O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Um curto balanço

Avatar
 ●  9 comentários  ● 
Chegamos à pausa natalícia e é altura de fazer um primeiro balanço(curto) do que está a ser a época da equipa sénior de futebol do Sport Lisboa e Benfica.

Como sempre em todos os anos a expectativa é imensa e este ano não foi excepção. Alguns reforços de qualidade, bem como a crença fantástica dos benfiquistas na capacidade de JJ em dinamizar o plantel deram uma força de arranque aos jogadores que se esperava fosse imparável.

O primeiro jogo não confirmou isso. Embora conseguindo uma vantagem de 2 golos, o Benfica deixou-se empatar em Barcelos e assim arrancou de forma frouxa para a luta pelo título de campeão.

Após isso, e apesar de algumas exibições menos coloridas, o Benfica arrancou para uma série de vitórias que lhe permitiu não mais deixar fugir o 1º classificado.

Nos 3 jogos com as equipas mais difíceis, o balanço é positivo.
Empate no Dragão, recuperando 2 vezes de uma desvantagem no marcador é um bom resultado, sabendo ademais que pontuar no Dragão é sempre muito complicado.
Já em Braga, o resultado soube a pouco. É certo que houve o problema(mal explicado) com a iluminação que prejudicou o ritmo do jogo, mas tínhamos que ter conseguido mais. E a história de que é bom porque temos perdido sempre nos últimos jogos lá é muito fraquinha.
A vitória na Luz sobre uma equipa muito boa do Sporting vincou a qualidade da nossa equipa e em como podem fazer as coisas bem quando completamente concentrados.

Nas outras competições, o percurso na Liga dos Campeões foi fantástico. Mesmo o empate com o Basiléia em casa não retira o brilho ao 1ºlugar conseguido e à maturidade e espírito de grupo demonstrados em várias ocasiões, como por exemplo em Old Trafford.
A Taça de Portugal é até agora a grande falha desta temporada. Numa competição em que temos tanta tradição e onde o treinador colocava tanta ênfase na vitória, foi uma desilusão verificar que JJ não colocou todos os melhores disponíveis na primeira equipa. Mesmo sabendo que teríamos o jogo da Champions com os romenos, o período de descanso era mais que suficiente. Foi pena.

Quanto ao plantel:

Artur: O melhor reforço da época. Segurança, confiança e concentração dão-lhe o necessário para ser a ajuda que precisamos quando tudo falha até ele.
Emerson: Começou bem, mas tem vindo a revelar uma inconsistência preocupante e parece ou precisar de mais tempo, ou não ser afinal o sucessor de Coentrão.
Luisão: Até se lesionar, penso que estará a fazer uma das temporadas de maior qualidade desde que chegou ao Benfica. Um luxo.
Garay: Outro reforço de grande qualidade, que rapidamente se coordenou com Luisão e consegue formar com o brasileiro uma dupla que faz lembrar os bons velhos tempos de Ricardo/Mozer.
Maxi Pereira: Ao contrário de muitos benfiquistas, acho que Maxi está aquém do que se esperava nesta época. Mais faltoso que o costume, tem perdido muitas bolas e isso revela-se no seu fio de jogo. Tenta sempre compensar com a raça e empenho, mas isso muitas vezes não chega.Talvez o processo de renovação o tenha deixado algo ansioso. Esperamos que em Janeiro venha melhor.
Javi Garcia: Está a ser um dos melhores e a assumir um papel preponderante no espírito da equipa e na coordenação da mesma. Um luxo também, desperdiçado por Del Bosque.
Gaitan: É um fora de série, sem qualquer dúvida. Mas até agora revela ainda os problemas que Dí Maria também tinha antes de JJ lhe colocar a mão. É inconsistente nas exibições e ainda tem muito a melhorar na entreajuda a defender. Melhorou relativamente ao passado, mas pode fazer melhor.
Axel Witsel: Um reforço muito bom, que surpreendeu apenas quem não o tinha visto jogar. Menos exuberante nas últimas exibições, em resultado do 'cordão táctico' colocado por JJ em sua volta. Estando mais preso não se vê tanto Witsel ao ataque, mas tem compensado com um papel importante na solidez do meio campo.
Pablo Aimar: Talvez a fazer a melhor época desde à muitos anos. Um jogador fenomenal, e com uma inteligência e fineza que poucos se podem gabar de possuir. Uma preciosidade no nosso plantel.
Bruno César: Arrancou mal com as suas primeiras declarações, mas soube corrigir em campo e 'obrigar' JJ a incluí-lo nas opções habituais. Com os olhos sempre na baliza, possui um pé esquerdo que trata a bola por tu e mostra que tem muito para dar.
Nolito: Espero que percebam o grande jogador que Nolito pode vir a ser. Não tenho dúvidas que se JJ usar com ele a mesma receita que usou com Dí Maria, teremos aqui um jogador fantástico. Tem talento, garra e força para o ser. E já tem demonstrado isso muitas vezes.
Saviola: Prossegue o seu calvário. É uma expressão forte, mas apropriada. Com a excepção da sua primeira época no Benfica, desde à muitos anos que Saviola não produz uma temporada consistente, regular e produtiva. Penso que o problema é mesmo do jogador, talvez a nível psicológico, mas mesmo com a excelente qualidade que tem, se não conseguir esta época ainda mostrar algo diferente, será altura de o deixar partir. Ter um Saviola insatisfeito no balneário tem os seus custos.
Rodrigo Moreno: Um jogador que muitos queriam observar, mas a quem faltavam as oportunidades. Pois bem, começou a tê-las e e justificou a confiança que lhe foi dada. Penso que a posição que lhe tem sido atribuida nos úlimos jogos prejudica as suas capacidades. Algo a rever, JJ.
Oscar Cardozo: Ora aqui está um jogador que se ama ou odeia. Eu gosto muito do Cardozo que arrisca, que luta com os centrais e que mostra o instinto matador. Odeio é o Cardozo displicente(como se viu na Madeira), o Cardozo indolente, o Cardozo preguiçoso. Quero um Cardozo que brilhe em todos os jogos, incluindo os importantes e não apenas nos outros. Magnusson também foi um grande ponta de lança, mas na maioria dos jogos importantes passava ao lado.

Quanto ao resto do plantel, têm mais meia época para mostrarem o que valem. Não vai ser fácil, pois sabemos que quando JJ 'imbica' com um jogador, muito dificilmente ele terá nova oportunidade.

Precisamos de reforçar o lado esquerdo da defesa, e ter muita preocupação com os índices físicos para a 2ª parte da temporada. Todos recordamos que é por volta de Fevereiro que o Benfica de JJ tem começado a quebrar fisicamente.

O balanço é muito positivo. Penso que tudo está reunido para lutarmos pelo título até ao fim, e para fazermos uma Liga dos Campeões surpreendente.

Saudações gloriosas!!!

Nota: Quanto aos assuntos fora de campo, serão abordados noutro post.

9 comentários blogger

  1. Já em Braga, o resultado soube a pouco. É certo que houve o problema(mal explicado) com a iluminação que prejudicou o ritmo do jogo, mas tínhamos que ter conseguido mais. E a história de que é bom porque temos perdido sempre nos últimos jogos lá é muito fraquinha
    .........................

    Com que então acha que foi só a iluminação?

    E o resto, como agressões não penalizadas, p.e. do "Preto" ao Javi, entre outras benesses, sem serem penalizadas?

    Quem foi que se desculpou da forma que refere?

    ................

    http://montidubotas.blogspot.com/2011/12/o-conselheiro-imprudente-da-receita.html

    ResponderEliminar
  2. posso não ter compreendido bem a opinião sobre cardozo, mas acho que é injusto dizer "Quero um Cardozo que brilhe em todos os jogos, incluindo os importantes e não apenas nos outros".

    se repararmos bem, cardozo até nisto é um jogador atipico. normalmente brilha nos jogos grandes. já marcou por diversas vezes ao sporting e ainda este ano brilhou no dragão, e em casa com o manchester. o ano passado, por exemplo lembro-me dos dois golos em casa contra o sporting, lembro-me do golo na meia final da liga europa com o braga. foi o melhor marcador da liga europa em 2009/10. marcando golos ao liverpool, everton, etc.. acredito que tenha feito muito mais do que aqui escrevi, em jogos "importantes" mas agora não me lembro!

    enfim, um grande jogador, dificil de compreender!

    ResponderEliminar
  3. "bem como a crença fantástica dos benfiquistas na capacidade de JJ em dinamizar o plantel"
    Sim, o que se tem visto neste blogue é crença no trabalho de Jesus.

    Em relação a Cardozo, realmente desaparece nos jogos grandes, como demonstram os zero golos marcados a corruptos, sporting, liverpool, manchester, pré-eliminatórias da Champions, finais e etc. Até agora só não marcou ao Braga. Até na Madeira, onde falhou (e só falha quem está lá) foi ele quem decidiu.

    Nem tudo está bem, da mesma forma como o apocalipse nunca esteve para acontecer como muitas vezes se vaticinou aqui contra Jesus.

    ResponderEliminar
  4. Ora aqui está um soberbo poste do SHADWOS e bem mesmo na hora H, para desanuviar o ambiente....

    Na apreciação do MAXI, temos que considerar que nestes ultimos meses a cabeça do MAXI não devia andar a carburar em pleno, por causa da renovação.
    Creio que a partir de agora, vamos ter um MAXI à MAXI .

    ResponderEliminar
  5. Farfalho: não escrevi que foi 'só' o problema da iluminação. Contribuiu, mas não foi só isso. Podíamos e devíamos ter feito mais.

    Zé: Na sua última frase, resume tudo, embora com uma adaptação: 'enfim, um grande jogador,mas por vezes dificil de compreender!'
    Eu sou um daqueles que tem dificuldades em compreender as oscilações do Cardozo. Não desaparece em todos os jogos importantes, nada disso, mas não aparece com a frequência que gostaria de ver. É isso que quero dizer.

    Dezazucr: Quem é o treinador do Benfica? JJ. Por isso é ele que tem que levar com as críticas quando decide mal. Aqui ninguém é contra o JJ, mas pessoalmente não coloco o ego de ninguém acima dos interesses do Benfica. E JJ fá-lo várias vezes. Quanto ao Cardozo, leia p.f. o que escrevi ao 'Zé'.

    ResponderEliminar
  6. Bem...eu acho que Cardozo aparece sempre nos jogos importantes: Já marcou ao fcp na Luz e no Dragão, aos verdes na Luz e em Alvalade, na Liga dos Campeões seja aos toscos do Otelul ou ao poderoso United passando pelas terras frias de Donetsk, marca golos que confirmam campeonatos,etc

    Que Cardozo é um jogador injustiçado pelos adeptos benfiquistas é uma grande verdade mas este post acho que quebra recordes...

    ResponderEliminar
  7. Umas breves notas. Sobre Emerson creio que cai num erro frequente que existe no Benfica, também porque é tema de comunicação social, que é o Emerson ser o sucessor de Fábio Coentrão. Comparações injustas porque cada um é o que é, e o que interessa são os resultados da equipa. Neste momento,estamos com mais 1 ponto do que no ano do título, portanto os resultados são mais do que satisfatórios.

    Mas no Benfica tem de se falar sempre de alguma coisa, e em regra é dos temas que a comunicação social elege, sem qualquer critério que não seja, provocar o debate e a divisão da nação benfiquista.

    Até porque Coentrão só no seu 3º ano de Benfica pegou de "estaca" (com a adaptação de JJ a defesa esquerdo) e mesmo nesse ano, as estrelas da companhia eram o Saviola, o Di Magia e o Cardozo, nomeadamente. Só no seu 2º ano de Benfica atingiu um "estrelato" especial e relação com os sócios, que estavam órfãos de Di Magia.

    Sobre Cardozo muito se diz e muito se escreve. Em particular sobre as suas características de jogo. Nem o facto de ser o melhor marcador estrangeiro de todos os tempos, faz as pessoas arrepiar o lado fácil da critica. O que lhes digo é simples: se Cardozo corresse mais, como o Rodrigo por exemplo, quando disputasse as bolas, chegava primeiro que elas e perdia as possibilidades de golo! Além de que se cansava mais e quando precisasse de energia, estava menos disponível.

    Há uma entrevista notável publicada no jornal do Benfica, sobre Néné no programa Zona de Decisão. Acho notável que ele Nené, assuma que a sua entrega ao jogo, apenas aparentemente era de menor entrega. Ele sabia distinguir as bolas em que não valia a pena correr, porque o adversário ia ficar com elas e ele ia-se cansar, bem como a não meter o pé para não arranjar lesões, quando percebia que o adversário ia carregar mais forte. Depois diz que assim, estava mais disponível fisicamente quando sabia que ia ganhar aquela bola que lhe dava o golo.

    É um pouco de ciência que está inserida nestas palavras. O jogador deve gerir o seu esforço físico, pois disso pode beneficiar ele, e a equipa. As criticas a Cardozo sobre a sua forma de jogar e se mexer em campo são regra geral (não quero dizer que esta sua opinião o seja), desonestas intelectualmente por tanta ignorância evidenciarem.

    Mais exemplos, Rodrigo foi titular no lugar dele, no jogo da Taça com o Marítimo. Resultado: perdemos e Rodrigo falhou alguns golos não muito difíceis, para o que já lhe vimos fazer. Quem é que não jogou? O Cardozo, certo. Recue 2 anos e recorde a eliminação frente ao Guimarães (com 2 penaltys sonegados, mas o Sr.º Vieira acha que não se deve ir por aí). Ora quem não jogou esse jogo por estar castigado na sequência da injusta expulsão de Braga? O Cardozo. 2 jogos que Cardozo falha, 2 jogo que por acaso perdemos.

    Não é só coincidência. É perceber que mesmo quando Cardozo não marca, o Benfica joga melhor. Porquê? Talvez porque ele "prenda" 2 centrais, e Rodrigo não. Logo os centrais com Rodrigo podem apoiar o seu meio campo e ganhar mais 2ªs bolas. Talvez seja isto.

    ResponderEliminar
  8. Caro Shadows, na maioria das análises que fazes dos jogadores, concordo com muita coisa, apenas acho que ao contrário do Mats Magnusson, Cardozo não passa ao lado dos jogos grandes, bem pelo contrário, já marcou só nesta época ao Porto e ao manchester, em ambos com grandes exibições, o Sporting (aqui aceito a discussão que não tem já nada de grande), tem sido um mártir do Cardozo e mesmo ao Porto não foi a primeira vez que marcou, além disso, para além de ser sempre o nosso melhor marcador, a nível nacional, também o é a nível europeu, por isso ele é na minha opinião, um jogador de todos os jogos, embore concorde que por vezes parece demasiado alheado em alguns jogos.
    Outra coisa é que Cardozo poderia marcar muito mais, não fossem alguns energúmenos que mais não fazem que o assobiar, isso só prejudica, retira-lhe tranquilidade e aumenta-lhe e muito a pressão e a ansiedade.

    ResponderEliminar
  9. Eagle01: O Emerson vem do clube campeão francês, e não do Rio Ave ou de um clube de 2ª espanhol. Não digo que ele tenha que ser parecido com o Coentrão, porque de facto cada jogador tem o seu ADN. Mas os bons jogadores jogam. Destacam-se naturalmente. E o Emerson não o tem feito.
    O Nené e o Cardozo não têm comparação. Só nos golos. Lembro-me de o Nené por vezes levar com as bocas de acabar os jogos com os calções limpos, pois nem ao chão ía. Mas era eficaz. O Cardozo tem momentos muitos bons, mas tem outros tantos ou mais de displicência, de falta de empenho. E vendo o jogo ao vivo na Luz reparas quantas vezes ele está a dormir fora de jogo quando a equipa lança um contra ataque.

    Jotas: como acabei de escrever em resposta ao amigo Eagle01, o Cardozo tem um problema de displicência e falta de empenho em certos momentos. O que provoca que no calor do jogo muitos adeptos lhe lancem os tais assobios. Não digo que seja correcto, mas ele pode evitar dar essas oportunidades.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking