O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Filipe Augusto:

domingo, 19 de março de 2017

A missão quase impossível de olhar para a bola sem ser toldado pela emoção

Avatar
 ●  + 14 comentários  ● 

Dizia um nosso leitor com muita piada, num comentário ao texto anterior do Shadows, que está bem que não é o empate do Porto hoje que apaga aquilo que não temos feito bem nos últimos tempos, mas pelo menos o Rui Vitória hoje já é muito menos mau treinador do que era ontem.



Quatro reparos relacionados com esta ideia:

1. O primeiro é que a minha alegria é a mesma se o Benfica for campeão com 88 pontos como aconteceu a época passada ou com 65 pontos como aconteceu em 2004/2005 com Trapattoni. Nestas coisas, desculpem lá os mais sensíveis, mas quando soa o apito final já ninguém se lembra da nota artística.



2. O segundo reparo é uma ideia que já aqui referi neste blog várias vezes, que é aquela ideia de que é uma utopia uma equipa achar que só depende de si para ser campeã. Bem sei que fica sempre bem dizê-lo, o ah e tal que só nos preocupamos connosco. Mas é mentira! Uma equipa para ser campeã depende claro de si, mas depende também muito daquilo que os seus adversários forem capazes de fazer em jogos que não controlamos.

O Benfica, jogando muito ou jogando muito pouco, tendo em conta que nenhuma equipa ganha os jogos todos, vai sempre precisar que os seus adversários percam pontos. Facto!

O exemplo Sporting o ano passado é claríssimo, que batendo o record de pontos da Liga com 86, calhou fazê-lo numa época em que o Benfica bate esse record acrescentando-lhe mais dois pontos ainda, totalizando 88.

Em suma, 65 pontos em 2004/2005 dão para levar Trapattoni em ombros, os 77 de 2012/2013 quase deram para atirar Jorge Jesus da escadaria abaixo no Estádio do Jamor.



3. O terceiro reparo é que, tendo em conta a subjetividade sugerida nos dois pontos anteriores, o ÚNICO critério OBJETIVO, que faria QUALQUER equipa esta época por exemplo ser melhor do que na anterior, seria fazer mais pontos esta época do que na época passada, isto INDEPENDENTEMENTE da classificação final.

Claro que esta ideia, como disse, é uma ideia de OBJETIVIDADE. Os adeptos raramente se regem por ela, regem-se sempre sim por critérios bem mais SUBJETIVOS como são a classificação final do campeonato. Subjetivos porquê?! Porque fazemos a nossa performance ser avaliada, não só por aquilo que fizemos, mas também pelo que fizeram os nossos adversários. Para o adepto, ser melhor esta época é acabar um lugar acima do que no ano passado, mesmo que na tabela final possamos ter menos 10 pontos do que nesse ano em que acabámos abaixo.



4. O Benfica soma à vigésima sexta jornada desta época 64 pontos, significando isso que há 8 jornadas pela frente, 24 pontos em disputa, e que no MÁXIMO, e isto se vencermos todos os jogos até final, igualaremos os 88 pontos da época passada, a nossa melhor marca de sempre.



Conclusões:

I. É obviamente improvável que o Benfica some 24 pontos até final e iguale a marca do ano passado... Desastroso? Não creio! Se fazer 88 pontos fosse fácil, não seria esse o record, seria uma banalidade.



II. É também óbvio que se torna quase irrelevante se os pontos são perdidos em Braga, em Setúbal, em Alvalade ou no Dragão, se são perdidos à primeira jornada, à décima ou à vigésima quinta. Todas as equipas perdem pontos, no princípio, no meio ou no fim. Facto.



III. Aos adeptos Benfiquistas nesta altura, o que salta sempre à vista é o facto de que tivemos 6 pontos de avanço sobre o Porto e 8 sobre o Sporting, e que hoje nos arriscámos a ser ultrapassados. Isso para os adeptos é INADMISSÍVEL. Contudo, tendo em conta o ponto anterior, e tendo como base aquilo que nos diz a lei das probabilidades, o Benfica perderia sempre os seus pontos mais cedo ou mais tarde, porque se não o fizesse iria para novo record de pontos na Liga PORTUGUESA, facto que estatisticamente seria sempre um acontecimento altamente improvável.



IV. O Benfica 2016/2017, objetivamente e baseando-nos apenas em fatores numéricos, está ainda bem dentro de um GRANDE campeonato. Acho ser justo reconhecer, especialmente nos momentos em que estamos em condições de colocar a emoção um bocadinho de lado, que grande parte das preocupações que os Benfiquistas têm tido este ano é sustentada em aspetos exibicionais, e obviamente, no aspeto já referido e que tem sempre um PESO BRUTAL, de todos termos achado que à décima sétima jornada, em face do avanço que tínhamos sobre os adversários (esse sim, improvável), este campeonato já eram favas contadas.




É inevitável, que perder um campeonato nestas circunstâncias, tem sempre consequências devastadoras. O ter tudo a ganhar ou o ter tudo a perder, psicologicamente às vezes é a diferença entre a noite e o dia.

14 comentários blogger

  1. Se a esta hora muitos "benfiquinhas" já recuperaram a paz de espírito, podem agradecer ao Brunalgas que num louvável acto de gestão desportiva mandou regressar F.Geraldes e R.Gould, abrindo a porta ao João Carvalho que hoje graças ao golo marcado no estadio dajantas, manteve o Glorioso no comando do campeonato!
    De facto o karma eh phoda ��

    ResponderEliminar
  2. Espetacular atuação de MANUEL OLIVEIRA hoje nas Antas. Recuperou mais bolas que o Danilo e permitiu que os dois centrais joguem na Luz. Fica para a história do futebol como o apintador que deu mais tempo extra que o calabote

    ResponderEliminar
  3. Aleluia. Valha o Red moon neste antro de antis. Um empate fora, num campo que parece o Chinquilho, contra 11 jogadores acampados na sua área. E de repente é o fim do mundo.
    Na Luz não podemos perder pontos. Fora temos que não perder. No final somam-se os pontos.
    E encontrarmo-nos no Marquês.
    CARREGA BENFICA

    ResponderEliminar
  4. Não há campeão sem estrelinha ;)

    ResponderEliminar
  5. O teu último parágrafo resume tudo.

    ResponderEliminar
  6. Rui Vitoria pode ser o Treinador para o momento mas nunca sera o Treinador para o futuro.E o pior dos Treinadores dos 4 grandes e nao e por falta de jogadores de qualidade que nao sera Campeao este ano.Eu tambem nao queria que Guedes tivesse sido vendido,tambem nao quero que Nelson,Lindelof e Ederson saiam mas tambem nao quero Rui Vitoria como Treinador do Sport Lisboa e Benfica.Mas ja sei que o que eu quero nao vai acontecer,dito isto LFV tudo deu a RV e sera unica e exclusimente dele a culpa da nao conquista do tetra e mesmo que isso venha a ser uma realidade,neste momento sera apenas devido ao descalabro que foi a epoca do SCP e ao curto plantel do FCP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O RV é o treinador mais "pé quente" que tenho memória. Entre um treinador com sorte e um que meta a equipa a jogar um futebol mais vistoso mas que tenha sempre pé frio nos momentos decisivos...prefiro o que tem mais sorte. Claro que o RV é um treinador de futuro no Benfica. Não me esqueço que o campeonato podia estar quase arrumado, não fossem as ameaças de morte às famílias dos árbitros e o putedo já estava a mais de 8pts. O RV já fez mais do que suficiente para ser campeão este ano, apesar de todas as lesões. Não me esqueço..e o RV merece que NINGUÉM se esqueça disso.

      Tino de Sapos

      Eliminar
    2. Epá, não costumo escrever por aqui, mas agora decidi intervir, só por causa desta alarvidade. Ora, se o RV perder, é culpa "única e exclusivamente" dele. Se ganhar, é devido ao "descalabro que foi a época do SCP e ao curto plantel do FCP". O meu sobrinho de 4 anos consegue ter ideias mais lúcidas e consegue argumentar melhor que isto. "Eu também não queria" broncos como adeptos do SLB, "mas já sei que o que eu quero não vai acontecer". Era só isto. Abraço a todos.

      Eliminar
  7. O que falta salientar é que parte dos pontos perdidos esta época pelo Benfica, na realidade foram sonegados pelos árbitros adoradores de fruta tal e qual os tempos do apito dourado e que os mesmos árbitros adoradores igualmente de café com leite, ofereceram tantos pontos ao clube criminoso do Porto, como aqueles que sonegaram ao Benfica. Só por isso e nada mais é que o clube do putedo ainda está na luta com o Benfica, se não a sua luta era com mano a mano com o Lagartedo.

    PJ

    ResponderEliminar
  8. O Benfica foi espoliado em 3 pontos nos jogos com o V. Setubal, 2 pontos na Luz, já que o golo deles é marcado em fora de jogo, e no Bofim, houve pelo um penalti a favor do Benfica que não foi assinalado sobre Carrilho que por acaso, ou não foi o mesmo arbitro adorador do clube do putedo que ontem não assinalou aquele empurrão pelas costas a Jonas já no final do jogo em plena área do P. Ferreira... e assim lá vai conseguindo o clube do putedo fazer sombra ao Benfica.

    PJ

    ResponderEliminar
  9. alerta vermelho20 março, 2017 01:44

    Caro Redmoon, tudo isso pode ser e tem algo de verdade, mas o fulcro da questão não é de forma alguma esse. Em primeiro lugar é inadmissível não ganhar um campeonato, em que já tivemos um considerável avanço, a seguir, muitos BENFIQUISTAS sentem que o foco do presidente da direcção não é a equipa de futebol, pois parece que quer continuar nesta venda de jogadores permanentemente, em vez de querer colmatar e reforçar os sectores quer é vender, e assim nunca teremos uma equipa mais forte, pois a mesma está constantemente em renovação, e assim nunca encontraremos a estabilidade. Estranho é que com tanta venda o passivo nunca baixa, e até aumenta, e para mim, querer transformar a dívida em obrigações, não resolve o problema. Por último, deixa os corruptos andarem a dizer o que quiserem e fazerem a pressão que quiserem á vontade, com os resultados que se estão a ver, isto para não falar de declarações infelizes, como quando afirmou que RV era imune a resultados. Esta declaração foi de uma infelicidade transcendental, pois revelou uma arrogância de alguém que falou como sendo dono do BENFICA, Nem LFV é imune a resultados, está lá enquanto nós deixarmos, e aviso que se está a desgastar mais depressa do que consegue perceber, se eu que já fui um entusiasta defensor dele, agora o critico assim, que lhe sirva de exemplo para amplificar isto por muito mais sócios, e tentar a inversão de rumo enquanto tem tempo. Trata-se de um presidente que nem percebe de futebol, e nem sequer gosta de futebol, ou seja falta-lhe a paixão. Quando o vejo fornecer balões de oxigénio a adversários que nos odeiam de forma doentia, e que se nos apanhassem a jeito, nos extreminariam sem hesitar, é claro que não gosto!

    ResponderEliminar
  10. Este post é muito bom. E se os adeptos vêm assim, quem está à frente não pode ver (só) assim e tem de contemplar tudo o que foi dito aí e procurar melhorar quer se fique em primeiro com 65 ou em segundo com 77 ou em primeiro com 88.

    Mas, verdade seja dita, ficar em segundo com 77 em 90 possíveis (como em 2013) não é nem pode ser razão máxima para despedir o treinador... tanto que, no ano seguinte, sagramo-nos campeões com os mesmos 5 empates e uma derrota que fizemos em 2013 (só não foi na última jornada... depois de sermos campeões perdemos e empatamos 1 jogo, se não me engano). Porque essas épocas, se forem repetidas dão campeonato 8 ou 9 vezes em cada 10... e estamos muito mais perto de ganhar consistentemente quando fazemos essas pontuações e isto tem de ser tomado em conta. Não é o único factor, mas tem de ser considerado.

    ResponderEliminar
  11. "O ter tudo a ganhar ou o ter tudo a perder, psicologicamente às vezes é a diferença entre a noite e o dia."
    Nem mais... Para alguns no sábado estávamos arrumados do titulo, hoje esses mesmos são o que dizem que contas faz no final.
    Independentemente disto, este ano estamos com a estrelinha. Não dá hipótese. Com meia equipa lesionada fomos ganhando, quando podíamos passar para segundo depois 21 jornadas lá mantivemos a liderança.
    O próximo clássico não vai ser como o ano passado, pelo contrário, acho que o porto vai jogar como nunca os vimos e o Benfica vai acabar por ganhar (jogo igual ao ano passado com papéis trocados).
    Força Benfica, Rumo ao Tetra e seis.

    ResponderEliminar
  12. Rui Vitória deve ser o "Rei da Caga", em teoria pela lógica da caga seremos tetra-campeões. Alguma vez eu sonhei que o nosso menino espetava uma bola daquelas na fronha do Casillas? Este João é ouro, dêem-me 2 anos dele no plantel A, POR FAVOR.

    Isto é conversa de café o que se segue!
    Contra o Porto é entrar PARA GANHAR CRL!!!! É O TETRA QUE ESTÁ EM CAUSA!!!
    Ederson, Semedo, Lindelof e Jardel, Grimaldo (era tão bom) - Salvio, Fejsa (era tão bom), Pizzi, Cervi - Mitro e Raúl
    Ganhamos rapidez com o Jardel e mantemos altura enquanto que Raúl dá intensidade máxima. Salvio é pela experiência.
    São muitas alterações, observo isso, mas Jonas está fora dela e precisamos de rapidez no centro da defesa. E Grimaldo é Grimaldo, um pequeno génio, que falta sinto dele.

    TEMOS QUE ENTRAR OLHOS NOS OLHOS, ORGANIZADOS, COM INTENSIDADE E PRESSÃO MÁXIMAS, É O JOGO DE UMA VIDA CRL, O TETRA QUE NUNCA TIVEMOS, É O JOGO DE UMA VIDA PARA TODOS CRL!
    CORAGEM, OLHOS NOS OLHOS CRL, É A VIDA TODA NUM JOGO!

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica