O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A importância da gestão desportiva

Avatar
 ●  4 comentários  ● 
Algumas notas prévias: 
- Mais do que a vitória de ontem, pois até nem foi muito exigente para o SLBenfica (eu diria que deu mais trabalho a consertar a cobertura da bancada do que a vencer o Sporting), o que me deixou realmente entusiasmado foi a raça, o querer e a determinação dos nossos jogadores. Entraram com confiança máxima, com vontade de mandar no jogo e de "mostrar quem manda na Luz".

- Não posso, não quero, nem é possível discordar de quem diz que Jorge Jesus teve imenso mérito na vitória de ontem, não só pela responsabilidade em "criar monstros" como Enzo Perez, mas pela forma como "montou" a equipa e mexeu nela ao longo do jogo. Alguém reparou na aparente substituição defensiva do Rodrigo pelo Amorim? Nada de mais errado... ele meteu o Amorim em campo com o Enzo para o Ruben entrar no jogo e depois tirou o Enzo e meteu um avançado. Ou seja, voltou tudo ao mesmo mas deu tempo ao Ruben para entrar em jogo. Quem sabe, sabe...

- Não é menos verdade que temos, como se costuma dizer, um "passado triste e (talvez por isso) um futuro incerto". Obviamente que há muita gente que não consegue ainda "ver o andor do título", pois não sai da memória as temporadas anteriores em que perdemos uma vantagem de 5 pontos duas vezes seguidas (numa época em Janeiro/Fevereiro e noutra em Abril/Maio). Mas se nós que não temos responsabilidades entrarmos por esse caminho receoso... o que farão aqueles que viveram isso na pele? É hora de acreditar que não volta a acontecer e que se tomaram ou tomarão medidas nesse sentido.

E começo, então o tópico precisamente na última frase da nota prévia anterior: "É hora de acreditar que não volta a acontecer e que se tomaram ou tomarão medidas nesse sentido".

Claro que o Jesus agora é o maior, agora são tudo rosas e poucos são os que querem estar a pensar nos seus defeitos, mas é precisamente nos momentos bons que devemos pensar na sustentabilidade que nos permite continuar a "surfar essa onda". Por isso trouxe este tema agora!!!

Recordo aqui uma passagem do tópico desta manhã do Redmoon, na qual me revejo integralmente e para a qual é importante que haja rapidamente solução, como aqui muitas vezes eu já tenho também apontado: "sempre fui neste blog um defensor acérrimo das capacidades de Jorge Jesus dentro do campo, e quando digo dentro do campo é porque há traços da sua personalidade que me repudiam veementemente e que acabam por minar tudo o que de bom faz , e que me fazem obviamente ter muito mais dificuldade em desculpar-lhe uma ou outra derrota que possa também ter tido influência sua. Aliás, é difícil desculpar alguém que nunca vê nenhuma falha em si próprio".

Voltemos à velha questão: Jorge Jesus tacticamente é um treinador muitíssimo bom. Fantástico, dos melhores que há no Mundo e é pena que poucos são os benfiquistas que o percebem! Mas é precisamente a sua incapacidade de ser humilde, de reconhecer as suas falhas, lacunas e pontos de melhoria que o transformam no treinador com resultados medianos.

Ora, isto traz-nos novamente à questão da liderança desportiva. Eu considero ser fundamental, absolutamente fundamental, que o Presidente do SLBenfica nomeie um CEO, um Administrador Delegado, um Director Geral... o que lhe quiserem chamar... para o futebol do SLBenfica, mas para o futebol como um todo. Alguém que reporte unicamente ao Presidente e que tenha experiência, autonomia e poder para liderar o futebol do SLBenfica, delinear a sua estratégia, gerir o modelo de comunicação e liderar os recursos humanos (técnicos, jogadores e staff). A execução cabe depois a toda a estrutura da SAD (treinadores, jogadores, staff técnico, staff operacional, funcionários, etc.).

A existência desta figura é fundamental na medida em que, nestes momentos, é quem acompanha muito de perto o treinador, o aconselha, o chama à responsabilidade, o mantém consciente do passado e do futuro, que trabalha activamente com os jogadores e os suporta a um nível topo... em suma, alguém que não permite que se cometam erros do passado, que as acções não sejam independentes e individualmente decididas e que se trabalhe hoje, não para hoje, nem só para amanhã... mas já para depois de amanhã.

Não vou arriscar nomes para essa posição. O melhor que sou capaz de fazer é dar uma ideia de perfil, pois entendo que deve ser alguém com uma personalidade forte, com experiência de futebol nacional e internacional, com capacidade de liderança, com forte conhecimento não futebolístico (isso temos o Jesus) mas do mundo e das particularidades do futebol em todas as suas dimensões (clubes, organismos, empresários, jogadores, até árbitros, etc.). Mas acima de tudo, para poder ter autonomia para definir a estratégia do futebol em linha com a gestão de todo o clube (liderada por Luis Filipe Vieira e, atentem bem à palavra, apoiada - apenas - por Domingos Soares Oliveira) terá sempre que ser alguém da confiança do Presidente, pelo que deverá ser uma escolha acima de tudo do Presidente, sem olhar a questões de amizade pessoal, mas sim de benefício do SLBenfica.

Não vou falar em nomes porque não gostaria que caissem, como habitualmente, na confusão entre esta minha opinião e o nome A ou B. Isto não é uma questão de ter a função para a pessoa, mas sim a pessoa para a função.

Para abrir a discussão, talvez hoje em dia em escolhesse uma equipa formada por Rui Costa, como Administrador Delegado para o futebol do SLBenfica, apoiado em Nuno Gomes (Relações Internacionais), Lourenço Coelho (Coordenador Operacional) e Armando Jorge Carneiro (Futebol de Formação) - isto tentando não mexer na estrutura actual, ou seja, reorganizando e revendo os "poderes" sem tirar ou colocar pessoas. Ah! E colocaria Rui Costa no banco de suplentes... ele tem um capital de crédito junto dos jogadores imenso a vários níveis, o que pode ser muito importante dentro do balneário e para ajudar/guiar Jorge Jesus.

4 comentários blogger

  1. Morrer de rir

    http://m.youtube.com/watch?v=wdfuHO16lqE&desktop_uri=%2Fwatch%3Fv%3DwdfuHO16lqE

    ResponderEliminar
  2. mas ainda não perceberam que não existe ninguém com poder para controlar o treinador porque ele não quer, é uma exigência dele e é mais um dos seus defeitos achar que não precisa de ninguém que o controle.

    ResponderEliminar
  3. o quê mais gente ainda para mandar e mamar, e depois a culpa é de todos em geral e de ninguém em particular...e por outro lado está lá o Vieira que trata bem disso tudo sozinho...

    ResponderEliminar
  4. Não sei se já revelei aqui que Octávio Machado é benfiquista desde pequenino. Conheço-o bem, estudámos juntos, joguei muitas vezes à bola com ele.
    Creio que tem conhecimentos e perfil para ser incluído na estrutura que se propõe. Eu gostava de vê-lo lá.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking