O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 24 de julho de 2010

Quem não tem BenficaTV... Azar!

 ●  8 comentários  ● 
Quem assistiu ao jogo na RTP viu uma péssima qualidade de imagem, como acima se vê. Quem pôde assistir na BenficaTV teve acesso a uma qualidade de imagem muitíssimo superior à da transmissão do canal público.

BenficaTV a marcar pontos. Melhor qualidade, muito melhor qualidade.

Trasmissão do Jogo de Apresentação DIRECTO

 ●  2 comentários  ● 
STREAM ENCERRADO
Benfica 3 - Monaco 2 (Airton, Aimar e Cardozo)

Campanha RedPass

 ●  4 comentários  ● 
Ia ontem no carro para o trabalho quando ouvi na Rádio Comercial a campanha pela aquisição do RedPass no SLBenfica. A juntar a isto, as campanhas nos jornais e até televisão.

Porque o SLBenfica merece, porque o SLBenfica está a investir muito dinheiro nesta campanha e porque a campanha está muitíssimo interessante e atractiva... e porque com o povo tuga este tipo de iniciativas são muito recebidas, adivinha-se então o sucesso desta campanha com valores de renovação e aquisição de RedPass a ser este ano superior aos cerca de 25.000 do ano passado. Neste domínio serão de esperar valores na ordem dos 35.000 a 40.000 RedPass vendidos, o que seria ter em cada jogo 2/3 dos lugares vendidos à partida: EXCELENTE e sem qualquer tipo de comparação possível em Portugal.

Também se adivinham nos jogos outros motivos de interesse com a iniciativa do Treinador de Bancada (brilhante ideia), o que tornará seguramente a Luz um local de espetáculo dentro e fora do campo ao longo do ano.

A terminar, todas estas iniciativas têm juntado uma outra tão ou mais importante: O Kit Sócio para oferta. Também serão de esperar fortes aumentos do número de sócios.

Tudo somado, serão importantíssimas novas e maiores fontes de receitas para o SLBenfica. Está de parabéns a Direcção nestas iniciativas, em especial o Dpt. de Marketing e Comunicação

BOMBA ou Gralha na 1ª Pagina do Expresso?

 ●  8 comentários  ● 
Com as recentes medidas como director desportivo como: Contratação de amigos em vez de jogadores; Contratação de jogadores que pesam mais que os outros 10 companheiros; Oferta dos melhores jogadores a clubes rivais (Stojkovic, Moutinho, Ismailov, etc), venda em saldo dos jogadores menos maus (Veloso, Vukcevic, Yannick, etc.), o que o Costinha terá realmente dito foi:

"Sou do Benfica
e antisportinguista!"

sexta-feira, 23 de julho de 2010

DiMaria II

 ●  12 comentários  ● 
Caaaaaalma... não é uma contratação! É precisamente o contrário, uma (potencial) venda. Anda tudo excitadinho na imprensa, e eu gostava de saber quem libertou essa informação na surdina, com o facto de David Luiz ficar na Luz mas com a guia de marcha já assinada para o Real Madrid... no próximo ano.

Taxativamente ninguém o escreve, mas quem se dá ao trabalho de ler as crónicas e editoriais de alguns jornalistas que acompanham o SLBenfica, são mais que muitos os que vão ver a referir isso.

Assustador, digo eu! Será que não aprendemos com a "promessa" de Janeiro feita do DiMaria? Será que o factor "concorrência" é estranho para os lados de quem possa pensar neste tipo de "alinhamento"?

Engraçado como eu ontem escrevia: "O que defendi é que deverá haver devidamente "categorizada" uma lista de jogadores identificados como prioritários para suceder a jogadores-chave do plantel. Ao longo do tempo que vai entre a identificação e o "timming" adequado para a contratação (que é quando verificamos que o jogador-chave sairá a curto/médio prazo), deve haver uma aproximação ao enquadramento desportivo do jogador: Identificar as pessoas de influência sobre os decisores, conhecer a realidade e necessidades do Clube vendedor, estabelecer contacto com pessoas influentes junto do jogador, etc." in Organização Implacável

Foram muitas as vozes que se levantaram a dizer que eram criticas gratuitas, talvez cegados pelo exemplo da organização do FCPorto neste aspecto. Típico do sentimento de inferioridade que os benfiquistas aprenderam a criar no passado... Eu por mim podem dar como exemplos o que quiserem, o Benfica é o Benfica e esses exemplos umas vezes serão positivos e outros serão oportunidades de melhorar. Não tenho a ambição de acreditar que o Benfica é perfeito... porque sim.

A confirmar-se este tipo de relação para a venda de jogadores - já aconteceu com o DiMaria, veremos se irá repetir-se - torna-se interessante como aparentemente só temos dificuldades em garantir o alinhamento antecipado quando toca a COMPRAR jogadores, ou seja, em proveito (desportivo e financeiro) próprio. Já quando toca a vender... somos uns beneméritos que garantem aos compradores seis meses / um ano de tranquilidade e afastamento de concorrência, para depois andarem a pagar aos 30M€ de cada vez por centrais (Pepe) e regatearem 25M€ + objectivos por um fantasista, daqueles que faz valer o bilhete de cada jogo.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Organização Implacável

 ●  30 comentários  ● 
No seguimento do tópico A (sempre falta de) Capacidade de Antecipação alguns estranharam que eu tivesse escrito que, no lugar da Administração, aceitaria se aparecessem propostas de 25M pelo Ramires, 25M pelo Cardozo, 30M pelo Coentrão e 40M€ pelo David Luiz (eu não acho realista que esse "Euromilhões" tão grande saisse todo no mesmo ano em tempo de crise).

Houve também quem estranhasse o titulo do tópico em que eu referi que estas saídas deveriam estar acauteladas antecipadamente como, achou alguém que não eu, estaria a saída do DiMaria acautelada com o Gaitan. Eu digo "alguém achou" porque na minha perspectiva continuo a afirmar que este jogador é diferente do DiMaria, não tem as mesmas características, ainda que seja um excelente jogador.

Vamos lá ver se eu tenho capacidade escrita para vos conseguir explicar, aos mais cépticos, o que queria dizer com as duas ideias principais do tópico anterior, que na prática representam uma apenas.

Sei que muitos não gostam do exemplo azul. Eu também não! Um clube corrupto não devia ser exemplo de nada, mas a realidade é que os corruptos têm o "mestrado" na substitução de jogadores-chave naquela equipa de bairro. Vendem-nos sempre por valores elevados e garantem sempre o substituto 80% das vezes antes até de venderem o jogador do plantel.

Os exemplos estão à vista, e não importa para o caso olhar ao sucesso das operações mas sim ao formato e à organização: Lisandro » Hulk; Bruno Alves » Maicon; Meireles » Moutinho » Lucho » Belluchi/R.Micael; Deco » Lucho; Cissoko » Alvaro Pereira; Rodriguez » Quaresma; e o caso paradigmático dos centrais: R. Carvalho » Pepe » Bruno Alves » Sereno (sempre portugueses); etc. Se olharmos aos valores das transferências dos exemplos acima, todos sairam perto das respectivas clausulas e aos magotes por época num numero de dois/três por ano.

Ora, o que está em causa não é vender jogadores, mas sim... Saber vendê-los para, efectivamente, ao fazê-lo dar continuidade ao projecto desportivo e financeiro. Os corruptos fazem-no porque precisam e porque são incompetentes/corruptos na gestão. Nós fariamos porque... podemos! Ou seja, porque ganhamos, porque os nossos jogadores são bons, são desejados e o Benfica tem o "carisma de campeão" que interessa aos melhores campeonatos.

Posto isto, há muito que aqui me deixam indignadas as contratações que se arrastam no tempo, tipicamente correspondentes a jogador de elevados potenciais de valorização financeira e desportiva... mas que acabam invariavelmente por ir parar a outros clubes. Entre os exemplos recentes tivemos Alvaro Pereira, Falcão, Jamez Rodriguez, Ruben Micael, Lisandro Lopez, Rodriguez, etc.

O SLBenfica, descobriu estes valores todos! É impressionante a qualidade da rede de contactos ou de scouting (ou ambas) que nos levou a jogadores de elevada qualidade e passíveis de serem adquiridos por valores moderadamente baixos. Infelizmente, o processo negocial seguidamente acumula erros: Desde a falta de envolvimento directo, à incapacidade de escolha dos intervenientes adequados para negociação, até à constante "crença" que o tempo corre a favor mesmo com as noticias a sucederem-se na imprensa e a alertarem eventuais interessados.

É absolutamente fundamental SER ARROJADO! Se um jogador é o que acreditamos MESMO ser a opção certa para o lugar certo, então temos que ser profissionais, astutos e arrojados para trazer o jogador. Não é possível ter sucesso se assim não for.

O que defendi é que deverá haver devidamente "categorizada" uma lista de jogadores identificados como prioritários para suceder a jogadores-chave do plantel. Ao longo do tempo que vai entre a identificação e o "timming" adequado para a contratação (que é quando verificamos que o jogador-chave sairá a curto/médio prazo), deve haver uma aproximação ao enquadramento desportivo do jogador: Identificar as pessoas de influência sobre os decisores, conhecer a realidade e necessidades do Clube vendedor, estabelecer contacto com pessoas influentes junto do jogador, etc.

Dá trabalho? Pois dá! Custa dinheiro? Pois custa! Mas quanto isso representa em "poupança" quando conseguimos antecipar as saídas de jogadores, quando podemos até criar condições para a saída de jogadores, quando evitamos a fuga de talentos para outros clubes, etc. etc. etc. Gasta-se tanto dinheiro mal gasto em soluções de recurso, depois de negócios sem sucesso (Keirrison, Balboa, Makukula, Patric, Shaffer, etc), que os custos deste verdadeiro trabalho de Organização representaria "peanuts" perto disso.

Aparte disso, qual seria o trauma de perder Ramires, se o seu substituto já tivesse chegado há seis meses ou se já estivesse contratado um jogador de elevado potencial de valorização desportiva e financeira? E qual o mal de isso acontecer com três jogadores?

Numa organização desportiva eficiente, a saída de três jogadores do "nucleo duro" faz diferença, mas não cria qualquer drama, nem obriga a "correr atrás do prejuizo", enlatando os jogadores a titulares à chegada ou entrar em circunstâncias negociais desfavoráveis para fazer face a necessidades.

Obviamente que quando falo em "substitutos de elevado potencial de valorização desportiva e financeira", estou também a incluir os jovens formados no SLBenfica e a EXCLUIR a "cantera" do Real Madrid.

A (sempre falta de) Capacidade de Antecipação

 ●  15 comentários  ● 
Prometo desenvolver o tema ainda hoje, que não o faço agora por indisponibilidade de tempo, mas depois da venda de DiMaria - o único que sempre disse que deveria ser vendido pela clausula apenas - se recebermos propostas de 30M pelo Fábio, 25M pelo Ramires, 25M pelo Cardozo e 40M pelo David Luiz... EU VENDIA! Só exigiria que fosse em "cash" e à cabeça.

Obviamente que isso pressupunha que já tivessemos "debaixo de olho" substitutos, não à altura, mas com potencial para atingir o mesmo nível ou mesmo superior.

O SLBenfica tem treinador e estrutura com capacidade para encontrar substitutos com elevadíssima margem de progressão, sem ter que estar a pagar 10M ou mais por eles.

Agora... há que ser exigentes! Ou estes jogadores saem até final de Agosto (se sairem/saíssem), ou então só pelas respectivas clausulas. É fundamental não iniciar a competição ainda com mexidas no plantel

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Sobre uma (esperada) venda do Ramires

 ●  15 comentários  ● 
Para os mais desatentos podia ser novidade, mas o GB recorda que quando Ramires chegou no Verão do ano passado eu escrevi isto: "Ramires: um jogador claramente acima da média, mas que segundo se sabe, já tem a guia de marcha traçada para Inglaterra no próximo ano." in A Batedeira em 27 de Julho de 2009.

Antes que comecem os tópicos por essa blogsfera a fazer contas sobre uma eventual venda de Ramires para Inglaterra, conforme é noticiado por quase toda a imprensa, chamo a atenção que, a fazer fé no que o GB sabe do negócio Ramires (posso estar mal informado), grande parte ou mesmo todo o investimento foi feito por Kia e Bertolucci em nome do SLBenfica, numa espécie de empréstimo bancário. Ou seja, os empresários avançaram com parte ou a totalidade dos 7,5M€ e colocaram o jogador na Luz para se valorizar e no ano seguinte, mais tardar dois anos, seria transferido por um valor muito superior que permitiria aos empresários recuperar e valorizar o investimento e ainda ao SLBenfica obter uma compensação financeira pela operação.

Já disse mais que uma vez que sou favorável a este tipo de operações, desde que não seja mais que um jogador por ano. Nestes casos o Clube tem, acima de tudo, benefício desportivo.

Portanto, a fazer fé no que o GB anda a escrever há um ano, não vale muito a pena dizer que o jogador poderia render 25M ao SLBenfica mais vai render apenas 6M (50% já vendidos) + 12,5M (50% vendidos agora), pois seja qual for a dimensão do negócio, a grandíssima parte irá sempre para os empresários.

Ainda que mesmo que o dinheiro tivesse ou tenha sido avançado pelo SLBenfica, o compromisso antecipado de venda do jogador até nos favorece, pois desportivamente ganhámos com o jogador e financeiramente também temos retorno:

Investimento da totalidade pelo SLBenfica
Benfica: 7,5M€ de custo + 6M€ receita 50% + 12,5M€ receita por 50% = 11M€ de retorno
Empresários: 6,5M€ de retorno (6M€ de custo e 12,5M de receita por 50%)


Caso o Benfica tenha suportado, suponhamos, 50% do investimento apenas, com a operação do início do mês, as contas vão dar ao mesmo:

Investimento de metade (3,75) pelo SLBenfica
Benfica: 3,75M€ de custo + 2,25M€ receita por 50% + 12,5M€ receita por 50% = 11M€ de retorno
Empresários 3,75M€ de custo + 2,25M€ de custo por 50% + 12,5M de receita por 50%) = 6,5M€

Feitas as contas, se investiu alguma coisa, o SLBenfica irá sempre sair a ganhar mais dinheiro do que os empresários. Mas sem permitir este retorno objectivo aos empresários, estes nunca teriam garantido a possibilidade de contratação/colocação do jogador por "apenas" 7,5M€, quando no final da Copa América havia quem já o avaliassem no dobro, 15M€.

E ALTERNATIVAS? Eu, até ver, acho que Simão poderá ter passado de desejado a descartado. Mas no futebol o que hoje é verdade...

Este vai aparecer na sargeta

 ●  8 comentários  ● 
“Fala-se muito no negócio do Kléber mas, para o Marítimo, a situação resume-se numa frase: Falta o dinheiro. Sem dinheiro, o Marítimo não liberta o atleta porque tem mais um ano de contrato com o jogador. Por isso, não é com pressão, não é com aliciamentos e não é com ameaças que vão conseguir resolver o problema. Ser for com ameaças, as instâncias jurídicas irão resolver o assunto. O FC Porto não aceitaria que o Bruno Alves abandonasse o estágio à revelia do clube, tal como o Atlético Mineiro também não aceitaria se o Tardelli fizesse o mesmo a conselho ou aliciamento de alguém
por Carlos Pereira, Presidente do Marítimo

Impressão minha ou é a altura certa para capitalizar este momento, disponibilizando a lista de dispensas do SLBenfica ao Marítimo? A isso se chama "aproveitar o momento" para garantir um aliado na procura da verdade desportiva.

Contratação de Refugo

 ●  9 comentários  ● 
Depois de há uns tempos terem chegado aos 32M€ por David Luiz e visto a proposta recusada, viram-se para segundas opções. Como habitualmente, os russos sobrevalorizam muito os jogadores...

terça-feira, 20 de julho de 2010

Sacanas sem Lei

 ●  10 comentários  ● 
Mais uma temporada que está prestes a começar e continua o circo corrupto em torno da FPF, dos poderes da FPF, da Liga de Clubes, dos poderes da Liga, da arbitragem, da disciplina e dos regulamentos. Em suma, tudo o que os "patrões" precisam para continuar a controlar o futebol português.

O Estado português legisla, publica em Diário da República e, teoricamente - sim, teoricamente - todos os portugueses são responsáveis perante a lei e os organismos jurídicos pelo cumprimento dessas leis.

E porque digo teoricamente? Porque ainda hoje mais uns quantos voltaram a ser absolutamente ilibados - novamente não porque tenha sido provada a inocência, mas porque mais uma vez se resolveu anular e arquivar as provas alegadas como ilegais ou insuficientes. Depois de Pinto da Costa, Lourenço Pinto, Paulo Torrão, Jacinto Paixão, etc. foi agora a vez de Valentim Loureiro e João Loureiro.

Todos nós ouvimos as escutas e tivemos contacto com as provas mais que evidentes e inequívocas, que em qualquer outro país teriam sido mais que suficientes para "enjaular" toda esta corja corrupta que continuará a fazer ruir o futebol português.

Ao mesmo tempo, como o GB aqui já explicou detalhadamente, continua em marcha um plano para controlar o futebol português por mais um ciclo de quatro anos... pelo menos:

De um lado, Fernando Gomes, o ex-funcionário do Oliveira, posicionado na Liga de Clubes que detém hoje a organização do campeonato profissional, a arbitragem, disciplina e respectivos regulamentos. Do outro lado Gilberto Madaíl, amigo do Oliveira, posicionado para ficar pelo menos mais 4 anos e garantir a transição de poderes da Liga para a FPF, no que diz respeito à disciplina e arbitragem.

Mas como qualquer "sacana sem lei", pouco importa a estes corruptos que alguém minimamente corajoso tenha apresentado um regime jurídico igual ao dos demais países europeus em que, no caso de Portugal, a "união corrupta" das AF Porto, Braga e Aveiro deixaria de dominar integralmente o futebol português "minando" a AG da FPF.

O "golpe de teatro" de Laurentino Dias já todos conhecem. Fingiu que se irritava e retirou a utilidade pública à FPF, mas ressalvando os contratos-programa do futebol profissional. Ou seja, limitam-se a não dar subsídios e demais apoios para o futebol não profissional e formação. Como sempre, "quem se lixa é o mexilhão".

A "jogada" é semelhante à do Apito Dourado: Deixar os processos rolar, esticar a corda e depois "cozinhar" tudo nos bastidores, como sempre com o Laurentino a fingir que não se passa nada e que está é focado na "manobra de diversão" criada por Madaíl para encher os bolsos ao Laurentino em troco do silêncio: A Candidatura Ibérica.

A jogada é simples: A Liga de Clubes, com Fernando Gomes - ex-funcionário do Oliveira, vai gerir e gerar dinheiro na organização da Liga... e garantir que do outro lado, na FPF, estão já assegurados os "poleiros" para transitar os poderes disciplinares e de arbitragem para esse organismo.

O que eles queriam mesmo era manter tudo na Liga e continuar a contar com a "almofada" do discreto e últil CJ da FPF, mas melhor do que isso é ter tudo num organismo só. Imaginem o que será do futebol português quando tivermos os regulamentos a continuarem a ser geridos e mexidos de acordo com os interesses corruptos, garantindo os "buracos e fugas" necessários.... e ainda ter os organismos de Disciplina (CD) e Justiça (CJ) sob a mesma alçada (FPF) liderada e controlada pelos "patrões"? Como complemento, a Liga continua a gerir a organização da prova, garantir patrocínios, nomear delegados e afins.

SACANAS SEM LEI! Mas... "o homem é honesto e os benfiquistas sabem o que estou a fazer"
brrrrrr até me arrepio só de me recordar desta frase inocente

Desmentido e... por desmentir!

 ●  9 comentários  ● 
Diz o SLBenfica em comunicado:
Em relação a algumas notícias vinculadas na comunicação social quanto ao interesse na contratação de alguns atletas, nomeadamente o jogador Xandão, o Sport Lisboa e Benfica vem esclarecer que o principal reforço do plantel passa pela manutenção dos futebolistas que integram os seus quadros.

Desmentimos, por isso, o interesse em qualquer atleta avançado pela comunicação social.

Percebe-se o interesse de alguns agentes de futebol em alimentar este tipo de especulação. O Benfica não irá pactuar com este tipo de comportamento.

*********************************
Acho muito bem que fiquem claras este tipo de questões. Contudo, chamo também a atenção para a necessidade de desmentir CATEGORICAMENTE e antecipadamente o interesse do SLBenfica na venda do Cardozo.

Este tema não só irá, como está, baixar o valor de negociação do jogador (porra, ultimamente andamos especialistas em "baixar as calças"), como igualmente se está a tornar demasiado evidente que "alguém" está com o interesse contrário.

Com o aproximar da hora de regresso do jogador, na última semana Oscar Cardozo já foi falado para o Milan e hoje para o ManUtd. Olhando para os clubes em questão, para o futebol que praticam e para as opções dos últimos anos, parece-me que quem lança este tipo de notícias deveria envergonhar-se por acreditar que os benfiquistas são assim tão burros ao ponto de não perceber que são noticias inventadas/plantadas por quem tem interesse em dar visibilidade sobre o jogador e inflacionar o seu passe.

O que me preocupa aqui é: Quem está a fazer isto? O SLBenfica? O empresário?

Se for o Clube fico preocupado, apesar de saberem todos que é um jogador - para mim - perfeitamente negociável. Contudo, não podemos esquecer que é preciso saber fazer as coisas e que, aparentemente houve em tempos a recusada proposta do Shaktar (25M€) que ninguém negou... nem o clube interessado em comprar. Vamos ver se não irá ainda ser um problema.

Se é o empresário, bom... então alguém (sugiro que seja o jogador) tem mesmo que meter esse sujeito na linha.

Não é medo, é confiança porra!

 ●  6 comentários  ● 


No seguimento do tópico É lixado ser Grande (que recomendo vivamente a leitura), também o GB alinha pela exposição de bons momentos do Roberto Jimenez para pedir ao jogador que:

Ao invés de pensar: "Tenho que está à altura dos 8,5M" - e assim borrado vai sempre falhar- Deverá antes pensar: "Sim, foram 8,5M porque sou bom e valho cada euro. Não tenho nada a provar" - e assim confiante vai triunfar ao melhor nivel que for capaz (espero eu).

segunda-feira, 19 de julho de 2010

É lixado ser Grande

 ●  15 comentários  ● 
Sabem aquelas vezes que vocês ouvem alguém criticar quem vocês gostam e não admitem, mesmo quando essas pessoas se justificam dizendo "mas tu também dizes", ao que ouvem logo "mas eu posso!"? É isso que sinto em relação ao Roberto e ao SLBenfica.

O Roberto e o SLBenfica, parecendo que não têm muitas semelhanças. Eu tive, há dias, a oportunidade de estar perto do Roberto. O homem tem tudo para ser um guarda-redes que faz borrar de medo jogadores de meia tijela vestidos de azul e branco ou verde e branco, já para não falar nos outros. Mas alguns erros vão-no atrasando nesse caminho.

Também o SLBenfica tem tudo para ser um clube único no Mundo, desde os adeptos à história, temos tudo para ser um clube capaz de lutar ombro a ombro com os colossos mundiais, ano a ano. Mas alguns erros vão-nos atrasando nesse caminho.

Olhando para a imprensa, FCPorto e SportingCP fizeram as suas apresentações aos sócios, mas o que vem na imprensa é o SLBenfica e... o Roberto! Ora, é fácil para qualquer jogador chegar ao FCPorto, SportingCP, Braga, Odivelas ou Olivais Moscavide e sem a pressão mediática fazer o seu percurso e crescer. Foi assim como muitos jogadores que, no Benfica, não teriam tido esse tempo ou a paciência dos adeptos.

Mas quem é que está errado? É o Benfica que deve baixar a exigência por vezes surreal dos seus adeptos ou são os outros que nunca serão tão grandes que possam saber o que é o verdadeiro sentido da pressão?

O mesmo se pode dizer da corrupção e da submissão, o que seria o "aqui del Rei" no Benfica se vendessemos o David Luiz ao FCPorto ou Sporting... se emprestássemos o Nelson Oliveira a um desses ou se Luis Filipe Vieira, Rui Costa e Paulo Gonçalves negociassem arbitros, viagens e outros quinhentinhos...

Nunca seremos como eles, caros amigos. É a diferença entre ser um grande clube (o Benfica) e os clubes grandes (os outros). O "circo mediático" apontará sempre ao interesse do povo português e, até, do povo do Mundo... e esse interesse está no SLBenfica.

Aos dirigentes, cabe-lhes conviver com esse circo e saber serem mais espertos procurando "almofadas" de conforto para os profissionais do SLBenfica. Essas "almofadas", como já aqui falei muitas e muitas vezes passa por olhar para este paradigma da comunicação de forma cada vez mais estratégica, o que no nosso clube é totalmente desprezado, aparentemente, dando a ideia que temos sempre a mania que somos mais espertos que os outros e não precisamos de os respeitar. Nada de mais errado!

Dizia-me ontem um amigo treinador de guarda-redes que o Roberto, como muitos sabem e vaticinam, tem tudo para ser um excelente guarda-redes. Se calhar não será um guardião de top mundial, mas será um excelente guarda-redes. Contudo, a direcção do SLBenfica esqueceu-se que a posição de guarda-redes não tem airbag e voltou a cometer erros do passado, deixando sobre os ombros do jogador o peso brutal do processo de aquisição.

É aqui que se vai definir a linha ténue, no caso do Roberto, entre representar para nós um grande guarda-redes ou ficar apenas por ser um guarda-redes grande. Da mesma forma, o SLBenfica depois do último título tem a oportunidade de "rever a matéria dada" a apontar a ser um clube grande ou, como desejamos, um grande clube.

Desculpas não são aceites e nunca caracterizaram o SLBenfica!!! Não será por todos fingirmos que o Roberto não falha que ele irá ficar mais tranquilo ou irá defender melhor; De igual modo que não será por dizermos que os jornais são uma cambada de avençados submissos que eles vão deixar de usar o Benfica para enriquecer.

Meter a cabeça na areia ou fazer o papel do coitadinho não é solução e servirá apenas para Roberto ser cada vez menos um grande guarda redes e o Benfica ser cada vez mais apenas um clube grande.

É preciso espírito forte e é preciso que o Roberto, tal como o SLBenfica, se imponha por aquilo que é capaz de fazer e não por o que gostariamos que tivesse feito ou poderia ter feito "se..."!

Carrega Benfica
Carrega Roberto
Chorar não resolve! Sejam exigentes... Fazer bem não é o limite, é apenas o princípio (de ser Benfica)

Depois da Almofada

 ●  4 comentários  ● 
Deitar a cabeça na almofada é sempre bom! Já deu para acalmar o "nervosismo" de ontem que analiso agora como ansiedade em querer ver o Roberto a mostrar um sinalzinho de esperança que pode vir a valer tudo o que pagámos por ele.

Partilho do que diz o JediVermelho, é engraçado ver os benfiquistas a pedir respeito e apoio ao Roberto, mas a esquecerem-se que na Luz há ainda mais dois guarda-redes que quando o titular não está bem, trabalham para poder merecer as oportunidades de o substituir. Uma palavra, entre esses, para Moreira que está na Luz desde os 14 anos e sempre aceitou as decisões a que foi sujeito, nunca virando a cara ao Clube.

Mas vamos olhar antes para os lados positivos, porém os mais fáceis para "meter a cabeça na areia" e fingir que não há motivos para exigir mais! E vou começar logo por Kardec, que algumas reservas me gerou quando chegou e que mostra agora ser bastante mais o tipo de jogador que gosto do que... Oscar Cardozo, o que não é dificil dado que não gosto do estilo de jogo do Paraguaio, pouco envolvido na dinâmica da equipa. Mesmo que Cardozo fique, o que não acredito, penso que Kardec poderá obrigar o paraguaio a sentar-se algumas/várias vezes no banco, pois acho até tratar-se de um avançado que Jorge Jesus mais admire.

Também Gaitan, se lhe reservarem o papel de "vagabundo", será uma excelente contratação. Jara mostra ser um "diamante em bruto", ou seja, com muita qualidade mas longe ainda de a expressar da melhor forma deixando-se desperdiçar esforço e qualidade.

Entre os habituais do ano passado, C.Martins mostra estar a níveis muito elevados quando actua a 10, tal como Ruben Amorim quando sobe ao meio campo. Airton tem aparecido em bom plano também, a beneficiar de uma excelente condição física, mostrando que será uma excelente alternativa a Javi Garcia que vê agora a sua posição mais desafiada, o que será positivo.

Entre as desilusões, apenas Sidnei. A ausência de Luisão e a "tremideira" (aceitável, por enquanto) de Fábio Faria eram a oportunidade de ouro para o brasileiro tentar posicionar-se, mas este mostra uma qualidade inconstante ao longo dos noventa minutos, que o coloca definitivamente numa posição secundária para a corrida à titularidade, posicionando-se apenas como uma solução de recurso.

Na porta da saída, os já esperados: Luis Filipe (acumula falhas), Balboa (só vontade não chega) e Filipe Menezes (um ou dois detalhes é pouco).

César Peixoto parece-me pouco para "cobrir" o espaço de Fábio Coentrão, aliás o César é um jogador útil e pouco mais que isso. Não é fraco ao ponto de valer a dispensa nem forte ao ponto de valer um lugar a titular. Posto isso, e porque Ruben Amorim merece o meio campo, penso que se houver espaço e capacidade financeira deveriamos procurar opções para as laterais que constituam alternativas jovens, porém sólidas a Coentrão e Maxi. E por favor, nem me recordem que em tempos Patric e Shaffer foram pensados para tal...

O Torneio do Guadiana será uma boa demostração do que poderemos esperar no início do campeonato, pois espero que no campo - e na bancada ;) - possa estar já o SLBenfica mais próximo do que veremos ao longo da época.

domingo, 18 de julho de 2010

Porra mais oh Espanhol!!!!

 ●  30 comentários  ● 
Sim, chamem-me nomes, comentem com faltas de educação... façam o que quiserem! Mas eu pago quotas há mais de 25 anos e não estou para aturar isto! Até a minha mulher brinca por causa deste jogador e não percebe nada de bola...

Se o jogador não está em condições (física ou psicologicamente) há o Julio Cesar e o Moreira no plantel. Se estes estão lá só para fazer número, despeçam-nos e comprem para esse lugar dois jogadores do Águias de Alpiarça por 50€.

Como ontem alguém aqui comentava, por 8,5M€ comprámos o pacote todo... até a sorte devia estar incluída. Ele pode não estar a ter sorte, mas porra... também está a ter muita incompetência.

Para atenuar servem as excelentes exibições do C.Martins, Aimar, Saviola, Airton e Gaitan... assim como a cada vez melhor condição de goleador de Alan Kardec que mostra cada vez mais que para ser goleador não é preciso estar atascado na grande área e pode contribuir-se para a dinâmica de jogo - sim, uma bicada em quem me critica por não ser fan do Cardozo.

E SIM! Estou mesmo lixado hoje, apesar da cabazada ao Guimarães e apesar de termos jogado muito mais do que o FCPorto e o Sporting que serão adversários pelo título. Desculpem lá mas ser melhor que estes merdosos já não me chega... quero mais!

Lapidar: «Roberto fez o que estava ao seu alcance» - Jorge Jesus

Amanhã prometo voltar menos irritado!

Não será o que todos pensamos?

 ●  11 comentários  ● 
Desculpem estar a "tapar" os tópicos No início de Agosto... e Torneio Guimarães: Esperança e Alerta pois até a mim já me cansa voltar ao "tema Roberto", mas dei uma volta pela Gloriosasfera e deparei-me com uma invariável orientação a este tema a cada jogo do SLBenfica. Roberto, seja pelo valor, seja pelas exibições, acaba sempre por ser tema de conversa e isso não é bom.

De todos esses textos, gostava de vos trazer algo que li no Blog EternoBenfica e que, apesar de extenso, acho que é um bocadinho a opinião e esperança de todos nós... que cada vez mais próxima se vai tornando em desilusão, não que ontem tenha tido culpa, mas apenas porque não teve mérito:

«Isso é um valor importante. Não posso dizer muito mais. Se o Benfica aceitou pagar esses números é porque tem uma grande confiança no atleta.»
Abel Resino 7/2010

Na realidade, quem fala, é tão somente o guarda-redes recordista na Liga Espanhola dos minutos sem sofrer golos. Para cima de 1200 minutos.
Porterazo dos grandes, questiona os valores dados por um atleta que não vale mesmo -neste momento!- os mais de 8 milhões que o Benfica investiu nele.
Reconhece o Abel Resino que o rapaz é trabalhador, com algumas lacunas e imaturidade para defender uma «baliza grande».
O problema, é que esta é, uma opinião avalizada por alguém que sabe o que é ser um guarda-redes a sério, e que, conviveu com o Roberto, tendo-o preterido. Logo, para lá de isenta, não é «comprada» para denegrir de forma "Abutriana" a visão dos Dirigentes do Benfica e sua capacidade negocial. A farpa «a crise não chegou a Portugal?» é de envergonhar quem comandou o negócio.

Não foi os frangos sofridos no jogo contra o Sion que me deixaram pensativo. Sou Benfiquista e, como outros, sonho há muito tempo em ter um grande guarda-redes.

Experiente, frio e reactivo.

Este tremeu depois do 1º golo. Mais do que é normal, e no 2º golo sofrido, num jogo sem importância, congelou. E isso, criou-lhe um sério problema para o futuro, pensei eu, acto imediato.

Na minha rua, no meu tempo de infância, as coisas resolviam-se com rapidez. Aqueles 2 frangos, eram motivo para passar num corredor "humano" para levar uns carolos, calduços e uns biqueiros. Coisa normal, praxe só dada aos frangueiros com mérito, mas a coisa não acabava ali. O enxovalho durava, durava ... ainda hoje se recorda passados 30 anos!

Adiante.

Veio o Jogo contra o Aris, 2º teste, a bancada Benfiquista mais angustiada que o próprio Roberto, ganhou-se, tirando a mudança do equipamento, nada de diferente se vislumbrou no rapaz, pouco fez e sofreu um golo em claro offside do grego. A nossa vitória por 4-1 fazia antever o regresso às goleadas ... desde que as bolas não passassem a defesa, e o Roberto, não fosse o último a ser batido, porque eu desconfiava que seria, cada tiro, cada melro.

Chegado a território Nacional, vi pela tv um treino no Seixal. Mas o que vi, foi um outro rapaz, um rapaz que tem tudo para vir a ser um dos melhores guarda-redes Europeus. Jan Oblak com 17 tenros anos, ágil, corajoso e com qualidades ímpares ... a frieza, olhos abertos a sair às bolas, reflexos felinos. Qualidades daquelas que Deus, por exemplo, deu ao Casillas, talvez em maior quantidade que ao Oblak mas, é evidente o predestinado que ali está.

Mas o tema é o Asturiano.

1º Torneio da época, Guimarães, jogo de estreia em território Nacional do Roberto, tudo fazia antever que seria um jogo para nos acalmar.

O tal guarda-redes excepcional, aquele que consegue com defesas impossíveis, resgatar pontos, emendar erros dos defesas, iria comprovar depois das palavras reconfortantes de Rui Costa e Jesus (visionários estudiosos que, suaram mas que encontraram no Reino de Aragão, o «sonho maior» de todos os Benfiquistas), que ele ali estava lá, elástico, nervos d'aço, instintos apurados ... enfim, um guarda-redes talhado para grandes equipas como o nosso Benfica.

Foi uma desilusão. Jogo simpático, jogo em que se viu um claro desenvolvimento de Kardec e Airton em 6 meses, mas que começou mal, Faria ficou-se num cruzamento, e o avançado holandês de cabeça, fez o Roberto voar com estilo mas, eficácia zero. Não foi desta que ele safou e fez a diferença.
2ª parte, note-se que ele pouco ou nada teve de trabalho na 1ª, e eis que, em mais uma jogada de ataque do Groningen, remate de fora da área, tenso e rasteiro ao canto ... seria desta? não, também não foi!

E já eu me sentia incómodo, quando o nosso Nuno resolve mostrar que ainda sabe. Faz de cabeça o 3-2 já mesmo a morder os 90m no crono, mas o jogo ainda não tinha acabado.

No banco, "Ruía" Costa as unhas até ao sabugo, Jesus olhava desconsolado. Jogada seguinte, lado direito, falha da defesa do Benfica ... é desta que o Roberto mostra a excelência e não confirma a vulgaridade!

... negativo, lá levantou o rapaz o seu 1,92m de puro desânimo e foi buscá-la ao fundo das redes, pela 3ª vez.

O semblante do rapaz não enganava, conheço aquele olhar de já o ter visto no espelho e em tantos outros rostos que conheci. Até ao fim do jogo foi penoso olhar para a sua expressão. Terminou o jogo, e ver o David Luiz, dar-lhe força, dizer-lhe que tinha de ter cabeça fria, que não se podia deixar abater, foi o que me deixou preocupado. Dessa mensagem, dessa mensagem dada por alguém que com 19 anitos falhou em Paris no jogo de estreia e soube reagir, deveria ir para a marca de penáltis, um homem capaz de se rasgar todo e mostrar que entre os postes( dizia o Resino que entre os postes ele era bom!) não ia deixar os seu créditos caírem por terra. Caíram mesmo, nada fez, nem escolher bem o lado para onde ia a bola, escolheu.

Acabou o jogo, e se vocês repararam como eu reparei, Luís Matos, treinador dos guarda-redes, foi dar-lhe uma palmadinha reconfortante, a um calmeirão que saiu a olhar para o chão.

Não é a pena que nos vai fazer encolher os ombros e esperar o milagre! desculpem a frieza. Não teve culpa nos golos, mas não mostrou ser capaz de criar em nós a imagem do Porterazo.

Isto não vai ser fácil, amanhã Jesus (que diz que não se engana), voltará a insistir nele. Se o fizer ou não fizer, as dúvidas vão estar sempre lá.

Ao Roberto, desejo que reaja pela positiva, que tenha capacidade para demonstrar que é muito, mas muito mais, do que aquilo que mostrou até agora, sinceramente digo isto, porque não sou pessoa para cortar as asas ou desejar mal a alguém no começo duma carreira.

Não vai ser este o guarda-redes que se procurava, nem imaginam como gostava de estar errado.

Agora a parte séria. É que o problema passa a ser da SAD do Benfica, do Sr. Luís F. Vieira, do Sr. Jorge Jesus e do eloquente Sr. Rui Costa que afirmou ter o Roberto, e passo a citar, o "perfil e as características do guarda-redes que procurava o Benfica. Tinha sido observado várias vezes, por isso não há hipótese de errar!». Se foi observado tipo Schafer ou Patri poderemos ter aqui um caso 8.5 vezes mais complicado.

Não tendo sido acertada a escolha, logicamente ninguém acredita naquela notícia do clube inglês que oferecia já 12M€ podendo chegar aos 15, e que o Presidente Inglês estava no Allgarve a comer uma cataplana de marisco, aguardar a pressão por ele exercida, capaz de fazer o «coreáceo negociador do Bigode Soviético», ceder e vendê-lo!

Façamos assim, não sou olheiro, nem o olheiro era vesgo, mas se é verdade, vendam, nem falem do Roberto ao Fundo de Jogadores, não vão eles achar ... qualquer coisa de interessante nele!

E depois comprem um, mas com seriedade empresarial, se for possível Sr. Luís Filipe Vieira.

P.S. E deixe de parte esses seus novos tiques de Florentino, versão Castilha, por favor. As versões pack Alverca, não resultaram, assim como não resultará provavelmente, o pack Castilha com direito a recompra.

No início de Agosto...

 ●  13 comentários  ● 
Com o arranque oficial da época marcado para dia 7 de Agosto (Supertaça) e da Liga Oliveira/Sagres para uma semana depois (15 de Agosto), apesar de as inscrições fecharem apenas a 31 de Agosto, é muito importante que o SLBenfica tenha o plantel totalmente definido até ao início de Agosto, portanto mais tardar até ao Torneio do Guadiana.

Quem sair... que saia até lá, quem chegar... que chegue até essa altura. O planeamento do modelo de jogo, a mecanização de rotinas e processos, mesmo a carga emocional do início da competição, a preparação física de início de época... tudo isto de verá ser assegurado em tempo útil e com as unidades já juntas.

Jorge Jesus referenciava à pouco tempo o impacto que tinha na preparação da equipa a ausência dos jogadores "mundialistas", pela impossibilidade de se trabalhar as rotinas e planos de forma global, principalmente porque a maioria deles faz parte do 11 titular.

Ora, se faltam chegar ou sair jogadores, a probabilidade que isso tenha impacto no 11 titular regular é elevada. Eu não quero acreditar MESMO que o SLBenfica vai contratar (ainda) mais jogadores para o banco... como também não creio que saiam do plantel jogadores suplentes, salvo se dispensados/emprestados.

Quanto mais tardia for a mexida em jogadores, pior para a assimilação dos métodos e sustentação da base física que irá suportar uma época que se deseja desgastante - será sinal que marcaremos uma presença até final nas quatro competições em que estamos envolvidos.

Por este facto, entendo que no mais tardar até ao final do Torneio do Guadiana as "surpresas" deverão acontecer, sendo inclusive uma data que permite apontar a contratação de jogadores que tenham estado no Mundial e já tenham gozado as férias! Sim... sei o que estou a querer dizer!

Posto isto, e depois de muita discussão no tópico Plantel (quase) formado ou (ainda) deformado? resta-me pedir-vos então que digam de vossa justiça sobre:

1. Prioridades a contratar - contratações que devam ser uma absoluta prioridade na agenda
2. Oportunidades a rever - caso as condições desportivas e financeiras o permitam

Para mim, aponto a dois extremos (um para cada lado) e um "matador". Com isto estou a assumir a saída de Cardozo e Ramires. Caso não saiam, prioridade seria apenas um extremo esquerdo. No que toca a oportunidades, penso que o lugar de lateral esquerdo merece melhor alternativa ao Fábio, assim como o de lateral direito merece melhor alternativa ao Maxi, dado que o Ruben é claramente jogador que é uma mais-valia no meio campo.

PS- Ah! Ia-me esquecendo, para mim é também uma prioridade que NÃO VENHA o Rodrigo, nem o Alípio (a não ser que seja "em saldo").

ranking