O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 23 de abril de 2014

O trigésimo quarto...

 ●  40 comentários  ● 


Portugal 23 de Abril de 2014

O trigésimo terceiro título de campeão, comemorado no dia de Páscoa, algo inédito na história do Benfica (e do futebol português), coincidindo com a idade que Jesus Cristo teria quando foi crucificado (33 anos) já deu motivo para alguns escritos de analistas desportivos sempre atentos às particularidades. Falar ou dissertar sobre pormenores sempre foi mais fácil e de fácil assimilação pelos receptores, do que analisar a substância das coisas, dos acontecimentos, dos feitos que ficam para a história.
Em bom rigor este não deveria ser o 33º título de campeão, mas sim o 34º título, se os erros direccionados de arbitragem da época passada (fora as outras) não tivessem intervido – simultaneamente - a favor do FCP e contra o Benfica. E nesta perspectiva, com o 34º título alcançado, não haveria motivos para brincar com a Páscoa.
Mas vendo a coisa também pelo prisma da presente época, foram os “erros” dos homens que organizam e promovem o actual futebol a favor do FCP (14 títulos de campeão nas últimas 20 épocas) que levaram o Benfica a ser campeão no dia de Páscoa. Uma coincidência pouco divina e um cúmulo metafórico de como os planos da manipulação da arbitragem a “régua e esquadro”, podem funcionar de forma muito distinta do previsto.
Obviamente que também houve muita competência própria para saber aproveitar esses erros dos homens “maus”. Competência do treinador, primeiro responsável de todas as decisões e suas consequências. Competência dos jogadores que tudo deram para colocar em campo o seu talento formatado pelas ideias do treinador. E houve também o amor e paixão dos adeptos, sempre fiéis, que nas horas más apoiaram e nas horas boas recompensaram. E foram recompensados. Esta época tem sido um exemplo quase perfeito do círculo virtuoso: os adeptos puxam pela equipa e a equipa puxa pelos adeptos!
Houve também mérito na Direcção, ou do Presidente, quando decidiu renovar com Jorge Jesus apesar das 3 finais perdidas (nas duas finais nacionais os árbitros não nos deixaram ganhar, mas para ele e os críticos é tudo igual). Apenas nisso teve mérito, porque tudo que podia ter feito para dificultar o sucesso da equipa, fez: silenciar críticas perante erros grosseiros de arbitragem e venda de Matic em Janeiro quando a equipa recuperava na classificação!
Felizmente temos Jesus que inventa, adapta, trabalha e melhora as qualidades dos jogadores que tem ao seu dispor, e tivemos algo mais, isto sim difícil de explicar: em 2 ou 3 jogos existiram erros de arbitragem inéditos contra o FCP, que nunca tinham acontecido nas épocas anteriores, como seja no Estoril, 1ª volta, Benfica e SCP na 2ª volta (note-se que também existiram erros a favor do FCP nos jogos do Estoril e Benfica). E tivemos algo ainda mais difícil de explicar: 3 penaltys contra o FCP em situações de jogo de incerteza, duas com 0-0 e uma com 0-1 a favor do FCP. Nestes jogos, Estoril 1ª volta, Marítimo e Estoril na 2ª volta, o FCP perdeu 8 pontos! Quem defende os árbitros que por regra não marcam penaltys a favor do Benfica, ou contra o FCP, porque “um penalty não é sinónimo de golo”, tem aqui a prova “matemática” que não é assim.
Fomos campeões à 28ª jornada, com 86,9% de pontos conquistados, o que é a mesma percentagem que tínhamos na mesma jornada da época passada. Portanto não é correcto afirmar-se que Jesus corrigiu erros passados, porque como se constata, Jesus manteve o nível pontual! A diferença é que o FCP foi menos ajudado pela arbitragem do que na época passada! Nesse ano o FCP apenas sofreu 1 penalty e quando ganhava 3-0. Se tivesse sofrido mais penaltys (como este ano), quando teve dois “guarda-redes”, obviamente que agora estávamos a celebrar agora o 34º título.
Por último, este ano fomos campeões com o número de golos marcados mais baixo da era de Jorge Jesus: 56! Será sempre a pior marca já que não chegaremos aos 66 golos marcados na época 2010/2011, até agora o seu pior registo. Contudo tivemos a melhor defesa das suas 5 épocas: 15 golos! Menos que os 20 golos sofridos em 30 jogos, no ano do último título e época passada! Neste aspecto há alguma razão para se confirmar que os jogos se ganham no ataque, mas os campeonatos ganham-se na defesa!
O Benfica foi finalmente campeão. A festa foi bonita e foi só nossa. Não foi uma festa contra ninguém como é apanágio da nossa cultura. Contudo, tenho um sentimento agridoce uma vez que o “foguetório” e o “forró” patrocinado pela Direcção são mais do mesmo que já temos visto: demagogia e oportunismo. Não perceberam porque razão Pedro Proença foi nomeado para a meia-final da Taça de Portugal, nem perceberam porque razão foi nomeado Marco Ferreira (da derrota na 1ª mão da Taça de Portugal com o FCP) para a Taça da Liga. A burrice da Direcção já é uma imagem da “marca” Benfica. Com ou sem “foguetório”...

40 comentários blogger

  1. Queria começar por pedir desculpas aos leitores que tiveram a maçada de deixar comentários no último post e que eu não respondi. Afazeres do oficio impediram-me...

    Agradeço a todos os seus comentários em particular ao leitor que me corrigiu (já é o 2º erro de alguma grosseria que cometo) acerca do numero de anos consecutivos que não estamos presentes na final da Taça. De facto estivemos em 95/96 e 96/97, mas recentemente estivemos em 2003/2004 e 2004/2005. Sei disso, portanto não sei porque cargas de água fui buscar os exemplos mais antigos...

    Quanto ao leitor que não viu qualquer erro de Proença no jogo do Nacional na época passada, ou estava distraído ou não conhece as leis de jogo. Vou recordar: penalty por corte de bola com braço, 1ª parte, erro do árbitro assistente que está no enfiamento da jogada. Penalty por pontapé/empurrão em Gaitan quando se aprestava para cabecear uma bola, erro de Proença que está bem colocado de frente para a jogada sem ninguém no campo de visão. Nesse jogo a cereja no topo do bolo foram as expulsões de Matic e Cardozo na parte final do jogo.

    Sei que há muitos que gostam de fazer o papel dos coitadinhos, lamentando os supostos "erros" do treinador no final do campeonato. Mas isso é um problema deles. Eu vejo de outra forma, ate porque depois desse jogo com o Nacional, o FCP recebeu e teve o penalty da ordem, falhado, um penalty inexistente. Ao Benfica tiraram penaltys existentes que podiam ter dados os 2 pontos que faltaram no final do campeonato. Ao FCP deram 1 penalty para ajudar a encostar novamente ao Benfica, mas falharam.

    O leitor que não viu interferência de Proença nesse jogo com o Nacional e que bateu no Siqueira que levou 1 amarelo mal mostrado sem ter sido mostrado de frente, como mandam as regras, recomendo que reveja um pouco os seus métodos e formas de ver o futebol. Pelo menos, o "portoguês"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Marco Ferreira é para ver se desta vez eles conseguem mesmo partir a perna a alguém... não foi esse palhaço que também os deixou fazer o que queriam no jogo da Luz o ano passado (não expulsando o Fernando que fez uma falta igual à que levou à expulsão do André Gomes pelo mesmo árbitro no Benfica - Guimarães)?

      Quanto ao jogo da luz este ano... os erros contra o Porto foram todos depois de estarmos a ganhar 2-0 quando devíamos estar a ganhar 2-0 mas a jogar contra 9.

      E depois excelente análise. Basta ver também que depois da poeira toda levantada contra o Capela (por incrível que pareça são os mesmos que dizem que o penalty que o Cardozo falhou contra o Gil Vicente não era...) o porto ganhou dois jogos de seguida por 3-1 (Nacional e Setúbal) marcando em cada um deles um golo em fora de jogo e um golo de penalty inventado.

      Mais sobre o ano passado... o Matic e o Enzo viram amarelos no dragão em lances em que nem tocam nos jogadores do Porto... e o Proença voltou a repetir as coisas este ano.

      Para finalizar, a razão de comentar: excelente post. Nem mais. E digo mais... com arbitragens normais seria o 35º e não o 34º... e não sei se não poderia ser o 36º pois o porto versão vilas boas começou com a tusa toda por causa dos árbitros e continuaram assim até ao final do ano...

      Para não falar nas taças que poderíamos e deveríamos ter (+2... eliminação contra o Porto com um roubo incrível no nosso campo e o golo em fora de jogo o ano passado do Guimarães). E a taça da liga do ano passado... pois o Braga passou nos penalties contra nós mas roubaram-nos um durante o jogo. Já eles têm muita coisa ganha graças a um penalty inventado e tal... mas pronto.

      Eliminar
    2. não estava distraído lá porque tu viste dois penalties, um por bola na mão que é sempre dos mais discutíveis que existem, não quer dizer que eles tenham existido, alias continuas a teimar que existiu fora de jogo no lance que precede o penalty na madeira quando existem imagem em que se vê o garay a colocar o jogador em jogo lá por tu achares não quer dizer que toda a gente tenha de concordar contigo ou que sequer seja verdade, se tivesses lido o comentário ficavas a saber que eu não disse que o arbitro tinha estado bem só disse que não tinha tido influencia no resultado.
      .
      quanto ao siqueira mais uma vez volte a ler o comentário lá verá que eu acho mal mostrado o primeiro amarelo, mas essa de ser mostrado de costas não cola porque se vir as imagens o siqueira viu o amarelo até protestou por ter sido mostrado e se quer mais provas veja a amostragem do segundo onde em nenhum lado ele fica surpreendido por ver o vermelho, ele mais uma vez protesta por não achar que a falta seja para amarelo, quanto ao facto de este artista seja especialista em condicionar os jogos estamos de acordo mas isto não desculpa a estupidez dos jogadores, que para mais já deveriam estar avisados para estas tácticas.
      Das duas uma ou o jogador foi avisado, e é burro, ou não foi avisado por quem é o responsável, é só escolher a melhor opção. o que eu não percebo é como por idêntico comportamento se irradia da equipa o carlos martins mas depois se desculpa este que nem sequer tem contrato com o clube.

      Eliminar
    3. "Para finalizar, a razão de comentar: excelente post. Nem mais. E digo mais... com arbitragens normais seria o 35º e não o 34º... e não sei se não poderia ser o 36º pois o porto versão vilas boas começou com a tusa toda por causa dos árbitros e continuaram assim até ao final do ano..." - o porque não o 37ª o do quique, que foi ainda mais roubado do que qualquer um dos anos deste treinador, não conta eu só gostava é que tivesses defendido os treinadores anteriores dos roubos que acontecerem, porque aconteceram e alguns ainda foram maiores do que estes, com metade da força com que defendes este treinador.

      Eliminar
    4. João Carlos, tem toda a razão. Esse ano, mesmo jogando mal segundo muita gente, só não fomos campeões porque os árbitros constantemente nos atiraram para baixo.

      Eliminar
    5. Troza, eu penso da mesma maneira. Mas pareceu-me que podia ser mais polémico falar do 35ª ou até do 36ª, porque teria de explicar porque defendo isso, e alguns leitores não percebem ou não se lembram de nada sobre erros de arbitragem. Mesmo com Villas Boas não podemos esquecer como eles foram ajudados a ganhar na Naval (Paulo Batista) e em Vila do Conde (Jorge Sousa), enquanto nós éramos empurrados para baixo pelo Cosme Machado (Académica), Proença (Nacional) e Benquerença (Guimarães). Em 4 jogos tinhamos 9 de atraso, mas se a arbitragem fosse decente, podiamos ter mais 3 pontos do que eles e virava-se tudo ao contrário...

      A entrada do Fernando é igual a uma de Bynia em Glasgow de que resultou expulsão e 6 jogos de suspensão, com todo o séquito do "sistema" da comunicação social a verberar a brutalidade do lance. Agora perante um lance igual, já foi dificil de ver, etc e tal, a lenga-lenga do costume perante a habitual estupidez e burrice dos nossos comentadores. O lance que falas de Andre Gomes foi o João Ferreira que o expulsou, por ter pisado um adversário numa disputa de bola, que ele ocnsiderou grosseira, mas nessa mesma época, o Fernando fez EXACTAMENTE O MESMO a Gaitan, na Luz, e o MESMO João Ferreira já não teve o mesmo critério. Onde andavam os burros dos comentadores afectos ao Benfica que não falaram disso? Oportunidades de ouro, que são desperdiçadas e lá vamos ter de aguentar com eles acerca de sermos muito ajudados por erros de arbitragem...

      Quanto ao joão carlos, eu li e percebi. O que tu não percebeste é que eu não te percebo, nem concordo com a tua leitura. Não posso censurar o Siqueira por ter sido expulso num par de amarelos que em lances iguais, o árbitro não mostrou aos jogadores do FCP! Ponto numero 1, ok? Ponto número 2, o Siqueira estava de costas para o árbitro quando lhe foi mostrado o cartão amarelo. Ele de facto gesticula, pode ter visto como pode não ter visto... Para mim, se ele disse que não viu, é porque não viu.. e se tu preferes atacar os jogadores do Benfica é problema teu. É por isso que há anos que andamos a ser gamados, mas temos essa corrente dominante que prefere bater no jogador, porque ganha muito, e não no árbitro porque coitado não ganham nada. É essa lengalenga que os nossos adversários esperam que falemos, enquanto os vemos a eles atacar desabridamente erros de arbitragem, sem nunca falarem dos que são a seu favor. Ou sem falarem dos erros dos seus treinadores porque isso é matéria só para o Benfica... há sempre gente no Benfica que gosta de bater no que é seu... uma tristeza...

      Quanto ao Quique Flores, não sabes como eu defendi o treinador naquela altura, porque eu não vinha por este blogue. Mas andava noutros lados a defendê-lo como faço de Jesus e já tinha feito com Fernando Santos, Camacho, Koeman, Trappatoni, etc...

      O que importa é que o Benfica foi gamado n estádio da Galinha, na 1ª mão da final da Taça, e o árbitro foi escolhido para arbitrar a meia final da Taça Lucilio Batista, como eles lhe chama, outra vez no estádio da Galinha. E a Direcçao do Benfica está calada porque também deve ter achado que o árbitro esteve bem nesse jogo em que fomos gamados...

      Eliminar
    6. Para o joão carlos, ainda gostaa de repetir que se achas que Proença não teve influência na Madeira onde tirou 2 penaltys ao Benfica num jogo terminado 2-2, desculpa mas não percebemos mesmo o futebol da mesma maneira. Quanto à dúvida no penalty do braçlo, desculpa lá, mas não vês o que dizem os comentadores quando a bola ressalta no braço dos nossos jogadores? Eles dizem que é penalty e nós não podemos dizer o mesmo perante uma boa leitura da jogada, quando a bola é desviada pelo braço?

      Na Madeira este ano tens o penalty sobre Lima nos descontos não assinalado, tens o fora de jogo milimétrico do Sami no 2º golo (na mesma situação o SCP entende que o Benfica foi beneficiado em Olhão) e mais importante tens a expulsão perdoada sobre o defesa central que agarrou Gaitan impedindo de se isolar aos 22 mn ... Jorge Sousa gamou-nos a final da Taça e voltou a gamar-nos com o Maritimo.. mas tu preferes bater no treinador, isso é problema teu...

      Eliminar
    7. Já agora... do Quique Flores só temos o lance mais ridículo de sempre: o árbitro a ver tudo, mão do Nacional não apita nada... pouco tempo depois a bola vai à mão de um jogador do Benfica que está caído no chão e ele já assinala porque o Benfica marcou e não podia ser...

      Quanto a outros treinadores anteriores é difícil lembrar-me de tudo como já é difícil com o Quique... mas nos anos anteriores nem foi muita a roubalheira... apenas que no campeonato em que o Sporting diz que não ganhou por causa do golo com a mão do Paços Ferreira, eles esquecem-se que o Caneira na Luz devia ter sido expulso aos 10 minutos por ter agarrado um jogador nosso que seguia isolado. Perdemos o campeonato por 2 pontos... dois pontos que possivelmente perdemos por ter de jogar contra o Sporting em igualdade numérica depois disso.

      Eliminar
    8. sobre o siqueira o 1º amarelo é completamente despropositado e nunca, muito pelo contrario me viste dizer o contrario, o segundo não só é justo e justificado como neste jogo foram mostrados iguais ao adversário. o facto do 1º amarelo ser injusto de nada serve de justificação ao jogador que tinha um amarelo e sabia que levando o segundo ia para a rua e ai é que esta a estupidez se não queres ver isso então não vejas.
      Sobre o que o jogador diz pouco interessa, porque cada um dá as desculpas que quer, o que contam são os actos mais uma vez as imagens do segundo amarelo e em nenhum momento ele fica surpreendido com o vermelho ele protesta é que a falta não era para amarelo.

      sobre o jogo do nacional do ano passado mais uma vez temos opiniões diferentes os penalties que dizes existirem não existiram. o que os comentares dizes a mim não me diz nada porque não lhe ligo nenhuma ao contrario de ti que lhes das muita importância.
      portanto para ti o luisão fez penaltie este ano no jogo contra o nacional a bola foi ao braço é penalty, mais uma vez discordo.

      maritimo este ano, onde é que me viste dizer que não fomos prejudicados, dos lances que agora referes só tenho duvidas se a falta sobre gaitan era para vermelho ou só amarelo mas como não existiu repetição não tirei as duvidas, eu apenas corrigi que não existiu fora de jogo no lance que precede o penalty.

      á anos que andamos a ser gamados mas quem tem de falar não são os adeptos, e esses ainda vão falando, porque esses não mudam nada no estado de coisas quem tem de falar simplesmente não fala, ou quando fala já ines é morta, portanto esse ideia que temos de ser iguais aos acéfalos dos nossos rivais não só não faz sentido como não resulta.
      "há sempre gente no Benfica que gosta de bater no que é seu"- eu "bato" (critico) quando acho que o devo fazer e quando a minha critica se justifica mas se tu apoiaste o artur jorge ou o manuel jose isso é um problema teu.

      Eliminar
  2. Epa não mudaria nem uma vírgula. Apenas acrescentaria que eles no ano passado só tiveram um jogador expulso ! Inacreditável e o que é ainda mais inacreditável é que o único expulso foi o Mangala aos 89minutos, quando já ganhavam em Aveiro por 2-0 !!!

    Epa vão gozar com outro !! Uns ganham campeonatos com fruta, outros ganham campeonatos a sério.
    Tou farto da conversa da treta que quando é os corruptos ganham devido à super estrutura estruturada, mas quando o Benfica ganha é porque os adversários este ano estavam fracos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clap, clap, clap.. acrescento o seguinte: o que andam os Searas desta vida a fazer nos tais programas onde parecem defender a sua agenda pessoal e não os interesses do Benfica?

      Eliminar
  3. discordo do final. primeiro, porque nao e a direccao quem nomeia. segundo, porque o marco ferreira no historico de jogos do benfica nao tem estado mal, mesmo tendo sido amigos da porrada portista na referida 1ª mao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo, na arbitragem funciona assim: quantos mais jogos nos roubam e conseguimos ganhar, mais próximos estamos do jogo que somos roubados e não vamos ganhar...

      Acrescento que este Marco Ferreira tem estado relativamente bem nos jogos com o SCP, uma equipa que não pertence ao "interior" do "sistema", mas que o "sistema" apoia estratégicamente, mas este mesmo MF roubou escandalosamente o Benfica de Quique Flores na recepção à Académica e ajuda sempre o FCP de forma descadara ou menos descarada... na 1ª mão da Taça foi à descarada e a Direcção do Benfica não fez aquilo que podia ter feito: protestar a dualidade de critérios! Como nada se fez, o árbitro levou nota máxima nesse jogo.. dá para acreditar? Dá, porque a Direcção de Vieira e do BES nada quer saber de arbitragem e quando fala é por oportunismo, par dar a entender aos sócios e adeptos que até estão preocupados com a arbitragem... Quando não estão...

      Eliminar
    2. O gajo levou nota máxima no jogo da taça? Isso não sabia...

      Eliminar
  4. ROUBALHEIRA À VISTA ??????

    «Jogo com o Benfica tem importância dupla» - AbetePor Redação A- A A+

    O presidente da Federação italiana, Giancarlo Abete, considera que a meia-final da Liga Europa entre Juventus e Benfica tem dupla importância, pois pretende que a equipa italiana possa somar pontos cruciais para manter o quarto lugar do ranking da UEFA.

    «Este jogo com o Benfica será muito importante, não só por estar em jogo a presença na final, mas também porque decide o quarto lugar do ranking da UEFA. Tem, por isso, uma importância dupla, para a Juve e para todo o futebol italiano», afirmou Giancarlo Abete, citado pelo site do jornal Gazzetta dello Sport.

    Na mesma linha falou o presidente da Liga italiana, Maurizio Beretta: «É um desafio de grande prestígio e todos devem apoiar quando uma equipa italiana está a um passo de ganhar um troféu tão importante. Vamos todos desejar que isso aconteça.»

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma possibilidade.... sem dúvida.... mas onde andam os amigos do Sr.º Vieira, o presidente da FPF e o presidente da Liga? Não deveriam ter eles o mesmo discurso que teve o presidente da Federação Italiana?

      Eliminar
    2. Claro que não... a federação portuguesa só gosta de um clube...

      Eliminar
    3. Claro troza, claro.... mas deveremos perguntar ao Sr.º Vieira porque razão apoia tanto um presidente do FCP na FPF que nestas alturas não vem a terreiro fazer o contra balanço ao Presidente da Federação Italiana... E porque razão a meia final da Taça da Liga não podia ser jogada no próximo domingo, caso o FCP estivesse na meia final, e com o Benfica já se pode...

      Eliminar
    4. Essa é outra pergunta interessante.

      Mas eu vou esperar a reacção no final da época. Agora o melhor é não criar ondas que distraiam a equipa. Não tão perto do fim. Se o silêncio foi a arma escolhida até agora, que se criem as ondas no final da época. Mas terá de ser algo assim.

      Segunda - taça para o Benfica
      Terça - JJ renova até 2016 ou mais
      Quarta - LFV pede demissão da federação por isto ou aquilo.

      E tem de ser antes do mundial porque até tenho a fezada de que este ano iremos fazer um bom mundial.

      Eliminar
  5. Pior do que esses erros do Proença nesse jogo que eu fui ver ao vivo, foi a maneira como, em qualquer livre a favor do Benfica mandava esperar pelo apito para marcar. Isto em qualquer lado do campo...foi enervando ao máximo os jogadores e queimando tempo e cortando o ritmo de jogo. Perimitia tudo aos do Nacional e nada aos do Benfica, o Cardozo explodiu, que era o resultado pretendido e ainda antes do Cardozo fazer algo já estava ele a olhar e de mão no bolso à espera enquanto o do Nacional impedia.o de buscar a bola...e a expulsão do Matic também foi ridicula, diga-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois ainda há isso: a forma como se executam as faltas... para uns é rápido, a outros para-se e enerva-se .... o Rui Costa quando era jogador devia não gostar disso. Agora é dirigente e fuma 1 maço de cigarros por dia, não diz nada... o que interessa é estar bem com quem manda no Benfica e eles querem esta situação porque é a que faz o Benfica "diferente" e já leva o passivo aos 400 e tal milhões...

      Eliminar
  6. E a verdade caro eagle01 é que o ano passado tal como tu dizes se os árbitros não tivessem ajudado os corruptos, teríamos sido campeões na última jornada, pois independentemente da derrota no ladrão, sairíamos de lá com 1 ponto de avanço!

    Basta lembrar que acabamos o campeonato a 1 ponto dos corruptos, se num dos vários jogos em que foram ajudados, não tivessem ganho mas sim empatado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eramos campeões vários jogos antes do final... porque eles tinham perdido pontos e nós tinhamos feito mais alguns... Mas preferiram bater no Jesus, porque é moda no Benfica. Dantes era no Quique, no Fernando Santos, etc...

      Eliminar
  7. Concordo em parte. Claro que não foi só as arbitragens que deixaram de ajudar o FCP, aliás isso nem fazia sentido, a nao ser que o "Sistema" estivesse enterrado. Uma equipa por muito que seja ajudada como o FCP é, nunca é ajudada em 15 pontos, acho que concordarás com isso.
    Pra mim o grande trunfo do Benfica foi o Vitor Pereira ter ido para as Arábias, um treinador fortíssimo a nivel táctico e principalmente defensivo. Com a mudança de treinador aquela defesa passou de uma das melhores da Europa para uma das piores em apenas um ano.
    Resumindo, o Porto esteve muito fraco este ano, reflexo do seu treinador, o Fonseca, e também ajudou a provar que uma equipa para ser ajudada também tem de jogar à bola. Normalmente quem joga mais, acaba por ser mais beneficiado, sei que alguns nao concordarão com isto mas por favor nao me crucifiquem... LOL

    Abraço Eagle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca é ajudada em 15 pontos? Ora... vamos ver os casos mais gritantes do ano passado... duas vezes defenderam bolas com a mão (ou seja, +4 pontos do que o que deviam, se não me engano), nacional e setúbal depois do jogo do capela (penalty inventado e golo em fora-de-jogo e o resultado final foi 3-1 em cada um dos jogos... ou seja, +4 pontos outra vez... já vão em +8). Só de cabeça... se meteres os dois pontos tirados ao Benfica frente ao Braga (golo mal anulado) e frente a académica (é preciso dizer alguma coisa neste) já vão para 12 pontos. O jogo do capela foi só fogo de vista. Eles tiveram 1 penalty claro roubado quando estava 2-0... o primeiro só se vê alguma coisa em câmara lenta (parece mesmo que não há nada) e os jogadores taparam a vista ao árbitro e ao fiscal-de-linha... e o segundo é uma palhaçada... viu que não chegava e atirou-se. O jogador do sporting nunca teve hipótese de chegar aquela bola e tentou arrancar uma falta. Ou seja... não chego aos 15, mas vou em 12... não está muito distante... se colocarmos o jogo do Nacional sobe para 14... E fica a faltar só 1.

      E não foi só o ano passado... este ano também (porto com mais pontos na primeira volta contra Setúbal, Paços de Ferreira, Guimarães e Belenenses num total de 8 pontos... vá lá que ficaram a perder 3 contra os lagartos e o jogo com o Estoril começou com uma expulsão perdoada ao Mangala... pelo que até devia contar com menos 1 ponto... ou seja +5 pontos e estou a esquecer-me de muita coisa... o Benfica teve pontos tirados contra o Marítimo, Sporting, Belenenses e Gil Vicente - o penalty sobre o Rodrigo - num total de 7 pontos... para não falar do Arouca porque apesar de tanto barulho o nosso penalty foi claro e houve uma mão em que não se sabe bem onde foi). Ora, 12 pontos... anda lá perto.

      Se fores ao ano do vilas boas tens nas 4 primeiras jornadas 11 pontos... só nas 4 primeiras. O porto começou a época a ganhar por 1-0 com golo de penalty inventado enquanto que nós perdemos contra a académica com 4!! penalties roubados, contra o Nacional com um penalty roubado e um dos golos deles a surgir de um livre que não é falta em lugar nenhum do mundo a não ser perto da área do Benfica e contra o Guimarães com o show de benquerença). Se juntares a isso o jogo em que descolámos da luta pelo título em que o Javi foi expulso por chutar a bola com força então tens 14 pontos...

      Não chego aos 15, mas olha que todos os anos está lá perto

      Eliminar
    2. Compreendo o teu ponto de vista, mas tens desde logo uma fragilidade no raciocínio: o “sistema” não sabia que o FCP estaria a 15 pontos do Benfica na 28ª jornada. Quem manda na arbitragem não sabe o que vai acontecer, apenas tem de proporcionar as “condições” para que as coisas aconteçam. Se reparares, no final da 1ª volta o Benfica tinha mais 3 pontos que o FCP (mais coisa menos coisa) resultante da vitória na Luz, com um árbitro que esteve 60 mn a prejudicar o Benfica, mas que depois se “descontrolou” e teve 30 mn a prejudicar o FCP. Ou seja, ao FCP bastava o empate porque mantinha o FCP na frente do campeonato e com a vantagem psicológica de receber o Benfica na última jornada do campeonato. Acontece que um árbitro é humano e erra quando pressionado ou quando com remorsos, ou quando por outras razões... Isso aconteceu ao Soares Dias nesse jogo que valeu 3 preciosos pontos ao Benfica porque permitiu saltar para o 1º lugar e colocou pressão no FCP! Depois levaram com o penalty no Marítimo que em condições normais não lhes marcam. Porque marcaram? Não sei. Este árbitro Nuno Almeida ainda agora deu um empurrãozinho ao FCP contra o Rio Ave, porque haveria de marcar 1 penalty em cima da linha numa disputa de bola? Há 2 anos, com o VP, vi o Marítimo ter 2 penaltys claríssimos a favor, que o Benquerença obviamente não marcou, quando o FCP ganhava 1-0 num caso e 2-0 no outro, e no final o FCP ganhou 2-0 e o VP era o maior...

      Não creio que tudo isto se deva a perda de poder do PdC, isso é uma ilusão dos comentadores burros que o Benfica patrocina nas televisões. Tipos de fato e gravata que ganham muito dinheiro para dizer pouco mais que banalidades. Basta estarmos atentos à frase “ainda há 2 taças para ganhar” que PdC disse um dia antes de ser conhecida a nomeação de Proença para a 2ª mão da Taça de Portugal! Só não vê quem não quer ver. Proença falhou e até assinalou 1 penalty contra o FCP, dos que nunca foram assinalados. Agora volta o Marco Ferreira com o Benfica cansado do jogo com a Juventus. Há 4 anos quando fomos ao Algarve jogar a final da Taça da Liga com o FCP também tínhamos jogado com o Marselha na 5ª feira e tivemos de jogar com o FCP no domingo, num jogo arbitrado por Jorge Sousa! E a Direcção não disse nada! O Mourinho protesta com a Premiere League porque tem de fazer um jogo do campeonato, que por sua vez foi sorteado em Agosto quando ninguém sabia que o Liverpool estaria em condições de ser campeão, e que o Chelsea estaria nas meias finais.. nós por cá, está tudo bem: gamados e silenciados....

      Eliminar
    3. O mais giro disto tudo é a malta estar a questionar-se porque é que desta vez se marcaram penaltis claríssimos contra o Porto quando devia ser a norma...

      Quanto ao silencio da direcção... também não me agrada... Mas se estiverem a fazer as coisas pela calada e mostrando estar atenta a quem tem de mostrar tudo bem... Mais incrível é que todos os finais de época são assim.

      E sim, o corrupto-mor está bem atento. Se ele arranja um treinador razoável que meta o Quaresma na linha e que saiba tirar algum rendimento de alguns jogadores, eles vão voltar a ganhar a maior parte dos jogos.

      Eliminar
  8. Incrível! A "burrice da direcção"? A burrice da direcção que falas deu-nos o 33º! Se LFV tem decidido ceder à pressão dos adeptos mais críticos, dos media, etc, este ano não tinhamos o Campeonato! Essa é que é essa! Trocar de treinador, de filosofia de jogo, ia ser bonito.
    Demagogia e oportunismo? Então não se deveria ter festejado? Todos os adeptos e simpatizantes do Benfica foram festejar de forma eufórica. E isso é oportunismo? É para rir. Então era pendurar as chuteiras e mandar os adeptos todos para casa? Não merecia a equipa, a direcção e os próprios adeptos festejar este título? Engraçada esta tese.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A burrice da Direcção é que ganhamos este titulo pelo superior mérito de Jesus e superior dedicação dos jogadores, andamos vários jogos a ser gamados por erros de arbitragem e mesmo assim conseguimos ganhar (em anos anteriores não conseguimos, com Fernando Santos, com Koeman, com Camacho, com Quique), e a Direcção NUNCA disse nada, como nunca diz nada. Muda de treinador, contrata mais uns jogadores (e as comissões da ordem), põe os avençados da comunicação social a dizer que "o Presidente dá todas as condições aos treinadores, eles é que não sabem fazer melhor" e siga mais um ano que a maior parte dos adeptos tem o cérebro ligado ao intestino delgado...

      O oportunismo da Direcção vê-se no jantar com os deputados logo a seguir (porque não no final da época?) com o habitual DEMAGOGO discurso do Presidente (escrito não se sabe por quem) a dizer que esta senda de vitórias vai continuar 5ª feira.... Por acaso com Gaitan e Fejsa, mais Sálvio lesionados (fora o Sílvio) pus-me a pensar que para eles não importa quem joga. Nem importa o adversário que é só a Juventus, uma das 12 equipas que paga mais salários de todo o mundo (média anual de 3,5 milhões de libras por jogador!). Há que manter a ilusão de que conseguimos ganhar a todos. Mesmo com alguns dos melhores jogadores lesionados.

      No calor do momento, lá aparece Vieira e sua tropa da comunicação social, porque é quando os adeptos estão mais vulneráveis. Se perdermos com a Juventus, ele vai desaparecer por uns dias. Como fez no ano passado com Estoril e FCP, ou após a final da Taça de Portugal...

      Eliminar
  9. Em 3 anos perdem um jogo para o campeonato deve ter sido record mundial, temos que perceber que em qualquer campeonato no mundo onde haja 2, 3 ou 4 equipas a lutar para o titulo com nivel parecido o que no fim decide são os pequenos pormenores neste caso as arbiragens.
    A Verdade é que o Benfica tem que ser muito superior ao Porto para vençer porque se tiver no mesmo nível "algem" encarrega se de desnivelar.

    J. Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim Percebeste o meu ponto. Este (e o da época passada) Benfica é mesmo muito superior ao FCP. E para isso custa muito caro, o que também interessa aos Bancos. Porque nós podemos pagar os brutais investimentos (comissões, agenciamentos de imagem, etc) e eles ganham muito com este estado de coisas. Um Benfica simplesmente superior 10% ao FCP, arrisca-se a ficar em 3º lugar... temos de ser 60 a 70% superiores, para que o que nos roubam, mais o que oferecem ao FCP, ainda assim dê saldo a nosso favor ...

      Eliminar
    2. E este ano o Porto está a jogar pior que o Sporting o ano passado... e a diferença pontual e na classificação entre o Porto deste ano e o Sporting do ano passado diz tudo

      Eliminar
  10. Desenvolve melhor o último parágrafo porque deves andar baralhado das ideias com tanto festejo!!

    É que aquilo é uma mão cheia de nada.

    Concretiza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jantar com deputados na 3ª feira, é uma mão cheia de nada? Noticias e mais noticias d discurso do Sr.º Vieira nos dias seguintes é uma mão cheia de nada? Vamos jogar com a Juventus e andamos a criar fait-divers para empolar os méritos do Sr.º Vieira, o homem que bate recordes de treinadores despedidos no Benfica e que apoia "inequivocamente" o Dr.º Gomes na FPF?

      O Benfica ganhou, comemorou e terminava ali. Mais festejos, mais jantares só quando a época acabasse. Há que manter a concentração nas provas que falta disputar.

      Claro que enquanto a Direcção anda no foguetório e no forró, a arbitragem escolheu Marco Ferreira que nos havia prejudicado na 1ª mão da meia final da Taça, para arbitrar a meia final da Taça da Liga. Enquanto a Direcção cria um facto mediático (o jantar com os deputados e o discurso de Vieira) não pode, não fica bem, criticar a nomeação de MF para o jogo da Taça Lucílio Batista! Ao FCP, para a Taça, ganhamos com um pequeno milagre de futebol. Mas milagres no futebol não acontecem duas vezes. E a próxima vez é em casa do FCP...

      Eliminar
  11. "burrice da direcção
    Só um idota como tu consegue escrever esta idiotice,és benfiquista masachas que milhares de benfiquistas foram atrás da demogogia e oportunismo,viste as imagens da festa nos órgãos de comunicação a nivel internacional,falam em 500 mil,só um cretino como tu consegue escrever todos estes disparates.
    Andas a tomar qualquer substância, toma cuidado deve estar fora de prazo,esses neurónios queimaram-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jantar com deputados na 3ª feira, é uma mão cheia de nada? Noticias e mais noticias d discurso do Sr.º Vieira nos dias seguintes é uma mão cheia de nada? Vamos jogar com a Juventus e andamos a criar fait-divers para empolar os méritos do Sr.º Vieira, o homem que bate recordes de treinadores despedidos no Benfica e que apoia "inequivocamente" o Dr.º Gomes na FPF?

      O Benfica ganhou, comemorou e terminava ali. Mais festejos, mais jantares só quando a época acabasse. Há que manter a concentração nas provas que falta disputar.

      Claro que enquanto a Direcção anda no foguetório e no forró, a arbitragem escolheu Marco Ferreira que nos havia prejudicado na 1ª mão da meia final da Taça, para arbitrar a meia final da Taça da Liga. Enquanto a Direcção cria um facto mediático (o jantar com os deputados e o discurso de Vieira) não pode, não fica bem, criticar a nomeação de MF para o jogo da Taça Lucílio Batista! Ao FCP, para a Taça, ganhamos com um pequeno milagre de futebol. Mas milagres no futebol não acontecem duas vezes. E a próxima vez é em casa do FCP...

      Eliminar
  12. "tivemos algo mais, isto sim difícil de explicar"

    qd e se encontrares a razão se calhar enfias o chapéu que tentaste enfiar na direcção... mas se calhar era pedir demais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sei. Não sei como se marcam 3 penaltys contra o FCP na mesma época e, pasme-se, com resultados de 0-0 e 0-1 a seu favor no Estoril. E não sei porque, nos 3 anos que o FCP foi campeão, com Villas Boas e 2 vezes com Vítor Pereira, o FCP sofreu 2 penaltys (em 3 épocas repito!) e sempre com margens folgadas no resultado: 4-0 ao Leiria e 3-0 ao Nacional, quando esses fantásticos penaltys foram assinalados...

      Se tu sabes, explica-me lá qual foi o chapéu que tentei enfiar na Direcção?

      Eliminar
  13. Eagle pela tua logica o Benfica só não foi campeão 20 anos seguidos porque foi sempre roubado, é isso? Quando ganhamos é porque somos muito superiores e este ano fomos superiores, os outros quando ganham não ganham, nós é que não ganhamos porque fomos roubados, é isto?
    Varias vezes o BEnfica foi roubado, umas mais outras menos, e tambem foi beneficiado noutras, normal é assim todos os anos, o Benfica onde tem mais rzão de queixa é nos confrontos directos com o Porto, mas fazendo um pararelismo no tempo de JJ, quando o Benfica entrou com atitude contra o Porto sem medo deles, mesmo sendo prejudicado indica um jogo que o Benfica tenha perdido, eu digo-te não perdeu nenhum, ganhou-os todos e empatou um no Porto, quando o Benfica entrou a medo, com receio, sem confiança, com umas invenções à mistura, praticamente perdeu os jogos todos com eles, por isso o momento chave deste ano foi quando ganhamos a eles, pois isso permitiu uma injecção de confiança na equipa, e libertar-se do fantasma do Porto e a partir dai embalou definitivamente para o titulo, e para a taça ganhamos a jogar com 10 e com o proença a apitar, o que prova um pouco do que disse, tivesse o Benfica nesse jogo a atitude que teve noutros, como quando perdemos 5-0, fomos eliminados da taça em casa, ou o ano passado no jogo do Porto e jamais teriamos ganho a eliminatoria da taça.
    O porto foi beneficiados muitas vezes mas tambem já tiveram grandes equipas, melhores que as do Benfica, e já houve alturas em que o Benfica com menos plantel e equipa lhes ganhou o titulo, numa foram campeões europeus e o Benfica fez a dobradinha.
    Continuas a bater sempre na mesma tecla, mas não estás sozinho, o Sporting anda a falar nisso há 40 anos, e pelos vistos continuaram a falar mais uns bons anos

    ResponderEliminar
  14. O argumento do jantar com os deputados é hilariante!!!
    Os jogadores foram?
    O presidente joga á baliza?
    Qual é o deputado que joga a médio centro?
    Pah,ganha juizo,por te ter saido tudo ao contrário não precisas de estar tão ressabiado-
    Toma KOMPENSAN que isso passa.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking