá no fundo! Por acaso, estamos em época de Natal, e existe muita gente que ainda acredita no Santa Klaus, e tu és um deles! O que vai acontecer, é que além de baterem com os burros na água, quem forjou, esta treta, é que se vai dar mal!

      Eliminar
  6. Tiveste um pôncio monteiro, das pessoas mais nojentas, corruptas e mentirosas que há memória. Tens um guilherme alguidar, que fez leis na liga por encomenda do pinto da costa, enquanto cartilha há ANOOOS por essas tv´s fora.

    Ganha vergonha na cara pá, não estás a falar para os atrasados mentais do teu clube.

    Quando acusam o Benfica de alguma coisa, é porque fazem 10 vezes pior.

    O que vos dava jeito é que o Benfica não se defendesse..claro claro palhaço..tu és o espertalhão e o resto é tudo parvo.

    Sejas do clube que fores, azul ou verde, estás na merda e é lindo ver gente nojenta a ir ao fundo.

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente não posso concordar com esta argumentação. Eu não posso ser obrigado a associar-me nem a pertencer a uma associação VERDADE. Mas a lei pode limitar a atribuição de certos benefícios a associações. Ninguém me obriga a criar uma associação para a minha banda filarmónica, mas sem ela não posso receber apoios municipais, parece-me uma troca justa. A argumentação jurídica é débil e o Rui sabe-o. Tenho certeza que o Dr. Vital Moreira e o Dr. Canotilho não partilham desta visão. Pode-se concordar ou não com a norma, mas Inconstitucional não me parece que seja.
    Não consigo ver o problema de registar as claques. E essa deve ser a questão... Qual é o mal de sabermos quem são os elementos dos NoName? Não vi um único argumento que justifique essa posição...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mário, a realidade é que qualquer ASSOCIADO de um clube já faz parte de uma ASSOCIAÇÃO. Não pode portanto ser-lhe exigido que fazendo parte de uma ASSOCIAÇÃO tenha que fazer parte de uma SEGUNDA associação qualquer para ter benefícios da PRIMEIRA.

      Eliminar
    2. Estamos de acordo que não é uma lei feliz na redacção e com muito a ser melhorado. Concordo também que o cumprimento desta lei pelos rivais é apenas aparente (pelos vistos apenas uma minoria está identificada). Mas todos sabemos quem são os NoName e os Diabos no estádio, todos sabemos que eles são, na prática, uma organização, todos sabemos o que é uma claque, não obstante a péssima definição legal. O que eu pergunto é: Atento o passado violento das claques, que todos conhecemos, não faz sentido identificarem-se os seus membros? O que têm as claques a perder por se organizarem como associação e identificarem os seus membros? O que se perde??

      Eliminar
    3. O que se perde é que só as claques do Benfica é que iam ser esmiuçadas e amordaçadas.

      Qual é a dúvida?

      Very light - preso 2 dias depois.

      Atropelamento - preso 5 dias depois.

      A justiça funciona sempre com o Benfica.

      Se calhar, com as outras é que devbiam ser mais apertados.

      Adepto do scp morto na época de 86/87 pela claque do porto..ainda se espera justiça.

      Morte dos 2 jovens de 18 anos em alvalade, incnetivados pela propria direcção a ir receber o rival de forma hostil, para um varandim COMPLETAMENTE podre, ainda espram justiça.

      Incêndio do estádio da Luz, ainda se espera justiça.

      Atropelamento e morte de um adepto do Braga por um da claque do porto, há 3 anos atrás..ainda see espera justiça.

      Afinal..quem é quem nesta história todas das claques?

      Nem o Benfica nem LFV usam as claques para crimes, como fazem no scp e porto.

      Esses 2 clubes é que deviam estar sobre forte vigilância.

      Eliminar
  8. A lei pode não ser perfeita mas parecem-me que usar isso para justificar a pouca-vergonha das claques do benfica é desonesto intelectualmente.

    É como dizer, eu não levo o carro à inspecção por porque andam aí tantos que não pagam o selo. Quer dizer...

    O argumento dos 40 ou 50 registados é um pouco ingénuo. Obviamente que há sempre malta que anda atrás das claques que não é registada e até podem ser muitos, mas a malta que faz parte da claque (eles próprios devem elaborar uma lista de membros) em particular os cabecilhas e qualquer um com estatuto devem estar registados.

    O argumento dos filhos e dos amigos deve mesmo ter sido magicado por uma criança. Onde é que um pai com os filhos se pode considerar um Grupo Organizado? Não sabem ler portugês? E é este gajo advogado??? Por amor de CR7...


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pouca vergonha é usar a claque para ssaltos, depósitos, espancamentos, coação, que é o que o porto e sporting fazem.

      Os NN só apoiam a equipa de futebol, não são kapangas nem braços armados do presidente.

      Custa perceber?

      Se fizerem merda, respondem como qualquer cidadão, ou as leias para as pessoas não chega?


      Para finalizar..pouca vergonha é a vossa claue, que dizem estar "legalizada" mas não cumprem com NADAAAAAA!!


      Ou é preciso apenas registar 10 macacos e tá feito?

      Porque é só isso que vocês têm.

      Ganha vergonha na cara e não faças dos outros parvos.

      Se gostas de comer o que te metem no prato sem seuqer cheirar..é lá contigo.

      Já foste fazer transferência para ajudar o gordo a apagar ao fisco?

      Eliminar
    2. Nós não sabemos ler português, mas tu é que defendes que 10 tipos registados, entre milhares, configura o cumprimento da lei.

      Ora, tem santa paciência e vai arranjar mais um par de neurónios.

      Eliminar
    3. Anónimo: LOL, vai ver se a cartilha cola noutro local.

      Sifiso, não defendo nada disso. Só digo que basta registar a malta regular, que tem influência e controlo. De certeza que não são dez, se calhar são 50, 100, 200, não sei. O que importa é o controlo sobre a claque e quem gravita à volta dela.

      É impossível registar toda a gente, ou sequer definir quem é membro da claque; há sempre muitos que são amigos de amigos etc. Não se pode pedir à lei que defina se tem mais ou menos tatuagens com o símbolo do clube... o que importa é que a aplicação da lei tenha o resultado esperado.

      Eliminar
    4. Cartilha é aquilo que o pina que não pina lê no portátil constantemente?

      Eliminar
    5. Cartilha é quando em vários canais diferentes, aparecem "figuras" (tristes) do zbordeng a dizer a mesma frase - "querem enjaular o leão" - por causa de uma rede de protecção OBRIGATÓRIA?

      E depois incendeiam um estádio!

      É isso?

      Por acaso acho que neste caso não é cartilha mas sim quadrilha. Uma quadrilha de criminosos e dementes.

      O tem dias ferreira, o médico troca pernas e todos esses criminosos deviam ter sido julgados. Só não aconteceu a maior desgraça mundial a nível de recintos desportivos porque não calhou.

      A intenção estava toda lá.

      Essa gente armada em visconde, com a mania que são suiperiores, são trodsoas filhos de primos. É só gente doente e sem a mínima noção da realidade.


      Eliminar
  9. Sócios do Clube, Claques (Grupos Organizados de Adeptos) e Anónimos

    Sócios do Clube
    Têm o direito a todas as benesses que a Direção do respectivo Clube definir, bilhetes mais baratos, espaços de convívio, espaços para guardar material (se a Direção o entender), etc...

    Membros (ou Sócios) da Claque
    (há nos outros clubes quem seja apenas membro da claque, como acontecia no Benfica)
    Têm direito apenas os membros registados no IPDJ (o que implica - se não estou em erro - a atualização trimestral) a todas as benesses que a Direção do respectivo Clube definir.

    Anónimos
    Se vierem num autocarro ou por exemplo no comboio Benfica, está tudo bem se forem por exemplo para o Piso 3, mas já está mal se forem para os sectores dos auto-intitulados (sem critica) NoName ou Diabos Vermelhos?
    Ou nem sequer podem vir no autocarro ou comboio porque é apoio ilegal?
    Então se fretar um autocarro para ir por exemplo a Portimão à praia está tudo bem, mas se aproveitar para também ir ver o Benfica já é ilegal?
    É que se não for, é só passar a incluir um roteiro gastronómico.
    Ou então vão todos juntos petiscar e, individualmente (até porque o bilhete é individual) ver o jogo.

    Mas, está tudo doido neste país??
    Os argumentos (se calhar como alguns exemplos acima) são completamente idiotas.
    Ou como alguém gosta de dizer, são "Questões de Lana-Caprina".

    Este é um não assunto que pretendem tornar em assunto.

    A partir daqui já sei que vão chover bocas/criticas.

    Para limitar a dinâmica do Benfica em termos de organização dos jogos e apoio aos nossos adeptos, quer em jogos em casa quer em jogos fora.
    (como por exemplo a treta dos bilhetes de acompanhante sem adereços do Benfica, enquanto que na Luz não acontece)
    A maçã envenenada que eles engoliram, e agora começam a aperceber-se, com a negociação dos direitos televisivos, pelo que agora tentam com esta campanha caluniosa condicionar os novos/renovação de contratos do Benfica.

    O Futuro é Risonho.

    O Presente é para vencer, mesmo com as GRAVES asneiras cometidas e que TÊM que ser corrigidas em Janeiro, e para continuar em Junho.

    Rumo ao PENTA

    Abraço

    João

    ResponderEliminar
  10. E a pergunta é? Custa muito à comunicação do Benfica escrever isto ou parecido a isto para que os dragartos se valem de vez?? Custa?? Porra!!
    Shadows, deverias lançar um desafio a todos os benfiquistas a se inscreverem no IPDJ como claque, era uma boa campanha para o Benfica!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não custa nada.

      O SLB já o disse mais que uma vez

      Basta estares atento aos comunicados do SLB, entrevistas e discursos do presidente, às newsletters ou ao site do SLB

      Se estiveres tão atento ao SLB e ao que oficialmente é comunicado como estás a este blog ou aos pasquins da Santa aliança perceberás que o SLB já o referiu mais que uma vez

      Agora é ignorar estes inergumenos que transformaram o futebol num circo de lama

      Eliminar
    2. Sr anónimo, mostre lá aqui onde foi que o Benfica e pessoas e presidente se referiu á claque nestes moldes! Mostre aqui onde o Benfica se defende dos ataques?? A única merda que tem feito foi no início dizer que não havia nada, depois afinal houve e não era nada, agora já há e foi crime e ainda ontem manda cá para fora (tarde e mas horas) que mete toda a gente em tribunal quem mostre a merda dos emails!!! Mas alguém aqui come gelados com a testa?? Mas algum dia um anónimo foi condenado por pirataria informática?? Vai te catar!!

      Eliminar
  11. A lennda continnua.:]

    Nome so há um..BENFICA!!!!!

    Topo Sul

    ResponderEliminar
  12. O problema é que estes merdas pensam que por legalizar,passam a ser um bando de bons rapazes que cumprem a lei!Olhem o exemplo do macaco e seus compinchas ou mustafas e companhias!

    ResponderEliminar
  13. Os sócios pagam cotas ao clube para terem descontos e primazia nos bilhetes.
    Os adeptos pagam cotas às claques para terem descontos e primazia nos bilhetes.
    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  14. "E esse direito – continua – … “impõe que ninguém possa ser prejudicado ou beneficiado em virtude de fazer, ou não, parte de qualquer associação"

    Isso não deveria fazer com que bilhetes mais baratos para sócios fossem ilegais? É fazer uma discriminação por se fazer parte de uma associação.

    ROC

    ResponderEliminar
  15. Estão todos a defender uma coisa e o seu contrário. Vamos por partes, em primeiro lugar gostava de questionar a forma como se financiam as claques em Portugal, sejam elas do clube que forem? Podemos assobiar para o lado, mas todos sabemos a forma de financiamento das claques em Portugal, e esta passa sem margem para qualquer dúvida pelo apoio dos clubes, sejam eles o SLB o SCP o FCP. Por outro lado, a organização das claques para jogos exigem grandes operações logisticas, sejam elas para jogos em casa ou fora. Em casa, as claques dispõe de uma espaço dentro do estádio onde estão armazenadas e são entregues pelos fornecedores, os adereços necessários às animações efetuadas por estas claques nos principais jogos. Nos jogos fora, a toda a logistica de transportes inerente. Em ambos os casos, é permitido o acesso às bancadas do recinto muito antes do horario ormal do jogo, execepto nos jogos grandes e na condição de visitante. Do ponto de vista comercial, as claques têm os seus nomes registados, e mandam produizr artigos que são depos comercializados em espaços comerciais ou em "bancas" em dias de jogo. Ora, também aqui com o total a poio do clube, já que, se um de nós amanhã registasse uma marca e comercializa-se produtos para venda nas imediações do estádio, seríamos alvo de um processo de contra-ordenação por parte das entidades competentes, ora no caso das claques tal nãosucede. Ora estes são os meios de financiamento das claques, pelo menos os mais conehcidos e legitimos, depois existem os outros.
    Sobre a questão da lei e do IPDJ, a questão é ainda mais simples, existindo uma lei que obriga ao seu registo, e dos seus membros, não me parece que se tenha de entrar em questões contitucionais para tentar justificar o injustificável, se a lei diz que não estando inscritas como tal, não podem obter apoios do clube, o que é que estão os senhores a defender?
    A menos que as claques do benfica sejam uma IPSS, ou uma ONG, ou uma fundação, a lei é para cumprir "ponto".

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking