O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Tudo dito Presidente! Muito bem...

Avatar
 ●  67 comentários  ● 

“Em relação à tarja do nosso pavilhão, é lamentável. É injustificável”, disse Vieira numa cerimónia de inauguração da Casa do Benfica em Leiria. “Há um processo de investigação em curso para apurar o responsável. Não há conivência da direcção do Benfica com gestos desta gravidade, mesmo havendo antecedentes e provocações. Nada justifica aquela tarja e lamento o que sucedeu”, disse o dirigente do Benfica, para acrescentar.

“Depois de ver a tarja pedi ao nosso diretor de segurança que fosse retirada. Foi entendimento da PSP e do nosso diretor de segurança que uma intervenção imediata poderia provocar problemas de segurança bem maiores. A tarja está na posse das autoridades e há um processo de investigação a decorrer. Será que podem dizer o mesmo das tarjas de Alvalade” questionou Luis Filipe Vieira.

O presidente do Benfica foi mais longe e acusou: “O Sporting não cortou relações por causa da tarja. A tarja foi um instrumento usado. A tarja do pavilhão da Luz entrou sem autorização e sem o nosso conhecimento. E as tarjas de Alvalade? Foram ou não preparadas nas instalações do Estádio de Alvalade? Foram ou não pintadas na garagem do estádio? Para mim, o Sporting é um clube que merece todo o respeito e por isso quando vai jogar à Luz é tratado pelo nome. É Sporting, não é visitante”, acrescentou.

O presidente do Benfica lamentou ainda a forma como foram tratados os dirigentes encarnados em Alvalade. “Quando os dirigentes do Sporting vêm à tribuna presidencial do nosso estádio são bem recebidos, ninguém lhes diz que são “personas non gratas”. São tratados com a dignidade e o respeito que merecem”, disse Vieira.

O presidente do Benfica deixou claro que no combate à violência não pode haver cedências. “A violência é um problema sério. É um problema de todos, mas a violência não se resolve com demagogia. As tarjas, as tochas na bancada e no relvado, são um problema que devia ser resolvido em dois sítios: na Liga e na polícia. Não no Facebook, em comunicados, e, propaganda”, sublinhou Vieira, recordando o que se passou há anos na Luz.

“Em novembro de 2011 um grupo de arruaceiros incendiou-nos o estádio. Não cortámos relações com ninguém porque o clube não pode ser gerido por impulso, tem de ser gerido com responsabilidade, não com a sensibilidade e o querer de um adeto de bancada. Desde novembro de 2011, ninguém do Sporting lamentou ou pediu desculpas pelo ato. Não foi por isso que cortamos relações”.

Luis Filipe Vieira justificou por só agora ter abordado o tema da faixa no pavilhão da Luz. “Quis ser hoje a dize-lo de viva voz, na minha primeira aparição pública. Já sei que vão aparecer alguns a dizer que passaram seis dias. Passaram mais de três anos do incêndio da Luz e ainda ninguém do Sporting repudiou ou lamentou aquele triste incidente”, concluiu.

Comunicado: Tópico desaparecido? Hummmm...

Avatar
 ●  15 comentários  ● 
O tópico onde eu simpaticamente e através do Leonardo Jardim dava os parabéns ao presidente da agremiação pequenina desapareceu.

Não quero acreditar que houve uns cromos a denunciar o tópico ao Blogger, e que o mesmo tenha sido retirado, vou esperar para ver...

Calhando alguém sabe algo sobre aquelas palavras que não quis ver exposto.

Se isto se confirmar, "quem semea ventos... colhe tempestades", depois venham fazer-se de coitadinhos


Comunicado do SL Benfica ou Folclore?

Avatar
 ●  16 comentários  ● 

É a repudiar a violência ou actos não dignos de um clube como o Benfica? Não!

É  a desmentir o interesse e contratação do... Marafona.

Como apelidou João Gabriel estas coisas? De folclore.

As claques de Benfica e Sporting querem reabilitar a sua imagem?

Avatar
 ●  16 comentários  ● 



Então tenham a coragem de na primeira oportunidade homenagearem ao mesmo tempo 2 adeptos de Benfica e Sporting que perderam a vida prematuramente e de forma estúpida.

Já que os dirigentes não são capazes de dar o exemplo, de retrocederem nos erros que cometem, que sejam as claques a demonstrar que conseguem aprender com os erros, que valorizam a vida, e que em vez de serem um problema a eliminar dos estádios, são parte fundamental do espectáculo.

Gostaria muito que os NN dessem o exemplo, mas ficarei contente se ambas as claques de Benfica e Sporting demonstrarem esta grandeza na próxima jornada,

Será assim tão difícil isto acontecer?

As isenções da vergonha.

Avatar
 ●  30 comentários  ● 

Foi a notícia do dia de quinta-feira.

A isenção do pagamento de cerca de 1,8M€ em taxas urbanísticas concedida ao Sport Lisboa e Benfica pela CM Lisboa.

Curiosamente, não houve um único diário online que não publicasse com destaque este aparente crime por parte do executivo de Costa e Medina.

Curiosamente, os mesmos diários online que ainda hoje ignoram os milhões de euros que a CM Porto injectou no FC Porto através de apoios, subsídios e concessões. 
Os milhões de euros que a câmara falida de Gaia gastou a construir o centro de estágio do Olival, que o FC Porto utiliza por meia dúzia de euros por mês.

Curiosamente, uma "trapalhada" do presidente da CM Lisboa já tinha custado ao erário público 18M€ em 2011 num pagamento em numerário ao Sporting.

O que está aqui em causa são financiamentos encapotados e isenções que deveriam envergonhar qualquer autarca ou governante. Curioso que este autarca quer ser governante, novamente. 
Bom exemplo que dás, Costa!

Um país que vive ainda medidas drásticas de austeridade, em que reformados têm pensões cortadas, em que tanta gente vive com tanta dificuldade, esta isenção, ou ainda mais, todas as isenções concedidas a empresas que gastam milhões de euros/ano em publicidade ou em comissões a intermediários são imorais.

No caso do futebol, nem clubes nem autarcas são inocentes. 

Este joga com o coração... Faz diferença!

Avatar
 ●  2 comentários  ● 

Sabem quem é o menino da foto? Chama-se Gonçalo Guedes e jogava nessa altura nos Infantis do SLBenfica. Esta foto captada pelo André foi, salvo erro, num Beleneses x Benfica no sintético, na altura recente, do Restelo.

O Gonçalo pode ser muito bom com os pés e até com a cabeça, a usar o corpo e em velocidade, mas convenhamos... Desse já passaram muitos pela Luz.

Porém o que o Gonçalo tem que só "os nossos" têm é a paixão de jogar com esta camisola, mais do que jogarem com os pés... Os nossos jogam com o coração, talvez por isso os que andam no futebol português pelo protagonismo, para serem coroados de glória, não consigam entender que quando um bom jogador joga com o coração torná-lo facilmente num enorme jogador e o Benfica ganha muito mais com ele em campo.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Mal agradecidos.

Avatar
 ●  37 comentários  ● 


"O técnico do Manchester United, Louis Van Gaal, admitiu que ficou surpreendido com os assobios dos adeptos dos red devils no intervalo do jogo frente ao Burnley.

«Foi a primeira vez que ouvi isso. Sim, estou preocupado porque nós jogamos para os adeptos. Eles são a parte mais importante do clube, eles mantêm o clube vivo. Eles aplaudiram depois do fim do jogo, que tem sempre 90 minutos e não apenas 45 minutos», afirmou Van Gaal.

O problema tomou outras proporções porque o Manchester United até estava a ganhar ao intervalo e mesmo assim os adeptos não estavam satisfeitos com a exibição da sua equipa."
--------------------------

O que entendem estes ingleses de futebol?
Agora virem exigir bom futebol? Virem exigir resultados?

Deviam era ser gratos! Aprendam com a meia dúzia de benfiquistas que aprecia estar fora da Europa e terem sido eliminados da Taça de Portugal, em casa, frente ao poderoso Braga!

Afinal estamos ou não já numa final?
Estamos ou não contentes por termos jogado para o empate com o terceiro classificado, quando afinal a preocupação deveria ser com o segundo classificado...?

Estes adeptos são muito mal agradecidos. Se tivessem um treinador com um palmarés grandioso como o de Jorge Jesus nada disto tinha acontecido.
Têm que se contentar com um Van Gaal.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Estava a jogar muito, Jesus?

Avatar
 ●  87 comentários  ● 


Eh pah, vai-te f....

Estamos conversados, lagartagem?

Avatar
 ●  39 comentários  ● 

Queriam um repúdio do Presidente do SLBenfica? A quê? À vergonha de gente que faz parte desse clube? 

Luis Filipe Vieira fez o que merecem: IGNOROU gente sem escrúpulos. 

Agora que vejo isto, fico irritado por termos controlado o jogo. Esta gente merecia terem sido passados a ferro pelo "Rolo Compressor de Jesus... 

Memória Selectiva Sr. Bruno Carvalho?

Avatar
 ●  13 comentários  ● 

Futebol português: não há inocentes.

Avatar
 ●  24 comentários  ● 

O mais recente episódio que é o corte de relações entre o Sporting e o Benfica revela aquilo que é mais que evidente: o futebol português só olha para o negócio do futebol quando se trata de transferências de jogadores e/ou comissões de negócios. Tudo o resto pouco interessa e fazem o mínimo para melhorar este negócio de muitos milhões.

Rui Santos no seu programa "Tempo Extra" trouxe vários pontos interessantes à análise do tema futebol. 

Um deles é a postura silenciosa e comprometida de Fernando Gomes, presidente do orgão máximo do futebol português, a FPF.
Fernando Gomes não se envolve em nenhum assunto que envolva clivagens, conflitos ou medidas de ruptura. Não é um líder mas sim um lacaio de um poder que é quem mais vai lucrar com a ruptura entre os clubes de Lisboa.

Depois temos o presidente da Liga de Clubes, Luis Duque. Um fantoche escolhido por Benfica e FC Porto para ser o testa de ferro das alterações que se querem promover ao nível dos direitos televisivos.
É curioso o facto de o presidente da NOS considerar que a Liga de Clubes agora voltou a ser um parceiro credível quando é liderada por alguém condenado por fraude fiscal num negócio no futebol.

O que torna Luis Duque credível para a NOS? Bem, é que com o antigo dirigente do Sporting a liderar a Liga está garantida a não continuação dos processos/acções que colocavam em causa o monopólio da SportTV, o canal de desporto da NOS detido a meias com Joaquim Oliveira.
Aliás, com a entrada de Luis Duque na Liga, rapidamente essa situação foi ultrapassada por Joaquim Oliveira refidelizando a esmagadora maioria dos clubes até que um novo modelo seja criado.
Também quer a Controlinveste, agora com outro nome, quer a Olivedesportos garantiram logo também os direitos da Taça da Liga, quer televisivos quer comerciais.

(Nesta vertente é conhecida a aliança entre Luis Filipe Vieira e Pinto da Costa. Veremos até quando pois nenhum modelo de centralização terá sucesso sem os jogos do Benfica na Luz. E se Vieira libertar um que seja para passar noutro canal, estará a faltar à sua palavra.)

De resto, os clubes e os dirigentes do futebol português estão-se marimbando para os adeptos e para lhes melhorarem a experiência de ver um jogo de futebol ao vivo. 
Apoiam, directa ou indirectamente, autênticas guardas pretorianas que espalham a violência pelos estádios e que afastam do futebol muitos daqueles que gostam do desporto.

Nunca vimos Luis Filipe Vieira, Bruno de Carvalho ou Pinto da Costa condenarem as acções violentas de adeptos dos seus clubes. E não têm faltado oportunidades para tal.

Se o digníssimo visitante do NGB estivesse com um filho seu na zona de sportinguistas onde caíram os petardos em Alvalade? Tornava a levar o seu filho para um jogo destes?

Se o digníssimo visitante do NGB levasse o seu filho ao estádio do adversário e fosse agredido só por ter ao pescoço as cores do seu clube, como aconteceu a um benfiquista este fim de semana em Alvalade, tornava a levar o seu filho a um jogo destes?

A verdade é que os dirigentes do futebol, de forma hipócrita, limitam-se a colocar nas mãos da polícia a solução para isto tudo. E olham para o lado quando se trata de limitar ou expulsar dos estádios de futebol quem promove a violência.

E os adeptos, os sócios, muitos deles são também coniventes com estas acções criminosas, com a desculpa de que os outros fizeram primeiro. 
Não há inocentes, meus caros.

Isto é como aquele velho ditado que diz que tanto é ladrão o que rouba como o que fica à porta a vigiar. 
Ou condenamos todos os actos de violência, sem excepção, ou estamos a pactuar com os petardos, as agressões e a linguagem que incita à violência.

São tão pequeninos...

Avatar
 ●  3 comentários  ● 

Tão reles... Tão rasteiros... Tão Sporting

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Equipamento 2015/16. Finalmente em branco?

Avatar
 ●  16 comentários  ● 

De acordo com o site globoesporte.com... SIM!

Leões cortam relações institucionais com o Benfica! HEIN???

Avatar
 ●  4 comentários  ● 
Mas quais relações oh ridículos pequeninos???
Ainda não perceberam que nem sequer vos ouvimos?! Get a life...

Um comunicado hipócrita.

Avatar
 ●  39 comentários  ● 

É como defino o comunicado do Sporting em que corta relações institucionais com o Benfica.

A hipocrisia de um presidente e de um clube que também tem nas suas hostes gente que hostiliza, agride e insulta os adversários.

Com esta atitude, Bruno de Carvalho e o Sporting em nada contribuem para a paz no futebol.

Claro que como escrevi hoje de manhã, o Benfica deveria ter-se coibido de fazer comentários ao nível de um João Gabriel, mas através de um comunicado em nome do presidente para deixar todo este assunto bem claro. 
Quer do lado do que podemos fazer melhor,  quer em expor os telhados de vidro do Sporting de forma a evidenciar que também eles têm muito que mudar.

Os clubes em Portugal continuam a achar que só os outros é  que têm de mudar.  Que só os outros é que estão mal.
Recusam-se a tomar medidas para dentro de sua casa poderem SER um exemplo.

Daí que enquanto esta hipocrisia não terminar, nada vai mudar.  A começar pelos dirigentes.

Os direitos televisivos por essa Europa fora.

Avatar
 ●  5 comentários  ● 



"La LFP quiere vender los derechos de televisión de forma centralizada como se hace en las grandes Ligas europeas y así democratizar el reparto de manera que el Cardiff, último de la Premier la temporada pasada, no cobre 32,5 millones más de euros que el Atlético de Madrid. 

El plan español es el siguiente sobre una bolsa de unos 800 millones de euros anuales: el 10% (80 millones) sería para la Liga Adelante. 

En el modelo centralizado, el 90 por ciento restante se repartiría así: un 50% se repartiría de forma lineal, un 25% por resultados deportivos y el último 25% por implantación social o generación de recursos. De ese último trozo del pastel ningún club podrá llevarse más de la quinta parte. 

En la venta descentralizada, los dos clubes que más cobran, Barcelona y Real Madrid (140 millones en la 2013-14), ganan 7,7 veces más que los que menos cobran. Tebas ha prometido acercar el ratio a 1 a 3,5 o 1 a 4,5. Esto es, que si el Madrid ganase 140 millones, el club de Primera que menos ganase llegase a 40.

En la Premier League, por ejemplo, el club que más cobró la temporada pasada fue el Liverpool (117 millones). El Cardiff City se llevó 74,5 millones. El ratio, por tanto, es un más equitativo 1 a 1,5. En la Bundesliga el ratio es de 1 a 2, aunque la bolsa (475 millones) es más de tres veces inferior a la espectacular de la Premier (1.875 millones). Quien más cobró en la 2013-14 fue el Bayern (36,5 millones). El modesto Eintracht Braunschweig cobró 18,2 millones.

En Italia, que por cierto acaba de firmar un nuevo contrato (2015-2017) en el que se repartirán 945 millones anuales (572 de Sky y 373 de Mediaset), la Juve fue quien más cobró en la 2013-14 (94 millones) y el Sassuolo el más ‘pobre’ (17,9), 5,25 veces menos. Finalmente Francia, que ha renovado también su contrato hasta 2020 (a razón de 726,5 millones anuales), el ratio es el ideal de perfección para Tebas: 1 a 3,5." - Jornal AS.

Novo parceiro do SL Benfica.

Avatar
 ●  8 comentários  ● 





Huawei e SL Benfica assinam acordo de parceria tecnológica

"A Huawei e o Sport Lisboa e Benfica, assinaram esta terça-feira, dia 10 de Fevereiro de 2015, um acordo de parceria tecnológica para os próximos dois anos. A Huawei vai trabalhar em conjunto com o SL Benfica para melhorar a experiência dos adeptos e explorar novas oportunidades de inovação na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

O acordo entre a Huawei e o SL Benfica, que torna a Huawei um “Parceiro Tecnológico Oficial”, prevê uma colaboração estratégica, para uma melhor utilização das TIC de forma a ajudar os adeptos e apoiantes a tirarem mais proveito da experiência do Futebol.

Ji Rengui, CEO da Huawei Portugal e Espanha declarou: “Estamos muito satisfeitos com esta parceria para os próximos dois anos com o Benfica. Esta parceria vai contribuir em muito para a abertura de novas oportunidades tecnológicas no Estádio do Benfica e para trazer mais valor ao desporto e ao nosso negócio.“

Um dos projectos chave desta parceria é a implementação da solução Agile Stadium da Huawei, que permite ao SL Benfica melhorar a experiência interactiva para os adeptos e criar um Estádio inteligente.

Esta parceria irá também incluir solução High Density Wi-Fi da Huawei, a nova geração de Soluções para Data Centers, Infraestruturas de IT, nomeadamente na área da energia para o Estádio do SL Benfica e o fornecimento de Smartphones, Tablets e outros produtos de consumo. O centro de treinos do Benfica também beneficiará da implementação de soluções ICT de ponta.

“A solução de Agile Stadium da Huawei garante a eficiência do data center e os requisitos futuros de cloud computing e virtualização, melhorando a capacidade tecnológica do Benfica e trazendo valor acrescentado para todos”, disse Pedro Ferreira, Country Director da Huawei Portugal.

“A Huawei tem como objectivo contribuir para um mundo interligado e mostrar o seu compromisso para com a sociedade Portuguesa. O Benfica é uma marca líder, com prestígio nacional e internacional e tem uma excelente relação com os seus fãs. Esta é uma excelente oportunidade de desenvolvermos uma parceria estratégica benéfica para ambas as partes.“

O SL Benfica selecionou o Huawei ISD2000, uma solução de data center modular, que oferece uma melhoria de consumo energético, possibilidade de expansão flexível, gestão inteligente e uma implementação rápida e eficaz.

Domingos Soares de Oliveira, Administrador Executivo do SL Benfica, disse acerca desta parceria: “A experiência dos adeptos é uma das nossas principais prioridades. Estamos muito contentes por poder proporcionar aos nossos adeptos conectividade Wi-Fi de alta qualidade, num futuro próximo. Iremos fazer isso sem mudar o nosso foco do que é mais importante: o jogo no relvado. Estou certo de que estamos a iniciar uma longa e profícua relação com a Huawei, uma empresa líder mundial no fornecimento de soluções de tecnologias de informação e comunicação.”

Com uma presença de10 anos no mercado português e projectos implementados com os principais operadores e clientes empresariais, e uma marca de consumo a afirmar-se no mercado, esta parceria tecnológica representa o compromisso contínuo da Huawei em Portugal." - SL Benfica.

Descobriram agora que ele existe?

Avatar
 ●  26 comentários  ● 
De repente o Jardel foi descoberto por benfiquistas e jornalistas.

Não se se perceberam mas o homem tem sido titular praticamente deste o início da época... Não nasceu no Domingo, não aprendeu a jogar no Domingo, nem passou a ser um jogador bom ou menos bom no Domingo só porque fez um bom jogo e marcou um golo.

Já ouvi de tudo sobre o Jardel... Até que pode ser o sucessor do Luisão como patrão da defesa quando este sair e, imagine-se ser capitão do Benfica. Inacreditável!

Até o vilão Artur virou herói e há quem diga que pode discutir a titularidade com o Julio César... Eh pah a sério? Mas tem tudo memória curta?

Deixem-me lá perceber: estavam a ser tremendamente obtusos quando andaram a criticar o Jardel e o Artur por exibições que penalizaram o clube, ou estão a ser agora apenas obtusos quando os transformam em novos craques?

NÃO! NÃO! E NÃO! Nem nunca foram tão maus como muitos queriam fazer parecer... Nem são agora nenhuns "novos craques" que vão assumir a liderança de um novo Benfica.

Eh pah tenham juízo...

A resposta tem que vir do presidente.

Avatar
 ●  12 comentários  ● 

João Gabriel produziu uma curta declaração ao jornal Record onde se refere ao que Bruno de Carvalho escreveu no facebook após o jogo de domingo.

É nisto que o Benfica demonstra o amadorismo em que vive a comunicação do clube e até mesmo algumas posições institucionais.

O Benfica não tem que entrar em trocas de bocas com ninguém. 
Deve sim pautar a sua actuação por uma postura inatacável e sempre que se justificar intervir energicamente em defesa do clube e dos seus valores. E ter a humildade de admitir e corrigir quando há algo menos correcto do seu lado.

Neste caso, a resposta deveria ser colocada por escrito e ao nível do presidente, pois seria uma resposta dada ao mesmo nível. Não no Facebook mas por um comunicado divulgado à imprensa.
Não algo que acicate ânimos mas sim coloque um ponto final em vários temas e coloque a bola do outro lado.

Por exemplo, uma comunicação que revelasse a condenação por parte do clube de quaisquer tarjas ou palavras de ordem que não sejam de apoio expresso ao clube, incluindo aquela infeliz e vergonhosa tarja que invocava a morte do adepto do Sporting no Jamor. Assim como condenar e prometer acções enérgicas para banir quaisquer adeptos ou grupos de adeptos do Benfica que usem petardos ou semelhantes.

Mas depois da mesma forma condenaria a perseguição que é feita a qualquer adepto do Benfica identificado fora do estádio de Alvalade antes e depois dos jogos.
A forma como não é promovido o policiamento eficaz que proteja o espectador pagante e que se desloca ao estádio do adversário para poder ver o jogo.

Até porque na Luz, salvo muito raras excepções da responsabilidade de atrasados mentais que deveriam ser banidos do futebol, qualquer adepto pode andar identificado com as cores do seu clube que não tem a animosidade que encontra no Dragay ou em Alvalade.

O esquema de policiamento na Luz e imediações promove a proximidade dos adeptos e da polícia e dissuade pela sua presença esse tipo de acções.
Em Alvalade isso não acontece. E no Dragay também não.

Resumindo, uma comunicação eficiente vale muito mais que comunicação amadoras e infelizes no Facebook como faz o presidente do Sporting, ou que umas frases de alguém que sendo um simples colaborador não tem nível nem estatuto para responder a outro presidente. 
Aliás, para alguém que ainda à alguns anos atrás gozava com quem gostava de futebol, João Gabriel anda muito interessado no desporto rei e "muito benfiquista". Sinais dos tempos.

Um clube que movimenta milhões de euros e com SAD cotada em bolsa não pode ter este tipo de comunicação de repentismos e orientada por um simples colaborador.

Ou será que também nisto Luis Filipe Vieira prefere ficar no "balneário"?

As Claques e os mentecaptos...

Avatar
 ●  35 comentários  ● 

Ontem, como sabem, estive em AlvaLIDL e discutido que está o jogo que afastou o SportingCP dos dois títulos que disputavam (o da 2ª Circular e o da Liga), detenho-me no fenómeno que assisti em AlvaLIDL: As claques e os adeptos mentecaptos.

Reparem que separo integralmente as duas vertentes e passo a explicar: Se os NN resistissem aos petardos e tochas, eu diria que são claramente um exemplo europeu de apoio incondicional ao seu clube. 95% dos canticos de apoio são unicamente sobre o SLBenfica (o que valorizo muito), e os rapazes sem nome "duram" sempre 90 minutos, seja perante o jogo mais complicado ou no jogo mais acessível. SEMPRE!

Não são nenhuns anjinhos, mas já tive uma vez uma prova que me faz respeitá-los para sempre. Decorria há alguns anos o "pré-jogo" de um Benfica x Sporting na Luz e junto ao sintético juntavam-se os meninos que iam entrar com os jogadores. Na mesma zona, uma espécie de sede dos NN e DV aglomerava vários jovens das claques, que devoravam cerveja a um ritmo muito elevado. Eram muitos e à saída dos miudos temi alguma confusão.

Estava muito errado: Esses rapazes dos NN e DV abriram alas para os miudos e fizeram uma espécie de corredor de segurança para ninguém se chegar perto dos miudos e para eles chegarem ao portão de saída sem apertos e pelo caminho incentivavam os miudos com cânticos de "Ninguém pára o Benfica". Conquistaram-me pelo coração!

Aos nossos, deixo apenas dois pedidos para serem a melhor claque do Mundo: Deixem os petardos e as tochas em casa. Não trazem nada ao espetáculo... eles são o espetáculo!

Agora os outros... Estive em filas descomunais para entrar e mais de 30min para entrar (abençoado Estádio da Luz onde se entra em 2 minutos) onde só agradeci que não tivesse chovido ou havido alguma confusão senão ia ser um caso sério, nesse tempo chegaram-se perto uns quantos rapazes que conversava animada e satisfatoriamente sobre o facto de terem andado "à caça" de benfiquistas para os agredirem e discutindo se entravam já para o estádio (passando a frente de todos na fila, diga-se) ou se voltavam para trás para bater em mais uns quantos. A dúvida era se a polícia os tinha marcado ou se "ainda dava". Não fiquei chocado, mas...

Lá dentro, ouvi adeptos raivosos o jogo inteiro: 80% dos cânticos das claques são anti-Benfica, o que quer dizer que seja qual for o jogo, a "tesão" deles é insultar o Benfica e os benfiquistas.

Esse ódio de serem mais pequenos (só pode ser isso) tolda-lhes o espírito e leva-os para 90minutos de permanentes e constantes insultos a cada lance, a cada momento, a cada jogada que envolvesse um camisola vermelha... e o árbitro. Se desse amarelo deveria ter dado vermelho e confesso que gostava de ter visto um vermelho, pois vim para casa com a ideia que eles teriam reclamado ainda assim e desejado mais que isso. Eles na prática queriam sempre que os seus partissem as pernas aos nossos e que os nossos jogassem como se fosse basket, ao mínimo contacto era falta e para expulsão! Ridículo.

Os adeptos nas bancadas desejavam ver a polícia a bater nos adeptos do Benfica... apenas porque lá estavam.

Tudo isto incentivado pelo próprio clube que tratou o SLBenfica como "Adversário" ou "Visitante" todo o jogo. Nem sequer a constituição das equipas davam e as substituições nem anunciadas eram.

Pelo meio de tudo isto vi uma tarja que dizia "SIGAM O KING" numa espécie de "Morram todos" que deveria envergonhar o mais fanático, mas não... era ouvi-los a aplaudir essa tarja quando foi erguida muitos gritando, ao lado de mulheres e crianças "haviam de morrer todos, filhos da puta".

Mas uma coisa é evidente... os tipos são assim porque gostam mesmo daquele clube, contudo vivem muito mal com o facto de o terem estragado e não serem já um grande clube, mas na melhor das hipóteses um clube grande, o que é bem diferente.

No dia que aquela gente deixar de viver para odiar o Benfica, talvez voltem a trilhar um caminho de voltar a ser um grande clube.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

E se o Jardel não tivesse marcado?

Avatar
 ●  18 comentários  ● 
A resposta é: MAS MARCOU!

Tenho lido por aí que o SportingCP ridicularizou o SLBenfica. Ora bem, então que raio de jogo do Sporting foi esse que o Artur fez duas defesas e sofreu um golo aos 87'?

Ridículo é dizer que o Sporting foi imensamente superior num jogo que foi fraquíssimo de parte a parte, como eu disse ontem, uns porque não sabem mais e outros porque podem jogar para o resultado.

Podemos discutir o que quisermos, mas a abordagem de controlo total do jogo por parte do Benfica foi a mesma que foi seguida no Dragão e, que me lembre, ninguém se queixou de termos ganho o jogo. Simplesmente ontem o Marco Silva soube ser mais inteligente que o Flopetegui e antecipou que o Jesus faria exactamente o mesmo que fez no Dragão e que fez no jogo do golo do Kelvin... E o resultado disso?

É verdade que que anulou as principais unidade do Benfica mas não é menos verdade que também viu jogadores como Adrian ou Nani, as suas principais peças, passarem ao lado do jogo. Não será unânime mas o jogador que mais admirei ontem no Sporting foi... O Tobias Figueiredo, será que foi porque o Benfica não jogou?

Agora aqui vai um desafio: quantas equipas portuguesas, e arrisco até dizer do Mundo, são capazes de estar 90' em controlo absoluto do jogo, mesmo que isso implique não ter tantas oportunidades de golo... Mas que na verdade o adversário também não tem??

Eu digo-vos: as que forem treinadas pela elite de treinadores que os ensinam diariamente a trabalhar o jogo de olhos fechados: Guardiola (o melhor de todos), Mourinho (já o mostrou várias vezes), Simeone e Jesus. Porventura estarei a esquecer-me de um ou outro mas estes são os principais...


Há alguns sítios onde a exigência ainda é o que era.

Avatar
 ●  17 comentários  ● 



Atrasados mentais e criminosos.

Avatar
 ●  12 comentários  ● 


Com a mesma naturalidade que elogio o apoio que as claques dão aos clubes,  também não posso deixar passar em claro quando as mesmas se comportam como atrasados mentais ou até mesmo criminosos.

Exibir seja o que for a evocar o triste acontecimento do very light é de mau gosto,  insulta a memória de quem morreu e a família da vitima, e é inadmissível. Assim como é atirar seja o que for a outras pessoas. Em especial petardos.

O mesmo se aplica a quem eram os anfitriões. Cânticos sobre Eusébio ou uma agressividade enorme a todos os que circulassem de cachecol do Benfica nas imediações do Estádio são dignos de atrasados mentais e criminosos que devem ser impedidos de assistir a qualquer jogo de futebol.

Espero que as direções dos clubes se demarquem claramente deste tipo de gente,  pois ninguém pode dizer que só os outros é que fazem.

A gestão faz-se no final.

Avatar
 ●  40 comentários  ● 


Tem sido comum ler várias opiniões de que o Benfica utilizou a táctica adequada e que era o Sporting que tinha que procurar a vitória.

Ora, e como já escrevi antes, discordo totalmente desta visão e por vários motivos.

Primeiro, não estávamos numa eliminatória a duas mãos em que o resultado da primeira mão nos confortava. Estavam em jogo 3 pontos.

Segundo, se a contenção e o "esperar para ver" foram aceitáveis durante os primeiros 45 minutos, já na segunda parte o Benfica tinha que ter procurado fazer mais, pois não vencer significaria que o segundo classificado reduziria a sua distância para o Benfica. Um campeão nacional reduzido ao jogo de equipa pequena que joga para não perder?

Aliás, é muito preocupante o comportamento que visava garantir apenas o empate. Afinal, devemos preocupar-nos mais com o terceiro classificado ou com quem nos morde os calcanhares, ou seja, o SEGUNDO?

Pelo visto, parece não preocupar muito a aproximação do FC Porto. Devo ser eu que vivo noutro planeta, decerto.

Juntando a este erro de abordagem do jogo, na minha opinião claro, estão os erros de casting.

Eliseu é uma nódoa. Lamento pelo rapaz pois é esforçado mas é um erro. O Siqueira, aquele que ainda neste fim de semana deu um golo a marcar na goleada ao Real Madrid, é que era caro...comprar 3 que nem 1 fazem não.

Depois Ola John. Gostava de saber quais são os argumentos para não se dar espaço a outros jogadores, da formação inclusivé, para se dar tanto tempo a um inofensivo Ola John.

Como disse ontem, destaco o André Almeida, mas também o Samaris, o Jardel e o Maxi. Quanto ao Artur, fez um par de boas defesas mas na primeira parte poderia ter enterrado tudo...outra vez.

Contradizendo o discurso do "coitadinho do JJ" que ficou sem jogadores, peço que contem o números de internacionais de que dispunha o Benfica no 11 inicial. 
Isso é uma equipa de coitadinhos fraquinhos?

Como nota final, mais um episódio do discurso do Ego, por Jorge Jesus. 
Segundo o próprio, foi ele que que partiu a equipa e por isso é que surgiu o golo do empate.
Pena que estas inspirações não lhe tenham surgido na Taça de Portugal ou na Champions. 

O campeonato continua, mas há razões para estar sossegados com 5 pontos perdidos em 3 jornadas e com tanto campeonato pela frente?

Pragmatismo que terá de estar presente em mais momentos da época

Avatar
 ●  22 comentários  ● 
Quantos jogadores deste possível onze (digo possível porque não consegui aceder à ficha do jogo) demasiado pobre de um Sporting vs Benfica de 2004/2005 sob o comando do “genial pragmatismo” de Giovanni Trapattoni, no qual o Benfica perdeu em Alvalade por 2-1 contra um Sporting reduzido a 10 jogadores, tinham lugar no 11 de luxo do brilhante Benfica de ontem, liderado pelo “cagão” Jorge Jesus que só foi capaz de sacar um empate, num jogo em que tinha matéria prima mais do que suficiente para colocar de lado o pragmatismo e chegar a Alvalade disposto a ganhar por cinco secos?




Em 2004/2005:

Quim
Fyssas
Ricardo Rocha
Luisão
Miguel
Petit
Manuel Fernandes
Nuno Assis
Giovanni
Simão
Nuno Gomes

Da minha parte, e tirando Luisão que esteve nos dois Benficas, sobram 10 jogadores.

Desses 10, arrisco-me a dizer que pelo menos Quim, Fyssas, Manuel Fernandes e Simão tinham lugar de caras no onze de ontem.

Outros 3 poderiam também ter entrada no 11 dependendo dos gostos pessoais.

Aqui, a discussão estará entre:

Maxi / Miguel  - Inclino-me mais para Maxi por ser o verdadeiro jogador à Benfica, mas jogador por jogador, e tecnicamente falando, Miguel também era fantástico.

Samaris / Petit - Inclino-me para Petit, embora ache que com mais jogos Samaris poderá vir a ser mais completo.

Lima / Nuno Gomes – Como sempre aqui escrevi nunca fui grande adepto de Nuno Gomes, mas entre esse Nuno Gomes e este Lima, acho que ainda assim ia para o português.


Ou podemos perguntar em sentido inverso:

Quantos jogadores do 11 de ontem tinham lugar de caras no Melhor 11 de 2004/2005?

Excluindo Luisão pelas razões já mencionadas, apenas Sálvio, Jonas e Jardel, e mesmo este Jardel, de certeza absoluta que anda muita gente por aqui que escolheria o Ricardo Rocha..

E fora do 11, no lote de lesionados há mais alguém que entrasse de caras no onze de 2004/2005? Há o Gaitán claramente, mas também aqui dificilmente caberiam no mesmo 11 três jogadores como Gaitan, Sálvio ou Simão. Um deles ficaria de fora, e para mim o Simão tinha de jogar sempre, o tal que raramente falhava um livre e nunca falhava um penalty.

E se calhar o Júlio César, mas também aqui acho que muitos preferiam o Quim.

E tirando o Gaitan e o Júlio César, há claro bastantes jogadores com lugar óbvio no plantel de 2004/2005, embora me deixem sérias dúvidas que pudessem entrar no melhor onze.



Mas a lenda de que se fala é esta:
O Benfica 2004/2005 era uma equipa miserável, que só ganhou graças ao pragmatismo de um genial treinador que soube assumir as fraquezas da equipa e jogar para os pontos.

Em 2014/2015 temos pois um plantel de luxo que não justifica de maneira nenhuma que de quando em vez se tenha de assistir a um Benfica pragmático, comandado pelo treinador de equipas pequenas Jorge Jesus.



Esta é pois a minha leitura, e para que não digam que o Redmoon escreve para os aplausos, e que para o Redmoon tudo em Jorge Jesus é perfeito, e que para o Redmoon nenhum outro argumento pode ser válido, o Redmoon é capaz de assumir também, que apesar do que é a sua opinião acima, os custos deste plantel obrigavam a que houvesse nesta altura um Benfica mais forte do que aquele que temos. 

Mas como o que há é o que há... É por isso que este Benfica para ser campeão terá de ser pragmático em mais momentos da época.




Benfica empatou... Porque pode!

Avatar
 ●  39 comentários  ● 
Acabo de chegar de Alvalade! Já lá vamos ao jogo...

Que povinho mais miserável! Um jogo inteiro de insultos, cânticos contra o Benfica, asneiras... Cá fora tentativas de agressão e insultos a tudo e todos que mostrassem alguma ligação ao Benfica. 

Este clube outrora foi grande, agora lamentam ja não o serem e vivem nesse sentimento de inferioridade que os torna ainda mais pequenos. Eu que os vi grandes, tenho pena que deixem de fazer parte do restrito grupo de equipas que lutam para títulos. Em breve, com a queda do império corrupto, restará apenas uma... O nosso Benfica.

Quanto ao jogo, foi fraco, muito fraco. De um lado não sabem mais, do outro deram-se ao luxo de não ter que fazer mais... Porque podiam, porque seis pontos (sete na verdade) são suficientes para poderem ser quatro (que são cinco) e ainda nos permitir encarar quase toda a segunda volta com mais tranquilidade e menos pressão do que aqueles que jos seguem...

Jesus jogou para não perder, ia correndo mal. Valeu a defesa certinha, Eliseu o menos esclarecido, mas valeu acima de tudo um golo cruel, porém necessário, para quem ainda hoje em dia se regozijava a gozar com a Liga Europae o Campeonato que perdemos aos 92'... Ora tomem lá um golo aos 94' depois de terem andado a gritar "olé olé" ao minuto... 92.

Se jogássemos o jogo pelo jogo poderíamos ter ganho? Sim claro que sim, mas teríamos arriscado poder correr mal e perder. Contudo, é assim que jogam os campeões, para ganhar sempre!

Eu compreendo a intenção de Jesus e muitos os que compreendem com eu estão compreensivos porque apesar de tudo correu bem, porque hoje aquele golo do Jardel. Se não tivesse havido golo, Jesus estaria agora a ser chamado de inventor que teria posto em causa o título. Mas como marcámos, a sorte -
Sim sorte - virou-se para Jesus.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Jogar à Felgueiras, por Jorge Jesus.

Avatar
 ●  71 comentários  ● 

Os meus parabéns vão para os nossos jogadores. Não pelo empate,  que é um mau resultado, mas pelo golo quando já ninguém acreditava.

Depois de um jogo em que estiveram agrilhoados pelo seu treinador a defenderem não sei que resultado,  mereceram o prémio do ponto.

Quanto ao jogo,  curiosamente quando foi a doer quem foi para o meu campo? André Almeida. E que exibição!

Quanto a Jorge Jesus, devia ter vergonha de fazer um jogo inteiro a jogar para o empate quando o segundo classificado já tinha vencido.

Treinador sem dimensão dá nisto. Então afinal do outro lado não estava a equipa fraquinha da formação?

Já merecias uma noite assim Jardel!

Avatar
 ●  21 comentários  ● 
As limitações deste plantel foram bem visíveis no jogo de hoje.

Um Benfica que soube defender quase sempre bem, mas sem arte com a bola nos pés.

Um ponto feliz, e feliz fico por ter sido Jardel a dar ao Benfica um ponto IMPORTANTÍSSIMO.

Grande exibição hoje, e não foi só pelo golo! Jardel já merecia uma noite assim! Ser ele o herói!

E em relação ao campeonato, pois, este é um Benfica com falta de qualidade notória em algumas zonas do campo, e isto vai ser a sofrer até ao fim!

GANHAR! E GANHAR O CAMPEONATO... or else...

Avatar
 ●  37 comentários  ● 
Eu tenho a máxima de que não pago para ver jogos fora da Luz. Nem na televisão, motivo pelo qual não tenho Sporttv. É nessa condição que estarei hoje em AlvaLIDL, como convidado de um amigo sportinguista para vermos o jogo.

Vou ver o jogo com a convicção de que será, praticamente, o jogo do título. Se depois da visita a Alvalade mantivermos os 7 pontos sobre o Sporting e os 6 pontos (que na verdade são 7) sobre o FCPorto... o título dificilmente escapará ao SLBenfica.

A revalidação do título é fundamental a vários níveis para o SLBenfica (e para o futebol português) e começa hoje a sua etapa mais determinante!

A liderança do campeonato torna tudo mais difícil para quem não quer um futebol de verdade...

... O bi-campeonato vai desferir um golpe, porventura irreparável, no FCPorto e no Sistema.
... A conjugação do bi-campeonato com o fim dos fundos e com as obrigação do FairPlay Financeiro fará com que quem cai, terá muitas dificuldades em se levantar dada a insustentabilidade dos clubes.

Mas não é só isto, é na sombra da liderança que é não resta outra via a quem discorda senão... aguentar. Não quero com isto dizer que se acaba a pluralidade, mas sim que a diferença de opiniões terá menos impacto interno e dará maior "poder de decisão" a quem lidera o SLBenfica, seja o Presidente ou o Treinador.

Quem se vai lembrar de que se apontava a uma aposta na formação e não se fez, quando o SLBenfica é campeão? Quem se vai preocupar com o Bernardo, ou outro qualquer ter saído ou não estar a jogar? Ninguém!

Quem se vai lembrar de implicar com o carácter (ou falta dele) do Jesus, quando o SLBenfica é campeão? Quem se vai preocupar se ele recebe 4M ou 5M€? Ninguém...

... e poderia continuar com inúmeros pontos de vista.

A vitória de hoje é fundamental para todos! E todos têm que a encarar com determinação e garra!

EU VOU LÁ ESTAR!

Luis Filipe Vieira no seu lugar

Avatar
 ●  3 comentários  ● 
Houve várias vezes que aqui referi a ausência do "1º adepto" do SLBenfica dos jogos de grande relevância para as modalidades e para a formação.

Porém importa hoje destacar a PRESENÇA REGULAR do Presidente nesta temporada em jogos da equipa B e das modalidades, tal como ontem viu quem esteve no Pavilhão da Luz a ver o derby.

O Presidente a dar o exemplo e a marcar presença nas modalidades e na formação.

Ontem não pôde celebrar a vitória, mas hoje vai celebrá-la a dobrar em Alvalade.

ranking