O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 11 de março de 2014

Marco Silva no SLBenfica em 2014/15

Avatar
 ●  39 comentários  ● 
Aviso aos mais sensíveis: Calma! Não estou a "despedir" o Jesus nem nada que se pareça... Nem sequer este tópico será uma crítica ao Jesus, antes pelo contrário, nem um elogio ao actual treinador do Estoril, que ao contrário da corrente geral não me entusiasma particularmente.

"Ah e tal um tópico destes quando vamos à frente...". Bullshit, rapazes! Isto é um espaço de opinião e comentários pessoais. Deixem-se lá de merdas que isto não é nenhum jornal de tiragem nacional com impacto na opinião pública e, menos ainda, com impacto na preparação/moral da equipa, olhem para isto como uma conversa de café que vocês vão ser capazes de dar uma opinião simples e sem tolices.

Dito isto...

A minha convicção é que aos 60 anos (fará em Julho) e depois de 4 anos no SLBenfica, Jorge Jesus merecia sair de Portugal para tentar "uma perninha" num campeonato estrangeiro e voltar para ser o futuro seleccionador nacional depois do "ciclo Paulo Bento".

Estes quatro anos que se iniciaram com um titulo de campeão e que se poderão fechar da mesma forma - tenho plena convicção que seremos campeões este ano - seriam a saída triunfal para um treinador de enorme qualidade e que, pelo seu feitio, teimosia e personalidade, não se conseguiu impor como unânime entre os benfiquistas - e não creio que nem mais um título fará mudar essa situação.

Jorge Jesus, com melhor orientação que o ajudasse na vertente mental, psicológica e relacional/comunicação, seria possivelmente um treinador de nível mundial e "namorado" pelos melhores clubes do Mundo. O SLBenfica perdeu a oportunidade de ter uma organização que ajudasse Jesus e, com isso, ele ajudasse o Benfica. Se com essas lacunas fez tanto... imaginem se fosse ajudado a ultrapassar os seus maiores defeitos.

Este ano, um muito melhor SLBenfica em qualidade e mentalidade, arriscava-se a ser campeão sim... mas não podemos esquecer-nos que esse melhor Benfica, não fora a fragilidade comum a Sporting e FCPorto, teria - apesar da muito superior qualidade - passado um muito mau bocado para chegar ao título, se fosse possível.

Dito isto, talvez faça sentido repensar este ciclo de Jorge Jesus no Clube - porque o Benfica não pode/ não quer dar ao Jesus o que ele precisa para ser um fabuloso treinador melhorando nas vertentes que já referi - e procurar alicerçar em cima do trabalho de Jesus numa mentalidade diferente, porventura aproveitar para melhorar também a estrutura do futebol.

Jesus, vencendo o campeonato e com Jorge Mendes a apoia-lo, tem as portas de Espanha abertas, onde o Valencia seria uma grande porta de entrada - com dinheiro fresco - e que poderia permitir a Jesus fazer figura num campeonato e numa lingua onde é capaz de se fazer entender.

O SLBenfica ganharia um novo folego entre vários adeptos descontentes e que constantemente apontam a Jesus cada momento menos positivo, cada jogo menos conseguido... enfim... tudo é culpa de Jesus - na verdade, algumas coisas são, mas outras começam a ser perseguição. Por outro lado, a solidez do modelo de gestão permitiria aproveitar o que de bom Jesus deixou.

Ao nível das apostas de futuro, Marco Silva é um nome muito reconhecido na Luz entre dirigentes e adeptos e poderia ser uma boa opção para um treinador destemido que não aposta nos nomes mas nas soluções, algo que poderia perfeitamente abrir a porta aos jovens da formação enquanto consolidava processos e mantinha a solidez dos mais experientes.

A imprensa que dá Marco Silva no FCPorto teria muitas paginas para escrever sobre um alegado "roubo" quando muitos, como eu, acreditam que o próximo treinador do FCPorto já está escolhido e será estrangeiro - é apenas uma convicção.

Talvez fosse uma via que agradasse a todos... até ao Jorge Jesus que, saindo pela porta grande para um projecto estrangeiro não perderia dinheiro (e o Benfica não tinha que lhe pagar a saída).

Isto era o exercício!!! A minha opinião é simples: se for para mudar por mudar, eu acho que um "Jesus vintage", como se te assistido nos últimos tempos (um/dois meses), é claramente a melhor solução. Se for para mudar para "aliviar o cansaço" do Jesus e dos adeptos, porque não querem mudar a estrutura da SAD para o apoiar (esta seria SEMPRE a minha opção nº1), então talvez o cenário de "saída em grande" fosse uma boa via. O Valência vai investir muito e com o Mendes na retaguarda talvez fosse um "final de carreira" em grande para JJ.

Mas mais uma vez repito: manter JJ e melhorar a SAD para o ajudar/apoiar nas suas lacunas mais fortes (comunicação interna e externa, algumas teimosias absurdas, muits sobranceria, etc) seria de caras a melhor solução.

PS- Apesar de gostar da juventude, atitude e irreverência do Marco Silva, a minha aposta para suceder a Jesus num cenário destes seria: Rui Vitória.

39 comentários blogger

  1. O Marco Silva pode ir para onde bem entender e o Rui Vitória pode continuar por Guimarães.

    O Jorge Jesus sendo campeão é renovar o contrato por mais 2 épocas.

    O Valencia que vá buscar o Paulo Fonseca.

    ResponderEliminar
  2. Rui vitória?...
    Comparar o Jesus ao rui vitória só pode ser brincadeira... Qndo o Jesus sair e que lhe vamos dar o merecido valor...

    ResponderEliminar
  3. Então quer dizer?
    Se,o Benfica for campeão não tem mérito nenhum!!
    Nem jogadores,o Presidente e o treinador?
    O Benfica se for campeão é por demérito dos adversários e não por mérito da equipa?
    Sim,sim senhor!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Correção: em Julho JJ fará 60 e 5 anos de Benfica e não 4. Desde Otto Glória entre 1954 e 59 que nenhum treinador estava tanto tempo seguido no clube.

    ResponderEliminar
  5. O treinador do Benfica pró ano é o JJ que tem mais um ano de contrato.
    Daqui a 2 anos é possível mas pouco provável.

    ResponderEliminar
  6. Nao me importava nada de ter um desses dois que mencionou como futuro treinador do nosso clube apos fim da era JJ Reparei ainda no Benfica Estoril um equipa bem arrumadinha ve-se que sabe o que fazem em campo nao andam ali a toa e atencao estavam jogando com o grande Benfica que fez uma primeira parte excepcional e um Benfica bem moralizado e dificil para qualquer equipa,quanto ao Victoria tambem gosto como as equipas dele jogam mas prefiro o Marco Silva,quanto ao JJ se for campeao que o deixem ficar ate ao fim de contrato e duvido muito que queira ir para uma equipa como o Valencia que nao luta para ser campeao,pronto quanto aos defeitos e virtudes de JJ estou perfeitamente de acordo e tudo isso que descreveu.

    ResponderEliminar
  7. Luis Azores

    Zinedine Zidane !!! Percebem porque???

    ResponderEliminar
  8. Concordo plenamente com o que foi dito sobre o Jesus. A confirmar-se o título deste ano, há esses dois caminhos: continuidade ou mudança. Nenhuma é melhor que a outra e ambas contêm riscos.
    Parece-me muito verdade que Jesus tem disfarçado a fraca estrutura do futebol profissional do SLB. Não há um forte diretor desportivo, um homem forte do futebol profissional. Por mim, fazia regressar o José Veiga. Goste-se ou não do homem, a verdade é que aquele campeonato teve muito dele. É um ativo subaproveitado. Não estou a ver ninguém com o background que ele tem dos meandros. Ele sabe, como ninguém, proteger a equipa, blindar o balneário e espetar a lança no coração do adversário. E claro, é preciso alguém que trabalhe com Jesus a componente psicológica e de comunicação. Com Veiga, a parte da comunicação ficaria resolvida. Rui Gomes da Silva peca por excesso de linguagem, perde-se um pouco e muitas vezes, o Guilherme Aguiar mete-o no bolso. Precisa ser mais conciso.
    Gosto do Marco Silva. Tem um grande trabalho no Estoril a nível interno e Europeu. No SLB tinha muita margem de progressão. É do melhor que há por cá. A fazer a transição, teria que ser esta época. Rui Vitória não me seduz. Não fez nada de extraordinário.
    Contudo, atenção ao SCP. Os lagartos têm a melhor equipa técnica da liga. Jardim, com ovos de segunda que lhe deram fez aquilo que se está a ver.
    Dito isto, não é fácil decidir o que fazer. Infelizmente, o SLB não tem estrutura para fazer entrar um e sair outro com elevada probabilidade de vitórias. Mas sim, se for para vir o MS, seria no fim da época.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se voltasse o Veiga era logo um coro de criticas a dizer que era mais um homem do porto que o Vieira trazia. Quanto à parte da componente psicológica já lá está um craque (segundo se diz). Em minha opinião, tudo o que implique a saída de JJ, é uma vitória para o porto.

      Eliminar
  9. Já que estamos em maré de convicções, em minha opinião o J. Jesus vai ser o sucessor do riscómeio na Selecção Nacional. Para seu sucessor no Benfica o nome do Rui Vitória não me desagrada mas sou dos que gostaria de ver o Marco Silva como próximo treinador do Benfica (caso o J. Jesus saia no final desta época)

    ResponderEliminar
  10. rui vitória !?!? fdx......fdx.....fdxxxx.............

    ResponderEliminar
  11. Fdx....
    Querem o marco silva para terem que o despedir a meio da temporada?

    ResponderEliminar
  12. O JJ vai ficar por cá muito e bons anos! :)

    ResponderEliminar
  13. Assusta-me cada vez que oiço o nome de Rui Vitória. Não tenho nada contra ele pessoalmente e fico contente que seja Benfiquista. Falta fazer uma análise mais séria sobre este tema. Não se pode contratar um treinador que utiliza o pontapé para o ar na direcção do ponta de lança como opção A, B, C.
    Podem dizer, que ele tem um plantel mediano com qualidade muito escassa. Podemos concordar que o orçamento do Vitória é curto para altos voos, mas as ideias do treinador também são curtas. Pratica um futebol de equipa pequena, saiu o ponta de lança do ano passado contratou um outro igual com as mesmas caracteristicas para manter o pontapé para o ar. Somos o Benfica, temos um plantel recheado de grandes jogadores e com o Rui Vitória teriamos uma de duas coisas, ou os jogadores adaptavam-se ao pontapé para o ar ou o Rui Vitória adaptava-se aos jogadores e mudava o seu ADN. A segunda hipótese seria francamente um tiro no pé , porque a sua carreira foi feita com outro estilo, o Rui Vitória de jogo pelo chão, de apoios, pelo corredor central ninguém sabe se é bom ou mau porque simplesmente ninguém o viu alguma vez. Basta olhar para o Marco Silva e perceber que é o treinador que procuramos em casa de perdermos Jesus, porque com um orçamento curto, joga à grande, sempre a procura de ter a bola, muitos apoios, pressão para a recuperar lentamente.
    Se ganharmos o campeonato Jorge Jesus só se deve manter no cargo, porque agora que ele está a ficar mais racional e a evoluir o sistema ofensivo não me parece racional o perdermos tendo ainda contrato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que o Estoril tem "identidade". Tem dedo do treinador. Futebol de apoiado, de possee no campo todo.
      Ninguém pode garantir que um treinador tenha sucesso.
      Mas gosto da forma como o Estoril joga.
      Não gosto do futebol do Rui Vitória. Pode ser boa pessoa. Mas não gosto nada do futebol que apresenta.

      Eliminar
  14. Li o post com muita atenção porque é um tema que me tem feito pensar. Pessoalmente, manteria o Jorge Jesus como treinador, independentemente de achar que é necessário uma estrutura séria para o futebol, feita com gente que saiba verdadeiramente o que é o desporto. Quando digo uma estrutura, não o faço a pensar num só homem mas num conjunto de pessoas capazes de criar um projecto sustentado e vencedor a médio-longo prazo, e que faça um controlo vertical de toda a área do futebol e que tenha autonomia suficiente para decidir as composições para as diferentes equipas técnicas. Defendo uma estrutura que seja capaz de criar uma filosofia de jogo e que escolha alguém competente para traduzir a teoria na prática, alguém esse que seria o treinador. Para mim, Jorge Jesus seria, é e será o treinador ideal para qualquer que seja a tal estrutura: é um treinador com enorme conhecimento e enorme capacidade para transmitir esse conhecimento através do treino.
    Como disse há pouco, acredito que, independentemente da questão sobre a estrutura para o futebol, se devia manter Jorge Jesus porque estaremos mais próximos de garantir um bicampeonato se conservarmos as principais virtudes do treinador. Se tudo correr bem, nos cinco anos que tivemos Jorge Jesus como treinador, teremos dois campeonatos ganhos e outros dois campeonatos quase ganhos, que se perderam por erros pontuais para uma super equipa (e não vale a pena negarmos estas evidências e deixarmos de parte as nossas palas avermelhadas). Se o Porto, em dois anos seguidos não for campeão, acredito que possa haver uma desestabilização estrutural do clube portista: confirmando-se, estarão lançados os alicerces para o regresso do domínio benfiquista para o campeonato português. Se nos atrevermos a dispensar o Jorge Jesus, estaremos a arriscar numa incógnita, e acredito que estaremos a perder uma oportunidade de garantir uma superioridade.

    Se tiver que sair o Jorge Jesus, só se fosse para termos um outro treinador que tenha a mesma competência para o futebol. Marco Silva, e do que leio, parece-me um treinador bastante bom e com grande competência para criar um bom modelo de jogo, com uma filosofia de jogo que faz sentido para equipas como a do Benfica, porém, até hoje, só treinou o Estoril. Quando soube do despedimento do Jesualdo Ferreira, desejei que o substituto fosse o Marco Silva. Seria uma maneira de perceber se o gajo é realmente competente para equipas mais exigentes. Se o fosse, seria uma boa alternativa para o Benfica. Infelizmente, mantendo-se no Estoril, a incógnita mantém-se, e pode acontecer que seja mais um Paulo Fonseca.
    Pode parecer polémica a minha preferência, mas se tivesse que substituir o Jorge Jesus, arriscaria no Vítor Pereira. Quando penso no top de treinadores portugueses, faço a seguinte lista:
    José Mourinho
    Vítor Pereira
    Jorge Jesus
    André Villas Boas
    Com Vítor Pereira a apropriar-se do excelente trabalho do Jorge Jesus nas transições defensivas, acrescentando uma filosofia de posse de bola, não tenho dúvidas que as equipas do Benfica fariam um upgrade em termos de qualidade e de domínio. Mas enfim, essa é a minha opinião. Respeito quem não queira um futebol jogado dessa forma. E já agora, acho que Vítor Pereira a receber os quatro milhões anuais que o Jorge Jesus recebe actualmente, não recusaria a proposta. Só se entretanto tivesse um convite para um campeonato muito mais tentador. Imaginem só o espumar de boca da Sad portista com a vinda de Vítor Pereira no Benfica: só isso valeria a pena arriscar.

    Abraços e os melhores desejos para o blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que não haveria condições "políticas" para colocar VP no Benfica. No teu ranking considero que VP e JJ têm as posições trocadas. De resto... perfeito.

      RFD

      Eliminar
    2. Vitor Pereira??????? Vilas Boas??????? Estás a brincar, certo?!

      Eliminar
    3. eehh pahhh... o vitor pereira nunca... mas mesmo nunca!!!

      1º- Apesar de ter ganho 2 campeonatos, não passa de um fraco/razoáve treinadorl!
      2º- É um treinador que tem uma atitude nojenta, sujo, com lata...e é um porco sempre a mandar bocas
      3º- É portista

      Que fique la para as arábias a carreira...sempre dá para rir com as conferencias dele

      Antes queria o Paulo Sérgio :P

      Luís

      Eliminar
    4. Vitor Pereira?!!! Apesar da qualidade que lhe reconheço, preferia o Paulinho, que é roupeiro no sporting.
      vp....

      Eliminar
  15. Águia Nazarena
    E se fossem apanhar nas náldegas, não uma boa ideia!

    ResponderEliminar
  16. É TÃO IRRITANTE ESTE TIPO DE COMENTÁRIOS...

    Em vez de estarem a julgar a opinião, que tal darem a vossa opinião sobre a situação?

    Deveria haver uma mudança? O que o Benfica ganharia com isso? A ser assim quem poderia ser alternativa? Será que esse cenário interessa ao JJ?

    Ou por outro lado um título faria esquecer tudo e todas as situações, como sugere o Gandaia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E colocar a questão ao contrário: o facto de não ter ganho os últimos 3 campeonatos também não faz esquecer o grande trabalho de JJ?

      Percebo o teu ponto de vista - o MS dá mostras de algum potencial e o Estoril joga de forma competente. Seria uma pena vê-lo num rival. Mas para mim, não criar condições para a permanência de JJ seria mais um tiro nos pés, daqueles típicos no Benfica. Simplesmente não me parece que o Benfica consiga melhor treinador, para além de perder a vantagem de manter a equipa técnica (o que conta e muito).

      RFD

      Eliminar
  17. O Marco Silva é claramente o treinador indicado.
    Gosto de ganhar. Mas, em regra, quem domina, tem posse de bola, ganha mais vezes.
    O Marco com aqueles jogadores faz milagres.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De todos os comentários é o mais audáz. Foi por não pensar assim que se perdeu Mourinho quando aqueles que conseguiam ver potencial nele queriam a sua permanência mas, a estupidez que domina a falta de visão de muitos faz com que um JJ seja endeusado...

      Eu tenho acompanhado o MS com muita atenção e reconheço nele os elementos que o SLB precisa para ser uma equipa mais forte, dominadora e convincente, aliás em vale a pena perder aqui em adjectivos, quem tem olho de ver sabe do que falo....Sem esquecer que temos um plantel riquíssimo com muitos elementos sub-valorizados...Acredito que seja ambicioso e tem boa comunicação, algo que tem faltado ao nosso Benfica apesar de toda sobranceria made in JJ espelho de tantos quantos Benfiquistas.

      Benvas dos Santos

      Eliminar
    2. Como se aguentaria MS sob a pressão de um mau momento, com a contestação dos adeptos e a pressão da comunicação social? Conseguiria MS adaptar jogadores em caso de necessidade com o mesmo sucesso (Coentrão, Enzo...)?
      Enfim, não sabemos. Com JJ sabemos que sim.

      Eliminar
  18. Penso que o melhor e esperar por o fim da temporada para fazer qualquer tipo de escolha.De uma coisa eu estou certo, preferia 1000 vezes Manuel Machado a Rui Vitoria.

    ResponderEliminar
  19. O Fonseca ano passado também era bom... Lembro que o Marco Silva é um treinador sem experiência numa equipa grande, está habituado a jogar num estilo de jogo completamente diferente do que jogaria num grande. É passar de um Fiat para um Ferrari. O caso do Paulo Fonseca foi um exemplo disso.

    ResponderEliminar
  20. Por mim espero que o JJ não saia tão cedo. Saindo, que venha o Wenger!

    ResponderEliminar
  21. ninguém no estrangeiro quer este gajo, a não ser clubes a lutar pela permanência e não é de certeza a ganhar o que ele ganha no benfica, depois o que ele quer é mandar não ter sombras meter-se em tudo e nenhum clube de monta no estrangeiro lhe dá isso.
    os mesmos que hoje querem o ms, ou o rv são os mesmos que o ano passado queriam o pf, o ms, ou então o rv não aprenderam nada com o tremendo bluff que foi o pf irra que esta malta é teimosa, mas só uma pergunta só existem este dois treinadores no mundo de tanto treinador no mundo são este dois os melhores que se arranja para o clube?

    ResponderEliminar
  22. Julgo que fica o JJ na próxima época, mas a sair gostava de ver o Pedro Martins (Maritimo) no Benfica ou um ex jogador nosso, mas neste caso as hipoteses seriam reduzidas ( Preud'homme, Ricardo Gomes se já estiver em condições para treinar...). Se for para andar a dar bicadas nos corruptos o que me dava mais gozo ver a ganhar no Benfica e mandar atordoadas aos azuis era o Sérgio Conceição, mas ao nivel de emotividade e paixão ainda ia ser mais dificl de controlar do que o JJ... VR

    ResponderEliminar
  23. Marco Silva sem dúvida..

    ResponderEliminar
  24. O JJ fica o tempo que quiser não precisamos de mudar de treinador para quê?
    Faça-se como o Ferguson no M U

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahahahaha, para qualquer um que enxerga um palmo a frente do nariz para saber que a aposta do MU seria falhada... Nunca vi nada de especial da sua parte no Everton. Com isso não quero dizer que ele não possa vir a ser bom ou excelente... A paciência não é um forte de clubes e adeptos ambiciosos...

      Benvas

      Eliminar
  25. Fico sempre com a pele eriçada quando leio comentários de malta que sabe tudo o que se passa dentro do clube, nos treinos, etc.. Dizem que há jogadores subvalorizados. Portanto, temos um clube profissional, o melhor de Portugal, com um treinador de top, assessorado por antigos craques como Shéu e Pietra, com o Rui costa na estrutura e... nós é que sabemos da poda!

    Francamente, deixem o Jesus trabalhar. Não estou nada de acordo com a cena da falha de comunicação do mister. É por ele dizer acardito, naite e totem? Quando ouvimos outros treinadores a falar em línguas desconhecidas para nós, sabemos se estão a dar calinadas? Isso interessa?

    A mim o que me interessa é o que se passa dentro das quatro linhas. Vamos recapitular brevemente:

    No primeiro ano, Jesus entrou de rompante! Apareceu a expressão rolo compressor. O sistema foi apanhado de surpresa. Ficaram tão em choque que arranjaram o estratagema do túnel.

    No segundo ano, houve de facto erros de planeamento. Todos ficaram embriagados com o título do ano anterior e entretanto o sistema reorganizou-se. Nesse ano não merecemos ganhar, de facto.

    Nos terceiro e quarto anos, houve um toque a reunir tanto por parte do SLB como do sistema. O JJ fez mais do que o suficiente para ser campeão nesses anos, mas em Portugal isso não chega. Então a época passada, em termos de batota (paços-porto), foi delirante. Perderam-se pontos estupidamente? Sim, mas os outros, sempre que precisaram, deram-lhes uma mãozinha. E nós não queremos ajudas! Pelo menos eu quero ganhar sempre limpo.

    Esta época estamos outra vez lançados. E está tudo com medo de dizer que vamos ser campeões por causa do trauma do ano passado… Claro que vamos ser campeões! E se não o formos, mais uma vez será por causas externas ao Clube.
    Alguns dizem que nós não estamos assim tão fortes, o fcp é que está fraco. O mesmo se pode dizer de muitas épocas em que eles foram campeões porque o SLB nem sequer existia… esse panorama mudou radicalmente com a chegada de Jesus.

    Depois há as campanhas europeias. Umas correram melhor, outras pior, mas com Jesus voltámos a sonhar com títulos europeus (quase a época passada isso aconteceu). Muito se falou das falhas nos momentos finais, mas se lá chegarmos frequentemente, os títulos vão começar a aparecer. Temos que compreender uma coisa: o BENFICA é um clube vendedor. Nós compramos jogadores, valorizamo-los e vendemo-los a um preço superior. Como país periférico e pobre tem que ser assim, pelo menos nos tempos atuais. Atrevo-me a dizer que o SLB é o clube com maior número de jogadores vendáveis em Portugal. Daí que os inícios de época são quase sempre medíocres da nossa parte. Reparem que este ano quase ninguém da equipa que é agora a equipa titular fez a pré-época. Foram-se buscar jogadores na mira de que muitos dos atuais saíssem e depois não saíram (ainda bem), mas isso perturbou a preparação da equipa – e o mercado russo fechar mais tarde ainda… enfim, assim será sempre difícil para o BENFICA planear as épocas. Por isso demorámos a arrancar, mas depois de estar tudo oleado, a máquina está a trabalhar bem. Então o trabalho que o mister tem feito com os homens da frente em termos defensivos (Markovic e Rodrigo, principalmente) prova que Jorge Jesus é um grande treinador.

    Posto isto, não percebo como se pode equacionar a saída do atual treinador. Se formos campeões este ano, como tenho quase a certeza e o conseguirmos de novo na próxima época, trocar por uma incógnita como Marco Silva seria dar tiros nos pés. Acho que o exemplo do porto é paradigmático. Mandaram embora um treinador bicampeão, foram buscar um treinador sensação e neste momento estão a afundar-se.

    Viva o BENFICA!

    moog

    ResponderEliminar
  26. Rui vitória por mim que vá para o Porto ou o raio que o parta. Um gajo que passou pelo Benfica e tem cuspido no prato que lhe deu de comer ao mesmo tempo que se comporta como um gatinho com o Porto quero-o bem longe. Não gosto nem de mal agradecidos nem de rancorosos e muito menos de submissos como ele tem sido.

    PS. Realmente é difícil perceber os benfiquistas... O mesmo que não gosta do Cardozo gosta muito de um treinador que não dispensa de contar sempre com um gajo alto e forte... coerente?

    ResponderEliminar
  27. JJ ao longo destes anos já deu provas de que consegue por a equipa a jogar para ganhar, consegue transformar jogadores em craques a sério, efim. Com ele a equipa não tem momentos menos bons que não se recuperem no jogo seguinte, ao contrário dos outros q por lá passaram, que passavam 3 a 4 jogos sem vencer! JJ não agrada a todos, mas põe o Benfica a ganhar e isso é o q se quer.
    JJ é irritante e mais não sei o quê. E o que interessa isso, não quero casar com ele!
    Quanto a Marco Silva, tem de facto provas dadas no Estoril, clube que conhece como ninguém. Foi lá jogador durante vários anos, chegou a capitão, foi dirigente e treinador. Paulo Fonseca antes de chegar ao porto tinhas as mesmas provas dadas, mas com passagens por clubes diferentes, sem ter a vantagem que Marco Silva tem pelos anos de casa. Resumindo, Marco Silva seria um tiro no escuro. Prefiro JJ.

    ResponderEliminar
  28. O sucessor de JJ já está escolhido... Drulovic! Pedro Suissas.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking