O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 9 de fevereiro de 2013

Nelson Oliveira - Saber proteger os nossos

 ●  10 comentários  ● 
Como sabem sou um profundo admirador das competências de Nelson Oliveira em particular, mas em geral um defensor da aposta nos jogadores da formação do SLBenfica.

Li esta semana o Nelson Oliveira, finalmente, falar da sua situação no Corunha e do impacto que isso tem na sua evolução como jogador.

Não posso estar mais de acordo com o Nelson e entendo que o SLBenfica tem efectivas responsabilidades na (não) evolução de Nelson Oliveira nos últimos dois anos.

Tem que haver, definitivamente, no SLBenfica um plano de desenvolvimento de competências dos jogadores que são identificados como potencialmente capazes de integrar o plantel principal.

Ou seja, é preciso que cada jogador tenha, desde os juniores, um acompanhamento quase personalizado ao longo do ano final na formação, no período de transição entre o futebol jovem e profissional e... Nos primeiros anos de futebol profissional.

O SLBenfica só está a cumprir como o primeiro 1/3 desta situação.

Estamos a cometer um erro comum no futebol de alta competição que é o de ficar a aguardar que os jogadores superem todas as circunstancias e se destaquem sobre qualquer prisma, independentemente do treino que tenham, do tipo de equipa que integram, o treinador, etc.

Quem não comete estes erros são, pois claro, os clubes de topo na formação que mantêm um apertado plano de acompanhamento dos jogadores que vai desde a escolha criteriosa dos empréstimos, passando pela analise profunda do tipo de treino e de treinador, as expectativas de quem procura e recebe o jogador, etc.

Na minha perspectiva o Nelson criou (erro dele) e criaram-lhe (erro do clube) a ideia de que era jogador do plantel principal. Nesse sentido, obviamente, a equipa B deixou de ser uma opção e acabou "empurrado" para mais uma das negociatas do Jorge Mendes que também não o quis ver desvalorizado e já estávamos na altura no final do período de transferencias.

Um ano perdido para um dos jogadores da formação do SLBenfica que mais potencial tem e demonstrou até hoje.

Ainda vamos a tempo e concluir a formação do Nelson Oliveira. Mas já não teremos muito mais tempo, com pó menos ainda temos para o Miguel Rosa. São dois jogadores que mais ano, menos ano aceitam a condição de "inaptos para o grande SLBenfica" e depois de um ou dois anos num clube inferior, acabam a ser uma aposta clara de um cube de relevo que lhe dará o acompanhamento necessário para evidenciarem as suas competências e qualidades. Esse é o tal momento em que acabamos por nos arrepender...

Dirão alguns "que exemplos há desses?". E eu respondo que também não houve até então potencial como o de Nelson e Miguel.

Mas há outros que merecem mais atenção e melhor acompanhamento: Miguel Victor e Roderick sao claramente dois jogadores que deveriam (de forma diferente) ter outro tipo de acompanhamento - o primeiro com mais oportunidades para jogar efectivamente e outro tendo a oportunidade de jogar duas épocas inteiras a titular numa equipa da primeira liga.

Volto a reforçar, nenhum dos quatro jogadores tem hoje em dia, possivelmente, lugar no 11 do SLBenfica, mas todos eles têm capacidade e competência para vir a ter esse lugar e até poderem ser boas fontes de rendimento futuro, desde que o SLBenfica queira fazer um trabalho de sustentação e desenvolvimento das suas capacidades técnicas, mentais e físicas.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

A organização

 ●  14 comentários  ● 

Portugal, 8 de Fevereiro de 2013

Quando em 1994 entrou em vigor legislação fiscal que criminalizava os dirigentes desportivos dos clubes que não cumprissem as obrigações fiscais e da segurança social dos clubes, FCP e SCP embarcaram juntos numa nova era do futebol português: a criação das Sociedades Anónimas Desportivas, resumidamente SAD’s.
O modelo das SAD’s de ambos os clubes era semelhante, o grupo empresarial criado a partir da marca de cada clube, também, a entidade bancária idem, o BPI depois substituído pelo BES. E até Roquette andava de braço dado (em sentido figurado) com Pinto da Costa.
A comunicação social, essa, empolgava-se com as duas novas realidades desportivas, em detrimento do Benfica que aparecia muito atrasado no processo. E quando Manuel Damásio viu, primeiro, rejeitada em Assembleia-geral o seu modelo de SAD, e viu depois o fracasso do seu projecto futebolístico para a época 97/98, mais atrasado ficou tudo porque houve eleições e foi democraticamente escolhido o Dr.º João Vale e Azevedo. Que por sua vez teve de arrumar a “casa” antes de avançar com a sua proposta de SAD (não é o cerne deste texto, mas recordo que nenhuma outra SAD foi ratificada por tão grande margem de votos, mais de 8 mil sócios votantes).
Bom, vem tudo isto a propósito que desde aí, o FCP sempre foi “rotulado” pela excelência da sua “organização”, que tantas e tantas vezes é referida por analistas e adeptos, como a explicação para a conquista de um número avassalador de campeonatos. E por tabela, pelas sucessivas presenças na prova rainha do futebol a nível europeu: a Champions League, deixando para trás em termos de projecção europeia e milhões ganhos, os 2 grandes rivais de Lisboa.
Por outro lado, o SCP desde aí foi “rotulado” pela excelência da sua gestão, projecto desportivo e algo mais que nunca ninguém percebe bem. Uma espécie de “must”: ora é o projecto olímpico, ora são as vitórias no atletismo, ora é a formação de jogadores, ora é o ecletismo, o SCP tem sempre – com apoio e patrocínio da comunicação social - uma âncora para se situar como referência entre analistas e adeptos do futebol.
Passados anos e com FCP e SCP a desviarem as suas trajectórias evolutivas, apenas coincidentes na antipatia antidesportiva que nutrem pelo Benfica, eis que o processo conhecido com Apito Dourado começou a “esboroar” a tese do FCP. Que recebeu uma “estocada” fatal no recente episódio de ser desconhecido pelas gentes responsáveis do FCP, que 71h45mn não são 72h, apesar de um investigador da FEUP se esforçar por fazer crer que sim.
Quanto ao SCP, pela 2ª vez consecutiva, uma Direcção não consegue terminar o mandato que legitimamente recebeu dos sócios. O tal clube exemplo da gestão, que coopta os dirigentes da SAD a partir do BES, não consegue criar condições desportivas para se manter em funções. Para além disso cometeu a proeza de piorar o desempenho económico-financeira da SAD, que continua em falência técnica, mas agora sem o (bom) argumento de ter muitos jogadores da formação no plantel.
Provado que nem o FCP é a organização que a comunicação social, dirigentes e adeptos em Lisboa e Porto dele fizeram, nem o SCP está perto de ser o exemplo de gestão que também a comunicação social, dirigentes e adeptos em Lisboa e Porto construíram, pode questionar-se o que virá a seguir.
Ou seja, para além do facto do FCP ir ser excluído da Taça da Liga, para além do SCP ir eleger nova Direcção que continuará a manter o paradigma do SCP anti-Benfica mais do que pró-SCP, como poderá o nosso Benfica beneficiar da situação e até que ponto o BES e o Joaquim Oliveira, duas entidades que controlam os movimentos do Sr.º Vieira, deixarão o Benfica dar um salto em frente.
Como já vi o Sr.º Vieira ir à Alemanha, pedir desculpas ao Fortuna porque o presidente portista da FPF lhe pediu, não auguro nada de proveitoso para o Benfica.

Friendly Reminder, Mr President

 ●  8 comentários  ● 
«Vamos baixar as quotas e os bilhetes até janeiro»
Luís Filipe Vieira



'Eusébio é bom, mas teve azar de coincidir ao mesmo tempo que Pelé.'

Avatar
 ●  19 comentários  ● 
Já várias vezes que escrevi que não aprecio muito o Ronaldo, fora de campo. Mas dentro das 4 linhas, é sem dúvida dos melhores que já se viu.

Daí ter alguma dificuldade em compreender como a imprensa portuguesa, tão hábil que é a não noticiar factos reais como as Escutas do Apito Dourado ou o falso ano de fundação do FC Porto, dá eco a qualquer declaração que menospreza o valor de Cristiano Ronaldo relativamente a Leo Messi.

Desta vez as declarações vêm de Henrik Larsson a uma rádio com um nome que deixa poucas dúvidas de onde é. 
É como ler no jornal 'O Jogo' um entrevista a Artur Jorge, que declararia que 'Jorge Jesus é bom mas teve azar em coincidir com Vítor Pereira'.

Ronaldo já deu provas em 2 grandes clubes e na selecção. E o seu nível exibicional e qualitativo mantém-se, ou até mesmo subiu.

Quanto a Messi, basta sair do Barcelona para a selecção que...nada. 

Patriotismos foleiros não, mas já que censuram tantas notícias importantes, que tal não darem eco a estas entrevistas encomendadas pelo Barcelona? Não vos ficaria mal...

Perguntem aos verdadeiros apreciadores de futebol, os ingleses, quem é que preferiam. E estiveram lá os dois a jogar, Eusébio e Pelé.   

Benfica procura 'gajas' boas.

Avatar
 ●  Sem comentários  ● 

"Está a ser organizado pelo Clube

Concurso “Miss Benfica” está a ser um sucesso!

O Sport Lisboa e Benfica lançou no dia 4 de Fevereiro o concurso “Miss Benfica” e o mesmo tem tido uma adesão fantástica junto das adeptas benfiquistas.

O sucesso atesta-se no facto de, nos primeiros quatro dias, o Clube ter recebido cerca de 50 candidatas que pretendem ser a “Miss Benfica”.

Se queres ser a próxima “Miss Benfica” tens de ter idade compreendida entre os 18 e os 25 anos e enviar para o e-mail: multimedia@slbenfica.ptinformações como o nome, data de nascimento, cópia do Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade, altura e peso, fotografias de corpo e de cara e o número de telemóvel.

No final de cada dia será seleccionada uma candidata para que no último dia de cada mês seja apurada uma vencedora.

O concurso terminará no final da temporada 2012/13 e a finalíssima que apurará a grande vencedora terá lugar no início da época 2013/14.

Referir ainda que a votação pode ser feita online, sendo que a grande vencedora do concurso habilita-se a ganhar um book fotográfico e um RED PASS para 2013/14. As 2.ª e 3.ªs classificadas receberão como prémio Merchandising Benfica.

CLICA AQUI PARA SABERES COMO PARTICIPAR" - retirado do site oficial do SL Benfica.

Notícia desnecessária... mas positiva

 ●  6 comentários  ● 
Eu vejo esta notícia sob duas perspectivas:

"O goleador brasileiro Lima foi contratado pelo clube da Luz no último dia do mercado de verão. O grande impulsionador desta aquisição é Luís Filipe Vieira, que acredita desde o primeiro minuto no sucesso do bracarense em Lisboa."

1. Manifestamente infeliz "apologia do grande líder" ao instrumentalizar a imprensa na colagem do Presidente ao sucesso de uma aquisição.

2. Iniciativa positiva de ver o SLBenfica a "usar" a imprensa para passar mensagem subliminares aos benfiquistas.

No que diz respeito ao primeiro ponto, o Presidente continua a não resistir à tentação de se colar a tudo o que de bom acontece no SLBenfica, a todos os destaques.

Pessoalmente considero absolutamente desnecessário que o Presidente o faça, pois nativamente ele é e assume-se como o máximo responsável por tudo o que acontece. Não consideraria isto excessivo se, na mesma medida, o Presidente fizesse questão de assumir os flops que, necessariamente, acontecem. 

Ora, como acho absurdo o Presidente vir assumir responsabilidade pessoal sobre contratações erradas, também considero em igual medida que venha "libertar" estas notícas para se auto-promover junto dos sócios.


Contudo, não deixa de ser um facto positivo vermos o SLBenfica com a preocupação de usar a imprensa para passar mensagens efectivas aos benfiquistas.

Não obstante a competência profissional do ex-director de comunicação, a realidade é que a forma como o SLBenfica lidou com os últimos factores de comunicação recentemente foi muitíssimo mais positiva que vinha sendo nos últimos anos.


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

O Estádio do Bravo?

 ●  16 comentários  ● 
Era notícia em Maio de 2012 que o SLBenfica tinha investido meio milhão de euros no Estádio do Bravo no Seixal.

Diziam as notícias que seria reabilitado para servir de "quartel general" da equipa B e no Seixal dizia-se até que iria alargar-se a um novo complexo desportivo que contava com investimento do município e de um investidor.

Volvido quase um ano, a equipa B continua a jogar no Estádio da Luz e, face ao impacto no relvado, está em vias de ter de passar para outro espaço.

O Estádio do Bravo?

... Não!


Diz o jornal A Bola que "O Estádio do Bravo, no Seixal, deixou entretanto de ser alternativa no futuro" e que a equipa B irá provavelmente jogar em Alverca ou no estádio do Estrela da Amadora.

Depois do protocolo de 400.000€ com o Varzim que nos daria direito de opção por jogadores que já estão todos fora do Clube e que um deles inclusivamente já é internacional A (Luis Neto), temos agora esta aquisição de um imóvel que, a fazer fé nas notícias, não será utilizado pela equipa B e localiza-se bem perto do Caixa Futebol Campus, como se pode ver pela imagem abaixo. Nessa circunstâncias, se não vai ser usado pela equipa B, vai ser usado por quem?




 A duvida que não pode deixar de ser colocada é:

- Para que serviu este investimento de cerca de 500.000€?

71h45m são afinal 72 horas.

Avatar
 ●  28 comentários  ● 

Quando penso que o pequeno 'universo' regional portista mais nada pode inventar, eis que...



"A possível eliminação do F. C. Porto da Taça da Liga, por ter utilizado os jogadores Fabiano, Abdoulaye e Sebá sem cumprir um intervalo de 72 horas entre dois jogos, promete dar que falar. Segundo Armando Leitão, professor na Faculdade de Engenharia do Porto e docente das cadeiras de Estatística e Gestão da Manutenção, os dragões cumpriram a lei, mesmo que a diferença entre um encontro e o outro tenha sido de 71 horas e 45 minutos.

"O tempo mede-se e não se conta", começa por dizer, ao JN, para abordar o que está escrito no artigo 13.1 do Regulamento da Taça da Liga: "Quem fez a lei definiu uma precisão à hora e não ao minuto. A partir do momento em que a precisão é a hora, 71 horas e 45 minutos são 72 horas". E explica o arredondamento: "Setenta e duas horas é o intervalo entre 71 horas e 30 minutos fechado até 72 horas e 30 minutos aberto". No entender de Armando Leitão, o F. C. Porto só corria o risco de ser eliminado da Taça da Liga se a norma tivesse uma precisão diferente: "Se estivesse escrito 72 horas e zero minutos"." - in Jornal 'A Voz do Dono'.

Caríssimos, quando quiserem justificar um atraso, já sabem. Arredondem e assim ainda chegam adiantados.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

A vitória 'incontestável' do FCP em Guimarães.

Avatar
 ●  29 comentários  ● 

Aqui vai uma análise ilustrada com imagens por parte do Benficabook.
Como é fácil vencer assim...

"Olha aí os "quadradinhos"no VSC 0:4 fcp

NOTA: As marcações em bolas paradas fazem-se o + em "cima" possível do adversário literalmente em cima mtos treinadores sugerem quase sempre métodos do 'agarranço'.. e neste exemplo vemos o jogador do VSC pouco interessado em limitar a desmarcação do jogador do fcp.. aproximando-se do mesmo já mto depois deste ganhar posição q lhe permitiu fazer o golo livre de oposição.


E +1
VSC 0:4 fcp
NOTA:
Repara como o mesmo jogador q esteve em 3 falhas de marcação q deram origem a 3 golos da corrupção procede neste caso:
Está de frente para o seu colega DC em linha com o mesmo, estando este de costas, percebe q o jogador do fcp independentemente da sua movimentação ficaria sempre em jogo.. e em vez de fazer cobertura decide subir! Ñ faz qq sentido!



3ª e ultima "curiosidade"
no VSC 0:4 fcp
Nota:
Novamente e pela 3ª vez o mesmo jogador Freire vendo, a desmarcação de Jackson ñ faz o devido acompanhamento, ficando parado + uma vez, sem qq sentido! 6 jogadores para 3 e saí um golo fácil para o fcp, um golo mesmo no centro da pequena área sem q se tratasse de uma jogada de contra ataque. Coisas simples do Futebol q os jogadores do Vitória parecem esquecer nos jogos contra o fcp."




Mais uma Escarreta de Fernando Gomes!

Avatar
 ●  29 comentários  ● 

Sobre decisão do CD da FPF
Comunicado: O absurdo e o bizarro

Decidiu o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol remeter para a Comissão de Instrução de Inquéritos da Liga uma denúncia anónima que, supostamente, relata a utilização irregular de jogadores do Benfica no jogo com a Académica de Coimbra, a contar para a Taça da Liga.

Situação bizarra esta, uma vez que a Conselho de Disciplina da FPF viola com esta actuação os regulamentos que deveria cuidar de fazer respeitar. Denúncias anónimas e sem fundamento devem ter um único tratamento por parte deste órgão disciplinar: lixo.

Em segundo lugar, no caso do Benfica, manifestamente quem tomou tal decisão, parece desconhecer a letra e o espírito do regulamento de competições.

Quem fez a denúncia tinha um único objectivo: confundir situações que não são comparáveis. Só se estranha a absurda decisão do CD da FPF. (Site do SLBenfica)


Esta é a mesma Federação que, quando Raul Meireles cospe e insulta um árbitro, o seu presidente (pondo em causa a veracidade do relatório do juiz), defende e apoia o jogador! [LINK]



.

ADENDA: (Resultado final)
Federação Escarreta Meireles, 2 - Equador, 3

Os modelos da F.P.F. ou talvez não....

 ●  7 comentários  ● 

Os modelos - Cócó, Ranheta e Facada
A Selecção Portuguesa apresenta hoje em Guimarães no jogo particular frente ao Equador, o seu novo equipamento alternativo.

A F.P.F. escolheu como "modelos" - e é assim que vem na imprensa - Raul Meireles, Bruno Alves e Pepe.

A Selecção deve ser um exemplo para os mais novos e vamos ver então os "modelos" que a F.P.F. escolheu :

- Raul Meireles foi castigado recentemente, primeiro com onze jogos ( !! ) de suspensão, reduzidos para quatro.
- Bruno Alves é useiro e vezeiro, no jogo duro, pela falta de fair-play, por entradas à margem das regras.
- E Pepe foi castigado 10 jogos pela agressão a um adversário, na época passada contra o Getafe.

Melhores "modelos" não se arranjaria com certeza...

O critério disciplinar desta Liga é bem azul e branco.

Avatar
 ●  5 comentários  ● 

Abaixo publicito um post de grande qualidade do 'Fura-Redes'. O texto fala por si.

"Ora passou mais uma jornada e o grande rival do Benfica continua com dados fantásticos que valem a pena serem chamados à atenção. Isto são factos não são cabalas, conspirações, escutas ou teorias:

                1 - Única equipa que não tem assinalado um penalty contra
                2 - Única equipa que não viu um jogador seu ser expulso
                3 - Equipa com menos cartões amarelos, com menos 8 que a 2ª equipa com menos cartolinas

Já falei noutro post da questão dos penalties/expulsões (AQUI), hoje quero abordar a da disciplina:
Foram mostrados 26 cartões amarelos a jogadores do FC Porto em 17 jogos; a média para as 16 equipas da Liga Zon Sagres é de 46, o Benfica por exemplo já tem 34 e 2 vermelhos. 

Fui investigar o número de faltas/cartões dos jogos do FCP e fiquei impressionado pois a desculpa que os azuis e brancos fazem menos faltas que os rivais e por isso não são admoestados não é verdadeira. Existe pura e simplesmente um critério diferente para o clube de Pinto da Costa.

                1 - Em 17 jogos o FC Porto fez mais faltas que o adversário em 10 jogos e menos em 6; em 1 deles fez o mesmo número exacto.
                2 - Em apenas 1 jogo desta Liga acabou com mais cartões que o adversário, 4 com a mesma soma e 12 com menos cartolinas amarelas.
                3 - Curiosamente nos jogos do FC Porto os dragões e os adversários fizeram o mesmo nº de faltas (250) mas em cartões amarelos temos 26-51.
                4 - Ou seja, cada jogador do FCP tem de fazer quase 10 faltas para ver amarelo! Já os adversários só podem fazer 5!
                5 - Houve um jogo esta temporada em que o adversário do FCP fez 25 faltas e viu 10 amarelos! O FCP já acabou um jogo com 20 faltas e 1 amarelo.

A que se deve esta diferença? Era bom que houvesse um nota aos árbitros sobre estes números pois o critério disciplinar também ajuda a fazer campeões.
Impressionante como Fernando, Varela, Mangala ou João Moutinho não são mais castigados com amarelos. Lembrem-se de Moutinho na Luz: foram precisas 7 faltas.
Toda a gente sabe como um cartão amarelo condiciona um jogador, como pode ser a diferença entre um contra ataque passar ou não poder haver agressividade para o travar; como ajuda poder quebrar o ritmo do adversário com faltas sucessivas a meio campo sem ver o amarelo por repetição de situação ilegal, etc, etc... Já para não falar dos jogos de castigos por 5 cartões.
Isto é importante!" - Autoria 'Fura-Redes'.

O Fundo que detém o passes...

Avatar
 ●  12 comentários  ● 

Jorge Schnitzer responde a Marinho Neves sobre o Fundo secreto que tem os passes do Moutinho, e da maioria dos jogadores do Porto, Braga e Sporting.


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

A Cadeira do Sporting em leilão.

Avatar
 ●  10 comentários  ● 
A crise financeira do Sporting é tão grave que suspeito que nas próximas semanas exista um leilão da cadeira de Presidente do clube, tipo 'Quem entra com mais dinheiro?'.

Os primeiros nomes lançados para a comunicação social não são muito surpreendentes.
Carlos Severino ou José Couceiro são as lebres(e testas de ferro) para esta corrida que já tem um concorrente de peso, de acordo com o resultado das últimas eleições: Bruno Carvalho.  

Por seu lado, enquanto são lançados estes nomes, o verdadeiro núcleo 'Roquette' pretende conseguir um nome forte para a liderança de uma lista potencialmente vencedora. E o nome desejado é...LUIS FIGO.
Duvido que o consigam.

O desespero deste grupo que tem governado o Sporting nos últimos 15 anos é muito grande. Tinham em Godinho Lopes a grande esperança de garantir mais uns anos de poder. Enganaram-se. Apenas conseguiram acrescentar mais 100 milhões de euros à dívida do clube de Alvalade.

Noutra pista corre Dias Ferreira. Ávido de protagonismo e sabendo que provavelmente será a sua última oportunidade de se sentar na cadeira de Presidente, o comentador do programa 'Dia Seguinte' tenta reunir apoios financeiros e nomes para se voltar a lançar na corrida. E dando pistas de que da sua parte, a solução poderá partir por ceder o controlo da SAD a capital estrangeiro.

Mas a declaração mais sonante da noite de ontem foi de António Oliveira, antigo seleccionador nacional e jogador de SCP e FCP.
Afirmou Oliveira que poderá surgir uma candidatura do núcleo que gere a empresa...Olivedesportos.

As eleições do Sporting prometem. 
Se me derem uma noite de grande entretenimento como me deram as últimas, já ficarei muito satisfeito! 

A prova irrefutável da grandeza de um grande clube

Avatar
 ●  19 comentários  ● 


Vencer a Taça da Liga é como vencer a Liga dos Campeões? Evidentemente que não. Tem o mesmo peso de vencer o Campeonato ou até mesmo a Taça de Portugal? Quer-me parecer que também não. Das quatro competições em que o Benfica entra para vencer no início de cada época, todos estaremos de acordo que a Taça da Liga será aquela de menor importância.

Agora, alguma vez durante as duas últimas épocas ouvimos alguém no Benfica reclamar uma época de sucesso por terem vencido a Taça da Liga? Não me parece. Acho que a celebração dessas conquistas foi feita à medida da dimensão do troféu, ou seja, uma pequena alegria dada aos adeptos mas, sem o prestígio suficiente para arrastar multidões para o Marques do Pombal nem para salvar uma época.

Então, se assim é,  porque razão vem esta criatura de nome Miguel Guedes, por causa de um erro estratégico do seu clube com todos os indícios de vir a dar a exclusão da competição, eleger com ironia a Taça da Liga como a competição mais importante do pais a seguir à Eusébio Cup?

Parece-me de uma falta de gosto a toda à prova! De uma falta de respeito atroz pelo maior símbolo que alguma vez o Portugal desportivo já teve! De facto, esta gente só vai começar a valorizar a competição Taça da Liga no dia em que forem capazes de vencê-la. Esta gente esquece-se que foram derrotados numa final dessa competição por 3-0 pelo tal clube que foi capaz de conquistar essa Taça durante quatro anos seguidos! Ou se calhar só vencemos porque eles nos deixaram vencer, era um troféu que ficava mal na vitrina deles.

Esta gente, que anda a contar conquistas de Super-Taças em cada ano para reclamar mais troféus conquistados do que o Benfica, tem depois a lata de tratar a Taça da Liga como um troféu clandestino? Quer-se dizer, as Super Taças contam e as Taças da Liga não? Está bem ó Guedes!!

E para desacreditar ainda mais o valor desta Taça, têm de trazer à baila e fazer pirraça de Eusébio Cups ou dos Troféus do Guadiana? Mas alguma vez o Benfica reclamou essas conquistas de troféus particulares, como conquistas importantes da época?

Em abono da verdade, e em teoria, vencer uma Taça da Liga pode ser bem mais difícil do que vencer uma Taça de Portugal. Basta ver o ano passado, onde o Sporting chegou ao Jamor sem disputar nenhuma eliminatória contra um grande clube! Basta ver este ano, onde o Benfica também poderá levantar o caneco sem ter disputado nenhum jogo com Porto, Braga ou Sporting, enquanto é impossível vencer a Taça da Liga sem eliminar pelo menos um destes adversários numa meia-final ou final da competição.

Mas no fundo é isto o Anti-Benfica: Fazem até questão em fazer acreditar os mais desatentos de que é o Benfica que está mal por ter uma Eusébio Cup ou por respeitar (e ganhar) uma competição oficial do pais. Certos estão aqueles que tudo fazem para desacreditar competição;

É o Benfica que está mal por não ter ainda seguido o mesmo caminho que os clubes deles, por ter em mãos a hipótese de fugir da manada da Olivedesportos e traçar o seu próprio caminho no que aos direitos televisivos diz respeito. E tão preocupados que eles andam...;

É do Jorge Jesus que todos querem saber se continua ou não na próxima época, e o Vítor Pereira lá anda e ninguém se preocupa nem lhe passa cartão, o país quer lá saber se o homem fica no Porto mais um ano, ou se vai mostrar no clube seguinte que todos os canecos levantados a Norte tiveram bem pouco da sua contribuição;

É do Benfica que se fala um ano inteiro, porque contratou um guarda-redes frangueiro por 7.4 milhões e vendido posteriormente por 7.5. Os Viscondes lá andam, falidos mas em paz, sem ninguém querer saber onde andam os 6.5 milhões do Pongolle ou os 8 milhões do Elias.

É do Benfica que se fala, porque quando não há Benfica para falar, é apagar a televisão e encerrar os pasquins, fazer as malas e ir de férias!

...E é por isso que eles nos odeiam...

Bem sei que não é pelo facto dos adeptos do Benfica serem em maior número, que as nossas vitórias têm mais ou menos importância que as dos outros clubes. O que são é muitíssimo mais grandiosas, porque a grandiosidade faz-se de massa humana, não se faz de vitrinas nem de latão...

A verdade, nua e crua, é que foram trinta anos de vitórias azuis e, o país, em vez de se ter pintado de azul, continua a ser cada vez mais vermelho... Esse sim é que é o nosso verdadeiro património... a prova irrefutável da grandeza de um grande clube.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Paul Gascoigne, um génio em risco de vida.

Avatar
 ●  4 comentários  ● 

Paul Gascoigne foi um génio do futebol europeu. 
Não se tornou uma lenda, porque o seu feitio e o seu estilo de vida nunca lhe permitiram chegar a esse nível.

Mas quer nos vários clubes por onde passou, quer na selecção inglesa o perfume do seu futebol encantou. E quem o viu jogar, mesmo que só na televisão, não o esqueceu.

O jogador inglês tem lutado contra o alcoolismo já há muitos anos, com algumas batalhas ganhas, mas com muitas recaídas, cada vez piores.
O seu agente numa entrevista à BBC, AQUI, pediu apoio e ajuda urgentes para Paul Gascoigne, que terá entrado novamente num ciclo destrutivo.
"His life is always in danger because he is an alcoholic. Maybe no one can save him - I don't know. I really don't know", disse Terry Baker.

O mais recente exemplo, AQUI, é arrepiante e um sinal do estado calamitoso do jogador inglês.

O alcoolismo é um flagelo silencioso, e geralmente detectado já tarde, no que diz respeito aos seus efeitos.

Fica aqui o desejo de que este génio, cujo futebol muito admirei, possa ultrapassar mais esta etapa dificílima da sua vida. 
O Paul Gascoigne que vejo NESTE CLIP é o que me ficará sempre na memória.

Rubrica GB: Vamos lá levantar polémica

 ●  24 comentários  ● 

Comecemos pelo meu assunto favorito: A Corrupção (provada) existente em Portugal.

Corriam já uns larguíssimos minutos do jogo SLBenfica x Setubal, quando lá para os setenta e muitos minutos, sem que ninguém lhe efectivamente fizesse falta, Bruno Amaro fica imensamente queixoso num lance e cocheia até fora do terreno de jogo, bem em frente ao banco de suplentes para ser assistido.

Acto contínuo, o treinador José Mota faz-lhe sinal para voltar para dentro de campo a fim de interromper o jogo, o que o jogador faz, obrigando o SLBenfica a interromper a partida com bola fora.

Nota: O SLBenfica estava a ganhar 3-0.

Facto: Tal como sempre disse Jorge Jesus, o fair-play é uma merda do tamanho da corrupção existente no futebol português.

Mais um golo no jogo SLBenfica x Setubal e o FCPorto ficaria no segundo lugar da classificação, ainda que com os mesmos pontos do SLBenfica, onde aliás tem estado até estar a ser brindado com impressionantes inércias defensivas dos adversários do Norte.

Coincidências, claro está! Como são coincidências as forçadas declarações dos treinadores adversários antes dos jogos a declararem quase em uníssono o FCPorto ao nível do Barcelona, quando na verdade antes dos jogos com Setúbal, Gil Vicente e Guimarães, o FCPorto andava a jogar nos "mínimos olímpicos". Depois dos jogos com estas equipas, estão no topo da classificação, com a moral em alta, com Jackson nas paragonas e na liderança dos marcadores.

Coincidências....

PS - A este ritmo, quantos anos precisa Lima para bater Cardozo em toda a linha? Será que Lima vai confirmar a minha teoria que um avançado com outras características diferentes de Cardozo (como Lima tem) e com as mesmas oportunidades/minutos, marca muito mais golos!
(esta foi só para chatear...!!!)

Para que a Mentira não se torne Verdade!

Avatar
 ●  Sem comentários  ● 

FCPorto: Mestres da MENTIRA!
Uma das calunias repetidas até à exaustão por essa gentalha sem escrúpulos é o "caso Calabote". Neste post, ficaremos a saber como e quando surgiu este caso, por Alberto Miguéns a quem agradeço ter acedido ao meu pedido. Aos javardos que o poder politico e o judicial teimam em deixar à solta, o Benfica e os Benfiquistas têm a obrigação de os desmascarar sem contemplações. Para que a mentira não se torne verdade, importa DIVULGAR!


Durante 20 anos ninguém se lembrou de Calabote, porque nada se passara e o FCP foi campeão. Em 1977, quando o Benfica começou a contestar os favores (descarados) ao FCP nesse campeonato de 1977/78, o treinador do FCP, José Maria Pedroto (tal como o jogador António Oliveira), respondiam sempre da mesma forma: "O que vocês queriam era o Calabote!". E como já ninguém se lembrava do que se passara, foi fácil enganar as pessoas, até porque ele (eles) não diziam a que jogo se estavam a referir. 

Foram alguns - principalmente Pôncio Monteiro - que começaram a inventar, dando a entender que o Calabote beneficiava o Benfica em todos ou em muitos jogos: penáltis a favor e nenhum contra, expulsões, tempo de compensação absurdos até o Benfica marcar, etc. Depois é que se começou a falar nesse jogo de 1959, mas o "pessoal já tinha emprenhado pelos ouvidos".

José Maria Pedroto era mestre do disfarce. Criava uma cortina de fumo à volta de um assunto sem nexo, (mas interessante e apaixonante de mexerico), para "trabalhar" noutro!

A estória do Antigo Regime - criada já por Pinto da Costa - é similar à do Calabote. Esta serviu para esconder os roubos a favor do FCP; a do Antigo Regime serve para justificar a competência do FCP, que só não ganhava antes porque o Fascismo protegia o Benfica. Mas só foi criada 30 anos depois do 25 de Abril. Claro, pois se a calúnia fosse lançada logo a seguir, virava-se contra o FCP, porque ainda estava viva muita gente (incluindo portistas) que sabia que o FCP estava ligado ao poder e o Benfica não! Seria o ridículo total. 

Durante muito tempo o SLB é que foi o clube da Democracia: 30 anos entre 1975/94, o SLB conquistou 10 Campeonatos e o FCP apenas 8. E em Taças de Portugal o SLB conquistou 7 e o FCP apenas 5. Afinal o Clube da Democracia, (quando a Democracia estava próxima da sua origem), era pior - 13 títulos - que o Clube do Antigo Regime - 17 títulos. Ou seja, mais 4. E todos os clubes que foram de regimes: Dínamo de Moscovo (URSS), Dínamo Berlim (RDA), Steaua (Roménia), Dukla Praga), assim que caiu o Regime, acabaram, enfraqueceram ou mudaram de nome. Mas o Benfica logo a seguir à queda do Estado Novo, foi tricampeão! Para clube do Regime conquistar logo um tricampeonato, não foi mau.

Quer Pedroto, quer Pinto da Costa, entre muitos defeitos, têm (pelo menos) uma virtude. Conhecem muito bem a Fauna do Futebol Português e o próprio País, em termos de elites políticas, económicas e jornalísticas. Sabem que o que conta é a aldrabice, desde que a consigam transformar numa Lenda. É disto que se gosta! Foi isso que Pedroto fez com o Calabote. É isso que Pinto da Costa faz com o Antigo Regime e tudo o mais.


NOTA:
É mentira que Guilherme Aguiar não mencione (como ele afirmou no programa) o nome do Calabote desde que a família se indignou! Só nesta época já falou (pelo menos) duas vezes no Calabote, quando RGS no início mostrou indignação com arbitragens a favor do FCP ou a prejudicar o SLB. O Guilherme é um demagogo. Um político tuga, no "melhor" exemplo dado há mais de 100 anos por Eça de Queirós!

Alberto Miguéns - in MasterGroove

domingo, 3 de fevereiro de 2013

SL Benfica 3 x 0 Caldeirada de Chocos

 ●  11 comentários  ● 


Para a 17ª Jornada recebemos o Vitória de Setúbal, sabendo que o nosso directo rival tinha goleado fora o outro Vitória, o de Guimarães.

O 11 escolhido por Jorge Jesus tinha alterações em relação ao jogo de Braga.

A principal novidade foi a inclusão de Luisinho no lado esquerdo da defesa. André Gomes recuou para o lugar do castigado Matic, Ola John foi para o flanco esquerdo  e Rodrigo ocupou o lugar de 2º avançado ao lado de Lima.

O Glorioso entrou com tudo e aos 5 minutos inaugurou o marcador com um golaço de Enzo Péres, ao colocar a bola "onde a coruja mora" !! Mas já antes um livre directo frontal de Rodrigo, proporcionou a Kiesczak uma excelente defesa.
O Setúbal reagiu ao golo e à passagem dos 15 minutos, Jorginho respondeu solto na área a um cruzamento de Pedro Queirós e quase empatava.
O Benfica tinha mais posse de bola mas tinha dificuldades em chegar à baliza dos Setubalenses, pois só aos 35 minutos numa boa iniciativa de Maxi, Rodrigo atirou em boa posição ao lado.

Ao intervalo valia assim o golo madrugador de Enzo. As razões na minha opinião foram :

- A dificuldade que o Benfica apresenta quando apenas joga com dois médios em sair a jogar em posse até ao último terço de campo, onde resolve essa situação com Luisão ou Garay a jogarem longo. O Benfica geralmente só conseguia ter posse de bola e instalar-se no meio campo adversário quando ganhava a bola, pressionando o Setúbal ou em transição rápida, a partir do seu meio campo.
- A posicionamento da equipa de José Mota; Miguel Pedro tentava suster as investidas de Maxi enquanto Cristiano bloqueava mesmo o tímido Luisínho. Bruno Turco, Bruno Gallo primeiro ( e depois José Pedro ) e Bruno Amaro, criavam superioridade numérica, pois mesmo quando Rodrigo baixava para buscar jogo, Bruno Turco seguia-o e Jorginho o homem mais avançado na equipa de José Mota, baixava para a zona de André Gomes, fazendo um losango.
- A bola ao entrar nos flanqueadores John e Sálvio, Turco juntava-se aos centrais para fazerem o 3x2 aos avançados e sobrava o lateral do lado contrário para o extremo oposto da bola, e os dois interiores fechavam o corredor central para as segundas bolas.

No reatamento, novo golo Benfica madrugador. Dificuldade em sair em posse, Luisão com um passe longo, desta vez rasteiro, para uma boa diagonal de dentro para fora do desaparecido Lima, que frente ao Polaco guarda redes do Setúbal, carimbou.
O Setúbal abanou com o 2 x 0 e o Benfica motivou-se e colocou velocidade no seu jogo o que lhe valeu o 3 x 0 aos 55 minutos ( 10´da 2ª parte ) numa triangulação John / Rodrigo / Lima e com Rodrigo a só ter de encostar a bola.
A equipa "cresceu" após o intervalo porque André Gomes não foi tão posicional como 6, Enzo ajudou-o mais, e a equipa teve mais dinâmica como se viu no 2º golo, o de Lima.
À passagem dos 63 minutos, Gaitán entrou para o lugar de Sálvio, bem na minha opinião para o poupar do excesso de minutos que teve no mês de Janeiro com jogos da Liga, Taça e Taça da Liga, e John passou para a direita tendo Gaitán se fixado à esquerda e 7 minutos mais tarde, Rodrigo deu o seu lugar a Aimar. Entre as duas substituições uma jogada individual de André Gomes poderia ter um desfecho feliz se tivesse tocado ao lado para Rodrigo, mas também se compreende a sua decisão em tentar finalizar.

Até ao final, menção para a substituição de Enzo por Urreta, um Benfica que baixou de intensidade, mas que estava sempre com o jogo controlado apesar do Vitória de Setúbal esteve muito perto do golo de honra pelos pés ( felizmente tortos ) de Jorginho.

Melhor em campo hoje foi o capitão Luisão, estava a voltar à sua boa forma, o que é positivo tendo em conta que agora vamos ter os jogos da Liga Europa.
Luisinho foi o menos bom, com poucas investidas no processo ofensivo.

P.S. - Corre um rumor no Twitter que Peseiro foi demitido no Braga e que Sérgio Conceição é o senhor que se segue. Repito, rumor, pois no site do Braga ainda não há confirmação.

Carlos Queiroz: o treinador que nunca explodiu.

Avatar
 ●  1 comentário  ● 
Para mim, os Carlos Queiroz que recordo serão sempre dois, por igual número de recordações fantásticas e bem alegres:

- Os Campeonatos do Mundo de Sub-20 ganhos em 1989 e 1991

- A substituição do Paulo Torres, abrindo o flanco esquerdo do Sporting no  3-6


1991 - O Estádio da Luz a abarrotar naquela final de 1991, com um ambiente único e apenas possível no recinto desportivo mais impressionante que o futebol português alguma vez verá.
A festa pelas ruas de Lisboa(e do país) com milhares e milhares de pessoas e automóveis expressando uma alegria indescritível...!
A Geração de Ouro despontava pela mão da dupla Queiroz e Vingada.

1994 - Com um meio campo de luxo composto por Balakov, Figo e Paulo Sousa, o Sporting ambicionava vencer o seu primeiro campeonato desde 1982. 
Do lado do Glorioso, Paneira, Isaías e João Pinto eram as 3 figuras de topo, para mim. 
Vi o jogo em casa de um amigo sportinguista. Éramos 3 benfiquistas 'contra' 6 sportinguistas. Curiosa combinação que nunca esqueci! :)

O actual seleccionador do Irão, após a unanimidade que teve nas selecções jovens, nunca mais foi um figura simpática para a maioria. Quer no Sporting, quer na Selecção Nacional
E lá fora, o único sítio onde teve paz e ficou com a imagem marcadamente positiva foi no Man United, onde teve o apoio e defesa do grande Alex Ferguson. A sua passagem pelo Real Madrid, apesar da vitória na Supertaça, também acabou da pior maneira, embora com a influência do presidente do Real Madrid, que é mais um líder de um grande clube que não gosta de futebol, e que acha que os troféus são os grandes negócios.

No maior blogue de apoio ao Man United, a imagem positiva de Queiroz fica demonstrada nos comentários neste artigo

Carlos Queiroz concedeu hoje uma entrevista à cúpula da corrupção no futebol. Os destaques aqui.

Para mim, este senhor será sempre responsável por 2 das melhores recordações futebolísticas que tenho. 
Obrigado Queiroz!

ranking