O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 17 de outubro de 2015

Hoquei: Estou nostálgico, hoje!

Avatar
 ●  38 comentários  ● 


Nem sei porquê...

Já mandaram mensagem ao Bruno?

Avatar
 ●  41 comentários  ● 
Como sei que o homem tem medo de vir à Luz, em prova da minha amizade pelo que nos tem divertido e motivado, gostava de lhe mandar uma mensagem a dizer que o Benfica x Sporting em Futsal já acabou. Não vai dar para fazer mais folhinhas para levar ao "Prolongamento" com as vitórias é que (mais uma vez) voltaram a levar na pá... Fica para a próxima, tonto!

Não sejam Inácios!

Avatar
 ●  8 comentários  ● 



FANTÁSTICO!!!

Assim num resumo muito rápido, num spot de TV (mas há um também de rádio fantástico) isto que aqui está é o melhor que se tira da estupidez e baixo nível que tem sido o líder da claque do Sporting. É para este tipo de coisas que serve aquele tonto... Cada um tem a importância que tem e a dele é esta!

Isto do Bruno andar a fazer coisas que só nos dão dinheiro, não pode ser considerado pelo Godinho como gestão danosa? É que de um lado dá-nos dinheiro e por outro tira dinheiro ao Sporting porque todos sentem vergonha e ninguém quer patrocinar aquilo.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

O Benfica "limpou os mortos" e o Sporting contraria quem não quer ser sócio...

Avatar
 ●  74 comentários  ● 

Bruno de Carvalho achou-se o maior por vir provocar Luis Filipe Vieira por este ser sócio do Sporting e foi ao ponto de mostrar uma imagem do sistema informático que comprova que o actual Presidente do Benfica, apesar de não pagar quota desde 2000 - antes de entrar no Benfica, portanto - ainda "novo numero de sócio" associado à última recontagem que fizeram.



Como podem ver, apesar de não pagar há 15 anos, Vieira ainda tem "número antigo" (120187) e numero "novo" (7973), apesar da condição de "Demitido/Falta do Pagamento". LOL, que totós!






Depois da frase tremendamente infeliz, mas que em nada surpreende vindo de gente sem educação, de que a recontagem do SLBenfica "limpou os mortos" e com isso equiparou o Sporting e o Benfica em sócios, parece que ao Sporting falta "limpar os mortos" e aqueles que já deixaram de ser sócios há 15 anos para perceberem que afinal os sócios cabem no estádio e ainda sobram imensas cadeiras vazias.

Ser chico-esperto dá nisto... mas não só:

Não deixa de ser curioso ver que Bruno de Carvalho acha ridículo processar Jesus por este aliciar jogadores para o Sporting enquanto tinha contrato com o Benfica, por este ter assinado pelo Sporting enquanto tinha contrato com o Benfica, por este ter alegadamente feito cópias de dados confidenciais do SLBenfica...

...mas depois acha tremendamente normal processar judícialmente Marco Silva por este não ter usado o casaco do fato oficial da equipa, entre outras atoardas absurdas, e com isso alegar justa causa para despedimento do ex-treinador.

Já agora, sabem quais foram outros argumentos para o processo?

"Documento com cerca de 400 páginas fala também de quebra de confiança e do dever de lealdade"

Curioso ver como o processo a Jesus é "Ridículo" mas o mesmo processo - bem mais fragil - a Marco Silva aparentemente fez todo o sentido para o Bruno de Carvalho.

Quem é que este tonto quer enganar? Só mesmo os seus fieis (e cegos) seguidores sportinguistas que continuam, devido ao seu síndrome de inferioridade face ao SLBenfica, acreditar neste tonto para ter uma alegriazita qualquer.

Bem faz o Presidente Vieira... "ignorem o ruído".

PS- Entretanto, mais um serviço publico do Hugo Gil. Leiam AQUI todo o processo do SLBenfica contra o Jesus, publicado na Revista Sábado.

Os peões e a sua influência no Record

Avatar
 ●  20 comentários  ● 
Cada vez que o tonto abre a boca, o Record faz 15 notícias que enchem a página online. Isso tem um nome: Evangelização - tantas vezes a mensagem é exposta que vai aumentando o número de crentes.





Bruno de Carvalho não é lá muito inteligente, mas é esperto. Com a sua chegada a AlvaLIDL, chegaram também os pontas de lança que mais golos marcam: As agências de comunicação.

A ligação destas ao Record, na tentativa de instituir o jornal como veiculo de propaganda, que em tempos Benfica teve em A Bola e FCPorto em O Jogo, é por demais evidente.

Cada vez que o tonto abre a boca, o Record faz 15 notícias que enchem a página online. Isso tem um nome: Evangelização - tantas vezes a mensagem é exposta que vai aumentando o número de crentes.

Vai um exemplo? Ontem Jesus e Vieira almoçaram no mesmo restaurante e não se falaram - como aliás vem em mais que um jornal - porém o Record faz um detalhe da situação dizendo que Jesus foi surpreendido com a presença de Vieira no mesmo restaurante e, atenção ao detalhe, deslocou-se à mesa do Presidente para o cumprimentar.

Record não só mente como ainda fantasia a mentira de modo a colocar a situação numa perspectiva favorável ao treinador do Sporting.

E como é que esta situação está nos jornais, em mais que um? Pelo mesmo motivo que Bruno de Carvalho apareceu na TVI, a mesma televisão que fez o exclusivo das imagens de Carrillo a almoçar com Jesus: Porque há uma equipa de peões a orquestrar as mensagens que chegam ao público e usam os seus contactos e meios de proximidade para tal.

Podem pensar que o Bruno é burro em continuar a "pregar aos peixes" pois fala e ninguém lhe responde e até Proença já ridicularizou esta sua cruzada... Mas não! Bruno nao quer consequências para o Benfica, Bruno quer que isto legitime a sua posição no clube antes de a coisa começar a azedar e as contas voltarem a atingir níveis perigosos ou antes de os resultados desportivos não corresponderem. Bruno reclama a si a legitimidade para o poder pelo poder e para tal tem que fazer o mesmo que Pinto da Costa fez na década de 80 e que Vieira fez no início dos anos 2000: Tem que criar um inimigo de estimação e unir as tropas ao seu lado na luta incondicional - atentem que ele não só não vai à Luz (mesmo passado o castigo) como ja referiu "seja qual for o resultado" admitindo uma novidade subtil no discurso que passa pela derrota, esta abordagem foi já assim sobre o caso Doyen onde já vem referindo subtilmente"mesmo que percamos, temos razão".

A solução é simples: Ignorem o ruído, percebem os objectivos e não entrem no jogo deles.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Importante: Atentados ao Benfica a partir de dentro

Avatar
 ●  25 comentários  ● 




Fomos abordando por aqui várias vezes os atentados à história do Benfica perpetrados por gente principescamente paga, a coberto do projecto do Museu.


O blogue "Em Defesa do Benfica " publica um texto de leitura obrigatória para todos os benfiquistas.


Em vez de estarem muito preocupados com a casa dos outros, preocupem-se com o nosso Sport Lisboa e Benfica!


O retrato de um certo Portugal sabujo.

Avatar
 ●  42 comentários  ● 

No seguimento do post do Redmoon (cujo regresso à escrita saúdo), nunca escondi e a partir da sua segunda temporada no Benfica, que Jorge Jesus estava a desagradar-me como treinador e como gestor de um grupo com o valor e custos que o plantel do Benfica tinha.

No NGB nunca me coibi de dar a minha opinião sobre o treinador Jorge Jesus, os seus resultados(ou falta deles), a forma como tratava todos dentro do Benfica  e o prejuízo financeiro que as suas opções íam causando ao clube.

Alguém já contabilizou os milhões de euros perdidos com as miseráveis campanhas na Champions, por exemplo?

Mas discordo de quem insiste em dissociar o treinador Jorge Jesus da pessoa Jorge Jesus. São o mesmo e indissociáveis.

Mas nesta altura, até serei mais crítico é para a estrutura do Benfica que para o próprio Jorge Jesus. Foram eles que permitiram toda a liberdade de que o treinador gozou dentro do clube.

Foram os mesmos que sistematicamente enxovalharam quem expunha o que Jorge Jesus realmente era. Quando um exemplo de profissionalismo e benfiquismo como Shéu foi enxovalhado publicamente, foram eles que não exigiram um retratação pública do que esse crápula tinha feito a Shéu.

E por isso hoje quando esses vêm atacar Jorge Jesus publicamente, mostram os escroques que são. Gente sem amor ao clube e ao seu superior interesse, mas com muito amor ao seu cheque e ao populismo nojento que infecta muita organizações.

Refiro-me a João Gabriel ou Pedro Guerra, cujos discursos públicos a desmentir o que hoje confirmam foram recorrentes. Mas também me posso referir a outros responsáveis do clube que preferiram calar a exigir a defesa do clube.

Na verdade, só Rui Gomes da Silva ousou colocar em causa Jorge Jesus e a sua liberdade de acção dentro do próprio clube. E por isso foi afastado da SAD.

Em última análise, Luis Filipe Vieira foi sempre quem garantiu a Jorge Jesus que poderia fazer tudo o que queria.

Se o Benfica terá ou não razão no que alega, o futuro o dirá. Mesmo com a minha opinião sobre Jorge Jesus, não quero acreditar que tenha sonegado informação ou software de sua iniciativa.

Mas se o fez, que os tribunais o possam decidir. As minhas discordâncias com o ex-treinador do Benfica sempre estiveram relacionadas com a sua gestão.

O que deveria preocupar os adeptos do futebol português é que não há organismo que faça os dirigentes estarem calados. Quem não lhes permita inflamarem os ânimos.
O nível do dirigismo em Portugal está ao nível do país: muito baixo.

Daí que não haja um líder que venha a público mandar calar todos os incendiários que procuram o conflito.
Quer Fernando Gomes quer Pedro Proença são dirigentes fracos, demasiado comprometidos com cumplicidades perigosas e por isso sem autoridade moral para imporem nada além da vontade de terceiros.

Alguma da franja de adeptos de futebol é também parte desta festa, trágica diga-se. Dizem-se muito diferentes dos outros, mas utilizam a mesma linguagem baixa, rasteira, replicando o mesmo nível de ofensas e calão que criticam nos outros.

Reclamam liberdade, mas exigem para o seu clube a mesma falsa democracia que observam nos outros.

Apontam falta de objectividade e capacidade de auto-crítica nos rivais, mas são incapazes de olhar primeiro para o que o seu clube pode fazer melhor. A evolução começa sempre dentro de casa e não fora dela.

É um retrato de um Portugal atrasado, saloio, e que é obrigado a evoluir só quando sai para o estrangeiro.

Este conflito entre Benfica e Sporting não nasceu agora nem com a mudança de Jorge Jesus para Alvalade. Começou muito antes, nos bastidores de um futebol bafiento, podre, cheio de gente falsa.

Enquanto isso não for sanado, hoje são os almoços ou Jorge Jesus. Amanhã será a velocidade na Segunda Circular ou a quantidade de sol que ilumina o relvado. Desculpas para manter um clima de guerra.

Noutro país, estes dirigentes ou paineleiros incendiários seriam afastados pelos seus pares.
Em Portugal, a franja azeiteira bate palmas ao conflito. Até alguém sofrer as consequências físicas dessa fogueira.

Depois acontecerá o mesmo que aconteceu a quem elegeu Vale e Azevedo e aos 38% que nele votaram quando foi derrotado por Vilarinho: não foi ninguém.

 

Jorge Jesus ressuscitado

Avatar
 ●  48 comentários  ● 
Na verdade é com alguma relutância que volto a este tema, até porque na verdade também, não é de facto nada difícil constatar que aqueles que enquanto Jorge Jesus esteve ao comando do Sport Lisboa e Benfica sempre defenderam o seu trabalho (repito, TRABALHO, porque personalidades não me lembro de alguma vez terem sido alvo de defesa em texto nenhum), foram aqueles que mais facilidade tiveram em seguir em frente com o novo treinador sem perder muito tempo a olhar para trás.

Aqueles que no fundo não foram capazes de digerir o passado, são aqueles que hoje deviam andar felizes da vida, porque afinal, as escolhas de quem dirige o clube foram finalmente de encontro ao que defendiam. Mas não, a alegria parece resultar num ruminar constante que não se percebe!

E por isso, neste contexto, e no que se refere a este blogue, o meu companheiro Shadows tem todas as razões para estar satisfeito, porque esse sim, sempre teve ao longo do tempo uma posição clara e inequívoca e que nunca deixou margem de dúvidas para ninguém.

Já quanto ao BenficaByGB, e isto porque este texto acaba por ser uma resposta ao seu texto anterior (que desafiava os apoiantes do antigo treinador a dar a cara, e eu decidi fazer-lhe o favor), admito que a sua posição me causa alguma confusão, porque de facto, para quem nos últimos meses tanto foi alho como foi cebola, de facto é facílimo aparecer num dia a defender os alhos e no outro as cebolas com uma facilidade de todo o tamanho!

Repare-se:

BenficaByGB defendeu a continuidade de Jorge Jesus no Benfica? Sim, defendeu!

BenficaByGB defendeu que o décimo treinador mais caro do mundo era o melhor treinador que o Benfica poderia pagar? Sim, defendeu!

BenficaByGB defendeu a capacidade técnica e tática de Rui Vitória? Sim, defendeu!

BenficaByGB defendeu (e escreveu) quando as coisas começaram a correr mal ao Benfica (e ao Sporting), que afinal, quer Benfica quer Sporting tinham mudado para pior, e melhor seria terem ficado como estavam? Sim, defendeu, e escreveu!

Então, se tudo o escrito acima é verdade, que lata é esta para desafiar agora os defensores de Jorge Jesus a aparecerem para dar a cara?! Estará ele a excluir-se do grupo?!

O que o BenficaByGB vai dizer agora (mais uma vez) é o seguinte: “Companheiro, o que eu defendi foi o trabalho de Jorge Jesus, as capacidades técnicas e táticas, e mantenho.”

Só que isso na verdade não foge em nada à opinião de todos os outros, de todos aqueles que sempre defenderam a capacidade técnica e tática de Jorge Jesus à frente do Sport Lisboa e Benfica, apenas e só!! Alguém aqui alguma vez escreveu ou comentou a defender o caráter, a personalidade, o discurso ou o egocentrismo? Que eu me lembre, não!

Agora, também não contem comigo para este branqueamento que tem sido feito, de resumir seis anos de Jorge Jesus à frente do Benfica, apenas e só a tudo o que aconteceu quando o ex-treinador já não nos representava a nós mas sim a outro clube! De repente, o que conta é  tuuuuddddooooo MENOS os seis anos em que cá esteve, e por isso neste aspeto, não contem de facto comigo para discutir esta HIPOCRISIA À MODA PEDRO GUERRA!

Servem as eventuais acusações (que falta provar), à semelhança de outras histórias como as SMS que se lançaram para o ar e que evidentemente eram MENTIRA, para comprovar o mau caráter de Jorge Jesus?! SE tudo isso for verdade, sim, constata-se que em termos éticos Jorge Jesus deixa muito a desejar! Mas nada disso apaga rigorosamente nada do que foi o trabalho de Jorge Jesus durante seis anos à frente do Benfica, nem contradiz rigorosamente nada do que anteriormente foi escrito e defendido, até porque a defesa do caráter do homem é algo que nunca foi feito!

A talhe de foice, constato também o regozijo com o acerto na aposta em alguns miúdos da formação, e o tentar-se constantemente fazer disso resposta cabal a alguns, entre os quais presumo que me queiram incluir.

Só que também aqui tudo isto é ridículo, porque na verdade aqueles que como eu nunca foram acérrimos defensores da formação, também nunca nenhum desses se manifestou contra a aposta em jogadores como Rui Costa, Paulo Sousa, André Gomes, André Almeida ou Oblak!

O que esses sempre defenderam e reiteraram foi a confiança no julgamento do treinador que cá estava, quer quando aposta quer quando entende que não deve apostar, e também aí, lamento informar, mas as apostas de quem cá estava, concorde-se ou não, levaram-nos à conquista de títulos que PODIAM não ter acontecido tivessem as apostas sido outras!

Poderão dizer-me (e eu concordo) que hoje se percebe que havia na formação encarnada jogadores mais talentosos do que aquilo que Jorge Jesus acreditava que houvesse?! Sem dúvida nenhuma! Mas na verdade, apontar a Jorge Jesus a falha na deteção de talento em alguns jogadores é como apontar a Toni por exemplo o não reconhecimento do talento de um jogador como Mostovoi que andou na Luz dois anos a perder tempo e depois foi para Vigo mostrar ser um dos melhores jogadores do mundo!

Isso acontece, e acontecerá sempre com qualquer treinador, mas no fundo também, os erros ganham uma relevância bem menor quando na realidade, as apostas feitas pelo anterior treinador nos levaram à conquista de sete dos oito últimos títulos disputados entre portas. Alguém de bom senso poderá hoje dizer que as apostas do treinador anterior foram mal feitas na sua globalidade, tendo em conta o que se conquistou?!

E também não tentem por favor passar agora um atestado de estupidez àqueles que na verdade mais não fizeram do que acreditar (e defender) as escolhas do treinador Jorge Jesus (e que nos levaram aos títulos muitas vezes), e resumir agora a insistência de seis anos na reclamação da aposta em dezenas de jogadores da formação, aos bons exemplos Guedes e Semedo, esquecendo todos os Oliveiras e os Rosas e os Luís Martins desta vida, por quem se fez campanha durante séculos e comprovadamente não passam da cepa torta!

Em suma, e porque este assunto Jorge Jesus está para mim encerrado há muito, não cometam por favor o erro crasso de andar a fazer comparações no mês de Outubro, a deitar um treinador para baixo e outro para cima por causa da aposta em dois miúdos e do HIPOTÉTICO roubo de uns softwares, porque as contas, aquelas que se farão na cabeça de todos os adeptos, serão feitas em Maio, quando se fizer a soma dos títulos conquistados.

O meu genuíno desejo é evidentemente que o Benfica de Rui Vitória me dê pelo menos tantas alegrias como aquelas que o Benfica de Jorge Jesus me deu, que a seguir a um grande treinador tenha vindo um ainda melhor, e se as alegrias futuras forem alegrias com selo Made in Seixal, encantado da vida!




Bruno e Jesus: Já se sabia que o nível era baixo, mas não tanto!

Avatar
 ●  68 comentários  ● 

Está percebida a "cortina de fumo" que Bruno de Carvalho veio procurar levantar em torno do SLBenfica:

- Chegou aos ouvidos do presidente da claque do sporting, Bruno de de Carvalho, que o SLBenfica tinha provas sólidas que, ainda enquanto treinador do SLBenfica no activo, repito, no activo, alegadamente Jorge Jesus não só já tinha acordo com o Sporting - o que já de si é mau - como igualmente... 

... já andava, alegadamente, a aliciar profissionais do SLBenfica (entre eles o responsável do BenficaLAB, um elemento da sua equipa Ricardo Pedroso, e o empresário de Gaitan com vista a levar o jogador causando uma ruptura com o Benfica)...

... mas se isto é rasteiro, baixo e indigno, o que dizer de o treinador do SLBenfica, alegadamente, terá copiado software licenciado pelo SLBenfica e utilizado na actitividade desportiva da equipa de futebol profissional, o que constitui um ilícito não só pela cópia de propriedade licenciada ao SLBenfica, como igualmente pela cópia dos dados confidenciais.

Eu espero, sinceramente, que o SLBenfica se mantenha calado perante as acusações mentirosas, reles e baixas que Bruno de Carvalho tem inventado para levantar uma cortina de fumo em torno das perdas financeiras que irão representar os casos Doyen/Rojo e Jorge Jesus, duas situações que podem vir a custar ao Sporting - no mínimo - 30M€ às quais acresce os 14M€ que ficaram por entrar das receitas da Champions.

Bem sei que para os parolos sportinguistas, é bem mais importante a guerra anti-benfiquista do que perceberem que um pelintra parolo está a destruir o clube deles... mas enquanto benfiquista, sócio e por isso lesado pela atitude destas duas "crianças" em idade adulta, eu espero e desejo que o SLBenfica leve até ao limite das consequências as ações contra o Bruno de Carvalho e o Jorge Jesus.

Espero agora que todos aqueles que neste blog teceram loas ao treinador, tenham agora a coragem de se retratar perante PREJUIZOS BRUTAIS que o treinador procurou causar ao clube de forma ilícita.

Agora é que eu vou ver quem é mais importante para esses, se o Jorge Jesus, se o SLBenfica. Será que haverá quem compreenda a cópia de dados confidenciais e de ativos do clube, juntamente com o aliciamento a jogadores num contexto de "aborrecimento" por Vieira não o querer no Benfica?

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Vianense vs. SLB

Avatar
 ●  25 comentários  ● 


Concordam?

"Não Passarás", Bruno. Podes tentar fugir, mas a culpa será tua!

Avatar
 ●  41 comentários  ● 
"Não é para incendiar, o futebol acontece todos os dias. Não é por isso que se vai parar de falar das coisas importantes e estranhas que acontecem no futebol. [O Benfica] Não deve [fazer-se de 'virgem ofendida'] e está a fazer-se... Não vale a pena ter um discurso de poeira e vitimização", afirmou Bruno de Carvalho em entrevista à Rádio Renascença. 


"Para que este dérbi seja o rei da confusão e da poeira, já só falta que o Benfica aproveite estes dias antes do jogo para colocar os tais processos contra o Jorge Jesus. Não me admiraria que a estratégia baixa do Benfica chegasse a esse ponto. Refiro-me aos famosos processos, absolutamente ridículos, contra Jorge Jesus. Vamos verificar, e as pessoas que estejam atentas, se no Benfica vale tudo ou não. Já se tem visto que sim. Do Benfica já se espera tudo, do que seja mais baixo possível. E neste caso, se houver esse processo, do mais ridículo possível"
in Record

O líder da claque e da SAD do Sporting pode tentar empurrar para o Benfica a responsabilidade do que quiser. Pode até tentar condicionar o Benfica a avançar o processo contra Jorge Jesus, numa questão que não diz respeito ao Sporting, mas sim a um ex-funcionário do SLBenfica.

A fixação do líder da claque é tão grande que até implica com situações que envolvem funcionários e ex funcionários do SLBenfica. É tão pequenino, coitado.

O clima está, ao contrário do que ele diz, incendiado e vai ficar bem pior porque além de tudo ele não se cala e torna tudo cada vez mais extremado.

Como bom líder, o Presidente do Sporting já anda a fazer saber que não vai estar no derby da Luz, abandonando a equipa, o treinador e os adeptos às consequências do que venha a acontecer.

Da nossa parte, no NGB, o que acontecer será da inteira responsabilidade do Presidente do Sporting.

"Prolongamento"...ao fundo

Avatar
 ●  64 comentários  ● 


Umas horas após termos escrito no NGB que o FCP andava muito caladinho, eis que o clube de Pinto da Costa emite um comunicado sobre o modelo de debates televisivos, no âmbito desportivo. 

O comunicado, em teoria, está certo. O problema é de onde vem. Realmente, o FCP nunca precisou de gente dos seus quadros na TV. Os jornalistas como Tavares Teles ou Trindade Guedes sempre cobriram essa lacuna.
Também Rui Cerqueira ou vários outros da RTP Porto supriram essa necessidade.

Além disso, ainda havia todos os outros ligados umbilicalmente ao FCP: Pôncio Monteiro, Manuel Serrão ou Guilherme Aguiar.

De todos estes, o único que evoluiu para um patamar de aceitável convivência e debate, com as picardias normais entre adeptos de clubes, foi Guilherme Aguiar.
O resto permaneceu sempre no seu registo faccioso, mesquinho e truculento.

E o povo, apesar de muitas vezes errar, acaba sempre por reconhecer onde está a qualidade. Daí que o circo que a TVI24 montou nas segundas feiras à noite acabe sempre derrotado nas audiências. Com a excepção na noite da visita de BdC, e só porque atrasaram o horário do programa, nunca a TVI24 conseguiu vencer o seu "rival" que é o "Dia Seguinte".

Perdem na moderação do debate, em que Sousa Martins demonstra um total incapacidade de conduzir um programa de temas quentes, e perdem claramente no painel. Como já escrevi, a escolha de gente como Bernardino Barros, Pedro Guerra ou José Eduardo demonstram o desespero que vai por Queluz de Baixo.

A única coisa que o programa "Prolongamento" consegue é afastar do formato as pessoas com um mínimo de noção da realidade do futebol. E com um mínimo de educação.

Não deixa de ser ridículo como aqui há umas semanas alguns caíram em cima de Rui Gomes da Silva por um comentário manifestamente infeliz por parte dele, mas hoje alguns desses consideram o problema psiquiátrico de nome Guerra um "bom defensor" do Benfica. 

Defender o Benfica não é descer ao nível dos outros, como Pedro Guerra só sabe fazer. Daí que os barraqueiros e os que trazem na boca o insulto pessoal constante gostarem muito desse senhor. São todos muito "diferentes" mas quando é altura de marcar uma diferença, afinal são iguais aos índios e atrasados mentais dos outros clubes que tanto insistem em criticar.

Defender o Benfica é estar ao nível de um Júlio Machado Vaz ou de um senhor João Santos, por exemplo.

Daí que, para infelicidade de Sérgio Figueiredo, o programa "Prolongamento" nunca será um líder de audiências nem terá comentadores de qualidade. Será sempre composto pela ralé do comentário desportivo. 

Semedo OUT

Avatar
 ●  21 comentários  ● 
Obrigado seleção! Claro que os clubes têm interesse em ajudar a seleção. Últimos meses William e Semedo no estaleiro por causa da seleção

terça-feira, 13 de outubro de 2015

"Made in Seixal" deixa marca nos Sub21

Avatar
 ●  6 comentários  ● 
Gonçalo Guedes (18 anos) marca um e assiste em dois golos; João Cancelo marca outro. Fraquinhos!

Alheado da realidade?

Avatar
 ●  6 comentários  ● 

" Bebé chegou ao Benfica em 2014 mas não conseguiu provar o seu valor em metade da temporada. O antigo jogador do Manchester United realizou apenas seis encontros de águia ao peito e recorda que "em 10 minutos não pode resolver um jogo".

"Não, não concordo que tenha chegado ao Benfica cedo demais. Apenas penso que não tive oportunidades. As pessoas dizem 'Tens que te afirmar no Benfica, tens que dar mais' mas tenho que dar mais se tiver oportunidades. Não é colocarem-me em campo 10 minutos.

Eu em 10 minutos não posso resolver um jogo, não posso mostrar aquilo que eu sei. Aqui sim, estou a ter oportunidade de me mostrar. O mister mete-me a jogar. Não tenho na cabeça que o mister me vai tirar no próximo jogo ou que me vai dar apenas 10 minutos ou 15 minutos. Por isso tenho confiança para mostrar aquilo que eu sei", afiançou em declarações ao jornal "Público" esta terça-feira.

Instado sobre se estaria magoado pela escassez de oportunidades pelo Benfica, Bebé confirma esse mesmo cenário.

"Sim, posso dizer que sim porque acho que merecia mais. É fácil as pessoas dizerem 'tens que trabalhar mais', mas as pessoas não sabem o que vai na cabeça do mister e se ele não dá oportunidades, não posso mostrar o meu valor".

Apesar de tudo, o jogador emprestado pelos encarnados aos espanhóis do Rayo Vallecano salienta que o objetivo é regressar à Luz.

"Eu penso em voltar ao Benfica. A minha cabeça está aqui. Vou tentar marcar o máximo de golos possível, tentar fazer um bom campeonato para, para o ano, ter várias equipas interessadas e depois, se o Benfica não me quiser, ter várias possibilidades de escolha. Mas o meu objetivo é ficar no Benfica, fazer uma carreira bonita no clube, porque gosto do Benfica, porque é uma equipa grande".

In Record.

Quem tem medo de analisar as "prendas"?

Avatar
 ●  25 comentários  ● 



O posicionamento dos árbitros nos últimos tempos tem sido curioso de observar.

De muito interventivos, com o incansável Fontelas Gomes a percorrer o país fazendo campanha pela seriedade dos árbitros, até ao quase desaparecimento da face da terra dos dias de hoje.

Isto porque o presidente da Liga de Clubes e ex-árbitro Pedro Proença tem fugido dos jornalistas como o Drácula foge da estaca.
Ontem, foi isso mesmo que os comentadores do "Dia Seguinte" trouxeram à discussão.

Não deixa de ser surpreendente que Pedro Proença, que andou em campanha meses a fio, que não perdia uma oportunidade para ser visto e opinar sobre o futuro do futebol, hoje seja o que mais evita aparecer.

Pedro Proença e os seus dois partners, Fontelas Gomes e Duarte Gomes, revelam uma certa falta de coragem para abordar o tema das prendas aos árbitros. De que temem falar estes senhores?

Será mesmo a questão dos jantares, roupões ou camisolas que está em causa, ou teremos aqui o início de um novo Apito Dourado?

Os visitantes do NGB já pensaram de que o Borda D'Água Azul de repente excluiu-se desta discussão? Sempre tão assertivos e opinativos e agora não se querem meter?

Os mais caladinhos sobre o tema não são nem Benfica nem Sporting. São outros. E esses é que realmente temem o que possa vir à tona com as investigações sobre as "prendas" aos árbitros.

Pedro Proença, pelo que foi e é, seria dos primeiros a pronunciar-se publicamente e a contribuir, como presidente da Liga de Clubes, para o esvaziamento da discussão. Como atual dirigente e ex-árbitro de topo, que apitou por esse mundo fora e por isso terá um bom acervo de prendas.

De que foge Pedro Proença? De que foge o FC Porto? De que foge o Sporting de Braga?

De que fogem os árbitros? E que real conhecimento tem a estrutura da FPF, começando pelo seu presidente?

Será que o computador de Vítor Pereira teria lá alguma referência ao tema? Será também por isso que ainda hoje não se conseguiu prender um homem de quem há imagens e sangue?

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

O exemplo de Luis Filipe Vieira

Avatar
 ●  52 comentários  ● 

As intervenções de Luis Filipe Vieira no fim de semana foram esclarecedoras. Pelo menos até certo ponto.

Ao contrário do que se viu a semana passada toda, em que quase toda a gente contribuiu para o exaltar dos ânimos entre Benfica e Sporting, o presidente do Benfica foi claro quando apelou a que não dessem importância ao ruído e se concentrassem antes no Benfica.

O que fizeram de um lado e de outro a maioria dos intervenientes? Colocaram lenha na fogueira. O único que não incendiou foi realmente o presidente do Benfica.
Neste campo, por muito que alguns queiram fazer parecer o contrário, as responsabilidades são dos dois lados. Mas não só.

Desesperada por falta de audiências nos seus programas desportivos, a TVI24 resolveu esta temporada recorrer ao que de pior há na TV: os paus mandados. Gente que se destacou nos últimos meses pelo seu culambismo e por ser os cães de guarda de quem lhes paga.

Daí que tenha ido buscar o Bernardino Barros(Porto Canal), José Eduardo(Lembram-se do Marco Silva) e Pedro Guerra(O menino de Paulo Portas). Quando o nivelamento dos comentadores é feito tão por baixo, não se poderia esperar nada de bom.

O esforço de Pedro Guerra, o (ainda) director de conteúdos da BTV, e ao contrário do que apelou Luis Filipe Vieira, foi sempre atacar o Sporting e contribuir para esta guerra, em vez de ignorar os ataques dos lagartos. Porquê?

Bem, porque foi a cortina de fumo necessária para exorcizar o tema Jorge Jesus do comentário diário. Ou será que estão todos esquecidos da choradeira diária sobre a saída de JJ? Do que muitos disseram de Luis Filipe Vieira e dessa decisão? Dos ataques a Rui Vitória? Tornou-se a falar nisso? Não.

A responsabilidade de Pedro Guerra, já desde os tempos da CMTV, é clara e muito grande. Até quando esta vergonha para o benfiquismo continuará a incendiar os adversários? Defender o Benfica não é imitar o pior que eles têm!

Por isso, não adianta virem dizer que as culpas estão todas do outro lado. É certo que só se pode esperar o pior de gente que avança para destruição de património, que não olha a meios para atacar como a utilização mais recente da imagem de Eusébio demonstra, mas estarão do nosso lado os donos da virtude?

Será que são lagartos os que já custaram milhares de euros em multas com petardos e tochas? Ou será que são lagartos os que têm picado os adversários com temas que nada têm a ver com futebol?

Por exemplo, quando o director do Jornal do Benfica foi à SIC invocar os SMS que afinal não existiram fez o quê? Acalmar os ânimos? Foi verdadeiro?
O exemplo mais recente de Luis Filipe Vieira, bem como a postura de Rui Vitória, era aquilo que as pessoas de maior responsabilidade deveriam ter seguido como exemplo.

Como bem disse o Benfica by GB, quem vai assumir as responsabilidades por este ambiente?
Se se verificarem confrontos nos próximos jogos, quem vai dar a cara por feridos ou mortos?

Já é hora de os dirigentes assumirem as suas responsabilidades. Não adianta achar que só os outros é que têm deveres ou obrigações.

O exemplo de Luis Filipe Vieira e de Rui Vitória deve ser assumido por todos.

Chega de dar corda à campanha do Sporting e dos lagartos(não confundir com sportinguistas).
Chega de colocar lenha na fogueira.
Desprezar esses ataques é o caminho certo.
O futebol é para adeptos de bem e não para escumalha que procura o confronto, a desordem e violência. Seja de que cor for.

A imprensa e o Bruno divertem-se: Quem se vai responsabilizar?

Avatar
 ●  38 comentários  ● 

Desde a palhaçada na TVI24, a imprensa tem aproveitado todos os dias para ouvir o labrego do Bruno e "inventar" que há uma disputa de palavras entre um bronco e um presidente (do Benfica).

Curiosamente, parece que só o Bruno de Carvalho e os jornais é que ouvem uma troca de palavras ou respostas de parte a parte com Luis Filipe Vieira, o que decididamente não corresponde à verdade.

De um lado, Bruno de Carvalho continua a incentivar as posições extremadas. Do outro lado, Luis Filipe Vieira continua a apelar a que se ignorem esse tipo de posições e os benfiquistas se foquem apenas no Benfica e não no (ainda) rival. Se isto é uma troca de palavras ou uma disputa... tenho que rever o meu conceito de disputa e discussão.

Mas nada disso é o que me preocupa. O que realmente me preocupa, dado que vou estar no estádio, é o clima de incentivo constante do presidente do Sporting a que se continuem a extremar posições, que se continuem a incentivar provocações e acusações.

Para já, houve um belo exemplo de vandalismo na Luz e posterior regozijo por parte dos seus autores, qual terroristas a reivindicar um atentado terrorista.

Se no fim-de-semana do jogou houver problemas, agressões ou atitudes semelhantes ao passado quando os adeptos, incentivados durante semanas por Paulo Pereira Cristóvão, resolveram incendiar as bancadas do Estádio da Luz... 

... depois não venham os apelos moralistas de Bruno de Carvalho e as suas agências de comunicação que incentivam os jornalistas a dar continuidade a esta palhaçada.

Da minha parte, olhando à atitude de Bruno de Carvalho, das suas agências de comunicação, dos seus "enviados" aos blogs benfiquistas... e comparando com a atitude de Luis Filipe Vieira, desde já responsabilizo e repetidamente responsabilizarei o Sporting na pessoa do seu presidente da sua "equipa de bastidores", pelo que venha a suceder.

domingo, 11 de outubro de 2015

Alguém avise o Taarabt...

Avatar
 ●  55 comentários  ● 

...que os semáforos vermelhos são para parar a viatura. Mesmo que seja um Ferrari.

Este tipo pensa o quê?

Nota: Afinal até Luís Filipe Vieira concorda com o ordinário do Shadows. Mais logo escreverei sobre isso.

ranking