O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 2 de abril de 2016

Depois do Andebol... o Hoquei

Avatar
 ●  2 comentários  ● 
Empate há pouco na Luz com o Vendrell (5-5 em grande jogo) valeu a passagem à Final Four da Liga Europeia juntamente com a Oliveirense, Barcelona e mais um que sairá do jogo do Dei Marmi com o Vic Forte.

CARREGA BENFICA!

3-0 à melhor de 5... Andebol na Final da Taça de Portugal

Avatar
 ●  7 comentários  ● 
Amanhã jogamos a final da Taça de Portugal às 17.00 contra o Sporting depois de uma meia final BRILHANTE contra o FCPorto, vencendo três jogos consecutivos frente a uma excelente equipa, mas incapaz de sustentar a dimensão e união da equipa do SLBenfica.

ORGULHO! Será este o ano do Andebol? Estamos todos a torcer por vocês, rapazes!

Ah e tal o primeiro golo é "oferecido"! MENTIRA!

Avatar
 ●  40 comentários  ● 
Ah sim? Já alguém se deu ao trabalho de ver que o SLBenfica provocou uma situação de superioridade numérica na saída de bola do SCBraga de 4 (Gaitan, Jonas, Mitro e Renato) contra três defesas do Braga?

São os benefícios de não termos treinador... assim usamos os treinos para estar a ver televisão e temos esta sorte de os adversários errarem!

E a idade do Jonas?

Avatar
 ●  6 comentários  ● 
Oh notários da propaganda, não estará na altura de investigarem a idade do Jonas? Sim, do Jonas. Alguém no seu bom e imparcial juízo acredita que o brasileiro tenha cumprido ontem 32 anos como garante o marketing vermelho? Impossível. Tem de ser muito, muito mais novo.

Atente-se que foi passar uma semana com o “escrete” ao Brasil, fez duas viagens intercontinentais, ainda jogou uns minutos na terça-feira, aterrou em Lisboa na madrugada de quinta-feira e na noite de sexta-feira marcou um golo, assinou duas assistências artísticas para golos de colegas, jogou os 90 minutos e saiu de campo fresco que nem uma alface. 32 anos? Que escândalo.

“Renato Sanches ainda não me convenceu”, disse Augusto Inácio e é tão respeitável a sua opinião quanto são as demais opiniões sobre este ou qualquer outro jogador. Contudo, no que respeita à arte de se estar convencido, Inácio não é de confiança. Ainda no último mês de Setembro, afirmou-se “plenamente convencido” de que o jogador peruano Carrrillo iria “assinar” naquele mesmo dia a renovação do seu contrato com o Sporting. Já lá vão 7 meses e, notoriamente, nada.

Na Luz, o Benfica desembaraçou-se ontem do Braga com uma exibição a espaços empolgante mas quem brilhou a grande altura foram os magníficos adeptos que encheram o estádio e que cumpriram com respeito e emoção o minuto de silêncio em memória de Fernando Mendes, a antiga glória do Sporting. Haverá melhor resposta do que esta? Não, não há.

A fome (de justiça) terá levado uma mão-cheia de trabalhadores do jornal do Sporting a manducar 1000 euros, a fundo perdido, em comes e bebes num restaurante do Terreiro de Paço. E assim, se fez prova de que, para além de corruptos, os nossos árbitros são uns verdadeiros alarves. Mas, na realidade, o que valem estes 1000 euros sacrificados num ímpeto de congestão? Valem pouco, poucochinho, se nos lembrarmos que este repasto para 5-falsos-árbitros ficou por metade do valor que o Ministério Público entendeu ter sido depositado na conta bancária de 1-árbitro-assistente-verdadeiro, obviamente em prol da justiça desportiva e sem direito a bifanas.

O árbitro de ontem marcou um penalti contra o Benfica. Foi um malandro vindo de Monte Gordo que, assim, impediu o Benfica de bater o recorde mundial de tempo sem penaltis. Ficámos, neste capítulo, a 4 anos da marca do Sporting. É imbatível, paciência.

Leonor Pinhão in Record

ARRASADORA! Como sempre...

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Afinal sem treinador somos muito mais fortes...

Avatar
 ●  34 comentários  ● 
Ah pronto! Agora já percebi os minutos 92', as taças perdidas, as campanhas europeias humilhantes e os campeonatos perdidos para treinadores de segunda como Vitor Pereira e André Villas Boas... O problema era que jogávamos com treinador e estes jogadores jogam muito melhor sem treinador.

O Guimarães tinha tentado isso numa final da Taça e ganhou-nos... agora o Vieira apostou na mesma formula. Poupamos imenso dinheiro, porque é menos um cérebro no payroll e pelos vistos valorizamos jogadores e vencemos mais jogos.

Não sei se já deu para todos perceberem, mas o SLBenfica tem mais 20 (VINTE) golos marcados que o segundo melhor ataque e tem um jogador já com 30 golos marcados no campeonato. Diferença de golos maior só em França com o PSG a ter mais 28 golos que o segundo melhor ataque, mas é um campeonato a um... sem adversário.

No "deve e haver" de golos marcados e sofridos, só o Barcelona e PSG (mais uma vez estes "não contam pelo contexto") é que têm um saldo mais positivo que o SLBenfica.

Quanto ao Jonas, bom se é que ainda há palavras para o goleador que marca e ainda alimenta o Mitro, são 30 golos marcados e a fazer "sonhar" pela marca de Jardel que marcou 42, numa equipa que terminou as 34 jornadas com 74 golos... o Benfica em 28 jornadas já fez 76.

Se há dúvidas sobre o mérito de ocuparmos o primeiro lugar do campeonato... essas dúvidas esbatem-se totalmente nos factos, os mesmos factos que mostraram hoje que o SLBenfica marcou 5 golos ao 4º classificado, uma equipa que até esta jornada tinha menos golos sofridos que o FCPorto, terceiro classificado.

Pelo caminho, terminámos o jogo com quatro jogadores da formação (Ederson, Lindelof, Semedo e o Super-Renato) e com cinco jogadores portugueses (Eliseu, Almeida, Semedo, Pizzi e Renato).

Se o SLBenfica for campeão, como todos esperamos e desejamos, não só será de uma tremenda justiça como será sem sombra de dúvida o campeonato cujo mérito mais deve ser atribuído a Luis Filipe Vieira, quem decidiu um dia apostar numa equipa sem treinador, que brilha como nunca a vimos antes, que joga com uma certeza e confiança abissais e aposta como poucos clubes da Europa nos jogadores da formação.

Eu podia ter vindo para aqui brincar com a palhaçada que estragaram hoje ao "tolinho das aldrabices" por causa dos penaltys (lá se foram 3 posts no Facebook e um concurso para anormais), poderia ter vindo para aqui falar dessa azia deles... mas sinceramente, cada vez mais me começam a ser indiferentes, e não! Não sou do Belenenses desde pequeno, nem estou aqui ansiosamente à espera de um deslize do Sporting. Ganhem, percam ou empatem... não quero nem saber, por mim até posso celebrar o 35 na última jornada... assim seja nosso!

O que quero mesmo é terminar destacando mais dois fatores:

Renato Sanches! QUE MÁQUINA! Um jogador que enche o campo, que erra, que resolve, que falha, que corrige, que insiste que luta, que brilha... que tudo! Que jogador.

Eu sei que, mesmo o Bulo querendo ficar "em sua casa" é impossível resistir ao assédio a um astro destes. Talvez só mesmo Barça, Bayern e Real possam resistir a propostas da dimensão que o Renato gera. É mais um jogador português que dentro de pouco tempo vai estar a levantar-se da cadeira quando anunciarem o prémio de melhor do mundo da FIFA.

E por fim os adeptos do Estádio da Luz! UMA VÉNIA! São 90' minutos de puro apoio... durante 90' a cantar, a puxar pela equipa, a erguer ainda mais a voz cada vez que o adversário ameaça com perigo abafando todas as contrariedades.

Para quem não pôde assistir, vejam em vídeo o ambiente no estádio da Luz enquanto o jogador do SLBraga se preparava para marcar o penalty. Assobios? Não! Cantávamos pelo Benfica a plenos pulmões! ARREPIANTE, isto sim é #colinho e um grande OBRIGADO aos No Name Boys e aos Diabos Vermelhos pelo que representam neste contexto único da Europa.

Faltam seis finais! Seis! Não, não serão quarto, nem cinco... sejam quais forem os resultados dos adversários, a nossa luta só termina em casa com o Nacional da Madeira no fim de semana de 15 de Maio, até lá temos que ter máxima concentração, humildade e capacidade de trabalho... no final do dia 15, se tudo correr pelo melhor como desejamos, celebraremos como só nós fazemos!

Vê-se mesmo...

Avatar
 ●  6 comentários  ● 
... que estás doidinho para voltar, não estás??


Ao intervalo...

Avatar
 ●  28 comentários  ● 

...há algumas certezas :

- Mitro"golo" é fundamental e tornou a abrir mais uma defesa

- Renato Sanches merece tudo. É o único que procura a bola SEMPRE e dá TUDO. O que será este puto com maturidade?

- O coletivo está a ser fundamental

- Os azeiteiros que vieram de Braga mais uma vez demonstram a porcaria que são. Cantar durante o minuto de silêncio é uma falta de respeito

- Fernando Mendes foi jogador da selecção e... do Sporting. Os outros proíbem o vermelho mas aqui há gente igual

Exclusivo NGB : Portugal enfrenta Daesh.

Avatar
 ●  9 comentários  ● 

Em reacção à ameaça feita pelo Daesh, o governo português já tomou a primeira medida.

O programa "Portugal em Festa" da SIC será deslocalizado para Palmira a fim de proteger a mais recente reconquista da guerra que decorre na Síria.

O Estado Islâmico está reunido de urgência para analisar o impacto desta medida.

Drones já registaram imagens da retirada total das tropas do Daesh das imediações de Palmira com receio de incursões surpresa de João Baião.

Dia de Benfica!

Avatar
 ●  16 comentários  ● 

Estádio cheio, bom tempo, optimismo (respeitando o Braga), e a certeza de que se estivermos ao nosso melhor nível daremos um passo importante para o campeonato 35!

Condolências. Respeito.

Avatar
 ●  3 comentários  ● 

"O Sport Lisboa e Benfica endereça condolências à família e amigos do antigo futebolista Fernando Mendes, que faleceu esta quinta-feira, aos 78 anos.

Portador de assinaláveis valores humanos e desportivos, o antigo médio fez parte de uma geração de ouro do futebol nacional, integrando o grupo que acabaria por alcançar o terceiro lugar no Mundial de 1966, em Inglaterra - incluído na comitiva, mas ausente por lesão contraída na fase de apuramento.

Ficou ainda ligado a um dos marcos históricos de Portugal no futebol europeu, com a conquista da Taça das Taças de 1964, capitaneando a equipa do Sporting Clube de Portugal." - SL Benfica.

quinta-feira, 31 de março de 2016

Voucher "Champions"

Avatar
 ●  14 comentários  ● 


O blogue Geração Benfica lança hoje o passatempo que visa recompensar os (adeptos sportinguistas?!) lagartos da maior potência desportiva nacional da zona do Campo Grande.

Ganhe um jantar na Churrasqueira do Campo Grande e 2 bilhetes para um jogo dos quartos de final da Champions League com o Sporting Clube de Portugal.

Escreva a sua frase neste post, incluindo as palavras/expressões:

- Já lá vão 14 em jejum

- Pesadelos

- Vermelho

- Nunca ouvi o hino da Champions em Alvalade

- Xixi na cama

A melhor frase será remetida à administração da Sporting SAD para que assim no próximo mandato possível possam oferecer os bilhetes.

Certamente que os nosso netos conseguirão assistir a esse dia memorável.

Fernando Santos revela o primeiro selecionado para o Europeu.

Avatar
 ●  34 comentários  ● 

Quando questionado sobre a questão de levar ou não pontas de lança, Fernando Santos disse que "talvez meta o Bruno Alves como avançado".

O que quer dizer que uma das dúvidas sobre as escolhas para o Europeu está esclarecida.

É uma escolha que revela a tendência conservadora e pouco corajosa de Fernando Santos. Bruno Alves não faz um bom jogo pela seleção já nem sei desde quando.

A nível de clubes também não se destaca há anos.

Isto não augura nada de bom quanto à convocatória para o Europeu.

quarta-feira, 30 de março de 2016

"Tolinho das Aldrabices" é o maior mas só no Facebook!

Avatar
 ●  25 comentários  ● 
A cerimónia de apresentação do Programa de Educação e Formação do Sindicato dos Jogadores começou sem a presença de Pedro Proença, o presidente da Liga, e Bruno de Carvalho, líder da direção do Sporting. Ambos, apesar de terem sido anunciados na véspera, acabaram por não poder marcar presença. Assim, fica sem efeito um esperado reencontro com Luís Filipe Vieira, que está presente
in Record

Este borra-botas é o maior... mas é atrás do computador. No Facebook chama tudo a toda a gente, mas depois foge do cara a cara com medo de ser chamado ao confronto.

É MERDAS!

Lamentável: Caiu a máscara ao pseudo-jornalista Paulo Baldaia.

Avatar
 ●  37 comentários  ● 

(Obrigado ao João por nos ter alertado para este artigo)

Este senhor escreveu o seguinte artigo no jornal "O Jogo":

" Muita atenção ao Sport Lisboa Calabote e Benfica

Mais de meio século depois de Inocêncio Calabote (foi a 22 de março de 1959), é preciso recordá-lo para que a memória se avive e não se esqueça que a arbitragem já fez muitas vezes o Benfica ser campeão. Não há coincidências, esta época ainda não foi marcado um único penálti contra o Benfica, nem nenhum dos seus jogadores recebeu ordem de expulsão e mesmo em matéria de cartões amarelos são os menos castigados.

Devo dizer que esta época já vi os três grandes serem beneficiados com erros dos árbitros, mas o que nunca vi foi o Benfica ser prejudicado por uma arbitragem. Uma só vez que fosse. Já não é preciso recuar muito para lembrar arbitragens que prejudicaram claramente o Futebol Clube do Porto. No Dragão, contra o Arouca, o árbitro anulou um golo limpo ao Porto, minutos antes de eles fazerem o 1-2. Em Braga, o árbitro passou o jogo a apitar contra o FC do Porto, marcando faltas contra nós quando eram a nosso favor.

Não estando a jogar bem, não podemos fazer de conta que não vemos o que se está a passar e que não percebemos por que é que só o Benfica queria manter Vítor Pereira na presidência do Conselho de Arbitragem. O que melhorou na estrutura do Benfica não foi a criação de uma direção que trata em exclusivo do fair play dos jogadores, reduzindo o número de cartões amarelos e evitando vermelhos e penáltis. O que houve foi uma redução da distância entre o Benfica e os organismos da Federação, com o Conselho de Arbitragem à cabeça. Os edifícios destas instituições não mudaram de sítio, os dirigentes é que se cruzam com mais facilidade.

Poucos significa muito

Com a paragem do campeonato, para que as seleções joguem, o treinador do Futebol Clube do Porto ficou com uma equipa de futebol de cinco. Se tanta gente partiu para as seleções dos seus países, isso só pode querer dizer que o plantel vale mais individualmente do que o que os jogadores têm sido capazes de demonstrar coletivamente. E os cinco que ficaram também têm currículo. Helton, Martins Indi, José Ángel e Sérgio Oliveira já jogaram na seleção dos seus países, sendo Chidozie uma grande promessa com provas dadas. Ainda assim, é preciso assumir que a equipa tem de ser reconstruída para ter um plantel mais equilibrado e com raízes no clube.

Sentir e jogar à Porto

Numa lição de humildade, Peseiro pôs o dedo na ferida e deu o seu próprio exemplo, assumindo ter um défice sobre o que é ser Futebol Clube do Porto. Há uma cultura que não pode ter sido assimilada por nenhum dos onze jogadores que iniciaram o jogo contra o Setúbal, porque "ninguém ganhou nada no clube com mais títulos nos últimos 30 anos", lembrou o treinador.

É claro que importa saber qual é a história do clube, mas coisa diferente é ensinar a quem joga como é que se chega às vitórias. É preciso jogar com garra, só parar de correr quando o jogo acaba, não ter medo de nenhum adversário, mas não é preciso ter nascido ali para se ser portista o resto da vida. Deco jogou em vários clubes, até no Barcelona, e é portista porque percebeu que quem ganha os jogos é quem está em campo. Esforcem-se." - O Jogo.

A quem interessa ter Renato Sanches fora do Europeu?

Avatar
 ●  61 comentários  ● 


Ponto prévio: Renato Sanches, na minha opinião, só deverá ser convocado se mantiver a forma física e a mesma preponderância no plantel do Benfica. Tem sido fundamental e assim espero que continue.

Não deixo de achar curiosa esta campanha contra uma possível convocatória de Renato Sanches para o Europeu de França.

Hoje foi Manuel José a falar contra a convocatória do miúdo do Benfica. Aparentemente fez 2 exibições mais fracas nos 2 jogos de preparação e por isso deve ficar de fora, segundo o treinador português que só triunfou no futebol do Terceiro Mundo.

Curioso que nunca vi estas vozes levantarem-se contra as exibições miseráveis de Bruno Alves ao serviço da selecção. Ou sobre o facto de Danny nunca ter feito um jogo de jeito ao serviço da selecção nacional e ainda assim ser convocado.

Também nunca me apercebi do incómodo com as convocatórias do maior cepo da história recente do futebol português de seu nome Hélder Postiga.   

Mas afinal a quem interessa a não convocatória de Renato Sanches?

Bem, olhando aos nomes dos possíveis convocados, eu diria que a convocatória de Renato coloca fora de hipótese 2 nomes do FC Porto: André André e Ruben Neves. Especialmente o primeiro.

E isso significa que o FC Porto teria apenas um jogador convocado, partindo do princípio que Danilo não falha a chamada ao Europeu. E isto porque Vieira o entregou de bandeja ao clube de que foi sócio durante 24 anos, senão nem um teriam no Europeu.

Pena é que o mesmo critério moral de Vieira não sirva para barrar a entrada no clube ao Pepa, ao Pacheco e a outros parasitas que viraram as costas ao clube e agora não saem da bancada presidencial ou da BTV.

Daí que a não convocatória de Renato Sanches seja do grande interesse do FC Porto.   

Claro que os lagartos(não os sportinguistas) anti-Benfica que só servem de muleta a interesses de terceiros fazem de porta-vozes deste movimento.

Tem Fernando Santos capacidade para resistir a pressões? Não tem. Por isso espera-se uma convocatória à medida dos interesses instalados no futebol português.

Vivam as modalidades

Avatar
 ●  8 comentários  ● 
Na sequência do post do Shadows sobre a morte do futebol, lembrei-me de vir aqui partilhar o que vivi há umas semanas atrás:

O meu puto mais novo estava há algum tempo a pedir-me: “Pai, quero ir ao estádio do Benfica!”. Nesse fim de semana o Benfica não jogava na Luz, mas perante a insistência do miúdo pensei que seria uma boa oportunidade para fazer algo que eu já queria fazer há bastante tempo: ver um jogo das modalidades. Consultei a agenda no site do Glorioso e havia 3 jogos de seguida: Basquetebol às 15h, Voleibol às 17h e Hóquei às 19h. “Pimba! Tá feito!”, pensei eu…

n.d.r. antes que me insultem, uma nota só para esclarecer que eu, como bom pai, já levei os meus miúdos à Catedral algumas vezes, para ver futebol, e com um registo 100% vitorioso! Aliás, já está na altura de me subsidiarem os lugares para a família, tendo em conta que sempre que levo os miúdos à bola, o Benfica ganha…

Como os meus putos ainda são pequenos, apontei para assistir apenas a um dos jogos e perguntei-lhes qual queriam ver. Escolheram o voleibol e lá fomos nós assistir ao segundo jogo da meia-final dos play-offs do campeonato nacional, contra o Castelo da Maia.



O primeiro impacto positivo foi o preço dos bilhetes. Chega a ser ridículo os preços praticados, quando comparado com o que se vê no futebol. “São 4 bilhetes para o voleibol, se faz favor. Dois adultos e duas crianças.” E lá fomos nós.

Antes de entrar no pavilhão, reparei numa espécie de movimento migratório. Vinham famílias inteiras do jogo de Basquetebol, se bem me lembro vinham satisfeitos com mais uma vitória, e entraram no outro pavilhão para ver o voleibol, ao mesmo tempo que eu e a minha família. Achei isto espetacular…

3-0. Sem espinhas. Os miúdos fartaram-se de perguntar sobre as regras, sobre os jogadores, sobre o adversário. Enfim, o meu receio (justificado pela idade deles) de que se poderiam aborrecer desvaneceu-se rapidamente.

Mas o pavilhão estava meio despido de público, e sinceramente impressionou-me pela negativa ter que ser o Roberto Reis a bater palmas para que o público acordasse e incentivasse a equipa numa meia-final do campeonato nacional.

O ambiente é bem diferente do que se vive no Estádio. Tudo muito mais calmo, com poucos palavrões, mas com uma coisa em comum: aqueles velhos resmungões que não aceitam uma bola perdida e refilam com tudo e todos também lá estão. Desconfio que papam os jogos todos, e calhou-me um desses ao meu lado. Ainda tive para lhe dizer para se acalmar, mas pensei que não ia servir de nada. Aquilo está-lhes no sangue. Já não muda…

Quando o jogo acabou, o meu puto lá disse: “Pai, agora vamos ao hóquei!” e eu ri-me, mas as meninas não quiseram. Mas mais uma vez, houve muita gente que saiu do voleibol e seguiu para ir ver o hóquei.

Valeu pela experiência, pela vitória e principalmente por mais um ótimo momento em família.

Mas isto tudo para dizer o quê? Se o futebol está morto, o mesmo não se pode dizer das modalidades. Depois da época mais bem sucedida na História do Benfica, a época passada, as modalidades voltaram esta época em grande forma. O facto dos jogos serem programados para permitir aos benfiquistas assistirem a vários jogos e passar uma excelente tarde de sábado em família, ou com amigos, revela a boa organização do Clube. Tudo isto e o preço acessível dos bilhetes deveriam ser um chamariz para que os pavilhões estivessem cheios. Mas não estão. Só nos jogos ditos "grandes", contra o Sporting ou FCP é que se nota a diferença.

Se o futebol está morto no campo e nos bastidores, de acordo com o tal artigo do Expresso, apesar de estar bem vivo nas bancadas, nas modalidades acontece exatamente o inverso. O SLB respira saúde nas modalidades, mas infelizmente sem o apoio desejado pelos atletas…

Eu admito que fiquei fã. E faço um mea culpa por também só ter ido apenas uma vez apoiar o Benfica num dos Pavilhões da Luz. Nunca tinha ido e com as condições que temos, é mesmo uma pena não apoiarmos mais as nossas equipas. É certo que só me baseei na minha única experiência, e no que vejo através da BTV, para tirar estas conclusões. Mas penso que não ando muito longe da verdade.

Espero que este post possa abrir o vosso apetite pelas modalidades. Eles merecem!

terça-feira, 29 de março de 2016

Aquele momento...

Avatar
 ●  37 comentários  ● 
... Em que olhas para a seleção e pensas na dimensão de um meio campo do Benfica formado por Renato Sanches e Bernardo Silva com Danilo nas costas... E te lembras que foram os três formados no Benfica.

Que craques...!

Hugo Vieira, Renato Sanches e os critérios de Fernando Santos.

Avatar
 ●  13 comentários  ● 


“A poucos meses do Euro2016, a seleção nacional de Portugal precisa de marcar mais golos, e Hugo Vieira tem-nos marcado na Sérvia, ao serviço do Estrela Vermelha. No entanto, o avançado português de 27 anos não tem sido sequer convocado por Fernando Santos para os jogos amigáveis de Portugal.

Em declarações à Rádio Renascença, Hugo Vieira foi questionado sobre a sua ausência entre os convocados de Fernando Santos, uma vez que esta época já conta com um total de 19 golos ao serviço do Estrela Vermelha, e é o melhor marcador português na Europa atrás de Cristiano Ronaldo. O antigo jogador do Gil Vicente começou por contornar essa questão, mas acabou por admitir que não entendo porque não é convocado.

"Gostava de estar, mas não estou. Por isso, concentro-me naquilo que posso controlar, que é ajudar o meu clube a vencer todos os jogos. Nesta época só tenho vitórias, muitas assistências e muitos golos. Isso conta muito, não vale a pena falar", começou por dizer Hugo Vieira.

"Não fui chamado, as pessoas lá sabem os motivos. A maioria não entende e eu também não. Vou estar no Europeu, se não for a jogar vai ser a torcer pela nossa Seleção. Desejo o melhor para todos. Quero continuar bem no meu clube e conquistar o tão desejado título», vincou quem diz viver o «melhor momento da carreira", acrescentou Hugo Vieira que tem sido preterido na Seleção nacional por outras 'opções'.” – SAPO.

Que critérios usa Fernando Santos para selecionar os jogadores?

Mérito, forma actual ou necessidades da selecção? Duvido que assim seja.

Aliás, não é de agora que a Selecção Nacional é um feudo de empresários e interesses. No entanto, Fernando Santos quando assumiu o cargo de seleccionador disse que não haviam lugares cativos nem a selecção estava fechada para ninguém.

Então, perante a necessidade enorme de quem marque golos, porque Hugo Vieira não é chamado sequer para mostrar o que vale?

No exercício de ontem sobre a convocatória para França, verificamos que os nomes sugeridos normalmente pelos jornalistas (e pela fonte utilizada no post, o MaisFutebol) são os que os clubes querem apostar em termos de vendas e promoção e não os que estiverem em melhor forma para ajudar a selecção.

Por isso é que um Miguel Veloso ou um Bruno Alves, por exemplo, andam a pastar na equipa nacional há anos sem darem um contributo minimamente aceitável em termos de qualidade futebolística.

Nos últimos anos essencialmente devido às fracas lideranças na Selecção, os treinadores passaram a tratar a selecção como um “plantel” em vez de promoverem o mérito e a boa forma.

Achar que, por exemplo, Renato Sanches não pode ir ao Europeu porque “não há quem possa sair” para lhe dar o lugar, é achar que há lugares cativos. E se os há é grave.

No caso do “nosso puto” ele merece a escolha pois é dos meio campistas nacionais em melhor forma neste momento.  

Será que Fernando Santos vai ceder à pressão ou será capaz de escolher os 23 melhores?

segunda-feira, 28 de março de 2016

Mataram o futebol.

Avatar
 ●  50 comentários  ● 

Partilho aqui um excelente artigo que li no Expresso escrito pela jornalista Mariana Cabral.

De leitura obrigatória.

Que 23 para França?

Avatar
 ●  44 comentários  ● 

A seguinte lista de “selecionáveis” foi compilada pelo MaisFutebol.

Que 23 escolheriam? Incluiriam algum jogador que não foi mencionado pelo MaisFutebol?  

Escolha 3 Guarda Redes: Rui Patrício; Anthony Lopes; Beto; Marafona; Eduardo; Hugo Ventura

Escolha 4 Laterais: Fábio Coentrão; André Almeida; Antunes; Cédric; Eliseu; R.Guerreiro; João Pereira; Nélson Semedo; Vieirinha

Escolha 4 Centrais: José Fonte; Daniel Carriço; Ricardo Carvalho; Bruno Alves; Neto; Paulo Oliveira; Pepe; Rolando

Escolha 6 Médios: Adrien Silva; André André; André Gomes; William Carvalho; Danilo Pereira; João Mário; João Moutinho; Josué; Miguel Veloso; Ruben Neves; Pizzi; Renato Sanches; Tiago

Escolha 6 Extremos/Avançados: Hugo Almeida; Bernardo Silva; Bruno Moreira; Cristiano Ronaldo; Danny; Éder; Rui Fonte; Postiga; Hugo Vieira; Lucas João; Nani; Quaresma; Rafa; Varela.

Destes escolheria os seguintes 23:

Guarda Redes: Patrício, Beto e Lopes.

Laterais: Coentrão, Eliseu, Cédric e André Almeida.

Centrais: José Fonte, Ricardo Carvalho; Pepe e Paulo Oliveira.

Médios: Moutinho, Sanches, Adrien, William, Mário e Danilo.

Extremos/Avançados: Bernardo, Ronaldo, Nani, Quaresma, Vieira e Fonte.

(Aposto que Fernando Santos vai fazer uma lista com quotas dos 3 grandes e incluir pelo menos um ou outro zero como Miguel Veloso e Bruno Alves).

ranking